Você está na página 1de 3

O Google Alerts é uma ferramenta pouco conhecida do Google, que colabora para

que você sempre fique informado dos assuntos que mais são importantes para
você.
Ela também é uma ótima ferramenta para ajudar você a encontrar novas ideias de
conteúdo, além de se inteirar sobre o trabalho dos seus concorrentes, prospectar
clientes e muitas outras possibilidades.

Quando se trata de turbinar sua estratégia de marketing de conteúdo de maneira


rápida simples e, acima de tudo, sem custos, o Google Alerts é a grande pedida.

Para entender o poder do que o Google Alerts pode fazer por você e pela estratégia
de marketing da sua marca, proponho um exercício.

Pense em uma palavra ou frase que você gostaria de saber quantas vezes foi
publicada em algum site da Internet. Tente mensurar o número de resultados que
você obteria.

Parece muito? E é mesmo. Mas com o Google Alerts esse trabalho fica simples.

Isso porque ao invés de realizar uma inspeção manual através de mecanismos de


busca, com ele você recebe via email alertas sobre determinado tópico a cada nova
matéria publicada na internet.

Benefícios do Google Alerts Para Sua Estratégia de Marketing

Quando você usa o Google Alerts, consegue ter um panorama muito mais amplo
sobre como seu produto ou marca é visto pelo público.
Para ficar mais claro, considere esse exemplo: Você cria um alerta no Google para
cada vez que o nome exato da sua marca é mencionado na internet.

Cada vez que falarem da sua marca, você ficará sabendo.


Esse é um modo incrível de ter um controle muito maior sobre como a sua empresa
é vista pelos consumidores e até pelos concorrentes.

Tudo isso ao alcance de um clique, podendo ser consultado a qualquer momento.


Esse tipo de informação privilegiada dá a você uma enorme vantagem sobre seus
concorrentes.

Sabendo como sua marca é vista e falada, você tem a chance de aprimorar sua
estratégia de marketing, pois tem a chance de saber sobre oportunidades de
negócios e principais mudanças de mercado muito antes que o público em geral.
É como se o Google Alerts fosse uma secretária que avisasse você de tudo o que
precisa saber.
Mas se trata de um profissional muito mais dedicado, que trabalha 24 horas por dia,
7 dias por semana, sem falha.
#1 Como Criar um Alerta

Tudo o que você precisa para começar é acessar a página central do Google
Alerts por este link.
Logo em seguida, você deverá fazer login em sua conta do Google, para o caso de
ainda não estar automaticamente logado, e configurar seus alertas na tela que
aparecerá a seguir.

As opções disponíveis podem ser detalhadas nessa página inicial.


A primeira de todas as seções é a de “Meus alertas”, onde você pode editar os
alertas já criados, se existir algum, e definir qual é o horário em que deseja recebê-
los na caixa de entrada do seu email.

Você também pode deixar marcada a opção “Digest”. Essa funcionalidade é


bastante interessante de se manter ativa, pois entrega as novidades relacionadas ao
alerta em uma mensagem de email única.

A frequência dessa mensagem pode ser definida entre duas opções: “no máximo
uma vez por dia” ou “no máximo uma vez por semana”.

Na segunda divisão você encontra a seção “Eu na web”. Aqui você pode criar um
alerta com seu próprio nome ou email já cadastrados. Você pode fazer isso
clicando no símbolo de “+”.

Por fim, temos as “Sugestões de alertas”, que serve para dar ideias de empresas,
artistas, filmes e outros temas que são tendência na atualidade.

Você pode criar um alerta também sobre esses temas com apenas um clique.

Para criar um novo alerta, o que você precisa fazer é digitar o termo desejado
na busca.
Vamos usar como exemplo “balanço anual”. Fica melhor se você escrever entre
aspas o tema escolhido. Isso ajuda a obter resultados precisos.

Fazendo isso, o próximo passo é clicar em “Mostrar opções” e configurar seus


alertas.
São possíveis ainda algumas customizações como a frequência com que deseja
receber seus alertas.

Pode ser quando você estiver disponível, no máximo uma vez por dia ou no
máximo uma vez por semana.

Você também pode definir de que fonte quer que esses alertas venham. De sites de
notícias, blogs, web, vídeos e outros.
Também é possível definir idioma e país em que o conteúdo foi publicado, além de
poder definir se quer ver somente os melhores resultados ou todos.

Não esqueça de colocar em qual endereço de email quer receber todos esses
alertas.

Feito tudo isso, o Google Alerts mostrará uma pré-visualização dos últimos
resultados que foram indexados pelo Google para o termo determinado por você.

Revise suas preferências, analise a pré-visualização e, se estiver tudo de acordo


com as suas vontades e necessidades, é só clicar em “Criar alerta”.

Escolhendo as Palavras-Chave Que Você Quer Receber Conteúdo

Quando você acessa o painel de controle do Google Alerts, a primeira coisa a fazer
é selecionar quais são os temas sobre os quais você quer que o recurso alerte você.

Pensando na sua estratégia de marketing digital, procure escolher palavras que se


relacionam com sua marca e seus produtos.

Tente ser tão assertivo quanto possível.


Por exemplo, se você vende camisetas azuis de linho, colocar apenas o termo
“camiseta” como alerta será algo amplo demais e provavelmente trará até você
resultados de pouca ou nenhuma relevância.

Procure um meio termo que possa trazer resultados com algum valor para a
sua campanha.
No caso do exemplo citado acima, o termo “camiseta de linho” pode ser uma boa
escolha, apenas para se ter uma ideia.