Você está na página 1de 2

ARTE MEDIEVAL:

-Deus centro do universo;


Arte Bizantina: mosaico
Româ nica: uso de rosá ceas para facilitar a iluminaçã o interna dos templos;
Gó ticos: teocentrismo atingiu seu apogeu, toda a vida do homem deveria ser voltada para o aspecto religioso e as
igrejas deveriam tornar- se amplas e mais altas.

ARTE ACADÊ MICA OU CLÁ SSICA


-Do teocentrismo Medieval o homem avança para o humanismo e coloca- se como centro do universo.
-Descobre que existem outros povos que habitam o planeta;
-Surge a renovaçã o artística e cultural.

RENASCIMENTO:
-Os artistas voltam a estudar o corpo humano, procurando perfeiçã o e harmonia das formas, buscando inspiraçã o
nos Greco-Romanos:esculturas como a Pietá de Miguel  ngelo Buonarotti, Giotto é o percursor do renascimento,
mas Leonardo da Vinci é considerado um dos maiores gênios da humanidade.

BARROCO:
-Foi utilizada em relaçã o a arte porque os artistas nã o observam mais as rígidas regras estabelecidas no
renascimento.
-No Barroco predomina o aspecto emocional, juntamente com o sentimento religioso.
-Abundâ ncia de detalhes,violentos contrastes de luz e sombra.

ROCOCÓ :
-É graça elegâ ncia, erotismo e inspiraçã o mundana.
-Os pintores deste estilo usam pinceladas rá pidas, leves e delicadas.
-O desenho é decorativo.
-As cores sã o claras e luminosas.
-Nus femininos.

ARTE NEOCLÁ SSICA:


-Tendência artística e literá ria que surgiu em contraposiçã o as idéias do Barroco e do Rococó .
-Este estilo representa a restauraçã o ou reconstruçã o das formas artísticas da Antigü idade Clá ssica e Greco –
Romana.

ROMANTISMO:
-Há a valorizaçã o do exó tico, do pitoresco, do fantá stico e do aventuroso.
-Delacroix é o expoente má ximo da pintura româ ntica.
-Alto relevo, liberdade de composiçã o,exuberâ ncia de cor vermelho, contraste de luz e sombra, pinceladas livres.

REALISMO:
-Surgiu contrapondo a idéia do romantismo.
-O avanço tecnoló gico fez com que os homens se voltassem para o real, concreto, ocientífico, o objetivo. Começa a
surgir grandes edifícios de ferro, concreto e vidro,muito aço.
-desaparecem das pinturas os santos, histó rias e literá rios.
-O pintor só pinta o que viu e o que está vendo.
-Artista: Rodin

ARTE MODERNA, PÓ S- MODERNA E CONTEMPORÂ NEA:


IMPRESSIONISMO: Pintura baseada nas diversas variaçõ es da cor da luz. Pintavam ao ar livre, procurando fixar em
suas telas a luminosidade e a atmosfera do ambiente.
Artistas: Manet, Monet, Cézanne, Degas, Renoir.

EXPRESSIONISMO: Surge em oposiçã o ao impressionismo e reflete a angú stia e a instabilidade do período entre a
primeira e segunda Guerra Mundial. Pintura deformada de imagens e da realidade, emocional, sentimental,
utilizando temas como o amor, o ó dio, a miséria, o medo, a solidã o, a prostituiçã o e outros.
Artistas: Van Gogh, Munch,
FOVISMO: Deformadores de imagens da realidade por isso em suas telas nã o produzem sentimentos, mas
simplesmente sensaçõ es, impulsos vitais. É uma pintura que agride por suas cores fortes e quentes. O desenho e a
forma estã o em segundo plano.
Artista: Matisse

CUBISMO: Simplificaçã o e geometrizaçã o da forma. Abandono da terceira dimensã o. Trata as formas como se fossem
cones, esferas e cilindros.
Artistas: Paul Cezann, Pablo Picasso, Mondrian.

ABSTRACIONISMO: É uma pintura cuja forma nã o possui qualquer relaçã o com as imagens ou aparências da
realidade exterior.
Artista: Kandinsk, Mondrian, Paul Klee, Duchamp.

DADAÍSMO: Pintura irracional, sem sentido, debochada, satírica. Reflete um espírito de insatisfaçã o e tédio, pois
surgiu num período de saturaçã o cultural. Desordem duvida improvisaçã o.
Artista: Duchamp

SURREALISMO: Sem preocupaçã o estética ou moral baseia-se inteiramente no comando do subconsciente. Baseado
no valores do sonho e suas associaçõ es.
Artistas:Dali, Miro, Picasso.

FUTURISMO: Pintura dinâ mica, vertiginosa, compatível com a velocidade da era da maquina. Usam formas
geométricas para dar movimento.
Artista: Duchamp

OP ART: Propõ e participaçã o ativa do contemplador na obra. Criaçã o em série, simboliza o mundo precá rio.
Artista Vassarely.

POP ART: Evidencia o cotidiano, o comum. Exagero de formas para chamar atençã o. Expressã o do vulgarismo
americano valorizando produtos fabricados e consumidos em massa.
Artista: Warhol

Você também pode gostar