Você está na página 1de 15

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE

SÃO PAULO - CAMPUS GUARULHOS

Guilherme Oliveira Coelho – GU 301356-1


Jeferson Norberto da Conceição – GU 301338-3
Vinicius Barbosa dos Anjos - GU 301340-5

Projeto Integrador II

Guarulhos

2020
Guilherme Oliveira Coelho – GU 301356-1
Jeferson Norberto da Conceição – GU 301338-3
Vinicius Barbosa dos Anjos - GU 301340-5

Projeto Integrador II

Trabalho apresentado à disciplina de Projeto


Integrador II no curso de Engenharia de
Controle e Automação do Instituto Federal de
Educação, Ciência e Tecnologia de São
Paulo, sobe orientação do Prof. Msc.
Alexandre Ribeiro.

Guarulhos

2020
RESUMO

Este trabalho propõem o desenvolvimento de um projeto para a empresa INSTITUTO


LABSYSTEM DE PESQUISAS E ENSAIOS, visando a otimização do sistema elétrico
da empresa, focando na eficiência energética da planta e um payback mensurável
para avaliação dos impactos positivos da implementação da eficiência energética em
uma planta industrial.

Palavras chaves: Iluminação, desenvolvimento, projeto, eficiência, medição,


controle, demanda.
LISTA DE FIGURAS

Figura 1 – Localização da empresa............................................................................ 7


LISTA DE TABELAS

Tabela 1 - Laboratorios siglas e consumo .............................................................. 8


Tabela 2 - Comparativo de tecnologias ................................................................... 9
SUMÁRIO

1. DADOS DA ORGANIZAÇÃO ............................................................................... 6


1.1. HISTÓRIA .................................................................................................................................. 6
1.1.1 Politica da qualidade ................................................................................. 7
1.1.1.1 Missão...................................................................................................... 7
1.1.1.2 Visão ........................................................................................................ 7
1.1.1.3 Valores ..................................................................................................... 7
1.2. DADOS ELÉTRICOS GERAL DA EMPRESA ..................................................................................... 8

2. DESCRITIVO DOS OBJETIVOS A SEREM ALCANÇADOS .............................. 9

3. METODOLOGIA PARA EXECUÇÃO DO PROJETO DE EFICIÊNCIA


ENERGÉTICA ........................................................................................................... 10
3.1. COMO O PROJETO SERÁ EXECUTADO ............................................................................................. 10
3.2. MEDIÇÕES QUE SERÃO NECESSÁRIAS ............................................................................................ 10
3.3. QUAL TIPO DE CARGA SERÁ ANALISADO ........................................................................................ 10

4. RESULTADOS A SEREM ALCANÇADOS ....................................................... 11

5. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO ...................................................................... 12


6. CONCLUSÃO................................................................................................................................ 13

REFERÊNCIAS ......................................................................................................... 14
6

1. Dados da organização

O Instituto Lab System é especializado em ensaios de certificação e tem quase


15 anos de experiência no mercado.
Avaliamos a segurança, a integridade e o funcionamento dos seus produtos,
oferecendo todo o suporte e ajuda para que ele possa atender às especificações e
regulamentações do mercado.
Para realizarmos essa função com excelência, contamos com instalações
certificadas, infraestrutura adequada, tecnologia de ponta, profissionais altamente
qualificados e fiscalização rigorosa alinhada com as exigências nacionais.

1.1. História

Iniciou-se as atividades em 2000, oferecendo assessoria para ensaios de


certificação de produtos e ensaios de plugues, tomadas, cabos de alimentação etc.
No ano de 2002, passou a oferecer suporte (consultoria, assessoria,
treinamento) nas áreas de qualidade, desenvolvimento de produtos elétricos e
calibração de instrumentos.
Já a partir de agosto de 2003, se tornou um laboratório acreditado pela
Coordenação Geral de Acreditação (CGCRE) e integrante da Rede Brasileira de
Laboratórios de Ensaio (RBLE).
Não demorou muito para que o seu escopo aderisse as normas da International
Electrotchnical Comission (IEC), passando a testar conectores e adaptadores
elétricos, além de cabos coaxiais.
Também implementaram um laboratório químico para a análise de gases
proveniente da queima de polímeros, no mesmo ano.
Passou-se a se especializar em ensaios de certificação de pneus novos e
reformados, brinquedos, cerâmicos, plásticos e equipamentos de proteção individual
(EPI).
Hoje, o seu escopo abrange cerca de 800 produtos diferentes. A meta destes é
fazer esse número crescer a cada ano, tudo com a qualidade e rigor técnico que
fizeram dos seus testes referência no mercado.
7

Figura 1 – Localização da empresa

Fonte: Google maps – Data: 08/12/2020 às 22:50h

1.1.1 Politica da qualidade

1.1.1.1 Missão
Prestar serviços de ensaios de certificação e avaliar as características e o
desempenho dos produtos com segurança, oferecendo suporte contínuo aos
clientes e atendendo suas especificações e melhorias.

1.1.1.2 Visão
Ser reconhecido em nossa área de ensaios de certificação e como referência
em segurança, agilidade e imparcialidade quanto à natureza dos serviços prestados.
1.1.1.3 Valores
Qualidade, ética e transparência na realização dos ensaios de certificação;
comprometimento com os prazos estabelecidos; respeito pela vida e pelo meio
ambiente.
8

1.2. Dados elétricos geral da empresa


Alocada na Cidade Industrial Satélite, avenida Guinle n° 52, o Instituto Lab System
conta como padrão de entrada um padrão industrial de media tensão, com
transformador alocado no poste da concessionaria.
Os níveis de tensões são 13,8 kV na entrada (Rede Bandeirantes) e saída trifásica
220V, com capacidade de 300 kVa.
A entrada da alimentação passa pela unidade de medição da concessionaria, com
as caixas padronizadas, e segue ao Quadro geral da empresa (QG) neste e
distribuída e ramificada toda a parte de alimentação da empresa, seguindo um
seccionamento por um disjuntor de segurança para 800 A.
A empresa conta hoje com 15 setores de laboratórios, alocados no interior de sua
planta de mais de 1000 m² de área construída.
O interior do galpão conta com aproximadamente 1500 m² de salas e laboratórios,
por conta da construção de um mezanino que possibilitou a expansão da empresa,
utilizando-se áreas antes inexploradas e agora acessíveis e construídas.
A tabela abaixo lista os laboratórios presentes no interior da planta.

Tabela 1 - Laboratorios siglas e consumo

Laboratório Sigla Area Lâmpadas Consumo


Automotivo ATM 120 m² 16 1600 VA
Fios e Cabos FIO 100 m² 16 1600 VA
Plugues PLT 100 m² 20 2000 VA
Bicicleta BIC 100 m² 18 1800 VA
Brinquedos BRI 100 m² 18 1800 VA
Chupeta CEM 50 m² 7 700 VA
Preparação PPA 180 m²
EPI EPI 100 m²
EM LEVANTAMENTO
Extração EXT 100 m²
Móveis MVS 100 m²
Barramentos
CIM 90 m² 20 2000 VA
Caixas
Químico QMC 200 m²
Microbiológico MBC 200 m² Acesso Restrito
Toxicológico TXC 200 m²
Recebimento RCB 20 m²
Administrativo ADM 50 m² EM LEVANTAMENTO
Vendas VND 50 m²
Nota: Consumo médio de cada lâmpada = 100 VA
9

2. Descritivo dos objetivos a serem alcançados

A partir dos dados levantados, espera-se realizar um trabalho ou levantamento da


possibilidade de otimização em alguns dos setores da empresa. O foco inicial é a
redução do consumo de energia por parte dos excedentes desnecessários.
Com isto levantou-se uma questão sobre a iluminação aplicada nos setores da
empresa que não é padronizada e com isto não segue a ABNT NBR 5410:2017.
Afim de promover uma redução no consumo e a retirada de equipamentos
desnecessários foca-se inicialmente a redução do número de lâmpadas através do
método de dimensionamento de circuitos elétricos descrito na ABNT NBR 5410:2017
e também as técnicas luminotécnicas atuais.
Lembrando que além do não dimensionamento correto dos circuitos luminotécnicos
nos setores da empresa, fora constatado que as lâmpadas utilizadas nas aplicações
são de tecnologias não tão eficientes, que podem ser consideradas obsoletas, por
isto este trabalho também visa a substituição destes equipamentos por
equipamentos mais eficazes. Uma vez que a tecnologia LED substitui quase todos
os tipos de lâmpadas necessárias no interior da planta, conforme observado.
O seu custo relativamente mais alto remete a um payback curto por conta da sua
durabilidade e redução do consumo de energia elétrica.
A tabela a seguir faz um comparativo entre lâmpadas LED e as tecnologias
utilizadas atualmente na planta da empresa estudada.
Tabela 2 - Comparativo de tecnologias

Fonte: https://www.elgin.com.br/blog/equivalencia-de-lampadas-led/ Acessado em 08/12/2020


as 23:45h
10

3. Metodologia para execução do projeto de eficiência energética

3.1. Como o projeto será executado

O projeto, para ser executado, contará com apoio técnico da equipe de Técnicos e
Engenheiros do Instituto Lab System, para auxilio nas medidas e tomadas de
decisões.
Incialmente o setor estratégico será composto pela equipe proponente do projeto e o
departamento técnico. Assim os estudos serão avançados e com isto teremos um
ponto de vista quanto a aplicação e locais que serão realizadas as melhorias.
Depois da equipe estratégica estipular as metas, levantar custos, payback e os
possíveis problemas, se dará início a etapa de tomada de decisão, onde será
enviado o projeto a alta direção e também o departamento financeiro.

3.2. Medições que serão necessárias

De acordo com as técnicas de medições necessárias, para realização deste


projeto, serão necessárias medições simples de consumo. Podemos levantar as
medições de consumo em Ah ou Wh.
Analisando os equipamentos disponíveis optou-se pela medição de corrente,
assim, facilitando o levantamento do consumo resultante. O método nos permitirá
realizar a comparação das informações ao final do projeto, avaliando a porcentagem
(%) alcançada para redução do consumo de energia elétrica.

3.3. Qual tipo de carga será analisado

Seguindo as limitações encontradas e também a disponibilidade de recursos


se chegou a um ponto que é possível ponderar todas as situações esperadas, tais
como, redução de consumo de energia elétrica, eficiência energética, payback
mensurável e redução do investimento.
Com isto, se optou pela aplicação do projeto de eficiência energética na
iluminação da empresa, que conforme dito anteriormente, encontra-se sem padrão e
não segue as normas técnicas.
11

4. Resultados a serem alcançados


12

5. Cronograma de execução

Cronograma de execução
13

6. CONCLUSÃO
14

REFERÊNCIAS