Você está na página 1de 12

Data: DD /MM/ AA

APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA


Página: 1 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

ATIVIDADES / ETAPAS BÁSICAS RISCOS / IMPACTOS POTENCIAIS MEDIDAS PREVENTIVAS DE SEGURANÇA E MEIO AMBIENTE
1 - Lançamento de cabos para-
1 - Pessoas estranhas no local de trabalho 1- Não permitir a presença de pessoas estranhas no local de trabalho
raios e condutores.
1- Fazer uso do cinto de segurança do tipo paraquedista com talabarte em
y, mantendo 100% conectado
2 - Queda de empregados mesmo nível e 2- Não deixar materiais espalhados no local de trabalho
nível diferente 3- Não transitar em margens de barranco, em declive acentuado ou em
locais com pedras solta no solo coberto pôr vegetações que lhe dificulte
sua visualização
1- Fazer uso de perneira de segurança
2- Não repousar em locais com vegetação que lhe dificulte sua
3 - Animais peçonhentos
visualização
3- Não colocar as mãos em buracos de cupim ou tatu
1- Utilizar estropo compatível com o peso a ser suportado
4 - Rompimento do morto 2- Os estropos deverão estar em boas condições, sem fios cortados
3- A cava do morto deverá ter profundidade superior a 1,50
5 - Queda de materiais 1- Não portar ferramentas manuais em bolsos ou locais inapropriados;
2- Fazer uso de capanga de lona para acondicionamento e transporte de
ferramentas manuais
3- Não permitir que empregados fiquem sob cargas suspensas
4- Fazer uso de corda de serviço de 5/8 em boas condições de suo
Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 2 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

5- Não permitir que empregados fiquem sob cargas suspensas


6- Fazer arrevio no pé da estrutura e na mísula para o afastamento dos
empregados durante o içamento de materiais
6 - Choque elétrico 1- Em cada praça de lançamento o equipamento utilizado deve ser
estacionado sobre uma malha metálica
2- A área onde será instalada a malha deve estar livre de sucatas metálicas
ou outros objetos que possam formar uma conexão elétrica entre a
malha e cercas das propriedades vizinhas
3- Em torno da área coberta pela malha deve ser instalada uma cerca com
1,20 m de altura, que chamaremos cerca de segurança, a qual limitará a
área de mesmo potencial elétrico
4- Em torno dessa cerca e situada a 1,50 m da mesma deve ser instalada
uma Segunda cerca, de 1,20 m de altura que chamaremos cerca de
advertência, a qual evitará que pessoas da área equipotencial e sejam
submetidas a diferenças de potencial de toque de material não
condutor
5- O acesso ou saída da área equipotencial deve ser feito através de
aberturas feitas na cerca tendo como piso um tablado de madeira
coberto com tapete de borracha
6- O cabo de aterramento deve serpentear sobre a malha, sendo ligado à

Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 3 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

mesma em vários pontos, pôr meio de prensa - fios adequados


7- Quando a malha for instalada sobre pedra, a haste deverá ser cravada
fora em terra de baixa resistência. Neste caso o cabo de aterramento
que ligar as hastes a malha deve ser isolado.
8- Na saída do freio ou tencionador, devem ser colocados aterramentos
móveis nos condutores. Esses aterramentos devem ser ligados ao cabo
de aterramento principal da praça de lançamento. O mesmo
procedimento deve ser adotado com o cabo guia, junto ao guincho,
utilizando aterramentos móveis
9- No caso o lançamento for feito pelo sistema convencional de puxa-los
pôr meio de trator ao longo da linha, o trator deve ser isolado do cabo.
Neste caso mesmo procedimento aplica-se a colocação do cabo piloto
10- O lançamento dos condutores deve ser iniciado pela fase que ficar mais
distante da linha energizada e concluído pela fase mais próxima
11- Durante operação de emendas, nivelamento, grampeamento e
instalação de acessórios, os cabos condutores e cabos para-raios devem
permanecer aterrados nas extremidades do trecho sendo trabalhado,
os cabos para-raios devem ser nivelados e grampeados antes dos
condutores
12- As emendas dos condutores devem ser feitas sobre um passadiço de

Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 4 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

borracha
13- Antes do início da execução das emendas, ambas as extremidades do
condutor devem estar ancoradas no chão e ligadas à terra pôr meio de
aterramentos temporário.
7 – Lançamento de cabos para raios e 1- Não será permitido o estacionamento ou a permanência de veículos sob
condutores os cabos para-raios e condutores em processo de lançamento devendo
permanecer a uma distância considerada segura.
2- O lançamento dos cabos para-raios e condutores deverá ser feito
cuidadosamente em ritmo regular e lento, de forma a evitar solicitações
anormais dos mesmos utilizando o processo tipo arrasto, passo a passo,
evitando-se trancos e tomando o cuidado de verificar as condições de
conservação e comportamento dos mesmos e demais acessórios;
3- O trabalhador deverá sempre, estar atento as condições de fixação das
ferramentas manuais e demais acessórios durante a execução dos
serviços;
4- Durante os serviços deve-se evitar friccionar as cordas contra
cantoneiras ou superfícies abrasivas, pois possuindo baixo ponto de
fusão, o calor provocado pela fricção poderá fundir os fios e reduzir sua
resistência;
5- Nunca arrastar, pisar ou deixar cair objetos pesados sobre as cordas de

Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 5 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

serviços, para não deteriorar suas características mecânicas e elétricas


por abrasão e contaminação;
6- Evitar a utilização de bandolas/roldanas de diferentes diâmetros num
mesmo trecho de lançamento dos cabos para-raios e condutores;
7- Durante o processo de lançamento de cabos para-raios e condutores
não devendo ser movimentados sobre os trabalhadores que estiverem
prestando serviços ao nível do solo;
1- Durante o lançamento de cabos para-raios e condutores os
trabalhadores deverão ter bastante cuidado, a fim de evitar que suas
8 - Prensagem de mãos e dedos;
mãos ou dedos venham a ser prensados entre as ferragens e demais
acessórios.
1- O transporte manual de cargas deverá ser realizado de maneira segura
de forma que o peso da carga seja suportado inteiramente por um só
trabalhador e, se posicione ergonomicamente correto, durante o
9 - Postura incorreta; levantamento e a deposição da carga;
2- Não será exigido nem admitido o transporte manual de cargas, por um
único trabalhador, cujo peso seja suscetível de comprometer sua saúde
ou sua segurança.
1- Os serviços deverão ser paralisados na ocorrência de chuvas,
10 - Condições atmosféricas adversas;
tempestades ou ventos fortes.
11 - Rompimento dos cabos para-raios e 1- Durante o processo de lançamento de cabos para-raios e condutores
Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 6 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

pelo método tipo arrasto ou com a utilização de equipamentos


mecânicos de tração (freio/puller) os trabalhadores deverão estar
atentos as condições de fixação dos equipamentos, tais como: camisa,
esticador de cabo, etc.;
condutores; 2- Todo cuidado deverá ser tomado para evitar o puxamento contra
árvores, cercas ou outros obstáculos naturais que possam danificar os
cabos para-raios e condutores devendo prever proteção adequadas;
3- O lançamento dos cabos para-raios será feito antes do lançamento dos
cabos condutores;
1- Somente o Encarregado da Equipe deverá coordenar e orientar aos
trabalhadores durante a execução dos serviços;
2- Antes de iniciar os trabalhos o Encarregado da Equipe deverá
apresentar a todos os envolvidos na execução dos serviços um
planejamento prévio das atividades a serem desenvolvidas naquele dia;
12 - Falta de comunicação ou excesso de
3- O Encarregado da Equipe deverá permanecer em tempo integral na
ordem por mais de uma pessoa
frente de serviços, não podendo se ausentar por quaisquer que seja o
motivo;
4- O Encarregado da Equipe deverá certificar-se de que todos os
envolvidos na execução dos serviços estão cientes dos trabalhos a
serem desenvolvidos, evitando-se, assim: as dúvidas?

Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 7 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

Treinamento é orientar os 1- Durante a construção ou reparo de instalações elétricas ou obras de


profissionais designados a realização construção civil, próximas de instalações elétricas sob tensão, devem
de atividades de Bloqueio e ser tomados cuidados especiais, quanto ao risco de contatos eventuais
Isolamento de Energias Perigosas,
e de indução elétrica;
uma vez que o controle de energias
2- O aterramento provisório deve ser tal, que garanta uma resistência a
perigosas, sejam elas Elétricas,
13 - Contato acidental com energia estática mais próxima possível de 0(zero) ohms;
Mecânicas, Hidráulicas ou
Pneumáticas, pode evitar a acumulada: Indução elétrica; 3- Alertar aos trabalhadores da possibilidade de sensações do tipo
ocorrência de acidentes e formigamento ou piloereção com o objetivo de evitar que o trabalhador
proporcionar aos trabalhadores um reaja de forma abrupta ou inesperada ao sentir este desconforto;
ambiente seguro de trabalho. 4- Durante a construção ou reparo de instalações elétricas ou obras de
construção civil, próximas de instalações elétricas sob tensão, devem
ser tomados cuidados especiais
13 - Contato acidental com energia estática 5- Todo material utilizado no aterramento provisório deve resistir às
acumulada: Indução elétrica; solicitações elétricas e mecânicas provenientes da passagem da
corrente elétrica máxima de curto-circuito, durante o tempo de atuação
da proteção;
6- Os cabos de aterramento provisório devem ser do tipo flexível, atender
a NBR-6880(Condutores de Cobre - Cabos Isolados - Características
Dimensionais - Padronização) e ter o comprimento estritamente
necessário para ligação à terra, evitando-se catenárias ou flechas

Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 8 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

excessivas nos mesmos;


7- Manter limpos, secos e em bom estado de uso e conservação, os
materiais utilizados nos aterramentos provisórios;
8- Os aterramentos não devem apresentar cabos com fios partidos ou
9- sinais de terem sido anteriormente recozidos, devido à passagem de
correntes elevadas;
10- No uso de hastes, quando for o caso, o comprimento dessas não deve
ser inferior a 1,50m (um metro e meio), a parte cravada no solo deve
atingir, no mínimo, 1,00(um metro) de profundidade.
1- A equipe deverá estar utilizando um rádio de comunicação portátil à
14 - Falta de comunicação; distância para eventualmente, comunicar a ocorrência de mal súbito ou
acidente de qualquer natureza e com isso agilizar o socorro à vítima.
15 - Ataque de animal peçonhento; 1. Utilizar sempre proteção para os membros inferiores tipo perneiras de
couro quando da execução de serviços em ambientes com sinais
evidentes da presença de animais peçonhentos;
2- Não introduzir as mãos em tocas de animais, capinzais, monte de pedras
grandes, tijolos, madeiras, tronco de árvores, poças d’água, na
eventualidade de serviços neste tipo de ambiente é obrigatório o uso de
luvas de proteção para os membros superiores tipo raspa de couro;
3- Olhar sempre com muita atenção por onde caminha e nos locais onde

Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 9 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

necessitar apanhar objetos ou ferramentas manuais e estar atento a


qualquer movimentação estranha no local de execução dos serviços;
4- Em caso de acidentes causados por picada de animal peçonhento, leve
a vítima, imediatamente, para um centro de tratamento ou serviço de
saúde mais próximo do local da ocorrência para ser medicado com soro
apropriado;
5- A presença de animais roedores em áreas cultivadas indica, quase
sempre, a presença de cobras venenosas;
6- Somente o soro cura a picada de animais peçonhentos quando aplicado
de acordo com as instruções a seguir: soro específico, dentro do menor
tempo possível e em quantidades suficientes;
1- Manter na frente de serviços uma caixa de medicamentos para
16 - Ataque de animal peçonhento;
primeiros socorros.
1- Durante a execução dos serviços o operador e demais trabalhadores
17 - Ruído; próximos ao guincho (puller) e freio (tensionador) ou trator deverão
obrigatoriamente utilizar o protetor auricular.
1- Durante a execução dos serviços os trabalhadores deverão utilizar luvas
18 - Cortes e ferimentos;
de proteção tipo vaqueta ou couro apropriadas para a finalidade a que
se destinam.
19 - Agressão física sofrida de terceiros; 1- Somente entrar em propriedades de terceiros após serem anunciados e
com a devida autorização do proprietário.
Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 10 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

20 - Iniciar os serviços sem a autorização da 1- Os serviços somente poderão ser iniciados após a autorização da
fiscalização. fiscalização da obra.

.......................Este documento foi desenvolvido e aprovado pelo envolvidos com a execução deste plano devem ser informados a seu respeito e zelar
pelo seu fiel cumprimento.

Cidade, XX de XXXXXXXXXXXX de XXXX

Técnico de Segurança do Trabalho Coordenador de Segurança do Trabalho

Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 11 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

Responsável Aprovação

Supervisor de Produção Coordenador de Produção


Responsável Aprovação

Colaboradores envolvidos na atividade / Divulgação da APT


Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.
Data: DD /MM/ AA
APT- ANÁLISE PREVENCIONISTA DA TAREFA
Página: 12 de 12
Identificação: TAREFA: LANÇAMENTO DE CABO PILOTO Revisão: 00

Responsável: Aprovação:
Cliente: Obra: Serviços de Linhas de Transmissão - XXXXXXX
Botina de couro, luva de raspa / vaqueta ou pigmentada, capacete com jugular, óculos de proteção, cinto de segurança com talabarte “Y”, trava queda
EPI’s e EPC’s
com corda linha de vida, protetor auricular, sistema de aterramento.

NOME DO FUNCIONÁRIO FUNÇÃO ASSINATURA:

Ass. Do Gerente de Engenharia/ Gestor de Construção


Ass. do Responsável pela Tarefa:

Ass. do SESMT.

Observações: Passar os conhecimentos desta APR aos envolvidos na atividade no DDSMS, explicando as etapas das atividades, os riscos e as medidas
de controle. Registrar objetivamente no formulário de DDSMS.