Você está na página 1de 4

NORMAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ESCOLARES –

ENSINO MÉDIO
Composição do trabalho escolar

NORMAS DE APRESENTAÇÃO

Papel, digitação, espacejamento e paginação


O trabalho deve ser digitado em papel branco de formato ofício ou A4, utilizando
somente um lado da folha e impresso na cor preta, com exceção das ilustrações. A digitação deve
seguir padrões de bom senso e bom gosto, com margens proporcionais e iguais em todas as
páginas que compõem o trabalho. A margem da direita terá mais ou menos 2 cm; a superior, 2,5
cm; a da esquerda , 3cm; e a inferior, 2cm. Quanto ao espacejamento, todo texto deve ser
digitado com espaço 1,5. Em relação à paginação, toas as folhas do trabalho, a partir da folha de
rosto, devem ser contadas seqüencialmente, mas não numeradas. A numeração é colocada, a partir
da primeira folha da parte textual, em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha.

ESTRUTRURA DO TRABALHO
A estrutura dos trabalhos escolares, conforme a adaptação da Associação Brasileira de
Normas Técnicas (ABNT), compreende: elementos pré-textuais, elementos textuais e elementos
pós-textuais.

Estrutura Elemento
Pré-textuais Capa (e folha de rosto)
Sumário
Introdução
Textuais Desenvolvimento
Conclusão
Referências
Pós-textuais Glossário (opcional)
Anexos (quando houver)

1) Elementos pré-textuais
 CAPA: é o espaço no qual o trabalho é identificado. Devem estar presentes os
seguintes dados:
1. no alto da folha: nome do estabelecimento de ensino, em letras versais (maiúsculas),
centralizado ;
2. no centro da folha: título do trabalho, também em letras versais (maiúsculas),
centralizado ;
3. ainda no centro: subtítulo do trabalho, se houver; também em letras versais
(maiúsculas), centralizado ;
4. abaixo, nome (s) completo (s) do (s) autor (es); na linha seguinte, a série e a turma,
logo abaixo, o nome da disciplina e do professor, todos grafados com letras maiúsculas e alinhados
com a margem direita;
5. embaixo, a 2 ou 3 cm da borda inferior da folha: local – cidade - (minúsculas e
centralizado) e ano Ex: Porto Alegre, 2007.

 SUMÁRIO (NBR 6027/89 e NBR 14724/02)


O sumário consiste na enumeração das principais divisões e outras partes do trabalho na
mesma ordem e grafia que se sucedem no texto acompanhado do número da página.

2) Elementos textuais
• INTRODUÇÃO: é a parte inicial do texto e deve ser breve e concisa. Tem como
finalidade dar ao leitor uma visão clara e simples do tema do trabalho, devem constar a delimitação
do assunto tratado, a importância do tema, a justificativa da escolha do tema (se for o caso), os
objetivos do estudo e/ou pesquisa e a organização (metodologia) da distribuição do trabalho em
tópicos.
A introdução como primeira seção do texto, receberá sempre o indicativo 1 (um) de
acordo com as Normas de Numeração Progressiva da ABNT (1989 a), devendo iniciar sempre em
folha distinta e escreve-se na folha INTRODUÇÃO, centralizado.

• DESENVOLVIMENTO: é a parte principal do texto, que contém a exposição ordenada


e pormenorizada do assunto. Divide-se em seções e subseções, que variam em função da
abordagem do tema e do método. É o relato detalhado de todas as etapas do trabalho, através de
fundamentação lógica, em que os diversos pontos se sucedem naturalmente em cadeia,
comunicam-se os resultados da pesquisa. Começa-se com as idéias mais simples e, num crescente,
chega-se aos argumentos mais decisivos com vistas à apresentação de provas convincentes,
devendo iniciar sempre em folha distinta. Tudo deve ser apresentado de forma clara, simples e
concisa, sem as enfadonhas repetições.
 CONCLUSÃO: é a parte final do texto, na qual se apresentam conclusões
correspondentes aos objetivos ou hipóteses previamente estabelecidos. É um arremate com vistas
à apresentação de provas convincentes às idéias apresentadas no desenvolvimento do trabalho.
Resumindo os argumentos anteriormente apresentados, faz-se uma síntese interpretativa das
idéias fundamentais que orientaram o trabalho; em suma, é o ponto de chegada, devendo iniciar
sempre em folha distinta e escreve-se na folha CONCLUSÃO, centralizado.
A opinião do aluno sobre o fato de ter feito o trabalho não deve constar da
conclusão, mas sim os resultados em relação à pesquisa.
Importante: os itens Introdução e Conclusão devem ser elaborados por fim, após todo o
desenvolvimento do trabalho.

3) Elementos pós- textuais


• REFERÊNCIAS: todos os livros, revistas, jornais, páginas da internet e outros
documentos consultados devem ser detalhados ao final e em ordem alfabética. Para solucionar
dúvidas maiores, consulte a norma NBR 6023 - Referências bibliográficas.

• ANEXOS: fotos, desenhos, figuras, gravuras, etc.

Os exemplos a seguir servem como modelos.

Obra de apenas um autor:


VITA, Luiz Washington. Antologia do pensamento social e político do Brasil. 2.ed. São
Paulo: Grijalbo, 1968. 150p.

Obra com mais de um autor:


CABRAL, Álvaro, OLIVEIRA, Eduardo Pinto. Uma breve história da psicologia. 2. ed. Rio de
Janeiro: Zahar, 1972. 326p.

Obra sem autoria:


INDÚSTRIA da construção: Brasil. Rio de Janeiro: IBGE, 1982. 388p.
Artigo de periódico:
MOURA, Alexandrina de. Direito de habitação às classes de baixa renda. Ciência &
trópico, Recife, v. II, n.1, p. 71-8, jan. 1983.
Artigo de jornal:
PEREIRA, César. O cooperativismo. Zero Hora, Porto Alegre, 15. Dez. 1985. P.43
Artigo de periódico (on line)
MALOFF, Joel. A internet e o valor da “internetização”. Ciência da Informação. V. 26, n. 3, 1997.
Disponível em: <http://www..ibict.br/cionline/>. Acesso em: 18 maio 1998.
Artigo de jornal (on line)
TAVES, Rodrigo França. Ministério corta pagamento de 46,5 mil professores. O Globo, Rio de
Janeiro, 19 maio 1998. Disponível em: <http://www.oglobo.com.br/>. Acesso em: 19 maio 1998.
Homepage
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Biblioteca Universitária. Serviço de Referência.
Catálogos de Universidades. Apresenta endereços de Universidades nacionais e estrangeiras. Disponível em:
<http://www.bu.ufsc.br>. Acesso em: 19 maio 1998.

FONTE: ADAPTAÇÃO DOS TERMOS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS