Você está na página 1de 37

INTRODUÇÃO À OCLUSÃO

Profa. Júlia M M Santos


Oclusão é a relação estática e dinâmica (movimentos
mandibulares) entre as superfícies oclusais dos dentes.
Conceitos de Oclusão

Oclusão fisiológica

Uma oclusão fisiológica é aquela que permite ao


indivíduo ter função com eficácia e conforto e é
bem tolerada pelo periodonto, pela ATM e
músculos que participam da mastigação.
A Importância da Oclusão em Odontologia

A oclusão tornou-se um tópico de interesse e de muita


controvérsia nos anos iniciais da Odontologia com a
necessidade de restauração e substituição dos dentes e
possibilidade de trabalhos protéticos extensos.
A Importância da Oclusão em Odontologia

Se a mandíbula abrisse e fechasse poucos milímetros,


a oclusão seria um problema extremamente simples de
se entender e resolver. Mas este não é o caso.

Ciclo da mastigação/fala
A Importância da Oclusão em Odontologia

Na dinâmica da Oclusão Fisiológica: diferentes posições


da mandíbula durante mov. mandibulares, sem contato
dentário (dentes posteriores):
- abertura
- protrusão
- lateralidade (direita e esquerda)
- fechamento/retrusão
Oclusão não-fisiológica

Há perda do equilíbrio funcional e danos teciduais,


em resposta à demandas funcionais.
Conceitos de Oclusão

Oclusão ideal
“Relação dinâmica, morfológica e funcional entre todos os
componentes do sistema mastigatório, incluindo os dentes, tecidos
moles de suporte, sistema neuromuscular, articulações
temporomandibulares e o esqueleto craniofacial.”

(McNeil, C. Science and Practice of Occlusion,


Quintessence Publish. Co. Inc., 1997)
Dinâmica oclusal: princípios e conceitos de Oclusão

Máxima Intercuspidação Habitual (MIH):


Posição dentária de maior contato entre dentes que é feita habitualmente
(oclusão de maior estabilidade), indepedente da posição côndilo.

BASTOS et al., 2000


É necessário que a oclusão permita aos dentes
executarem suas funções, sem interferências e com o
máximo de eficiência:

• Incisivos: cortar ou segurar alimentos bem finos, como uma alface, sem
interferência posterior;

• Caninos: segurar ou cortar alimentos eficientemente sem interferências


posteriores ou anteriores;

• Dentes posteriores: macerar alimentos eficientemente sem interferências


anteriores, de incisivos ou caninos.
Conceitos Básicos de Oclusão

Oclusão Mutuamente Protegida:


dinâmica de proteção entre dentes anteriores e
posteriores durante intercuspidação e movimentos
mandibulares (protrusão e Iateralidade):

- na intercuspidação: os dentes posteriores protegem


os anteriores (desoclusão de anteriores)

- na protrusão e lateralidade: os dentes anteriores


protegem os posteriores (incisivos e caninos)
Conceitos Básicos de Oclusão

Guia anterior (guia incisiva):


trajetória percorrida pelos incisivos inferiores
durante movimento mandibular através da concavidade
palatina de incisivos superiores.

Guia canina:
trajetória percorrida no movimento de lateralidade
em que o canino desoclui todos os dentes posteriores
(lado de trabalho/balanceio).
Desoclusão de posteriores durante protrusãona
posição topo a topo
(guia anterior)
Guia canina: lado de trabalho
Desoclusão de posteriores durante lateralidade
(guia canina) no lado de trabalho
Desoclusão de posteriores durante lateralidade
no lado de balanceio
Conceitos Básicos de Oclusão

Desoclusão em grupo:
desoclusão dos demais dentes (lado de
balanceio), realizada por um grupo de dentes (caninos,
pré-molares, molares) durante lateralidade.
Dinâmica oclusal: princípios e conceitos de Oclusão

Posição de repouso (PR):


Espaço funcional livre (1-3 mm) entre incisivos
antagonistas, rotação condilar contração muscular
(mínima); posição de relaxamento muscular necessária
para atividade muscular saudável.

BASTOS et al., 2000


https://www.youtube.com/watch?v=0BbbBZrqZpU- SIMPÓSIO DA FOTO (UTPLAY HOPE)

https://www.youtube.com/watch?v=gmm2UMm8zyQ- PROF. JOSÉ STECHMAN NETO (UTPLAY HOME)


Conceitos Básicos de Oclusão
Relação cêntrica (RC): posição condilar
- posição mais anterior e superior assumida pelo processo
condilar (cabeça da mandíbula ou côndilo) na cavidade articular.
Conceitos Básicos de Oclusão

Relação de Oclusão Cêntrica (OC):


oclusão de maior estabilidade, sem contatos
prematuros, quando o côndilo encontra-se na posição
de relação cêntrica.
Breve histórico das teorias sobre oclusão

A primeira descrição da relação ideal de oclusão dos


dentes foi feita por Edward Angle em 1899:
- Facilitar a comunicação.
- Agrupar as maloclusões (classificação simples).
- Facilitar o entendimento, prevenção e prognóstico das alterações.
- Orientar o tratamento.

Classe I de Angle Classe II de Angle Classe III de Angle


Breve histórico das teorias sobre oclusão

Paciente classe I (de Angle):


- Mandíbula e arcada inferior estão em posição normal em relação à base
do crânio.
- Presença de chave de oclusão (chave de molar).
- Chave de molar: relação molar (1º molar inferior e superior)

Classe I de Angle
Classe I (de Angle):

- A cúspide mesio-vestibular do 1º molar superior oclui no sulco mesio-vestibular


do 1º molar inferior.
Classe I (de Angle)
Breve histórico das teorias sobre oclusão

Paciente classe II (de Angle):


- Mandíbula e arcada inferior estão em posição distal em relação à arcada
superior e à base do crânio.
- Ausência da chave de oclusão (ou chave de molar).
- Projeção/verticalização de incisivos superiores
Classe II (de Angle):

- A cúspide mesio-vestibular do 1º molar superior oclui ANTERIORMENTE ao


sulco mesio-vestibular do 1º molar inferior.
Classe II (de Angle)
Breve histórico das teorias sobre oclusão

Paciente classe III (de Angle):


- Mandíbula e arcada inferior estão em posição mesial em relação à arcada
superior e à base do crânio
- Inclinação lingual dos incisivos inferiores.

Classe III de Angle


Classe III (de Angle):

- A cúspide mesio-vestibular do 1º molar superior oclui POSTERIORMENTE ao


sulco mesio-vestibular do 1º molar inferior.
Classe III (de Angle)
Conceitos Básicos de Oclusão

Sistema estomatognático:
- Conjunto heterogêneo de tecidos e órgãos da face,
da cabeça e do pescoço.

- Possuem biologia e fisiopatologia absolutamente


interdependentes.

- Funções: mastigação, deglutição, fonação,


respiração e sucção.

- PARAFUNÇÕES: bruxismo e apertamento dental.

Você também pode gostar