Você está na página 1de 3

História de uma Alma.

Há milênios atrás eu vim de Capela,


deixei o meu lar, perdi meus amores
diante dos meus olhos apagou-se o luzeiro
que eu vira brilhar no céu de Cocheiro.

Banida eu vim, cumprindo a Vontade e a Justiça de Deus.


Penei no Egito, onde estive cativa.
Andei no deserto, sedenta e faminta,
vestindo farrapos, como morta-viva.

Ovelha perdida do chão de Israel,


 __"Onde está minha grei?"
clamava eu sofrendo os rigores da Lei.
Um eco distante de tempos em tempos
a mim respondia: __"És filha de um Rei".

**************************************************************
**********
Numa viagem interior, então eu mergulhei
buscando meu Pai - Seu ouro e Seus cristais.
Andando com pressa vislumbro a promessa
de que existe uma nova terra,
de que existe um novo céu,
onde "aquele alimento que o mundo não conhece"
é paz, amor, verdade - é leite e mel.

Agora estou no mundo, mas do mundo não sou mais.


Meu Oriente, meu rumo, meu fanal,
vejo brilhando além, na vertical.
Estendo para o Alto as minhas asas,
quero alcançar estrelas, lua, sol,
quero encontrar Espíritos de escol.
Eu quero ir além da carne que me oprime
Eu quero o Consolador que me redime.

Quero lavar as minhas vestes tão impuras


na água viva, clara  e cristalina
que um dia eu vi jorrar do poço de Jacó.
Quero falar com Deus, em Espírito e Verdade
no silêncio da santa e universal mediunidade.

Eu quero o saber que me vem da sã doutrina:


Espiritismo que esclarece e que ilumina.
Onde Eu aprendo que DEUS não dita norma,
pois Ele é Pai, é Mãe, Suprema Inteligência
Rei e Farol da livre consciência
que manifestarei em íntima reforma.

Eu Sou Alma  aprendiz da espírita ciência


douta filosofia, divinal religião
onde o Evangelho é o meu modelo e guia
a transmutar-me em Amor-Sabedoria
no passo a passo da reencarnação.

Eu Sou Alma aprendiz da espírita doutrina,


sorvendo gole a gole a excelsa Luz.
Na transcendência da razão, das emoções
Eu vou seguindo os passos de JESUS,
que do meu templo expulsa os vendilhões.

Eu Sou Alma, sou um Espírito que se encarnou


Que projetou a própria encarnação
E que em trevas densas mergulhou
Mas que hoje sabe ser de Deus uma extensão.

- É válido orar pelos suicidas?


- Válido e necessário enviar-lhes um sentimento de AMOR. Envolvê-los em
um sentimento de AMOR e BONDADE, para que possam ativar aos poucos,
de dentro de si o sentimento de auto amor, compaixão e bondade por si
mesmos. A salvação é um processo individual, realizado pelo próprio Espírito,
porém deve ser ajudada por Outros que vão partilhando sua capacidade de
amar e acolher sem julgamento, sem críticas, sem murmurações.
Orar por Alguém é sentir o bem em favor desse Alguém. Nem são necessárias
palavras, pois só é realmente necessário o sentimento. Sentir que o Outro está
bem, feliz, vivendo em abundância, com saúde perfeita de corpo e mente.
Sentimento é o que faz acontecer, vocês já perceberam? A união dos dois –
sentimento e pensamento, é o que faz acontecer. Então, percebam o quanto de
mal Vocês têm feito na vida do Outro e na própria vida. COMO vocês sentem
o Outro? COMO pensam sobre o Outro? Realmente sentem e pensam o Bem
do Outro? Querem que o Outro esteja rico? Próspero? Saudável? Em perfeita
harmonia e paz? Vivendo no reino do céu? Quando dizemos o Outro, estamos
nos referindo a TODOS OS SERES do Universo. Porque basta um único
sentimento de mal estar, de maldade, de murmuração, de queixume, e então
“toda a massa fica levedada” por ele. Estraga-se tudo. Orar, então, é SENTIR
positivo, sentir pureza, sentir bondade, sentir harmonia, sentir abundância,
sentir riqueza, sentir saúde, sentir paz, sentir alegria... em relação ao Outro, a
todos os Outros, mesmo àqueles que nos querem mal, que nos feriram, que
nos machucaram, que nos traíram e enganaram. Porque tudo isto listado é
apenas uma questão de ponto de vista. O reino de Deus, que é onde fomos
criados para habitar, é simplesmente ponto de vista.

Você também pode gostar