Você está na página 1de 6

c c

O sol sempre foi uma fonte de energia. Por exemplo, quando pomos as roupas a secar
ao sol usamos o seu calor. As plantas usam a luz do sol para produzir comida e os
animais alimentam-se delas.

 
 cc
Quase todas as fontes de energia ± hidráulica, biomassa, eólica, combustíveis fósseis e
energia dos oceanos ± são formas indiretas
de energia solar. Além disso, a radiação solar pode ser utilizada diretamente como fonte
de energia térmica, para aquecimento de fluidos e ambientes e para geração de potência
mecânica ou elétrica.O aproveitamento da iluminação natural e do calor para
quecimento de ambientes, denominado aquecimento solar passivo, decorre da
penetração ou absorção da radiação solar nas edificações, reduzindo-se, com isso, as
necessidades de iluminação e aquecimento. Assim, um melhor aproveitamento da
radiação solar pode ser feito com o auxílio de técnicas mais sofisticadas de arquitetura e
construção.
O aproveitamento térmico para aquecimento de fluidos é feito com o uso de coletores
ou concentradores solares. Os coletores solares são mais usados em aplicações
residenciais e comerciais (hotéis, restaurantes, clubes, hospitais etc.) para o aquecimento
de água (higiene pessoal e lavagem de utensílios e ambientes).
Os concentradores solares destinam-se a aplicações que requerem temperaturas mais
elevadas, como a secagem de grãos e a produção de vapor. Neste último caso, pode-se
gerar energia mecânica com o auxílio de uma turbina a vapor, e, posteriormente,
eletricidade, por meio de um gerador.
Pode ainda ser convertida diretamente em energia elétrica,
por meio de efeitos sobre determinados materiais, entre os quais se destacam o
termoelétrico e o fotovoltaico.
. Pode ainda ser convertida diretamente em energia elétrica,por meio de efeitos sobre
determinados materiais, entre os quais se destacam o termoelétrico e o fotovoltaico. .
Pode ainda ser convertida diretamente em energia elétrica,por meio de efeitos sobre
determinados materiais, entre os quais se destacam o termoelétrico e o fotovoltaico.

A conversão pode ainda ser convertida diretamente em energia elétrica,


por meio de efeitos sobre determinados materiais, entre os quais se destaca o
fotovoltaico.
Entre os vários processos de aproveitamento da energia solar, os mais usados
atualmente são o aquecimento de água e a geração
fotovoltaica de energia elétrica. No Brasil, o primeiro é mais encontrado nas regiões Sul
e Sudeste, devido a características climáticas,
e o segundo, nas regiões Norte e Nordeste, em comunidades isoladas da rede de energia
elétrica.

 

O sol também pode ser usado para aquecer água nas nossas casas e empresas.

O sistema de aquecimento da água através do sol começou-se a utilizar na Califórnia


por volta de 1890. Nesta altura provou-se que este sistema era mais benéfico que o
carvão ou a madeira queimada. O gás artificial feito a partir do carvão também era um
bom combustível para aquecimento mas era muito caro e a eletricidade ainda era mais
cara. Por estas razões, naquela época muitos eram os lares que usavam o sistema solar
para aquecer a água.

A tecnologia do aquecedor solar já vem sendo usada no Brasil desde a


década de 60, época em que surgiram as primeiras pesquisas. Em 1973,
empresas passaram a utilizá-la comercialmente (ABRAVA, 2001).
Embora pouco significativos diante do grande potencial existente, já há
vários projetos de aproveitamento da radiação solar para aquecimento de
água no País. Essa tecnologia tem sido aplicada principalmente em residências,
hotéis, motéis, hospitais, vestiários, restaurantes industriais e no
aquecimento de piscina.



A energia solar também pode ser usada para produzir electricidade.

Alguns sistemas solares, como o que está na figura,


usam um reflector alto e côncavo como uma parabólica
para focar a luz do sol nos tubos; estes aquecem tanto
que a água ferve. O vapor pode ser usado para girar
uma turbina e produzir electricidade.

O problema do sistema solar eléctrico é que apenas funciona durante o dia, enquanto o
sol aquece. Por isso, com o tempo nublado ou á noite não se gera energia eléctrica.
Alguns sistemas são duplos, ou seja, durante o dia a água é aquecida pelo sol e á noite
usa-se gás natural para a ferver; deste modo, continua-se a produzir electricidade.

Outro sistema solar de produção eléctrica é


o que se vê na figura.

A luz do sol é reflectida em 1800 helióstatos - instrumento que conserva numa direcção
constante um raio solar introduzido numa câmara escura. A luz reflectida para o centro
da câmara aquece um fluído que pode ser usado para ferver a água girando a turbina e o
gerador.

Este sistema experimental chama-se Solar II e está a ser reconstituído no deserto da


Califórnia com novas tecnologias. Se este sistema resultar será capaz de abastecer
10000 casas.
È

Também podemos transformar a luz do sol directamente em electricidade usando


células solares.

As células solares também se chamam células fotovoltaicas e podem ser encontradas em


pequenas aplicações como máquinas de calcular ou até em naves espaciais. Este sistema
foi desenvolvido na década de 50 nos E.U.A. na construção dos satélites espaciais.

Quando a pequena célula solar fica exposta ao sol, os


electrões (círculos vermelhos) libertam-se do seu núcleo
deslocando-se. Eles movem-se para a superfície da placa
solar (a azul escuro). As duas extremidades da célula solar
estão ligadas por um fio condutor eléctrico; assim, o
movimento dos electrões gera uma corrente eléctrica. A
energia eléctrica da célula solar pode então ser usada
directamente nas máquinas de calcular.

A energia solar também pode ser armazenada em baterias para alimentar os candeeiros
da estrada á noite. Já existem algumas experiências com carros que usam as células
solares para converter directamente a luz do sol em electricidade para fazer funcionar o
carro.

 c!
c !"c c #
Atualmente há vários projetos, em curso ou em operação, para o aproveitamento
da energia solar no Brasil, particularmente por meio de sistemas
fotovoltaicos de geração de eletricidade, visando ao atendimento de comunidades
isoladas da rede de energia elétrica e ao desenvolvimento regional.
Além do apoio técnico, científico e financeiro recebido de diversos órgãos
e instituições brasileiras (MME, Eletrobrás/CEPEL e universidades, entre outros),
esses projetos têm tido o suporte de organismos internacionais, particularmente
da Agência Alemã de Cooperação Técnica ± GTZ e do Laboratório
de Energia Renovável dos Estados Unidos (National Renewable
Energy Laboratory) ± NREL/DOE. Também a área de aproveitamento da
energia solar para aquecimento de água tem adquirido importância nas regiões
Sul e Sudeste do País, onde uma parcela expressiva do consumo de
energia elétrica é destinada a esse fim, principalmente no setor residencial.
A seguir, são descritos os principais projetos nacionais de aproveitamento
da energia solar para aquecimento de água e de geração fotovoltaica.
 c $%

Energia Solar Fotovoltaica é uma fonte de energia renovável obtida pela conversão de
energia luminosa em energia elétrica. Não confundir com aquecimento solar, que possui
o princípio de funcionamento completamente diferente.

Energia solar fotovoltaica ± Energia obtida através da conversão direta da luz solar em
eletricidade através do chamado efeito fotovoltaico, a célula solar fotovoltaica é o
dispositivo
semicondutor que utiliza este efeito para produzir eletricidade em corrente contínua.

O silício é o material semicondutor mais utilizado para a fabricação de células solares.

È %

Para podermos utilizar a energia que vem do Sol, precisamos basicamente de três
elementos: os módulos fotovoltaicos, os controladores de carga e as baterias. Os
módulos fotovoltaicos Siemens são construídos a partir de pastilhas de silício
monocristalino, material de qualidade superior aos similares e com elevada eficiência. O
segundo elemento, o controlador de carga, é um dispositivo de fundamental importância
para preservar as baterias, aumentando sua vida útil. A Siemens oferece uma linha
completa de controladores de carga de última geração. As baterias são os elementos que
armazenas energia. Com o auxílio delas, os consumidores podem usar à noite ou em
períodos de mau tempo a energia irradiada em dias de sol.

 c%

Porque é uma energia limpa, não poluente, confiável, racional, que não requer
manutenção e não consome nenhum combustível. Por essas razões, pode ser utilizada
em inúmeras aplicações. No Brasil, onde somos privilegiados pelo Sol, existem
milhares de instalações para eletrificação rural, cercas elétricas, bombeamento de água e
telecomunicações que usam Energia Solar Fotovoltaica.

c $%

Ao longo dos últimos 20 anos, o custo da Energia Solar Fotovoltaica caiu de forma
espetacular. Hoje em dia, para a grande maioria das aplicações, consegue-se pagar o
investimento feito em cerca de dois anos, ou menos.
!c
 ! !È
Existem muitos pequenos projetos nacionais de geração fotovoltaica de energia
elétrica, principalmente para o suprimento de eletricidade em comunidades
rurais e/ou isoladas do Norte e Nordeste do Brasil. Esses projetos atuam
basicamente com quatro tipos de sistemas: i) bombeamento de água, para
abastecimento doméstico, irrigação e piscicultura; ii) iluminação pública; iii) sistemas
de uso coletivo, tais como eletrificação de escolas, postos de saúde
e centros comunitários; e iv) atendimento domiciliar. Entre outros, estão as
estações de telefonia e monitoramento remoto, a eletrificação de cercas, a
produção de gelo e a dessalinização de água.

DUVIDAS
&'()%

Sim, o painel solar gera energia diretamente do sol e pode-se acender uma lâmpada ou
acionar um motor sem a utilização do acumulador de energia (banco de baterias).
entretanto os sistemas de energização residencial necessitam da bateria para acumular a
energia produzida durante o dia que será utilizada mesmo durante a noite. O uso da
energia solar passa então a ser constante e contínuo evitando-se assim que variações de
insolação afete o desempenho dos equipamentos instalados.

*'c+,-(,-
.$%

O usuário do sistema de energia solar precisa ser antes de mais nada um ser consciente e
disciplinado. A autonomia do sistema está diretamente relacionada ao total de energia
gerada durante o foto-período (em Ah ou Wh) e o total consumo diário dos
equipamentos instalados. Você não pode consumir mais do que está sendo gerado
diariamente, sob pena de descarregar o banco de baterias ao longo de um determinado
período.

/0c)1$2.%

O que transforma o espectro solar em energia é a intensidade da luz, quando o dia é de


céu sem nuvens o painel está produzindo 100% da sua capacidade. Quando a insolação
diminui de intensidade, reduz-se também a capacidade de geração. Porém, mesmo em
dias nublados ou chuvosos o painel Siemens gera energia.

3'451$2
$%

Quando projetamos um sistema Solar Fotovoltaico, levamos em consideração o


consumo diário, para calcular a partir daí a quantidade de energia a ser gerada por foto-
período (dia), isto permite uma autonomia de 6-8 dias (na maioria dos casos). Você não
pode consumir mais do que esta sendo gerado diariamente, sob pena de trabalhar com
um déficit o que irá descarregar a bateria em um determinado período.
—  
  
1- Quando o sol brilha sobre os módulos solares há produção de corrente elétrica.
2- Os condutores V.6)7conduzem a eletricidade dos módulos ao controlador de
carga.
3- O controlador de carga dirige a eletricidade para as baterias para carregá-las.
4- As baterias acumulam a eletricidade para uso diurno ou noturno.
5- Os controladores de carga enviam corrente aos aparelhos de mesma tensão (Ex:
Lâmpadas 12VCC).
6- Os inversores, que devem ser ligados ), enviam corrente aos
aparelhos de tensão diferente (ex: TV 110VCA).

(,-.$8
Com o sistema solar fotovoltaico não pode haver excessos: os aparelhos ligados a ele
devemser econômicos.
As lâmpadas incandescentes comuns devem ser substituídas pelas lâmpadas
fluorescentescompactas em 12 VCC, elas possuem a mesma luminosidade com 80% de
economia.
Aparelhos de ar condicionado, secador de cabelos, ferro de passar, forno de microondas,
máquina de lavar roupas, motores trifásico e de grande potência, não possuem
tecnologiaeconômica, sendo inviável a utilização com energia solar fotovoltaica.
Funcionamentosilencioso
Funcionamento simples e confiável
Não produz poluição
Manejado porinterruptores dentro da casa
Pode ser ampliado conforme a necessidade, modular
Gera mesmo em dias nublados
Combustível é gratuito e nunca acaba (sol)
Manutenção quase inexistente
Compatível c/ qualquer bateria 12VCC
Fácil instalação
Não possui partes móveis
Compacto e c/ alto rendimento

È!È
#c !
Uma das restrições técnicas à difusão de projetos de aproveitamento de
energia solar é a baixa eficiência dos sistemas de conversão de energia,
o que torna necessário o uso de grandes áreas para a captação de energia
em quantidade suficiente para que o empreendimento se torne economicamente
viável. Comparada, contudo, a outras fontes, como a
energia hidráulica, por exemplo, que muitas vezes requer grandes áreas
inundadas, observa-se que a limitação de espaço não é tão restritiva ao
aproveitamento da energia solar.