Você está na página 1de 56

Aula 07

Matemática e suas Tecnologias p/ ENEM 2017 (Com videoaulas)


Professores: Arthur Lima, Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

AULA 07: Funções exponenciais e logarítmicas

SUMÁRIO PÁGINA
1. Teoria 02
2. Resolução de exercícios 08
3. Questões apresentadas na aula 41
4. Gabarito 55

Olá!
Nesta sétima aula aprenderemos os tópicos relacionados a funções
exponenciais e funções logarítmicas. Tenha uma excelente aula.
Permaneço à disposição e deixo abaixo meus contatos:

04178253905

E-mail: ProfessorArthurLima@hotmail.com
Facebook: www.facebook.com/ProfArthurLima

Ah, e não deixe de me seguir no aplicativo Instagram, onde posto


dicas gratuitas para seu estudo: profarthurlima

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 1


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

1. TEORIA

1.1.FUNÇÕES EXPONENCIAIS
De maneira geral, dizemos que funções do tipo f(x) = ax são
funções exponenciais. A função f(x) = 2x é um exemplo de função
exponencial. Repare que, neste caso, a variável x encontra-se no
expoente.
Numa função exponencial do tipo f(x) = ax, o coeficiente “a” precisa
ser maior do que zero, e também diferente de 1 (afinal 1 elevado a
qualquer número é sempre igual a 1).
Você verá que todos os valores de f(x) serão positivos. Assim, a
função exponencial tem domínio no conjunto dos números reais (R) e
contradomínio no conjunto dos números reais positivos (isto é, o zero não
está incluso). Ou seja, temos uma função do tipo f: R  R+*.
Se a > 1, a função é crescente. Já se 0 < a < 1, a função é
decrescente. A título de exemplo, veja como são os gráficos de f(x) = 2 x
(crescente) e de g(x) = 0,5x (decrescente):

04178253905

Repare que g(x) = 0,5x aproxima-se bastante do eixo horizontal à


medida que o valor de x cresce (para a direita), entretanto esta função
nunca toca o eixo horizontal. Da mesma forma, f(x) = 2x aproxima-se

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 2


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

bastante do eixo horizontal à medida que o valor de x decresce (para a


esquerda), mas esta função também nunca toca o eixo horizontal.
Um caso especial da função exponencial é aquele onde o coeficiente
a é o famoso “número de Euler”, representado pela letra “e”, e cujo valor
é um número irracional: e = 2,718281... Trata-se da função f(x) = ex
que, como veremos ao estudar as funções logarítmicas, é o inverso da
função g(x) = lnx.
Esta função f(x) = ex é crescente, dado que e > 1:

1.2 FUNÇÕES LOGARÍTMICAS


Antes de conhecermos as funções logarítmicas, penso ser
interessante relembrar o conceito de logaritmo e suas principais
propriedades. 04178253905

Sabemos que 32 = 9. Portanto, o número ao qual 3 precisa ser


elevado para atingir o valor 9 é o número 2. É exatamente isto que o
logaritmo expressa. Ou seja, o logaritmo de 9 na base 3 é 2: log39 = 2.
Grave esta relação:
32 = 9  log39 = 2

De maneira equivalente, podemos dizer que:


24 = 16  log216 = 4

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 3


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Na expressão logab = c, chamamos o número “a” de base do


logaritmo. Veja que o resultado do logaritmo (c) é justamente o expoente
ao qual deve ser elevada a base “a” para atingir o valor b, ou seja, ac =b.

De modo bastante resumido, as propriedades mais importantes dos


logaritmos são:
b 17
a) a loga  b . Exemplo: 5log5  17
b) log a bn  n.log a b . Exemplo: log5 122  2.log5 12

c) loga (b.c)  loga b  loga c . Exemplo: log2 (3.4)  log2 3  log2 4

d) log a (b / c)  log a b  log a c . Exemplo: log2 (3 / 4)  log2 3  log 2 4

log c b log 5 10
e) log a b  . Exemplo: log 2 10 
log c a log 5 2

Para exercitar as propriedades do logaritmo, resolva a questão a


seguir:

1. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Encontre o valor de X na expressão


abaixo:
logX = log 5 + log2 5 + log2
RESOLUÇÃO:
Se logX = log 5 + log2 5 + log2, então podemos dizer também
04178253905

que:

5  log 2 5  log 2
10log X  10log

Lembrando das propriedades das potências, temos que:

10log X  10log 5 10log 2 5 10log 2

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 4


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

b
E lembrando da propriedade dos logaritmos de que a loga  b ,
temos:
X  52 52
X  20
Resposta: 20
Obs.: na resolução acima utilizamos a propriedade a) dos
logaritmos. Veja uma segunda forma de resolver (e mais rápida), com
base na propriedade c) que estudamos:
logX = log 5 + log2 5 + log2

logX = log( 5 ×2 5 ×2)


logX = log(20)
X = 20

A função f(x) = log5(x) é um exemplo de função logarítmica. Veja


que nela a variável x encontra-se dentro do operador logaritmo. De
maneira mais genérica, dizemos que as funções do tipo f(x) = loga(x) são
funções logarítmicas. Assim como nas exponenciais, o coeficiente a
precisa ser positivo (a > 0) e diferente de 1.
Aqui há uma inversão: o domínio é formado apenas pelos números
reais positivos (pois não há logaritmo de número negativo) e o
contradomínio é o conjunto dos números reais. Ou seja, temos f: R+* 
R. 04178253905

Para exercitar, vamos calcular o domínio da função f(x) = log2(3x –


1). Veja que é preciso que 3x – 1 seja positivo, ou seja:
3x – 1 > 0
x > 1/3

Assim, o domínio é D = {x  R | x > 1/3}.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 5


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Se a > 1, a função é crescente. Já se 0 < a < 1, a função é


decrescente. A título de exemplo, veja os gráficos de f(x) = log2x e de
g(x) = log0,5x:

Observe ainda a relação entre os gráficos da função logarítmica


crescente f(x) = log2x e da função exponencial crescente g(x) = 2x:

04178253905

Repare que estes gráficos são simétricos em relação à reta


pontilhada, que é conhecida como “bissetriz dos quadrantes ímpares”. É

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 6


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

como se esta linha funcionasse como um “espelho” entre as duas funções,


de modo que uma reflete a outra.

Da mesma forma, veja a relação entre os gráficos da função


logarítmica decrescente f(x) = log0,5x e da função exponencial
decrescente g(x) = 0,5x:

Mais uma vez os gráficos também são simétricos em relação à


bissetriz dos quadrantes ímpares. É por isso que dizemos que as funções
logarítmica e exponencial são inversas entre si.

04178253905

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 7


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

2. RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS

Trabalharemos agora alguns exercícios de fixação, quatro do ENEM


e também questões de outros vestibulares. O assunto desta aula não é
um assunto muito cobrado pelo ENEM, mas pode cair! Lembre-se: é
muito importante que você execute os cálculos à mão, pois é assim que
você deverá fazer na hora da prova. Além disso, é com a prática que
vamos ficar cada vez melhores.

2. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Diga se a função abaixo é uma função


exponencial:
f(x) = (-2)x
RESOLUÇÃO:
Sabemos que uma função exponencial é do tipo f(x) = ax, onde a deve
04178253905

ser um número positivo (a>0) e diferente de 1. Na função do enunciado


temos um número negativo na base (posição “a”) e, portanto, não é uma
exponencial.
RESPOSTA: Sim

3. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Calcule f(8) na função abaixo:


f(x) = 2. Log6(3x/4)
RESOLUÇÃO:
Para obter f(8), basta substituir x por 8:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 8


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

f(x) = 2. Log6(3x/4)
f(8) = 2. Log6(3.8/4)
f(8) = 2. Log6(24/4)
f(8) = 2. Log6(6) = 2
RESPOSTA: 2

4. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Calcule o valor de y na expressão abaixo


para x = 3.
y = 500 2x
RESOLUÇÃO:
Com x = 3, temos:
y = 500 . 23
y = 500 . 8
y = 4000
RESPOSTA: 4000

5. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Encontre o valor de x na função abaixo


para y = 640.
y = 10 . 2x
RESOLUÇÃO:
Sendo y = 640, temos:
y = 10 . 2x
640 = 10 . 2x
04178253905

64 = 2x
26 = 2x
Portanto, x = 6.
RESPOSTA: 6

6. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Sendo x a variável e r e duas


constantes, encontre a relação entre r e na igualdade abaixo:
x
e = (1+r)x

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 9


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

RESOLUÇÃO:
Como temos variáveis nos expoentes, devemos lembrar de utilizar
logaritmos para resolver. Podemos igualar os logaritmos neperianos (ln)
de ambos os lados, e em seguida utilizar as propriedades básicas dos
logaritmos:
ln (e x) = ln(1+r)x
x.ln (e) = x.ln(1+r)
x.1 = x.ln(1+r)
x = x.ln(1+r)
= ln(1+r)
e =1+r
e –1=r
RESPOSTA: e – 1 = r

1
7. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Sabendo que f(5) = para a função f(x)
2
= logb x, descubra qual a base b do logaritmo dessa função.
RESOLUÇÃO:
f(x) = logb x
f(5) = logb 5
1/2 = logb 5
b1/2 = 5
04178253905

b 5
b = 25
RESPOSTA: 25

8. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Reescreva a função abaixo em função da


variável y:
y = 10x+3 - 7
RESOLUÇÃO:
Temos:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 10


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

y = 10x+3 – 7
y + 7 = 10x+3
log (y + 7) = log 10x+3
log (y + 7) = (x + 3) . log 10
log (y + 7) = (x + 3) . 1
log (y + 7) = x + 3
log (y + 7) – 3 = x

RESPOSTA: x = log (y + 7) – 3

9. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Reescreva a função abaixo em função da


variável y:
y = 53x
RESOLUÇÃO:
Tirando o logaritmo de base 5 dos dois lados, ficamos com:
log5 (y) = log5 (53x)
log5 (y) = 3x.log5 (5)
log5 (y) = 3x.1
log5 (y) = 3x
(1/3) . log5 (y) = x
log5 (y1/3) = x

log 5  y
04178253905
3
=x

RESPOSTA: x = log 5  y
3

10. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Encontre a expressão que dá o valor de x


a partir da igualdade abaixo:
6x
 25
2
RESOLUÇÃO:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 11


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Temos:
6x
 25
2
6x = 2 . 25
(2.3)x = 2.25
log(2.3)x = log(2.25)
x. log(2.3) = log(2.25)
x. (log2 + log3) = log2 + log25

Vamos tentar substituir o log25 por outros mais usuais. Vamos


tentar “forçar” aparecer algum logaritmo conhecido. Uma possibilidade é
lembrar que 25 = 100 / 4. Assim,
x. (log2 + log3) = log2 + log(100/4)
x. (log2 + log3) = log2 + (log100 - log4)
x. (log2 + log3) = log2 + (log102 – log22)
x. (log2 + log3) = log2 + (2.log10 – 2.log2)
x. (log2 + log3) = log2 + 2.1 – 2.log2
x. (log2 + log3) = 2 – log2
x = (2 – log2) / (log2 + log3)

RESPOSTA: x = (2 – log2) / (log2 + log3)

11. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Calcule f(0) na função abaixo:


04178253905

f(x) = 20 + 15log125(x + 5)
RESOLUÇÃO:
Para obter f(0), basta substituir x por 0. Assim,
f(x) = 20 + 15 x log125(x + 5)
f(0) = 20 + 15 x log125(0 + 5)
f(0) = 20 + 15 x log125(5)

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 12


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Repare que 53 = 125, ou seja, 5  3 125  1251/3 . Sabendo disso,


temos:
f(0) = 20 + 15 x log125(1251/3)
f(0) = 20 + 15 x (1/3) x log125(125)
f(0) = 20 + 15 x (1/3) x 1
f(0) = 20 + 5 = 25
RESPOSTA: 25

12. ENEM – 2016) Em 2011, um terremoto de magnitude 9,0 na escala


Richter causou um devastador tsunami no Japão, provocando um alerta
na usina nuclear de Fukushima. Em 2013, outro terremoto, de magnitude
7,0 na mesma escala, sacudiu Sichuan (sudoeste da China), deixando
centenas de mortos e milhares de feridos. A magnitude de um terremoto
na escala Richter pode ser calculada por

2 E 
M  log  
3  E0 
Sendo E a energia, em kWh, liberada pelo terremoto e E0 uma constante
real positiva. Considere que E1 e E2 representam as energias liberadas nos
terremotos ocorridos no Japão e na China, respectivamente.
Disponível em: www.terra.com.br. Acesso em: 15 ago. 2013 (adaptado).
Qual a relação entre E1 e E2?
A) E1 = E2 + 2
04178253905

B) E1 = 102 . E2
C) E1 = 103 . E2
9
D) E 1  10  E 2
7

9
E) E 1   E 2
7
RESOLUÇÃO:
Aplicando a fórmula para o terremoto do Japão, temos:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 13


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

2 E 
M  log  
3  E0 

2 E 
9  log  1 
3  E0 

27 E 
 log  1 
2  E0 
27
E1
 10 2
E0

E1
E0  27
10 2
Aplicando a fórmula para o terremoto da China, temos:

2 E 
M  log  
3  E0 

2 E 
7  log  2 
3  E0 

21 E 
 log  2 
2  E0 
21
E2
 10 2
E0
21
E 2  E 0  10 2

04178253905

Substituindo a expressão de E0 que encontramos anteriormente na


igualdade acima, temos:
21
E1
E2  27
 10 2
2
10

E1 E1
E2  27 21

 103
10 2 2

E 1  103  E 2

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 14


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Resposta: C

Texto para a questão 13


A população mundial está ficando mais velha, os índices de natalidade
diminuíram e a expectativa de vida aumentou. No gráfico seguinte, são
apresentados dados obtidos por pesquisa realizada pela Organização das
Nações Unidas (ONU), a respeito da quantidade de pessoas com 60 anos
ou mais em todo o mundo. Os números da coluna da direita representam
as faixas percentuais. Por exemplo, em 1950 havia 95 milhões de pessoas
com 60 anos ou mais nos países desenvolvidos, número entre 10% e
15% da população total nos países desenvolvidos.

04178253905

13. ENEM - 2009) Suponha que o modelo exponencial y = 363e0,03x, em


que x = 0 corresponde ao ano 2000, x = 1 corresponde ao ano 2001, e
assim sucessivamente, e que y é a população em milhões de habitantes
no ano x, seja usado para estimar essa população com 60 anos ou mais
de idade nos países em desenvolvimento entre 2010 e 2050. Desse
modo, considerando e0,3 = 1,35, estima-se que a população com 60 anos
ou mais estará, em 2030, entre
A) 490 e 510 milhões.
B) 550 e 620 milhões.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 15


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

C) 780 e 800 milhões.


D) 810 e 860 milhões.
E) 870 e 910 milhões.
RESOLUÇÃO:
Veja que x = 0 corresponde ao ano 2000, x = 1 corresponde ao ano
2001, e assim sucessivamente. Logo, o ano 2030 corresponde a x = 30.
Substituindo esse valor na função que dá a população, temos:
y = 363e0,03x
y = 363e0,03(30)
y = 363e0,9
y = 363e0,3+0,3+0,3
y = 363e0,3e0,3e0,3
y = 363(1,35)(1,35)(1,35)
y = 893 milhões
Resposta: E

14. ENEM - 2013) Em setembro de 1987, Goiânia foi palco do maior


acidente radioativo ocorrido no Brasil, quando uma amostra de césio-137,
removida de um aparelho de radioterapia abandonado, foi manipulada
inadvertidamente por parte da população. A meia-vida de um material
radioativo é o tempo necessário para que a massa desse material se
reduza à metade. A meia-vida do césio-137 é 30 anos e a quantidade
restante de massa de um material radioativo, após t anos, é calculada
04178253905

pela expressão M  t   A ·  2, 7  , onde A é a massa inicial e k é uma


kt

constante negativa.
Considere 0,3 como aproximação para log102. Qual o tempo necessário,
em anos, para que uma quantidade de massa do césio-137 se reduza a
10% da quantidade inicial?
A) 27
B) 36
C) 50

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 16


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

D) 54
E) 100
RESOLUÇÃO:
Utilizaremos nessa questão as seguintes propriedades:
log a (b / c)  log a b  log a c

loga bn  n.log a b

Primeiramente, vamos encontrar o valor da constante k. A meia-


vida do césio-137 é de 30 anos. Logo, para M(t) = A/2 (correspondente à
massa após decorrido o período de uma meia-vida) temos:

M  t   A ·  2, 7 
kt

A/2 = A (2,7)30k
1/2 = 2,730k
log (1/2) = log 2,730k
log 1 – log 2 = 30k log 2,7
-0,3 = 30k log 2,7
k = -0,01 / (log 2,7)

A partir de uma massa inicial A, queremos saber quanto tempo leva


para chegarmos à massa M(t) = 10% A. Substituindo na fórmula, temos:
M(t) = A(2,7)kt
10% A = A(2,7)kt
04178253905

0,1=2,7kt
log(0,1)=log(2,7kt)
log(10-1)=log(2,7kt)
-log(10)=kt.log(2,7)
-1= t.log(2,7)[-0,01 / (log 2,7)]
-1 = t (-0,01)
t = 100 anos
Resposta: E

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 17


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

15. ENEM – 2015) Um engenheiro projetou um automóvel cujos vidros


das portas dianteiras foram desenhados de forma que suas bordas
superiores fosse representadas pela curva de equação y = log (x),
conforme a figura.

A forma do vidro foi concebida de modo que o eixo x sempre divida ao


meio a altura h do vidro e a base do vidro seja paralela ao eixo x.
Obedecendo a essas condições, o engenheiro determinou uma expressão
que fornece a altura h do vidro em função da medida n de sua base, em
metros.
A expressão algébrica que determina a altura do vidro é

04178253905

(A)

(B)

(C)

(D)

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 18


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

(E)
RESOLUÇÃO:
Reveja a Figura abaixo com algumas marcações importantes:

Sabemos que a equação da curva é dada por y = log(x). O que


vamos fazer é relacionar os valores n e h com a equação dessa curva.
Veja que os pontos extremos da curva (em vermelho) são de nosso
conhecimento. As coordenadas do ponto mais à esquerda são (x;-h/2). Já
para o outro ponto temos as seguintes coordenadas: (x+n;h/2).
Substituindo as coordenadas do primeiro ponto na curva y = log(x)
04178253905

temos:
-h/2 = log x
Substituindo as coordenadas do segundo ponto na curva y = log(x)
temos:
h/2 = log (x+n)

Somando as duas equações anteriores temos:


-h/2 + h/2 = log x + log (x+n)

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 19


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

0 = log x + log (x+n)

Usando a propriedade loga (b.c)  loga b  loga c temos:

log x + log (x+n) = log(x(x+n)) = 0


log (x2+nx) = 0

Sabemos que para um log ser zero é necessário que estejamos


fazendo o log do número 1, visto que 100 = 1. Assim:
x2+nx = 1
x2+nx – 1 = 0

Aplicando Báskara temos:

n  n 2  4(1)(1)
x
2(1)

n  n 2  4
x
2

Repare na Figura que o gráfico está todo à esquerda do eixo y, ou


seja, a curva apresenta apenas valores positivos para x. Assim, ficamos
apenas com:

n  n 2  4
x
2
04178253905

Substituindo o valor de x encontrado em função de n na equação do


ponto mais à direita no gráfico, temos:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 20


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

h
 log( x  n)
2
  n  n 2  4 
h  2  log   n
  2 
  

 n  n2  4 
h  2 log  
 2 
 
Resposta: E

16. ENEM - 2011) A Escala e Magnitude de Momento (abreviada como


MMS e denotada como MW), introduzida em 1979 por Thomas Haks e
Hiroo Kanamori, substituiu a Escala de Richter para medir a magnitude
dos terremotos em termos de energia liberada. Menos conhecida pelo
público, a MMS é, no entanto, a escala usada para estimar as magnitudes
de todos os grandes terremotos da atualidade. Assim como a escala
Richter, a MMS é uma escala logarítmica.
MW e M0 se relacionam pela fórmula:
2
MW  –10, 7  log10  M 0 
3
onde M0 é o momento sísmico (usualmente estimado a partir dos
registros de movimento da superfície, através dos sismogramas), cuja
unidade é o dina cm. O terremoto de Kobe, acontecido no dia 17 de
04178253905

janeiro de 1995, foi um dos terremotos que causaram maior impacto no


Japão e na comunidade científica internacional. Teve magnitude MW =
7,3.
U.S. GEOLOGICAL SURVEY. Historic Earthquakes.
Disponível em: http://earthquake.usgs.gov. Acesso em: 1 maio 2010
(adaptado).
Mostrando que é possível determinar a medida por meio de
conhecimentos matemáticos, qual foi o momento sísmico M0 do terremoto
de Kobe (em dina cm)?

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 21


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

A) 105,10
0,73
B) 10
12,00
C)
10
21,65
D) 10
27,00
E) 10
RESOLUÇÃO:
Basta substituir os valores na fórmula. O enunciado nos disse que
MW = 7,3. Logo:
2
MW  –10, 7  log10  M 0 
3
7,3 = -10,7 + (2/3) log M0
18 = (2/3) log M0
18 (3/2) = log M0
27 = log M0
M0=1027
Resposta: E

17. UFRGS – VESTIBULAR – 2012) O número log27 está entre:


a) 0 e 1
b) 1 e 2
c) 2 e 3
d) 3 e 4
e) 4 e 5
04178253905

RESOLUÇÃO:
Vamos chamar o número log27 de x. Assim:
x = log27 2x = 7

Sabemos que 22 = 4 e 23 = 8. Como 2x = 7, então podemos afirmar


que x está entre 2 e 3.
RESPOSTA: C

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 22


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

18. ESPM – VESTIBULAR – 2011/1) Sendo log 2 = a e log 3 = b, o


valor do log9160 é igual a:
4a  b
a) 2

4a  1
b) 2b

2a  3b
c) 2

4b  2
d) a

a 1
e) 3b
RESOLUÇÃO:
Vamos chamar de x o valor pedido pelo enunciado. Ou seja, x =
log9160, o que implica em dizer que 9x=160. Como 9 e 160 não têm
fatores em comum, vamos aplicar log na base 10 dos dois lados:
log 9x = log 160
x log(3×3) = log(4×4×10)
04178253905

Utilizando a propriedade loga (b.c)  loga b  loga c dos dois lados temos:

x (log3 + log3) = log4 + log4 + log10


x (log3 + log3) = log(2×2) + log(2×2) + log10
x (log3 + log3) = log2 + log2 + log2 + log2 + log10

Como sabemos que log 2 = a, log 3 = b e log 10 = 1, temos:


x (2b) = 4a + 1

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 23


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

x = (4a + 1)/2b
RESPOSTA: B

19. UFRGS – VESTIBULAR – 2015) Atribuindo para log 2 o valor 0,3,


então o valor de 1000,3 é:
a) 3
b) 4
c) 8
d) 10
e) 33
RESOLUÇÃO:
Vamos chamar 1000,3 de x. Logo x = 1000,3. Aplicando log dos dois
lados temos:
log x = log 1000,3
log x = 0,3 log 100
log x = 0,3 log 102
log x = 0,3 × 2

Substituindo o 0,3 na equação acima por log 2, temos:


log x = (log 2) × 2
log x = log 22
x = 22 = 4
RESPOSTA: B
04178253905

20. FGV-SP – VESTIBULAR – 2014/2) Considere a seguinte tabela,


em que ln(x) representa o logaritmo neperiano de x:

x 1 2 3 4 5
ln(x) 0 0,69 1,10 1,39 1,61

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 24


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

O valor de x que satisfaz a equação 6x = 10 é aproximadamente


igual a:
a) 1,26
b) 1,28
c) 1,30
d) 1,32
e) 1,34
RESOLUÇÃO:
6x = 10
ln(6x) = ln10
x.ln6 = ln10
x.ln(2×3) = ln(2×5)
x(ln2 + ln3) = ln2 + ln5
x(0,69 + 1,10) = 0,69 + 1,61
1,79x = 2,3
x = 1,28
RESPOSTA: B

21. ESPM – VESTIBULAR – 2014/1) Se log x + log x2 + log x3+ log x4


= 20, o valor de x é:
a) 10
b) 0,1
c) 100
04178253905

d) 0,01
e) 1
RESOLUÇÃO:
log x + log x2 + log x3+ log x4 = 20
log (x.x2.x3.x4) = 20
log x10=20
1020=x10
(100)10=x10

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 25


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

X=100
RESPOSTA: C

22. USF – VESTIBULAR – 2013/2 - adaptada) A massa de uma


substância se decompõe exponencialmente segundo a lei m(t) = a.3 (-t/2),
em que a é uma constante, t indica o tempo, em horas, e m(t) indica a
massa da substância, em gramas, no instante t. Sabe-se que para t = 4
horas temos m(4) = 729 g. Determine a massa da substância no tempo t
= 10 horas.
a) 27 g
b) 30 g
c) 33 g
d) 60 g
e) 81 g
RESOLUÇÃO:
A partir de m(4) = 729 podemos descobrir o valor de a:
m(t) = a.3(-t/2)
m(4) = a.3(-4/2)
729 = a.3(-2)
729×32 = a

Vamos agora determinar a massa da substância no tempo t = 10


horas:
04178253905

m(t) = a.3(-t/2)
m(10) = 729×32×3(-10/2)
m(10) = 729×32×3(-5)
m(10) = 729×3(-3)
m(10) = 729/27
m(10) = 27 g
RESPOSTA: A

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 26


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

23. UFG – VESTIBULAR – 2013/1) Para a segurança da população, o


lixo radioativo produzido pelo acidente com o césio-137, na cidade de
Goiânia, foi revestido com paredes de concreto e chumbo. A intensidade
da radiação I decai exponencialmente quando atravessa essas paredes,
de acordo com a relação I(x) = I0.e-a.x, onde I0 é a intensidade que incide
sobre a parede de espessura x e a é o coeficiente de atenuação, conforme
esboçado no gráfico a seguir:

De acordo com essas informações, o valor do coeficiente de atenuação da


parede que reveste o lixo é:
Dados:
ln e = 1
04178253905

ln 2 = 0,69
ln 3 = 1,10
ln 10 = 2,30
a) 0,552 cm-1
b) 0,825 cm-1
c) 1,275 cm-1
d) 1,533 cm-1
e) 2,707 cm-1
RESOLUÇÃO:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 27


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Repare que o gráfico apresenta no eixo y valores para I/I0. Veja que
quando x = 0,4, temos I/I0 = 0,6. Substituindo na fórmula temos:
I(x) = I0.e-a.x
I(x)/I0 =e-a.x
0,6 = e(-a.0,4)
ln(0,6) = ln(e(-a.0,4))
ln(2×3÷10) = (-0,4a) ln e
ln 2 + ln 3 – ln 10 = -0,4a
0,69 + 1,10 - 2,30 = -0,4a
-0,51 = -0,4a
a = 0,51/0,4 = 1,275 cm-1
RESPOSTA: C

Texto para as questões 24 e 25


Para certo modelo de computadores produzidos por uma empresa, o
percentual dos processadores que apresentam falhas após T anos de uso
é dado pela seguinte função:
P(T) = 100(1 - 2-0,1T)

24) UNICAMP – VESTIBULAR – 2011) Em quanto tempo 75% dos


processadores de um lote desse modelo de computadores terão
apresentado falhas?
RESOLUÇÃO:
04178253905

75 = 100(1 - 2-0,1T)
0,75 = 1 - 2-0,1T
0,25 = 2-0,1T
1/4 = 2-0,1T
2-2 = 2-0,1T
-2 = -0,1T
T = 20 anos
RESPOSTA: 20

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 28


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

25) UNICAMP – VESTIBULAR – 2011) Os novos computadores dessa


empresa vêm com um processador menos suscetível a falhas. Para o
modelo mais recente, embora o percentual de processadores que
apresentam falhas também seja dado por uma função da forma Q(T) =
100(1 – 2cT), o percentual de processadores defeituosos após 10 anos de
uso equivale a 1/4 do valor observado, nesse mesmo período, para o
modelo antigo (ou seja, o valor obtido empregando-se a função P(T)
acima). Determine, nesse caso, o valor da constante c. Se necessário,
utilize log2(7) = 2,81.
RESOLUÇÃO:
Pela função P(T), após 10 anos de uso temos:
P(T) = 100(1 - 2-0,1T)
P(10) = 100(1 - 2-0,1×10)
P(10) = 100(1 - 2-1)
P(10) = 100(1 – 0,5)
P(10) = 100(0,5)
P(10) = 50

Em Q(T), o percentual de processadores defeituosos após 10 anos


de uso equivale a 1/4 do valor observado em P(T). Logo, para T = 10
anos, temos:
Q(T) = 100(1 – 2cT)
04178253905

Q(10) = 100(1 – 210c) = (1/4) × P(10)


100(1 – 210c) = (1/4) × 50
100(1 – 210c) = 12,5
1 – 210c = 0,125
– 210c = -0,875
210c = 0,875
log2 (210c) = log2 (0,875)
10c = log2 (0,875)

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 29


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

10c = log2 (7/8)


10c = log2 7 – log2 8
10c = log2 7 – log2 23
10c = log2 7 – 3 log2 2
10c = 2,81 – 3
c = -0,019
RESPOSTA: -0,019

26. UCS – VESTIBULAR – 2011) Em geral, materiais radioativos se


desintegram (se transmutam) espontaneamente com o passar do tempo,
por meio da emissão de radiação. Como a desintegração se dá de forma
proporcional à massa remanescente do material, o modelo matemático
para o cálculo da quantidade em função do tempo é um modelo
exponencial. O tempo necessário para que a quantidade de massa se
reduza à metade é chamado, nesse caso, de meia-vida do elemento.
Se considerarmos que a meia-vida do césio-137 é de 30 anos e que 100
mg desse elemento tenham sido liberados para o meio ambiente, a
expressão que permite calcular a quantidade que restará t anos após a
ln 2
 t
liberação, é 100  e 30
.
De acordo com essa expressão, usando ln2 = 0,7 e ln5 = 1,61, qual é o
tempo mínimo, em anos, para que a quantidade liberada para o meio
ambiente seja reduzida a 5% da quantidade inicial? 04178253905

a) 125
b) 127
c) 129
d) 135
e) 134
RESOLUÇÃO:
Vamos chamar de Q(t) a quantidade que restará t anos após a
liberação. Para Q(t) = 5 mg temos:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 30


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

ln 2
 t
Q(t )  100  e 30

ln 2
 t
5  100  e 30

ln 2
 t
0, 05  e 30

  ln302 t 
ln 0, 05  ln  e 
 
ln 2
ln(5 102 )   t ln e
30
ln 2
ln 5  ln102   t
30
ln 2
ln 5  2(ln 2  5)   t
30
ln 2
ln 5  2(ln 2  ln 5)   t
30
0, 7
1, 61  2(0, 7  1, 61)   t
30
0, 7
3, 01   t
30
0, 7
3, 01  t
30
90,3  0, 7t
04178253905

t  129anos
RESPOSTA: C

27. UCS – VESTIBULAR – 2011) Os carros de determinada marca, que


desvalorizam exponencialmente em função do tempo t, em meses
decorridos desde a sua aquisição, têm seu valor P estabelecido pela
equação P=A.Bt, com A e B constantes positivas. Se, na compra, um

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 31


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

carro dessa marca custou R$ 40 000,00 e, após dois anos, o seu valor
passou a ser R$ 32 000,00, qual será o seu valor após 4 anos?
a) R$ 23 500,00
b) R$ 24 000,00
c) R$ 24 600,00
d) R$ 25 600,00
e) R$ 32 000,00
RESOLUÇÃO:
Em t=0 (na compra), o valor do carro era de 40 mil reais. Logo:
P=A.Bt
40.000=A.B0
A = 40.000

Em t=2 anos, o valor do carro é de 32 mil reais. Logo:


P=A.Bt
32.000=40.000.B2
B2=32000/40000
B2=0,8
B=0,81/2

Em t=4 anos, o valor do carro é de:


P=A.Bt
P=40.000. (0,81/2)4
04178253905

P=40.000(0,82)
P = 25.600 reais
RESPOSTA: D

28. UNEMAT – VESTIBULAR – 2009/1) Os biólogos consideram que,


ao chegar a 100 indivíduos, a extinção da espécie animal é inevitável. A
população de determinada espécie animal ameaçada de extinção diminui
segundo a função f(t) = kat, na qual k e a são números reais e f(t) indica

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 32


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

o número de indivíduos dessa espécie no instante t (em anos).


Atualmente (instante t = 0) existem 1.500 indivíduos da espécie e
estima-se que, daqui a 10 anos, haverá 750.
Caso nenhuma providência seja tomada, mantido tal decrescimento
exponencial, daqui a quantos anos será atingido o nível de população que
os biólogos consideram irreversível para a extinção?
Para os cálculos utilize, se necessário, alguns dos valores da tabela
abaixo:
n 2 3 7 10
log n 0,30 0,47 0,85 1

a) 25
b) 40
c) 30
d) 15
e) 39
RESOLUÇÃO:
Em t=0 existem 1.500 indivíduos da espécie. Logo:
f(t) = kat
1500 = ka0
k = 1500

04178253905

Daqui a 10 anos, haverá 750 indivíduos da espécie. Logo:


f(t) = kat
750 = 1500.a10
a10= 1/2
a = (2)-1/10

O nível de população que os biólogos consideram irreversível para a


extinção é de 100 indivíduos. Logo:
f(t) = kat

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 33


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

100 = 1500. (2)-t/10


1 = 15. (2)-t/10
log 1 = log (30/2) + log (2)-t/10
0 = log 30 - log 2 – (t/10) log 2
0 = log 3 + log 10 - log 2 – (t/10) log 2
0 = 0,47 + 1 – 0,30 - (t/10) 0,30
1,17 = (t/10) 0,30
3,9 = t/10
t = 39 anos
RESPOSTA: E

29. FUVEST – VESTIBULAR – 2010) A magnitude de um terremoto na


escala Richter é proporcional ao logaritmo, na base 10, da energia
liberada pelo abalo sísmico. Analogamente, o pH de uma solução aquosa
é dado pelo logaritmo, na base 10, do inverso da concentração de íons
H+. Considere as seguintes afirmações:
I. O uso do logaritmo nas escalas mencionadas justifica-se pelas
variações exponenciais das grandezas envolvidas.
II. A concentração de íons H+ de uma solução ácida com pH 4 é 10 mil
vezes maior que a de uma solução alcalina com pH 8.
III. Um abalo sísmico de magnitude 6 na escala Richter libera duas vezes
mais energia que outro, de magnitude 3.
Está correto o que se afirma somente em:
04178253905

a) I
b) II
c) III
d) I e II
e) I e III
RESOLUÇÃO:
Analisando item a item, temos:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 34


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

I. CORRETO. O logaritmo de um número é justamente o expoente


ao qual deve ser elevada a base para encontrar aquele número.
II. CORRETO. O pH de uma solução aquosa é dado pelo logaritmo,
na base 10, do inverso da concentração de íons H+., ou seja, pH = log
(1/C), sendo C a concentração de íons H+.
A concentração de íons H+ de uma solução ácida com pH 4 é:
pH = log (1/C1)
4 = log (1/C1)
104 = 1/C1
C1=10-4

A concentração de íons H+ de uma solução alcalina com pH 8 é:


pH = log (1/C2)
8 = log (1/C2)
108 = 1/C2
C2=10-8

Dividindo C1 por C2 temos:


C1/ C2 = 10-4/10-8 = 108-4 = 104 = 10 mil.

III. ERRADO. A magnitude (M) de um terremoto na escala Richter é


proporcional ao logaritmo, na base 10, da energia (E) liberada pelo abalo
sísmico. Logo M = k log E, em que k é a constante de proporcionalidade.
04178253905

Para um abalo sísmico de magnitude 6 temos:


M = k log E1
6 = k log E1
6/k = log E1
E1 = 106/k

Para um abalo sísmico de magnitude 3 temos:


M = k log E2

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 35


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

3 = k log E2
3/k = log E2
E2 = 103/k

Dividindo E1 por E2 temos:


E1/E2= 106/k/103/k
E1/E2= 106/k-3/k=103/k

Um abalo sísmico de magnitude 6 na escala Richter libera 10 3/k


vezes mais energia que outro, de magnitude 3.
RESPOSTA: D

30. UDESC – VESTIBULAR – 2008) Sabendo que log3(7x - 1) = 3 e

que log2(y3 + 3) = 7 pode-se afirmar que logy(x2 + 9) é igual a:

a) 6
b) 2
c) 4
d) -2
e) -4
RESOLUÇÃO:
log3(7x - 1) = 3

33 = 7x -1
04178253905

27 = 7x -1
x=4

log2(y3 + 3) = 7

27 = y3 + 3

128 = y3 + 3

y3 = 125
y=5

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 36


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Assim, para x = 4 e y = 5 temos:

logy(x2 + 9) = log5(42 + 9) =

= log5(16 + 9)
= log5(25)
= log5(52)
= 2 log5(5)
=2
RESPOSTA: B

31. ENEM – 2016) O governo de uma cidade está preocupado com a


possível epidemia de uma doença infectocontagiosa causada por bactéria.
Para decidir que medidas tomar, deve calcular a velocidade de reprodução
da bactéria. Em experiências laboratoriais de uma cultura bacteriana,
inicialmente com 40 mil unidades, obteve-se a fórmula para a população:
p(t) = 40 . 23t em que t é o tempo, em hora, e p(t) é a população, em
milhares de bactérias. Em relação à quantidade inicial de bactérias, após
20 min, a população será
A) reduzida a um terço.
B) reduzida à metade.
C) reduzida a dois terços.
D) duplicada. 04178253905

E) triplicada.
RESOLUÇÃO:
Veja que na fórmula p(t) o tempo é dado em horas. Sabemos que
20 minutos corresponde a 1/3 hora. Assim, fazendo t = 1/3 na fórmula,
temos:
p(1/3) = 40 . 23(1/3)
p(1/3) = 40 . 21
p(1/3) = 80 milhares

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 37


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

A população inicial, em t = 0, corresponde a:


p(0) = 40 . 23(0)
p(0) = 40 . 20
p(0) = 40 milhares

Em relação à quantidade inicial de bactérias, após 20 min, a


população será duplicada, visto que irá de 40 milhares para 80 milhares.
Resposta: D

32. ENEM – 2016) Admita que um tipo de eucalipto tenha expectativa


de crescimento exponencial, nos primeiros anos após seu plantio,
modelado pela função y(t) = at-1, na qual y representa a altura da planta
em metro, t é considerado em ano, e a é uma constante maior que 1. O
gráfico representa a função y.

04178253905

Admita ainda que y(0) fornece a altura da muda quando plantada, e


deseja-se cortar os eucaliptos quando as mudas crescerem 7,5 m após o
plantio.
O tempo entre a plantação e o corte, em ano, é igual a
A) 3.
B) 4.
C) 6.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 38


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

D) log27.
E) log215
RESOLUÇÃO:
y(0) fornece a altura da muda quando plantada, portanto, essa
altura é de 0,5 m, visto que esse é o valor de y que corresponde ao
tempo t = 0. Substituindo esses valores na fórmula, temos:
y(t) = at-1
y(0) = a-1 = 0,5
1/a = 0,5
a = 1/0,5
a=2

Assim, nossa fórmula fica sendo y(t) = 2t-1. Deseja-se cortar os


eucaliptos quando as mudas crescerem 7,5 m após o plantio. Como a
altura inicial é de 0,5 m, após crescerem 7,5 m os eucaliptos terão 8 m.
Logo, substituindo na fórmula, temos:
y(t) = 2t-1
8 = 2t-1
2t-1 = 23
t–1=3
t = 4 anos
Resposta: B
04178253905

33. ENEM – 2016) Uma liga metálica sai do forno a uma temperatura de
3 000 °C e diminui 1% de sua temperatura a cada 30 min. Use 0,477
como aproximação para log10(3) e 1,041 como aproximação para
log10(11).
O tempo decorrido, em hora, até que a liga atinja 30 °C é mais próximo
de
A) 22.
B) 50.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 39


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

C) 100.
D) 200.
E) 400.
RESOLUÇÃO:
Seja Tf a temperatura final, Ti a temperatura inicial e n o número
de períodos. Podemos dizer que:
Tf = Ti . (1 – 1%)n

Substituindo os valores de Tf e Ti temos:


30 = 3000 . 0,99n
0,01 = 0,99n
log 10-2 = n log 0,99
-2 = n log (3 x 3 x 11 x 10-2)
-2 = n (2 log 3 + log 11 – 2 log 10)
-2 = n (2 x 0,477 + 1,041 - 2)
-2 = n (-0,005)
n = 2/0,005 = 400

Ou seja, são necessários 400 períodos de 30 minutos, o que


corresponde a 200 horas.
Resposta: D

04178253905

Fim de aula!!! Nos vemos na aula 08. Abraço,


Prof. Arthur Lima
Youtube: Professor Arthur Lima
Facebook: www.facebook.com/ProfArthurLima

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 40


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

3. QUESTÕES APRESENTADAS NA AULA

1. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Encontre o valor de X na expressão


abaixo:
logX = log 5 + log2 5 + log2

2. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Diga se a função abaixo é uma função


exponencial:
f(x) = (-2)x

3. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Calcule f(8) na função abaixo:


f(x) = 2. Log6(3x/4)

4. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Calcule o valor de y na expressão abaixo


para x = 3.
y = 500 2x
04178253905

5. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Encontre o valor de x na função abaixo


para y = 640.
y = 10 . 2x

6. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Sendo x a variável e r e duas


constantes, encontre a relação entre r e na igualdade abaixo:
x
e = (1+r)x

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 41


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

1
7. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Sabendo que f(5) = para a função f(x)
2
= logb x, descubra qual a base b do logaritmo dessa função.

8. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Reescreva a função abaixo em função da


variável y:
y = 10x+3 - 7

9. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Reescreva a função abaixo em função da


variável y:
y = 53x

10. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Encontre a expressão que dá o valor de x


a partir da igualdade abaixo:
6x
 25
2

11. EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO) Calcule f(0) na função abaixo:


f(x) = 20 + 15log125(x + 5)

12. ENEM – 2016) Em 2011, um terremoto de magnitude 9,0 na escala


Richter causou um devastador tsunami no Japão, provocando um alerta
na usina nuclear de Fukushima. Em 2013, outro terremoto, de magnitude
04178253905

7,0 na mesma escala, sacudiu Sichuan (sudoeste da China), deixando


centenas de mortos e milhares de feridos. A magnitude de um terremoto
na escala Richter pode ser calculada por

2 E 
M  log  
3  E0 
Sendo E a energia, em kWh, liberada pelo terremoto e E0 uma constante
real positiva. Considere que E1 e E2 representam as energias liberadas nos
terremotos ocorridos no Japão e na China, respectivamente.
Disponível em: www.terra.com.br. Acesso em: 15 ago. 2013 (adaptado).
Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 42
Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Qual a relação entre E1 e E2?


A) E1 = E2 + 2
B) E1 = 102 . E2
C) E1 = 103 . E2
9
D) E 1  107  E 2

9
E) E 1   E 2
7

Texto para a questão 13


A população mundial está ficando mais velha, os índices de natalidade
diminuíram e a expectativa de vida aumentou. No gráfico seguinte, são
apresentados dados obtidos por pesquisa realizada pela Organização das
Nações Unidas (ONU), a respeito da quantidade de pessoas com 60 anos
ou mais em todo o mundo. Os números da coluna da direita representam
as faixas percentuais. Por exemplo, em 1950 havia 95 milhões de pessoas
com 60 anos ou mais nos países desenvolvidos, número entre 10% e
15% da população total nos países desenvolvidos.

04178253905

13. ENEM - 2009) Suponha que o modelo exponencial y = 363e0,03x, em


que x = 0 corresponde ao ano 2000, x = 1 corresponde ao ano 2001, e

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 43


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

assim sucessivamente, e que y é a população em milhões de habitantes


no ano x, seja usado para estimar essa população com 60 anos ou mais
de idade nos países em desenvolvimento entre 2010 e 2050. Desse
modo, considerando e0,3 = 1,35, estima-se que a população com 60 anos
ou mais estará, em 2030, entre
A) 490 e 510 milhões.
B) 550 e 620 milhões.
C) 780 e 800 milhões.
D) 810 e 860 milhões.
E) 870 e 910 milhões.

14. ENEM - 2013) Em setembro de 1987, Goiânia foi palco do maior


acidente radioativo ocorrido no Brasil, quando uma amostra de césio-137,
removida de um aparelho de radioterapia abandonado, foi manipulada
inadvertidamente por parte da população. A meia-vida de um material
radioativo é o tempo necessário para que a massa desse material se
reduza à metade. A meia-vida do césio-137 é 30 anos e a quantidade
restante de massa de um material radioativo, após t anos, é calculada

pela expressão M  t   A ·  2, 7  , onde A é a massa inicial e k é uma


kt

constante negativa.
Considere 0,3 como aproximação para log102. Qual o tempo necessário,
em anos, para que uma quantidade de massa do césio-137 se reduza a
04178253905

10% da quantidade inicial?


A) 27
B) 36
C) 50
D) 54
E) 100

15. ENEM – 2015) Um engenheiro projetou um automóvel cujos vidros


das portas dianteiras foram desenhados de forma que suas bordas

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 44


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

superiores fosse representadas pela curva de equação y = log (x),


conforme a figura.

A forma do vidro foi concebida de modo que o eixo x sempre divida ao


meio a altura h do vidro e a base do vidro seja paralela ao eixo x.
Obedecendo a essas condições, o engenheiro determinou uma expressão
que fornece a altura h do vidro em função da medida n de sua base, em
metros.
A expressão algébrica que determina a altura do vidro é

(A)

04178253905

(B)

(C)

(D)

(E)

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 45


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

16. ENEM - 2011) A Escala e Magnitude de Momento (abreviada como


MMS e denotada como MW), introduzida em 1979 por Thomas Haks e
Hiroo Kanamori, substituiu a Escala de Richter para medir a magnitude
dos terremotos em termos de energia liberada. Menos conhecida pelo
público, a MMS é, no entanto, a escala usada para estimar as magnitudes
de todos os grandes terremotos da atualidade. Assim como a escala
Richter, a MMS é uma escala logarítmica.
MW e M0 se relacionam pela fórmula:
2
MW  –10, 7  log10  M 0 
3
onde M0 é o momento sísmico (usualmente estimado a partir dos
registros de movimento da superfície, através dos sismogramas), cuja
unidade é o dina cm. O terremoto de Kobe, acontecido no dia 17 de
janeiro de 1995, foi um dos terremotos que causaram maior impacto no
Japão e na comunidade científica internacional. Teve magnitude MW =
7,3.
U.S. GEOLOGICAL SURVEY. Historic Earthquakes.
Disponível em: http://earthquake.usgs.gov. Acesso em: 1 maio 2010
(adaptado).
Mostrando que é possível determinar a medida por meio de
conhecimentos matemáticos, qual foi o momento sísmico M0 do terremoto
de Kobe (em dina cm)?

A) 105,10 04178253905

0,73
B) 10
12,00
C)
10
21,65
D) 10
27,00
E) 10

17. UFRGS – VESTIBULAR – 2012) O número log27 está entre:


a) 0 e 1
b) 1 e 2

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 46


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

c) 2 e 3
d) 3 e 4
e) 4 e 5

18. ESPM – VESTIBULAR – 2011/1) Sendo log 2 = a e log 3 = b, o


valor do log9160 é igual a:
4a  b
a) 2

4a  1
b) 2b

2a  3b
c) 2

4b  2
d) a

a 1
e) 3b

19. UFRGS – VESTIBULAR – 2015) Atribuindo para log 2 o valor 0,3,


04178253905

então o valor de 1000,3 é:


a) 3
b) 4
c) 8
d) 10
e) 33

20. FGV-SP – VESTIBULAR – 2014/2) Considere a seguinte tabela,


em que ln(x) representa o logaritmo neperiano de x:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 47


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

x 1 2 3 4 5
ln(x) 0 0,69 1,10 1,39 1,61

O valor de x que satisfaz a equação 6x = 10 é aproximadamente


igual a:
a) 1,26
b) 1,28
c) 1,30
d) 1,32
e) 1,34

21. ESPM – VESTIBULAR – 2014/1) Se log x + log x2 + log x3+ log x4


= 20, o valor de x é:
a) 10
b) 0,1
c) 100
d) 0,01
e) 1

22. USF – VESTIBULAR – 2013/2 - adaptada) A massa de uma


substância se decompõe exponencialmente segundo a lei m(t) = a.3 (-t/2),
04178253905

em que a é uma constante, t indica o tempo, em horas, e m(t) indica a


massa da substância, em gramas, no instante t. Sabe-se que para t = 4
horas temos m(4) = 729 g. Determine a massa da substância no tempo t
= 10 horas.
a) 27 g
b) 30 g
c) 33 g
d) 60 g
e) 81 g

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 48


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

23. UFG – VESTIBULAR – 2013/1) Para a segurança da população, o


lixo radioativo produzido pelo acidente com o césio-137, na cidade de
Goiânia, foi revestido com paredes de concreto e chumbo. A intensidade
da radiação I decai exponencialmente quando atravessa essas paredes,
de acordo com a relação I(x) = I0.e-a.x, onde I0 é a intensidade que incide
sobre a parede de espessura x e a é o coeficiente de atenuação, conforme
esboçado no gráfico a seguir:

De acordo com essas informações, o valor do coeficiente de atenuação da


parede que reveste o lixo é:
Dados:
04178253905

ln e = 1
ln 2 = 0,69
ln 3 = 1,10
ln 10 = 2,30
a) 0,552 cm-1
b) 0,825 cm-1
c) 1,275 cm-1
d) 1,533 cm-1
e) 2,707 cm-1

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 49


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Texto para as questões 24 e 25


Para certo modelo de computadores produzidos por uma empresa, o
percentual dos processadores que apresentam falhas após T anos de uso
é dado pela seguinte função:
P(T) = 100(1 - 2-0,1T)

24) UNICAMP – VESTIBULAR – 2011) Em quanto tempo 75% dos


processadores de um lote desse modelo de computadores terão
apresentado falhas?

25) UNICAMP – VESTIBULAR – 2011) Os novos computadores dessa


empresa vêm com um processador menos suscetível a falhas. Para o
modelo mais recente, embora o percentual de processadores que
apresentam falhas também seja dado por uma função da forma Q(T) =
100(1 – 2cT), o percentual de processadores defeituosos após 10 anos de
uso equivale a 1/4 do valor observado, nesse mesmo período, para o
modelo antigo (ou seja, o valor obtido empregando-se a função P(T)
acima). Determine, nesse caso, o valor da constante c. Se necessário,
utilize log2(7) = 2,81.

26. UCS – VESTIBULAR – 2011) Em geral, materiais radioativos se


desintegram (se transmutam) espontaneamente com o passar do tempo,
04178253905

por meio da emissão de radiação. Como a desintegração se dá de forma


proporcional à massa remanescente do material, o modelo matemático
para o cálculo da quantidade em função do tempo é um modelo
exponencial. O tempo necessário para que a quantidade de massa se
reduza à metade é chamado, nesse caso, de meia-vida do elemento.
Se considerarmos que a meia-vida do césio-137 é de 30 anos e que 100
mg desse elemento tenham sido liberados para o meio ambiente, a

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 50


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

expressão que permite calcular a quantidade que restará t anos após a


ln 2
 t
liberação, é 100  e 30
.
De acordo com essa expressão, usando ln2 = 0,7 e ln5 = 1,61, qual é o
tempo mínimo, em anos, para que a quantidade liberada para o meio
ambiente seja reduzida a 5% da quantidade inicial?
a) 125
b) 127
c) 129
d) 135
e) 134

27. UCS – VESTIBULAR – 2011) Os carros de determinada marca, que


desvalorizam exponencialmente em função do tempo t, em meses
decorridos desde a sua aquisição, têm seu valor P estabelecido pela
equação P=A.Bt, com A e B constantes positivas. Se, na compra, um
carro dessa marca custou R$ 40 000,00 e, após dois anos, o seu valor
passou a ser R$ 32 000,00, qual será o seu valor após 4 anos?
a) R$ 23 500,00
b) R$ 24 000,00
c) R$ 24 600,00
d) R$ 25 600,00
e) R$ 32 000,00 04178253905

28. UNEMAT – VESTIBULAR – 2009/1) Os biólogos consideram que,


ao chegar a 100 indivíduos, a extinção da espécie animal é inevitável. A
população de determinada espécie animal ameaçada de extinção diminui
segundo a função f(t) = kat, na qual k e a são números reais e f(t) indica
o número de indivíduos dessa espécie no instante t (em anos).
Atualmente (instante t = 0) existem 1.500 indivíduos da espécie e
estima-se que, daqui a 10 anos, haverá 750.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 51


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Caso nenhuma providência seja tomada, mantido tal decrescimento


exponencial, daqui a quantos anos será atingido o nível de população que
os biólogos consideram irreversível para a extinção?
Para os cálculos utilize, se necessário, alguns dos valores da tabela
abaixo:
n 2 3 7 10
log n 0,30 0,47 0,85 1

a) 25
b) 40
c) 30
d) 15
e) 39

29. FUVEST – VESTIBULAR – 2010) A magnitude de um terremoto na


escala Richter é proporcional ao logaritmo, na base 10, da energia
liberada pelo abalo sísmico. Analogamente, o pH de uma solução aquosa
é dado pelo logaritmo, na base 10, do inverso da concentração de íons
H+. Considere as seguintes afirmações:
I. O uso do logaritmo nas escalas mencionadas justifica-se pelas
variações exponenciais das grandezas envolvidas.
II. A concentração de íons H+ de uma solução ácida com pH 4 é 10 mil
04178253905

vezes maior que a de uma solução alcalina com pH 8.


III. Um abalo sísmico de magnitude 6 na escala Richter libera duas vezes
mais energia que outro, de magnitude 3.
Está correto o que se afirma somente em:
a) I
b) II
c) III
d) I e II
e) I e III

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 52


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

30. UDESC – VESTIBULAR – 2008) Sabendo que log3(7x - 1) = 3 e

que log2(y3 + 3) = 7 pode-se afirmar que logy(x2 + 9) é igual a:

a) 6
b) 2
c) 4
d) -2
e) -4

31. ENEM – 2016) O governo de uma cidade está preocupado com a


possível epidemia de uma doença infectocontagiosa causada por bactéria.
Para decidir que medidas tomar, deve calcular a velocidade de reprodução
da bactéria. Em experiências laboratoriais de uma cultura bacteriana,
inicialmente com 40 mil unidades, obteve-se a fórmula para a população:
p(t) = 40 . 23t em que t é o tempo, em hora, e p(t) é a população, em
milhares de bactérias. Em relação à quantidade inicial de bactérias, após
20 min, a população será
A) reduzida a um terço.
B) reduzida à metade.
C) reduzida a dois terços.
D) duplicada.
E) triplicada. 04178253905

32. ENEM – 2016) Admita que um tipo de eucalipto tenha expectativa


de crescimento exponencial, nos primeiros anos após seu plantio,
modelado pela função y(t) = at-1, na qual y representa a altura da planta
em metro, t é considerado em ano, e a é uma constante maior que 1. O
gráfico representa a função y.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 53


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

Admita ainda que y(0) fornece a altura da muda quando plantada, e


deseja-se cortar os eucaliptos quando as mudas crescerem 7,5 m após o
plantio.
O tempo entre a plantação e o corte, em ano, é igual a
A) 3.
B) 4.
C) 6.
D) log27.
E) log215

33. ENEM – 2016) Uma liga metálica sai do forno a uma temperatura de
3 000 °C e diminui 1% de sua temperatura a cada 30 min. Use 0,477
04178253905

como aproximação para log10(3) e 1,041 como aproximação para


log10(11).
O tempo decorrido, em hora, até que a liga atinja 30 °C é mais próximo
de
A) 22.
B) 50.
C) 100.
D) 200.
E) 400.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 54


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS P/ ENEM
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima, Prof. Hugo Lima Aula 07

01 20 02 Sim 03 2 04 4000 05 6 06 * 07 25
08 ** 09 *** 10 **** 11 25 12 C 13 E 14 E
15 E 16 E 17 C 18 B 19 B 20 B 21 C
22 A 23 C 24 20 25 -0,019 26 C 27 D 28 E
29 D 30 B 31 D 32 B 33 D

*e –1=r

** x = log (y + 7) – 3

*** x = log 5  y
3

**** x = (2 – log2) / (log2 + log3)

04178253905

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 55


Prof. Hugo Lima

04178253905 - marques