Você está na página 1de 4

Como Deus desenvolve

a nossa identidade
"Não podemos ter na nossa mente qualquer pensamento que não esteja na mente de Deus".
(Bill Jonhson)

Veja o potêncial que o inimigo tem para plantar mentiras para limitar o seu potencial e chamado
desde Gênesis 3:4,5, onde a serpente diz à mulher: "Certamente não morrerão! Deus sabe que, no dia
em que dele comerem, seus olhos se abrirão, e vocês serão como Deus, conhecedores do bem e do
mal”.
Se a verdade de Deus causa libertação, a mentira do inimigo trás prisão. Nossas maiores
batalhas são travadas nos nossos pensamentos. Para sermos bem sucedidos, precisamos ter nossa
mente reprogramada conforme a palavra do Senhor.
Vejamos o exemplo de Neemias e vamos basear alguns tópicos abaixo com a história dele:
judeu; vivia na Pérsia; copeiro do Rei Artaxerxes; sabe a respeito das muralhas através de seu irmão;
fez duas coisas: pediu perdão e intercedeu.

"Quando Sambalate soube que estávamos reconstruindo o muro, ficou furioso. Ridicularizou os
judeus e, na presença de seus compatriotas e dos poderosos de Samaria, disse: "O que aqueles fracos
judeus estão fazendo? Será que vão restaurar o seu muro? Irão oferecer sacrifícios? Irão terminar a
obra num só dia? Será que vão conseguir ressuscitar pedras de construção daqueles montes de entulho
e de pedras queimadas?
Tobias, o amonita, que estava ao seu lado, completou: "Pois que construam! Basta que uma
raposa suba lá, para que esse muro de pedras desabe!". (Neemias 4:1-3)

3 Tipos de Mentiras
1. Mentira contra sua identidade (Fracos Judeus) - Veja ​Gênesis 1:27​ e ​1 João 3:1,2
2. Mentira e acusação a respeito do seu passado (Pedras que foram queimadas) - Veja Gálatas
2:19-20
3. Mentira a respeito do que você está fazendo (Seu chamado) - ​1 Coríntios 15:58 e ​Jeremias
29:11

Preste atenção nisso pois se as lembranças do passado não te param o inimigo vai contestar o
que você está fazendo hoje. Todos os que estão buscando a Deus precisam estar preparados para
guerrear.

Como devemos guerrear:


1. Através da Palavra. Jesus repreendeu o diabo dizendo: Está escrito!. Veja ​João 17:17, ​Salmos
19:7​ e ​Mateus 7:24-27
2. Através da Oração. Veja Efésios 6:11-18.
3. Passando tempo na presença de Deus - Veja ​2 Coríntios 3:17,18
4. Quebrando o medo e a mentira - Veja ​2 Coríntios 10:3-5
a. Identificar a mentira;
b. Se arrepender de ter acreditado na mentira;
c. Receber o perdão de Deus;
d. Repreender e quebrar a mentira em oração;
e. Substituir a mentira declarando uma verdade de Deus.

Deus sempre termina aquilo que começou. sendo assim após quebrar o medo, Ele vai quebrar a
passividade, reconstruir famílias e alinhar propósitos.

1. Revisão

1. Qual foi a maior revelação que o Espírito Santo te deu durante esta aula?

2. Qual foi o resultado na vida de Neemias por ele ter desenvolvido a identidade dele em Deus?

3. Como você identifica uma mentira presente na sua vida?

2. Reflexão

1. Ore por um tempo em línguas e peça para Deus revelação de quais são as mentiras que você
tem acreditado para as áreas da sua vida:
a. Mentiras a respeito da sua filiação:

b. Mentiras a respeito da sua identidade:

c. Mentiras a respeito da sua sexualidade:

d. Mentiras a respeito da sua família:


e. Mentiras a respeito da sua atuação na igreja/ministério:

f. Mentiras a respeito da sua profissão:

g. Mentiras a respeito da sua vida financeira:

h. Mentiras a respeito dos seus relacionamentos:

3. Aplicação Prática

1. Separe um tempo em oração e para todas as respostas da pergunta anterior aplique os itens:
a. Se arrepender de ter acreditado na mentira;
b. Receber o perdão de Deus;
c. Repreender e quebrar a mentira em oração;
d. Substituir a mentira declarando uma verdade de Deus.

4. Criando a Cultura
1. Como você pode ajudar as pessoas ao seu redor a não acreditar nas mentiras e guerrear?

2. Quais são os maiores desafios que você vai encontrar ao aplicar a pergunta anterior e como
você poderia superá-los?

3. Como ensinar uma criança a não acreditar em mentiras do inimigo e ajudá-la a crescer com uma
identidade firmada na palavra de Deus?

Você também pode gostar