Você está na página 1de 10

Gramática

A gramática é formada por: Morfologia + Sintaxe + Semântica

Morfologia
Estudo das classes gramaticais ou classes de palavras

Sintaxe
Estuda as:
*Funções Sintáticas (sujeito, predicado, objeto direto etc.)
*Concordância
*Regência e
*Colocação (especialmente a colocação pronominal)

Semântica
Estuda o significado/ sentido da palavra dentro do contexto (próximo a interpretação)

MORFOLOGIA
(10 classes gramaticais)

GRUPO 1:​ 6 classes variáveis


GRUPO 2​: 4 classes invariáveis

Palavra variável significa que tem flexão (de gênero ou número)


Gênero: Masculino / Feminino
Número: Singular / Plural

Flexões verbais: MODO / TEMPO / NÚMERO / PESSOA


GRUPO1: CLASSES VARIÁVEIS
1. SUBSTANTIVO
2. ADJETIVO
3. ARTIGO
4. NUMERAL
5. PRONOME
6. VERBO
GRUPO 2 - CLASSES INVARIÁVEIS
1. ADVÉRBIO
2. PREPOSIÇÃO (conectivo / função de conectar palavras ou orações)
3. CONJUNÇÃO (conectivo / função de conectar palavras ou orações)
4. INTERJEIÇÃO

Relações entre as classes

1) ADJETIVO ​- Sempre vai estar relacionado a um ​substantivo. ​Vai estar


“modificando” o substantivo.

2) ADVÉRBIO ​- Pode modificar um: ​adjetivo, verbo ​ou outro ​advérbio.

Exemplo a: ​ Comprei um livro.


Comprei um livro ​chato ​(Chato altera a ideia inicial. Chato é o
modificador de ideia). Chato se relaciona da fraseO (subst.). CHATO é um ​adjetivo.

Exemplo b:​ Comprei um livro ​de história.


DE HISTÓRIA modifica o sentido original da frase. Está relacionada a
livro (subst.). É uma ​locução adjetiva.
Locução porque é um adjetivo formado por mais de uma palavra.

Comprei um livro ​que você queria.


QUE VOCÊ QUERIA relaciona a LIVRO (subst.)
A presença do verbo QUERER caracteriza uma ​oração. ​Como ela está relacionada
ao substantivo, função que caberia ao adjetivo, formou-se uma ​oração adjetiva.
Exemplo c: ​ ​Ele​ fez elogios a ​minha ​prima.
ELE (pronome pessoal do caso reto)
MINHA (pronome possessivo) -> se refere a palavra PRIMA (subst.) ->
Classificação nesta frase é ​pronome adjetivo possessivo.

ELE -> Está ​substituindo ​um substantivo. Por exemplo, se trocar ELE por
JOÃO, a frase mantém o sentido. Nesta frase ele exerce a função de
substantivo, ​pronome substantivo pessoal do caso reto.

Exemplo d: ​Mariana é estudiosa.


Mariana: Substantivo
é: verbo
estudiosa: adjetivo
Toda vez que se tem um adjetivo é necessário apontar a relação entre ele e
algum substantivo.
Estudiosa se refere a Mariana.

Mariana é ​muito ​estudiosa


MUITO entra relacionado ao adjetivo (estudiosa). Relacionado ao adjetivo, só
pode ser o ​advérbio.

Exemplo e: ​Ela estuda


Ela: pronome (substituindo um substantivo / papel de substantivo). Pronome
Pessoal do caso reto.
Estuda: verbo

Ela estuda ​pouco.


Pouco relaciona com o ​verbo. ​Quem modifica o verbo é o​ advérbio.

Exemplo e: ​A vizinha parece mal


A: artigo definido (acompanha o subst.)
vizinha: substantivo
parece: verbo
mal:​ mal seria um adjetivo se relacionado a vizinha. Se flexionar o adjetivo
tem que acompanhar a flexão.
Ex. Vizinha mal / Vizinho mal (ficou inalterado. Então a relação não o faz
adjetivo)
Mal: ​está relacionado ao verbo (modo / mal de saúde), sendo assim um ​advérbio
de modo.

Se fosse relacionado ao adjetivo seria mau.


Ex. O vizinho parece mau / a vizinha parece má. (Flexionou)

A vizinha parece ​muito ​mal


Muito: ​relaciona a mal. Intensifica o advérbio. Sendo outro ​advérbio ​(de
intensidade)​.

Advérbio só modifica advérbio

ANÁLISE MORFOLÓGICA

1º GRUPO: ​Elemento​ UM

a) Chegou ​um​ homem estranho.


i) Será classificado como ​artigo indefinido. (acompanha​ o substantivo
homem).
ii) Estranho é um adjetivo porque eu consigo relacionar (​modifica/altera
o significado) ​ao substantivo homem.
iii) Não é um numeral porque existe o critério da clareza. Onde prioriza o
artigo em caso de dúvida do leitor.

b) O lápis custou ​um ​real.


i) Ideia de ​quantidade. ​Sendo assim um numeral.

c) Sempre há ​um ​que não concorda.


i) um pode ser substituído por ​alguém (pronome indefinido).
d) O ​um ​é artigo.
i) o UM é um substantivo. O que determina é o artigo.

Geralmente o substantivo é o termo seguinte do artigo, mas isso nem sempre


acontece.
Ex.: a) ​A bela mulher ​saiu.
A: artigo definido
bela: adjetivo
mulher: substantivo

b) A bela saiu
A: artigo definido
bela: na ausência do substantivo o artigo acaba substantivando o elemento
seguinte.

2º GRUPO: ​Elemento​ BASTANTE

a) Ontem comemos ​bastante.


Relaciona com o elemento ​comemos​. Está relacionada ao verbo. Sendo assim um
advérbio. Gramática
(V1)
A gramática é formada por: Morfologia + Sintaxe + Semântica

Morfologia
Estudo das classes gramaticais ou classes de palavras

Sintaxe
Estuda as:
*Funções Sintáticas (sujeito, predicado, objeto direto etc.)
*Concordância
*Regência e
*Colocação (especialmente a colocação pronominal)

Semântica
Estuda o significado/ sentido da palavra dentro do contexto (próximo a interpretação)

MORFOLOGIA
(10 classes gramaticais)

GRUPO 1:​ 6 classes variáveis


GRUPO 2​: 4 classes invariáveis

Palavra variável significa que tem flexão (de gênero ou número)


Gênero: Masculino / Feminino
Número: Singular / Plural

Flexões verbais: MODO / TEMPO / NÚMERO / PESSOA

GRUPO1: CLASSES VARIÁVEIS


1. SUBSTANTIVO
2. ADJETIVO
3. ARTIGO
4. NUMERAL
5. PRONOME
6. VERBO
GRUPO 2 - CLASSES INVARIÁVEIS
1. ADVÉRBIO
2. PREPOSIÇÃO (conectivo / função de conectar palavras ou orações)
3. CONJUNÇÃO (conectivo / função de conectar palavras ou orações)
4. INTERJEIÇÃO
Relações entre as classes
(V1- A1V2- 13:28)

1) ADJETIVO ​- Sempre vai estar relacionado a um ​substantivo. ​Vai estar


“modificando” o substantivo.

2) ADVÉRBIO ​- Pode modificar um: ​adjetivo, verbo ​ou outro ​advérbio.

Exemplo a: ​ Comprei um livro.


Comprei um livro ​chato ​(Chato altera a ideia inicial. Chato é o
modificador de ideia). Chato se relaciona da fraseO (subst.). CHATO é um ​adjetivo.

Exemplo b:​ Comprei um livro ​de história.


DE HISTÓRIA modifica o sentido original da frase. Está relacionada a
livro (subst.). É uma ​locução adjetiva.
Locução porque é um adjetivo formado por mais de uma palavra.

Comprei um livro ​que você queria.


QUE VOCÊ QUERIA relaciona a LIVRO (subst.)
A presença do verbo QUERER caracteriza uma ​oração. ​Como ela está relacionada
ao substantivo, função que caberia ao adjetivo, formou-se uma ​oração adjetiva.

Exemplo c: ​ ​Ele​ fez elogios a ​minha ​prima.


ELE (pronome pessoal do caso reto)
MINHA (pronome possessivo) -> se refere a palavra PRIMA (subst.) ->
Classificação nesta frase é ​pronome adjetivo possessivo.

ELE -> Está ​substituindo ​um substantivo. Por exemplo, se trocar ELE por
JOÃO, a frase mantém o sentido. Nesta frase ele exerce a função de
substantivo, ​pronome substantivo pessoal do caso reto.
Exemplo d: ​Mariana é estudiosa.
Mariana: Substantivo
é: verbo
estudiosa: adjetivo
Toda vez que se tem um adjetivo é necessário apontar a relação entre ele e
algum substantivo.
Estudiosa se refere a Mariana.

Mariana é ​muito ​estudiosa


MUITO entra relacionado ao adjetivo (estudiosa). Relacionado ao adjetivo, só
pode ser o ​advérbio.

Exemplo e: ​Ela estuda


Ela: pronome (substituindo um substantivo / papel de substantivo). Pronome
Pessoal do caso reto.
Estuda: verbo

Ela estuda ​pouco.


Pouco relaciona com o ​verbo. ​Quem modifica o verbo é o​ advérbio.

Exemplo e: ​A vizinha parece mal


A: artigo definido (acompanha o subst.)
vizinha: substantivo
parece: verbo
mal:​ mal seria um adjetivo se relacionado a vizinha. Se flexionar o adjetivo
tem que acompanhar a flexão.
Ex. Vizinha mal / Vizinho mal (ficou inalterado. Então a relação não o faz
adjetivo)
Mal: ​está relacionado ao verbo (modo / mal de saúde), sendo assim um ​advérbio
de modo.
Se fosse relacionado ao adjetivo seria mau.
Ex. O vizinho parece mau / a vizinha parece má. (Flexionou)

A vizinha parece ​muito ​mal


Muito: ​relaciona a mal. Intensifica o advérbio. Sendo outro ​advérbio ​(de
intensidade)​.

Advérbio só modifica advérbio

ANÁLISE MORFOLÓGICA

1º GRUPO: ​Elemento​ UM

a) Chegou ​um​ homem estranho.


i) Será classificado como ​artigo indefinido. (acompanha​ o substantivo
homem).
ii) Estranho é um adjetivo porque eu consigo relacionar (​modifica/altera
o significado) ​ao substantivo homem.
iii) Não é um numeral porque existe o critério da clareza. Onde prioriza o
artigo em caso de dúvida do leitor.

b) O lápis custou ​um ​real.


i) Ideia de ​quantidade. ​Sendo assim um numeral.

c) Sempre há ​um ​que não concorda.


i) um pode ser substituído por ​alguém (pronome indefinido).

d) O ​um ​é artigo.
i) o UM é um substantivo. O que determina é o artigo.

Geralmente o substantivo é o termo seguinte do artigo, mas isso nem sempre


acontece.
Ex.: a) ​A bela mulher ​saiu.
A: artigo definido
bela: adjetivo
mulher: substantivo

b) A bela saiu
A: artigo definido
bela: na ausência do substantivo o artigo acaba substantivando o elemento
seguinte.

2º GRUPO: ​Elemento​ BASTANTE

a) Ontem comemos ​bastante.


i) Relaciona com o elemento ​comemos​. Está relacionada ao verbo.
Sendo assim um ​advérbio.