Você está na página 1de 284

1270D Harvester

Número de série
WH1270D000003-

MANUAL DO OPERADOR
1270D Harvester
OMF063967 (PORTUGUESE)

Worldwide Construction
And Forestry Division
LITHO IN FINLAND
Introdução
Introdução

As informações contidas neste manual consistem de manual e durante o treinamento sejam


instruções de operação que ajudarão o Operador a seguidas durante a operação e manutenção
operar a máquina de maneira segura e eficiente. da máquina.
Mantenha-o sempre à mão e disponı́vel para todos os
que trabalham com a máquina. Caso o manual se Este manual de instruções descreve a operação do
extravie ou se torne imprestável , entre em contato seu Timberjack 1270D harvester de agarramento
com a Timberjack ou seu revendedor mais próximo simples.
para obter um manual novo.
Somente Operadores e técnicos de serviço que
Se você vender a máquina, entregue este manual a tenham sido capacitados por cursos sobre o 1270D,
seus novos proprietários. aprovados ou conduzidos pela Timberjack, poderão
operar a máquina.
Melhorias contı́nuas no produto, feitas pela
Timberjack, podem resultar em mudanças na máquina Mais ainda, o Operador deverá ter estudado e
cujos detalhes não constem deste manual. Consulte a compreendido todas as informações do manual.
Timberjack ou seu revendedor local para obter
informações atualizadas sobre sua máquina ou para O manual abastece você com informações, sobre o
sanar dúvidas relativas às informações contidas neste projeto e funções, necessárias para o uso e cuidados
manual. da maneira correta. Também serve como guia durante
a manutenção e algumas tarefas de ajustagens.
CUIDADO: Somente pessoas capacitadas
Por gentileza, contate o revendedor Timberjack sobre
por treinamento aprovado pela Timberjack
a manutenção mais complicada e serviços de reparos.
estão autorizadas a operar máquinas
Nossos técnicos têm o treinamento, experiência,
Timberjack.
peças genuı́nas e ferramentas especiais necessárias
para devolver rapidamente sua máquina ao trabalho
A operação e manutenção incorretas podem
produtivo, por um custo menor.
ser perigosas e podem resultar em
ferimentos sérios ou mesmo morte.

Por esse motivo, é da mais alta relevância


que todas as informações dadas neste

AK12300,0000030 –54–10OCT01–1/1

081202
PN=2
Introdução

Harvester 1270D Timberjack

O Harvester Timberjack 1270D foi projetado para A experiência mostra que uma verificação completa da
derrubada, desgalhamento e corte transversal no máquina, em intervalos regulares, é uma garantia para
tamanho, de árvores. A máquina não deverá ser baixos custos operacionais.
usada para qualquer outra atividade.
Não polua o meio ambiente. É imperativo que você
Projetamos o Harvester Timberjack 1270D para operar não permita derramamento de óleo no chão porque
sob difı́ceis condições fora-de-estrada. Ainda assim, é apenas um litro de óleo mineral pode contaminar um
importante que você sempre adapte sua velocidade de milhão de litros de água. Se você encontrar um
trabalho às condições topográficas locais. Use vazamento, repare imediatamente.
correntes, se necessário.
Lembre-se da prevenção de incêndios. Mantenha a
A manutenção regular e a operação correta são de máquina limpa o tempo todo para reduzir o risco de
vital importância para uma longa vida útil da máquina. superaquecimento e a chance de iniciar um incêndio.
Por esse motivo, as instruções contidas neste manual Mande verificar os extintores de incêndio
deverão ser seguidas. regularmente.

AK12300,000002A –54–09OCT01–1/1

081202
PN=3
Introdução

Localização das placas de Especificações e de Número de Série

–UN–28MAY02
T154117

1. O número de série gravado está localizado no lado 3. Número de série da grua.


direito do chassi. 4. Número de série do cabeçote.
2. Placa de especificações dentro da cabina no pilar
traseiro direito da cabina.

AK12300,0000021 –54–27APR01–1/1

081202
PN=4
Introdução

Garantia

A Timberjack garante a máquina em conformidade com


as condições da garantia padrão do grupo Timberjack.

Os seguintes pré-requisitos aplicam-se com relação à


nossa responsabilidade quanto às máquinas por nós
fabricadas:

• A máquina é operada e mantida somente por pessoas


capacitadas através de treinamento aprovado pela
Timberjack ou por um revendedor autorizado pela
Timberjack.
• A máquina deve ser operada e sua manutenção
executada conforme as instruções fornecidas neste
manual.
• As especificações de combustı́veis, lubrificantes e
fluidos devem ser seguidas.
• Somente peças genuı́nas Timberjack devem ser
usadas.

AK12300,000002C –54–09OCT01–1/1

Serviço de Garantia

A máquina é inspecionada e testada antes da entrega e


pode ser colocada imediatamente em operação. Para
assegurar uma operação segura, é essencial que a
máquina seja completamente assistida após entrar em
operação.

Um representante autorizado pelo Grupo Timberjack


deverá executar a revisão nas 250 horas de operação
para manter a validade da garantia.

Naturalmente, a validade da garantia requer que durante


o perı́odo de garantia todos os procedimentos de
manutenção sejam executados de acordo com os
intervalos detalhados neste manual.

AK12300,000002D –54–09OCT01–1/1

081202
PN=5
Introdução

081202
PN=6
Conteúdo
Página Página

Segurança — Caracterı́sticas de Segurança Prevenção de Incêndios . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-12


Caracterı́sticas de Segurança do Harvester Como Agir no Caso de Incêndio na
Timberjack 1270D . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-1-1 Máquina? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-13

Segurança — Precauções Gerais Segurança — Precauções de Segurança na


Generalidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2-1 Manutenção
Reconhecendo Informações sobre Generalidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-1
Segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2-1 Antes dos Reparos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-2
Significado das advertências . . . . . . . . . . . . . . 1-2-2 Use Vestuário Adequado . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-3
Esteja Preparado para Emergências . . . . . . . . 1-2-2 Uso das Ferramentas Apropriadas . . . . . . . . . . 1-4-3
Use os Equipamentos de Proteção . . . . . . . . . 1-2-3 Suporte a Máquina Adequadamente . . . . . . . . 1-4-4
Manuseie os Fluidos de Maneira Segura— Desligue o Motor Diesel, Desligue o Cabo
Evite Incêndios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2-3 da Bateria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-4
Manuseie os Produtos Quı́micos de Repare com Segurança o Sistema de
Maneira Segura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2-4 Arrefecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-5
Troque os avisos sobre Segurança . . . . . . . . . 1-2-4 Evite Explosões da Bateria. . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-5
Manutenção da Segurança da Cabina . . . . . . . 1-2-5 Evite Queimaduras por Ácido . . . . . . . . . . . . . . 1-4-6
Instale Adequadamente o Dê partida ao motor diesel somente a
Radio-Transmissor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2-5 partir da posição sentado no banco do
Operador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-6
Segurança — Precauções Operacionais Esteja alerta quanto aos gases de escape . . . . 1-4-7
Inspeção da Máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-1 Evite Fluidos sob Alta Pressão . . . . . . . . . . . . . 1-4-7
Prenda o cartão de advertência Não Evite Aquecimento próximo das Linhas de
Funcione . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-1 Fluido Pressurizadas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-8
Evite Descontrole da Máquina . . . . . . . . . . . . . 1-3-2 Execute Reparos por Soldagem de Maneira
Use os Corrimãos e Degraus . . . . . . . . . . . . . . 1-3-3 Segura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-8
Prepare as Saı́das Secundárias antes Manutenção Segura dos Pneus . . . . . . . . . . . . 1-4-9
da Partida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-4 Reabastecimento e Manutenção do
Manuseio Seguro dos Fluidos Auxiliares de Sistema de Combustı́vel . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-9
Partida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-4 Disposição Adequada dos Produtos
Atenção com os Espectadores . . . . . . . . . . . . . 1-3-5 Usados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-10
Mantenha os Caronas longe da Máquina . . . . . 1-3-5
Uso do Cinto de Segurança . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-6 Cabina e Controles
Evite Riscos sob Condições Difı́ceis. . . . . . . . . 1-3-7 Localizador dos Componentes da Cabina . . . . 2-1-1
Interrompa a Operação se a Máquina Emitir Chave Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-2
um Alerta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-7 Lâmpadas de Controle . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-2
Mantenha as Pessoas Fora da Zona de Painel de instrumentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-4
Risco . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-8 Controles da Grua . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-7
Evite os pontos de esmagamento. . . . . . . . . . . 1-3-8 Teclados de Controle . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-8
Evite Linhas de Alta Tensão. . . . . . . . . . . . . . . 1-3-9 Condicionador de Ar, Instruções de
Tráfego/Transporte em Vias Públicas . . . . . . . 1-3-10 Operação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-9
Enfatize a Segurança antes de Trafegar
sobre Águas Congeladas . . . . . . . . . . . . . . 1-3-11 Continua na próxima página

Todas as informações, ilustrações e especificações deste manual são


baseadas nas informações mais recentes e disponíveis no momento da
publicação deste. Fica reservado o direito de realizar mudanças a
qualquer momento sem aviso prévio.
COPYRIGHT  2002
DEERE & COMPANY
Moline, Illinois
All rights reserved
A John Deere ILLUSTRUCTION Manual

i 081202
PN=1
Conteúdo

Página Página

Pedais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-10 Óleo Hidráulico. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-6


Ajustagem do Banco do Operador . . . . . . . . . 2-1-11 Fluido para Freio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-6
Óleo para Engrenagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-6
Instruções de Operação
Generalidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-1 Intervalos de Manutenção
Chaves de segurança e Parada de Lista de verificação — Máquina-Base. . . . . . . . 4-3-1
Emergência. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-2 Peças Necessárias. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3-1
Grua . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-3
Freios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-4
Manutenção — Cada 10 Horas ou Diariamente
Direção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-5
Verifique o Nı́vel do Óleo Hidráulico . . . . . . . . . 4-4-1
Caixa Alta/Caixa Baixa e Tração Dianteira . . . . 3-1-6
Verifique o Nı́vel de Óleo do Motor Diesel . . . . 4-4-1
Bloqueio dos Diferenciais . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-7
Verifique a Tela do Filtro de Combustı́vel. . . . . 4-4-2
Freio Torcional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-7
Verifique o Nı́vel do Lı́quido Arrefecedor . . . . . 4-4-2
Antes de Arrancar o Motor Diesel ao
Verifique o Indicador do Filtro da Ar . . . . . . . . . 4-4-3
Iniciar o Turno de Trabalho . . . . . . . . . . . . . . 3-1-8
Verifique a Limpeza da Tela do Radiador. . . . . 4-4-4
Operação do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-8
Verifique Visualmente os Pneus Quanto
Arranque do motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-9
a Pressão e Aparência Geral . . . . . . . . . . . . 4-4-4
Partida em Tempo Frio. . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-11
Outros Procedimentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-4-5
Após a partida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-12
Ao final do turno execute a seguinte
Desligando o Motor Diesel . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-13
manutenção e verificações . . . . . . . . . . . . . . 4-4-5
Tráfego Fora-de-Estrada . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-14
Abasteça o Tanque de Combustı́vel . . . . . . . . . 4-4-6
Tráfego em Vias Públicas. . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-15

Transporte e Rebocamento Manutenção — Cada 50 Horas ou Semanalmente


Transporte da Máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2-1 Verifique o Nı́vel de Óleo do Reservatório
Rebocamento da máquina . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2-2 do Freio de deslocamento e o Nı́vel
Liberação do Freio de Estacionamento . . . . . . 3-2-3 de Fluido do Lavador das Janelas . . . . . . . . 4-5-1
Desligamento do Sistema de Transmissão Lubrifique os Mancais da Articulação
de Potência. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2-3 Central e dos Cilindros da Direção . . . . . . . . 4-5-1
Liberação do Freio de Serviço . . . . . . . . . . . . . 3-2-4 Outros Procedimentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5-2
Desligamento da direção . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2-4
Recolhimento de uma Grua Inoperante . . . . . . 3-2-5 Manutenção — Cada 250 Horas
Limpe a máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6-1
Manutenção — Generalidades Inspecione a Bomba d’Água Visualmente. . . . . 4-6-1
Manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-1 Verifique as Condições da Correia do
Precauções de Segurança na Manutenção . . . 4-1-2 Ventilador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6-2
Instruções de Montagem . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-3 Verifique os Nı́veis de Óleo na
Torque das Ferragens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-4 Transmissão Alta/Baixa, Diferenciais,
Instruções de Soldagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-7 Alojamentos dos Bogie e Engrenagens do
Instruções para Limpeza das Janelas Cubo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6-3
Lexan/Marguard . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-9 Lubrificação dos Mancais dos Bogie . . . . . . . . 4-6-4
Rodas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-10 Outros Procedimentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6-5
Mudando as Rodas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-10
Instalação do Anti-derrapante. . . . . . . . . . . . . 4-1-11 Manutenção — Cada 500 Horas
Esteiras do Bogie, Instalar . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-12 Troca de Óleo e Filtro do Motor . . . . . . . . . . . . 4-7-1
Limpe o Tubo de Respiro do Cárter . . . . . . . . . 4-7-2
Manutenção — Lubrificantes e Fluidos Verifique o Sistema de Admissão de Ar . . . . . . 4-7-2
Lubrificantes e Fluidos Recomendados . . . . . . 4-2-1 Limpe a tela do Combustı́vel . . . . . . . . . . . . . . 4-7-3
Capacidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-2 Troque o Filtro Principal do Combustı́vel . . . . . 4-7-4
Combustı́vel Diesel. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-3 Verifique o Tensionador e o Desgaste
Óleo para Motor Diesel . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-4 da Correia. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7-5
Lı́quido Arrefecedor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-5
Graxa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-5 Continua na próxima página

ii 081202
PN=2
Conteúdo

Página Página

Verifique o Amortecedor de Vibrações do Sistema Hidráulico — Generalidades


Virabrequim . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7-6 Sistema Hidráulico do Implemento . . . . . . . . . . 5-1-1
Verifique o Sistema de Arrefecimento e o Sistema Hidrostático. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1-1
Lı́quido Arrefecedor. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7-8 Reservatório do Sistema Hidráulico . . . . . . . . . 5-1-2
Remova os Sedimentos e Água do Tanque Bomba de Vácuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1-4
de Combustı́vel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7-9 Retirada de Amostra de Óleo do Sistema
Verifique a Carga e o Nı́vel do Eletrólito Hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1-5
das Baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7-10
Verifique o Desgaste do Revestimento do Sistema Hidráulico — Sangria
Freio Torcional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7-10 Remoção do Ar do Sistema Hidráulico . . . . . . . 5-2-1
Lubrifique os Eixos Propulsores . . . . . . . . . . . 4-7-11 Remoção de Ar do Sistema Hidrostático . . . . . 5-2-2
Outros Procedimentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7-11 Remoção do Ar do Sistema Hidráulico do
Implemento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-2-3
Manutenção — Cada 1000 Horas Sangria dos Freios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-2-5
Troque o Óleo Hidráulico e os Filtros de
Retorno (2 peças) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8-1 Sistema Hidrostático — Verificaçao da Ajustagem
Troque o Respiro do Reservatório Hidráulico . . 4-8-2 Pressão de Carga da Bomba de
Troque o Filtro da Bomba de Deslocamento . . 4-8-2 Deslocamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3-1
Verifique o Coletor de Escape . . . . . . . . . . . . . 4-8-3 Pressão de Deslocamento . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3-2
Lubrifique as Ligações das Escadas . . . . . . . . 4-8-3 Motor de Deslocamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3-3
Outros Procedimentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8-3
Hidráulica do Implemento — Verificação e
Manutenção — Cada 2000 Horas Ajustagem
Verificação da Folga das Válvulas do Motor Generalidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4-1
Diesel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-9-1 Pressão piloto, Hidráulica do Implemento. . . . . 5-4-1
Troca do Lı́quido Arrefecedor . . . . . . . . . . . . . . 4-9-3 Comando da Grua, Limites da Pressão LS . . . 5-4-2
Troca do Óleo da Transmissão Alta/Baixa, Válvula de Contra-Pressão na Linha de
Diferenciais, Alojamento dos Bogie e Retorno ao Reservatório . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4-3
Cubo das Rodas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-9-6 Pressão Máxima da Bomba Hidráulica do
Outros Procedimentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-9-9 Implemento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4-4
Diferencial de Pressão Dp . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4-5
Válvula de Alı́vio da Pressão Principal . . . . . . . 5-4-6
Manutenção — Manutenção Periódica
Manutenção após cada Seis Meses . . . . . . . . 4-10-1
Sistema de Frenagem — Verificação e Ajustagem
Manutenção Anual . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-10-1
Verificação dos Freios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5-1
Ajuste Mecânico dos Freios . . . . . . . . . . . . . . . 5-5-2
Manutenção — Conforme Necessário Freio de Deslocamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5-3
Quando Necessário, Repare e Ajuste o Verifique o Freio de Serviço . . . . . . . . . . . . . . . 5-5-3
Seguinte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-11-1 Verifique a Faixa de Carregamento e
Injetores de Combustı́vel do Motor . . . . . . . . . 4-11-1 Desligamento dos Acumuladores . . . . . . . . . 5-5-4
Ajustagem do Freio da Biela do Rotator . . . . . 4-11-2 Verifique a Válvula de Alı́vio da Pressão
Limpeza do filtro do bocal do tanque de de Carregamento do Freio . . . . . . . . . . . . . . 5-5-5
combustı́vel. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-11-2
Remoção de Ar do Sistema de Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico
Combustı́vel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-11-3 Esquema Hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-6-1

Manutenção — Grua Sistema Elétrico


Intervalos de Manutenção . . . . . . . . . . . . . . . 4-12-1 Baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-1
Cada 10 Horas ou Diariamente . . . . . . . . . . . 4-12-1 Uso de Baterias Auxiliares . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-2
Cada 50 Horas ou Semanalmente . . . . . . . . . 4-12-2 Chave Geral e Fusı́veis . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-3
Cada 250 Horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12-4 Fusı́veis da Cabina. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-4
Cada 1000 Horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12-5
Cada 2000 Horas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12-5 Continua na próxima página

iii 081202
PN=3
Conteúdo

Página Página

Caixa de Fusı́veis F1 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-5 Manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3-3


Caixa de Fusı́veis F2 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-7 Extintores portáteis. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3-4

Sistema Elétrico — Sensores Equipamento — Sistema de Tratamento de Tocos


Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2-1 (*)
Reservatório Hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2-2 Configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4-1
Transmissão. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2-2 Operação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4-2
Sistema de Frenagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2-3
Sistema de Combustı́vel. . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2-3 Equipamento — Nivelamento da Cabina (*)
Sensores de Posição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2-4 Modos de Nivelamento da Cabina . . . . . . . . . . 8-5-1
Controles de Nivelamento da Cabina . . . . . . . . 8-5-2
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico Modos de Seguimento Automático da Grua . . . 8-5-6
Esquema Elétrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-3-1 Sistema de Controle do Nivelamento da
Cabina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5-7
Transmissão Manutenção do Nivelamento da Cabina . . . . . . 8-5-9
Operação da transmissão. . . . . . . . . . . . . . . . . 6-4-1
Sistema Hidrostático. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-4-2 Equipamento — Nivelamento da Grua (*)
Controle da Transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-4-3 Operação do Nivelamento da Grua . . . . . . . . . 8-6-1
Freios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-4-4 Controles de Nivelamento da Grua. . . . . . . . . . 8-6-2

Grua Especificações
Descrição geral da grua . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-1 Dimensões e Pesos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-1
Precauções de Segurança na Operação . . . . . 7-1-1 Equipamento alternativo das rodas. . . . . . . . . . 9-1-1
Instruções Gerais de Operação . . . . . . . . . . . . 7-1-2 Motor diesel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-2
Dados Técnicos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-3 Transmissão. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-2
Tj 210 H 97 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-3 Eixos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-2
Tj 210 H 115 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-4 Freios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-3
Rotator AV12S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-4 Direção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-3
Sistema Elétrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-3
Equipamento — Condicionador de Ar Sistema Hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-3
Condicionador de Ar. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1-1 Grua e cabeçote Harvester . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-4
Perigo e Precauções . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1-2 Cabina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-4
Configuração e Localização do
Condicionador de Ar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1-3
Manutenção do Condicionador de Ar . . . . . . . . 8-1-4
Pesquisa de Problemas no Sistema
Condicionador de Ar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1-8

Equipamento — Preaquecedor do Motor e da


Cabina (*)
Configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2-1
Operação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2-2
Manutenção do Preaquecedor do Motor
Diesel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2-3
Temporizador para o Preaquecedor do
Motor Diesel e da Cabina . . . . . . . . . . . . . . . 8-2-4
Códigos de Serviço do Preaquecedor do
Motor Diesel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2-7

Equipamento — Sistema de Combate a Incêndios


(*)
Configuração e uso do sistema . . . . . . . . . . . . 8-3-1
Unidade de Controle . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3-2

iv 081202
PN=4
Segurança — Caracterı́sticas de Segurança
Caracterı́sticas de Segurança do Harvester Timberjack 1270D

–UN–28MAY02
T154622
Lembre-se de que o Operador é o elemento-chave 5. Sı́mbolos de Segurança. Alertam e dão
na prevenção de acidentes. informações sobre segurança ao Operador.
6. Interruptores de segurança nas portas.
1. Parada de Emergência. Pare a máquina e aplique Nenhuma função poderá ser acionada se os
o freio de estacionamento. interruptores não forem rearmados.
2. Saı́das Secundárias. A janela traseira e a porta 7. Alarme de ré (acessório). Alerta os espectadores
lateral direita podem ser usadas como saı́das quando a máquina estiver revertendo.
secundárias da cabina. 8. Extintores manuais e sistema de combate a
3. Lâmpada central de advertência e alertas incêndios (acessório)
(+cigarra elétrica) Alerta quando ocorre um mau 9. Elo de bloqueio da articulação. A articulação
funcionamento. central da máquina deverá ser bloqueada antes do
4. Segurança na cabina Estruturas integradas de inı́cio de qualquer trabalho de manutenção.
proteção durante o capotamento envolvem e 10. Pega-mãos, antiderrapante nos degraus,
protegem totalmente o operador. escadas. Ajudam no acesso à máquina.

AK12300,0000031 –54–10OCT01–1/1

1-1-1 081202
PN=9
Segurança — Precauções Gerais
Generalidades

Se qualquer informação ou instrução, neste Manual,


estiver em desacordo com a legislação local, do paı́s ou
região onde a máquina estiver operando,esta legislação
tem precedência.

–UN–23AUG88
Esta máquina somente deverá ser operada ou mantida
por pessoas que tenham sido capacitadas através de
cursos aprovados pela Timberjack.

TS201
Como mantenedor, assegure-se de estar familiarizado
com a legislação local sobre segurança ocupacional com
relação ao equipamento florestal bem como todas as
instruções sobre segurança deste equipamento. Siga as
instruções fornecidas neste Manual e nas decalcomanias
sobre riscos afixadas na máquina, além dos regulamentos
de sua empresa.

AK12300,000003C –54–28FEB02–1/1

Reconhecendo Informações sobre


Segurança

Este é um sı́mbolo de alerta de segurança. Quando você


ver este sı́mbolo na sua máquina ou neste Manual, esteja
alerta sobre o risco potêncial de ferimentos pessoais.

–UN–07DEC88
Siga as precauções recomendadas e as práticas
operacionais seguras.

T81389
AK12300,000003D –54–28FEB02–1/1

1-2-1 081202
PN=10
Segurança — Precauções Gerais

Significado das advertências

Uma palavra de alerta — PERIGO, ADVERTÊNCIA, ou


CUIDADO — é usada com o sı́mbolo de alerta de
Segurança. PERIGO identifica o risco mais sério.

Os avisos sobre Segurança PERIGO ou ADVERTÊNCIA


são colocados próximos das áreas de riscos especı́ficos.
Precauções gerais são relacionadas sob o sinal de
segurança CUIDADO. CUIDADO também chama a
atenção para as mensagens sobre segurança neste
Manual.

–UN–09AUG02
T158437
AK12300,000003E –54–28FEB02–1/1

Esteja Preparado para Emergências

Mantenha um estojo de primeiros socorros no


compartimento da porta o tempo todo. Verifique o estojo
regularmente e reponha os itens que tiverem sido usados.

Aprenda a usar o estojo de primeiros socorros e os

–UN–23AUG88
extintores de incêndio. Mantenha os números telefônicos
de emergência de médicos, serviço de pronto-socorro,
hospital e bombeiros junto de seu telefone ou na memória
de seu celular.
TS291
AK12300,000003F –54–28FEB02–1/1

1-2-2 081202
PN=11
Segurança — Precauções Gerais

Use os Equipamentos de Proteção

Use roupas justas e equipamento de segurança


apropriado ao trabalho.

A exposição prolongada ao ruı́do alto pode causar


redução ou perda de audição. Use um dispositivo

–UN–23AUG88
adequado de proteção tais como fones ou bujões de
ouvido para proteção contra ruı́dos questionáveis ou
desconfortáveis.

TS206
Protetor facial, óculos de segurança, ou máscara devem
sempre ser usados como proteção contra jatos de fluidos
pressurizados,sujeira arremessada e outros detritos
trazidos pelo vento ao se trabalhar com ferramentas
pneumáticas ou elétricas, equipamento de soldagem e
produtos quı́micos corrosivos ou perigosos.

Use um avental e luvas de borracha ao trabalhar com


corrosivos; use luvas grossas e sapatos de segurança ao
manusear objetos grandes e pesados ou pontiagudos e
afiados.

A operação segura do equipamento requer a atenção


total do Operador. Não use fones de ouvido para ouvir
radio ou música enquanto estiver operando a máquina.

AK12300,0000040 –54–28FEB02–1/1

Manuseie os Fluidos de Maneira Segura—


Evite Incêndios

Ao trabalhar com combustı́veis, não fume ou trabalhe


próximo de aquecedores ou outras fontes de calor.

Armazene fluidos inflamáveis longe de fontes de calor.


Não incinere ou perfure vasilhames pressurizados.

Assegure-se de que a máquina esteja limpa e isenta de


lixo, graxa e sujeira.

Não armazene trapos sujos; podem iniciar uma


combustão espontânea.

AK12300,0000041 –54–28FEB02–1/1

1-2-3 081202
PN=12
Segurança — Precauções Gerais

Manuseie os Produtos Quı́micos de Maneira


Segura

A exposição direta a produtos quı́micos perigosos pode


causar sérios ferimentos. Produtos quı́micos
potêncialmente perigosos, usados em sua máquina,

–UN–26NOV90
incluem itens tais como lubrificantes, lı́quidos
arrefecedores. Tintas e adesivos.

Estude cuidadosamente as instruções do fabricante antes

TS1132
de você iniciar qualquer trabalho que envolva o uso de
produto quı́mico perigoso. Desta maneira, você saberá
exatamente quais são os riscos e como executar o
trabalho com segurança. Em seguida, siga os
procedimentos e use o equipamento recomendado.

Se necessário, consulte seu revendedor autorizado sobre


os riscos à segurança dos produtos quı́micos usados na
sua máquina.

AK12300,0000042 –54–28FEB02–1/1

Troque os avisos sobre Segurança

Substitua os avisos sobre Segurança faltantes ou


danificados. Consulte o Catálogo de Peças sobre a
substituição correta dos avisos sobre segurança.

–UN–23AUG88
TS201
AK12300,0000043 –54–28FEB02–1/1

1-2-4 081202
PN=13
Segurança — Precauções Gerais

Manutenção da Segurança da Cabina

A cabina é testada quanto à segurança conforme os


padrões internacionais ROPS, FOPS e OPS.

Não opere a máquina com a porta aberta ou qualquer das


tampas de segurança ou dispositivos de proteção
removidos.

É importante manter a estrutura de proteção do Operador


em seus lugares (portas, telas, pára-brisa e outros) para
minimizar os riscos de chicoteamento ou intrusão de
objetos.

A proteção oferecida pelaa ROPS, FOPS e OPS será


diminuı́da se a cabina:

• for submetida a danos estruturais


• for envolvida num incidente de capotamento
• for alterada, de alguma maneira, por soldagem,
dobramento, furação ou corte

Para manter a proteção das estruturas ROPS, FOPS e


OPS, substitua imediatamente as partes danificadas da
cabina. Uma estrutura danificada deverá ser trocada, não
reusada.

Não acrescente qualquer peça à cabina por meio de


soldagem nem faça furos porque esta é uma cabina de
segurança. É proibido modificar a fixação da janela.

AK12300,000010A –54–05NOV01–1/1

Instale Adequadamente o Radio-Transmissor

CUIDADO: Nunca use fones de ouvido durante


uma tempestade ou trovoadas. Esteja alerta
quanto ao risco de uma antena externa entrar
em contato com linhas de força.

Qualquer uso de equipamento contendo um


radio-transmissor (ex, telefone, radio comunicação) que
tenha antena dentro da cabina é estritamente proibido.
Tal equipamento deverá ser permanentemente instalado,
de maneira adequada, com uma antena em uma placa
aterrada, no lado de fora da cabina.

AK12300,000010B –54–05NOV01–1/1

1-2-5 081202
PN=14
Segurança — Precauções Operacionais
Inspeção da Máquina

Antes do inı́cio da operação, assegure-se de que todos


os controles da máquina e da grua funcionam
corretamente.

Não se permite operar a máquina se houver alguma coisa


errada com os seus controles ou se não estiverem bem
ajustados.

Verifique a operação da parada de emergência


diariamente.

Verifique a capacidade de frenagem no inı́cio da cada


turno.

• Selecione Caixa Alta.


• Selecione o sentido de deslocamento.
• Pressione o pedal do freio.
• Aumente as rotações do motor para cerca de 1500
rpm. A máquina não deverá se deslocar.

AK12300,000010F –54–05NOV01–1/1

Prenda o cartão de advertência Não


Funcione

Se a máquina se tornar inoperante, prenda o cartão de


advertência nas alavancas de controle. Se a máquina não
deverá funcionar, remova a chave de partida e, conforme
aplicável, DESLIGUE a chave geral.

Leia o Manual do Operador e siga os procedimentos


recomendados.

Recomendamos contatar o serviço autorizado do


revendedor sobre manutenção mais exigente ou serviços
de reparos.
–19–22APR91
T7447AO

AK12300,0000044 –54–28FEB02–1/1

1-3-1 081202
PN=15
Segurança — Precauções Operacionais

Evite Descontrole da Máquina

CUIDADO: A transmissão hidrostática nunca


deverá ser usada como freio de
estacionamento. SEMPRE coloque o seletor de
sentido em Neutro e aplique o freio de

–UN–24MAY89
estacionamento antes de sair da cabina.

Ao interromper o trabalho, mesmo momentaneamente


(por exemplo, ao usar o radio), apóie o cabeçote

TS230
harvester seguramente no solo e aplique o freio de
estacionamento.

Nunca deixe a máquina desassistida com o motor diesel


funcionando.

Não tente arrancar o motor diesel curto circuitando nos


terminais do motor de arranque. Arranque o motor diesel
somente a partir do banco do Operador.

Quando estacionar a máquina:

• Apóie o cabeçote harvester no solo, de maneira segura.


• Aplique o freio de estacionamento.
• Pare o motor diesel e remova a chave de partida.
• Desligue a chave geral se a máquina for permanecer
parada por um perı́odo longo (durante a noite, por
exemplo).

AK12300,0000045 –54–28FEB02–1/1

1-3-2 081202
PN=16
Segurança — Precauções Operacionais

Use os Corrimãos e Degraus

–UN–19APR02
T154116
1—Escadas 2—Corrimãos 3—Anti-derrapantes 4—Degraus

As quedas são uma das principais causas de Seja cuidadoso em condições escorregadias nas
ferimentos pessoais. plataformas, degraus e corrimãos ao subir ou descer
da máquina. Nunca pule na máquina ou para fora
Ao subir ou descer de uma máquina, sempre dela.
mantenha contato de três pontos (um pé e duas mãos
ou dois pés e uma mão) com as escadas, passarelas Repare ou substitua degraus, corrimãos ou passarelas
e corrimãos e de frente para a máquina. Não use danificadas.
qualquer controle como pega-mão.

Mantenha os pisos, degraus e passarelas limpas e


livres de óleo,graxa, lama e de objetos soltos.

AK12300,0000046 –54–28FEB02–1/1

1-3-3 081202
PN=17
Segurança — Precauções Operacionais

Prepare as Saı́das Secundárias antes da


Partida

IMPORTANTE: Lembre-se de destravar a porta do


lado direito antes de arrancar o motor
diesel. De outra maneira, a porta não

–UN–10JAN02
poderá ser aberta pelo lado de fora
num caso de emergência.

Na hipótese de um acidente, a janela traseira pode ser

T149775
rapidamente removida liberando-se os trincos na beirada
inferior.

A porta no lado direito pode também ser usada como


uma saı́da de emergência, desde que o tanque de uréia
não esteja instalado.

AK12300,0000111 –54–05NOV01–1/1

Manuseio Seguro dos Fluidos Auxiliares de


Partida

CUIDADO: Nunca use um fluido auxiliar de


partida, se o motor estiver equipado com um
dispositivo de preaquecimento. O uso do fluido

–UN–18MAR92
com o dispositivo preaquecedor provocará uma
explosão no coletor de admissão de ar.

Mantenha-se longe de faı́scas e chamas ao usar esses

TS1356
fluidos. Mantenha os fluidos longe de baterias e de seus
cabos.

Para evitar a descarga acidental durante a armazenagem


de um vasilhame pressurizado, mantenha o vasilhame
tampado e armazenado em local fresco e protegido.

Não incinere ou perfure um vasilhame de fluido auxiliar de


partida.

AK12300,0000047 –54–28FEB02–1/1

1-3-4 081202
PN=18
Segurança — Precauções Operacionais

Atenção com os Espectadores

Mantenha as janelas limpas e o piso da cabina limpo e


desobstruı́do.

Mantenha a porta fechada durante o deslocamento da

–UN–20DEC88
máquina. Não opere a máquina com qualquer tampa de
segurança ou dispositivo de proteção removido.

Mantenha sempre o alarme de ré (se equipado) em boas

T6964AD
condições operacionais.

Use uma pessoa para sinalizar ao mover a máquina em


áreas congestionadas (dentro da oficina, por exemplo).
Combine os sinais manuais antes de mover a máquina.

A máquina não deverá ser operada por ninguém que


esteja sob o efeito de álcool ou determinados
medicamentos.

Evite operar a máquina quando estiver cansado ou


indisposto; nessas condições o risco de acidente é maior.
Faça pausas suficientes para descanso e observe a
regulamentação local sobre o horário de trabalho.

AK12300,0000048 –54–28FEB02–1/1

Mantenha os Caronas longe da Máquina

É proibido o transporte de passageiros na máquina. O


veı́culo é provido e aprovado com um único banco para o
Operador.

Passageiros na máquina podem ser arremessados dela


ou feridos por objetos externos. Podem também obstruir a
visão do Operador resultando numa operação insegura da
máquina.

AK12300,000011B –54–07NOV01–1/1

1-3-5 081202
PN=19
Segurança — Precauções Operacionais

Uso do Cinto de Segurança

Opere a máquina somente a partir da posição sentada no


banco do Operador. Sempre use o cinto de segurança.

O conjunto do cinto de segurança completo deverá


ser trocado após três anos de uso, independente da

–UN–23AUG88
aparência.

Entre os intervalos de substituição:

TS205
• Cuidadosamente, examine a fivela, trama do tecido, e
as ferragens de fixação.
• Assegure-se de que as ferragens estejam no lugar e
apertadas. Reaperte se necessário.
• Substitua o cinto de segurança se não funcionar
corretamente ou se estiver danificado, desgastado ou
deteriorado.

AK12300,0000049 –54–28FEB02–1/1

1-3-6 081202
PN=20
Segurança — Precauções Operacionais

Evite Riscos sob Condições Difı́ceis

CUIDADO: Não pule da cabina. Se a máquina


tombar, agarre-se no descanso para os braços.

CUIDADO: Não alimente as árvores na direção


da máquina.

Selecione a velocidade de tartaruga e adapte a


velocidade de deslocamento às condições do terreno.
Onde necessário, use dispositivos antiderrapantes, como
correntes, por exemplo.

Em locais bem inclinados, sempre tente subir ou descer


diretamente morro acima ou morro abaixo e evite
mudanças de sentido ou deslocar-se em diagonal (risco
de tombamento).

Se Você se defrontar com uma situação precária, não


corra nenhum risco; peça auxı́lio de reboque.

No caso de vendaval, árvores se inclinando muito ou


difı́ceis de alcançar, tome cuidado e leve mais tempo.
Evite riscos desnecessários sob condições difı́ceis.

AK12300,000010E –54–05NOV01–1/1

Interrompa a Operação se a Máquina Emitir


um Alerta

Uma lâmpada de advertência e outra de alerta serão


ativadas no caso de falhas na máquina.

Nunca continue a operar uma máquina quando um alerta


tenha sido emitido, a menos que Você tenha verificado a
causa e tomado as medidas necessárias. Veja o grupo
Cabina e Controles/Lâmpadas de Controle

AK12300,0000110 –54–05NOV01–1/1

1-3-7 081202
PN=21
Segurança — Precauções Operacionais

Mantenha as Pessoas Fora da Zona de Risco

CUIDADO: Uma zona de risco de 90 metros (300


pés) aplica-se quando a máquina está
operando. O Operador é pessoalmente
responsável pela manutenção desta regra de

–UN–06JUN01
segurança na ausência do supervisor.

Quando o motor estiver funcionando, não permita


ninguém na zona de risco da máquina.

T139370
Mantenha uma distância segura de operação entre o
equipamento e o pessoal nas imediações. Nunca
movimente a grua, acessório ou árvores sobre as
pessoas presentes.

Certifique-se de que ninguém esteja na linha da serra


durante o corte. Ocorrendo a quebra da serra, fragmentos
serão arremessados, ocasionando risco de acidentes.

Quando Você interromper a operação, mesmo


temporariamente, abaixe a grua e apóie o cabeçote
harvester no solo, de maneira que não se possa mover.

AK12300,000010D –54–05NOV01–1/1

Evite os pontos de esmagamento

CUIDADO: Permanecer entre as facas


desgalhadoras, rolos ou na linha da serra é
estritamente proibido enquanto o motor estiver
funcionando. Risco de ferimentos sérios.
–UN–06JUN01

Quando o motor diesel estiver funcionando, não permita


ninguém nas áreas da máquina onde possam ser
esmagados pelos componentes em movimento.
T139371

Todas as alterações feitas no sistema elétrico da máquina


devem estar em conformidade com os Boletins de Serviço
aplicáveis. Caso contrário, existe o risco de que a função
dos sistemas de segurança fique comprometida.

AK12300,000005C –54–28FEB02–1/1

1-3-8 081202
PN=22
Segurança — Precauções Operacionais

Evite Linhas de Alta Tensão

CUIDADO: Evite operar embaixo de linhas de


alta tensão porque a alta voltagem pode saltar
uma distância de vários metros no ar.

–UN–20MAR02
Durante o planejamento do trabalho, inspecione a área
para descobrir a posição das linhas e a distância segura
delas.

T152796
Distâncias seguras das linhas de alta tensão

Voltagem nominal Distância Min. Distância Min. do


(kV) embaixo (m) lado (m)
1 2 (7 pés) 2 (7 pés)
1 — 45 2 (7 pés) 3 (10 pés)
110 3 (10 pés) 5 (16 pés)
220 4 (13 pés) 5 (16 pés)
400 5 (16 pés) 5 (16 pés)

Normalmente permaneça na cabina e afaste-se da


linha de alta tensão.

Se o motor diesel parar e a máquina enrtar em contato


com a linha e Você tiver que sair da máquina, proceda
conforme abaixo:

Agarre firmemente com a mão nua o pulso da outra mão


que segura o trinco e abra a porta. Salte da cabina com
os dois pés juntos. Continue saltando com os dois pés
juntos até Você se afastar um mı́nimo de 10 metros (33
pés) da máquina e da linha de alta tensão. Se Você cair
antes de se afastar os 10 metros, não se levante,
continue a rolar na mesma direção.

Você corre o maior risco se Você estiver em contato com


a máquina e o chão ao mesmo tempo. Salte longe da
máquina para o chão.

AK12300,0000113 –54–05NOV01–1/1

1-3-9 081202
PN=23
Segurança — Precauções Operacionais

Tráfego/Transporte em Vias Públicas

Assegure-se de que a máquina está segura para o


tráfego. Siga as normas de trânsito locais, estaduais e
nacionais.

Quando trafegar nas vias públicas, use a iluminação


opcional e outros dispositivos para chamar a atenção, dos
outros motoristas, sobre sua aproximação. Certifique-se
de que o veı́culo preenche todos os requisitos
regulamentares.

Esteiras ou correntes nas rodas não podem ser usadas


nas vias públicas.

Prenda a grua e o cabeçote harvester na posição de


transporte e assegure-se de que a grua não possa se
mover durante o deslocamento da máquina.

Bloqueie o sistema de nivelamento da cabina (*). Veja o


grupo Equipamento – Nivelamento da Cabina/Manutenção
do Nivelamento da Cabina.

Observe a altura da máquina durante o trajeto com


relação a túneis, viadutos, pontes, fios e cabos elétricos e
telefônicos.

Se a máquina tiver que ser transportada, certifique-se de


que esteja presa adequadamente no veı́culo
transportador.

Certifique-se de que a altura total não exceda a altura


máxima regulamentada.

(*) se equipado

AK12300,000004A –54–28FEB02–1/1

1-3-10 081202
PN=24
Segurança — Precauções Operacionais

Enfatize a Segurança antes de Trafegar


sobre Águas Congeladas

Esteja seguro de que a camada de gêlo é espessa o


suficiente antes de trafegar sobre águas congeladas.

• Esteja preparado para abandonar rapidamente a cabina


antes de trafegar sobre águas congeladas.
• Solte o cinto de segurança.
• Assegure-se de que as portas estão destravadas.
• Abra a janela traseira.
• Assegure-se de que nada dificulte uma saı́da rápida da
cabina.
• Restaure as precauções acima ao atingir terra firme.
• Nunca estacione sobre águas congeladas.

AK12300,0000112 –54–05NOV01–1/1

1-3-11 081202
PN=25
Segurança — Precauções Operacionais

Prevenção de Incêndios

O trabalho na área florestal, torna impossı́vel evitar o


acúmulo de detritos combustı́veis nos cantos apertados
da máquina. Esses detritos, por si só, podem provocar
um incêndio; contudo, quando misturados com
combustı́vel, óleo ou graxa, em um local quente ou

–UN–23AUG88
confinado, o risco de incêndio torna-se muito maior.

Para reduzir a possibilidade de um incêndio, siga estas


instruções:

TS227
• A temperatura no compartimento do motor aumenta
imediatamente após a parada do motor. Esteja alerta
quanto a incêndio nesse perı́odo. Se necessário, abra
as portas de acesso ao motor para arrefecer mais
rapidamente o compartimento.
• Mantenha a máquina limpa. Inspecione e limpe os
compartimentos fechados, incluindo toda a área do
motor, protetores do cárter e da transmissão.
• Remova a poeira e detritos, especialmente ao redor do
cano de escape e do aquecedor do motor (se
equipado).
• Lave a máquina regularmente.
• Limpe a grade do radiador e os dutos de arrefecimento
regularmente.
• Inspecione a máquina diariamente para detectar riscos
potênciais de incêndio e execute os reparos
necessários imediatamente.
• Inspecione a fiação e conectores elétricos, linhas de
combustı́vel e mangueiras hidráulicas quanto à fixação
e para assegurar-se de que não estão roçando contra
outros componentes.
• Limpe qualquer excesso de graxa ou acúmulo de óleo
e repare os vazamentos imediatamente.
• Use somente soluções não inflamáveis para limpeza da
máquina e componentes.
• Guarde os panos usados em um local seguro e à prova
de fogo.
• Esteiras e correntes antiderrapantes podem provocar
faı́scas e incêndios em terreno seco. Evite usar esses
dispositivos nessas condições a menos que existam
outros riscos de segurança.
• Antes de iniciar um reparo, tal como soldagem, a área
ao redor deverá ser limpa e um extintor mantido no
local.
• Mantenha um extintor carregado na máquina o tempo
todo e saiba como usa-lo.

AK12300,000004B –54–28FEB02–1/1

1-3-12 081202
PN=26
Segurança — Precauções Operacionais

Como Agir no Caso de Incêndio na


Máquina?

• Desligue o motor diesel.


• Desligue a chave geral.
• Combata o incêndio com o extintor, se possı́vel.

–UN–06MAR02
• Assegure-se de que o incêndio não se espalhe pela
área ao redor.
• Peça ajuda, se necessário.

T152353
Os extintores portáteis podem ser usados através das
aberturas identificadas pelas decalcomanias com figuras
de extintores.

AK12300,000004C –54–28FEB02–1/1

1-3-13 081202
PN=27
Segurança — Precauções de Segurança na Ma-
nutenção
Generalidades

CUIDADO: A Timberjack não assume


responsabilidade por quaisquer alterações do
sistema elétrico da máquina se tais alterações
não estiverem em conformidade com boletins
de serviço. Existe o risco de que a função dos
sistemas de segurança da máquina seja
diminuı́da.

CUIDADO: A abertura do capô do motor e do


protetor do cárter é facilitada pelo uso de
amortecedores a gás. Se esses amortecedores
falharem, o capô ou o protetor pode cair
repentinamente. Não fique sob esses
componentes durante o
levantamento/abaixamento ou antes que
estejam bloqueados de maneira segura.

Mantenha a máquina em boas condições operacionais


com todos os componentes instalados corretamente.
Repare qualquer dano imediatamente. Troque as peças
gastas ou quebradas. Remova qualquer acúmulo de
graxa, óleo ou detritos.

Siga a tabela de manutenção neste manual.

AK12300,000010C –54–05NOV01–1/1

1-4-1 081202
PN=28
Segurança — Precauções de Segurança na Manutenção

Antes dos Reparos

Antes de reparar a máquina:

• Estacione a máquina em terreno plano.


• Apóie o cabeçote harvester no solo, de maneira segura.

–UN–19APR02
• Instale o elo de bloqueio da articulação (1) para travar
a articulação, veja a ilustração.
• Aplique o freio de estacionamento. Se o reparo for nos
freios, calce as rodas para impedir que a máquina se

T154246
mova.
• DESLIGUE a chave de partida. Se o procedimento de
reparo deve ser executado com o motor funcionando,
não deixe a máquina sem atenção.
• Desligue a chave geral.
• Deixe que o motor se esfrie.
• Não permita pessoas não autorizadas próximas da
máquina.

Prepare o reparo adequadamente:

• Limpe a máquina e a área de trabalho.


• Certifique-se de que Você tem todas as ferramentas e
as peças necessárias em mãos.
• Entenda o procedimento de reparo antes de executa-lo.
Leia completamente todas as instruções; não tente usar
atalhos.

NOTA: O Operador e o pessoal de serviço são


responsáveis pela segurança na máquina e ao
seu redor.

AK12300,0000114 –54–06NOV01–1/1

1-4-2 081202
PN=29
Segurança — Precauções de Segurança na Manutenção

Use Vestuário Adequado

Use roupas apropriadas para o trabalho. Blusas largas e


mangas ou cabelo comprido podem ser apanhados pelas
peças móveis da máquina. Nunca repare uma máquina
em movimento.

–UN–23AUG88
Anéis, pulseira, correntinha e outras joalherias podem ser
apanhadas pelas peças móveis ou provocar curto-circuito.
Use protetor facial, máscara, luvas ou sapatos de
segurança quando necessário.

TS228
Use sempre luvas de raspa ao manusear a corrente da
serra ou as facas de desgalhamento.

AK12300,000004D –54–28FEB02–1/1

Uso das Ferramentas Apropriadas

Use ferramentas apropriadas e na medida certa.


Ferramentas e procedimentos improvisados podem criar
riscos de condições inseguras ou causar danos na
máquina.

–UN–08NOV89
Ilumine adequadamente sua área de trabalho e os pontos
de manutenção. Assegure-se de usar uma gaiola de
arame para a lâmpada. O calor do filamento de uma
lâmpada quebrada pode provocar o risco de incêndio.

TS779
Use ferramentas motorizadas somente para afrouxar
peças rosqueadas e ferragens. NÃO USE ferramentas em
polegadas nas ferragens métricas.

Mantenha as ferramentas limpas. Evite ferimentos


causados por ferramentas que possam escapar.

Repare ou substitua imediatamente as ferramentas gastas


ou danificadas, antes de iniciar os reparos na máquina.

Use somente peças de reposição genuı́nas; são as


únicas que preenchem as especificações do fabricante.

AK12300,000004E –54–28FEB02–1/1

1-4-3 081202
PN=30
Segurança — Precauções de Segurança na Manutenção

Suporte a Máquina Adequadamente

Use equipamento de levantamento adequado. O


levantamento incorreto de componentes pesados pode
provocar ferimentos sérios ou danos na máquina.

Siga os procedimentos recomendados no manual para

–UN–23AUG88
remoção e instalação de componentes. Assegure-se de
que os suportes de calçamento e equipamento de
levantamento estejam em boas condições e tenham
capacidade adequada.

TS229
Não trabalhe sob uma máquina que esteja suportada
apenas por macacos hidráulicos. Se deixados em posição
levantada, dispositivos suportados hidraulicamente podem
arriar.

AK12300,000004F –54–28FEB02–1/1

Desligue o Motor Diesel, Desligue o Cabo da


Bateria

CUIDADO: Você está estritamente proibido de


executar reparos na máquina com o motor
diesel funcionando.

–UN–06JUN01
Nunca trabalhe na máquina com o motor diesel
funcionando, a menos que tenha sido instruı́do para

T139374
fazê-lo por este manual, para procedimentos especı́ficos.

Desligue o motor diesel e a chave geral. Desligue o cabo


negativo (-) da bateria, se Você for trabalhar no
equipamento elétrico.

AK12300,0000051 –54–28FEB02–1/1

1-4-4 081202
PN=31
Segurança — Precauções de Segurança na Manutenção

Repare com Segurança o Sistema de


Arrefecimento

A liberação explosiva de fluidos de sistemas de


arrefecimento pressurizados pode causar queimaduras
sérias.

–UN–23AUG88
Desligue o motor diesel. Remova a tampa do bocal de
enchimento somente quando estiver fria o suficiente para
ser tocada com as mãos desprotegidas. Lentamente,

TS281
afrouxe a tampa até o primeiro batente, para aliviar a
pressão, antes de remove-la completamente.

AK12300,0000055 –54–28FEB02–1/1

Evite Explosões da Bateria

Mantenha faı́scas e chamas abertas longe do topo das


baterias. O gás da bateria pode explodir.

Verifique a carga da bateria com um voltı́metro ou


densı́metro.

–UN–23AUG88
Não coloque em carga uma bateria congelada; pode
explodir. Aqueça a bateria até 16°C (60°F.).

TS204
AK12300,0000052 –54–28FEB02–1/1

1-4-5 081202
PN=32
Segurança — Precauções de Segurança na Manutenção

Evite Queimaduras por Ácido

Ao manusear uma bateria, esteja consciente do risco de


um curto-circuito e tome cuidado com o ácido corrosivo
da bateria.

O ácido sulfúrico, no eletrólito da bateria, é venenoso. É


forte o suficiente para queimar a pele, abrir buracos nos
tecidos e causar cegueira se espirrar nos olhos.

Evite os riscos:

1. Abasteça as baterias numa área bem ventilada.


2. Use óculos de segurança, protetor facial, avental e
luvas de borracha.
3. Evite respirar os gases durante a colocação de água
destilada nos elementos.
4. Evite espirrar ou derramar eletrólito.
5. Use procedimentos corretos de partida com baterias
auxiliares.

–UN–23AUG88
Se Você for atingido acidentalmente pelo ácido:

1. Lave o local atingido com bastante água corrente.


2. Aplique bicarbonato de sódio ou cal, na região afetada,

TS203
para ajudar a neutralizar o ácido.
3. Enxágue seus olhos com água corrente durante 15—
30 minutos. Procure assistência médica
imediatamente.

Se o ácido for ingerido:

1. Não induza o vômito.


2. Beba grandes quantidades de água ou leite mas sem
exceder 2 litros (2 quartos).
3. Procure assistência médica imediatamente.

AK12300,0000053 –54–28FEB02–1/1

Dê partida ao motor diesel somente a partir


da posição sentado no banco do Operador

Nunca tente arrancar o motor diesel fechando curto nos


terminais do motor de arranque, porque isto pode
provocar situações perigosas com risco de ferimentos
–UN–06JUN01

sérios ou morte nos espectadores próximos.


T139380

AK12300,0000050 –54–28FEB02–1/1

1-4-6 081202
PN=33
Segurança — Precauções de Segurança na Manutenção

Esteja alerta quanto aos gases de escape

Os gases de escape do motor diesel podem provocar


indisposição ou asfixia.

Se Você tiver que operar em ambiente fechado,

–UN–18OCT88
certifique-se de que haja bastante ventilação. Use
extensão para o cano de escape ou abra as portas e
janelas para obter uma boa ventilação na área.

T6458AO
AK12300,0000054 –54–28FEB02–1/1

Evite Fluidos sob Alta Pressão

CUIDADO: O combustı́vel diesel ou fluido


hidráulico, sob pressão, pode penetrar na pele
e causar ferimentos pessoais, cegueira ou
morte. Se ocorrer um acidente, procure

–UN–23AUG88
assistência médica imediatamente. Qualquer
fluido injetado na pele, sob alta pressão, deverá
ser removido cirurgicamente dentro de poucas
horas ou resultará em gangrena.

X9811
Vazamentos de fluidos sob pressão podem não ser
visı́veis. O fluido do vazamento pode penetrar na pele e
causar ferimentos sérios. Durante a localização de
vazamentos, use luvas e um pedaço de compensado ou
papelão. Nunca use suas mãos desprotegidas. Proteja
seu corpo e use protetor facial para proteção dos olhos.

A pressão pode ser mantida, num sistema hidráulico, por


um tempo longo após a fonte de pressão ou a bomba
terem sido desligadas. Apóie o cabeçote harvester no
solo, de maneira segura, aplique o freio de
estacionamento e desligue o motor diesel. Alivie a
pressão do sistema hidráulico antes de executar reparos
nos componentes ou desconectar qualquer mangueira.
Aperte todas as conexões antes de pressurizar o sistema.

Não altere qualquer ajuste de pressão a menos com


instruções autorizadas.

AK12300,0000115 –54–06NOV01–1/1

1-4-7 081202
PN=34
Segurança — Precauções de Segurança na Manutenção

Evite Aquecimento próximo das Linhas de


Fluido Pressurizadas

Esguicho inflamável pode ser gerado pelo aquecimento


próximo de linhas de fluido pressurizadas, resultando em
queimaduras severas em Você ou nas pessoas próximas.

–UN–15MAY90
Não aqueça por soldagem a arco, brazagem ou uso de
maçarico próximo de linhas de fluido pressurizadas ou
outros materiais inflamáveis.

TS953
AK12300,0000056 –54–28FEB02–1/1

Execute Reparos por Soldagem de Maneira


Segura

Antes de iniciar a soldagem:

1. Desligue a chave geral

–UN–06JUN01
2. Desligue o cabo terra das baterias.
3. Desligue todos os conectores embaixo da cabina.

Antes de iniciar qualquer soldagem, assegure-se de que a

T139381
área a ser reparada está limpa de detritos e de materiais
combustı́veis. Mantenha à mão um extintor carregado e
saiba como usa-lo.

Execute todo o trabalho ao ar livre ou numa área bem


ventilada. Disponha da tinta e do solvente de maneira
adequada.

Evite aspirar gases perigosos. Remova a pintura antes de


aquecer ou soldar:

• Se Você jatear com areia ou lixar a pintura, evite


aspirar a poeira. Use uma máscara.
• Se Você usar solvente ou removedor de tinta, lave o
removedor com água e sabão antes da soldagem.
Remova as vasilhas de solvente ou removedor e outros
materiais inflamáveis da área. Espere pelo menos 15
minutos para os vapores se dispersarem antes da
soldagem ou do aquecimento.

AK12300,0000059 –54–28FEB02–1/1

1-4-8 081202
PN=35
Segurança — Precauções de Segurança na Manutenção

Manutenção Segura dos Pneus

A separação explosiva das partes de um pneu e seu aro


pode provocar ferimentos sérios ou morte.

Não tente montar um pneu, a menos que Você tenha o


equipamento adequado e a experiência para executar o
trabalho.

Mantenha sempre a pressão correta nos pneus. Nunca


exceda a pressão máxima recomendada. Nunca solde ou
aqueça os componentes do aro com o pneu montado. O
calor pode provocar o aumento da pressão resultando na
explosão do pneu.

Ao calibrar os pneus, use um bico de auto-fixação e uma


extensão longa o suficiente para permitir que Você
permaneça ao lado da banda de rodagem e NÃO na
frente ou sobre o conjunto do pneu. Use uma gaiola de
segurança se disponı́vel.

–UN–23AUG88
Inspecione os pneus quanto a pressão baixa, cortes,
bolhas, aros danificados ou falta de parafusos e porcas.

TS211
AK12300,0000057 –54–28FEB02–1/1

Reabastecimento e Manutenção do Sistema


de Combustı́vel

Nunca encha o tanque de combustı́vel com o motor


funcionando. Mantenha os fumantes ou chamas abertas
longe do ponto de abastecimento.

–UN–23AUG88
Evite encher demais ou derramar combustı́vel. Limpe
imediatamente o combustı́vel derramado.

TS202
Não use pressão elevada no tanque ou linhas de
combustı́vel. Os componentes do sistema podem ser
danificados com conseqüências potêncialmente perigosas
se pressurizado além dos limites.

AK12300,0000058 –54–28FEB02–1/1

1-4-9 081202
PN=36
Segurança — Precauções de Segurança na Manutenção

Disposição Adequada dos Produtos Usados

A disposição incorreta dos produtos usados pode colocar


em risco o meio-ambiente e a ecologia. Produtos
potêncialmente perigosos usados no equipamento
incluem itens como óleo lubrificante, combustı́vel, lı́quido

–UN–26NOV90
arrefecedor, fluido para freios, filtros e baterias.

Use vasilhames à prova de vazamentos ao drenar fluidos.


Não derrame o produto usado no solo, no esgôto ou em

TS1133
área de mananciais.

Os regulamentos governamentais podem exigir um centro


de serviço certificado para recuperar e reciclar
refrigerantes usados em condicionadores de ar.

Procure saber a maneira correta de reciclagem ou


disposição dos resı́duos junto ao seu órgão ambiental
local ou centro de reciclagem ou de seu revendedor
autorizado.

AK12300,000005A –54–28FEB02–1/1

1-4-10 081202
PN=37
Cabina e Controles
Localizador dos Componentes da Cabina

–UN–10JAN02
T149776
1—Painel 8—Controles do Preaquecedor 11—Teto da Cabina: 13—Compartimento na porta:
2—Lâmpadas de Controle do Motor Diesel (*) Lâmpadas de Advertência Compartimento para o
3—Display, Timbermatic 300 9—Timbermatic 300 e Cigarra Elétrica estojo de primeiros
4—Teclado, Timbermatic 300 Impressora e Suporte para 12—Teto da Cabina: Radio, socorros, documentação e
5—Teclados de Controle o Calibre (*) Soquete 12V para lancheira
6—Pedais 10—Soquete de Alimentação Telefone Celular, Unidade 14—Alavanca de Direção (*)
7—Controles do 24V de Controle do Sistema de
Condicionador de Ar Combate a Incêndio (*)

(*) se equipado

NOTA: O espaço de armazenagem, no teto da


cabina, suporta no máximo 10 kg.

AK12300,0000032 –54–10OCT01–1/1

2-1-1 081202
PN=38
Cabina e Controles

Chave Geral

A chave geral (1) está localizada na parte traseira, ao


lado da tela do radiador. A chave geral sempre deverá
ser DESLIGADA quando se deixa a máquina ao final do
turno.

O sistema automático de combate a incêndios (*) não


funciona se a chave geral estiver no modo LIGADA; neste
caso, o sistema deverá ser disparado manualmente. Veja
o grupo Sistema de Combate a Incêndios/Generalidades

1—Chave Geral

–UN–07MAY02
T150444
AK12300,000002F –54–10OCT01–1/1

Lâmpadas de Controle

Sempre que uma lâmpada de alerta acender e a lâmpada


central de advertência piscar, isto sempre indica que
alguma coisa não está funcionando direito dentro do
sistema. Interrompa a operação e desligue o motor diesel.
Encontre a causa e corrija o que estiver errado.

A operação e alertas do sistema do TMC são


detalhados nas instruções do Timbermatic 300, inclusas.

1—Controle de Carga. A lâmpada se acende quando


o alternador não estiver carregando as baterias.
2—Lâmpada de Alerta da Pressão do Freio. Acende
–UN–22JAN02

(vermelha) se a pressão do freio cair abaixo de 10


MPa ou o nı́vel do fluido de freio estiver muito
baixo. A máquina não deverá ser movimentada se
a lâmpada estiver acesa.
3—Freio de Estacionamento. Acende (vermelha)
T150445

quando o freio de estacionamento estiver


aplicado.
4—Indicadores de Direção (setas)
5—Não é usado
6—Indicadores de Direção (setas), Trailer

Continua na próxima página AK12300,0000033 –54–10OCT01–1/2

2-1-2 081202
PN=39
Cabina e Controles

Lâmpadas de advertência e cigarra elétrica no teto da


cabina

1. A cigarra elétrica e a lâmpada de advertência


(amarela) alertam sobre alguma coisa errada. A tela
do display do Timbermatic 300 indica o quê está

–UN–10JAN02
errado.
2. Lâmpada de alerta de incêndio (vermelha). A lâmpada
pisca e a cigarra soa se um incêndio for detectado
pelos sensores. Você deverá disparar o sistema de

T149777
combate a incêndios. Veja o grupo Sistema de
Combate a Incêndios/Configuração e uso do sistema
3. Unidade de controle do sistema de combate a
incêndios (se equipado)

AK12300,0000033 –54–10OCT01–2/2

2-1-3 081202
PN=40
Cabina e Controles

Painel de instrumentos

(*) se equipado
1—Faróis de Deslocamento
2—Faróis de trabalho, teto
3—Faróis de trabalho,teto
4—Faróis de trabalho, grua, 4 peças
5—Faróis de trabalho, teto
6—Buzina
7—Pisca-alerta
8—Limpador do pára-brisa, janela esquerda (*)
9—Limpador do pára-brisa, dianteiro
10—Limpador do pára-brisa, janela direita (*)
11—Limpador do pára-brisa, janela traseira (*)
12—Não Usado
13—Limpador Intermitente
14—Não Usado
15—Indicadores de Direção (setas)
16—Não Usado
17—Bomba de Vácuo
18—Não Usado
19—Não Usado
20—Nı́velamento da Cabina (*)
21—Acendedor de Cigarros
22—Liberação do Freio Torcional
23—Tração Dianteira, engatada (velocidade de caixa
alta)
24—Velocidades Alta/Baixa
25—Não Usado
26—Chave de Transferência de Partida Timbermatic
300 Módulo do Display e Funções do Cabeçote
Harvester
27—Freio de Estacionamento
28—Rotações de Trabalho
29—Chave da Grua (também do cabeçote harvester
se o Timbermatic 300 estiver ligado)
30—Escadas
31—Chave de Partida
32—Parada de Emergência

–UN–07MAY02
T153611

Continua na próxima página AK12300,0000034 –54–10OCT01–1/4

2-1-4 081202
PN=41
Cabina e Controles

Faróis sobre o Teto

Chave Faróis sobre o Teto


2 (a), 6 peças dianteira, os dois lados, traseira
3 (b), 4 peças (acendem somente quando as
rotações de trabalho forem acionadas)

–UN–05APR02
5 (c), 4 peças

T153520
–UN–15JAN02
T150123
AK12300,0000034 –54–10OCT01–2/4

Chave de Partida

P Modo Bomba de Vácuo


0 Motor diesel desligado (a chave pode ser removida)
I Modo de deslocamento (alimentação ligada)
II Não usado
–UN–22JAN02

Modo de Arranque (carregada por mola para


III
retornar para o modo deslocamento)

A bomba hidráulica do implemento é liberada nas


T150446

posições (II) e (III).

A chave de partida impede a dupla VERIFICAÇÃO do


arranque; a chave deverá ser retornada para a posição 0
após uma tentativa sem sucesso de arrancar o motor.

Continua na próxima página AK12300,0000034 –54–10OCT01–3/4

2-1-5 081202
PN=42
Cabina e Controles

Limpadores e lavadores das janelas

Funções das chaves:

Limpador do pára-brisa (9), limpadores das janelas


laterais (8, 10) (*)

• Modo avante a): Limpador LIGADO


• Modo intermediário b): Limpador DESLIGADO
• Modo traseiro c): Pressione o botão (A) para usar os
limpadores cujas chaves estiverem no modo traseiro
(pressione para <0.5 s = limpador simples).

Lavagem da janela (13):

• Modo avante: lavagem automática com os limpadores.


• Modo intermediário: DESLIGADO.
• Modo traseiro (retorno por mola): pressione para lavar
todas as janelas.

Limpador da janela traseira (11) (*)

• Modo avante: Limpador DESLIGADO


• Modo intermediário: Limpador LIGADO
• Modo traseiro (retorno por mola): ação de lavagem na
janela traseira

Ajustagem do perı́odo intermitente

• Primeiro pressione a chave (A) O limpador do


pára-brisa executará um único movimento.
• Duas pressionadas (a segunda pressionada dentro de
30 segundos) na chave (A) O intervalo de tempo entre
as duas pressionadas determina o intervalo do
temporizador.
• Terceira pressionada na chave (A) A terceira
pressionada pára a ação do limpador.

–UN–23JAN02
T150447

AK12300,0000034 –54–10OCT01–4/4

2-1-6 081202
PN=43
Cabina e Controles

Controles da Grua

–UN–23JAN02
T150490
Alavanca esquerda de controle da grua, fig. 1 Alavanca direita de controle da grua, fig. 2
+Y Lança para fora +Y Braço, baixar
-Y Lança para dentro -Y Braço, levantar
-X Giro da grua, sentido anti-horário -X Rotator, sentido anti-horário
+X Giro da grua, sentido horário +X Rotator, sentido horário
+Z Telescópico, extender +Z Cabeçote, abrir
-Z Telescópico, recolher -Z Cabeçote, fechar

AK12300,0000050 –54–12OCT01–1/1

2-1-7 081202
PN=44
Cabina e Controles

Teclados de Controle

–UN–24JAN02
T150314
1—Botão na alavanca direita 10—Não contar 16—Rolos alimentadores, B—Chave do sentido de
de controle 11—Mudar registro da última abertura forçada deslocamento
2—Botão de parada tora 17—Marcação de cor C—Controles da grua
3—Serra 12—Cabeçote Harvester, 18—Tratamento de tocos D—Limpadores do pára-brisa
4—Alimentação avante inclina para baixo / toque 19—Botão das funções E—Bloqueio dos diferenciais
5—Alimentação em retrocesso de derrubada adicionais F—Nı́velamento da cabina /
6—Botões das espécies 13—Cabeçote Harvester, 20—Botão das funções funções adicionais
7—Botões de graus inclina para cima adicionais
8—Botões de comprimento 14—Pré-desgalhamento A—Direção / nı́velamento da
9—Aumentar - diminuir 15—Facas desgalhadoras, coluna
abertura forçada

As funções do Timbermatic 300 são demonstradas


num manual de instruções separado.

AK12300,0000036 –54–10OCT01–1/1

2-1-8 081202
PN=45
Cabina e Controles

Condicionador de Ar, Instruções de


Operação

• (A) Controle de Temperatura


• (B) Ventilador, três velocidades
• (C) Trocador de calor ligado / desligado
• (D) Controle de ar, ar fresco / recirculação

1. Função automático

No modo automático, a temperatura pré-ajustada é


atingida pela pulsação de água quente, através da válvula
de água, para o elemento aquecedor. O modo automático
pode ser ligado, com o condicionador desligado, com a

–UN–23JAN02
condição de que a temperatura ambiente seja adequada,
isto é; durante o inverno. Para desembaçar, a chave do
condicionador deverá estar ligada e o aquecedor ajustado
para o máximo.

T150492
2. Perı́odo do Verão

Ajuste basico para resfriamento

1. Pressione a chave do CA (C) para ligar o


condicionador.
2. Feche a entrada de ar fresco (D).
3. Assegure-se de que a porta e janelas estão fechadas.
4. Coloque o ajuste de temperatura no (A) resfriamento
máximo, e o ajuste do ventilador (B) na velocidade
máxima.

Quando a temperatura desejada for atingida, gire o


controle de temperatura para cima, conforme necessário.
A quantidade de ar fresco pode ser ajustada com o
botão(D). Reduza a entrada de ar fresco ao mı́nimo
quando a temperatura ambiente for elevada. Caso
contrário, uma grande entrada de ar fresco resultará em
uma temperatura interna mais elevada.

Vidros embaçados

Uma maneira eficiente de desembaçar os vidros é ligar o


condicionador, ligar (C), e ajustar o aquecedor ao
máximo.

3. Outono/inverno/primavera

Aquecedor

Continua na próxima página AK12300,0000037 –54–10OCT01–1/2

2-1-9 081202
PN=46
Cabina e Controles

• Ligue o CA, chave (C).


• Ajuste o controle do ventilador, (B), ao máximo. Ajuste
o aquecedor ao máximo, botão (A).
• Feche a entrada de ar fresco, (D).

Quando a temperatura desejada for atingida, ajuste os


botões de temperatura e de velocidade do ventilador
conforme necessário. A entrada de ar fresco agora
poderá ser aberta para proporcionar uma mistura
adequada.

A função de resfriamento não deverá funcionar


continuamente quando a temperatura ambiente estiver
abaixo de zero.

A função de resfriamento deverá ser ligada apenas


durante cinco minutos uma vez por semana para
assegurar a lubrificação adequada dos vedadores de
borracha, no sistema. Durante o inverno, execute esta
operação após a máquina estar aquecida.

AK12300,0000037 –54–10OCT01–2/2

Pedais

1. Pedal do acelerador. Este pedal funciona como pedal


de deslocamento quando as rotações de trabalho
estiverem LIGADAS. Em seguida, ajusta a relação de
velocidade do sistema hidrostático. A velocidade da

–UN–23JAN02
máquina aumenta à medida em que o pedal for
pressionado cada vez mais.
2. Pedal do freio de deslocamento

T150491
AK12300,0000039 –54–11OCT01–1/1

2-1-10 081202
PN=47
Cabina e Controles

Ajustagem do Banco do Operador

A) Banco do Operador, pneumático

B) Banco do Operador, mecânico


1—O descanso para os braços podem ser ajustados
de varias maneiras.
2—Chave/pedal para desbloqueio do giro do banco.
3—Almofada do assento infinitamente ajustável, gire
a maçaneta para obter a posição desejada. O
encosto também é alterado quando Você ajusta a
almofado do assento.
4—Almofada do assento infinitamente ajustável, gire
a maçaneta para obter a posição desejada.
5—Suporte lombar infinitamente ajustável.
6—Termostato para aquecimento do banco.
7—Banco mecânico apenas: altura e amortecimento
infinitamente ajustáveis.

–UN–23JAN02
T150494

AK12300,000003A –54–11OCT01–1/1

2-1-11 081202
PN=48
Instruções de Operação
Generalidades

O sistema de controle TMC é usado para controlar a


grua e a transmissão hidrostática, bem como as funções
auxiliares relacionadas com os dois conjuntos.

Quando operando a máquina na maneira normal, o


display do Timbermatic 300 fica no modo básico e
mostra ao Operador os dados que são necessários para
a operação.

Para instruções sobre a ajustagem dos parâmetros


relacionados com a operação do sistema, consulte o
manual de instruções do Timbermatic 300.

O sistema Timbermatic 300 de medição e controle


habilita Você a controlar o cabeçote, classificação e
registro das árvores. As instruções podem ser
encontradas no manual de instruções do Timbermatic
300.

AK12300,000003B –54–11OCT01–1/1

3-1-1 081202
PN=49
Instruções de Operação

Chaves de segurança e Parada de


Emergência

1. As duas portas têm chaves de segurança. Quando a


porta está aberta, o freio de estacionamento é aplicado
e as funções da máquina são paralisadas. Quando a
porta está aberta, a direção, a transmissão, a grua e o
cabeçote harvester não funcionam. Após fechar a
porta, as funções do cabeçote são ligadas pelo
reajuste da observação na tela do display.
2. Se as escadas hidráulicas não se levantarem
completamente, um alerta aparecerá na tela e a
máquina não poderá ser movida.

NOTA: Antes de levantar ou abaixar as escadas


pressionando o item 30, verifique se as mesmas
podem se mover livremente.

3. A parada de emergência (32) está localizada no


painel. Se o botão estiver empurrado para baixo, o

–UN–05APR02
motor diesel será desligado; todas as funções da
máquina serão interrompidas e o freio de
estacionamento será aplicado. A parada de
emergência será liberada, girando-se o botão.

T153612
AK12300,0000044 –54–12OCT01–1/1

3-1-2 081202
PN=50
Instruções de Operação

Grua

A grua pode sempre ser usada quando estiver ligada pelo


uso do botão (29) e a tela do display exibirá o sı́mbolo da
grua.

A operação da grua é interrompida quando a transmissão


estiver em Caixa Alta ou se o freio de estacionamento
estiver aplicado.

As funções do cabeçote harvester são habilitadas se


tanto a grua e o Timbermatic 300 (chave 26) estiverem
ligadas.

Quando usar a grua e o cabeçote harvester, as rotações


de trabalho deverão estar ligadas usando-se a chave
(28). A tela exibirá o sı́mbolo das rotações de trabalho.

É possı́vel também deslocar a máquina durante o uso da


grua.

–UN–05APR02
Para instruções sobre a operação segura e eficiente da
grua veja os grupos Grua/Precauções de Segurança na
Operação e Instruções Gerais de Operação.

T153612
AK12300,0000046 –54–12OCT01–1/1

3-1-3 081202
PN=51
Instruções de Operação

Freios

O sistema de freios da máquina involve o seguinte: O freio de estacionamento é aplicado por molas, e
liberado por óleo sob pressão do sistema hidráulico.
• Freio de Deslocamento Se não houver pressão hidráulica, o freio de
• Freio de Serviço estacionamento permanecerá aplicado. Quando o freio
• Freio de Estacionamento de estacionamento estiver aplicado, o sı́mbolo ‘P’ será
mostrado na tela do display.
O freio de deslocamento é aplicado por pressão
hidráulica, por meio de um pedal. A transmissão hidrostática é usada preferencialmente
para frenagem em estradas ou fora delas. Este modo
O freio de serviço também funciona por meio de de frenagem é conseguido pela liberação do pedal do
pressão hidráulica. O freio é aplicado automaticamente acelerador / deslocamento seja parcial ou totalmente.
sempre que a máquina é parada, e é liberado quando
a máquina se desloca novamente. Quando o freio de
CUIDADO: A transmissão hidrostática não
serviço é aplicado, o sı́mbolo ‘W’ é mostrado na tela
deverá ser usada como freio de
do display.
estacionamento. Sempre aplique o freio de
estacionamento antes de deixar a cabina.
O freio de estacionamento é aplicado por meio da
chave 27 localizada no painel. A lâmpada de alerta, na
chave, acende quando o freio está aplicado. As
lâmpadas de alerta, na chave e no painel funcionam
apenas quando as portas estão fechadas.

AK12300,0000047 –54–12OCT01–1/1

3-1-4 081202
PN=52
Instruções de Operação

Direção

1. Elétrica

A máquina é dirigida por meio da minialavanca (A) no


teclado esquerdo de controle. A máquina segue os
movimentos da minialavanca, esquerda ou direita.

2. Hidráulica (*)

Em algumas áreas, o uso do sistema de direção por


minialavanca é bloqueado quando a máquina está
operando em Caixa Alta, e a máquina pode ser dirigida
apenas pela alavanca (B) da direção hidráulica. Em Caixa

–UN–05APR02
Baixa, tanto o sistema elétrico por minialavanca quanto o
sistema hidráulico por alavanca pode ser usado.

A alavanca da direção hidráulica está localizada no painel

T153614
do lado direito. Quando a alavanca é empurrada para a
frente, a máquina vira para a esquerda. Quando a
alavanca é puxada para trás, a máquina vira para a
direita.

(*) se equipada

–UN–05APR02
T153613
AK12300,0000048 –54–12OCT01–1/1

3-1-5 081202
PN=53
Instruções de Operação

Caixa Alta/Caixa Baixa e Tração Dianteira

A máquina está equipada com uma transmissão


mecanica de duas velocidades Alta/Baixa e com uma
escala ajustável de velocidades (%). As velocidades
podem ser engatadas através da chave seletora de
sentido (24) no painel. A mudança entre Caixa Alta e
Baixa somente é possı́vel quando a máquina está parada,
o freio de serviço aplicado e a chave (A) seletora do
sentido de deslocamento estiver em neutro.

Durante o engate de qualquer velocidade, pulsos curtos


são enviados avante e à ré para a bomba do
deslocamento, para assegurar o engate da velocidade
selecionada. Se o engate não ocorrer instantaneamente,
espere 5 segundos. Durante o engate, o sı́mbolo da faixa
de velocidades pisca na tela do display e o freio de
serviço permanece aplicado. Se a Caixa Alta não engatar,
a Caixa Baixa será engatada.

–UN–05APR02
Se o sentido de deslocamento já tiver sido selecionado e
a chave (24) for pressionada, o sistema entra na escala
de velocidade ajustável (%) ,caracol, ou sai dela.

T153612
Quando operando em Caixa Baixa, a tração dianteira está
sempre engatada. Quando a Caixa Alta é selecionada, a
tração dianteira é automaticamente desligada.

Se necessário, a tração dianteira pode também ser


engatada com a Caixa Alta. Isto é feito com a chave (23)
no painel.

–UN–05APR02
T153615

AK12300,0000049 –54–12OCT01–1/1

3-1-6 081202
PN=54
Instruções de Operação

Bloqueio dos Diferenciais

O bloqueio dos diferenciais é acionado pelo botão (1) no


teclado direito de controle. O bloqueio é aplicado nos dois
eixos ao mesmo tempo.

Se a chave do bloqueio for acionada durante o


deslocamento, a máquina irá parar automaticamente e o
bloqueio será aplicado. Após isso, a velocidade de
deslocamento será retomada.

O bloqueio somente poderá ser aplicado quando a


máquina estiver totalmente parada. A chave deverá ser
mantida pressionada até que a máquina se mova. O

–UN–23JAN02
bloqueio permanecerá aplicado até que a máquina pare
novamente. Quando o bloqueio estiver aplicado, o
sı́mbolo de bloqueio piscará no painel.

T150534
IMPORTANTE: Tome muito cuidado quando usar o
bloqueio, e o mantenha aplicado por
curto perı́odo de tempo apenas.
Quando os diferenciais estiverem
bloqueados, evite acionar a direção.

AK12300,000004A –54–12OCT01–1/1

Freio Torcional

O freio torcional é um meio de se bloquear a articulação


horizontal da mnaquina. O freio torcional é sempre
aplicado quando a máquina pára, e desengatado quando
a máquina começa a se deslocar novamente. O freio
pode ser totalmente neutralizado através da chave (22).

CUIDADO: Quando usar a grua durante o


deslocamento, tenha em mente que o freio
torcional está sempre desligado. Quando
pressionar o pedal de deslocamento e iniciando
o movimento, o freio torcional se auto desligará
ao mesmo tempo.
–UN–05APR02
T153612

AK12300,000004B –54–12OCT01–1/1

3-1-7 081202
PN=55
Instruções de Operação

Antes de Arrancar o Motor Diesel ao Iniciar o


Turno de Trabalho

1. Execute uma inspeção geral na máquina (articulações,


mangueiras e tubulações, ferragens, danos externos).
• Verifique o nı́vel do óleo do motor.
• Verifique o nı́vel do lı́quido arrefecedor.
• Verifique o nı́vel do óleo hidráulico.
• Verifique o nı́vel do combustı́vel.

2. Ligue a chave geral.


3. Inspecione o sistema de combate a incêndios (se
equipado).Veja o grupo Sistema de Combate a
Incêndios/Manutenção
4. Destrave a porta direita e a janela traseira, de maneira
que ambas possam ser usadas como saı́das de
emergência.

AK12300,000003D –54–11OCT01–1/1

Operação do Motor

Quando a temperatura estiver abaixo de 5°C


recomendamos insistentemente que se use o
pré-aquecimento (se equipado) do lı́quido arrefecedor do
motor de 1/2 — 1‘hora antes do arranque do motor.

Se a temperatura estiver abaixo de 0°C e o motor frio,


veja o tópico Operação em Tempo Frio, mais à frente,
nesta seção.

AK12300,000003E –54–11OCT01–1/1

3-1-8 081202
PN=56
Instruções de Operação

Arranque do motor

• Certifique-se de que não haja pessoas na zona de risco


ao redor da máquina.
• O motor somente arrancará se:
– o freio de estacionamento (27) estiver aplicado
– a parada de emergência (32) estiver na posição
superior.
– as portas estejam fechadas
• Verifique que a chave seletora do sentido de
deslocamento (A) esteja em neutro, as rotações de
trabalho (28) e o preaquecedor estejam desligados.
• Ligue o CDM pressionando o botão(26).

–UN–05APR02
T153615
–UN–05APR02
T153612

Continua na próxima página AK12300,000004C –54–12OCT01–1/2

3-1-9 081202
PN=57
Instruções de Operação

• Gire a chave de partida para a posição (I) ligada.


Aguarde pelos sinais sonoro e visual (lâmpada central
de advertência) do sistema de controle.
• Certifique-se de que as lâmpadas de alerta, no painel,
funcionam corretamente.
• Mantenha o pedal do acelerador na posição de

–UN–22JAN02
marcha-lenta.
• Gire a chave de partida para a posição (III) arranque e
solte a chave assim que o motor diesel funcionar.

T150446
IMPORTANTE: Não acione o motor de arranque acima
de 30 segundos de cada vez. Poderá
superaquecer o motor de arranque. Se
o motor não arrancar na primeira vez,
aguarde pelo menos 2 minutos antes
de nova tentativa.

IMPORTANTE: Se a chave de partida for solta antes


que o motor diesel arranque, espere
que os motores diesel e de arranque
parem antes de tentar novamente. Isto
evitará possı́veis danos ao motor de
arranque e/ou à cremalheira do
volante do motor diesel.

AK12300,000004C –54–12OCT01–2/2

3-1-10 081202
PN=58
Instruções de Operação

Partida em Tempo Frio

CUIDADO: Não use fluido auxiliar de partida


próximo de chama, faı́scas ou fogo. Não
incinere ou perfure um vasilhame vasio de
fluido auxiliar de partida.

Quando a temperatura estiver abaixo de 0°C o motor


diesel é arrancado basicamente como descrito acima
mas:

• Uma vez que o motor funcionou Você poderá, quando


necessário, pressionar levemente o pedal do acelerador
para assegurar que o motor continue funcionando.

–19–10JAN01
• Uma vez que o motor funcionou Você poderá, conforme
necessário, voltar a chave para a posição (II) e
mante-ls durante aproximadamente 15 segundos. Neste

RG11521
caso, a carga na bomba hidraulica do implemento será
aliviada, facilitando o funcionamento do motor.
Instruções para Partida em Tempo Frio
Use fluido auxiliar de partida conforme necessário. Siga
as instruções do fornecedor para o fluido auxiliar de
partida fornecido com o motor de sua máquina.

AK12300,000004D –54–12OCT01–1/1

3-1-11 081202
PN=59
Instruções de Operação

Após a partida

Após a partida, opere o motor de 2 — 4 minutos a


aproximadamente 1200 rpm antes da aplicação de plena
carga.

Evite qualquer esforço desnecessário sobre a transmissão


hidrostática. Por esse motivo, não opere o motor a
rotações acima de 1400 rpm antes que o óleo hidráulico
tenha se aquecido. Quando o óleo hidráulico ainda está
frio, rotações muito elevadas do motor resultam, entre
outras coisas, pressão excessiva nas bombas e nos
motores hidráulicos. Isto poderá danificar as gaxetas e
vedação dos eixos.

IMPORTANTE: Não deixe o motor funcionando em


marcha-lenta acima de 5 minutos
(durante o perı́odo de amaciamento
acima de 2 minutos). Aumentará o
depósito de carvão no motor e a
lubrificação de vários componentes
será deficiente.

NOTA: Quando a temperatura do lı́quido arrefecedor


estiver acima de 104°C o motor reduzirá
automaticamente sua potência.

Pare imediatamente o motor se ocorrer qualquer um dos


seguintes sinais indicadores de falha por parte do motor:

• Queda repentina da pressão de óleo lubrificante do


motor
• Temperaturas anormais do lı́quido arrefecedor
• Ruı́do anormal e vibração
• Perda súbita de potência
• Fumaça preta excessiva no escape
• Consumo excessivo de combustı́vel
• Consumo excessivo de óleo lubrificante
• Vazamentos de fluidos

IMPORTANTE: Nunca desligue a chave geral com o


motor diesel funcionando (exceto no
caso potêncial de emergência.

AK12300,000004E –54–12OCT01–1/1

3-1-12 081202
PN=60
Instruções de Operação

Desligando o Motor Diesel

1. Certifique-se de que o seletor do sentido de


deslocamento está em nautro.
2. Certifique-se de que a grua e o cabeçote harvester
estejam apoiados de maneira segura.

–UN–22JAN02
3. Certifique-se de que o freio de estacionamento esteja
aplicado.
4. Antes de desligar um motor diesel que tenha estado
trabalhando a plena carga, deixe o motor em

T150446
marcha-lenta pelo menos durante 2 minutos a 1000 —
1200 rpm para arrefecer os componentes principais.
5. Gire a chave de partida para a posição (0) .

AK12300,000004F –54–12OCT01–1/1

3-1-13 081202
PN=61
Instruções de Operação
T152212 –UN–05MAR02

Tráfego Fora-de-Estrada

Durante a operação fora-de-estrada, a Caixa Baixa está


engatada (o modo de tração em todas as rodas está
ligado). Ao operar em condições dificeis é recomendável
T152213 –UN–05MAR02
ligar a escala de velocidade ajustável (%). A máquina é
dirigida por meio da minialavanca no teclado esquerdo de
controle.

1. Libere o freio de estacionamento. O freio de serviço


será aplicado automaticamente. Levante as escadas.
2. Ligue a grua e as rotações de trabalho quando o
Timbermatic 300 for ligado (agora Você pode usar as
funções da grua e do cabeçote harvester).
3. Engrene Caixa Baixa (o seletor de sentido de
deslocamento deverá estar em neutro).
4. Selecione o sentido de deslocamento (o motor diesel
funciona em rotações constantes de trabalho, veja as

–UN–05MAR02
instruções sobre o TMC inclusas).
5. Pressione o pedal do acelerador. Isto automaticamente
liberará o freio de serviço e a máquina começará a se
deslocar.

T152214
6. A velocidade da máquina é controlada com o pedal de
deslocamento. Tão logo o pedal for pressionado além
da posição de rotação constante, as rotações do motor
também começam a aumentar com relação à posição
do pedal.
7. Se a chave de Caixa Alta/Caixa Baixa for pressionada
após o sentido de deslocamento ter sido selecionado,
o sistema mudará para a escala de velocidade
ajustável (%). O que será mostrado como sı́mbolo de
escala de velocidade no display do TMC é um
caracol sob o que pode ser visto como o ajuste da
velocidade de deslocamento. A velocidade pode ser
ajustada através de dois movimentos da minialavanca
direita.

O deslocamento fora-de-estrada, com as rotações de


trabalho ligadas é recomendado especialmente quando a
grua e o cabeçote harvester são operados ao mesmo
tempo. Se Você não quiser usar as rotações de trabalho
no deslocamento fora-de-estrada, a operação é
semelhante à que foi descrita acima, mas controlando a
velocidade da máquina com o pedal tem impacto direto
nas rotações do motor diesel.

AK12300,000003F –54–11OCT01–1/1

3-1-14 081202
PN=62
Instruções de Operação
T152215 –UN–05MAR02

Tráfego em Vias Públicas

A velocidade de Caixa Alta pode ser usada para tráfego


em vias públicas. É nesta situação em que a tração
dianteira é desligada. Contudo, é possı́vel engatar a
tração dianteira com uma chave separada.

1. O transporte do equipamento deverá ser adaptado


para se conformar aos regulamentos de trânsito locais.
Antes de Você embarcar no tráfego das vias públicas:
• Posicione a grua e o cabeçote harvester no modo
de transporte.
• Instale as luzes traseiras e os indicadores de
direção dianteiros. Abra os protetores dos faróis de
luz alta. Desligue os faróis de trabalho.
• Ajuste os espelhos retrovisores.

2. Engate Caixa Alta (a chave seletora do sentido de


deslocamento deverá estar em neutro).
3. Selecione o sentido de deslocamento.
4. Pressione o pedal, o qual automaticamente liberará o
freio de serviço. A máquina começará a se deslocar.
5. A velocidade da máquina é regulada por meio do
pedal do acelerador. Isto ajustará simultaneamente as
rotações do motor diesel e a razão de engrenagens do
sistema hidrostatico.
6. A escala de velocidades ajustábeis (%) pode ser
usada da mesma maneira que no deslocamento
fora-de-estrada.
7. No deslocamento em vias públicas, a máquina é
dirigida por meio
• da minialavanca
• Uma alavanca de direção (se equipado)

Existem paı́ses onde o uso de uma minialavanca para


trafegar em vias públicas (com Caixa Alta engrenada) é
proibido (TÜV) ou bloqueado (Suécia) por causa dos
regulamentos de trânsito.

Continua na próxima página AK12300,0000040 –54–11OCT01–1/2

3-1-15 081202
PN=63
Instruções de Operação

–UN–08MAY02
T154248
Máquina preparada para trafegar em vias públicas 5. Luzes traseiras
6. Luzes de posição
1. Cabeçote Harvester com a inclinação bloqueada 7. Sistema de nı́velamento da cabina travado,veja o
2. Cabeçote Harvester preso por correntes grupo Equipamento — Nı́velamento da
3. Protetores dos faróis abertos Cabina/Manutenção do Nı́velamento da Cabina
4. Posição dos faróis

AK12300,0000040 –54–11OCT01–2/2

3-1-16 081202
PN=64
Transporte e Rebocamento
Transporte da Máquina

Durante o posicionamento da máquina na carreta,


assegure-se de centra-la lateralmente tão bem quanto
possı́vel. Da mesma maneira, quando posicionar a
máquina e a grua, observe a carga máxima permitida por
eixo para a carreta bem como a largura e altura máximas.
Se necessário, os valores devem ser verificados pela
medição antes do carregamento.

Assegure-se de que a máquina ou grua não se moverão


durante o transporte. A máquina deverá ser fixada por
pelo menos duas correntes (Você pode usar um
esticador, por exemplo). É boa prática utilizar qualquer
suporte fornecido, por exemplo, os pára-choques da
carreta se os pneus da máquina puderem ser
posicionados contra eles.

Prenda o cabeçote harvester usando correntes, de


maneira que não se mova durante o transporte.

As correntes presas ao chassi dianteiro e traseiro devem


prover suporte longitudinal para a máquina tanto na frente
quanto atrás, bem como suporte lateral em ângulos
adequados. Assegure-se de que as correntes não
estejam torcidas, após o esticamento, para evitar que os
tensionadores afrouxem durante o transporte. Além disso,
ao tensionar as correntes, assegure-se de que não
danificarão a máquina. Finalmente, coloque luzes de
posição (olhos-de-gato) conforme determinado pelas leis
locais.

Quando trafegar por vias públicas, todas as exigências


legais devem ser cumpridas na ı́ntegra.

AK12300,0000041 –54–11OCT01–1/1

3-2-1 081202
PN=65
Transporte e Rebocamento

Rebocamento da máquina

Como resultado de uma falha da máquina, poderá ser


necessário rebocá-la quando pára em uma via pública ou
se deverá ser transferida para uma oficina.

NOTA: A máquina deverá ser adequadamente suportada


antes de ser submetida a qualquer reparo.
Recomendamos o uso de uma barra de aço
rı́gida como elo de rebocamento.

Para salvamento; acople aos ganchos de reboque (A) ou


aos olhais de rebocamento (B). Puxe somente no sentido
do eixo longitudinal da máquina.

A máquina não pode ser rebocada a menos que algumas


ou todas as seguintes ações sejam tomadas:

1. Libere o freio de estacionamento.


2. Libere o sistema de transmissão de potência.

–UN–16APR02
3. Libere o freio de serviço.
4. Libere a direção.

CUIDADO: Uma vez executadas as ações acima,

T154118
a máquina não mais pode ser adequadamente
controlada. Por esse motivo, é da maior
importância assegurar que ninguém seja
colocado em situação de risco durante o
processo de rebocamento ou trabalho de
instalação. Assegure-se de que nenhum
espectador entre na zona de risco ao redor da
máquina.

NOTA: Use baixa velocidade de deslocamento (2 km/h)!

AK12300,0000042 –54–11OCT01–1/1

3-2-2 081202
PN=66
Transporte e Rebocamento

Liberação do Freio de Estacionamento

• Abra a escotilha de serviço e o protetor traseiro do


cárter.
• Remova a tampa (1) na extremidade do cilindro do
freio.

–UN–05MAR02
• Instale o parafuso de liberação (2) (armazenado dentro
da tampa) para soltar o freio.
• Repita o procedimento em cada cilindro de freio.
• Após o rebocamento, os parafusos de liberação

T152218
deverão ser removidos e armazenados dentro da tampa
como estavam.

São quatro cilindros de freio no total. Dois no eixo


dianteiro e dois no traseiro.

AK12300,0000051 –54–12OCT01–1/1

Desligamento do Sistema de Transmissão de


Potência

• Afrouxe o parafuso (chave Allen de 5 mm) das duas


válvulas de alı́vio de pressão (1) na bomba de
deslocamento, duas voltas em cada um.
• Após o rebocamento, os parafusos deverão ser
apertados novamente.

Se o sistema de transmissão de potência for liberado


conforme este procedimento, a máquina somente poderá
ser rebocada em uma distância muito curta (abaixo de 20
metros), a uma velocidade bem lenta.

–UN–08MAY02
T154680

AK12300,0000052 –54–12OCT01–1/1

3-2-3 081202
PN=67
Transporte e Rebocamento

Liberação do Freio de Serviço

A válvula de controle do freio está localizada embaixo da


cabina, lado esquerdo.

• Desligue o conector da válvula solenóide (Y41W), freio

–UN–05MAR02
de serviço.
• Religue o conector após a operação de rebocamento.

T152220
AK12300,0000053 –54–12OCT01–1/1

Desligamento da direção

O bloco da válvula da direção (Y66) está localizado no


comando da grua.

• Abra o bujão, na válvula de alı́vio, e retire a mola (1) e


o cartucho (2).
• Instale o bujão com sua junta e aperte.
• Após o rebocamento, instale a mola e o cartucho.

NOTA: Proteja todas as peças soltas contra


contaminação.

–UN–05MAR02
T152222
AK12300,0000054 –54–12OCT01–1/1

3-2-4 081202
PN=68
Transporte e Rebocamento

Recolhimento de uma Grua Inoperante

Se o motor diesel parar com a grua na posição estendida,


provavelmente será necessário retraı́-la manualmente e
prendê-la antes que a máquina possa ser rebocada.

A parte hidráulica da grua é liberada derivando-se as


válvulas de alı́vio de linha, no comando, e a grua será
manobrada com o auxı́lio da uma segunda máquina ou
um dispositivo de levantamento adequado.

CUIDADO: Se a grua parar numa posição


levantada, deverá ser completamente suportada
naquela posição antes da liberação da parte
hidráulica.

Se todo o peso da grua não for suportado, o


óleo estará pressurizado e o fluxo será grande
no inı́cio.

A negligência em seguir as precauções de


segurança poderá conduzir a ferimentos
pessoais ou danos à máquina.

Calce as rodas de maneira segura. Suporte a grua com


blocos de madeira ou use uma segunda máquina.

Cada função da grua é controlada pelo carretel no seu


bloco, no comando da grua. Cada carretel deve ser
derivado para que a grua possa ser deslocada naquela
direção.

Continua na próxima página AK12300,00000F8 –54–24OCT01–1/3

3-2-5 081202
PN=69
Transporte e Rebocamento

NOTA: Não misture as válvulas após terem sido


removidas. Recoloque as válvulas como
instaladas originalmente.

Seção de cada válvula carretel:

• Abra o bujão da válvula de alı́vio e remova a mola (1) e


o cartucho (2).
• Instale o bujão com a junta e aperte.
• Após a guarda da grua, reinstale a mola e o cartucho.

1—Paralelo
2—Braço
3—Telescópico

–UN–07MAY02
4—Rotator
5—Giro da grua
6—Inclinação da grua
7—Direção

T154634
AK12300,00000F8 –54–24OCT01–2/3

Por exemplo, para levantar ou abaixar o braço:

O carretel na sexta seção (Y420 / Y421) controla o


levantamento do braço, no comando da grua.

• Suporte cuidadosamente a grua em posição. Não deve


haver pressão alguma no cilindro quando o bujão de
uma válvula de alı́vio for removido.
• Derivando o carretel da sexta seção.
– Abra o bujão da válvula de alı́vio e remova a mola
(1) e o cartucho (2).
– Instale o bujão com a junta e aperte.
• Levante oo abaixe o braço usando um dispositivo
adequado de levantamento.
• Após a guarda, instale a mola e o cartucho.

NOTA: Proteja todas as peças soltas e o alojamento da


válvula contra contaminação.
–UN–07MAY02
T154633

AK12300,00000F8 –54–24OCT01–3/3

3-2-6 081202
PN=70
Manutenção — Generalidades
Manutenção

As seções sobre manutenção contém um número de • Manutenção a cada 50 horas de operação ou


procedimentos de ajustes e verificações que são semanalmente.
executados regularmente. Alguns deles são • Manutenção a cada 250 horas de operação.
executados pelo Operador. • Manutenção a cada 500 horas de operação.
• Manutenção a cada 1000 horas de operação.
Quando se trata de manutenção e reparos que • Manutenção a cada 2000 horas de operação.
requeiram habilidades especiais e ferramentas, • Conforme necessário
contate seu revendedor Timberjack.
NOTA: Ao executar a manutenção na máquina,
Qualquer defeito ou deficiência que comprometa a lembre-se de que o intervalo de 2000 horas,
segurança operacional deve ser corrigida por exemplo, inclui também a manutenção
imediatamente. diária bem como a manutenção dos
intervalos de 50, 250, 500 e 1000 horas de
Se a meta for uma operação confiável e segura, a operação.
mais importante (e a menos dispendiosa) contribuição
é a verificação e manutenção regular da máquina. NOTA: Consulte as instruções separadas sobre
manutenção do cabeçote harvester. Esta
Os perı́odos de manutenção foram colocados nas seção trata apenas da máquina-base e grua.
seguintes categorias:

• Manutenção a cada 10 horas de operação ou


diariamente.

AK12300,0000055 –54–12OCT01–1/1

4-1-1 081202
PN=71
Manutenção — Generalidades

Precauções de Segurança na Manutenção

Estude cuidadosamente as instruções sobre segurança


antes de começar o trabalho de manutenção.

• Assegure-se de que a máquina está em terreno plano e

–UN–19APR02
imobilizada (freioa aplicados) e rodas calçadas, se
necessário.
• Encaixe o elo de segurança (1) para bloquear a
articulação central, veja a figura.

T154246
• Não permaneça embaixo da grua levantada.
• Não permita a aproximação de curiosos durante os
reparos ou ajustagens.
• O Operador e o mecânico são responsáveis pela
segurança na máquina e ao seu redor.

NOTA: O Operador e o pessoal de serviço devem


familiarizar-se com as regras e regulamentos
sobre segurança fornecidas neste manual e nos
avisos afixados na máquina, bem como aqueles
relacionados com as leis de trânsito e segurança
ocupacional.

Todas as regras e regulamentos em vigor,


referentes à máquina e ao local de trabalho
devem ser obedecidos.

CUIDADO: A operação do capô do motor diesel


e do protetor do cárter é facilitada por meio de
amortecedores a gás. Se esses amortecedores
falharem, as tampas podem cair
repentinamente. Não fique sob esses
componentes durante o
levantamento/abaixamento ou antes que
estejam bloqueados de maneira segura.

AK12300,0000056 –54–12OCT01–1/1

4-1-2 081202
PN=72
Manutenção — Generalidades

Instruções de Montagem

Ao remover pinos das juntas ou de outras estruturas de


suporte de carga, tenha em mente o seguinte:

• A capacidade de levantamento do guindaste ou polia


deve ser adequada.
• O equipamento de levantamento deve ser confiável e
estar em boas condições operacionais.
• A grua deve estar apoiada adequadamente em todas
as direções.

Se o sistema hidráulico foi reparado, o ar deve ser


removido do sistema antes que a máquina seja posta em
operação novamente (veja o grupo Sistema Hidráulico —
Remoção de ar).

Se não for eliminado do sistema, a presença do ar


resultará nos seguintes problemas:

• Movimentos repentinos, e inesperados


• Juntas danificadas. Quando comprimido, o ar se
aquece rapidamente e queima o material das gaxetas.

Continua na próxima página AK12300,0000057 –54–12OCT01–1/2

4-1-3 081202
PN=73
Manutenção — Generalidades

Levantamento do capô sem energia elétrica

O levantamento do capô dianteiro é operado pelo atuador


elétrico. Se a máquina estiver sem energia elétrica e o
capô precisar ser levantado, faça como se segue:

1. Remova os parafusos de fixação (1) na parte superior


do atuador. Segure o atuador através das aberturas na
grade do capô usando uma haste fina.
2. Abaixe o atuador cuidadosamente. Não o deixe cair
livremente.
3. Abra os trincos do capô e levante-o completamente. A
abertura do capô é facilitada pelo uso de suportes de
levantamento.

–UN–14MAY02
Instalação do atuador:

1. Assim que a máquina tenha energia elétrica

T154861
novamente e o capô esteja aberto, estenda o atuador
para a posição aberta.
2. Instale a parte superior do atuador no capô e aperte
os parafusos com os dedos.
3. Abaixe o capô e feche os trincos.
4. Aperte os parafusos de fixação com um torque de (100
Nm / 74 lbf.pé).

AK12300,0000057 –54–12OCT01–2/2

Torque das Ferragens

Quando a máquina é nova, verifique todas as juntas


aparafusadas diariamente, especialmente aquelas entre a
grua e o chassi e aquelas entre os eixos e o chassi.
Continue apertando até que os parafusos retenham o
torque. Verifique também as conexões das mangueiras.
Durante a operação normal, as juntas deverão ser
verificadas frequentemente também nos intervalos de
manutenção.

As articulações com pinos pivô expansores, da máquina,


devem ser reapertados após o primeiro dia de operação.

Continua na próxima página AK12300,0000058 –54–12OCT01–1/3

4-1-4 081202
PN=74
Manutenção — Generalidades

Junta Qde Medida Grau Torque Nm Torque lbf.pé


Porcas das rodas 64 M22 8.8 540 398
Suportes do eixo 4 M27 x 520 12.9 1250 922
Parafusos do suporte do eixo 2 M27 x 220 12.9 800 590
traseiro
Parafusos para o suporte do eixo 2 M27 x 180 8.8 800 590
traseiro
Porcas para o suporte do eixo 8 M27 800 590
dianteiro
Suporte do mancal 2 M16 x 30 8.8 200 148
Eixos propulsores 16 1/2"UNF x 51 10.9 118 87
Mancal horizontal, articulação 40 M20 x 90 12.9 500 369
central
Mancais verticais, articulação 2 M75 x 2 610 450
central
Freio torcional 6 M24 x 60 12.9 750 553
Suportes do motor, bloco do motor, 8 5/8"UNC x 64 10.9 90 66
dianteiro
Suportes do motor, bloco do motor, 8 5/8"UNC x 38 8.8 90 66
traseiro
Suportes do motor, coxins 4 M20 x 90 8.8 150 111
Coxins, chassi 8 M16 x 35 8.8 150 111
Motor hidráulico / alojamento da 5 M20 x 50 8.8 385 284
transmissão
Ventilador do motor diesel 6 3/8"UNC x 50 8.8 40 30
Volante do motor, acoplamento 8 3/8"UNC x 38 12.9 49 36
flexı́vel
Parafuso de retenção, cubo do 1 8.8 295 218
acoplamento flexı́vel
Flange de montagem da bomba, 12 3/8"UNC x 38 8.8 49 36
alojamento do volante
Bomba hidráulica do implemento 4 M20 x 45 8.8 300 221
Bomba do deslocamento 4 M20 x 40 8.8 300 221
Suporte do comando da grua, grua 4 M16 x 60 8.8 222 164
Parafusos de retenção, pivô da 2 M16 x 40 8.8 222 164
coluna da grua

Continua na próxima página AK12300,0000058 –54–12OCT01–2/3

4-1-5 081202
PN=75
Manutenção — Generalidades

Junta Qde Medida Grau Torque Nm Torque lbf.pé


Tampa do mancal do giro, coluna 6 M10 x 25 8.8 49 36
da grua
Tampa do mancal do giro, 8 M12 x 40 12.9 137 101
alojamento do giro
Cilindro do giro, pistão 16 M12 x 60 8.8 85 63
Cilindro do giro 48 M12 x 70 12.9 110 81
Cilindro do braço 1 M98 x 6 2000 1475
Cilindro da lança 1 M65 x 2 1890 1394
Cilindro do telescópico 1 180 133
Expansor-eixo, coluna 2 M30 x 2 8.8 600 443
Expansor-eixo, braço 2 M30 x 2 8.8 600 443
Expansor-eixo, biela do rotator 2 M20 x 1,5 8.8 400 295

AK12300,0000058 –54–12OCT01–3/3

4-1-6 081202
PN=76
Manutenção — Generalidades

Instruções de Soldagem

Antes de Você iniciar a soldagem na máquina, tenha em


mente o seguinte:

1. Antes de iniciar a soldagem:


a. Corte a eletricidade desligando a chave geral.
b. Desligue o cabo terra das baterias.
c. Desconecte o conector (A) da unidade central de
combate a incêndios embaixo da cabina. A
d. CDM:
Desconecte a rede CAN e os conectores de
alimentação elétrica (1, 2, 3).
e. Hub:
Desconecte todos os conectores.
f. HHM:
Quando soldar na máquina-base e na grua,
desconecte os conectores X4 e X5.
Quando soldar no cabeçote harvester, desconecte
todos os conectores do HHM.
g. ECU (Unidade de Controle do Motor):

–UN–06FEB02
Desconecte todos os conectores. (Veja figura na
página seguinte)

T150928
2. Ligação à massa (terra):
• Ligue o cabo terra tão próximo do ponto de
soldagem quanto possı́vel.
• A corrente de soldagem nunca deve passar através
de mancais (buchas, rolamentos), articulações,
equipamento elétrico ou sistema hidráulicos.

3. Peças que nunca devem ser soldadas:


• parafusos de fixação da grua
• válvulas de controle
• tubulações hidráulicas 1

4. Peças que não devem ser soldadas sem as instruções


do fabricante:
• fundidos 2
• olhais dos cilindros

5. Pontos e componentes nos quais é proibido anexar


–UN–06FEB02

outras peças por meio de solda:


• fundidos 3
• extremidades do braço, lança e telescópico
• orelhas de fixação dos cilindros
T151045

• cantos de longarinas

Continua na próxima página AK12300,0000059 –54–12OCT01–1/2

4-1-7 081202
PN=77
Manutenção — Generalidades

6. Soldagem.
Solde em locais abrigados, se possı́vel, em lugares
reservados para essa finalidade onde a temperatura
seja de 10°C (50°F), pelo menos. Se a soldagem for
feita em outros locais, preste atenção aos
regulamentos locais e às circunstâncias bem como ao

–UN–05APR02
meio ambiente antes de começar a soldagem.
O soldador deve dominar as habilidades necessárias e
ter as licenças requeridas.

T153616
7. Avaliação de avarias.
No caso de um componente ou estrutura ter sido
danificada como resultado de acidente, carga
excessiva ou fadiga, primeiro é preciso determinar se
a estrutura requer reforços ou se um reparo comum é
suficiente.
8. Instruções.
Antes de começar a soldagem, Você pode contatar a
Timberjack que tém as instruções detalhadas para
cada caso. A possibilidade de grandes avarias é
reduzida pela limpeza regular e verificações da
máquina e da grua.

AK12300,0000059 –54–12OCT01–2/2

4-1-8 081202
PN=78
Manutenção — Generalidades

Instruções para Limpeza das Janelas


Lexan/Marguard

1. Limpeza geral
Lave as janelas com água morna e um detergente
lı́quido, suave e neutro. Enxágue bastante com água
limpa.
Seque completamente para evitar manchas de água,
usando um pano macio e limpo.
2. Limpeza das janelas do veı́culo durante a operação
Sempre molhe bem a janela antes de usar o limpador
do pára-brisa. Molhar completamente a janela para
evitar que os limpadores trabalhem secos.
Assegure-se de que o reservatório do limpador é
completado freqüentemente com uma mistura de água
e lı́quido para lavagem de pára-brisa.
3. Remoção de manchas
Remova manchas de resina, pintura, graxa, óleo e
outras antes que sequem. Use um pano macio
umedecido com um dos seguintes solventes
aprovados:
• Álcool isopropı́lico puro, IPA
• Terebentina
• Heptano
• Benzina
• Butil etil glicol
• Metanol
• Hexano
• Butanol

Após remover as manchas, lave as janelas conforme


descrito acima.

AK12300,000005A –54–12OCT01–1/1

4-1-9 081202
PN=79
Manutenção — Generalidades

Rodas
Pneu Pressão Pressão
min máx
Dianteiras
600/55x26,5/16 370 kPa (54 psi) 430 kPa (62 psi)
700/50x26,5/16 340 kPa (49 psi) 390 kPa (57 psi)
Traseiras
600/65x34/14 250 kPa (36 psi) 290 kPa (42 psi)
700/55x34/14 220 kPa (32 psi) 250 kPa (36 psi)

NOTA: Quando operando em terreno irregular e difı́cil é


melhor usar a pressão máxima nos pneus.

Quando usar correntes use a pressão máxima.

–UN–05APR02
T153335
AK12300,000005B –54–15OCT01–1/1

Mudando as Rodas

Estacione a máquina em terreno firme e plano. Posicione


o macaco hidráulico sob a parte plana do eixo ou
alojamento do bogie, veja as figuras. Assegure-se de que
nem a máquina nem o macaco possam se mover durante
o levantamento.

Aperte as porcas das rodas com 540 Nm (398 lbf.pé).

É de especial importância o reaperto das rodas se os


aros ou as flanges dos eixos foram pintadas
recentemente ou se a máquina for nova.

Periodicamente certfique-se de que não existem mossas


ou cortes no aros. Substitua os aros com avarias severas.

CUIDADO: Sempre aplique o freio de


estacionamento antes de deixar a cabina.
–UN–05APR02
T153617

AK12300,000005C –54–15OCT01–1/1

4-1-10 081202
PN=80
Manutenção — Generalidades

Instalação do Anti-derrapante

• Escolha um terreno plano e liso quando instalar o


anti-derrapante.
• Certifique-se de que as correntes estão em boas
condições.

–UN–02MAY02
• Girar as correntes no sentido correto.
• Estenda a corrente em frente da roda, (fig 1 ou 2)
• Amarre uma corda com 1.5 metros (5 pés) de
comprimento, ou algo similar, na corrente e passe-a por

T152224
sobre o pneu, conforme ilustrado.
• Cuidadosamente mova a máquina. Se necessário, pare
a máquina e acerte a corrente. Continue até que as
extremidades da corrente fiquem próximas uma da
outra, e ligue as extremidades com os elos de
acoplamento.

IMPORTANTE: Quando usar correntes e esteiras de


sapatas, assegure-se de que não

–UN–16APR02
estejam interferindo com a estrutura
da máquina em nenhuma situação de
deslocamento. O equipamento original
fornecido pela Timberjack está

T154119
ajustado para a máquina.

AK12300,000005D –54–15OCT01–1/1

4-1-11 081202
PN=81
Manutenção — Generalidades

Esteiras do Bogie, Instalar

Ferramenta útil: Uma corrente ou cabo com cerca de 5,5


m (18 pés) de comprimento.

1. Estenda a esteira no chão com as sapatas (fig 1).


2. Prenda a corrente/cabo na primeira sapata (figs 1 e 2).
3. Em seguida, passe a corrente de montagem sobre as
rodas do bogie, e encunhe sob a roda do bogie (figs 1
e 2).
4. Mova a máquina avante lentamente, observando a
corrente o tempo todo para assegurar-se de que
permaneça no centro dos pneus e não escape (fig 3).
5. Continue avante até que uma sapata fique livre atrás
da roda traseira do bogie (fig 4).
6. Instale as correntes (fig 5) nos elos entre as segunda
e terceira sapatas em cada lado da junção.
Assegure-se de que as correntes sejam do mesmo
comprimento nos dois lados. Certifique-se de apertar
os dois lados igualmente, caso contrário, a esteira

–UN–05MAR02
ficará desbalanceada.

A—Corrente de instalação
B—Corrente sobressalente

T152225
–UN–05MAR02
T152226

Continua na próxima página AK12300,000005E –54–15OCT01–1/2

4-1-12 081202
PN=82
Manutenção — Generalidades

7. Mova a máquina em marcha-ré cuidadosamente até


que a junção fique no meio entre as duas rodas. A
esteira agora está esticada e a corrente 1 no meio
deverá estar frouxa. Se a esteira precisar ser mais
esticada, encurte a corrente 1 , dê marcha-ré e
encaixe uma união adequada.

CUIDADO: Certifique-se de que ninguém está


nas proximidades quando Você esticar as
esteiras.

8. Instale a união da esteira com o olhal na parte interna


contra o pneu.
9. Em seguida, desloque a máquina avante até que as
correntes estejam frouxas. Remova-as.
10. Mova a máquina avante e à ré várias vezes. Verifique
a tensão da esteira (fig 8). A dimensão A deverá
estar entre 50 — 100 mm (2 — 4 pol.).

NOTA: Não aperte demais as esteiras.

NOTA: Se as correntes de tensionamento não puxarem


as extremidades da esteira o suficiente: Instale
uma corrente extra entre as extremidades da
esteira e movimente avante novamente. Isto
agora manterá a esteira unida de maneira que as
correntes tensionadoras poderão ser mais
apertadas (fig 5).

Posicionamento da união da esteira (fig 9) (A


porca deve ficar voltada para o pneu).

–UN–05MAR02
T152227

AK12300,000005E –54–15OCT01–2/2

4-1-13 081202
PN=83
Manutenção — Lubrificantes e Fluidos
Lubrificantes e Fluidos Recomendados

Instruções gerais para verificação dos nı́veis de óleo e


enchimentos:

• A máquina deverá estar em terreno plano quando Você


verificar qualquer dos nı́veis de óleo.
• Verifique o nı́vel de óleo pela manhã quando o óleo
está frio e escorreu para a parte inferior do
compartimento.
• Troque o óleo quando o motor diesel estiver quente.
Dessa maneira é mais fácil remover o óleo usado.
• Para equalizar a pressão no espaço do óleo, abra um
bujão localizado acima do nı́vel de óleo (ex. bujão de
abastecimento) antes de abrir o bujão de dreno.
• Evite o contato direto com o óleo, particularmente óleo
quente.
• Óleo na pele deve ser lavado imediatamente.

Regras básicas quando estiver trocando óleos e filtros,


verificando pressões hidráulicas, executando reparos:

• Limpe completamente a área ao redor do componente


que deverá ser aberto para assegurar que os
contaminantes não entrarão no sistema.
• Mantenha as mangueiras hidráulicas tampadas e os
filtros em suas embalagens até o momento de serem
instalados na máquina.
• Proteja os componentes removidos.
• Certifique-se de que todas as peças estão limpas antes
da montagem ou instalação.

AK12300,000005F –54–15OCT01–1/1

4-2-1 081202
PN=84
Manutenção — Lubrificantes e Fluidos

Capacidades
Motor diesel, incluindo filtro de óleo 28,5 l 7,5 gal
Lı́quido arrefecedor 28 l 7,4 gal
Transmissão Alta/Baixa 5,1 l 1,3 gal
Engrenagens do cubo 2x5l 1,3 gal
Diferencial, traseiro 25 l 6,6 gal
Diferencial, dianteiro 14 l 3,7 gal
Alojamento do Bogie 2 x 65 l 2 x 17,2 gal
Giro da grua-alojamento 14,5 l 3,8 gal
Reservatório do óleo hidráulico, 220 l 58,1 gal
máx no visor
Sistema hidráulico, inclue 290 l 76,6 gal
reservatório
Tanque de combustı́vel 480 l 126,8 gal
Reservatório do fluido do lavador 13 l 3,4 gal
das janelas
Tanque de fluido para o freio ~ 0,2 l ~0,2 qt

As cacidades de enchimento dadas são apenas


referência. Tendo trocado o óleo é sempre necessário
verificar o nı́vel final correto do óleo através da abertura
de verificação ou da vareta de nı́vel.

AK12300,0000060 –54–15OCT01–1/1

4-2-2 081202
PN=85
Manutenção — Lubrificantes e Fluidos

Combustı́vel Diesel

Requisitos de qualidade recomendados para o óleo


diesel:

• Índice de Cetana 40 mı́nimo. Um ı́ndice de Cetana


acima de 50 é preferı́vel, especialmente para
temperaturas abaixo de -20°C.
• Quando operar em clima frio, use combustı́vel
apropriado para operação no inverno que tenha um
ponto de névoa abaixo da temperatura de operação.
• Teor de Enxofre:
– O teor de enxofre no combustı́vel não deve exceder
0.5%. Teor de enxofre abaixo de 0.05% é preferı́vel.
– O perı́odo para troca do óleo do cárter deverá ser
reduzido pela metade se o combustı́vel usado tiver
teor de enxofre acima de 0.5%.
– Não use combustı́vel diesel com teor de enxofre
acima de 1.0%.
Combustı́veis Bio-diesel poderão ser usados SOMENTE
se as propriedades atenderem a especifição DIN 51606
ou equivalente.

Evite a condensação abastecendo o tanque ao final do


turno de trabalho. Não misture álcool ao combustı́vel,
mesmo uma pequena quantidade poderá danificar o
sistema de injeção de combustı́vel.

IMPORTANTE: Use apenas combustı́vel puro. NÃO


MISTURE óleo lubrificante usado de
motor ou qualquer outro tipo de
lubrificante com o combustı́vel.

AK12300,0000061 –54–15OCT01–1/1

4-2-3 081202
PN=86
Manutenção — Lubrificantes e Fluidos

Óleo para Motor Diesel

NOTA: Consulte seu serviço Timberjack sobre o uso e


disponibilidade dos óleos John Deere para
motores diesel.

Os motores novos são abastecidos, na fábrica, com o


óleo John Deere ENGINE BREAK-IN OIL (óleo para
amaciamento de motores).

Se o óleo John Deere ENGINE BREAK-IN OIL não


estiver disponı́vel, use um óleo que atenda uma das
seguintes especificações, durante as primeiras 250 horas
de operação:

–UN–10OCT97
• API CE
• ACEA E1

TS1661
Use um óleo de viscosidade baseada na faixa de
temperatura ambiente esperada, durante os intervalos de
troca do óleo. Óleo para Motor Diesel

O seguinte óleo é preferido:

• John Deere PLUS-50


• ACEA E4
• ACEA E5

Reduza o intervalo em 50%:

• se um combustı́vel diesel com teor de enxofre acima de


0.5% for usado
• se um óleo de classificação inferior à recomendada for
usado.

NOTA: Antes de usar outros óleos, verifique com a


Timberjack se eles preenchem os requisitos
necessários.

PLUS-50 é uma marca registrada da Deere & Company. AK12300,0000062 –54–15OCT01–1/1

4-2-4 081202
PN=87
Manutenção — Lubrificantes e Fluidos

Lı́quido Arrefecedor

O sistema de arrefecimento do motor é abastecido para


prover proteção o ano todo contra corrosão e erosão das
camisas dos cilindros e proteção contra congelamento no
inverno até -37°C (-34°F).

Use mistura arrefecedora consistindo de 50 porcento de


água e 50 porcento de anticongelante no sistema o ano
todo. O anticongelante deve consistir de etileno glicol e
que satisfaça as especificações ASTM4985 ou
ASTM5345.

A capacidade anticongelante será reduzida se o conteúdo


de glicol ultrapassar 60%.

Se for necessário acrescentar lı́quido arrefecedor ao


sistema, assegure-se de que o novo lı́quido é semelhante
ao original. Espere o motor esfriar antes de adicionar o
novo lı́quido.

Verifique a concentração de anticongelante no lı́quido


antes que a temperatura ambiente caia abaixo de 0°C
(32°F).

AK12300,0000063 –54–15OCT01–1/1

Graxa

Aplique graxa à base de lı́tio, alguns exemplos:

• Neste Yleisrasva EP 2
• Esso Beacon EP2
• Shell Retinax LX Lithium
• Mobilgrease
• Castrol LM Grease
• Texaco Molytex Grease EP 2
• BP Energrease

NOTA: Use graxa suficiente!

AK12300,0000064 –54–15OCT01–1/1

4-2-5 081202
PN=88
Manutenção — Lubrificantes e Fluidos

Óleo Hidráulico

Se Você usa óleo mineral:

• Use SH 68 (classificação SMR) no verão.


• Use SHS 32 (classificação SMR) no inverno.
• Use SHS 46 (classificação SMR) uso o ano todo.

Se Você usa óleo sintético biodegradável:

• Neste Biohydrauli SE 46
• BP BIOHYD SE 46

IMPORTANTE: Não misture tipos diferentes de óleo


devido à degradação de suas
propriedades quando são misturados.
Se estiver em dúvida, contate seu
fornecedor. O abuso resultará na
anulação da garantia.

AK12300,0000065 –54–15OCT01–1/1

Fluido para Freio

Fluido hidráulico SHS 32

AK12300,0000066 –54–15OCT01–1/1

Óleo para Engrenagens

• Transmissão Alta/baixa
• Diferenciais
• Alojamento dos Bogie
• Engrenagens do cubo
• Alojamento do giro da grua

Use óleo hypoid que preencha os requisitos da


classificação: API GL-5 ou MIL-L-2105 B ou D.

As seguintes categorias de viscosidade podem ser


usadas: SAE 90, SAE 85W/90,SAE 80W/90, SAE
75W/90.

AK12300,0000067 –54–15OCT01–1/1

4-2-6 081202
PN=89
Intervalos de Manutenção
Lista de verificação — Máquina-Base
Cada 10 Horas ou Diariamente
❒ Verifique o nı́vel do óleo hidráulico ❒ Verifique o nı́vel do óleo do motor
❒ Verifique a tela do filtro de combustı́vel ❒ Verifique o nı́vel do lı́quido arrefecedor
❒ Verifique o indicador de serviço do filtro de ar ❒ Verifique o estado de limpeza da tela do radiador
❒ Inspecione visualmente os pneus quanto a pressão e estado geral
Cada 50 Horas ou Semanalmente
❒ Verifique o nı́vel do fluido do freio de deslocamento ❒ Verifique o nı́vel do fluido do lavador do pára-brisa
❒ Lubrifique os mancais da articulação central e dos cilindros da
direção
Cada 250 Horas
❒ Lave a máquina ❒ Inspecione visualmente a bomba d’água
❒ Verifique as condições das correias do ventilador ❒ Verifique os nı́veis de óleo na transmissão, diferenciais,
alojamento dos bogie e engrenagens do cubo
❒ Lubrifique os mancais do bogie
Cada 500 Horas
❒ Troque o óleo e o filtro do motor diesel ❒ Limpe o tubo do respiro do cárter
❒ Verifique o sistema de admissão de ar ❒ Limpe a tela do bocal do tanque de combustı́vel
❒ Troque o filtro principal de combustı́vel ❒ Verifique o tensionador e desgaste da correia
❒ Verifique o amortecedor de vibrações do virabrequim ❒ Verifique o sistema de arrefecimento e o lı́quido arrefecedor
❒ Remova sedimento e água do tanque de combustı́vel ❒ Verifique a carga e nı́vel do eletrólito das baterias
❒ Verifique o desgaste do revestimento do freio torcional ❒ Lubrifique os eixos propulsores
Cada 1000 Horas
❒ Troque o óleo hidráulico ❒ Troque os filtros de retorno do sistem hidráulico (2 peças)
❒ Troque o respiro do reservatório de óleo hidráulico ❒ Troque o filtro da bomba de deslocamento
❒ Verifique o coletor de escape ❒ Lubrifique as ligações das escadas
Cada 2000 Horas
❒ Verifique as válvulas do motor diesel ❒ Troca do lı́quido arrefecedor
❒ Troque o óleo da transmissão, diferenciais, alojamento dos bogie
e engrenagens do cubo

AK12300,000006C –54–15OCT01–1/1

Peças Necessárias

* = Troque / Adicione se necessário

Continua na próxima página AK12300,000006B –54–15OCT01–1/3

4-3-1 081202
PN=90
Intervalos de Manutenção

Item Número da Peça 10h 50h 250h 500h 1000h 2000h Nota /
Quantidade
Filtro-Secador do C/A F052188 * * * * *
Elemento de F434395 * * * * * *
Segurança do Filtro de
Ar
Filtro de Ar, Elemento F434394 * * * * * *
Primário
Correia do Alternador R123459 * * * * *
Battery F055247 * * *
Filtro de óleo do motor RE509672 x x x x
Arruelas de Cobre F018108 x x x x Consulte o
(Diferenciais, F009465 Catálogo de
Alojamento dos Bogie, F009463 Peças
e Engrenagens do F004736
Cubo)
Elemento Filtrante da F058437 x x
Bomba de
Deslocamento
Filtro do Ar Fresco F42866 * * * *
Filtro do Combustı́vel RE 509596 x x x
Filtro do Combustı́vel Tela RE502778 x x x
Anel-O R101042
Filtro de Retorno do F061786 x x 2 pieces
Hidráulico
Respiro do F004297 x x
Reservatório do Óleo
Hidráulico
Junta da Tampa de R502598 * * Se ajustada,
Válvulas também
R502719
Óleo para Motor Veja também * * x x x x 29.5
Manutenção — 7.8 gallons
Lubrificantes e Fluidos
Água destilada * * * *
Óleo para o Freio de Veja também * * * * * 0,5 l
deslocamento Manutenção — 0.13 gallons
Lubrificantes e Fluidos
Graxa Veja também x x x x x
Manutenção —
Lubrificantes e Fluidos
Óleo Hidráulico Veja também * * * * x x 290 l
Manutenção — 76.6 gallons
Lubrificantes e Fluidos

Continua na próxima página AK12300,000006B –54–15OCT01–2/3

4-3-2 081202
PN=91
Intervalos de Manutenção

Óleo para a Veja também * * * x 170 l


Transmissão Manutenção — 44.9 gallons
Alta/baixa, Diferenciais, Lubrificantes e Fluidos
Alojamento dos Bogie,
Engrenagens do Cubo
e Alojamento do Giro
da Grua
Lı́quido Arrefecedor Veja também * * * * * * 28 l
Manutenção — 7.4 gallons
Lubrificantes e Fluidos
Para intervalo de troca,
veja Manutenção —
Cada 2000 Horas
Fluido do Lavador de Veja também * * * * * 13 litros
Pára-brisa Manutenção — 3.4 gallons
Lubrificantes e Fluidos

AK12300,000006B –54–15OCT01–3/3

4-3-3 081202
PN=92
Manutenção — Cada 10 Horas ou Diariamente
Verifique o Nı́vel do Óleo Hidráulico

Verifique o nı́vel do óleo hidráulico no visor (1) do


reservatório. Ao fazer a verificação, os cilindros do braço
e da lança devem estar completamente recolhidos.

Quando necessário, adicione óleo pelo engate rápido com


a bomba.Veja o grupo Sistema Hidráulico —
Generalidades/Reservatório do Sistema
Hidráulico/Abastecendo com Fluido Hidráulico

NOTA: Não misture diferentes tipos de óleo.

–UN–08MAY02
T153512
AK12300,0000068 –54–15OCT01–1/1

Verifique o Nı́vel de Óleo do Motor Diesel

Abra os trincos e levante o capô usando a chave


localizada no painel principal das chaves.

A vareta de nı́vel está localizada no lado esquerdo do

–UN–20JUN00
motor. Certifique-se de que o nı́vel esteja entre as marcas
“ADD” e “FULL”

Se necessário, adicione óleo pelo tubo da vareta de nı́vel. RG7359

IMPORTANTE: Não encha acima da marca “FULL” na


vareta. Nı́veis de óleo em qualquer Verificação do Nı́vel de Óleo do Motor
ponto dentro da parte hachuriada da
vareta são considerados na faixa
aceitável de operação.

AK12300,0000069 –54–15OCT01–1/1

4-4-1 081202
PN=93
Manutenção — Cada 10 Horas ou Diariamente

Verifique a Tela do Filtro de Combustı́vel

Verifique a tela do filtro (C) quanto a contaminantes.

C—Tela do Filtro

–UN–11DEC00
RG11519
Inspecione a Tela do Filtro

AK12300,0000001 –54–15JAN02–1/1

Verifique o Nı́vel do Lı́quido Arrefecedor

Assegure que o nı́vel do lı́quido permaneça entre as


marcas “MIN” e “MAX” no tanque de expansão(1).
Adicione fluido similar ao contido no radiador (veja o
grupo Manutenção — Lubrificantes e Fluidos/Lı́quido
Arrefecedor).

Verifique a proteção contra congelamento do lı́quido,


antes da chegada do inverno.

–UN–05APR02
T153513

AK12300,000006A –54–15OCT01–1/1

4-4-2 081202
PN=94
Manutenção — Cada 10 Horas ou Diariamente

Verifique o Indicador do Filtro da Ar

Quando a área vermelha de advertência, do indicador de


restrição (1) do filtro de ar estiver totalmente visı́vel, com
o motor desligado, o elemento deverá ser limpo ou
substituı́do.

Após a troca do elemento filtrante, pressione o botão no


topo do indicador de restrição. Isto rearmará o indicador
(a área vermelha desaparecerá).

O elemento do filtro de ar (2) pode ser limpo, com ar


comprimido, três vezes. Depois disto, o elemento e o
inserto de segurança (3) dentro do elemento principal

–UN–05APR02
deverão ser substituı́dos. Ao fazer a substituição do
elemento filtrante, é importante impedir a entrada de
contaminantes no coletor de admissão. Limpe também o
interior do alojamento do filtro. Limpe o pré-purificador (4)

T153514
quando necessário.

–UN–05APR02
T153515
AK12300,000006D –54–15OCT01–1/1

4-4-3 081202
PN=95
Manutenção — Cada 10 Horas ou Diariamente

Verifique a Limpeza da Tela do Radiador

Dependendo das condições de operação, é importante


limpar freqüentemente a tela do radiador, para evitar
superaquecimento do motor e do sistema hidráulico.

Remova e limpe as telas protetoras (1). A tela superior


pode ser liberada pela abertura do parafuso de
travamento na parte inferior da tela.

Afrouxe as porcas-borboletas do condensador (2) do


condicionador de ar e levante o condensador. Limpe a
tela do radiador com uma escova ou ar comprimido.
Limpe também, com cuidado, a superfı́cie do

–UN–05APR02
condensador. Não cubra a tela quando o motor estiver
funcionando.

T153516
–UN–05APR02
T153517
AK12300,000006E –54–15OCT01–1/1

Verifique Visualmente os Pneus Quanto a


Pressão e Aparência Geral

Verifique visualmente a pressão dos pneus, diariamente.


Em caso de dúvida, use um calibrador para verificar a
pressão. Veja grupo Manutenção —
Generalidades/Rodas.

AK12300,000006F –54–15OCT01–1/1

4-4-4 081202
PN=96
Manutenção — Cada 10 Horas ou Diariamente

Outros Procedimentos

1. Cabeçote Harvester (Consultar manual separado)

AK12300,0000076 –54–15OCT01–1/1

Ao final do turno execute a seguinte


manutenção e verificações

• Limpe a máquina. Inspecione todos os compartimentos


fechados, incluindo área do motor, protetores do cárter
e outros. É de particular importância limpar a máquina
no inverno porque a neve e sujeira grudam facilmente
na máquina.
• Assegure-se de que existem defeitos ou vazamentos.
Inspecione a máquina à luz do dia. Repare quaisquer
defeitos encontrados ou contate o pessoal de serviço
da Timberjack.
• Troque os óleos e lubrifique (se necessário) a máquina
enquanto ainda está quente.
• Verifique a tensão e montagem de correntes, se
equipado.
• Tranque as portas da cabina.
• Desligue a chave geral. Se a máquina estiver equipada
com um sistema automático de combate a incêndios, o
sistema será ativado quando a chave geral for
desligada.

AK12300,0000071 –54–15OCT01–1/1

4-4-5 081202
PN=97
Manutenção — Cada 10 Horas ou Diariamente

Abasteça o Tanque de Combustı́vel

Use combustı́vel limpo apenas, para assegurar o


funcionamento correto do motor.

• Limpe completamente a área ao redor da tampa do


bocal de abastecimento (1) antes de remove-la.
• Abasteça ao final do turno. Isto evitará o acúmulo de
condensação no tanque vasio.
• Se necessário, drene os sedimentos depositados no
tanque de combustı́vel, através do bujão de drenagem,
para dentro de uma vasilha adequada.

–UN–05APR02
T153518
AK12300,0000072 –54–15OCT01–1/1

4-4-6 081202
PN=98
Manutenção — Cada 50 Horas ou Semanal-
mente
Verifique o Nı́vel de Óleo do Reservatório do
Freio de deslocamento e o Nı́vel de Fluido
do Lavador das Janelas

Reservatório de fluido de freio (1) está dentro da porta


direita da cabina.

–UN–09APR02
O bocal de abastecimento do reservatório (2) está na
traseira da cabina na parte externa do canto direito.
Limpe as janelas (também a parte interna dos vidros, se

T153519
necessário).

AK12300,0000073 –54–15OCT01–1/1

Lubrifique os Mancais da Articulação Central


e dos Cilindros da Direção

Na articulação central, existem trê pontos de lubrificação


no mancal horizontal (1), dois no mancal vertical (2) e os
cilindros de direção (3) têm dois pontoss cada cilindro.

–UN–07MAY02
Ao lubrificar a articulação central, verifique visualmente as
folgas da articulação.

T154623
Continue a bombear até aparecer graxa limpa nos
vedadores dos mancais.

A—Articulação central, lado esquerdo


B—Articulação central, lado direito

–UN–28MAY02
T154624

AK12300,0000078 –54–15OCT01–1/1

4-5-1 081202
PN=99
Manutenção — Cada 50 Horas ou Semanalmente

Outros Procedimentos

1. Verifique o condicionador de ar, veja o grupo


Equipamento — Condicionador de Ar/Manutenção do
Condicionador de Ar.
2. Verifique o sistema de combate a incêndios, veja o
grupo Equipamento — Sistema de Combate a
Incêndios/Manutenção

AK12300,0000079 –54–15OCT01–1/1

4-5-2 081202
PN=100
Manutenção — Cada 250 Horas
Limpe a máquina

Remova a sujeira e lave a máquina.

Use um esguicho de água quente para limpar a colméia


do radiador. Limpe do lado do motor, forçando no sentido
contrário ao fluxo de ar. Não use pressão elevada para
limpar a colméia do condensador.

Se operar sob condições de muita poeira, limpe a colméia


com ar comprimido mais freqüentemente, mesmo
diariamente se necessário.

AK12300,000007B –54–15OCT01–1/1

Inspecione a Bomba d’Água Visualmente

Inspecione o Furo de Gotejamento

1. Remova a espuma filtrante (A) do furo de gotejamento,


como mostrado.

–UN–20JUN00
2. Inspecione o furo de gotejamento quanto a vazamento
de água ou óleo.

RG7358
• Vazamento de óleo indica um vedador traseiro
danificado na bomba d’Água.
• Vazamento de água indica um vedador dianteiro Filtro do Furo de Gotejamento da Bomba d’Água
danificado na bomba d’Água.
A—Furo de Gotejamento

Troque o conjunto completo da bomba se houver


vazamento: peças individuais de reposição não são
disponı́veis.

AK12300,0000003 –54–16JAN02–1/1

4-6-1 081202
PN=101
Manutenção — Cada 250 Horas

Verifique as Condições da Correia do


Ventilador

Verifique a tensão e estado geral da correia do ventilador.


No motor, as correias são esticadas por um tensionador
automático. Pressione para baixo com o polegar no
centro do maior lance livre da correia. A deflexão correta
da correia é de aproximadamente 10...12 mm.

AK12300,000006C –54–18MAR02–1/1

4-6-2 081202
PN=102
Manutenção — Cada 250 Horas

Verifique os Nı́veis de Óleo na Transmissão


Alta/Baixa, Diferenciais, Alojamentos dos
Bogie e Engrenagens do Cubo

Verifique o nı́vel do óleo na transmissão alta/baixa com a


vareta (1). Se necessário, adicione óleo através do tubo
de enchimento (2) até a marca na vareta.

Verifique se o óleo alcança o furo para o bujão de nı́vel


(3) nos diferenciais dianteiro e traseiro. Adicione óleo pelo
furo do bujão de nı́vel, se necessário.

Verifique se o óleo alcança o furo para o bujão de nı́vel


(4) nos dois alojamentos dos bogie. Se necessário,

–UN–05APR02
adicione óleo pelo furo para o bujão de enchimento (5).

T153618
–UN–05APR02
T153619
–UN–05APR02
T153620

Continua na próxima página AK12300,0000080 –54–15OCT01–1/2

4-6-3 081202
PN=103
Manutenção — Cada 250 Horas

Quando verificar o nı́vel de óleo, para as engrenagens,


nos cubos das rodas, certifique-se que os bujões estejam
posicionados como indicado na ilustração: o bujão (6)
deve estar em nı́vel com a linha de centro do cubo. O
óleo deve alcançar o furo para o bujão (6). Se necessário,
adicione óleo através do furo para o bujão (7).

–UN–09APR02
Toda vez em que Você remover um bujão de dreno/nı́vel
para manutenção, substitua a arruela de cobre/anel-O.

T153755
NOTA: Apesar do óleo poder passar dos cubos, das
rodas, para o diferencial traseiro e vice-versa, é
necessário um bocal de abastecimento e controle
de nı́vel separado para os cubos e diferencial
traseiro.

AK12300,0000080 –54–15OCT01–2/2

Lubrificação dos Mancais dos Bogie

Existem 10 graxeiras em cada mancal.

–UN–09APR02
T153759

AK12300,0000081 –54–15OCT01–1/1

4-6-4 081202
PN=104
Manutenção — Cada 250 Horas

Outros Procedimentos

1. Verifique o filtro de ar da cabina e o condicionador de


ar, veja o grupo Equipamento — Condicionador de
Ar/Manutenção do Condicionador
2. Verifique os aros e porcas das rodas (após as
primeiras 250 horas e daı́ em diante a cada 1000
horas) Veja grupo Manutenção —
Generalidades/Trocando as Rodas.
3. Verifique o preaquecedor do motor, veja o grupo
Equipamento — Aquecedor do Motor e da Cabina
preaquecedor/Manutenção do Preaquecedor do Motor
4. Cabeçote Harvester (Consulte manual separado)

AK12300,000007F –54–15OCT01–1/1

4-6-5 081202
PN=105
Manutenção — Cada 500 Horas
Troca de Óleo e Filtro do Motor

NOTA: Troque o óleo e o filtro ao atingir as primeiras 250


horas de operação; daı́ em diante troque a cada
500 horas.

–UN–07MAY02
1. Funcione o motor por aproximadamente 5 minutos
para aquecer o óleo. Desligue o motor.

2. A mangueira de dreno (1) do motor está localizada sob

T154625
o motor. Abra o bujão e drene o óleo para dentro de
um recipiente adequado.

3. O filtro de óleo (A) está localizado no lado direito do


motor. Limpe a área ao redor do suporte e da cuba do
filtro e abra a tampa.

4. Remova o filtro junto com a tampa e deixe o óleo


escorrer para dentro do recipiente.

IMPORTANTE: A filtragem de óleos é crı́tica para a


lubrificação adequada. Sempre troque
os filtros regularmente. Use filtros
genuı́nos John Deere; são os únicos
que atendem às especificações John
Deere de desempenho.

–UN–11MAR02
5. Limpe as superfı́cies de vedação da tampa e troque o
anel-O. Instale o elemento novo na tampa e instale a
tampa na cuba. O aperto dos para- fusos da tampa é
de 40 Nm.

T152549A
6. Inspecione a superfı́cie de vedação e as roscas do
bujão de dreno. Aperte o bujão (80 Nm).

7. Abasteça o cárter do motor através do tubo para a


vareta.

IMPORTANTE: Assegure lubrificação adequada para


os componente do motor, antes da
partida. –UN–24MAY02

8. Desligue as conexões de controle da válvula da


bomba (Y01) e (Y02) e acione o motor diesel com o
T155261

motor de arranque, durante 30 segundos


aproximadamente. Reconecte os conectores
novamente. Arranque o motor diesel e verifique
possı́veis vazamentos.

Continua na próxima página AK12300,0000004 –54–16JAN02–1/2

4-7-1 081202
PN=106
Manutenção — Cada 500 Horas

9. Desligue o motor e verifique o nı́vel de óleo após 10


minutos. A leitura do nı́vel do óleo deverá ser na
marca superior da vareta.

AK12300,0000004 –54–16JAN02–2/2

Limpe o Tubo de Respiro do Cárter

Se o motor for operado em condições poeirentas, limpe o


tubo em intervalos mais curtos.

1. Remova e limpe o tubo do respiro do cárter (A).

–UN–14AUG00
2. Instale o tubo . Certifique-se de que o anel-O se
encaixa corretamente na tampa de válvulas, no furo
para o cotovelo adaptador. Aperte a braçadeira do

RG7366
tubo.
Limpe o Respiro do Cárter—Motores ( —199,999) Ilustrated
A—Tubo do Respiro

AK12300,000000C –54–22JAN02–1/1

Verifique o Sistema de Admissão de Ar

IMPORTANTE: O sistema de admissão de ar não


pode ter vazamentos. Qualquer
vazamento, por menor que seja,
poderá resultar em danos internos ao
motor.

Inspecione a tubulação de admissão e o pósresfriador


quanto a braçadeiras frouxas ou mangueiras trincadas ou
ressecadas que possam permitir a entrada de
contaminantes no motor. Limpe e repare, se necessário.

AK12300,000000E –54–22JAN02–1/1

4-7-2 081202
PN=107
Manutenção — Cada 500 Horas

Limpe a tela do Combustı́vel

NOTA: Não limpe a tela e troque o filtro de combustı́vel


ao mesmo tempo. Limpe a tela e funcione o
motor diesel antes de trocar o filtro de
combustı́vel.

–UN–10NOV00
1. Limpe completamente o conjunto da tela e a área ao
redor.

RG11078
2. Remova a cuba da tela (A) usando uma chave
soquete de 1 pol. no fundo da cuba.
Tela do Combustı́vel
3. Limpe a tela e troque o anel-O (B) na cuba.

4. Instale a tela e a cuba. Ligue o motor diesel.

A—Tela do Combustı́vel
B—Anel-O

–UN–10NOV00
RG11516
Componentes da tela do
combustı́vel

AK12300,0000082 –54–15OCT01–1/1

4-7-3 081202
PN=108
Manutenção — Cada 500 Horas

Troque o Filtro Principal do Combustı́vel

NOTA: Não limpe a tela e troque o filtro de combustı́vel


ao mesmo tempo. Limpe a tela e funcione o
motor diesel antes de trocar o filtro de
combustı́vel.

1. Limpe completamente o conjunto do filtro/separador de


água e a área ao redor. Desligue o conector B05, do
sensor de água-no-combustı́vel.

–UN–10NOV00
2. Remova o filtro (A) usando uma cinta para filtro.

3. Remova a cuba do separador de água (B) do


elemento. Limpe a cuba do separador e enxugue com

RG11079
ar comprimido.
Filtro de Combustı́vel
4. Inspecione a cuba (B) e o anel-O (C). Substitua se
necessário.

5. Lubrifique o anel-O e instale a cuba no elemento novo.


Aperte 1/2 volta após o anel-O encostar na sua base.
Encha o elemento filtrante com combustı́vel limpo.

6. Lubrifique a gaxeta (D) e instale o filtro na base.


Aperte 3/4 de volta após a gaxeta contatar a base.
Conecte o sensor.

7. Remova o ar do sistema de combustı́vel. Se o motor

–UN–10NOV00
não arrancar após a remoção do ar, pressurize o
sistema. (Veja o Manual de Serviço)Manual de
Operação e Serviço)
RG11517
A—Filtro
B—Cuba do Separador
C—Anel-O Componentes do Filtro de Combustı́vel
D—Gaxeta

AK12300,000000F –54–23JAN02–1/1

4-7-4 081202
PN=109
Manutenção — Cada 500 Horas

Verifique o Tensionador e o Desgaste da


Correia

Verificando o Desgaste da Correia

Inspecione visualmente os batentes fundidos no conjunto

–UN–28NOV97
do tensionador da correia.

Se o batente do tensionador (A) no braço oscilante está


batendo no batente fixo (B), verifique os suporte de

RG7380
montagem (alternador, tensionador da correia, polia
intermediária) e o comprimento da correia. Troque a
correia, se necessário. Tensionador da Correia

A—Batente no Tensionador
B—Batente Fixo

AK12300,0000011 –54–23JAN02–1/3

Verificando a Tensão da Mola do Tensionador

1. Alivie a tensão na correia usando um cabo de força


longo,com encaixe de 1/2 pol. no braço oscilante.
Remova a correia das polias e libere o braço oscilante.
2. Faça uma marca (A) no braço oscilante do tensionador

–UN–28NOV97
conforme mostrado.
3. Meça 21 mm (0.83 pol.) a partir da marca (A) e faça
outra marca (B) na base de montagem do tensionador.

RG7382
A—Marca
B—Marca
Verificando a Tensão da Mola

Continua na próxima página AK12300,0000011 –54–23JAN02–2/3

4-7-5 081202
PN=110
Manutenção — Cada 500 Horas

4. Gire o braço oscilante com um torquı́metro até que as


marcas (A) e (B) fiquem alinhadas. A tensão aceitável
para a mola é 24-28 Nm (17-21 lbf.pé)
5. Substitua o conjunto do tensionador se necessário.

A—Marca

–UN–28NOV97
B—Marca

RG7381
Verificando a Tensão da Mola do Tensionador

AK12300,0000011 –54–23JAN02–3/3

Verifique o Amortecedor de Vibrações do


Virabrequim

1. Remova as correias.

NOTA: Nos motores equipados com amortecedores

–UN–05JAN98
duplos, SEMPRE troque os dois. Os jogos de
amortecedores duplos não podem ser separados.

2. Agarre o amortecedor com as duas mãos e tente

RG7369
girá-lo nos dois sentidos. Se for sentida rotação, o
amortecedor deverá ser substituı́do.
Amortecedor Duplo

Continua na próxima página AK12300,0000015 –54–29JAN02–1/2

4-7-6 081202
PN=111
Manutenção — Cada 500 Horas

NOTA: Verifique a excentricidade apenas no amortecedor


interno.

3. Verifique a excentricidade radial do amortecedor de


vibrações posicionando um indicador de dial (A) de
maneira que sua ponta de prova contate o diâmetro

–UN–11DEC00
externo do amortecedor.

4. Gire o virabrequim com a ferramenta JDG820


Ferramenta de Girar o Volante do Motor. Máxima

RG11601
excentricidade radial aceitável é 1,02 mm (0.040 pol.).
Se a excentricidade exceder o valor máximo, troque o
amortecedor. Amortecedor Duplo

A—Indicador de Dial
IMPORTANTE: O conjunto do amortecedor de
vibrações não pode ser reparado e
deve ser substituı́do a cada 4500
horas trabalhadas ou a cada 60
meses, o que ocorrer primeiro.

AK12300,0000015 –54–29JAN02–2/2

4-7-7 081202
PN=112
Manutenção — Cada 500 Horas

Verifique o Sistema de Arrefecimento e o


Lı́quido Arrefecedor

CUIDADO: A liberação explosiva de fluidos do


sistema de arrefecimento pressurizado pode
provocar queimaduras sérias.

–UN–23AUG88
Desligue o motor. Somente remova a tampa, do
bocal de enchimento, quando estiver fria o
suficiente para ser tocada com as mãos

TS281
desprotegidas. Lentamente, afrouxe a tampa até
o primeiro batente para aliviar a pressão, antes Fluidos sob Alta Pressão
de remove-la completamente.

IMPORTANTE: O ar deve ser removido quando o


sistema é reabastecido. Afrouxe a
conexão da unidade emissora de
temperatura na traseira do cabeçote
de cilindros ou o bujão no alojamento
da válvula termostática para permitir o
escape do ar quando o sistema é
abastecido. Reaperte a conexão ou
bujão quando todo o ar tiver sido
expelido.

1. Verifique todo o sistema de arrefecimento quanto a


vazamentos. Aperte todas as braçadeiras de maneira
segura.

2. Inspecione completamente todas as mangueiras do


sistema. Troque as mangueiras endurecidas,
amolecidas ou trincadas.

3. Teste a solução arrefecedora usando as talas John


Deere para teste de lı́quido arrefecedor ou uma
análiseCOOLSCAN. Se uma análise COOLSCAN
não for disponı́vel, reabasteça o sistema seguindo as
instruções impressas no rótulo da embalagem do
Condicionador John Deere para Lı́quido Arrefecedor.

COOLSCAN é uma marca registrada da Deere & Company Continua na próxima página AK12300,0000013 –54–29JAN02–1/2

4-7-8 081202
PN=113
Manutenção — Cada 500 Horas

NOTA: Se o sistema deve ser abastecido com água sem


adição de aditivos, o fluido deverá ser preparado.
Determine a capacidade total do sistema e
misture com 3% do Condicionador John Deere
para Lı́quido Arrefecedor.

O CONDICIONADOR John Deere para LÍQUIDO


ARREFECEDOR é recomendado como um aditivo
suplementar para lı́quido arrefecedor (ASLA) nos motores
John Deere.

Não misture marcas diferentes de ASLA.

IMPORTANTE: Se o sistema exige reposição


freqüente de lı́quido, a concentração
de glicol deverá ser verificada com o
grupo de teste JTO7298.

Adicione a concentração de aditivo suplementar


recomendada pelo fabricante.

AK12300,0000013 –54–29JAN02–2/2

Remova os Sedimentos e Água do Tanque


de Combustı́vel

Drene a água e os sedimentos depositados no tanque,


através da mangueira de drenagem ecológica (1). Faça a
drenagem quando o tanque estiver parcialmente vasio.

–UN–07MAY02
T154627

AK12300,0000083 –54–15OCT01–1/1

4-7-9 081202
PN=114
Manutenção — Cada 500 Horas

Verifique a Carga e o Nı́vel do Eletrólito das


Baterias

Limpe as superfı́cies externas das baterias.

Meça a densidade do eletrólito das baterias. A densidade


(peso especı́fico) do eletrólito deverá ser 1,28 g/cm3 (79,9
lb/pé3). Se a densidade cair para 1,23 g/cm3 (76.8
lb/pé3), as baterias deverão ser recarregadas. Vale a
pena lembrar que o eletrólito de uma bateria
descarregada se congela a uma temperatura de -10°C
(14°F), que é suficiente para destruir a bateria.

Adicione água destilada conforme necessário. Use


apenas água destilada.

Limpe e proteja os terminais e polos das baterias


conforme necessário. Inspecione quanto a conectores e
cabos soltos ou avariados para evitar curto-circuitos.
Execute os reparos necessários.

Certifique-se de que as baterias estejam ligadas


corretamente. Consulte os esquemas elétricos da
máquina para comparação.

AK12300,0000084 –54–15OCT01–1/1

Verifique o Desgaste do Revestimento do


Freio Torcional

Os revestimentos dos cabeçotes (A) devem ser


substituı́dos quando as espessuras atingirem 2 mm (5/64
pol).
–UN–29MAY02
T155387

AK12300,0000085 –54–15OCT01–1/1

4-7-10 081202
PN=115
Manutenção — Cada 500 Horas

Lubrifique os Eixos Propulsores

–UN–09APR02
T153756
Localização das graxeiras: • Cardan traseiro: graxeiras (3). Abra o protetor de
cárter traseiro para acessar as graxeiras.
• Cardan dianteiro: graxeiras (1). Remova os painéis
de manutenção embaixo do chassi para acessar as Se a graxeira (4) estiver faltando, os mancais /
graxeiras. superfı́cies deslizantes têm lubrificação permanente e
• Cardan central: graxeiras (2). não é necessário lubrificar.

AK12300,0000086 –54–15OCT01–1/1

Outros Procedimentos

1. Cabeçote Harvester (Consulte manual separado)

AK12300,0000087 –54–15OCT01–1/1

4-7-11 081202
PN=116
Manutenção — Cada 1000 Horas
Troque o Óleo Hidráulico e os Filtros de
Retorno (2 peças)

Especificações do Óleo, grupo Manutenção —


Lubrificantes e Fluidos/Óleo Hidráulico. Troca do óleo
hidráulico, grupo Sistema Hidráulico — Generalidades.

O ar deve ser removido do alojamento de retorno do óleo


hidráulico após a troca do óleo e dos filtros, grupo
Sistema Hidráulico — Remoção do Ar

NOTA: Quando trocar os filtros, certifique-se de que não


entre contaminantes no sistema hidráulico.

• Limpe ao redor da tampa, no reservatório do óleo


hidráulico.
• Remova os parafusos da tampa.
• Remova os conjuntos dos filtros (1).

IMPORTANTE: O filtro e sua caneca devem ser

–UN–08MAY02
retirados juntos do reservatório. Se o
elemento for removido com sua
caneca ainda dentro do reservatório,
os contaminantes retidos no filtro

T154132
serão liberados, contaminando o óleo.

• Coloque os elementos e as canecas dentro de uma


vasilha adequada. Remova os elementos (2) das
canecas girando-os no sentido anti-horário.
• Limpe as canecas (3).
• Troque os filtros. Os elementos filtrantes são travados
mais facilmente se forem pressionados levemente ao
serem girados no sentido horário.

–UN–16APR02
IMPORTANTE: Assegure-se de que os elementos
estejam travados dentro das canecas
antes de instalar os conjuntos dentro

T154133
do reservatório.

• Instale as molas nos conjuntos dos filtros e feche a


tampa.

As molas garantem que os filtros funcionem corretamente.


As molas mantêm a vedação do filtro, assegurando que o
óleo não passará pela derivação.

Continua na próxima página AK12300,0000089 –54–15OCT01–1/2

4-8-1 081202
PN=117
Manutenção — Cada 1000 Horas

O filtro é equipado com um sensor de obstrução. Se o


sensor ativar o alerta de filtro obstruı́do, troque o
elemento filtrante. Caso contrário, siga os intervalos de
manutenção.

NOTA: O elemento, do filtro fora-de-linha deve ser


trocado cada vez em que os filtros de retorno
forem trocados ou a cada seis meses.

(*) se equipado

AK12300,0000089 –54–15OCT01–2/2

Troque o Respiro do Reservatório Hidráulico

O respiro do reservatório hidráulico está localizado no


topo do reservatório.

AK12300,000008A –54–15OCT01–1/1

Troque o Filtro da Bomba de Deslocamento

O filtro (1), da pressão de carga do sistema hidrostático,


está localizado na bomba de deslocamento. Desenrosque
o filtro e instale um novo elemento.

–UN–09APR02
T153758

AK12300,000008B –54–15OCT01–1/1

4-8-2 081202
PN=118
Manutenção — Cada 1000 Horas

Verifique o Coletor de Escape

NOTA: Espere o sistema esfriar antes de executar a


manutenção.

Verifique se todos os parafusos estão apertados; sem


vazamentos de gases de escape e não existem trincas no
coletor.

AK12300,000008E –54–15OCT01–1/1

Lubrifique as Ligações das Escadas

Doze graxeiras (1).

–UN–07MAY02
T154630
AK12300,0000069 –54–18MAR02–1/1

Outros Procedimentos

1. Verifique os aros e porcas das rodas, veja o grupo


Manutenção — Generalidades/Mudança de Rodas
2. Cabeçote Harvester (Veja manual separado)

AK12300,000008F –54–15OCT01–1/1

4-8-3 081202
PN=119
Manutenção — Cada 2000 Horas
Verificação da Folga das Válvulas do Motor
Diesel

CUIDADO: Para evitar o arranque acidental do


motor diesel, durante a execução da ajustagem
das válvulas, desligue sempre o cabo negativo
(—) da bateria.

IMPORTANTE: A folga das válvulas deve ser


verificada com o motor frio.

1. Remova o conjunto do filtro de ar e a tampa das


válvulas.

IMPORTANTE: Inspecione visualmente as superfı́cies


do pé da válvula e sapatas dos
balancins. Inspecione quanto a
desgaste excessivo, quebras ou
trincas. Troque as peças que
apresentarem danos visı́veis.

Balancim que exibir folga excessiva


deverá ser inspecionado com mais
rigor para se identificar peças
danificadas.

AK12300,0000017 –54–30JAN02–1/3

2. Remova os bujões plásticos do bloco de cilindros e


instale a JDE81-1 ou JDG820 Ferramenta de Giro do
Motor (A) e o JDE81-4 Pino de Sincronismo (B). Gire
o motor com a ferramenta até que o pino de
sincronismo se encaixe no furo do volante do motor.
–UN–26NOV97

3. Se o balancim do cilindro No. 1 (dianteiro) estiver


solto, o pistão No. 1 está no “PMS-Compressão.” Se o
balancim do cilindro No. 1 estiver preso, gire o motor
uma volta completa.
RG7013

A—Ferramenta de Giro do Motor


B—Pino de Sincronismo Ferramenta de Giro do Volante e Pino de Sincronismo

Continua na próxima página AK12300,0000017 –54–30JAN02–2/3

4-9-1 081202
PN=120
Manutenção — Cada 2000 Horas

4. Com o motor travado pelo Pino de Sincronismo no


“PMS” do pistão No. 1 tempo de compressão, use um
calibrador curvo de lâminas para verificar a folga das
válvulas de escape dos cilindros Nos. 1, 3, e 5 e as
válvulas de admissão dos cilindros Nos. 1, 2 e 4.

–UN–14NOV00
Especificação
Verificação da Folga das Válvulas
de Admissão (Balancim-pé da
válvula, com motor frio)—Folga ......................................... 0,46 ±0,05 mm
(0,018 ±0,002

RG11569
pol)
Verificação da Folga das Válvulas
de Escape (Balancim-pé da
válvula, com motor frio)—Folga ......................................... 0,71 ±0,05 mm Seqüência de verificação das válvulas
(0,028 ±0,002 pol)

5. Gire o motor diesel uma volta completa, até que o


pistão No. 6 fique no “PMS” de seu curso de

–UN–11DEC00
compressão. Verifique a folga das válvulas de escape,
seguindo as mesmas especificações, nos cilindros
Nos. 2, 4, e 6 e as válvulas de admissão nos cilindros
Nos. 3, 5, e 6 .

RG11620
6. Se a folga necessitar de ajustagem, contate a
Timberjack ou o revendedor mais próximo. Seqüência de Aperto dos Parafusos da Tampa de Válvulas

A—Frente do Motor
7. Instale a tampa de válvulas e aperte os parafusos com B—Cilindro No. 1 “PMS”
um torque de 8 Nm (5.9 lbf.pé), na seqüência C—Cilindro No. 6 “PMSC”
mostrada. Instale o conjunto do filtro de ar. D—Frente do Motor

AK12300,0000017 –54–30JAN02–3/3

4-9-2 081202
PN=121
Manutenção — Cada 2000 Horas

Troca do Lı́quido Arrefecedor

CUIDADO: A liberação explosiva de fluido do


sistema de arrefecimento pressurizado pode
provocar queimaduras sérias.

–UN–23AUG88
Desligue o motor diesel. Somente remova a
tampa, do bocal de enchimento, quando fria o
suficiente para ser tocada com as mãos
desprotegidas. Lentamente afrouxe a tampa até

TS281
o primeiro batente, para aliviar a pressão antes
de removê-la completamente. Fluidos so Alta Pressão

NOTA: Drene o lı́quido arrefecedor, colocado na fábrica,


após 3000 horas ou 36 meses de operação. Os
intervalos subseqüentes são determinados pelo
lı́quido usado como manutenção.

Quando a solução John Deere COOL-GARD é


usada, o intervalo de troca é de 3000 horas ou 36

–UN–20JUN00
meses. O intervalo poderá ser aumentado para
5000 horas ou 60 meses de operação desde
que o lı́quido arrefecedor seja testado

RG7371
anualmente E os aditivos sejam repostos
conforme necessário, pela adição de aditivo
suplementar de lı́quido arrefecedor (ASLA). Drenos do Sistema de Arrefecimento

Se o COOL-GARD não for usado, o intervalo de


troca é reduzido para 2000 horas ou 24 meses de
operação.

Drene o lı́quido arrefecedor usado, lave todo o sistema de


arrefecimento, substitua as válvulas termostáticas e
reabasteça com lı́quido arrefecedor recomendado.

1. Assegure-se de que a máquina esteja em terreno


plano. Ajuste o controle de aquecimento da cabina
para a posição toda aberta.

2. Cuidadosamente, abra a tampa do tanque de


expansão para aliviar a pressão e permitir que o
–UN–07MAY02

lı́quido seja drenado mais rapidamente.

3. Abra a válvula de dreno da bomba (A) e a válvula de


dreno do bloco (B) no lado esquerdo do motor. Drene
T154626

todo o lı́quido do bloco de cilindros. Abra a válvula de


dreno do radiador (C) e drene todo o lı́quido do
radiador.
A—Válvula de Dreno da Bomba d’Água
B—Válvula de Dreno do Bloco
C—Válvula de Dreno do Radiador

Continua na próxima página AK12300,000001A –54–30JAN02–1/3

4-9-3 081202
PN=122
Manutenção — Cada 2000 Horas

4. Remova os termostatos. Instale a tampa e aperte os


parafusos com o torque de 20 Nm (15 lbf.pé).

5. Feche todas as válvulas de dreno e abasteça o


sistema com água limpa. Funcione o motor por cerca
de 10 minutos para agitar possı́veis sedimentos.

6. Desligue o motor e drene imediatamente a água do


sistema antes que o sedimento assente.

7. Após a drenagem da água, feche as válvulas de dreno


e abasteça o sistema com água limpa e uma solução
de limpeza para serviço pesado como FLEETGUARD
RESTORE ou RESTORE PLUS. Siga as instruções
do fabricante no rótulo da embalagem.

8. Após a limpeza interna do sistema, drene a solução de


limpeza e abasteça com água para enxaguar.
Funcione o motor por 10 minutos, em seguida, drene a
água do enxágue.

9. Feche todas as válvulas de dreno no motor e radiador.


Instale os termostatos usando uma junta nova.

FLEETGUARD é uma marca registrada da Cummins Engine Company,


Inc.
RESTORE é uma marca registrada da Fleetguard Inc.
RESTORE PLUS é uma marca registrada da Fleetguard Inc. Continua na próxima página AK12300,000001A –54–30JAN02–2/3

4-9-4 081202
PN=123
Manutenção — Cada 2000 Horas

IMPORTANTE: Nunca coloque água fria num motor


aquecido, porque pode trincar o bloco
ou cabeçote.

IMPORTANTE: O ar deve ser removido do sistema de


arrefecimento durante o
abastecimento. Afrouxe a conexão da
unidade emissora de temperatura na
traseira do cabeçote de cilindros ou o
bujão no alojamento da válvula
termostática para permitir o escape do
ar quando o sistema é abastecido.
Reaperte a conexão ou bujão quando
todo o ar tiver sido expelido.

10. Ao adicionar lı́quido arrefecedor ao sistema, use a


solução arrefecedora apropriada. Para especificações
do lı́quido arrefecedor veja o grupo Manutenção —
Lubrificantes e Fluidos/Lı́quido Arrefecedor Adicione o
lı́quido pelo tanque de expansão. Certifique-se de
que o nı́vel do lı́quido permaneça entre as marcas
“MIN” e “MAX”.

11. Funcione o motor até atingir a temperatura de


operação 82°- 94°C (180° - 202°F). Isto mistura a
solução de maneira uniforme e a circula pelo sistema
todo.

12. Após ter funcionado o motor, verifique o nı́vel do


lı́quido e todo o sistema quanto a vazamentos.

AK12300,000001A –54–30JAN02–3/3

4-9-5 081202
PN=124
Manutenção — Cada 2000 Horas

Troca do Óleo da Transmissão Alta/Baixa,


Diferenciais, Alojamento dos Bogie e Cubo
das Rodas

Antes da troca do óleo, deixe a máquina parada por um


mı́nimo de 30 minutos para certificar-se de que todas as
impurezas desceram até o fundo.

Troque o óleo quando ainda está quente. Abra a tampa


de inspeção dianteira bem como os protetores dianteiro e
traseiro. Limpe a área ao redor dos bujões antes de
removê-los. Especificações do Óleo, grupo
Manutenção — Lubrificantes e Fluidos/Óleo para
Engrenagens

AK12300,0000091 –54–16OCT01–1/5

Transmissão Alta/baixa

NOTA: Para equalizar a pressão no espaço do óleo, abra


o bujão de enchimento ou remova a vareta de
nı́vel antes de remover o bujão de drenagem.

–UN–28MAY02
Remova o protetor e abra o bujão de drenagem (1).
Drene o óleo completamente para dentro de uma vasilha
adequada. Limpe o bujão. Instale e aperte o bujão.

T153761
Reabasteça a transmissão através do bujão de
enchimento (2), até que o óleo chegue na marca da
vareta de nı́vel (3). Aperte o bujão. Instale o protetor
novamente.

–UN–09APR02
T153762

Continua na próxima página AK12300,0000091 –54–16OCT01–2/5

4-9-6 081202
PN=125
Manutenção — Cada 2000 Horas

–UN–09APR02
T153765
Diferenciais (2 peças)

NOTA: Para equalizar a pressão no espaço do óleo, abra


o bujão de enchimento antes de remover o bujão
de drenagem.

–UN–09APR02
Remova o bujão de drenagem (1) do diferencial e, no
eixo traseiro, também os bujões dos compartimentos das
pontas de eixo. Drene o óleo completamente para dentro
de um recipiente adequado. Limpe, instale e aperte os

T153764
bujões.

Reabasteça os diferenciais através dos bujões de nı́vel


(2) até a altura de cada bujão. Aperte o bujão.

Continua na próxima página AK12300,0000091 –54–16OCT01–3/5

4-9-7 081202
PN=126
Manutenção — Cada 2000 Horas

Alojamento do Bogie (2 peças)

Remova o bujão de drenagem (1) e drene cerca de 5


litros (1,5 gal) de óleo para dentro de um recipiente
adequado, feche e aperte o bujão. Este óleo não é
reutilizado. Execute a mesma operação na outra
extremidade do alojamento do bogie.

Verifique a qualidade de óleo: Se o óleo estiver claro,


adicione óleo novo. Se o óleo estiver turvo, troque todo o
óleo do bogie.

Aperte os bujões de drenagem e reabasteça os


alojamentos dos bogie pelos bujões de enchimento (2)

–UN–09APR02
até o nı́vel do bujão de nı́vel (3).

T153763
AK12300,0000091 –54–16OCT01–4/5

Cubo da Roda (2 peças)

Gire o cubo da roda de maneira tal que os bujões (1) e


(2) fiquem na posição mostrada na figura superior. Limpe
a área ao redor dos bujões.

Drene o óleo removendo primeiro o bujão (1). Remova o


bujão (2) e deixe o óleo escorrer completamente para
dentro de um recipiente adequado.

Em seguida, gire o cubo da roda para a posição mostrada


na figura inferior. O bujão (2) deverá estar alinhado com a
linha de centro do eixo.

Adicione óleo novo através do furo superior (1) até que a


beirada inferior do furo para o bujão (2) seja alcançada.
Instale e aperte os bujões.
–UN–09APR02
T153766

AK12300,0000091 –54–16OCT01–5/5

4-9-8 081202
PN=127
Manutenção — Cada 2000 Horas

Outros Procedimentos

1. Cabeçote Harvester (Veja manual separado)

AK12300,0000092 –54–16OCT01–1/1

4-9-9 081202
PN=128
Manutenção — Manutenção Periódica
Manutenção após cada Seis Meses

Os extintores deverão ser verificados, recarregados e


lacrados por um revendedor certificado. Em certos
mercados, os termos de seguro contra incêndios estipula
que os extintores devem ser inspecionados a cada seis
meses. Contate seu corretor de seguros sobre todos os
detalhes.

AK12300,0000093 –54–16OCT01–1/1

Manutenção Anual

Mande inspecionar o sistema de combate a incêndios,


veja o grupo Equipamento — Sistema de Combate a
Incêndios/Manutenção

AK12300,0000094 –54–16OCT01–1/1

4-10-1 081202
PN=129
Manutenção — Conforme Necessário
Quando Necessário, Repare e Ajuste o
Seguinte

• Mande verificar o funcionamento do turbocompressor


• Mande verificar o funcionamento do alternador
• Mande verificar o funcionamento do motor de arranque
• Mande verificar o funcionamento do controle elétrico do
acelerador

AK12300,00000A2 –54–16OCT01–1/1

Injetores de Combustı́vel do Motor

As primeiras indicações de um injetor com problemas são


mostradas a seguir:

• O motor falha.
• O motor apresenta pré-ignição.
• O motor superaquece.
• O motor perde potência.
• Fumaça preta no escape.
• Consumo elevado de combustı́vel.

O TMC alerta se aparecer um injetor com problemas.


Injetor com problemas pode ser localizado pelo uso do
programa de diagnósticos do motor.

NOTA: Injetores de combustı́vel não podem ser


reparados. Injetores avariados devem ser
substituı́dos por revendedores autorizados pela
Timberjack.

AK12300,00000A3 –54–16OCT01–1/1

4-11-1 081202
PN=130
Manutenção — Conforme Necessário

Ajustagem do Freio da Biela do Rotator

A junta aparafusada das sapatas do freio da biela é


apertada através do parafuso (a) enquanto se prende, de
maneira segura, a porca flangeada (b). O troque máximo
da junta aparafusada é de 30 Nm (22 lbf.pé). Tão logo a
ajustagem tenha sido feita, a junta aparafusada é travada
com a contra-porca. (c).

Quando a junta aparafusada é desmontada para troca ou


verificação das sapatas de freio, as molas tipo-prato (d)
não devem ser removidas antes do afrouxamento da junta
aparafusada.

–UN–09APR02
NOTA: Por razões de segurança as molas tipo-prato
devem estar no lugar antes que a junta
aparafusada seja apertada.

T153767
AK12300,00000A4 –54–16OCT01–1/1

Limpeza do filtro do bocal do tanque de


combustı́vel

Quando o tanque não estiver cheio, o filtro do bocal pode


ser limpo com um aspirador de pó através do bocal.

AK12300,00000A5 –54–16OCT01–1/1

4-11-2 081202
PN=131
Manutenção — Conforme Necessário

Remoção de Ar do Sistema de Combustı́vel

CUIDADO: O escape de fluido sob pressão


pode penetrar na pele causando ferimentos
sérios. Alivie a pressão antes de desconectar
linha de combustı́vel ou outras linhas. Aperte

–UN–23AUG88
todas as conexões antes de aplicar pressão.
Procure vazamentos com um pedaço de
compensado ou papelão duro. Proteja mãos e
corpo contra fluidos sob alta pressão.

X9811
Se qualquer fluido for injetado dentro da pele,
um médico familiarizado com este tipo de
ferimento deverá remover cirurgicamente o
fluido dentro de poucas horas ou resultará em
gangrena.

CUIDADO: Não remova ar do sistema de


combustı́vel em um motor aquecido; o risco de
incêndio é muito grande. Tome cuidado com
vazamentos de combustı́vel sob alta pressão.

CUIDADO: Aguarde 1-2 minutos para que a


pressão diminua, após uma tentativa de
arranque do motor diesel, antes de afrouxar
qualquer linha de injeção de combustı́vel.

Pequenas quantidades de ar serão expelidas


automaticamente da linha de alimentação da bomba
injetora. Contudo, a sangria manual será necessária se:

• O motor parar por falta de combustı́vel no tanque.


• Vazamento na linha de alimentação do sistema. Filtro
de combustı́vel vasio na instalação.
• Bomba injetora ou linhas de injeção são substituı́das.

Continua na próxima página AK12300,00000A7 –54–16OCT01–1/2

4-11-3 081202
PN=132
Manutenção — Conforme Necessário

Sangria

1. Drene a água e contaminantes da cuba do separador


de água, abrindo a válvula de drenagem (D).

2. Instale o JT03472 Acoplamento e a mangueira na


porta de diagnóstico (A). Se o JT03472 Acoplamento
não estiver disponı́vel, afrouxe a porta de diagnóstico
para permitir o escape de ar e combustı́vel. Drene o
combustı́vel para dentro de uma vasilha adequada.

3. Destrave e opere a bomba de escorva (B) até que um

–UN–14DEC00
fluxo constante de combustı́vel (sem bolhas de ar) saia
pela mangueira (Deve puxar o cabo da bomba
totalmente para cima entre as bombadas).

RG11519B
NOTA: A sangria pode exigir até 200 bombadas para que
o combustı́vel flua de maneira constante.

4. Continue a bombear enquanto desliga o Acoplamento


JT03472 da porta de diagnóstico, ou durante o aperto
da porta conforme especificações a seguir.

Especificação
Porta de Diagnóstico—Torque ...................................... 14 N•m (10 lbf.pé)

–UN–10NOV00
5. Funcione o motor e acelere a 1200-1500 RPM durante
3-5 minutos.

RG11081
6. Se o motor não arrancar, afrouxe as linhas de alta
pressão (C). Acione a bomba de escorva (B) até que
um fluxo constante de combustı́vel escape da bomba
injetora. Aperte as linhas de combustı́vel conforme
especificação abaixo e trave a bomba de escorva
(puxe para cima, então empurre para baixo e trave).

Especificação
Linhas de Alta Pressão—Torque .................................. 27 N•m (20 lbf.pé)

7. Funcione o motor. Se o motor não arrancar, repita a


etapa 6.
–UN–11DEC00

A—Porta de Diagnóstico
B—Bomba de Escorva Manual
C—Linhas de Injeção de Combustı́vel
D—Válvula de drenagem
RG11518

AK12300,00000A7 –54–16OCT01–2/2

4-11-4 081202
PN=133
Manutenção — Grua
Intervalos de Manutenção
Cada 10 Horas ou Diariamente
❒ Verifique visualmente as estruturas da grua
Cada 50 Horas ou Semanalmente
❒ Verifique os pinos, travamento e articulações da grua ❒ Verifique o nı́vel do óleo do alojamento do giro da grua
❒ Verifique a tensão das correntes da lança de dupla extensão (Tj ❒ Lubrifique os mancais da coluna, dos cilindros e do sistema de
210 H 115) giro da grua
Cada 250 Horas
❒ Limpe a grua ❒ Verifique as estruturas da grua
❒ Verifique as folgas vertical e horizontal da lança e do telescópico ❒ Verifique o aperto dos parafusos das articulações da grua
❒ Drene a água do sistema de giro da grua
Cada 1000 Horas
❒ Limpe o bujão magnético do rotator
Cada 2000 Horas
❒ Troque o óleo do sistema de giro da grua

Lubrifique a máquina enquanto está aquecida, ao final do


turno de trabalho. Antes de lubrificar, apóie a grua no solo
para aliviar a pressão nos cilindros. Isto ajudará também
a graxa espalhar-se melhor nas superfı́cies dos mancais.

AK12300,0000095 –54–16OCT01–1/1

Cada 10 Horas ou Diariamente

1. Inspecione visualmente as estruturas da grua.


verifique mangueiras, articulações, e cilindros quanto
ao aperto dos fixadores. Certifique-se de que os
cilindros não estão com caimento.
Caso seja encontrado um componente avariado ou
uma operação deficiente, repare-a imediatamente.
Inspecione o sistema hidráulico quanto a danos
potenciais, visı́veis externamente, para assegurar-se
de que os danos não resultarão em vazamento
repentino. Todos os vazamentos devem ser reparados
imediatamente.

CUIDADO: Nunca tente localizar ou bloquear


um vazamento com as mãos porque é
suficiente uma pressão de 30 bar para que o
fluido seja injetado na sua pele, causando
ferimentos sérios ou possı́velmente morte.

AK12300,0000096 –54–16OCT01–1/1

4-12-1 081202
PN=134
Manutenção — Grua

Cada 50 Horas ou Semanalmente

1. Verifique os pinos, travamento e articulações da grua.


Verifique o nı́vel do óleo no alojamento do giro.
2. Verifique o nı́vel do óleo no alojamento do giro.
O sistema de giro e o mancal inferior da coluna da
grua são imersos em óleo. O nı́vel do óleo é verificado
no visor de medição. Se a grua permanecer parada
durante um longo perı́odo de tempo, o nı́vel do óleo
excederá a marca superior do visor. Isto é para
assegurar que a tubulação dos cilindros do giro não
seja corroı́da. Bujão de abastecimento (A).
3. Verifique a tensão das correntes da lança de dupla
extensão (Tj 210 H 115).

–UN–09APR02
Opere as extensões totalmente para fora. Em seguida,
retorne as extensões para dentro e certifique-se de
que elas alcancem seua limitadores ao mesmo tempo.
Se necessário, faça a ajustagem apertando um

T153768
tensionador de corrente (B) e afrouxando o outro. Se
as correntes ficarem muito apertadas, os mancais das
polias serão submetidos a um desgate desnecessário.

–UN–09APR02
T153769
Continua na próxima página AK12300,0000097 –54–16OCT01–1/2

4-12-2 081202
PN=135
Manutenção — Grua

–UN–09APR02
T153770
4. Lubrifique os mancais da coluna, dos cilindros e do
sistema de giro da grua. Veja a figura.

1—Cilindro do braço, 2 graxeiras.


2—Cilindro da lança, 1 graxeira.
3—Mancais e articulações do braço e da lança, 4

–UN–09APR02
graxeiras + 1 graxeira, central.
4—Biela do Rotator, 2 graxeiras.
5—Mancais do alojamento do giro, 2 graxeiras. As
seguintes instruções são para ótima lubrificação
do mancal superior do alojamento: Incline a

T153771
coluna na direção da cabina e estenda o
telescópico. Gire a grua totalmente para um lado e
lubrifique, gire para o outro lado e lubrifique.
6—Lubrifique os mancais da inclinação da grua.
Existem duas graxeiras no pivô da coluna e duas
nos cilindros da inclinação.
7—Lubrifique as superfı́cies deslizantes da lança de
dupla extensão e os pinos pivô dos roletes das
correntes (Tj 210 H 115). Quando lubrificar as
superfı́cies deslizantes das extensões, use óleo
hidráulico ou graxa para engrenagens abertas. Se
–UN–11APR02
Você usar graxa comum certifique-se de que não
contenha sulfito de molibdênio. Lubrifique com
graxa multi-aplicação os pinos pivô dos roletes
das correntes, usando uma engraxadeira
T153869

pressurizada.

AK12300,0000097 –54–16OCT01–2/2

4-12-3 081202
PN=136
Manutenção — Grua

Cada 250 Horas

1. Limpe a grua.

NOTA: Ao lavar a máquina com água sob pressão, evite


dirigir o jato de água para o ponto (A) de junção

–UN–09APR02
entre a coluna e a base.

2. Verifique as estruturas da grua.


• Estruturas de suporte de carga.

T153774
• Mancais da grua, pinos e elos.
• Sistema hidráulico.
• Biela e rotator.

3. Verifique as folgas vertical e horizontal do telescópico.


Se necessário, execute a ajustagem inserindo calços
de ajuste (1) sob as almofadas deslizantes (2).
A espessura total dos calços inseridos sob as
almofadas não deve exceder a 3 mm. Isso é para
garantir que as almofadas permanecerão na posição.
O topo da almofada deve ficar acima das bordas do
seu alojamento em 2 mm pelo menos.
4. Verifique o aperto dos parafusos de fixação da grua,
tampas dos cilindros hidráulicos e outras juntas
aparafusadas.
Sobre os valores de torque para porcas e parafusos,
veja o grupo Manutenção — Generalidades/Torques

–UN–11APR02
de Aperto para Juntas Aparafusadas.
5. Drene a água do sistema de giro da grua.
veja o grupo Manutenção — Grua/Troca do Óleo do
Sistema de Giro da Grua.

T153870
–UN–11APR02
T153871

AK12300,000009A –54–16OCT01–1/1

4-12-4 081202
PN=137
Manutenção — Grua

Cada 1000 Horas

1. Limpe o bujão magnético do rotator.


Posicione a unidade de maneira que o bujão fique no
ponto mais baixo. Coloque um recipiente embaixo do
bujão. Solte o bujão, limpe-o e permita a drenagem de

–UN–08MAR02
dois litros de óleo. Rosqueie o bujão e aperte-o com
um torque de 60 Nm.

T152547
AK12300,000009F –54–16OCT01–1/1

Cada 2000 Horas

1. Troque o óleo do sistema de giro da grua.


O bujão de drenagem (1) está localizado na base da
grua. O óleo deve ser trocado a cada 2000 horas de
operação ou uma vez por ano.

–UN–09APR02
Drene a água depositada na base e o resto do óleo
abrindo o bujão de drenagem (2) ou (3).
Dependendo das condições de operação, uma
quantidade razoável de água pode se condensar na

T153772
base da grua. A água deverá ser drenada antes que o
mancal inferior da coluna seja danificado.
• Incline a coluna um pouco para trás. Deixe a
máquina parada pelo menos 10 minutos
• Abra o bujão (3). Verifique se o fluxo contém água.
Drene a água num recipiente.
• Feche o bujão tão logo saia óleo limpo pela
abertura.
• Finalmente, certifique-se de que o nı́vel do óleo

–UN–09APR02
esteja correto.

Durante o inverno, faça essa verificação ao final do


turno enquanto a máquina ainda está quente.

T153773
AK12300,00000A1 –54–16OCT01–1/1

4-12-5 081202
PN=138
Sistema Hidráulico — Generalidades
Sistema Hidráulico do Implemento

O circuito de potência hidráulica inclue um reservatório


para o óleo e uma bomba de pistões axiais que fornece
fluido pressurizado aos controles da máquina, grua e
cabeçote.

O sistema hidráulico é sensı́vel à carga, isto é, sente


quanta pressão é requerida quando uma função particular
é acionada.

A bomba fornece apenas a quantidade de fluido exigido


por cada situação, e com todas as funções em neutro,
circula pelo sistema apenas o fluido necessário para
manter a baixa pressão de reserva.

AK12300,00000A9 –54–17OCT01–1/1

Sistema Hidrostático

A parte hidrostática consiste de um circuito hidráulico


fechado entre a bomba e o motor, ambos de pistões, de
deslocamento variável, permitindo o controle infinito de
velocidades. O motor hidrostático está acoplado a uma
transmissão por engrenagens, propiciando a seleção de
duas velocidades e sentido avante e à ré.

Veja também o grupo Transmissão/Operação da


Transmissão

AK12300,00000AA –54–17OCT01–1/1

5-1-1 081202
PN=139
Sistema Hidráulico — Generalidades

Reservatório do Sistema Hidráulico

O reservatório hidráulico inclue: visor de nı́vel, filtros de


retorno, bomba de enchimento (*), bomba de vácuo (*) e
filtro fora-de-linha (*). Sensores para os filtros de retorno,
nı́vel e temperatura do fluido. 7

(*) se equipado

Abastecendo com Fluido Hidráulico

NOTA: Não misture tipos de óleos diferentes.


Especificações do Óleo, grupo Manutenção — 1
Lubrificantes e Fluidos/Óleo Hidráulico.

Sempre abasteça o reservatório pelo engate rápido (3).


Isto assegura que o óleo novo entre no sistema através
do filtro.

Remova o bujão protetor do engate rápido. Limpe a

–UN–07MAY02
mangueira de enchimento e acople-a ao recipiente que
contém o fluido hidráulico novo.

Ligue a bomba de enchimento com a chave (4).


6

T154637
1—Visor
2—Bomba de enchimento
3—Engate rápido
4—Chave, bomba de enchimento
5—Bomba de vácuo
6—Dreno ecológico
7—Bujão de sangria

–UN–10MAY02
T154736

Continua na próxima página AK12300,00000AB –54–17OCT01–1/2

5-1-2 081202
PN=140
Sistema Hidráulico — Generalidades

NOTA: Não exceda o nı́vel ’MAX’ . Sempre tém que


haver espaço vasio acima do óleo no
reservatório, porque o nı́vel do fluido aumenta e
diminui durante a operação. A maquina deve
estar em terreno plano e os cilindros do braço e
da lança devem estar recolhidos, para assegurar
uma leitura correta.

NOTA: Desacople a mangueira de enchimento do engate


rápido antes de funcionar o motor. A
contrapressão gerada no alojamento de retorno
pode ejetar o fluido hidráulico através da bomba e
mangueira de enchimento.

Drenagem do Fluido Hidráulico

O dreno ecológico (6) está localizado embaixo do


reservatório. Remova o bujão da extremidade da
mangueira e drene o óleo para dentro de uma vasilha
adequada.

Após a drenagem, limpe o reservatório e troque os filtros


do respiro e do hidráulico. Reinstale o bujão na
mangueira do dreno ecológico.

Elimine o ar do alojamento do retorno usando o bujão de


sangria (7). Veja o grupo Sistema Hidráulico — Sangria

AK12300,00000AB –54–17OCT01–2/2

5-1-3 081202
PN=141
Sistema Hidráulico — Generalidades

Bomba de Vácuo

A bomba de vácuo é usada para evitar derramamento de


óleo, por exemplo: no caso de rompimento de uma
mangueira ou durante a manutenção.

Antes de usar a bomba de vácuo, certifique-se de que a


máquina está em terreno plano e que o fluido não está
acima do nı́vel máximo, veja o visor. Caso contrário, o
fluido poderá atingir a conexão de sucção no reservatório!

• Desligue o motor. Coloque a chave de partida no modo


de bomba de vácuo (A) antes de ativar (17).
A bomba de vácuo será desligada automaticamente se
o motor diesel arrancar.
• Funcione por 2 — 3 minutos antes de fazer qualquer
coisa com o sistema.
• Após a bomba de vácuo ter sido desligada, deixe a
pressão se equalizar por 2 — 3 minutos. Ligue o motor
e deixe-o funcionar em marcha-lenta por uns dois

–UN–07MAY02
minutos.

T154127
AK12300,00000AE –54–17OCT01–1/1

5-1-4 081202
PN=142
Sistema Hidráulico — Generalidades

Retirada de Amostra de Óleo do Sistema


Hidráulico 114
119
As condições dos sistemas hidráulico do implemento e do
sistema hidrostático podem ser pesquisadas pela retirada
de amostras de óleo a intervalos regulares. As amostras
podem ser analizadas, por exemplo, no laboratório do
fornecedor de óleo. Se ocorrerem mudanças significativas
ou rápidas na composição do óleo hidráulico, a razão
deverá ser encontrada.

Retire a amostra como segue:

NOTA: Retire a amostra, enquanto o óleo estiver quente.

–UN–08MAY02
A vasilha para a amostra deverá estar limpa e
não ter sido usada anteriormente.

• Limpe cuidadosamente ao redor do ponto de medição

T154675
(119) no comando da grua.
• Conecte a mangueira de medição de pressão na
tomada de pressão e deixe correr aproximadamente 2
dl ( 2qts) de óleo para dentro de uma vasilha limpa.
• Não permita a contaminação externa da amostra. Abra
a vasilha para a amostra apenas quando Você estiver
pronto para colher a amostra. Não coloque os dedos ou
a ponta da mangueira dentro da vasilha. Feche a
vasilha imediatamente após colher a amostra.

AK12300,0000060 –54–07MAR02–1/1

5-1-5 081202
PN=143
Sistema Hidráulico — Sangria
Remoção do Ar do Sistema Hidráulico

O ar deve ser removido do alojamento de retorno do


sistema hidráulico se o reservatório foi drenado ou os
filtros de retorno trocados. Após reabastecer o
reservatório e ter instalado os elementos filtrantes,
funcione o motor diesel e deixe-o funcionar alguns
minutos. Em seguida, acione uma das funções da grua.

Se entrar ar no sistema hidráulico do implemento ou no


sistema hidrostático do deslocamento, durante a
substituição de peças, o ar deve ser removido dos
componentes afetados antes que a máquina possa ser
colocada novamente em operação. Siga as instruções
fornecidas nas páginas seguintes.

AK12300,00000AF –54–17OCT01–1/1

5-2-1 081202
PN=144
Sistema Hidráulico — Sangria

Remoção de Ar do Sistema Hidrostático

O ar deve ser removido do sistema de deslocamento


após manutenção ou o sistema ter sido reparado, antes
que a máquina seja colocada novamente em operação.
Y102
• Se necessário, adicione óleo limpo e filtrado nos
alojamentos da bomba e do motor de deslocamento
pelos bujões de drenagem (1) e (2) até, pelo menos, a 3
metade da capacidade dos alojamentos.
• Em seguida, encha o reservatório. Certifique-se de que
a mangueira de sucção da bomba de deslocamento 304
também esteja cheia de óleo (afrouxe o conector da 305
mangueira para o abastecimento).
• Desligue os conectores de controle (Y01) e (Y02) da 2
bomba de alta pressão para evitar o deslocamento da
3
máquina durante o processo de sangria. Desligue o
conector do solenóide de parada do motor para evitar
que funcioneVeja o grupo Manutenção — Cada 500 Y103
Horas/Troca de Óleo e Filtro do Motor
• Assegure-se de que a chave seletora de deslocamento

–UN–07MAY02
esteja na posição de neutro. Isto também assegura que
a bomba de deslocamento permaneça em ângulo zero. Y102
• Ligue as mangueiras de sangria (mangueira de

T154638
medição de pressão, medida da rosca M16x2) nas
tomadas de pressão (304), (305) e ( 314) do sistema
hidrostático de deslocamento.
• Acione o motor de arranque por aproximadamente
cinco segundos e repita o procedimento de partida
após um intervalo de um minuto (repita de 3 — 5
vezes), até que não saia mais ar pelas mangueiras de
sangria.
• Remova as mangueiras. Religue os conectores (Y01) e
(Y02). 1
NOTA: Se ocorrer vibração incômoda no sistema
hidrostático após a manutenção ou reparos, o ar
deverá ser removido também das válvulas de Y48
pressão piloto da bomba e motor de
deslocamento.

• Afrouxe os sangradores (3) localizados na extremidade


–UN–29MAY02

314
da válvula do motor de deslocamento (Y48) e válvulas
de sentido da bomba de deslocamento (Y102) e 3
(Y103). Não afrouxe os sangradores além de duas
T154641

voltas completas. (chave soquete de 1,5 mm key).

Continua na próxima página AK12300,00000B0 –54–17OCT01–1/2

5-2-2 081202
PN=145
Sistema Hidráulico — Sangria

• Funcione o motor. Sangre o ar das válvulas,


selecionando o sentido de deslocamento e movendo a
máquina alguns metros avante/atrás. Repita o
procedimento duas ou três vezes nos dois sentidos.
Quando parar de sair ar das válvulas, aperte os
sangradores (máximo de 2 Nm).

CUIDADO: Não permita ninguém dentro da zona


de risco da máquina durante a ativação das
funções de deslocamento.

AK12300,00000B0 –54–17OCT01–2/2

Remoção do Ar do Sistema Hidráulico do


Implemento

O ar deve ser removido do sistema hidráulico do


implemento após manutenção ou o sistema ter sido
reparado, antes que a máquina seja colocada novamente
em operação. O ar deverá ser removido dos
componentes que tenham sido reparados.

• Se necessário, adicione óleo limpo e filtrado no


alojamento da bomba hidráulica do implemento pelo
bujão de drenagem (3) até, pelo menos, a metade da
capacidade do alojamento.
• Em seguida, encha o reservatório. Certifique-se de que

–UN–10MAY02
a mangueira de sucção da bomba de deslocamento
também esteja cheia de óleo (afrouxe o conector da
mangueira para o abastecimento).
• Funcione o motor e deixe-o em marcha-lenta. Elimine o

T154736
ar do alojamento dos filtros de retorno do sistema
hidráulico conforme descrito acima.
• Ligue a mangueira de sangria (mangueira de medição
de pressão, medida da rosca M16x2) na tomada de
pressão (205) no sistema hidráulico do implemento.

205 –UN–08MAY02
T154672

Continua na próxima página AK12300,00000B1 –54–17OCT01–1/3

5-2-3 081202
PN=146
Sistema Hidráulico — Sangria

• Ligue a mangueira de sangria na tomada de pressão


(217), na linha LS da bomba hidráulica do implemento.
Y67
217
CUIDADO: A pressão na linha do sinal LS
possivelmente será alta, por exemplo: durante o
carregamento automático dos acumuladores 261
dos sistema do freios.

• Desconecte a mangueira de sangria tão logo pare a


saı́da de ar por ela.
• Desligue o motor diesel e deixe o ar escapar do
reservatório (durante aproximadamente 5 minutos).

–UN–29MAY02
T154673
Continua na próxima página AK12300,00000B1 –54–17OCT01–2/3

5-2-4 081202
PN=147
Sistema Hidráulico — Sangria

• O ar é removido dos solenóides do comando da grua


pelo afrouxamento dos sangradores na extremidade
dos solenóides e ativando a função do bloco por
aproximadamente um minuto. Aperte os sangradores
(máximo de 1,2 Nm).
• O ar é removido dos cilindros pela operação lenta das
funções até suas posições extremas, pelo menos duas Y69
vezes. Se necessário, verifique também o sentido das
várias funções ao mesmo tempo.
• Desligue o motor diesel e deixe o ar escapar do
reservatório (durante aproximadamente 5 minutos). 1
Adicione óleo até a marca superior no visor. 2

NOTA: Se ocorrer vibração incômoda no sistema

–UN–08MAY02
hidrostático após a manutenção ou reparos, o ar
deverá ser removido também da válvula de
pressão piloto da bomba do implemento.

T154669
• Afrouxe o sangrador localizado na extremidade da
válvula da bomba (Y69). Não afrouxe o parafuso além
de duas voltas completas. (chave soquete de 1,5 mm).
• Funcione o motor diesel e deixe-o em marcha-lenta até
parar a saı́da de ar pelo sangrador. Aperte o sangrador
(máximo de 2 Nm).

AK12300,00000B1 –54–17OCT01–3/3

Sangria dos Freios

1. Sangria dos cilindros do freio


• Funcione o motor diesel.
• Libere o freio de estacionamento (veja a tela do
display do TMC).
–UN–16APR02

• Se necessário, sangre o freio de serviço usando o


sangrador (1) em cada cilindro (2 cilindros em cada
eixo). Sangre o freio de estacionamento usando o
sangrador (2) em cada cilindro.
T154123

Continua na próxima página AK12300,00000B2 –54–17OCT01–1/2

5-2-5 081202
PN=148
Sistema Hidráulico — Sangria

2. Sangria do pedal do freio


Se necessário, o circuito do pedal do freio pode ser
sangrado como se segue:
• Não funcione o motor diesel.
• Verifique se existe óleo suficiente no reservatório
(3).
• Sangre o circuito do pedal usando o sangrador (4)
na válvula do freio e através da conexão (5) sob o
pedal. O procedimento é o mesmo de um sistema
de freio automotivo normal.

A válvula do freio está localizada embaixo da cabina


atrás da placa dianteira.

–UN–16APR02
T154125
–UN–16APR02
T154124
AK12300,00000B2 –54–17OCT01–2/2

5-2-6 081202
PN=149
Sistema Hidrostático — Verificaçao da Ajusta-
gem
Pressão de Carga da Bomba de
Deslocamento
308
CUIDADO: Desligue o motor diesel sempre que
o manômetro estiver instalado e ajustagens
sendo feitas.

–UN–07MAY02
1. Verificação da válvula da pressão de carga
a. Instale um manômetro de (6.0 MPa) na tomada de

T154640
pressão (308).
b. Funcione o motor diesel. Ajuste as rotações para
1500 rpm no TMC ou usando o pedal do
acelerador. O valor da pressão deverá ser 3.0 MPa.
Aumente as rotações para o máximo. A pressão
deverá aumentar para 3,5 MPa máximo.

AK12300,00000B5 –54–17OCT01–1/2

2. Ajustagem da pressão de carga

IMPORTANTE: Um valor incorreto da pressão de


carga poderá conduzir ao mau
funcionamento do sistema de
deslocamento ou danos à bomba e ao
motor de deslocamento.

Se Você estiver inseguro sobre a


ajustagem da pressão de carga,
contate a Timberjack.

A pressão de carga é ajustada pelo parafuso de ajuste


do limite da pressão da carga (312) embaixo da

–UN–16APR02
bomba.

NOTA: Trave o parafuso quando tiver terminado a


ajustagem. Verifique a pressão após ter travado o
T154130
parafuso.

AK12300,00000B5 –54–17OCT01–2/2

5-3-1 081202
PN=150
Sistema Hidrostático — Verificaçao da Ajustagem

Pressão de Deslocamento

O limite da pressão de deslocamento deve estar sempre


41,0 MPa acima da pressão de carga.

Sob circunstâncias normais a pressão de carga é 3,0


MPa, o que significa que a pressão de operação deve ser
ajustada para 44,0 — 45,0 MPa.

1. Verificação da pressão de deslocamento


a. Instale um manômetro de (60 MPa) na tomada de
pressão (304) deslocamento avante, sob a bomba.
b. Funcione o motor diesel. Selecione caixa alta.
Libere o freio de estacionamento. Aplique o pedal

–UN–16APR02
do freio completamente.
Selecione o sentido do deslocamento avante.
Aumente as rotações do motor para
aproximadamente 1500 rpm (a máquina não deverá

T154131
se mover). Efetue a leitura da pressão. A pressão
deverá estar entre 44,0 — 45,0 MPa. Em seguida,
verifique a pressão em marcha a ré (tomada de
pressão 305) da mesma maneira, usando o seletor
de sentido para selecionar marcha a ré.

CUIDADO: Execute esta verificação de pressão


numa superfı́cie plana e assegure-se de que há
bastante espaço em volta da máquina no caso
desta se mover. Não permita espectadores
perto da máquina.

Contate a Timberjack se as pressões máximas de


deslocamento (avante / ré) diferirem uma da outra
mais do que 10 %.

Continua na próxima página AK12300,00000B6 –54–17OCT01–1/2

5-3-2 081202
PN=151
Sistema Hidrostático — Verificaçao da Ajustagem

2. Ajuste da pressão de deslocamento


Ferramentas necessárias: chave Allen de 6 mm, chave
combinada de 19 mm e dois manômetros de (60 Mpa),
um manômetro de (6,0 Mpa) e respectivas 308
mangueiras.
A ajustagem é feita por meio do parafuso de ajuste
(324) pressão de deslocamento; pressão de corte,
localizado no lado esquerdo da bomba. Aperte o
parafuso para aumentar a pressão ou afrouxe para 310
reduzir. A mesma ajustagem afeta ambos os sentidos
de deslocamento. 311

NOTA: Lembre-se de travar o parafuso de ajuste ao


terminar a ajustagem. Verifique a pressão após
travar o parafuso.

Limitadores de pressão (310) e (311), pressão de 324


deslocamento; avante / ré, deve ser ajustada para um
nı́vel de, pelo menos, 3,0 Mpa acima da pressão de
corte, em qualquer instante. Os limitadores de pressão

–UN–07MAY02
foram regulados na fábrica em 47 Mpa; portanto, em
condições normais não deve ser necessário ajustar os
limitadores.

T154639
AK12300,00000B6 –54–17OCT01–2/2

Motor de Deslocamento

1. Motor de deslocamento, verificação da pressão de 308


descarga
• Ligue um manômetro de 6,0 MPa na tomada de
pressão (308) na bomba de deslocamento.

–UN–07MAY02
• Funcione o motor diesel e libere o freio de
estacionamento.
• Selecione caixa alta e rotações de trabalho. Leia a
pressão no manômetro instalado na tomada (308),

T154640
agora indicando a pressão de carga.
• Selecione sentido avante.
• Pressione totalmente o pedal do freio. Pressione o
pedal do acelerador a meio curso (a máquina não
deverá se mover). A pressão de carga medida
acima deverá cair 2,0 bar. Caso a pressão não
diminua ou diminua demais, verifique a condição da
válvula de descarga.

Continua na próxima página AK12300,00000B7 –54–17OCT01–1/3

5-3-3 081202
PN=152
Sistema Hidrostático — Verificaçao da Ajustagem

2. Motor de deslocamento, verificação da pressão de


corte
• Instale manômetros (60 Mpa) nas tomadas de
pressão (304)e (314).
• Desligue o conector do controlador do motor (Y48).
Ligue uma alimentação de 24 V, com um cabo
separado, de uma saı́da da máquina, ao controlador
do motor.
• Funcione o motor e selecione caixa alta. Deixe o
motor em marcha-lenta.
• Selecione deslocamento avante e a escala de
velocidade ajustável. Ajuste a faixa de velocidade
(caracol) em 15 %.
• Pressione totalmente o pedal do freio (a máquina

–UN–16APR02
não deverá se mover).
• Pressione suavemente o pedal de deslocamento. A
pressão começa a aumentar nas tomadas de
pressão (304) e (314).

T154131
• As rotações do motor e as pressões aumentam, mas
num certo ponto a pressão na tomada (314) pára de
aumentar e, finalmente, começa a diminuir.
• Desligue o cabo de alimentação de 24 V separado,
de uma saı́da elétrica e o controlador do motor
(Y48). Religue o conector (Y48) no controlador do
motor.

NOTA: Se Você se sentir receioso sobre a ajustagem da


pressão de corte, contate a Timberjack.
Mudanças na pressão da válvula de corte pode
provocar diminuição da força de deslocamento.
Y48 314
3. Motor de deslocamento, ajustagem pelo TMC
O ponto de partida do motor de deslocamento (TMC:
corrente mı́nima para o motor) é ajustado no TMC
bem como a corrente máxima.

–UN–08MAY02
T154667
Continua na próxima página AK12300,00000B7 –54–17OCT01–2/3

5-3-4 081202
PN=153
Sistema Hidrostático — Verificaçao da Ajustagem

Para o sistema do TMC , a corrente máxima do


motor de deslocamento deve ser cuidadosamente
regulada para corresponder ao limite mecânico do
ângulo mı́nimo do motor de deslocamento. Caso a
corrente máxima seja demasiado alta, o ajuste do
motor diesel poderá começar a oscilar. Isto, por sua
vez, poderá resultar em aceleração aos trancos (o tão
chamado fenômeno elástico) especialmente quando a
caixa alta está engatada. Por outro lado, se a corrente
máxima for insuficiente, a máquina não alcançará a
velocidade máxima especificada. Quando este for o
caso, também pode ser necessário verificar o limite
mecânico do ângulo mı́nimo do motor de
deslocamento.

NOTA: Caso seja necessário trabalhar no ajuste


mecânico do motor de deslocamento ou ajustar
as correntes de controle do sistema TMC ,
contate a Timberjack.

AK12300,00000B7 –54–17OCT01–3/3

5-3-5 081202
PN=154
Hidráulica do Implemento — Verificação e
Ajustagem
Generalidades

CUIDADO: Sempre desligue o motor diesel


quando o manômetro estiver instalado e ajustes
sendo executados.

NOTA: Todas as verificações de pressão devem ser


feitas sob rotações de trabalho e o óleo hidráulico
na temperatura entre 40 — 50°C.

AK12300,00000B8 –54–17OCT01–1/1

Pressão piloto, Hidráulica do Implemento

Válvula da pressão piloto (121).

1. Instale um manômetro (6.0 MPa) na tomada (205), no


bloco de válvulas, no interior do compartimento do 205
motor.
2. Funcione o motor diesel. Ligue a grua.
3. Recolher o telescópico até a posição de fim-de-curso e
manter. A pressão deverá ser 3,5 ± 0,5 MPa.

A pressão de controle piloto não pode ser ajustada.

–UN–08MAY02
T154672
AK12300,00000B9 –54–17OCT01–1/1

5-4-1 081202
PN=155
Hidráulica do Implemento — Verificação e Ajustagem

Comando da Grua, Limites da Pressão LS


114
• Instale um manômetro de 30 MPa na tomada de 119
pressão (114).
• Ative as rotações de trabalho e a grua.
• Opere a função que Você quer verificar. A pressão
deve aumentar até o máximo quando o movimento é
acionado para a posição de fim-de-curso.

O valor do ajuste da pressão máxima de cada função é


encontrado no esquema hidráulico. Os parafusos de
ajustagem (A) e (B) de cada movimento estão no bloco
do carretel de cada função.

–UN–08MAY02
NOTA: A pressão lida no manômetro deverá ser de
0,6 — 1,0 MPa mais baixa do que o valor da
pressão LS dado no esquema hidráulico.

T154675
B A

–UN–08MAY02
T154677
AK12300,00000BA –54–17OCT01–1/1

5-4-2 081202
PN=156
Hidráulica do Implemento — Verificação e Ajustagem

Válvula de Contra-Pressão na Linha de


Retorno ao Reservatório 118
135
Válvula de contra-pressão (119).

1. Instale um manômetro de 6,0 MPa na tomada de


pressão (118), no comando da grua.
2. Funcione o motor diesel e ligue a grua.
3. Acione a função paralelo ou a função telescópico
lentamente para recolher. A posição fim-de-curso não
deverá ser atingida durante a leitura no manômetro. A
pressão deverá ser 0,5 ± 0,1 MPa.

A válvula de contra-pressão não pode ser ajustada.

–UN–08MAY02
T154676
AK12300,00000BB –54–17OCT01–1/1

5-4-3 081202
PN=157
Hidráulica do Implemento — Verificação e Ajustagem

Pressão Máxima da Bomba Hidráulica do


Implemento
255
Os limites da pressão máxima da bomba hidráulica do
implemento são eletricamente controlados via TMC. A
bomba hidráulica do implemento também tém seu
limitador mecânico para a pressão máxima. O limitador
mecânico pode ser ajustado pelo parafuso de ajustagem
261.
CP1
O limitador mecânico de pressão pode ser verificado
como se segue:

NOTA: Por medida de segurança é imperativo que esta

–UN–08MAY02
verificação e ajustagem seja feita por duas
pessoas!

1. Instale um manômetro de 30 MPa na tomada de

T154670
pressão (255), na bomba do implemento.
2. Feche o registro (209), na linha de pressão para o
cabeçote harvester.
3. Funcione o motor diesel e ligue o Timbermatic 300.
Ligue a grua e acione a função da serra. A pressão
deverá ser 28 MPa enquanto a função da serra estiver
sendo ativada.
264
NOTA: A pressão máxima de 28 Mpa, no cabeçote

–UN–08MAY02
harvester, não pode ser usada em todos os
modelos de cabeçote.

252

T154674
NOTA: Se o valor da pressão não for alto o suficiente, e
209
não puder ser aumentado pelo uso do parafuso
de ajuste (261), contate a Timberjack.

NOTA: A pressão máxima da grua é 24 MPa e a pressão Y67


217
máxima do cabeçote é 28 MPa. As pressões
podem ser ajustadas no TMC somente por
pessoal autorizado. 261

NOTA: Quando verificar o limitador mecânico da pressão,


o valor ajustado no TMC deverá ser alto o
suficiente. Caso contrário, é possı́vel que a
pressão máxima de 28 MPa não possa ser
atingida.
–UN–29MAY02
T154673

AK12300,00000BC –54–17OCT01–1/1

5-4-4 081202
PN=158
Hidráulica do Implemento — Verificação e Ajustagem

Diferencial de Pressão Dp

1. Instale um manômetro de 25 MPa na tomada de 255


pressão (255) e outro de 25 MPa na tomada (217) no
regulador da bomba.
2. Funcione o motor diesel. Ative a grua.
3. Recolha lentamente o telescópico. A posição de
fim-de-curso não deverá ser atingida durante a leitura
do manômetro.
Leia os dois manômetros simultaneamente. A pressão
CP1
na tomada (217) deve ser 2,5 MPa menor do que a
pressão na tomada (255). Se necessário, a pressão
pode ser ajustada com o parafuso (CP1).

–UN–08MAY02
NOTA: A pressão na tomada (217) deve ser
significativamente inferior à pressão máxima do
movimento de recolher o telescópico. Se a
pressão se mantiver muito alta, verifique o

T154670
funcionamento de estender o telescópico.

Y67
217

261

–UN–29MAY02
T154673
AK12300,00000BD –54–17OCT01–1/1

5-4-5 081202
PN=159
Hidráulica do Implemento — Verificação e Ajustagem

Válvula de Alı́vio da Pressão Principal

A finalidade da válvula de alı́vio da pressão principal


(264) é eliminar os picos de pressão do sistema. O valor
ajustado é de 30 MPa. 264

–UN–08MAY02
NOTA: Por medida de segurança é imperativo que esta
verificação e ajustagem seja feita por duas
pessoas!
252

T154674
1. Instale um manômetro de 40 MPa no engate rápido
(252) no bloco sob a cabina. O engate rápido pode ser 209
alcançado pela abertura da tampa de proteção na
frente da cabina.
2. Feche o registro (209), o na linha de alimentação do
cabeçote. Y67
217
3. Funcione o motor diesel e ligue o Timbermatic 300 e
a grua.
4. Acione os rolos avante, e aumente a pressão da 261
bomba do implemento para 30 MPa, usando o
parafuso (261).

NOTA: Se o valor da pressão não for alto o suficiente, e


não puder ser aumentado com o parafuso 261,
contate a Timberjack.

5. Em seguida, ative a função de rolos avante e

–UN–29MAY02
mantenha ativada. Afrouxe a contra-porca da válvula
de alı́vio de pressão (264). Feito isso, afrouxe o ajuste
até ouvir o ruı́do de descarga de óleo vindo da válvula.
Aperte o parafuso até que o ruı́do pare. A válvula

T154673
agora está ajustada para 30 MPa. Aperte a
contra-porca ao terminar a ajustagem.

NOTA: Caso a pressão da bomba não aumente


adequadamente, o problema pode ser a válvula
de alı́vio principal ter sido ajustada para um valor
muito baixo. Aumente o valor da pressão
principal.

6. Após a verificação e ajustagem, a pressão da bomba


do implemento é reajustada para 28 MPa.

AK12300,00000BE –54–17OCT01–1/1

5-4-6 081202
PN=160
Sistema de Frenagem — Verificação e Ajusta-
gem
Verificação dos Freios

CUIDADO: Antes de iniciar qualquer tarefa de


manutenção, a máquina deverá estar em
terreno plano com as rodas calçadas para
impedir seu rolamento.

–UN–16APR02
Você pode verificar o ajuste correto dos cilindros
efetuando medições através da abertura (8) para o
parafuso de liberação, usando um paquı́metro, por

T154126
exemplo.

1. Desligue o motor diesel.


2. Introduza a haste de profundidade do paquı́metro (A)
através da abertura e meça a profundidade do
parafuso de ajustagem (1).
3. Anote a medição. Desligue o conector Y41W do freio
de serviço. Funcione o motor diesel.
4. Libere o freio de estacionamento.
5. Repita a medição. A diferença entre as duas medições
não deve exceder 5,25 mm. Se a diferença for maior,
o cilindro deverá ser ajustado.
6. Aplique o freio de estacionamento. Desligue o motor
diesel. Religue o conector Y41W

AK12300,00000C0 –54–17OCT01–1/1

5-5-1 081202
PN=161
Sistema de Frenagem — Verificação e Ajustagem

Ajuste Mecânico dos Freios

1. Desligue o conector (Y41W), na válvula do freio de


serviço.
2. Remova a tampa de proteção (2). Note o parafuso de
liberação solto (3) sob a tampa.

–UN–05MAR02
3. Remova os parafusos Allen maiores (5) (4 parafusos,
chave medida 8 mm) e remova o cilindro.

NOTA: Os parafusos Allen menores (2 parafuos, chave

T152220
medida 6 mm) não devem ser soltos.

4. Afrouxe a contra-porca (4). Segure o pistão (6) em


posição.
5. Remova o parafuso de ajustagem (1). Limpe a rosca e
a contra-porca (4).
6. Instale a contra-porca (4) até o final do parafuso de
ajustagem. Trave a rosca do parafuso (1) aplicando
fluido de travamento (Loctite 242).

–UN–04APR02
NOTA: Se o fluido de travamento entrar em contato com
outras áreas que não as do parafuso e
contra-porca, o excesso de fluido deverá ser

T153523
limpo completamente.

7. Instale o parafuso de ajustagem (1) e aperte-o com um


torque entre (8 — 15 Nm).
Gire o parafuso (1) 3 1/2 voltas no sentido
anti-horárioo, mantendo o pistão (6) em posição.
8. Aperte a contra-porca (4) com cerca de 40 Nm,
mantendo o parafuso (1) em posição.
9. Reinstale o cilindro. Certifique-se de que o anel-O (7)
está em boas condições e posicionado corretamente.
Aperte os quatro parafusos (5).
10. Instale a tampa de proteção (2). Certifique-se de que
o anel-O está em boas condições e corretamente
posicionado.
11. Ligue o conector (Y41W) na válvula do freio.

Ajuste todos os cilindros da mesma maneira.

AK12300,00000C1 –54–17OCT01–1/1

5-5-2 081202
PN=162
Sistema de Frenagem — Verificação e Ajustagem

Freio de Deslocamento
251
CUIDADO: O sistema de nivelamento da cabina 246
(*) deverá estar bloqueado antes de se verificar 247
o freio de serviço. Veja o grupo Equipamento –
Nivelamento da Cabina/Manutenção do
Nivelamento da Cabina

A válvula do freio está localizada embaixo da cabina,


atrás da tampa de proteção dianteira.
238
• Instale um manômetro de 25 MPa em cada tomada de
pressão (posições 246) e (247), saı́da para cada eixo,
na válvula do freio.

–UN–08MAY02
• Pressione o pedal do freio e leia a pressão nos
manômetros. A pressão deve aumentar de 0 Mpa a 7
Mpa quando o pedal for pressionado, e retornar a 0
242
quando o pedal for solto.

T154671
(*) se equipado

AK12300,00000C2 –54–17OCT01–1/1

Verifique o Freio de Serviço


251
Freio de serviço, válvula (242) 246
247
• Instale um manômetro de 25 MPa em cada tomada de
pressão (246) e (247), saı́da para cada eixo, na válvula
do freio.
• Funcione o motor diesel e libere o freio de
estacionamento. O freio de serviço é aplicado.
• Leia a pressão no manômetro, que deverá ser de 7
Mpa. Aplique o freio de estacionameto. A pressão deve
cair a 0 MPa. 238 –UN–08MAY02

242
T154671

AK12300,00000C3 –54–17OCT01–1/1

5-5-3 081202
PN=163
Sistema de Frenagem — Verificação e Ajustagem

Verifique a Faixa de Carregamento e


Desligamento dos Acumuladores 251
246
• Instale um manômetro de 25 MPa na tomada de 247
pressão (251).
• Funcione o motor diesel. Libere o freio de
estacionamento e pressione o pedal do freio repetidas
vezes. Leia as pressões no manômetro, nos pontos em
que as pressões de carregamento e desligamento
começam.
• A pressão de carregamento começa em
aproximadamente 14 MPa, e termina em 238
aproximadamente 16 MPa.

–UN–08MAY02
242

T154671
AK12300,00000C4 –54–17OCT01–1/1

5-5-4 081202
PN=164
Sistema de Frenagem — Verificação e Ajustagem

Verifique a Válvula de Alı́vio da Pressão de


Carregamento do Freio 251
246
Válvula de alı́vio da pressão de carregamento do freio 247
(238)

• Instale um manômetro de 25 MPa na tomada (252)


embaixo da cabina. Libere o freio de estacionamento.
• Funcione o motor diesel e leia no manômetro a pressão
máxima na qual a bomba pára de carregar o sistema
dos freios. A leitura deverá ser aproximadamente 18
MPa. 238

CUIDADO: Nunca desligue qualquer conexão de

–UN–08MAY02
mangueira do sistema de frenagem antes que
toda a pressão tenha sido aliviada dos
acumuladores de pressão. 242

T154671
Quando o motor diesel está desligado, a
pressão do sistema poderá ser aliviada
bombeando-se o pedal cerca de 100 vezes.

264

–UN–08MAY02
252

T154674
209
AK12300,00000C5 –54–17OCT01–1/1

5-5-5 081202
PN=165
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico
Esquema Hidráulico

–UN–09APR02
T153775

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–1/12

5-6-1 081202
PN=166
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

Hidráulica da Grua

Pos Descrição
101 Cilindro hidráulico, freio torcional
102 Cilindro hidráulico, inclinação da grua
103 Cilindro hidráulico, giro da grua
104 Rotator
105 Cilindro hidráulico, telescópico
106 Cilindro hidráulico, levantamento do braço
107 Cilindro hidráulico, lança (paralelo)
108 Cilindro hidráulico, direção
109 Bloco da válvula principal de distribuição
110 Válvula de alı́vio, 25 MPa
111 Válvula Y65, freio torcional
112 Válvula de retenção
113 Tomada de pressão, pressão de levantamento
114 Tomada de pressão, pressão LS
115 Válvula de alı́vio, 23 MPa
116 Válvula Y485, rotator, modo flutuar
117 Válvula direcional, comando da grua
118 Tomada de pressão, contra-pressão
119 Tomada de pressão, amostra de óleo
120 Válvula de dupla retenção
121 Válvula da pressão piloto 3,5 MPa
122 Válvula de contra-pressão, 0,5 MPa
135 Tomada de pressão, DR (dreno)

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–2/12

5-6-2 081202
PN=167
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

–UN–09APR02
T153776

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–3/12

5-6-3 081202
PN=168
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

Hidráulica do implemento e controle do freio

Pos Descrição
200 Válvula Y33, bloqueio dos diferenciais
201 Válvula Y46, caixa alta
202 Válvula Y45, caixa baixa
203 Válvula Y39, eixo dianteiro, tração
204 Válvula Y41, freio de estacionamento
205 Tomada de pressão, pressão piloto
206 Válvula Y120, escadas
207 Cilindro hidráulico, escadas
208 Válvula de contra-balanço 4,2 MPa, escadas
209 Válvula Registro, cabeçote harvester
210 Cabeçote harvester
211 Válvula de retenção, cabeçote harvester
212 Orifı́cio, Ø 2 mm
213 Bujão
214 Válvula Y85, pressão constante, cabeçote harvester
215 Válvula de retenção
216 Bomba hidráulica do implemento, 28 MPa
217 Tomada de Pressão, pressão LS
218 Tomada de pressão, pressão do implemento
219 Válvula de dupla retenção
220 Válvula de dupla retenção
221 Filtro de ar, respiro do reservatório
222 Sensor de nı́vel, reservatório de óleo
223 Sensor de temperatura, óleo hidráulico
224 Sensor de pressão, filtros de retorno, 0,13 MPa
225 Válvula de retenção 0,2 MPa
226 Válvula de retenção 0,2 MPa
228 Filtro de retorno
229 Trocador de calor, hidráulica do implemento
230 Filtro de retorno

Continua na página seguinte

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–4/12

5-6-4 081202
PN=169
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

–UN–09APR02
T153776

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–5/12

5-6-5 081202
PN=170
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

Hidráulica do implemento e controle do freio

Pos Descrição
231 Válvula de retenção, 0,2 MPa
232 Válvula de retenção 0,2 Mpa
233 Válvula termostática Y80, arrefecimento óleo do implemento
234 Dreno do reservatório hidráulico
235 Reservatório hidráulico
236 Válvula, pressão de carregamento do freio
237 Válvula de alı́vio Y44 (na partida)
238 Regulador de pressão 14,5...16 MPa
239 Pressostato 10 MPa
240 Válvulas de retenção
241 Acumulador
242 Válvula Y41W, freio de serviço
243 Válvula, freios
244 Válvula, freios
245 Acumulador
246 Tomada de pressão, freios
247 Tomada de pressão, freios
248 Pressostato 0,3 MPa, indicador de freio aplicado
249 Pedal de freio
250 Cilindros do freio
251 Tomada de pressão, carregamento do freio
253 Orifı́cio, Ø 0,7 mm
255 Orifı́cio, Ø 1,5 mm
256 Válvula de alı́vio da pressão principal 30 MPa
257 Orifı́cio, Ø 0,6 mm
258 Válvula de retenção 0,05 MPa
259 Orifı́cio, Ø 2,5 mm
260 Bloco da válvula da pressão LS
261 Válvula de alı́vio 28 MPa
262 Válvula de alı́vio Y67, 0...28 MPa
263 Orifı́cio, Ø 0,7 mm
265 Tomada de pressão, pressão do implmento

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–6/12

5-6-6 081202
PN=171
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

–UN–09APR02
T153777

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–7/12

5-6-7 081202
PN=172
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

Hidráulica da Transmissão

Pos Descrição
303 Bomba hidráulica incluindo bomba de carga
304 Tomada de pressão, pressão de deslocamento
305 Tomada de pressão, pressão de deslocamento
307 Válvula direcional Y102 / Y103, deslocamento
308 Tomada de pressão, pressão da bomba de carga
309 Filtro da bomba de deslocamento
310 Válvula de alı́vio, pressão
311 Válvula de alı́vio, pressão do deslocamento
312 Válvula da pressão de carga 3,0 MPa
313 Pressostato, pressão de carga
314 Tomada de pressão
316 Motor hidráulico
317 Válvula, corte de pressão
318 Válvula Y48, motor hidráulico
319 Válvula de descarga
320 Válvula de alı́vio, pressão de descarga
322 Sensor de rotações do motor diesel, bomba
323 Sensor de velocidade, motor
324 Válvula, corte pressão de deslocamento, 45 MPa

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–8/12

5-6-8 081202
PN=173
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

–UN–09APR02
T153778

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–9/12

5-6-9 081202
PN=174
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

Hidráulica de nivelamento da cabina

Pos Descrição
401 Cilindro hidráulico, nivelamento da cabina
402 Cilindro hidráulico, nivelamento da cabina
403 Motor hidráulico, giro da cabina
404 Válvula de contra-balanço 21 MPa
406 Válvula de contra-balanço 21 MPa
408 Válvula de contra-balanço 5 MPa
409 Válvula direcional, nivelamento
410 Válvula da pressão piloto 3,5 MPa
411 Válvula, contra pressão 0,5 MPa
412 Tomada de pressão, pressão piloto
415 Tomada de pressão, pressão LS
416 Válvula de dupla retenção

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–10/12

5-6-10 081202
PN=175
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

–UN–09APR02
T153779

Continua na próxima página AK12300,000011F –54–20DEC01–11/12

5-6-11 081202
PN=176
Sistema Hidráulico — Esquema Hidráulico

Equipamento acessório

Pos Descrição
501 Filtro, linha de pressão
502 Indicador, filtro obstruı́do (pressostato)
503 Bomba de enchimento de óleo
505 Bomba de vácuo
506 Válvula elétrica, sistema de vácuo
507 Válvula proporcional
508 Válvula de retenção
509 Válvula de retenção
510 Válvula de retenção
511 Filtro fora de linha
512 Válvula de derivação (By-pass)
513 Válvula de restrição
514 Indicador de obstrução
521 Válvula piloto hidráulica, direção articulada
522 Válvula piloto mecânica, direção articulada
523 Extremidade da válvula piloto hidráulica
531 Bomba (ureia), tratamento do toco
532 Válvula, tratamento de toco
533 Válvula de controle de fluxo

AK12300,000011F –54–20DEC01–12/12

5-6-12 081202
PN=177
Sistema Elétrico
Baterias

• A máquina tém um sistema elétrico de negativo Repare quaisquer conectores frouxos ou quebrados e
ligado à massa. É equipada com duas baterias de cabos para evitar curto-circuitos. Limpe e proteja os
12 volts ligadas em série para fornecer 24 V e uma terminais das baterias, conforme necessário.
capacidade de 140 Ah.
• As baterias estão localizadas na seção dianteira do Quando aplicar carga rápida nas baterias, desligue os
chassi traseiro. cabos positivo e negativo.
• As baterias são carregadas por um alternador de
140 A e a corrente alternada resultante é convertida Ao desligar as baterias, sempre desligue o cabo terra
para corrente contı́nua por diodos retificadores. Os primeiro. Quando ligar as baterias, ligue o cabo terra
diodos retificadores são sensı́veis a qualquer por último.
abertura no circuito quando o alternador está
carregando. Não misture os terminais das baterias. Veja o
• Os seguintes equipamentos são ligados diretamente esquema elétrico para comparação.
às baterias:
– Sistema de combate a incêndios
CUIDADO: A Timberjack não assume
– Preaquecedor do motor e da cabina.
responsabilidade alguma por quaisquer
Todos os outros equipamentos são alimentados via
alterações feitas no sistema elétrico da
chave geral.
máquina, se as alterações não estiverem de
acordo com boletins de serviço. Existe o
IMPORTANTE: Nunca desligue o sistema
risco de que a função dos sistemas de
eletrônico quando a energia estiver
segurança da máquina fiquem totalmente
ligada.
inoperantes.
Não desligue os cabos das baterias enquanto o motor
estiver funcionando. Uma conexão incorreta pode
danificar seriamente o alternador.

AK12300,00000C6 –54–19OCT01–1/1

6-1-1 081202
PN=178
Sistema Elétrico

Uso de Baterias Auxiliares

CUIDADO: Se Você precisar de uma fonte


externa de alimentação para arrancar o motor
diesel, tenha cuidado para não curto-circuitar
as baterias ao manusear os cabos.
1
IMPORTANTE: Pode-se dar partida ao motor diesel
com uma fonte externa de potência de
capacidade abaixo de 140 A apenas,
por exemplo: outra máquina 2
semelhante ou baterias auxiliares.
Conecte os cabos das baterias
auxiliares antes de dar partida na

–UN–06FEB02
máquina inoperante.
3
IMPORTANTE: Desconecte os conectores do CDM (1,
2, 3) antes de usar a fonte externa

T151045
para arrancar o motor diesel.
Reconecte o CDM após remover os
cabos auxiliares, acple o conector de
potência (3) por último.

IMPORTANTE: Uma fonte externa de potência acima


de 140 A , por exemplo: um booster,
apenas pode ser usado quando se
aplica carga rápida nas baterias. Neste
caso, desconecte os dois cabos entre
a máquina e as baterias. Pode-se dar
partida na máquina após a fonte
auxiliar ter sido desconectada.

Primeiro, conecte o cabo auxiliar positivo, vindo de uma


fonte de potência de 24-volts, ao cabo positivo da
máquina que se quer arrancar, e então conecte o cabo
auxiliar negativo na fonte de potência e a outra
extremidade ao cabo negativo ou chassi da máquina que
se quer arrancar. Tenha em mente esta seqüência de
ligações quando usar baterias auxiliares porque uma
bateria carregada é mais sensı́vel a faı́scas. Desconecte
os cabos na ordem inversa, começando pelo
desligamento do cabo negativo da máquina que se quer
funcionar.

AK12300,00000C7 –54–19OCT01–1/1

6-1-2 081202
PN=179
Sistema Elétrico

Chave Geral e Fusı́veis

–UN–28MAY02
T154247
A chave geral (1) está localizada na dianteira do está localizado na parte traseira do painel da chave
chassi traseiro, na estrutura da grade do radiador (na geral. Os fusı́veis do painel de chaves (2) estão
esquerda). Os fusı́veis principais podem ser localizados sob o capô traseiro (na esquerda).
encontrados acima da chave geral. O fusı́vel de 150A

Continua na próxima página AK12300,00000C9 –54–19OCT01–1/2

6-1-3 081202
PN=180
Sistema Elétrico

Pos No Amp Função


CUIDADO: Antes de substituir os fusı́veis
1 F2 150 Chave geral
principais desligue, do chassi, o cabo
F2D 50 Fusı́vel principal negativo da bateria.
F2E 50 Fusı́vel principal
F15 15 Levantamento do capô do
motor
F16 10 Luzes de serviço
2 F3 10 Sistema de combate a
incêndios
F4 10 Preaquecedor do motor
F5 15 Preaquecedor do motor
F6 15 Preaquecedor do motor
F7 3 Indicador de carga da bateria
F8 Não usado
F9 10 Sistema de combate a
incêndios
F10 25 Bomba de enchimento, óleo
hidráulico
F11 10 Soquete
F12 Não usado
F13 10 Alimentação, ECU
F14 20 Bomba de enchimento,
combustı́vel

AK12300,00000C9 –54–19OCT01–2/2

Fusı́veis da Cabina

A caixa de fusı́veis (1) para a alimentação de energia da


cabina está localizada embaixo da cabina (frente, na
direita).

–UN–19APR02
No Amp Função
F2A 50 Fusı́vel, cabina
F2B 50 Fusı́vel, cabina
F2C 50 Fusı́vel, cabina

T154249

AK12300,000005E –54–01MAR02–1/1

6-1-4 081202
PN=181
Sistema Elétrico

Caixa de Fusı́veis F1

–UN–19APR02
T154244
Continua na próxima página AK12300,00000CA –54–19OCT01–1/2

6-1-5 081202
PN=182
Sistema Elétrico

Fusı́vel Amp Função (*) se equipado


F1-1 30 Fusı́vel principal, chave de partida
F1-2 5 Iluminação interior Relé Função
F1-E1 Condicionador de ar
F1-3 10 chaves
F1-4 10 HHM F1-E2 Parada do motor diesel

F1-5 15 Condicionador de ar F1-E3 Rearme da chave da porta

F1-6 10 Indicadores de direção, luzes do F1-E4 Rearme do HHM


freio F1-E5 Faróis de trabalho
F1-7 10 Soquete 24V F1-E6 Lavador das janelas
F1-8 5 Display F1-E7 Lavador das janelas
F1-9 10 Chaves F1-E8 Lavador das janelas
F1-10 20 Compressor, banco F1-E9 Display
F1-11 - Não usado F1-E10 Compressor, banco
F1-12 20 Tratamento de toco (*)
F1-13 - Não usado
F1-14 - Diodo V23
F1-15 5 Bomba de vácuo
F1-16 3 Display
F1-17 - Não usado
F1-18 10 Conversor
F1-19 - Não usado
F1-20 - Não usado
F1-21 - Não usado
F1-22 - Não usado
F1-23 - Não usado
F1-24 5 Lubrificação da serra (*)
F1-25 - Não usado
F1-26 - Não usado
F1-27 - Não usado
F1-28 - Diodo V6

AK12300,00000CA –54–19OCT01–2/2

6-1-6 081202
PN=183
Sistema Elétrico

Caixa de Fusı́veis F2

–UN–19APR02
T154245
Continua na próxima página AK12300,00000CB –54–19OCT01–1/2

6-1-7 081202
PN=184
Sistema Elétrico

Fusı́vel Amp Função Relé Função


F2-1 3 Condicionador de ar F2-E1 Limpador intermitente
F2-2 7,5 Aquecedor do banco F2-E2 Limpador intermitente
F2-3 10 Parada de emergência F2-E3 Limpador intermitente
F2-4 5 Válvula de alı́vio F2-E4 Faróis de trabalho
F2-5 5 Luzes de controle F2-E5 Faróis de trabalho
F2-6 5 Limpador do pára-brisa F2-E6 Faróis de trabalho
F2-7 10 Motores dos limpadores F2-E7 Faróis de trabalho
F2-8 3 Sensor, escadas F2-E8 Faróis de trabalho
F2-9 3 Temporizador da iluminação F2-E9 Faróis de trabalho
F2-10 3 Luz traseira, esquerda F2-E10 Faróis de trabalho, grua
F2-11 3 Luz traseira, direita
F2-12 3 Luzes de posição, esquerda
F2-13 3 Luzes de posição, direita
F2-14 5 Cadeira
F2-15 15 Faróis de trabalho, grua
F2-16 15 Faróis de trabalho
F2-17 5 Faróis de trabalho, controle
F2-18 15 Faróis de trabalho
F2-19 15 Faróis de trabalho
F2-20 15 Faróis de trabalho
F2-21 15 Faróis de trabalho
F2-22 15 Faróis de trabalho
F2-23 15 Faróis de trabalho
F2-24 15 Faróis de trabalho
F2-25 10 Faróis de tráfego
F2-26 15 Luzes de posição
F2-27 - Não usado
F2-28 - Diodo V3

AK12300,00000CB –54–19OCT01–2/2

6-1-8 081202
PN=185
Sistema Elétrico — Sensores
Motor

–UN–16APR02
T154129

A—Chicote da fiação dos D—Pressão no coletor de F—Sensor da temperatura do I—Sensor de


injetores eletrônicos combustı́vel B09 lı́quido arrefecedor B03 água-no-combustı́vel B05
B—Sensor de temperatura do E—Conectores de controle da G—Sensor de eventos da J—Sensor da posição de
combustı́vel B02 bomba de combustı́vel Y01 bomba de combustı́vel B07 partida B08
C—Sensor da temperatura do e Y02 H—Sensor de pressão do óleo
ar no coletor B06 lubrificante B01

AK12300,00000CD –54–19OCT01–1/1

6-2-1 081202
PN=186
Sistema Elétrico — Sensores

Reservatório Hidráulico

1. Sensor do nı́vel de óleo hidráulico B22


O sensor dispara o alerta se o nı́vel do óleo hidrúlico
cair abaixo do limite aceitável.
2. Sensor da temperatura do óleo hidráulico B23
O sensor dispara o alerta se a temperatura do óleo
hidráulico exceder o limite aceitável.
3. Sensor de pressão do filtro de retorno B19
O sensor dispara o alerta se os filtros do óleo
hidráulico se obstruı́rem.

–UN–16APR02
T154120
AK12300,00000CE –54–19OCT01–1/1

Transmissão

1. Sensor de velocidades do motor hidráulico B28


Envia sinais para cálculo da velocidade e distância
percorrida e controla a função do freio de serviço.
2. Sensor da pressão de carga hidrostática B27
Envia sinal da pressão de alimentação da bomba para
o TMC. O TMC dispara um alerta se a pressão cair
abaixo de 1,5 MPa.
3. Sensor da caixa alta/caixa baixa S91/S92
Indica qual velocidade está selecionada. Essa
informação é exibida na tela do TMC . –UN–15MAY02
T154250

AK12300,00000CF –54–19OCT01–1/1

6-2-2 081202
PN=187
Sistema Elétrico — Sensores

Sistema de Frenagem

1. Sensor de nı́vel do fluido do freio S32


O sensor dispara um alerta se o nı́vel do fluido do freio
cair abaixo do limite aceitável.
2. Sensor da pressão do freio B35
O sensor dispara um alerta se a pressão do freio cair
abaixo de 10 MPa. O sensor está na válvula do freio.
A válvula do freio está localizada sob a cabina atrás
da placa da tampa dianteira.

–UN–16APR02
T154128
AK12300,00000D0 –54–19OCT01–1/1

Sistema de Combustı́vel

Sensor de nı́vel do combustı́vel R2

O sensor de nı́vel do combustı́vel está localizado na


seção esquerda do tanque de combustı́vel.

–UN–07MAY02
T154122

AK12300,00000D1 –54–19OCT01–1/1

6-2-3 081202
PN=188
Sistema Elétrico — Sensores

Sensores de Posição

1. Sensor de posição, articulação central B26.1


2. Sensores de posição da grua, (braço B26.2, lança
B26.3)
Os sensores controlam o amortecimento

–UN–19APR02
de-fim-de-curso. A velocidade da função é diminuı́da
quando o sensor é ativado. A lentidão da velocidade
da função pode ser ajustada no TMC. O afastamento
do sensor é de 2...4 mm.

T154251
3. Sensor de posição, escadas B40
O TMC dispara um alerta se o sensor não for ativado
(escadas abaixadas) ao ser iniciado o deslocamento
em caixa baixa.

–UN–16APR02
T154121
–UN–07MAY02
T154628

AK12300,00000D2 –54–19OCT01–1/1

6-2-4 081202
PN=189
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico
Esquema Elétrico

–UN–13AUG01
T144438

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–1/40

6-3-1 081202
PN=190
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

Explanações sobre os esquemas elétricos

1. 2. 3. 4. 5.
Coluna e linha de Linhas duplas, condutor Relé K7 Referência, localize Terminal massa, conector
localização na placa de circuito coluna 608 E (página 6; X3 pino 3
impresso coluna 608; linha E)
6. 7. 8. 9. 10.
Fusı́vel 25, 10A Conector X16 pino 9 Número do circuito 65+ S9 no retângulo, Circuito simples, fio
componente não instalado
em todas as máquinas
11. 12. 13.
Válvula solenóide Y65 Chassi da máquina Sı́mbolo da operação

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–2/40

6-3-2 081202
PN=191
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153785

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–3/40

6-3-3 081202
PN=192
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 1/14

Pos Descrição Esquema Localização


F1-1 Fusı́vel principal, chave de partida 115G Caixa de distribuição F1
F2 Fusı́vel, 150A 100I Chave geral
F2-1 Fusı́vel, temporizador, controles do CA 116G Caixa de distribuição F2
F2-3 Fusı́vel, parada de emergência 113G Caixa de distribuição F2
F2-4 Fusı́vel, válvula de alı́vio 119G Caixa de distribuição F2
F2A Fusı́vel principal, 50A 102B Caixa de distribuição, embaixo da
cabina
F2B Fusı́vel principal, 50A 102D Caixa de distribuição, embaixo da
cabina
F2C Fusı́vel principal, 50A 102E Caixa de distribuição, embaixo da
cabina
F2D Fusı́vel principal, 50A 102F Chave geral
F2E Fusı́vel principal, 50A 102G Chave geral
F7 Fusı́vel, lâmpada controle carga 105H Painel de chaves
F8 Fusı́vel, não usado 105H Painel de chaves
F11 Fusı́vel, soquete 24V 108H Painel de chaves
F12 Fusı́vel, não usado 107H Painel de chaves
F13 Fusı́vel, alimentação do ECU 106H Painel de chaves
F15 Fusı́vel, levantamento capô do motor 109H Chave geral
F1-E2 Relé, parada de emergência 114T Caixa de distribuição F1
G1 Alternador, 140A 28V 105U Motor diesel
G2 Bateria, 24V 140Ah 100R Chassi traseiro
J4 Conector 101D Caixa de distribuição, embaixo da
cabina
J7 Conector 103J Motor diesel
K3 Relé, motor de arranque 102Q Motor diesel
M1 Motor de arranque 102U Motor diesel
M12 Motor do atuador elétrico do capô 109U Chassi traseiro
S1 Chave geral 101M Chassi traseiro
S2 Chave de partida 114K Painel de instrumentos
S12 Chave, levantamento capô do motor 109M Chave geral
V2 Diodo 114J Painel de instrumentos
X1 Conector 7 pinos 103B Piso da cabina

continua na página seguinte

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–4/40

6-3-4 081202
PN=193
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153785

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–5/40

6-3-5 081202
PN=194
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 1/14

Pos Descrição Esquema Localização


X1B Soquete, 24V 108R Painel de chaves
X2 Conector 37 pinos 111J piso da cabina
X41 Conector 37 pinos 119L Piso da cabina
X57 Conector 2 pinos 111Q Válvula do combustı́vel
X58 Conector 2 pinos 109Q Chassi traseiro
X64 Conector 3 pinos 107R Chassi traseiro
XF1 Conector 31 pinos 119N Chassi dianteiro
XR1 Conector 31 pinos 113P Chassi traseiro
Y44 Válvula de alı́vio (na partida) 117T Front frame
Y55A Válvula, combustı́vel 111T Chassi traseiro

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–6/40

6-3-6 081202
PN=195
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153786

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–7/40

6-3-7 081202
PN=196
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 2/14

Pos Descrição Esquema Localização


A4 Rádio 214Q Teto da cabina
A5 Alto-falante 214U Teto da cabina
B29 Conversor, 24/12V 214G Cabina
B30 Conversor, 24/12V 218G Cabina
E54 Acendedor de cigarros 212M Painel de instrumentos
F1-7 Fusı́vel, soquete 24V, 10A 209E Caixa de distribuição F1
F1-10 Fusı́vel, compressor 207E Caixa de distribuição F1
F1-11 Fusı́vel, não usado 208E Caixa de distribuição F1
F1-18 Fusı́vel, conversor 218E Caixa de distribuição F1
F2-2 Fusı́vel, aquecedor do banco 211E Caixa de distribuição F2
F2-5 Fusı́vel, luzes de controle 205E Caixa de distribuição F2
F2-14 Fusı́vel, banco 207E Caixa de distribuição F2
F1-E10 Relé, compressor, banco 207S Caixa de distribuição F1
H1 luz de controle, alternador 205J Painel de instrumentos
H5.1 Luz de controle, indicadores de direção 201J Painel de instrumentos
H5.2 Luz de controle, indicadores de direção, trailer 206J Painel de instrumentos
H18 Luz de controle, freio estacionamento 200J Painel de instrumentos
H19 Luz de controle, pressão do freio 202J Painel de instrumentos
K20 Relé, rádio 214K Cabina
P2 Relógio 205R Cabina
R16 Resistor, 100 Ω, 25W 203M Luzes de controle
S32 Sensor de nı́vel, fluido do freio 202S Caixa de distribuição
V3 Diodo 205N Caixa de distribuição
V22 Diodo 214I Conversor
V24 Diodo 218I Conversor
X2 Conector 37 pinos 204F Luzes de controle
X7 Conector 9 pinos 216O Cabina
X30 Conector 8 pinos 200I Luzes de controle
X31 Conector 8 pinos 204I Luzes de controle
X39 Conector 2 pinos , impressora 219N Cabina

continua na página seguinte

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–8/40

6-3-8 081202
PN=197
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153786

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–9/40

6-3-9 081202
PN=198
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 2/14

Pos Descrição Esquema Localização


X41 Conector 37 pinos 203Q Piso da cabina
X42 Soquete 8 pinos, 12V, rádio 214P Teto da cabina
X42.1 Conector 8 pinos 214S Rádio
X43 Soquete 2 pinos, 12V 216I Teto da cabina
X45 Soquete 2 pinos, 24V, aquecedor do banco 211P Banco
X51 Soquete 2 pinos, 24V 210P Cabina
X51.1 Soquete 2 pinos, 24V 209P Banco
X54.1 Conector 2 pinos 208N Banco
X54.2 Conector 2 pinos 208O Banco
X56 Conector 2 pinos, GPS 217N Cabina

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–10/40

6-3-10 081202
PN=199
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153787

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–11/40

6-3-11 081202
PN=200
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 3/14

Pos Descrição Esquema Localização


F2-6 Fusı́vel, limpador da janela 310C Caixa de distribuição F2
F2-7 Fusı́vel, motores dos limpadores das janelas 311C Caixa de distribuição F2
F1-E6 Relé, lavador da janela 315K Caixa de distribuição F1
F1-E7 Relé, lavador da janela 318K Caixa de distribuição F1
F1-E8 Relé, lavador da janela 316K Caixa de distribuição F1
F2-E1 Relé, limpador intermitente 307Q Caixa de distribuição F2
F2-E2 Relé, limpador intermitente 301Q Caixa de distribuição F2
F2-E3 Relé, limpador intermitente 304Q Caixa de distribuição F2
M4.1 Lavador, janela 318U Cabina
M4.2 Lavador, janela 317U Cabina
M4.3 Lavador, janela 316U Cabina
M4.4 Lavador, janela 313U Cabina
M5.1 Limpador, pára-brisa 302U Cabina
M5.2 Limpador, janela direita 305U Cabina
M5.3 Lavador, janela esquerda 308U Cabina
M5.4 Limpador, janela traseira 310U Cabina
R18 Resistor PTC 314I Bomba do lavador
R19 Resistor PTC 314H Bomba do lavador
R20 Resistor PTC 313G Bomba do lavador
S10.1 Chave, limpador do pára-brisa 300I Painel de instrumentos
S10.2 Chave, limpador lado direito 303I Painel de instrumentos
S10.3 Chave, limpador lado esquerdo 306I Painel de instrumentos
S10.4 Chave, limpador traseiro 312I Painel de instrumentos
S10.6 Chave, lavagem automática 318G Painel de instrumentos
X7 Conector 9 pinos 312O Cabina
X46 Conector 301U Motor do limpador
X47 Conector 304U Motor do limpador
X48 Conector 307U Motor do limpador
X49 Conector 311U Motor do limpador
X50 Conector 310V Motor do limpador
X53 Conector 12 pinos 300M Cabina

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–12/40

6-3-12 081202
PN=201
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153788

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–13/40

6-3-13 081202
PN=202
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 4/14

Pos Descrição Esquema Localização


E40 Faróis de trabalho, traseiros 404S Teto da cabina
E41 Faróis de trabalho, esquerdos 405S Teto da cabina
E42 Faróis de trabalho, dianteiros 406S Teto da cabina
E43 Faróis de trabalho, dianteiros 407S Teto da cabina
E44 Faróis de trabalho, lado direito 408S Teto da cabina
E45 Faróis de trabalho, traseiros 409S Teto da cabina
E46 Faróis de trabalho, esquerda 410S Teto da cabina
E47 Faróis de trabalho, dianteira 411S Teto da cabina
E48 Faróis de trabalho, dianteira 412S Teto da cabina
E49 Faróis de trabalho, direita 413S Teto da cabina
E50 Faróis de trabalho, esquerda 416S Teto da cabina
E51 Faróis de trabalho, dianteira 415S Teto da cabina
E52 Faróis de trabalho, dianteira 414S Teto da cabina
E53 Faróis de trabalho, direita 418S Teto da cabina
E55 Luzes de serviço 419L Caixa de distribuição
E66.1 Faróis de trabalho, grua 401S Grua
E66.2 Faróis de trabalho, grua 402S Grua
E68.1 Faróis de trabalho , grua 403S Grua
E68.2 Faróis de trabalho, grua 403S Grua
F2-15 Fusı́vel, faróis de trabalho, grua 403F Caixa de distribuição F2
F2-16 Fusı́vel, faróis de trabalho 401F Caixa de distribuição F2
F2-17 Fusı́vel, controle faróis de trabalho 416F Caixa de distribuição F2
F2-18 Fusı́vel, faróis de trabalho 405F Caixa de distribuição F2
F2-19 Fusı́vel, faróis de trabalho 407F Caixa de distribuição F2
F2-20 Fusı́vel, faróis de trabalho 409F Caixa de distribuição F2
F2-21 Fusı́vel, faróis de trabalho 411F Caixa de distribuição F2
F2-22 Fusı́vel, faróis de trabalho 413F Caixa de distribuição F2
F2-23 Fusı́vel, faróis de trabalho 415F Caixa de distribuição F2
F2-24 Fusı́vel, faróis de trabalho 418F Caixa de distribuição F2
F1-E5 Relé, faróis de trabalho 400L Caixa de distribuição F1
F2-E4 Relé, faróis de trabalho 408L Caixa de distribuição F2
F2-E5 Relé, faróis de trabalho 410L Caixa de distribuição F2
F2-E6 Relé, faróis de trabalho 404L Caixa de distribuição F2
F2-E7 Relé, faróis de trabalho 406L Caixa de distribuição F2

continua na página seguinte

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–14/40

6-3-14 081202
PN=203
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153788

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–15/40

6-3-15 081202
PN=204
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 4/14

Pos Descrição Esquema Localização


F2-E8 Relé, faróis de trabalho 412L Caixa de distribuição F2
F2-E9 Relé, faróis de trabalho 414L Caixa de distribuição F2
F2-E10 Relé, faróis de trabalho, grua 402L Caixa de distribuição F2
S67 Chave, faróis de trabalho, grua 401I Painel de instrumentos
S68 Chave, faróis de trabalho 404I Painel de instrumentos
S69 Chave, faróis de trabalho 416I Painel de instrumentos
S73 Chave, faróis de trabalho 416L Painel de instrumentos
X35 Conector 4 pinos 400O Cabina
X41 Conector 37 pinos 401N Piso da cabina
X53 Conector 12 pinos 416O Cabina
X67 Conector 2 pinos 416Q Frente da cabina
X68 Conector 2 pinos 416Q Frente da cabina
X71 Conector 4 pinos 401Q Chassi dianteiro
X76 Conector 4 pinos 405O Teto da cabina
X77 Conector 4 pinos 413O Teto da cabina

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–16/40

6-3-16 081202
PN=205
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153789

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–17/40

6-3-17 081202
PN=206
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 5/14

Pos Descrição Esquema Localização


B3 Buzina 508Q Sob a cabina
E3 Iluminação interna 510J Cabina
E11 Luzes de posição, esquerda 513U Chassi dianteiro
E12 Farol traseiro, esquerdo 512U Chassi traseiro
E13 Luz de posição, direita 514U Chassi dianteiro
E14 Luz traseira, direita 513U Chassi traseiro
E15 Luz alta/baixa, esquerda 515T Frente da cabina
E16 Luz alta/baixa, esquerda 516T Frente da cabina
E75 Luz de serviço 517T Sob o capô
E76 Luz de serviço 518T Sob o capô
F1-2 Fusı́vel, luz interna 510E Caixa de distribuição F1
F1-6 Fusı́vel, pisca-alerta, luz do freio 501E Caixa de distribuição F1
F2-9 Fusı́vel, lâmpada, temporizador do preaquecedor 511E Caixa de distribuição F2
F2-10 Fusı́vel, farol traseiro, esquerdo 512E Caixa de distribuição F2
F2-11 Fusı́vel, farol traseiro, direito 512E Caixa de distribuição F2
F2-12 Fusı́vel, luz de posição, esquerda 513E Caixa de distribuição F2
F2-13 Fusı́vel, luz de posição, direita 514E Caixa de distribuição F2
F2-25 Fusı́vel, faróis de tráfego 516E Caixa de distribuição F2
F2-26 Fusı́vel, luz de posição 516E Caixa de distribuição F2
F16 Fusı́vel, luzes de serviço 518E Chave geral
H6 Luz do pisca alerta, dianteira esquerda 504U Chassi dianteiro
H7 Luz do pisca alerta, traseira esquerda 503U Chassi traseiro
H8 Luz do pisca alerta, dianteira direita 505U Chassi dianteiro
H9 Luz do pisca alerta, traseira direita 503U Chassi traseiro
H10 Luz do freio, esquerda 506U Chassi traseiro
H11 Luz do freio, direita 507U Chassi traseiro
K4 Relé do pisca alerta 501I Caixa de distribuição
S13 Chave, buzina 508J Painel de instrumentos
S14 Chave, pisca alerta 501N Painel de instrumentos
S15 Chave, indicadores de direção 504J Painel de instrumentos
S16 Chave, luz do freio 506J Bloco do freio
S18 Chave, luzes 516L Painel de instrumentos

continua na página seguinte

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–18/40

6-3-18 081202
PN=207
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153789

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–19/40

6-3-19 081202
PN=208
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 5/14

Pos Descrição Esquema Localização


S24 Chave, porta esquerda 510P Cabina
S24A Chave, porta direita 510T Cabina
S75 Chave, luzes de serviço 518L Chave geral
V27 Diodo 502K S14
V28 Diodo 502L S14
X2 Conector 37 pinos 503Q Piso da cabina
X7 Conector 4 pinos 510G Forro da cabina
X9 Saı́da para o reboque 503S Chassi traseiro
X37 Saida para o reboque 505O Parede da cabina, dianteira
X38 Saida para o reboque 505O Parede da cabina, dianteira
X41 Conector 37 pinos 506H Piso da cabina
X49 Conector 9 pino 508L Chassi dianteiro
X53 Conector 12 pinos 513L Cabina
XF1 Conector 37 pinos 506L Chassi dianteiro
XR1 Conector 37 pinos 506Q Chassi traseiro

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–20/40

6-3-20 081202
PN=209
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153790

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–21/40

6-3-21 081202
PN=210
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 6/14

Pos Descrição Esquema Localização


A15 Unidade central, sistema de combate a incêndios 605D Forro da cabina
A16 Gerador de gás 613M Compartimento do motor
B4 Buzina, alerta de incêndio 615Q Reservatório hidráulico
B15/1-6 Detector de calor 610U Compartimento do motor
B32 Sensor de nı́vel do fluı́do do freio 612O Compartimento do motor
F3 Fusı́vel, sistema de combate a incêndios 601C Painel de chaves
F9 Fusı́vel, sistema de combate a incêndios 600C Painel de chaves
H22 Lâmpada de alerta, sistema de combate a incêndios 610G Forro da cabina
R10 Resistor, controle do sistema hidrostático 615T B15/6
R11 Resistor 10 Ω 611L Gerador de gás
X15 Caixa de ligações 605M Reservatório hidráulico

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–22/40

6-3-22 081202
PN=211
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153791

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–23/40

6-3-23 081202
PN=212
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 7/14

Pos Descrição Esquema Localização


B36 Sensor de pressão, transmissão Alta/baixa 710T Compartimento do motor
B42 Regulador da temperatura do ar 716I Cabina, parede traseira
F1-5 Fusı́vel, condicionador de ar 702C Caixa de distribuição F1
F1-16 Fusı́vel, display 701C Caixa de distribuição F1
F4 Fusı́vel, preaquecedor do motor 702C Painel de chaves
F5 Fusı́vel, preaquecedor do motor 703C Painel de chaves
F6 Fusı́vel, preaquecedor do motor 703C Painel de chaves
F1-E1 Relé, condicionador de ar 701T Caixa de distribuição F1
F1-E9 Relé, display 700J Caixa de distribuição F1
K22 Relé, condicionador de ar 704J Painel de chaves
M2 Condicionador de ar 711H Parede da cabina, traseira
M15 Motor, preaquecedor do motor diesel 703S Compartimento do motor
M18 Compressor, condicionador de ar 711T Compartimento do motor diesel
P7 Temporizador, preaquecedor 706S Cabina
R21 Regulador de Temperatura 714T Painel de instrumentos
S8/1 Liga/desliga, condicionador de ar 708J Painel de instrumentos
S8/2 Ventilador, 3 velocidades 705F Painel de instrumentos
V9 Diodo 715F B42
V10 Diodo 716F B42
X2 Conector 37 pinos 700C Piso da cabina
X4 Conector 9 pinos 703P Compartimento do motor
X24 Conector 8 pinos 711F Pareda da cabina, traseira
X54 Conector 2 pinos 719S Embaixo da cabina
XR1 Conector 37 pinos 700F Chassi traseiro
Y97 Válvula, circulação de água, aquecimento 719T Cabina

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–24/40

6-3-24 081202
PN=213
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153792

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–25/40

6-3-25 081202
PN=214
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 8/14

Pos Descrição Esquema Localização


F1-12 Fusı́vel, bomba de enchimento, tratamento de tocos 813D Caixa de distribuição F1
F1-15 Fusı́vel, bomba de vácuo 818D Caixa de distribuição F1
F1-24 Fusı́vel, lubrificação da serra 815D Caixa de distribuição F1
F10 Fusı́vel, bomba de enchimento, óleo hidráulico 802D Painel de chaves
F14 Fusı́vel, bomba de enchimento, combustı́vel 804D Painel de chaves
K7 Relé, lubrificação da serra (*) 815H Cabina
K19 Relé, bomba injetora de combustı́vel (*) 811O Chassi traseiro
K59 Relé, bomba de enchimento _(*) 804K Painel de chaves
M16 Bomba de enchimento, óleo hidráulico (*) 802R Chassi traseiro
M17 Bomba de vácuo, reservatório hidráulico (*) 818Q Chassi traseiro
M20 Bomba de enchimento, tratamento de tocos (*) 813R
M21 Bomba de enchimento, combustı́vel (*) 806M
S21 Sensor de nı́vel, combustı́vel (*) 803S Tanque de combustı́vel
S52A Sensor de nı́vel, combustı́vel (*) 808Q Tanque de combustı́vel
S61B Chave, bomba de enchimento, combustı́vel (*) 808H Painel de chaves
S83 Chave, bomba de enchimento, óleo hidráulico (*) 801I Painel de chaves
S84 Chave, bomba de enchimento, combustı́vel 806O Bomba injetora de combustı́vel
S85 Chave, bomba de enchimento, tratamento de toco (*) 812H Cabina
S87 Chave, bomba de vácuo (*) 817H Painel de instrumentos
X2 Conector 37 pinos 818J Piso da cabina
X20 Conector 2 pinos, tratamento de toco 813O Chassi traseiro
X25 Conector 2 pinos 804F Chassi traseiro
X27 Conector 2 pinos 811R Bomba injetora de combustı́vel
X32 Conector 2 pinos 817O Chassi traseiro
X33 Conector 2 pinos 818M Chassi traseiro
X59 Conector 2 pinos 815E Cabina
X62 Conector 2 pinos 802F Chassi traseiro
X65 Conector 2 pinos 813E Caixa de distribuição
Y77 Válvula, bomba de vácuo 817R Compartimento do motor
Y159 Válvula, lubrificação da serra (*) 815R Frente da cabina

(*) se equipado

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–26/40

6-3-26 081202
PN=215
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153793

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–27/40

6-3-27 081202
PN=216
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 9/14

Pos Descrição Esquema Localização


A9 Módulo Hub, TMC 901P Caixa de distribuição
A11 Display, CDM 904H Cabina
B25 Pedal 912I Cabina
B40 Sensor, escadas 910K Degraus da escada
F1-3 Fusı́vel, chaves 914C Caixa de distribuição F1
F1-4 Fusı́vel, HHM 916C Caixa de distribuição F1
F1-8 Fusı́vel, display 901C Caixa de distribuição F1
F1-9 Fusı́vel, chaves 915C Caixa de distribuição F1
F1-17 Fusı́vel, não usado 913C Caixa de distribuição F1
F2-8 Fusı́vel, sensor, escadas 919C Caixa de distribuição F2
F1-E3 Relé, rearme das chaves 915K Caixa de distribuição F1
F1-E4 Relé, rearme do HHM 917K Caixa de distribuição F1
H15.1 Lâmpada de alerta 911U Forro da cabina
P4 Conector 9 pinos 907G Cabina
S35 Chave, display 901F Painel de instrumentos
S55 Chave, rotações de trabalho 916U Painel de instrumentos
S56 Parada de emergência 913E Painel de instrumentos
S57 Chave, controle da grua 910U Painel de instrumentos
S58 Chave, freio de estacionamento 907U Painel de instrumentos
S62 Chave, transmissão alta/baixa 915U Painel de instrumentos
S76 Chave, tração em todas as rodas 904U Painel de instrumentos
S78 Chave, freio torcional 913U Painel de instrumentos
V4 Diodo 906D Cabina
X2 Conector 37 pinos 907S Piso da cabina
X7 Conector 9 pinos 911S Forro da cabina
X22 Conector 2 pinos 906U Compartimento do motor
X23 Conector 6 pinos 912K Pedal
X41 Conector 37 pinos 910K Piso da cabina
X60 Conector 9 pinos 905C Cabina
X78 Conector 7 pinos 916M Caixa de distribuição
X80 Conector 6 pinos 908D Cabina
X549 Conector 2 pinos 902V Cabina

(*) se equipado

continua na página seguinte

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–28/40

6-3-28 081202
PN=217
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153793

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–29/40

6-3-29 081202
PN=218
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 9/14

Pos Descrição Esquema Localização


XC5 Conector 4 pinos 903H Cabina
XC11 Conector 6 pinos 906H Display
XC12 Conector 4 pinos 903H Display
XC13 Conector 9 pinos 904G Display
XD1 Conector 6 pinos 904J Display
XF1 Conector 31 pinos 917G Chassi dianteiro
XH1 Conector 6 pinos 904N TMC-Hub
XH2 Conector 6 pinos 902N TMC-Hub
XH3 Conector 6 pinos 906N TMC-Hub
XH4 Conector 23 pinos 901N TMC-Hub
XH5 Conector 6 pinos 908N TMC-Hub
XR1 Conector 31 pinos 906T Chassi traseiro
Y41 Válvula, freio de estacionamento 906X Compartimento do motor
Y549 Válvula, tratamento de toco (*) 901X Cabina

(*) se equipado

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–30/40

6-3-30 081202
PN=219
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153794

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–31/40

6-3-31 081202
PN=220
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 10/14

Pos Descrição Esquema Localização


A2 Painel de controle, direito 1019D Painel de controle, direito
A3 Painel de controle, esquerdo 1009D Painel de controle, esquerdo
A10 Módulo da cadeira, TMC 1000M Cabina
A18 Painel de controle, esquerdo 1000D Cabina
A19 Painel de controle, direito 1010D Cabina
B20 Alavanca da grua, esquerda 1006J Painel de controle, esquerdo
B21 Alavanca da grua, direita 1016J Painel de controle, direito
B37 Minialavanca, direção / inclinação coluna 1007J Painel de controle, esquerdo
H15.2 Bipador 1018T Cabina
S54.A Chave, seletora do deslocamento 1017J Painel de controle, direito
S81 Chave, escadas 1015S Painel de instrumentos
S93 Chave, nivelamento da cabina (*) 1011S Painel de instrumentos
X8 Conector 1006F Painel de controle, esquerdo
X10 Conector 1016F Painel de controle, direito
X12 Conector 1008E Painel de controle, esquerdo
X17 Conector 1000F Painel de controle, esquerdo
X18 Conector 1010F Painel de controle, direito
X19 Conector 1007F Painel de controle, esquerdo
X21 Conector 1017F Painel de controle, direito
X29 Conector 8 pinos 1011R Atrás da Cadeira
X34 Conector 1018D Painel de controle, direito
X41 Conector 37 pinos 1012S Piso da cabina
XC1 Conector 23 pinos 1014K Módulo da Cadeira
XC2 Conector 23 pinos 1004K Módulo da Cadeira
XC3 Conector 23 pinos 1000K Módulo da Cadeira
XC4 Conector 6 pinos 1000R Módulo da Cadeira
XF1 Conector 31 pinos 1012T Chassi dianteiro
Y120 Válvula, escadas 1012X Chassi dianteiro

(*) se equipado

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–32/40

6-3-32 081202
PN=221
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153795

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–33/40

6-3-33 081202
PN=222
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 11/14

Pos Descrição Esquema Localização


A7 Módulo de deslocamento, TMC 1100L Chassi traseiro
B10 Sensor de pressão, pressão filtro (*) 1113C Compartimento do motor
B19 Sensor de pressão, filtro do retorno 1111C Reservatório hidráulico
B22 Sensor de nı́vel, reservatório hidráulico 1110C Reservatório hidráulico
B23 Sensor de temperatura, óleo hidráulico 1115C Reservatório hidráulico
B26.1 Sensor, articulação central 1109C Articulação central
B27 Sensor de pressão, pressão da bomba de carga 1112C Compartimento do motor
B28 Tacômetro 1115U Motor hidráulico
B43 Bipador (*) 1116D Chassi traseiro
R2 Sensor de nı́vel de combustı́vel 1114V Tanque de combustı́vel
S91 Sensor, caixa alta 1118C Transmissão
S92 Sensor, caixa baixa 1118C Transmissão
X01 Resistor final 1100Y Chassi traseiro
X05 Conector 3 pinos 1102S Chassi traseiro
X36 Conector 2 pinos 1116F Chassi traseiro
XB10 Conector 2 pinos 1113F Chassi traseiro
XT1 Conector 23 pinos 1100K Módulo de deslocamento
XT2 Conector 23 pinos 1103K Módulo de deslocamento
XT3 Conector 23 pinos 1109K Módulo de deslocamento
XT4 Conector 6 pinos, CAN 1100O Módulo de deslocamento
Y33 Válvula solenóide, bloqueio do diferencial 1105C Compartimento do motor
Y39 Válvula solenóide, desligamento tração dianteira 1104C Compartimento do motor
Y45 Válvula solenóide, caixa baixa 1100C Compartimento do motor
Y46 Válvula solenóide, caixa alta 1102C Compartimento do motor
Y48 Válvula, motor hidráulico 1113U Chassi traseiro
Y67 Válvula, ajustagem da bomba do implemento 1119U Chassi traseiro
Y69 Válvula, ajustagem da bomba do implemento 1117U Chassi traseiro
Y102 Válvula solenóide, deslocamento avante 1110U Compartimento do motor
Y103 Válvula solenóide, deslocamento à ré 1111U Compartimento do motor

(*) se equipado

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–34/40

6-3-34 081202
PN=223
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153796

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–35/40

6-3-35 081202
PN=224
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 12/14

Pos Descrição Esquema Localização


A8 Módulo da grua, TMC 1200M Base da grua
B16 Sensor, nivelamento da grua (*) 1203D Grua
B26.2 Amortecedor da posição de parada, braço 1205D Grua
B26.3 Amortecedor da posição de parada, lança 1206D Grua
B35 Sensor, pressão do freio 1219U Embaixo da cabina
B168 Potenciômetro 1201F Chassi dianteiro
X90 Conector 3 pinos 1203G Chassi dianteiro
X168 Conector 3 pinos 1200G Chassi dianteiro
XE1 Conector 23 pinos 1214K Módulo da grua
XE2 Conector 23 pinos 1208K Módulo da grua
XE3 Conector 23 pinos 1200K Módulo da grua
XE4 Conector 6 pinos 1200Q Módulo da grua
Y41W Válvula solenóide, freio de serviço 1215F Embaixo da cabina
Y65 Freio torcional 1217F Chassi dianteiro
Y66L Válvula, direção, esquerda 1208F Chassi dianteiro
Y66R Válvula, direção, direita 1209F Chassi dianteiro
Y71 Válvula, queda da grua (*) 1206U Base da grua
Y85 Válvula, pressão de trabalho 1218F Embaixo da cabina
Y408 Válvula, rotator, antihorário 1217U Chassi dianteiro
Y409 Válvula, rotator, horário 1216U Chassi dianteiro
Y410 Válvula, inclinação da coluna atrás 1211F Chassi dianteiro
Y411 Válvula, inclinação da coluna para a frente 1212F Chassi dianteiro
Y418 Válvula, telescópico, estender 1214U Chassi dianteiro
Y419 Válvula, telescópico, recolher 1213U Chassi dianteiro
Y420 Válvula, braço, levantar 1207U Chassi dianteiro
Y421 Válvula, braço, baixar 1208U Chassi dianteiro
Y422 Válvula, paralelo fora 1210U Chassi dianteiro
Y423 Válvula, paralelo dentro 1211U Chassi dianteiro
Y424 Válvula, giro da grua, esquerda 1203U Chassi dianteiro
Y425 Válvula, giro da grua, direita 1204U Chassi dianteiro
Y485 Válvula, rotator, modo flutuar (*) 1214F Chassi dianteiro

(*) se equipado

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–36/40

6-3-36 081202
PN=225
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153797

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–37/40

6-3-37 081202
PN=226
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 13/14

Pos Descrição Esquema Localização


A27 Módulo da cabina 1300M Chassi dianteiro
B159 Clinômetro 1314C Embaixo da cabina
B160 Clinômetro 1312C Embaixo da cabina
B161 Potenciômetro, giro da cabina 1317D Embaixo da cabina
X161 Conector 3 pinos 1316E Embaixo da cabina
Y429 Válvula, posicionamento da cabina, cilindro esquerdo 1305S Chassi dianteiro
Y430 Válvula, posicionamento da cabina, cilindro esquerdo 1304S Chassi dianteiro
Y431 Válvula, posicionamento da cabina, cilindro direito 1307S Chassi dianteiro
Y432 Válvula, posicionamento da cabina, cilindro direito 1308S Chassi dianteiro
Y433 Válvula, giro da cabina, esquerda 1312S Chassi dianteiro
Y434 Válvula, giro da cabina, direito 1311S Chassi dianteiro

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–38/40

6-3-38 081202
PN=227
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

–UN–15APR02
T153798

Continua na próxima página AK12300,000011E –54–19DEC01–39/40

6-3-39 081202
PN=228
Sistema Elétrico — Esquema Elétrico

F618715 14/14

Pos Descrição Esquema Localização


A1 ECU 1404N Chassi traseiro
B01 Sensor de pressão de óleo 1410F Motor diesel
B02 Sensor de temperatura, combustı́vel 1411G Motor diesel
B03 Sensor de temperatura, lı́quido arrefecedor 1412G Motor diesel
B05 Sensor água-no-combustı́vel 1408T Motor diesel
B06 Sensor de temperatura, ar no coletor de admissão 1410T Motor diesel
B07 Sensor de eventos, bomba de combustı́vel 1414F Motor diesel
B08 Sensor, posição do virabrequim 1415F Motor diesel
B09 Sensor de pressão, linha de combustı́vel 1417F Motor diesel
C1 Válvula solenóide, injetor de combustı́vel 1413V Motor diesel
C2 Válvula solenóide, injetor de combustı́vel 1414V Motor diesel
C3 Válvula solenóide, injetor de combustı́vel 1415V Motor diesel
C4 Válvula solenóide, injetor de combustı́vel 1416V Motor diesel
C5 Válvula solenóide, injetor de combustı́vel 1417V Motor diesel
C6 Válvula solenóide, injetor de combustı́vel 1417V Motor diesel
R10 Resistor 1404U Chicote da fiação
W01 Conector 8 pinos 1412R Motor diesel
X04 Conector 3 pinos 1400Q Chassi traseiro
X06 Conector 15 pinos 1405L ECU
X07 Conector 15 pinos 1410L ECU
X10 Conector 3 pinos 1404T Chassi traseiro
Y01 Conector, válvula de controle da bomba de combustı́vel 1416F Motor diesel
Y02 Conector, válvula de controle da bomba de combustı́vel 1416F Motor diesel

AK12300,000011E –54–19DEC01–40/40

6-3-40 081202
PN=229
Transmissão
Operação da transmissão

–UN–11APR02
T153881
1—Motor diesel 6—Diferencial traseiro 9—Eixo propulsor, articulação 10—Diferencial dianteiro
2—Bomba do deslocamento 7—Engrenagens do cubo central - diferencial 11—Alojamento do Bogie
3—Motor de deslocamento 8—Eixo propulsor, dianteiro
4—Engrenagens Alta/baixa engrenagens alta/baixa -
5—Eixo propulsor, articulação central
engrenagens alta/baixa -
diferencial traseiro

A transmissão de potência do motor diesel para as engrenagens de alta e baixa. Á potência é transmitida
rodas é feita por um sistema hidrostático-mecânico. diretamente daqui para o diferencial traseiro, via eixos,
para as engrenagens do cubo e rodas traseiras. Ao
A parte hidráulica é um elo hidrostático entre o motor mesmo tempo, a potência é transmitida para o
e a caixa de transferência, consistindo de uma bomba diferencial dianteiro, por meio dos eixos, através da
e um motor hidráulico. Este arranjo permite o controle articulação central, para os alojamentos dos bogies do
infinitamente variável de velocidade e a reversão de eixo e rodas dianteiras.
sentido avante-ré.

O motor hidráulico, montado no eixo de entrada da


caixa de transferência, transmite potência para as

AK12300,00000D4 –54–19OCT01–1/1

6-4-1 081202
PN=230
Transmissão

Sistema Hidrostático

Os principais componentes do sistema são a bomba e o


motor hidráulicos. Esses componentes formam um circuito
fechado no qual o óleo que flui da bomba para o motor,
retorna do motor para a bomba. Tanto a bomba quanto o
motor são do tipo de pistões axiais, de deslocamento
variável.

O sentido de rotação do eixo da bomba é sempre o


mesmo. O deslocamento da bomba é regulado por uma
válvula solenóide proporcional, controlada eletricamente.
Este sistema altera o sentido e o volume de óleo gerado
pela bomba, o qual, por sua vez, muda o sentido de
rotação do motor (sentido do deslocamento e velocidade).
Além do controle pela válvula, o fluxo gerado pela bomba
também pode ser alterado ajustando-se as rotações do
motor diesel.

O sentido de rotação e velocidade do motor dependem da


direção e magnitude do fluxo gerado pela bomba.

O deslocamento do motor é ajustado pelo giro do eixo


enquanto o barril permanece inclinado.

Os ângulos da bomba e do motor são interdependentes.


Com a máquina parada, o ângulo da placa da bomba é
zero e o ângulo do motor é o máximo. Quando o ângulo
da bomba começa a aumentar, a máquina inicia seu
deslocamento. Quando o ângulo da bomba atinge seu
máximo, o ângulo do motor começa a diminuir. Em
velocidade máxima, o ângulo da bomba está em seu
máximo e o ângulo do motor em seu mı́nimo.

AK12300,00000D5 –54–19OCT01–1/1

6-4-2 081202
PN=231
Transmissão

Controle da Transmissão

O TMC controla eletricamente a transmissão


hidrostática:

• Para ajustar as rotações do motor diesel e os ângulos


da bomba e do motor conforme determinado pelo sinal
que chega do pedal do acelerador.
• O sistema de controle monitora as rotações do motor
diesel. Se as rotações do motor diminuirem como
resultado de carga adicional, o ângulo da bomba será
reduzido pelo sistema eletrônico. Em outras palavras, a
relação de engrenagens da transmissão de potência é
ajustada pelo sistema eletrônico o qual assegura que a
potência necessária para operar a máquina seja
sempre menor do que a potência gerada pelo motor.
• Quando a máquina pára, o freio de serviço é aplicado
automáticamente pelo sistema.

O controle da transmissão é parte do sistema TMC,


Controle Total da Máquina. (Para mais detalhes consulte
o Manual do Operador do TMC anexo).

AK12300,00000D6 –54–19OCT01–1/1

6-4-3 081202
PN=232
Transmissão

Freios

Os freios da máquina têm quatro funções diferentes:

Freios de deslocamento, estacionamento, serviço e


secundário.

Toda a ação de frenagem é feita por um mecânismo de


discos múltiplos, em banho de óleo, atuando sobre os
semi-eixos na saı́da do diferencial. O mecânismo de
frenagem consiste de dois conjuntos de discos múltiplos,
em banho de óleo, por eixo.

1. Freio do deslocamento
Aplicado via pedal na cabina o qual controla válvulas
permitindo a ação de frenagem hidráulica proporcional
nas rodas.
2. Freio de estacionamento (Freio secundário)
O freio de estacionamento é aplicado pela chave 27. A
frenagem é conseguida pela força de molas sobre os
discos, ié, não depende de pressão hidráulica no
modo de freio aplicado.
O freio de estacionamento será aplicado
automaticamente quando o motor diesel for desligado,
mas será liberado, também automaticamente, quando
o motor for religado. Neste modo existe o risco de que
a máquina poderá se mover sem controle; por este
motivo, é essencial que o freio de estacionamento seja
aplicado antes de se deixar a cabina.
O freio de estacionamento será automaticamente
aplicado no caso de parada do motor ou perda da
pressão hidráulica por alguma razão.
Conseqüentemente, o freio de estacionamento
também atua como freio secundário.
3. Freio de serviço
O freio de serviço é automático e é controlado pelo
TMC. É um sistema paralelo ao freio de
deslocamento, onde a aplicação é feita através de
válvula solenóide ao invés de pedal.

Continua na próxima página AK12300,00000D7 –54–19OCT01–1/2

6-4-4 081202
PN=233
Transmissão

–UN–11APR02
T153882

A—Freios de deslocamento e B—Freios de estacionamento


de serviço e secundário

AK12300,00000D7 –54–19OCT01–2/2

6-4-5 081202
PN=234
Grua
Descrição geral da grua

–UN–11APR02
T153872
1—Base 4—Cilindro do braço 7—Lança 9—Biela
2—Cilindros de giro 5—Cilindro da lança 8—Telescópico 10—Rotator
3—Coluna 6—Braço

AK12300,00000D8 –54–22OCT01–1/1

Precauções de Segurança na Operação

• Certifique-se de tenha recebido orientação suficiente • Observe os limites de carga dados no decalque da
sobre o uso da grua, uma vez que é o Operador o grua; não sobrecarregue o sistema.
principal responsável pela segurança na operação. • Não force os cilindros em suas posições extremas,
• Siga à risca todos os regulamentos sobre em alta velocidade.
segurança, estipulados por lei relativos à operação • Não use a grua para reboque.
deste equipamento. • Tome muito cuidado particularmente quando operar
• Antes de arrancar o motor diesel, certifique-se de a grua próximo da cabina.
que ninguém esteja no raio de ação da grua. • Tenha em mente a altura total da máquina.
• Assegure-se de que tem boa visibilidade da área de Aproxime-se com extrema cautela de áreas que
trabalho. tenham linhas de alta tensão.
• Se Você ainda está aprendendo a operar a grua, • Mantenha as distâncias de segurança requeridas
diminua a velocidade das funções da grua. entre a máquina e as linhas de força. Veja o grupo
• Fique atento à estabilidade da máquina durante a Segurança — Precauções na Operação/Evite Linhas
operação. de Alta Tensão
• Durante a operação não permita a presença de • Para transporte, a grua e o cabeçote harvester
ninguém dentro da cabina ou da zona de risco de devem ser presos adequadamente na posição
90 metros (300 pés). apropriada.
• É proibido usar a grua para o levantamento de • Não saia da cabina antes de apoiar a grua no solo
pessoas. com segurança.

AK12300,00000D9 –54–22OCT01–1/1

7-1-1 081202
PN=235
Grua

Instruções Gerais de Operação

1. Após a partida
Primeiro, opere a grua lenta e suavemente sem carga
para permitir o aquecimento da graxa e formação de
uma pelı́cula uniforme de lubrificante nas articulações
da grua.
2. Durante a operação:
• Observe os limites de carga dados no decalque da
grua. O peso do cabeçote harvester está incluı́do na
carga a ser levantada.
• Quando movimentar a carga máxima, tome muito
cuidado.
• Opere as alavancas de controle suavemente; evite
movimentos bruscos.
• Tome sempre muito cuidado quando o braço ou
lança e telescópico estiverem em suas posições
máximas.
• Fique atento à estabilidade da máquina.
Mantenha-se em alerta constante, particularmente
quando operar em terreno inclinado.
Se necessário, diminua as cargas ou aproxime mais
a máquina.
Quando Você notar que a máquina está quase para
tombar, recolha o telescópico e abaixe a carga
suavemente até o solo.
• É possı́vel exceder a capacidade de levantamento
da grua (a grua excede o alı́vio) se Você apanhar
uma carga junto da máquina e depois afastá-la.
Quando esta situação ocorrer, mova a carga para
mais perto da máquina recolhendo a lança ou o
telescópico. Isto é necessário porque, de outra
maneira, a potência do cilindro do braço não é
suficiente para manusear a carga.
• Tenha em mente a possı́vel operação do freio
torcional, caso a máquina seja movimentada durante
a operação da grua.
• Sempre que possı́vel recolha o telescópico antes de
processar uma árvore para evitar esforços
excessivos na lança.

Continua na próxima página AK12300,00000DA –54–22OCT01–1/2

7-1-2 081202
PN=236
Grua

3. Quando terminar a operação:


• Execute os movimentos finais sem carga.
• Quando transitar com a máquina, assegure-se de
que a grua não faça quaisquer movimentos bruscos.
Mantenha o cabeçote harvester próximo da máquina
durante o trânsito.

–UN–11APR02
• Nunca deixe a grua sem apoio, confiando apenas no
sistema hidráulico.
Prenda o cabeçote harvester por meio de correntes,
nos deslocamentos longos para outras áreas de

T153883
trabalho. Bloqueie a inclinação do cabeçote,
conforme necessário. Colque a grua na posição
mostrada na figura.
Posicione o cabeçote harvester no solo mesmo
durante paradas curtas, e sempre antes de deixar a
cabina.

AK12300,00000DA –54–22OCT01–2/2

Dados Técnicos

Capacidade de 178 kNm (131285 lb-pé)


levantamento, bruta
Torque do giro, bruto 43,6 kNm (32155 lbf.pé)
Ângulo de giro 220°
Ângulo de inclinação +30°...-15°

AK12300,00000DB –54–22OCT01–1/1

Tj 210 H 97
Alcance, máximo 9700 mm 31 pés 10 pol
Curso do telescópico 2270 mm 7 pés 5 pol
Peso, sem óleo 2580 kg 5688 lbs –UN–11APR02
T153884

AK12300,00000DD –54–22OCT01–1/1

7-1-3 081202
PN=237
Grua

Tj 210 H 115
Alcance, máximo 11500 mm 37 pés 9 pol
Curso do telescópico 3990 mm 13 pés 1 pol
Peso, sem óleo 2680 kg 5908 lbs
Massa máxima permitida 960 kg 2116 lbs

–UN–11APR02
T153885
AK12300,00000DD –54–22OCT01–1/1

Rotator AV12S
Peso 56 kg (123 lbs)
Torque de giro 2,1 kNm (1550 lbf.pé)
Ângulo de giro ilimitado (±180° com
cabeçote
harvester)

AK12300,00000DE –54–22OCT01–1/1

7-1-4 081202
PN=238
Equipamento — Condicionador de Ar
Condicionador de Ar

NOTA: O condicionador de ar deve ser mantido e


reparado somente por pessoal capacitado e
autorizado.

NOTA: O sistema condicionador de ar foi carregado com


gás refrigerante R 134a . Não use qualquer outro
tipo de gás refrigerante!

As especificações deste sistema condicionador de ar são


as seguintes:

Tipo do gás refrigerante R 134a


Volume da carga 950 g
Alta pressão 3,8 MPa
PAG SP 20 207 ml

AK12300,00000E0 –54–22OCT01–1/1

8-1-1 081202
PN=239
Equipamento — Condicionador de Ar

Perigo e Precauções

CUIDADO: O aquecimento do cilindro de gás


refrigerante implica num aumento de pressão e
perigo de explosão.

O gás é incolor, é mais pesado que o ar e se


espalha próximo do solo. O gás é asfixiante
sem indicação prévia.

Respingos do fluido pode provocar ferimentos


por congelamento na pele e danos sérios aos
olhos. Dissipa-se em contacto com o fogo,
liberando gases tóxicos.

Riscos à saúde

O fluido refrigerante espirrado está a uma temperatura


muito baixa e se gaseı́fica rapidamente.

Risco de incêndio e explosão

Não aqueça o conjunto filtro-secador-coletor acima de


50°C, porque a alta pressão do refrigerante pode causar
uma explosão.

Primeiros Socorros
Inalação Remova para área de ar fresco
Contato com a pele Lave a área afetada da pele com
água morna.
Respingos nos olhos Enxágue em abundância e
continuamente com solução
salina a 2% durante 20 minutos.
Ingestão de refrigerante Procure assistência médica

Em caso de incêndio

Esfrie o conjunto filtro-secador-coletor com bastante água


para mantê-lo frio.

AK12300,00000E1 –54–22OCT01–1/1

8-1-2 081202
PN=240
Equipamento — Condicionador de Ar

Configuração e Localização do
Condicionador de Ar

1. Painel de controle
2. Unidade do condicionador de ar
3. Condensador
4. Válvula de água
5. Filtro secador com visor
6. Compressor
7. Filtro do ar fresco
8. Filtro de recirculação
9. Filtro primário

O sistema de aquecimento consiste principalmente do

–UN–28MAY02
elemento aquecedor dentro da cabina e da válvula de
água que é regulada infinitamente pelo controle (A).

O sistema de condicionamento do ar é constituı́do pelo

T154636
elemento de refrigeração (evaporador) dentro da cabina,
compressor e condensador adjacente ao ventilador do
motor diesel. O elemento de refrigeração é ligado e
desligado com a chave (C).

O termostáto do evaporador controla a embreagem


eletromagnética do compressor, garantindo que a água
acumulada no evaporador não se congele.

O ventilador dentro da cabina é usado tanto para


aquecimento quanto para a refrigeração. A velocidade do
ventilador é regulada com o controle (B).

O abafador da entrada de ar fresco regula a quantidade


de ar fresco que entra na cabina. O ajuste é feito com o
controle (D).

–UN–23JAN02
O ar fresco que entra é filtrado através de um filtro grosso
primário e um fino secundário. O ar recirculado passa
através de outro filtro separado.

T150492

AK12300,00000E2 –54–22OCT01–1/1

8-1-3 081202
PN=241
Equipamento — Condicionador de Ar

Manutenção do Condicionador de Ar

1. A manutenção semanal ou cada 50 horas


As seguintes verificações devem ser feitas cada
semana, desde o inı́cio da primavera até ao fim do
outono, e uma ou duas vezes ao mês durante o resto
do ano.
A função de resfriamento não deverá ser operada
continuamente quando a temperatura externa estiver
abaixo de zero.
Contudo, deverá ser ligada uma vez por semana,
durante 5 minutos, para assegurar a lubrificação
adequada dos vedadores de borracha do sistema.
Durante o inverno, a melhor situação para executar
isso é logo após ter aquecido a máquina.
Verifique a quantidade de refrigerante
a. O motor diesel deverá estar trabalhando a 1500
rpm.
b. Ligue o condicionador de ar.
c. Gire a velocidade do ventilador e o termostáto para
a posição de máximo.

Continua na próxima página AK12300,00000E3 –54–22OCT01–1/4

8-1-4 081202
PN=242
Equipamento — Condicionador de Ar

Enquanto o compressor estiver funcionando não


deverá aparecer qualquer borbulha ou fluido leitoso
visı́vel no visor (1) do secador. Bolhas ou fluido leitoso
indica perda de refrigerante que deve ser
imediatamente corrigida por pessoal de serviço
capacitado e autorizado pela Timberjack.

–UN–06MAR02
Bolhas são sempre visı́veis no visor durante a partida
e parada do compressor. Isto é bastante normal.

T152352
NOTA: Não se pode confiar totalmente no visor quando
se usa refrigerante R134a. Sob certas condições
operacionais, o refrigerante e o óleo lubrificante
podem separar-se e podem ser vistos no visor
como bolhas ou lı́quido cinza claro. Em caso de
dúvida, contate o pessoal de serviço capacitado e
autorizado pela Timberjack.

Verifique o indicador de serviço do secador

O secador deve ser substituı́do se a área (2) do


indicador estiver cor-de-rosa.

NOTA: É ilegal o uso do sistema se existe a suspeita de


vazamento de gás refrigerante ou qualquer outra
falha técnica. Ainda mais, pode ocorrer uma
avaria cara do compressor. Contate o pessoal de
serviço capacitado e autorizado pela Timberjack.

Verifique a correia

Certifique-se de que a tensão da correia esteja correta


sem sinais externos de avarias. Sob pressão
moderado do polegar, a correia deve fletir cerca de 15
mm entre as polias.

Continua na próxima página AK12300,00000E3 –54–22OCT01–2/4

8-1-5 081202
PN=243
Equipamento — Condicionador de Ar

2. Manutenção mensal ou a cada 250 horas


Verifique o elemento evaporador
O elemento evaporador deve estar limpo. A saı́da de
condensado da unidade condicionadora de ar deve ser
mantida desobstruı́da para que o condensado possa
sair da unidade.
Verifique a recirculação do condicionador de ar
A entrada da recirculação na cabina deve estar
desobstruı́da. Assegure-se de que o filtro (3) esteja
limpo.
Limpe o filtro de recirculação do ar da cabina usando
uma solução detergente e ar comprimido.
Verifique o filtro de ar fresco
O elemento de papel (4) está localizado sob o piso da

–UN–11APR02
cabina. Inspecione e substitua conforme necessário.
Limpe o filtro primário (5). É acessado por baixo do
piso da cabina defronte a tampa do filtro de ar fresco.
Verifique o suporte do compressor

T153887
O suporte do compressor deve estar preso firmemente
e alinhado de modo que a correia acione a polia sem
risco de desgaste lateral excessivo. O compressor
deve estar encaixado firmemente em seu suporte.
Verifique a embreagem do compressor
Deve existir uma folga de 0.3 to 0.6 mm entre a placa
de pressão e a polia do compressor. Qualquer sujeira
entre elas deverá ser removida.
Certifique-se de que o circuito elétrico de alimentação,
entre o termostato e o interruptor eletromagnético
esteja em ordem.
Verifique a colméia do condensador

IMPORTANTE: O elemento condensador deve ser


limpo, cuidadosa e regularmente, com
ar comprimido a baixa pressão.

–UN–11APR02
O elemento condensador deverá ser limpo por jato de
ar comprimido, no sentido oposto ao do fluxo normal
de ar através da colméia.
A entrada e saı́da de ar do condensador devem estar

T153888
desobstruı́das. Verifique a fixação da colméia para
evitar danos por vibração.
Verifique as mangueiras e conexões
As mangueiras e conexões do refrigerante devem ser
inspecionadas. A presença de óleo nas conexões
podem indicar vazamento.

Continua na próxima página AK12300,00000E3 –54–22OCT01–3/4

8-1-6 081202
PN=244
Equipamento — Condicionador de Ar

Inspecione todas as mangueiras do sistema para


assegurar-se de que estão protegidas contra atrito e
superaquecimento provocado por componentes do
motor.

3. Manutenção a cada 24 meses


O secador deverá ser trocado a cada dois anos ou
sempre que as mangueiras sejam trocadas.

CUIDADO: O circuito do gás refrigerante, do


condicionador de ar, deve ser mantido e
reparado por pessoal de serviço capacitado e
autorizado pela Timberjack. O sistema de
refrigeração é pressurizado. Procedimentos
incorretos podem resultar em ferimentos
pessoais.

AK12300,00000E3 –54–22OCT01–4/4

8-1-7 081202
PN=245
Equipamento — Condicionador de Ar

Pesquisa de Problemas no Sistema


Condicionador de Ar
Falha Causa provável Ação sugerida
Não resfria 1. Fusı́vel queimado Inspecione, troque
2. Correias ou cabos partidos, no compressor Inspecione, troque
3. Falha no circuito do solenóide, pressostato Inspecione, troque ou chame um centro
ou termostato de refrigeração capacitado e autorizado para manutenção
4. Termostato de baixa pressão avariado Chame um centro capacitado e autorizado para
devido à falta de refrigerante. Mangueira manutenção
rompida ou vazamento pelas conexões
5. Válvula de expansão bloqueada Chame um centro capacitado e autorizado para
manutenção
6. Falha do motor do condicionador de ar Inspecione, troque
Efeito de refrigeração diminui ao longo 1. Ajuste muito alto do termostato de Reduza o ajuste do termostato
do dia refrigeração
Efeito insuficiente da refrigeração 1. Entrada de ar obstruı́da Inspecione, troque o filtro
2. Filtro secador obstruı́do Chame um centro capacitado e autorizado para
manutenção
3. Elemento condensador (colméia) obstruı́do Limpe cuidadosamente com ar comprimido
4. Vazamento de água quente na válvula de Repare ou troque a válvula de água
água, ou falha do cabo
5. Gás refrigerante insuficiente, borbulhas no Chame um centro capacitado e autorizado para
visor manutenção
Ruı́do de 1. Motor elétrico, mancais avariados. Inspecione, repare
Ventilador solto ou interferindo com a proteção
Ruı́do de 1. Parafusos solto, do compressor Inspecione, repare
2. Compressor deficiente Chame um centro capacitado e autorizado para
manutenção

AK12300,00000E4 –54–22OCT01–1/1

8-1-8 081202
PN=246
Equipamento — Preaquecedor do Motor e da
Cabina (*)
Configuração

–UN–28MAR02
T153144
1—Motor de combustão 8—Trocador de calor 13—Bomba de combustı́vel 18—Chave automática
2—Sensor de chama 9—Chave de 14—Derivação de combustı́vel WE—Entrada de água
3—Camara de combustão superaquecimento 15—Cabos WA—Saı́da de água
4—Unidade de controle 10—Bomba d’água 16—Suporte do fusı́vel V—Ar da combustão
5—Vela incandescente 11—Silenciador do escape 17—Relé - ventilador do B—Combustı́vel
6—Sensor de temperatura 12—Tubo de entrada do ar da radiador A—Escape
7—Tubo de chama combustão

AK12300,00000E5 –54–22OCT01–1/1

8-2-1 081202
PN=247
Equipamento — Preaquecedor do Motor e da Cabina (*)

Operação

O preaquecedor aquece o motor diesel, cabiná e d’água continuará funcionando. Tão logo a
sistema hidráulico de acordo com intervalos temperatura do lı́quido caia para o nı́vel de 75°C, o
predeterminados. sistema de aquecimento automaticamente se ligará
outra vez.
O preaquecedor é controlado por um temporizador. IMPORTANTE: Não arranque o motor diesel
Veja o grupo Equipamento — Preaquecedor do Motor enquanto o preaquecedor estiver
Diesel e da Cabina/Temporizador para o funcionando. Da mesma forma,
Preaquecedor espere até que a operação do
reboque tenha terminado (cerca de
NOTA: Antes de ligar o aquecedor ou antes de pré dois minutos), antes de arrancar o
programar a seqüência de aquecimento, ajuste motor. Caso contrário, o
o controle de aquecimento para a posição de preaquecedor será danificado.
abertura máxima e a velocidade do ventilador
para a posição 1. 3. Desligamento
A alimentação de combustı́vel é cortada quando o
1. Ligar o preaquecedor temporizador desliga o preaquecedor. A lâmpada
A lâmpada de controle, no temporizador, se de alerta se apaga. O ventilador do ar da
acenderá na partida. O ventilador do ar da combustão e a bomba d’água continuam a
combustão e a bomba d’água começarão a funcionar por cerca de 130 segundos e, então
funcionar, e a vela incandescente brilhará (brilho desligados automaticamente.
preliminar). 4. Dispositivos de segurança
Após o perı́odo do brilho preliminar (cerca de 40 A chama é monitorada pelo sensor de chama, e a
segundos), e independentemente da operação, a temperatura máxima permitida é monitorada pela
bomba de combustı́vel começa a injetar, numa chave de superaquecimento. Ambos afetam a
freqüência de impulsos rápidos, para dar carga unidade de controle, a qual desliga o queimador no
total na camara de combustão e o combustı́vel se caso de mau funcionamento.
inflama. • A seqüência de partida será repetida se o
A vela incandescente é desligada quando a preaquecedor não queimar dentro de 90
unidade de controle recebe um sinal de que o segundos, após a bomba de combustı́vel ter sido
combustı́vel está queimando, do sensor de chama. ligada. Se o preaquecedor ainda não funcionar
2. Aquecimento dentro dos 90 segundos adicionais a chave de
Dependendo do aquecimento necessário, a mau funcionamento assumirá. O desligamento
potência será automaticamente ajustada: 5000 W / por mau funcionamento pode ser cancelado,
2200 W. desligando-se e religando-se rapidamente o
Os ajustes da unidade de controle determinarão as preaquecedor.
temperaturas nas quais o nı́vel de potência • É dada nova partida se o queimador se apagar
mudará. Ocorrendo apenas uma demanda limitada durante a operação. A chave do mau
de calor, permitindo que o lı́quido atinja a funcionamento será ativada se o preaquecedor
temperatura de 85°C, o sistema aquecedor mudará não funcionar dentro de 90 segundos ou se
para o estado inativo. Neste momento, o ventilador funcionar e se apagar novamente dentro de 3
continuará operando, por outros 130 segundos para minutos.
arrefecer o preaquecedor. A lâmpada de alerta do
temporizador ainda continuará acesa e a bomba

Continua na próxima página AK12300,00000E7 –54–22OCT01–1/2

8-2-2 081202
PN=248
Equipamento — Preaquecedor do Motor e da Cabina (*)

• Se superaquecido (Ex, devido à falta de água, • O funcionamento do ventilador do ar da


remoção incorreta do ar do sistema de combustão é verificado na partida e a chave de
arrefecimento), o sensor de superaquecimento se mau funcionamento será ativada se ele não
desliga e conseqüentemente a alimentação do funcionar.
combustı́vel será cortada, atuando dessa
maneira a chave de mau funcionamento. Após 5. Correção de problemas
corrigir a causa do superaquecimento, pressione Verifique os seguintes itens, se o preaquecedor
o botão no disjuntor do circuito de não arrancar quando ligado:
superaquecimento e rearme também a chave de • Fusı́veis, veja o grupo Sistema Elétrico/Chave
mau funcionamento como acima, de maneira que geral e Fusı́veis. Verifique também o fusı́vel para
o preaquecedor possa ser ligado. o ventilador da cabina. Se este fusı́vel queimar,
• A chave de mau funcionamento será ativada se a nenhum ar quente entrará na cabina, mesmo que
voltagem do sistema elétrico cair abaixo dos 20 o preaquecedor funcione e aqueça o motor.
V ou subir acima dos 28 V. • Ligue e desligue o preaquecedor não mais do
• O preaquecedor não funcionará de modo algum que duas vezes. Contate o serviço da Timberjack
se a vela incandescente estiver defeituosa ou se se o preaquecedor ainda não funcionar.
o circuito elétrico da bomba de combustı́vel
estiver aberto.

AK12300,00000E7 –54–22OCT01–2/2

Manutenção do Preaquecedor do Motor


Diesel

Lembre-se de manter o preaquecedor (1) e a área em


seu redor limpos, especialmente perto do sistema de
escape (2) do preaquecedor. Verifique as mangueiras,

–UN–07MAY02
conexões e outros componentes quanto ao estado geral e
aperto.

T154632
CUIDADO: Risco de incêndio.

Desligue sempre a chave geral para proteger a unidade


de controle antes de qualquer soldagem elétrica na
máquina, veja também o grupo Manutenção —
Generalidades/Instruções de Soldagem

Ligue o preaquecedor uma vez por mês mesmo durante o


verão, e permita que funcione durante alguns minutos
para evitar empenamento do ventilador e da bomba
d’água.

AK12300,00000E8 –54–22OCT01–1/1

8-2-3 081202
PN=249
Equipamento — Preaquecedor do Motor e da Cabina (*)

Temporizador para o Preaquecedor do Motor


Diesel e da Cabina

O preaquecedor é ligado pelo temporizador, ie, seja


diretamente ou na hora preajustada.

Todos os sinais na tela piscarão quando a unidade é


ligada. O preaquecedor não pode ser arrancado neste
modo, ie, o temporizador do aquecedor deve, primeiro,
ser corretamente ajustado.

1. Ajuste do temporizador
Pressione e segure a chave (1) até que a hora
comece a piscar (ajuste básico na primeira vez:

–UN–28MAR02
pressione a chave (1) rapidamente). Acerte a hora real
usando as chaves (4) e (5). Quando os números
pararem de piscar, as horas foram memorizadas.
O dia da semana começará a piscar. Acerte o dia da

T153141
semana usando as chaves (4) e (5). Quando a tela
parar de piscar, o acerto foi memorizado. Um ajuste
aceitável pode também ser descartado presionando-se
1—Indicação da hora/ajustagem
a chave(1).
2—Preseleção
Quando a chave de partida da máquina for ligada, a 3—Aquecimento ligado
hora real é exibida no temporizador. Quando a chave 4—Ajuste para atrasar
de partida é desligada a tela desaparecerá em 15 5—Ajuste para adiantar
segundos. Quando não houver display a hora real 6—Indicação de memória
7—Dia da semana
aparecerá pressionando-se a chave (1).
8—Sı́mbolo para controle remoto (acessório)
9—Hora real / tempo programado
NOTA: Antes de ligar o aquecedor ou antes de pré 10—Indicação de temperatura (acessório)
programar a seqüência de aquecimento, ajuste o 11—Tela operacional
controle de aquecimento para a posição de
abertura máxima e a velocidade do ventilador
para a posição 1.

NOTA: Se ocorrer um falha quando o aquecedor for


ligado (ou se o aquecedor estiver ligado), a tela
operacional mostrará “F” e um código de serviço
(dois algarismos) em 15 segundos. Veja o grupo
Equipamento — Preaquecedor do Motor Diesel e
da Cabina/Códigos de Serviço do Preaquecedor.

2. Arranque direto do aquecedor sem preseleção (chave


de partida desligada, máquina-base)
Pressione a chave (3), inicie o aquecimento.
O sı́mbolo do aquecimento (11) e sua duração é
exibida. A duração do aquecimento é predeterminada
na fábrica em 120 minutos.

Continua na próxima página AK12300,00000E9 –54–22OCT01–1/3

8-2-4 081202
PN=250
Equipamento — Preaquecedor do Motor e da Cabina (*)

3. Mudança na duração do aquecimento


a. Temporariamente
Inı́cio do aquecimento; pressione a chave (3). Para
reduzir a duração do aquecimento: pressione a
chave (4). Para aumentar, (até o máximo de 120
minutos): pressione a chave (5).
b. Permanentemente
Não ligue o aquecedor. Pressione e segure a chave
(4) durante (cerca de 3 segundos) até que o display
apareça e comece a piscar. Solte a chave. Então,
ajuste a duração do aquecimento (10 — 120
minutos) usando a chave (4) ou (5). O novo tempo
de duração será memorizado quando o display
desaparecer.

4. Desligando o aquecedor
Pressione a chave (3), fase de arrefecimento
automático, cerca de 130 segundos.
5. Aquecimento sem pré-seleção (chave de partida
ligada, máquina-base)
Pressione a chave (3).
O aquecimento permanece ligado até que a chave de
partida seja desligada. Após a chave de partida ter
sido desligada, um perı́odo de aquecimento residual
de 15 minutos permanece. Isto poderá ser mudado
(1 — 120 minutos) pressionando-se a chave (4) ou (5).
Desligamento do aquecedor: pressione a chave (3).

Continua na próxima página AK12300,00000E9 –54–22OCT01–2/3

8-2-5 081202
PN=251
Equipamento — Preaquecedor do Motor e da Cabina (*)

6. Aquecimento em operação pré-selecionada


Existem três tempos pré-selecionados na memória.
Apenas um pode ser ativado de cada vez (o número
da memória é exibido).
a. Ajuste o horário do programa e o dia
Pressione a chave (2) (1 — 3 vezes) até que a
memória desejada comece a piscar.
Rapidamente pressione e solte a chave (4) ou (5).
O tempo do programa piscará.
Em seguida, ajuste o tempo do programa para o
aquecimento usando a chave (4) ou (5). Quando a
tela parar de piscar, o tempo terá sido memorizado.
O programa da data começa a piscar, ajuste o dia
da semana usando a chave (4) ou (5).

–UN–28MAR02
O tempo pré-selecionado e o dia da semana são
arquivados tão logo o display mude para o tempo
real.
O piscamento da chave (3) (aquecimento ligado)

T153141
indica uma atividade pré-selecionada. O tempo real
desaparece e apenas o número da memória
ativada é exibido.
Quando não houver número de memória sendo
exibido, nenhuma memória estará ativada. Isto é
feito pressionando-se a chave (2) várias vezes. O
ajuste Neutro é após o número de memória 3.
b. Verificação da memória ativada
Pressione a chave (2). O tempo e dia
pré-selecionados serão exibidos por
aproximadamente 5 segundos.

7. Aviso no caso de mau funcionamento:


• No caso de mau funcionamento, desligue e ligue
novamente (não mais do que duas vezes)
• Verifique o fusı́vel principal
• Assegure que o fluxo de ar seja irrestrito
• Contate a Timbejack.

NOTA: Se Você tentar ligar o preaquecedor cinco vezes


seguidas sem resultado, ou se o aquecedor
superaquece três vezes seguidas, a operação
será inabilitada. (Código de serviço F50 ou F15).

AK12300,00000E9 –54–22OCT01–3/3

8-2-6 081202
PN=252
Equipamento — Preaquecedor do Motor e da Cabina (*)

Códigos de Serviço do Preaquecedor do


Motor Diesel

Exemplo: o display mostra: F33 (falha de corrente) e o


sı́mbolo do "aquecimento ligado" pisca

–UN–11APR02
T153880
Continua na próxima página AK12300,00000EA –54–22OCT01–1/3

8-2-7 081202
PN=253
Equipamento — Preaquecedor do Motor e da Cabina (*)

Código de serviço Descrição


F00 Nenhuma falha
F01 Advertência de sobrevoltagem
F02 Advertência de subvoltagem
F09 TRS003 parada do motor
F10 Parada por sobrevoltagem
F11 Parada por subvoltagem
F12 Superaquecimento
F13 Superaquecimento detectado
F14 Possı́vel superaquecimento detectado
*F15 Operação inabilitada - excesso de possı́veis superaquecimentos
F20 Quebra da vela incandescente
F21 Sobrecarga na saı́da da vela incandescente
F33 Motor-soprador do ar de combustão, fora da faixa permitida
F37 Quebra da bomba D’água
F42 Bomba D’água em curto-circuito
F43 Curto-circuito em componente externo
F47 Curto-circuito na bomba de combustı́vel
F48 Quebra da bomba de combustı́vel
*F50 Operação inabilitada - número excessivo de tentativas de partidas
F51 Tempo de sopragem a frio excedido
F52 Tempo de eegurança excedido
F53 Corte da chama do estágio de controle de POTÊNCIA
F54 Corte da chama, ajuste-ALTO
F55 Corte da chama, ajuste-MÉDIO
F56 Corte da chama, ajuste-BAIXO
F59 Para aumento rápido da temperatura da água
F60 Quebra do sensor de temperatura da água
F61 Sensor de temperatura em curto-circuito
F64 Quebra do sensor de chama
F65 Sensor de chama em curto-circuito
F71 Quebra do sensor de supeaquecimento
F72 Sensor de superaquecimento em curto-circuito
F90 Unidade de controle avariada (falha interna / rearme)
F93 Unidade de controle avariada (erro na memória-RAM)
F94 Unidade de controle avariada (erro na memória-EPROM)
F97 Falha interna na unidade de controle

Continua na próxima página AK12300,00000EA –54–22OCT01–2/3

8-2-8 081202
PN=254
Equipamento — Preaquecedor do Motor e da Cabina (*)

(*) Etapas para cancelamento da operação inabilitada


(códigos de serviço F15 ou F50)

1. Como limpar a falha da memória:


• Ligue a unidade.
• Pressione a chave (3). O código de serviço aparece.
• Pressione a chave (1) até o fundo e em 2 segundos
simultaneamente pressione a chave (2).
• Desligue a unidade.
• Pressione as (1) e (2) simultaneamente e ligue a
unidade. O Display mostrará: - - : - - e o sı́mbolo de
aquecimento ligado 11.
• O Display piscará; o sı́mbolo não.
• Após cerca de 3 segundos o aquecedor se ligará (a

–UN–28MAR02
inabilitação está cancelada).
• Tela do Display, quando o aquecedor começar a
operar: A D : 00 e o sı́mbolo de aquecimento ligado
11.

T153141
2. No caso de ter ocorrido o código F50, faça o seguinte:
Desligue o fio da bomba de combustı́vel do
preaquecedor. Tente arrancar o preaquecedor
normalmente.
Isto dá o alerta F48 no display. Após isso, é possı́vel
desativar o código de serviço como descrito acima.

AK12300,00000EA –54–22OCT01–3/3

8-2-9 081202
PN=255
Equipamento — Sistema de Combate a Incên-
dios (*)
Configuração e uso do sistema

Esta instalação inclue um container com o meio extintor


do fogo, conectado a um sistema de canos/mangueiras
com bicos aspersores nas áreas protegidas.

–UN–11APR02
Detectores de calor são atuados no caso de incêndio e
formam um circuito elétrico para o alarme de incêndio. O
alarme é dado por uma lâmpada pulsante e alerta sonoro,
ie, luz vermelha (1) no teto da cabina e cigarra elétrica

T153874A
sob a tampa no reservatório hidráulico.

1. Apenas o alarme de incêndio será ativado quando a


chave geral estiver LIGADA.
Operador:
Dispara o sistema. Leve um extintor de incêndio com
Você e certifique-se de que o fogo não se alastre.
A instalação de combate a incêndios pode ser
disparada de três maneiras:

–UN–11APR02
• Manualmente desde a cabina pressionando-se o
botão de disparo (2) na unidade de controle.
• Interrompendo o suprimento principal de energia
pelo DESLIGAMENTO da chave geral (3) .

T153875
• Dispositivo de disparo na traseira da máquina,
(veja figura), ie, puxe a manopla de disparo (4).

2. O sistema de combate a incêndio será disparado


automaticamente no caso de incêndio quando a
máquina estiver desassistida e a chave geral estiver
DESLIGADA.

Após um incêndio

O alarme cessa quando o fogo é apagado e os detctores


se resfriaram. Aguarde meia hora antes de abrir qualquer
tampa para deixar a máquina esfriar sob a temperatura
de auto-ignição. Abra as tampas para ventilar a fumaça e
gases. Esteja com o extintor preparado durante a aeração
da máquina.

–UN–07MAY02
CUIDADO: Não inale a fumaça de um incêndio.

Evite respirar os gases de um incêndio. Limpe a máquina


T154631

com água tão logo quanto possı́vel após um incêndio.

Restauração da máquina após um incêndio

Continua na próxima página AK12300,00000EB –54–22OCT01–1/2

8-3-1 081202
PN=256
Equipamento — Sistema de Combate a Incêndios (*)

Contate o pessoal de serviço para estabelecer a causa e


restaurar o sistema de combate a incêndios.

AK12300,00000EB –54–22OCT01–2/2

Unidade de Controle

1. LED verde, aceso indicando que o sistema está


operando; apagado indica que o sistema está
desligado.
2. LED amarelo, supervisiona o circuito de detecção;

–UN–06MAR02
acende quando o circuito é aberto ou se o resistor
terminal for removido.
3. LED amarelo, supervisiona o circuito gerador de gás,
na unidade de disparo mecânico / elétrico. Acende se

T152354
o circuito for aberto ou quando o gerador de gás é
disparado.
4. LED amarelo. Acende quando o sistema está no modo
manual - chave geral está LIGADA.
5. Botão de disparo do sistema. Pisca quando é dado o
alarme de incêndio e acende quando o sistema é
disparado eletricamente.
6. Chave tipo cavilha para teste do sistema e verificação
de erros.
Posição superior, teste do alarme.
O alarme sonoro da instalação deverá ser ativado,
(cigarra elétrica sob a tampa no reservatório
hidráulico); o botão(5) piscará e os diodos (1) e (3)
acenderão.
Posição intermediária:
Simula falha nos circuitos detector e detonador. Os
diodos (1), (2) e (3) deverão acender. O diodo (4)
também acenderá se a chave geral estiver LIGADA. O
botão(5), quando aceso indica sistema disparado
eletricamente; poderá ser rearmado quando a chave
for colocada na posição intermediária.
Posição inferior, modo operacional:
O diodo (1) deverá acender, e também o (4) se a
chave geral estiver LIGADA.

AK12300,00000EC –54–22OCT01–1/1

8-3-2 081202
PN=257
Equipamento — Sistema de Combate a Incêndios (*)

Manutenção

1. Verifique diariamente:
que o diodo (1) acenda e também o diodo (4) se a
chave geral estiver LIGADA, com a chave (6) no modo
operacional (posição inferior).

–UN–06MAR02
NOTA: Antes de sair da máquina, lembre-se de colocar a
chave geral na posição 0 para ativar a
monitoração automática e armar os extintores.

T152354
2. Verifique semanalmente:
que os diodos (1), (2) e (3) se acendam quando a
chave (6) seja colocada na sua posição intermediária.
que o diodo (4) acenda também se a chave geral
estiver LIGADA.
que a lâmpada de advertência e o alarme sonoro
sejam ativados; que o botão puxa/empurra (5) pisque
e os diodos (1) e (3) acendam quando a chave (6) for
movida para sua posição superior.
Certifique-se de que os extintores manuais estejam
carregados e em seus lugares.

AK12300,00000ED –54–22OCT01–1/2

3. Inspeção anual
O sistema deverá ser inspecionado uma vez ao ano
pelo pessoal de serviço autorizado. Esta inspeção é
uma condição das companhias seguradoras.

NOTA: Desconecte o conector da unidade de controle


(A) antes de executar qualquer uma das
seguintes tarefas; lavagem sob alta pressão,
lavagem a vapor, soldagem elétrica,
carregamento das baterias. A
–UN–06FEB02
T150928

AK12300,00000ED –54–22OCT01–2/2

8-3-3 081202
PN=258
Equipamento — Sistema de Combate a Incêndios (*)

Extintores portáteis

A máquina está equipada com dois extintores portáteis.


Um está colocado no lado direito da máquina, atrás da
grua. O outro está localizado dentro da cabina, na parte
traseira da porta esquerda.

O propósito dos extintores portáteis é o de combater


incêndios pequenos e extinção final após o disparo do
sistema principal.

Os extintores devem ser verificados, inspecionados e


carregados e lacrados por um revendedor autorizado. Em
alguns mercados, os termos das apólices de seguro

–UN–07MAY02
contra incêndios estipulam que os extintores devem ser
verificados a cada seis meses. Contacte sua seguradora
sobre todos os detalhes.

T154629
Os extintores manuais podem ser usados através das
aberturas identificadas pelas decalcomanias com a figura
de extintores, na área do motor diesel.

–UN–06MAR02
T152353
AK12300,00000EE –54–22OCT01–1/1

8-3-4 081202
PN=259
Equipamento — Sistema de Tratamento de
Tocos (*)
Configuração

1—Visor de inspeção
2—Chave, bomba de enchimento
3—Engate-rápido para abastecimento
4—Regulador de volume
5—Válvula de drenagem
6—Aparador para o tanque rotativo

–UN–11APR02
T153873
AK12300,00000F0 –54–22OCT01–1/1

8-4-1 081202
PN=260
Equipamento — Sistema de Tratamento de Tocos (*)

Operação

1. Enchimento
Ligue um cano de sucção com filtro ao engate-rápido,
e ligue a bomba de enchimento. Encha até o nı́vel
correto. Observe o visor de inspeção.
2. Remoção do ar
Ligue o motor diesel. Abra completamente o regulador
de volume. Ative a função tratamento de tocos com o
sistema Timbermatic 300 - de conformidade com so
seguinte:
• Abra o menu 9 - 3 Diagnósticos - Portas de saı́da.
• Selecione: Tratamento de tocos do menu suspenso.
• Pressione o botão de Teste, até que o fluido,
totalmente isento de ar saia pela barra de guia.

Isto feito, ajuste os tempos do sistema Timbermatic


300 - menu 8 - 3.

3. Regulador de volume
O regulador de volume pode ser ajustado de maneira
que o volume exigido seja obtido em cada curso da
bomba
4. Manutenção
Em condições de tempo frio, a uréia lı́quida pode se
congelar nas mangueiras e válvulas.
Esvazie o tanque abrindo o dreno. Então, ligue a
função tratamento de tocos até que o encanamento
tenha sido esvaziado através da barra de guia. (Veja
remoção do ar).

AK12300,00000F1 –54–23OCT01–1/1

8-4-2 081202
PN=261
Equipamento — Nivelamento da Cabina (*)
Modos de Nivelamento da Cabina

O sistema de nivelamento da cabina é operado


eletro-hidráulicamente. O sistema pode ser totalmente
controlado no modo manual. O modo automático do
sistema inclue duas funções diferentes:

• Nivelamento automático da cabina


• Seguimento automático da grua

1. Nivelamento automático da cabina


A cabina se nivela no deslocamento fora-de-estrada. A
função é ativada quando o freio de serviço é liberado.
Quando o freio de serviço é aplicado, o nivelamento
da cabina é desligado após ter completado uma vez o
nivelamento.
O código (LA) é exibido na tela operacional do TMC
quando o modo automático está ativado. O código LM
aparece quando a função manual está sendo usada.
2. Seguimento automático da grua
Existem dois modos alternativos que podem ser
selecionados no TMC. Existe um código que indica
qual modo está ativado, na tela operacional do TMC.
• Modo de movimento do setor (CC)
• Modo conforme solicitado (CR)

O código CM é exibido na tela quando as funções


manuais são usadas. O modo conforme solicitado
(CR) é semi-automático.

Os modos de seguimento da grua são introduzidos no


grupo Nivelamento da Cabina/Modos de Seguimento
Automático da Grua.

AK12300,0000061 –54–11MAR02–1/1

8-5-1 081202
PN=262
Equipamento — Nivelamento da Cabina (*)

Controles de Nivelamento da Cabina

Todas as funções serão inabilitadas se:

• a chave (20) estiver desligada


• o freio de estacionamento estiver aplicado
• caixa alta estiver engatada

–UN–07MAY02
T153876
Continua na próxima página AK12300,0000062 –54–11MAR02–1/4

8-5-2 081202
PN=263
Equipamento — Nivelamento da Cabina (*)

–UN–11APR02
T153878
1. Ligando as funções manuais
• Libere o freio de estacionamento.
• Ligue o nivelamento usando a chave (20). Ambas as
funções podem ser usadas manualmente agora.

Controles da cabina em modo manual

–UN–11APR02
Botão B + alavanca esquerda de Ângulos máximos
controle da grua
Y- Declividade atrás 11°

T153879
Y+ Declividade adiante 11°
X- Rolamento à esquerda 14°
X+ Rolamento à direita 14°
Z- Giro à direita 50°
Z+ Giro à esquerda 50°

2. Ativação das funções automáticas


Nivelamento automático da cabina
• Pressione os botões (A) e (B) simultaneamente, no
painel direito de controle, acima de 0,5 segundos e
o sistema alternará entre os modos manual e
automático.

Continua na próxima página AK12300,0000062 –54–11MAR02–2/4

8-5-3 081202
PN=264
Equipamento — Nivelamento da Cabina (*)

Seguimento automático da grua

• Pressione o botão (A) no painel direito de controle


acima de 0,5 segundos e o sistema alternará entre
os modos manual e automático.
• Se o modo conforme solicitado estiver ativado, a
cabina seguirá no sentido da grua pressionando-se
o botão (B) acima de 0,5 segundo.

As funções manuais podem ser usadas quando um


modo automático estiver ativado. Após a liberação dos
botões, o modo automático será novamente ativado.
Os pedais desligam um modo automático.

Continua na próxima página AK12300,0000062 –54–11MAR02–3/4

8-5-4 081202
PN=265
Equipamento — Nivelamento da Cabina (*)

–UN–11APR02
T153878
3. Funções especiais
a. Solicitação de cabina avante
A cabina é girada diretamente para a frente se o
botão (C) for pressionado acima de 0,5 segundo. O
modo automático de seguimento da grua será
desligado.

–UN–11APR02
O modo de cabina avante é independente do freio
de serviço. Se o freio de estacionamento estiver
aplicado, esta função ficará inoperante.
b. Solicitação de cabina para o lado

T153879
A cabina gira lateralmente quando o botão (D), no
painel esquerdo de controle for pressionado acima
de 0,5 segundos. A cabina girará um máximo de
50º para o mesmo lado para o qual já tinha girado.
O ângulo máximo rotacional pode ser ajustado no
TMC. Se a cabina estiver na linha de centro,
girará para a esquerda. O modo automático de
seguimento da grua será desligado.
O modo de cabina para o lado é independente do
freio de serviço. Se o freio de estacionamento
estiver aplicado, esta função ficará inoperante.

AK12300,0000062 –54–11MAR02–4/4

8-5-5 081202
PN=266
Equipamento — Nivelamento da Cabina (*)

Modos de Seguimento Automático da Grua

1. Modo de deslocamento do setor


O ângulo do setor (a) é da 50º como valor
pré-definido. A cabina permanece no lugar se a grua
for usada dentro do setor.
A cabina começa a seguir a grua quando o giro da
grua cruza os limites do setor. O próximo setor é
determinado quando o giro faz uma nova parada
(direção x na figura). A cabina gira para aquela
posição e pára. Na próxima vez, a cabina começará a
girar quando a grua cruzar um limite deste setor. O
ângulo do setor pode ser ajustado no TMC.
2. No modo solicitado
Neste modo o Operador executa uma solicitação de
rotação da cabina pressionando o botão de controle
(B). O sistema gira a cabina para a posição onde a
grua estava quando a solicitação foi feita. Após a
solicitação, a rotação da cabina fica independente dos
seguintes movimentos da grua.

–UN–11APR02
T153886
AK12300,0000063 –54–11MAR02–1/1

8-5-6 081202
PN=267
Equipamento — Nivelamento da Cabina (*)

Sistema de Controle do Nivelamento da


Cabina

1. Ajustes de nivelamento da cabina no TMC


Veja o TMC manual de instruções
2. Sensores
• Clinômetros (B159) e (B160)
• Potenciômetro do giro da cabina (B161)
• Potenciômetro do giro da grua (B168)

–UN–15MAY02
T154927
–UN–15MAY02
T154923
Continua na próxima página AK12300,0000064 –54–12MAR02–1/2

8-5-7 081202
PN=268
Equipamento — Nivelamento da Cabina (*)

3. Hidráulica
A válvula hidráulica direcional do nivelamento da
cabina está localizada atrás da grua, no chassi
dianteiro.
• Tomada de pressão, pressão piloto (412)
• Tomada de pressão, pressão LS (415)

O valor da pressão máxima de cada função pode ser


encontrado no esquema hidráulico. Os parafusos de
ajuste (LS) estão na seção das válvulas-carretéis de
cada função.

NOTA: A pressão lida em um manômetro deverá ser


0,6...1,0 MPa mais baixa do que a pressão LS

–UN–07MAY02
dada no esquema.

T154635
AK12300,0000064 –54–12MAR02–2/2

8-5-8 081202
PN=269
Equipamento — Nivelamento da Cabina (*)

Manutenção do Nivelamento da Cabina

CUIDADO: Antes de iniciar qualquer tarefa de


manutenção ou reparo, o sistema de
nivelamento deverá ser bloqueado com os elos
de bloqueio (A) e o sistema de giro bloqueado

–UN–15MAY02
com o pino (B).

Use os mesmos dispositivos para bloquear o sistema de


nivelamento quando trafegar por estradas públicas.

T154924
Ajuste os faróis de trânsito antes de transitar numa via
pública. Incline a cabina para trás para remover a folga
dos suportes de segurança, do mecanismo de inclinação.
Ajuste os faróis de maneira que a linha superior do
padrão de iluminação fique abaixo de 120 cm (4 pés)
numa distância de 10 m (33 pés).

1. Manutenção após cada 250 horas

–UN–15MAY02
Lubrifique os mancais dos cilindros de nivelamento e
dos mancais do sistema de giro.
• Cilindros de nivelamento da cabina, 4 graxeiras (1)
• Mancais do sistema de giro, 4 graxeiras (2)

T154925
• Giro, graxeiras na frente e atrás (3)

2. Verifique as mangueiras e fiação elétrica sob a cabina.


Execute os reparos necessários.

–UN–15MAY02
T154926

AK12300,0000065 –54–12MAR02–1/1

8-5-9 081202
PN=270
Equipamento — Nivelamento da Grua (*)
Operação do Nivelamento da Grua

O sistema de nivelamento da grua é


eletro-hidráulicamente operado. O sensor (B16),
localizado no comando da grua, dá informações de
posição para o controle automático do nivelamento da

–UN–16MAY02
grua.

O sistema de nivelamento nivela a grua no deslocamento


fora-de-estrada.

T154996
A função é ativada quando o freio de serviço é liberado.
Quando o freio de serviço é aplicado, o nivelamento da
grua é desligado após ter terminado o nivelamento uma
vez.

Enquanto a grua for controlada manualmente e o freio de


serviço estiver liberado, o sistema de nivelamento nivela a
grua após o controle manual estar terminado.

Se o freio de serviço for aplicado durante o controle


manual, o sistema nivelador será ativado após a liberação
do freio de serviço.

AK12300,0000072 –54–28MAR02–1/1

8-6-1 081202
PN=271
Equipamento — Nivelamento da Grua (*)

Controles de Nivelamento da Grua

–UN–11APR02
T153877
O nivelamento da grua pode ser ativado • a grua (29) for ativada
pressionando-se o botão-FN (A) e o botão de • o freio de estacionamento (27) liberado
nivelamento (B) simultaneamente.

O nivelamento da grua pode ser ativado somente se:

Continua na próxima página AK12300,0000073 –54–28MAR02–1/2

8-6-2 081202
PN=272
Equipamento — Nivelamento da Grua (*)

Quando o nivelamento da grua estiver ativado, o


sı́mbolo-TC será exibido na caixa da grua na tela
operacional do TMC.

O nivelamento da grua pode ser desligado


pressionando-se os botões (A) e (B) simultaneamente.

O sistema de nivelamento da grua é desligado


automaticamente se a grua for desligada.

Os parâmetros do nivelamento da grua podem ser


ajustados no TMC. Veja TMC Manual do Operador.

–UN–05APR02
T153612
AK12300,0000073 –54–28MAR02–2/2

8-6-3 081202
PN=273
Especificações
Dimensões e Pesos

–UN–18APR02
T154182
Peso min 17500 kg (38580 lbs)
Distribuição do peso 63 / 37 %
(frente/atrás) (equipamento básico, tanques
cheios, no modo de transporte)
AK12300,00000FB –54–24OCT01–1/1

Equipamento alternativo das rodas


Dianteiras Largura
700/50x26,5/16 2860 mm
(9 pés 5 pol)
600/55x26,5/16 2750 mm
(9 pés 0 pol)
Traseiras
700/55x34/14 2860 mm
(9 pés 5 pol)
600/65x34/14 2680 mm
(8 pés 10 pol)

AK12300,00000FC –54–24OCT01–1/1

9-1-1 081202
PN=274
Especificações

Motor diesel

Deere 6081HTJ03

Motor diesel, 6-cilindros em linha, arrefecido por lı́quido


arrefecedor, turboalimentado com intercooler.

Potência máxima 160 kW (215 hp) / 1400...2000


rpm
Torque máximo 1100 Nm (811 lbf.pé) / 1400 rpm
Tanque de combustı́vel 480 litros (126,8 gal)

AK12300,00000FD –54–24OCT01–1/1

Transmissão

Transmissão de potência hidrostática-mecânica. Tração


em todas as rodas. Caixa de transferência de duas
velocidades, engreno constante, colar deslizante,
desengate da tração dianteira.

Bomba do deslocamento 125 cm3


(7,6 pol3)
Motor 160 cm3
(9,8 pol3)
Pressão de operação, máxima 45 MPa (6530 psi)
Força de tração, máxima 160 kN (35970 lbf)
Velocidade, máxima 24 km/h (15 mph)
Sistema de controle TMC

AK12300,00000FF –54–24OCT01–1/1

Eixos

Dianteiros: tipo portal, balanceado, comandos finais tipo


bogie acionados por engrenagens. Traseiro: eixo rı́gido,
comandos finais tipo cubo. Bloqueio dos diferenciais
operado Eletro-hidráulicamente.

AK12300,0000100 –54–24OCT01–1/1

9-1-2 081202
PN=275
Especificações

Freios

Operados hidráulicamente, discos múltiplos em banho de


óleo. Freios de estacionamento e secundário aplicados
por molas.

AK12300,0000101 –54–24OCT01–1/1

Direção

Direção hidráulica articulada

Ângulo de giro ±42°

Direção proporcional, por minialavanca elétrica.

Direção hidráulica, por minialavanca hidráulica (se


equipado)

AK12300,0000102 –54–24OCT01–1/1

Sistema Elétrico

Voltagem 24 V
Baterias 2 x 140 Ah
Alternador 28 V, 140 A

Faróis de trabalho, 14 peças 2 x 70 W e 4 peças 70 W


mı́nimo 30 lux na área de alcance operacional da grua.

AK12300,0000103 –54–24OCT01–1/1

Sistema Hidráulico

Sistema sensı́vel à carga.

Bomba hidráulica do implemento 190 cm3


(11,6 pol3)
Pressão de operação, máxima 28 MPa (4060 psi)
Sistema de controle TMC
Reservatório do óleo hidráulico 220 litros (58,1 gal)

AK12300,0000104 –54–24OCT01–1/1

9-1-3 081202
PN=276
Especificações

Grua e cabeçote Harvester


Grua Timberjack 210 H 97 ou H 115
Alcance máximo com cabeçote 10 m or 11,8 m
harvester (32 pés 10 pol oo 38 pés 9 pol)
Cabeçote Harvester Timberjack 745, 752, 754, 758 ou
H762
Sistema de medição Timbermatic 300

AK12300,0000105 –54–24OCT01–1/1

Cabina

Teste de segurança conforme normas para ROPS, FOPS,


OPS. O peso total da máquina com acessórios não deve
exceder a 21500 kg (47400 lbs).

A redução de ruı́do satisfaz as normas ISO. O nı́vel de


ruı́do, na cabina, na altura dos ouvidos do Operador está
abaixo de 70 dB(A) com as rotações de trabalho ligadas.

AK12300,0000107 –54–24OCT01–1/1

9-1-4 081202
PN=277
Especificações

9-1-5 081202
PN=278
Índice alfabético
Página Página

A Correia do Ventilador, verificação das


condições . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6-2
Alojamento dos Bogie, troca do óleo . . . . . . . . 4-9-8 Cubo da roda, troca do óleo. . . . . . . . . . . . . . . 4-9-8
Alojamentos dos Bogie, verificação do nı́vel de
óleo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6-3
Amortecedor de vibrações, verificação . . . . . . . 4-7-6
Anti-derrapante, instalação . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-11 D
Avisos sobre Segurança, substituição . . . . . . . 1-2-4
Diferenciais, troca do óleo . . . . . . . . . . . . . . . . 4-9-7
Diferenciais, verificação do nı́vel de óleo . . . . . 4-6-3
Diferencial de pressão, Dp . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4-5
B Direção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-5
Direção, desligamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2-4
Banco do Operador, ajustagem . . . . . . . . . . . 2-1-11
Baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-1
Baterias auxiliares . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-2
Baterias, verificação da carga . . . . . . . . . . . . 4-7-10 E
Baterias, verificação do nı́vel do eletrólito. . . . 4-7-10
Bloqueio dos diferenciais . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-7 Eixos cardan, lubrificação. . . . . . . . . . . . . . . . 4-7-11
Bomba d’Água, inspeção visual . . . . . . . . . . . . 4-6-1 Eletrólito, verificação do nı́vel . . . . . . . . . . . . . 4-7-10
Bomba de deslocamento, troca do filtro . . . . . . 4-8-2 Engrenagens do cubo, verificação do nı́vel de
Bomba de vácuo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1-4 óleo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6-3
Bomba do deslocamento, pressão de carga, Especificações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1-1
verificação e ajustagem . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3-1 Esquema elétrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-3-1
Bomba hidráulica do implemento, pressão Esteiras do Boogie, instalação . . . . . . . . . . . . 4-1-12
máxima . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4-4 Extintores portáteis. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3-4

C F

Caixa Alta/Caixa Baixa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-6 Faixa de carregamento e desligamento,


Caixa de fusı́veis F1. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-5 verificação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5-4
Caixa de Fusı́veis F2 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-7 Filtro do enchimento do tanque de combustı́vel,
Capacidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-2 limpeza . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-11-2
Caracterı́sticas de Segurança. . . . . . . . . . . . . . 1-1-1 Filtro principal do combustı́vel, substituição . . . 4-7-4
Chave de partida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-5 Filtros de combustı́vel, substituição . . . . . . . . . 4-7-3
Chave geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-2 Filtros de retorno do hidráulico, troca . . . . . . . . 4-8-1
Chave geral e fusı́veis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-3 Fluido para freio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-6
Chaves de segurança. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-2 Fluidos e lubrificantes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-1
Cigarra elétrica no teto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-3 Folga das válvulas, verificação . . . . . . . . . . . . . 4-9-1
Coletor de escape, verificação . . . . . . . . . . . . . 4-8-3 Freio da biela do Rotator, ajustagem . . . . . . . 4-11-2
Combustı́vel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-3 Freio de deslocamento, verificação . . . . . . . . . 5-5-3
Combustı́vel diesel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-3 Freio de deslocamento, verificação do nı́vel de
Condicionador de Ar. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1-1 óleo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5-1
Condicionador de ar, configuração . . . . . . . . . . 8-1-3 Freio de estacionament, liberação . . . . . . . . . . 3-2-3
Condicionador de Ar, correção de problemas. . 8-1-8 Freio de serviço, liberação . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2-4
Condicionador de Ar, instruções de Freio de serviço, verificação . . . . . . . . . . . . . . . 5-5-3
operação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-9 Freio torcional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-7
Condicionador de ar, manutenção . . . . . . . . . . 8-1-4 Freios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-4, 6-4-4
Condicionador de ar, perigo e precauções . . . . 8-1-2 Freios, ajustagem mecânica . . . . . . . . . . . . . . . 5-5-2
Controles da Grua . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-7 Freios, sangria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-2-5
Controles de nivelamento da cabina. . . . . . . . . 8-5-2 Freios, verificação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5-1

Índice alfabético-1 081202


PN=1
Índice alfabético

Página Página

Fusı́veis da Cabina. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-4 L

Lâmpada de advertência . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-3


G Lâmpadas de controle . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-2
Lavadores das janelas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-6
Graxa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-5 Levantamento do capô sem energia elétrica . . 4-1-4
Grua . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-3 Ligações das Escadas, lubrificação . . . . . . . . . 4-8-3
Grua, dados técnicos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-3 Limites da pressão LS no comando da grua . . 5-4-2
Grua, descrição geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-1 Limpadores das janelas . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-6
Grua, instruções gerais de operação . . . . . . . . 7-1-2 Limpeza da máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6-1
Grua, manutenção cada 10 horas ou Limpeza da tela do radiador, verificação . . . . . 4-4-4
diariamente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12-1 Linha de retorno da grua, válvula de
Grua, manutenção cada 1000 horas . . . . . . . 4-12-5 contra-pressão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4-3
Grua, manutenção cada 2000 horas . . . . . . . 4-12-5 Lı́quido arrefecedor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-5
Grua, manutenção cada 250 horas . . . . . . . . 4-12-4 Lı́quido Arrefecedor, troca . . . . . . . . . . . . . . . . 4-9-3
Grua, manutenção cada 50 horas ou Lı́quido arrefecedor, verificação . . . . . . . . . . . . 4-7-8
semanalmente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12-2 Localizador dos Componentes da Cabina . . . . 2-1-1
Grua, precauções de segurança na Localizador dos componentes do painel . . . . . . 2-1-4
operação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-1 Lubrificantes e fluidos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-1
Grua, Tj 210 H 115 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-4
Grua, Tj 210 H 97 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-3
M

H Mancais da Articulação Central, lubrificação. . . 4-5-1


Mancais dos bogie, lubrificação . . . . . . . . . . . . 4-6-4
Hidráulica da grua . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-6-2 Mancais dos Cilindros da direção,
Hidráulica da transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . 5-6-8 lubrificação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5-1
Hidráulica de nivelamento da cabina . . . . . . . 5-6-10 Manutenção e verificações ao final do turno. . . 4-4-5
Hidráulica do implemento e controle do freio . . 5-6-4 Manutenção, a cada 1000 horas . . . . . . . . . . . 4-8-1
Hidráulica do implemento, pressão piloto . . . . . 5-4-1 Manutenção, anual . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-10-1
Hidráulica do implemento, verificação e Manutenção, após cada seis meses. . . . . . . . 4-10-1
ajustagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4-1 Manutenção, cada 10 horas ou diariamente . . . 4-4-1
Manutenção, cada 2000 horas . . . . . . . . . . . . . 4-9-1
Manutenção, cada 50 horas ou
semanalmente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5-1
I
Manutenção, cada 500 horas . . . . . . . . . . . . . . 4-7-1
Manutenção, conforme necessário . . . . . . . . . 4-11-1
Incêndio, como agir . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-13
Manutenção, generalidades . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-1
Indicador do filtro de ar, verificação . . . . . . . . . 4-4-3
Manutenção, grua. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12-1
Informação sobre Segurança . . . . . . . . . . . . . . 1-2-1
Manutenção, instruções de montagem . . . . . . . 4-1-3
Injetores, verificação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-11-1
Manutenção, peças necessárias. . . . . . . . . . . . 4-3-1
Instruções de montagem . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-3
Manutenção, precauções de segurança . . . . . . 4-1-2
Instruções de operação, generalidades . . . . . . 3-1-1
Modos de nivelamento da cabina . . . . . . . . . . . 8-5-1
Instruções de soldagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-7
Motor de deslocamento, verificação e
Intervalos de manutenção, grua . . . . . . . . . . . 4-12-1
ajustagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3-3
Intervalos de Manutenção, máquina . . . . . . . . . 4-3-1
Motor, antes do arranque . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-8
Motor, após a partida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-12
Motor, desligamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-13
J Motor, operação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-8
Motor, partida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-9
Janelas, instruções de limpeza. . . . . . . . . . . . . 4-1-9 Motor, partida em tempo frio . . . . . . . . . . . . . 3-1-11

Índice alfabético-2 081202


PN=2
Índice alfabético

Página Página

Motor, sensores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2-1 R

Rebocamento, desligamento da direção . . . . . . 3-2-4


Rebocamento, desligamento do sistema de
N
transmissão de potência . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2-3
Rebocamento, liberação do freio de
Nı́vel de fluido do lavador do pára-brisa,
estacionamento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2-3
verificação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5-1
Rebocamento, liberação do freio de serviço . . . 3-2-4
Nı́vel do lı́quido arrefecedor, verificação . . . . . . 4-4-2
Rebocando a máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2-2
Nı́vel do óleo do motor, verificação . . . . . . . . . 4-4-1
Recolhimento de grua inoperante . . . . . . . . . . . 3-2-5
Nı́vel do óleo hidráulico, verificação . . . . . . . . . 4-4-1
Reparos, precauções de segurança . . . . . . . . . 4-1-2
Nivelamento da cabina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5-1
Reservatório hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1-2
Nivelamento da cabina, manutenção . . . . . . . . 8-5-9
Reservatório hidráulico, sensores . . . . . . . . . . . 6-2-2
Nivelamento da cabina, modos de seguimento da
Respiro do reservatório hidráulico, troca. . . . . . 4-8-2
grua . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5-6
Revestimento do freio torcional, verificação do
Nivelamento da cabina, sistema de controle. . . 8-5-7
desgaste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7-10
Nivelamento da Grua . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-6-1
Rodas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-10
Números de Série
Rodas, mudança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-10
Rotator AV12S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1-4

Óleo do motor, troca


S
Filtro de óleo do motor, troca . . . . . . . . . . . . 4-7-1
Óleo hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-6 Segurança, alertas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-7
Óleo hidráulico, troca . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8-1 Segurança, antes dos reparos . . . . . . . . . . . . . 1-4-2
Óleo para engrenagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-6 Segurança, arranque do motor diesel. . . . . . . . 1-4-6
Óleo para motor diesel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2-4 Segurança, cabo da bateria desligado . . . . . . . 1-4-4
Operação da transmissão. . . . . . . . . . . . . . . . . 6-4-1 Segurança, calçamento da máquina. . . . . . . . . 1-4-4
Segurança, cartão de advertência Não
Funcione . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-1
Segurança, cinto de segurança . . . . . . . . . . . . 1-3-6
P Segurança, corrimãos e degraus . . . . . . . . . . . 1-3-3
Segurança, deslocando e operando a
Parada de emergência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-2 máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-5
Peças necessárias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3-1 Segurança, disposição dos produtos
Pedais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-10 usados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-10
Pneus, verificação visual . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-4-4 Segurança, esteja preparado para
Preaquecedor do motor diesel e da cabina, emergências . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2-2
operação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2-2 Segurança, evitando descontrole da
Preaquecedor do motor diesel, códigos de máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-2
serviço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2-7 Segurança, evitando explosões da bateria . . . . 1-4-5
Preaquecedor do Motor e da Cabina, Segurança, evitando queimaduras por ácido . . 1-4-6
configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2-1 Segurança, evitando riscos sob condições
Preaquecedor do motor e da cabina, difı́ceis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-7
temporizador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2-4 Segurança, evite os pontos de
Preaquecedor do motor, manutenção. . . . . . . . 8-2-3 esmagamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-8
Pressão de carregamento do freio, verificação da Segurança, ferramentas apropriadas . . . . . . . . 1-4-3
válvula de alı́vio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5-5 Segurança, fluidos auxiliares de partida . . . . . . 1-3-4
Pressão de deslocamento, verificação e Segurança, gases de escape . . . . . . . . . . . . . . 1-4-7
ajustagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3-2 Segurança, incêndio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-13
Prevenção de incêndios . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-12 Segurança, inspeção da máquina . . . . . . . . . . 1-3-1

Índice alfabético-3 081202


PN=3
Índice alfabético

Página Página

Segurança, linhas de alta tensão . . . . . . . . . . . 1-3-9 Sistema hidráulico, retirada de amostra de


Segurança, mantenha os caronas longe da óleo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1-5
máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-5 Sistema Hidráulico, sangria . . . . . . . . . . . . . . . 5-2-1
Segurança, manuseio de fluidos. . . . . . . . . . . . 1-2-3 Sistema hidrostático . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1-1, 6-4-2
Segurança, manutenção da segurança da Sistema hidrostático, sangria . . . . . . . . . . . . . . 5-2-2
cabina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2-5
Segurança, manutenção do cinto de
segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-6
T
Segurança, manutenção dos pneus . . . . . . . . . 1-4-9
Segurança, motor diesel desligado. . . . . . . . . . 1-4-4
Tanque de combustı́vel, abastecimento . . . . . . 4-4-6
Segurança, precauções gerais . . . . . . . . . . . . . 1-2-1
Tanque de combustı́vel, remoção de sedimento e
Segurança, precauções na manutenção. . . . . . 1-4-1
água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7-9
Segurança, precauções operacionais . . . . . . . . 1-3-1
Teclados de controle . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1-8
Segurança, prevenção de incêndios. . . . . . . . 1-3-12
Tela do filtro de combustı́vel, verificação . . . . . 4-4-2
Segurança, produtos quı́micos . . . . . . . . . . . . . 1-2-4
Torque das ferragens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1-4
Segurança, radio-transmissor . . . . . . . . . . . . . . 1-2-5
Tração dianteira . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-6
Segurança, reabastecimento e o sistema de
Trafegando, fora-de-estrada . . . . . . . . . . . . . . 3-1-14
combustı́vel. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-9
Tráfego em estradas, preparação da
Segurança, reparo no sistema de
máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-16
arrefecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-5
Tráfego em vias públicas . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-15
Segurança, reparos por soldagem . . . . . . . . . . 1-4-8
Tráfego Fora-de-Estrada . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-14
Segurança, roupa apropriada para o
Tráfego, em vias públicas. . . . . . . . . . . . . . . . 3-1-15
trabalho. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4-3
Transmissão Alta/baixa, troca do óleo . . . . . . . 4-9-6
Segurança, saı́das secundárias . . . . . . . . . . . . 1-3-4
Transmissão alta/baixa, verificação do nı́vel de
Segurança, significado das advertências . . . . . 1-2-2
óleo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6-3
Segurança, trafegando sobre águas
Transmissão, controle . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-4-3
congeladas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-11
Transmissão, sensores. . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2-2
Segurança, vestimentas de proteção . . . . . . . . 1-2-3
Transmissão, sistema hidrostático . . . . . . . . . . 6-4-2
Segurança, vias públicas . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-10
Transporte da máquina . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2-1
Segurança, zona de risco. . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3-8
Tubo de respiro do cárter, limpeza . . . . . . . . . . 4-7-2
Segurança,vazamentos invisı́veis de fluido. . . . 1-4-7
Sensores de posição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2-4
Sistem hidráulico, equipamento acessório . . . 5-6-12
Sistema de admissão de ar, verificação . . . . . . 4-7-2 V
Sistema de arrefecimento, verificação . . . . . . . 4-7-8
Sistema de combate a incêndios . . . . . . . . . . . 8-3-1 Válvula de alı́vio da pressão principal. . . . . . . . 5-4-6
Sistema de combate a incêndios, Verificando a tensão da mola do tensionador. . 4-7-5
manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3-3 Verificando o desgaste da correia . . . . . . . . . . 4-7-5
Sistema de combate a incêndios, unidade de
controle. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3-2
Sistema de combustı́vel, sangria . . . . . . . . . . 4-11-3
Sistema de combustı́vel, sensores . . . . . . . . . . 6-2-3
Sistema de frenagem, sensores . . . . . . . . . . . . 6-2-3
Sistema de transmissão, desligamento. . . . . . . 3-2-3
Sistema de tratamento de tocos,
configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4-1
Sistema de tratamento de tocos, operação . . . 8-4-2
Sistema elétrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1-1
Sistema elétrico, sensores . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2-1
Sistema hidráulico do implemento . . . . . . . . . . 5-1-1
Sistema hidráulico do implemento, sangria. . . . 5-2-3
Sistema Hidráulico, esquema hidráulico . . . . . . 5-6-1

Índice alfabético-4 081202


PN=4

Você também pode gostar