Você está na página 1de 48

Secretaria da Segurança Pública

SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA


Divisão de Administração

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO


Obs.: As vistorias já realizadas não
precisarão ser renovadas.
OBJETIVANDO: “Serviços de manutenção corretiva de viaturas da frota da
Superintendência da Polícia Técnico-Científica, para EPC Avaré, EPC Tupã e EPC
Jundiaí”.

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO n° 106/14-DA


PROCESSO n°. 262/14-DA
OFERTA DE COMPRA OC: 180216000012014OC00648
ENDEREÇOELETRÔNICO: www.bec.sp.gov.br ou www.bec.fazenda.sp.gov.br
DATA DO INÍCIO DO PRAZO PARA ENVIO DA PROPOSTA ELETRÔNICA:
04/11/2014
DATA E HORA DA ABERTURA DA SESSÃO PÚBLICA: 17/11/2014 às 10:00 horas
(Horário de Brasília)

A Senhora Cláudia Teresa Gregori Palácios Margonato, Diretora Administrativa da


Superintendência da Polícia Técnico-Científica, no uso da competência conferida pelo
artigo 42, inciso IV, do Decreto estadual n°. 42.847/98, torna público que se acha
aberta, nesta unidade, licitação na modalidade PREGÃO, a ser realizada por
intermédio do sistema eletrônico de contratações denominado “Bolsa Eletrônica de
Compras do Governo do Estado de São Paulo – Sistema BEC/SP”, com utilização de
recursos de tecnologia da informação, denominada PREGÃO ELETRÔNICO, do tipo
MENOR PREÇO – Processo nº. 262/14, objetivando a contratação de “Serviços de
manutenção corretiva de viaturas da frota da Superintendência da Polícia
Técnico-Científica”, Lote 2 – EPC TUPÃ, sob o regime de empreitada por preço global,
que será regida pela Lei federal nº. 10.520, de 17 de julho de 2002, pelo Decreto n°
49.722, de 24 de junho de 2005, pelo regulamento anexo a Resolução n° CC-27, de
25/05/2006, aplicando-se, subsidiariamente, no que couberem, as disposições da Lei
federal nº. 8.666, de 21 de junho de 1993, da Lei estadual nº. 6.544, de 22 de
novembro de 1989, do Decreto estadual n° 47.297, de 06 de novembro de 2002, da

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

Resolução CEGP-10, de 19 de novembro de 2002, e demais normas regulamentares


aplicáveis à espécie.

As propostas deverão obedecer às especificações deste instrumento convocatório e


seus anexos e serão encaminhadas por meio eletrônico após o registro dos
interessados em participar do certame e o credenciamento de seus representantes, no
CAUFESP.

A sessão pública de processamento do Pregão Eletrônico será realizada no endereço


eletrônico www.bec.sp.gov.br www.bec.fazenda.sp.gov.br no dia e hora mencionados
no preâmbulo deste Edital e será conduzida pelo pregoeiro com o auxílio da equipe de
apoio, designados nos autos do processo em epígrafe e indicados no sistema pela
autoridade competente.

I. DO OBJETO

1. A presente licitação tem por objeto a contratação de serviços comuns, ou seja,


“Serviços de manutenção corretiva de viaturas da frota da Superintendência da
Polícia Técnico-Científica”, LOTE 2 – EPC TUPÃ, conforme especificações
constantes dos Projetos Básicos, que integram este edital como Anexo I.

II. DA PARTICIPAÇÃO

1. Poderão participar do certame todos os interessados em contratar com a


Administração Estadual que estiverem registrados no Cadastro Geral de Fornecedores
do Estado de São Paulo, em sua versão web – CAUFESP, em atividade econômica
compatível com o seu objeto, sejam detentores de senha para participar de
procedimentos eletrônicos e tenham credenciado os seus representantes, na forma
estabelecida no regulamento anexo à Resolução SF-23, de 25/07/2005.

1.1. O registro no CAUFESP, o credenciamento dos representantes que atuarão em


nome da licitante no sistema de pregão eletrônico e a senha de acesso, deverão ser

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

obtidos anteriormente à abertura da sessão pública e autorizam a participação em


qualquer pregão eletrônico, realizado por intermédio do Sistema BEC/SP.

1.2. As informações a respeito das condições exigidas e dos procedimentos a serem


cumpridos, para o registro no CAUFESP, para o credenciamento de representantes e
para a obtenção de senha de acesso, estão disponíveis no endereço eletrônico
www.bec.sp.gov.br ou www.becfazenda.sp.gov.br.

2. A participação no certame está condicionada, ainda, a que o interessado ao acessar,


inicialmente, o ambiente eletrônico de contratações do Sistema BEC/SP, declare,
mediante assinalação nos campos próprios, que inexiste qualquer fato impeditivo de
sua participação no certame ou de sua contratação, que conhece e aceita os
regulamentos do Sistema BEC/SP, relativos à Dispensa de Licitação, Convite e Pregão
Eletrônico.

3. A licitante responde integralmente por todos os atos praticados no pregão eletrônico,


por seus representantes devidamente credenciados, assim como pela utilização da
senha de acesso ao sistema, ainda que indevidamente, inclusive por pessoa não
credenciada como sua representante.

4. Cada representante credenciado poderá representar apenas uma licitante em cada


pregão eletrônico.

5. O envio da proposta vinculará a licitante ao cumprimento de todas as condições e


obrigações inerentes ao certame.

6. Para o exercício do direito de preferência de que trata o subitem 6, bem como para a
fruição do benefício da habilitação com irregularidade fiscal previsto na alínea “f”, do
subitem 9, ambos do item V deste edital, a condição de microempresa, de empresa de
pequeno porte, ou de cooperativa que preencha as condições estabelecidas no artigo
34, da Lei federal n° 11.488, de 15/06/2007, deverá constar do registro da licitante
junto ao CAUFESP

III - DAS PROPOSTAS

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

1. As propostas deverão ser enviadas por meio eletrônico disponível no endereço


www.bec.sp.gov.br ou www.bec.fazenda.sp.gov.br na opção PREGAO–ENTREGAR
PROPOSTA, desde a divulgação da íntegra do edital no referido endereço eletrônico,
até o dia e horário previstos no preâmbulo, devendo a licitante, para formulá-las,
assinalar a declaração de que cumpre integralmente os requisitos de habilitação
constantes do edital.

2. O preço total de cada lote para a prestação do serviço será ofertado no formulário
eletrônico próprio, em moeda corrente nacional, em algarismos, apurados nos termos
do subitem 4 deste item III, sem inclusão de qualquer encargo financeiro ou previsão
inflacionária. Nos preços propostos deverão estar incluídos, além do lucro, todas as
despesas e custos, como por exemplo: transportes, tributos de qualquer natureza e
todas as despesas, diretas ou indiretas, relacionadas com a prestação de serviços
objeto da presente licitação.

2.1. Proposta apresentada por cooperativa de trabalho deverá discriminar os valores


dos insumos, especialmente os dos serviços sobre os quais incidirá a contribuição
previdenciária que constitui obrigação da Administração contratante, observadas as
disposições do subitem 2.3 do item V e do subitem 1.1 do item X deste Edital.

3. O prazo de validade da proposta será de 60 (sessenta) dias.

4. A proposta de preços deverá ser orçada em valores vigentes à data de sua


apresentação, que será considerada a data de referência de preços.

5. A proposta de preços deverá estar acompanhada da seguinte documentação:

a) Planilha conforme modelo constante do Anexo III, preenchida em todos os itens


com seus respectivos preços grafados em moeda corrente nacional.

5.1 Só serão aceitos arquivos contendo o anexo indicado no subitem 5, deste item III,
elaborado no formato indicado no formulário eletrônico de encaminhamento da
proposta.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

5.2. Havendo divergência entre os valores consignados no(s) arquivo(s) indicado(s) no


subitem 5, deste item III, e os valores lançados no formulário eletrônico de
encaminhamento da proposta, prevalecerão estes últimos.

IV- DA HABILITAÇÃO

1. O julgamento da habilitação se processará na forma prevista no subitem 9, do item


V, deste Edital, mediante o exame dos documentos a seguir relacionados, os quais
dizem respeito a:

1.1. HABILITAÇÃO JURÍDICA

a) Registro empresarial na Junta Comercial, no caso de empresário individual ou de


Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – EIRELI, nos termos do Título I-A
do Livro II do Código Civil;

b) Ato constitutivo, estatuto ou contrato social atualizado e registrado na Junta


Comercial, em se tratando de sociedade empresária ou cooperativa;

c) Documento de eleição ou designação dos atuais administradores, tratando-se de


sociedades empresárias ou cooperativas;

d) Ato constitutivo atualizado e registrado no Registro Civil de Pessoas Jurídicas


tratando-se de sociedade não empresária, acompanhado de prova da diretoria em
exercício;

e) Decreto de autorização em se tratando de sociedade empresária estrangeira em


funcionamento no País, e ato de registro ou autorização para funcionamento expedido
pelo órgão competente, quando a atividade assim o exigir;

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

f) Registro de sociedade cooperativa perante a entidade estadual da Organização das


Cooperativas Brasileiras, nos termos do artigo 107 da Lei federal nº 5.764, de 14 de
julho de 1971.

1.2 - REGULARIDADE FISCAL E TRABALHISTA

a) Prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas do Ministério da


Fazenda (CNPJ);

b) Prova de inscrição no Cadastro de Contribuintes Estadual e/ou Municipal, relativo à


sede ou ao domicílio da licitante, pertinente ao seu ramo de atividade e compatível com
o objeto do certame;

c) Certidão de regularidade de débito com as Fazendas Estadual e Municipal, da sede


ou do domicílio da licitante;

d) Certidão de regularidade de débito para com o Sistema de Seguridade Social (INSS)


e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS);

e) Certidão Conjunta Negativa de Débitos relativa a tributos federais e dívida ativa da


União;

f) certidão negativa de débitos inadimplidos perante a Justiça do Trabalho, nos termos


do Título VII-A da Consolidação das Leis do Trabalho, aprovada pelo Decreto-Lei n°
5.452, de 1° de maio de 1943;

1.3 - QUALIFICAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

a) Certidão negativa de falência, concordata, recuperação judicial e extrajudicial,


expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica, ou de execução patrimonial,
expedida pelo distribuidor do domicílio da pessoa física;

a.1) Se a licitante for cooperativa, a certidão mencionada na alínea “a”, deste subitem
1.3, deverá ser substituída por certidão negativa de ações de insolvência civil.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

1.4 - QUALIFICAÇÃO TÉCNICA

a) Atestado(s) emitido(s) por pessoa(s) jurídica(s) de direito público ou privado, em


nome do licitante, que comprovem quantitativos razoáveis, assim considerados de 50%
(cinquenta por cento) a 60% (sessenta por cento) da execução pretendida (Súmula nº
24 – TCE).

a.1) O(s) atestado(s) deverá(ão) conter:


 Prazo contratual, data de início e término;
 Local da prestação dos serviços;
 Natureza da prestação dos serviços;
 Quantidades executadas;
 Caracterização do bom desempenho do licitante;
 Outros dados característicos e,
 A identificação da pessoa jurídica emitente bem como o nome e o cargo do
signatário.
a.2) A referida comprovação poderá ser efetuada pelo somatório das quantidades
realizadas em tantos contratos quanto dispuser o licitante.

b) Atestado de vistoria (OBRIGATÓRIO) dos veículos que sofrerão os serviços,


emitidos nos locais descritos abaixo, obedecendo o modelo – Anexo II.

Local:

Lote 2
EPC Tupã
Av. Avenida Anibal Davoli nº 355
Parque Residencial Casari – Tupã/SP
CEP: 17603-775
TelefoneS: (14) 3441-4463 e (14) 3441-3892

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

c) As empresas poderão entrar em contato pelos telefones acima para


esclarecimentos, horário e local da vistoria.

1.5 - OUTRAS COMPROVAÇÕES

1.5.1 - Declaração subscrita por representante legal da licitante, elaborada em papel


timbrado, atestando:

a) se encontra em situação regular perante o Ministério do Trabalho, conforme modelo


anexo ao Decreto estadual nº. 42.911, de 06/03/1998 – Anexo IV;

b) que não emprega mão-de-obra infantil (DF nº. 4358 de 5/7/02), conforme modelo –
Anexo V;

c) que inexiste impedimento legal para licitar ou contratar com a Administração,


inclusive em virtude das disposições da Lei estadual n° 10.218, de 12 de fevereiro de
1999 – Anexo VI;

d) que atende às normas relativas à saúde e segurança do trabalho (parágrafo único,


art. 117, Constituição do Estado) – Anexo VII;

e) que atende aos requisitos de habilitação – Anexo VIII;

2 – DISPOSIÇÕES GERAIS

2.1. Na hipótese de não constar prazo de validade nas certidões apresentadas, a


Administração aceitará como válidas as expedidas até 180 (cento e oitenta) dias
imediatamente anteriores à data de apresentação das propostas.

V – DA SESSÃO PÚBLICA E DO JULGAMENTO

1. No dia e horário previstos neste edital, o Pregoeiro dará início à sessão pública do
pregão eletrônico, com a abertura automática das propostas e a sua divulgação, pelo
sistema, na forma de grade ordenatória, em ordem crescente de preços.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

2. A análise das propostas pelo Pregoeiro visará ao atendimento das condições


estabelecidas neste Edital e seus anexos.

2.1. Serão desclassificadas as propostas:

a) cujo objeto não atenda as especificações, prazos e condições fixados no Edital;

b) que apresentem preço baseado exclusivamente em proposta das demais licitantes.

c) que por ação da licitante ofertante contenham elementos que permitam a sua
identificação. Atenção: A planilha de proposta de preços e o
arquivo/propriedades/resumo não poderá conter qualquer identificação do licitante.

2.1.1. A desclassificação se dará por decisão motivada do Pregoeiro.

2.2. Serão desconsideradas ofertas ou vantagens baseadas nas propostas das demais
licitantes.

2.3 - Se a licitante for cooperativa de trabalho, para fins de aferição do preço ofertado,
será acrescido ao valor dos serviços de que trata o subitem 2.1, item III deste Edital o
percentual de 15% (quinze por cento) a título de contribuição previdenciária, que
constitui obrigação da Administração contratante (art. 22, inc. IV, Lei federal n° 8.212,
de 24/06/1991, com a redação introduzida pela Lei federal n° 9.876, de 26/11/1999, c/c
o art. 15, inc. I, Lei federal n° 8.212/91).

2.4. O eventual desempate de propostas do mesmo valor será promovido pelo sistema,
com observância dos critérios legais estabelecidos para tanto.

3. Nova grade ordenatória será divulgada pelo sistema, contendo a relação das
propostas classificadas e das desclassificadas.

4. Será iniciada a etapa de lances, com a participação de todas as licitantes detentoras


de propostas classificadas.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

4.1. A formulação de lances será efetuada, exclusivamente, por meio do sistema


eletrônico.

4.1.1. Os lances deverão ser formulados em valores distintos e decrescentes, inferiores


à proposta de menor preço, observada a redução mínima entre eles, Lote 2 – R$ 50,00
(Cinquenta Reais), aplicáveis, inclusive, em relação ao primeiro formulado,
prevalecendo o primeiro lance recebido, quando ocorrerem 2 (dois) ou mais lances do
mesmo valor.

4.1.1.1. A aplicação do valor de redução mínima entre os lances incidirá sobre o


preço total do lote.

4.2. A etapa de lances terá a duração inicial de 15 (quinze) minutos.

4.2.1. A duração da etapa de lances será prorrogada automaticamente pelo sistema,


por mais 3 (três) minutos, visando à continuidade da disputa, quando houver lance
ofertado nos últimos 3 (três) minutos do período de que trata o subitem 4.2 ou nos
sucessivos períodos de prorrogação automática, até que não sejam registrados
quaisquer lances.

4.2.1.1 Não havendo novos lances ofertados nas condições estabelecidas no subitem
4.2.1, a duração da prorrogação encerrar-se-á, automaticamente, quando atingido o
terceiro minuto contado a partir do registro no sistema, do último lance que ensejar
prorrogação.

4.3. No decorrer da etapa de lances, as licitantes serão informadas pelo sistema


eletrônico:

a) dos lances admitidos e dos inválidos, horários de seus registros no sistema e


respectivos valores;

b) do tempo restante para o encerramento da etapa de lances.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

4.4. A etapa de lances será considerada encerrada findos os períodos de duração


indicados no subitem 4.2.

5. Encerrada a etapa de lances, o sistema divulgará a nova grade ordenatória,


contendo a classificação final, em ordem crescente de valores.

5.1. Para essa classificação será considerado o último preço admitido de cada licitante.

6. Com base na classificação a que alude o subitem 5 deste item, será assegurada às
licitantes microempresas, empresas de pequeno porte e cooperativas que preencham
as condições estabelecidas no artigo 34, da Lei federal nº 11.488, de 15/06/2007,
preferência à contratação, observadas as seguintes regras:

6.1 - A microempresa, empresa de pequeno porte, ou cooperativa que preencha as


condições estabelecidas no artigo 34, da Lei federal nº 11.488, de 15/06/2007,
detentora da proposta de menor valor, dentre aquelas cujos valores sejam iguais ou
superiores até 5% (cinco por cento) ao valor da proposta melhor classificada, será
convocada pelo pregoeiro, para que apresente preço inferior ao da melhor classificada,
no prazo de 5 (cinco) minutos, sob pena de preclusão do direito de preferência.

6.1.1. A convocação recairá sobre a licitante vencedora de sorteio, no caso de haver


propostas empatadas, nas condições do subitem 6.1.

6.2 - Não havendo a apresentação de novo preço, inferior ao preço da proposta melhor
classificada, serão convocadas para o exercício do direito de preferência, respeitada a
ordem de classificação, as demais microempresas, empresas de pequeno porte, e
cooperativas que preencham as condições estabelecidas no artigo 34, da Lei federal nº
11.488, de 15/06/2007, cujos valores das propostas se enquadrem nas condições
indicadas no subitem 6.1.

6.3 - Caso a detentora da melhor oferta, de acordo com a classificação de que trata o
subitem 5, seja microempresa, empresa de pequeno porte, ou cooperativas que
preencham as condições estabelecidas no artigo 34, da Lei federal nº 11.488, de

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

15/06/2007, não será assegurado o direito de preferência, passando-se, desde logo, à


negociação do preço.

7. O Pregoeiro poderá negociar com o autor da oferta de menor valor, obtida com base
nas disposições dos subitens 6.1 e 6.2, ou, na falta desta, com base na classificação
de que trata o subitem 5, mediante troca de mensagens abertas no sistema, com vistas
à redução do preço.

8. Após a negociação, se houver o Pregoeiro examinará a aceitabilidade do menor


preço, decidindo, motivadamente, a respeito.

8.1 - O critério de aceitabilidade dos preços ofertados será o de compatibilidade com


os preços dos insumos e salários praticados no mercado, coerentes com a execução
do objeto ora licitado, acrescidos dos respectivos encargos sociais e benefícios e
despesas indiretas (BDI).

8.2 - O Pregoeiro poderá a qualquer momento solicitar às licitantes a composição de


preços unitários de serviços e/ou de materiais/equipamentos, bem como os demais
esclarecimentos que julgar necessário.

9. Considerada aceitável a oferta de menor preço, passará o Pregoeiro ao julgamento


da habilitação, observando as seguintes diretrizes:

a) Verificação dos dados e informações do autor da oferta aceita, constantes do


Caufesp e extraídos dos documentos indicados no item IV deste edital;

b) Caso os dados e informações constantes no Caufesp não atendam aos requisitos


estabelecidos no item IV deste Edital, o Pregoeiro verificará a possibilidade de suprir
ou sanear eventuais omissões ou falhas, mediante consultas efetuadas por outros
meios eletrônicos hábeis de informações;

b.1) Essa verificação será certificada pelo Pregoeiro na ata da sessão pública, devendo
ser anexados aos autos, os documentos passíveis de obtenção por meio eletrônico,
salvo impossibilidade devidamente certificada e justificada;

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

c) A licitante poderá, ainda, suprir ou sanear eventuais omissões ou falhas, relativas ao


cumprimento dos requisitos e condições de habilitação estabelecidos no Edital,
mediante a apresentação de novos documentos ou a substituição de documentos
anteriormente ofertados, desde que os envie no curso da própria sessão pública
do pregão e até a decisão sobre a habilitação, por meio de fac-símile para o número
(011) 3811 7040.

c.1) Sem prejuízo do disposto nas alíneas “a”, “b”, “c”, “d” e “e”, deste subitem 9, serão
apresentados, obrigatoriamente, por fax ou por correio eletrônico, as declarações a que
se refere o subitem 1.5.1, do item IV, deste edital.

d) A Administração não se responsabilizará pela eventual indisponibilidade dos meios


eletrônicos hábeis de informações, no momento da verificação a que se refere a alínea
“b”, ou dos meios para a transmissão de cópias de documentos a que se refere a
alínea “c”, ambas deste subitem 9. Na hipótese de ocorrerem essas indisponibilidades
e/ou não sendo supridas ou saneadas as eventuais omissões ou falhas, na forma
prevista nas alíneas “b” e “c”, a licitante será inabilitada, mediante decisão motivada;

e) Os originais e/ou cópias dos documentos, na forma da lei, enviados na forma


constante da alínea “c”, deverão ser apresentados na Rua Moncorvo Filho nº. 410, 4º
andar, em até 02 (dois) dias após o encerramento da sessão pública, sob pena de
invalidade do respectivo ato de habilitação e a aplicação das penalidades cabíveis;

f) Para habilitação de microempresas, empresas de pequeno porte, ou cooperativas


que preencham as condições estabelecidas no artigo 34, da Lei federal nº 11.488, de
15/06/2007, não será exigida comprovação de regularidade fiscal, mas será obrigatória
a apresentação dos documentos indicados no subitem 1.2, alíneas “a” a “e” do item IV
deste Edital, ainda que os mesmos veiculem restrições impeditivas à referida
comprovação.

g) Constatado o cumprimento dos requisitos e condições estabelecidos no Edital, a


licitante será habilitada e declarada vencedora do certame.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

h) Por meio de aviso lançado no sistema, o Pregoeiro informará às demais licitantes


que poderão consultar as informações cadastrais da licitante vencedora utilizando
opção disponibilizada no próprio sistema para tanto. Deverá, ainda, informar o teor dos
documentos recebidos por fac-símile ou outro meio eletrônico.

10. A licitante habilitada nas condições da alínea “f”, do subitem 9 deste item V, deverá
comprovar sua regularidade fiscal, sob pena de decadência do direito à contratação,
sem prejuízo da aplicação das sanções cabíveis.

11. A comprovação de que trata o subitem 10 deste item V deverá ser efetuada
mediante a apresentação das competentes certidões negativas de débitos, ou positivas
com efeito de negativa, no prazo de 2 (dois) dias úteis, contado a partir do momento
em que a licitante for declarada vencedora do certame, prorrogável por igual período, a
critério da Administração.

12. Ocorrendo a habilitação na forma indicada na alínea “f”, do subitem 9, a sessão


pública será suspensa pelo Pregoeiro, observados os prazos previstos no subitem 11,
para que a licitante vencedora possa comprovar a regularidade fiscal de que tratam os
subitens 10 e 11 deste item V.

13. Por ocasião da retomada da sessão, o Pregoeiro decidirá motivadamente sobre a


comprovação ou não da regularidade fiscal de que tratam os subitens 10 e 11 deste
item V, ou sobre a prorrogação de prazo para a mesma comprovação, observado o
disposto no mesmo subitem 11.

14. Se a oferta não for aceitável, se a licitante desatender às exigências para a


habilitação, ou não sendo saneada a irregularidade fiscal, nos moldes dos subitens 10
a 13, deste item V, o Pregoeiro, respeitada a ordem de classificação de que trata o
subitem 5 do mesmo item V, examinará a oferta subseqüente de menor preço,
negociará com o seu autor, decidirá sobre a sua aceitabilidade e, em caso positivo,
verificará as condições de habilitação e assim sucessivamente, até a apuração de uma
oferta aceitável cujo autor atenda aos requisitos de habilitação, caso em que será
declarado vencedor.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

VI. DO RECURSO, DA ADJUDICAÇÃO E DA HOMOLOGAÇÃO.

1. Divulgado o vencedor ou, se for o caso, saneada a irregularidade fiscal nos moldes
dos subitens 10 a 13 do item V, o Pregoeiro informará às licitantes, por meio de
mensagem lançada no sistema, que poderão interpor recurso, imediata e
motivadamente, por meio eletrônico, utilizando para tanto, exclusivamente, campo
próprio disponibilizado no sistema.

2. Havendo interposição de recurso, na forma indicada no subitem “1” deste item, o


Pregoeiro, por mensagem lançada no sistema, informará aos recorrentes que poderão
apresentar memoriais contendo as razões de recurso, no prazo de 3 (três) dias após o
encerramento da sessão pública, e às demais licitantes que poderão apresentar contra
razões, em igual número de dias, os quais começarão a correr do término do prazo
para apresentação de memoriais, sendo-lhes assegurada vista imediata dos autos, no
endereço da unidade promotora da licitação, ou seja, Rua Moncorvo Filho 410, 4º
andar – Butantã - SP.

2.1. Os memoriais de recurso e as contra razões serão oferecidas por meio eletrônico,
no sítio www.bec.sp.gov.br ou www.bec.fazenda.sp.gov.br, opção RECURSO, e a
apresentação de documentos relativos às peças antes indicadas, se houver, será
efetuada mediante protocolo, na Divisão de Administração da SPTC, sito a Rua
Moncorvo Filho 410, 4º andar – Butantã - SP observados os prazos estabelecidos no
subitem 2, deste item.

3. A falta de interposição na forma prevista no subitem “1” deste item importará a


decadência do direito de recurso e o pregoeiro adjudicará o objeto do certame ao
vencedor, na própria sessão, encaminhando o processo à autoridade competente, para
homologação.

4. Decididos os recursos e constatada a regularidade dos atos praticados, a autoridade


competente adjudicará o objeto da licitação à licitante vencedora e homologará o
procedimento licitatório.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

5. O recurso terá efeito suspensivo e o seu acolhimento importará a invalidação dos


atos insuscetíveis de aproveitamento.

6. A adjudicação será feita por lote.

7. A vencedora do certame obriga-se, a apresentar, no prazo de 02 (dois) dias úteis


contado da data de adjudicação do objeto, os novos preços unitário e total para a
contratação, a partir do valor total final obtido no certame.

7.1. Tratando-se de cooperativa de trabalho, para a apuração dos novos preços,


deverá ser expurgado o acréscimo indicado no subitem 2.3 do item V deste edital, e o
resultado da soma do novo preço total, com o valor do acréscimo expurgado, deverá
ser igual ao valor total final obtido no certame.

7.2. Esses novos preços serão apresentados pela licitante vencedora, em nova
planilha a ser entregue diretamente na Divisão de Administração da SPTC, sito a Rua
Moncorvo Filho 410, 4º andar - Butantã-SP.

7.3. Se, a licitante vencedora do certame, deixar de cumprir a obrigação estabelecida


no subitem 7, deste item VI, no prazo ali mesmo assinalado, o preço total final válido
para a contratação, será apurado pelo Contratante, com a aplicação do percentual que
retrate a redução obtida entre o valor total oferecido na proposta inicial e o valor total
final obtido no certame. Tratando-se de cooperativa de trabalho, observar-se-á, ainda,
o disposto no subitem 7.1 deste item VI.

VII- DA DESCONEXÃO COM O SISTEMA ELETRÔNICO

1. À licitante caberá acompanhar as operações no sistema eletrônico, durante a sessão


pública, respondendo pelos ônus decorrentes de sua desconexão ou da inobservância
de quaisquer mensagens emitidas pelo sistema.

2. A desconexão do sistema eletrônico com o Pregoeiro, durante a sessão pública,


implicará:

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

a) fora da etapa de lances, a sua suspensão e o seu reinício, desde o ponto em que foi
interrompida. Neste caso, se a desconexão persistir por tempo superior a 15 (quinze)
minutos, a sessão pública deverá ser suspensa e reiniciada somente após
comunicação expressa às licitantes de nova data e horário para a sua continuidade;

b) durante a etapa de lances, a continuidade da apresentação de lances pelas


licitantes, até o término do período estabelecido no edital.

3. A desconexão do sistema eletrônico com qualquer licitante não prejudicará a


conclusão válida da sessão pública ou do certame.

VIII- DO LOCAL E DAS CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS

1 – O objeto desta licitação deverá ser executado e concluído em 22 (vinte e dois) dias
corridos, contados a partir da data de assinatura do contrato.

2- O objeto desta licitação deverá ser executado no estabelecimento próprio da


Contratada, correndo por conta da mesma as despesas de seguros, transporte,
tributos, encargos trabalhistas e previdenciários decorrentes da execução do objeto do
contrato, em conformidade com o estabelecido neste edital.

2.1 – As viaturas sem condições de rodagem deverão ser retiradas pelas empresas
vencedoras nos locais indicados no item IV, subitem 1.4, b, correndo por conta das
contratadas todos os encargos referentes ao transporte.

2.2 - Todas as peças usadas nos “Serviços de manutenção corretiva de viaturas da


frota da Superintendência da Polícia Técnico-Científica” devem ser originais e
novas, sendo obrigatório na entrega do Relatório de Execução, a apresentação das
respectivas garantias e notas fiscais.

2.3 - É vedado o uso das viaturas em testes de rodagem, salvo testes dentro
estabelecimento comercial da Contratada.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

3 – No ato da entrega do objeto à Contratada será lavrado Termo de Responsabilidade


– Anexo IX que será fornecido pelo Contratante, onde a Contratada se compromete a
preservar as condições em que os veículos foram entregues, à exceção,
evidentemente, da parte submetida a serviços de reparo.

IX - DAS CONDIÇÕES DE RECEBIMENTO DO OBJETO

1 - O objeto da presente licitação será recebido provisoriamente em até 2 (dois) dias


úteis, contados da data de recepção pela Administração do Relatório de Execução dos
serviços acompanhado da nota fiscal/fatura representativa da prestação do serviço, de
acordo com o estabelecido no subitem 1 do item X deste Edital.

2 - Havendo rejeição dos serviços, no todo ou em parte, a contratada deverá refazê-los


no prazo estabelecido pela Administração, observando as condições estabelecidas
para a prestação.

2.1 - Na impossibilidade de serem refeitos os serviços rejeitados, ou na hipótese de


não serem os mesmos executados, o valor respectivo será descontado da importância
a ser paga sem prejuízo da aplicação das sanções cabíveis.

3 - O recebimento do objeto dar-se-á definitivamente no prazo de 05 (cinco) dias úteis


após o recebimento provisório, ou da data de conclusão das correções efetuadas com
base no disposto no subitem 2.1 do item IX deste Edital, uma vez verificada a
execução satisfatória dos serviços, mediante termo de recebimento definitivo, ou
recibo, firmado pelo servidor responsável.

X - DO PAGAMENTO

1. Para efeito de pagamento, a contratada encaminhará a Divisão de Administração da


Superintendência da Polícia Técnico-Científica localizada na Rua Moncorvo Filho, nº.
410 – 4º andar – Butantã – São Paulo/SP, a respectiva nota fiscal/fatura, acompanhada
do relatório dos serviços prestados.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

1.1. A discriminação dos valores dos insumos, especialmente os dos serviços, exigida
no subitem 2.1 do item III deste Edital, deverá ser reproduzida na nota fiscal/fatura
apresentada para efeito de pagamento.

2. O pagamento será efetuado no prazo de 30 (trinta) dias. (art. 2º do Decreto nº.


32.117, de 10/08/1990, com redação dada pelo Decreto nº. 43.914, de 26/03/1999),
contados da data de entrada da nota fiscal/fatura no protocolo do órgão indicado no
subitem 1 deste item X supra e à vista do termo de recebimento definitivo ou recibo, de
que trata o subitem 3 do item IX deste edital.

3. A nota fiscal/fatura que apresentar incorreção será devolvida à contratada para as


devidas correções. Nesse caso, o prazo de que trata o subitem 2 deste item X
começará a fluir a partir da data de apresentação da nota fiscal/fatura sem incorreções.

4. Constitui condição para a realização dos pagamentos a inexistência de registros em


nome da Contratada no “Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e
Entidades Estaduais no Estado de São Paulo – CADIN ESTADUAL”, o qual deverá ser
consultado por ocasião da realização de cada pagamento.

5. O pagamento será feito mediante crédito aberto em conta corrente em nome da


Contratada no Banco do Brasil.

6. Havendo atraso nos pagamentos, sobre o valor devido incidirá correção monetária
nos termos do artigo 74 da Lei estadual nº. 6.544/1989, bem como juros moratórios, à
razão de 0,5% (meio por cento) ao mês, calculados "pro rata tempore" em relação ao
atraso verificado.

7. Não haverá reajuste de preços.

XI - DA CONTRATAÇÃO

1 - A contratação decorrente desta licitação será formalizada mediante celebração de


termo de contrato, cuja minuta integra este edital como Anexo X.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

1.1 - Se, por ocasião da formalização do contrato, as certidões de regularidade de


débito da adjudicatária perante o Sistema de Seguridade Social (INSS), o Fundo de
Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e a Fazenda Nacional (Certidão Conjunta
Negativa de Débitos relativa a tributos federais e dívida ativa da União) estiverem com
os prazos de validade vencidos, o órgão licitante verificará a situação por meio
eletrônico hábil de informações, certificando nos autos do processo a regularidade e
anexando os documentos passíveis de obtenção por tais meios, salvo impossibilidade
devidamente justificada.

1.2 - Se não for possível atualizá-las por meio eletrônico hábil de informações, a
Adjudicatária será notificada para, no prazo de 02 (dois) dias úteis, comprovar a sua
situação de regularidade de que trata o subitem 1.1 deste item XI, mediante a
apresentação das certidões respectivas com prazos de validade em vigência, sob pena
de a contratação não se realizar.

1.3 – Constitui condição para celebração da contratação a inexistência de registros em


nome da adjudicatária no “Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos
e Entidades Estaduais do Estado de São Paulo – CADIN ESTADUAL”, o qual deverá
ser consultado por ocasião da respectiva celebração.

2 - A adjudicatária deverá, no prazo de 5 (cinco) dias corridos contados da data da


convocação, comparecer a Divisão de Administração da SPTC, sito a Rua Moncorvo
Filho 410, 4º andar - Butantã-SP , para assinar o termo de contrato.

3 - Quando a Adjudicatária deixar de comprovar a regularidade fiscal, nos moldes das


alíneas “g” e “h”, ou na hipótese de invalidação do ato de habilitação com base no
disposto na alínea “e”, todas do subitem “9” do item V ou, ainda, quando convocada
dentro do prazo de validade de sua proposta, não apresentar a situação regular de que
trata o subitem 1.1 deste item XI, ou se recusar a assinar o contrato, serão convocadas
as demais licitantes classificadas, para participar de nova sessão pública do pregão,
com vistas à celebração da contratação.

3.1 - Essa nova sessão será realizada em prazo não inferior a 8 (oito) dias úteis,
contados da divulgação do aviso.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

3.2 - A divulgação do aviso ocorrerá por publicação no Diário Oficial do Estado de São
Paulo - DOE e divulgação nos endereços eletrônicos www.bec.sp.gov.br ou
www.imesp.com.br, opção “e-negociospublicos”.

3.3- Na sessão, respeitada a ordem de classificação, observar-se-ão as disposições


dos subitens 7 a 10 do item V e subitens 1, 2, 3, 4 e 6 do item VI, todos deste Edital.

4. – O contrato terá vigência de 45 (quarenta e cinco) dias contados da data de sua


assinatura.

5. - A execução dos serviços deverá ter início em até 02 (dois) dias, a contar da data
de assinatura do contrato e seu término deverá ocorrer em 20 dias corridos.

XII. DAS SANÇÕES PARA O CASO DE INADIMPLEMENTO

1. Ficará impedida de licitar e contratar com a Administração direta e indireta do Estado


de São Paulo, pelo prazo de até 5 (cinco) anos, a pessoa física ou jurídica, que praticar
quaisquer atos previstos no artigo 7º da Lei federal nº 10.520, de 17 de julho de 2002,
c.c. o artigo 15 da Resolução CEGP-10 de 19 de novembro de 2002.

2. A sanção de que trata o subitem anterior poderá ser aplicada juntamente com as
multas previstas na Resolução SSP nº. 333, de 09/09/2005, garantido o exercício de
prévia e ampla defesa, e deverá ser registrada no e-CADFOR e no sítio
www.sancoes.sp.gov.br

XIII - DA GARANTIA CONTRATUAL

1 – Não será exigida a prestação de garantia para a contratação resultante desta


licitação.

XIV - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

1. As normas disciplinadoras desta licitação serão interpretadas em favor da ampliação


da disputa, respeitada a igualdade de oportunidade entre as licitantes, desde que não
comprometam o interesse público, a finalidade e a segurança da contratação.

2. Das sessões públicas de processamento do Pregão serão lavradas atas


circunstanciadas, observado o disposto no artigo 9°, inciso X, da Resolução CEGP-
10/2002, a ser assinadas pelo Pregoeiro e pela equipe de apoio.

3. O sistema manterá sigilo quanto à identidade das licitantes, para o Pregoeiro até a
etapa de negociação com o autor da melhor oferta e para os demais até a etapa de
habilitação.

4. O resultado deste Pregão e os demais atos pertinentes a esta licitação, sujeitos à


publicação, serão divulgados no Diário Oficial do Estado e nos sítios eletrônicos
www.imesp.com.br, opção “enegociospublicos” e www.bec.sp.gov.br ou
www.bec.fazenda.sp.gov.br, opção “pregão eletrônico”.

5. Até 2 (dois) dias úteis anteriores à data fixada para abertura da sessão pública,
qualquer pessoa poderá, por meio do sistema eletrônico, solicitar esclarecimentos,
providências ou impugnar o ato convocatório do Pregão Eletrônico.

5.1. A impugnação, assim como os pedidos de esclarecimentos, será formulada em


campo próprio do sistema, encontrado na opção EDITAL, sendo respondida pelo
subscritor do Edital que decidirá no prazo de até 1 (um) dia útil, anterior à data fixada
para abertura da sessão pública.

5.2. Acolhida a impugnação contra o ato convocatório, será designada nova data para
realização da sessão pública.

6. Os casos omissos do presente Pregão serão solucionados pelo Pregoeiro, e as


questões relativas ao sistema, pelo Departamento de Controle de Contratações
Eletrônicas – DCC.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

7. Integram o presente Edital:

Anexo I – Memorial Descritivo


Anexo II – Atestado de Vistoria
Anexo III – Planilha de Proposta de preços
Anexo IV – Declaração de regularidade perante o Ministério do trabalho
Anexo V – Declaração de que não utiliza mão-de-obra infantil
Anexo VI - Declaração de inexistência de impedimento legal para licitar e contratar
com a Administração
Anexo VII – Declaração de que atende às normas relativas à saúde e segurança do
trabalho
Anexo VIII – Declaração atestando que Atende aos Requisitos de Habilitação.
Anexo IX Termo de responsabilidade
Anexo X – Minuta de contrato
Anexo XI - Termo de Ciência e Notificação
Anexo XII – Resolução SSP nº. 333/2005

8. Para dirimir quaisquer questões decorrentes da licitação, não resolvidas na esfera


administrativa, será competente o foro da Comarca da Capital do Estado de São Paulo.

São Paulo, 04 de novembro de 2014.

Cláudia T. G. P. Margonato
Respondendo pelo Exp. da Divisão de Administração
SPTC

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO I
LOTE 2 – EPC TUPÃ

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO II

Processo nº. 262/14 – SPTC/ DA


Pregão Eletrônico nº. 106/14

ATESTADO DE VISTORIA DO VEÍCULO

ATESTO, que o representante da empresa ______________________________,


Sr(a). ________________, R.G. _______________________, interessado(a) em
participar da licitação na modalidade Pregão Eletrônico n.º 106/14 VISTORIOU o
veículo, Patrimônio ___________________, Placa___________________, objeto do
Memorial Descritivo do Lote ________ da presente licitação, ficando ciente das
condições dos mesmos e obtendo todas as informações para elaboração de sua
proposta.

São Paulo,_____ de _____________________ de 2014

____________________________________________
Representante da empresa
Fone:
Email:

________________________________________________
Assinatura do servidor
Rg/Cargo

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO III
PLANILHA DE PROPOSTA DE PREÇOS
PROCESSO Nº. 262/14
Edital de Pregão Eletrônico n° 106/14

LOTE 2 – EPC TUPÃ


OBJETO: A presente licitação tem por objeto a contratação de “Serviços de
manutenção corretiva de viaturas da frota da Superintendência da Polícia
Técnico-Científica”, identificados pelos números de patrimônios conforme
especificações constantes dos projetos básicos que integram este edital como Anexo I.
Após realização de vistoria técnica, analisarmos minuciosamente, toda a
documentação constante da licitação supra e tomarmos conhecimento de todas as
condições e obrigações para a sua execução, estando familiarizados com o tipo de
serviço a ser realizado, propomos executar, sob nossa integral responsabilidade o
objeto deste Pregão, no prazo de ___ dias, pelo valor total de R$ __________(____),
resultante da aplicação dos preços unitários ofertados na Planilha Orçamentária para
Preenchimento.
As viaturas sem condições de rodagem deverão ser retiradas pelas empresas
vencedoras nos locais indicados no item IV, subitem 1.4, b, correndo por conta
das contratadas todos os encargos referentes ao transporte.
A presente proposta tem validade de 60 (sessenta) dias.

Discriminação Quantidade Patrimônios Custo Total


Serviços de manutenção corretiva de
veículos oficiais da frota da
Superintendência da Polícia Técnico-
Científica, identificados pelos números de
patrimônio conforme especificações
constantes dos projetos básicos que
integram este edital como Anexo I.      
 Neste documento não poderá constar qualquer identificação do licitante.
*** A planilha de proposta de preço e o arquivo/propriedades/resumo não poderá
constar qualquer identificação do licitante***

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO IV

DECLARAÇÃO DE REGULARIDADE PERANTE O MINISTÉRIO DO TRABALHO

À
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Rua Moncorvo Filho, n° 410 – 4º andar – Capital/SP

Ref.: PREGÃO ELETRÔNICO N° 106/14

Eu, ....., (nome completo), representante legal da


empresa ....... (nome da pessoa jurídica) interessada em participar no Pregão
Eletrônico, acima identificado, DECLARO, sob as penas da Lei, que, nos termos do
inciso V do artigo 27 da Lei Federal nº. 8.666/93 e do § 6º do artigo 27 da Lei Estadual
nº. 6.544, de 22 de novembro de 1989, a ................(nome da pessoa jurídica)
encontra-se em situação regular perante o Ministério do Trabalho, no que se refere à
observância do disposto no inciso XXXIII do artigo 7º da Constituição Federal.

São Paulo, de de 2014.

______________________________________

(Nome/assinatura do representante legal)


(Este documento deverá ser redigido em papel timbrado da licitante)

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO V

DECLARAÇÃO/EMPREGO DE MÃO-DE-OBRA INFANTIL

À
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Rua Moncorvo Filho n° 410, 4º andar – Ala 2 – Butantã – São Paulo - SP

Eu, __________(nome e identificação completa), representante legal da empresa


_______________(identificação completa da licitante), interessada em participar do
PREGÃO Nº. 106/14 dessa Superintendência da Polícia Técnico-Científica, DECLARO,
para fins do disposto no inciso V do art. 26 da Lei n° 8.555, de 21 de junho de 1993,
acrescido pela Lei n° 9.854, de 26 de outubro de 1999, que não emprega menor de
dezoito anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre e não emprega menor de
dezesseis anos.

( ) Ressalva: emprega menor, a partir de quatorze anos, na condição de aprendiz.

                                       (Município)...............,       de  ...........    de 2014.

                       
       
                                    (Nome/Assinatura do representante legal)

(Observação: em caso afirmativo, assinalar a ressalva acima)

(Este documento deverá ser redigido em papel timbrado da licitante)

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO VI

DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE FATO IMPEDITIVO

A
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Rua Moncorvo Filho, n° 410 - 4º andar – SP – Capital

PREGÃO ELETRÔNICO N° 106/14

Eu, ________________________________, portador do RG nº._________________e


CPF nº.________________________, representante legal da empresa
___________________________________, inscrita sob o CNPJ
nº._____________________________interessado em participar no Pregão
(Eletrônico) nº. 106/14 DECLARA sob as penas da lei, que, a empresa
______________________, CNPJ nº.__________________ não possui qualquer
impedimento legal para licitar ou contratar com a Administração, inclusive em virtude
das disposições da Lei Estadual n° 10.218, de 12 de fevereiro de 1.999.

                                                            

                                                    (Município)...............,       de  ...........    de 2014.

                                                                                                    
                                                               (Nome/Assinatura do representante legal)

Carimbo e assinatura do representante legal

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO VII

DECLARAÇÃO DE CUMPRIMENTO DE NORMAS RELATIVAS


À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

A
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Rua Moncorvo Filho, n° 410  4º andar – SP – Capital

PREGÃO (eletrônico) n°. 106/14


PROCESSO Nº. 262/14

Eu, ________________________________, portador do RG nº. _________________e


CPF nº.________________________, representante legal da empresa
________________________________, inscrita sob o CNPJ/MF
nº.________________, interessada em participar no Pregão Eletrônico nº. 106/14 –
Processo nº. 262/14, declaro, sob as penas da lei, que a empresa
__________________________________, CNPJ/MF nº. ___________ atende as
normas relativas à saúde e segurança do trabalho.

_________, __de _______de 2014.

_____________________________
representante legal
(com carimbo da empresa)

Este documento deverá ser redigido em papel timbrado da licitante

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO VIII
DECLARAÇÃO
(Em papel timbrado da empresa)

Eu,..................................................................(nome, RG, CPF e endereço)


representante legal da empresa................................... CNPJ.......................................
declaro sob as penas da Lei que atendo plenamente aos requisitos de habilitação
constantes do processo SPTC/DA nº 262/14 que objetiva a contratação de “Serviços
de manutenção corretiva de viaturas da frota da Superintendência da Polícia
Técnico-Científica”.

São Paulo,.....de ................. de 2014.

assinatura

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO IX

TERMO DE RESPONSABILIDADE

Processo 262/14 SPTC/DA


Pregão Eletrônico nº. 106/14

Eu (nome completo) representante legal da empresa (nome da pessoa jurídica),


vencedora da licitação Pregão Eletrônico nº. 106/14 SPTC/DA, me responsabilizo pela
guarda do veiculo ___________________________________________, não só em
relação ao estado de conservação do mesmo, conforme descrito abaixo, bem como
por eventuais danos que venham a ser causados pela nos mesmos, pela estadia em
meu estabelecimento na Rua _______________, Cidade _________, SP, onde serão
realizados os serviços constantes do Memorial Descritivo  – Anexo I, comprometendo-
me a entregá-lo nas mesmas condições em que foi retirado, com exceção das
benfeitorias a serem acrescidas pelos serviços a serem executados.

Quilometragem:___________________
Estado dos pneus:_________________
Marca dos pneus:__________________
Faróis e lanternas:__________________
Lataria:___________________________
Pintura:___________________________
Bancos:___________________________
Outros:________________________________________________________________
__________________________________________________________

São Paulo, (data)

______________________
Representante da empresa

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO X

MINUTA DO CONTRATO

Processo N° 262/14
Contrato Nº. __/14

TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE SI


CELEBRAM O ESTADO DE SÃO PAULO,
ATRAVÉS DA SUPERINTENDÊNCIA DA
POLÍCIA TÉCNICA CIENTÍFICA, DA
SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA E A
EMPRESA _____________, PARA PRESTAÇÃO
DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO CORRETIVA
DE VIATURAS DA FROTA DA
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-
CIENTÍFICA.

Ao _________________ do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade de São Paulo,


compareceram de um lado o Estado de São Paulo, através da SUPERINTENDÊNCIA
DA POLICIA TÉCNICA CIENTIFICA, através da DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÃO,
situada na Rua Moncorvo Filho, n° 410 – 4° andar – no bairro do Butantã, Órgão da
Secretaria de Segurança Pública, neste ato designada simplesmente CONTRATANTE
e representada pela Responsável da Divisão de Administração a Senhora
____________________, R.G. ________ SSP-SP, CPF __________, no uso da
competência conferida pelo artigo 42, inciso IV, do Decreto estadual n°. 42.847/98, e,
de outro lado, a empresa ________________________, com sede na Rua
____________, Bairro __________, na cidade de _______/SP, inscrita no Cadastro
Nacional de Pessoas Jurídicas do Ministério da Fazenda sob o nº. _______________,
doravante designada CONTRATADA, neste ato, representada pelo Sr(a).
_____________________, R.G. nº ______________ e CPF nº ___________________
e pelos mesmos foi dito na presença das testemunhas ao final consignadas, que em
face da adjudicação efetuada na licitação na modalidade Pregão Eletrônico nº.
106/14, do Processo nº. 262/14 SPTC/DA pelo presente instrumento avençam um

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

contrato de prestação de serviços de manutenção corretiva dos veículos oficiais,


incluindo mão de obras, peças e materiais, sujeitando-se às normas da Lei Federal
10.520, de 17 de julho de 2002, Decreto Estadual n.º 47.297 de 06 de novembro de
2002, Resolução CEGP-10 de 19 de novembro de 2002, Lei Federal n.º 8.666 de 23 de
junho de 1993, Lei Estadual n.º 6.544, de 22 de novembro de 1989 e demais normas
regulamentares aplicáveis à espécie, inclusive da Resolução SSP – 333/05, e às
seguintes cláusulas e condições que reciprocamente outorgam e aceitam:

CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO

Constitui o objeto do presente a contratação de serviço comum, ou seja, a prestação


de serviços de manutenção corretiva de veículo, mão de obra e peças, de acordo com
o Memorial Descritivo, Edital de Licitação Pregão n° 106/14, proposta da
CONTRATADA e demais documentos constantes do Processo nº. 262/14 SPTC/DA.

§ 1.º - O objeto contratual executado deverá atingir o fim a que se destina, com a
eficácia e  a qualidade requeridas.

§ 2.º - O regime de execução deste contrato é o de empreitada por preço global.

CLÁUSULA SEGUNDA – DO PRAZO E DAS CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO DOS


SERVIÇOS

§ 1º. O objeto deste contrato deverá ser executado e concluído em 22 (vinte e dois)
dias corridos, contados a partir da data da assinatura do contrato, conforme as
condições estabelecidas na licitação indicada no preâmbulo deste instrumento e seus
anexos, correndo por conta da contratada as despesas de seguros, transporte, tributos,
encargos trabalhista e previdenciários decorrentes da execução do objeto, em
conformidade com o estabelecido no Projeto Básico ( Memorial descritivo) – Anexo I do
edital da licitação.

§ 2º. A execução dos serviços devera ser concluída em até 22 (vinte e dois) dias
corridos, a contar da data da assinatura deste contrato.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

§ 3.º O objeto deste contrato deverá ser executado no estabelecimento da Contratada,


sendo que o objeto só poderá ser recebido por um representante legal da Contratante.

CLAUSULA TERCEIRA - DO PREÇO

A Contratada obriga-se a executar os serviços objeto deste contrato, pelo valor total de
R$ _______________ (_________________) constante de sua proposta comercial, no
qual estão incluídos todos os custos diretos e indiretos, bem como os encargos,
benefícios e despesas indiretas (BDI) e demais despesas de qualquer natureza.

§ 1.º O valor do contrato permanecera fixo e irreajustável.

CLÁUSULA QUARTA – DA VIGÊNCIA E PRORROGAÇÕES.

O contrato terá vigência de 45 (quarenta e cinco) dias, contados a partir da data da


assinatura.

§ 1° Eventual prorrogação de prazo de vigência será formalizada por meio de Termo


Aditivo a este Contrato, respeitadas as condições prescritas na Lei nº 8.666/93.

CLÁUSULA QUINTA – DO VALOR DO CONTRATO E DOS RECURSOS

O valor total do presente contrato é de R$ ________________


(_____________________ reais), referente ao presente exercício. O valor onerará o
subelemento econômico 33903985.

CLÁUSULA SEXTA – OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA

A CONTRATADA, além das obrigações constantes no Memorial descritivo - Projeto


Básico, daquelas estabelecidas em cláusulas próprias deste instrumento, e daquelas
estabelecidas em lei, em especial as definidas nos diplomas federal e estadual sobre
licitações, cabe:
I – Responsabilizar-se integralmente pelos serviços contratados, nos termos da
legislação vigente.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

II – Designar por escrito, no ato do recebimento da Autorização de Serviços,


preposto(s) com poderes para atendimento de possíveis ocorrências durante a
execução deste contrato.
III – Fazer seguro de seus trabalhadores contra riscos de acidentes de trabalho,
responsabilizando-se pelas prescrições e encargos trabalhista, previdenciários, fiscais
e comerciais, resultante da execução do contrato.
IV – Apresentar ao CONTRATANTE, quando exigido, comprovante de pagamento de
salários, apólices de seguro contra acidentes de trabalho, quitação de suas obrigações
trabalhistas, previdenciários relativas aos sues empregados que prestam ou tenham
prestado serviços ao CONTRATNTE, por força deste contrato.
V – Cumprir as posturas do Município e as disposições legais estaduais e federais que
interfiram na execução dos serviços.
VI - Responsabilizar-se pelos danos causados diretamente ao CONTRATANTE ou a
terceiros decorrentes de sua culpa ou dolo na execução do contrato, não excluindo ou
reduzindo essa responsabilidade a fiscalização do CONTRATANTE em seu
acompanhamento.
VII – Manter, durante toda a execução do contrato, em compatibilidade com as
obrigações assumidas, todas as condições de habilitação exigida na fase da licitação,
indicadas no preâmbulo deste termo, apresentando ao CONTRATANTE, inclusive, a
licença de funcionamento correspondente a cada exercício.
VIII – Manter pessoal em número suficiente, de forma a cumprir as obrigações
assumidas.
IX – Responsabilizar-se por eventuais paralisações dos serviços por parte dos seus
empregados, sem repasse de qualquer ônus ao CONTRATANTE, para que não haja
interrupções dos serviços prestados.
X - Dar ciência imediata e por escrito à CONTRATANTE sobre qualquer anormalidade
que verificar na execução dos serviços.
XI – Prestar esclarecimentos que lhe forem solicitados e atender prontamente as
reclamações sobre seus serviços os serviços.
XII – Reexecutar serviços sempre que solicitado pelo CONTRATANTE, quando
estiverem em desacordo coma as técnicas e procedimentos aplicáveis aos mesmos.
XIII – Responder ao Contratante pelos danos ou avarias causados por seus
empregados e encarregados ao patrimônio do CONTRATANTE, especialmente em

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

equipamentos, matérias e pela desconexão de aparelhos eletro-eletrônicos,


decorrentes de sua culpa ou dolo no exercício de suas atividades.
XIV – Responsabilizar - se pelos encargos trabalhistas, dissídios coletivos,
previdenciários, fiscais e comercias, bem como pelo cumprimento das normas legais
vigente de âmbito federal, estadual e municipal, e as normas internas de segurança e
medicina do trabalho, resultante da execução deste contrato, sem a transferência de
qualquer ônus a CONTRATANTE.

CLÁUSULA SETIMA – OBRIGAÇÕES DO CONTRATANTE

Para a execução dos serviços objeto do presente contrato, a CONTRATANTE obriga-


se a:

I - Efetuar os pagamentos devidos, de acordo com o estabelecido neste contrato.


II - Exercer a fiscalização dos serviços e realizar a vistoria no ato da entrega dos
serviços, através de gestores indicados pela Administração, nos termos do artigo 67 da
Lei Federal n. 8666/93.

CLÁUSULA OITAVA – DAS CONDIÇÕES DE RECEBIMENTO DO OBJETO

O objeto da presente licitação, será recebido provisoriamente, em até 02 (dois) dias


úteis, contados da data de recepção pela Administração do relatório de execução dos
serviços do mês acompanhado da nota fiscal/fatura representativa da prestação dos
serviços, de acordo com o estabelecido no caput da clausula nona deste instrumento.

§1 º Havendo rejeição dos serviços, no todo ou em parte, a contratada deverá refazê-


los no prazo estabelecido pela Administração, observando as condições estabelecidas
para a prestação.

§ 2 ° Na impossibilidade de serem refeitos os serviços rejeitados, ou na hipótese de


não serem os mesmos executados, o valor respectivo será descontado da importância
devida à contratada, sem prejuízo da aplicação das sanções cabíveis.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

§ 3 º O recebimento do objeto dar-se-á definitivamente no prazo de 05 (cinco) dias


úteis após o recebimento provisório, ou da data de conclusão das correções efetuadas
com base no disposto no parágrafo primeiro, uma vez verificada a execução
satisfatória dos serviços, mediante termo de recebimento definitivo, ou recibo, firmado
pelo servidor responsável.

CLÁUSULA NONA – DOS PAGAMENTOS

Para efeito de pagamento, a CONTRATADA encaminhará ao responsável pelo


recebimento dos serviços nos locais acima indicados, a respectiva nota fiscal/fatura.

Parágrafo Único – Deverá encaminhar além dos documentos mencionados acima,


Certidão Negativa de Débito, junto ao Serviço de Seguridade Social (INSS) e Fundo de
Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), se as apresentadas no ato da habilitação, já
estiverem vencidas.

a. A não apresentação dessas comprovações assegura à CONTRATANTE o


direito de sustar o pagamento com relação aos serviços prestados.
b. O pagamento será efetuado integralmente, no prazo de 30 (trinta) dias,
contado da data de entrada da nota fiscal/fatura, acompanhada do relatório do
recebimento dos serviços, e os documentos mencionados no item 7, desta cláusula, se
for o caso
c. As notas fiscais/faturas que apresentarem incorreções serão devolvidas à
contratada para as devidas correções. Nesse caso, o prazo de que trata o subitem “b”
do Parágrafo Único, desta Cláusula, começará a fluir a partir da data de apresentação
da nota fiscal/fatura, sem incorreções.
d. O pagamento será feito mediante crédito aberto em conta corrente  em
nome da Contratada no Banco do Brasil.
e. Havendo atraso nos pagamentos, sobre o valor devido incidirá correção
monetária nos termos do artigo 74, da Lei Estadual n.º 6.544/89, bem como juros
moratórios, à razão de 0,5% (meio por cento) ao mês, calculados “pro rata tempore”,
em relação ao atraso verificado.
f. Constitui condição para a realização dos pagamentos a inexistência de
registros em nome da Contratada no “Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

de Órgãos e Entidades Estaduais do Estado de São Paulo – CADIN ESTADUAL”, o


qual deverá ser consultado por ocasião da realização do pagamento.

CLÁUSULA DÉCIMA - DA FISCALIZAÇÃO E CONTROLE DA REALIZAÇÃO DOS


SERVIÇOS

O CONTRATANTE exercerá a fiscalização dos serviços de modo a assegurar o efetivo


cumprimento da execução do objeto contratado, podendo, ainda, realizar a supervisão
das atividades desenvolvidas pela CONTRATADA, efetuando avaliação periódica da
qualidade e do andamento dos serviços prestados.
§ 1 º A fiscalização dos serviços pelo CONTRATANTE não exclui, nem reduz a
completa responsabilidade da CONTRATADA pela inobservância de qualquer
obrigação assumida.

CLÁUSULA DECIMA PRIMEIRA - DA GARANTIA DE EXECUÇÃO CONTRATUAL.

Fica a CONTRATADA, dispensada da prestação de garantia,  sobre o valor da


contratação, conforme dispõe o artigo 56 da Lei Federal n.º 8666/93.

CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA – DA ALTERAÇÃO DA QUANTIDADE DOS


SERVIÇOS CONTRATADOS

A CONTRATADA fica obrigada a aceitar, nas mesmas condições contratadas, os


acréscimos ou supressões que se fizerem necessários no objeto, a critério exclusivo do
CONTRATANTE, até o limite de 25% (vinte e cinco por cento) do valor atualizado do
contrato.

§ 1.º Eventual alteração será obrigatoriamente formalizada por meio de Termo Aditivo
ao presente Contrato, respeitadas as disposições da Lei 8.666/93.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA – DAS SANÇÕES PARA O CASO DE


INADIMPLEMENTO

Ficará impedida de licitar e contratar com a Administração direta e autárquica do


Estado de São Paulo pelo prazo de até 5 (cinco) anos, ou enquanto perdurarem os
motivos determinantes da punição, a pessoa física ou jurídica, que praticar quaisquer
atos previstos no artigo 7º da Lei Federal n.º 10.520, de 17 de julho de 2002, c.c. o
artigo  15 da Resolução CEGP-10 de 19 de novembro de 2002.

A sanção de que trata o subitem anterior, poderá ser aplicada juntamente com as
multas previstas na Resolução SPP. n.º 333/2005, garantindo o exercício de prévia e
ampla defesa, e registrada no CADFOR e nos sistemas mantidos pela administração
autárquica.

§ 1.º A CONTRATANTE  reserva-se  o direito  de  descontar do valor das faturas, os


valores correspondentes às multas que eventualmente forem aplicadas.

§ 2.º As multas  são  autônomas e a aplicação de uma  não  exclui a de outra.

CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA – DA RESCISÃO E RECONHECIMENTO DOS


DIREITOS DO CONTRATANTE

12. O contrato poderá ser rescindido, na forma, com as conseqüências e pelos motivos
previstos nos artigos 75 a 82 da Lei Estadual n. 6.544/89 e artigos 77 a 80 e 86 a 88,
da Lei Federal n. 8.666/93.

§ 1.º - A CONTRATADA, reconhece, desde já, os direitos da CONTRATANTE nos


casos de rescisão administrativa, prevista no Artigo 79 da Lei Federal n.º 8.666/93,  e
no art. 77 da Lei  Estadual 6.544/89.

CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA – GARANTIA DOS SERVIÇOS

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

O prazo de garantia dos serviços, objeto deste contrato será de 90 (noventa) dias,
contra qualquer tipo de defeito e/ou falha, contados a partir da data de emissão do
termo de recebimento definitivo.

§ 1 º Todas as despesas havidas no período de garantia, tais como refazimento no


todo ou em parte dos serviços, transportes e mão-de-obra, correrão por conta da
contratada, não cabendo à CONTRATANTE quaisquer ônus.

§ 2 º O atendimento às solicitações da CONTRATANTE para a execução de reparos


ou refazimento parcial ou total dos serviços, deverá ser efetuado no prazo máximo de
10 ( dez) dias úteis .

CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA – DISPOSIÇÕES FINAIS

Fica ajustado, ainda que:

I – Consideram-se partes integrantes do presente contrato, como se nele estivessem


transcritos:

a) O Edital de Licitação na modalidade Pregão Eletrônico n.º 106/14 – SPTC/DA e


seus anexos;
b) A PROPOSTA apresentada pela CONTRATADA;
c) A Ata da Sessão Pública do Pregão, onde estão registrados os lances ofertados.
d) O Termo de Responsabilidade lavrado na retirada dos veículos.
e) A Resolução SSP – 333/2005.

II – Aplicam-se às omissões deste contrato às disposições da Lei Federal nº. 10.520 de


17 de julho de 2002, Decreto Estadual nº. 47.297 de 06 de novembro de 2002,
Resolução CEGP-10 de 19 de novembro de 2002, Lei Federal nº. 8.666 de 23 de junho
de 1993, Lei Estadual N. 6.544 de 22 de novembro de 1989 e demais normas
regulamentares aplicáveis à espécie.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

III – Para dirimir quaisquer questões decorrentes do contrato, não resolvidas na esfera
administrativa, será competente o foro da Comarca da Capital do Estado de São Paulo.

E assim, por estarem às partes justas e contratadas, foi lavrado o presente instrumento
em três (03) vias de igual teor e forma que lido e achado conforme pelas PARTES, vai
por elas assinado para que produza todos os efeitos de direito, na presença das
testemunhas abaixo identificadas.

CONTRATANTE                                                       

____________________________________
CONTRATADA
____________________________________

Testemunhas:
____________________________________

____________________________________

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO XI

TERMO DE CIÊNCIA E DE NOTIFICAÇÃO


Órgão:
Contrato nº.
Objeto:
Contratante:
Contratada:

Na qualidade de Contratante e Contratado, respectivamente, do Termo acima


identificado, e, cientes do seu encaminhamento ao TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO, para fins de instrução e julgamento, damo-nos por CIENTES e
NOTIFICADOS para acompanhar todos os atos da tramitação processual, até
julgamento final e sua publicação e, se for o caso e de nosso interesse, para, nos
prazos e nas formas legais e regimentais, exercerem o direito da defesa, interpor
recursos e o mais que couber. Outrossim, declaramos estar cientes, doravante, de que
todos os despachos e decisões que vierem a ser tomados, relativamente ao aludido
processo, serão publicados no Diário Oficial do Estado, Caderno do Poder Legislativo,
parte do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, de conformidade com o artigo 90
da Lei Complementar nº. 709, de 14 de janeiro de 1993, iniciando- se, a partir de então,
a contagem dos prazos processuais.

São Paulo,___de_________de_______

______________
Contratante

______________
Contratada

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

ANEXO XII

RESOLUÇÃO SSP 333/05

Dispõe sobre a aplicação das multas previstas nos artigos 79, 80 e inciso II do artigo
81 da Lei Estadual 6.544, de 22.11.89, nos artigos 81, 86 e 87 da Lei Federal 8.666, de
21.06.93 e alterações posteriores, no âmbito da Secretaria dos Negócios da
Segurança Pública do Estado de São Paulo

Artigo 1º - A aplicação de multas, a que se referem os artigos 86 e 87 da Lei Federal


8.666 de 21.06.93, e alterações que lhe foram incorporadas, e os artigos 79, 80, 81
inciso II, da Lei Estadual 6.544, de 22.11.89, obedecerá às normas estabelecidas na
presente Resolução.
Artigo 2º - A recusa injustificada do adjudicatário em assinar, aceitar ou retirar o
contrato ou instrumento equivalente, dentro do prazo estabelecido pela Administração,
ensejará a multa correspondente a 20% do valor do ajuste ou multa correspondente à
diferença do preço resultante de nova licitação para realização da obrigação não
cumprida, prevalecendo a de maior valor.
Artigo 3º - A inexecução total do ajuste ensejará a aplicação de multa de 30% do valor
do ajuste ou multa correspondente à diferença do preço resultante de nova licitação
para realização da obrigação não cumprida, prevalecendo a de maior valor.
Artigo 4º - A inexecução parcial do ajuste ensejará a aplicação de multa de 20%
calculada sobre o valor dos materiais não entregues ou serviços não executados ou
multa correspondente à diferença do preço, resultante da nova licitação, referente à
parcela da obrigação não cumprida, prevalecendo a de maior valor.
Artigo 5º - O descumprimento injustificado de prazos fixados no contrato ou
instrumento equivalente para entrega de materiais, execução de etapas ou conclusão
de obras e serviços com prazos determinados, ensejarão a aplicação das seguintes
multas, que incidirão sobre o valor das obrigações não cumpridas:
I - atraso de até 15 dias = 0,2% por dia de atraso
II - atraso de 16 a 30 dias = 0,3% por dia de atraso
III - atraso de 31 a 60 dias = 0,4% por dia de atraso
§ 1º - o atraso superior a 60 dias será considerado inexecução parcial ou total do
ajuste, conforme o caso;

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

§ 2º - nos casos de materiais não entregues, o atraso será contado a partir do primeiro
dia útil subseqüente ao término do prazo estabelecido para a entrega.
§ 3º - nos casos de materiais entregues e não aceitos, o atraso será contado a partir do
1º dia útil subseqüente ao prazo estabelecido para a nova entrega.
Artigo 6º- O descumprimento das obrigações que ferem critérios e condições previstos
nos contratos de prestação de serviços contínuos e que não configurem inexecução
total ou parcial do ajuste ou mora no adimplemento, ensejará a aplicação de multa de
5% que incidirá sobre o valor mensal contratual correspondente ao mês da ocorrência.
Artigo 7º - As multas serão aplicadas na seguinte conformidade:
I - recusa injustificada em assinar, aceitar ou retirar o contrato = 20% do valor total do
contrato ou diferença do preço resultante de nova licitação para realização da
obrigação não cumprida, prevalecendo a de maior valor.
II - inexecução total = 30% do valor total do contrato ou diferença do preço resultante
de nova licitação para realização da obrigação não cumprida, prevalecendo a de maior
valor.
III - inexecução parcial = 20% do valor referente às obrigações não cumpridas ou
diferença do preço resultante de nova licitação para realização da obrigação não
cumprida, prevalecendo a de maior valor.
IV - atraso de até 15 dias = 0,2% x dias de atraso x valor referente às obrigações não
cumpridas.
V - atraso de 16 a 30 dias = 0,3% x dias de atraso x valor referente às obrigações não
cumpridas.
VI - atraso de 31 a 60 dias = 0,4% x dias de atraso x valor referente às obrigações não
cumpridas.
VII - descumprimento de critérios e condições previstas nos contratos de prestação de
serviços contínuos= 5% x valor mensal do contrato.
Artigo 8º- Configurado o descumprimento da obrigação contratual, será a contratada
notificada da infração e da penalidade correspondente, para apresentar defesa no
prazo de 5 dias úteis contados do 1º dia útil subseqüente ao recebimento da
notificação.
§ 1º- Recebida a defesa, a autoridade competente deverá manifestar-se
motivadamente sobre o acolhimento ou rejeição das razões apresentadas, para
concluir pela imposição ou não da penalidade.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

§ 2º- No caso de aplicação da multa, a mesma deverá ser publicada no Diário Oficial
do Estado de São Paulo.
Artigo 9º - O valor correspondente à multa, após o devido procedimento em que tenha
sido assegurado o direito da ampla defesa à contratada, será descontado do primeiro
pagamento subseqüente devido à Contratada decorrente de execução contratual e no
caso de não haver pagamentos pendentes à contratada, o valor da multa deverá ser
recolhido ao Tesouro do Estado, por meio de guia de recolhimento, no prazo de até 05
dias contados da publicação da multa no Diário Oficial do Estado de São Paulo ou,
caso o contrato tenha exigido garantia, o valor da multa será descontado da garantia
prestada.
§ 1º - O pagamento da multa deverá ser devidamente comprovado perante a
Secretaria de Estado dos Negócios da Segurança Pública, sendo aplicados juros
moratórios de 0,5% ao mês às multas não recolhidas até o vencimento.
§ 2º - Se o pagamento da multa imposta ao contratado não for efetuado dentro do
prazo de 05 dias contados da data da publicação no Diário Oficial do Estado de São
Paulo, sua cobrança será feita judicialmente, nos termos da legislação em vigor.
Artigo 10 - A multa não impede que a Administração rescinda unilateralmente o
contrato e aplique as outras sanções previstas na Lei Federal nº 8.666, de 21.06.93, na
Lei Estadual nº 6.544, de 22.11.89 e na Lei Federal nº 10.520, de 17.07.02 e suas
alterações.
Parágrafo primeiro - Para as sanções previstas nos incisos III e IV dos artigos 87 da
Lei
Federal 8.666, de 21.06.93 e 81 da Lei Estadual nº 6.544, de 22.11.89, bem como, no
artigo 7 da Lei Federal 10.520, de 17.07.02, deverá ser observado o disposto no
Decreto 48.999, de 29.09.04 e na Resolução CC-52 de 19.07.2005.
Parágrafo segundo - A autoridade competente para aplicação das sanções referidas
no parágrafo anterior, após o julgamento dos recursos ou transcorrido o prazo sem a
sua interposição, providenciará a sua imediata divulgação no sítio eletrônico
"www.sancoes.sp.gov.br" considerando que o mesmo é acessado a cada
licitação/contratação efetuada pela Administração.
Artigo 11 - As multas são autônomas e a aplicação de uma não exclui a da outra.
Artigo 12 - As disposições desta Resolução aplicam-se também às obras, serviços ou
compras realizadas mediante dispensa ou inexigibilidade de licitação.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311
Secretaria da Segurança Pública
SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
Divisão de Administração

Artigo 13 - "Da aplicação das multas previstas nesta Resolução caberá recurso no
prazo de 5 dias úteis, conforme o disposto no artigo 109, inciso I, alínea "f", da Lei
Federal nº 8.666, de 21.06.93".
Artigo 14 - As normas estabelecidas nesta resolução deverão constar,
obrigatoriamente, em todos instrumentos convocatórios das licitações e nos contratos
firmados para fornecimentos, obras ou serviços.
Artigo 15 - Aos casos não previstos nesta Resolução aplicam-se as disposições
pertinentes da Lei Federal 8.666, de 21.06.93, da Lei Estadual 6.544, de 22.11.89 e
atualizações posteriores.
Artigo 16 - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação, ficando
revogada a Resolução SSP-111/91.

R. Moncorvo Filho, 410 – 4.º andar – Ala I – Capital – SP – CEP 05507-060 –  (11) 3815-8200 R. 2606 – Fax (11) 3031-1311