Você está na página 1de 2

ESTÉTICA

AULA 1 – CONCEITOS GERAIS Max Horkheimer

 Reflexão sobre a beleza e as artes  Arte, Filosofia e Literatura – representam a maior


o Perceber o belo as reações a partir expressão e significado de mundo
desta percepção  Filosofia – opera por meio do conceito
 Seja no plano do sentimento ou do pensamento  Arte – Baseia-se na intuição e na forma como ela
é percebida ou vivida a partir dos nossos
Platão sentidos

 Comunhão entre:
o Conhecimento – O VERDADEIRO
o Ética – O BEM
o Estética – O BELO
o Formas perfeitas – CONHECIMENTO AULA 4 – ARTE AUTÔNOMA
VERDADEIRO
o Objeto de arte – CÓPIA IMPERFEITA  Séc. XVI – Mecenas, Igrejas, Estado
DA NATUREZA  Séc. XIX – Mercado Capitalista
 Afastamento do conhecimento  Autonomia castrada por autonomia cercada
verdadeiro  Imposição de padrões artísticos “aceitáveis”
 Transformação da obra de arte em mercadoria
Aristóteles
 Debate sobre o que é arte ou não
o Surgimento de escolas como o
 Beleza – ORDENADA e SIMÉTRICA DADAÍSMO e SURREALISMO
 Catarse – POSSIBILIDADE de TRANSMISSÃO  Abolir fronteiras entre o sonho
de SENTIMENTO (obra para o observador) e o real
ATRAVÉS de UMA PEÇA ARTÍSTICA  Representação de peças do
o Purificação e aprendizado após a cotidiano
CATARSE  Difícil compreensão para o
observador leigo
 Muitas são
produzidas apenas
para debater os
princípios da arte
AULA 2 – PRINCÍPIOS FILOSÓFICOS  Produção da arte
conceitual (ideia à
Kant frente da produção
artística)
 O belo é aquilo que agrada universalmente sem
que haja uma explicação para isso
 A capacidade julgadora (do que vem a ser belo)
está em cada indivíduo
 Fator predominante – PERCEPÇÃO
AULA 5 – SCHOPENHAUER: UMA VISÃO SOBRE A
Hegel ESTÉTICA

 ARTE – desenvolvimento do espírito através do  Retomada do princípio platônico sobre a


mundo real separação entre essência e aparência
 Devido à mudança do espírito, a visão do que é  Aparência – é a forma como o mundo se revela a
arte também mudará. nós
o Diversidade de critérios  Essência – vontade irrefreável, querer irracional
 Experiência estética – Fruto do universo e inconsciente, não conhece limites, passando a
observador ser a própria essência do mundo
o Não visa ganho ou prática  Visão pessimista da existência do homem
o Destino – dor, sofrimento, angústia,
tédio
o Saída – experiência estética (êxtase)

AULA 3 – ARTE E ESTÉTICA

ARTE – Atividade de produzir algo


AULA 6 – ARTE E REALIDADE NATURAL
 Da representação para a apreensão da natureza
 Processo intuitivo do artista Arte e Técnica (W. Benjamin – 1892-1940)
 Abertura de novas perspectivas sobre a visão de
mundo  A arte possui uma interpretação com o meio que
 Nos coloca em contato com a experiência é criada

Copyright © 2016 Stoodi Ensino e Treinamento à Distância


www.stoodi.com.br
1
ESTÉTICA

 Revolução da arte (fotografia e cinema)


 Aura da obra
 Maior aproximação ao público
 Ampliação da contemplação artística
 Unicidade – pluralidade
 Declínio da aura
 Grande revolução – cinema

Arte e Indústria (Horkheimer e Adorno)

 Instituto de Pesquisas Sociais – Frankfurt – 1923


 Influência de Lukács
 Contexto Entre Guerras
 Triunfo do racionalismo pós Iluminismo – razão
instrumental
 Arte adquire características da indústria cultural
 FILOSOFIA – desvendar o teor da verdade.

Copyright © 2016 Stoodi Ensino e Treinamento à Distância


www.stoodi.com.br
2

Você também pode gostar