Você está na página 1de 102

COLETÂNEA DE PROVAS

EPCAR
EPCAR
MATEMÁTICA
EPCAR - 2010/2011 ................................................................................................ 3
EPCAR - 2011/2012 ................................................................................................ 7
EPCAR - 2012/2013 .............................................................................................. 11
EPCAR - 2013/2014 ............................................................................................. 16
EPCAR - 2014/2015 ............................................................................................. 19
EPCAR - 2015/2016 ............................................................................................. 23
EPCAR - 2016/2017 ............................................................................................. 25
EPCAR - 2017/2018 ............................................................................................. 30
EPCAR - 2018/2019 ............................................................................................. 34
EPCAR - 2019/2020 ............................................................................................ 38

LÍNGUA PORTUGUESA
EPCAR - 2010/2011 ............................................................................................. 43
EPCAR - 2011/2012 ............................................................................................. 48
EPCAR - 2012/2013 ............................................................................................. 53
EPCAR - 2013/2014 ............................................................................................. 57
EPCAR - 2014/2015 ............................................................................................. 60
EPCAR - 2015/2016 ............................................................................................. 64
EPCAR - 2016/2017 ............................................................................................. 68
EPCAR - 2017/2018 ............................................................................................. 72
EPCAR - 2018/2019 ............................................................................................. 76
EPCAR - 2019/2020 ............................................................................................ 80

INGLÊS

EPCAR - 2013/2014 ............................................................................................. 84


EPCAR - 2014/2015 ............................................................................................. 86
EPCAR - 2015/2016 ............................................................................................. 88
EPCAR - 2016/2017 ............................................................................................. 90
EPCAR - 2017/2018 ............................................................................................. 93
EPCAR - 2018/2019 ............................................................................................. 95
EPCAR - 2019/2020 ............................................................................................ 98
MATEMÁTICA EPCAR

2
MATEMÁTICA • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • EPCAR

MATEMÁTICA a) domingo.
b) segunda-feira.
EPCAR 2010/ 2011 c) terça-feira.
d) quarta-feira.
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
m QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere os números positivos q, m e n, tais que =
m n+q Lucas e Mateus ganharam de presente de aniversário as
2 e n-q = 3. Ordenando-os, tem-se a sequência correta em: quantias x e y reais, respectivamente, e aplicaram, a juros
simples, todo o dinheiro que ganharam, da seguinte forma:
a) m > n > q
b) m > q > n 1) Mateus aplicou a quantia y durante um tempo que foi
c) n > m > q metade do que esteve aplicado a quantia x de Lucas.
d) q > n > m 2) Mateus aplicou seu dinheiro a uma taxa igual ao triplo
da taxa da quantia aplicada por Lucas.
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 3) No resgate de cada quantia aplicada, Lucas e Mateus
receberam o mesmo valor de juros.
Se juntos os dois ganharam de presente 516 reais, então
Se , então x está com- x – y é igual a:
preendido entre:
a) R$ 103,20
a) –1 e –0,9 b) R$106,40
b) –0,9 e –0,8 c) R$108,30
c) –0,8 e –0,7 d) R$109,60
d) –0,7 e 0,6
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Considere três números naturais a, b e c, nessa ordem.
Um agricultor fará uma plantação de feijão em cantei- A soma desses números é 888, a diferença entre o primeiro
ro retilíneo. Para isso, começou a marcar os locais onde e o segundo é igual ao terceiro. O terceiro deles excede o
plantaria as sementes. A figura abaixo indica os pontos já segundo em 198.
marcados pelo agricultor e as distâncias, em cm, entre eles. O valor da diferença entre o primeiro e o terceiro é tal
que excede 90 em:

a) 23
Esse agricultor, depois, marcou outros pontos entre os b) 33
já existentes, de modo que a distância d entre todos eles c) 43
fosse a mesma e a maior possível. d) 53
Se x representa o número de vezes que a distância d foi
obtida pelo agricultor, então x é um número divisível por QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Se somarmos sete números inteiros pares positivos e
a) 4 consecutivos, obteremos 770.
b) 5 O número de divisores naturais do maior dos sete nú-
c) 6 meros citados é:
d) 7
a) 6
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) 8
Para a reforma do Ginásio de Esportes da EPCAR foram c) 10
contratados 24 operários. Eles iniciaram a reforma no dia d) 12
19 de abril de 2010 (2a feira) e executaram 40% do trabalho
em 10 dias, trabalhando 7 horas por dia. No final do 10o dia, QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
4 operários foram dispensados. Analise a alternativa abaixo, considerando todas as
No dia seguinte, os operários restantes retomaram o equações na incógnita x, e, a seguir, marque a correta.
trabalho, trabalhando 6 horas por dia e concluíram a re-
forma. Sabendo-se que o trabalho foi executado nos dois a) Na equação x² − mx + n = 0 (m, n ∈ lR), sabe-se que a
momentos sem folga em nenhum dia, o dia da semana cor- e b são raízes reais. Logo, o valor de (a + b) − (a . b) é, neces-
respondente ao último dia do término de todo o trabalho é:

3
MATEMÁTICA EPCAR

sariamente, (n −m) QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


b) Para que a soma das raízes da equação 2x² − 3x + p = 0 Em um certo período, o valor total da cesta básica de
(p ∈ lR) seja igual ao produto dessas raízes, p deve ser alimentos subiu 82% e o salário mínimo, nesse mesmo perí-
3
igual a odo, aumentou 30%. Para que recupere o poder de compra
2 da cesta básica de alimentos, o salário mínimo deverá ser
c) Se a equação 3x² − 3x + m = 0 (m ∈ lR ) NÃO possui raízes
3 aumentado em y%. O valor de y, então, é tal que 20 está
reais, então o valor de m pode ser igual a - para y assim como 8 está para:
4
d) Uma das raízes da equação x² + Sx − P = 0 (S, P ∈ lR ) é
o número 1, logo (S − P) é igual a −1 a) 12
b) 16
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) 24
d) 32
Se a ∈ l R *+  é raiz da equação na incógnita y,
, então: QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
“Demanda Crescente
a) 0 < a < 1 O consumo de energia elétrica no Brasil nunca foi tão alto.
3 Na quinta-feira passada, atingiu seu recorde histórico.
b) 1 < a <
3 2 O valor é muito superior ao registrado em anos anteriores”
c) < a < 2
2 5 (revista Veja – 10/02/10 – p. 71)
d) 2 < a < b) 1 < a <
2 O gráfico abaixo indica o pico de consumo de energia
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • (em megawatts) na primeira quinta-feira de fevereiro dos
No tempo t = 0, o tanque de um automóvel está com α anos de 2002 a 2010.
litros de combustível. O volume de combustível no tanque,
em litros, após o carro entrar em movimento, é descrito por
uma função do 2o grau em função do tempo t, em minutos.
O carro entra em movimento. Após 10 minutos do início
do movimento, o tanque está com 36 litros de combustível e
após 3 horas e 10 minutos do início do movimento, o volume
de combustível no tanque se esgota.
Sabe-se que o gráfico dessa função toca o eixo Ox num
único ponto de coordenadas (190, 0) Dessa forma, o número
α está compreendido entre:

a) 40 e 42
b) 42 e 44
c) 44 e 46
d) 46 e 48

QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Certo dia, Isabela e Ana Beatriz saíram para vender
pastéis na praia. Elas tinham juntas 460 pastéis. No final
3
do dia, verificou-se que Isabela conseguiu vender dos
5 5
pastéis que levara e Ana Beatriz dos pastéis que levara.
Ao final do dia, o número de8pastéis que restou para Analisando-se o gráfico acima e supondo-se que em
Ana Beatriz era a metade do número de pastéis que restou 2011, na primeira quinta-feira do mês de fevereiro, haverá
para Isabela. um crescimento do pico de consumo de energia, propor-
Se Ana Beatriz, levou x pastéis para vender, então, a cional ao crescimento ocorrido na primeira quinta-feira do
soma dos algarismos de x é: mês de fevereiro do ano de 2009 ao ano de 2010, é correto
afirmar que x é um número compreendido entre:
a) 6
b) 7 a) 76000 e 77000
c) 8 b) 77000 e 78000
d) 9 c) 78000 e 79000
d) 79000 e 80000

4
MATEMÁTICA EPCAR

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 18 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere o octógono regular ABCDEFG inscrito numa Numa turma de um cursinho, 40% dos alunos são me-
circunferência λ de raio R. nores de idade. Com o objetivo de que somente metade
Se esse mesmo octógono circunscreve uma circunferên- dessa turma fosse composta por alunos maiores de idade,
cia α de raio r, então a razão entre os quadrados dos com- x% dos alunos maiores de idade foram remanejados para
primentos das circunferências λ e α é, nessa ordem, igual a: outra turma.
Sabendo-se que não houve mais mudança nessa turma,
a) (2 +√2) é correto afirmar que x é igual a:
b) 2(2 + √2)
c) 2(2 − √2) a) 20
d) 2 − √2 b) 30
c) 33,1
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) 33,3
Sabe-se que x, y e z são números naturais distintos e x > y.
Considere A = x . y e B = (x . y . z)² e que o mdc (A, B) e o QUESTÃO 19 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
mmc (A, B) são, respectivamente, 21 e 1764 A figura abaixo representa o logotipo que será estam-
Se W = x² + y² + z² , então o conjunto formado pelos pado em 450 camisetas de uma Olimpíada de Matemática
divisores naturais de W possui: realizada entre os alunos do “Colégio Alfa”.
Essa figura é formada por um círculo de centro O inscrito
a) 4 elementos. num triângulo isósceles cuja base BC mede 24 cm e altura
b) 6 elementos. relativa a esse lado mede 16 cm.
c) 9 elementos. O círculo será pintado com tinta cinza e sabe-se que é
d) 12 elementos. necessário, exatamente, 1 pote de tinta cinza para pintar
5400 cm².
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
5
Um comerciante vendeu 50% dos de seu estoque de
3
pares de meia com lucro de 30% sobre o custo. Como pre-
tendia renovar o estoque, reduziu o preço de venda e acabou
tendo um prejuízo de 10% sobre o custo com a venda dos
pares que restavam em sua loja. É correto afirmar que, ao
final do estoque, esse comerciante teve, sobre o custo, um:

a) lucro de 2%
b) lucro de 20%
c) prejuízo de 2%
d) prejuízo de 20%

QUESTÃO 17 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Adote π =3
A “Avenida Euclidiana”, retilínea, tem 190 m de compri-
mento e 0,5 dam de largura em toda a sua extensão. Para Com base nesses dados, é correto afirmar que o núme-
asfaltála, são necessários 380 kg de asfalto. ro de potes necessários para pintar o círculo em todas as
Pretende-se asfaltar a “Avenida Pitagórica”, também camisetas é igual a:
retilínea, cuja largura é 100 cm maior que a largura da
“Avenida Euclidiana”, onde será necessário utilizar 930kg a) 9
do mesmo asfalto (mesma espessura). b) 10
Se o comprimento da “Avenida Pitagórica” é x dm, então, c) 11
a soma dos algarismos de x é igual a: d) 12

a) 22 QUESTÃO 20 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) 23 Para as eleições para a Presidência da República do
c) 24 Brasil foi feita uma pesquisa com 2400 pessoas sobre suas
d) 25 preferências em relação aos candidatos A, B e C.
Sabe-se que cada pessoa optou por um único candidato,
ou votou em branco, ou votou nulo, e que o diagrama abaixo

5
MATEMÁTICA EPCAR

indica os resultados da pesquisa. QUESTÃO 23 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


O quarteto de alunos da corrida de revezamento do
CPCAR tem como “escudo” o desenho esquematizado na
construção com régua e compasso abaixo.

Sabe-se que a abertura do compasso no esquema é de


5 cm, o centro da circunferência é O, o ângulo CÂR mede
60° e os ângulos CÔP, CÔR, PÔA e RÔA são congruentes.
Sabe-se que a diferença entre o número de pessoas
Sendo E = x + PO + OR + RA + OA + OC + y + z , o valor de
que votou nulo e o número de pessoas que votou em B é y.
E, em cm, é dado por:
Então, y representa a/o:

a) quarta parte do total de entrevistados.


b) metade do total de entrevistados.
c) terça parte do total de entrevistados.
d) dobro do número de pessoas que votou em C.

QUESTÃO 21 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sabendo que y = (2010)² . 2000 − 2000 . (1990)² , o valor
y
de 107 é igual a

a) 8 QUESTÃO 24 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) 16 Em relação à figura abaixo, tem-se CÂD = 30° , AC = 2
c) 20 cm e BC = 4 cm
d) 32

QUESTÃO 22 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Simplificando-se a expressão ,

onde x ≠ 0, x ≠ 1 e x ≠ –1, obtém-se: Se AC ⊥ CB e AD ⊥ DB, então, BD , em cm, é igual a:

a) –x–94
b) x94
c) x–94
d) –x94

6
MATEMÁTICA EPCAR

EPCAR 2011 / 2012


QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mateus ganhou 100 g de “bala de goma”. Ele come a mesma
quantidade de balas a cada segundo. Ao final de 40 minutos
ele terminou de comer todas as balas que ganhou.
Lucas ganhou 60 g de “bala delícia”, e come a mesma
quantidade de balas a cada segundo. Ao final de 1 hora,
ele terminou de comer todas as balas. Considere que eles
c)
começaram a comer ao mesmo tempo.
Com base nessa situação, é FALSO afirmar que:

a) ao final de 26 minutos e 40 segundos Lucas e Mateus


estavam com g de ba las cada um.
b) em 30 minutos Mateus comeu 75 g de balas.
c) quando Mateus terminou de comer as balas Lucas ainda
tinha 25 g de balas.
d) ao final de 30 minutos Lucas ainda tinha 30 g de balas. d) Cincunferência de centro O inscrita num
quadrado. Dois setores circulares de raio r.
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere a área S da parte sombreada no triângulo QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
retângulo isósceles OO1O2 Sobre a equação , na variável x, é correto
afirmar que:

a) admite solução única se k2 ≠ 1 e k ∈ lR*


b) NÃO admite solução se k = 1
c) admite mais de uma solução se k = –1
d) admite infinitas soluções se k = 0

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere os algarismos zero e 4 e os números formados
apenas com os mesmos. O número x representa o menor
múltiplo positivo de 15, dentre os descritos acima.
Das figuras abaixo, a única em que a área sombreada Se possui um número α de divisores positivos, então
NÃO é igual a S, é: α é igual a:

a) 4
b) 6
c) 8
d) 10

QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A quantidade de suco existente na cantina de uma escola
é suficiente para atender o consumo de 30 crianças durante
a)
30 dias. Sabe-se que cada criança consome, por dia, a mesma
quantidade de suco que qualquer outra criança desta escola.
Passados 18 dias, 6 crianças tiveram que se ausentar
desta escola por motivo de saúde.
É correto afirmar que, se não houver mais ausências nem
retornos, a quantidade de suco restante atenderá o grupo rema-
nescente por um período de tempo que somado aos 18 dias já
passados, ultrapassa os 30 dias inicialmente previstos em:
b)
a) 10%

7
MATEMÁTICA EPCAR

b) 20%
c) 5%
d) 15%

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere os números reais

3º) Em seguida, dobrou a folha movendo os pontos C e D


para F e G, respectivamente.

É FALSO afirmar que:

4º) Marcou os pontos N, O, P, Q, R na figura resultante.

QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

O conjunto solução da equação está


contido em:
Segundo esses procedimentos, pode-se afirmar que a
a) {x ∈ lR | 10 < x < 18} medida do segmento , em centímetros, é igual a:
b) {x ∈ lR | 17 < x < 25}
c) {x ∈ lR | 24 < x < 32} a) 6
d) {x ∈ lR | 31 < x < 39} b) 6 √2
c) 9
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) 9 √2
Brincando de dobraduras, Renan usou uma folha retan- QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
gular de dimensões 30 cm por 21 cm e dobrou conforme o
procedimento abaixo descrito. Um líquido L1 de densidade 800 g/l será misturado a um
líquido L2 de densidade 900 g/l
1º) Tracejou na metade da folha e marcou o ponto M Tal mistura será homogênea e terá a proporção de 3
partes de L1 para cada 5 partes de L2
A densidade da mistura final, em g/l, será:

a) 861,5
b) 862
c) 862,5
d) 863

QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Em um prédio de 90 andares, numerados de 1 a 90, sem
2º) Dobrou a folha movendo os pontos A e B para o ponto E contar o térreo, existem 4 elevadores que são programados
para atender apenas determinados andares.

Assim, o elevador

8
MATEMÁTICA EPCAR

O para nos andares múltiplos de 11 QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


S para nos andares múltiplos de 7 Uma pessoa foi realizar um curso de aperfeiçoamento.
C para nos andares múltiplos de 5 O curso foi ministrado em x dias nos períodos da manhã
T para em todos os andares. e da tarde desses dias. Durante o curso foram aplicadas 9
Todos estes elevadores partem do andar térreo e fun- avaliações que ocorreram em dias distintos, cada uma no
cionam perfeitamente de acordo com sua programação. período da tarde ou no período da manhã, nunca havendo
Analise as afirmativas abaixo, classificando cada uma mais de uma avaliação no mesmo dia.
em V (verdadeira) ou F (falsa).: Houve 7 manhãs e 4 tardes sem avaliação.
O número x é divisor natural de:
( ) No último andar para apenas 1 elevador.
( ) Não há neste prédio um andar em que parem todos a) 45 c) 20
os elevadores, com exceção do próprio térreo. b) 36 d) 18
( ) Existem, neste prédio, 4 andares em que param 3
elevadores com exceção do próprio térreo. QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Tem-se a sequência correta em:
Os círculos abaixo têm centros fixos em C1, C2, C3 e se tan-
genciam conforme a figura. Eles giram conforme a direção
a) F – V – V c) V – F – V
das setas, e não derrapam nos pontos de contato.
b) F – V – F d) F – F – V
Num certo momento, os pontos A e B das circunferências
de centros C1 e C2 se encontram no ponto de tangência. A
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
partir desse momento até A e B se encontrarem novamente,
Na festa junina do Bairro Jardim foi montada uma barraca o número de voltas dadas pelo círculo de centro em C3 é:
que vende pastéis e suco. Sabe-se que cada pastel teve um
custo de R$ 0,50 e o suco já preparado para o consumo foi
comprado em garrafas de 600 ml por R$ 1,20 cada.
O proprietário resolveu vender o suco em copos de 250
ml ao preço de 2 reais cada copo e um pastel era oferecido
em cortesia para cada copo de suco consumido.
Ao afinal da festa, foram consumidas nessa barraca todas
as 100 garrafas de suco que o proprietário havia adquirido
e todos os clientes aceitaram a cortesia e não sobrou ne-
nhum pastel.
É correto afirmar que, se não houve outras despesas, e o
proprietário dessa barraca teve um lucro x relativo somente
à venda dos sucos com suas cortesias, então a soma dos
algarismos de x é igual a:

a) 3 a) 11
b) 6
c) 9 b) 11
d) 13
c) 11
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
d) 12
Sr. Luiz pretende dividir a quantia x reais entre seus ne-
tos. Observou que se der 50 reais para cada um lhe faltarão
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
50 reais e se der 40 reais para cada um, lhe sobrarão 40 reais.
Com base nisso, é correto afirmar que: Sr José tinha uma quantia x em dinheiro e aplicou tudo
a juros simples de 5% ao ano.
a) Sr. Luiz possui menos de 500 reais para dividir entre Terminado o primeiro ano, reuniu o capital aplicado e os
seus netos. juros e gastou na compra de material para construção
b) Sr. Luiz tem mais de 10 netos. de sua casa.
c) se um dos netos do Sr. Luiz não quiser o dinheiro, os O restante do dinheiro ele investiu em duas aplicações:
demais receberão menos de 45 reais cada um. colocou a juros simples de 6% ao ano e o que sobrou
d) é possível que o Sr. Luiz divida a quantia x em partes a juros simples de 5% ao ano, recebendo assim, 700 reais
iguais entre todos os seus netos, de forma que não lhe sobre de juros relativos a esse segundo ano.
nenhum centavo. Pode-se afirmar, então, que a quantia x que o Sr. José

9
MATEMÁTICA EPCAR

tinha é um número cuja soma dos algarismos é: (Fonte: Revista Veja de 05/01/2011, pág. 78)
O gráfico abaixo representa o volume de tributos (em
a) 10 c) 12 percentual) cobrados pelo governo de 2002 a 2010.
b) 11 d) 13

QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Um reservatório d’água na forma de um paralelepípedo
reto de base quadrada e cuja altura é metade do lado da
base, está com 80% de sua capacidade máxima ocupada.
Se fosse preciso acabar de encher este reservatório
seriam necessários 500 baldes iguais cheios d’água com
capacidade de 12800 ml cada.
Com base nesses dados, é correto afirmar que a altura
da água que há neste reservatório:

a) é exatamente 15 dm
b) é exatamente 1600 mm
c) NÃO passa de 145 cm
d) está a 0,5 m de atingir seu máximo. Com base nas informações do gráfico, marque a alternativa
FALSA.
QUESTÃO 17 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma coruja está pousada em R, ponto mais alto de um a) O crescimento do volume de tributos do ano de 2002 ao
poste, a uma altura h do ponto P, no chão. ano de 2004 foi maior que o do ano de 2006 ao ano de 2008
Ela é vista por um rato no ponto A, no solo, sob um b) Se o volume de tributos do ano de 2010 é x% maior que
ângulo de 30°, conforme mostra figura abaixo. o volume de tributos do ano de 2002, então x > 12
c) O volume de tributos do ano de 2004 é maior que 0,9
do volume de tributos do ano de 2010
d) Supondo que do ano de 2008 ao ano de 2011 o aumento
anual do volume de tributos seja constante e que o volume
de tributos do ano de 2011 seja p, então p > 38%

QUESTÃO 19 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A figura abaixo representa um octógono regular tal que
= 6 cm

O rato se desloca em linha reta até o ponto B, de onde


vê a coruja, agora sob um ângulo de 45° com o chão e a uma
distância de medida 6 √2 metros.
Com base nessas informações, estando os pontos A, B e
P alinhados e desprezando-se a espessura do poste, pode-se
afirmar então que a medida do deslocamento do rato,
em metros, é um número entre:

a) 3 e 4
b) 4 e 5
c) 5 e 6 A área desse polígono, em cm², é igual a
d) 6 e 7
a) 56( √2 −1)
QUESTÃO 18 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) 64( √2 −1)
De 2002 a 2010 “a carga tributária saltou de 32,7% para c) 72( √2 −1)
37% (...) O brasileiro médio tem de trabalhar 148 dias por d) 80( √2 −1)
ano para pagar seus impostos.”

10
MATEMÁTICA EPCAR

QUESTÃO 20 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • EPCAR 2012 / 2013


Considere a parábola que representa a igualdade y =
ax2 + bx + c , de eixo de simetria , e o quadrado ABCD QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
indicados na figura abaixo.

O oposto do número real


está compreendido entre:

a) –0,061 e –0,06
b) –0,062 e –0,061
c) –0,063 e –0,062
d) –0,064 e –0,063

Sabendo-se que os pontos A e B pertencem à parábola QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


e ao eixo e sendo V o ponto onde a parábola tangencia A equação , em que x é a incógnita e a ∈
o segmento , o valor de � = b2 − 4ac é: lR tal que a < −3 , possui conjunto solução S, S ⊂ lR. Sobre
S tem-se as seguintes proposições:
a) 4 c) 16
b) 8 d) 20 I) Possui exatamente dois elementos.
II) Não possui elemento menor que 2
III) Possui elemento maior que 3

Sobre as proposições acima, são verdadeiras

a) apenas I e II.
b) apenas I e III.
c) apenas II e III.
d) I, II e III.

QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
“NASCIDOS PARA VOAR: 60 ANOS DE FUMAÇA JÁ”
Fonte: Jornal EPCARIANO – Ano 1, no 01 – p. 4

Em maio de 2012, o esquadrão EDA (Esquadrilha da


Fumaça) comemorou 60 anos de apresentações. Para home-
nagear esse esquadrão foi realizado na EPCAR um concurso
em que os alunos teriam que criar um desenho.
Uma das regras desse concurso foi: elaborar um desenho
usando conhecimentos de matemática.
O aluno vencedor apresentou o desenho em circunfe-
rências conforme esquema abaixo.

Com base nas informações do desenho, julgue verdadei-


ra ou falsa cada afirmativa.

(02) A menor soma das medidas dos comprimentos dos


arcos é igual a 6π

11
MATEMÁTICA EPCAR

(04) A razão entre e , nessa ordem, é c)

(08) e são congruentes


d)
(16)
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(32)
Considere as expressões abaixo e simplifique-as.

A soma das alternativas verdadeiras é igual a:

a) 20
b) 22
c) 36
d) 44

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma professora de Matemática do 5o ano do Ensino
Fundamental, para dar início a um conteúdo novo, levou Marque a alternativa verdadeira.
para a sala de aula p bolinhas em uma única caixa.
Ela chamou os alunos α, β, γ à frente da turma e pediu a a) É possível determinar o valor de
cada aluno que, um de cada vez, fizesse retiradas sucessivas b) √C é um número irracional.
de um mesmo número de bolinhas, conforme descrito no
quadro abaixo: c) [-(A-C)]-0,5 =

QUANTIDADE SOBRA DE d) (A+C)


QUANTIDADE
ALUNO DE BOLINHAS BOLINHA NA
DE RETIRADAS
RETIRADAS POR VEZ CAIXA
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
α x 2 0
β y 3 1 Maria Fernanda utiliza um balde com capacidade igual a
γ z 5 2 0,028 hl para aguar as 16 roseiras de seu jardim. Ela enche
o balde, inicialmente vazio, e vai, de roseira em roseira,
Sabe-se que: sem desperdício de água, jogando exatamente 800 cm³
em cada uma.
I - 40 < p < 80
Toda vez que o líquido não é suficiente para continuar,
II - Cada aluno, logo após a contagem das bolinhas por ele
Maria Fernanda retorna e completa a capacidade do balde.
retiradas, devolveu todas as bolinhas para a caixa.
Ela faz isso até que tenha aguado todas as roseiras.
III - Não houve erro na contagem por parte dos alunos.
É correto afirmar que, para Maria Fernanda aguar todas
Com base nessas informações, é FALSO que: as roseiras,
a) x + y + z > p a) o volume de água que sobra no balde é maior que
b) x e y são primos entre si. do total de sua capacidade.
c) y < p b) o total de água gasto não chega a 15l
d) x – z é um número ímpar. c) é necessário encher o balde somente 5 vezes.
d) o volume de água que sobra no balde é menor que 10%
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • do total de água gasto.
Hoje, dia 29 de julho de 2012, José tem o dobro da idade
que Luiz tinha quando José tinha a idade que Luiz tem. QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Quando Luiz tiver a idade que José tem, a soma das Para encher um reservatório com água, pode-se usar
idades deles será 90 anos. duas torneiras. A primeira torneira enche esse reservatório
Em 29 de julho de 2017, a razão entre as idades de José em 36 minutos. A segunda enche o mesmo reservatório em
e Luiz, nessa ordem, será: 24 minutos.
Certo dia, em que esse reservatório estava vazio, a pri-
meira torneira é aberta durante um período de k minutos.
a) Ao fim de k minutos, a primeira torneira é fechada e abre-se,
imediatamente, a segunda, que fica aberta por um período
b) de (k + 3) minutos.

12
MATEMÁTICA EPCAR

( ) O aumento do número de instituições de ensino su-


Se o volume de água atingido corresponde a da ca- perior privadas entre os anos 2000 e 2010 foi x%. O número
pacidade do reservatório, então o tempo total gasto foi: x está compreendido entre 106 e 110
( ) No período de 2000 a 2010 o crescimento no número
a) 31% de hora de instituições de ensino superior públicas representa mais
b) 30% de hora que a décima parte do crescimento no número de instituições
c) 28% de hora de ensino superior privadas.
d) 27% de hora ( ) No ano de 2010, o número de alunos ingressantes no
ensino superior privado representa mais de 360% do número
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • de alunos ingressantes no superior público.
Analise as proposições abaixo. ( ) A – B representa mais de 65% de A
A sequência correta é:
I) Uma jarra cheia de leite pesa 235 dag; com de leite a
a) V – V – F – F
jarra pesa 19,5 hg. O peso da jarra com de leite é y gramas. b) V – F – V – F
A soma dos algarismos de y é igual a 13. c) F – V – V – V
d) F – F – F – V
II) Com de da metade de 1 lata que comporta 20 l de
tinta, um pintor consegue pintar uma área de 16 m². Para pintar QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
uma área 25% menor, são necessários, 0,003 m³ de tinta. Seja ABCD um paralelogramo cujos lados e me-
III) Um pedreiro prepara uma mistura com 1 kg de cimento dem, respectivamente, 5 e . Prolongando o lado
e 600 ml de água. Em seguida, ele aumenta em 50% a quan- até o ponto P, obtém-se o triângulo APD, cujo ângulo A D
tidade de cimento e mexe até ficar homogênea a mistura, é congruente ao ângulo A B, conforme a figura.
obtendo 1800 ml dessa mistura.
Se a densidade da água é 1 g/ml, então a densidade do
cimento é igual a 1,25 kg/l

Tem-se que:

a) apenas I é verdadeira.
b) apenas II é falsa.
c) apenas I e II são falsas.
d) I, II e III são verdadeiras. Então, a medida é:

QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • a) 0,2
“Ensino privatizado b) 2
– 78% dos alunos brasileiros estão matriculados em ins-
c)
tituições de ensino superior privadas.
– Nos Estados Unidos, o percentual é de 22%.”
FONTE: ISTOÉ – 4/abril/12 – Ano 36, no 2212 – p.55 d)

QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Analise as afirmativas seguintes e classifique-as em V
(verdadeiro) ou F (falsa).

( ) Se p é um número inteiro, ímpar e p > 2, então o


maior valor de x que satisfaz a inequação −p(x − p) ≥ 2(2 − x)
é sempre um número ímpar.
( ) Para todo m ∈ lR, o conjunto solução da equação 2mx
−m(x +1) = 0 é S = {1}
( ) Se a menor raiz da equação (I) x² + (m−1)x − 3m = 0 e
Sabendo-se que os gráficos acima se referem ao Brasil,
a menor raiz da equação (II) 2x² + 5x − 3 = 0 são iguais, então
analise as afirmativas abaixo e marque V (verdadeiro) ou
m é a outra raiz de (I)
F (falso).

13
MATEMÁTICA EPCAR

Tem-se a sequência correta em: desse para Pitágoras 100 reais, Tales passaria a ter da
quantia de Pitágoras.
a) F – F – V
b) V – V – F Dessa forma, é correto afirmar que:
c) V – F – V
d) F – V – F a) a quantia que os dois possuem hoje, juntos, é menor
que 600 reais.
QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) Pitágoras possui hoje, do que Tales possui.
Uma empresa foi contratada para executar serviço de
pintura no alojamento dos alunos do 1º ano CPCAR. O prazo c) Tales possui hoje, mais que 220 reais.
estabelecido no contrato para a conclusão do serviço foi d) a diferença entre os valores que eles possuem hoje é
de 10 dias. O serviço começou a ser executado por uma menor que 100 reais.
equipe de 6 funcionários da empresa, cada um trabalhando
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
6 horas por dia.
Lucas e Mateus são apaixonados por futebol. Eles pra-
Ao final do 8º dia de serviço somente do serviço de ticam futebol no quintal de casa, que é totalmente plano e
pintura havia sido executado. possui uma rede de 3 m de altura.
Para terminar o serviço dentro do prazo, a equipe de
serviço recebeu mais 2 funcionários e todos passaram a
trabalhar 9 horas por dia. Com isso a produtividade da
equipe duplicou.
A nova equipe, para concluir o trabalho, gastou mais de
1 dia, porém menos de 2 dias.
Se h representa o número de horas que cada funcionário
da nova equipe trabalhou no 10º dia de trabalho, então h é
um número compreendido entre:

a) 0 e 2
b) 2 e 4
c) 4 e 6
d) 6 e 8
Numa brincadeira, Mateus posiciona a bola a 4 m da
rede e Lucas varia sua posição em lado oposto à rede,
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
aproximando-se ou afastando-se dela, conservando uma
Gabriel aplicou R$ 6.500,00 a juros simples em dois mesma linha reta com a bola, perpendicular à rede.
bancos. Mateus lança a bola para Lucas, com um único toque na
No banco A, ele aplicou uma parte a 3% ao mês durante bola, até que ela atinja o chão, sem tocar a rede.
de um ano; no banco B, aplicou o restante a 3,5% ao mês, Considere um plano cartesiano em que:
durante de um ano.
O total de juros que recebeu nas duas aplicações foi de • cada lançamento realizado por Mateus é descrito por
R$ 2.002,50 uma trajetória parabólica;
Com base nessas informações, é correto afirmar que:
• Lucas e o ponto de partida da bola estão no eixo e
• a posição da bola é um ponto (x , y) desse plano, onde
a) é possível comprar um televisor de R$ 3.100,00 com a
y = f (x) é a altura atingida pela bola, em metros, em relação
quantia aplicada no banco A
ao chão.
b) o juro recebido com a aplicação no banco A foi menor
que R$ 850,00
Assinale, dentre as alternativas abaixo, aquela que tem a
c) é possível comprar uma moto de R$ 4.600,00 com a
lei de uma função f que satisfaz às condições estabelecidas
quantia recebida pela aplicação no banco B
na brincadeira de Lucas e Mateus.
d) o juro recebido com a aplicação no banco B foi maior
que R$ 1.110,00
a)
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Pitágoras e Tales possuem hoje, cada um, certa quantia
b)
em reais. Se Pitágoras desse para Tales 50 reais, eles ficariam
com a mesma quantia em reais, cada um. Porém se Tales

14
MATEMÁTICA EPCAR

gulos, y triângulos isósceles, z triângulos equiláteros e w


c) triângulos escalenos.
A soma x + y + z + w é igual a:
d) f(x) = −0,1x² + 0,2x + 4,8
a) 7
QUESTÃO 17 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) 6
Na figura abaixo, ABCDE é um pentágono regular de lado c) 5
a e são arcos de circunferência cujo d) 4
raio mede a:
QUESTÃO 20 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma fábrica vende por mês 30 camisas ao preço de 25
reais cada. O custo total de cada camisa para a fábrica é de
R$ 10,00. O gerente da fábrica observou que, a cada redução
de R$ 0,50 no preço unitário de cada camisa, são vendidas
5 camisas a mais.
Considerando essas observações, se a fábrica vender 150
camisas, o lucro obtido na venda de cada camisa é de y%.
O número de divisores de y é:

a) 6
Assim, a área hachurada nessa figura, em função de a, b) 8
é igual a: c) 10
d) 12

a)

b)

c)

d)

QUESTÃO 18 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma mãe dividiu a quantia de R$ 2.100,00 entre seus
três filhos de 3, 5 e 6 anos. A divisão foi feita em partes
inversamente proporcionais às idades de cada um.
Dessa forma, é verdade que:

a) o filho mais novo recebeu 100 reais a mais que a soma


dos valores recebidos pelos outros dois filhos.
b) o filho mais velho recebeu 20% a menos que o filho
do meio.
c) a quantia que o filho do meio recebeu é 40% do que
recebeu o mais novo.
d) se a divisão fosse feita em partes iguais, o filho mais
velho teria sua parte acrescida de 40% em relação ao que
realmente recebeu.

QUESTÃO 19 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Samuel possui 12 palitos iguais e resolveu formar um
único triângulo por vez, usando os 12 palitos sem parti-los.
Ele verificou que é possível formar x triângulos retân-

15
MATEMÁTICA EPCAR

EPCAR 2013 / 2014 A distância d entre os botes, em metros, é igual a:


Dado: sen 120° = cos 30°
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) 10 √15 c) 10(√3 + √2 )
Há dois anos Letícia tinha da idade que seu pai tem b) 15 (√6 + √2) d) 15(√6 − √2 )
hoje. Daqui a um ano Letícia terá da idade atual de sua
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
mãe. Hoje a soma das idades dos três é igual ao menor Leila foi avisada em dezembro de 2012, que a mensa-
número natural de três algarismos distintos divisível por 3. lidade escolar de seus filhos para o ano de 2013 teria um
Os irmãos gêmeos de Letícia têm hoje a metade da idade aumento de 80%.
que Letícia terá daqui a oito anos. Atualmente, a soma das Ela não concordou com o aumento e procurou o PROCON
idades dos três irmãos é: que, após analisar o caso, determinou que a escola reduzisse
este último valor em 30%.
a) 24 c) 28 A escola acatou a decisão do PROCON. Além disso, como
b) 26 d) 30 Leila tem 3 filhos matriculados, a escola decidiu lhe dar 10%
de desconto nas mensalidades de cada um de seus filhos.
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Dessa forma, o aumento da mensalidade escolar dos
Considere as expressões abaixo em que a ≠ b filhos da Leila do ano de 2012 para o ano de 2013 passou a
ser, em percentual, um número compreendido entre:

a) 10 e 13 c) 16 e 19
b) 13 e 16 d) 19 e 22

QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma confecção de roupas foi contratada para confec-
Assim, tem-se igual a:
cionar os agasalhos de todos os alunos do 1º ano CPCAR
para o ano de 2014.
a) O prazo que a confecção teve para a execução do traba-
lho foi de 4 dias. Para isso, o gerente da confecção utilizou
6 máquinas tipo α , cada uma trabalhando 6 horas por dia
b) e todas com a mesma produtividade.
Ao final do terceiro dia, o gerente da fábrica verificou
c) que somente 0, de dos agasalhos estavam prontos.
d) Sendo assim, substituiu, no início do quarto dia, as
máquinas do tipo α por 3 outras do tipo β , cada uma tra-
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • balhando 8 horas por dia, e cada uma delas com o triplo da
Dois botes estão no mar a uma distância d um do outro. produtividade de uma máquina tipo α .
Um observador, situado na praia, observava-os, calculando Se as 3 máquinas tipo β tivessem sido utilizadas desde
distâncias e ângulos em dois pontos de observação, como o início, o serviço teria sido realizado em:
no esboço abaixo.
a) 20 horas. c) 12 horas.
b) 16 horas. d) 10 horas.

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Três pessoas, X, Y e Z tinham a mesma quantia em reais.
X, de início, gastou 99 reais. Y deu uma parte de sua quantia
para Z, e o dobro dessa parte, para X.
Com essas novas quantias em reais, as três pessoas sa-
íram para as compras e X gastou o quadrado da diferença
entre 4 reais e o que Y havia dado para Z.
Y e Z gastaram, cada uma, a diferença entre o quadrado
do que Y havia dado a Z e 4 reais.
Após esses gastos, a soma das quantias de X e Z era igual
ao dobro da de Y.
É correto afirmar que X gastou no total, em reais,

16
MATEMÁTICA EPCAR

a) 90 c) 108 x é um número:
b) 99 d) 118
a) irracional positivo.
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) irracional negativo.
O número de alunos do CPCAR que se inscreveu para um c) racional negativo.
desafio de matemática na EPCAR, realizado anualmente, d) racional positivo.
foi, nos anos de 2009, 2010 e 2012, respectivamente igual
a 5, 6 e 20. Os professores da EPCAR perceberam que o nú- QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
mero de alunos que se inscreveu para esse desafio cresceu, Um ônibus percorre, na estrada, 9 km com 1 litro de
de maneira que a diferença entre o número de alunos dos combustível. O motorista desse ônibus realizou uma viagem
anos (x + 2) e x é diretamente proporcional ao número de de 551 km. Ao sair do local de origem da viagem, o ponteiro
alunos do ano (x +1) . marcador de combustível do ônibus indicava do tanque.
Se y é o número de alunos do CPCAR que se inscreveu nesse Após o motorista percorrer 225 km, o ponteiro marcador
desafio em 2011, então a soma dos divisores naturais de y é:
de combustível do ônibus indicou tanque. Com base
nessa situação, é correto afirmar que, ao chegar no destino
a) 28 c) 24
proposto, a quantidade de combustível restante no tanque
b) 26 d) 20
do ônibus estava entre:
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) 11 e 12 litros.
Considere o triângulo ABC , inscrito na circunferência b) 12 e 13 litros.
de centro O abaixo, em que os menores arcos AB, BC e AC c) 13 e 14 litros.
são congruentes. d) 14 e 15 litros.

QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma escola tem 10 salas de aula. Em todas elas cada
uma das quatro paredes mede 500 cm de comprimento e
0,3 dam de altura.
Deseja-se pintar as paredes dessas salas com tinta
branca e para isso foram comprados galões de 36 dl por R$
54,00 cada um.
O pintor calculou que, para pintar cada 12m² de parede,
Se a circunferência menor, inscrita ao triângulo ABC , gastará 3 l dessa tinta e um tempo de 24 minutos.
tem raio igual a 1cm , então o número que representa a Sabe-se que ele cobra R$ 20,00 por hora trabalhada.
área sombreada, em cm² , é igual ao número que representa Com base nessas informações, é correto afirmar que:

a) o comprimento do círculo menor, em cm. a) serão necessários mais de 41galões de 3,6 l para essa
b) a área do círculo maior, em cm². pintura.
c) o comprimento do círculo maior, em cm. b) para pintar todas as paredes serão gastos menos de R$
d) o dobro da área do triângulo ABC, em cm². 2.000,00 com tinta.
c) serão necessárias apenas 18 horas de trabalho para
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • pintar as 10 salas de aula.
Considere os números p, q e r abaixo: d) o pintor receberá, em reais, ao final da pintura, o valor
equivalente ao de 8 galões de tinta.

QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Fernando, um aluno aplicado em matemática, propôs
a seus colegas o desafio de descobrirem os coeficientes e
as raízes de três equações do 2º grau, todas na forma ax2
+ bx + c = 0 .
Ele afirmou que:

• Os coeficientes dos termos de maiores graus da 2ª e da


3ª equações são iguais ao menor número inteiro positivo.
Se x é o número obtido pelo produto entre p, q e r, então • O conjunto solução da 1ª equação é {−1,−2} e a 2ª equa-
ção possui duas raízes reais e iguais a 3;

17
MATEMÁTICA EPCAR

• O coeficiente do termo de maior grau da 1ª equação é a) 31 de março de 2013.


igual ao oposto do coeficiente de maior grau da 3ª equação; b) 30 de março de 2013.
• O coeficiente de x da 3ª equação é a metade do coefi- c) 29 de março de 2013.
ciente de x da 2ª equação. d) 28 de março de 2013.
• O produto das raízes da 3ª equação é igual a unidade.
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Com base nesses dados, marque a alternativa FALSA.
A tabela e os gráficos abaixo são referentes aos candi-
a) A soma dos coeficientes da 1ª equação é um número datos do Concurso CPCAR 2012.
que pode ser escrito como 2k, tal que k ∈ Z
b) A soma das raízes das três equações é igual ao oposto Distribuição por região do Brasil
do coeficiente de x da 2ª equação. Realizaram Aprovados no
c) A razão entre o termo independente de x da 3ª equação concurso concurso
e o termo independente de x da 1ª equação é um número Nº de Nº de
% %
do conjunto Q− candidatos candidatos
d) A diferença entre as raízes da 3ª equação é um número Norte 477 5,4 33 4,2
racional. Nordeste 710 8,0 59 7,2
Centro-oeste 554 6,3 39 4,8
QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sudeste 6605 74,8 659 80
Considere um quadrado ABCD de lado m. Seja P o ponto Sul 482 5,5 31 3,8
do lado AB tal que . A área do trapézio DCBP é
Total 8828 100 821 100
x% da área do quadrado ABCD .
O número x está compreendido entre: Procedência escolar dos aprovados
a) 60 e 62
b) 62 e 64
c) 64 e 66
d) 66 e 68

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Um parque está sendo construído na cidade de Barba-
cena. Através das alamedas 1 e 2 do parque, que são para-
lelas, serão construídos dois muros retilíneos, a partir dos
pontos E e R, passando pelos pontos P e A, e esses muros
Motivação dos aprovados pela carreira
se encontrarão no ponto C, conforme figura.

Sabe-se que:
• = 1km
• = 1,5 km
• São construídos 12 m de cada muro, por dia.
• O muro 1 será totalmente construído em 250 dias.
• As obras das construções dos muros 1 e 2 terminarão Analisando as informações acima, afirma-se sobre o
no mesmo dia. Concurso CPCAR 2012:
Se a obra do muro 1 iniciou dia 1º de agosto de 2013, e I. Os candidatos da região Sudeste, além do maior número
sabendo ainda que as obras dos dois muros foram realizadas na realização do concurso, também tiveram maior percentual
em dias consecutivos (ou seja, não houve dia de folga em entre os aprovados.
nenhuma das obras), então a obra do muro 2 teve início dia:

18
MATEMÁTICA EPCAR

II. Dentre os aprovados que vieram de Escola Pública EPCAR 2014 / 2015
Estadual, é possível não haver nenhum da Região Sudeste.
III. Dentre os aprovados que não foram motivados pelo QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
ensino oferecido, é possível que só haja candidatos vindos Juntamente com o Governador de um Estado, foram para
da Região Sudeste. uma reunião 4 Prefeitos. Cada Prefeito levou 4 Secretários e
Julgue cada afirmativa em (V) verdadeira ou (F) falsa cada Secretário levou 4 Vereadores. Sabendo-se que nessa
e marque a alternativa que contém a sequência correta. reunião não houve participação de mais nenhuma pessoa,
então, o número T, total de participantes, é múltiplo de:
a) V-V-V c) F-F-V
b) V-F-F d) V-F-V a) 7
b) 11
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) 17
Gustavo está brincando com seu skate de dedo numa d) 19
pista que foi projetada segundo uma modelagem matemá-
tica, descrita a seguir. QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma costureira foi contratada para confeccionar 160
camisas da turma do 1º ano CPCAR 2015.
Nos dois primeiros dias, ela confeccionou (x ∈*lN) do
total de camisas. Ela percebeu que se tivesse confeccionado
8 camisas a menos, nesses dois dias, o número de camisas
confeccionadas seriam do total.
Com base nessas informações, marque a alternativa
INCORRETA.

a) Se a costureira mantiver o ritmo de trabalho dos dois


dias, ela gastará menos de 7 dias para confeccionar todas as
camisas.
b) Após os dois dias de trabalho, ainda faltava confeccionar
• A pista está sobre o tampo de uma mesa apoiada no solo. mais de 100 camisas.
• O tampo da mesa e o eixo de simetria da curva, indicados c) Nos dois dias de trabalho, a costureira confeccionou
no desenho, coincidem com os eixos e , respectiva- uma quantidade de camisas que representa um número par.
mente, do sistema cartesiano ortogonal. d) A razão entre o número de camisas confeccionadas nos
• O ponto O é a origem do sistema cartesiano ortogonal. dois dias e o número de camisas que ainda faltou confeccio-
• A e B são pontos que pertencem a uma reta paralela nar, nessa ordem, é igual a
ao eixo
• C e D são pontos que pertencem a uma reta paralela à QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
reta AB e distante desta 288 mm .
Uma professora de Matemática pediu que seus alunos
• A curva da pista de B até C coincide com um arco de
resolvessem uma equação do segundo grau da forma x² +
parábola.
bx + c = 0 em que b e c ∈ lR
• A distância de C ao eixo de simetria da parábola é 40 mm.
• O ponto R, que é o mais baixo do arco de parábola, está Mariana copiou o coeficiente “c” errado, obtendo e
a 150 mm do ponto O . 4 como raízes. Maria Clara copiou errado o coeficiente “b”
• = 400 mm e encontrou as raízes 1 e
Durante a execução de uma manobra, o skate passa por Sobre a equação proposta pela professora, é correto
um ponto P , da parábola, que possui ordenada a 450 mm afirmar que:
do ponto R e que está a 30 mm do eixo de simetria.
Assim, pode-se afirmar que a distância do ponto A ao a) uma das raízes é menor que − 1
eixo de simetria é, em milímetros, um número compreen- b) possui duas raízes inteiras e distintas.
dido entre: c) uma das raízes é maior que 3
d) não possui raízes reais.
a) 400 e 430
b) 430 e 460
c) 460 e 490
d) 490 e 520

19
MATEMÁTICA EPCAR

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Sobre o conjunto solução dessa equação, pode-se afir-


Considere os dados abaixo para resolver essa questão. mar que:

a) possui um único elemento positivo.


b) não possui elemento.
c) possui dois elementos positivos.
d) possui dois elementos de sinais opostos.
O octógono regular tem lado medindo 1m (figura I)
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Numa corrida utiliza-se uma pista com 4 raias. Essa pista
é composta por semicircunferências e trechos retilíneos
como mostra a figura abaixo.

Na figura I, quatro vértices não consecutivos deslizam


sobre diagonais que passam pelo centro formando um novo
polígono regular, figura II, cuja área é, em m² , igual a:

a)

b) Sabe-se que o comprimento de cada trecho retilíneo da


pista e de cada semicircunferência da raia interna ( e
c) ) é 100 metros e que a largura de cada raia é de 1 metro.
Se cada atleta, A1, A2, A3 e A4, deve dar uma volta no
d) sentido anti-horário, correndo sobre as linhas em que estão
posicionados, com chegada na linha BQ, pode-se afirmar
então que, quando ainda na posição de largada, o atleta
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • A4 deverá estar à frente do atleta A1, aproximadamente:
Analise cada afirmativa abaixo e classifique-a em (V)
verdadeira ou (F) falsa. a) 6 metros.
( ) Se x, y e z são números reais distintos entre si, o valor b) 8 metros.
c) 10 metros.
de é zero. d) 12 metros.
( ) Se p∈lR*, q∈lR* e p ≠ q , então, ao simplificar QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
, obtém-se q Analise as afirmativas seguintes e classifique cada uma
em (V) verdadeira ou (F) falsa.

( ) Se x∈lR*+ , y∈lR*- , z∈lR* então <0


I. Se A = então A ∈ {( lR−Q ) ∩ ( lR−Z )}
A sequência correta é:

a) V-V-V II. O valor da expressão


b) V-F-V
c) F-F-V III. Sendo a∈lR*+, uma forma simplificada para a expressão
d) V-V-F
é a-4
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere p∈lR*+ e a equação =0 A sequência correta é:
na variável x.

20
MATEMÁTICA EPCAR

a) V-V-V c) V-F-V QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


b) V-V-F d) F-V-F Um escritório de engenharia foi contratado para dese-
nhar um projeto de construção de uma praça.
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Para a execução do projeto, deverão ser atendidas as
Bhaskara vende bolos na feira. Num certo dia, ele seguintes condições:
atendeu três fregueses somente. Euler, o primeiro freguês,
• a praça será em forma de um triângulo escaleno;
comprou, do total de bolos da banca, metade dos bolos
• as medidas dos lados da praça são números inteiros;
mais meio bolo.
• a medida do maior lado é o dobro da medida do menor lado;
Tales, o segundo freguês, também comprou do total de
• o perímetro da praça é 120 metros.
bolos, que havia na banca, metade dos bolos mais meio bolo.
Por fim, Cartesiano, o terceiro freguês, também comprou O número de projetos que poderão ser executados,
do total de bolos, que havia na banca, metade dos bolos atendendo às condições acima, é x.
mais meio bolo. O número x é:
Sabendo-se que, nesse dia, sobraram 10 bolos na banca
de Bhaskara, e que cada bolo foi vendido por R$6,00, então: a) múltiplo de 7
b) primo maior que 3
a) Bhaskara, com a venda dos bolos, recebeu mais de c) divisor de 27
500 reais. d) quadrado perfeito menor que 20
b) Tales gastou com os bolos a metade do que Cartesiano
gastou. QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) Após Euler comprar os bolos, sobraram na banca menos Considere a figura abaixo em que:
de 40 bolos.
d) A soma da quantidade de bolos comprados por Euler e • a circunferência de raio R e centro O e a circunferência
Cartesiano, juntos, é um número divisível por 5. de raio r e centro E são tangentes interiores;
• a circunferência de raio r é tangente aos segmentos
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • e ;
Numa fábrica de sucos há três reservatórios R1, R2 e R3. • r = 5cm e med (AÔB) = 60o

O reservatório R3 comporta da capacidade de R1 e R2


juntos.
Os reservatórios R1 e R2 estão cheios de uma mistura de
suco concentrado de uvas e de água.
A razão entre o volume de suco concentrado de uvas e
o volume de água no reservatório R1 é 8 para 1 e no reser-
vatório R2 é 10 para 1.
As misturas dos dois reservatórios R1 e R2 serão despe-
jadas no reservatório R3.
Com base nessas informações, analise as afirmativas
abaixo.
I. A razão do volume de suco concentrado de uvas para o
de água no reservatório R3 é
II. Se em R1 há 20 litros de água e em R2 há 22 litros de A área da região sombreada nessa figura é π cm² .
água, então a capacidade de R3 é menor que 600 litros.
Se a e b são primos entre si, então (a − b) é igual a:
III. Na mistura do reservatório R3 haverá menos de 11%
de água.
a) 23
São FALSAS: b) 22
c) 21
a) apenas I d) 20
b) apenas I e II
c) apenas I e III QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
d) I, II e III Uma das provas de uma gincana consiste numa corrida
realizada segundo o percurso descrito na figura abaixo.

21
MATEMÁTICA EPCAR

Com base nessas informações, marque a alternativa FALSA.

a) O valor do sítio é maior que R$180.000,00.


b) Com a quantia x pode-se comprar um carro cujo valor
é R$55.000,00 e ainda sobra dinheiro.
c) A quantia de x reais mais os R$60.000,00 de empréstimo
somam menos de R$130.000,00.
d) O valor do apartamento onde a pessoa reside corres-
ponde a do valor do sítio.
Um atleta parte do ponto A, perfazendo 8km em direção
ao ponto B que está sobre a circunferência de Centro O e
raio 6km , percorrendo-a uma vez. Chegando novamente QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
em B segue em direção ao ponto C, e, finalmente, vai em Fábio, um adolescente que gosta da disciplina de ma-
direção ao ponto A. temática, usou seus conhecimentos de geometria plana
Sabendo-se que é tangente à circunferência e con- e funções e projetou um brinquedo, conforme modelo
siderando π = 3,14 , pode-se afirmar que, o percurso dessa matemático descrito abaixo.
prova, em quilômetros, está compreendido entre: Nesse brinquedo, lançam-se bolinhas a partir do ponto
P, em direção ao ponto U. Quando a bolinha alcança o ponto
a) 56 e 57 U, ela cai para dentro de um cano.
b) 57 e 58
c) 58 e 59
d) 59 e 60

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Um professor de Matemática, querendo incentivar es-
tudo da geometria, propôs uma lista com uma quantidade
de problemas igual a 0, de de 210.
O professor combinou que, ao primeiro aluno que de-
volvesse a lista resolvida, seriam ofertados 4 chocolates por
problema acertado, mas seriam recolhidos 3 chocolates por
problema errado.
O primeiro aluno que entregou a lista de problemas re-
solvidos, após realizada a correção, ficou com 7 chocolates. • representa de circunferência cujo raio mede
Esse aluno errou y problemas. O número de divisores 30 cm;
naturais de y é: • representa uma semicircunferência de centro em
R e cujo raio mede 20 cm ;
a) 2 • a trajetória de T até V representa um arco de parábola
b) 4 cujo eixo de simetria é OW;
c) 6 • o solo e o eixo de simetria correspondem, respectiva-
d) 8 mente, aos eixos e do sistema cartesiano ortogonal;
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • = = = 10 cm;
Uma pessoa possui a quantia de x reais e pretende comprar • é paralelo ao solo;
um sítio. • = = 10 cm ;
O valor x corresponde a 30% do valor do sítio. Se essa • a distância de Z ao eixo de simetria é 5cm ; e
pessoa vender o apartamento em que atualmente reside e • considere π = 3 .
juntar ao valor x, ela conseguirá pagar o sítio e, ainda, lhe Com base em todas as informações acima, analise as
sobrarão R$15.000,00 . afirmativas, classificando-as em (V) verdadeira ou (F) falsa.
Até que seja efetuada a venda do apartamento que resi-
de, essa pessoa conseguiu com um amigo um empréstimo, ( ) Após um lançamento, quando a bolinha estiver no
em juros, de R$60.000,00. ponto Z, ela estará a mais de 37 cm do solo.
Assim, juntou os x reais com os R$60.000,00 e efetuou ( ) De Q até S, a bolinha percorre exatamente 20 cm .
parte do pagamento, ficando devendo do valor total do ( ) Após um lançamento, se a bolinha está sobre o arco
sítio. de parábola a 38,4cm do solo, então também estará a exa-
tamente 4cm do eixo de simetria.

22
MATEMÁTICA EPCAR

A sequência correta é: EPCAR 2015 / 2016


a) F-F-V QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) V-F-F O valor da soma
c) V-V-F
d) V-F-V
é um número:

a) natural menor que 10


b) natural maior que 10
c) racional não inteiro.
d) irracional.

QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Um casal que planejou uma viagem de férias para uma
ilha, onde há um hotel com acomodações A e B, pagou an-
tecipadamente x reais pelas diárias na acomodação A, que
cobrava R$ 110,00 por dia.
Ao chegar no hotel eles optaram pela acomodação B, que
cobrava R$ 100,00 pela diária, pois perceberam que, assim,
eles poderiam ficar mais 2 dias hospedados neste hotel.
Sabendo que, além dos x reais já pagos, eles ainda gas-
taram R$ 150,00 por dia com alimentação e que não houve
outras despesas, a quantia que esse casal gastou nesse hotel
é um número compreendido entre:

a) 5100 e 5400
b) 5400 e 5900
c) 5900 e 6300
d) 6300 e 6800

QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
As idades de dois irmãos hoje são números inteiros e
consecutivos.
Daqui a 4 anos, a diferença entre as idades deles será
da idade do mais velho.
A soma das idades desses irmãos, hoje, é um número:

a) primo.
b) que divide 100
c) múltiplo de 3
d) divisor de 5

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Analise as afirmativas abaixo.

I) Uma pessoa perdeu 30% de seu peso em um mês. No


mês seguinte, aumentou seu peso em 40%. Ao final desses
dois meses, o peso inicial dessa pessoa diminuiu 2%.
II) Quando num supermercado tem-se a promoção “pague
3 produtos e leve 4”, o desconto concedido é de 30%.
III) Há alguns meses, uma certa casa podia ser comprada
por 25% do seu valor atual. O aumento no valor da casa nesse
período foi de 75%.

23
MATEMÁTICA EPCAR

Entre as afirmativas acima, é (são) FALSA(S):


O valor de
a) apenas a II.
b) apenas I e III.
c) apenas II e III. a) racional inteiro.
d) I, II e III. b) decimal periódico.
c) decimal exato menor que 1
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) decimal exato maior que 1
Uma caixa de capacidade 6,4m³ deve ser abastecida QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
com água. Abaixo estão representados três recipientes que
podem ser utilizados para esse fim. Analise as afirmativas seguintes e classifique-as em V
(verdadeira) ou F (falsa).

( ) Considere dois números pares, consecutivos e não


nulos. O produto da soma dos inversos desses números pela
metade do maior entre eles é um quociente entre dois nú-
meros inteiros consecutivos.
( ) Para todo a∈lR e para todo b∈lR existe x∈lR tal que
3x − a = 5bx + 5b
( ) Se m é um número inteiro, ímpar e m < − 3 , então o
Considerando que não há perda no transporte da água,
menor valor para x, no conjunto solução da inequação m(m
afirma-se que:
+ x) ≤ −3(x − 3) , é um número par positivo.
I) Pode-se usar qualquer um dos recipientes 100 vezes
Tem-se a sequência correta em:
para encher a caixa.
II) Se os recipientes A, B e C forem usados, respectivamente,
a) V – F – V
16, 33 e 50 vezes, a caixa ficará com sua capacidade máxima.
b) F – V – V
III) Após usar 20 vezes cada um dos recipientes, ainda não
c) F – V – F
teremos metade da capacidade da caixa ocupada.
d) V – F – F
Das afirmativas acima, tem-se que é (são) verdadeira(s): QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) nenhuma delas. Um terreno com formato de um triângulo retângulo será
b) apenas a III. dividido em dois lotes por uma cerca feita na mediatriz da
c) apenas a II. hipotenusa, conforme mostra figura.
d) apenas a I.

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma pessoa vai tomar um medicamento 3 vezes ao dia,
durante 14 dias, em doses de 6 mL cada vez. Se cada frasco
contém 200 cm³ do medicamento, a quantidade do segundo
frasco que NÃO será utilizada é:

a) menor que 75%


b) exatamente 75%
c) maior que 76%
d) exatamente 76%

QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sabe-se que os lados AB e BC desse terreno medem,
Sobre os números reais positivos a, b, c, d, p e q, consi- respectivamente, 80m e 100m. Assim, a razão entre o pe-
dere as informações abaixo: rímetro do lote I e o perímetro do lote II, nessa ordem, é:

I) a)
II)
b)

24
MATEMÁTICA EPCAR

carrinho 1 e o centro da roda traseira do carrinho 3 quando


c) esses centros estiverem a 70m do solo, são:

d) a) 200 metros.
b) 250 metros.
c) 360 metros.
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) 400 metros.

O valor da expressão , em que QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


Duas máquinas A e B de modelos diferentes, mantendo
x e y ∈ e lR* x ≠ y e x ≠ −y , é:
cada qual sua velocidade de produção constante, produzem
juntas n peças iguais, gastando simultaneamente 2 horas
a) −1
e 40 minutos.
b) −2
A máquina A funcionando sozinha, mantendo sua veloci-
c) 1
dade constante, produziria, em 2 horas de funcionamento,
d) 2
dessas peças.
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • É correto afirmar que a máquina B, mantendo sua ve-
O dono de uma loja de produtos seminovos adquiriu, locidade de produção constante, produziria também
parceladamente, dois eletrodomésticos. dessas peças em:
Após pagar do valor dessa compra, quando ainda devia
a) 40 minutos.
R$ 600,00, resolveu revendê-los. b) 120 minutos.
Com a venda de um dos eletrodomésticos, ele conseguiu um c) 160 minutos.
lucro de 20% sobre o custo, mas a venda do outro eletrodomés- d) 240 minutos.
tico representou um prejuízo de 10% sobre o custo. Com o valor
total apurado na revenda, ele pôde liquidar seu débito existente QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e ainda lhe sobrou a quantia de R$ 525,00. As cidades A, B e C situam-se às margens de um rio e
A razão entre o preço de custo do eletrodoméstico mais são abastecidas por uma bomba situada em P, conforme
caro e o preço de custo do eletrodoméstico mais barato, figura abaixo.
nessa ordem, é equivalente a:

a) 5
b) 4
c) 3
d) 2

QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma das curvas radicais de uma montanha russa será
construída de modo que, quando observada, perceba-se a
forma de uma parábola como mostra a figura.
Será possível alcançar a maior altura, 280 m do solo, em
dois pontos dessa curva, distantes 900 m um do outro, e a Sabe-se que o triângulo ABC é retângulo em B e a bisse-
descida atingirá o ponto mais baixo da curva a 30 metros triz do ângulo reto corta AC no ponto P .
do solo, como se vê na figura. Se km, então é, em km, igual a:

a) 6 +
b) 6(3 − )
c) 9 −
d) 9( − 1)

QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Na figura abaixo A, B, C, D, E e F são vértices de um
hexágono regular inscrito numa circunferência de raio 1
metro e centro O.
A distância horizontal entre o centro da roda dianteira do

25
MATEMÁTICA EPCAR

EPCAR 2016 / 2017

QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma agência de turismo fez um levantamento para
apurar a faixa etária de um grupo de N pessoas que se in-
teressaram por determinada viagem.
No registro das idades dessas pessoas, em anos, foram
utilizados exatamente N números inteiros positivos e entre
esses números foi observado que:
• 10 eram múltiplos de 8,
• 12 eram múltiplos de 4 e
Se ACE e BDF são triângulos equiláteros, então, a área • 8 eram números primos.
da parte sombreada, nessa figura, em m², é igual a:
É correto afirmar que número de divisores positivos de
N é igual a:

a) a) 7
b) 6
b) c) 5
d) 4

c) QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
d) Considere a = 1150, b = 4100 e c = 2150 e assinale a alter-
nativa correta.
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) c < a < b
Numa turma de x alunos, são atletas e suas prefe- b) c < b < a
rências por modalidades esportivas estão expressas no c) a < b < c
gráfico abaixo. d) a < c < b

QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Na figura, E e F são, respectivamente, pontos de tangên-
cia das retas r e s com a circunferência de centro O e raio R.
D é ponto de tangência de BC com a mesma circunferência
e = 20 cm

Considerando que nenhum desses alunos pratica mais de


um esporte, analise as afirmativas abaixo, classificando-as
em V (verdadeira) ou F (falsa).
( ) Metade dos atletas gosta de vôlei ou de basquete.
( ) 40% dos atletas preferem futebol.
( ) O número de alunos desta turma é menor que 25 O perímetro do triângulo ABC (hachurado), em centí-
metros, é igual a:
Tem-se a sequência correta em:

a) F – F – F a) 20
b) V – V – V b) 10
c) F – V – F c) 40
d) V – F – V d) 15

26
MATEMÁTICA EPCAR

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • minutos para o término do tempo T estabelecido.


João, ao perceber que seu carro apresentara um defeito, É correto afirmar que o tempo T, em minutos, é tal que:
optou por alugar um veículo para cumprir seus compromis-
sos de trabalho. A locadora, então, lhe apresentou duas a) T < 220
propostas: b) 220 ≤ T < 240
c) 240 ≤ T < 260
• plano A, no qual é cobrado um valor fixo de R$ 50,00 e d) T ≥ 260
mais R$ 1,60 por quilômetro rodado.
• plano B, no qual é cobrado um valor fixo de R$ 64,00 QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
mais R$ 1,20 por quilômetro rodado.
Considere os círculos abaixo, de centro O e raio 4R, cujos
João observou que, para um certo deslocamento que diâmetros são divididos em oito partes iguais.
totalizava k quilômetros, era indiferente optar pelo plano A Sabe-se que todos os arcos traçados nas quatro figuras
ou pelo plano B, pois o valor final a ser pago seria o mesmo. são arcos de circunferência cujos diâmetros estão contidos
no segmento AB
É correto afirmar que k é um número racional entre:

a) 14,5 e 20
b) 20 e 25,5
c) 25,5 e 31
d) 31 e 36,5

QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Nos gráficos abaixo estão desenhadas uma parábola e
uma reta que representam as funções reais f e g definidas
por f (x) = ax² + bx + c e g(x) = dx + e , respectivamente.

Analisando cada um deles, é correto afirmar, necessa-


riamente, que: Sobre as áreas SI, SII, SIII e SIV hachuradas nas figuras
(I), (II), (III) e (IV), respectivamente, pode-se afirmar que:
a) ( a + e ) . c ≥ b
b) − < −b a) SI
= SII = SIII = SIV
c) a.b.c + >0 b) SIII > SI
d) (−b + a ) . e > a . c c) SIV = SII

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) SII > SIII


No concurso CPCAR foi concedido um tempo T para a QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
realização de todas as provas: Língua Portuguesa, Matemá-
tica e Língua Inglesa; inclusive marcação do cartão resposta.
Um candidato gastou deste tempo T com as questões de Simplificando as expressões
Língua Portuguesa e 25% do tempo restante com a parte
de Língua Inglesa. , nas quais y > x > 0 , é correto afirmar que:
A partir daí resolveu as questões de Matemática empre-
gando 80% do tempo que ainda lhe restava.
Imediatamente a seguir, ele gastou 5 minutos preen- a) =2-1
chendo o cartão-resposta e entregou a prova faltando 22
b) ∈ lN

27
MATEMÁTICA EPCAR

c) A . B > 0 QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
d) A + B > 0 Um grupo de n alunos sai para lanchar e vai a uma pizzaria.
A intenção do grupo é dividir igualmente a conta entre
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • os n alunos, pagando, cada um, p reais. Entretanto, 2 destes
Sejam Q(x) e R(x) o quociente e o resto, respectivamente, alunos vão embora antes do pagamento da referida conta
da divisão do polinômio x³ − 6x² + 9x − 3 pelo polinômio x² e não participam do rateio. Com isto, cada aluno que per-
− 5x + 6 , em que x ∈ IR O gráfico que melhor representa a maneceu teve que pagar (p + 10) reais.
função real definida por P(x) = Q(x) + R(x) é: Sabendo que o valor total da conta foi de 600 reais,
marque a opção INCORRETA.
a) a) O valor que cada aluno que permaneceu pagou a mais
corresponde a 20% de p
b) n é um número maior que 11
c) p é um número menor que 45
d) O total da despesa dos dois alunos que saíram sem
pagar é maior que 80 reais.

QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b)
Analise as proposições abaixo e classifique-as em V
(VERDADEIRA) ou F (FALSA)

( ) Se m = , então m =

( ) O número (0,899² − 0,101²) é menor que


c)

() é irracional

A sequência correta é:

a) V – F – F
d) b) V – F – V
c) F – F – F
d) F – V – V

QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere duas calçadas r e s, paralelas entre si, a uma
distância de 6 m uma da outra.

QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Sobre a equação , respei-

tando sua validade no universo dos números reais, analise


as afirmativas.
I. Possui duas raízes irracionais.
II. Não possui raízes negativas.
III. Possui conjunto solução com um único elemento. Duas pessoas distantes 5 m uma da outra se encontram
nos pontos A e B definidos na calçada s Na calçada r está
Pode-se afirmar, então, que: uma placa de parada de ônibus no ponto X que dista 10 m
da pessoa posicionada em A.
a) todas são verdadeiras.
Quando a pessoa em A se deslocar para P sobre o seg-
b) apenas a I é falsa.
mento AX , a distância que irá separá-la da pessoa posicio-
c) todas são falsas.
nada no ponto B, em metros, será de:
d) apenas a III é verdadeira.

28
MATEMÁTICA EPCAR

• = 7 cm
a) 3 • = 10 cm
b) 4
• = 6 cm
c) 5
d) 6 • A B = 120°
• cos 120° = -
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere, em lR, a equação (m+ 2) x² − 2mx + (m− 1) A área do setor circular hachurado na figura, em cm²,
= 0 na variável x, em que m é um número real diferente é igual a:
de −2 Analise as afirmativas abaixo e classifique-as em V
(VERDADEIRA) ou F (FALSA). a) 27π

b)
( ) Para todo m > 2 a equação possui conjunto solução
vazio.
c)
( ) Existem dois valores reais de m para que a equação
d) 3π
admita raízes iguais.
( ) Na equação, se Δ > 0 , então m só poderá assumir
valores positivos.
A sequência correta é:

a) V – V – V
b) F – V – F
c) F – F – V
d) V – F – F

QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Certa máquina, funcionando normalmente 5 horas por
dia, gasta 3 dias para produzir 1200 embalagens.
Atualmente está com esse tempo de funcionamento
diário reduzido em 20%, trabalhando, assim, apenas T horas
por dia. Para atender uma encomenda de 1840 embalagens,
aproveitando ao máximo em todos os dias o seu tempo T
de funcionamento, ela gastará no último dia:

a) 120 minutos
b) 150 minutos
c) 180 minutos
d) 200 minutos

QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Na figura abaixo, tem-se que DF é um arco de circunfe-
rência de centro E e raio DE

Sabe-se que:

• ADE é um triângulo
• DE é paralelo a BC

29
MATEMÁTICA EPCAR

EPCAR 2017 / 2018 QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


Uma prestadora de serviços combina um prazo de 9 dias,
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • utilizando 12 máquinas, para executar certo trabalho. Ao final
Sejam A e B os valores das expressões numéricas a seguir: do quarto dia, 4 máquinas estragam, não sendo substituídas e
não havendo interrupção do trabalho. As máquinas levam 3 dias
para serem consertadas, retornando ao trabalho no dia seguinte.
Para que seja cumprido o prazo combinado no início, a
prestadora coloca, além das 12 máquinas, mais x máquinas
iguais às primeiras.
É correto afirmar que x é igual a

Cada um desses valores pode ser colocado em uma das a) 3


caixas a seguir, conforme a especificação de cada uma, a b) 4
saber: c) 5
d) 6

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere a equação ( I ) na incógnita x e a equação ( II )
na incógnita y, a seguir:

Dessa forma, podemos afirmar que uma combinação


correta para os valores A e B e as caixas (I), (II) e (III) é, res-
pectivamente, O valor de x da equação (I) é substituído na equação (II). Se
a equação (II), após esta substituição, possui conjunto solução
a) A ( II ) e B ( I ) distinto do conjunto vazio, então o conjunto mais amplo dos
b) A ( I ) e B ( III ) valores de m que atendem esta condição é
c) A ( III ) e B ( II )
d) A ( I ) e B ( II )
a)
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma empresa de artigos de perfumaria oferece a seguinte b)
modalidade na negociação de seus produtos: “Qualquer pessoa
que se cadastre como vendedor tem autonomia para estabele-
cer o preço de venda e recebe uma comissão sobre o lucro que c)
conseguir.” No mês de fevereiro, um vendedor recebeu uma caixa
com vários frascos iguais de um perfume que era lançamento para
o Dia das Mães, e teve duas semanas de prazo para efetuar as d)
vendas e esgotar o estoque que estava sob sua responsabilidade.
Ao final da 1a semana, verificou que restava apenas QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
do estoque que recebera, sendo que, assim, ele já havia Ao fatorar e efetuar as simplificações na fração

apurado do valor que a empresa investira na fabricação , considerando sua devida

destes perfumes. Na semana seguinte ele vendeu o restante existência, obtém-se


dos frascos conservando o mesmo preço de venda. Sabe-se
que o vendedor recebe uma comissão de 45% sobre o lucro a)
que obtiver. Neste caso, cada R$ 100,00 que esse vendedor
receber com suas vendas lhe dará direito a uma comissão b)
cujo valor, em reais, está entre
c)
a) 8 e 10
b) 10 e 12
c) 12 e 14 d)
d) 14 e 16

30
MATEMÁTICA EPCAR

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • *Combo 1 = R$15,00 : 2 hambúrgueres,1 suco e 1 sobremesa


Até a primeira quinzena do mês de março de 2017, o *Combo 2 = R$ 24,00 : 4 hambúrgueres e 3 sucos
combustível comercializado nos postos de nosso país era *Combo 3 = R$35,00 : 5 sucos e 3 sobremesas
uma mistura de 1 parte de etanol para 3 partes de gasolina. O valor individual dos hambúrgueres é o mesmo, bem
Considere esse combustível e um outro que apresenta como o valor individual dos sucos e o valor individual das
a mistura de 4 partes de etanol para 9 partes de gasolina. sobremesas, não importando qual Combo foi escolhido.
Juntando-se volumes iguais dos dois combustíveis, a nova O quadro a seguir mostra a quantidade de cada um dos
relação de etanol para gasolina, nesta ordem, será itens dos Combos que Carlos, Paulo e José consumiram:

a)

b)
Se Carlos, Paulo e José se organizaram para descobrir o
c) valor individual de cada item e pagaram individualmente ape-
nas pelo que cada um consumiu, então é correto afirmar que
d)
a) Carlos pagou R$ 9,00 a mais que Paulo.
b) a diferença entre o que Carlos e José pagaram foi de
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • R$ 3,00
O gráfico a seguir é de uma função polinomial do 1° grau e c) Paulo e José pagaram o mesmo valor.
descreve a velocidade v de um móvel em função do tempo t: d) Carlos pagou mais que José, que pagou mais que Paulo.

QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma revendedora de automóveis usados apresenta um
modelo e o anuncia por x reais.
Para atrair clientes, a revendedora oferece duas formas
de pagamento:

Assim, no instante t = 10 horas o móvel está a uma velo-


cidade de 55 km/h, por exemplo.
Sabe-se que é possível determinar a distância que o móvel Um cliente comprou um automóvel e optou pelo paga-
percorre calculando a área limitada entre o eixo horizontal t e mento no cartão de crédito em 10 parcelas iguais de R$ 3
a semirreta que representa a velocidade em função do tempo. 240,00 Considerando as informações anteriores, é correto
Desta forma, a área hachurada no gráfico fornece a distância, afirmar que
em km, percorrida pelo móvel do instante 6 a 10 horas.
É correto afirmar que a distância percorrida pelo móvel, a) o valor x anunciado pela revendedora é menor que R$
em km, do instante 3 a 9 horas é de 25 000,00.
b) se esse cliente tivesse optado pelo pagamento à vista,
a) 318 então ele gastaria mais de R$ 24 500,00 com essa compra.
b) 306 c) a opção que esse comprador fez usando o cartão de
c) 256 crédito representou um acréscimo de 30% sobre o valor que
d) 212 seria pago à vista.
d) se o cliente tivesse pago à vista, ao invés de utilizar o
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • cartão de crédito, então teria economizado mais de
Carlos, Paulo e José resolveram fazer um lanche na praça R$ 8 000,00.
de alimentação de um shopping center.
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Ao observarem o cardápio disponível, perceberam que
teriam que pedir o que era denominado de “Combo”, ou seja, De acordo com o senso comum, parece que a juventude
um combinado de vários itens por um preço já especificado. tem gosto por aventuras radicais. Os alunos do CPCAR não
Assim, os Combos solicitados foram: fogem dessa condição.

31
MATEMÁTICA EPCAR

Durante as últimas férias, um grupo desses alunos se QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


reuniu para ir a São Paulo com o objetivo de saltar de “Bun- Considere a figura e os dados a seguir:
gee Jumping” da Ponte Octávio Frias de Oliveira, geralmente
chamada de “Ponte Estaiada”.
Em uma publicação na rede social de um desses saltos,
eles, querendo impressionar, colocaram algumas medidas
fictícias da aproximação do saltador em relação ao solo.
Considere que a trajetória que o saltador descreve possa
ser modelada por uma função polinomial do 2° grau f (x) =
ax² + bx + c , cujo eixo das abscissas coincida com a reta da
Av. Nações Unidas e o eixo das ordenadas contenha o “ponto
mais próximo da Avenida”, indicados na figura.
Considere, também, as medidas informadas. A medida do ângulo AFˆG, em graus, é igual a

a) 40
b) 50
c) 60
d) 70

QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Com a intenção de padronizar as barracas dos vendedores
ambulantes, a prefeitura da cidade de Eulerópolis solicitou a uma
empresa especializada no ramo que fizesse um orçamento do
material a ser empregado e do custo para finalização das barracas.
Segue um esboço do que foi apresentado pela empresa:
O coeficiente de x² da função com as características su-
geridas é igual a

a)

b)

c)

d)

QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Numa doceria comprei dois tipos de doce. Do primeiro
tipo, 6 unidades de determinado valor unitário. Do segundo
tipo, cujo valor unitário é 3 reais mais caro que o primeiro O ponto O é a projeção ortogonal do ponto V sobre a base
tipo, comprei uma quantidade que equivale ao dobro do valor hexagonal regular da barraca.
unitário do primeiro tipo. Entreguei seis notas de 50 reais para Considere: √7 = 2,6 e √2 = 1,4
pagar tal compra e recebi 30 reais de troco. No modelo apresentado, a parte hachurada indica onde
Dos dois tipos de doce que comprei, gastei com o mais existe tecido, ou seja, no telhado e na parte de baixo da la-
caro, em reais, um total de teral, ao custo de R$ 2,00 o metro quadrado. Além disso, em
cada aresta está uma barra de alumínio ao custo de R$ 4,00
a) 216 o metro linear. Se a empresa cobra uma taxa de mão de obra
b) 198 equivalente a 30% do custo de todo o material gasto, então
c) 162 é correto afirmar que o custo total de uma barraca padrão,
d) 146 em reais, é um número compreendido entre

a) 390 e 400

32
MATEMÁTICA EPCAR

b) 401 e 410
c) 411 e 420
d) 421 e 430

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Na figura a seguir, os eixos x e y formam o sistema cartesia-
no ortogonal e a circunferência tem centro em O e raio igual
a 1 cm. A reta r é tangente a circunferência em T, intercepta
o eixo y em B, e C é a projeção ortogonal de T sobre o eixo x.

O triângulo A’B’C’ será o triângulo ABC rotacionado nesse


mesmo plano de um ângulo de 45° em torno da intersecção
de AB com o eixo das abscissas, no sentido horário. As coor-
denadas cartesianas do vértice C’ do triângulo A’B’C’ serão:

a) (0, −2 √6 )
b) (0, 2 √6 )
c) (1, 4 √6 )
d) (1, 2 √6 )

QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma consulta pública realizada pelo Instituto que organiza
a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio, em feverei-
O produto , em cm², é igual a ro de 2017, visou conhecer a preferência sobre os possíveis
modelos de aplicação do Exame:
a) 2,5
* Modelo A: Testes em apenas 1 dia
b) 2
* Modelo B: Testes no sábado e no domingo
c) 1,5
* Modelo C: Testes em dois domingos consecutivos
d) 1
Suponha que tenham sido consultadas um total de x pes-
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • soas entre moradores da capital e do interior. Desse total, 40
As ideias de rotação e de simetria de seres/objetos não pessoas do interior e 60 da capital não manifestaram prefe-
são um privilégio da Matemática, muito embora a noção de rência pelos Modelos A, B ou C. O gráfico a seguir mostra os
beleza, estreitamente ligada à Arte e à Natureza, também resultados dos que manifestaram sua preferência:
não esteja isenta de uma noção matemática.
O “Homem Vitruviano” guarda em si essas noções.

Baseado nestas informações, é correto afirmar que

a) 20% das pessoas consultadas, exatamente, preferem a


aplicação do Exame em um único dia.
(Disponível em: <<http://academiadefilosofia.org/publicacoes/
olhar-filosofico/ohomem-vitruviano-leonardo-da-vinci>>)
b) o número total das pessoas consultadas no interior e
na capital é o mesmo.
Para a Matemática, as ideias de rotação e de simetria de c) 5/7 das pessoas que manifestaram preferência pelos
polígonos podem auxiliar nos cálculos de distâncias. Modelos optaram pela realização do Exame em dois dias.
Considere o triângulo equilátero ABC representado no d) exatamente 12% das pessoas consultadas não mani-
plano cartesiano a seguir. festaram opinião.

33
MATEMÁTICA EPCAR

EPCAR 2018 / 2019 QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


Considere os números reais x , y e z , tais que:
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sobre o conjunto solução, na variável x , x ∈ IR , da equação
x+2= , pode-se dizer que

a) é vazio.
b) possui somente um elemento. Simplificando a expressão obtém-se
c) possui dois elementos de sinais iguais.
d) possui dois elementos de sinais opostos. a) 2 − √3
b) 1
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) 2 + √3
Considere quatro números naturais distintos tais que, d) 2 √3
quando adicionados três a três, resultem em: 152, 163, 175
e 185. Sobre esses quatro números é correto afirmar que QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere a figura abaixo.
a) todos são números menores que 70
b) nenhum é múltiplo de 10
c) apenas um é número primo.
d) algum é quadrado perfeito.

QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere os números X e Y , expressos por: Sabe-se que:
• ABCD é um quadrado cuja medida do lado é x
• DEFG é um quadrado cuja medida do lado é x √2
• FGH é um triângulo retângulo isósceles.
• HIJK é um quadrado cuja medida do lado é a metade da
Marque a alternativa verdadeira. medida do lado do quadrado DEFG
a) X é um número racional não inteiro positivo. • JKL é um triângulo semelhante ao triângulo FGH Con-
b) X ⋅ Y é um número inteiro e negativo. sidere o polinômio . Se a e
c) X + Y é um número irracional. b (a > b) são as raízes da equação P(x) = 0 , então é FALSO
afirmar que
d) é um número racional não inteiro e positivo.
a) a2 − b2 é quadrado perfeito.
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) a − b é par.
Elisa pretende comprar um computador que custa x reais. c)
Ela possui 70% do valor total do computador e ainda vai ga-
nhar de seus avós uma herança, que será totalmente repartida
d)
entre ela e suas irmãs Daniella e Lavínia. Nessa partilha, Elisa
recebeu 0,2777... da herança, Daniella 1200 reais e Lavínia
da herança. Ao fazer as contas do quanto possuía para QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere o conjunto de todos os valores de m e n para os
comprar o computador, percebeu que ainda lhe faltavam 200
quais a expressão algébrica A, abaixo, está definida.
reais para realizar a compra.
O valor x do computador é, em reais, tal que o número de
divisores naturais de x é

a) 18
b) 20
c) 22 Nesse conjunto, uma expressão algébrica equivalente a A é
d) 24
a) m² + n²
b) m² − n²

34
MATEMÁTICA EPCAR

QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) As turmas FOX e GOLF do CPCAR 2018 , que possuem 30
e 20 alunos, respectivamente, combinaram viajar para uma
casa de praia num feriado que aconteceu no mês de junho
d) de 2018 .
Antes de viajar, decidiram dividir todas as despesas entre
as turmas de forma diretamente proporcional ao número de
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
alunos de cada turma.
Gabriel, depois de uma longa temporada de dedicação aos Pagaram todas as despesas, mas não pagaram de forma
estudos, foi descansar na casa de seus avós, no interior. Lá proporcional. A turma FOX pagou 12000 reais e a turma GOLF
chegando, percebeu que muitas coisas de sua infância ainda pagou 10500 reais.
permaneciam intocáveis. Exemplo disso foi a “venda” de seu Tendo como base o que as turmas haviam combinado em
avô... uma verdadeira bagunça! relação às despesas da viagem, é correto afirmar que
Para ajudar na organização da “venda”, Gabriel aplicou
conhecimentos de matemática básica. Assim, ele pegou os a) a despesa correta da turma GOLF seria mais de 10000
quatro sacos de café que ficavam à frente do balcão, pesou-os reais.
e etiquetou-os conforme ilustra a Figura (1), em kg b) a turma FOX pagou a menos 10% do que deveria ter
pago.
c) o que a turma GOLF pagou a mais é um valor maior
que 1800 reais.
d) a turma FOX deveria ter pago mais de 10000 reais.

Figura (1) – Peso, em kg, dos sacos de café. QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


Considere as equações:
Em seguida, com o total de peso que obteve, retirou ou
(I) x² − bx + 15 = 0 (b ∈ IR) cujas raízes são os números
colocou, em kg, café em cada saco, e anotou numa folha de
reais α e β (α < β)
papel como mostra a Figura (2)
(II) x² + kx + 15 = 0 (k ∈ IR)
Sabe-se que as raízes da equação (I) são, cada uma, 8
unidades menores do que as raízes da equação (II)
Com base nessas informações, marque a opção correta.

a) b³ − k é um número negativo.
b) O valor absoluto da diferença entre as raízes da
Figura (2) – Anotação de troca de peso, em kg, entre os equação (I) é 1
sacos de café. c) As raízes da equação (II) NÃO são números primos.
Na Figura (2), o símbolo de (+) indica que aquele saco re- d) α² − β² é um número que é divisor de 8
cebeu alguns quilogramas de café, descrito logo à frente do
símbolo, bem como o de (−) indica que dele foram retirados QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
alguns quilogramas de café, também descrito logo à frente Um baú em forma de paralelepípedo reto retângulo pesa
do símbolo. 20 kg e tem como medidas externas 50 cm de altura e 3 dm
Para não perder as contas, Gabriel anotou, também, que: por 400 mm de base.
• o produto da quantidade retirada do saco (II) pela quan- O baú contém uma substância homogênea que pesa 1,5
tidade retirada do saco (IV), em kg, é igual a 165 kg por litro e que ocupa o espaço correspondente a 90% do
• depois de acrescentar ou retirar café nos sacos, todos volume de um paralelepípedo reto retângulo de espessura
passaram a ter a mesma quantidade, em kg desprezível e que possui as dimensões externas do baú.
Dessa forma, sendo {x, y, m, n }⊂ IN∗, é correto afirmar que Se o peso total do baú e da substância, em kg, é igual a x,
então, pode-se dizer que x é um número natural
a) a maior quantidade que foi retirada de um dos sacos
de café foi superior a 30 kg a) par menor que 100
b) na Figura (1), a diferença de peso entre os sacos (III) e b) ímpar menor que 100
(I) era de 82 kg c) primo.
c) x + y = m d) divisível por 7 e maior que 100
d) m/n > 2

35
MATEMÁTICA EPCAR

QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Um professor de matemática, ao utilizar um programa de
computador, obteve a sequência de gráficos abaixo.

Os gráficos acima foram obtidos a partir das seguintes


leis, na variável x :
(I) y = mx + n
(II) y = −px − q
(III) y = ax² − bx + c
(IV) y =−rx² + sx + t QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
em que os coeficientes a , b , c , r , s , t , m, n , p e q são Um artista plástico providenciou uma peça de decoração
números reais não nulos. com características matemáticas conforme representado no
Esse professor, apresentou os dados acima a uma turma de croqui a seguir.
9° ano e pediu-lhes que classificassem as afirmativas abaixo
em V (verdadeira) ou F (falsa).
( )m⋅n⋅b⋅c>0
( ) p ⋅ q/a ⋅ t ⋅ s < 0
( ) s² + 4 ⋅ r ⋅ t > 0
A sequência correta que os alunos deveriam ter obtido é

a) F – V – V
b) F – F – F
c) V – F – F
d) F – F – V

QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere a figura a seguir.

Considere que:

A área hachurada no croqui, em função da medida R, é


igual a

36
MATEMÁTICA EPCAR

a) 1,4R² lha e errou. A 2ª escolha foi feita pela dupla B que também
b) 1,6R² errou. No entanto, a dupla B foi a vencedora do desafio, o
c) 1,8R² que só aconteceu na última caixa restante.
d) 2R² Em relação à probabilidade de cada dupla ser vencedora
do desafio no momento de escolha da caixa, é correto afir-
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • mar que a
Observe a figura a seguir:
a) maior probabilidade de acerto que a dupla A teve numa
de suas escolhas foi menor que 40%
b) probabilidade de acerto da dupla A em sua 3ª escolha
foi maior que 15% e menor que 17%
c) probabilidade de acerto da dupla B era sempre o dobro
da probabilidade de acerto da dupla A, se consideradas duas
escolhas consecutivas.
d) 3ª maior probabilidade de acerto da dupla B foi de 20%

Nela, as retas a , b , c e d são paralelas e são interceptadas


pelas retas transversais r , s e t
Assim, as medidas dos segmentos, em cm, são:

A soma , em cm, é dada por um número divisível


por

a) 3
b) 4
c) 7
d) 11

QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Numa competição matemática entre as esquadrilhas
do Esquadrão Phoenix, atual 1° esquadrão do CPCAR, havia
um desafio entre as duas duplas A e B finalistas. Tal desafio
consistia em escolher uma caixa na qual poderia haver um
objeto escondido.
Foram colocadas 8 caixas e em apenas uma encontravase
o tal objeto desejado. Ganhava o desafio aquela dupla que
apontasse a caixa na qual estivesse o objeto.
Sabe-se que, na competição, as duplas alternariam na es-
colha da caixa e, caso a dupla errasse, a caixa seria eliminada.
Sorteada a ordem de competição, a dupla A fez a 1ª esco-

37
MATEMÁTICA EPCAR

EPCAR 2019 / 2020 QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


Considere os números reais representados na reta real
abaixo.

Analise cada proposição abaixo quanto a ser (V) Verda-


deira ou (F) Falsa.

( ) é, necessariamente, um número que pertence


a  –
( ) y² é tal que 0 < y² < 1
( ) O inverso do oposto de x é um número compreendido
entre 1 e 2
Sobre as proposições, tem-se que
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) apenas uma é verdadeira.
Depois das comemorações dos 70 anos da EPCAR, foi b) apenas duas são verdadeiras.
feita uma pesquisa de opinião com os seus alunos sobre as c) apenas três são verdadeiras.
atividades que ocorreram durante as comemorações. Essas d) todas são falsas.
atividades foram avaliadas conforme critérios estabelecidos
no seguinte quadro: QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considere as expressões P e Q, com os números a, b e c
reais positivos e distintos entre si.

Os resultados obtidos estão registrados no gráfico abaixo:

A expressão é representada por

a) b√2a
b) a√2b
c) a b
2
1 b
d)
a 2

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Dona Lourdes trabalha em uma livraria, precisa guardar
200 livros em x caixas e vai utilizar todas elas. Se em 30 das x
caixas ela guardar 4 livros em cada caixa e, nas demais, guardar
Se, nessa pesquisa, cada aluno opinou apenas uma vez, 5 livros em cada caixa, então, sobrarão alguns livros para serem
então, é INCORRETO afirmar que guardados. Entretanto, se em 20 das x caixas ela guardar 4 livros
em cada caixa e 5 livros em cada uma das demais, então, não
a) o número que representa a quantidade de alunos haverá livros suficientes para ocupar todas as caixas.
que participou dessa pesquisa possui mais de 20 divisores Assim, a soma dos algarismos do número x é igual a
naturais.
b) a nota média atribuída pelos alunos foi BOA. a) 8
c) exatamente 30% dos alunos considerou a programação b) 9
ÓTIMA. c) 10
d) mais de 10% dos alunos opinaram com INDIFERENTE d) 11
ou REGULAR em relação à programação.

38
MATEMÁTICA EPCAR

QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) Lucas acertou as duas correspondências e Mateus errou


Para dinamizar suas aulas no 8º ano a professora Luíza a correspondência de um dos números C ou D
organizou um jogo distribuindo duas fichas contendo opera-
ções com os números reais. QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Dois alunos participaram da 1ª rodada do jogo: Lucas e Em um jogo de videogame há uma etapa em que o
Mateus. personagem, para se livrar do ataque de monstros, precisa
Ao jogarem, esses alunos receberam as seguintes fichas: subir pelo menos 1 dos 20 andares de um prédio, utilizando,
necessariamente, um elevador.
O personagem encontra-se no térreo e pode escolher e
acionar um dos 3 elevadores ali existentes. Todos eles estão
em perfeito funcionamento e são programados de modo a
parar em andares diferentes, conforme esquema a seguir:

Analise cada proposição abaixo quanto a ser (V) Verdadei-


ra ou (F) Falsa, apenas para os andares de 1 até 20
( ) Não há possibilidade de um mesmo andar receber os
três elevadores P, T e C
( ) Em 6 andares desse prédio, chegam, exatamente, 2
elevadores.
( ) Se em x andares desse prédio chega apenas 1 elevador,
então, x é menor que 7
Sobre as proposições, tem-se que

a) apenas uma afirmação é verdadeira.


b) apenas duas afirmações são verdadeiras.
c) todas as afirmações são verdadeiras.
d) nenhuma afirmação é verdadeira.

QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
À noite, um helicóptero da Força Aérea Brasileira sobre-
Depois de resolverem as operações, cada aluno deveria voa uma região plana e avista um VANT (Veículo Aéreo Não
associar corretamente os resultados obtidos em cada ficha Tripulado) de forma circular e altura desprezível, com raio
a somente um dos conjuntos abaixo. de 3m, estacionado paralelamente ao solo a 30m de altura.
O VANT está a uma distância y metros de um holofote que
foi instalado no helicóptero. O feixe de luz do holofote que
ultrapassa o VANT incide sobre a região plana e produz uma
sombra circular de centro O e raio R.
O raio R da circunferência da sombra forma um ângulo
Os resultados obtidos por Lucas e Mateus foram os seguintes: de 60º com o feixe de luz, conforme se vê na figura seguinte.
• Lucas afirmou que A ∈ T e B ∈ W
• Mateus afirmou que C ∈ X e D ∈ T
Se Lucas e Mateus acertaram as operações nas suas duas
fichas, então

a) Lucas e Mateus acertaram todas as correspondências


entre os números calculados e os conjuntos.
b) Mateus acertou as duas correspondências e Lucas errou
a correspondência de um dos números A ou B
c) Lucas e Mateus erraram uma das correspondências, cada.

39
MATEMÁTICA EPCAR

Nesse momento, uma pessoa que se encontra num ponto Com base nessas informações, pode-se afirmar que
A da circunferência da sombra corre para o ponto O, pé da
perpendicular traçada do holofote à região plana. A distân- a) a razão entre o valor aplicado em Q e o valor aplicado
cia, em metros, que essa pessoa percorre de A até O é um em P é 5/8
número entre b) com o que essa pessoa recebeu do investimento Q, no
final de 2018, seria possível comprar um carro de 23000 reais.
a) 18 e 19 c) a diferença entre o maior e o menor valor aplicados,
b) 19 e 20 em reais, é maior que 11000 reais.
c) 20 e 21 d) essa pessoa aplicou mais de 32000 reais no investi-
d) 22 e 23 mento P

QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Para homenagear os aniversariantes do mês de junho, Dois irmãos, Luiz e Guilherme, têm uma pequena fábrica
um grupo de alunos das turmas FOX e GOLF do esquadrão de móveis de madeira.
SABRE decidem fazer um churrasco comemorativo e dividir Luiz fabrica 20 cadeiras do modelo A em 3 dias de 4 ho-
a despesa total. ras de trabalho por dia. Já Guilherme fabrica 15 cadeiras do
Na véspera do churrasco, 6 desses alunos foram convoca- modelo A em 8 dias de 2 horas de trabalho por dia.
dos pelo seu Comandante para uma atividade que os impediu Uma empresa fez uma encomenda à fábrica de 250 ca-
de comparecerem ao evento comemorativo, sendo esses 6 deiras do modelo A
alunos excluídos do rateio da despesa total. Para atender à demanda, os irmãos trabalharam juntos, no
Com a ausência desses 6 alunos, foi cobrado de cada um ritmo de 6 horas por dia, gastando então, y dias para concluir
dos demais, certo valor a mais. o trabalho e entregar a encomenda.
Ao fazerem o rateio, os alunos perceberam que a despesa O número y é tal que
total era igual ao valor cobrado a mais de cada um dos alunos
que contribuíram, multiplicado por 180. a) possui raiz quadrada exata.
Se o número de alunos que foram ao churrasco é k, então, b) divide 100
a soma dos algarismos de k é c) é divisor de 150
d) é múltiplo de 12
a) 3
b) 5 QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) 7 Um professor, após ter ministrado os conteúdos de função
d) 9 polinomial do 1o grau e função polinomial do 2° grau, elabo-
rou, juntamente com os alunos do 9° ano, um projeto de uma
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • pista virtual de um percurso de aviões em um jogo eletrônico.
Seja S ⊂  o conjunto solução, na variável x, da equação A figura abaixo é a vista frontal dessa pista, num plano
cartesiano, que é composta por:
irracional dada por = 420
Sugestão: use (x² + x) = y • três percursos em linha reta: AB, OG e LM ; e
Analise as alternativas e marque a FALSA. • duas curvas parabólicas: do ponto B até o ponto O, com
vértice em C, e do ponto G ao ponto L, com vértice em N
a) Os elementos de S são tais que S ⊂ (  –  )
b) O produto dos elementos de S é um número positivo.
c) A soma do maior e do menor elemento de S é igual a −1
d) A soma dos elementos de S é igual a 2

QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Uma pessoa aplicou 60000 reais durante o ano de 2018.
Parte desse dinheiro aplicou no investimento P e a outra
parte, no investimento Q
No final de 2018, retirou o dinheiro das duas aplicações
e verificou que, somando os dois valores, não obteve lucro
nem prejuízo.
O investimento P rendeu 10%, mas, sobre o rendimento,
foi cobrada uma taxa de 10%; já o investimento Q deu pre-
juízo de 12,6% Sabe-se que:
DO = 2 e F é ponto médio de DO

40
MATEMÁTICA EPCAR

EF = 4 OH = 2 GH = 6 a) 800
JL = 2 AO = OL = 5 LM = 2 b) 750 e menor que 800
CD e KN são eixos de simetria das curvas parabólicas. c) 700 e menor que 750
Se todas as medidas indicadas têm a mesma unidade de d) 650 e menor que 750
comprimento, então, o valor de (AB + DC + OS + OJ), nessa
mesma unidade de comprimento, é QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Para decorar uma parede no interior de sua casa, Marisa
a) 26/3 comprou quadros conforme figura abaixo.
b) 28/3
c) 29/3
d) 32/3

QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Isabel confecciona envelopes a partir de folhas retan-
gulares de papel A4, conhecido por ter medidas 21cm por
29,7cm e 75g/m²

Cada quadro contém:


• um hexágono regular;
• seis quadrados, cada um com um lado coincidente com
um dos lados do hexágono;
• seis setores circulares idênticos de centro nos vértices do he-
xágono e cuja medida do raio é igual à medida do lado do quadrado.
O processo de preparação de cada envelope envolve: As figuras foram pintadas de três cores diferentes: preto,
• dobrar a folha ao meio tanto no sentido da maior medida branco e cinza.
quanto da menor medida; Para cada 500 cm² pintados no quadro, cobra-se 50 reais.
• com a folha aberta e a determinação do seu centro, to- Cada quadro foi comprado pelo custo da pintura mais 77 reais.
mar, a partir deste, sobre a dobra maior, 8cm para a esquerda Considere π = 3 e √3 = 1,7
e 8cm para a direita, e, sobre a dobra menor, 3cm para cima Pode-se afirmar que Marisa pagou, por um quadro, em
e 3cm para baixo, determinando um retângulo; reais, mais de
• sobre as menores dimensões deste retângulo, desenhar
dois triângulos equiláteros; a) 100 e menos de150
• sobre uma das maiores dimensões do retângulo, tomar b) 150 e menos de 200
um triângulo isósceles de altura 6cm ; c) 200 e menos de 250
• sobre a outra das maiores dimensões do retângulo, d) 250
desenhar um trapézio isósceles, cuja medida do ângulo da
base maior é igual a 45º e a altura é igual a 3cm QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A figura abaixo é uma planificação total de um dos en- Um jogo consiste na disputa de dois adversários que, em
velopes. um tabuleiro quadrado, dividido em 16 outros quadrados
menores e congruentes, conforme figura abaixo, devem
conseguir alinhar VERTICALMENTE, HORIZONTALMENTE ou
em DIAGONAL, quatro algarismos iguais.

Considere √3 = 1,7
Se o pacote de papel A4 é vendido com 500 folhas e se
for confeccionado apenas um envelope com cada uma das
folhas de um pacote, então, a quantidade gasta, em gramas, Tabuleiro do jogo
de papel é maior que

41
MATEMÁTICA EPCAR

Cada jogador, após escolher o algarismo com o qual irá


preencher os quadrados menores, escreve um número por
vez, em qualquer quadrado menor do tabuleiro, e passa a vez
para o adversário. Vence o primeiro que alinhar os quatro
algarismos iguais.
No quadrado abaixo, estão registradas, numa partida
desse jogo, as jogadas de Lucas, que escolheu o algarismo 5,
e as jogadas de Mateus, que escolheu o algarismo 7

Analise cada proposição abaixo quanto a ser (V) Verda- Disponível em: <<https://br.depositphotos.com/64902345/stockillustration-
domino-set.html>> Acesso em 26 de fevereiro de 2019.
deira ou (F) Falsa.
( ) Se o próximo jogador for Lucas, ele não terá chance As 28 peças de um dominó tradicional são divididas em
de ganhar o jogo, nessa jogada. duas metades. Nelas aparecem representados os números
( ) Se o próximo jogador for Mateus, então, para garantir 0, 1, 2, 3, 4, 5 ou 6 , geralmente pintados em quantidades de
a vitória nessa jogada, ele poderá escrever o algarismo 7 em pontos tal como a figura anterior.
duas posições. Analise cada proposição abaixo quanto a ser (V) Verda-
( ) Se Mateus for o próximo a jogar e NÃO escrever o alga- deira ou (F) Falsa.
rismo 7 em um quadrado que dê a vitória a ele, então, Lucas
poderá ganhar a partida na jogada seguinte à de Mateus. ( ) Dentre todas as peças do jogo, a probabilidade de se
escolher uma peça em que os dois números representados
Sobre as proposições, tem-se que são diferentes entre si é igual a 75%
( ) A probabilidade de se escolher a peça , dentre
a) apenas uma é falsa. todas as peças do jogo, é maior que 3,5%
b) todas são verdadeiras. ( ) Dentre as peças que só têm representados números
c) apenas duas são falsas. pares em ambas as metades, 40% são aquelas em que há um
d) todas são falsas. par de números iguais.
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Sobre as proposições, tem-se que
Você conhece o jogo chamado Dominó?
a) apenas uma afirmação é verdadeira.
“Existem várias versões que tentam decifrar de onde veio b) apenas duas afirmações são verdadeiras.
o jogo, mas nenhuma delas até hoje pôde ser confirmada. c) todas as afirmações são verdadeiras.
Acredita-se, porém, que ele tenha surgido na China, inventa- d) nenhuma afirmação é verdadeira.
do por um soldado chamado Hung Ming, que teria vivido de
243 a 181 a.C. (`) O nome dominó provavelmente deriva da
expressão latina domino gratias, que significa “graças a Deus”,
dita pelos padres europeus enquanto jogavam. Atualmente,
o dominó é jogado em quase todos os países do mundo, mas
é mais popular na América Latina.”
(Disponível em: <<https://super.abril.com.br/mundo-estranho/qual-ea-ori-
gem-do-domino/>> Acesso em 26 de fevereiro de 2019.)

42
LÍNGUA PORTUGUESA • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • EPCAR

LÍNGUA PORTUGUESA Criam-se sérias questões morais e éticas não resol-


vidas nesse território: através da mesma ferramenta
EPCAR 2010/ 2011 45 que nos abre universos e nos comunica com o outro,
caluniamos e somos caluniados, ameaçamos e somos
Texto I ameaçados, nos despersonalizamos, nos entregamos
Bruxos, vampiros e avatares a atividades estranhas, algumas perversas; espiamos,
Lya Luft espreitamos, maldizemos amigos e desconheci-
50 dos, odiamos celebridades, cortamos a cabeça de
"A tecnologia abre territórios fascinantes, e ameaça nos quem se destaca porque se torna objeto de inveja
controlar: se pensarmos um pouco, sentiremos medo" e ressentimento, escutamos mensagens sombrias e
cumprimos, talvez, ordens sinistras.
Cibernéticos e virtuais, nadamos num rio de Relacionamentos pessoais começam e termi-
novidades e nos consideramos moderníssimos. 55 nam, bem ou mal, nesse campo virtual - não muito
Um turbilhão de recursos trazidos pela ciência, diferente do mundo dito real, dos bares, festas e
pela tecnologia, nos atrai ou confunde. Se somos trabalho, faculdade e escola. Para as crianças, esse
05 mais velhos, nos faz crer que jamais pegaremos universo extenso e invasivo pode ser uma grande
esse bonde - embora ele seja para todos os que se escola, um mestre inesgotável, um salão de jogos
dispuserem a nele subir, não necessariamente para 60 divertido em que elas imediatamente se sentem à
ser campeões ou heróis. vontade, sem os limites dos adultos. Mas pode ser
A tecnologia abre territórios fascinantes, e amea- a estrada dos pedófilos, a alcova dos doentes, ou a
10 ça nos controlar: se pensarmos um pouco, sentiremos passagem sobre o limite do natural e lúdico para o
medo. O que mais vem por aí, quanto podemos lidar obsessivo e perverso.
com essas novidades, sem saber direito quais são as 65 Como quase tudo neste mundo nosso, duplo é o
positivas, quanto servem para promover progresso gume: comunicar-se é positivo, mas sinais feitos na
ou para nos exterminar ao toque do botão de algum sombra, sem verdadeiro nome nem rosto, podem
15 demente no poder? Exageradamente entregues a acabar em fantasmáticas perseguições e males.
esses jogos cada dia inovados, vamos nos perder da Singularmente, mas de maneira muito significativa,
nossa natureza real, o instinto? Viramos homens e 70 enquanto estamos velozes e espertos no computador,
mulheres pós-modernos, sem saber o que isso signifi- criando mundos virtuais, e jogando jogos cada vez
ca; somos cibernéticos, somos twitteiros e blogueiros, mais complexos, buscamos o nevoeiro desse anoni-
20 mas não passamos disso. E, se não formos muito mato e, na época das maiores inovações, curtimos voar
equilibrados, vamos nos transformar em hackers, e com bruxos em suas vassouras, namorar vampiros e
o mundo que exploda. 75 inventar avatares que vão de engraçados a sinistros.
Sobre a sensação de onipotência que esse mun- Estimulante, múltiplo, tão rico, resta saber o que
do novo nos confere, lembro a história deliciosa do vamos fazer nesse novo mundo - ou o que ele vai
25 aborígine que, contratado para guiar o cientista car- fazer de nós. Quando soubermos, estaremos afixados
regado de instrumentos refinados, disse-lhe: “Você e nele como borboletas presas com alfinete debaixo
sua gente não são muito espertos, porque precisam 80 da tampa de vidro ou vaga-lumes em potes de geleia
de todas essas ferramentas simplesmente para andar vazios, naquelas noites de verão quando a infância
no mato e observar os animais". era apenas aquela, inocente, que ainda espia sobre
30 Não vamos regredir: a civilização anda segundo ossos ombros.
seu próprio arbítrio. Mas, como quase todas as coisas,
(Revista Veja, 17 de fevereiro de 2010)
seus produtos criam ambiguidade pelo excesso de
aberturas e pelo receio diante do novo, que precisa
ser domesticado, para se tornar nosso servo útil. As QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
35 possibilidades do mundo virtual são quase infini- De acordo com o texto, a tecnologia
tas. Sua sedução é intensa. Tão enganador quanto
fascinante, no que tange à comunicação. Imenso, a) ao manter o anonimato, resguarda a integridade de
variado, assustador, rumoroso, ameaçador e frio, seus usuários.
porque impessoal. Nesse mundo difuso, somos quase b) é um instrumento capaz de resolver sérias questões
40 onipotentes, sem maior responsabilidade, pois cada no campo da ética e da moral.
ação nem sempre corresponde a uma consequên- c) ainda é um grande mistério para seus usuários, que a
cia - e ainda podemos nos esconder no anonimato. usam em intensidade, mas não sabem o que é.
d) oferece possibilidades infinitas de tornar seus usuários
onipotentes e mais sábios.

43
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • próprio arbítrio.” (l. 30 a 31)


Assinale a alternativa em que o trecho apresentado tra- Vamos seguir o avanço tecnológico, pois a civilização
duz um aspecto positivo em relação à tecnologia. anda de acordo com sua vontade.
b) “Viramos homens e mulheres pós-modernos, sem sa-
a) “... somos cibernéticos, somos twitteiros e blogueiros, ber o que isso significa; somos cibernéticos, somos twitteiros,
mas não passamos disso.” (l. 19 e 20) e blogueiros...” (l. 17 a 19)
b) “... estamos velozes e espertos no computador, criando Transformamo-nos em pessoas modernas, sem perceber
mundos virtuais, e jogando jogos cada vez mais complexos...” a razão; somos robôs, somos twitteiros e temos blogs...
(l. 70 a 72) c) “Estimulante, múltiplo, tão rico, resta saber o que
c) “... seus produtos criam ambiguidade pelo excesso de vamos fazer nesse novo mundo - ou o que ele vai fazer de
aberturas e pelo receio diante do novo...” (l. 32 e 33) nós.” (l. 76 a 78)
d) “Nesse mundo difuso, somos quase onipotentes, sem Excitante, variado, muito rico, resta saber o que faremos
maior responsabilidade, pois cada ação nem sempre corres- nesse mundo novo, ou o que ele fará de nós.
ponde a uma consequência...” (l. 39 a 41) d) “A tecnologia abre territórios fascinantes, e ameaça
nos controlar: se pensarmos um pouco sentiremos medo.”
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • (l. 09 a 11)
Espaços deslumbrantes são abertos pela tecnologia, e
Segundo o texto, é INCORRETO afirmar que:
ameaçam nos dominar, por isso sentiremos medo se pen-
sarmos um pouco.
a) o anonimato permite a coexistência de múltiplas
identidades na internet.
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) a comunicação virtual pode gerar perseguições e males.
c) as novidades tecnológicas trazem inúmeras possibili- Assinale a alternativa em que as modificações propostas
dades tanto positivas quanto negativas. NÃO acarretam mudança no sentido original do texto e
d) nesse mundo pós-moderno, as pessoas se isolam em respeitam a norma padrão da língua.
seus mundos virtuais.
a) “Para as crianças, esse universo extenso e invasivo pode
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ser uma grande escola, um mestre inesgotável, um salão
de jogos divertido em que elas imediatamente se sentem à
Assinale a alternativa que apresenta uma figura de
vontade...” (l. 57 a 61)
linguagem DIFERENTE da apresentada nas outras opções.
Esse universo extenso e invasivo pode ser para as crianças
uma escola grande, um inesgotável mestre, um salão de jogos
a) “Mas pode ser a estrada dos pedófilos, a alcova dos
divertido aonde elas se sentem confortáveis imediatamente.
doentes...”
b) “Se somos mais velhos, nos faz crer que jamais pega-
b) “...buscamos o nevoeiro desse anonimato...”
remos esse bonde – embora ele seja para todos os que se
c) “...estaremos afixados nele como borboletas presas
dispuserem a nele subir...” (l. 04 a 07)
com alfinetes...”
Quando somos mais velhos, nos faz crer que jamais
d) “...nadamos num rio de novidades...”
vamos pegar este bonde, conquanto ele seja para todos
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • aqueles que dispuserem-se a subir nele.
c) “A tecnologia abre territórios fascinantes, e ameaça
Assinale a alternativa em que a relação semântica apresen- nos controlar: se pensarmos um pouco, sentiremos medo.”
tada nos parênteses NÃO está presente no excerto analisado. (l. 09 a 11)
A tecnologia abre territórios fascinantes, ameaçando nos
a) “...um salão de jogos divertido em que elas imediata- controlar, entretanto vamos sentir medo, caso pensamos
mente se sentem à vontade...” l. 59 a 61 – (lugar) um pouco.
b) “Viramos homens e mulheres pós-modernos, sem d) “Sobre a sensação de onipotência que esse mundo
saber o que isso significa ...” l. 17 e 18 – (oposição) novo nos confere, lembro a história deliciosa do aborígene...”
c) “Como quase tudo neste mundo nosso, duplo é o (l. 23 a 25)
gume...” l. 65 e 66 – (comparação) Sobre a sensação de onipotência que esse novo mundo
d) “Tão enganador quanto fascinante, no que tange à confere a nós, lembro-me da deliciosa história do nativo.
comunicação.” l. 36 e 37 – (proporção)
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Assinale a alternativa correta.
Assinale a alternativa em que a reescrita do período NÃO
afeta o seu conteúdo semântico nem o gramatical. a) Quando o locutor utiliza a expressão “comunicar-se é
positivo” ressalta a importância de se estar sempre diante
a) “Não vamos regredir: a civilização anda segundo seu do computador.

44
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

b) “Gume” refere-se denotativamente a instrumento de QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


corte e, conotativamente, à perspicácia. Assinale a alternativa em que se encontra um termo de
c) A oração “enquanto estamos velozes e espertos no mesmo valor sintático do sublinhado no enunciado abaixo.
computador.” ressalta a consequência de nossas atitudes
diante do mundo virtual. “Nadamos num rio de novidades ...” (l. 01 e 02)
d) “voar com bruxos em suas vassouras”, pode ser classifi- a) “... para nos exterminar ao toque do botão...” (l. 14)
cado como termo agente, ou seja, sujeito da oração principal. b) “Sobre a sensação de onipotência que esse mundo...’ (l. 23)
c) “... e pelo receio diante do novo...“ (l. 33)
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) “... um salão de jogos divertido...” (l. 59 e 60)
Assinale a alternativa que contém uma afirmação IN-
CORRETA. QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A articulista constrói seu texto com palavras do campo
a) Se se reescrever a expressão “namorar vampiros”, semântico da informática e da cibernética que:
alterando-a para “namorar com vampiros” manter-se-á a
correção de acordo com a norma padrão da língua. a) caracterizam o mundo atual, que é marcado por múl-
b) As formas verbais que figuram nesse parágrafo reme- tiplas possibilidades.
tem ao mesmo tempo verbal, ou seja, pretérito perfeito do b) explicam o sentido das expressões nessa área do
modo indicativo. conhecimento.
c) Quando se menciona a busca do nevoeiro do anoni- c) argumentam sobre a necessidade da inclusão digital
mato remete-se a máscaras da realidade. também das pessoas idosas.
d) Em “... sinais feitos na sombra, sem verdadeiro nome d) demonstram uma enumeração de vantagens da
nem rosto...”, pode-se encontrar uma circunstância de modo. modernidade.

QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considerando o conteúdo semântico, relacione a 1ª co- Assinale a alternativa em que a mudança na pontuação
luna à 2ª e, a seguir, assinale a alternativa correta. NÃO altera o sentido do trecho, tampouco fere a norma padrão.

1ª coluna 2ª coluna a) “A tecnologia abre territórios fascinantes, e ameaça


(1) Fantasmáticas ( ) Cerração nos controlar: se pensarmos um pouco, sentiremosmedo.”
(2) Virtuais ( ) Único, distinto (l. 09 a 11)
(3) Avatares ( ) Imagens ilusórias apavorantes A tecnologia abre territórios fascinantes. E ameaça nos
(4) Nevoeiro ( ) Encarnação de um deus controlar.Se pensarmos um pouco: sentiremos medo.
(5) Singularmente ( ) Suscetível de exercer-se, potencial b) “Se somos mais velhos, nos faz crer que jamais pega-
( ) Particular remos esse bonde - embora ele seja para todos os que se
dispuserem a nele subir...” (l. 04 a 07)
a) 2, 1, 3, 5, 4, 3 Se somos mais velhos - nos faz crer, que, jamais, pega-
b) 5, 4, 2, 3, 1, 1 remos esse bonde; embora ele seja para todos os que, se
c) 4, 5, 1, 3, 2, 5 dispuserem a nele subir...
d) 1, 3, 4, 2, 5, 2 c) “Relacionamentos pessoais começam e terminam,
bem ou mal, nesse campo virtual - não muito diferente do
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • mundo dito real, dos bares, festas e trabalho, faculdade e
Marque a alternativa em que a palavra “se” tenha a mesma escola.” (l. 54 a 57)
função sintática daquela exercida na frase abaixo. Relacionamentos pessoais começam e terminam - bem
“Se somos mais velhos, nos faz crer que jamais pegare- ou mal - nesse campo virtual, não muito diferente do mundo
mos esse bonde...” dito real, dos bares, festas e trabalho, faculdade e escola.
d) “Como quase tudo neste mundo nosso, duplo é o
a) “Criam-se sérias questões morais e éticas...” gume: comunicar-se é positivo, mas sinais feitos na sombra,
b) “E, se não formos muito equilibrados, vamos nos sem verdadeiro nome nem rosto, podem acabar em fantas-
transformar em hackers...” máticas perseguições e males.” (l. 65 a 68)
c) “... cortamos a cabeça de quem se destaca ...” Como quase tudo neste mundo nosso, duplo é o gume.
d) “... embora ele seja para todos os que se dispuserem Comunicar-se é positivo. Mas sinais feitos na sombra
a nele subir...” - sem verdadeiro nome, nem rosto, podem acabar em fan-
tasmáticas, perseguições e males.

45
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Texto II
Assinale a alternativa correta. A literatura da era digit@l

a) A metalinguagem permeia todo o texto, porque há um A internet tem sido um veículo de extrema impor-
grande destaque para o código da linguagem tecnológica. tância para a divulgação dos escritores das novas
b) A principal intenção comunicativa do locutor é alertar para gerações, assim como dos autores de épocas em
os perigos que o mundo virtual pode oferecer a adultos e crianças. que os únicos meios de acesso à leitura eram o livro
c) O título “Bruxos, vampiros e avatares” faz referência 05 e os jornais. Hoje, com todo o advento da tecnologia,
direta aos homens e mulheres pós-modernos cada vez mais os leitores de diversas faixas etárias e de qualquer
racionais, objetivos e espertos no uso do computador. parte do mundo podem acessar e fazer o dowload
d) O subtítulo dá ênfase aos aspectos positivos do universo gratuito de uma infinidade de livros, usando o site
tecnológico, o que se evidencia pelo uso do adjetivo “fascinantes”. de buscas Google. Pesquisas recentes indicam que
10 o número de obras literárias de poesia e ficção
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • tem crescido consideravelmente dentro do espaço
Assinale a alternativa em que a substituição do elemento cibernético nos últimos anos. Vários escritores têm
coesivo altera o sentido das frases. preferido publicar seus textos ou livros virtualmente
a ter que enfrentar os critérios e a seleção, muitas
a) “Cibernéticos e virtuais, nadamos num rio de novidades 15 vezes injusta, das editoras. Portanto, a internet tem
e nos consideramos moderníssimos.” (l. 01 e 02) se tornado um espaço facilitador que acaba por
Cibernéticos e virtuais, nadamos num rio de novidades, redimensionar a literatura em todo o mundo.
mas também nos consideramos moderníssimos. O espaço cibernético proporcionou também a apro-
b) “Você e sua gente não são muito espertos, porque ximação do escritor com seu leitor. Há menos de
precisam de todas essas ferramentas simplesmente para 20 quinze anos, o escritor era um completo desconhe-
andar no mato...” (l. 26 a 29) cido. Comprávamos um livro e o líamos sem grandes
Você e sua gente não são muito espertos, porquanto preci- possibilidades de contato com o autor. Hoje, ao
sam de todas essas fermentas simplesmente para andar no mato. lermos um livro impresso ou digitalizado, podemos
c) “Imenso, variado, assustador, rumoroso, ameaçador, e encontrar sites e blogs que trazem mais informações
frio, porque impessoal.” (l. 37 a 39) 25 sobre o autor e seus processos de escrita, entrevistas,
Imenso, variado, assustador, rumoroso, ameaçador, e frio, curiosidades sobre personagens e todo tipo de infor-
conquanto impessoal. mação que puder advir da obra em questão. Vários
d) “Não vamos regredir: a civilização anda segundo seu desses endereços virtuais disponibilizam até mesmo
próprio arbítrio.” (l. 30 e 31) o e-mail do autor, de forma que seus leitores podem
Não vamos regredir: a civilização anda em consonância 30 estabelecer contato com ele através de mensagens
com seu próprio arbítrio. que muitas vezes são respondidas num tom cordial.
O escritor atual está mais próximo de seu leitor. A
QUESTÃO 17 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
geração literária brasileira que vem se destacando
Numere a segunda coluna de acordo com a primeira. Em no mercado editorial da última década, como Luís
seguida, assinale a alternativa que contém a sequência correta. 35 Ruffato, Cíntia Moscovich, Marcelino Freire, Santiago
Nazarian, Daniel Galera, Simone Campos, Nélson de
1ª coluna 2ª coluna
Oliveira, e muitos outros, tem permitido que o leitor
1 - Derivação prefixal ( ) impessoal
possa ingressar no “mundo do autor” e conhecer o
2 - Derivação sufixal ( ) hackers
dia a dia do escritor através de seus blogs e sites.
3 - Derivação prefixal e sufixal ( ) vagalumes
40 Além disso, há sites e portais especializados em
4 - Derivação passintética ( ) progresso
literatura, como o Portal Literal, Literatura e Arte _
5 - Derivação imprópria ( ) fascinantes
Cronópios, Rascunho, Releituras e outros, repletos
6 - Derivação regressiva ( ) regredir
de informações sobre literatura e entrevistas com
7 - Composição por justaposição ( ) twitteiros
uma ampla variedade de autores.
8 - Composição por aglutinação ( ) pedófilos
9 - Hibridismo ( ) demente 45 Nos dias atuais, não basta publicar a obra, é preciso
10 - Empréstimo ( ) diante do novo também publicar o autor. E grande parte dessa
( ) anonimato acessibilidade à figura do escritor tem sido propor-
cionada pela internet.
a) 4, 9, 8, 5, 3, 3, 10, 2, 7, 1, 8 (...)
b) 3, 10, 7, 6, 2, 1, 9, 8, 1, 5, 4
c) 3, 8, 5, 2, 3, 10, 7, 9, 6, 1, 4
d) 1, 10, 7, 4, 2, 1, 8, 9, 5, 6, 3

46
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

50 Muitos questionamentos acerca da resistência dos QUESTÃO 20 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


livros em relação à internet são constantemente Analise as assertivas abaixo e escreva (V) para as verda-
elaborados, tanto por leitores comuns quanto por deiras e (F) para as falsas.
especialistas de várias áreas. O que já sabemos
é que mesmo com o desaparecimento do livro ( ) A expressão “mesmo com” (l. 53) garante a progressão
55 sendo alardeado há muitos anos, desde que obras semântica do texto devido a seu valor aditivo.
digitalizadas começaram a aparecer na internet, as ( ) O elemento coesivo “por outro lado” (l. 69) introduz uma
obras impressas não sumiram das editoras nem das contraposição ao que foi afirmado anteriormente.
livrarias. Pelo contrário, o número de editoras tem ( ) A expressão “até mesmo” (l. 28) significa que a dis-
crescido consideravelmente no Brasil. ponibilização do e-mail do autor é o ponto máximo da
60 As vantagens que o advento da internet ofereceu aproximação entre escritor e leitor.
ao ressurgimento dos livros nessa era de tecnologia ( ) O conectivo “assim” (l. 03) introduz uma sequência
e modernização não são poucas. Contudo, não que tem por objetivo explicitar, confirmar a informação
podemos afirmar que se lê menos hoje do que há precedente.
décadas. É possível que se leia de forma diferente. ( ) O elemento coesivo “Além disso” (l. 39) introduz uma
65 Agora há mais informações, textos mais diversi- informação que é decisiva na argumentação.
ficados, o leitor pode escolher e selecionar o que
realmente quer ler. Claro que há aqueles que não A sequência correta é:
dispensam os livros, as páginas, o cheiro, a história
no papel impresso. Não podemos negar que é exci- a) V – F – V – F – V.
70 tante possuir um livro nas mãos e lê-lo. Mas também, b) F – F – V – V – V.
por outro lado, não podemos duvidar que a internet c) F – V – V – F – V.
nos possibilita a leitura de livros que não poderiam d) V – V – F – V – F.
chegar às nossas mãos a não ser por ela.
QUESTÃO 21 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(Revista Conhecimento Prático.Março/2010.p.24-28.)
Assinale a alternativa em que NÃO há uma oração subor-
dinada reduzida de infinitivo.
QUESTÃO 18 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Com a leitura do Texto II, pode-se inferir que a/o a) “Nos dias atuais, não basta publicar a obra, é preciso
também publicar o autor.” (l. 45 e 46)
a) internet tem sido um instrumento valioso para os b) “Mas também, por outro lado, não podemos duvidar
leitores mais experientes. que a internet nos possibilita a leitura de livros...” (l. 69 e 70)
b) escritor está mais próximo do leitor e enfrenta menos c) “Não podemos negar que é excitante possuir um livro
obstáculos nas editoras. nas mãos e lê-lo.” (l. 67 a 69)
c) literatura transformou-se através das inovações tec- d) “Vários escritores têm preferido publicar seus textos
nológicas. ou livros virtualmente a ter que enfrentar os critérios e a
d) desaparecimento do livro é inevitável diante da mod- seleção...” (l. 12 a 14)
ernização.
QUESTÃO 22 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 19 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Assinale a alternativa em que a substituição proposta
NÃO se pode inferir do Texto II que: mantém o significado original e a correção gramatical.
a) a importância da informática na divulgação das obras a) “Há menos de quinze anos, o escritor era um completo
literárias é inegável. desconhecido.” (l. 19 e 20)
b) a relação autor/leitor ampliou-se devido à facilidade Fazem menos de quinze anos, o escritor era um completo
de contatos proporcionados pela internet. desconhecido.
c) apesar da facilidade e gratuidade de leituras pela in- b) “Nos dias atuais não basta publicar a obra, é preciso
ternet, não houve o desaparecimento de obras impressas, também publicar o autor.” (l. 45 e 46)
observou-se contrariamente o crescimento do número de Nos dias atuais não basta publicar a obra, é necessário
editoras no Brasil. também publicar o autor.
d) a internet nos retirou o gosto pela leitura no papel c) “Pelo contrário, o número de editoras tem crescido
impresso. consideravelmente no Brasil.” (l. 57 e 58)
Pelo contrário, o número de editoras tem crescido de
forma inexplicada no Brasil.
d) “Portanto, a internet tem se tornado um espaço facil-

47
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

itador que acaba por redimensionar a literatura em todo o EPCAR 2011 / 2012
mundo.” (l. 15 a 17)
Contudo, a internet tem se tornado um espaço facilitador Texto I
que acaba por redimensionar a literatura em todo o mundo. QUERO VOLTAR A CONFIAR

QUESTÃO 23 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Fui criado com princípios morais comuns.


Quando eu era pequeno, mães, pais, professores,
Leia com atenção o fragmento a seguir. avós, tios, vizinhos eram autoridades dignas de
respeito e consideração. Quanto mais próximos ou
“Pesquisas recentes indicam que o número de obras 05 mais velhos, mais afeto. Inimaginável responder de
literárias de poesia e ficção tem crescido consideravelmente forma mal educada aos mais velhos, professores
dentro do espaço cibernético nos últimos anos.” (l. 09 a 12) ou autoridades... Confiávamos nos adultos, porque
todos eram pais, mães ou familiares da nossa rua,
Sobre esse fragmento, só NÃO se pode afirmar que: do bairro ou da cidade. Tínhamos medo apenas do
10 escuro, dos sapos, dos filmes de terror...
a) há duas orações e uma frase.
b) ocorrem três circunstâncias adverbiais. Hoje me deu uma tristeza infinita por tudo
c) trata-se de um período composto por coordenação e aquilo que perdemos. Tudo que os meus netos um
subordinação. dia enfrentarão. Pelo medo no olhar das crianças,
d) há uma conjunção integrante. dos velhos, dos jovens e dos adultos. Direitos hu-
15 manos para os criminosos, deveres ilimitados para
QUESTÃO 24 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • os cidadãos honestos. Não levar vantagem em tudo
significa ser idiota. Trabalhador digno e cumpridor
De acordo com o Texto II, assinale a alternativa que
dos deveres virou otário. Pagar dívidas em dia é
NÃO apresenta uma contribuição oferecida à literatura pela
ser tonto - anistia para corruptos e sonegadores.
internet.
20 O que aconteceu conosco? Professores maltra-
a) Acesso a obras de difícil aquisição. tados nas salas de aula; comerciantes ameaçados por
b) Diversificação dos textos à disposição do leitor. traficantes; grades em nossas janelas e portas. Que
c) Excitação de possuir um livro nas mãos. valores são esses? Automóveis que valem mais que
d) Maior conhecimento do processo de escrita. abraços. Filhas querendo uma cirurgia como presente
25 por passarem de ano. Filhos esquecendo o respeito
no trato com pais e avós. No lugar de senhor, senhora,
ficou “oi cara”, ou “como está, coroa”? Celulares nas
mochilas de crianças. “O que vais querer em troca
de um abraço?” – “A diversão vale mais que um di-
30 ploma.” – “Uma tela gigante vale mais que uma boa
conversa.” – “Mais vale uma maquiagem do que um
sorvete.” - “Aparecer do que ser.” Quando foi que
tudo desapareceu ou se tornou ridículo?
Quero arrancar as grades da minha janela para
35 poder tocar nas flores...^ Quero me sentar na varan-
da e dormir com a porta aberta nas noites de verão.
Quero a honestidade como motivo de orgulho. Quero
a retidão de caráter, a cara limpa e o olhar “olho no
olho”. Quero sair de casa sabendo a hora em que esta-
40 rei de volta, sem medo de assaltos ou balas perdidas.
Quero a vergonha na cara e a solidariedade. Onde
a palavra valia mais que um documento assinado.
Quero a esperança, a alegria, a confiança de volta.
Quero calar a boca de quem diz: “temos que estar
45 ao nível de” ao falar de uma pessoa.
E viva o retorno da verdadeira vida, simples
como a chuva, limpa como o céu de primavera,
leve como a brisa da manhã. E definitivamente bela
como cada amanhecer.

48
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

50 Quero ter de volta o meu mundo simples e a) Das seis interrogações presentes no texto, (l. 20, 23, 27,
comum, onde existam o amor, a solidariedade e a 29, 33, 56), apenas duas delas são meramente retóricas, ou
fraternidade como bases. Vamos voltar a ser gente. seja, visam induzir o leitor a uma reflexão.
A ter indignação diante da falta de ética, de moral, de b) As reticências (l. 10 e l. 35), em ambas as ocorrências,
respeito. Construir um mundo melhor, mais justo e têm a mesma função: indicar a supressão de elementos que
55 mais humano, onde as pessoas respeitem as pessoas. não são citados devido a sua irrelevância.
c) As aspas que aparecem nas linhas 27 a 32 indicam citação
Utopia? direta e expressões estranhas à língua, respectivamente.
Quem sabe. d) O ponto e vírgula, nas linhas 21 e 22, é usado para enume-
Precisamos tentar. rar constatações feitas pelo locutor em relação à realidade atual.
Arnaldo Jabor - http://www.pensador.uol.com.br/textos_de_arnaldo_ja-
bor/2/ Data de acesso: 30/04/2011
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Assinale a alternativa correta.
Em relação à postura do locutor do (no) texto, NÃO se
pode inferir que: a) “Apenas” (l. 9) é um operador argumentativo que de-
nota, ao mesmo tempo, realce e exclusão.
a) acredita nos valores éticos e morais como base para a b) “Definitivamente” (l. 48) é um advérbio de intensidade que
manutenção de uma sociedade justa e solidária. modifica “bela” (l. 48) que, por sua vez, caracteriza “vida” (l. 46).
b) deseja que a sociedade se espelhe no modelo do pas- c) Em “vale mais” (l. 30) e “mais vale” (l. 31) a mudança de ordem
sado para recuperar a dignidade e a simplicidade humanas. das palavras alterou a classificação morfológica da palavra “mais”.
c) critica o modo de vida da sociedade moderna, conside- d) Em “Aparecer do que ser.” (l. 32) a locução sublinhada
rando-a fútil e superficial. é usada para estabelecer uma relação de superlatividade
d) expressa um ponto de vista coletivo, embora inicie o entre os termos.
texto com o verbo na 1ª pessoa do singular.
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Leia o fragmento abaixo:
Analise as afirmativas abaixo.
“Hoje me deu uma tristeza infinita por tudo aquilo que
I - O texto está organizado numa sequência temporal, perdemos. Tudo que os meus netos um dia enfrentarão.
apresentando como era a vida no passado, como é agora e Pelo medo no olhar das crianças, dos velhos, dos jovens e
como será no futuro. dos adultos. Direitos humanos para os criminosos, deveres
II - O primeiro parágrafo são lembranças de um tempo ilimitados para os cidadãos honestos.” (l. 11 a 16)
passado; o segundo e terceiro são constatações da realidade
atual e os parágrafos restantes são a proposta de solução para Sobre ele é INCORRETO afirmar que:
os problemas da atualidade.
III - No terceiro parágrafo, linhas 23 a 26, os três períodos a) o segundo e terceiro períodos poderiam ser reescritos
que seguem à interrogação poderiam estar coordenados como coordenados ao primeiro, já que, semanticamente,
entre si, mas foram construídos dessa forma para dar ênfase estão relacionados ao termo “tristeza infinita”.
à informação dada em cada um. b) O último período, semântica e discursivamente, apre-
IV - O pronome relativo “onde” (l. 41) não possui um an- senta-se como uma conclusão crítica e resumitiva da ideia
tecedente explícito no período. Sua retomada é extratextual. anteriormente expressa.
V - A expressão “ao nível de” (l. 44), segundo alguns gra- c) O sujeito da primeira oração do primeiro período é
máticos, deve ser evitada, pois é uma construção inadequada classificado como sujeito simples e está representado pelo
do ponto de vista da norma culta padrão. pronome “me”.
d) Em ambas as ocorrências o “que” é um pronome rela-
São verdadeiros os itens tivo que introduz orações subordinadas adjetivas restritivas.

a) II, III e IV. QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


b) III, IV e V.
Assinale a alternativa em que o comentário entre parên-
c) I, II e V.
teses está adequado ao trecho apresentado.
d) I, IV e V.
a) “Inimaginável responder de forma mal educada aos mais
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
velhos, professores ou autoridades...” (l. 5 e 6). (O conectivo
Assinale a alternativa em que há uma afirmação correta sublinhado estabelece uma relação de inclusão entre os termos.)
sobre a pontuação no texto. b) “Confiávamos nos adultos porque todos eram pais,
mães ou familiares da nossa rua...” (l. 7 e 8). (O conectivo

49
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

sublinhado foi empregado para estabelecer uma relação de c) Há um tom de saudosismo, mas ao mesmo tempo de convi-
explicação entre as orações.) te à mudança de comportamento das pessoas ao longo do texto.
c) “Trabalhador digno e cumpridor dos deveres virou d) A vida simples, comum, pautada em valores básicos
otário” (l. 17 e 18). (O verbo da oração é transitivo e exige como a justiça e a fraternidade, é um desejo irrealizável.
um complemento ligado a ele diretamente.)
d) “Filhas querendo uma cirurgia como presente por passa- Texto II
rem de ano.” (l. 24 e 25). (O conectivo sublinhado estabelece Eu acuso
uma relação de comparação entre cirurgia e presente.)
Meu dever é falar, não quero ser cúmplice. (...) (Émile Zola)
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
05 Foi uma tragédia fartamente anunciada. Em milha-
Assinale a alternativa em que a presença da figura de
res de casos, desrespeito. Em outros tantos, escárnio.
linguagem foi analisada de forma INADEQUADA.
Em Belo Horizonte, um estudante processa a escola e o
a) “Quero a cara limpa e o olhar ‘olho no olho’ ” – presença professor que lhe deu notas baixas, alegando que teve
de metáfora. danos morais ao ter que virar noites estudando para
b) “Uma tela gigante vale mais que uma boa conversa”– a prova subsequente. (Notem bem: o alegado “dano
presença de metonímia. moral” do estudante foi ter que... estudar!).
c) “Quero arrancar as grades de minha janela (...) Quero A coisa não fica apenas por aí. Pelo Brasil afora,
me sentar na varanda (...) Quero retidão de caráter (...)” – ameaças constantes (...). O ápice desta escalada ma-
presença de polissíndeto. 10 cabra não poderia ser outro.
d) “E viva o retorno da verdadeira vida, simples como a chuva, O professor Kássio Vinícius Castro Gomes pagou
limpa como o céu de primavera (...)” – presença de comparação. com sua vida, com seu futuro, com o futuro de sua
esposa e filhas, com as lágrimas eternas de sua mãe,
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • pela irresponsabilidade que há muito vem tomando
15
Da leitura do texto, só NÃO é correto afirmar que: conta dos ambientes escolares.
Há uma lógica perversa por trás dessa asquerosa
a) a função emotiva prevalece embora esteja também em
escalada. A promoção do desrespeito aos valores, ao
evidência a função fática da linguagem.
bom senso, às regras de bem viver e à autoridade foi
b) os filhos apresentam como características marcantes
20 elevada a método de ensino e imperativo de convi-
a vaidade, o consumismo e o imediatismo.
vência supostamente democrática.
c) o locutor perdeu a confiança na humanidade que parece
a seus olhos como sem caráter e sem humanidade. No início, foi o maio de 68, em Paris: gritava-se nas
d) a linguagem utilizada pelos jovens é também indício de ruas que “era proibido proibir”. Depois, a geração do “não
desrespeito aos mais velhos. bate, que traumatiza”. A coisa continuou: “Não reprove,
25 que atrapalha”. Não dê provas difíceis, pois “temos que
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • respeitar o perfil dos nossos alunos”. Aliás, “prova não pro-
Assinale a alternativa em que a reescrita proposta está va nada”. Deixe o aluno “construir seu conhecimento.” Não
em acordo com a norma padrão da língua. vamos avaliar o aluno. Pensando bem, “é o aluno que vai
avaliar o professor”. Afinal de contas, ele está pagando...
a) Não é possível nos imaginar respondendo aos mais velhos, 30 E como a estupidez humana não tem limite, a
aos professores ou às autoridades com malcriadez. (l. 5 e 6) avacalhação geral epidêmica, travestida de “novo
b) Quero de volta o meu mundo simples e comum em que ha- paradigma” (Irc!), prosseguiu a todo vapor, em vários
jam bases como o amor, a solidariedade e a fraternidade. (l. 50 a 52) setores: “o bandido é vítima da sociedade”, “temos
c) Voltemos a ser gente! Diante da falta de ética, moral e que mudar ‘tudo isso que está aí’; “mais importante
respeito, indignemos-nos! (l. 52 e 53) 35 que ter conhecimento é ser ‘crítico’.” (...)
d) Tínhamos confiança para com os adultos, não obstante
Estamos criando gerações em que uma parce-
fossem pais, mães e familiares da nossa rua, do bairro ou da
la considerável de nossos cidadãos é composta de
cidade. (l. 7 a 9)
adultos mimados, despreparados para os problemas,
decepções e desafios da vida, incapazes de lidar com
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
40 conflitos e, pior, dotados de uma delirante certeza de
A partir da leitura do texto, pode-se inferir que: que “o mundo lhes deve algo”.

a) os princípios morais comuns ficaram restritos ao passado; Um desses jovens, revoltado com suas notas
hoje, os poucos que restam são complexos e não respeitados. baixas, cravou uma faca com dezoito centímetros de
b) O modo de vida atual exige que as pessoas estejam mais lâmina, bem no coração de um professor. Tirou-lhe tudo
atentas aos direitos do outro, o que torna as relações mais informais. 45 o que tinha e tudo o que poderia vir a ter, sentir, amar.

50
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

Ao assassino, corretamente, deverão ser concedi- QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


dos todos os direitos que a lei prevê: o direito ao trata- Da leitura do texto, é INCORRETO depreender que:
mento humano, o direito à ampla defesa, o direito de não
ser condenado em pena maior do que a prevista em lei. a) A geração atual foi concebida a partir da crença de que é
50 Tudo isso, e muito mais, fará parte do devido processo necessário mudar o comportamento da sociedade na qual está
legal, que se iniciará com a denúncia, a ser apresentada inserida, pois ela deve a essa geração uma nova forma de viver.
pelo Ministério Público. A acusação penal ao autor do b) os três primeiros períodos do texto, ao introduzir o tema
homicídio covarde virá do promotor de justiça. Mas, a ser desenvolvido, apresenta-o através de uma gradação,
com a licença devida ao célebre texto de Émile Zola, EU preparando o leitor para o absurdo dos fatos que se seguem.
55 ACUSO tantos outros que estão por trás do cabo da faca: c) a enumeração presente em “... pagou com sua vida,
EU ACUSO a pedagogia ideologizada, que pre- com seu futuro, com o futuro de sua esposa e filhas, com as
tende relativizar tudo e todos, equiparando certo ao lágrimas eternas de sua mãe...” tem a intenção de enfatizar
errado e vice-versa; (...) as consequências do fato apresentado.
d) o excesso de adjetivos de cunho negativo se justifica pela
EU ACUSO os burocratas da educação (...) necessidade de o locutor expressar sua indignação perante os
60 EU ACUSO a lógica doentia e hipócrita do aluno- fatos, o que é corroborado pela epígrafe no texto.
cliente, (...), cujo boleto hoje vale muito mais do que
seu sucesso e sua felicidade amanhã; (...) QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
EU ACUSO os alunos que protestam contra a Da leitura do texto, infere-se que:
impunidade dos políticos, mas gabam-se de colar nas
65 provas, assim como ACUSO os professores que, vendo a) o locutor deseja que o criminoso tenha um julgamento em
tais alunos colarem, não têm coragem de aplicar a consonância com as leis do nosso país, já que considera o assassino
devida punição. vítima de uma sociedade repleta de adultos mimados.
Uma multidão de filhos tiranos, que se tornam b) ao acusar diversas camadas da sociedade, o locutor as
alunos-clientes, serão despejados na vida como vê como co-autoras do crime, porque ajudaram a construir
70 adultos eternamente infantilizados e totalmente pessoas como o homicida.
despreparados, tanto tecnicamente para o exercício c) os alunos-clientes serão adultos mal preparados técnica e
da profissão, quanto pessoalmente para os conflitos, pessoalmente para vida, pois as escolas do país se preocupam
desafios e decepções do dia a dia. mais com o boleto relativo ao aluno do que com seus professores.
d) o modo de vida democrático no qual o bom senso, o
Ensimesmados em seus delírios de perseguição respeito às diferenças, a construção do saber e o respeito à
75 ou de grandeza, estes jovens mostram cada vez menos individualidade imperam é prejudicial à formação de cidadãos
preparo na delicada e essencial arte que é lidar com maduros, éticos e responsáveis.
aquele ser complexo e imprevisível que podemos
chamar de “o outro”. QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A infantilização eterna cria a seguinte e horrenda Assinale a alternativa em que a reescrita do trecho abaixo
80 lógica, hoje na cabeça de muitas crianças em corpo de mantém a correção gramatical, o sentido original presente
adulto: “Se eu tiro nota baixa, a culpa é do professor. no texto, a coesão e a coerência.
Se não tenho dinheiro, a culpa é do patrão. Se me “... um estudante processa a escola e o professor que lhe
drogo, a culpa é dos meus pais. Se furto, roubo, mato, deu notas baixas...”
a culpa é do sistema. Eu, sou apenas uma vítima. Uma
85 eterna vítima. (...) Quando eu era criança, eu batia os a) A escola e o professor é processado por um aluno que
pés no chão. Mas agora, fisicamente, eu cresci. Por- recebeu nota baixa deles.
tanto, você pode ser o próximo.” b) O professor de uma escola foi processado por um es-
Qualquer um de nós pode ser o próximo, por tudante porque dera a ele notas baixas.
qualquer motivo. Em qualquer lugar, dentro ou fora das c) A escola e o professor que dava notas baixas ao aluno
90 escolas. A facada ignóbil no professor Kássio dói no peito fora por aquele processado.
de todos nós. Que a sua morte não seja em vão. É hora d) A escola e o professor são processados por um estu-
de repensarmos a educação brasileira e abrirmos mão dante porque este recebeu notas baixas daquele.
dos modismos e invencionices. A melhor “nova cultura de
paz” que podemos adotar nas escolas e universidades é QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
95 fazermos as pazes com os bons e velhos conceitos de se- Ao substituir a palavra sublinhada por aquela que se encontra
riedade, responsabilidade, disciplina e estudo de verdade. entre parênteses, mantém-se a significação original do texto em:
(Tributo ao professor Kássio Vinícius Castro Gomes – adaptado)
Igor Pantuzza Wildmann, Advogado – Doutor em Direito. - Professor a) “Ensimesmados em seus delírios de perseguição ou de
universitário. Fonte: Jornal Impacto.

51
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

grandeza...” (l. 75 e 76). (acabrunhados) b) “E como a estupidez humana não tem limite...” (l. 30)
b) “A infantilização eterna cria a seguinte e horrenda – (conforme).
lógica...”(l. 80 e 81). (ingenuidade) c) “Pelo Brasil afora, ameaças constantes...” (l. 8 e 9) –
c) “A facada ignóbil no professor Kássio dói no peito de (em diante).
todos nós.” (l. 91 e 92). (desprezível) d) “Portanto, você pode ser o próximo.” (l. 87 e 88) – (assim).
d) “... repensarmos a educação brasileira e abrirmos mão
dos modismos e invencionices. (l. 93 e 94). (artificialidades) QUESTÃO 19 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Some as afirmativas que dizem respeito às acusações
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • feitas à escola no texto II.
Assinale a afirmativa correta.
(02) Sobreposição dos interesses financeiros às necessi-
dades de formação do educando.
a) Em “A acusação penal ao autor do homicídio covarde virá
(04) Relativização das ações dos alunos e nivelação dos
do promotor de justiça.” (l. 52 a 54) pode-se trocar o tempo verbal
desiguais.
pelo futuro do pretérito, pois o sentido original ficará mantido.
(08) Inconstância dos métodos nas avaliações do sucesso
b) O pronome relativo cujo em “... aluno-cliente cujo
ou insucesso dos alunos.
boleto hoje vale muito mais...” (l. 61 e 62) tem como antece-
(16) Conivência com os alunos nas atitudes incorretas.
dente aluno-cliente, mas está no masculino singular porque
concorda com o seu consequente, boleto. Assinale a alternativa que corresponde à soma correta.
c) Ao passar para o plural o trecho das linhas 30 a 32,
temse: E como as estupidezes humanas não tem limites, as a) 18.
avacalhações gerais epidêmicas, travestida de novos para- b) 30.
digmas (Irc!) prosseguiram... c) 22.
d) Devemos consideração e respeito à mãe, pai, profes- d) 14.
sor e avós. Esse período atende à norma padrão da Língua
Portuguesa em relação à sintaxe de regência. QUESTÃO 20 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Observe os aspectos de ortografia e acentuação nos
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • enunciados abaixo.
Assinale a alternativa correta.
I - A opnião dos autores de ambos os textos é pessimista
em ecesso no que diz respeito aos dicentes em geral.
a) Nas linhas 23, 24, 25, 26 e 27, as aspas foram utilizadas para ex-
II - Apartir do momento em que permitimos aos jovens que
pressar discordância do autor em relação às tendências pedagógicas.
nos tratem de forma desrespeitosa, estamos insentivando a
b) “Irc! (l. 32) é uma interjeição que foi utilizada para ex-
irresponsabilidade e até mesmo o crime.
pressar incredulidade em relação aos paradigmas.
III - Derrepente, a sociedade se vê diante de uma inversão
c) O verbo reprovar (l. 24) está corretamente flexionado
de valores dificil de ser superada.
na 2ª pessoa do singular do Imperativo negativo.
IV - A análize cuidadosa do que acontece dentro das escolas leva-
d) “Aliás” (l. 25) é um elemento coesivo que estabelece, ao
-nos à obvia conclusão de que algo precisa mudar urgentemente.
mesmo tempo, uma relação de concessão e esclarecimento.
V - Concerteza a familia possue uma enorme parcela de
culpa na falta de preparo e na infantilização dos jovens de hoje.
QUESTÃO 17 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Assinale a alternativa em que a flexão de número proposta Assinale a alternativa correta.
NÃO está de acordo com a norma padrão da língua.
a) Há apenas 2 (dois) vocábulos grafados incorretamente
a) Uma multidão de filhos tiranos será despejada na vida em cada um dos itens I e II.
como adultos eternamente infantilizados. b) Há apenas um (1) vocábulo grafado incorretamente
b) Tudo isso e muito mais farão parte do devido processo legal. no item III.
c) Qualquer um de nós podemos ser os próximos por c) Não há vocábulos grafados incorretamente no item IV.
quaisquer motivos. d) Há apenas três (3) vocábulos grafados incorretamente
d) Milhares de casos de desrespeito parecia anunciarem nos itens I
fartamente a tragédia.

QUESTÃO 18 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Assinale a alternativa em que a substituição proposta entre
parênteses para o termo em destaque está adequada.
a) “Estamos criando gerações em que uma parcela consi-
derável...” (l. 36 e 37) – (onde).

52
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

EPCAR 2012 / 2013 Nos últimos tempos, dei para fazer uma lista de mo-
mentos felizes. E aqui é importante deixar claro que esses
Texto 1 momentos devem durar um certo período de tempo. Um
Você reconhece quando chega a felicidade? 55 episódio isolado feliz - como quatro dias de Carnaval, por
Tenho uma forte antipatia pela obrigação de ser exemplo - não significa felicidade. A felicidade, quando
feliz que acompanha o Carnaval. Quem foge da folia vem, não vem de passagem. Não dura para sempre, mas
05 60 dura um tempinho. Gosta de uma certa estabilidade, [...]
ganha o rótulo de antissocial, depressivo ou chato.
Nada contra o Carnaval. Apenas contra essa confusão Sabendo quando você foi feliz, é mais fácil descobrir por
de conceitos. Uma festa alegre não significa que você que foi feliz. Para ser ainda mais funcional, é bom que a
esteja plenamente feliz. E forçar uma situação de fe- lista seja cronológica. Lendo a minha, constato que fico
licidade tem tudo para terminar em arrependimento cada vez mais feliz e por mais tempo.
e frustração. 65 Será que ela está aqui agora? Não sei dizer. Mas a
Aliás, você reconhece a felicidade quando ela paz de que desfruto agora é um sintoma dela. E isso
chega? Sabe que está sendo feliz naquele momento? não tem nada a ver com a tal obrigação de ser feliz
10
Espere um pouco antes de responder. Pense de novo. desfilando no Sambódromo. Continuo meus estudos.
Já tenho certeza de que hoje sou mais amiga da felici-
Estamos falando de felicidade! Não de uma ale- dade do que jamais fui em qualquer tempo.
gria qualquer. E qual é a diferença? Bem, descrever
a felicidade não é fácil. Ela é muito recatada. Não Ana Paula Padrão (adaptado) - Revista ISTOÉ 2206, de 22/02/2012.

15 fica ali posando para foto, sabe? Mas um Manual de


Reconhecimento da felicidade diria mais ou menos o QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
seguinte: ela é mansa. Não faz barulho. Ao mesmo tem- O texto é, predominantemente,
20 po é farta. Quando chega, ocupa um espaço danado.
Apesar disso, você quase não repara que ela está ali. a) dissertativo, pois apresenta um ponto de vista do locutor.
Se chamar a atenção, não é ela. É euforia. Alegria. A b) poético, pois está escrito em 1a pessoa do singular e
licenciosidade de uma noite de Carnaval. Ou um reles
fala dos sentimentos do eu-lírico.
frenesi qualquer, disfarçado de felicidade.
c) editorial, pois estabelece um diálogo direto com o
A dita cuja é discreta. Discretíssima. E muito tran- interlocutor.
quila. Ela o faz dormir melhor. E olha, vou lhe contar d) crônica, pois, a partir de um recorte da realidade, o
25 uma coisa: a felicidade é inimiga da ansiedade. As locutor faz reflexões sobre um tema.
duas não podem nem se ver. Essa é a melhor pista
para o seu Manual de Reconhecimento da Felicidade. QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
30 Se você se apaixonou e está naquela fase de pura
ansiedade, mesmo que esteja superfeliz, não é feli- Considerando o 1o parágrafo do texto, é correto afirmar
cidade. É excitação. Paixonite. Quando a ansiedade que:
for embora, pode ser que a felicidade chegue. Mas
ninguém garante. a) a obrigação de ser feliz no carnaval ou em outras festas
pode causar insatisfações e outros incômodos.
É temperamental a felicidade. Não vem por
b) é senso comum que quem não gosta de carnaval é
qualquer coisa. E para ficar então... hi, não conheço
infeliz, antipático e mal-humorado.
35 nenhum caso de alguém que a tenha tido por perto c) uma festa alegre garante felicidade por algum tempo.
a vida inteira. Por isso é tão importante reconhecê-la
quando ela chega. Entendeu agora por que a minha d) a opção de fugir do carnaval implica vida social limitada,
pergunta? Será que você sabe mesmo quando está tristeza e chatice.
feliz?
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
40 Ou será que você só consegue saber que foi feliz
quando a felicidade já passou? Leia atentamente o 3o parágrafo e, a seguir, assinale a
alternativa que está correta.
Eu estudo muito a felicidade. Mas não consigo
reconhecê-la. Talvez porque eu seja péssima fisiono-
a) São apresentadas diversas ideias negativas e positivas
mista. Ou porque ela seja muito mais esperta do que
para a felicidade.
45 eu. Mais sábia. Fato é que eu só sei que fui feliz depois. b) Quando se refere à mansidão da felicidade, observa-se
No futuro. Olho para o passado e reconheço: “Nossa,
como eu fui feliz naquela época!” Mas no presente ela que ela ocorre sem que o homem a perceba.
50 sempre me dá uma rasteira. Ando por aí, feliz da vida c) As pessoas que se sentem na fartura financeira são felizes.
e nem sei que estou nesse estado. Por isso aproveito d) Os seres humanos possuem um Manual de Reconhe-
menos do que poderia a graça que é ter assim, tão cimento da Felicidade.
pertinho, a tal felicidade.

53
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • mesmo tempo é farta.


Só NÃO se pode afirmar a respeito do texto que a/o b) “Se chamar a atenção, não é ela. É euforia. Alegria.” (l.
20 e 21) - Caso chame a atenção, não é ela, todavia é euforia
a) felicidade possui características contraditórias. como também alegria.
b) ansiedade é antagônica à felicidade. c) “Se você se apaixonou e está naquela fase de pura
c) ser humano tem obrigação de ser feliz. ansiedade, mesmo que esteja superfeliz, não é felicidade.”
d) paz e a sabedoria são indicativos de felicidade. (l. 27 a 29) - Quando você se apaixona, está naquela fase de
pura ansiedade, embora estando superfeliz, não é felicidade.
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) “Eu estudo muito a felicidade. Mas não consigo
reconhecê-la. Talvez porque eu seja péssima fisionomista.”
Sobre o tema abordado pelo texto, é possível inferir que:
(l. 42 a 44)
Eu estudo muito a felicidade, todavia não consigo reco-
a) o carnaval é o tema principal, gerador das reflexões
nhecê-la, já que sou péssima fisionomista.
acerca da felicidade feitas ao longo do texto.
b) felicidade e carnaval estão intimamente ligados porque
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
o último garante a primeira.
c) felicidade não é somente sinônimo de alegria, muito Assinale a alternativa em que a vírgula é empregada pelo
menos antônimo de tristeza; é de difícil definição e reco- mesmo motivo da utilizada no exemplo abaixo.
nhecimento. “Quando chega, ocupa um espaço danado.” (l. 18 e 19)
d) alegria, euforia, ansiedade, paixão, excitação, discrição
são atributos inerentes à felicidade. a) “Ando por aí, feliz da vida e nem sei que estou nesse
estado.” (l. 48 e 49)
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) “Não dura para sempre, mas dura um tempinho.” (l.
57 e 58)
Assinale a alternativa em que a palavra entre parênteses pode
c) “Nossa, como eu fui feliz naquela época!” (l. 47)
substituir a destacada sem que haja prejuízo do sentido:
d) “Se chamar a atenção, não é ela.” (l. 20)
a) “Ela é muito recatada.” (l. 14) (resignada)
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) “A licenciosidade de uma noite de carnaval.” (l. 21)
(autoridade) Os termos sublinhados exercem a mesma função sintática,
c) “Ou um reles frenesi qualquer, disfarçado de felicidade.” EXCETO em:
(l. 21 e 22) (entusiasmo)
d) “Um episódio isolado feliz – como quatro dias de car- a) “Quem foge da folia ganha rótulo de antissocial...” (l.
naval...” (l. 55 e 56) (trama) 2 e 3)
b) “... forçar uma situação de felicidade tem tudo para
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • terminar em arrependimento...” (l. 6 e 7)
c) “E olha, vou lhe contar uma coisa: a felicidade é inimiga
Todas as afirmativas estão corretas, EXCETO:
da ansiedade.” (l. 24 e 25)
d) “É temperamental a felicidade.” (l. 33)
a) Em “Já tenho certeza de que hoje sou mais amiga da
felicidade...” (l. 67 e 68), observa-se um período composto
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
por subordinação.
b) Em “Mas a paz de que desfruto agora é um sintoma Marque a alternativa em que a reescrita mantém a cor-
dela” (l. 64 e 65), existe uma conjunção que inicia uma oração reção gramatical e o sentido original da frase.
substantiva completiva nominal.
c) Em “Lendo a minha, constato que fico cada vez mais feliz a) “Apesar disso, você quase não repara que ela está ali.”
e por mais tempo.” (l. 62 e 63), tem-se o pronome possessivo (Além disso, você quase não repara que ela está ali.)
que se refere ao vocábulo lista. b) “Essa é a melhor pista para o seu Manual de Reconheci-
d) Em “Aliás, você reconhece a felicidade quando ela chega?” mento da Felicidade.” (Esta é a maior pista para o seu Manual
(l. 9 e 10), pode-se classificar as orações, respectivamente, como de Reconhecimento da Felicidade.)
principal e como subordinada adverbial temporal. c) “Por isso é tão importante reconhecê-la quando ela
chega.” (Entretanto é muito importante reconhecê-la quando
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ela chega.)
d) “Para ser ainda mais funcional, é bom que a lista seja
A reescrita dos trechos abaixo provoca alteração sintática,
cronológica.” (A fim de ser mais funcional, é bom que a lista
mas mantém a ideia original do texto em
seja cronológica.)
a) “[...] ela é mansa. Não faz barulho. Ao mesmo tempo
é farta.” (l. 17 e 18) - Ela é mansa, mas não faz barulho e ao

54
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

Texto 2 Texto 3
Sendo este um jornal por excelência, e por ex-
A Felicidade celência dos precisa-se e oferece-se, vou pôr um
Tristeza não tem fim felicidade sim. anúncio em negrito: precisa-se de alguém homem
A felicidade é como a pluma ou mulher que ajude uma pessoa a ficar contente
que o vento vai levando pelo ar, 05 porque esta está tão contente que não pode ficar
voa tão leve, mas tem a vida breve
sozinha com a alegria, e precisa reparti-la. Paga-se
precisa que haja vento sem parar.
extraordinariamente bem: minuto por minuto paga-
A felicidade do pobre
-se com a própria alegria. É urgente, pois a alegria
parece a grande ilusão do carnaval
a gente trabalha o ano inteiro dessa pessoa é fugaz como estrelas cadentes, que
por um momento de sonho 10 até parece que só se as viu depois que tombaram;
pra fazer a fantasia precisa-se urgente antes da noite cair porque a noite
de rei ou de pirata ou jardineira é muito perigosa e nenhuma ajuda é possível e fica
pra tudo se acabar na quarta-feira. tarde demais. Essa pessoa que atenda ao anúncio só
A felicidade é como a gota de orvalho tem folga depois que passa o horror do domingo que
numa pétala de flor, 15 fere. Não faz mal que venha uma pessoa triste porque
brilha tranquila a alegria que se dá é tão grande que se tem que a
depois de leve oscila repartir antes que se transforme em drama. Implora-
e cai como uma lágrima de amor. -se também que venha, implora-se com a humildade
A minha felicidade da alegria-semmotivo. Em troca oferece-se também
está sonhando nos olhos 20 uma casa com todas as luzes acesas como numa festa
da minha namorada de bailarinos. Dá-se o direito de dispor da copa e da
É como esta noite, passando, cozinha, e da sala de estar. P.S. Não se precisa de
passando em busca da madrugada prática. E se pede desculpa por estar num anúncio a
Fale baixo por favor dilacerar os outros. Mas juro que há em meu rosto
pra que ela acorde 25 sério uma alegria até mesmo divina para dar.
alegre com o dia Clarice Lispector - (http://pensador.uol.com.br/frase - Acesso dia
oferecendo beijos de amor. 30/05/2012, 17h 03 min)
MORAES, Vinicius e JOBIM, Tom. As mais belas serestas brasileiras. 9ª
ed. Belo Horizonte: Barvalle Indústria Gráfica Ltda, 1989. QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A leitura global do texto permite inferir que:
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sobre o texto, pode-se afirmar que: a) a busca de um homem ou uma mulher é puramente de
caráter solidário, pois deseja-se compartilhar um bom sentimento.
a) é um soneto com versos tradicionais. b) é necessário encontrar o que se procura rapidamente,
b) possui rimas ricas e raras. uma vez que sair à noite, aos domingos, pode ser perigoso.
c) a função da linguagem predominante é a conativa. c) a expressão “...implora-se com a humildade da alegria
d) se trata de um poema com versos livres. sem-motivo” (l. 18 e 19) revela sentimentos da pessoa que
precisa da ajuda de um homem ou de uma mulher.
QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) perpassa pelo texto um único tom: imperativo, alegre e feliz.
Nas duas primeiras estrofes, há uma tentativa de se definir
a felicidade, para isso o eu-lírico vale-se de: QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Releia atentamente a frase abaixo:
a) comparações.
“Essa pessoa que atenda ao anúncio só tem folga depois
b) metáforas.
que passa o horror do domingo que fere.”
c) metonímias.
d) hipérboles. De acordo com o texto, essa frase aponta para a/os:

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • a) solidão que o anunciante sente.


b) intransigência de quem coloca o anúncio no jornal.
De acordo com a 3ª estrofe, só NÂO se pode afirmar que:
c) deveres e os direitos de quem atender ao anúncio.
a) o eu-lírico possui felicidade no sonho com sua enamorada. d) violência nas cidades nos finais de semana.
b) nessa estrofe, observa-se a presença marcante do tempo.
c) a duração da felicidade percorre a noite, a madrugada QUESTÃO 17 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e alcança o dia. Quanto à classificação do gênero textual e à função da
d) para o eu-lírico a felicidade é um estado permanente. linguagem predominante no texto, pode-se dizer que se

55
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

trata de uma/um: quização de objetivos de vida.


b) último quadrinho adicionou um sentido falacioso no
a) carta com função da linguagem apelativa. que se refere à conquista da felicidade.
b) anúncio com função da linguagem referencial. c) conquista do Ipad torna-se o ideal de felicidade, que é
c) poema com função da linguagem poética. alcançado pelo personagem da tira.
d) classificados com função da linguagem emotiva. d) consumismo está indiretamente relacionado à busca
da felicidade.
QUESTÃO 18 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Assinale a afirmativa FALSA a respeito do texto 3.

a) A palavra fugaz, no contexto, está sendo empregada


no sentido de “que passa rapidamente; de pouca duração;
transitório, efêmero, fugidio, fugitivo”.
b) Em “reparti-la” (l. 6), o pronome “la” retoma o ante-
cedente “alegria”.
c) A preposição a em “Essa pessoa que atenda ao anúncio
[...]” (l. 13) é justificada pela regência do verbo “atender”.
d) O verbo haver na última frase do texto iria para o plural,
caso o sujeito dele fosse substituído, por exemplo, por “em
meu rosto e em meus olhos”.

QUESTÃO 19 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Leia atentamente a charge e, a seguir, assinale a alterna-
tiva INCORRETA.

a) A charge pode ser representativa do título do Texto 1.


b) Está implícita a ideia de felicidade no quadrinho 2.
c) A felicidade é um estado corriqueiro, como comprova
o quadrinho 3.
d) A felicidade é associada a uma “caixinha de surpresa”.

QUESTÃO 20 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A partir da leitura abaixo, é possível inferir que o/a:

a) conceito da felicidade está de acordo com uma hierar-

56
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

EPCAR 2013 / 2014 5. A correspondência entre Machado de Assis e Joa-


quim Nabuco. Este é um tesouro bem nosso. Nabuco
TEXTO I era dez anos mais moço que Machado, e foi seu parcei-
DO FUNDO DO BAÚ ro na formação e consolidação da Academia Brasileira
Eu tenho uma amiga que, todos os anos, me enviava 55 de Letras. Para além do puramente literário, o que
um belo cartão de Natal, às vezes desenhado por essas cartas revelam é o encontro, o diálogo, entre
ela. Este ano, em vez de cartão, chegou uma gentil dois espíritos superiores. Tem o sabor de um velho
mensagem eletrônica. Eu entendo, ficou mais fácil. vinho do Porto.
05 E dessa maneira, você manda para quantas pessoas A lista poderia ir longe. Na literatura romântica, por
quiser. Mas não há comparação entre um cartão (que 60 exemplo, as cartas de amor entre Elizabeth Barret
você custa a jogar fora) e uma mensagem eletrônica. Browing e seu futuro marido Robert Browing, todos
Isso ainda é mais verdade para essa maravilhosa forma dois grandes poetas. No século XX, as cartas que tanto
de comunicação que é a carta. É difícil imaginar o que enriquecem a estante kafkiana. Sem serem famosas,
10 a carta representa na história da humanidade. Primei- as cartas de Thomas Mann são um dos melhores
ro, como laço afetivo. Certo, pode-se pôr sentimento 65 meios de aprofundar o conhecimento desse grande
numa mensagem eletrônica. Mas ela tem um caráter romancista alemão.
menos pessoal que uma carta. Recebendo a carta, Isto não é para ser um exercício de saudosismo. Cada
você sabia que era só para você. Que uma determina- época tem suas coisas boas – ou más. Normalmente,
15 da pessoa, num cantinho do universo, sentouse numa nesses casos, ganha-se por um lado e perde-se pelo
mesa, escolheu o papel, uma caneta, e começou a outro. O ideal é quando se pode conservar tudo – ou
70
escrever para você. A emoção podia começar na caixa quase tudo. (...)
do correio – pelo formato do envelope, pela letra que
você conhecia. (HORTA, Luiz Paulo. O Globo. 28 de dezembro de 2012.)

20 Isso pelo lado afetivo. Havia outro, enorme: a carta QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


como documento histórico, ou literário, ou sociológi-
co. Aqui no Brasil, começou com a carta de Pero Vaz, A respeito do texto I, pode-se afirmar que:
o primeiro documento da nacionalidade. Pouquíssimo
tempo depois, as cartas do padre Manoel da Nóbrega a) há uma valorização da comunicação de massa.
25 prestam informações preciosas sobre um país recém- b) as citações de autores renomados conferem autoridade
-nascido. às argumentações do texto.
Não há nenhuma certeza de que as pessoas vão c) são retratados variados avanços tecnológicos.
guardar e-mails. É uma coisa mais precária e a própria d) as cartas são mais verdadeiras do que os e-mails.
pressa da vida moderna conspira contra isso. Assim,
talvez deixem de se repetir coisas como: QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
30
1. As cartas de São Paulo, básicas para a história do Da fala do enunciador do texto I, pode-se depreender
cristianismo. que, para ele,
2. Dois conjuntos de cartas romanas: as de Cícero e
as de Sêneca, que, sozinhas, garantiam um conheci- a) a convivência entre cartas e e-mails, numa mesma
35 mento quase íntimo de uma época grandiosa. As de época, seria o ideal.
Cícero, mais pictóricas, tecidas com as histórias do dia b) os e-mails, embora sejam um meio de comunicação sofis-
a dia. As de Sêneca, o retrato de um filósofo que foi o ticado, não apresentam importância histórica, literária ou social.
Montaigne dos romanos. c) receber um e-mail é tão significativo quanto receber um
3. As cartas de Fénelon. Esse grande bispo francês foi cartão de Natal, embora este seja mais fácil de ser enviado.
d) assim como as cartas, os e-mails trazem sentimentos
40 um incomparável diretor de consciências na França
de Luís XIV. Sua correspondência é uma combinação pessoais dirigidos a um destinatário específico.
única de beleza literária e finura espiritual.
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
4. As cartas de Flaubert, talvez sua obra-prima (tenho
uma preciosa edição francesa em sete volumes). O Sobre o texto, foram feitas as seguintes inferências:
45 caso de Flaubert é um bom exemplo. Como ele vivia
isolado, totalmente dedicado aos seus (poucos) ro- I. Mesmo que o cartão seja descartado, tal qual normal-
mances, a carta era o seu meio de comunicação com mente acontece com a mensagem eletrônica, seu valor é
o mundo. Sendo ele o escritor que era, surgiram ma- ainda maior que o desta.
ravilhas literárias. Mas o tom é absolutamente íntimo. II. Os recursos eletrônicos, de certa forma, cerceiam o
50 Não vai muito bem com a eletrônica. tom íntimo que caracteriza as cartas.
III. Montaigne foi um grande filósofo, um exemplo de
excelência nessa área do saber, para os romanos.

57
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

Está (estão) correta(s) como elementos modalizadores. Assinale a alternativa em que


NÃO há elementos de modalização.
a) I apenas. a) “Assim, talvez deixem de se repetir coisas como:...” (l.30)
b) II e III apenas. b) “...Aqui no Brasil, começou com a carta de Pero Vaz, o
c) I, II e III. primeiro documento da nacionalidade. (l.22 a 23)
d) III apenas. c) “Isso ainda é mais verdade para essa maravilhosa forma
de comunicação que é a carta...” ( l.08 e 09)
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) “Certo, pode-se pôr sentimento numa mensagem ele-
Assinale a alternativa em que se pode depreender uma trônica....” (l.11 e 12)
relação de causa-consequência.
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) “Sendo ele o escritor que era, surgiram maravilhas O pronome demonstrativo marca posição no tempo, no
literárias.” (l. 48 e 49) espaço e no texto. Assinale a alternativa em que o pronome
b) “Recebendo a carta, você sabia que era só para você.” demonstrativo foi utilizado para marcar posição espacial.
(l. 13 e 14)
c) “Para além do puramente literário, o que essas cartas a) “Isto não é para ser um exercício de saudosismo.” (l. 67)
revelam é o encontro, o diálogo...” (l.55 e 56) b) “Isso pelo lado afetivo.” (l. 20)
d) “Sem serem famosas, as cartas de Thomas Mann são c) “Este ano, em vez de cartão, chegou uma gentil men-
um dos melhores meios de aprofundar o conhecimento desse sagem eletrônica. (l. 03 e 04)
grande romancista alemão.” (l. 63 a 66) d) “E dessa maneira, você manda para quantas pessoas
quiser.” (l. 4 a 6)
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Os verbos abaixo destacados são, muitas vezes, utilizados QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
de forma coloquial, infringindo assim a norma culta da língua Observando os trechos, numerados ordinariamente,
portuguesa. Pode-se afirmar que, levando em conta o con- marque a opção que traz uma afirmativa correta.
texto, esse fato ocorreu em:
1º– “Primeiro, como laço afetivo.”
I. Uma pessoa, num cantinho do universo, sentou-se numa mesa, 2º– “... pode-se pôr sentimento numa mensagem eletrônica.”
escolheu o papel, uma caneta, e começou a escrever para você. 3º– “Além do lado afetivo, há outro: a carta como docu-
II. Não há comparação entre um cartão que você custa a mento histórico...”
jogar fora e uma mensagem eletrônica. 4º– “Mas o tom é absolutamente íntimo.”
III. Na literatura romântica, por exemplo, tem as cartas
de amor entre Elizabeth Barret Browing e seu futuro marido a) Há dígrafos nos dois primeiros trechos.
Robert Browing. b) Não há encontro consonantal no quarto trecho.
c) Não se observa a ocorrência de hiato em nenhum dos
a) I apenas. quatro trechos.
b) I e III apenas. d) Há ditongo somente no primeiro trecho.
c) III apenas.
d) I, II e III. QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sobre os verbos da tirinha a seguir, é INCORRETO afirmar que:
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Ao referir-se à correspondência entre Machado de Assis e
Joaquim Nabuco, o locutor afirma que o diálogo nas cartas en-
tre ambos “Tem sabor de um velho vinho do Porto.” (l.57 e 58)
Essa frase assume, nesse parágrafo, a função de uma
figura de linguagem denominada:

a) metonímia.
b) hipérbole.
c) metáfora.
d) sinestesia.

QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Em um texto, o locutor vai deixando pistas de seu ponto
de vista em relação ao que diz. Essas pistas desempenham um
importante papel na coerência argumentativa e são conhecidos

58
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

deposito-de-tirinhas: por Charles Schulz http://www.peanuts.com


Como estou à beira do eterno aposento, não
a) “seria” e “poderia” exprimem um futuro hipotético,
gastarei muito tempo em recorda-la. Irei vê-la, ela
que talvez nem venha a ocorrer.
25 me esperará.
b) a locução “está escrito” se encontra na voz passiva.
c) “saber ler” e “vai saber” são locuções verbais que estão Não posso, caro amigo, responder agora à sua
no presente do indicativo. carta de 8 de outubro; recebi-a dias depois do fale-
d) No período “Se você não sabe ler e recebe uma carta”, cimento de minha mulher, e você compreende que
percebe-se correlação entre os tempos verbais. apenas posso falar deste fundo golpe.
30 Até outra e breve; então lhe direi o que convém
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ao assunto daquela carta que, pelo afeto e sinceri-
Ainda, com base na análise dos quadrinhos acima, só NÃO dade, chegou à hora dos melhores remédios. Aceite
se pode afirmar que: este abraço do triste amigo velho
Machado de Assis - http://rosebud-rose-bud.blogspot.com/2007/02/
a) as palavras “se”, “e” e “que”, 2º quadrinho, classificam- uma-carta-demachado-de-assis.html, acessado em 04/05/2013.
-se como conjunções.
b) a palavra “isso” estabelece uma coesão anafórica em QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
relação ao conteúdo do quadrinho anterior. Assinale a alternativa que revela o sentimento de Macha-
c) a expressão “apesar de que”, 3º quadrinho, estabelece do de Assis em relação à morte de sua esposa.
uma relação de concessão com a frase anterior.
d) o 2º quadrinho aborda uma das consequências de não a) Sente-se revoltado pelo falecimento de Carolina.
se saber ler. b) Encontra-se com ideias suicidas, por não saber viver
sem a esposa.
TEXTO II c) Sente saudade, porém se reconforta na possibilidade
UMA CARTA DE MACHADO DE ASSIS de, em breve, rever a esposa.
d) Mostra-se apático em relação à situação vivida.
Machado de Assis tinha 65 anos quando Carolina, sua
mulher, morreu em 1904; viveria ainda quatro anos. Joaquim QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Nabuco, um de seus melhores amigos, era dez anos mais moço, Comparando o texto I ao texto II, só NÃO se pode concluir
e correspondia-se com Machado, desde a adolescência. que:
Rio de Janeiro, 20 de novembro de 1904.
Meu caro Nabuco, a) o texto II exemplifica a ideia exposta no texto I de que
a carta possui valor “como documento histórico, ou literário,
Tão longe, e em outro meio, chegou-lhe a notícia ou sociológico.”
da minha grande desgraça, e você expressou a sua b) o texto II comprova a argumentação apresentada no
simpatia por um telegrama. A única palavra com texto I, de que gêneros como carta ou cartão “... você custa
que lhe agradeci é a mesma que ora lhe mando, não a jogar fora”.
05 sabendo outra que possa dizer tudo o que sinto e me c) A ideia de que a carta tem um caráter mais pessoal é
acabrunha. Foi-se a melhor parte da minha vida e ratificada no seguinte trecho do texto II: “Joaquim Nabuco,(...)
aqui estou só no mundo. Note que a solidão não me é correspondia-se com Machado, desde a adolescência”
enfadonha, antes me é grata, porque é um modo de d) no início do século XX, as cartas eram escritas em
viver com ela, ouvi-la, assistir aos mil cuidados que essa linguagem formal; já, no século XXI, elas são redigidas infor-
10 companheira de 35 anos de casados tinha comigo; mas malmente e só através de e-mails.
não há imaginação que não acorde, e a vigília aumenta
a falta da pessoa amada. Éramos velhos, e eu contava QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
morrer antes dela, o que seria um grande favor; pri-
As alternativas que se seguem são trechos modificados
meiro, porque não acharia a ninguém que melhor me
da carta de Machado de Assis. Em apenas um deles, mante-
15 ajudasse a morrer; segundo, porque ela deixa alguns
vese a concordância verbal de acordo com a norma padrão
parentes que a consolariam das saudades, e eu não te-
da língua. Assinale-o.
nho nenhum. Os meus são amigos, e verdadeiramente
são os melhores; mas a vida os dispersa, no espaço, nas
a) Chegaram-lhe minha grande desgraça e minha solidão.
preocupações do espírito e na própria carreira que a
20 b) Eu não deixaria que outros me consolasse.
cada um cabe. Aqui me fico, por ora na mesma casa,
c) Notem-se que as tristezas não me são enfadonhas.
no mesmo aposento, com os mesmos adornos seus.
d) Eu lhe direi os temas que nos convém.
Tudo me lembra a minha meiga Carolina.

59
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • EPCAR 2014 / 2015


Observe os trechos abaixo:
TEXTO I
I. “Como estou à beira do eterno aposento, não gastarei AS FERIDAS ABERTAS DA ESCRAVIDÃO
muito tempo em recordá-la.”
II. “Não posso, caro amigo, responder agora à sua carta Mais de um século após abolir a escravatura, Brasil e EUA
de 8 de outubro.” apenas agora começam a reconstruir a história de seus
III. “...então, lhe direi o que convém ao assunto daquela heróis negros.
carta que (...) chegou à hora dos melhores remédios.”
Quanto ao uso do acento grave nas orações acima, só NÃO Doze anos de escravidão, produção do diretor
é correto afirmar que: britânico Steve McQueen, entrou para a história do
cinema ao ganhar o Oscar de Melhor Filme, na premia-
a) no trecho I, o acento ocorre em razão da fusão entre o ção do último dia 2. É o primeiro filme de um diretor
artigo feminino a e a preposição a. 05 negro a ganhar a estatueta. (…)
b) no trecho II, embora o verbo responder seja transitivo
Antes do filme, lançado no ano passado, quase
indireto, o acento não é obrigatório; o artigo feminino a, nesse
ninguém conhecia a história de Salomon Northup,
caso, é facultativo.
negro livre e bem-educado de Nova York. Em 1842, ele
c) no trecho III, o acento faz-se necessário para evitar
foi sequestrado e forçado à escravidão, por 12 anos,
ambiguidade. 10 em fazendas no sul dos Estados Unidos. Resgatado
d) no trecho II, se a expressão “a sua carta” fosse substituída
por seus amigos brancos, Northup lutou pela abolição
por “as suas cartas”, obrigatoriamente, o acento ocorreria.
da escravatura e contou sua história a um escritor de
livros, David Wilson. O texto foi encontrado e reedi-
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
tado em 1960, sem grande repercussão, até chegar
Sobre o trecho abaixo, é correto afirmar que “Não posso 15 às mãos de McQueen. “Minha ideia era transformar
amigo, caro amigo, responder agora à sua carta de 8 de outu- Northup num herói, porque ele é um verdadeiro herói
bro; recebi-a dias depois do falecimento de minha mulher, e americano”, disse o cineasta.
você compreende que apenas posso falar desse fundo golpe.
A consagração do filme, ao mesmo tempo, serviu
Até outra e breve; então lhe direi o que convém ao assunto
para realçar como a escravidão de negros, abolida
daquela carta que, pelo afeto e sinceridade, chegou à hora dos
20 nos Estados Unidos há 148 anos e no Brasil há 125,
melhores remédios. Aceite este abraço do triste amigo velho.”
ainda é pouco conhecida. No Brasil, por mais de um
século, prevaleceu a crença de que seria improdutivo
a) falecimento e sinceridade são palavras formadas pelo pro-
vasculhar o passado dos negros.Os arquivos sobre a
cesso de sufixação; enquanto convém e daquela por prefixação.
escravidão, dizia-se, perderam-se em 1890. (…)
b) o ponto e vírgula (2ª linha) pode ser substituído por uma
conjunção conclusiva, mantendo o sentido original do trecho. 25 “A carência e a imprecisão de registros históricos
c) A reescrita da expressão triste amigo velho para velho reduziu o brilho de heróis nacionais”, diz Patrícia Xa-
amigo triste não altera o sentido original do período. vier, mestre em história social pela PUC, SP. Em sua
d) o pronome pessoal oblíquo a só deve ser usado na tese de mestrado, Patrícia estudou a vida de Francisco
posição enclítica. José do Nascimento, O Chico da Matilde, líder abolicio-
30 nista morto em 6 de março de 1914 – portanto, há 100
anos. Sua vida também daria um filme. Negro livre,
Chico trabalhava como prático no porto da província
do Ceará. Segundo relatos da época, em 1881, Chico
liderou os jangadeiros, ao se recusar transportar es-
35 cravos. Influenciado pela insurreição dos jangadeiros,
o Ceará aboliu a escravidão em 1884, quatro anos
antes da Princesa Isabel assinar a Lei Áurea. (...)
O resgate histórico do período de escravidão ga-
nha força à medida que documentos são descobertos
40 e que a sociedade ganha distanciamento. Um século e
meio de abolição é pouco tempo, mesmo para países
jovens como EUA e Brasil. O diretor Steve McQueen
pôde usar, em seu filme, fazendas do Mississippi onde
houve a escravidão. O tronco onde dois escravos são

60
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

45 espancados, na obra de ficção, foi usado para o chi- Leia o trecho abaixo para responder à questão que se segue.
coteamento, um século atrás. “Aquelas árvores viram “Resgatado por seus amigos brancos, Northup lutou pela
tudo”, diz McQueen. Método de trabalho largamente abolição da escravatura e contou sua história a um escritor
empregado na Europa, na Ásia e na África, a escravi- de livros, David Wilson.” (l.10 a 13)
dão foi extinta apenas na década de 1980 em países
50 como Serra Leoa. Suas feridas continuam abertas. QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(Época/ nº823, 10 de março de 2014, editora Globo, p.55)
Sobre as preposições acima, é INCORRETO afirmar que

Leia o excerto abaixo: a) “por” introduz um agente da passiva.


“Minha ideia era transformar Northup num herói, porque b) “pela” expressa uma finalidade.
ele é um verdadeiro herói americano.” (l.15 e 16) c) “da” liga um complemento nominal a um substantivo.
d) “de” relaciona o objeto indireto ao verbo.
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A partir dessa fala de McQueen , pode-se inferir que
Ao término de cada trecho, foi indicada a função sintática
a) os heróis americanos, como Northup, são fabricados da oração sublinhada. Assinale a alternativa correta.
pela mídia; suas vidas e feitos são retratados de modo a
torná-los o que eles não são. a) “No Brasil, por mais de um século, prevaleceu a crença
b) os heróis americanos criados até então nunca foram de que seria improdutivo vasculhar o passado dos negros.” -
verdadeiros como Northup. Subordinada substantiva objetiva indireta
c) Northup é um herói americano porque consegue agre- b) “O resgate histórico do período de escravidão ganha
gar em si as condições autênticas para tal. força à medida que documentos são descobertos...” - Subor-
d) os americanos sempre ansiaram por um herói verda- dinada adverbial causal
deiro e Northup mostrou capaz de sê-lo. c) “Os arquivos sobre a escravidão, dizia-se, perderam-se
em 1890.” - Subordinada substantiva subjetiva
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • d) “Minha ideia era transformar Northup num herói, por-
que ele é um verdadeiro herói americano...” - Coordenada
Na afirmação “Aquelas árvores viram tudo”, de MC Queen, sindética conclusiva
percebe-se:
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) linguagem conotativa e função poética.
b) sentido denotativo e função conativa. Sobre a análise de verbos só NÃO é possível afirmar que:
c) prosopopeia e função fática.
d) subjetividade e função metalinguística. a) em “Sua vida também daria um filme.”, o verbo dar
expressa um futuro hipotético.
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) em “Suas feridas continuam abertas.”, há uma locução
verbal cujo verbo principal é abrir.
Pode-se perceber traços de preconceito e pouca valoriza- c) no trecho “...O Chico da Matilde, líder abolicionista
ção de um povo que ajudou a construir a nação nos trechos morto em 6 de março de 1914 – portanto, há 100 anos.”, o
abaixo, EXCETO: verbo haver é impessoal.
d) em “O diretor Steve McQueen pôde usar”, o verbo
a) “... prevaleceu a crença de que seria improdutivo vas- poder foi acentuado para fazer distinção temporal entre
culhar o passado dos negros.” pretérito perfeito do indicativo e presente do indicativo.
b) “É o primeiro filme de um diretor negro a ganhar a
estatueta.” QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) “Os arquivos sobre a escravidão, dizia-se, perderam-se
em 1890.” Assinale a opção que traz uma justificativa correta para
d) “A carência e a imprecisão de registros históricos redu- o uso da(s) vírgula(s) nos trechos abaixo.
ziu o brilho de heróis nacionais.”
a) “Antes do filme, lançado no ano passado, quase nin-
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • guém conhecia a história de Salomon Northup...” - As vírgulas
são obrigatórias já que foram utilizadas para separar um
A frase “Suas feridas continuam abertas” (l.50) refere-se à(s) /ao: adjunto adverbial de tempo.
b) “Um século e meio de abolição é pouco tempo, mesmo
a) impossibilidade de se vasculhar o passado dos negros.
para países jovens como EUA e Brasil.” - A vírgula é faculta-
b) vida insalubre dos negros nos EUA.
tiva, pois separa uma circunstância adverbial de lugar que se
c) consequências sociais deixadas por regimes escravocratas.
encontra ao final de um período.
d) resgate histórico do período de escravidão.

61
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

c) “...Patrícia estudou a vida de Francisco José do Nascimen- QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


to, O Chico da Matilde, líder abolicionista morto em 6 de março Marque a opção que traz uma análise correta.
de 1914...” As vírgulas foram usadas para separar um aposto.
d) “Influenciado pela insurreição dos jangadeiros, o Ceará a) Nas palavras “página” (l.7) e “precário” (l.10), o uso do
aboliu a escravidão em 1884...” - A vírgula marca a separação acento gráfico pode ser justificado pela mesma regra.
de uma oração reduzida substantiva de sua principal. b) “itens elencados” (l.12) significam “itens ignorados.”
c) “desmandos vários.” (l. 3) significam “intensos desmandos”.
TEXTO II d) “maus-tratos e violência”, (l.12), são palavras formadas,
ESCRAVIDÃO CONTEMPORÂNEA respectivamente, por aglutinação e sufixação.
O trabalho escravo de hoje pouco lembra aquele
de outrora – com trabalhadores acorrentados ou TEXTO III
castigados sob desmandos vários. Mas nem por isso ONZE MULHERES BOLIVIANAS COSTUREIRAS EM SÃO
ele é menos cruel. Senzalas foram substituídas por PAULO
05 barracos imundos. Correntes foram trocadas por
regimes inescapáveis de servidão. O próprio sítio do “A moradia e o local de trabalho se confundiam. A casa
MPT - Ministério Público do Trabalho – traz uma pá- que servia de base para a oficina de Mário chegou a
gina especialmente dedicada ao assunto; “ trabalho abrigar, no início de 2010, onze pessoas divididas em
forçado, servidão por dívidas, jornadas exaustivas ou 05 apenas três quartos. Além do trabalho de costura, eram
10 condições degradantes como alojamento precário, forçadas a preparar as refeições e a limpar a cozinha.
água não potável, alimentação inadequada, falta de E, devido ao controle rígido de Mário, tinham exata-
registro, maus-tratos e violência” são alguns dos itens mente 1 hora para fazer todos esses serviços (das 12h
elencados pelo órgão. às 13h) e voltar ao trabalho de costura. (R) Até o tempo
(Kugler, Henrique: Ciência Hoje, número 309/vol 52/ 10 e a forma do banho dos empregados que era com
novembro de 2013, pág.37) água fria seguiam as regras estabelecidas pelo dono
da oficina. Obrigatoriamente, o banho era tomado em
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • duplas (junto com outra colega de trabalho), durante
Sobre o texto II, é correto afirmar que: contados 5 minutos para poupar água e energia.”
(Disponível em http://reporterbrasil.org.br/2010/11/costureiras-saoresga-
a) o trabalho escravo de hoje é mais cruel que o do pas- tadas-de-escravidao-em-acao-inedita/ Acesso em 22/05/2013.)
sado, mantendo regimes inescapáveis de servidão.
b) os barracos imundos que substituem as senzalas man- QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
têm os negros acorrentados da mesma forma que outrora. Do trecho anterior (Texto III), pode-se inferir que:
c) as condições de vida de pessoas escravizadas hoje são
iguais às do passado, segundo o encontrado no sítio do MPT. a) as costureiras bolivianas foram atraídas para São Paulo
d) o tratamento sub-humano e degradante dado a tra- com falsas promessas e, ao chegarem lá, depararam-se com
balhadores é equivalente ao dado aos escravos no passado. uma realidade igual à da Bolívia.
b) Mário era uma pessoa extremamente preocupada
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • com a economia da empresa, reservando para as costureiras
Assinale a opção cuja reescrita preservou o sentido origi- apenas uma hora de almoço e descanso.
nal do fragmento retirado do texto II e/ou manteve a norma c) os banhos eram organizados em duplas para melhor
padrão da linguagem. atender às necessidades das jovens trabalhadoras.
d) O fato de a moradia das costureiras ser o seu próprio
a) “O trabalho escravo de hoje pouco lembra aquele de outro- local de trabalho facilitava o controle de Mário sobre elas.
ra.”( l.1 e 2). Hoje, lembra-se pouco do trabalho escravo de outrora.
b) “...alimentação inadequada, falta de registro, maus-tratos QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
e violência” são alguns dos itens elencados pelo órgão.” (l.11 a
Assinale a alternativa que, a partir do Texto III, apresenta
13). O órgão elencou alguns itens como alimentação inade-
uma inferência adequada.
quada, falta de registro, maus-tratos e violência.
c) “O próprio sítio do MPT - Ministério Público do Trabalho
a) A escravidão permanece, nos dias de hoje, camuflada
– traz uma página especialmente dedicada ao assunto.” (l.6
em condições degradantes de trabalho.
a 8). O MPT - Ministério Público do Trabalho – é o próprio
b) As mulheres bolivianas são as mais prejudicadas no
assunto trazido em uma página do seu sítio.
regime de escravidão moderno.
d) “Senzalas foram substituídas por barracos imundos. Cor-
c) Apenas uma hora para fazer o trabalho doméstico é
rentes foram trocadas por regimes inescapáveis de servidão.”
muito pouco; se as mulheres tivessem mais tempo, o pro-
- (l. 4 a 6). Substituíram senzalas e correntes nos barracos
blema se resolveria.
imundos e nos regimes inescapáveis de escravidão.

62
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

d) Embora muito ruins, os bolivianos aceitam essas pre- A voz de minha filha
cárias condições de trabalho no Brasil porque elas ainda são recolhe em si
melhores que as de seu país. a fala e o ato.
O ontem – o hoje – o agora.
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 30 Na voz de minha filha
Nas alternativas abaixo, trechos do Texto III foram rees- se fará ouvir a ressonância
critos. Analise-os e assinale a alternativa cuja reescrita fere o eco da vida- liberdade.
o padrão culto da língua portuguesa. (EVARISTO, Conceição. “Poemas”. In: Cadernos negros – Poemas. São
Paulo: Quilombhoje/ Edição dos autores, nº13, 1990, p.32-33.)
a) “A moradia e o local de trabalho se confudiam.” (l.1)
A moradia e o local de trabalho confudiam-se. QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) “A casa que servia de base...” (l.1 e 2) Sobre o texto “Vozes-Mulheres”, só NÃO se pode inferir que:
A casa onde servia de base.
c) “...servia de base para a oficina de Mário...” (l. 2) a) à medida que as mulheres da família vão sendo apre-
servia de base à oficina de Mário. sentadas, o contexto vivido por elas vai sofrendo alterações
d) “...eram forçadas a preparar as refeições e a limpar a históricas.
cozinha.” (l.4 e 5) b) as estrofes revelam cinco gerações de mulheres que,
eram forçadas a prepararem as refeições e a limparem literalmente, viveram a escravidão.
a cozinha. c) na “voz da filha”, vê-se o reflexo de vozes ancestrais.
d) o eu-lírico é uma voz ressentida com a violência que a
TEXTO IV escravidão representou.
VOZES-MULHERES
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A voz de minha bisavó ecoou Assinale a alternativa correta quanto à classificação das
criança figuras de linguagem presentes nos versos abaixo.
nos porões do navio.
Ecoou lamentos a) “O ontem – o hoje – o agora.” – Gradação
05 de uma infância perdida. b) “as vozes mudas caladas” – Sinestesia
c) ”rimas de sangue e fome” – Paradoxo
A voz de minha avó d) “A voz de minha filha” – Catacrese
ecoou obediência
aos brancos donos de tudo.
A voz de minha mãe
10 ecoou baixinho revolta
no fundo das cozinhas alheias
debaixo das trouxas
roupagens sujas dos brancos
pelo caminho empoeirado
15 rumo à favela.

A minha voz ainda


ecoa versos perplexos
com rimas de sangue
e
20 fome.

A voz de minha filha


recolhe todas as nossas vozes
recolhe em si
as vozes mudas caladas
25 engasgadas nas gargantas.

63
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

EPCAR 2015 / 2016 O humor pode variar da depressão (o extremo da


50 tristeza) até a mania (o máximo da euforia). Esses
TEXTO I dois estados são manifestações de doenças e devem
O BOM HUMOR FAZ BEM PARA SAÚDE ser tratados com a ajuda de psiquiatras e remédios
que regulam a produção de substâncias no cérebro.
O bom humor é, antes de tudo, a expressão de que o
Uma em cada quatro pessoas tem, durante a vida,
corpo está bem
55 pelo menos um caso de depressão que mereceria
Por Fábio Peixoto
tratamento psiquiátrico.
Enquanto as consequências deletérias do mau humor
“Procure ver o lado bom das coisas ruins.” Essa frase são estudadas há décadas, não faz muito tempo que
poderia estar em qualquer livro de auto-ajuda ou a comunidade científica passou a pesquisar os efeitos
parecer um conselho bobo de um mestre de artes benéficos do bom humor. O interesse no assunto sur-
60
marciais saído de algum filme ruim. Mas, segundo os giu há vinte anos, quando o editor norte-americano
05 especialistas que estudam o humor a sério, trata-se Norman Cousins publicou o livro Anatomia de uma
do maior segredo para viver bem. Doença, contando um impressionante caso de cura
(...) pelo riso. Nos anos 60, ele contraiu uma doença
O bom humor é, antes de tudo, a expressão de que 65 degenerativa que ataca a coluna vertebral, chamada
o corpo está bem. Ele depende de fatores físicos e espondilite ancilosa, e sua chance de sobreviver era
10 culturais e varia de acordo com a personalidade e de apenas uma em quinhentas.
a formação de cada um. Mas, mesmo sendo o re- Em vez de ficar no hospital esperando para virar es-
sultado de uma combinação de ingredientes, pode tatística, ele resolveu sair e se hospedar num hotel
ser ajudado com uma visão otimista do mundo. “Um 70 das redondezas, com autorização dos médicos. Sob
indivíduo bemhumorado sofre menos porque produz os atentos olhos de uma enfermeira, com quase
15 mais endorfina, um hormônio que relaxa”, diz o clínico todo o corpo paralisado, Cousins reunia os amigos
geral Antônio Carlos Lopes, da Universidade Federal para assistir a programas de “pegadinhas” e seriados
de São Paulo. Mais do que isso: a endorfina aumenta cômicos na TV. Gradualmente foi se recuperando
a tendência de ter bom humor. Ou seja, quanto mais até poder voltar a viver e a trabalhar normalmente.
bem-humorado você está, maior o seu bem-estar e, 75
Cousins morreu em 1990, aos 75 anos. Se Cousins
consequentemente, mais bem-humorado você fica. saiu do hospital em busca do humor, hoje há muitos
20
Eis aqui um círculo virtuoso, que Lopes prefere chamar profissionais de saúde que defendem a entrada das
de “feedback positivo”. A endorfina também controla risadas no dia a dia dos pacientes internados.
a pressão sanguínea, melhora o sono e o desempenho
sexual. (Agora você se interessou, né?) 80 Uma boa gargalhada é um método ótimo de rela-
xamento muscular. Isso ocorre porque os músculos
25 Mas, mesmo que não houvesse tantos benefícios não envolvidos no riso tendem a se soltar – está aí a
no bom humor, os efeitos do mau humor sobre o explicação para quando as pernas ficam bambas de
corpo já seriam suficientes para justificar uma busca tanto rir ou para quando a bexiga se esvazia inad-
incessante de motivos para ficar feliz. Novamente 85 vertidamente depois daquela piada genial. Quando
Lopes explica por quê: “O indivíduo mal-humorado a risada acaba, o que surge é uma calmaria geral.
30 fica angustiado, o que provoca a liberação no corpo
de hormônios como a adrenalina. Isso causa palpi- Além disso, se é certo que a tristeza abala o sistema
tação, arritmia cardíaca, mãos frias, dor de cabeça, imunológico, sabe-se também que a endorfina,
dificuldades na digestão e irritabilidade”. liberada durante o riso, melhora a circulação e a
90 eficácia das defesas do organismo. A alegria tam-
A vítima acaba maltratando os outros porque não bém aumenta a capacidade de resistir à dor, graças
35 está bem, sente-se culpada e fica com um humor também à endorfina.
pior ainda. Essa situação pode ser desencadeada por
pequenas tragédias cotidianas – como um trabalho Evidências como essa fundamentam o trabalho dos
inacabado ou uma conta para pagar -, que só são Doutores da Alegria, que já visitaram 170.000 crian-
trágicas porque as encaramos desse modo. 95 ças em hospitais. As invasões de quartos e UTIs feitas
por 25 atores vestidos de “palhaços-médicos” não
40 Evidentemente, nem sempre dá para achar graça em apenas aceleram a recuperação das crianças, mas
tudo. Há situações em que a tristeza é inevitável – e motivam os médicos e os pais. A psicóloga Morgana
é bom que seja assim. “Você precisa de tristeza e de Masetti acompanha os Doutores há sete anos. “É
alegria para ter um convívio social adequado”, diz o
psiquiatra Teng Chei Tung, do Hospital das Clínicas de 100 evidente que o trabalho diminui a medicação para
os pacientes”, diz ela.
45 São Paulo. “A alegria favorece a integração e a tristeza
propicia a introspecção e o amadurecimento.” Temos
de saber lidar com a flutuação entre esses estágios,
que é necessária e faz parte da natureza humana.

64
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

O princípio que torna os Doutores da Alegria engra- QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


çados tem a ver com a flexibilidade de pensamento Assinale a opção cuja expressão em destaque introduz um
defendida pelos especialistas em humor – aquela juízo de valor (julgamento) do locutor do texto.
105 ideia de ver as coisas pelo lado bom. “O clown não
segue a lógica à qual estamos acostumados”, diz a) “Mas, mesmo que não houvesse tantos benefícios no
Morgana. “Ele pode passar por um balcão de enfer- bom humor, os efeitos do mau humor sobre o corpo já seriam
magem e pedir uma pizza ou multar as macas por suficientes...”
excesso de velocidade.” Para se tornar um membro b) “Há situações em que a tristeza é inevitável – e é bom
110 dos Doutores da Alegria, o ator passa num curioso que seja assim.”
teste de autoconhecimento: reconhece o que há c) “A alegria também aumenta a capacidade de resistir à
de ridículo em si mesmo e ri disso. “Um clown não dor, graças também à endorfina.”
tem medo de errar – pelo contrário, ele se diverte d) “Ou seja, quanto mais bem-humorado você está, maior o seu
com isso”, diz Morgana. Nem é preciso mencionar bem-estar e, consequentemente, mais bemhumorado você fica.”
quanto mais de saúde haveria no mundo se todos
115
aprendêssemos a fazer o mesmo.
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(super.abril.com.br/saúde/bom-humor-faz-bem-saude-441550.shtml -
acesso em 11 de abril de 2015, às 11h.)
Sobre o texto, pode-se afirmar que:

QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • a) bom humor é indício de saúde física e psicológica.


b) o otimismo é causado pelo bom humor e o pessimismo
A expressão “em qualquer livro de auto-ajuda” (l.02) e é resultado do mau humor.
“saído de algum filme ruim” (l.04), revela, segundo o autor, c) bom humor e mau humor são variações de caráter que
a concepção de que: tendem a se manter em equilíbrio.
d) a cultura é fator crucial na manifestação dos humores.
a) é possível receber aconselhamentos sobre bom humor
e saúde somente através de estudos feitos por especialistas. QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) os livros de auto-ajuda e os filmes, mesmo os conside-
rados de má qualidade, utilizam-se, com seriedade, do tema Leia o enunciado abaixo:
do ‘bom humor versus saúde’. “O bom humor é, antes de tudo, a expressão de que o
c) os gêneros de qualidade duvidosa, também se apro- corpo está bem.” (l.08 e 09)
priam de temas como “bom humor versus saúde.
Sobre ele é correto afirmar que:
d) os livros e filmes ruins se apropriam de temas sérios
como “humor e saúde” para terem mais credibilidade junto
a) a expressão “antes de tudo” enfatiza um aspecto temporal.
ao mercado consumidor.
b) o vocábulo “bem” exerce a função sintática de predi-
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • cativo do sujeito.
c) a segunda oração do período complementa o sentido
Segundo o texto, sobre os efeitos do mau humor no corpo, da palavra “expressão”.
é correto afirmar que: d) o verbo “ser e estar” são verbos de ligação.
a) justificam pequenas tragédias do dia a dia, que pode- QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
riam ser evitadas.
Assinale a alternativa que associa corretamente o trecho
b) impossibilitam o relacionamento entre as pessoas e o
do texto à função da linguagem em predominância.
mal-humorado se isola cada vez mais.
c) favorecem um convívio social saudável, uma vez que
a) “Procure ver o lado bom das coisas ruins.” – (Função Emotiva)
equilibram as relações entre pessoas.
b) “Um indivíduo bem-humorado sofre menos porque
d) desencadeiam um círculo vicioso em que o malhumo-
produz mais endorfina...” – (Função Conativa)
rado passa a ficar cada vez mais mal-humorado.
c) “Agora você se interessou, né?” – (Função Fática)
d) “Nos anos 60, ele contraiu uma doença degenerativa
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
que ataca a coluna vertebral ...” – (Função Expressiva)
A ideia principal do texto pode ser sintetizada na seguinte
frase: QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Assinale a alternativa em que a preposição de estabelece
a) “Rindo, corrigem-se os erros.”
a mesma relação semântica presente na frase abaixo.
b) “Rir é o melhor remédio.”
c) “Quem ri por último, ri melhor.” “...num curioso teste de autoconhecimento: ...” (l.109 e 110)
d) “Rir de tudo é desespero.”
a) “...as pernas bambas de tanto rir.”

65
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

b) “Você precisa de tristeza e de alegria...” b) em “O clown não segue a lógica à qual estamos acostu-
c) “Sob os olhos atentos de uma enfermeira.” mados”, a palavra “lógica” segue a regra das proparoxítonas,
d) “...há muitos profissionais de saúde...” que são todas acentuadas e o “a” segue a regra da crase, já
que caracteriza o encontro de artigo e preposição.
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) em “Enquanto as consequências deletérias do mau
Assinale a opção cuja palavra entre parênteses NÃO subs- humor são estudadas...” As palavras “consequências” e “de-
titui corretamente a destacada nas alternativas. letérias” são acentuadas por serem paroxítonas terminadas
em ditongo crescente.
a) “Enquanto as consequências deletérias do mau humor d) em “quanto mais de saúde haveria no mundo se todos
são estudadas há décadas...” (l.57 e 58) - (NOCIVAS) aprendêssemos a fazer o mesmo.” , as palavras “saúde” e “apren-
b) “Eis aqui um círculo virtuoso, que Lopes prefere chamar dêssemos” são acentuadas em conformidade com as regras das
de “feedback positivo” (l.20 e 21) (EFICAZ) proparoxítonas e das paroxítonas, respectivamente.
c) “Nos anos 60, ele contraiu uma doença degenerativa
que ataca a coluna vertebral, (...)”(l.64 e 65) (FATAL) TEXTO II
d) “A alegria favorece a integração e a tristeza propicia a in- Se não quiser adoecer - Por Dr. Dráuzio Varela
trospecção e o amadurecimento.” (l.44 a 46) – (INTERIORIZAÇÃO)
"Fale de seus sentimentos"
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Emoções e sentimentos que são escondidos, repri-
midos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera,
Assinale a alternativa que NÃO apresenta infrações no
dores lombares, dor na coluna. Com o tempo, a
que diz respeito à regência e à concordância.
05 repressão dos sentimentos degenera até em câncer.
Então vamos desabafar, confidenciar, partilhar nossa
a) Grande parte das pessoas prefere lamentar do que
intimidade, nossos segredos, nossos pecados. O
buscar soluções para complexos problema e situação.
diálogo, a fala, a palavra é um poderoso remédio e
b) Os doutores da alegria já assistiram a 170.000 mil crian-
excelente terapia.
ças nas UTIs, noventa por cento delas apresentou melhoras.
c) Não agrada ninguém um trabalho inacabado ou uma 10 "Busque soluções"
conta a pagar, mas encará-los como tragédia cotidiana de- Pessoas negativas não enxergam soluções e au-
sencadeia o mau humor. mentam os problemas. Preferem a lamentação, a
d) Aversões ao erro e ao ridículo são fatores favoráveis murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o
para o surgimento do mau humor. fósforo que lamentar a escuridão. Pequena é a abe-
15 lha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • que pensamos. O pensamento negativo gera energia
Observando os trechos a seguir, assinale aquele que apresen- negativa que se transforma em doença.
ta uma correta análise sintática da oração adverbial sublinhada. "Aceite-se"
A rejeição de si próprio, a ausência de autoestima,
a) “Mas, segundo os especialistas que estudam o humor 20 faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser
a sério, trata-se do maior segredo para viver bem. (Adverbial eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável. Os que
Conformativa) não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores,
b) “Mas, mesmo sendo o resultado de uma combinação competitivos, destruidores. Aceitar-se, aceitar ser
de ingredientes, pode ser ajudado com uma visão otimista aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e
do mundo...” (Adverbial Consecutiva) 25 terapia.
c) “Para se tornar um membro dos Doutores da Alegria, "Não viva SEMPRE triste!"
o ator passa num curioso teste de autoconhecimento:...” O bom humor, a risada, o lazer, a alegria recuperam
(Adverbial Causal) a saúde e trazem vida longa. A pessoa alegre tem
d) “Mas, mesmo que não houvesse tantos benefícios o dom de alegrar o ambiente em que vive. "O bom
no bom humor, os efeitos do mau humor sobre o corpo...” 30 humor nos salva das mãos do doutor". Alegria é
(Adverbial Condicional) saúde e terapia.
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • (Trechos retirados de Pensador.uol.com.Br/autor/dr_drauzio_varela. -
Acesso em 11 de abril de 2015, às 11h.)
Quanto às regras de acentuação gráfica está INCORRETO
afirmar que: QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sobre o texto I e II, é INCORRETO afirmar que ambos
a) em “Novamente Lopes explica por quê: ...” o pronome
“que” recebe acento agudo por estar ao final de uma oração,
a) trazem como único assunto o bom humor e suas con-
fato esse que o torna um monossílabo tônico, portanto de-
sequências na vida das pessoas.
vendo ser acentuado.

66
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

b) exploram, como forma de argumentação, os aspectos a) F, V, F, F, V


curativos do bom humor para a saúde de todos. b) V, F, V, V, F
c) dialogam com os leitores na medida em que se utilizam c) V, F, V, F, F
de termos voltados para a 2ª pessoa. d) F, F, F, V, V
d) estão voltados para questões de valorização dos senti-
mentos positivos para a obtenção de uma vida mais saudável. QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Analise as afirmativas abaixo.
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sobre figuras de linguagem é correto afirmar que, no
período

a) “Melhor é acender o fósforo que lamentar a escu-


ridão.”, a metáfora corrobora a ideia de que pensamento
negativo não soluciona problemas.
b) “A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente
em que vive.”, a metonímia traduz a ideia de que quem está
feliz é capaz de levar esse sentimento a outras pessoas do
seu convívio social.
c) “O diálogo, a fala, a palavra é um poderoso remédio
e excelente terapia.”, a gradação e o eufemismo reforçam
a ideia de que emoções e sentimentos reprimidos causam
doenças possíveis de serem tratadas.
d) “O bom humor nos salva das mãos do doutor”, a
catacrese explicita a ideia de que quem não se previne com
atitudes positivas diante da vida acaba por precisar de aten-
dimento médico.

QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Observe as formas verbais empregadas nos enunciados (Disponível em cafelivroearte.blogpost.com, acesso em 06/06/2015)
abaixo e assinale V para as proposições verdadeiras e F para
as falsas. A seguir, marque a sequência correta. I) A vírgula utilizada depois da palavra “contente” separa
um vocativo, enquanto os dois pontos empregados depois
I) “Se não quiser adoecer, fale de seus sentimentos.” de “doente” introduzem apostos.
II) “Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam II) Na frase “Eu estaria sendo hipócrita”, há dois verbos
os problemas.” e duas orações.
III) “A rejeição de si próprio, a ausência de autoestima, faz III) O vocábulo “Aí” marca a coloquialidade do diálogo e
com que sejamos algozes de nós mesmos.” poderia ser substituído, em um registro mais formal, pela
IV) “Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é expressão “desse modo”, sem modificação do sentido.
sabedoria, bom senso e terapia.” IV) Em “analisar o que me deixa”, o pronome “que”, sin-
V) “Não viva sempre triste!” taticamente, exerce a função de objeto direto.

( ) O presente do indicativo aparece nos enunciados II, Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s):
III e IV com o objetivo de exprimir um fato verdadeiro e que
não pertence a uma época determinada. a) II.
( ) No enunciado I, o verbo “falar” encontra-se no pre- b) I, II e IV.
sente do subjuntivo e expressa um fato incerto, mas que c) I e III.
apresenta a expectativa do locutor de que venha a se realizar. d) III e IV.
( ) Com o objetivo de manter o paralelismo verbal, se
colocássemos a primeira forma verbal do período III no pre-
térito perfeito do indicativo, teríamos que usar a forma verbal
“fôssemos” na segunda oração.
( ) O particípio do verbo “aceitar”, no enunciado IV, foi
utilizado na formação da voz passiva.
( ) O verbo “viver”, na frase V, encontra-se flexionada
na 2º pessoa do singular do imperativo negativo.

67
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

EPCAR 2016 / 2017 QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


Da leitura do texto, é correto afirmar que o locutor/
TEXTO I emissor da carta:
Em 1855, o cacique Seattle, da tribo Suquamish, do Estado
de Washington, enviou esta carta ao presidente dos Estados a) julga que o homem vermelho seja melhor e mais digno
Unidos (Francis Pierce), depois de o Governo haver dado a da piedade divina que o branco, porque ele respeita a natu-
entender que pretendia comprar o território ocupado por reza e as criaturas de Deus.
aqueles índios. Faz mais de um século e meio. Mas o desabafo b) acredita que o homem branco terá um futuro bem pior
do cacique tem uma incrível atualidade. que o dele, pois tem certeza de que a vida na reserva será do
jeito como ele deseja.
“(...) De uma coisa sabemos, que o homem c) preocupa-se com o destino da terra, mesmo quando ela dei-
branco talvez venha a um dia descobrir: o nosso xar de ser sua propriedade, uma vez que a ama incondicionalmente.
Deus é o mesmo Deus. Julga, talvez, que pode ser d) discorda da visão de mundo e da perspectiva de futuro
dono Dele da mesma maneira como deseja possuir que o homem branco passa às gerações futuras, pois sabe
05 a nossa terra. Mas não pode. Ele é Deus de todos. E que elas se baseiam em ideias consumistas.
quer bem da mesma maneira ao homem vermelho
como ao branco. A terra é amada por Ele. Causar QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
dano à terra é demonstrar desprezo pelo Criador. Percebe-se que, nas linhas 02, 03, 09 e 20, ocorre enfati-
O homem branco também vai desaparecer, talvez camente o uso da expressão “talvez”. Esse reiterado uso leva
10 mais depressa do que as outras raças. Continua o leitor a inferir que o autor
sujando a sua própria cama e há de morrer, uma
noite, sufocado nos seus próprios dejetos. Depois de a) expõe de forma hesitante a defesa da terra.
abatido o último bisão e domados todos os cavalos b) argumenta, sem base estatística e comprovação cien-
selvagens, quando as matas misteriosas federem à tífica, sobre o futuro da terra.
15 gente, quando as colinas escarpadas se encherem de c) demonstra incerteza quanto às crenças do homem
fios que falam, onde ficarão então os sertões? Terão branco e quanto ao futuro da humanidade.
acabado. E as águias? Terão ido embora. Restará dar d) sugere insegurança em relação ao valor material ofe-
adeus à andorinha da torre e à caça; o fim da vida e recido pelas terras.
o começo da luta pela sobrevivência. (...)
20 Talvez compreendêssemos com que sonha o QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
homem branco se soubéssemos quais as esperanças Observe os trechos destacados e as análises apresentadas.
transmite a seus filhos nas longas noites de inverno, Assinale a alternativa que contém uma classificação e/ou uma
quais visões do futuro oferecem para que possam análise INCORRETA da(s) figura(s) de linguagem.
ser formados os desejos do dia de amanhã. Mas nós
25 somos selvagens. Os sonhos do homem branco são a) “Continua sujando a sua própria cama e há de morrer,
ocultos para nós. E por serem ocultos temos que es- uma noite, sufocado nos seus próprios dejetos.” (l. 10 a 12) – a
colher o nosso próprio caminho. Se consentirmos na metonímia e a metáfora contribuem para construir uma forte
venda é para garantir as reservas que nos prometeste. imagem de destruição provocada pelo homem branco.
Lá talvez possamos viver os nossos últimos dias como b) “...quando as matas misteriosas federem à gente...” (l.13 e 14)
30 desejamos. Depois que o último homem vermelho – a prosopopeia ajuda na construção da ideia de superpovoamento
tiver partido e a sua lembrança não passar da sombra e consequente destruição das matas até então preservadas.
de uma nuvem a pairar acima das pradarias, a alma do c) “...porque nós as amamos como um recém-nascido ama o bater
meu povo continuará a viver nestas florestas e praias, do coração de sua mãe.” (l. 34 e 35) – a comparação e a metonímia re-
porque nós as amamos como um recém-nascido ama alçam a intensidade do amor que o homem vermelho sente pela terra.
35 o bater do coração de sua mãe. Se te vendermos a d) “...o fim da vida e o começo da luta pela sobrevivência.” (l. 18
nossa terra, ama-a como nós a amávamos. Protege-a e 19) – o uso da antítese enfatiza a degeneração da vida humana
como nós a protegíamos. Nunca esqueça como era que será acarretada pela atitude predatória do homem branco.
a terra quando dela tomou posse. E com toda a sua
força, o seu poder, e todo o seu coração, conserva-a QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
40 para os seus filhos, e ama-a como Deus nos ama a Assinale a alternativa cuja análise está correta.
todos. Uma coisa sabemos: o nosso Deus é o mesmo
Deus. Esta terra é querida por Ele. Nem mesmo o a) O acento utilizado em “compreendêssemos” justifica-se
homem branco pode evitar o nosso destino comum." por se tratar de uma palavra proparoxítona; já o utilizado em
“protegíamos” justifica-se pela regra do hiato tônico.
(www.culturabrasil.pro.br/seattle1.htm. Acesso em 16/04/2016) b) Os acentos graves utilizados em “causar dano à terra”

68
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

e “federem à gente” justificam-se por se tratar de comple- c. Promover a recuperação de espécies e ecossis-
mentos verbais intransitivos. temas ameaçadas.
c) Justifica-se o uso da ênclise em “Protege-a” (l.36), por d. Controlar e erradicar organismos não-nativos ou
iniciar período; e, em “conserva-a” (l.39), por iniciar uma modificados geneticamente que causem dano às
oração antecedida de vírgula. 25 espécies nativas, ao meio ambiente, e prevenir a
d) Em “o nosso Deus é o mesmo Deus” (l. 02 e 03) o adje- introdução desses organismos daninhos.
tivo “mesmo” foi utilizado no sentido de “próprio”. e. Manejar o uso de recursos renováveis como água,
solo, produtos florestais e vida marinha de forma
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • que não excedam as taxas de regeneração e que
Assinale a opção que contém uma análise correta dos 30 protejam a sanidade dos ecossistemas.
períodos abaixo.
6. Prevenir o dano ao ambiente como o melhor
método de proteção ambiental e, quando o co-
a) “O homem branco também vai desaparecer, talvez mais
nhecimento for limitado, assumir uma postura de
depressa do que as outras raças.” – Período composto, no qual
35 precaução.
se verifica que há entre a oração principal e a subordinada
uma relação de comparação. a. Orientar ações para evitar a possibilidade de
b) “De uma coisa sabemos, que o homem branco talvez sérios ou irreversíveis danos ambientais mesmo
venha a um dia descobrir: o nosso Deus é o mesmo Deus.” - quando a informação científica for incompleta ou
Período composto por subordinação, no qual identificamos 40 não conclusiva.
duas orações substantivas apositivas. (...)
c) “Causar dano à terra é demonstrar desprezo pelo Cria- d. Impedir a poluição de qualquer parte do meio
dor.” – Período simples, constituído por objeto direto, verbo ambiente e não permitir o aumento de substâncias ra-
de ligação e complementos nominais. dioativas, tóxicas ou outras substâncias perigosas. (...)
d) “Se te vendermos a nossa terra, ama-a como nós a amáva-
(Ministério do Meio Ambiente. www.mma.gov.br/estruturas/agen-
mos.” – Período composto por uma oração principal, intermedia- da21/_arquivos/carta-terra.pdf. Acesso em 20/05/2016)
da, respectivamente, por uma condicional e outra conformativa.
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
TEXTO II
De acordo com os princípios apresentados nesse excerto
Carta da Terra (excerto)
da “Carta da Terra”, é correto afirmar que:
A Carta da Terra é um documento produzido no final da
a) os organismos não-nativos ou modificados genetica-
década de 1990 com a participação de 46 países. “Ela repre-
mente são daninhos à integridade ecológica e devem ser
senta um grito de urgência face às ameaças que pesam sobre
combatidos.
a biosfera e o projeto planetário humano. Significa também
b) a quantidade de substâncias radioativas ou tóxicas
um libelo em favor da esperança de um futuro comum da
deve ser controlada, quando houver possibilidade de sérios
Terra e Humanidade.” (Leonardo Boff)
danos ambientais.
c) a capacidade de regeneração dos recursos renováveis é
PRINCÍPIOS critério básico a ser observado no seu uso, visto que ela deve
I. RESPEITAR E CUIDAR DA COMUNIDADE DA VIDA ser sempre maior que a exploração.
(...) d) o homem tem a liberdade de agir no meio ambiente de
4. Garantir as dádivas e a beleza da Terra para as acordo com suas necessidades; são elas que devem balizar
05 atuais e as futuras gerações.
suas ações em todos os tempos.
a. Reconhecer que a liberdade de ação de cada
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
geração é condicionada pelas necessidades das
gerações futuras. Dá-se o nome de coesão à conexão interna entre os vários
10 b. Transmitir às futuras gerações valores, tradições e enunciados de um texto, a qual é fruto das relações de sentido
instituições que apoiem, em longo prazo, a prosperi- entre eles. Essas relações são manifestas por certa categoria
dade das comunidades humanas e ecológicas da Terra. de palavras as quais chamamos elementos de coesão. A partir
dessa definição e da leitura atenta do texto, considere os
II. INTEGRIDADE ECOLÓGICA fragmentos abaixo e as análises apresentadas.
15
5. Proteger e restaurar a integridade dos sistemas I. “Orientar ações (...) mesmo quando a informação
ecológicos da Terra, com especial preocupação científica for incompleta...” (l. 37 a 39) – a expressão coesiva
pela diversidade biológica e pelos processos na- mesmo quando serve para evidenciar uma exceção em rela-
turais que sustentam a vida. ção à prática de as ações serem pautadas em conhecimentos
20 (...) científicos conclusivos.

69
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

II. “Prevenir o dano ao ambiente como o melhor método de pro- d) “Impedir a poluição de qualquer parte do meio am-
teção ambiental...” (l. 32 e 33) – a palavra como introduz um termo biente e não permitir o aumento de substâncias radioativas,
com função adverbial e estabelece um sentido de conformidade. tóxicas ou outras substâncias perigosas.” – Minimizar a
III. “...quando o conhecimento for limitado, assumir uma poluição de qualquer parte do meio ambiente, além de não
postura de precaução.” (l. 33 a 35) – É possível afirmar que permitir o aumento de substâncias radioativas, tóxicas ou
a conjunção quando além de veicular uma ideia de tempo, outras perigosas.
sugere também uma condição.
IV. “Manejar o uso de recursos renováveis (...) de forma QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
que não excedam as taxas de regeneração...” (l. 27 a 29) o A seguir, propõe-se a substituição de determinados trechos
pronome relativo que introduz uma oração adjetiva que está por estruturas pronominais. Assinale a única alternativa em que
subordinada ao substantivo “forma”, especificando-o. se mantém a correção gramatical e o sentido do enunciado.
Está correto o que se afirma nos enunciados
a) “Transmitir às futuras gerações valores, tradições e
a) I, II, III e IV. instituições que apoiem (...)” – Transmiti-las valores, tradições
b) II e IV apenas. e instituições que apoiem (...)
c) I, II e III apenas. b) “Proteger e restaurar a integridade dos sistemas ecológi-
d) I e III apenas. cos da Terra (...)” – Proteger e restaurar-lhes a integridade (...)
c) “(...) organismos não-nativos ou modificados genetica-
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • mente que causem dano às espécies nativas (...)” – organismos
não-nativos ou modificados geneticamente aos quais causem
Assinale o item que contém uma análise correta sobre a
danos as espécies nativas.
palavra QUE sublinhada.
d) “(...) não excedam as taxas de regeneração e que pro-
a) “Transmitir às futuras gerações valores, tradições e tejam a sanidade dos ecossistemas.” – não excedam as taxas
instituições que apoiem, em longo prazo (...)” – classificase de regeneração e que as protejam.”
como pronome relativo e refere-se ao termo “gerações”.
b) “(...) especial preocupação pela diversidade biológica e TEXTO III
pelos processos naturais que sustentam a vida.” – classifica-se O Sal da Terra
como pronome relativo e refere-se aos termos “diversidade Beto Guedes
biológica” e “processos naturais”.
Anda!
c) “Controlar e erradicar organismos não-nativos ou modificados
Quero te dizer nenhum segredo
geneticamente que causem dano às espécies (...)” – classifica-se Falo desse chão, da nossa casa
como conjunção integrante e introduz oração adjetiva. Vem que tá na hora de arrumar
d) “produtos florestais e vida marinha (....) de forma que
05
não excedam as taxas de regeneração e que protejam a
sanidade dos ecossistemas.” – classifica-se como conjunção Tempo!
Quero viver mais duzentos anos
integrante e introduz oração substantiva.
Quero não ferir meu semelhante
Nem por isso quero me ferir
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
10
Alguns trechos do texto II foram reescritos. Assinale a única
Vamos precisar de todo mundo
alternativa cuja reescrita mantém a correção gramatical e pre-
Pra banir do mundo a opressão
serva o sentido da informação no contexto de que foi extraída. Para construir a vida nova
a) “Reconhecer que a liberdade de ação de cada geração é Vamos precisar de muito amor
condicionada pelas necessidades das gerações futuras”. – Re- 15 A felicidade mora ao lado
E quem não é tolo pode ver
conhecer que a liberdade de ação de cada geração condiciona
as necessidades das gerações futuras.
b) “Transmitir às futuras gerações valores, tradições e A paz na Terra, amor
instituições que apoiem, em longo prazo, a prosperidade O pé na terra
20 A paz na Terra, amor
(...)” – Transmitir às futuras gerações e instituições valores
O sal da
e tradições que apoiem, em longo prazo, a prosperidade (...)
c) “Prevenir o dano ao ambiente como o melhor método
Terra!
de proteção ambiental e, quando o conhecimento for limi-
És o mais bonito dos planetas
tado, assumir uma postura de precaução.” – Prevenir o dano
25 Tão te maltratando por dinheiro
ao ambiente como o melhor método de proteção ambiental,
Tu que és a nave nossa irmã
assumindo, nos casos em que o conhecimento seja limitado,
uma postura de precaução.

70
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

Canta! QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Leva tua vida em harmonia Assinale a opção que contém uma informação correta
30 E nos alimenta com seus frutos sobre a canção “O Sal da Terra”.
Tu que és do homem, a maçã
a) A função apelativa é predominante no texto.
Vamos precisar de todo mundo b) Apenas a linguagem padrão foi empregada em toda a canção.
Um mais um é sempre mais que dois c) Foi utilizado, no texto, apenas pronome de segunda
35 Pra melhor juntar as nossas forças pessoa gramatical para se referir à Terra.
É só repartir melhor o pão d) A canção foi escrita apenas para dois interlocutores: a
Recriar o paraíso agora Terra e o Tempo.
Para merecer quem vem depois
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
40 Deixa nascer, o amor Assinale a alternativa INCORRETA quanto à classificação
Deixa fluir, o amor
das figuras de linguagem.
Deixa crescer, o amor
Deixa viver, o amor
a) “Quero viver mais duzentos anos.” (hipérbole)
O sal da terra
b) “A felicidade mora ao lado.” (prosopopeia)
(www.mundojovem.com.br/musicas/o-sal-da-terra-
-beto-guedestransito. Acesso em 18/04/2016.)
c) “Um mais um é sempre mais que dois.” (paradoxo)
d) “Tu que és a nave nossa irmã.” (eufemismo)
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Leia as afirmativas abaixo acerca do texto “O Sal da Terra”.
Assinale a alternativa que apresenta uma análise sintática
I. O locutor esboça sua preocupação com as gerações fu- ou morfológica INCORRETA.
turas e considera fundamental pautar suas ações no sentido
de construir-lhes um lugar melhor para viver. a) A palavra “que”, no verso “Tu que és do homem, a maçã”
II. A “paz na terra” depende tanto do cuidado com a natu- (v. 26), classifica-se como partícula denotativa de realce.
reza quanto do fim da ganância e das desigualdades sociais. b) Em “Tão te maltratando por dinheiro” (v. 21), há uma
III. O emissor da mensagem em “Quero não ferir meu locução verbal cujo verbo no gerúndio aponta para uma ação
semelhante/Nem por isso quero me ferir” argumenta que continuada e repetitiva.
pensar no bem-estar alheio é prejudicial ao indivíduo. c) O pronome “quem”, em “Para merecer quem vem de-
IV. A necessidade de mudanças na preservação do planeta pois” (v. 32), é sujeito da segunda oração e compõe o objeto
não é uma novidade, mas o locutor exorta todos a realizá-las direto da oração principal.
o mais rápido possível. d) A conjunção “e”, em “E quem não é tolo pode ver”
As inferências corretas são apenas: (v. 14) e em “E nos alimenta com seus frutos” (v. 25), possui
valor adversativo.
a) I, II e IV.
b) II, III e IV. QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) I e IV. onsiderando que todo texto produzido tem um objetivo
d) II e III. comunicativo, isto é, pretende atingir pelo menos um objetivo
junto ao(s) leitor(es), analise as afirmativas a seguir.
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • I - No texto I, o principal objetivo do emissor da mensagem
Percebe-se que o compositor Beto Guedes, em seu texto, faz é estabelecer críticas ao comportamento discriminatório do
referência a elementos da simbologia cristã. Isso é percebido no Presidente dos Estados Unidos.
próprio título da canção, que remete a Mateus 5,13: “Vós sois II - No texto II, o objetivo central é propor aos leitores um
o sal da terra”. Essa contextualização com elementos cristãos conjunto de comportamentos adequados no que se refere à
é demonstrada em outras passagens da música, EXCETO em: preservação ambiental.
III - No texto III, por se tratar de uma canção, o principal
a) “É só repartir melhor o pão” objetivo é o de promover divertimento para o público ouvinte.
b) “Recriar o paraíso agora”
c) “Tu que és do homem, a maçã” É correto o que se afirma apenas em:
d) ”Um mais um é sempre mais que dois”
a) I e III.
b) II.
c) I e II.
d) III.

71
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

EPCAR 2017 / 2018 50 real, ao contrário, é instabilidade, surpresa,


desassossego. O real é o estranho.
TEXTO I (...)
O PODER DA LITERATURA A literatura não tem o poder dos mísseis, dos
José Castello exércitos e das grandes redes de informação. Seu poder
55 é limitado: é subjetivo. Ao lançá-lo para dentro, e não
Em um século dominado pelo virtual e pelo para fora, ela se infiltra, como um veneno, nas pequenas
instantâneo, que poder resta à literatura? Ao contrário frestas de seu espírito. Mas, nele instalada pelo ato da
das imagens, que nos jogam para fora e para as leitura, que escândalos, que estragos, mas também que
superfícies, a literatura nos joga para dentro. Ao contrário descobertas e que surpresas ela pode deflagrar.
5 da realidade virtual, que é compartilhada e se baseia na 60 Não é preciso ser um especialista para ler uma
interação, a literatura é um ato solitário, nos aprisiona na ficção. Não é preciso ostentar títulos, apresentar
introspecção. Ao contrário do mundo instantâneo em que currículos, ou credenciais. A literatura é para todos.
vivemos, dominado pelo “tempo real” e pela rapidez, a Dizendo melhor: é para os corajosos ou, pelo menos,
literatura é lenta, é indiferente às pressões do tempo, para aqueles que ainda valorizam a coragem.
10 ignora o imediato e as circunstâncias. (...)
V i vemos em um mundo dominado p elas
(http://blogs.oglobo.globo.com/jose-castello/post/o-poder-da-literatu-
respostas enfáticas e poderosas, enquanto a literatura se ra-444909.html - Acesso em: 21 fev 2017)
limita a gaguejar perguntas frágeis e vagas. A literatura,
por tanto, parece caminhar na contramão do QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
15 contemporâneo. Enquanto o mundo se expande, se
Da leitura global do texto, só NÃO é correto afirmar que
reproduz e acelera, a literatura contrai, pedindo que
a literatura
paremos para um mergulho “sem resultados” em nosso
próprio interior. Sim: a literatura – no sentido prático – é
a) dá ao homem condições de autoconhecimento por meio
inútil. Mas ela apenas parece inútil.
de perguntas aparentemente frágeis e vagas.
20 A literatura não serve para nada – é o que se
b) coloca o homem em contato com sua verdade mais
pensa. A indústria editorial tende a reduzi-la a um
profunda e aterrorizante.
entretenimento para a beira de piscinas e as salas de
c) deve desequilibrar o leitor, roubando-lhe a certeza e
espera dos aeroportos. De outro lado, a universidade –
instaurando a desconfiança.
em uma direção oposta, mas igualmente improdutiva –
d) atinge a todos, desmascarando suas mentiras, fragili-
25 transforma a literatura em uma “especialidade”, destinada
dades e arrogâncias.
apenas ao gozo dos pesquisadores e dos doutores. Vou
dizer com todas as letras: são duas formas de matá-la. A
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
primeira, por banalização. A segunda, por um esfriamento
que a asfixia. Nos dois casos, a literatura perde sua Na afirmativa “Mas ela apenas parece inútil.” (l. 19) , o
30 potência. Tanto quando é vista como “distração”, quanto advérbio “apenas” e o verbo “parece” reiteram o juízo de
quando é vista como “objeto de estudos”, a literatura valor do autor sobre a importância da literatura, que para ele
perde o principal: seu poder de interrogar, interferir e
desestabilizar a existência. Contudo, desde os gregos, a a) é um entretenimento para a beira de piscinas e para as
literatura conserva um poder que não é de mais ninguém. salas de espera dos aeroportos.
35 Ela lança o sujeito de volta para dentro de si e o leva a b) conserva um poder que não é de mais ninguém, com
encarar o horror, as crueldades, a imensa instabilidade e sua capacidade de lançar o sujeito de volta para dentro de si.
o igualmente imenso vazio que carregamos em nosso c) é uma especialidade destinada ao gozo dos pesquisa-
espírito. Somos seres “normais”, como nos orgulhamos dores e dos doutores.
de dizer. Cultivamos nossos hábitos, manias e padrões. d) caminha na contramão do contemporâneo, se contrain-
40 Emprestamos um grande valor à repetição e ao Mesmo. do, enquanto o mundo expande.
Acreditamos que somos donos de nós mesmos!
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mas leia Dostoievski, leia Kafka, leia Pessoa,
leia Clarice – e você verá que rombo se abre em seu Assinale a opção em que NÃO se percebe uma ideia adver-
espírito. Verá o quanto tudo isso é mentiroso. Vivemos sativa.
45 imersos em um grande mar que chamamos de realidade,
mas que – a literatura desmascara isso – não passa de a) “Contudo, desde os gregos, a literatura conserva um poder
ilusão. A “realidade” é apenas um pacto que fazemos que não é de mais ninguém.” (l. 33 e 34)
entre nós para suportar o “real”. A realidade é norma, é b) “Ela lança o sujeito de volta para dentro de si e o leva a
contrato, é repetição, ela é o conhecido e o previsível. O encarar o horror, as crueldades...” (l. 35 e 36)
c) “...que escândalos, que estragos, mas também que desco-

72
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

bertas e que surpresas ela pode deflagrar.” (l. 58 e 59) c) A vírgula presente em “...a literatura é um ato solitário,
d) “Vivemos imersos em um grande mar que chamamos de nos aprisiona na introspecção.” (l. 06 e 07) foi utilizada para
realidade, mas que – a literatura desmascara isso – não passa de marcar a elipse de um termo.
ilusão”. (l. 44 a 47) d) No período “...mas também que descobertas e que
surpresas ela pode deflagrar.” (l. 58 e 59) , se o sujeito fosse
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • para o plural, a locução verbal ficaria: pode deflagrarem.
Assinale a figura de linguagem que traz a substituição
de um nome por outro em virtude de haver entre eles uma QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
relação metonímica. Assinale a alternativa que apresenta análise sintática
correta.
a) “Ao lançá-lo para dentro, e não para fora, ela se infiltra,
como um veneno...” (l.55 e 56) a) “Não é preciso ostentar títulos, apresentar currículos, ou
b) “...a literatura contrai, pedindo que paremos para um credenciais.” – A oração apresenta sujeito composto e passivo.
mergulho “sem resultados...” (l.16 e 17) b) “A literatura não serve para nada” – é o que se pensa.”
c) “Vivemos imersos em um grande mar que chamamos – O artigo “o” introduz o sujeito da oração.
de realidade...” (l.44 e 45) c) “Vou dizer com todas as letras: são duas formas de matá-
d) “...leia Dostoievski, leia Kafka, leia Pessoa, leia Clarice...” -la.” – O período apresenta adjunto adverbial de instrumento.
(l.42 e 43) d) A “realidade” é apenas um pacto que fazemos entre nós
para suportar o “real”. – O pronome relativo “que” exerce a
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • função de objeto direto.
Observe o uso do vocábulo que nos enunciados dos itens
abaixo. TEXTO II
VIVEMOS O FIM DO MUNDO
I. “...o igualmente imenso vazio que carregamos em nosso Luis Antônio Giron
espírito.” (l. 37 e 38) (...) B au man é au to r d o c o n c ei to d e
II. “... nele instalada pelo ato da leitura, que escândalos...” “modernidade líquida”. Com a ideia de “liquidez”, ele tenta
(l. 57 e 58) explicar as mudanças profundas que a civilização vem
III. “Em um século dominado pelo virtual e pelo instantâ- sofrendo com a globalização e o impacto da tecnologia da
neo, que poder resta à literatura?” (l. 1 e 2) 5 informação. Nesta entrevista, ele fala sobre como a vida,
IV. “...e você verá que rombo se abre em seu espírito.” a política e os padrões culturais mudaram nos últimos 20
(l. 43 e 44) anos. As instituições políticas perderam representatividade
Assinale a alternativa que apresenta a sua classificação porque sofrem com um “déficit perpétuo de poder”. Na
correta. cultura, a elite abandonou o projeto de incentivar e
10 patrocinar a cultura e as artes. Segundo ele, hoje é moda,
a) I. pronome relativo; II. advérbio; III. partícula de realce; entre os líderes e formadores de opinião, aceitar todas as
IV. pronome adjetivo. manifestações, mas não apoiar nenhuma.
b) I. conjunção subordinativa; II. pronome relativo; III. (...)
pronome interrogativo; IV. interjeição. ÉPOCA – As redes sociais aumentaram sua
c) I. pronome relativo; II. pronome adjetivo; III. pronome 15 força na internet como ferramentas eficazes de
interrogativo; IV. conjunção subordinativa. mobilização. Como o senhor analisa o surgimento de
d) I. conjunção coordenativa; II. partícula de realce; III. uma sociedade em rede?
pronome relativo; IV. pronome adjetivo. Bauman – Redes, você sabe, são interligadas,
mas também estão descosturadas e remendadas por
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 20 meio de conexões e desconexões... As redes sociais
Assinale a alternativa que apresenta uma explicação eram atividades de difícil implementação entre as
INCORRETA. comunidades do passado. De algum modo, elas
continuam assim dentro do mundo off-line. No mundo
a) Em “Tanto quando é vista como distração, quanto quan- interligado, porém, as interações sociais ganharam a
do é vista como objeto de estudos...” (l. 30 e 31), os termos 25 aparência de brinquedo de crianças rápidas. Não parece
em destaque estabelecem uma relação de comparação entre haver esforço na parcela on-line, virtual, de nossa
as duas situações relacionadas. experiência de vida. Hoje, assistimos à tendência de
b) Os dois pontos foram utilizados no excerto “...a litera- adaptar nossas interações na vida real (off-line), como se
tura perde o principal: seu poder de interrogar, interferir e imitássemos o padrão de conforto que experimentamos
desestabilizar...” (l. 31 a 33) para introduzir ideias que foram 30 quando estamos no mundo on-line na internet.
resumidas em um termo anterior.

73
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

ÉPOCA – Os jovens podem mudar e salvar o Observe as reescritas sugeridas para esse trecho e assinale
mundo? Ou nem os jovens podem fazer algo para aquela que está correta.
alterar a história?
35 Bauman – Sou tudo, menos desesperançoso. a) A globalização e o impacto da tecnologia da informação
Confio que os jovens possam perseguir e consertar o têm provocado mudanças profundas na civilização as quais
estrago que os mais velhos fizeram. Como e se forem ele tenta explicar por meio da ideia de “liquidez”.
capazes de pôr isso em prática, dependerá da imaginação b) A ideia de “liquidez” através da qual ele tenta explicar as
e da determinação deles. Para que se deem uma mudanças profundas cuja civilização vem sofrendo em decorrên-
40 oportunidade, os jovens precisam resistir às pressões da cia da globalização e do impacto da tecnologia da informação.
fragmentação e recuperar a consciência da responsabilidade c) Às mudanças profundas, que a civilização vem sofrendo
compartilhada para o futuro do planeta e seus habitantes. decorrente da globalização e do impacto da tecnologia da
Os jovens precisam trocar o mundo virtual pelo real. informação, ele tenta explicitar pela ideia de “liquidez”.
ÉPOC A – O senhor af irma que as elites d) De acordo com a ideia de “liquidez”, ele tenta esclarecer as
45 adotaram uma atitude de máximo de tolerância com o mudanças profundas às quais a civilização vem experimentando
mínimo de seletividade. Qual a razão dessa atitude? pela globalização e pelo impacto da tecnologia da informação.
Bauman – Em relação ao domínio das escolhas
culturais, a resposta é que não há mais autoconfiança QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
quanto ao valor intrínseco das ofertas culturais Assinale a opção cuja análise da pontuação NÃO está de
50 disponíveis. Ao mesmo tempo, as elites renunciaram às acordo com a regra gramatical da Língua Portuguesa.
ambições passadas, de empreender uma missão
iluminadora da cultura. A elite deixou de ser o mecenas a) “Não parece haver esforço na parcela on-line, virtual,
da cultura. Hoje, as elites medem sua superioridade de nossa experiência de vida.” – separar termos de função
cultural pela capacidade de devorar tudo. sintática semelhante.
55 (...) b) “No mundo interligado, porém, as interações sociais
ÉPOCA – Como diz o crítico George Steiner, ganharam a aparência de brinquedo de crianças rápidas.” –
os produtos culturais hoje visam ao máximo impacto Indicar a omissão de um termo.
e à obsolescência instantânea. Há uma saída para c) “Como e se forem capazes de pôr isso em prática, de-
salvar a arte como uma experiência humana penderá da imaginação e da determinação deles.” – Isolar
60 importante? orações adverbiais deslocadas.
Bauman – Bem, esses produtos se comportam d) “Hoje, as elites medem sua superioridade cultural pela
como o resto do mercado. Voltam-se para as vendas de capacidade de devorar tudo”. – Isolar adjunto adverbial.
produtos na sociedade dos consumidores. Uma vez que a
busca pelo lucro continua a ser o motor mais importante TEXTO III
65 da economia, há pouca oportunidade para que os objetos SÓ É LITERATURA QUANDO INCOMODA
de arte cessem de obedecer à sentença de Steiner... Jana Lauxen
(...) Como escritora, editora e, principalmente, leitora,
(Revista Época nº 819, 10 de fevereiro de 2014, p.68 – 70) tenho observado um fenômeno desconcertante acometer
a literatura nacional: o processo de politização obediente
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
dos novos escritores brasileiros. Muitas vezes tenho a
Das respostas dadas por Bauman, só NÃO podemos de- 05 impressão de que a nossa produção literária cortou o
preender que cabelo, fez a barba, colocou sapatos de couro, terno,
gravata, e agora é o genro que mamãe pediu a Deus. E,
a) o comportamento cultural da elite pauta-se hoje na
sabem: isso me incomoda. Profundamente.
indiferenciação dos objetos culturais.
Porque, em minha opinião, a literatura que não
b) as relações virtuais aparentam ser mais fáceis e agra-
10 lhe sacode; que não lhe tira do lugar onde você
dáveis que as interações na vida real.
confortavelmente está; que não lhe faz repensar; que não
c) o advento da internet permite uma conexão sempre
desconstrói e bagunça; que não coloca o dedo na ferida
fácil e eficiente entre as redes sociais.
e chafurda; é uma literatura inofensiva – logo, irrelevante.
d) a arte poderia ser salva, desde que deixasse de se com-
Os livros e autores que me conquistaram, e me fizeram
portar como uma mercadoria regida pelas regras do mercado.
15 compreender o poder da literatura na formação política e
social de qualquer cidadão, falavam de sexo, de drogas,
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
de dor, de vida, de desespero – e não de dragões, fadas
Leia o trecho a seguir: e gnomos.
“Com a ideia de “liquidez”, ele tenta explicar as mudanças (...)
profundas que a civilização vem sofrendo com a globalização (http://zonacurva.com.br/o-caminho-dos-excessos-fazendo-
e o impacto da tecnologia da informação”. (l. 2 a 5) -diferenca/Acesso em: 21 fev 2017)

74
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Jana Lauxen, ao utilizar a expressão metafórica “genro que Sobre o Texto IV, assinale a alternativa que apresenta uma
a mamãe pediu a Deus”, comparando-a à Literatura de nosso análise INCORRETA.
tempo, esclareceu que essa literatura é para ela
a) O segundo quadrinho apresenta uma quebra de ex-
a) provocativa e reflexiva. pectativa em relação ao que expressa o adjetivo presente
b) desconcertante e relevante. no primeiro.
c) inofensiva e obediente. b) O uso do pronome demonstrativo “este”, no primeiro
d) reflexiva e desconstrutora. quadrinho, justifica-se por se referir a algo que ainda vai ser
apresentado no próximo quadrinho.
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) O vocábulo “droga”, terceiro quadrinho, passou pelo
Segundo o texto, pode-se afirmar que a (o) processo de derivação imprópria e, no contexto, apresenta-
-se como interjeição.
a) literatura só desempenha o seu papel no momento em d) Se substituirmos o pronome “nós”, no sexto quadrinho,
que agrada à sociedade. por “as crianças”, o verbo poderá ser flexionado na primeira
b) poder da literatura consiste em tirar o cidadão do lugar pessoa do plural.
físico em que se encontra.
c) literatura é relevante à medida que desnuda problemas QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
sociais e situações essenciais de vida. Aquilo que motiva a indignação de Mafalda (Texto IV) foi
d) poder da literatura está em deslocar o olhar do leitor também, de certa forma, abordado por Bauman na entrevista
para obras politicamente corretas. (Texto II). Assinale a alternativa em que o entrevistado fala de
um aspecto que resultou na literatura que tanto desagrada
QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • à personagem Mafalda.
O estilo textual do gênero blog admite o uso da linguagem
figurada. Marque a alternativa em que NÃO há esse tipo de a) “...esses produtos se comportam como o resto do mer-
linguagem. cado. Voltam-se para as vendas de produtos na sociedade dos
consumidores.” (l. 60 a 62)
a) “...a nossa produção literária cortou o cabelo, fez a b) “...os jovens precisam resistir às pressões da fragmen-
barba, colocou sapatos de couro, terno, gravata ...” (l. 5 a 7) tação e recuperar a consciência da responsabilidade compar-
b) “Porque, em minha opinião, a literatura que não lhe tilhada...” (l. 39 a 41)
sacode ...” (l. 9 e 10) c) “Hoje, as elites medem sua superioridade cultural pela
c) “(...) que não coloca o dedo na ferida e chafurda ...” (l. 12 e 13) capacidade de devorar tudo.” (l. 52 e 53)
d) “(...) tenho observado um fenômeno desconcertante d) “... não há mais autoconfiança quanto ao valor intrín-
acometer a literatura nacional ...” (l. 2 e 3) seco das ofertas culturais disponíveis. (l. 47 a 49)

TEXTO IV QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considerando a relação existente entre a linguagem ver-
bal e a não verbal no Texto IV, assinale a alternativa correta.

a) A linguagem não verbal contribui para a construção do


sentido do texto.
b) A linguagem verbal poderia ser parcialmente omitida
sem nenhuma perda de sentido.
c) As imagens, devido a seu caráter ilustrativo, não inter-
ferem diretamente no tema abordado no texto.
d) Mafalda, ao longo do texto, demonstra curiosidade,
irritação, raiva e passividade.

75
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

EPCAR 2018 / 2019 efervescência político-cultural, grafiteiros, breakers e


rappers começaram a se reunir para realizar eventos
TEXTO I juntos, afinal suas artes estavam relacionadas a uma
Rap: uma linguagem dos guetos 55 experiência comum, a cultura de rua. /.../
Por volta de 1982, o rap chegou ao Brasil,
Entre as vozes que se cruzam na cacofonia
fixando-se, sobretudo, em São Paulo. /.../
urbana da sociedade globalizada, há uma que se
Nos últimos anos da década de 90, o rap
sobressai pela sua radicalidade marginal: o rap. A
brasileiro ultrapassou os limites da periferia dos grandes
moderna tradição negra dos guetos norte-americanos é,
60 centros e chegou à classe média. /.../ O rap de caráter
05 hoje, cantada pelos jovens das periferias de todos os
mais comercial passou então a ser amplamente
quadrantes do globo. Mas diferentemente das
difundido pelo país, ao mesmo tempo em que, em sua
estereotipias produzidas pela nação hegemônica e
forma marginal, a linguagem continuava a se
difundidas em escala planetária, a cultura hip-hop
desenvolver nos espaços populares.
costuma ser assimilada como uma fala histórica
65 Há que se destacar o caráter inovador do rap
10 essencialmente crítica por uma juventude com tão
nacional, que reelabora, de forma criadora, a partir de
escassas vias de fuga ao sempre igual. Quando, por
tradições populares brasileiras, a linguagem dos guetos
exemplo, jovens de uma favela brasileira incorporam
norte-americanos, mesclando o ritmo do Bronx a
esta linguagem tornada universal, por mais que a sua
gêneros como o samba e a embolada.
realidade seja diferente daquela dos marginalizados do
70 /.../
15 país de origem, a forma permanece associada a um
Não se trata, no entanto, de idealizar o hip-hop
conteúdo crítico – uma visão de mundo subalterna e
como forma de conhecimento. O movimento,
frequentemente subversiva.
seguramente, não é homogêneo: possui tendências
O rap é hoje uma forma de expressão
mais ou menos politizadas, mais ou menos engajadas e
comunitária, por meio da qual se comunicam e afirmam
75 críticas. Há, por assim dizer, uma vertente cuja tônica é
20 sua identidade habitantes dos morros e comunidades
a denúncia, a agitação e o protesto. Outra, espontânea,
populares. /.../
sem uma linha política coerente e definida. E outra
O surgimento do movimento hip -hop nos
ainda, talvez hegemônica, já assimilada pelo mercado,
remete ao contexto no qual estavam inseridos os
que reproduz o modelo de comportamento, aspirações e
Estados Unidos dos anos 60 e 70, no auge da Guerra
80 ideais dominantes (consumismo, individualismo e
25 Fria. Foram anos de tensão e muita agitação política. O
exaltação da vida privada), como a maioria das canções
descontentamento popular com a guerra do Vietnã
ditas "de massa".
somava-se à pressão das comunidades negras
(COUTINHO, Eduardo Granja, ARAÚJO, Marianna. Rap: uma linguagem dos
segregadas, submetidas a leis similares às do apartheid guetos. In: PAIVA, Raquel, TUZZO, Simone Antoniaci (Orgs.). Comunidade, mídia
sul-africano. O clima de revolta e inconformismo tomava e cidade: possibilidades comunitárias na cidade hoje. Goiânia: FIC/UFG, 2014.)
30 conta dos guetos negros.
/.../ QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Na trilha da agitação política ocorriam Nota-se, no primeiro parágrafo do texto, que os autores
inovações culturais. Nos guetos, o que se ouvia era o enfatizam a informação presente no título, isto é, a relação
soul, que foi importante para a organização e do rap com o gueto, com espaços desprestigiados. Assinale
35 conscientização daquela população. /.../ No mesmo a única palavra que NÃO foi empregada para reforçar esse
período surge uma variedade de outros ritmos, como o aspecto no parágrafo.
funk, marcados por pancadas poderosas que causavam
estranhamento aos brancos, letras que invocavam a a) Marginal
valorização da cultura negra e denunciavam as b) Periferias
40 condições às quais eram submetidas as populações dos c) Favela
guetos. O soul e o funk foram as bases musicais que d) Subversiva
permitiram o surgimento do rap, que virá a ser um dos
elementos do movimento hip-hop. QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Por essa época ou um pouco antes, jovens De acordo com as informações do texto e o modo como
45 negros já dançavam [o break] nas ruas ao som do soul e ele está organizado, é correto afirmar que os autores
do funk de uma forma inovadora, executando passos
que lembravam ao mesmo tempo uma luta e os a) defendem os ditos movimentos de rua, utilizando-se
movimentos de um robô. /.../ de argumentos sólidos que valorizam o rap.
Finalmente, além da música e da dança, b) apresentam dados temporais e espaciais para defender
50 propagava-se pelos guetos, ainda, o hábito de desenhar a divulgação do rap na sociedade.
e escrever em muros e paredes. /.../ Nesse contexto de c) são preconceituosos com relação à cultura de massa,

76
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

que, segundo eles, é hegemônica em aspectos como exaltação QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


da individualidade. Assinale a alternativa em que a reescrita proposta NÃO
d) expõem o tema rap, contextualizando-o em sua origem está de acordo com a norma padrão da Língua Portuguesa.
e desenvolvimento ao longo dos anos.
a) “O rap é hoje uma forma de expressão comunitária, por
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • meio da qual se comunicam...” (l. 18 e 19) => O rap é hoje uma
Considerando o contexto em que foi empregada, a expressão forma de expressão comunitária, com à qual se comunicam.
“cultura de rua” (l. 55) pode ser definida como: b) “O descontentamento popular com a guerra do Vietnã
somava-se à pressão das comunidades negras...” (l. 25 a 27)
a) conjunto de ritmos musicais típicos dos guetos negros dos => Ao descontentamento popular com a guerra do Vietnã
anos de 1960 e 1970. somava-se a pressão das comunidades negras.
b) dança apresentada nas ruas, cujos movimentos lembram c) “...submetidas a leis similares às do apartheid...” (l. 28)
os passos de um robô. => ...submetidas a leis similares àquelas do apartheid.
c) conjunto de artes (música, dança e grafite) que se expressa d) “...denunciavam as condições às quais eram submetidas
no espaço público, na rua. as populações dos guetos.” (l. 39 a 41) => denunciavam as
d) linguagem artística que mistura vários ritmos, como o funk, condições a que eram submetidas as populações dos guetos.
o samba e a embolada.
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Há, em um dos fragmentos abaixo, uma marca evidente
Assinale a alternativa que apresenta uma leitura correta da presença dos autores no texto. Assinale-o.
acerca do texto.
a) “O surgimento do movimento hip-hop nos remete ao
a) A juventude marginalizada, em todos os quadrantes contexto no qual estavam inseridos os Estados Unidos dos
do globo, tem no rap uma solução para a sua situação de anos 60 e 70, no auge da Guerra Fria.”
criminalidade. b) “Há, por assim dizer, uma vertente cuja tônica é a de-
b) O rap alcançou a classe média fora das comunidades núncia, a agitação e o protesto.”
populares e atua, hoje, como um importante instrumento de c) “E outra ainda, talvez hegemônica, já assimilada pelo
conscientização dessa classe, devido a sua linguagem rebelde mercado...”
e marginal. d) “Finalmente, além da música e da dança, propagava-
c) A raiz histórica do rap está na tensão e na insatisfação -se pelos guetos, ainda, o hábito de desenhar e escrever em
geradas pela Guerra Fria, as quais tomaram conta dos guetos muros e paredes.”
ao redor do mundo nas décadas de 60 e 70.
d) Embora seja a incorporação de uma linguagem surgida QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
em outra realidade, extremamente diferente da deles, o rap Assinale a alternativa que aponta o sentido INCORRETO
transformou-se em uma espécie de voz dos jovens dos morros das expressões conectoras destacadas abaixo.
e das comunidades brasileiras.
a) “...além da música e da dança, propagava-se pelos
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • guetos, ainda, o hábito de desenhar e escrever em muros e
Assinale a alternativa cuja palavra ou expressão entre paredes.” (l. 49 a 51) - Adição
parênteses NÃO substitui corretamente a anterior a ela. b) “Por essa época ou um pouco antes, jovens negros já
dançavam nas ruas ao som do soul e do funk de uma forma
a) “O movimento, seguramente (certamente), não é inovadora...” (l. 44 a 46) - Proporcionalidade
homogêneo (uniforme): possui tendências mais ou menos c) “...afinal suas artes estavam relacionadas a uma ex-
politizadas...” (l. 72 a 74) periência comum, a cultura de rua.” (l. 54 e 55) - Explicação
b) “O rap de caráter mais comercial passou então (desse d) “E outra, ainda, talvez hegemônica, já assimilada pelo
modo) a ser amplamente difundido (divulgado) pelo país...” mercado, que reproduz o modelo de comportamento...” (l.
(l. 60 a 62) 77 a 79) - Inclusão
c) “Por volta de (Em meados de) 1982, o rap chegou ao
Brasil, fixando-se, sobretudo (exclusivamente) em São Paulo.” QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(l. 56 e 57) Assinale a alternativa em que a reescrita mantém a cor-
d) “E outra ainda, talvez hegemônica (predominante), já reção da língua formal.
assimilada (absorvida) pelo mercado, que reproduz o modelo
de comportamento...” (l. 77 a 79) a) “O clima de revolta e inconformismo tomava conta dos
guetos dos negros.” => O clima de revolta e inconformismo
tomavam conta dos guetos negros.

77
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

b) “Na trilha da agitação política ocorriam inovações c) criar o sentimento de pertencimento a um grupo.
culturais.” => Na trilha da agitação política haviam inovações d) enaltecer a sensação de liberdade.
culturais.
c) “...propagava-se pelos guetos, ainda, o hábito de dese- QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
nhar e escrever...” => Eram propagados pelos guetos, ainda, Após a leitura atenta do texto, analise as afirmativas
o hábito de desenhar e escrever. abaixo e assinale aquela que contém comentários adequados
d) ...como a maioria das canções ditas "de massa" re- em relação a ele.
produz... => como a maioria das canções ditas "de massa"
reproduzem. a) O texto se divide em duas partes: a primeira é narrati-
va, iniciando-se na (l. 1) e terminando na (l. 24); a segunda é
TEXTO II dissertativa e se inicia na (l. 24), indo até a (l. 33).
A Marselhesa do subúrbio b) Não só o funk, mas outros gêneros musicais advindos
Sérgio Martins
das periferias conquistaram a classe média. Entretanto, é
ainda para as classes urbanas mais pobres que esse gênero
Tchudum, tchá, tchá, tchá, tchá, tchudum, tchá, musical constitui um hino de cidadania e identidade.
tchá, tchá, tchá, tchudum\ São 2 horas da manhã c) O texto se constrói narrando como acontece um evento
numa casa noturna de São Paulo e os frequentadores musical direcionado para as classes C,D,E que os “playboys”,
estão dançando uma batida eletrônica repetitiva. Dali a jovens de bairros suburbanos, frequentam ostentando corren-
05 uma hora e meia, MC Guimê, o principal nome do funk tes douradas, roupas curtas e de grife, imitando os seus ídolos.
ostentação, fará seu show, acompanhado de um DJ e d) A aquisição de bens de consumo caros realizada pelos
de duas dançarinas, e com a participação especial do MCs, dos quais Guimê é o maior representante, se dá em
rapper Emicida. /.../ Encontram-se ali jovens de bairros função da propagação de marcas famosas em suas letras,
suburbanos – os meninos com correntes douradas, as por meio de contratos milionários para tal.
10 meninas com saia bem curtinha, e todos com roupas de
grife – e também os chamados “playboys”. Quando QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Guimê finalmente sobe ao palco, a temperatura da casa
Observe os termos sublinhados em cada alternativa e
parece subir. Por quarenta minutos, ele intercala
assinale aquela cuja análise, entre parênteses, está adequada.
canções de seu repertório com sucessos de outros
15 funkeiros, canta o rap do quarteto Racionais MC’s e cita
a) “... MC Guimê, o principal nome do funk ostentação,
o Salmo 23 (“O senhor é meu pastor / Nada me faltará”).
fará seu show...” – (Aposto)
Nada falta mesmo: suas letras carregam uma tal
b) “Por quarenta minutos, ele intercala canções de seu
profusão de marcas – carros, roupas, perfumes, bebidas
repertório com sucessos de outros funkeiros...” – (Oração
– que até se poderia suspeitar de vultosos contratos de
Subordinada Adverbial de Tempo)
20 merchandising. Não é o caso. Para Guimê, natural da
c) “Para Guimê, natural da periferia de Osasco, cidade da
periferia de Osasco, cidade da Grande São Paulo, falar
grande São Paulo...” – (Adjunto Adverbial de Lugar)
desses objetos de consumo – e, acima de tudo, adquirilos
d) “Como tantos gêneros musicais que vieram das áreas
– é uma aspiração realizada, uma senha para a
urbanas mais pobres...” – (Oração Subordinada Adjetiva
entrada na sociedade. O público não só entende como
Explicativa)
25 compartilha o sonho de Guimê: muitos fãs, no meio da
dança, erguem garrafas de uísque escocês como se
QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
fossem troféus. Festas e shows assim se repetem por
outras cidades e clubes. Como tantos gêneros musicais As conjunções e preposições, além de ligarem palavras
que vieram das áreas urbanas mais pobres, o funk já ou orações de um texto, estabelecem entre eles relações de
30 conquistou parte da classe média. Mas é sobretudo sentido. Assinale a alternativa em que a relação de sentido
entre a garotada da periferia que ele tem a ressonância apontada está INCORRETA.
de uma Marselhesa: um hino de cidadania e identidade
para os jovens das classes C, D e E. /.../ a) “O público não só entende como compartilha o sonho...”
(l. 24 e 25) => Adição
(Revista Veja, 29 de janeiro de 2014, p. 73 e 74)
b) “...os meninos com correntes douradas...” (l. 09) =>
Companhia
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) “Por quarenta minutos, ele intercala canções de seu
De acordo com o texto, o funk possui uma conotação de repertório...” (l. 13 e 14) => Duração
Marselhesa para os jovens das classes C, D e E porque reafirma d) ”Festas e shows assim se repetem por outras cidades
a identidade deles ao e clubes.” (l. 27 e 28) => Extensão

a) elevar a autoestima juvenil.


b) conferir-lhes status de consumidores bem sucedidos.

78
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 25 Foi assim que criaram e assim que tem que ser
Leia com atenção o trecho a seguir. O mestre de cerimônia rimando pra você
“Contando os plaquê de 100, dentro de um Citroën / Aí Enquanto o DJ troca as bases
nóis convida, porque sabe que elas vêm / De transporte nóis O grafiteiro pinta todo contraste
tá bem, de Hornet ou 1100 / Kawasaki, tem Bandit, RR tem
também / Nóis mantém a humildade Mas nóis sempre para Da favela pro mundo
tudo” (Plaquê de 100, de MC Guimê) 30 O caminho do rap pelo estudo
Por isso eu não me iludo
Pela leitura desse trecho da canção de MC Guimê, só NÃO Roupa de marca não é meu escudo
se pode inferir que esse gênero musical
Detentos já te disse no começo
a) “...como tantos gêneros musicais que vieram das áreas E estudar do sucesso é o preço
urbanas mais pobres, conquistou parte da classe média.” 35 Porque a fama não cabe num coração pequeno
b) “...é hoje uma forma de expressão comunitária, por Então positivismo pra vencer vai vendo
meio da qual se comunicam e afirmam sua identidade habi- (...)
tantes dos morros e comunidades populares.” (http:/www.misixmatch.com - acesso em: 11/05/2018)
c) “...reproduz o modelo de comportamento, aspirações e
ideais dominantes (consumismo, individualismo e exaltação QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
da vida privada)...”
Assinale a alternativa que contém uma afirmativa IN-
d) “...carrega uma tal profusão de marcas – carros, roupas,
CORRETA
perfumes, bebidas – que até se poderia suspeitar de vultosos
contratos de merchandising.”
a) O verso “E estudar do sucesso é o preço” pode ser
considerado um hipérbato.
TEXTO III
b) No texto, não há marcas de oralidade.
LADO BOM
c) Percebe-se que há, na canção, mais de uma função de
Ferréz
linguagem, como, por exemplo, a emotiva e a poética.
Periferia tem seu lado bom d) Há rimas ricas e pobres ao longo de toda a canção.
Manos, vielas, e futebol no campão.
Meninas com bonecas e não com filhos QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Planejando assim um futuro positivo
Segundo a canção, só NÃO é apontado como indicador
de intranquilidade nas favelas a/o
05 Sua paz é você que define.
Longe do álcool, longe do crime.
a) gravidez na adolescência.
A escola é o caminho do sucesso
b) uso de álcool
Pro pobre honrar desde o começo
c) busca pela fama.
d) falta de estudo.
E dizer bem alto que somos a herança
10 De um país que não promoveu as mudanças
Sem atrasar ninguém rapaz
Fazendo sua vida se adiantar na paz

Jogando bolinha, jogando peão


Vi nos olhos da criança a revolução
15 Que solta a pipa pensando em voar
Para não ver o barraco que era o seu lar

Periferia lado bom o que você me diz


Alguns motivos pra te deixar feliz
Longe do álcool, longe do crime.
20 Sua paz é você que define.

E nessa pipa no céu eu vi planar


A paz necessária para se avançar
Ânimo, positivismo em ação.
Hip-Hop cultura de rua e educação

79
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

EPCAR 2019 / 2020 aéreas e as telefônicas mais os servidores de


informática nos convenceram de que “o homem é que
TEXTO I foi feito para a máquina”. Ao telefone só se fala com
Cadê o papel-carbono? máquinas, e algumas empresas – esses servidores de
55 informática – nem seus telefones disponibilizam. Estou,
Outro dia tive saudade do papel carbono. E tive por exemplo, há quatro meses tentando falar com
saudade também do mimeógrafo a álcool. E tive alguém no “hotmail” e lá não tem viv’alma, só
saudade da velha máquina de escrever. E tive saudade fantasmas eletrônicos sem rosto e sem voz.
de quando, no dizer de Rubem Braga, a geladeira era Permita-me, eventual e concreto leitor, lhe fazer
05 branca e o telefone era preto. 60 uma pergunta indiscreta. Quanto tempo diariamente
Os mais jovens não sabem nem o que é papel você está gastando com e-mails? Quanto tempo para
carbono ou mimeógrafo a álcool. Mas tive saudade apagar o lixo e responder bobagens? Faça a conta,
deles, ou melhor, de um tempo em que eu não dependia some.
eletronicamente de outros para fazer as mínimas Drummond certa vez escreveu: “Ao telefone
10 tarefas. Uma torneira, por exemplo, era algo simples. Eu 65 perdeste muito tempo de semear”. Ele é porque não
sabia abrir uma torneira e fazê-la jorrar água. Hoje tomar conheceu a internet, que, tanto quanto o celular, usada
um banho é uma peripécia tecnológica. Hoje até para desregradamente é a grande sorvedora de tempo da
tomar um elevador tenho que inserir um cartão pós-modernidade.
eletrônico para ele se mover. Claro que tem o Google, Por estas e por outras é que estou pensando
15 essa enciclopédia no computador que facilita as 70 seriamente em voltar às cartas, quem sabe ao
pesquisas (para quem não precisa ir fundo nos pergaminho. E a primeira medida é reencontrar o papel
assuntos), mas muita coisa me intriga: por que cada carbono.
aparelho de televisão de cada casa, de cada hotel tem _ Cadê meu papel carbono?
um controle remoto diferente e a gente não consegue (SANT’ANNA, Affonso Romano de. Tempo de deli-
20 usá-los sem pedir socorro a alguém? cadeza. Porto Alegre: L&PM, 2009)

Olha, tanta tecnologia!...Mas além de não terem


descoberto como curar uma simples gripe, os QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
elevadores dos hotéis ainda não chegaram a uma Após a leitura atenta do texto, é correto afirmar que
conclusão de como assinalar no mostrador que letra
25 deve indicar a portaria. Será necessária uma medida a) a tecnologia da modernidade não é tão eficiente quan-
provisória do presidente para uniformizar tal diversidade to parece, por isso a conclusão de que “o homem é que foi
analfabética. feito para a máquina” (l. 52 e 53), e não o contrário, como
Outro dia, li que houve uma reunião em Baku, se acreditava.
lá no Azerbaijão, congregando cérebros notáveis para b) o saudosismo do locutor se justifica em virtude da
30 decifrarem nosso presente e nosso futuro. Pois Jean sua constatação de que “o ser humano, foi descartado pela
Baudrillard andou dizendo, com aquela facilidade que os máquina” (l. 35 e 36); dessa forma, ele terá de voltar aos
franceses têm para fazer frases que parecem filosóficas, equipamentos do passado.
que o que caracteriza essa época que está vindo por aí c) a tecnologia, embora tenha avançado em muitos
é que o homem, leia-se corretamente homens e setores, como, por exemplo, nos utensílios dos hotéis, na
35 mulheres, ou seja, o ser humano, foi descartado pela comunicação, ainda não foi capaz de conduzir a humanidade
máquina. (Isso a gente já sabe quando tenta ligar para para a cura de doenças.
uma firma qualquer e uma voz eletrônica fica mandando d) o ser humano na modernidade, independentemente
a gente discar isto e aquilo e volta tudo a zero e não de sua vontade, está atrelado às máquinas, já que várias de
obtemos a informação necessária.) suas atividades diárias estão intrinsecamente ligadas a elas.
40 Deste modo estão se cumprindo dois vaticínios.
O primeiro era de um vate mesmo – Vinícius de Moraes, QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
que naquele poema “Dia da Criação”, fazendo Assinale a alternativa que possua informações INCORRE-
considerações irônicas sobre o dia de “sábado” e os TAS relacionadas a aspectos discursivos e gramaticais.
desígnios divinos, diz: “Na verdade, o homem não era
45 necessário”. É isto, já não somos necessários. a) O texto possui um tom sério, uma vez que se articula
E a outra frase metida nessa encrenca é aquela em torno de um tema contemporâneo de interesse geral.
da Bíblia, que dizia que o “sábado foi feito para o b) A construção do título é pertinente ao propósito co-
homem e não o homem para o sábado”. Isso foi municativo do texto, pois anuncia seu estilo descontraído e
antigamente. Pois achávamos que a máquina havia sido irreverente.
50 feita para o homem, mas Baudrillard, as companhias c) O emprego de estruturas próprias de diálogo é coerente

80
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

com a proposta do texto, já que constrói uma relação mais QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


próxima com o leitor. Assinale a alternativa cuja análise envolvendo figuras de
d) A utilização de repetições ao longo do texto é recurso linguagem está INCORRETA.
adequado, levando-se em conta o grau de informalidade.
a) Em “os elevadores dos hotéis ainda não chegaram a
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • uma conclusão...” (l. 22 a 24), a atribuição de uma ação a um
No texto, o escritor faz a seguinte afirmação: “Ao telefone objeto caracteriza uma personificação.
só se fala com máquinas, e algumas empresas (...) nem seus b) Em “andou dizendo” (l. 31), o verbo “andar” é um
telefones disponibilizam”. A frieza e a solidão do mundo eufemismo que foi utilizado para suavizar a ideia expressa
pósmoderno também podem ser vistas na seguinte citação: na locução.
c) O vocativo “eventual e concreto leitor” (l. 59), em ter-
a) “Estou ferido, não faminto; desapontado, não cansado; mos literários, corresponde a uma apóstrofe.
não procuro teto, mas calor humano. O coração do homem d) A ocorrência da expressão anafórica “outro dia” (l. 01
está vazio”. (Khalil Gibran) e 28) confere a ideia de casualidade às ações subsequentes.
b) “A arte desafia a tecnologia, e a tecnologia inspira a
arte.” (John Lasseter) QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
c) “Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa Observando trechos do texto, percebe-se que o uso co-
alguma. Compram tudo prontinho nas lojas.” (Saint-Exupéry) loquial da linguagem NÃO está presente em
d) “Como dois e dois são quatro,/ sei que a vida vale a
pena,/ embora o pão seja caro / e a liberdade pequena”. a) “...e lá não tem viv’alma, só fantasmas eletrônicos sem
(Ferreira Gullar) rosto e sem voz.” (l. 57 e 58)
b) “Isso a gente já sabe quando tenta ligar para uma
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • firma...” (l. 36 e 37)
Em relação à composição e estruturação linguística do c) “Cadê meu papel carbono?” (l. 73)
texto, é correto afirmar que d) “Olha, tanta tecnologia!...” (l. 21)

a) a repetição da expressão “E tive” no primeiro pará- QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


grafo constitui um recurso para denotar a sequenciação dos Assinale a alternativa em que a alteração proposta para
fatos, reforçados pela presença de expressões com sentido o termo em destaque está de acordo com a norma padrão
conotativo. da Língua.
b) a citação de escritores e poetas como Rubem Braga
(l. 4), Vinícius de Moraes (l. 41) e Drummond (l. 64), além de a) “Estou (...) há quatro meses tentando falar com alguém
servir como argumento de autoridade, indica que se trata de no ‘hotmail’...” (l. 55 a 57) - Estou têm quatro meses tentando
um texto de caráter literário. falar com alguém no hotmail...
c) os comentários entre parênteses (l. 16 e 17) e (l. 36 a b) “Permita-me, eventual e concreto leitor...” (l. 59) - Me
39) servem para estabelecer um diálogo direto com o inter- permita, eventual e concreto leitor...
locutor, indicando opiniões do locutor em relação ao que ele c) “...a gente não consegue usá-los sem pedir socorro a
disse anteriormente. alguém?” (l. 19 e 20) - A gente não os consegue usar sem
d) a linguagem do texto é informal e bastante coloquial, pedir socorro a alguém?
já que, em muitos momentos, há o descumprimento da nor- d) “Será necessária uma medida provisória do presiden-
ma gramatical padrão, como se comprova na última linha te...” (l. 25 e 26) - Do presidente, será necessário uma medida
do texto. provisória.

QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Dentre os trechos transcritos a seguir, assinale a alterna- Nas alternativas abaixo, a substituição da palavra original
tiva em que o vocábulo grifado NÃO foi empregado com a em destaque por outra de sentido semelhante, apontada
finalidade de enfatizar a posição crítica do autor no contexto. entre parênteses, está correta em

a) “Hoje até para tomar um elevador tenho que inserir um a) “Permita-me, eventual (assíduo) e concreto leitor, lhe
cartão eletrônico para ele se mover.” (l. 12 a 14) fazer uma pergunta indiscreta.” (l. 59 e 60)
b) “...não terem descoberto como curar uma simples b) “Outro dia, li que houve uma reunião em Baku, lá no
gripe...”(l. 21 e 22) Azerbaijão, congregando (consagrando) cérebros notáveis...”
c) “Ao telefone só se fala com máquinas...” (l. 53 e 54 ) (l. 28 e 29)
d) “Permita-me, eventual e concreto leitor, lhe fazer uma c) “Hoje tomar um banho é uma peripécia (vantagem)
pergunta indiscreta.” (l. 59 e 60) tecnológica.” (l. 11 e 12)

81
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

d) “Deste modo estão se cumprindo dois vaticínios. O em louvor à máquina.


primeiro era de um vate (poeta) mesmo – Vinícius de Mora- II. A máquina é criticamente equiparada a um deus, já que
es...” (l. 40 e 41) é capaz de fazer tudo para e pelo homem, e, dessa forma,
é reverenciada através de uma oração, como se fosse uma
TEXTO II divindade.
Ladainha II III. O texto é marcado por uma contraposição entre ho-
mem e máquina, tendo esta a supremacia sobre aquele, tanto
Por que o raciocínio, que o faz desprezar-se a si mesmo e a orar para ela.
os músculos, os ossos? IV. A terceira estrofe do poema é construída por meio
A automação, ócio dourado. de uma gradação que representa as atividades humanas
O cérebro eletrônico, o músculo substituídas pela máquina, desde as mais simples até as mais
05 mecânico apuradas.
mais fáceis que um sorriso. Estão corretas as afirmativas

Por que o coração? a) I, II, III e IV.


O de metal não tornará o homem b) II e IV apenas.
10 mais cordial, c) I, II e III apenas.
dando-lhe um ritmo extra-corporal? d) III e IV apenas.

Por que levantar o braço QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


para colher o fruto? Sobre o emprego de pronomes no texto II, é correto
15 A máquina o fará por nós. afirmar que
Por que labutar no campo, na cidade?
A máquina o fará por nós. a) no verso “dando-lhe um ritmo extra-corporal?”, o pro-
Por que pensar, imaginar? nome “lhe” exerce função sintática de complemento nominal.
A máquina o fará por nós. b) no verso “A máquina o fará por nós”, o pronome “o”
20 Por que fazer um poema? exerce função de objeto direto.
A máquina o fará por nós. c) no verso “Por que levantar o braço”, o termo “que”
Por que subir a escada de Jacó? classifica-se como pronome relativo.
A máquina o fará por nós. d) no verso “Ó máquina, orai por nós”, a substituição pela
Ó máquina, orai por nós. forma “orai-nos” manteria a correção sintática e semântica.
(RICARDO, Cassiano. Jeremias sem-chorar.
Rio de Janeiro: José Olympio, 1964.)
TEXTO III
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Quando
A máquina substitui vários trabalhos feitos pelo homem.
Mesmo o ofício do artista da palavra pode ser substituído Quando você me clica,
por algum aparelho. Assinale a alternativa em cujo trecho se quando você me conecta, me liga,
verifica essa queixa. quando entra nos meus programas, nas minhas janelas,
quando você me acende, me printa, me encompassa,
a) “Por que o coração? / O de metal não tornará o homem 05 me sublinha, me funde e me tria:
/ mais cordial?” meus pensamentos esvoaçam,
b) “Por que labutar no campo, na cidade? / A máquina o meus títulos se põem maiúsculos,
fará por nós.” e meu coração troveja!
(CAPPARELLI, Sérgio. 33 ciberpoemas e uma
c) “Por que fazer um poema? / A máquina o fará por nós.” fábula digital. Porto Alegre: L&PM, 2001.)
d) “Por que subir a escada de Jacó? / A máquina o fará
por nós.” QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Analisando a forma como o poema “Quando” foi cons-
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
truído e a linguagem nele empregada, é correto afirmar que
Analise as afirmativas feitas em relação à composição e
interpretação do texto II. a) embora os vocábulos sejam todos pertencentes ao
I. O texto pode ser dividido em duas partes: a primeira léxico da língua portuguesa, a acepção em que os verbos
representa dúvidas do homem moderno em relação a si foram utilizados não condiz com a norma padrão.
mesmo. A segunda, a sua impotência para respondêlas, que o b) devido à licença poética, foi possível o uso de palavras
leva a um comportamento subalterno marcado pela ladainha e expressões próprias de um universo que não o linguístico

82
LÍNGUA PORTUGUESA EPCAR

para a construção do poema. IV. No texto I, o autor se mostra pouco entusiasmado com
c) o poeta, ao usar palavras do universo da informática e as máquinas: elas criam problemas, porque não conseguem
computação, traz, não só para o cotidiano, mas para a lingua- fazer as coisas mais banais.
gem poética, uma percepção moderna da sensação do amor.
Estão corretas as alternativas
d) há treze verbos no poema e eles pertencem à linguagem
computacional, exceto três deles que são usados em diversos
a) I e III apenas.
universos linguísticos.
b) II e IV apenas.
c) II, III e IV apenas.
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
d) I, II, III e IV.
Leia as quatro afirmações abaixo referentes ao poema
“Quando”:
I. No poema, verifica-se a presença do recurso estilístico
da anáfora.
II. Em “e meu coração troveja”, há personificação e o verbo
indica fenômeno da natureza.
III. No verso “meus títulos se põem maiúsculos”, vê-se que
o sentido é conotativo.
IV. Em “quando você me conecta, me clica”, há dez sílabas
poéticas.
Estão corretas as afirmações

a) I e II apenas
b) II e IV apenas.
c) I, III e IV apenas.
d) I, II, III e IV.

QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
No texto I, é feita a seguinte afirmação: “‘Na verdade, o
homem não era necessário.’ É isto. Já não somos necessários.”
Considerando os textos I, II e III, assinale a alternativa cujo
trecho melhor traduz essa ideia.

a) “Os mais jovens não sabem nem o que é papel carbono


ou mimeógrafo a álcool.” (texto I)
b) “meus títulos se põem maiúsculos, / e meu coração
troveja!” (texto III)
c) “...por que cada aparelho de televisão de cada casa, de
cada hotel tem um controle remoto diferente e a gente não
consegue usá-los...” (texto I)
d) “Por que levantar o braço/ para colher o fruto?/ A
máquina o fará por nós. / Por que labutar no campo, na
cidade?” (texto II)

QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Sobre os textos I, II e III são feitas as seguintes afirmações:
I. No texto II, valendo-se da personificação, o poeta
humaniza a máquina; ela pratica várias ações do homem. A
máquina pode fazer tudo, até o poema.
II. No texto III, há uma resistência do autor. As máquinas se
impõem, ditam as ações, as palavras, mas o poeta consegue
romper esses limites.
III. No texto I, o autor, diante da “encrenca” tecnológica,
de algum modo, sente saudade do “papel carbono” e do
“mimeógrafo”.

83
INGLÊS • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • EPCAR

INGLÊS QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
According to the text,
EPCAR 2013 / 2014
a) French people don’t know English language very well.
TEXT I b) South Koreans understood perfectly the company’s language.
WHAT IS OFFSHORE ENGLISH? c) the British company did not speak an easy understan-
Offshore English is a term used by many people ding English.
for international English (I). It is the English spoken d) flight simulators are designed in many different languages.
and written by non-native speakers in international
communication (II). Many in business are starting to QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
05 worry that native speakers are actually at a disadvan- We can say that Headway (line 22) is a:
tage in international communication. A good example
of this situation was when a company tried to sell flight a) course book.
simulators to South Korea, where a French company b) successful course.
won the contract because the buyers found it easier to c) dominant examination.
10 understand the English that the French people spoke d) program.
than the English spoken by the British company.
Many native English speakers feel little necessity QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
to learn foreign languages, so they often don’t unders- After reading the text, we conclude that
tand the difficulties and problems learners have. They
15 also don’t see (1) the need to modify their language for a) learners think that it is more difficult to learn English
a foreign audience, so they use (2) idioms, synonyms, than French.
colloquialisms, phrasal verbs, etc, and don’t think (3) b) non-native speakers use less idioms, synonyms, etc to
of the impact this has (4) on a foreign businessperson. talk to native ones.
20 The English studied by non-native speakers tends c) English companies are not so famous as British ones.
to use a more simple vocabulary, and considering the d) it’s easier to understand the type of English the non-
native speakers communicate.
25 similarities in courses in many parts of the world, em-
phasized by a small number of course books (Headway
Series) and the domination of a few examinations, QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
for example TOEFL, etc. This means that non-native The pronoun that best substitutes the underlined words
speakers from different countries and cultures so- in the sentence _ “the buyers found it easier_” (line 9) is:
30 metimes understand each other more easily than the
native speaker. Few native speakers outside the world a) you c) they
of ESL (English as a Second language) teaching have b) he d) we
much idea of what non-native learners assimilate, and
think that as their English is native speaker level, they QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
35 speak it better than their non-native counterparts. The underlined word in the sentence “_ native speakers
Because of this, companies are offering courses in to train them to speak _” refers to:
Offshore English to native speakers to train them to
speak the type of English that will make it easier for a) native speakers.
nonnative speakers to understand. So they will gain b) courses in Offshore English.
more contracts. c) the kind of English.
Adapted from http://www.usingenglish.com/articles/what-offshore- d) Offshore English.
-english.html - Acessado em 14/03/2013
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Glossary: “Native speakers are at a disadvantage in international
Foreign: estrangeiro communication”. The negative form of this sentence is
Businessperson: homem/ mulher de negócios “Native speakers _._ at a disadvantage in international com-
Counterpart: seu semelhante munication”.
To win: ganhar, vencer
Disadvantage: desvantagem a) not are c) do not are
Outside: do lado de fora b) isn’t d) aren’t
Level: nível

84
INGLÊS EPCAR

QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 30 The intensification of the use of the Internet in


Consider the underlined verbs (1 to 4) in the text. Mark everyday life means that language online is not a
the alternative in which they are changed into the Simple Past zero result game. On the contrary, it permits multiple
Tense. They are, respectively, languages to show up and they are mixing into English
that is becoming the world’s lingua franca.
a) did not see / use / did not thought / had. Adapted from http://www.bbc.cokh/news/magazine-20332763 -
b) not saw / did use / not thought / did had. Acessado em 25/03/2013
c) did not saw / used / did think / have. Glossary:
d) didn’t see / used / didn’t think / had. To lose: perder, retirar
Lingua franca: idioma usado globalmente para a
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • comunicação
Select the question(s) below that have (has) answer(s) in
the sentences I and II (lines 1 - 4). QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Choose the option that completes the blank in the text.
I. How does the speaker use Offshore English?
II. Who speaks Offshore English?
a) is using c) uses
III. What is the term Offshore English?
b) are socializing d) socializes
IV. Why is Offshore English spoken and written?
Mark the right option. QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
According to the text,
a) Only II and III. c) Only IV.
b) Only I. d) Only I, II and IV.
a) more and more people are communicating on the net
in English.
Directions: Answer questions 09 to 16 according to TEXT II.
b) the Internet language is really difficult to understand.
TEXT II c) linguists say that many languages will dominated the net.
LEARN ENGLISH ONLINE: HOW THE INTERNET IS CHAN- d) people speak languages in a very fast way.
GING LANGUAGE
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Online, English is now a common language for
users from around the world. In the process, the lan- The text says that
guage itself is changing. Noah Webster thought that
a common language brings people together and helps a) grammar and spelling are important when talking on
05 create a new identity. the net.
b) words like skunk, squash are very old in English language.
Webster’s dictionary, now is in its 11th edition,
c) the Webster’s changed as much as the English language did.
adopted the Americanized orthography familiar today
d) the English language is creating more native speakers.
“–er” in place of “–re” in theatre, not using the “u”
from colour, losing one “l” in traveller, and listed new
10 words for example, skunk and squash. QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
In the Webster’s dictionary, the words theatre, colour
The Internet is creating a similar language evolution,
and traveller
but at a much faster velocity. Some linguists anticipate
that in 10 years English will dominate the Internet, but in
very different forms. That’s because people who speak a) are now written the same way.
English as a second language are more in number than b) changed their orthography to one more common in
15
native speakers. And they use it to communicate with Britain.
other non-native speakers, particularly on the Internet c) don’t exist anymore.
where people don’t pay so much attention to grammar d) were adapted to American orthography.
and orthography and users don’t have to preoccupy
20 about their way of speaking. QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Users of Facebook, for example, ____________ Read the word in italics in the text. The expression “En-
in a number of different “Englishes” including Indian glishes” (line 22) is related to:
English, or Hinglish, Spanglish (Spanish English) and
Konglish (Korean English). For a long time, these va- a) the second language that users of Facebook speak.
25 riations existed in individual cultures, but now they b) the kinds of English speakers around the world use.
are expanding and becoming popular online. “On c) the different languages people speak in many cultures.
the Internet all that is important is that people can d) the English speakers study to chat on the Internet.
communicate – nobody has a right to tell them what
the language has to be,” says Baron.
85
INGLÊS EPCAR

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • EPCAR 2014 / 2015


“Webster’s dictionary is now in its 11th edition.” The full
form of the underlined item is: Directions: Answer questions 01 to 08 according to TEXT I.

a) eleven. c) eleventh. TEXT I


b) eleventy. d) elevent. DANCING EFFECTS ON THE HUMAN BODY
These days, people love to watch other people dance.
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Competitive dance shows, like “So you think you can
The comparative form of the underlined word in the dance” and “Dancing with the stars”, are dominating
sentence “Webster’s dictionary [_] adopted the American the world of reality television. So, if you get off the sofa
orthography familiar today” (lines 6 and 7) is: 05 and dance, you can keep your body and mind healthy.
Studies show that dancing can improve your heart
a) most familiar. health, helps you lose weight and stay flexible, reduces
b) more familiar than. stress and can also help you get old in a pleasant way.
c) the most familiar. Dancing, as an aerobic exercise, can reduce the risk
d) the more familiar. 10 of heart problems and high blood pressure. You can
learn ballroom dancing, participate in a dance-fitness
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • class or dance with a video in your house. There are
Mark the option in which only one question is gramma- many ways to enjoy dancing and get a good aerobic
tically correct. exercise at the same time.
15 Dance training helps you to lose weight. The number
a) Did English became the world’s lingua franca? (lines of calories burned per hour depends on the type of
33 and 34) dance and the weight of the dancer. Observe the
b) Is multiple languages mixing into English? (lines 32 chart below.
and 33)
c) Do they use it to communicate with other non-native Type of dance Calories / hour Weight
speakers? (lines 16 and 17) 20 Rhythmical 260 80 kg
d) They are expanding and becoming popular online?
(lines 26 and 27) Vigorous 500 80 kg
442 80 kg
Aerobic
590 100 kg

Another good effect is that dancing works on the part


of the brain that controls memory – hippocampus.
25 So, what are you waiting for? Let's dance!
(Adapted from www.everydayhealth.com and www.livestrong.com)

Glossary:
health - “saúde”
ballroom dancing - “dança de salão”
to lose weight - “perder peso”
to improve - “melhorar”
calories burned – “calorias queimadas”

QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the INCORRECT option.

a) People can choose different types of dance to lose weight.


b) Dancing helps your brain control your memory.
c) People who don't dance are stressed.
d) There are many good effects on your body when you dance.

QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
According to the chart, mark the correct alternative.

a) Rhythmical dance burns more calories than aerobic dance.

86
INGLÊS EPCAR

b) Vigorous dance isn't good to burn calories. b) doesn’t improve heart condition.
c) The calories burned per hour depend on the type of dance. c) doesn’t contribute to flexibility.
d) An eighty-kilo man can lose more weight if he does d) improves memory.
rhythmical dance.
Directions: Answer questions 41 to 48 according to TEXT II.
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
In the sentence “Studies show that dancing can improve TEXT II
your heart health [R]” (lines 6 and 7) the verb can expresses “When I studied Interior Design, I took several drawing
classes. I was terrified when the instructor used my
a) ability. c) permission. drawings as an example in front of the class. Most of
b) possibility. d) capacity. my drawings were marked with dirty and greasy be-
05 cause of my sweaty hands. Nowadays, any art work I
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • do is in a digital method, and I am happy I don't have
Mark the correct question to the sentence below. to worry about my sweaty palms marking the paper
“Dance training helps you to lose weight.” anymore.” (Julia)
“In the future, digital art and real art will never be di-
a) When do you lose weight?
10 fferent. I use both, and digital art is completely related
b) What does dance training do?
to the real drawing talent because they are connected
c) How does dance training help you to lose weight?
and take the art style. This digital method has no limits.
d) Who helps you to lose weight?
Paint is limited but we can fix our mistakes and it takes
much more time. If you are good at creating digital art,
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
15 you can use your ability in photoshop, for example, to
Mark the alternative that completes the sentence. make your art look real painting or any other traditional
Some dance shows on TV are dominating the world because: art type. Also, in digital art you can easily click a button
to cancel it. It's not an option in traditional art as the
a) these days people like to see other people dance.
mistakes are there for all to see.” (Yuuki)
b) people are interested in dancers' life.
c) they keep people's mind healthy. (Adapted from www.graphicssoft.about.com)
d) they substitute dance-fitness class. Glossary:
drawing - “desenho”
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • greasy - “engordurado(a)”
sweaty - “suado(a)”
Mark the alternative that DOESN’T complete the sentence fix - “consertar”
below. To improve your heart health you can: easily - “facilmente”
a) watch people dance.
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) get off the sofa and dance.
c) do aerobic dance as an exercise. In the underlined sentences (lines 1, 2 and 3), there are
d) do dance training to lose weight. ____ verbs used in the past tense.

QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • a) six c) four


b) five d) three
Read the sentences and mark the correct option.
I. Dancing is only good for people's mental health. QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
II. Regular dancing practice can reduce the risk of heart Julia was uncomfortable because her
problems.
III. People who dance don't have high blood pressure. a) teacher criticized her sweaty hands.
The only correct sentence(s) is(are) b) hands were always dirty.
c) classmates' drawings were digital ones.
a) I and II. c) II. d) greasy drawings were used as an example in class.
b) III. d) I and III.
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Read the sentence.
Mark the correct alternative to complete the sentence. “This digital method has no limits.” (line 12 and 13)
According to the text, dancing
All the sentences below express a similar idea, EXCEPT:
a) makes people get old fast.

87
INGLÊS EPCAR

a) There aren't limits to this digital method. EPCAR 2015 / 2016


b) This digital method doesn't have limits.
c) This digital method is unlimited. Directions: Answer questions 33 to 48 according to the text.
d) The limits of this digital method are real.
TEXT
QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • CYBERBULLYING ON THE RISE
In the 2nd paragraph, the word it (line 18) refers to:
Bullying among children and teenagers is not so-
mething new but it is getting more and more common
a) button. c) mistakes.
by modern methods of communication.
b) art. d) ability.
Cyberbullying happens when an adolescent is put
05 in danger by another child or teenager by photos or
QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
text messages sent to cell phones or posted on social
The opposite of never (line 9) is: networks. Sometimes cyberbullies send mails with se-
xual comments or take passwords of other teenagers
a) seldom. c) usually. and log on to websites with false identities. Children
b) always. d) often. 10 also play Internet games and make fun of each other
in many ways.
QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
A study by a Canadian University shows that half
Read the sentence. of the young people interviewed said that they su-
“Nowadays, any artwork I do is in a digital method [R]” ffer bullying. One of the reasons is the great use of
(lines 5 and 6). 15 cell phones over the past years. Today’s children are
The word any has the same idea in: connected with each other electronically. They call
friends every time they want or communicate with
a) can you create any digital art? them on Facebook.
b) artists can draw any pictures using a digital method. Cyberbullying is getting extremely popular becau-
c) some artists don't use any kind of models when they paint. 20 se teens can stay anonymous. Many adolescents act
d) there isn't any type of digital method in traditional art. this way because they feel frustrated or angry and
want to punish somebody for something that happe-
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • ned to them. At other times they do it just for fun or
Yuuki considers (that) because have nothing else to do. Parents usually don’t
25 know their child is a cyberbully. They perceive it just
a) art is only real paintings or traditional art type. when the victim or the victim’s parents contact them.
b) in traditional art, we never correct mistakes. This kind of bullying is not as inoffensive as many
c) digital art isn’t important. people think. In some cases it can lead to suicide.
d) the digital method has no limits. Many countries have organized campaigns to inform
30 adults and children of its dangers.
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • There are a few ways to prevent cyberbullying.
It is correct to affirm that First, it is important to show children that they have to
respect others and they are responsible for what they
a) we can’t correct our mistakes in a painting. do. For victims it is important not to play the bully’s
b) you can’t use your ability in digital art. 35 game or answer their emails and text messages. It is
c) photoshop is a traditional art style. also important to get help from parents and teachers.
d) people can see mistakes in traditional art.
Often schools get involved. They bring together
the parents of victims and cyberbullies and talk with
them. Cyberbullying does not always end at school.
40 Often, parents go to the police and accuse the bullies.
(Adapted from http://www.english-online.at/society/
cyberbullying/cyberbullying-on-the-rise.htm)

QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Cyberbullying is a/an:

a) way to use technology for fun.


b) inoffensive kind of bullying at schools.

88
INGLÊS EPCAR

c) popular way to communicate with teenagers. a) possibility. c) prohibition.


d) offensive use of technology to make someone angry or b) obligation. d) permission.
unhappy.
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • “Many adolescents act this way because they feel frus-
Victims of cyberbullying trated or angry (...)” (lines 20-21). The comparative form of
the underlined word is:
a) don’t respect other teenagers.
b) suffer bullying for different reasons. a) more angry. c) more angrier.
c) are very popular adolescents at school. b) angrier than. d) more angry than.
d) are irresponsible and frustrated children.
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • “At other times they do it just for fun or because have
“(...) half of the young people interviewed said that they nothing else to do.” (lines 23-24). Mark the option that subs-
suffer bullying” (lines 13-14), the underlined expression titutes the underlined sentence correctly.
represents:
a) have anything else to do.
a) twenty-five percent of. b) have something else to do.
b) a hundred percent of. c) don’t have anything else to do.
c) ten percent of. d) don’t have something else to do.
d) fifty percent of.
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Choose the option that has the same meaning of “Parents
Mark the option that is the correct question for the sen- usually don’t know their child is a cyberbully.” (lines 24-25).
tence “One of the reasons is the great use of cell phones (b)”
(lines 14-15) a) Parents’ child usually don’t know he is a cyberbully.
b) Parents child’s usually don’t know he is a cyberbully.
a) When do children practice cyberbullying? c) Child parents’ usually don’t know he is a cyberbully.
b) What kind of children practice cyberbullying? d) Child’s parents usually don’t know he is a cyberbully.
c) Why do children often practice cyberbullying?
d) How often do children practice cyberbullying? QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
“They perceive it (...)” (line 25). The underlined pronoun
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • refers to:
Bullies are:
a) victims. c) parents.
a) victims of physical attacks at school. b) children. d) cyberbullies.
b) teenagers and children who are afraid of cyberbullying.
c) adolescents who treat others very badly on social QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
networks. In the sentence, “Many countries have organized campaigns
d) teenagers with an aggressive attitude with their parents to make adults and children informed of its dangers.” (lines 29-
and teachers. 30), the underlined expressions can be substituted for:

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • a) it – they. c) they – them.


Bullying on social networks is popular because: b) they – it. d) them – they.

a) the bullies don't show themselves. QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


b) the victims’ parents use cell phones. “There are a few ways to prevent cyberbullying” (line
c) some teens want to punish themselves. 31) is the same as:
d) teenagers like to make fun of themselves.
a) There are some ways to prevent cyberbullying.
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) There are many ways to prevent cyberbullying.
“Cyberbullying is getting extremely popular because te- c) There are lots of ways to prevent cyberbullying.
ens can stay anonymous” (lines 19-20). The underlined verb d) There are no ways to prevent cyberbullying.
expresses:

89
INGLÊS EPCAR

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • EPCAR 2016 / 2017


The text shows that schools
Directions: Read the text below and answer questions 1
a) never get involved with bullying. to 16 according to it.
b) can help the victims and the cyberbullies.
c) often go to the police and accuse the bullies. Most Common Prejudices
d) make the parents and the bullies become friends.
What are some of the most common ways
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • people discriminate against each other? Some of
The sixth paragraph the areas where people show their intolerance
are wellknown, such as race. But others are less
a) explains why cyberbullying is so common. 05 acknowledged1, even if more common:
b) gives some ideas to reduce cyberbullying. Age: Ageism is more common than you think.
c) shows the importance of answering the bully’s emails. Older people are thought to be inflexible and
d) says that parents and teachers are responsible for the stuck2 in the past, while younger people are
bully’s games. seen as inexperienced and naive. One-fifth of
10 working adults say they experience ageism in
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • the workplace.
Mark the option to complete the sentence with the cor- Class: Classism usually takes the form of discri-
rect tag question form. “They bring together the parents of mination by wealthier people against those who
victims, ________” (lines 37-38) are less well off. However, classism goes both
15 ways—people of lower economic status can see
a) do they? c) don't they? the wealthy as elite snobs who, while monetarily
b) are they? d) aren’t they? secure, are morally bankrupt3.
Color: Different from racism, colorism is discrimi-
nation based only on the color of a person’s skin;
20 how relatively dark or light they are. Colorism
takes place within and between races. It is com-
mon in multi-ethnic and non-white societies and
societies with historical racial prejudice.
Ability: Usually called ableism, a less well-known
25 form of prejudice is discrimination against people
with visible disabilities such as those in wheelchairs
or with a learning disability. The disabled face dis-
crimination not only from their peers4, but from
institutions, schools, employers, and landowners5
30 who are hesitant to accommodate the disabled.
Sex/Gender: Possibly the most universal and long
running prejudice is that based on a person’s gen-
der or sex. Historically, sexism has placed men in a
more advantageous position than women.
35 Weight/Size: In short, sizeism is discrimination
based on a person’s body size or weight. Sizeism
works with social standards of beauty and usu-
ally takes the form of discrimination against the
overweight — anti-fat prejudice.
40 Religion: Religious discrimination and persecu-
tion has been common throughout history. But
prejudice based on religious affiliation doesn’t
end with organized religion; atheists are prone6
to discrimination and being discriminated against.

90
INGLÊS EPCAR

45 Sexual Orientation: Most commonly, prejudice based a) Some institutions are hesitant to accommodate the
on sexual orientation includes discrimination against disabled.
those of a non-heterosexual orientation. Discrimina- b) For some people, overweight is not an acceptable
tion against the non-heterosexual takes many forms standard of beauty.
depending on the society. In some societies prejudice c) Everybody experiences some kind of prejudice.
50 is open and tolerated, but in most Western societies, d) Religious intolerance exists for a long time.
bias7 against the non-heterosexual is more discreet.
Country of Origin: Nativism is a common form of QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
discrimination against immigrants to a country. Mark the concept that is mentioned in the text.
Unlike many other forms of discrimination, nati-
55 vism is many times encouraged and enforced by a) Natural selection.
some public entities. b) The illegality of non-native people in a country.
Which prejudice do you have? Which prejudice c) Nature.
have you experienced? d) Abundance of valuable possessions or money.

Adapted from https://aloftyexistence.wordpress.com QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


The sentence “one-fifth of working adults say they expe-
Glossary: rience ageism in the workplace” (lines 9 and 10) means that
1 - acknowledged – reconhecidos (as)
2 - stuck – presos (as) a) twenty per cent of working adults suffer the consequen-
3 - bankrupt – falidos (as) ces of ageism at work.
4 - peers - pares; colegas b) 1/15 of adults work under pressure.
5 - landowners – proprietários (as) c) 1/5 of workers experience prejudice against their type
6 - prone – propensos (as) of work.
7 - bias – julgamento ou opinião parcial d) half of the adult population experiences intolerance
at work.
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
The author points out that QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
The word “workplace” (line 10) means
a) ableism is a kind of ability.
b) race discrimination is the worst of all prejudices. a) an institution for people who need professional care.
c) sex/gender prejudice is more advantageous than other b) a place where people work.
ones. c) home for old people.
d) there are different types of discrimination. d) a school where people live.

QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
The word “others” (line 4) refers to The topic “ability” mentions people who

a) people. a) have poor sight.


b) each other. b) have difficulty in learning.
c) some of the most common ways. c) get excited about helping the disabled.
d) areas where people show their intolerance. d) face social and economical discrimination.

QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the INCORRECT definition of the word “ageism” In the sentence “Usually called ableism, a less well-known
(line 6). form of prejudice” (lines 23 and 24), the underlined expres-
sion means
a) Law against age prejudice.
b) Treating people unfairly because of their age. a) always.
c) Discrimination on the grounds of a person's age. b) rarely.
d) Prejudice against people's age. c) frequently.
d) seldom.
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the FALSE statement below in relation to the text.

91
INGLÊS EPCAR

QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) I have none.


The underlined word in “those in wheelchairs or with d) I don't have no prejudice.
a learning disability.” (lines 25 and 26) is used in the same
grammatical way as in QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the group of uncountable words extracted from
a) Teachers are learning how to deal with disabled stu- the text above.
dents.
b) Learning English is a necessity nowadays. a) Prejudice – experience – ability.
c) He's learning how to deal with his brother’s disability. b) Orientation – body – position.
d) The learning theory is common in Western societies. c) Discrimination – intolerance – racism.
d) History – status – religion.
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the option which shows the same meaning as in “a
person’s body size or weight.” (line 35).

a) A person and body size or weight.


b) The body size or weight of a person.
c) Body size and person’s weight.
d) The body’s size or weight of a person.

QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
The word “persecution” (line 39) means

a) treating somebody in a cruel and unfair way.


b) keeping common types of prejudice.
c) having a religion.
d) showing intense belief in something.

QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the correct question for the sentence “prejudice
based on religious affiliation” (lines 40 and 41).

a) Which prejudice did you talk about?


b) Which religion talked you about?
c) Which affiliation talk you about?
d) Which religious prejudice you talked about?

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Choose the option which contains the correct negative for
“atheists are prone to discrimination” (line 42).
Atheists ________prone to discrimination.

a) don’t
b) didn’t
c) aren’t
d) can’t

QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the sentence below that CANNOT answer the follo-
wing question correctly.
“ Which prejudice do you have?” (line 57).

a) I have some.
b) I don't have any.

92
INGLÊS EPCAR

EPCAR 2017 / 2018 We All Live In The Matrix And Billionaires Want To
Break Us Out Of It
Directions: Read the text below and answer questions 01 The New Yorker’s Tad Friend claims that many
to 16 according to it. people in Silicone Valley are obsessed with the idea that
50 we're all living in a Matrix-like simulation, and some are
SOME OF THE INTERNET'S CRAZIEST CONSPIRACY taking that obsession a stage further: “Two tech
THEORIES billionaires have gone so far as to secretly engage
scientists to work on breaking us out of the
Michael Jackson Is Still Alive simulation.”Here's hoping Mark Zuckerberg is 'The One',
The advent of the internet hasn't just cooked up1 55 yeah?
new conspiracy theories, it's also accelerated existing Hitler Is Still Alive
ones. If you refuse to believe that it was the Iranians that "Hitler is still alive" rumours have circulated since
05 killed him, perhaps you'll be convinced that MJ is actually the 1970s, fuelled by the fact that his crony Josef
still alive. Proof? His own daughter Paris Jackson took a Mengele hid in South America. Stories like this one,
photo of him. Seriously. What do you mean you don't 60 however, speculate the 125-year-old Hitler has been
see him? He's right there in the back seat, stacked2 responsible for various world disasters, including 9/11
under that pile of clothes wearing his iconic hat. Believe, and the 2010 Gulf oil spill, which happened on his
10 man. Thriller Vol.2 to drop next year. birthday. Other theories say he died in 1984 in Brazil,
The Moon Doesn't Exist aged 94. Or in Argentina, aged 73.
It's no good looking at it, night after night. The (Adapted from http://www.shortlist.com/entertainment/20-of-the-internets-
moon doesn't exist. It's a hologram, put there by persons -craziestconspiracy-theories/Acesso em: 14 de fev 2017)

unknown. Of course, serial conspiracy theorist David


Glossary:
15 Icke has a theory. There are also countless YouTubers
1 - cook up – to invent a story, a plan, etc.
keeping an eye out, one of whom has gone as far as
2 - stacked – covered with things
"looking at it regularly for a year".
3 - hence – the reason, the explanation for
Jay Z Is A Time-Travelling Vampire
4 - lookalikes – similar in appearance
There are vast regions of the internet devoted to
5 - stuffed – filled with something
20 explaining why Jay Z is part of the Illuminati. Hence3
6 - dig – to make a hole in the ground
when this photo, which was taken in New York in 1939,
7 - hollow – a hole or empty space
appeared last year, he was accused of being a timetraveller.
8 - quarter – a place to live
And a vampire. This video lists other old-time
9 - aka – abbreviation for also known as
celebrity lookalikes 4 , as well as suggesting that
10 - issue – problem
25 Hollywood stars don't age because they're the immortal
11 - scaremonger – a person that creates stories that
bloodsucking undead. Not because they're stuffed5 with
cause public fear
botox, then?
The Earth Is Hollow
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Don't give up, readers. We're halfway through
30 this list. We can make it to the end. Dig6 deep. Well, not We can deduce from the first paragraph that
too deep. You see, the Earth is hollow7 and accessible
via portals at the north and south poles. Luckily though, a) the new conspiracy theories were created to reinforce
it's quite habitable down there, providing excellent living the advent of the internet.
quarters8 for the lost Viking colonies of Greenland and b) conspiracy theories are reliable speculations.
35 the Nazis, while "aliens" are in fact just visitors from the c) technology spread the existence of conspiracy theories.
subterranean areas. d) the internet convinced people to be against conspiracy
theories.
Siri Can Predict The Apocalypse
Amazing as it may seem, given that it can't do QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
anything else you actually ask it to do, Siri can predict
40 the apocalypse. When asked "What day is 27th July “The advent of the internet hasn't [Q] cooked up new
2014?", Apple's assistant replied, "The opening of the conspiracy theories” (lines 2 and 3).
gate of Hades", aka9 The End Of The World. That date Mark the correct option to make the sentence above
has now passed without issue10. Say what you like about interrogative.
the maligned MS Office paperclip, but at least he didn't
45 scaremonger11 that the end was near. a) Doesn’t the advent of the internet cook up new cons-
piracy theories?
b) Hasn’t the advent of the internet cooked up new cons-
piracy theories?

93
INGLÊS EPCAR

c) Didn’t the advent of the internet cook up new conspi- b) I give up.
racy theories? c) I gave up.
d) Haven’t the advent of the internet cook up new cons- d) give up.
piracy theories?
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Mark the alternative that CANNOT replace the word “too”
“His own daughter Paris Jackson took a photo of him” (line 31) in the text.
(lines 6 and 7).
Mark the correct masculine type of the highlighted word. a) Extremely.
b) Also.
a) Niece. c) Very.
b) Sister. d) So.
c) Brother.
d) Son. QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Complete the fragment below with the grammatically
QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • correct verb tense.
Mark the option that shows the appropriate question tag According to paragraph four, if the earth is hollow, you
for the sentence. ________ it via portals at the north and south poles.
“He's right there in the back seat”, ______? (line 8)
a) accessed
a) isn't he b) have entered
b) hasn't he c) will reach
c) isn't there d) stays
d) is he
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Mark the alternative that can answer the question below
According to the second paragraph, the moon according to the text.
Why can Siri predict the apocalypse? Because
a) is not real.
b) was created by YouTubers. a) it mentions a date that has a specific meaning.
c) is just one among countless moons. b) the tool opened the gate of Hades.
d) is an hologram created by David Icke. c) it is responsible for the end of the world.
d) the tool created a new conspiracy theory.
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
“Hollywood stars don't age” (line 25). It means that QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the option that can replace the sentence below
a) famous actors don't celebrate their birth. without changing its meaning.
b) stars' age is not countable. “It can't do anything else” (lines 38 and 39).
c) these people don't look older.
d) some stars never die. a) It cannot do nothing else.
b) It can do nothing else.
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) It can't do something else.
According to paragraph 3, conspiracy theories DON’T d) It can do anything else.
consider that
QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
a) Jay Z is a member of the Illuminati. “We all live in the matrix and billionaires want to break us
b) Hollywood stars are vampires. out of it” (lines 46 and 47) is
c) The singer was alive in 1939.
d) Hollywood stars don't age because of botox. a) an important governmental action to set us free.
b) the new version of the movie Matrix starring Mark
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • Zuckerberg.
The sentence “Don't give up” (line 29) in the affirmative c) another conspiracy theory.
form is d) the slogan of the new Matrix-like simulation.

a) giving up.

94
INGLÊS EPCAR

QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • EPCAR 2018 / 2019


The expression “further” (line 51) introduces an idea of
TEXT
a) exemplification. WHAT IS MODERN SLAVERY?
b) contrast. Slavery did not end with abolition in the 19th
c) conclusion. century. Slavery continues today and harms people in
d) comparison. every country in the world.
Women forced into prostitution. People forced to
QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 05 work in agriculture, domestic work and factories.
The sentence “Hitler is still alive rumours have circulated Children in sweatshops1 producing goods sold globally.
since the 1970s” (line 57 and 58) means that Entire families forced to work for nothing to pay off
generational debts. Girls forced to marry older men.
a) some people still consider this hypothesis. There are estimated 40.3 million people in modern
b) it’s an old belief that is not accepted anymore. 10 slavery around the world, including:
c) it was a rumour that occurred in 1970. • 10 million children
d) Hitler has been alive since 1970. • 24.9 million people in forced labour
• 15.4 million people in forced marriage
QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 4.8 million people in forced sexual exploitation
The main purpose of the text is to 15 Someone is in slavery if they are:
• forced to work – through coercion, or mental or
a) alert people to the possibility of unexpected events. physical threat;
b) inform about conspiracy theories. • owned or controlled by an ’employer’, through
c) justify how dangerous conspiracy theories are. mental or physical abuse or the threat of abuse;
d) make people believe in true facts. 20 • dehumanised, treated as a commodity or bought
and sold as ‘property’;
• physically constrained or have restrictions placed
on their freedom of movement.
Slavery has been a disgraceful aspect of human
25 society for most of human history. However, Anti-
Slavery International has refused to accept that this
bloody status quo should be allowed to persist (Aidan
McQuade, former director).
Forms of modern slavery
30 Purposes of exploitation2 can range from forced
prostitution and forced labour to forced marriage and
forced organ removal. Here are the most common
forms of modern slavery.
• Forced labour – any work or services which people
35 are forced to do against their will3 under the threat
of some form of punishment.
• Debt bondage or bonded labour – the world’s most
widespread form of slavery, when people borrow
money they cannot repay and are required to work
40 to pay off the debt, then losing control over the
conditions of both their employment and the debt.
• Human trafficking– involves transporting, recruiting
or harbouring people for the purpose of exploitation,
using violence, threats or coercion.
45 • Descent-based slavery – where people are born
into slavery because their ancestors were captured
and enslaved; they remain in slavery by descent.
• Child slavery – many people often confuse child
slavery with child labour, but it is much worse.
50 Whilst4 child labour is harmful for children and
hinders5 their education and development, child

95
INGLÊS EPCAR

slaver y occurs when a child is exploited for QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


someone else’s gain. It can include child trafficking, Mark the alternative in which the verb “to continue” (line
child soldiers, child marriage and child domestic 2) is applied in the sentence correctly.
55 slavery.
• Forced and early marriage – when someone is a) Slavery continues to exist today, affecting continents
married against their will and cannot leave the and countries.
marriage. Most child marriages can be considered b) Today, new forms of slavery continues being tragic.
slavery. c) Poverty continue afflicting vast number of people.
60 Many forms of slavery have more than one element d) New forms of slavery is continuing to come from poverty.
listed above. For example, human trafficking often
involves advance payment for travel and a job abroad, QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
using money often borrowed from the traffickers. Then, “Slavery continues today and harms people in every
the debt contributes to control of the victims. Once they country in the world” (lines 2 and 3). The highlighted words
65 arrive, victims cannot leave until they pay off their debt. can be substituted for _____.
Many people think that slavery happens only
overseas, in developing countries. In fact, no country is a) them
free from modern slaver y, even Britain. The b) theirs
Government estimates that there are tens of thousands c) their
70 people in modern slavery in the UK. d) they
Modern slavery can affect people of any age,
gender or race. However, contrary to a common QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
misconception 6 that everyone can be a victim of The word “goods” (line 6) means in the text
slavery, some groups of people are much more
75 vulnerable to slavery than others. a) nice, pleasant.
People who live in poverty7 and have limited b) items for sale.
opportunities for decent work are more vulnerable to c) purchase.
accepting deceptive job offers that can turn exploitative. d) trade.
People who are discriminated against on the basis of
80 race, caste, or gender are also more likely to be QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
enslaved. Slavery is also more likely to occur where the
Mark the INCORRECT statement according to the text.
rule of law is weaker and corruption is rife.
Anti-Slavery International believes that we have to
a) Slavery still exits worldwide.
tackle8 the root causes of slavery in order to end
b) The modern forms of slavery are encouraging helpless
85 slavery for good. That’s why we published our Anti-
people.
Slavery Charter, listing comprehensive measures that
c) The issue of modern slavery hasn’t finished yet.
need to be taken to end slavery across the world.
d) Slavery has continued until now.
(Adapted from https://www.antislavery.org/slavery-today/modern-slavery/)

QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Glossary:
1. sweatshop – a factory where workers are paid very little One of the statements below is according to the text.
and work many hours in very bad conditions Mark it.
2. exploitation – abuse, manipulation
3. will – wish, desire a) Modern slavery is never considered a crime.
4. whilst – while b) Modern slavery does not concern authorities.
5. to hinder – obstruct, stop c) Slavery today looks exactly the same as it was in the
6. misconception – wrong idea/ impression 19th century.
7. poverty – the condition of being extremely poor d) Measures are necessary to stop modern slavery.
8. to tackle – attack
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the option that is NOT mentioned by the author
The concept of slavery worked in the text is (lines 15 to 23).

a) a very hard work for which people are paid very little. a) Work against people’s will.
b) about slaves who hardly work. b) Abusive control over workers.
c) about something that is legally owned by someone else. c) Expensive properties that are bought and sold.
d) the activity of having slaves. d) Disrespect for human rights.

96
INGLÊS EPCAR

QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Considering the use of possessive adjectives, mark the Mark the option with the suitable question to answer the
alternative that completes the sentence below correctly fragment below.
Modern slavery includes “When someone is married against their will”. (lines 56
and 57)
a) an employee who has its work abused.
b) children who have his lives affected. a) When does anyone get married?
c) a girl who has her marriage forced. b) When are women married?
d) people who have your freedom restricted. c) When does it happen?
d) When is anyone getting married?
QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the INCORRECT statement, considering the content QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
of the text. Mark the option that has an uncountable word from the
text.
a) If intimidated people don’t do the forced labour, they’re
going to suffer afterwards. a) Slavery (line 1).
b) If people cannot pay what they borrowed, they’ll have b) Threat (line 19).
to work to pay off the debt. c) Property (line 21).
c) Employers will threat explored people if they don’t do d) Payment (line 62).
what they want to.
d) If children don’t receive education, their owners will QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
punish them. The author concludes that Anti-Slavery International
believes
QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the sentence from the text that is an example of a) we need new laws in order to combat slavery.
comparative form. b) it’s important to attack the origin of slavery to extin-
guish it forever.
a) Owned or controlled by an ‘employer’. (line 18) c) slavery is growing faster and faster.
b) Most child marriages can be considered slavery. (lines d) there’s no way to end slavery across the world.
58 and 59)
c) [...] people are much more vulnerable to slavery[...] QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
(lines 74 and 75) Anti-Slavery International
d) [...] that need to be taken to end slavery across the
world. (lines 86 and 87) a) persuades us to tolerate the new forms of slavery.
b) defends human rights.
QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) can afford slaves’ working hours.
Mark the option that replaces the underlined words, d) stops people from being killed.
respectively, keeping the same meaning.
“[...] many people often confuse child slavery with child
labour [...]” (lines 48 and 49)

a) a lot.
b) very.
c) much.
d) a lot of.

QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
In the topic “Forced and early marriage” (line 56), the
modal verb can be replaced by ____ without changing the
meaning.

a) mustn’t
b) shouldn’t
c) doesn’t have to
d) doesn’t need to

97
INGLÊS EPCAR

EPCAR 2019 / 2020 Parkes telescope to search for signals coming from 202
Sun-like stars as distant as 155 light years away. By the
TEXT end of its operations, Project Phoenix had scanned a
WHAT IS MODERN SLAVERY? 55 total of 800 ‘nearby’4 (up to 240 light years away) stars
We have always been fascinated by the thought of for signs of life. The project detected some cosmic
alien life elsewhere in the universe. The idea has noises, but none of that could be attributed to aliens.
provided the basis for a huge wealth of science fiction These days, anyone can become involved in the
stories that have been limited only by our imaginations. search for extraterrestrial intelligence through their
05 But can other creatures exist in the vast reaches of 60 personal computer.
space or on other planets or moons? And are there While there’s currently excitement about sending
other intelligent forms of life out there—or are we more human crews to Mars, missions beyond the Red Planet
likely to find something much simpler? are at this stage pretty much not feasible5 the distances
Where are all the aliens? and travel times involved are simply too great.
10 Our Sun is just one star among billions in our 65 Basically, all exploration for life beyond Earth will need
galaxy. In the last few years, scientists have detected to be done using robotic space probes6 and landing
thousands of planets around other stars and it seems rovers. These instruments can provide a huge wealth of
that most stars have planetary systems. It’s therefore information and are capable of exploring as far away as
likely that there will be large numbers of habitable Pluto, perhaps even beyond our solar system. But as
15 planets in the Milky Way galaxy and beyond that are 70 for life beyond the solar system, the nearest stars are
capable of supporting intelligent life. Some of these several light years away, and even communications by
intelligent civilisations, if they’re out there, may have electromagnetic waves (which all travel at the speed of
even developed interstellar travel. light) are essentially going to be a one-way message.
Are there other intelligent forms of life out there—or While we probably won’t find intelligent life too close
20 are we more likely to find something much simpler? 75 to home, there’s a chance we may still find much
But Earth hasn’t been visited by any intelligent simpler life forms. Do we have neighbours beyond
aliens (yet?). This apparent high probability of life, Earth? Time will tell—and the search continues.
combined with a lack of evidence for its existence, is (Adapted from https://www.science.org.au/curious/space-time/
search-lifebeyond- earth – Access on 16/02/19)
called the Fermi Paradox, named for the physicist
25 Enrico Fermi who first outlined1 the argument back in Glossary:
1950. This begs the question: where is everybody? 1. to outline – describe or give the main fact about so-
Back in 1961, astronomer Francis Drake tried to mething
rationalise this question by developing an equation that 2. to take into account – consider something
takes into account2 all the factors relevant to finding 3. rate – expansion
30 alien civilisations and gives an estimate of the number 4. nearby – short distance away
of civilisations out there in the galaxy that should be 5. feasible – appropriate; suitable
able to communicate with us. It considers factors such 6. space probe – spy satellite
as the rate3 of new star formation, how many planets
around those new and existing stars might be able to QUESTÃO 1 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
35 support life, the number of planets supporting intelligent The text states that
life, how many of those civilisations might have
technology we can detect, whether they’re likely to a) other creatures have already visited us.
communicate with us here on Earth, and so on. b) scientists have searched smart aliens.
The search for extraterrestrial intelligence c) we have neighbours beyond Earth.
40 Scientists and radio astronomers have started the d) nobody has proved the existence of extraterrestrial life.
search for extraterrestrial intelligence (SETI) in a
systematic manner. Several international organisations, QUESTÃO 2 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
including the SETI Institute and the SETI League, are Mark the alternative in which the highlighted word is used
using radio telescopes to detect signals that might have with the same meaning as in the sentence below.
45 been produced by intelligent life. “We have always been fascinated by the thought of alien
In 1995, the SETI Institute started Project Phoenix, life elsewhere in the universe.” (lines 1 and 2).
which used three of the most powerful radio telescopes
in the world: the Green Bank radio telescope in West a) We didn't give any thought to her appearance.
Virginia, USA; the Arecibo telescope in Puerto Rico; b) We thought about the time we spent in the army.
50 and the Parkes radio telescope in NSW, Australia. c) We thought of a pretty good excuse for being late.
During its initial phase, Project Phoenix used the d) We’d buy John's old car, but we thought better of it.

98
INGLÊS EPCAR

QUESTÃO 3 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 9 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
“the basis for a huge wealth of science fiction stories” Considering the plural form of the nouns, mark the correct
(lines 3 and 4). The underlined word is a synonym for alternative.

a) interesting. a) Basis (line 3) – base.


b) limited. b) Galaxy (line 11) – galaxyes
c) important. c) Life (line 36) – lives.
d) enormous. d) Search (line 39) – searchers.

QUESTÃO 4 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • QUESTÃO 10 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the statement that is in DISAGREEMENT with the text. Mark the alternative that is grammatically INCORRECT.

a) There’s a possibility of finding life in other places in a) Milky Way is the galaxy where there will probably be a
the universe. large number of habitable planets.
b) Appropriate equipment will be necessary for the ex- b) 1961 is the year when the astronomer Francis Drake
ploration. developed an equation.
c) International organisations detected aliens’ signals. c) Scientists and astronomers were the ones who started
d) Francis Drake developed an equation to find alien the search for extraterrestrial intelligence.
civilisations. d) Robotic space probes are instruments what can provide
a huge wealth of information.
QUESTÃO 5 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the alternative that is grammatically correct. QUESTÃO 11 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
The word none (line 57) refers to
a) Have anyone the right of searching for intelligent life?
b) Is there any concrete evidence of life beyond Earth? a) noises.
c) There are another intelligent forms of life beyond Earth? b) project.
d) How many planets have to support life? c) aliens.
d) no one.
QUESTÃO 6 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Mark the alternative that is grammatically INCORRECT. QUESTÃO 12 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Where are all the aliens? (line 9) Mark the alternative that completes the sentence below
correctly.
a) Nobody saw them. All exploration will happen if they ___ robotic space
b) There are some beyond Earth. probes.
c) There aren't any in the universe.
d) There aren't none in our galaxy. a) will use
b) using
QUESTÃO 7 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • c) use
According to paragraph 2, d) are going to use

a) there aren’t many stars in our galaxy. QUESTÃO 13 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


b) we may not be alone. “Do we have neighbours beyond Earth?” (lines 76 and 77).
c) scientists developed interstellar travel. One of the alternatives DOESN’T answer the question.
d) our sun is the most important star among billions of Mark it.
planetary systems.
a) No, we haven't.
QUESTÃO 8 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • b) Probably not.
Mark the statement that is NOT mentioned in the text. c) I don't think so.
d) No, we don't.
a) The Fermi Paradox tries to answer the question of
where the aliens are. QUESTÃO 14 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
b) Drake’s equation comes from Fermi’s question. The content of the text is based on
c) The SETI Institute and the SETI League try to prove that
aliens don’t exist. a) mistakes and denials.
d) Project Phoenix has tried to detect signs of life. b) doubts and lies.

99
INGLÊS EPCAR

c) truths and faults.


d) facts and possibilities.

QUESTÃO 15 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
Read the sentences from the text and classify them. The
underlined excerpts are examples of
“Project Phoenix, which used three of the most powerful
radio telescopes in the world:” (lines 46 to 48).
“there’s a chance we may still find much simpler life for-
ms.” (lines 75 and 76).

a) comparative and superlative.


b) superlative and comparative.
c) superlative of inferiority.
d) comparative of equality.

QUESTÃO 16 • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
The author concludes that

a) the subject is still uncertain.


b) our intelligent neighbours live nearby in the universe.
c) the time for answers has already come.
d) there’s no chance of finding new forms of life.

100
GABARITO
MATEMÁTICA • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • 2018
2011 1- D 2- C 3- D 4- A 5- B
1-A 2-A 3-D 4-D 5-A 6- C 7- A 8- C 9- D 10- B
6-B 7-A 8-D 9-B 10-A 11- A 12- A 13- B 14- D 15- X
11-B 12-B 13-D 14-C 15-A 16- C
16-A 17-B 18-D 19-A 20-A 2019
21-B 22-A 23-X 24-C
1- A 2- C 3- B 4- D 5- C
2012 6- D 7- A 8- B 9- D 10- A
11- C 12- X 13- B 14- B 15- A
1-C 2-D 3-A 4-B 5-A
16- D
6-A 7-B 8-D 9-C 10-A
11-B 12-A 13-C 14-C 15-D
16-B 17-B 18-D 19-C 20-C PORTUGUÊS • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
2011
2013
1-C 2-B 3-D 4-C 5-D
1-C 2-C 3-D 4-D 5-B
6-C 7-D 8-B 9-B 10-C
6-D 7-B 8-A 9-D 10-B
11-B 12-D 13-A 14-C 15-B
11-B 12-C 13-B 14-C 15-A 16-C 17-X 18-C 19-D 20-C
16-D 17-A 18-D 19-C 20-X 21-B 22-B 23-C 24-C

2014 2012
1-C 2-D 3-A 4-B 5-B 1-D 2-B 3-D 4-B 5-C
6-C 7-A 8-A 9-D 10-C 6-A 7-C 8-A 9-A 10-C
11-A 12-D 13-B 14-C 15-B 11-A 12-B 13-D 14-C 15-B
16-B 16-A 17-C 18-D 19-B 20-X

2015 2013

1-C 2-A 3-C 4-X 5-B 1-D 2-A 3-B 4-C 5-C
6-A 7-X 8-B 9-D 10-B 6-C 7-B 8-X 9-D 10-C
11-B 12-A 13-A 14-B 15-D 11-D 12-D 13-A 14-D 15-C
16-D 16-A 17-D 18-D 19-C 20-B

2016 2014

1-B 2-B 3-A 4-X 5-D 1-B 2-A 3-A 4-A 5-D
6-A 7-B 8-A 9-D 10-A 6-C 7-B 8-A 9-C 10-C
11-C 12-C 13-D 14-B 15-A 11-X 12-C 13-D 14-A 15-C
16-X 16-D

2017 2015

1-X 2-A 3-C 4-D 5-D 1-C 2-A 3-D 4-C 5-D
6-D 7-C 8-C 9-A 10-B 6-C 7-B 8-C 9-D 10-B
11-C 12-A 13-A 14-D 15-C 11-A 12-D 13-A 14-X 15-B
16-B 16-A

101
INGLÊS EPCAR

2016 2017

1-C 2-D 3-B 4-B 5-A 1-D 2-D 3-A 4-C 5-D
6-C 7-C 8-D 9-C 10-D 6-A 7-B 8-B 9-C 10-D
11-A 12-D 13-A 14-A 15-B 11-B 12-A 13-A 14-C 15-D
16-C 16-C

2017 2018

1-C 2-C 3-B 4-C 5-A 1- C 2- B 3- D 4- A 5- A


6-C 7-D 8-B 9-C 10-B 6- C 7- D 8- D 9- B 10- C
11-A 12-D 13-A 14-D 15-D 11- A 12- B 13- C 14- D 15- A
16-B 16- B

2018 2019

1- D 2- B 3- B 4- D 5- C 1- D 2- A 3- A 4- B 5- B
6- D 7- D 8- C 9- A 10- B 6- D 7- C 8- C 9- D 10- C
11- C 12- C 13- D 14- B 15- A 11- D 12- A 13- C 14- X 15- B
16- A 16- B

2019

1- D 2- D 3- C 4- D 5- C
6- A 7- A 8- B 9- D 10- C
11- B 12- A 13- B 14- A 15- B
16- C

INGLÊS • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
2014

1-C 2-A 3-D 4-C 5-A


6-D 7-D 8-A 9-B 10-A
11-C 12-D 13-B 14-C 15-B
16-C

2015

1-C 2-C 3-B 4-B 5-A


6-A 7-C 8-D 9-C 10-D
11-D 12-B 13-B 14-X 15-D
16-D

2016

1-D 2-B 3-D 4-C 5-C


6-A 7-A 8-B 9-C 10-D
11-C 12-C 13-A 14-B 15-B
16-C

102