Você está na página 1de 3

CHECKLIST FINANCEIRO SOBRE FASES DA DESPESA PÚBLICA

Processo nº: __________________________________ Contrato nº:____________________________________

Vigência: ____________________________ Contratada:_____________________________________

Resumo do Objeto: ____________________________________________________________________________

Legislação de regência: Constituição Federal da República; Lei Federal 4.320/64; Lei Federal 8.666/93,
Decreto Estadual nº 8.199/06 Decreto Estadual nº 7.217/06 e suas atualizações e o Decreto Estadual
nº 2.320/03.

Regras Gerais: Excetuam-se da obrigação de apresentação de certidões de regularidade as


aquisições/contratações atendidas por pessoas físicas, independentemente do domicílio, sendo
liquidadas e pagas a partir da apresentação dos documentos pessoais em plena validade e prova de
cadastro junto ao INSS. (Decreto Estadual nº 8.199/06, do artigo 1º, § 1º).

Os órgãos e entidades da Administração Pública, do Poder Executivo Estadual, que celebrarem


contrato entre si, ficam desobrigados da apresentação das certidões de regularidade. (Decreto
Estadual nº 8.199/06, do artigo 1º, § 2º).

A exigência de regularidade documental na fase habilitatória da licitação e a partir da liquidação da despesa, sujeitando o agente público infrator à
responsabilização do ato. (Decreto Estadual nº 8.199/06, do artigo 1º, § 4º).

01 EMPENHO SIM NÃO N/A FLS

A autorização do empenho foi dada por autoridade competente (ordenador


1.1
de despesa)? PED Art. 3º, Dec. 7.217/06.
A nota de empenho está assinada pela autoridade competente (ordenador
1.2
de despesa)?
O empenho de despesa é prévio em relação à data da respectiva aquisição
1.3
e nota fiscal do fornecedor?
O empenho não excedeu ao limite de créditos concedidos, ou seja, existe
1.4
contrato vigente?
As notas de anulação de empenho emitidas têm autorização do ordenador
1.5
de despesa e a indicação do motivo de sua emissão?
As notas de anulação de empenho tratam de despesas contratuais em
1.6
execução e cuja parcela é/será legalmente devida ao fornecedor?
O histórico do empenho atende as determinações do Decreto Estadual
1882/2013? “Art. 2º Durante o processo de registro da despesa a ser suportada por fonte
vinculada ao Sistema Financeiro de Conta única, para a despesa reconhecida como prioritária
1.7 nos termos do artigo 14 do Decreto nº 1.528, de 28 de dezembro de 2012, deverá a unidade
orçamentária registrar as informações relativas ao tipo de despesa prioritária, número da nota
fiscal ou fatura a ser pago, número do contrato celebrado que deu suporte a despesa, e o
período de vigência do contrato.”
1.8 O empenho é Ordinário?
1.9 O empenho é estimativo?
1.10 O empenho é Global?
1.11 A despesa foi licitada?
1.12 Trata-se de dispensa de licitação?
1.13 Trata-se de Inexigibilidade de licitação?
1.14 Trata-se de Adesão em Registro de Preço - carona?
1.15 Não se trata de parcelamento de despesa para evitar a licitação?

02 LIQUIDAÇÃO SIM NÃO N/A FLS

2.1 Todas as folhas dos processos estão numeradas sequencialmente?

2.2 O estágio da liquidação da despesa está sendo observado mediante AQS?


A liquidação da despesa se baseia em documentos fiscais hábeis previstos
2.3
em Lei? (nota fiscal, Nfe, Fatura, RPA, cupom fiscal)?
2.4 A nota fiscal está de acordo com o empenho e com o objeto contratado?
O atestado de liquidação da despesa consta registrado no documento
2.5
fiscal correspondente pelo servidor responsável ou fiscal de contrato?
Há no Processo documento que comprovem o fornecimento da mercadoria
ou a realização do serviço, como: Nota de Recebimento de Material (para
material de consumo e bem permanente) ou Relatório Analítico de Entrada
2.6
(para bem permanente) e Parecer assinado pela Comissão de
Recebimento, relatórios dos serviços executados, folha de frequência,
certificados, fotos, exemplares de publicações e etc.
Consta do atestado de liquidação da despesa, registrado no documento
2.7 fiscal, identificação do servidor responsável ou fiscal de contrato?

Consta no Processo o Documento de arrecadação do ISSQN? (Nos casos


2.8 de serviço prestado em outro município diferente de Cuiabá e Várzea
Grande)?
Há Prova de regularidade junto à Fazenda Estadual, expedida pela
Secretaria de Estado de Fazenda da sede ou domicílio do credor com data
2.9
igual ou posterior à liquidação da despesa. (Decreto Estadual nº
8.199/2006, artigo 1º, “a”, e § 4º)?
Há Prova de regularidade junto à Dívida Ativa do Estado, expedida pela
Procuradoria‐Geral do Estado da sede ou domicílio do credor com data
2.10
igual ou posterior à liquidação da despesa. (Lei Federal 8.666/93, artigo 55,
XIII; Decreto Estadual 8.199/2006, art.1º, §4º)?
Há Prova de regularidade relativa à Seguridade Social (INSS) com data
2.11 igual ou posterior à liquidação da despesa. (C.F.B, artigo 195, § 3º; Decreto
Estadual 8.199/2006, art.1º, §4º)?
Há Prova de regularidade relativa ao Fundo de Garantia por Tempo de
2.12 Serviço (FGTS) com data igual ou posterior à liquidação da despesa. (Lei
Federal 9.012/95; Decreto Estadual 8.199/2006, art.1º, §4º)?

Há Prova de regularidade perante a Justiça do Trabalho com data igual ou


2.13 posterior à liquidação da despesa. (Lei Federal 12.440/2011, insere inciso
V ao artigo 29 da Lei 8.666/93; Decreto Estadual 8.199/2006, art.1º, §4º)?

Há Prova de regularidade junto à Dívida Ativa da União, quando exigida no


2.14 contrato com data igual ou posterior à liquidação da despesa. (Lei Federal
8.666/93, artigo 55, XIII; Decreto Estadual 8.199/2006, art.1º, §4º)?

Tem Prova de regularidade junto a Fazenda Municipal quando exigida no


2.15
contrato com data igual ou posterior à liquidação da despesa. (Lei Federal
8.666/93, artigo 55, XIII; Decreto Estadual 8.199/2006, art.1º, §4º)?

Consta no Processo o comprovante de recolhimento do INSS mês anterior ao


serviço prestado? (quando se tratar de prestação de serviço com seção de mão-de-
2,16
obra (Art. 108 do Decreto 7.217 de 14/03/2006)?
Consta no Processo RELAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS QUE EXECUTARAM O
2.17 SERVIÇO?

Consta no Processo o comprovante de recolhimento do FGTS?


2.18
Consta no Processo o comprovante da GFIP?
2.19
Consta no Processo COMPROVANTE DE ENTREGA DE VALE TRANSPORTES?
2.20
Consta no Processo COMPROVANTE DE ENTREGA DE VALE ALIMENTAÇÃO?
2.21
Consta no Processo PROTOCOLO DE ENVIO DE ARQUIVOS – CONECTIVIDADE
2.22 SOCIAL?

Consta no Processo FOLHA DE PAGAMENTO/RECIBO DE PAGAMENTO?


2.23

03 PAGAMENTO SIM NÃO N/A


FLS

3.1 Têm sido observadas as normas relativas à conformidade antes de


encaminhar o processo para pagamento? Decreto nº 2320/03.
O pagamento foi autorizado pela autoridade competente?
3.2
No caso de prestação de serviços estão sendo efetuadas as devidas
3.3 retenções e seus respectivos recolhimentos?

Foram confirmados: a origem, o objeto do pagamento, a importância a


3.4 pagar e a quem se deve pagar?

Os pagamentos estão classificados obedecendo a ordem cronológica das


3.5 datas de suas exigibilidades em cada fonte de recursos?

Há eventuais descumprimentos da ordem cronológica, todavia baseada em


razões de interesse público previamente justificado, homologado pela
3.6
autoridade competente?

3.7 Os pagamentos estão sendo realizados mediante Nota de Ordem


Bancária?
Os processos apresentados para análise que requer pagamentos não
foram objeto de pagamento por NEX ou por Ofício para quitação? E não
3.8
requer regularização?

____________, ____ de ____________ de _____. ______________, ____ de ____________ de _____.


(local) (local)

Identificação e Assinatura do responsável pelo Carimbo e Atesto da Chefia imediata


preenchimento

Você também pode gostar