OPERAÇÕES/PRESTAÇÕES SAÍDAS

INTERNAS INTERESTADUAIS AMOSTRAS GRÁTIS Remessa: 5.911 Remessa: 6.911 Recebimento: 1.911 Recebimento: 2.911 ENTRADAS INTERNAS INTERESTADUAIS

AQUISIÇÃO DE SERVIÇO TRIBUTADO PELO ISS (A PARTIR DE 2005) 5.933 6.933 1.933 2.933

ÁREAS DE LIVRE COMÉRCIO – ALC Veja o título Zona Franca de Manaus Veja o título Zona Franca de Manaus Veja o título Zona Franca de Manaus Veja o título Zona Franca de Manaus

ARMAZÉM GERAL Remessa: 5.905 Retorno: 5.906 Retorno simbólico: 5.907 Venda de mercadoria com saída direta do armazém: - de produção própria: 5.105 Remessa: 6.905 Retorno: 6.906 Retorno simbólico: 6.907 Venda de mercadoria com saída direta do armazém: - de produção própria: 6.105 Recebimento de mercadoria em transferência com saída direta do armazém: Recebimento de mercadoria em transferência com saída direta do armazém: - para industrialização: 2.151 - para comercialização: 2.152 Recebimento: 1.905 Retorno: 1.906 Retorno simbólico: 1.907 Recebimento: 2.905 Retorno: 2.906 Retorno simbólico: 2.907

- adquirida de terceiro: - adquirida de 5.106 terceiro: 6.106 Transferência de mercadoria com saída direta do armazém: Transferência de mercadoria com saída direta do armazém:

- para industrialização: - de produção própria: - de produção própria: 1.151 5.155 6.155 - para - adquirida de terceiro: - adquirida de comercialização: 5.156 terceiro: 6.156 1.152

BONIFICAÇÃO Entrega: 5.910 Entrega: 6.910 Recebimento: 1.910 Recebimento: 2.910

BRINDES Distribuição: 5.910 Distribuição: 6.910 Aquisição: 1.910 Aquisição: 2.910

COMBUSTÍVEIS (CFOP ESPECÍFICOS) Venda de combustível ou lubrificante de produção do estabelecimento destinado à industrialização subseqüente: 5.651 Venda de combustível ou lubrificante de produção do estabelecimento destinado à comercialização: 5.652 Venda de combustível ou lubrificante de produção do estabelecimento destinado à industrialização subseqüente: 6.651 Compra de combustível ou lubrificante para industrialização subseqüente: 1.651 Compra de combustível ou lubrificante para comercialização: 1.652
Compra de combustível ou lubrificante para industrialização subseqüente: 2.651 Compra de combustível ou lubrificante para comercialização: 2.652

Venda de combustível ou lubrificante de produção do Compra de estabelecimento combustível ou destinado à lubrificante por comercialização: 6.652 consumidor ou usuário final: 1.653 Venda de combustível Venda de combustível ou lubrificante de ou lubrificante de Transferência de produção do produção do combustível e estabelecimento estabelecimento lubrificante para destinado a destinado a industrialização: consumidor ou usuário consumidor ou 1.658 final: 5.653 usuário final: 6.653 Venda de combustível ou lubrificante adquirido ou recebido de terceiros destinado à industrialização subseqüente: 5.654 Venda de combustível ou lubrificante adquirido ou recebido de terceiros destinado à industrialização subseqüente: 6.654 Transferência de combustível e lubrificante para comercialização: 1.659

Compra de combustível ou lubrificante por consumidor ou usuário final: 2.653
Transferência de combustível e lubrificante para industrialização: 2.658 Transferência de combustível e lubrificante para comercialização:

2.659

Devolução de venda de combustível ou Venda de combustível Venda de combustível lubrificante ou lubrificante ou lubrificante destinado à adquirido ou recebido adquirido ou recebido industrialização de terceiros destinado de terceiros destinado subseqüente: 1.660 à comercialização: à comercialização: Devolução de venda 5.655 6.655 de combustível ou lubrificante Venda de combustível Venda de combustível destinado à ou lubrificante ou lubrificante comercialização: adquirido ou recebido adquirido ou recebido 1.661 de terceiros destinado de terceiros destinado Devolução de venda a consumidor ou a consumidor ou de combustível ou usuário final: 5.656 usuário final: 6.656 lubrificante destinado a Remessa de Remessa de consumidor ou combustível ou combustível ou usuário final: 1.662 lubrificante adquirido lubrificante adquirido Entrada de ou recebido de ou recebido de combustível ou terceiros para venda terceiros para venda lubrificante para fora do fora do armazenagem: 1.663 estabelecimento: 5.657 estabelecimento: Retorno de 6.657 combustível ou lubrificante

Devolução de venda de combustível ou lubrificante destinado à industrialização subseqüente: 2.660 Devolução de venda de combustível ou lubrificante destinado à comercialização: 2.661

Devolução de venda de combustível ou lubrificante destinado a consumidor ou usuário final: 2.662
Entrada de combustível ou

660 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquirido para comercialização: 5.663 Retorno de combustível ou lubrificante remetido para armazenagem: 2.664 Retorno simbólico de combustível ou lubrificante recebido para armazenagem: 6.666 remetido para armazenagem: 1.665 Remessa por conta e ordem de terceiros de combustível ou lubrificante recebido para armazenagem: 5.662 Remessa para armazenagem de combustível ou lubrificante: 6.661 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquirido por consumidor ou usuário final: 5.664 lubrificante para armazenagem: 2.662 Remessa para armazenagem de combustível ou lubrificante: 5.663 Retorno de combustível ou lubrificante recebido para armazenagem: 6.660 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquirido para comercialização: 6.663 Retorno de combustível ou lubrificante recebido para armazenagem: 5.Transferência de combustível ou lubrificante de produção do estabelecimento: 5.664 Retorno simbólico de combustível ou lubrificante recebido para armazenagem: 5.666 Transferência de combustível ou lubrificante de produção do estabelecimento: 6.658 Transferência de combustível ou lubrificante adquirido ou recebido de terceiro: 5.658 Transferência de combustível ou lubrificante adquirido ou recebido de terceiro: 6.661 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquirido por consumidor ou usuário final: 6.665 Remessa por conta e ordem de terceiros de combustível ou lubrificante recebido para armazenagem: 6.659 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquirido para industrialização subseqüente: 6.659 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquirido para industrialização subseqüente: 5.664 COMODATO .

254 .102 COMPRA PARA O ATIVO FIXO 1.908 .por prestador de serviço de comunicação: 2.por estabelecimento industrial: 1.por estabelecimento industrial: 2.por produtor rural: 2.retorno por conta do contrato: 5.por prestador de serviço de transporte: 2.126 2.retorno por conta do contrato: 1.909 COMPRA P/ COMERCIALIZAÇÃO 1.101 COMPRA P/ UTILIZAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS 1.255 .entrada por conta do contrato: 2.254 .551 – Compra do bem 1.908 do contrato: 6.908 .remessa por conta do ..por demanda contratada: 2.551 – Compra do bem .252 .por produtor rural: 1.257 .por prestador de serviço de transporte: 1.909 .101 2.para distribuição/comercialização: 2.255 .251 .por estabelecimento comercial: 1.para distribuição/comercialização: 1.604 – Lançamento do 2.253 .entrada por conta do contrato: 1.256 .102 COMPRA P/ INDUSTRIALIZAÇÃO 1.252 2.257 estabelecimento comercial: 2.253 .por demanda contratada: 1.909 .retorno por conta do contrato: 6.256 .908 .por prestador de serviço de comunicação: 1.126 COMPRA DE ENERGIA ELÉTRICA .por .909 .remessa por conta contrato: 5.retorno por conta do contrato: 2.251 .

915 Retorno: 6.113 .915 Retorno: 2.919 Entrada: 2.919 .918 Devolução simbólica: 1.917 Devolução: 2.919 Venda: .917 Devolução: 1.111 6.918 Devolução simbólica: 6.917 Devolução: 5.recebimento de .918 Devolução simbólica: 6.918 Devolução simbólica: 2.915 Retorno: 1.919 Venda: Venda: .transferência de .crédito COMPRA PARA USO OU CONSUMO 1.556 CONSERTO OU REPARO Remessa: 5.115 Venda da mercadoria recebida em consignação: 5.113 .918 Devolução simbólica: 5.113 6.111 Compra: 2.adquirida de 5.111 Entrada: 1.918 Devolução simbólica: 2.917 Devolução: 2.916 Entrada: 1.112 CONSIGNAÇÃO MERCANTIL Remessa: 5.917 Devolução: 6.916 Remessa: 6.916 Entrada: 2.917 Devolução: 6.919 Venda: .114 Compra: 2.112 terceiro: 6.115 CRÉDITOS E RESSARCIMENTO DE ICMS .919 Entrada: 2.916 2.de produção própria: Compra: 1.918 Devolução simbólica: 5.111 Remessa: 6.918 Devolução simbólica: 1.adquirida de terceiro: 5.de produção própria: Compra: 1.917 Devolução: 5.556 CONSIGNAÇÃO INDUSTRIAL Remessa: 5.919 Remessa: 6.917 Devolução: 1.113 Entrada: 1.adquirida de terceiro: 6.114 Venda da mercadoria recebida em consignação: 6.adquirida de terceiro: .915 Retorno: 5.de produção própria: 5.919 .de produção própria: 5.

913 Recebimento: 1.912 Retorno: 5.105 .adquirida de terceiro: .603 .151 Recebimento de mercadoria em transferência com saída direta do depósito: .de produção própria: 6.906 Retorno simbólico: 6.907 Venda de mercadoria com saída direta do depósito: Recebimento: 1.602 (*) .913 DEPÓSITO FECHADO Remessa: 5.913 Recebimento: 2.ressarcimento de ICMS retido: 2. DEMONSTRAÇÃO Remessa: 5.156 .905 Retorno: 2.905 Retorno: 1.603 * Classificam-se neste código os lançamentos destinados ao registro da transferência de saldos credores de ICMS recebidos de outros estabelecimentos da mesma empresa.602 (*) .ressarcimento de ICMS retido: 6.transferência de saldo credor p/ outro estabelecimento da mesma empresa: 5.912 Retorno: 1.603 crédito acumulado por transferência: 1.905 Retorno: 6.adquirida de terceiro: 6.603 .601 .para industrialização: 1.601 .crédito acumulado: 5.913 Remessa: 6.912 Retorno: 2.155 Transferência de mercadoria com saída direta do depósito: Recebimento de mercadoria em transferência com saída direta do .106 Transferência de mercadoria com saída direta do depósito: .912 Retorno: 6.906 Retorno simbólico: 1.106 5.907 Recebimento: 2.905 Retorno: 5.adquirida de terceiro: .recebimento de saldo credor de outro estabelecimento da mesma empresa: 1.907 Venda de mercadoria com saída direta do depósito: .906 Retorno simbólico: 5.de produção própria: 5.de produção própria: depósito: 6.907 . inclusive no caso de apuração centralizada do imposto.155 .906 Retorno simbólico: 2.para industrialização: .de produção própria: 5. destinados à compensação do saldo devedor do estabelecimento.ressarcimento de ICMS retido: 1.105 Remessa: 6.156 5.ressarcimento de ICMS retido: 5.adquirida de terceiro: 6.

devolução de compra sob o regime de “drawback”: 7.compra para o ativo: 7.205 .556 .compra p/ comercialização: 7.152 DEVOLUÇÃO DE COMPRA DO EXTERIOR .211 .152 2.930 DEVOLUÇÃO DE MERCADORIAS E SERVIÇOS .207 .210 .201 .anulação de serviço de comunicação: 7.553 .compra p/ industrialização: 7.151 .206 .202 .compra para uso ou consumo: 7.anulação de compra de energia elétrica: 7.devolução sob amparo de regime especial de admissão temporária: 7.devolução de compra por prestador de serviço: 7..anulação de serviço de transporte: 7.para comercialização: 1.para comercialização: 2.

553 .anulação de serviço de comunicação: 6.transferência de mercadoria adquirida de terceiro: 1.553 .mercadoria adquirida de terceiro.anulação de serviço de transporte: 1.207 .202 .201 .209 .venda de energia elétrica: 2.compra p/ comercialização: 5.208 .202 .venda do ativo fixo: 1.504 .venda de mercadoria adquirida de terceiro p/a Zona Franca de Manaus ou ALC: 1.compra de energia elétrica: 6.205 .mercadoria adquirida de terceiro.transferência de produção: 2.209 .208 .207 .mercadoria de produção própria enviada com fim específico de exportação: 2.compra para uso ou consumo: 5.venda de energia elétrica: 1.compra p/ industrialização: 6.556 .compra p/ comercialização: 6.202 .venda de mercadoria adquirida de terceiro: 1. enviada com fim específico de exportação: 1.venda do ativo fixo: 2.venda de mercadoria adquirida de terceiro p/a Zona Franca de Manaus ou ALC: 2.venda de produção: 2.208 .venda de mercadoria adquirida de terceiro: 2.556 .205 .204 .206 .503 .207 .recebida em transferência p/ industrialização: 6.203 .209 .209 .anulação de serviço de transporte: 6.compra p/ industrialização: 5.206 .compra para o ativo fixo: 5.503 .para utilização na prestação de serviço: 6.compra para o ativo fixo: 6.para utilização na prestação de serviço: 5.transferência de mercadoria adquirida de terceiro: 2.210 .205 .recebida em transferência p/ comercialização: 5.compra para uso ou consumo: 6.210 .anulação de serviço de transporte: 2.206 .553 .207 .recebida em transferência p/ comercialização: 6.mercadoria de produção própria enviada com fim específico de exportação: 1.venda de produção para a Zona Franca de Manaus ou ALC: 1.201 .recebida com fim específico de exportação: 6.recebida em transferência p/ industrialização: 5.205 comunicação: 2.553 Nota: veja ainda os títulos: Consignação Industrial/Mercantil e Substituição Tributária.transferência de produção: 1..anulação de serviço de serviço de comunicação: 1.206 .204 .203 . . enviada com fim específico de exportação: 2.201 .compra de energia elétrica: 5.503 .201 .503 .208 .504 .anulação de serviço de comunicação: 5.recebida com fim específico de exportação: 5.anulação de .venda de produção: 1.venda de produção para a Zona Franca de Manaus ou ALC: 2.202 .anulação de serviço de transporte: 5.

910 Recebimento: 1.127 Compra: 3.206 .mercadoria de produção própria: 3.929 ENCERRAMENTO DAS ATIVIDADES Lançamento efetuado a título de baixa de estoque: 5.207 .DEVOLUÇÃO DE VENDA OU SERVIÇO PARA O EXTERIOR .anulação de serviço de transporte: 3.910 Recebimento: 2.mercadoria adquirida de terceiro: 3.929 Lançamento em decorrência de emissão de NF cuja operação também foi registrada no ECF: 6.anulação de serviço de comunicação: 3.910 Entrega: 6.202 .205 .201 .928 .venda sob o regime de “drawback”: 3.211 .910 DRAWBACK Venda: 7.exportação indireta: 3.211 ECF – EQUIPAMENTO EMISSOR DE CUPOM FISCAL Lançamento em decorrência de emissão de NF cuja operação também foi registrada no ECF: 5.503 DOAÇÃO DE MERCADORIA Entrega: 5.127 Devolução: 3.venda energia elétrica: 3.

mercadoria adquirida de terceiro: 7.mercadoria de produção própria: 7.127 .501 .7.501 Entrada: 1.106 .358 Outras saídas: .105 .EXPORTAÇÃO DE MERCADORIA OU SERVIÇO Direta: .mercadoria de produção própria: 6.exportação da mercadoria recebida: 7.501 Entrada: 2.502 .501 .7.949 Nota: Em se tratando de combustíveis.551 Indireta: .501 Sem transitar pelo estabelecimento: . vide título próprio.mercadoria adquirida de terceiro: 6.106 Energia elétrica: . ou comercialização: 7.mercadoria de produção própria: 5.301 Serviço de transporte: .502 de terceiro: 5.para execução de serviço da mesma natureza: 7.“drawback”: 7.ativo fixo: 7.251 Serviço de comunicação: .mercadoria adquirida de terceiro sem transitar pelo estabelecimento: 7.mercadoria de produção própria: 7.para distrib.105 .102 .mercadoria adquirida .mercadoria de produção sem transitar pelo estabelecimento: 7.101 .mercadoria adquirida de terceiro: 7. .

EXPOSIÇÃO OU FEIRAS Remessa: 5.352 .serviço de transporte por gerador ou distribuidor de energia: 3.301 .353 .serviço de comunicação: 3.949 INDUSTRIALIZAÇÃO POR ENCOMENDA (veja ainda o título “Venda à ordem – Remessa para industrialização”) .serviço de transporte para execução de serviço da mesma natureza: 3.serviço de transporte por estabelecimento industrial: 3.354 .serviço de transporte por estabelecimento comercial: 3.930 .355 .351 .551 .“drawback”: 3.926 Lançamento efetuado a título de reclassificação de mercadoria: 1.251 .outras entradas: 3.compra para o ativo fixo: 3.102 .compra para uso ou consumo: 3.energia elétrica: 3.926 IMPORTAÇÃO DE MERCADORIA OU SERVIÇO .compra para utilização da prest.101 .127 .126 .356 .serviço de transporte por prestador de serviço de comunicação: 3. de serviço: 3.serviço de transporte por produtor rural: 3.compra para comercialização: 3.914 Retorno: 1.regime aduaneiro especial de admissão temporária: 3.914 FORMAÇÃO DE “KIT” OU SUA DESAGREGAÇÃO Lançamento efetuado a título de reclassificação de mercadoria: 5.556 .914 Remessa: 6.compra para industrialização: 3.914 Retorno: 2.

retorno dos insumos não utilizados: 1.949 Retorno: 1.901 Execução: .949 Remessa: 6.902 .124 Remessa: 6.901 Execução: .903 KIT – FORMAÇÃO OU DESAGREGAÇÃO 5.901 Execução: .valor cobrado: 1.902 .554 Retorno: 2.949 Recebimento: 1.933 RECEBIMENTO DE SALDO DEVEDOR POR TRANSFERÊNCIA DE OUTRO ESTABELECIMENTO DA MESMA EMPRESA (A PARTIR DE 2005) .903 .926 LOCAÇÃO OU EMPRÉSTIMO DE BENS (vide também o título “Comodato”) Remessa: 5.retorno simbólico dos .902 .retorno dos insumos não utilizados: 2.901 Execução: .554 Devolução: 5.933 6.554 OUTRAS OPERAÇÕES OU PRESTAÇÕES 5.555 Remessa: 6.valor cobrado: 5.retorno simbólico dos insumos: 2.949 Recebimento: 2.949 Remessa: 6.949 MODELOS.926 1.124 Entrada: 1.555 MOSTRUÁRIOS DE PRODUTOS Remessa: 5.949 Retorno: 2. ROUBO OU DETERIORAÇÃO Lançamento efetuado a título de baixa de estoque: 5.903 .valor cobrado: 2. MOLDES E MATRIZES – UTILIZAÇÃO FORA DO ESTABELECIMENTO Remessa: 5.valor cobrado: 6.933 1.retorno dos insumos não utilizados: 6.124 -retorno simbólico dos insumos: 1.Remessa: 5.902 insumos: 6.927 PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TRIBUTADO PELO ISS (A PARTIR DE 2005) 5.retorno simbólico dos insumos: 5.933 2.124 .554 Devolução: 6.949 6.949 2.903 Entrada: 2.949 Retorno: 1.949 PERDA.retorno dos insumos não utilizados: 5.949 1.

304 .para .para produtor rural: 2.304 .303 .306 SERVIÇO DE TRANSPORTE .301 .307 .605 RETORNO DE MERCADORIA NÃO ENTREGUE 1.para estabelecimento comercial: 1.para produtor rural: 6.para produtor rural: 5.para gerador ou distribuir de energia: 2.para gerador ou distribuir de energia: 1.303 .305 .307 .305 .para produtor rural: 1.para gerador ou distribuir de energia: 6.301 .306 .302 .para estabelecimento comercial: 5.para estabelecimento comercial: 6.306 .305 .301 .para estabelecimento industrial: 1.para gerador ou distribuir de energia: 5.para estabelecimento industrial: 2.302 .303 .304 .5.302 .para execução de serviço da mesma natureza: 2.302 .303 .949 SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO 2.para estabelecimento industrial: 5.para transportador: 6.para não contribuinte: 6.605 1.304 transportador: 2.301 .para estabelecimento comercial: 2.para execução de serviço da mesma natureza: 1.para execução de serviço da mesma natureza: 5.para execução de serviço da mesma natureza: 6.para transportador: 5.305 .para transportador: 1.949 .para estabelecimento industrial: 6.306 .para não contribuinte: 5.

355 .para distribuidor ou gerador de energia: 6.357 .para produtor rural: 2.354 .352 industrial: 6.para estabelecimento comercial: 5.para produtor rural: 6.lançamento efetuado a título de substituição a título de substituição serviço de transporte tributária tributária realizado por (transportador (transportador transportador autônomo ou autônomo ou transportador de outra transportador de outra autônomo ou por transportador não UF não inscrito): 5.352 .para prestador de serviço de serviço de comunicação: 1.353 .para produtor .355 .para estabelecimento .serviço iniciado em .357 . pelo serviço de transporte realizado por transportador autônomo ou por transportador não inscrito na unidade da Federação onde iniciado o serviço: 2.para distribuidor ou gerador de energia: 1.355 .lançamento efetuado .para estabelecimento comercial: 2.351 .aquisição de serviço de transporte iniciado em unidade da Federação diversa daquela onde inscrito o prestador: 1.355 .351 .para estabelecimento .356 6.para prestador de serviço de comunicação: 5.353 .para distribuidor ou gerador de energia: 5.354 .para estabelecimento industrial: 2.353 .para prestador de serviço de comunicação: 6.931 inscrito na unidade da Federação onde .prestação de serviço tomador do serviço de transporte a de transporte a de transporte contribuinte ou a não contribuinte ou a não quando a contribuinte quando a contribuinte quando a responsabilidade mercadoria mercadoria de retenção do transportada está transportada está dispensada de emissão dispensada de emissão imposto for atribuída ao de nota fiscal: 5.354 comunicação: 2.para execução de serviço da mesma natureza: 1.para estabelecimento industrial: 5.931 UF não inscrito): 6.para não contribuinte: 5.359 (a remetente ou partir de 2005) partir de 2005) alienante da mercadoria. pelo .para estabelecimento comercial: 1.932 6.aquisição de serviço de transporte iniciado em unidade da Federação diversa daquela onde inscrito o prestador: 2.para execução de serviço da mesma natureza: 6.932 .932 (a partir de 2005) SISTEMAS DE INTEGRAÇÃO .351 ..356 .para distribuidor ou gerador de energia: 2.352 .351 .932 (a partir de 2005) .353 comercial: 6.para execução de serviço da mesma natureza: 2.para prestador de .931 (a partir de 2005) .lançamento efetuado pelo .931 (a partir de diversa daquela onde diversa daquela onde 2005) inscrito o prestador: inscrito o prestador: 5.356 .354 .359 (a de nota fiscal: 6.352 .para não contribuinte: rural: 1.prestação de serviço .lançamento efetuado pelo tomador do serviço de transporte quando a responsabilidade de retenção do imposto for atribuída ao remetente ou alienante da mercadoria.para estabelecimento industrial: 1.para execução de serviço da mesma natureza: 5.para produtor rural: 5.serviço iniciado em iniciado o serviço: Unidade da Federação Unidade da Federação 1.356 .

451 .452 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA (Veja ainda o título “Venda fora do estabelecimento”) .452 .451 .451 Remessa de animal e de .451 animal: 1.retorno de animal: 2.retorno de insumo: 6.Remessa de animal e de insumo: 5.retorno de insumo: 1.retorno de insumo: 2.

.409 .devolução de compra sujeita ao regime: p/ industrialização: 5.compra p/ uso ou consumo: 2.410 .lançamento efetuado a título retenção por serviço de transporte tomado de transportador .410 .407 .devolução de venda de mercadoria adquirida de terceiro: 2.409 .mercadoria adquirida de terceiro (contribuinte substituto): 5.410 .411 .403 .406 .411 .408 .devolução de venda de mercadoria de produção: 1.403 .compra p/ o ativo fixo: 1.mercadoria de produção própria (operação entre contribuintes substitutos ): 5.compra p/ uso ou consumo: 1.603 .mercadoria adquirida de terceiro (contribuinte substituído): 5. cujo imposto já tenha sido retido anteriormente: 6.compra para industrialização: 2.413 .403 .408 .transferência de mercadoria produção sujeita ao regime: 6.transferência p/ industrialização: 1.transferência p/ comercialização: 2.603 .compra para industrialização: 1.mercadoria de produção própria (contribuinte substituto): 5.mercadoria adquirida de terceiro (contribuinte substituto): 6.transferência p/ comercialização: 1.ressarcimento de ICMS retido: 2.compra p/ o ativo fixo: 2.406 .devolução de venda de mercadoria adquirida de terceiro: 1.devolução de compra p/ industrialização: 5.ressarcimento de ICMS retido: 5.devolução de mercadoria p/ uso ou consumo: 5.transferência de mercadoria de terceiro .402 .devolução de bem do ativo fixo: 6.transferência p/ industrialização: 2.407 .408 mercadoria de terceiro sujeita ao regime: 6.403 .devolução de compra p/ comercialização: 5.603 .lançamento efetuado .devolução de venda de mercadoria de produção: 2.transferência de 5.devolução de mercadoria p/ uso ou consumo: 6.mercadoria de produção própria (contribuinte substituto): 6.412 .transferência de mercadoria produção sujeita ao regime: .404 .compra para comercialização: 2.401 .401 .mercadoria sujeita ao regime.413 .devolução de bem do ativo fixo: 5.405 .409 6.compra para comercialização: 1.401 .412 .411 .411 .408 .ressarcimento de ICMS retido: 6.devolução de compra p/ comercialização: 6.410 .409 .ressarcimento de ICMS retido: 1.mercadoria de produção própria (operação entre contribuintes substitutos ): 6.401 .402 .603 .

de produção não deva por ele transitar: 5.153 2.SUCATA .557 TRANSFERÊNCIA DE MERCADORIA (Veja ainda o título “Substituição tributária”) .compra p/ industrialização: 2.605 TRANSFERÊNCIA DO ATIVO FIXO 5.151 .compra p/ comercialização: 1.102 .949 .557 6.de produção própria: .adquirida de terceiro: 6.adquirida de terceiro.compra p/ industrialização: 1. que não deva por ele transitar: .552 TROCA OU REPOSIÇÃO .552 6.605 1.102 .101 .102 TRANSFERÊNCIA DE ENERGIA ELÉTRICA 5.101 . comercialização ou para utilização na prestação de serviços e que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento. que não deva por ele 6.152 6.552 1.155 transitar: .adquirida de terceiro: 5.compra p/ comercialização: 2.151 .155 do estabelecimento.de produção do estabelecimento.152 (*) .151 . transferidas para outro estabelecimento da mesma empresa.venda de sucata adquirida de terceiro: 6. TRANSFERÊNCIA DE SALDO DEVEDOR DE OUTRO ESTABELECIMENTO DA MESMA EMPRESA (A PARTIR DE 2005) 5.156 (*) Classificam-se neste código as mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros para industrialização.para industrialização: 1.saída decorrente do processo industrial: 5.para industrialização: 2.153 TRANSFERÊNCIA DE MATERIAL DE USO OU CONSUMO 5.saída decorrente do processo industrial: 6.152 .552 2. que não deva por ele transitar: 5.151 .152 (*) .para comercializa-ção: 2.de produção própria: 5.venda de sucata adquirida de terceiro: 5.949 . que .adquirida de terceiro.557 2.153 1.102 .153 6.156 6.para comercializa-ção: 1.557 1.

949 VENDA À ORDEM – REMESSA PARA INDUSTRIALIZAÇÃO .923 .949 Entrada: 2.119 industrialização.923 .entrega ao destinatário pelo vendedor remetente: 5.920 Devolução: 6.118 .mercadoria de produção própria (entrega ao destinatário por conta e ordem do adquirente originário): 5.949 .118 .920 Retorno: 2.921 Entrada: 1.120 .118 . já recebida do vendedor remetente: 2.mercadoria adquirida de terceiro (entrega ao destinatário por conta e ordem do adquirente .compra p/ comercialização.949 .120 .949 Remessa: 6.compra p/ originário): 6.119 .921 Remessa: 6.compra p/ comercialização.118 originário): 6.entrada simbólica: 1.120 .120 .mercadoria recebida do vendedor remetente: 2.921 VENDA À ORDEM .921 Entrada: 2.949 .949 Entrada: 1.920 Devolução: 5.920 Retorno: 1.923 .entrada simbólica: 2.remessa por conta e ordem: 5.entrega ao destinatário pelo vendedor remetente: 6.949 VASILHAME OU SACARIA Remessa: 5.mercadoria adquirida de terceiro (entrega ao destinatário por conta e ordem do adquirente originário): 5.remessa simbólica: 5.mercadoria produção própria destinada à (entrega ao comercialização destinatário por conta e pelo adquirente ordem do adquirente originário: 1. já recebida do vendedor remetente: 2.remessa por conta e ordem: 6.compra p/ industrialização. já recebida do vendedor remetente: 1.121 .923 . já recebida do vendedor remetente: 1.mercadoria de .remessa simbólica: 6.mercadoria destinada à comercialização pelo adquirente originário: 2.mercadoria recebida do vendedor remetente: 1.121 .Remessa: 5.

251 .122 .258 .551/2.251 . ou comercialização: 5.255 .para prestador de serviço de comunicação: 5.122 . remetida para industrialização por conta e ordem do adquirente: 6.125/2.para distrib.para estabelecimento para estabelecimento comercial: 5.para estabelecimento para estabelecimento industrial: 5.925 .mercadoria adquirida de terceiro.entrada para industrialização: 2.mercadoria adquirida de terceiro.valor cobrado pela industrialização: 1.125 .257 .253 comercial: 6.551 ou 1.valor cobrado pela industrialização: 6.925 .retorno da mercadoria Nota: Os CFOPs 1.remessa para industrialização: 6.252 industrial: 6.para produtor rural: 5.253 .256 .125 .retorno da mercadoria recebida para industrialização: 5.125 não se aplicam recebida para quando a mercadoria industrializada se industrialização: 6.entrada para industrialização: 1.122 .556. caso em que serão aplicados os CFOPs 1.compra para industrialização: 1.remessa para industrialização: 5.252 .para não contribuinte: 6. VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA .256 .para transportador: 6.924 .925 .para consumo por demanda contratada: 5.122 .924 .254 .125 .para consumo por demanda contratada: 6.257 .valor cobrado pela industrialização: 5.925 destinar ao ativo fixo ou para uso ou consumo.125 . remetida para industrialização por conta e ordem do adquirente: 5.123 .compra para industrialização: 2.. ou comercialização: 6.924 .para distrib. respectivamente.254 .para produtor rural: 6.556/2.retorno da mercadoria remetida p/ industrialização: 1.para transportador: 5.mercadoria de produção própria remetida para industrialização por conta e ordem do adquirente: 6.valor cobrado pela industrialização: 2.para não contribuinte: 5.255 .924 .258 .123 .mercadoria de produção própria remetida para industrialização por conta e ordem do adquirente: 5.para prestador de serviço de comunicação: 6.retorno da mercadoria remetida p/ industrialização: 2.

destinada a contribuinte.destinada a .108 Nota: Este CFOP se refere à venda de mercadoria adquirida de terceiro. que não contribuinte ou não.106 pelo estabelec.: 5.102 6.105 pelo estabelec.551 6.: 6.101 .destinada a contribuinte: 6.108 VENDA DE MERCADORIA DE PRODUÇÃO PRÓPRIA .949 (outras saídas). deva transitar pelo que não deva transitar estabelec.551 VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO .destinada a contribuinte ou não: 5.: 5.102 .101 . que não contribuinte ou não.destinada a contribuinte ou não: 5. Pode-se adotar também o CFOP 5.destinada a não contribuinte: 6.102 ou 6.destinada a não contribuinte: 6.105 .102 .destinada a contribuinte: 6.107 VENDA DO ATIVO FIXO 5.106 . deva transitar pelo que não deva transitar estabelec.VENDA DE MATERIAL DE USO OU CONSUMO 5.destinada a . VENDA DE MERCADORIA ADQUIRIDA DE TERCEIRO .: 5.destinada a contribuinte.949/6.

103 .venda de mercadoria adquirida de terceiro: 5.904 VENDA PARA ENTREGA FUTURA .116 (*) .lançamento efetuado a título de simples a título de simples faturamento: 5.venda de produção própria originada de encomenda p/ entrega futura: 6.415 .compra p/ comercialização: 1.remessa de mercadoria de produção própria sujeita à substituição tributária: 6.remessa de mercadoria de produção própria sujeita à substituição tributária: 5.116 ou 5.110 (**) ..compra p/ comercialização: 2.venda de mercadoria adquirida de terceiro: 5.922 (*) faturamento: 6.remessa: 6.venda de produção própria originada de encomenda p/ entrega futura:.116 (*) .venda de mercadoria adquirida de terceiro.104 Retorno: 1.117 (*) . originada de encomenda p/ entrega futura: 6117 (*) .117 (*) .109 (*) .compra p/ industrialização: 1.414 .922/6.remessa de mercadoria adquirida de terceiro sujeita à substituição tributária: 6.117/6.104 .116/6.103 .venda de mercadoria adquirida de terceiro: 6.venda de mercadoria de produção própria: 5.922 (*) .lançamento efetuado a título de simples faturamento: 2.116 (*) .415 .110 (**) .5.904 .117 (*) . enquanto que o CFOP 5. originada de encomenda p/ entrega futura: 5.922 (*) (*) A nosso ver.117 devem ser utilizados na NF de faturamento antecipado.109 (*) .922 (*) .116 (*) .remessa: 5.lançamento efetuado a título de simples faturamento: 1.904 Retorno: 2.904 .lançamento efetuado .venda de mercadoria de produção própria: 5.922 será utilizado na NF de entrega da mercadoria.venda de mercadoria de produção própria: 6.venda de mercadoria de produção própria: 6.venda de mercadoria adquirida de terceiro. os CFOPs 5.remessa de mercadoria adquirida de terceiro sujeita à substituição tributária: 5.414 . ZONA FRANCA DE MANAUS E ÁREAS DE LIVRE COMÉRCIO .venda de mercadoria adquirida de terceiro: 6.compra p/ industrialização: 2.

Não tributada 50 .ICMS cobrado anteriormente por substituição tributária 70 . com base na Tabela B.(*) Classificam-se neste código as vendas de produtos industrializados pelo estabelecimento.Adquirida no mercado interno TABELA B . desde que alcançados pelos benefícios fiscais de que tratam o Decreto-lei n° 288.Tributada integralmente 10 . o Convênio ICMS 36/97.mercadoria de produção própria: 5.mercadoria adquirida de terceiro: 6. TABELA A . o Convênio ICM 65/88. ZONAS DE PROCESSAMENTO DE EXPORTAÇÃO .mercadoria adquirida . destinadas à Zona Franca de Manaus ou Áreas de Livre Comércio. de 23 de maio de 1997 e o Convênio ICMS 37/97.102 CÓDIGOS DE SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA – CST NOTA EXPLICATIVA: O código da situação tributária será composto de três dígitos.101 .Com redução de base de cálculo 30 . de 23 de maio de 1997. com base na Tabela A e os dois últimos dígitos a tributação pelo ICMS. onde o 1º dígito indicará a origem da mercadoria.Suspensão 51 .Nacional 1 .Estrangeira .TRIBUTAÇÃO PELO ICMS 00 .Diferimento 60 . de 23 de maio de 1997 e o Convênio ICMS 37/97.Isenta ou não tributada e com cobrança do ICMS por substituição tributária 40 . de 23 de maio de 1997. de 6 de dezembro de 1988. de 28 de fevereiro de 1967.102 de terceiro: 5. de 6 de dezembro de 1988.ORIGEM DA MERCADORIA 0 .Outras Exemplo: mercadoria nacional isenta do ICMS = 040 (0 + 40). (**) Classificam-se neste código as vendas de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros.Importação direta 2 .101 . de 28 de fevereiro de 1967. o Convênio ICMS 36/97. .Com redução de base de cálculo e cobrança do ICMS por substituição tributária 90 . destinados à Zona Franca de Manaus ou Áreas de Livre Comércio. desde que alcançadas pelos benefícios fiscais de que tratam o Decreto-lei n° 288.mercadoria de produção própria: 6.Isenta 41 .Estrangeira .Tributada e com cobrança do ICMS por substituição tributária 20 . o Convênio ICM 65/88.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful