Você está na página 1de 7

1

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

E.E.E.F.M. MARECHAL RONDON 


AV. Nova Porto Velho nº 880 - Setor 01 – Buritis/ RO.
APOSTILA DE AULAS REMOTAS
OBS: (09/11 À 18/12)
Componente Curricular: ARTE Número de aulas correspondentes neste período:_5__
Professor (a): Ivanete (1°A- 1°B) Ivane 1°C
Estudante: Serie/Ano: 1°
Aulas dos dias (09/11 à 13/11/2020) NÚMERO DE AULA SEMANAL: __1________

Arte Africana: a riqueza cultural desse grande continente

Compreende-se por arte africana a totalidade de expressões artísticas presentes no continente


africano, sobretudo na região subsaariana.

A África é grandiosa, tanto em termos geográficos, como em diversidade cultural, pois são muitos
países que a compõe. Dessa forma, suas populações possuem particularidades e costumes
diferentes, o que, obviamente, se reflete na arte produzida por elas.

De qualquer maneira, existem algumas características que se mantém nas manifestações artísticas
desses povos.

Arte africana na história


Podemos dizer que os africanos conseguiram produzir uma arte bastante livre, mas ainda assim
preservando o rigor que suas tradições exigiam em busca de um entendimento da espiritualidade e
ancestralidade.

A história da arte africana originou-se no período pré-histórico, quando a humanidade ainda não havia
inventado a escrita.

Suas esculturas mais antigas encontradas, datam de 500 a.C., e foram produzidas pela cultura Nok,
na região onde hoje se localiza a Nigéria.

Escultura em terracota da cultura Nok, na atual Nigéria


Na África subsaariana, o povo Igbo Ukwu realizou belos trabalhos em metais, principalmente bronze,
além de utilizar a terracota, marfim e pedras preciosas.

Mas o material mais utilizado pelos povos africanos certamente foi a madeira, com a qual produziram
máscaras e esculturas.
2

Infelizmente, grande parte dessas peças se perdeu, devido às intempéries climáticas e também por
conta da intolerância religiosa por parte dos muçulmanos e cristãos, que entraram em contato com
essas civilizações e destruíram parte de seus acervos culturais.

Aulas dos dias (16/11 à 20/11/2020) NÚMERO DE AULA SEMANAL: ___1________

Plano de Arte
Para celebrar a Cultura Africana, o documentário “Consciência Negra” traça um panorama da
trajetória dos negros no Brasil. Grandes nomes do movimento negro no país repercutem a herança da
escravidão e suas consequências no presente e no futuro do povo brasileiro.
https://youtu.be/wbNv--cnkAA
Ultrapassar as fronteiras do preconceito racial é conhecer e perceber a grande influência e
contribuição que os negros proporcionaram para a cultura de um modo geral. Quando conseguimos
nos apropriar de uma cultura e incorporá-la em nossas atividades diárias, isso representa um grande
avanço para a nossa visão de mundo. A história da escravidão e sua abolição devem ser trabalhadas
com foco em reflexão e debates a respeito da questão racial e étnica, com uma visão ampla de
mundo.
Embora seja ensinado nas escolas conteúdo sobre a escravidão na história do Brasil, ainda há os que
não sabem, de fato – ou os que sabem a reconhecem por uma sutileza primária – da importância do
Dia da Consciência Negra para o País, comemorado em 20 de novembro.
É fundamental ressaltar que a importância desta passagem histórica é grande não apenas para os
negros, mas para toda a população, pois por detrás de uma data oficial existe uma grande lição sobre
a cultura afro-brasileira que deve ser explorada e aprofundada nas escolas.
Deve ser responsabilidade da escola fazer o intercâmbio de cultura por meio das fronteiras de visão
de mundo e de conhecimentos aos seus estudantes. Com projetos e atividades pedagógicas é
possível despertar à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e estabelecer uma
rede de conceitos sobre o tema em questão.
Um novo olhar sobre a pessoa negra; novas narrativas importam | Gabi Oliveira | TEDxUNIRIO
https://youtu.be/FYg-vQwm3Lo
OBJETIVOS DA ATIVIDADE
Proporcionar conhecimentos sobre os aspectos históricos que levaram ao fim da escravidão e suas
consequências imediatas na sociedade, conhecendo o motivo especial pelo Dia da Consciência Negra.
#Somos todos da raça humana.
“Todo brasileiro, mesmo o alvo, de cabelo louro, traz na alma, quando não no corpo, a sombra, ou pelo menos a pinta, do indígena ou
do negro...”

Gilberto Freire, Casa Grande e Senzala

Arte: Romulo Arruda.


3

Agora é sua vez:


Deixe uma frase motivacional sobre esse tema, pode ser um texto, um cartaz, um poema, um vídeo,
ou seja, uma mensagem antirracismo: movimento, opinião ou sentimento de oposição ao
Racismo.___________________________________________

Espaço para o estudante criar.


Aulas dos dias (23/11 à 27/11/2020) NÚMERO DE AULA SEMANAL: _______1____

Laura Aidar
Arte-educadora e artista visual

A influência da África na arte moderna


No final do século XIX e início do século XX, novas bases para a arte ocidental estavam sendo
criadas, foram as chamadas vanguardas europeias.

Alguns artistas se depararam nesse período com a arte produzida pelos povos africanos e ficaram
impactados, incorporando assim elementos afros em suas produções.

O artista que usou a arte africana mais intensamente foi o espanhol Pablo Picasso. Esse pintor incluiu
referências diretas dessa arte em suas obras, sobretudo de máscaras tribais.

À esquerda, autorretrato de
4

Picasso, produzido durante sua "fase africana", que vai de 1907 a 1909. À direita, máscara tribal africana.
Picasso foi um dos responsáveis pela criação do movimento cubista, que fragmentava as figuras,
trazendo uma nova maneira de enxergar o mundo e representá-lo.

Mas antes da fase cubista, o pintor esteve mergulhado em inspirações da arte da África e produziu
muitas obras com alusões africanas, o que o auxiliou a chegar às bases do cubismo.

Certamente, o que impressionou os europeus foi a liberdade, imaginação e capacidade dos povos
africanos de relacionar o universo profano com o sagrado, o que foi ao encontro dos interesses dos
modernistas.

ATIVIDADE
Agora é sua vez: Use sua imaginação você decide como colorir: Através de colagem ou pode ser com
lápis de cor você só precisa ressaltar a cultura africana.

Aulas dos dias (30/11 à 04/12/2020) NÚMERO DE AULA SEMANAL: ____1________

Para início de conversa...

Pintura rupestre que representa pessoas dançando


5

O que é dança?
Laura Aidar: Arte-educadora e artista visual
A dança é um tipo de manifestação artística que utiliza o corpo como instrumento criativo.
Geralmente, essa forma de expressão vem acompanhada por música, entretanto, também é possível dançar
sem o apoio musical.

Na dança, as pessoas realizam movimentos ritmados, seguindo uma cadência própria, ou coreografada,
originando harmonias corporais.

História da dança
A dança foi uma das primeiras demonstrações expressivas do ser humano. Surgiu ainda na pré-história, como
consequência de experimentações corpóreas que homens e mulheres realizavam como bater os pés no chão e
bater palmas.

A partir das descobertas de novos sons, ritmos e intensidades sonoras, as pessoas foram combinando
movimentos do corpo. São as chamadas danças primitivas.
Portanto, é muito provável que a dança tenha surgido juntamente com a música, também como uma forma de
comunicação. Além disso, estava bastante relacionada a cerimônias ritualísticas e espirituais.

Há registros de pinturas rupestres do período paleolítico que representam figuras humanas realizando
movimentos que foram interpretados como danças.

Tipos de dança
Há diversos tipos de danças e maneiras de dançar. Podemos classificar essa expressão artística a partir de
alguns critérios, a saber:

As danças no Brasil são diversas em cada região do país, sendo as mais conhecidas, o Samba, o Maxixe,
o Xaxado, o Baião, o Frevo e a Gafieira. Muitos são os derivados dessas danças, que recebem influências
principalmente africanas, árabes, europeias e indígenas. E ainda tem espaço para as danças folclóricas e
tradicionais que vão de acordo com cada região e localidade no Brasil como forró, axé, entre outras. No Brasil
também há danças mais modernas como o funk por exemplo, e de influências estrangeiras como rock, pop, pop
rock, K-pop, heavy metal são muitas porque uma simples variação de ritmo pode mudar o título do estilo. Por isso
podemos deduzir que as danças brasileiras tem origem de diferentes lugares no mundo.
Origem e descendência dos Ritmos

 Bolero - Descendência cuba.


 Merengue - Origem e descendência caribenha.
 Mambo - Descendência Cubana.
 Rumba - Origem indígena - descendência porto-riquenha com desenvolvimento em Cuba.
 salsa - Origem e descendência varibenha.
 Axé-music - Origem na capoeira - descendência baiana.
 Samba - Origem Brasil - influência europeia e africana - descendência baiana.
 Pagode - Origem no samba.
 Samba de gafieira - Origem no samba - descendência brasileira com desenvolvimento no Rio de Janeiro.
 Fox-Trot - Descendência americana.
 Rock'n Roll - Origem no R&B e country - descendência e desenvolvimento americano.
 Swing - Origem e descendência americana.
 Hustle - Origem no swing com influência da discoteca.
 Paso-Doble - Origem flamenca com desenvolvimento e descendência espanhola.
 Forró - Origem nordestina - influencia europeia - descendência do xote e baião.
 Lambada - Origem zouk com desenvolvimento no Brasil.
 Zouk - Origem francesa com desenvolvimento na Europa e no Brasil.
 Country - Origem e desenvolvimento nos Estados Unidos - descendência folclórica.
 Tango - Origem Espanhola com descendência e desenvolvimento argentino.
 Cha-Cha-Cha - Origem latina - descendência cubana.
 Valsa - Origem europeia com descendência vienense e desenvolvimento no mundo inteiro, influência no
6

reinado de Luís XV.


 Xote - Origem indígena com descendência e desenvolvimento nordestino.
 Vanerão - Origem alemã com desenvolvimento no Rio Grande do Sul.
 Choro - Origem de ritmos musicais populares no Brasil até ser desenvolvido para a dança.
 Milonga - Origem no yango com desenvolvimento argentino.
 Brega Funk - Origem Pernambucana - Desenvolvimento no Brasil.
 Free Step - É a evolução do antigo rebolation, que é a evolução de uma outra dança, o Charleston.
 xaxado- dança típica do nordeste, originaria de Pernambuco.

Atividades:
Entre tantas danças citadas acima qual você mais gosta ou acha mais legal?
_________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

Aulas dos dias (07/12 à 11/12/2020) NÚMERO DE AULA SEMANAL: ____1________

Verificação de aprendizagem
1. Leia a frase e assinale a alternativa que a completa.
“A história da arte africana originou-se”
a) Na França depois de Cristo.
b) No período pré-histórico, quando a humanidade ainda não havia inventado a escrita.
c) Nos Estados Unidos antes da escrita.
d) No Brasil assim que trouxeram os africanos como escravos.
e) Depois de ter inventado a escrita.

2. Embora seja ensinado nas escolas conteúdo sobre a escravidão na história do Brasil, ainda há
os que não sabem, de fato – ou os que sabem a reconhecem por uma sutileza primária – da
importância do Dia da Consciência Negra para o País, que é comemorado no dia
a) 20 de abril
b) 20 de outubro
c) 19 de novembro
d) 20 de novembro
e) 25 de dezembro

3. Dança de origem indígena - descendência porto-riquenha com desenvolvimento em Cuba.


a) Rumba
b) Salsa
c) Samba
d) Maracatu
e) Pagode

4. Dança de origem nordestina - influencia europeia - descendência do xote e baião.


a) Rumba
b) Samba
c) Pagode
d) Salsa
e) Forró

5. As danças no Brasil são diversas em cada região do país, sendo as mais conhecidas
a) O samba, o maxixe, o xaxado, o baião, o frevo e a gafieira.
b) O samba, a rumba, a salsa, e o pagode.
c) O forró, o samba, o choro e o milonga.
d) Gafieira, a rumba, zouk e o maxixe.
e) O xaxado, o zouk, a gafieira e o samba.
7

Prof: Ivanete1°AB, Prof; Ivane1°C

Você também pode gostar