Você está na página 1de 5

Discente: Mayra Aline Saturnino da Silva

Turma: 224 Turno: Vespertino


Curso: Edificações

ATIVIDADE SOBRE A LOCALIZAÇÃO E EXPLICITAÇÃO DAS RELAÇOES ENTRE AS IDEIAS


MAIS RELEVANTES DO TEXTO

1. De acordo com as respostas dadas na seção anterior, complete o esquema


abaixo:

FATO:
Atualmente, vivemos na cultura da violência e da dominação.

QUESTÃO:

Mas
“É possível superar ou controlar a violência?”

POSIÇÃO CONTRÁRIA À DO AUTOR:

Não, porque
“É impossível aos homens controlar totalmente o instinto de morte...”

POSIÇÃO DO AUTOR:

Sim
É possível superar/controlar a violência.

ARGUMENTOS:

“Porque as forças de destruição estão ameaçando, por todas as partes, o


pacto social mínimo sem o qual regredimos a níveis de barbárie.”
“Porque o potencial destrutivo já montado pode ameaçar toda a biosfera e
impossibilitar a continuidade do projeto humano.”
Porque
“Ao lado de estruturas de agressividade, temos capacidades de afetividade,
compaixão, solidariedade e amorização.”
Porque
“O ser humano é o único ser que pode intervir nos processos da natureza e
copilotar a marcha da violência.”
Porque
“[...] veem no cuidado a essência do ser humano.”

CONCLUSÃO.

Portanto
“Cada um estabelece como projeto pessoal e coletivo a paz enquanto método
e enquanto meta, paz que resulta dos valores da cooperação, do cuidado, da
compaixão e amorosidade, vividos cotidianamente.”

2. No esquema construído, por enquanto, você tem apenas as ideias mais


relevantes. Entretanto, no resumo, como já foi dito, devemos manter as
relações que o autor estabelece entre elas (de exemplificação, de
causa/conseqüência, de explicação, de conclusão etc.). Uma das formas de
indicar essas relações é o uso de conectivos ou organizadores textuais. Assim,
utilize os conectivos abaixo para completar os sete quadros destacados no
esquema, explicitando essas relações. Se necessário, retorne ao texto.

Porque - Justificativa
Portanto - Conclusão
Mas – Adversativa

3. Escolha outros argumentos que possam substituir os três conectivos do item


anterior, para indicar:

Argumentos ou justificativas: por conseqüência; por isso; de fato; pois; uma vez que;
visto que.

Conclusões: em suma; desse modo; assim; logo; por isso; por conseguinte.

Teses contrárias uma à outra: exceto; todavia; embora; porém, contudo, entretanto.
4. Agora complete a tabela que segue com os outros conectivos sugeridos no
quadro.
Logo -- já que – no entanto – assim – entretanto – uma vez que –

todavia – pelo fato de – devido a – apesar de – contudo –

isso posto – ainda que – como – por isso – porém – assim sendo

Conectivos que indicam Conectivos que Conectivos


que
contraste entre ideias ou introduzem
introduzem
argumentos contrários conclusões arqgumentos,
justificativas,
causa.

No entanto Logo Já que


entretanto assim sendo uma vez que
todavia isso posto pelo fato de
apesar de assim devido a
contudo como
ainda que por isso
porém

5. Una as duas orações em um só período. Estabeleça as relações de diferentes


formas usando os conectivos adequados. Siga o exemplo A.
a. Paulo faltou à aula. Ele estava doente.
Paulo faltou à aula porque estava doente
Como Paulo estava doente, faltou à aula
Pelo fato de estar doente, Paulo faltou à aula.
b. Seu namoro foi proibido. As famílias eram inimigas.
Já que as famílias eram inimigas, o seu namoro foi proibido.
Seu namoro foi proibido porque as famílias eram inimigas.
Pelo fato das famílias serem inimigas, o seu namoro foi proibido.

c. As chuvas abriram muitos buracos na rua. A rua foi interditada.


Uma vez que as chuvas abriram muitos buracos na rua, ela foi interditada.
A rua foi interditada porque as chuvas abriram muitos buracos.
As chuvas abriram muitos buracos, por isso a rua foi interditada.
d. O rio estava poluído. Os peixes conseguiram sobreviver.
Apesar de que o rio estivesse poluído, os peixes conseguiram sobreviver.
O rio estava poluído, porém os peixes conseguiram sobreviver.
Pelo fato de o rio está poluído, os peixes conseguiram sobreviver.

6. Identifique os conectivos dos trechos de textos abaixo. Orientando-se por eles,


complete as tabelas.
TEXTO 1
Tese: “Não acredite em nenhum ‘método’ ou (pior) ‘metodologia’ para fazer crítica de
textos...”
Argumentos que sustentam a tese: “[...] porque eles o impedem de pensar de modo
independente e de desfrutar sua liberdade intelectual em uma dimensão de
pensamento que não admita regularidades rígidas.”
Conectivo que introduz os argumentos: Porque.

TEXTO 2
Tese do autor: “Não é provável que as comunicações coletivas possam lhe causar
mudança de pontos de vista.”
Argumentos que sustentam a tese: “Uma pesquisa de comunicação descobriu que as
pessoas tendem a ler, ouvir ou ver comunicações que apresentem pontos de vista do
seu agrado e a evitar as demais. Dúzias de outras pesquisas revelam que as pessoas
revelam que as pessoas escolhem o material que combina com seus pontos de vista e
interesses e evitam, amplamente, o que os contraria. [...]”
“Portanto, é óbvio que, se as pessoas procuram evitar as comunicações que
contrariam seus pontos de vista e interesse, se tendem a esquecer as que recebem...”
Conectivo que introduz os argumentos: Portanto.
7. Identifique os organizadores textuais utilizados nos Resumos 1 e 2 da Seção 1.
Agora, compare esses dois resumos em relação ao uso dos organizadores
textuais. O que se pode concluir?

Resumo 1: Por exemplo; em segundo lugar;.

Resumo 2: Inicialmente; diante disso; mas; a partir dessas; pelo fato de.

Comparação: Os dois apresentam - em sua organização textual – várias subclasses


gramaticais, tal como, conjunções e locuções adverbiais que introduzem orações e
servem para unir diversos segmentos. Entretanto, no resumo 1 existe uma falta da
utilização de tais conectores, impossibilitando o autor de expressar suas ideias. À
medida que no resumo 2, existe uma conexão entre os períodos.

Você também pode gostar