Você está na página 1de 1

FOLHA DE REDAÇÃO

SÉRIE/ANO: PROFESSOR(ES):
1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO RENATO / CÍCERO / VANESSA
No
João Vitor Carvalho Sabry
TURMA DATA:
ALUNO: / / 2020

CRITÉRIOS DE CORREÇÃO
1. Domínio da modalidade escrita formal da língua
Ortografia, acentuação, pontuação, separação silábica e/ou translineação, concordância e flexão verbal e/ou nominal, regência
verbal e nominal, crase
2.Compreensão da proposta de produção
Adequação ao tema proposto, tratamento do tema, fuga parcial do tema, fuga total do tema, organização das ideias, coerência
e coesão textual, referenciação, cópia de trechos dos textos motivadores ou de outros textos.
3. Adequação ao gênero textual e ao tipo
Marcas linguísticas do gênero proposto, reconhecendo as características do gênero (estrutura e linguagem).
4. Organização textual e criatividade
Paragrafação, respeito às margens, legibilidade textual, texto com linhas inferior/superior ao limite, originalidade, autoria.

ORIENTAÇÕES:
 Salve este arquivo em seu computador. Depois, faça o esquema ou o rascunho de seu texto em um caderno ou uma folha.
 Digite seu texto no espaço destinado abaixo, respeitando a formatação desta folha e o limite de linhas estabelecido (fonte:
arial / tamanho 11 / espaçamento simples / recuo de parágrafo 1 cm / mínimo: 20 linhas / máximo: 30 linhas)
 Ao terminar a digitação do seu texto, salve o arquivo em formato PDF.
 Encaminhe seu arquivo (em PDF) para avaliação, no espaço reservado para envio dessa TAREFA, na plataforma Moodle.
 Não apague essas orientações. Seu texto deverá ocupar apenas esta página. Não ultrapasse para a página seguinte.

Digite sua redação a partir dessa linha ↓

Atualmente no brasil, há mais pessoas na fila de adoção do que crianças esperando para serem
adotadas. Isso parece bom, porém, quando se leva em consideração que a quantidade de pais
dispostos a adotar crianças acima de 12 anos é 250 vezes menor que os dispostos a adotar de 0 a 12,
torna-se notável o problema que encaramos.
A principal e mais comum dificultade enfrentada por pais esperando na fila de adoção é
exatamente a espera. O fator da demora está mais associado com a disponibilidade de crianças de
faixa etárias mais procuradas (entre 0 e 10 anos), em relação aos pais. Esse fato entra em contradição
com a auxência de procura por adolescentes, que se encontram com pouca esperança de serem
agregados à uma família.
Quando uma criança de orfanato atinge uma idade acima de 10 anos, suas chances de adoção
despencam consideravelmente, esse dado se torna ainda mais drástico quando é levado em
consideração a cor de pele e sexo da criança. Dados estatísticos mostram uma predileção para
crianças brancas de sexo feminino, destacando-se sobre as demais.
É clara a dificuldade de adotar uma criança no Brasil, e os problemas desse sistema vão muito
além dos orfanatos ou da justiçã, parte dos problemas vêm tambêm dos pais. Porém é um assunto
mais complexo.

Rua Barroso, 363 Praça Saraiva - Centro | Fone (86) 2107-4400 | CEP.: 64.001-130 Teresina - Piauí

Você também pode gostar