Você está na página 1de 2

Propostas Chapa Consolidar ITR – Gestão 2021/2025

Informamos a todos os segmentos que a Chapa Consolidar ITR por meio do seu
candidato a Direção Acadêmica Prof. Sady Menezes e o respectivo candidato a Vice-
direção Prof. José Ângelo Moreira, que as devidas propostas ficam assim apresentadas:

Diretor Acadêmico Prof. Sady Menezes, propõe:

1- Projeto (consulta à comunidade ITR, Sociedade e estudos preliminares) para


implantação do 5º curso no instituto (Reuni);
2- Alavancar a pós- graduação lato-sensu e projeto de implantação do stricto sensu
(mestrado);
3- Apoio a todos os projetos de extensão com aporte financeiro vindo da Sede UFRRJ,
e/ou de emenda parlamentar (recurso extra orçamentário) e/ou de recursos de projetos
contemplados em órgãos de fomento estadual e federal, com suporte da Pró- Reitoria de
Extensão. A mesma importância também para os projetos de pesquisa junto à Pró-
Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação;
4- Apoio a todos os eventos elaborados pelos departamentos, coordenações e juntos aos
discentes;
5- Permanência de autonomia aos coordenadores e chefes de departamentos sem
intervenção impositiva;
6- Parceria com os conselheiros por meio de decisões democráticas nos Consunis;
7- Criação de comissão para avaliar solicitações de sindicância/PAD/comissão de ética,
em um processo inicial de diálogo no instituto no intuito de equalizar os problemas sem
encaminhamento de processo administrativo;
8- Apoio efetivo aos laboratórios de informática/gestão ambiental/núcleo de práticas
jurídicas e as empresas juniores;
9- Incentivar os eventos culturais no ITR com parceria do PET e CA’s;
10 Buscar junto à administração superior possibilidade de curso de mestrado e
doutorado para os técnicos e docentes;
11- Apoio a biblioteca do instituto no intuito de atualizar as demandas de exemplares
solicitadas pelo nosso corpo docente.

Vice-Diretor Prof. José Ângelo Moreira propõe:

1- Permanência da autonomia dos técnicos administrativos nas decisões pertinente a


suas atividades;
2- Permanência de técnico administrativo, quanto à responsabilidade da administração
do campus, quando da implantação exigida pelo ministério do planejamento na extinção
da figura do Diretor de Campus. Essa decisão será em conjunto com a categoria para o
indicativo do mesmo, ficando a nova figura reportada direto ao Vice-diretor;
3- Buscar diálogo junto com a administração superior para flexibilização no que tange o
direito de insalubridade, para aqueles que fazem jus, e a implantação do ponto
eletrônico;
4- Flexibilizar na medida da razoabilidade, o campus para eventos dos nossos discentes
(óbvio após término da pandemia, quando tivermos total segurança);
5- Buscar junto à administração superior providências emergenciais quanto ao
funcionamento do refeitório e a concessão de uma cantina (para pequenos lanches e
café);
6- Alocar em espaço adequado armário com medicamentos básicos para atender nossos
servidores e discentes;
7- Solicitar a nova administração superior, técnico administrativo ou prestador de
serviço para as demandas acumulativas que vêm sofrendo nossos técnicos;
8- Buscar parceria com a iniciativa privada, ou, por meio de verba específica de emenda
parlamentar para aquisição de equipamentos de informática (notebooks) para todos os
secretários das coordenações e chefias de departamento, no intuito de atender as
demandas com celeridade para os mesmos;
9- Manutenções das funções já implantadas e consolidadas dos técnicos, apesar do
momento a inexistência de gratificações (FG);
10- Manutenção dos espaços já destinados aos nossos discentes na continuidade de suas
atividades acadêmico-culturais e políticas, pois, os nossos discentes são a essência de
uma universidade, pública, gratuita e de qualidade.