Você está na página 1de 4

Ano B – n o 3 – 8 de dezembro de 2020

Imaculada Conceição
de Nossa Senhora
Solenidade – Ano da Solidariedade
“Eram perseverantes na fração do pão
e nas orações” (At 2,42) – Pilar do Pão

O tempo do Advento destaca a relação e a colaboração de Maria no mistério da


Redenção. Ela, a escolhida de Deus, se sobressai entre os humildes e pobres do Senhor
que d’Ele esperam e recebem com fé a salvação (LG, 55). Deste modo, ao celebrarmos a
solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, professamos o dogma segundo
o qual a Virgem Maria foi concebida sem o pecado original. Este feito extraordinário
se deu em virtude do nascimento de Jesus, o Verbo de Deus, gerado em seu seio. Que
o exemplo de santidade e disponibilidade de Maria ao serviço de Deus nos inspire a P. Deus todo-poderoso tenha compaixão
uma vida cristã mais autêntica conformada à vontade do Senhor. de nós, perdoe os nossos pecados e nos
conduza à vida eterna.
P. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, T. Amém.
o amor do Pai e a comunhão do Espírito
P. Senhor, tende piedade de nós.
Ritos Iniciais Santo estejam convosco.
T. Bendito seja Deus que nos reuniu T. Senhor, tende piedade de nós.
1. Canto de Entrada (De pé) no amor de Cristo. P. Cristo, tende piedade de nós.
REFRÃO: Imaculada Maria de Deus, Antífona da Entrada (Is 61,10)
T. Cristo, tende piedade de nós.
/ coração pobre acolhendo Jesus! / Ima- P. Senhor, tende piedade de nós.
culada Maria do povo, / Mãe dos afli- Com grande alegria rejubilo-me no
tos que estão junto à cruz! Senhor, e minha alma exultará no meu T. Senhor, tende piedade de nós.
Deus, pois me revestiu de justiça e salva-
1. Um coração que era Sim para a vida,
/ um coração que era Sim para o irmão,
ção, como a noiva ornada de suas jóias. 4. Hino de Louvor
/ um coração que era Sim para Deus: / 3. Ato Penitencial P. Glória a Deus nas alturas,
Reino de Deus, renovando este chão!
P. O Senhor Jesus, que nos convida à T. e paz na terra aos homens por Ele
2. Olhos abertos pra sede do povo, / passo mesa da Palavra e da Eucaristia, nos amados. / Senhor Deus, rei dos céus,
bem firme que o medo desterra, / mãos chama à conversão. Reconheçamo-nos / Deus Pai todo-poderoso: / nós vos
estendidas que os tronos renegam: / Reino pecadores e invoquemos com confiança louvamos, / nós vos bendizemos, /
de Deus que renova esta terra! a misericórdia do Pai. nós vos adoramos, / nós vos glorifi-
3. Faça-se, ó Pai, vossa plena vontade: / (Pausa) camos, / nós vos damos graças por
que os nossos passos se tornem memória vossa imensa glória. / Senhor Jesus
P. Confessemos os nossos pecados: Cristo, Filho Unigênito, / Senhor
/ do amor fiel que Maria gerou: / Reino
de Deus atuando na história! T. Confesso a Deus todo-poderoso e a Deus, / Cordeiro de Deus, / Filho de
vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas Deus Pai. / Vós que tirais o pecado
2. Saudação vezes por pensamentos e palavras, atos do mundo, / tende piedade de nós.
e omissões, por minha culpa, minha tão / Vós que tirais o pecado do mundo,
P. Em nome do Pai e do Filho e do Espí- / acolhei a nossa súplica. / Vós que
grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos
rito Santo.
anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que estais à direita do Pai, / tende pieda-
T. Amém. rogueis por mim a Deus, nosso Senhor. de de nós. / Só vós sois o Santo, / só

Entrada: J. Thomaz Filho e Fr. Fabreti; Ofertas e Pós-Comunhão: Waldeci Farias;


Comunhão: Ir. Míria T. Kolling.
vós, o Senhor, / só vós, o Altíssimo, / 2. O Senhor fez conhecer a salvação, * 31
Eis que conceberás e darás à luz um filho,
Jesus Cristo, / com o Espírito Santo, e às nações, sua justiça; recordou o seu a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será
na glória de Deus Pai. / Amém. amor sempre fiel * pela casa de Israel. grande, será chamado Filho do Altíssimo,
e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu
3. Os confins do universo contempla-
5. Oração ram * a salvação do nosso Deus. Aclamai o
pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre
os descendentes de Jacó, e o seu reino
P. OREMOS: Ó Deus, que preparastes Senhor Deus, ó terra inteira, * alegrai-vos
não terá fim”. 34Maria perguntou ao anjo:
uma digna habitação para o vosso Filho, e exultai!
“Como acontecerá isso, se eu não conhe-
pela Imaculada Conceição da Virgem ço homem algum?” 35O anjo respondeu:
Maria, preservando-a de todo pecado em 8. Segunda Leitura (Ef 1,3-6.11-12)
“O Espírito virá sobre ti, e o poder do
previsão dos méritos de Cristo, concedei- Altíssimo te cobrirá com sua sombra.
-nos chegar até vós purificados também Leitura da Carta de São Paulo aos
Éfesios Por isso, o menino que vai nascer será
de toda culpa por sua materna interces- chamado Santo, Filho de Deus. 36Também
são. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso 3
Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Isabel, tua parenta, concebeu um filho
Filho, na unidade do Espírito Santo. Jesus Cristo. Ele nos abençoou com toda na velhice. Este já é o sexto mês daquela
T. Amém. a bênção do seu Espírito em virtude de que era considerada estéril, 37porque para
nossa união com Cristo, no céu. 4Em Cris- Deus nada é impossível”. 38Maria, então,
to, ele nos escolheu, antes da fundação do disse: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se
mundo, para que sejamos santos e irre- em mim segundo a tua palavra!” E o anjo
Liturgia da Palavra preensíveis sob o seu olhar, no amor. 5Ele retirou-se. Palavra da Salvação.
nos predestinou para sermos seus filhos
adotivos por intermédio de Jesus Cristo, T. Glória a vós, Senhor.
L. Em Maria Imaculada, o céu já anun-
ciava a vitória sobre o pecado. Possamos conforme a decisão da sua vontade, 6para
unir-nos na escuta orante da Palavra e o louvor da sua glória e da graça com que 11. Homilia (Sentados)

deixemos que o Senhor faça em cada um ele nos cumulou no seu Bem-amado.
Momento de silêncio para meditação pessoal.
de nós a obra redentora que ele já iniciou
11
Nele também nós recebemos a nossa
no mistério da sua Encarnação. parte. Segundo o projeto daquele que
conduz tudo conforme a decisão de sua 12. Profissão de Fé (De pé)

6. Primeira Leitura vontade, nós fomos predestinados 12a P. Creio em Deus Pai todo-poderoso,
(Gn 3,9-15.20) (Sentados) sermos, para o louvor de sua glória, os que
de antemão colocaram a sua esperança T. criador do céu e da terra. / E em
Leitura do Livro do Gênesis em Cristo. Palavra do Senhor. Jesus Cristo, seu único Filho, nosso
9
O Senhor Deus chamou Adão, dizendo: Senhor, / que foi concebido pelo poder
T. Graças a Deus.
“Onde estás?” 10E ele respondeu: “Ouvi tua do Espírito Santo; / nasceu da Virgem
voz no jardim, e fiquei com medo porque Maria; / padeceu sob Pôncio Pilatos,
estava nu; e me escondi”. 11Disse-lhe o
9. Aclamação ao Evangelho / foi crucificado, morto e sepultado.
(Cf. Lc 1,28) (De pé)
Senhor Deus: “E quem te disse que esta- / Desceu à mansão dos mortos; / res-
vas nu? Então comeste da árvore, de cujo REFRÃO: Aleluia! Aleluia! Aleluia! suscitou ao terceiro dia, / subiu aos
fruto te proibi comer?” 12Adão disse: “A Aleluia! céus; / está sentado à direita de Deus
mulher que tu me deste por companheira, L. Maria, alegra-te, ó cheia de graça, o Pai todo-poderoso, / donde há de vir
foi ela que me deu do fruto da árvore, e eu Senhor é contigo! a julgar os vivos e os mortos. / Creio
comi”. 13Disse o Senhor Deus à mulher:
“Por que fizeste isso?” E a mulher respon- no Espírito Santo; / na Santa Igreja
deu: “A serpente enganou-me e eu comi”.
10. Evangelho (Lc 1,26-38) Católica; / na comunhão dos santos;
14
Então o Senhor Deus disse à serpente: P. O Senhor esteja convosco. / na remissão dos pecados; / na res-
“Porque fizeste isso, serás maldita entre surreição da carne; / na vida eterna. /
todos os animais domésticos e todos os T. Ele está no meio de nós. Amém.
animais selvagens! Ras­tejarás sobre o ven- P. = Proclamação do Evangelho de Jesus
tre e comerás pó todos os dias da tua vida! Cristo segundo Lucas. 13. Preces da Comunidade
15
Porei inimizade entre ti e a mulher, entre
a tua descendência e a dela. Esta te ferirá T. Glória a vós, Senhor. P. Irmãos e irmãs caríssimos, bendi-
a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar”. 20E gamos a Deus que nos enviou a gran-
P. NAQUELE TEMPO, no sexto mês,
26

Adão chamou à sua mulher “Eva”, porque de bênção prometida a nossos pais,
o anjo Gabriel foi enviado por Deus a
ela é a mãe de todos os viventes. Palavra por intercessão da Virgem Imaculada,
uma cidade da Galileia, chamada Naza-
do Senhor. dizendo:
ré, 27a uma virgem, prometida em casa-
T. Graças a Deus. mento a um homem chamado José. Ele T. Senhor escutai a nossa prece.
era descendente de Davi e o nome da
1. Pela Igreja, presente em toda a ter-
7. Salmo Responsorial Sl 97(98) Virgem era Maria. 28O anjo entrou onde
ra, para que não se deixe enganar pelo
ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de
REFRÃO: Cantai ao Senhor Deus um graça, o Senhor está contigo!” 29Maria
demônio, mas seja sempre a esposa de
canto novo, porque ele fez prodígios! ficou perturbada com estas palavras e
Cristo, santa e imaculada, rezemos:
1. Cantai ao Senhor Deus um canto começou a pensar qual seria o signi- 2. Pelo Papa Francisco, o nosso Arcebis-
novo, * porque ele fez prodígios! Sua mão ficado da saudação. 30 O anjo, então, po Dom Orani, e todo o Clero, para que
e o seu braço forte e santo * alcançaram- disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, a Virgem Imaculada os acompanhe e os
-lhe a vitória. porque encontraste graça diante de Deus. inspire no ministério, rezemos:
3. Pelos governantes e autoridades da 17. Oração Eucarística I T. Lembrai-vos, ó Pai, de vossos filhos!
nossa terra, para que pensem sobretudo Maria e a Igreja P. Em comunhão com toda a Igreja,
nos mais pobres e sirvam ao bem comum
veneramos a sempre Virgem Maria, Mãe
dos cidadãos, rezemos: P. O Senhor esteja convosco.
de nosso Deus e Senhor Jesus Cristo; e
4. Pelas mulheres que estão para dar à T. Ele está no meio de nós. também São José, esposo de Maria, os
luz, para que saibam acolher e agradecer santos Apóstolos e Mártires: Pedro e
P. Corações ao alto. Paulo, André, (Tiago e João, Tomé, Tiago
o dom da vida que Deus entrega em suas
mãos, rezemos: T. O nosso coração está em Deus. e Filipe, Bartolomeu e Mateus, Simão
e Tadeu, Lino, Cleto, Clemente, Sisto,
5. Pela nossa comunidade, para que P. Demos graças ao Senhor, nosso Deus. Cornélio e Cipriano, Lourenço e Crisó-
encontre na solidariedade da Virgem gono, João e Paulo, Cosme e Damião), e
T. É nosso dever e nossa salvação.
Maria um fecundo exemplo de obediência, todos os vossos Santos. Por seus méritos
alegria, humildade e serviço, rezemos: P. Na verdade, é justo e necessário, é e preces concedei-nos sem cessar a vossa
(Outras preces) nosso dever e salvação dar-vos graças, proteção.
sempre e em todo o lugar, Senhor, Pai
P. Senhor, nosso Deus e nosso Pai, que T. Em comunhão com toda a Igreja
santo, Deus eterno e todo-poderoso. A
convocastes e reunistes estes vossos aqui estamos!
fim de preparar para o vosso Filho mãe
filhos para celebrarem os louvores da
que fosse digna dele, preservastes a Vir- P. Recebei, ó Pai, com bondade, a ofe-
Virgem Imaculada, fazei que, olhando
gem Maria da mancha do pecado origi- renda dos vossos servos e de toda a vos-
para Ela, aprendam a imitá-la e a pro-
nal, enriquecendo-a com a plenitude da sa família. Dai-nos sempre a vossa paz,
gredir na santidade. Por Cristo, nosso
vossa graça. Nela, nos destes as primícias livrai-nos da condenação e acolhei-nos
Senhor.
da Igreja, esposa de Cristo, sem ruga e entre os vossos eleitos. Dignai-vos, ó Pai,
T. Amém. sem mancha, resplandecente de beleza. aceitar e santificar estas oferendas, a fim
Puríssima, na verdade, devia ser a Vir- de que se tornem para nós o Corpo e o
gem que nos daria o Salvador, o Cordeiro Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e
sem mancha, que tira os nossos peca-
Liturgia Eucarística dos. Escolhida, entre todas as mulheres,
Senhor nosso.
modelo de santidade e advogada nossa, T. Santificai nossa oferenda, ó Senhor!
14. Canto das Ofertas (Sentados) ela intervém constantemente em favor
de vosso povo. Unidos à multidão dos
P. Na noite em que ia ser entregue, ele
tomou o pão em suas mãos, elevou os
1. Ó Maria Imaculada, doce Mãe da anjos e dos santos, proclamamos a vossa olhos a vós, ó Pai, deu graças e o partiu
Providência, / governai a nossa vida com bondade, cantando (dizendo) a uma só e deu a seus discípulos, dizendo:
materna assistência. / Consolai-nos na voz:
aflição, na dor; / alcançai-nos o perdão de TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O
T. Santo, Santo, Santo, / Senhor, Deus MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE
Deus / e, nas trevas, sede a luz conduzindo do universo! / O céu e a terra procla-
a Jesus. POR VÓS.
mam a vossa glória. / Hosana nas altu-
2. Acolhei, ó Mãe bondosa, nossas preces, ras! / Bendito o que vem em nome do Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele
nossos cantos. / Ofendemos vosso Filho, Senhor! / Hosana nas alturas! tomou o cálice em suas mãos, deu gra-
nos defenda o vosso manto. / Se é tão doce ças novamente e o deu a seus discípulos,
P. Pai de misericórdia, a quem sobem dizendo:
confiar em vós, / que alegria não será vos nossos louvores, nós vos pedimos por
ver! / Concedei-nos, Mãe de Deus, vos Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso, TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O
saudar lá no céu. que abençoeis = estas oferendas apresen- CÁLICE DO MEU SANGUE, O SAN-
tadas ao vosso altar. GUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA,
15. Convite à Oração (De pé) QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E
T. Abençoai nossa oferenda, ó Senhor! POR TODOS PARA REMISSÃO DOS
P. Orai, irmãos e irmãs, para que esta PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA
nossa família, reunida em nome de Cris- P. Nós as oferecemos pela vossa Igreja
santa e católica: concedei-lhe paz e prote- DE MIM.
to, possa oferecer um sacrifício que seja
aceito por Deus Pai todo-poderoso. ção, unindo-a num só corpo e governan- Eis o mistério da fé!
do-a por toda a terra. Nós as oferecemos
T. Receba o Senhor por tuas mãos este também pelo vosso servo o Papa N., por T. Todas as vezes que comemos deste
sacrifício, para glória do seu nome, nosso Bispo N., e por todos os que guar- pão e bebemos deste cálice, anuncia-
para nosso bem e de toda a santa Igreja. dam a fé que receberam dos apóstolos. mos, Senhor, a vossa morte, enquanto
esperamos a vossa vinda!
16. Oração Sobre as T. Conservai a vossa Igreja sempre
unida. P. Celebrando, pois, a memória da paixão
Oferendas do vosso Filho, da sua ressurreição dentre
P. Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos e os mortos e gloriosa ascensão aos céus,
P. Acolhei, ó Deus, o sacrifício da sal-
filhas (N.N.) e de todos os que circundam nós, vossos servos, e também vosso povo
vação que vos oferecemos na festa da
este altar, dos quais conheceis a fidelidade santo, vos oferecemos, ó Pai, dentre os
Virgem Maria, concebida sem o pecado
e a dedicação em vos servir. Eles vos ofe- bens que nos destes, o sacrifício perfeito
original; e, ao proclamarmos que a vossa
recem conosco este sacrifício de louvor e santo, pão da vida eterna e cálice da
graça a preservou de toda culpa, livrai-
por si e por todos os seus, e elevam a vós salvação.
-nos, por sua intercessão, de todo pecado.
as suas preces para alcançar o perdão de
Por Cristo, nosso Senhor. T. Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!
suas faltas, a segurança em suas vidas e
T. Amém. a salvação que esperam. P. Recebei, ó Pai, esta oferenda, como
recebestes a oferta de Abel, o sacrifício 3. Seu amor para sempre se estende / visão de nossa união com Cristo, fomos
de Abraão e os dons de Melquisedeque. sobre todos aqueles que o temem; / é com- redimidos pelo seu Sangue derramado por
Nós vos suplicamos que ela seja levada à paixão, misericórdia sem fim, / para com
o povo seu! nós, cujo mistério celebramos em cada
vossa presença, para que, ao participar-
mos deste altar, recebendo o Corpo e o Eucaristia. Que cada um de nós assuma
4. Manifesta o poder do seu braço, / orgu-
Sangue de vosso Filho, sejamos repletos lhosos, soberbos, dispersa, / derruba os o compromisso de gerar Cristo no mundo
de todas as graças e bênçãos do céu. maus, o humilde eleva aos céus: / Senhor com nossos pensamentos e atitudes.
T. Recebei, ó Senhor, a nossa oferta! da História é Deus!
P. Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos 5. Deus sacia de bens os famintos, / mas 23. Bênção Final e
e filhas (N.N.) que partiram desta vida, despede os ricos sem nada; / de coração Despedida
marcados com o sinal da fé. A eles, e a acolhe o seu servidor, / fiel ao seu grande
todos os que adormeceram no Cristo, amor! P. O Senhor esteja convosco.
concedei a felicidade, a luz e a paz. 6. Glória ao Deus dos pequenos e pobres, T. Ele está no meio de nós.
T. Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos / que confiam a ele sua vida, / pois cum-
filhos! prirá sua promessa de paz, / por todas P. O Deus de bondade, que pelo Filho
as gerações! da Virgem Maria quis salvar a todos, vos
P. E a todos nós pecadores, que confia-
mos na vossa imensa misericórdia, con- Momento de silêncio para oração pessoal. enriqueça com sua bênção.
cedei, não por nossos méritos, mas por T. Amém.
vossa bondade, o convívio dos Apóstolos Antífona da Comunhão
e Mártires: João Batista e Estêvão, Matias Todas as nações cantam as vossas glórias, P. Seja-vos dado sentir sempre e por toda
e Barnabé, (Inácio, Alexandre, Marcelino ó Maria; por vós nos veio o sol da justiça, a parte a proteção da Virgem, por quem
e Pedro; Felicidade e Perpétua, Águeda e o Cristo, nosso Deus.
Luzia, Inês, Cecília, Anastácia) e todos os recebestes o autor da vida.
vossos santos. Por Cristo, Senhor nosso. 20. Canto Pós-Comunhão T. Amém.
T. Concedei-nos o convívio dos eleitos! 1. És, Maria, a Virgem que sabe ouvir, /
e acolher com fé a santa palavra de Deus. P. E vós, que vos reunistes hoje para
P. Por ele não cessais de criar e santifi-
/ Dizes “sim” e logo te tornas Mãe; / dás celebrar sua solenidade, possais colher
car estes bens e distribuí-los entre nós. à luz, depois o Cristo que vem nos remir.
Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a vós, a alegria espiritual e o prêmio eterno.
Deus Pai todo-poderoso, na unidade do REFRÃO: Virgem que sabe ouvir o que
Espírito Santo, toda a honra e toda a o Senhor te diz, / crendo geraste quem T. Amém.
glória, agora e para sempre. te criou! Ó Maria, tu és feliz! P. Abençoe-vos Deus todo-poderoso,
T. Amém. 2. Contemplando o exemplo que tu nos Pai e Filho e = Espírito Santo.
dás, / nossa Igreja escuta, acolhe a Pala-
18. Rito da Comunhão vra com fé. / E anuncia a todos, pois ela T. Amém.
é pão / que alimenta, é luz que a sombra
P. Obedientes à Palavra do Salvador e da História desfaz. P. Glorificai o Senhor com vossa vida;
formados por seu divino ensinamento,
ide em paz e o Senhor vos acompanhe.
ousamos dizer: 21. Depois da Comunhão (De pé)
T. Pai nosso... T. Graças a Deus.
(O celebrante continua...) P. OREMOS: Senhor nosso Deus, que a
comunhão na vossa Eucaristia cure em
19. Canto de Comunhão nós as feridas do pecado original, do qual ORAÇÃO DO DIZIMISTA

REFRÃO: O Senhor fez em mim mara- Maria foi preservada de modo admirável “Recebei, Senhor, a minha oferta. Não é uma esmo-

vilhas, / e santo é o seu nome, e santo é ao ser concebida sem pecado. Por Cristo, la, porque não sois mendigo! Não é um auxílio,
nosso Senhor. porque não precisais dele! Também não é o que
o seu nome! / Magnificat! Magnificat! me sobra, que vos ofereço. Esta oferta represen-
T. Amém. ta minha gratidão! Pois o que tenho eu o recebi
1. Glorifica minha alma ao Senhor, / de de vós. Amém!”
alegria eu exulto em Deus, / pois sobre
mim quis derramar seu amor: / canto os
louvores seus! Ritos Finais CONFISSÕES
Preparemo-nos para o Natal através de uma boa e
2. De sua serva ele viu a pobreza, / e santa confissão. Procuremos nos informar sobre
chamada serei de bendita, / feliz eu sou, 22. Vivência os horários e os locais, de modo que, libertos
amada pelo Senhor, / meu Deus e meu L. Em previsão dos méritos de Cristo, do pecado, melhor celebremos a Encarnação do
Filho de Deus.
Salvador! Maria foi preservada do pecado. Em pre-
COM APROVAÇÃO ECLESIÁSTICA PORTAL DA ARQUIDIOCESE
Publicação da Coordenação de Pastoral da Arquidiocese do Rio de Janeiro. DO RIO DE JANEIRO
Rua Benjamin Constant, 23 – CEP 20241-150 – Rio de Janeiro, RJ – Telefax: 2292-3132.
Cantos selecionados pela Comissão Arquidiocesana de Música Sacra. www.arquidiocese.org.br

LI V R A R I A E EDITOR A NOSSA SEN HOR A DA PA Z: Rua Joa na A ngél ic a, 71 – Ipa nema


C EP: 224 2 0 - 03 0 – R io de Ja nei ro, RJ – Bra si l – Tel.: (21) 2521-7299 - Fa x : (21) 2513 -2955 – ed itora@n spa z .org.br

Você também pode gostar