Você está na página 1de 17

Tutorial HDDHackr v0.

91
Marcelo Ellmann Clemente
Gamertag: MarceloRedfield
Última atualização: 26/02/2009
Você sempre pode encontrar a versão mais nova desse guia no
seguinte endereço:
http://www.comp.ufscar.br/~ellmann/hddhackr/tutorial.pdf

Índice:

1- Sobre este guia.


2- FAQ
3- Antes de começar
4- Material necessário
5- Escrevendo o hddss
6- Testando
7- O problema das partições
8- Créditos
1- Sobre este guia

Este guia trata o procedimento para a transformação de


HDs Western Digital da série BEVS para uso no Xbox 360. O
processo involve a extração de um setor de segurança de um
HD original da Microsoft, a escrita desse setor em um outro HD
e todo o processo para que o HD funcione perfeitamente no 360.
Caso exista alguma dúvida não descrita nesse guia, sinta-se a
vontade para me contatar no e-mail shadowth AT gmail DOT
com.

Não irei responder perguntas já respondidas nesse


guia e nem irei ajudar com perguntas sobre como usar um
programa no DOS, como dar boot no DOS, como usar o
WinHEX. Esse guia pressupõe que você tem o
conhecimento necessário para usar essas ferramentas.
2- FAQ

P: O que eu ganho fazendo isso?


R: A melhor pergunta seria o que você deixa de perder. Os
HDs vendidos pela Microsoft tem um custo
desproporcional comparado com o preço de um HD
comum. Usando esse método você pode utilizar um HD
muito mais barato no 360, o que vai te economizar uns
bons trocados.

P: Para que eu preciso de um HD maior?


R: Se você não precisa, sorte sua. Mas para muita gente,
um HD de 20GB é ridiculamente pouco, ainda mais com o
futuro update que vai permitir a instalação de jogos. E
também existem pessoas que não tem um HD.

P: Quais HDs eu posso utilizar no 360?


R: Até o presente momento, qualquer HD de notebook da
Western Digital, da série BEVS. Nenhum outro
modelo/marca irá funcionar pois a ferramenta foi escrita
unica e exclusivamente para esse modelo de HD. Até
agora, todas as versões desse HD são suportadas (RST,
LAT, etc), ou seja, não tem como se enganar ou pegar HD
errado. Esse HD aqui é um exemplo perfeito de um HD de
120GB que funciona:
http://www.newegg.com/Product/Product.aspx?Item=N82E
16822136072
P: O que é o hddss.bin
R: É um setor de segurança, assinado pela Microsoft que
vem em todos os HDs originais da Microsoft. É ele que diz
para o 360 se o HD que você está usando é valido para o
360 ou não. Ele também contém informações sobre a
marca do HD, modelo, número de série e outras coisas
mais.

P: Posso usar um HD de qualquer tamanho?


R: Não. As informações contidas no hddss.bin são
assinadas, e é lá que o tamanho do HD está escrito. Só
podemos utilizar até no máximo um HD tão grande quanto
a Microsoft vende, ou seja, atualmente, 120GB. Caso um
dia ela venha a lançar um HD maior para o 360,
poderemos então utilizar esse novo limite. Note que, esse
procedimento vale tanto para o HD de 20 quanto o de
120GB, você não precisa utilizar um HD do tamanho exato,
pode até usar um HD maior, mas o espaço extra não será
utilizado. Só não pode fazer o contrário.

P: Como assim?
R: Seguinte, caso você tenha um hddss.bin de um HD de
20GB, você pode utilizar ele em qualquer HD que tenha no
mínimo 20GB, nunca menos que isso. Ou seja, 20, 40 60
etc... Não tem como utilizar num de 10 por exemplo. A
mesma coisa para um hddss.bin de 120GB, você pode
utilizar ele num HD de 160, 200GB em diante, mas nunca
em um HD menor que 120GB.
P: Mas isso não é ilegal?
R: É difícil definir. Te garanto que é bem menos ilegal do
que destravar o seu 360 pra rodar os seus queridos jogos
piratas.

P: Mas a Microsoft vai me banir se eu fizer isso?


R: Não temos como saber. Até agora não aconteceu
nenhum banimento relacionado à isso, e, na minha sincera
opinião, duvido muito que ela possa banir o console por
causa disso. O HD não é fixo ao console, o que geraria um
problema enorme caso ela fizesse isso. O máximo que
pode acontecer, é ela banir o serial do hddss.bin que você
está usando. De qualquer jeito, todo esse procedimento é
por sua total conta e risco.

P: Aonde eu vou colocar o meu HD novo?


R: Procure um case de HD do 360 sobrando. Caso você
esteja fazendo upgrade do seu HD de 20 ou 60 para um de
120GB, simplesmente tire seu HD da case atual e utilize a
mesma para o seu HD de 120GB. Você pode usar
tranquilamente o HD antigo no seu notebook ou desktop
caso não tenha uso melhor para ele.

P: E se eu não tiver um case de HD, o que eu faço?


R: Existe essa solução:
http://forums.xbox-scene.com/index.php?showtopic=575105

P: O seu guia não tem muitas fotos!


R: Dá trabalho colocar.
3- Antes de começar

Tenha em mente que esse procedimento exige um


conhecimento técnico médio e não é tão trivial. Caso você não
se sinta à vontade com as instruções, desista, ou peça para
alguém com um conhecimento maior fazer para você.

ESSE PROCEDIMENTO PODE DANIFICAR DE FORMA


IRREVERSÍVEL O SEU NOVO HD, O SEU HD ATUAL E ATÉ
O SEU XBOX 360. NÃO ME RESPONSABILIZO POR
NENHUM DANO.

Note que caso você siga à risca todas as instruções, as chances


de algo dar errado são muito, muito pequenas
4- Material Necessário

Software:
hddhackr v0.91
http://www.comp.ufscar.br/~ellmann/hddhackr/hddhackr091.rar

Xplorer 360 Extreme 2


http://www.comp.ufscar.br/~ellmann/hddhackr/Xplorer360_extreme2.rar

WinHEX (ou qualquer outro editor HEX que você goste)


http://www.x-ways.net/winhex.zip - Note que essa é a versão trial do programa. Para utilizar algumas
funções descritas nesse tutorial será necessário que você possua a versão completa.

Hardware:
Chave Torx T8 e T6
Desktop com SATA, e adaptador Molex para alimentar um HD de
Notebook ou um Notebook com SATA.
Disco de boot ou Pen Drive bootável.
HD original da Microsoft de 20, 60 ou 120GB, dependendo de qual
hddss.bin você precisar, ou um hddss.bin extraído previamente de
outro HD.
5- O processo

Agora que você tem todas as ferramentas em mãos, vamos


começar!
Caso você não tenha o hddss.bin, nosso primeiro passo é extrair
ele de um HD da 360. Pegue o HD que você tem, desmonte ele
usando primeiramente a chave T6 para tirar os 4 parafusos que
seguram a carcaça, depois de aberto, use a chave T8 para tirar os
quatro parafusos que seguram o HD. Tome cuidado, retire o HD do
conector.
Tanto o hddhackr quanto o Xplorer 360 extraem o hddss.bin
para você, a vantagem do Xplorer é que você pode fazer isso
diretamente em ambiente Windows. Desligue o computador,
conecte o HD do 360 no computador como se fosse um dispositivo
sata comum, boote no Windows e abra o Xplorer 360. Vá em
Menu->Drive->Open-> Harddrive or Memcard. Ele deve abrir
automaticamente o HD. Vá em Menu->Edit->Dump hddss.bin. Com
isso você consegue o famoso hddss.bin do HD original. Não
esqueça de copiar o hddss.bin extraído para o mesmo lugar que
você vai rodar o hddhackr.com. Recomendo que seja no diretório
\HDD dentro do seu disco de boot.

Caso você queira fazer tudo utilizando o hddhackr ou já tenha o


hddss.bin, seu próximo passo é rodar o hddhackr. Para isso, crie
um disco de boot ou utilize um pen drive bootável, crie uma pasta
\HDD e extraia lá o hddhackr.com e caso tenha já, o hddss.bin e
boote o disco. O hddhackr não funciona em ambiente Windows,
linha de comando, etc. Não insista.
Eu não recomendo o uso de disquete de boot. As chances de
ocorrer algum erro rodando o programa por parte do drive/disco
são relativamente altas, e se der alguma zica, você corre o risco de
perder o seu HD. Dê preferencia por um pen drive bootável. Se
você estiver com problemas para criar um, utilize mesmo o
Windows para formatar o disco, marcando a caixa “Create MS-
DOS Startup Disk”. Caso essa caixa esteja desmarcada para você,
recomendo o uso do programa Windows Enabler.
http://www.angelfire.com/falcon/speedload/Enabler.htm

Como o foco do guia não é criar um disco bootável, caso tenha


dúvidas, pergunte ao Google.

Pronto? Desconecte todos os outros dispositivos SATA/IDE


do seu computador, exceto o HD. Isso evita que você escreva o
hddss.bin aonde não deve. Caso você tenha um notebook,
substitua o HD atual pelo HD WD, ou o HD que você vai extrair o
hddss.bin. Ligue o computador, boote o disco, vá para o \HDD e
caso precise extrair o hddss.bin, execute o seguinte comando:
“hddhackr –d”
Isso vai extrair o hddss.bin e salvar no mesmo diretório de onde
você executou o programa. Caso o programa não detecte o seu
HD, leia mais abaixo.
Agora desligue o computador caso necessário e substitua o HD
original pelo seu WD BEVS. Não, nunca, de forma alguma utilize
qualquer outro HD de outra marca/modelo/série. Somente
utilize WD BEVS, com tamanho sempre igual ou maior do que
o hddss.bin que você tem em mãos. Não seguir essas
instruções pode resultar em danos permanentes ao seu HD!

Vá novamente para o \HDD e rode agora:


“hddhackr –f”
Ele irá falar que o setor 16 não confere, diga que quer continuar.
Em seguida, ele pergunta se você quer fazer um backup do seu
HD atual. Caso algum dia queira utilizar novamente esse HD em
um computador comum, peça que ele faça um backup e guarde
esse arquivo em algum lugar seguro. Depois dessa pergunta o
processo deve ser bem rápido. Ele irá indicar que o processo deu
certo, e vai pedir para você desligar o computador, esperar 10
segundos, ligar ele novamente e rodar o mesmo comando –
“hddhackr –f” para conferir se o processo deu certo. Obedeça ele,
e confira. Caso tenha funcionado, ele irá dizer que o HD está
pronto para ser utilizado no Xbox 360. Caso o programa não tenha
reconhecido o seu HD, leia abaixo.

O hddhackr se esforça, mas ele não garante compatibilidade


com todos os chipsets do mercado, principalmente os nForce.
Antes de mais nada, caso o hddhackr não reconheça o seu HD,
entre as configurações de BIOS do seu computador e tente mudar
qualquer opção de SATA, principalmente se você encontrar para
mudar o modo de operação. Caso você não tenha essas opções
ou caso elas não funcionem, você precisará editar manualmente o
hddhackr.com com os endereços da sua controladora SATA.
Para isso, precisamos primeiro descobrir os endereços da sua
controladora. Vá em Windows->Run->msinfo32.
Vá em Components->Storage->SCSI/IDE. É difícil explicar
exatamente qual dos dispositivos agora é a sua controladora
SATA. No meu caso, está dentro de IDE, e é a controladora que
geralmente no mínimo, tem quatro I/O ports. Ela não precisa ter
escrito explicitamente que é controladora SATA, pode estar como
IDE controller, Dual Channel IDE controller etc. Procure a que tem
o maior número de I/O ports que você deve encontrar.
Agora, você precisa encontrar as duas linhas de endereço em
que a diferença é 7.
Exemplo:
I/O-port 0x0000EFE0-0x0000EFE7

I/O-port 0x0000EFAC-0x0000EFAF

I/O-port 0x0000EFA0-0x0000EFA7

I/O-port 0x0000EFA8-0x0000EFAB

I/O-port 0x0000EF90-0x0000EF9F

I/O-port 0x0000E800-0x0000E8FF

Os números de porta que você está procurando é 0xEFE0 e


0xEFA0. Note que em alguns casos você precise fazer uma
subtração hexadecimal, como nesse caso:
I/O-port 0x000030E8-0x000030EF

Caso você não saiba subtrair hexa, utilize a calculadora do


Windows no modo científico que fica fácil. Nesse caso, 8-F = 7,
portanto, 0x30E8 seria um dos endereços que você está
procurando.
Abra agora o hddhackr.com no editor hexadecimal, e procure a
string “port=MPRT” (é a última string do programa). A string MPRT
tem 4 bytes de tamanho, substitua ela pelos dois endereços que
você encontro, na ordem que encontrou. Usando o exemplo acima
com 0xEFE0 e 0xEFA0, você vai ficar com algo assim:
Salve o arquivo. Execute ele de novo. Ele vai detectar
automaticamente que você editou ele e ir direto nesse endereço.
Preste muita atenção e tenha certeza absoluta que você utilizou o
endereço correto. Agora você deve conseguir rodar o programa e
extrair/gravar o hddss.bin sem maiores problemas.
6- Testando

Agora que passou o pior, conecte o seu novo HD na case do seu


HD antigo e ligue o 360. Vá nas configurações de armazenagem e se
tudo deu certo, ele vai falar que você tem um HD não formatado.
Anote o número de série do seu Xbox, formate o HD e pronto.

Acabou? Mentira! Ainda tem mais um trabalhinho pela frente caso


você queira utilizar o sistema de retrocompatibilidade. O sistema de
formatação do HD do 360 pressupõe que você vai colocar um HD
original do Xbox 360, e não um novo, o que acaba gerando o...
7- O problema das partições

Como a Microsoft não esperava que fossem utilizados outros HDs


além dos dela para isso, a formatação do Xbox formata apenas a
partição de dados de Xbox 360. Caso você queira rodar qualquer jogo
de Xbox, ele não funcionará. Para isso, precisamos fazer alguns
ajustes no braço
Em primeiro lugar, extraia todos os arquivos da partição 2 de um
HD original de Xbox 360, utilizando o Xplorer 360, ou então, utilize a
opção de Backup da Partição 2. Não utilize a opção de backup
image.
Agora precisamos criar a partição 2 no novo HD. Para isso, abra o
WinHEX. Vá em Menu->Tools->Open Disk. Selecione o seu novo HD
(muito cuidado para não selecionar outro HD). Agora, vá para o
offset 0x80000 e modifique ela para que ela fique desse jeito:
58 54 41 46 00 00 00 00 00 00 00 10 00 00 00 01
Confirme que figa igual à foto abaixo. Ignore os outros offsets.
Salve. Vá agora para Menu->Edit->Define Block. Escolha início
como 120EB1000 e fim 130EAFFFF. Vá agora em Menu->Edit->Fill
Block. Coloque “Fill with hex values”. Coloque 00 e dê ok.
Vá para o offset 0x120EB0000 e 0x120EB0010. Edite eles para
que fiquem da seguinte maneira:
120EB0000 58 54 41 46 FF FF FF FF - 00 00 00 20 00 00 00 01
120EB0010 00 00 FF FF FF FF FF FF - FF FF FF FF FF FF FF FF

Confirme que figa igual à foto abaixo. Ignore os outros offsets.

Vá para o offset 0x120EB1000 e 0x120EB1010. Edite eles para


que fiquem da seguinte maneira:
120EB1000 FF FF FF F8 FF FF FF FF - 00 00 00 00 00 00 00 00
120EB1010 FF FF FF FF 00 00 00 00 - 00 00 00 00 00 00 00 00
Salve e pronto. Agora as partições estão todas corrigidas. Abra o
Xplorer 360, e ou restaure a imagem da partição 2, ou então, copie
primeiro o arquivo “index” para a raiz da partição 2, feche o programa,
abra-o novamente e agora copie o resto dos arquivos. Caso você
tenha interesse em exportar os seus saves do seu HD antigo para o
novo, primeiro, ligue o HD no 360, dê um recover na sua gamertag,
abra o HD no Xplorer 360, e, copie todo o conteúdo do diretório
\Content\000... do seu HD antigo para o novo, e depois, o mesmo
para \Content\XXXXX..., onde XXXX é o código da sua gamertag.
Note que alguns saves, incluindo Dead or Alive 4, Forza Motorsport 2
não funcionam em outro HD, mesmo utilizando a mesma gamertag.
Estou estudando alguma forma de burlar isso.

Atenção! Nunca, em hipótese alguma, crie uma imagem inteira


do seu HD antigo do 360 e substitua ela em cima do novo HD. Ela vai
desfazer TODO trabalho que você teve até agora. Caso não queira
copiar os saves manualmente, ligue o seu HD antigo no 360, copie
tudo para um memory card e depois copie de volta para o seu HD
novo. Se você tiver a oportunidade, tente utilizar o kit de transferência
de dados do 360.
8- Créditos

Todos agradecimentos ao The Specialist, autor da ferramenta


hddhackr.

Fim do guia.