Você está na página 1de 12

Psiquiatria DEPRESSÃO

Um número crescente de investigações comprova a ação dos nutrientes e Acredita-se que os quadros depressivos estão geralmente associados a
nutracêuticos como adjuvantes no tratamento das patologias psiquiátricas. um desequilíbrio na produção de neurotransmissores, especialmente de
Como estas doenças abrangem fatores “nutricionais” do cérebro, muitos serotonina, dopamina, noradrenalina e GABA. A serotonina (5-hidroxitripta-
ativos podem melhorar ou otimizar o seu funcionamento. O princípio dos mina ou 5HT) é formada pela hidroxilação e descarboxilação do triptofano
medicamentos utilizados pela psiquiatria envolve as transmissões sinápti- (aminoácido essencial). Apresenta funções em especial no humor, sono/vigília,
cas e ação específica sobre os receptores de neurotransmissores. Muitos ansiedade, ingestão alimentar e transmissão sensorial. Outra substância
medicamentos como os antidepressivos atuam através do bloqueio da que está ligada à sensação de bem-estar é a endorfina, liberada na prática
recaptação dos neurotransmissores, aumentando o nível destes no cérebro de exercícios físicos. Ela é produzida durante e depois da atividade física
(esquematizado no número 5 da figura). Por outro lado, a oferta de precur- e regula as emoções. Considerada como um potente analgésico natural,
sores ou cofatores pode potencializar a síntese dos neurotransmissores ao ser liberada estimula a sensação de bem-estar, conforto, melhora do
(números 1 e 2 da figura). Este é um exemplo claro de como podem ser estado de humor e alegria, podendo agir na redução do estresse, ansiedade
sinérgicas as ações dos nutrientes e dos fármacos, já que agem em processos e depressão.
complementares da síntese e metabolismo dos neurotransmissores. Neste A depressão é frequentemente encontrada junto da inflamação gastrointesti-
capítulo, são abordados ativos com ação cientificamente comprovada, que nal, doenças auto-imunes, doenças cardiovasculares, doenças neurodegene-
podem auxiliar e otimizar o efeito dos tratamentos de pacientes psiquiátricos. rativas, diabetes tipo 2 e câncer. Um baixo grau de inflamação crônica é um
fator contribuinte significativo para estas doenças, levando os pesquisadores
a sugerir que a depressão pode ser uma manifestação neuropsiquiátrica
de uma síndrome inflamatória crônica e que a sua causa principal pode
ser disfunção do eixo intestino-cérebro. Um número crescente de estudos
clínicos tem confirmado efetivamente que o tratamento da inflamação

PSIQUIATRIA
gastrointestinal com probióticos, ômega-3 e vitaminas B e D pode melhorar
os sintomas de depressão, atenuando estímulos pró-inflamatórios para o
cérebro que se originam no intestino. Através da manutenção da saúde do
intestino ou pela estimulação direta da produção de neurotransmissores,
os seguintes ativos ajudam na sua manutenção:

HYPERICUM PERFURATUM
1 (Extrato padronizado 0,3% hipericina)

2 Também conhecido por St. John’s wort ou erva-de-são-joão, o Hypericum


perfuratum é um fitoterápico com atividade sobre quadros depressivos. Os
componentes bioativos são a hipericina e a hiperforina. A hiperforina é o
principal componente responsável pela atividade antidepressiva, entretanto,
diversos estudos indicam que os derivados de flavonas como a rutina e as
3 5 naftodiantronas hipericina e pseudo-hipericina também auxiliam no efeito.
A hiperforina inibe a captação neuronal de serotonina e norepinefrina de
forma comparável aos antidepressivos sintéticos, além de inibir a recaptação
4 de GABA e L-glutamato. Ao contrário dos antidepressivos sintéticos, que
bloqueiam diretamente a recaptação das aminas, a hiperforina aumenta as
concentrações sinápticas de serotonina e norepinefrina por um mecanismo
indireto. Uma meta-análise de 27 estudos e 3.126 pacientes com depressão
constatou que os resultados são consistentes com a hipótese de que a
erva-de-são-joão é uma terapia eficaz para a depressão, especialmente se
Figura: Mecanismo de neurotransmissão. de leve à moderada. Os autores salientam ainda que, mesmo que o extrato
1. Síntese do neurotransmissor (NT). fitoterápico tenha eficácia comparável aos de inibidores de reabsorção de
serotonina, seus efeitos adversos são significativamente menores, além de
2. Armazenamento em vesículas.
possuir bom perfil de segurança.
3. Potencial de ação e entrada de cálcio/liberação dos NT para a fenda.
Sugestão posológica: 300 mg a 900 mg ao dia.
4. Ação em receptores pós ou pré-sinápticos.
ATENÇÃO: pode apresentar efeitos adversos ou indesejáveis, como náusea,
5. Inativação do neurotransmissor (por enzimas ou recaptação). cefaleia, constipação, fadiga e boca seca.

285
5-HIDROXITRIPTOFANO
5-HTP (5-hidroxitriptofano) é o aminoácido precursor direto da serotonina
(5-hidroxitriptamina). O corpo produz serotonina através da conversão do
L-triptofano em 5-hidroxitriptofano via enzima dependente de ácido fólico
e, então, converte o 5-hidroxitriptofano em serotonina via enzima depen-
dente de vitamina B6. Diferentemente do L-triptofano, que faz parte de
várias estruturas proteicas, o 5-HTP apresenta a vantagem de ser utilizado
principalmente pelo cérebro para produzir serotonina, consequentemente,
SAFFR’ACTIV®
apresentando maior efetividade em nível cerebral. É interessante notar que,
(Extrato padronizado de Crocus sativus) no estresse crônico ou em quadros inflamatórios em que há um aumento
Saffr’Activ® é um produto natural, extraído dos pistilos de flores do açafrão na concentração de cortisol plasmático, este pode inibir a conversão do
(Crocus sativus) e utilizado para o tratamento da depressão de leve à mode- L-triptofano (ingerido através dos alimentos) em 5-hidroxitriptofano, mas
rada e estresse. Saffr’Activ® é um extrato certificado, livre de metais pesados, não inibe a conversão do 5-HTP em serotonina. Isto demonstra a vantagem
pesticidas e padronizado em safranal, substância biologicamente ativa. A na utilização do 5-HTP ao invés do L-triptofano quando se deseja aumentar
eficácia desse produto foi comprovada em diversos estudos científicos a produção de serotonina. Além dos bons resultados na modulação do
para indivíduos com doenças neurodegenerativas, perda de memória, baixa humor, o seu uso pode ter efeito no sono. Estudo recente suporta o uso
libido, inflamação, obesidade e condições artríticas. Um estudo duplo-cego, do 5-HTP junto com GABA para a promoção e duração total do sono, o
aleatório e controlado com placebo avaliou a atividade do extrato de Crocus que ocorre através da repressão da atividade do sistema nervoso central,
sativus L. no tratamento da depressão (leve à moderada). Em seis semanas, modulação que ocorre através da sinalização GABAérgica e serotoninérgica.
os pacientes que estavam fazendo uso do extrato da planta tiveram um Estes resultados foram melhores do que a administração única de cada um
resultado significativamente melhor na escala de Hamilton para a depressão dos aminoácidos. A Essentia Pharma disponibiliza o 5-HTP via oral ou na
do que o grupo placebo. Estudo recente com 60 pacientes que receberam forma sublingual – em comprimidos (sabores menta, uva ou baunilha) ou
50 mg de extrato de Crocus sativus duas vezes ao dia confirmou a eficácia cápsulas sublinguais/orais –, sendo que a administração sublingual permite
do produto para ansiedade e depressão de leve à moderada. maior absorção, uma vez que evita o efeito de primeira passagem hepática.
A forma de comprimidos sublinguais apresenta também como vantagens o
Sugestão posológica: 100 mg a 300 mg ao dia.
controle e padronização das doses, a fabricação com técnicas industriais,
através de máquina compressora de pós, o sabor agradável e ser isento
DL-FENILALANINA E TIROSINA de açúcar. Os comprimidos são disponibilizados nas dosagens de 20 mg,
A DL-fenilalanina é um aminoácido aromático, essencial e precursor da 25 mg e 50 mg.
tirosina. A L-tirosina não é um aminoácido essencial, pois é formado no Sugestão posológica: deixar dissolver embaixo da língua 1 a 2 comprimidos,
organismo a partir da L-fenilalanina. Este é um precursor direto de dopamina, de 1 a 4 vezes ao dia. Para distúrbios de sono, sugere-se dose maior (50 mg)
que pode ser convertida em noradrenalina. Assim, a suplementação de ao deitar. Pode ser usado com antidepressivos para acelerar ou melhorar
DL-fenilalanina e L-tirosina ajuda a elevar indiretamente esses neurotrans- sua ação, ou também em dose maior, de 200 mg a 400 mg ao dia. Pode ser
missores. No tratamento da depressão, pode auxiliar no estado de humor associado em cápsula sublingual com L-teanina para ter efeito calmante.
e maior disposição para as tarefas cotidianas. As enzimas que metabolizam
ATENÇÃO: a presença de náuseas com seu uso indica uma necessidade
a tirosina para dopamina e norepinefrina (dopa β-hidroxilase e dopa-des-
intensa (rápida conversão em serotonina), ou uma dose acima da necessi-
carboxilase) são dependentes de cobre. Dessa forma, níveis adequados de
dade. Neste caso, sugere-se a redução da dose para o alívio dos sintomas.
cobre são importantes para manutenção dos níveis de dopamina. Estudos
ressaltam ainda que a suplementação com tirosina deve ser realizada em
certos tipos de depressão. Por exemplo, pacientes deprimidos apresentando AGOMELATINA (PORTARIA 344)
falta de motivação possivelmente devido à deficiência de dopamina podem Antidepressivo com abordagem não monoaminérgica. Atua como agonista
se beneficiar dessa suplementação. Por outro lado, pacientes com depres- dos receptores de melatonina e antagonista dos receptores serotoninérgi-
são psicótica podem ter excesso de dopamina, talvez em parte porque sua cos. Estudo confirma seu efeito em longo prazo (6 meses), uma vez que a
enzima dopamina beta-hidroxilase, que converte dopamina em noradrenalina, agomelatina melhorou os sintomas relacionados ao humor e comportamento
é menos ativa. Tais pacientes não se beneficiam de um novo impulso na social em pacientes com depressão, de moderada à severa, tratados com
atividade de dopamina e, portanto, a suplementação de tirosina pode não dose de 25 mg ao dia. O tratamento teve boa tolerância pelos pacientes
ser recomendável para eles, mesmo que os seus níveis de noradrenalina e nenhum evento adverso inesperado foi relatado.
precisem ser aumentados. Um nível alto de dopamina e cobre, e baixo de
histamina são fatores comuns nos esquizofrênicos, assim, a suplementação Sugestão posológica: 25 mg ao dia, antes de deitar.
com tirosina e cobre devem ser evitados nesses pacientes.
Sugestão posológica: 300 mg a 3.000 mg ao dia, de preferência pela manhã.

286
MUCUNA PRURIENS N-ACETILCISTEÍNA (NAC)
(20% L-dopa) As propriedades anti-inflamatórias da acetilcisteína, que resultam numa
O extrato deste feijão contém 20% de L-dopa, precursor imediato da dopa- redução em citocinas e marcadores inflamatórios, podem contribuir para a
mina. Assim, pode ser usado como um precursor de dopamina, com resul- sua eficácia em distúrbios psiquiátricos, além de modular receptores gluta-
tados positivos em pacientes deprimidos. matérgicos. Atualmente, na literatura existem evidências sobre a utilização
de acetilcisteína na neuropsiquiatria, incluindo transtorno obsessivo-compul-
Sugestão posológica: 500 mg a 2.000 mg ao dia.
sivo, tricotilomania, depressão, transtorno bipolar e esquizofrenia. Estudos
indicam que a NAC como adjuvante no tratamento psiquiátrico pode ser
ÁCIDO FÓLICO OU ÁCIDO FOLÍNICO útil para episódios de depressão grave no transtorno bipolar. Em um estudo
controlado por placebo de 24 semanas com 75 pessoas com transtorno
Pesquisas demonstraram que pessoas com níveis séricos mais elevados de
bipolar, 1 g de NAC duas vezes ao dia foi capaz de reduzir significativamente
ácido fólico apresentavam-se mais alegres e mais de 30% dos deprimidos
a depressão, mostrando-se um suplemento promissor para o tratamento
possuíam níveis baixos do ativo. Observou-se, ainda, uma relação inversa
da depressão no transtorno bipolar. Na perturbação bipolar, há evidência
entre ingestão de folato e índice de depressão entre adolescentes. A asso-
de esgotamento da glutationa e aumento do estresse oxidativo, bem como
ciação de ácido fólico com fluoxetina mostrou resultados superiores ao uso
a desregulação do glutamato. Esse fato explica o efeito de NAC sobre
isolado de fluoxetina. A combinação de baixa dose de venlafaxina com o
essas desordens uma vez que a sua suplementação permite o aumento
ácido fólico mostrou ser uma estratégia ótima para aumentar a eficácia
da produção de glutationa, reduzindo assim o estresse oxidativo. A NAC
terapêutica e reduzir a dose do fármaco. Cerca de 10% a 20% da população
também reduz o estresse oxidativo através da liberação de dopamina de
pode apresentar uma alteração genética na enzima metil-tetrahidrofolato
terminais pré-sinápticos, revertendo a disfunção mitocondrial.
redutase (polimorfismo genético da MTHFR), que impede a conversão do
ácido fólico em sua forma ativa: o metilfolato e o ácido folínico. Assim, para Sugestão posológica: 1.000 mg a 2.000 mg ao dia, podendo ser dividido
os casos resistentes à suplementação ao ácido fólico, deve-se usar o ácido em 2 tomadas.
folínico, ou a associação de ácido folínico e metilfolato.

PSIQUIATRIA
Sugestão posológica: 400 mcg a 10 mg ao dia. BIFIDOBACTERIUM LONGUM
Está relacionado à melhora de estados de diarreia, intolerância à lactose,
VITAMINA D constipação, colite, doença de Crohn, estresse e depressão. Novas evidên-
cias do papel da microbiota intestinal sobre as funções do sistema nervoso
Muitos medicamentos antidepressivos agem aumentando a quantidade de
central sugerem que a ingestão oral de probióticos pode ter consequências
neurotransmissores no cérebro, por isso, os pesquisadores têm sugerido que
benéficas no humor e sofrimento psíquico. A administração de probióticos
a vitamina D pode também aumentar a quantidade de neurotransmissores,
evita o aumento da permeabilidade intestinal causada pelo estresse, e
o que pode ajudar no tratamento da depressão. Independentemente do
seu uso durante duas semanas pode modular fatores neuroreguladores e
mecanismo exato, vários estudos associaram um baixo nível de vitamina
várias vias de sinalização no sistema nervoso central envolvidos na resposta
D à depressão, salientando a importância da ingestão diária adequada.
ao estresse. Por exemplo, a administração da associação B. longum e L.
Sugestão posológica: 5.000 UI a 10.000 UI ao dia. helveticus exibiu atividade do tipo ansiolítica em ratos e efeitos psicológicos
positivos em voluntários humanos.
VITAMINA B12 Sugestão posológica: 2 blh UFC a 5 blh UFC ao dia.
A vitamina B12, ou cianocobalamina, desempenha importantes funções
metabólicas e neurotróficas. Sua deficiência pode contribuir para a depres- FIBERLIFT ESSENTIAL
são e afeta cerca de 1 em 4 pessoas. Há relatos de casos que pacientes
O intestino é, literalmente, o segundo cérebro – criado a partir do tecido
com depressão refratária ao tratamento com antidepressivos melhoraram
idêntico ao cérebro durante a gestação, produz altos níveis do neurotransmis-
somente após a detecção e tratamento da deficiência de vitamina B12. É
sor serotonina, que está associado com o controle de humor. É importante
interessante observar que, segundo estudos, níveis mais elevados de vitamina
compreender que manter a saúde intestinal e dar suporte prebiótico para
B12 estão associados a melhores resultados em pacientes com depressão
as bactérias intestinais constitui uma parte ativa e integrada da regulação
tratados com antidepressivos. A suplementação oral com ácido folínico
da serotonina. Através da manutenção do pH do cólon, as fibras aumentam
e vitamina B12 proporciona melhora significativa na função cognitiva de
a reabsorção de cálcio e magnésio, os quais estimulam a absorção de trip-
tratamento, assim como também nos sintomas depressivos e na memória
tofano, o aminoácido precursor da serotonina. Otimizar o funcionamento
imediata e tardia dos pacientes tratados.
intestinal é otimizar os níveis de serotonina. Seu efeito é potencializado
Sugestão posológica: 50 mcg a 5 mg ao dia. com a administração de probióticos. Fiberlift Essential é um produto de
ATENÇÃO: em pacientes com deficiência de vitamina B12, o ácido folínico combinação exclusiva de fibras solúveis e insolúveis, importantes para o
pode proporcionar efeitos adversos neurológicos quando a carência desta equilíbrio do organismo.
não é tratada concomitantemente. Sugestão posológica: 5 g a 15 g ao dia.

287
ENDORFEEL NUTRI® LACTOBACILLUS HELVETICUS
O Endorfeel Nutri é composto pela associação do extrato oleoso da Padina
®
Evidências indicam que indivíduos com contagem inferior de Lactobacillus são
pavonica e extrato de vanilla, do Tahiti. Suplemento alimentar que visa a mais propensos a apresentar transtorno depressivo, mostrando a importância
reativação da síntese, a proteção da degradação e amplificação da atividade de sua suplementação no tratamento de doenças psiquiátricas. Programas de
das β-endorfinas. Responsável por uma ação de bem estar e prazer. controle da ansiedade e depressão podem ter melhores resultados quando
há o cuidado com a saúde da microflora intestinal.
Sugestão posológica: 150 mg a 500 mg ao dia.
Sugestão posológica: 2,5 blh UFC a 5 blh UFC ao dia.

LACTOBACILLUS RHAMNOSUS
Um estudo descobriu que o Lactobacillus rhamnosus tem um efeito positivo
sobre níveis de GABA em certas regiões do cérebro e diminui o cortisol
induzido pelo estresse, resultando em alteração positiva do comportamento
relacionado à depressão e ansiedade.
SPIRULINA Sugestão posológica: 1 blh UFC a 5 blh UFC ao dia.
A vitamina B6 associada ao triptofano, encontrados na spirulina, melhoram a
produção de serotonina, minimizando os sintomas da depressão e aumento MALEATO FLUVOXAMINA (PORTARIA 344 – C1)
da sensação de bem-estar. Por também ser fonte de vitamina B12, este
composto pode aliviar os sintomas de depressão relacionado à sua deficiência, Antidepressivo eficaz do grupo dos inibidores seletivos de recaptação de
aliviar a irritabilidade e melhorar a concentração e a memória. Além desses serotonina, podendo ser utilizado por pacientes que apresentam trans-
fatores, pesquisadores relatam que o estresse oxidativo desempenha um torno depressivo. Eficaz também no tratamento do transtorno obsessivo
papel importante na depressão, supondo que a alta atividade antioxidante compulsivo (TOC). Essa é uma característica diferencial em relação às demais
da spirulina pode ser uma parte do mecanismo responsável pela sua ativi- drogas da mesma classe. Muitas vezes, há casos de depressão em que
dade antidepressiva. Em estudo que a spirulina foi usada para o tratamento não há uma comorbidade clara com o TOC, mas que existem sintomas de
da depressão em doses diferentes (100 mg/kg, 200 mg/kg e 400 mg/kg) distúrbios de ansiedade. Nesses pacientes, a fluvoxamina pode ter uma
junto à imipramina (15 mg/kg) como droga padrão em modelos de animais eficácia diferencial. O seu uso em pacientes com depressão, recebendo
experimentais, observou-se que a spirulina possui atividade antidepressiva como dose inicial de 50 a 100 mg uma vez por dia e, quando necessário,
dependente da dose. um aumento de 50 mg por semana, ou até 300 mg/dia, de acordo com a
resposta do paciente, mostrou ser eficaz, segura e bem tolerada.
Sugestão posológica: 500 mg a 2.000 mg ao dia, podendo ser dividida
em 2 tomadas. Sugestão posológica: em casos de depressão, dose inicial de 50 mg ou
100 mg, tomada ao anoitecer; em casos de TOC, dose inicial de 50 mg ao
dia, por 3 a 4 dias e, após, de 100 mg a 300 mg ao dia.
S-ADENOSIL METIONINA (SAM-E)
S-adenosil metionina é a principal substância doadora de radicais metil
para a produção de neurotransmissores. O organismo converte homocis-
teína em metionina e S-adenosil metionina a partir da L-metionina; dessa
forma, o SAM-e é o produto final do processo de metilação do corpo. Este
complexo processo necessita de doses adequadas de vitamina B12, vitamina KRILL OIL NKO® ESSENTIAL
B6 e ácido fólico. A metilação é necessária para a produção adequada de
todos os neurotransmissores e para a estabilização do DNA. Trabalhos Krill Oil NKO® Essential é um óleo derivado de um crustáceo encontrado
demonstraram que pacientes com depressão resistente aos antidepressivos nas águas frias do oceano Antártico, rico em ácidos graxos poli-insaturados
respondiam com altas doses de SAM-e, o qual apresentou ação inicial mais (ômega-3), fosfatidilcolina e astaxantina. Resultados de estudos indicam
rápida e efeitos mais estáveis. Mais recentemente, pesquisadores obtiveram que os componentes ativos do óleo de krill (EPA, DHA, fosfatidilcolina e
resultados promissores ao avaliar duas concentrações de SAM-e (800 mg e astaxantina) facilitam processos de aprendizagem e proporcionam efei-
1.600 mg/dia) com uma proporção significativa de participantes alcançando tos semelhantes aos antidepressivos. Avaliações em pacientes mulheres
uma melhoria significativa dos sintomas em 6 semanas e chegando ao fim revelaram que o óleo de krill melhora significativamente os sintomas de
de 15 semanas de suplementação sem recaídas, com reduzidos sintomas de depressão na síndrome pré-menstrual.
angústia e melhora nos escores de qualidade de vida. Pode ser associado, Sugestão posológica: tomar 2 a 4 cápsulas ao dia, com as principais refeições.
sem interações, com antidepressivos.
ATENÇÃO: pessoas alérgicas a peixe e crustáceos devem evitar o consumo
Sugestão posológica: 200 mg a 1.200 mg ao dia. desse produto.

288
DHA TG ESSENTIAL FÓRMULA ATIVADORA DE DOPAMINA
DHA TG Essential é um suplemento dietético de ácidos graxos poli-insa- Contém L-tirosina e feniletilamina, que o corpo pode converter em dopa-
turados ômega-3 na forma de triglicerídeos, que favorece uma excelente mina, epinefrina e norepinefrina. Foi incluído N-acetilcisteína nesta fórmula,
absorção. Obtido pelo processo de destilação molecular, possui 500 mg principalmente para proteger os neurônios contra a toxicidade da dopamina.
de ácido docosahexaenoico (DHA) e 100 mg de ácido eicosapentaenoico
(EPA) por cápsula. O DHA TG Essential possui importante papel na formação L-tirosina................................................................................................. 500 mg
cognitiva, efeitos neuroprotetores e anti-inflamatórios, além de manter os Feniletilamina......................................................................................... 250 mg
níveis de triglicerídeos saudáveis.
N-acetilcisteína...................................................................................... 250 mg
Sugestão posológica: tomar 1 cápsula, 3 a vezes ao dia, com as principais
refeições. Piridoxal 5-fosfato...................................................................................20 mg

Sugestão posológica: tomar 1 dose ao dia.


SUPER ÔMEGA 3 TG ESSENTIAL
Um suficiente e regular aporte de ômega-3 é crucial para uma boa saúde, FÓRMULA ATIVADORA DE SEROTONINA
incluindo a saúde do cérebro. Seu efeito anti-inflamatório traz bons resul-
5-HTP é o precursor direto de serotonina e resulta numa maior conversão
tados como complemento eficaz contra a depressão. A suplementação
da mesma, em comparação com o triptofano. Além do 5-HTP, contém vita-
de ômega-3 também tem mostrado melhoras em distúrbios mentais mais
minas e minerais, todos cofatores essenciais para a síntese de serotonina.
graves, incluindo esquizofrenia, autismo, psicose e desordem bipolar.
Sugestão posológica: tomar 1 cápsula, 3 a 4 vezes ao dia, com as refeições. 5-hidroxitriptofano............................................................................... 300 mg
Zinco (Albion®)..........................................................................................20 mg
Hexanicotinato de inositol.................................................................. 100 mg
SUGESTÕES DE FÓRMULAS

PSIQUIATRIA
Piridoxal 5-fosfato...................................................................................10 mg
Ácido folínico....................................................................................... 800 mcg
FÓRMULA ATIVADORA DO HUMOR
Metilcobalamina.................................................................................. 100 mcg
Esta fórmula possui caráter antidepressivo e ação positiva no humor, pois
fornece os aminoácidos e cofatores de vitaminas que são precursores impor- Sugestão posológica: tomar 1 dose ao dia, fracionada em 2 vezes.
tantes para a produção de neurotransmissores no cérebro – especificamente
aqueles que estão envolvidos na regulação do humor.
FÓRMULA FITOTERÁPICA ATIVADORA DE SEROTONINA
Ácido folínico....................................................................................... 400 mcg É uma fórmula fitoterápica que apoia e estimula a produção de serotonina.
Piridoxal 5-fosfato...................................................................................10 mg
Saffr’Activ®.............................................................................................. 100 mg
Metilcobalamina.................................................................................. 250 mcg
Hipericum perfuratum (0,3% hipericina).......................................... 600 mg
L-tirosina................................................................................................. 500 mg
N-acetilcisteína...................................................................................... 300 mg Sugestão posológica: tomar 1 dose ao dia, fracionada em 2 vezes.
5-HTP....................................................................................................... 150 mg
FÓRMULA DE 5-HTP SUBLINGUAL
Sugestão posológica: tomar 2 doses ao dia.
Os comprimidos sublinguais são uma forma bastante eficaz de suplementar
este aminoácido. Esta forma farmacêutica otimiza a absorção, protegendo-o
FÓRMULA FITOTERÁPICA ATIVADORA DE DOPAMINA da degradação gástrica e do mecanismo de primeira passagem hepática.
Contém compostos vegetais precursores para a produção de dopamina,
ou que atuam estimulando sua produção. 5-hidroxitriptofano..................................................................................50 mg
Comprimidos sublinguais (menta, baunilha ou uva)
Paullinea cupana (5% cafeína)............................................................ 500 mg
Sugestão posológica: usar 1 comprimido via sublingual antes das refeições
Mucuna (20% L-dopa).......................................................................1.000 mg
e ao deitar.
Rhodiola rosea....................................................................................... 250 mg
Atenção: a ocorrência de náuseas indica uma conversão muito rápida para
Sugestão posológica: tomar 1 dose pela manhã. a serotonina, sendo indicada a redução da dose.

289
FÓRMULA DE APOIO AO INTESTINO – CÉREBRO FÓRMULA COM SAM-E
Com base nas evidências, a microbiota intestinal está associada à saúde A substância atua através da metilação dos neurotransmissores cerebrais,
humana de maneira geral, incluindo o sistema imunológico e distúrbios inclusive a serotonina e a dopamina, melhorando sua atuação.
neuropsiquiátricos, como esquizofrenia, transtornos autistas, transtor-
nos de ansiedade e transtorno depressivo. Associamos o Lactobacillus, SAM-e...................................................................................................... 200 mg
Bifidobacterium e inulina para que, de forma simbiótica, garantam a saúde
da flora intestinal que desempenha um papel importante na comunicação Sugestão posológica: tomar 1 dose, 2 a 3 vezes ao dia. Se necessário,
bidirecional entre o intestino e o cérebro. dobrar a dose.

Lactobacillus helveticus...............................................................1 x 109 UFC


Lactobacillus rhamnosus.............................................................1 x 109 UFC ANSIEDADE
Bifidobacterium longum..............................................................1 x 10 UFC 9

Os transtornos de ansiedade são geralmente tratados com substâncias


Bifidobacterium Infantis..............................................................1 x 109 UFC
que aumentam a produção de GABA ou que sejam GABAérgicas (estimu-
Inulina...................................................................................................... 500 mg lam os receptores GABA como os benzodiazepínicos), por ser o principal
Spirulina................................................................................................1.000 mg neurotransmissor depressor do cérebro. A formação de GABA ocorre por
descarboxilação do glutamato, catalizada pela enzima glutamato descar-
Sugestão posológica: 1 a 2 doses ao dia. boxilase (GAD). O GABA exerce seus efeitos através da ligação de dois
receptores distintos, GABA-A e GABA-B. As drogas ansiolíticas do grupo
dos benzodiazepínicos exercem seus efeitos calmantes graças à potencia-
FÓRMULA FITOTERÁPICA SONO SAUDÁVEL
lização das respostas dos receptores GABA-A à ligação do GABA. Existem
Possui os extratos fitoterápicos mais cotados como calmantes. Passiflora vários nutrientes que são precursores de GABA, ou que interferem na
possui grande valor terapêutico como sedativo e tranquilizante. Mulungu enzima glutamato descarboxilase, aumentando sua síntese. Outra linha de
age como calmante, através do bloqueio neuromuscular e relaxamento dos pesquisa segue as constatações de que antagonistas da neurotransmissão
músculos. A Melissa, além de tranquilizante, age também como indutora do serotonérgica resultam em efeitos ansiolíticos similares aos dos benzodia-
sono, um papel importante no controle da ansiedade. Valeriana e L-teanina zepínicos. Através da revisão desta hipótese, bons resultados foram obtidos
induzem o sono. Portanto, esta fórmula pode ser utilizada em casos de na utilização de drogas antagonistas dos receptores 5-HT2 e 5-HT3 no
insônia, sono leve e agitado e até mesmo em casos de hiperatividade. tratamento da ansiedade.

Passiflora (0,2% vitexina)..................................................................... 200 mg


L-TEANINA
Mulungu (0,07% flavonoides)............................................................. 200 mg
A L-teanina (5-N-etil-glutamina) é um aminoácido presente na Camellia
Melissa (2% ácido rosmarínico).......................................................... 200 mg sinensis (chá verde) que produz um efeito calmante no cérebro por bloquear
Valeriana (0,5% ácido valerênico)...................................................... 200 mg a ligação do ácido l-glutâmico aos receptores de glutamato. Dessa forma,
L-teanina.................................................................................................. 200 mg induz o relaxamento e possui efeito calmante e modulador do humor,
aumentando a sensação de bem-estar, uma vez que promove aumento das
Sugestão posológica: tomar de ½ a 1 dose ao deitar. ondas alfa cerebrais. Não causa sonolência e não interfere na habilidade
de pensar, ajudando inclusive a concentração mental.

FÓRMULA REPARADORA DO SONO Sugestão posológica: via oral, 100 mg a 300 mg, 2 a 4 vezes ao dia; na
forma sublingual, 2 a 4 comprimidos de 50 mg, 2 a 4 vezes ao dia.
Indicada em casos de distúrbios do sono, tanto nas situações de dificuldade
para iniciar o período de sono como nas situações de sono interrompido e
qualidade do sono, podendo ser utilizada também em casos de agitação, L-GLICINA E L-TAURINA
tensão emocional e irritabilidade como a TPM. A L-glicina é um aminoácido que possui receptores específicos no cérebro
e age como um neurotransmissor inibitório, bloqueando a ação da nora-
L-taurina.................................................................................................. 500 mg drenalina. A L-taurina, por sua vez, aumenta a síntese e os níveis centrais
5-hidroxitriptofano............................................................................... 100 mg de GABA através da expressão enzimática da glutamato decarboxilase.
Melissa (2% ácido rosmarínico).......................................................... 250 mg Sugestão posológica: L-glicina, 1.000 mg a 3.000 mg ao dia; L-taurina
Valeriana (0,5% ácido valerênico)...................................................... 250 mg 500 mg a 1.500 mg ao dia. Quando em doses menores, podem ser usadas
em cápsulas sublinguais.
Humulus lupulus.................................................................................... 250 mg

Sugestão posológica: tomar 1 dose ao deitar.

290
ASHWAGANDHA KSM-66®
Extrato patenteado de raiz de ashwagandha (KSM-66®) padronizado em
5% de witanolidas, o seu princípio ativo mais interessante. O processo de
extração usado não utiliza produtos químicos e álcool e respeita o equilíbrio
delicado dos vários constituintes naturalmente presentes na planta. Estu-
MELISSA, VALERIANA, GOTU KOLA E KAVA-KAVA dos mostram diferenças significativas na ansiedade, concentração, fadiga,
atividade social e vitalidade.
A Melissa officinalis e a Valeriana officinalis inibem a enzima GABA transa-
minase que degrada GABA e, dessa forma, mantêm o neurotransmissor por Sugestão posológica: 300 mg, 3 vezes ao dia.
mais tempo nas sinapses. A gotu kola (Centella asiatica) e o kava-kava (Piper
methysticum), embora amplamente utilizados por seus efeitos ansiolíticos,
não possuem mecanismos de ação completamente elucidados. SUGESTÕES DE FÓRMULAS
Sugestão posológica: 150 mg a 450 mg de Melissa e Valeriana, e 150 mg
a 300 mg ao dia de gotu kola e kava-kava, 2 a 3 vezes ao dia.
FÓRMULA FITOTERÁPICA ANSIOLÍTICA
Combinação de extratos naturais que promove o relaxamento, bem-estar
RELORA® mental e bom humor.
É uma combinação exclusiva e patenteada de extratos específicos de
Phellodendron amurense e de Magnolia officinalis. Possui eficácia cientí- Humulus lupulus.................................................................................... 150 mg
fica comprovada na regulação dos níveis de cortisol, controlando, assim, a Ashwagandha KSM-66®...................................................................... 300 mg
ansiedade e a compulsão alimentar causada pelo estresse.
Melissa (2% ácido rosmarínico).......................................................... 200 mg
Sugestão posológica: 250 mg, 2 a 3 vezes ao dia.
L-teanina.................................................................................................. 300 mg

PSIQUIATRIA
PHENIBUT Sugestão posológica: tomar 1 dose, 2a 3 vezes ao dia.
Phenibut (ácido N-fenil-O-aminobutírico, ou N-fenil-GABA) é um agonista
GABA utilizado como tranquilizante e como agente nootrópico (aumenta FÓRMULA COM L-TEANINA SUBLINGUAL
o desempenho cognitivo). Por isso, é indicado para diminuir ou aliviar a É uma forma de fácil administração da L-teanina, fornecendo entrega rápida
tensão, o estresse, a insônia, a ansiedade e o medo. do ativo e, consequentemente, rápido efeito tranquilizante.
Sugestão posológica: 50 mg a 250 mg, 2 a 4 vezes ao dia.
L-teanina..................................................................................25 mg ou 50 mg
ZEMBRIN Comprimido sublingual
Composto pelo extrato padronizado de Sceletium tortuosum, uma planta Sugestão posológica: usar 2 a 4 comprimidos sublinguais, 3 a 6 vezes ao
de origem sul-africana utilizada para alívio da fome, fadiga e melhora do dia, conforme ansiedade.
humor. Possui efeitos sedativos e é coadjuvante no tratamento da ansiedade
e sintomas de depressão. Seu uso também está relacionado à diminuição
dos sintomas deletérios relacionados ao estresse e ansiedade que levam à FÓRMULA COADJUVANTE DA COMPULSÃO ALIMENTAR
compulsão alimentar e pioram os sintomas da TPM. Fórmula para ansiedade com Relora® que garante ação tranquilizante e
Sugestão posológica: 8 mg a 25 mg ao dia. normalização dos níveis de cortisol diminuindo os efeitos causados pelo
estresse. Pode auxiliar na prevenção da compulsão alimentar associada
ao estresse e ainda regulariza o sono, contribuindo para diminuição do
HUMULUS LUPULUS nervosismo e irritabilidade.
O Humulus lupulus é tradicionalmente utilizado como auxiliar do sono,
promovendo atividade de indução e manutenção do mesmo. Essa ação é Relora®..................................................................................................... 150 mg
devido principalmente à atividade sedativa da sua porção de α-ácidos. O L-taurina.................................................................................................. 350 mg
extrato de H. lupulus tem efeitos comprovados na indução da resposta de
L-teanina.................................................................................................. 350 mg
ionotrópicos (receptores de GABA-A) e como coadjuvante no tratamento
da depressão.
Sugestão posológica: tomar 1 dose, 1 a 3 vezes ao dia.
Sugestão posológica: 100 mg a 400 mg ao dia.

291
FÓRMULA TRANQUILIZADORA GERAL FÓRMULA RELAXANTE
Blend de substâncias que proporciona variedade de mecanismos que podem Contém mistura sinérgica de ingredientes para regular as catecolaminas e
garantir o efeito relaxante. Tem ação relaxante psíquica e é indicado para o neurotransmissor inibitório, GABA. Útil para a ansiedade, manter o foco,
ansiedade, tensão nervosa, estresse, agitação e insônia. amenizar as alterações de humor e alívio geral do estresse.

Passiflora (extrato)................................................................................. 200 mg Inositol............................................................................................................. 1 g


Valeriana (0,5% ácido valerênico)...................................................... 200 mg Ashwagandha KSM-66®...................................................................... 250 mg
L-taurina.................................................................................................. 500 mg L-taurina.................................................................................................. 250 mg
Magnésio (glicina).................................................................................. 200 mg GABA....................................................................................................... 250 mg
Melissa (2% ácido rosmarínico).......................................................... 200 mg L-teanina.................................................................................................. 250 mg
L-teanina.................................................................................................. 200 mg
Sugestão posológica: 1 dose, 2 a 3 vezes ao dia.
Piridoxal 5-fosfato...................................................................................30 mg
Zinco (Albion®)..........................................................................................15 mg

Sugestão posológica: tomar 1 dose, 2 vezes ao dia.

INDUTORA DA PRODUÇÃO DE GABA E SEROTONINA


Possui ativos que auxiliam os sistemas de neurotransmissores inibitórios
de serotonina e GABA, os quais produzem efeitos calmantes. É indicado
para pacientes com dificuldade de adormecer e manter o sono, ansiosos e
com tendências à hiperatividade.
3. ESQUIZOFRENIA
A esquizofrenia é uma doença psiquiátrica caracterizada pela desintegração
Vitamina B3...............................................................................................30 mg
do processo de pensamento, perda do contato com a realidade e perda da
Piridoxal 5-fosfato...................................................................................30 mg resposta emocional. Estudos têm demonstrado que a atividade de enzimas
Ácido fólico........................................................................................... 400 mcg antioxidantes, bem como de outros marcadores bioquímicos da peroxida-
ção lipídica no plasma, nas hemácias e no líquido cefalorraquiano podem
Metilcobalamina.................................................................................. 200 mcg
apresentarem-se anormais em pacientes esquizofrênicos. Acredita-se que a
Magnésio (glicina).................................................................................. 100 mg alteração da atividade enzimática antioxidante esteja associada à patogênese
L-taurina.................................................................................................. 500 mg da neurodegeneração, à discinesia tardia, aos sintomas negativos, aos sinais
Phenibut.................................................................................................. 200 mg neurológicos, bem como às anormalidades tomográficas. Além do estresse
oxidativo, as alterações de membranas neuronais podem ser melhoradas
5-HTP....................................................................................................... 150 mg com o uso de suplementos. Dessa forma, o uso de suplementos naturais
L-teanina.................................................................................................. 300 mg pode beneficiar diretamente o quadro clínico de pacientes esquizofrênicos
e potencializar os efeitos dos tratamentos convencionais.
Sugestão posológica: tomar 1 dose à noite.
Somado a isso, a suplementação dietética pode complementar de forma
regular, prática e individualizada a nutrição do paciente, complementando-a
FÓRMULA SONO SAUDÁVEL COM AMINOÁCIDOS e potencializando-a, formando assim uma terapia adjuvante de grande
importância. No que diz respeito à terapia nutricional do período pré-natal,
A L-teanina e a L-taurina são responsáveis por promover o relaxamento
defende-se que uma nutrição adequada está correlacionada com a dimi-
e reduzir a ansiedade e excesso de excitação. Fortalecendo a saúde do
nuição do risco e incidência de esquizofrenia. Neste caso, realçam-se os
sono, a L-glicina é a principal responsável pelo relaxamento dos músculos
ácidos graxos poli-insaturados, principalmente o ômega-3 e o ômega-6, a
durante o estado REM.
vitamina D e alguns aminoácidos e minerais. Durante a infância e adoles-
cência, os níveis de vitamina D e ômega-3 continuam importantes, uma
L-glicina.................................................................................................... 500 mg
vez que quando se encontram diminuídos são fatores de risco para, além
L-taurina.................................................................................................. 500 mg do desenvolvimento de esquizofrenia, do agravamento da sintomatologia.
L-teanina.................................................................................................. 500 mg Minerais e vitaminas são responsáveis por manter o equilíbrio bioquímico
do cérebro, sendo que os seus níveis encontram-se alterados em doentes
Sugestão posológica: tomar 1 a 2 doses, antes de dormir. esquizofrênicos e por isso é necessário a sua monitoração.

292
VITAMINA D
Diversos estudos apontam a deficiência de vitamina D em casos de esqui-
zofrenia. Pesquisadores examinaram a suplementação de vitamina D de,
pelo menos, 2.000 UI/dia, em 10.934 crianças durante o primeiro ano de
vida, sendo os dados sobre as condições biológicas, socioeconômicas e
de saúde, hábitos de vida e características familiares coletados prospecti-
GINKGO BILOBA vamente desde a gravidez até os 31 anos de idade, quando então foram
selecionados para o estudo aproximadamente 9.000 adultos com padrões
(Extrato padronizado com 25% de glicosídeos flavonoides)
semelhantes. Neste estudo, foi notável que a suplementação em crianças
Representa um dos fitoterápicos mais utilizados no mundo, com potente do sexo masculino diminuiu em 77% o risco de esquizofrenia até a fase
ação antioxidante, protetora mitocondrial e neuronal. O Ginkgo biloba adulta (até 31 anos) em comparação àquelas que foram suplementadas
promove aumento da produção de fatores de crescimento neural e glial, com menos de 2.000 UI de vitamina D ao dia. Os pesquisadores sugerem
do número de receptores de acetilcolina no cérebro e da síntese de dopa- que a exposição precoce à vitamina D é fundamental para a proteção e
mina e GABA. Pode ser indicado como nootrópico (melhora a memória, resultados positivos do neurodesenvolvimento.
atenção, concentração e capacidade de aprendizagem) e como coadju-
Sugestão posológica: 2.000 UI a 4.000 UI ao dia.
vante em quadros de demência, Alzheimer e neurites. Promove melhora
do metabolismo de enzimas antioxidantes e de radicais livres, reduzindo a
lesão causada pela oxidação do DNA mitocondrial, atenua a peroxidação L-GLICINA
lipídica e a apoptose das células cerebrais e bloqueia o declínio cognitivo,
A L-glicina é um aminoácido que funciona como neurotransmissor inibitório
sem suprimir a oxidação proteica. Trabalhos mostraram que a associação
no SNC. Os níveis plasmáticos de L-glicina estão diminuídos em doentes
de Gingko biloba com antipsicóticos promove uma potencialização dos
esquizofrênicos e encontram-se negativamente correlacionados com os
efeitos de forma significativa.
sintomas negativos. A administração oral de L-glicina aumenta seus níveis

PSIQUIATRIA
Sugestão posológica: 120 mg a 360 mg ao dia. plasmáticos e sugere-se que a suplementação pode atuar nos receptores
NMDA e não nos receptores da L-glicina, aumentando os níveis de 5-HT,
que se traduz numa diminuição dos sintomas negativos. Um estudo revelou
VITAMINA C, VITAMINA E, SELÊNIO E N-ACETILCISTEÍNA
que a suplementação de L-glicina de 1 a 2 g por kg de peso por dia pode
Como o estresse oxidativo faz parte da patogênese da esquizofrenia, o uso ser administrada sem produzir efeitos adversos e que esta dose conduziu
de antioxidantes mostrou-se efetivo no seu tratamento, se associado às a um aumento do nível de L-glicina no fluido cerebral, que por sua vez atua
terapias antipsicóticas convencionais, evitando assim mais prejuízos oxidati- como agonista do receptor NMDA, melhorando os sintomas.
vos e deterioração dos déficits neurológicos associados à doença. Além da
Sugestão posológica: 1.000 mg a 3.000 mg, 2 a 3 vezes ao dia, podendo
melhora dos sintomas negativos, os antioxidantes apresentam importante
chegar a 2 g/kg.
função protetora para a discinesia tardia, que representa o principal efeito
colateral e limitante do uso de antipsicóticos.
Sugestão posológica: 1.000 mg a 4.000 mg de vitamina C Total; 400 UI a MANGANÊS, FERRO, ZINCO
1.200 UI de Mix de tocoferóis; 200 mcg de selênio (metilselenocisteína); Em doentes esquizofrênicos, diversos estudos observaram baixos níveis
300 mg a 1.500 mg de N-acetilcisteína. plasmáticos de manganês, ferro e zinco. No caso do manganês, ele origina
um aumento da atividade da sintetase do óxido nítrico e, consequentemente,
do óxido nítrico que atua no córtex destes indivíduos e que influencia a
VITAMINA B3
liberação pré-sináptica do glutamato. O ferro é um elemento essencial para
(Nicotinamida ou hexanicotinato de inositol)
manter o normal funcionamento do SNC. A diminuição da sua biodisponibi-
Esta é a vitamina mais consagrada no tratamento de esquizofrenia, com lidade no cérebro afeta a sua bioquímica, a produção de neurotransmissores,
inúmeros trabalhos de Hoffer e outros autores que a utilizaram em altas a função do sistema dopaminérgico e a função cognitiva que, por sua vez,
doses como tratamento da condição. Acredita-se que seu mecanismo de estão associados à esquizofrenia. O zinco é necessário para a maturação e
ação deve-se à sua capacidade demetilante (reduz a quantidade excessiva funcionamento do cérebro e a sua concentração parece estar associada à
de radicais metil produzidos no cérebro esquizofrênico, e também reduz o esquizofrenia, uma vez que baixos níveis deste oligoelemento no cérebro
adrenocromo). O hexanicotinato de inositol se transforma numa forma de resultam em disfunções cerebrais e dificuldade de aprendizagem, verifican-
liberação lenta de niacina e pode ser usado com menos efeitos colaterais. do-se melhorias da sintomatologia quando seus níveis são normalizados.
Por alguns especialistas, esta é a forma mais segura de usar o ácido nico-
Sugestão posológica: 2 mg ao dia de manganês; 10 mg a 40 mg de ferro
tínico em altas doses.
Albion®; 10 mg a 40 mg de zinco quelado.
Sugestão posológica: 500 mg a 3.000 mg ao dia.

293
SUGESTÕES DE FÓRMULAS
FÓRMULA ESTABILIZADORA CEREBRAL
Fórmula capaz de proporcionar estabilidade às funções cerebrais. Contempla
as necessidades para o equilíbrio cerebral do ponto de vista físico e psíquico
e seus compostos nutritivos otimizam a ação antioxidante.

Hexanicotinato de inositol.................................................................. 250 mg


DHA TG ESSENTIAL Cognizin®................................................................................................. 150 mg
DHA TG Essential é um suplemento nutricional de ácidos graxos Ginkgo biloba (25% glicosídeos flavonoides).................................. 240 mg
poli-insaturados ômega-3 na forma de triglicerídeos que favorece uma
excelente absorção. O DHA age sobre a sinalização cerebral através da Vitamina C Total.................................................................................... 500 mg
modulação da função e expressão de receptores de neurotransmissores Tocofemax (mix de tocoferóis)........................................................... 200 mg
e da sua ação anti-inflamatória central, além de regular a concentração N-acetilcisteína...................................................................................... 600 mg
cerebral de fosfatidilserina, essencial para o funcionamento cerebral, princi-
palmente no hipocampo, região associada à consolidação da memória. Pode Sugestão posológica: tomar 1 dose ao dia. Associar 2 cápsulas de DHA
ser indicado para prevenção e tratamento da esquizofrenia, assim como TG Essential, de 2 a 3 vezes ao dia.
de pacientes autistas, com hiperatividade e agressividade. Preconiza-se
também seu uso na redução da frequência de crises epilépticas e no aumento
da resposta aos medicamentos psiquiátricos na esquizofrenia. Recentes FÓRMULA PARA SAÚDE CEREBRAL
trabalhos mostraram redução da frequência e intensidade dos surtos em Esta formulação dá suporte à memória, concentração, fornece proteção
pacientes esquizofrênicos que usaram DHA associado à sua medicação. antioxidante, facilita a oxigenação do cérebro e seu metabolismo. Contém
Sugestão posológica: 2 a 6 cápsulas ao dia. nutrientes revitalizantes capazes de reparar os neurônios.

Piridoxal 5-fosfato...................................................................................25 mg
Ácido folínico....................................................................................... 400 mcg
Metilcobalamina.................................................................................. 100 mcg
Hexonicotinato de inositol................................................................ 250 mcg
Ginkgo Biloba (25% glicosídeos flavonoides)................................. 120 mg
Lipo PS 20®............................................................................................. 150 mg
L-glicina.................................................................................................... 500 mg
N-acetilcisteína...................................................................................... 500 mg
Zinco (Albion®)..........................................................................................15 mg
Selênio (metionina)............................................................................. 200 mcg
Manganês (Albion®)................................................................................... 1 mg
SUPER ÔMEGA 3 TG ESSENTIAL Sugestão posológica: tomar 1 dose ao dia, podendo ser fracionada em 2
Os ácidos graxos poli-insaturados atuam na sinalização celular, regulação vezes. Associar de 2 a 4 cápsulas de DHA TG Essential.
enzimática, síntese de eicosanoides, regulação da migração neuronal, deter-
minação da plasticidade sináptica e modulação de citocinas que possuem
atividade neuromodulatória e neurotransmissora, de maneira que possivel-
mente estejam envolvidos na fisiopatologia de alguns transtornos psiquiátri-
cos como a esquizofrenia. A compilação de estudos clínicos experimentais
evidenciou a relação entre a suplementação de ômega-3 e a melhora dos
sintomas da esquizofrenia.
Sugestão posológica: tomar 2 cápsulas, 1 a 3 vezes ao dia, com as prin-
cipais refeições.

294
FÓRMULA ESTABILIZADORA CEREBRAL PLUS
Contém uma combinação única de ingredientes para dar suporte à função
cognitiva e mitocondrial geral. Além de antioxidantes, contém a combinação
de acetil-L-carnitina, ácido lipoico e biotina, os quais são apontados por
estudos para fortalecer a saúde e função mitocondrial no cérebro.

Hexanicotinato de inositol.................................................................. 250 mg


Cognizin®................................................................................................. 150 mg
Ginkgo biloba (25% glicosídeos flavonoides).................................. 240 mg
Vitamina C Total.................................................................................... 500 mg
Tocofemax (mix de tocoferóis)........................................................... 200 mg
N-acetilcisteína...................................................................................... 600 mg
Ácido R-alfa-lipoico.................................................................................50 mg
Aceti-L-carnitina.................................................................................... 500 mg
Biotina.................................................................................................... 300 mcg
Astaxantina (lipofílica)............................................................................... 2 mg

Sugestão posológica: tomar 1 dose ao dia. Associar 2 cápsulas de DHA


TG Essential, de 2 a 3 vezes ao dia.

PSIQUIATRIA
FÓRMULA DEMETILANTE CEREBRAL
O Dr. Abram Hoffer teve grande êxito no tratamento da esquizofrenia com
a associação de vitamina C e niacina. Segue a sugestão de dose usada por
este eminente psiquiatra ortomolecular.

Hexanicotinato de inositol.................................................................. 500 mg


Vitamina C Total.................................................................................1.000 mg

Sugestão posológica: tomar 1 dose, 3 vezes ao dia. Dobrar a dose se


necessário.

295

Você também pode gostar