Você está na página 1de 17

Interface Homem Computador

IHC
Plano de Curso

Profa. Zenaide C. Silva


Plano de Curso

IHC é disciplina básica(Eixo: Desenvolvimento


de Software para Sistemas de Informação) de
acordo com o currículo oficial dos cursos de
computação (SBC,2011)
IHC no curso porque…
• Contribui para o desenvolvimento de tecnologias
interativas adequadas ao usuário.
– A qualidade de uso influencia a percepção da
qualidade do sistema
– Vantagem competitiva, aumento da conversão.
• Aumenta a qualidade do processo de software,
ao evitar retrabalho em função das solicitações
tardias de modificações, feitas pelo usuário final.
• Reduza probabilidade de mau uso dos sistemas
computacionais e suas consequências para a
qualidade da operação.
IHC é estratégica para inovação!

Ciclo de design é seguro e enxuto.


O cliente é o maior ativo da
empresa.
Conhecimento aplicável a sistemas,
produtos e serviços.
Nativos digitais.
Interação influencia comportamento.
O profissional da área de Sistemas precisa dominar esse
conhecimento
Na melhor das hipóteses:
• Porque vai se apaixonar pela área e
resolver se dedicar integralmente a
ela;
Ou ainda:
• Porque vai conviver com profissionais
de diferentes formações e precisa
compartilhar a linguagem, os objetivos
e os métodos;
No pior caso:
• Porque as empresas não têm recursos
para bancar uma equipe
multidisciplinar e o engenheiro tem
que fazer um pouco de tudo;
Há profissões específicas na área de UX

• UX Designer
• Arquiteto de informação
• Interaction Designer
• Designer de Interface
• Analista de Produto
• Analista de Usabilidade
Quem projeta tem que ter ciência do
impacto na vida das pessoas!

• Teorias da IHC: explicam o fenômeno e


permitem pensar o futuro.

• Processo centrado no usuário: processo


definido de incorporação das necessidades
do usuário à interface.

• Técnicas: recursos para sustentar o ciclo


(pesquisa, design, avaliação)
Plano de Curso
• Ementa
– Introdução aos conceitos fundamentais da interação entre
o usuário e o computador;
– Definição de usabilidade;
– Gerações de interfaces e dos dispositivos de interação - a
evolução dos tipos de interfaces para interação usuário-
computador;
– Aspectos humanos;
– Aspectos tecnológicos;
– Métodos e técnicas de design;
– Ciclo de vida da engenharia de usabilidade;
– Heurísticas para usabilidade;
– Métodos para avaliação da usabilidade;
– Padrões para interfaces;
– Métodos de avaliação e construção de interfaces.
Plano de Curso
• Objetivos
– Geral
• Compreender conceitos fundamentais da
interação entre o usuário e o computador,
discutir os tópicos envolvidos em áreas atuais
de pesquisa e obter conhecimentos para
realização de avaliação de interfaces.
Plano de Curso
• Objetivos
– Específicos
• Adquirir fundamentos teórico-práticos para refletir,
avaliar e conceber interfaces de qualidade para
diferentes tipos de aplicações;
• Reconhecer os aspectos e fundamentos da IHC:
psicologia cognitiva, fatores humanos, estilos de
interação, análise dos usuários, avaliação métodos e
técnicas do design de interação;
• Avaliar a qualidade de projetos de interface homem-
computador, de acordo com as necessidades e com os
objetivos dos usuários de software.
Plano de Curso
• Conteúdo Programático
– Introdução
– Conceitos Básicos
• Interface, interação e affordance
• Qualidade em IHC
– Abordagens teóricas em IHC
• Psicologia cognitiva aplicada
• Engenharia Cognitiva
• Engenharia Semiótica
– Processos de design de IHC
• Perspectivas de design
• Processos de design de IHC
Plano de Curso
• Conteúdo Programático
– Usabilidade
• Acessibilidade
• Usabilidade
• Aceitabilidade
• Princípios de design
– Planejamento da Avaliação de IHC
• Por que avaliar
• O que avaliar
• Quando avaliar
• Como avaliar
– Métodos de avaliação de IHC
• Avaliação de IHC através de Inspeção
• Avaliação de IHC através de Observação
Plano de Curso
• Metodologia
• Momentos síncronos
– os discentes quanto o docente estarão conectados
on-line ao mesmo tempo, serão destinados para
apresentação rápida de conteúdos, discussões, e
apresentações de trabalho
• Momentos assíncronos
– serão destinados à realização de atividades e
tarefas off-line, com ou sem anexação de
arquivos, leitura e estudo prévio dos conteúdos a
serem ministrados, visualização de vídeo-aulas, e
participação em fóruns.
Plano de Curso
• Recursos Didáticos
– Nas atividades síncronas será utilizado o Google
Meet, aliado à utilização do aplicativo de troca de
mensagens Whatsapp, onde será criado um grupo
para que possam ser tiradas dúvidas acerca dos
conteúdos abordados na disciplina.
– Nas atividades assíncronas será utilizada a Turma
Virtual do SIGAA, aliado à utilização do aplicativo
Google Drive. Todos os aplicativos citados podem
ser acessados através de dispositivos móveis.
Plano de Curso
• Avaliação
– A avaliação será realizada através da análise da
participação proativa do(a) discente nas atividades
síncronas e assíncronas, sejam elas individual ou
em grupo, desenvolvidas no decorrer da
disciplina, observando os objetivos a serem
alcançados em cada tópico abordado.
– Terão 2 momentos avaliativos específicos
Plano de Curso
• Bibliografia
– Básica
• CYBIS, Walter; BETIOL, Adriana Holtz; FAUST,
Richard. Ergonomia e usabilidade:
conhecimentos, métodos e aplicações São
Paulo: Novatec, 2010.
• BENYON, David. Interação humano-
computador. 2ª ed. São Paulo: Pearson
Prentice Hall, 2011.
• BARBOSA, S.; SANTANA, B. Interação Humano-
Computador. Rio de Janeiro: Campus, Brasil,
2010.
Plano de Curso
• Bibliografia
– Complementar
• ROCHA, Heloisa Vieira da.; BARANAUSKAS, Mª . Cecília.
Design e avaliação de interfaces humano-computador.
Campinas: UNICAMP, 2003.
• NIELSEN, Jakob; LORANGER, Hoa. Usabilidade na Web:
Projetando Websites com Usabilidade. Rio de Janeiro:
Campus, 2007.
• PREECE, Jennifer; ROGERS, Yvonne; SHARP, Helen. Design
de Interação. Além da Interação Homem-Computador. 3ª
ed, Porto Alegre: Bookman, 2013.
• NETTO, Alvim Antônio de Oliveira. IHC: Interação Humano
Computador - Modelagem e Gerência de Interfaces com o
Usuário. Florianópolis: Visual Books, 2008.
• LOWDERMILK, Travis. Design Centrado no Usuário. 1ª ed,
São Paulo: Novatec, 2013.
• Videoaulas da profa. Lucia Vilela Leite Filgueiras.

Você também pode gostar