Você está na página 1de 11

Curar com o fenômeno do Remédio Artificial Radiônico de acordo com as teorias

da materialização radiestésica significa curar pela ativação da energia veiculada


pela água, que é o elemento vital do homem.
Os remédios radiônicos permitem prevenir e tratar de forma simples, natural e
segura.
A materialização radiestésica, longamente estudada pelos irmãos Servranx e
seus colaboradores, pioneiros da radiônica, demonstra que a técnica do
Remédio Artificial é mais que uma realidade: é uma evidência.
No entanto, deve-se ter cuidado e este medicamento paralelo não deve, em
caso algum, interferir ou substituir os tratamentos no curso de doenças graves e
acompanhadas por médicos.
Cada um de nós, portanto, agirá de acordo com a consciência e a ética no uso
de remédios radiônicos para a prevenção e tratamento de todas as patologias
atuais e benignas que respondem bem à automedicação. Para as patologias
mais graves, os remédios radiônicos podem ser usados sem nenhum dano
como um adjuvante aos tratamentos em curso.
Os remédios radiônicos foram desenvolvidos por D.R.J. Winsfield. A concepção
de um projeto de emissor é um dos frutos de numerosos trabalhos e pesquisas
de Raphael Dajafée que desenvolveu um projeto de emissor ultrarrápido para
carregar e impregnar um líquido
com palavras de testemunhas.
A água tem memória? Essa questão gerou polêmica ... Para o radiônico e o
radiestesista não há dúvida: a água tem memória e transmite o espírito e as
influências das coisas, dos remédios que a impregna.
A água benta é um exemplo: o sacerdote, orando com fé sobre a água, é
encarregado da influência benéfica de sua oração. A água assim impregnada
alivia e cura o crente, purifica lugares e objetos, não por mágica, mas como um
veículo de energia sagrada da oração. As águas milagrosas (Lourdes por
exemplo) estão impregnadas de todas as virtudes da fé dos peregrinos e quem
as bebe absorve uma parte da energia sagrada dos lugares sagrados.
À medida que fica encharcada, a água deixa de ser um elemento neutro, ela
carrega o pensamento e a oração. Com a carga radiônica transmite o espírito
dos remédios, é aqui que intervém a sinergia da natureza. Todos os meus
experimentos mostraram que a carga de impregnação encontrou eco apenas
com remédios homeopáticos, fitoterápicos ou produtos integrados à substância
universal original: os remédios sintéticos (alopáticos e químicos) não revelam
em minha opinião a criação do Remédio Artificial por impregnação radiônica e
isso se explica pela sua origem artificial. Isso ocorre porque esses remédios, ao
contrário da homeopatia e da fitoterapia, curam mais o efeito da causa.
As testemunhas dos remédios radiônicos segundo o remédio de Ste Hildegarde
von Bingen, associados aos seus desenhos emissores, permitem, portanto, a
criação de um remédio artificial de uma forma muito simples: basta deitar um
copo de água
(ou uma garrafa) no centro do desenho do emissor e então deixe a água ficar
carregada com as influências curativas do remédio escolhido.
Uma carga mínima de 10 minutos para um copo de água e 1 hora para uma
garrafa de água é suficiente. Após o tempo de carregamento, será suficiente
beber a água que atuará da mesma forma (e muitas vezes, isso é
surpreendente, de forma mais eficaz, mas com uma ação mais lenta) como o
remédio original.
A dosagem será instintiva e poderá carregar e beber mais copos de acordo com
a necessidade sentida.
O tratamento continua e pára com melhora e recuperação da doença e seus
sintomas. Cada um reage de forma diferente, não há dosagens básicas, a
maioria das melhorias foram notadas após o segundo e terceiro copos.

Como explicar a eficácia da carga do projeto do emissor?


Principalmente graças ao poder de aprimoramento do decágono triplo que
envolve o emissor de base.
O decágono, graças à sua estrutura geométrica, emite uma força vibratória
criativa que impregna a água ou qualquer substância neutra passada para o seu
centro de influência das palavras testemunhas escritas à volta ou no interior e
que representam a (s) substância (s) destinada (s) a atuar (terapeuticamente em
nosso caso) sobre a (s) pessoa (s) e organismos a serem tratados.
Essa água, carregada da influência do espírito dos remédios, funcionará como o
equivalente a um remédio com todas as vantagens, mas sem nenhum
inconveniente, pois é apenas o espírito do remédio e sua força curativa
veiculada pela água e que atuará e se curará com a exclusão de todas as outras
substâncias que possam ser direta ou indiretamente prejudiciais ao organismo
humano. Não há perigo, as impregnações agem suavemente de forma
insensível.
Vejamos um exemplo: no caso de enxaqueca, o paciente que toma um
analgésico não sentiria nada depois de algumas dezenas de minutos.
Com água de molho demorará mais tempo para que o efeito benéfico seja
sentido (entre 20 e 40 minutos), o resultado será mais estável, não haverá
efeitos colaterais e você poderá tomar diferentes impregnações até que
desapareça. Total de todos os sintomas.
Não há risco de saturação, o tratamento termina com o desaparecimento da
doença. Em caso de erro na escolha da fecundação, como acontece com o
remédio homeopático, nada acontece, no máximo urinar abundantemente!
O remédio artificial não se destina a substituir a medicina clássica.
É um adjuvante, um complemento econômico e paralelo e pertence ao contexto
das medicinas doces e alternativas.

MÉTODO DE USO GERAL


1. Primeiro, você deve cortar cuidadosamente os pratos pequenos com os
nomes dos medicamentos.
2. Consulte o índice alfabético e procure o remédio radiônico correspondente à
patologia que deseja tratar e coloque sua testemunha no emissor no espaço
fornecido.
3. Depois de escolher o remédio radiônico, coloque um copo de água (ou uma
garrafa) no centro do desenho do emissor, no símbolo solar.
• Aviso: Nunca use uma taça de vidro, mas sim um copo ou qualquer recipiente
com fundo plano, não importa o material.
• O tempo mínimo de carregamento recomendado é de 10 minutos para um
copo de água e 1 hora para uma garrafa.
• Se o tempo mínimo de carga já passou, não há perigo, uma vez que a carga
máxima é atingida ela se estabiliza por si mesma.
• Você pode usar água da torneira, mas água mineral é preferível.
• Depois de tomar a água, você deve sentir alívio após 30-40 minutos no
máximo. Depois pode-se tomar uma nova impregnação e continuar assim até o
fim dos sintomas, espaçando as tomadas de acordo com a necessidade e
feedback.
• Se após duas tomadas você não encontrar nenhum alívio, se tiver cometido
um erro na escolha do remédio radiônico ou se sua patologia for da competência
da medicina convencional, deve consultar o seu médico.
• Se você é radiestesista, não hesite em usar seu pêndulo para escolher o
remédio radiônico mais adequado para o seu caso.
• Você pode tomar vários remédios radiônicos, mas não simultaneamente, ou
seja, um após o outro. Não há risco de saturação, mas é aconselhável levar a
água de molho somente de acordo com as necessidades e somente em caso de
problemas ou doenças.
• A carga de uma garrafa permite consumos espaçados e regulares ao longo do
dia.
• Como os remédios do elixir floral, você também pode desenvolver remédios
radiônicos concentrados.
• Para fazer isso, adquira um pequeno frasco com conta-gotas disponível em
todas as farmácias. Encha a garrafa com 2/3 de água e 1/3 de álcool marrom
(escolha de conhaque, armagnac ou conhaque) ou 50% de água e 50% de
álcool de acordo com seu gosto.
• Deixe a garrafa carregada (no centro do projeto do emissor central) por pelo
menos 3 horas. Uma vez que o frasco esteja impregnado com o remédio
escolhido (radiônico), basta adicionar algumas gotas a qualquer bebida não
alcoólica (água, suco de frutas, chá, ...) ou diretamente na língua para
experimentar os benefícios do remédio.
• A vantagem deste método reside principalmente no aspecto prático visto que a
garrafa é facilmente transportável e discreta. Este método é especialmente
recomendado para pessoas que sofrem de doenças crônicas que requerem uma
ingestão regular do remédio.

Desde o século 11, os medicamentos revelados por Santa Hildegarde von


Bingen curaram e curaram milhares de homens e mulheres.
A medicina redescobriu sua espantosa eficácia devida, segundo Santa
Hildegarde, ao próprio Deus.
Ela escreve: "Durante a criação, forças secretas de cura estão ocultas e
ninguém pode conhecê-las a menos que o próprio Deus as revele."
Esta caixa nasceu do encontro entre um indiscutível especialista em radiônica e
um médico homeopata.
Ao aplicar diretamente as teorias da criação do remédio artificial para
impregnação de água, graças ao emissor de carga radiônica entregue com esta
caixa e os 50 remédios testemunha que o acompanham, você pode criar você
mesmo muito rápida e facilmente remédios artificiais que podem ser usados
como alternativas em doenças benignas ou como complemento em casos
graves.
Bastará um copo d'água (ou uma garrafa) que, colocado no centro do emissor,
ficará imbuído da influência da palavra testemunha que representa o complexo
radiônico desenvolvido pelo Dr. D.R.J. WINSFIELD de acordo com a medicina
natural HILDEGARDE
VON BINGEN e siga as instruções de uso.
Você também pode se presentear com um método gentil, ecológico,
revolucionário e ultra-econômico ao alcance de todos e que encontrará sua
utilidade em todas as farmácias domiciliares.

Lista de 50 remédios radiônicos de acordo com a medicina


por Ste Hildegarde von Bingen
- Alergias 37
- Anorexia - falta de apetite 20
- Artrite - reumatismo 7
- Asma 4
- Bronquite - pneumonia 44
- Colite - diarreia 22
- Cólica biliar 36
- Constipação 19
- Fraqueza muscular 40
- Fraqueza matinal 12
- Depressão 6
- Diabetes 45
- Perda de peso - redução da massa muscular 41
- Eczema - herpes 14
- Enxaqueca 3
- Hemorróidas 9
- Epilepsia 1
- Epistaxe 29
- Hérnia 11
- Febre 2
- Flebite 17
- Fortificando 33
- Gastrite 15
- Gota 30
- Influenza 38
- Pressão alta - zumbido 43
- Hipotensão arterial - perda de peso 50
- Intoxicações - intoxicações 8
- Manchas no rosto 5
- Doenças virais 35
- Doenças do baço 34
- Doenças dos ovários - distúrbios pré-menstruais 47
- Nervosismo - estresse - falta de energia 28
- Neuralgia trigemial - neuralgia facial 26
- Paralisia - Esclerose múltipla - Doenças cerebrais 39
- Queda de cabelo - alopecia 10
- Psoríase 18
- Sinusite 27
- Tosse - angina - faringite - laringite 42
- Tremores - Parkinson 13
- Arritmias cardíacas 23
- Distúrbios da circulação arterial e venosa 24
- Distúrbios da audição - inflamação do ouvido 21
- Distúrbios da esfera sexual 31
- Distúrbios ginecológicos - fibroma 46
- Distúrbios ginecológicos - menopausa 48
- Doenças do fígado - doenças do fígado 25
- Úlcera duodenal 16
- Vermes - parasitose 49
- Vertigo 32

Você também pode gostar