Você está na página 1de 36

Análise, Projeto e Implementação

de Sistemas I
Aula 5 – Especificação de Requisitos
P
rofª. Réryka Rubia da Silva

www.sifap.com.br/reryka
Componente Humano
Componente Humano
 Tecnologias complexas demandam
especialistas em áreas específicas;
– Gerente
– Analistas
– Projetistas
– Programadores
– Clientes
– Grupos de avaliação de qualidade.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 3
Componente Humano
 A descrição dos participantes do processo
tem mais um fim didático.

 Na prática, a mesma pessoa desempenha


diferentes funções, ou talvez, uma mesma
função é desempenhada por várias pessoas.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 4
Gerentes de Projeto
 Responsável pela coordenação das
atividades necessárias à construção do
sistema.

 Orçamento do projeto

 Tempo necessário para o


desenvolvimento do sistema

 O cronograma de execução das


atividades.

 A mão-de-obra especializada

 Os recursos de hardware e software,


etc.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 5
Gerente de Projeto
 Acompanhar o desenvolvimento das partes.

 Se os recursos alocados estão sendo gastos


na taxa esperada, caso contrário tomar
providências para adequação dos gastos.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 6
Analistas
 É o profissional que deve ter conhecimento do domínio do
negócio.
– Para definir os requisitos do sistema

 Eles que se comunicam com os especialistas do domínio.

 Deve entender o básico do negócio, para se comunicar com o


especialista de domínio, para que este não precise ser
interrompido para esclarecimentos de conceitos básicos.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 7
Analistas
 É ele quem entende as
necessidades do cliente, para
repassar as informações aos
desenvolvedores do sistema.

 É a ponte entre: profissionais de


computação e profissionais do
negócio.

 É como se fosse um tradutor.

 Geralmente os analistas se
tornam os gerentes de projeto.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 8
Analistas
 Deve ter grande capacidade de comunicação
tanto escrita como falada.

 Ter um bom relacionamento interpessoal são


mais importantes para o analista do que o
conhecimento tecnológico.

 Outro item importante: Ética profissional.


– Contato com informações sigilosas;
– Preços de custo de produtos,
– Margens de lucro,
– Algoritmos proprietários.

 Pode ser desastroso para a organização se


informações confidenciais caírem em mãos
erradas.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 9
Projetistas
 Suas funções são:
– Avaliar as alternativas de solução do problema resultante da análise,
– Gerar a especificação de uma solução computacional detalhada.

 Existem diversos tipos de projetistas:


– Projetistas de interface,
– Projetistas de redes,
– Projetistas de banco de dados e assim por diante.

 Adicionam aspectos tecnológicos nos modelos resultantes da


análise.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 10
Arquitetos de Software
 Profissional encontrado principalmente em
grandes equipes.

 Elaborar a arquitetura do sistema como um


todo.

 Toma decisões globais e também decisões


técnicas detalhadas
– Decisões que tem influência sobre o desempenho
do sistema.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 11
Programadores
 Responsável pela implementação do sistema.

 Pode ser proficiente em uma ou mais


linguagens de programação,

 Ter conhecimento de banco de dados,

 Saber ler os resultados da análise.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 12
Clientes
 Não podemos esquecer dos clientes.

 Existem dois tipos:


– O cliente usuário
– O cliente contratante

 Existem casos em que o produto de software


não é encomendado por um cliente.

 O produto é desenvolvido para posterior


comercialização.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 13
Clientes
 São direcionados para o mercado de massa.
– Processadores de textos
– Editores gráficos
– Jogos eletrônicos.

 Em qualquer caso a participação do cliente é


muito importante.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 14
Avaliadores de Software
 O desempenho e a confiabilidade são
exemplos de um software com boa
qualidade.

 Existem alguns padrões de qualidade, este


profissional assegura que estes padrões estão
sendo obedecidos.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 15
Objetivos
 Descrever o processo da elicitação e análise
requisitos.
 Introduzir um número de técnicas elicitação
de requisitos e análise de requisitos.
 Discutir como protótipos podem ser usados
no processo de ER.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 16
Elicitação de Requisitos
Um caso real
 O Sistema que queremos deve fazer isto,
isto ..., e nesse caso também isto;

 Sim, Sim estou anotando;

 Conversei com os usuários e


basicamente este é o Sistema que
teremos que desenvolver;

 Sim chefe;

 Ótimo, começaremos a especificar os


requisitos imediatamente;

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 18
ELICITAÇÃO DE REQUISITOS MOTIVAÇÃO (Cont. ...)

 ... Quatro Meses Depois ...


 Srs. Usuários, após o emprego
das mais modernas técnicas de
especificação, produzimos este
documento que descreve
minuciosamente o Sistema;
 Ótimo! Bom! Hum! ... é um
documento com 300 páginas e
todos estes gráficos, tabelas.
Enfim, vamos analisá -lo e
voltamos a falar;

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 19
ELICITAÇÃO DE REQUISITOS MOTIVAÇÃO (Cont. ...)
... Depois de um mês e meio ...

 Sr. Analista, nosso pessoal analisou


com cuidado o documento.
Tivemos muita dificuldade e
dúvidas em entendê-lo. Mas o que
percebemos é que NÃO FOMOS
CORRETAMENTE ENTENDIDOS!!!
 Como não? Tudo que aí está, foi
fruto de nosso entendimento
pessoal. REALMENTE VOCÊS NÃO
SABEM O QUE QUEREM!!!

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 20
Elicitação de Requisitos

 ELICITAR: descobrir, tornar explícito, obter o


máximo de informações para o conhecimento
do objeto em questão

 É agora que conhecemos algumas informações


como:
– Fonte de Requisitos;
– Quais são as partes interessadas no produto/serviço;
– Quais são as principais necessidades do usuário;
– Definimos as fronteiras do sistema;
– Quais são as premissas e restrições do sistema ou do
ambiente.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 21
Elicitação de Requisitos: Dificuldades
 Usuários podem não ter uma ideia precisa do sistema
por eles requerido;

 Usuários têm dificuldades para descreverem seu


conhecimento sobre o domínio do problema;

 Usuários e Analistas têm diferentes pontos de vista


do problema (por terem diferentes formações);

 Usuários podem antipatizar-se com o novo sistema e


se negarem a participar da elicitação (ou mesmo
fornecer informações errôneas).

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 22
Atividades da Elicitação
 Entendimento do domínio da aplicação
– O conhecimento do domínio da aplicação é o conhecimento geral
onde o sistema será aplicado.

 Entendimento do problema
– Os detalhes dos problemas específicos do problema do cliente onde
o sistema será aplicado deve ser entendido.

 Entendimento do negócio
– Você de entender como os sistemas interagem e contribuem de
forma geral com os objetivos de negócio.

 Entendimento das necessidades e limitações dos stakeholders do


sistema
– Você deve entender, em detalhe, as necessidades específicas das
pessoas que requerem suporte do sistema no seu trabalho.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 23
Negociação dos requisitos
 Discutir os requisitos
– Os requisitos que foram identificados como
problemáticos são discutidos e os stakeholders
envolvidos apresentam seus pontos de vista a cerca
dos requisitos.
 Priorizar os requisitos
– Os requisitos disputados são priorizados para
identificar requisitos críticos e ajudar a processo de
tomada de decisão.
 Concordância dos requisitos
– Soluções para os problemas dos requisitos são
identificadas e um conjunto de requisitos são
acordados. Geralmente isto envolve mudanças em
alguns dos requisitos.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 24
 visão ampla dos principais processos
existentes.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 25
Técnicas de especificação de
requisitos
Técnicas
 Entrevistas

 Questionários

 Obsevação Pessoal

 Seminário

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 27
Introdução
 O profissional de ER deve selecionar as técnicas a
serem utilizadas e estabelecer de que maneira elas
serão integradas

 É importante utilizar uma técnica de modelagem de


apoio para que os fatos elicitados fiquem
corretamente representados para futuro tratamento

 A escolha das técnicas e seu esquema de integração


dependerá do problema e da equipe participante

 O ponto importante é ter conhecimento sobre estas


técnicas e identificar onde uma técnica é superior a
outra

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 28
Entrevistas
 Técnica direta
– Pode ser usada na análise do problema e na elicitação de
requisitos
 Objetivo
– Entender os problemas reais e soluções potenciais das
perspectivas dos usuários, clientes, e outros stakeholders

 O engenheiro de requisitos ou analista


discute o sistema com diferentes stakeholders
e obtêm um entendimento dos requisitos.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 29
Entrevistas
 Deve ser planejada (tempo, ritmo, perguntas objetivas)
 Quantidade de entrevistados
 Obedece hierarquia de entrevistados

 Vantagens
– altera a ordem seqüencial das perguntas quando percebe que
esta mudança ira beneficiar a entrevista,
– incluir novas perguntas,
– completar questões,
– esclarecer duvidas,
 Mas,
– tem um alcance menor que o questionário,
– entrevistados podem não receber tratamento uniforme,
– pode ocorrer avaliações subjetivas,
– esquecimento por parte do entrevistador,
– perder tempo com conversas improdutivas.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 30
Entrevistas
 Quem são o cliente e o usuário?

 Possuem necessidades diferentes?

 Quais são suas


– Capacidades
– Ambientes, etc.

 Qual é o problema?

 Como é resolvido atualmente?

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 31
Questionários
 Aplicabilidade a mercados específicos
– Onde perguntas são bem definidas

 Hipóteses
– Perguntas relevantes podem ser decididas
antecipadamente
– Leitor ouve da maneira desejada

 Úteis após uma entrevista inicial

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 32
Questionários
 Deve ser cuidadosamente elaborado
 Deve possuir um roteiro bem estruturado
 Apresentar a todos o mesmo questionário
 Agiliza o processo,
 Menos dispendioso,
 Aplicação mais fácil,
 Aplicado a maior numero de pessoas,
 Garante anonimato,
 Menor pressão sob a resposta imediata,
 Mas,
 As informações podem ser manipuladas antes de seu
fornecimento,
 Tendência de concentração de respostas em alternativas
padrão,
 Meio frio de obtenção de informações.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 33
Observação Pessoal
 não interrompe as atividades
 não exige disponibilidade de tempo

 Mas,

 não oferece evidencias formais


 pode ocasionar mal-estar nos observados
 chegar a conclusões comprometedoras.

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 34
Seminário
 Reunião planejada de pessoas-chave de diversas
áreas,
 Proporciona rapidez
 Verificação de problemas de inter-relacionamento,
 Produz uma visão integrada dos problemas,

 Mas

 Mobiliza um grande numero de pessoas ao mesmo


tempo,
 Interfere na rotina de trabalho da empresa

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 35
Dicas
 Sempre perguntar: o que? Por que(m)?
Como?
 Pergunte o óbvio
 Organize as respostas: durante versus depois
 Viva a situação durante um tempo
 Observe
 Estudar o que? Por que? Onde começar
 Seja humilde, procure aprender!

Profª. Réryka Rubia Disciplina: Análise, Projeto e Implementação de Sistemas Elicitação de Requisitos 36