Você está na página 1de 9

Direção de Fotografia

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA
André Besen

Direção de Fotografia
AULA 2:
O objetivo essa unidade é apresentar todas as
RESPONSABILIDADES responsabilidades e passos da Direção de Fotografia na
DA DIREÇÃO DE
FOTOGRAFIA primeira etapa do processo cinematográfico.
Na pré-produção

Introdução
O processo audiovisual, no que diz respeito à direção de fotografia, acontece em
três etapas igualmente importantes: a pré-produção, o período de filmagem e a pós-
produção.
Cada uma dessas etapas exige uma série de responsabilidades inerentes à
diferentes momentos do processo audiovisual e essas etapas são trabalhadas em
conjunto e continuidade, garantido assim que as definições importantes serão
concretizadas até o filme ser exibido.
No que diz respeito ao trabalho da direção de fotografia, a etapa da pré-produção
é essencial pelo desenvolvimento conceitual, técnico e a preparação da etapa de
filmagem. O processo de filmagem é a realização (em set) de tudo que foi planejado
na pré-produção e a pós-produção é a etapa do ajuste final da imagem.
Muito do sucesso do período da filmagem, assim como o resultado final do filme,
são reflexos de um trabalho bem realizado na pré-produção.
Nessa unidade vamos focar em aprofundar quais são as responsabilidades da
direção de fotografia na pré-produção, compreendendo como é extremamente
importante a boa realização dessa etapa.
Vale ressaltar que no audiovisual, especialmente no cinema brasileiro, não há
rigidez no processo de criação, portanto, alguns casos podem seguir outros
métodos do que os que trabalharemos aqui. Em função dessa falta de metodologia,
resolvemos trabalhar aqui com o que consideramos como os procedimentos ideais.

Direção de Fotografia
A Primeira leitura do roteiro
O começo de um filme, para a direção de fotografia, é a leitura do roteiro. É
importante ressaltar aqui que essa leitura do roteiro é essencial, é a partir dela que
entramos em contato com os personagens, o contexto do filme, a trama narrativa e
muito mais. Essencial destacar, também, que essa não deve ser uma leitura técnica
do roteiro, mas sim uma leitura narrativa, ou seja, ela serve para conhecer a história.
Inclusive, é comum que, quando existem alguns possíveis candidatos(as) para a
direção de fotografia de um projeto, o roteiro é enviado para esses candidatos(as)
antes de tudo, para que na reunião de entrevista se discuta o roteiro e a
interpretação dos mesmos relativo à história.
Reforçamos as palavras anteriores como uma dica relativa à essa leitura, o
objetivo dessa leitura não é imaginar como filmar as cenas que serão lidas, mas sim
entrar em contato com a história, se relacionar com os personagens e suas
trajetórias, afinal, haverão outras leituras.
A partir dessa leitura do roteiro, normalmente, agenda-se uma reunião onde
participarão a direção de fotografia (em caso de processo seletivo, a possível
direção de fotografia), a pessoa responsável pela direção e a pessoa responsável
pela produção executiva.

Desenvolvimento com a direção e a produção


executiva
Essa reunião, conforme comentado, quando ainda não está definida a pessoa
responsável pela direção de fotografia, opera como uma entrevista de trabalho.
Quando definido o indivíduo responsável pela direção de fotografia, essa reunião,
ou desenvolvimento, serve para o diretor(a) de fotografia conhecer a realidade, as
intenções e as estruturas do filme. Questões como: qual o orçamento, onde vai ser
veiculado, quais são os objetivos de mercado do projeto, qual a linguagem a ser
aplicada, para quem se destina esse filme, entre outras dúvidas possíveis, são
esclarecidas nessa reunião.
Essa reunião é essencial para conhecer a realidade do trabalho e para que, a
partir dela, seja possível desenvolver o conceito e a técnica que poderá ser aplicada
ao filme, respeitando sempre os objetivos do mesmo.

Direção de Fotografia
Leitura técnica do roteiro e desenvolvimento do
conceito de direção de fotografia
A partir desse momento, onde a estrutura do filme já está um pouco mais clara, é
interessante refazer uma leitura atenta do roteiro para tentar localizar as
informações conceituais do mesmo, ou seja, visualizar como serão as imagens que
representarão essa história.
Dessa segunda leitura, desenvolve-se um conceito, ou como também é
conhecido uma defesa, da direção de fotografia.
O conceito de direção de fotografia tem a função de descrever como serão
trabalhadas todas as definições relativas à imagem final do filme, compreendendo
e definindo todos os componentes que estão contidos em uma imagem audiovisual,
como: relação de contraste, movimentação da câmera, foco, enquadramento, entre
vários outros.
O desenvolvimento desse conceito é considerado uma das etapas mais criativas
e complexas do trabalho da direção de fotografia e até o final do curso vamos
abordar com atenção como desenvolvê-lo com precisão.
O conceito de direção de fotografia também serve para comunicar às outras
áreas quais serão os parâmetros finais da imagem do filme. Para comunicar da
maneira mais clara, muitas vezes buscamos referências em imagens externas para
facilitar a compreensão aos que não conhecem os parâmetros específicos de
fotografia.
Por exemplo, no conceito de direção de fotografia, quando cabível,
determinamos que o filme trabalhará com sub-exposição, ou seja, com a
luminosidade registrada um pouco baixa, para gerar um clima de tensão. Essa sub-
exposição irá afetar diretamente o trabalho da direção de arte, portanto, para que
fique claro para todos como trabalharemos, descrevemos essa opção através do
conceito e nos apoiamos, também, em imagens externas pesquisadas (cenas de
outros filmes, fotografias, pinturas...), evitando assim qualquer confusão.
O conceito de direção de fotografia, aliado à imagens de referência devidamente
pesquisadas, garantem que fique bem evidente a todos como trabalharemos a
imagem final do filme.

Direção de Fotografia
Desenvolvimento do workflow de trabalho
O workflow de trabalho é quando se determina, de maneira planificada, como
será realizada tecnicamente a direção de fotografia do filme, a partir do conceito
desejado.
Nessa etapa, normalmente, é escolhida a câmera e o tipo de equipamento que
será utilizado, levando em consideração, com cuidado, as exigências que o projeto
propõe.
A partir dessas definições, se determina, também, o tamanho da equipe, a
logística de trabalho, como esse material será entregue para a pós-produção e toda
a estruturação técnica para que o conceito seja realizado com sucesso, unificando
a pré-produção, a filmagem e a pós-produção.
Inclusive é, nesse momento, que se define, em caso de haver ajuste final de
imagem na pós-produção, quanto da direção de fotografia da imagem final será
realizado na pós e quanto deve ser realizado na filmagem.
Realizar essa etapa na pré-produção com cuidado é essencial. Muitas definições
depois de acertadas são complexas para se voltar atrás, exceto em algumas
situações, quando acontecem grandes mudanças na realidade do projeto.
Conforme citado anteriormente, a pré-produção é uma peça muito determinante
no sucesso do processo de filmagem e, para a direção de fotografia, um
desenvolvimento de workflow feito com cuidado vai ajudar muito para que tudo
ocorra bem depois.

Desenvolvimento com as outras áreas e


pesquisa de locações
Nesse momento intermediário da pré-produção realizam-se todos os
desenvolvimentos específicos, e necessários, com as outras áreas.
Esses desenvolvimentos específicos surgem das informações de cada roteiro, ou
seja, em cada projeto haverão desenvolvimentos particulares.
Apresento como exemplo alguns comuns:

- Desenvolvimentos em conjunto com a equipe de direção de arte, relativos à como


será filmada a paleta de cor escolhida pela arte, como a luz interferirá nas cores
(caso interfira), a dimensão dos objetos de acordo com os espaços, entre outros.

Direção de Fotografia
- Desenvolvimentos em conjunto com a equipe de pós-produção, relativos à
qualquer tipo de efeito especial ou computação gráfica que serão aplicados.

- Desenvolvimentos com a equipe de maquiagem, relativos à como a maquiagem de


efeito reagirá com a câmera e as luzes.

Além desses desenvolvimentos, durante esse período, são realizadas as


pesquisas de locações para o filme.
As locações de um projeto são extremamente essenciais e muitas vezes
responsáveis pelo sucesso ou o fracasso do mesmo. Devido à essa importância, as
pesquisas de locações são realizadas pelas equipes responsáveis pelo processo de
filmagem, são elas: direção, direção de fotografia, direção de arte, direção de
produção e direção de som.

Montagem de equipe e listas de equipamento


Outra questão importante da pré-produção é a montagem da equipe. Conforme
demonstrado na primeira aula, a atividade cinematográfica é uma atividade de
equipe, por isso é importante trabalhar com uma equipe sincronizada e coesa.
O(a) responsável pela direção de fotografia não contrata as pessoas que
trabalharão com ele(a), isso é responsabilidade da produção executiva, porém,
normalmente, ele(a) indica com quem gostaria de trabalhar, garantindo assim a
equipe desejada.
A partir de acertada a equipe de direção de fotografia que trabalhará no filme, a
direção de fotografia discute as listas de equipamentos (Câmera e
Elétrica/Maquinaria) com o(a)s devido(a)s responsáveis por cada equipe, para
garantir que todo o equipamento necessário durante o projeto esteja disponível.
Essas são mais algumas das responsabilidades bem importantes da direção de
fotografia na pré-produção.

Decupagem
A decupagem é a transcrição de um roteiro narrativo para um roteiro técnico. É
o momento onde se define como serão filmadas, a partir da escolha de planos

Direção de Fotografia
específicos (planos gerais, planos médios, planos americanos, primeiros planos e
etc 1) todas as cenas do roteiro.
A responsabilidade da realização da decupagem é da direção, afinal, na
decupagem já estão as escolhas dos planos que serão filmados para a montagem,
ou seja, o filme é pensado como um todo, para a filmagem e para a montagem.
Porém, quando se faz a decupagem escolhem-se os planos que serão filmados e
isso diz respeito à direção de fotografia, dado que é um componente essencial na
construção da imagem do filme.
Devido à essa questão levantada acima, nos processos ideais, a direção de
fotografia faz a decupagem junto com a direção. Uma outra variação, também
comum, é a direção preparar a decupagem e, depois de pronta, ela ser estudada
plano a plano pela direção de fotografia.
É essencial que a direção de fotografia conheça a decupagem antes da filmagem,
para evitar desgastes relativos à escolha de planos durante o set.

Desenvolvimentos com as equipes de direção e


produção
Um pouco antes do período de filmagem, quando grande parte dos detalhes já
estão acertados, entram os desenvolvimentos relativos às questões da filmagem a
vir.
Junto com a equipe de direção (o(a)s assistentes de direção), estudam-se as
análises técnicas e os planos de filmagem, para assim garantir que a direção de
fotografia esteja alinhada com a equipe de direção, em questões como: tempo para
preparação e filmagem de cada plano, ordem da filmagem de cada plano e etc.
Esses desenvolvimentos são essenciais para garantir a agilidade e eficiência do set.
Já com a equipe de produção, discutem-se todas as questões relativas à logística
de equipamentos e equipe, como: transporte do equipamento e equipe, hora de
chegada, lugar para descarregar o equipamento a ser utilizado, lugar para
armazenar os equipamentos e etc.
Esses dois desenvolvimentos são essenciais para garantir a agilidade, o
funcionamento e a eficiência do set.

1
No modulo 4 veremos os enquadramentos básicos do trabalho cinematográfico.
Direção de Fotografia
Testes
Bem ao final da pré-produção realizam-se os testes de filmagem.
Esses testes servem para garantir que tudo que foi pensado durante a pré-
produção funcionará.
Durante os desenvolvimentos da pré-produção com as diversas áreas (direção
de arte, maquiagem, figurino, efeitos especiais) surgem dúvidas de filmagem, que
normalmente podem ser resolvidas antes do processo de realização por meio de
testes técnicos, essas dúvidas são assinaladas anotada e um pouco antes da
filmagem são testadas, garantindo assim as melhores escolhas e bastante
segurança para a filmagem.
Outros testes que comumente acontecem são os testes de câmera e lentes.
Esses testes estabelecem os parâmetros ideais de como utilizar a câmera e o jogo
de lentes escolhidos, da melhora maneira, durante o filme, ou seja, conhecer
intimamente as ferramentas de trabalho que serão utilizadas.
Os testes são uma grande ferramenta para garantir um set de filmagem bem
preparado.

Conclusão
Conforme foi possível observar, a pré-produção é uma etapa cheia de
responsabilidades para a direção de fotografia, assim como para as outras áreas.
É importante não subestimar a importância dessa etapa, porque, conforme citado
anteriormente, ela pode ser responsável pelo sucesso ou as grandes dificuldades
do processo completo de realização de um filme.
Existem outras questões, ou componentes, que eventualmente surgem para
serem resolvidos durante o processo de pré-produção, porém, tentamos abordar
os mais comuns e corriqueiros.
O mais importante é garantir que no final do processo de pré-produção, ou seja,
na passagem para o processo de filmagem, o máximo de dúvidas estejam
resolvidas, evitando assim o desgaste e interferências desnecessárias para o
momento do set de filmagem.

Direção de Fotografia