Você está na página 1de 3

TAYLORISMO

Taylorismo foi uma forma de trabalho criada pelo norte-americano


Frederick W. Taylor nela os trabalhadores tinham um determinado tempo
para realizar uma determinada atividade. Cada trabalhador era treinado e
preparado para assumir um cargo na empresa de forma rápida e
eficiente a produzir mais peças. Taylor considerava o ritmo lento um
desperdício no trabalho para isso existia um supervisor (gerente) que
sabia todos os processos de criação no qual cobrava dos trabalhadores a
forma correta de fazer, tal gerente conhecendo os processos da criação
saberia o tempo necessário para ser gasto realizando as tarefas devido a
isso era ele quem determinava a distribuição de tempo no trabalho.Taylor
dizia que era preciso a competição entre trabalhadores, por isso criou
uma, na qual quem produzia fizesse o trabalho em melhor
tempo/desempenho era recompensado. Isso fez com que a velocidade
na produção aumentasse cada vez mais.Os trabalhadores só usavam
métodos que já havia sido testados antes e planejados com o intuído de
não desperdiçar tempo/dinheiro.
De tal modo havia vantagens para os dois lados, tanto para os
trabalhadores como para os donos do meio de produção. Para os donos
as vantagens eram: mais produtos em menos tempo, qualidade nos
produtos, redução de custos dentro do processo de criação e, redução
nos desperdícios, ou seja, com um gerente supervisionando não havia
problemas com isso. E para os trabalhadores eram: salários maiores, dia
de folga e tempo de trabalho reduzido;
Mas mesmo com tantas vantagens o modelo de Taylor teve
criticas, como a que dizia que essa forma de trabalho transformava as
pessoas em maquinas, e fazia com que elas trabalhassem sempre mais.
FORDISMO
Fordismo é um modelo de produção criado por Henry Ford, que
aprimorou as idéias de Taylor. Ford criou um método de produção em
serie que era realizado pelas linhas de montagem. O objetivo principal
desse sistema era reduzir os custos ao máximos deixando o produto
mais barato podendo ser comprado pelo maior numero de pessoas.
O modelo funcionava com uma esteira rolante que levava o
produto ate o trabalhador, de forma que esse trabalhador fazia apenas
uma pequena etapa da montagem, como por exemplo, apertar um
parafuso. Dessa forma não era necessária nenhum aperfeiçoamento do
trabalho e a redução do tempo na linha de montagem era menor já que a
esteira levava o produto ate a mão do trabalhador.
O modelo gerou benefícios apenas para os donos dos meios de
produção já que com os preços mais baixos as vendas eram
maiores.Enquanto para os trabalhadores gerou alguns problemas como o
processo repetitivo; desgaste; baixa qualificação profissional; salários
baixos.
Rubiane Pellozo Alberti 2ºA

TOYOTISMO

Toyotismo, foi um modelo de organização criado por Taiichi Ohno,


e utilizado na empresa Toyota.
Nesse modelo ao contrario do modelo fordista, so era produzido o
necessário, combatendo o disperdicio. Os operários sabiam fazer
qualquer processo de forma perfeita para que não houve-se erros. Houve
uma implantação do sistema controle de qualidade total, onde os
produtores eram feitos de modo que não houvessem trocas. Foi aplicada
a técnica Just in time na qual o seu objetivo era: “produzir somente o
necessário, na quantidade necessária e no momento necessário.”

Interesses relacionados