Você está na página 1de 5

Exercícios de Matemática Financeira

1 - Um capital foi aplicado a juros compostos, durante 9 meses, rendendo um montante igual ao triplo
do capital aplicado. Qual a taxa trimestral da aplicação?
(A) 2,00% (B) 2,21% (C) 4,42% (D) 22,11% (E) 44,22%

FV = PV x (1+i)n HP => 100 PV 300CHS FV 3n i


n
300 = 100 x (1+i)

2 - Ao aplicar determinado capital, a uma taxa de juros compostos de 2,00% ao mês, durante 18
meses, obtive um montante de R$ 34.512,45. O capital aplicado foi de:
(A) R$ 24.416,22 (B) R$ 24.146,22 (C) R$ 24.154,22 (D) R$ 24.164,22 (E) R$ 24.145,22

FV = PV x (1+i)n HP => 34.512,45 FV 18n 2i PV


18
34.512,22 = PV x (1,02)

3 - Um capital C foi aplicado a juros simples, durante 8 meses, à taxa de 1% ao mês: o montante
obtido foi reaplicado a juros compostos, durante 5 meses, à taxa de 2% ao mês com capitalização
mensal. Sabendo que o montante final da 2ª aplicação foi de R$ 10.000,00, o valor do capital inicial C
foi de:
(A) R$ 8.286,50 (B) R$ 8.386,40 (C) R$ 8.486,30 (D) R$ 8.586,20 (E) R$ 8.686,10

FV = PV x (1+i)n HP => 10.000,00 FV 5n 2i PV (RESULTADO = 9.057,31)


5
10.000,00 = PV x (1,02) ACHAR O VALOR APLICADO QUE CHEGA A 9.057,31 EM JUROS SIMPLES
9.057,31/1,08 = 8.386,40

4 - Dois capitais, de R$ 300.000,00 cada, são aplicados em dois bancos X e Y. No banco X a taxa foi de
16% ao ano com capitalização anual e prazo de 172 dias. No banco Y o prazo foi de 188 dias.
Considerando o ano comercial de 360 dias, a taxa anual com capitalização mensal do banco Y, de
modo que os montantes sejam iguais, vale aproximadamente:
(A) 13,04% (B) 13,54% (C) 14,04% (D) 14,54% (E) 5,04%

Banco X = taxa diária = id = (1,16)1/360 = 0,0412363% = > i172 = (1,000412363)172 => i172 = 7,3486558%
FV = PV x (1+i)n HP => 300.000,00 PV 172n 0,0412363 i FV
FV = 300.000,00 x (1,000412363)172 = 322.045,97 ou FV = 300.000,00 x (1,073486558) = 322.045,97

Banco Y
FV = PV x (1+i)n HP => 300.000,00 PV 322.045,97 CHS FV 188n i
188
322.045,97 = 300.000,00 x (1+i)) => i = 0,037726166%
ia = (1,00037726166)360 = 1,145439845 = > ia = 14,54%
5 - Para a venda de um par de tênis de R$ 200,00, a loja Alfa possui apenas dois planos de pagamento:
à vista, com desconto comercial de 10%, ou em 30 dias, com acréscimo de 5% sobre o valor de R$
200,00. A taxa de custo financeiro que o adquirente paga ao optar pela alternativa de compra a prazo
é de:
(A) 5% ao mês (B) 10% ao mês (C) 15% ao mês (D) 16,67% ao mês (E) 18,24% ao mês

Preço à vista 200 x 0,10 = 20 (200-20=180) FV = PV (1+i) n HP = 180 PV 210 CHS FV 1n i


Preço a 30 dias = 200 x 1,05 = 210 210 = 180 (1+i)

6 - De acordo com o Banco Central do Brasil (BCB), as taxas de juros cobradas pelas instituições
financeiras, no cheque especial, às pessoas jurídicas, no período compreendido entre 18/12/2014 a
24/12/2014, variavam de 2,88% ao mês a 12,70% ao mês. As taxas equivalentes ao ano variam de:
(A) 34,56% a 152,40% (B) 40,60% a 152,40% (C) 34,56% a 319,84% (D) 40,60% a 319,84% (E) 35,46% a
142,40%

Ia = (1,0288)12 = 40,60% a.a. Ia = (1,1270)12 = 319,84% a.a.

7 - Um investidor aplicou R$ 100.000,00 em um CDB prefixado de 60 dias à taxa bruta de 15% ao ano
(juros compostos). Sabendo que o imposto de renda é igual a 22,5% dos juros, determine a taxa real
bimestral de juros auferida pelo investidor, sabendo que a taxa de inflação do período foi de 1,2%.
(A) 1,42% (B) 1,22% (C) 1,02% (D) 0,82% (E) 0,62%

Ib = (1,15)2/12 = 2,3567% a.b. => 100.000 x 1,023567 = 102.356,71 => 2.356,71 x 0,225 = 530,26
n
FV = PV x (1+i) (102.356,71 - 530,26) / 100.000,00 = 1,0182645 ou 1,82645% a.b .
1,0182645/1,012 = 0,619% a.b.

8 - Em três anos sucessivos um fundo de renda fixa rendeu 8,5%, 9% e 10,5%. A taxa de rendimento
acumulado dos três anos foi de:
(A) 28% (B) 28,76% (C) 29,84% (D) 30,68% (E) 31,22%

Taxa acumulada = 1,085 x 1,09 x 1,105 = 1,3068

9 - Indique a que taxas de juros, simples e composta, respectivamente, devemos aplicar um capital
para que ele duplique em 50 meses: Composta Simples
n
(A) 1,00% ao mês e 0,70% ao mês FV = PV X (1+i) Duplicar = 100%
50
(B) 1,55% ao mês e 1,85% ao mês 2 = 1 x (1+i) 50 meses = 100/50
(C) 2,00% ao mês e 1,40% ao mês 2 FV 1 CHS PV 50 n i i = 2% a.m.
(D) 2,50% ao mês e 1,80% ao mês i = 1,3959% a.m.
(E) 5,00% ao mês e 3,38% ao mês
10 - Um título do Governo, com prazo de vencimento de 60 dias, com valor de resgate de R$
100.000,00, pode ser adquirido hoje por R$ 98.000,00. A taxa mensal de juros simples que vai
remunerar o investidor, se ele vier a adquirir o título, é de:
(A) 1,00% ao mês (B) 1,02% ao mês (C) 1,24% ao mês (D) 2,00% ao mês (E) 3,00% ao mês

i = 2.000/98.000 = 0,02041 ou 2,04% (2 meses = 2,04/2 = 1,02% a.m.)

11 - No final de um ano precisarei ter acumulado R$ 228.000,00. Para conseguir meus objetivos farei
duas aplicações financeiras a juros compostos, de valores iguais, sendo a primeira hoje e a segunda
daqui a seis meses. Sabendo-se que o rendimento das aplicações é de 10% ao mês, com capitalização
mensal, pergunta-se qual o valor dessas aplicações?
(A) R$ 45.000,00 (B) R$ 46.435,95 (C) R$ 48.234,00 (D) R$ 44.128,30 (E) R$ 46.000,00

FV = PMT (1+i)12 + PMT (1+i)6


228.000= PMT (1,10)12 + PMT (1,10)6
228.000 = 3,138428 PMT + 1,777156 PMT
4,909989 PMT = 228.000 => PMT = 46.435,95

12 - Um empréstimo de R$ 20.000,00 foi obtido hoje e será liquidado em 3 (três) parcelas: R$


4.000,00 no final do 2º mês; R$ 8.000,00 no final do 6º mês e uma parcela adicional no final do 9º
mês. Se a taxa de juros compostos contratada foi 2% ao mês com capitalização mensal, o valor da
parcela adicional no final do 9º mês será:
(A) R$ 10.817,44 (B) R$ 10.752,64 (C) R$ 11.901,85 (D) R$ 9.560,74 (E) R$ 9.051,55

PV = PMT/(1+i)2 + PMT/(1+i)6 + PMT/(1+i)9


20.000 = PMT/(1,02)2 + PMT/(1,02)6 + PMT/(1,02)9
20.000 = PMT/1,0404 + PMT/1,1261624 + PMT/1,1950926
20.000 = 4.000/1,0404 + 8.000/1,1261624 + PMT/1,1950926
20.000 = 3.844,68 + 7.103,77 + PMT/1,1950926
PMT / 1,1950926 = 20.000 - 3.844,68 - 7.103,77
PMT / 1,1950926 = 9.051,54 => PMT = 9.051,54 x 1,1950926 => PMT = 10.817,44

13 - Uma compra, cujo valor à vista é R$ 3.000, será paga com uma entrada de R$ 1.000 e mais 3
prestações de mesmo valor nominal. Sabendo-se que as prestações serão pagas no final do 2º, 5º e 7º
meses após a data da compra e que a loja cobra juros compostos de 2% a.m., o valor das prestações
será de:
(A) R$ 765,79 (B) R$ 693,51 (C) R$ 707,38 (D) R$ 730,60 (E) R$ 721,53

PV = PMT + PMT/(1+i)2 + PMT/(1+i)5 + PMT/(1+i)7


3.000 = 1.000 + PMT/(1,02)2 + PMT/(1,02)5 + PMT/(1,02)7
3.000 - 1.000 = PMT/1,0404 + PMT/1,104081 + PMT/1,148686
Denominador = 1,0404 x 1,104081 x 1,148686 => 1,319479
2.000 = (1,268242 PMT + 1,195093 PMT + 1,148686 PMT) / 1,319479
3,612021 PMT/1,319479 = 2.000
2,73746 PMT = 2.000
PMT = 2.000 / 2,73746 => PMT = 730,60

14 - Uma pessoa planeja sua aposentadoria para daqui a 10 anos, após o que pretende ter uma renda
mensal de R$ 1.500 durante 20 anos (as rendas se iniciam um mês após a aposentadoria). Para atingir
esse objetivo, ela vai aplicar mensalmente um valor constante, a partir do final do primeiro mês.
Sabendo-se que a aplicação renderá a taxa de juros de 1% a.m. até o final da aposentadoria, o valor a
ser depositado mensalmente durante os 10 anos será de:
(A) R$ 1.564,95 (B) R$ 586,34 (C) R$ 1.549,46 (D) R$ 592,20 (E) R$ 1.135,24

Acumular p/Retirada => PMT 1.500 n = 240 i = 1 HP = 1.500 PMT 240n 1i PV PV = 136.229,12
Valor a depositar => HP = 136.229,12 FV 120 n 1i PMT

15 - Comprei um imóvel à vista por R$ 100.000. Um mês depois, vendi o imóvel por R$ 120.000,
recebendo 50% no ato e 50% ao final de 30 dias. A remuneração mensal do meu investimento (juros
compostos) foi de:
(A) 10,00% (B) 13,07% (C) 15,85% (D) 20,00% (E) 21,42%

PV = PMT/(1+i) + PMT/(1+i)2 HP => 100.000 PV 2n 60.000 CHS PMT i


100.000 = 60.000 / (1+i) + 60,000 / (1+i) 2

16 - Tomei emprestado R$ 100.000,00, a juros compostos, à taxa efetiva de 24% a.a., por um prazo de
8 meses. No mesmo ato, emprestei esse valor nas mesmas condições, mas a juros simples. O meu
resultado no final do 8º mês foi de: Taxa equivalente para Juros Compostos => (1,24)8/12 => i8 = 15,42%
(A) R$ 2.824,18 de prejuízo. FV a Juros Compostos = 100.000 x 1,1542 = 115.420,01
(B) R$ 1.529,93 de prejuízo.
(C) R$ 579,99 de prejuízo. Taxa equivalente para Juros Simples => 24/12x8 = 16%
(D) R$ 579,99 de lucro. FV a Juros Simples = 100.000,00 x 1,16 = 116.000,00
(E) R$ 1.165,94 de lucro. Lucro = 116.000 - 115.420,01 = 579,99

17 - Uma ação, que pagará dividendo de R$ 0,80 daqui a um mês, está cotada hoje a R$ 4,00. Se ela
for vendida na data do pagamento do dividendo pelo preço atual, calcule o retorno real mensal para o
investidor, admitindo-se uma inflação de 0,32% no período:
(A) 50,320% (B) 32,320% (C) 19,617% (D) 20,320% (E) 19,680%

FV = PV x (1+i)n HP => 4,80 FV 4 CHS PV 1n i (deu 20%)


4,80 = 4,0 x (1+i) 1,20/1,0032 = 19,617

18 - Uma geladeira pode ser comprada em 3 pagamentos mensais antecipados, iguais e consecutivos,
ou à vista com 10% de desconto. Nesse caso, a taxa de juros mensal do financiamento é:
(A) 5,459% (B) 11,111% (C) 11,554% (D) 10% (E) 11%
PV = PMT + PMT/(1+i) + PMT/(1+i)2 HP => g BEG 2,7 PV 1 CHS PMT 3n i
0,9 x 3 = 1 + 1/(1+i) + 1/(1+i)2
2,7 - 1 = 1/(1+i) + 1/(1+i)2
1,7 = 1/(1+i) + 1/(1+i)2
19 - Um capital de R$ 10.000,00 foi aplicado à taxa de juros de 5% ao mês, durante três meses. Os
montantes correspondentes, obtidos em conformidade com os métodos de capitalização simples e
compostos valem, respectivamente:
(A) R$ 11.500,00 e R$ 11.576,25 Juros Simples Juros Compostos
(B) R$ 11.500,00 e R$ 11.845,00 10.000 x 1,15 = 11.500 FV = PV (1+i)3
(C) R$ 11.576,25 e R$ 11.500,00 FV = 10.000 (1,05)3
(D) R$ 11.576,25 e R$ 11.845,00 FV = 11.576,25
(E) R$ 10.500,00 e R$ 10.550,00

20 - Uma pessoa, preparando-se para a sua aposentadoria, resolve fazer 240 aplicações mensais em
um fundo de investimento, para que um mês após o último depósito comece a receber uma renda
mensal de R$ 2.000,00 por 15 anos. Prevendo-se uma taxa real de juros de 0,8% ao mês, o depósito
mensal deverá ser de:
(A) R$ 190,43 (B) R$ 264,07 (C) R$ 380,86 (D) R$ 540,42 (E) R$ 721,13

Acumular p/Retirada => PMT 2.000 n = 180 i = 0,8 HP = 2.000 PMT 180n 0,8i PV (deu
190.427,72) Valor a depositar => HP = 190.427,72 FV 240 n 0,8 i PMT

21 - Um indivíduo precisa pagar três parcelas para quitar a compra de um terreno. São cobrados juros
compostos de 30% ao semestre. As parcelas são de R$ 120.000,00, R$ 180.000,00 e R$ 338.000,00 e
vencem em seis meses, um ano e dois anos, respectivamente. Esses três pagamentos podem ser
substituídos por um único pagamento, daqui a um ano, no valor de:
(A) R$ 458.461,54 (B) R$ 518.461,54 (C) R$ 536.000,00 (D) R$ 596.000,00 (E) R$ 638.000,00

PV = PMT / (1+i)1 + PMT / (1+i)2 + PMT / (1+i)4


PV = 120.000 / (1,30)1 + 180.000 / (1,30)2 + 338.000 / (1,30)4
PV = 92.307,69 + 106.508,88 + 118.343,20 => PV = 317.159,77
FV = PV (1+i)n
FV = 317.159,77 (1,30)2 => 536.000,00

22 - Um automóvel pode ser financiado no regime de juros compostos em dois pagamentos: uma
entrada de R$ 20.000 e uma parcela de R$ 20.000,00 seis meses após a entrada. Um comprador
propõe como segunda parcela o valor de R$ 17.000,00, que deverá ser pago oito meses após a
entrada. Sabendo-se que a taxa contratada é de 2% ao mês, o valor da entrada deverá ser igual a:
(A) R$ 26.580,72 (B) R$ 25.455,00 (C) R$ 24.580,10 (D) R$ 23.455,22 (E) R$ 23.250,07

PV = PMT + PMT/(1+i)n PV = PMT + PMT/(1+i)n


PV = 20.000 + 20.000/(1,02)6 37.759,43 = PMT + 17.000/(1,02)8
PV = 20.000 + 17.759,43 => 37.759,43 37.759,43 = PMT + 14.509,34
PMT = 37.759,43 - 14.509,34 => PMT = 23.250,09