Você está na página 1de 6

PRÉ NATAL

1- Nº DE CONSULTAS
1 no primeiro tri
2 no segundo tri
3 no terceiro tri MS

PERÍODICIDADE IDEAL: Mensal até 28 s/ Quinzenal entre 28-36s/ semanal até o parto (
ubs encaminha para GO com 38 s).

2- EXAMES OBRIGATÓRIOS

HMG URINA TIPO1

GS E FATOR RH VDRL

COOMBS INDIRETO HIV

GLICEMIA/TOTG TOXOPLASMOSE

UROCULTURA AgHbs

NÃO OBRIGATÓRIOS  USG, CMV E RUBEOLA,TSH, T4 L, CULTURA PARA SGB

FINAL DA GESTAÇÃO:

3- PRÉ NATAL DE ALTO RISCO


HAS, DM, LUPUS, ....  DOENÇAS SISTEMICAS.
ABORTAMENTO HABITUAL ....  PERDEU DE 3 A + BEBES
MAL PASSADO OBSTETRICO  MORTE FETAL SUBITA <38S
GEMELAR
OLIGODRAMINIO
NICIII
ITU REPETIÇÃO ( TRATAR BACTERIURIA SINTOMATICA  RELACIONADO COM PARTO
PREMATURO)

4- USG
NÃO É OBRIGATÓRIO  NÃO REDUZ MORBIMORTALIDADE MATERNO FETAL

USG 1º TRI:
INICIAL
MORFOLOGICA: 11S-16S3D: TN ATÉ 2,5 MM ( só tem validade se o CCN foir de
45-84 mm), osso nasal, ducto venoso, risco de pré eclampsia ( IP MÉDIO DAS ARTERIAS
UTERINAS).
# SINAL DO LAMBIDA (02 PLACENTAS – DICORIONICA)
SINAL DO T (1 PLACENTA)

USG 2º TRI: MORFOLOGICA


MALFORMAÇÕES, CERVICOMETRIA (COMPRIMENTO DO COLO DO U <25 MM
RISCO DE P. PREMATURO  SUPLEMENTAR COM PROGESTERONA).

4- SUPLEMENTAÇÃO
ACIDO FÓLICO: ATÉ 12 SEMANAS – 400 MCG/DIA
SULF FERROSO: A PARTIR DE 20 SEMANAS ATÉ TERMO. SE HB<11 FAZER
SUPLEMENTAÇÃO 3X +.

5- VACINAS
HEPATITE B
INFLUENZA
dT
dTpa ( em todas as gestações – a partir das 20 sem)

Proibidas: vírus vivo – FA se risco beneficio for maior.

6- Rastreamento Genetico
< 35 a e S/ FR: bioquímica e USG
>35s e c/ FR:
Teste duplo: BHCG e PAPP-A (11-12S)
Teste triplo: BHCG, ESTRIOL E BHCG 2º TRI
TESTE QUADRUPLO: TESTE TRIPLO + INIBINA A (2º TRI)
DNA FETAL: DE RASTREIO. A PARTIR DE 10 S (NÃO OFERECIDO PELO SUS).

SE TEM ALTERAÇÃO  RASTREAMENTO GENETICO (INVASIVOS)

SD MAIS COMUNS: PATAU13, EDWARDS 18, DOWN 21.

TESTES: BIOPSIA VILO CORIAL (10-12 S), AMNIOCENTESE ( A PARTIR DE 14º S),
CORDOCENTESE (INVASIVO – A PARTIR DE 18S).

7- GEMELAR
SINDROME DE TRANSFUSÃO FETO-FETAL
15% DAS GESTAÇÕES MONOCORIÔNICAS.
ÓBITO DE 01 DOS FETOS EM 80% DOS CASOS SE PRECOCE E NÃO TRATADA
COMUNICAÇÃO ARTERIOVENOSAS>ARTERIOARTERIAIS.
CLASSIFICAÇÃO DE QUINTERO > FECHA DX DE SD FETOFETAL.
FICHA DE ATENDIMENTO GESTANTE

NOME:

GPA:

DUM:

IG:

MEDICAÇÕES EM USO:

QUEIXAS: SANGRAMENTOS, LEUCORREIA, PERDAS LIQUIDAS, MF

EXAMES:

EXAME FÍSICO

CONDUTAS...

PRÉ NATAL INICIAL + 1º TRI 1-13S


*1ª CONSULTA:

- ORIENTAR SOBRE O NUMERO DE CONSULTAS

- RETORNO DE 15 D PARA REAVALIAÇÃO

- Calcular DPP pela DUM (regra de Naegale)

- Peso e informar sobre ganho ponderal adequado

Se baixo peso orientar ganho 12,5 – 18 kg

Se adequado Adequado orientar ganho 11,5-16kg

Se Sobre peso orientar ganho 7-11 kg

Se obesa orientar ganho 5-9 kg

Obs: baixo peso na gestante pode gerar bpn e pp; obesidade pode gerar macrossomia fetal e
maior chance de cesárea.

- EF GERAL + COLETAR PREVENÇÃO SE EM ATRASO.

- Orientar sobre adaptações no organismo materno

- encorajar atividade física, alimentação balanceada e cuidado odontológico

- explicar sinais de abortamento e quando procurar emergência

- tipos de parto e importância


- coletar AP, social e econômico

- checar vacinas, passado obstetríco e psiquiátrico, vícios e histórico de IST.

- Exames: HMG, FATOR RH, ABO, GLICEMIA, EAS, UROCULTURA, SOROLOGIAS HIV, SIFILIS, HEP
B E TOXOPLASMOSE

OUTROS: TSH, T4L, COOMBS IND (MESMO PCT RH+ NA 1ª CONSULTA), EPF
(PARASITOLÓGICO DE FEZES)

USG – USGTV (CONSULTA INICIAL) – VIABILIDADE, IG, LOCALIZAÇÃO, CORIONICIDADE


SE GEMELAR, CORPO DO ÚTERO

MORFO DE 1º TRI ENTRE 11-14S3D: CCN 45-84 MM – DOPPLER DE ARTÉRIAS


UTERINAS E MARCADORES DE ANEUPLOIDIAS (TN, OSSO NASAL, DUCTO VENOSO,
REGURGITAÇÃO TRICÚSPIDE, MORFOLOGIA FETAL).

OBS GLI JEJUM 92-125 EM 2 COLETAS = DMG

OBS TOXOPLASMOSE

SE IGG IGM - : REPETIR SOROLOGIA A CADA 8 SEMANAS, ORIENTAR QUANTO AO


COSUMO DE CARNES CRUAS E CONTATO COM GATOS SUAS FEZES, TERRA, AREIA. LAVAR BEM
ALIMENTOS. ÁGUA FILTRADA.

SE IGG+ E IGM- : PCT IMUNE

SE IGG+ E IGM+: AGUDA OU CRÔNICA. TESTE DE AVIDEZ IGG ( SE <30% - BAIXA –


INFECÇÃO AGUDA. SE >60% - ALTA – INFECÇÃO ANTIGA.

- SUPLEMENTAÇÃO:

Acido Fólico: ideal 3m antes ate 14 s : 5m/dl ou 400 mcg/dia

Se FR: obesidade, uso de anticonvulsivante, insulinoterapia, histórico familiar


de defeitos no tubo neural  dose 10x maior.

Cálcio: estimular ingesta.

Suplementar se: Gemelar, doenças disabsortivas, intervalo curto entre partos,


risco de complicações por HAS, baixa ingesta de lactineos .

600mg-1g/dia

- VACINAS: OBRIGATÓRIAS

INFLUENZA

dTPa – a partir de 20 s
Hep B e dT.

Obs: toda mulher em idade fértil deve ser imunizada contra rubéola.

2º TRIMESTRE 14S-27S
...

- Solicitar: Sorologia para Toxo se susceptível; coombs em gestante RH –

TOTG 75 24-28S;

USG MORFOLÓGICA SEXO 18-24S: MORFOLOFIA FETAL, COMPRIMENTO CU,


FC, PLACENTA, LIQ AMINIÓTICO, PESO ESTIMADO, ADAPTAÇÃO PLACENTÁRIA.

3º TRIMESTRE 28-38S
EXAMES: PESQUISA PARA SGB SWAB VAGINAL E ANAL ENTRE 35-37 S – NO MÁX 5 S ANTES DO
PARTO. Pode-se dispensar a cultura se SGB em qualquer momento da gestação atual ou filho
anterior com sepse neonatal por SGB – fazer profilaxia nesses casos.

USG OBSTÉTRICA APÓS 34S

QUEIXAS MATERNAS MAIS COMUNS

 NAUSEAS, VÔMITOS, AZIA, SIALORREIA, ERUCTAÇÃO, PLENITUDE GÁSTRICA E


TONTURAS.
RECOMENDAÇÕES: FRACIONAR REFEIÇÕES, ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA

 FRAQUEZA OU LIPOTÍMIA
Evitar mudanças brusca de posição, jejum prolongado, ambientes abafatos

 Se MAL ESTAR
DLE, RESPIRAÇÃO PROFUNDA

 DOR ABD: CÓLICAS, ABD AGUDO, HELLP, FLATULÊNCIAS, CONSTIPAÇÃO;


CONSTIPAÇÃO: Ingesta hídrica adequada, fibras, atividade física. SN óleo mineral e
supositório de glicerina.

 HEMORROIDAS
Antiinflamatorios tópicos e compressas mornas. Se sangramento persistente ao
coloprocto.
 CORRIMENTO VAGINAL – GERALMENTE FISIOLÓGICO
Candidíase: Miconazol, clotrimazol ou nistatina tópicos por 7 dias/ ttar parceiro após
segundo episódio
Vaginose ou Tricomoníase: metronidazol VO por 7 dias ( vaginose 500 mg 12/12 hrs;
tricomoníase 250 mg 8/8 hrs ou 400 mg de 12/12 hrs)

 BACTERIURIA ASSINTOMÁTICA
Ttar sempre e pedir controle de cultura.
Nitrofurantoína, cefalexina, amoxicilina, fosfamicina, ampicilina etc

Obs: gestantes com 2 cistites ou 1 pielonefrite – profilaxia atb até fim da gestação

 ANSIEDADE
Atividade física, DLE, avaliação cardiovasc e resp
 MASTALGIA
Fisiológica, recomendar sutiã com boa sustentação
 LOMBALGIA
Correção de postura, sapatos baixos, calor local. SN fisio e analgesia.
 CEFALEIA
Descartar HAS
 VARIZES
Evitar sedentarismo, elevar membros, meias elasticas
 MELASMA
Usar filtro solar
 EDEMA
Afastar risco de trombose, DHEG