Você está na página 1de 388

Atendimento

Educacional
Especializado
PROPOSTAS DE ATIVIDADES PARA
2ª SEMANA: 01/06/2020 À 05/06/2020
✘ Proposta 1-B
Atividade: Música : Eu conheço um jacaré (domínio público)

Descrição: Cantar com a criança a música: “Eu conheço um jacaré” (domínio público).
Eu conheço um jacaré que gosta de comer,
Esconda seus olhinhos, se não o jacaré,
Come seus olhinhos e o dedão do pé!
A medida que for cantando a música, acrescentar outras partes do corpo até que ela tenha apontado e
identificado todas as partes do corpo solicitadas.
* Link com um vídeo para assistir e ouvir a música: https://www.youtube.com/watch?v=KtUXKsWsZvg>

Variações: Cantar em frente ao espelho, de frente para o outro, imitando o adulto, apontando no outro.

Objetivos: ritmo, audição e expressão corporal; Desenvolver a consciência da criança em relação as partes
do corpo citadas na letra da música; Desenvolver a atenção, o gosto e a sensibilidade em relação a música.

Pré requisitos: A música é um pré requisito importante na alfabetização, memorização e instrumento


facilitador da aprendizagem.
✘ Proposta 2-B
Atividade: Brincadeiras com a criança no espaço físico que possui dentro ou fora da casa.

Descrição: Brinque com a criança de pega-pega: corra pelos espaços da casa, passando entre os
obstáculos (movéis, cadeiras, bancos...), de maneira que ele tenha que se desviar dos mesmos.
Brinque de esconde e esconde.
Solicite auxílio da criança para estender uma roupa, de maneira que ela lhe dê os pregadores ou alguma
peça de roupa;
Solicite que guarde os brinquedos depois de brincar, indicando o lugar ou objeto onde devem colocados;
Solicite que leve um objeto grande a outro lugar.

Objetivos: Explorar os espaços da casa utilizando habilidades corporais como sentar, subir, descer,
engatinhar, ficar em pé, rolar, deitar dentre outras possibilidades.

Pré-requisitos: Coordenação motora global.

ATENÇÃO: Essas atividades devem ser feitas com prazer e não com obrigação e tenha muita atenção para a
criança estar segura, evite acidentes domésticos.
✘ Proposta 3-B
Atividade: Fortalecimento e coordenação motora das mãos

Descrição: Nesta proposta vamos usar as mãos fazendo os seguintes movimentos:

- Com as mãos vamos formar um balão: junte as duas mãos unindo dedinho com dedinho, fazendo uma leve
pressão e formando um balãozinho. Bem devagar levante as mãos até a parte de cima da sua cabeça. Solte as
mãos balançando os dedos e abaixando-as.
- Entrelaçar os dedos de uma mão com os dedos da outra, como se fosse um pente e em seguida, com as
mãos ainda unidas, levante apenas os dedos da mão direita primeiro e depois os dedos da mão esquerda.
Pode fazer isso várias vezes, sempre com as mãos juntas, entrelaçadas.
- Garras de tigre: em uma mesa, ou mesmo apoiando nas pernas, esticar os dedos e dobrá-los, imitando as
garras de um animal. Fazer isso várias vezes.
-Com as mãos imitar uma aranha coloque-as sobre a mesa, no chão, na parede ou apoiando sobre as pernas e
faça movimentos com os dedos como se fosse uma aranha rastejando, vai andando e volta escorregando. Pode
usar a música da dona aranha para enriquecer esta atividade.

Link para ouvir a música:<https://www.youtube.com/watch?v=MuBgIfBR1kA>


✘ Proposta 3-B (continuação)

Variações:
Vamos realizar outros movimentos:
- Primeiro, pedimos à criança que corra ao nosso redor e, depois, que passe por entre as pernas abertas, dê
pulinhos com as pernas juntas e, para terminar, dê pulos com as pernas separadas.
Obs: Crianças com mobilidade reduzida deverão ser conduzidas por um adulto na cadeira e passar embaixo de
uma fita, andar com a cadeira em zig-zag.
- Sentamos no chão, com as pernas juntas e esticadas, e convidamos a criança a saltar, com pés juntos, por
cima das pernas.
- Finalmente, fazemos um elevador e , para isso, nos sentamos no chão com os joelhos flexionados e pegamos
a criança pelas mãos. Ela deverá subir nos nossos joelhos;
- Estendemos lentamente as pernas e tornamos a flexioná-las, de modo que o pequenino suba e desça aos
poucos.
Obs: Crianças com mobilidade reduzida, poderão ser retiradas por um adulto da cadeira e o responsável indicar
as partes do corpo e brincar com a música da Dona Aranha.
- Podemos fazer um desenho com a criança e montar um fantoche de aranha.

- REALIZAR A ATIVIDADE COM A SUPERVISÃO DE UM ADULTO

Objetivos: fortalecimento e à coordenação motora das mãos das crianças


Prequisitos: Durante praticamente todo o dia as crianças precisam de mãos fortes e coordenadas para
executar as mais diversas atividades e tarefas, como pegar uma escova de dentes, abrir e fechar torneiras,
vestir-se, desenhar, pintar, recortar, colar, escrever e assim por diante.
✘ Proposta 4-B
Atividade: Dado Maluco

Descrição: Primeiro devemos procurar uma caixa de perfume, caixa de suco, remédio ou sabonete para
confecção de um dado. O mesmo pode ser feito com cartolina ou papel cartão. Pode ser encapado com
retalhos de papel ou uma folha branca ou mesmo pintada. As crianças podem ajudar.
Depois de pronto (e você escolhe o tamanho do seu dado maluco), escrever em cada face (lado), uma ação a
ser seguida (sentar, pular, um pé só, deitar, virar, etc....). Se não for possível confeccionar um dado, faça as
ações desenhadas ou escritas em pedaços de papel e coloque em um saquinho e faça sorteio das ações.

Variações: Podemos variar a brincadeira colocando cores em cada lado e tendo que encontrar um objeto na
cor que caiu dentro de casa. Outra ideia são os sentimentos: chorando, sorrindo, apertando a mão, dormindo,
triste, bravo...etc. Aqui podemos utilizar as palavras ou imagens retiradas da internet para colar ou, fazendo um
belo desenho de cada uma das sensações.

Objetivos: com essa atividade trabalhamos o foco das crianças percebendo-se no espaço, possibilitando o
contato com regras, o enfrentamento de desafios, pensando em estratégias, explorando ambientes e
principalmente praticando a atenção e concentração.

Pré requisitos: Desenvolvimento dos aspectos físico, motor, cognitivo, emocional e intelectual.

Importante: Participe junto com seu filho, estimule que ele realize as
atividades e sempre faça elogios. Isso servirá de incentivo para a criança!
✘ Proposta 5-B
Atividade: Adivinhar objetos por meio de mímica.

Descrição: Em uma caixa ou sacola terá alguns objetos, utensílios de casa, entre outros. A criança com seus
familiares irá pegar um objeto e deverá realizar a mímica para o outro adivinhar. A criança terá que pensar, usar
de expressões, mímicas e gestos para que o outro participante tente descobrir. Podem participar várias
pessoas ao mesmo tempo.

Variações: Pode ser utilizado figuras, fotos de pessoas conhecidas ou imagens de revistas para descrever a imagem
com gestos, expressões ou características que aparecem.
Também pode ser feito através de desenhos. Um participante faz um desenho e os outros tentam adivinhar o que é
desenho pode ser feito em papel e até mesmo na terra ou areia.

Objetivos: Enriquecer e ampliar o vocabulário;


Explorar a relação com os familiares

Pré requisitos: Atenção e concentração.


✘ Proposta 6-B
Atividade: Amarelinha

Material: Giz de lousa, pedaço de tijolo ou fita-crepe

Descrição:
1.Desenhe um diagrama tradicional de amarelinha, utilizando o giz, pedaço de tijolo ou a fita-crepe;

2.Jogue um marcador no primeiro quadrado, se ele cair em uma linha ou fora do quadrado, você perde a vez,
neste caso passe o marcador para o jogador seguinte e aguarde a próxima vez;

3.Pule com um pé no primeiro quadrado vazio e depois em cada quadrado vazio subsequente;

4.Nos pares, 4-5, 7-8, pule com os dois pés;

5.Se você terminar sem erros, passe o marcador para o próximo jogador, na sua próxima vez, jogue o
marcador para o próximo número;

6.Se você cair, pular fora das linhas ou errar um quadrado ou o marcador você perde a sua vez e deve repetir o
mesmo número no seu próximo turno. Quem atingir 10 primeiro ganha.
✘ Proposta 6-B (Continuação)

VARIAÇÕES:
 Utilizar a sequência padrão de 0-10;

 Ampliar a sequência padrão, por exemplo, considerando valores de 0-20, aumentando este valor
conforme o nível de dificuldade, por exemplo, 20-30, 35-40.

 Utilizar sequências mais complexas, como, por exemplo, somente números pares, ímpares, múltiplos
de 3, entre outros, omitir parte dos números e solicitar a criança a completar a sequência
mentalmente, ao longo do jogo, mudar a regra de avanço, adicionando condições como o resultado de
uma operação de adição, subtração.

Objetivos: Identificar e reconhecer a ordenação dos números; Trabalhar a interação familiar; Desenvolver
a coordenação motora ampla, e o equilíbrio.

Pré- requisitos: Coordenação visomotora, atenção e concentração.

.
✘ Proposta 7-B
Atividade: Desafio dos Palitos.

Material: 20 palitos de madeira (palitos de fósforo, palitos de dente, gravetos ou lápis).

Descrição: as atividades podem ser realizadas em pequenos grupos ou individualmente.


“mover” um palito significa mudá-lo de posição sem alterar o número total de palitos.
“retirar” um palito significa que ele não fará parte da resposta, portanto, ficará reduzido o número de palitos
dados no enunciado do problema.
“acrescentar” um palito significa que o número total dado no enunciado será aumentado quando da resposta.

Objetivo: raciocinar e organizar pensamentos lógico matemático.

.Pré-requisitos: desenvolver o raciocínio lógico matemático através de atividades que utilizam palitos de
madeira (palitos de fósforo, palitos de dente, gravetos ou lápis...) como ferramentas auxiliares na formação do
pensamento lógico e desenvolvimento do raciocínio.
✘ Proposta 7-B (Continuação)
✘ Proposta 8-B
Atividade: Trilha da Matemática.

Materiais: Folhas de caderno ou sulfite, lápis, calendário, tampinhas de garrafas.

Descrição: O aluno deverá percorrer a trilha no sentido que estão as setas indicativas, resolvendo as
questões uma por vez, para assim avançar para a próxima. Poderá utilizar uma folha e lápis para resolver os
desafios ou desenhos para simbolizar as quantidades indicadas para os cálculos. Outros materiais que
poderão ser usados como apoio são calendário e tampinhas de garrafas.

Objetivos: Desenvolver a atenção e concentração, por meio de atividades que desenvolvem o raciocínio
lógico.

Pré-requisitos: Atenção e concentração, sequenciação e ordenação.


✘ Proposta 9-B
Atividades: Segmentação de palavras.

Materiais: caderno, lápis, borracha, texto impresso, cola e tesoura.

Descrição: (RE)Escrever as parlendas, separando as palavras.


1- Peça para a criança escolher uma das parlendas para ler.
2- Após, veja se a criança sabe dizer a parlenda e reconhecer a separação necessária das palavras.
3-Peça para escrever, sem olhar no papel impresso, a parlenda, fazendo as devidas separações. Se a
criança não souber é preciso ler mais uma vez.
4-Depois entregue para a criança a mesma parlenda impressa para que compare as mudanças.

Objetivo: Reconhecer a separação das palavras e copiar textos breves.

Pré-Requisitos: Seqüência, memória, concentração e atenção.


✘ Proposta 9-B (Continuação)
✘ Proposta 9-B (Continuação)

Observação: considerar os sinais colocados como banco de palavras e não transcrição da LIBRAS(Língua
Brasileira de Sinais)
✘ Proposta 10-B
Atividade: Ler, discriminar e escrever com autonomia.

Material: caderno, lápis, borracha.

Descrição: trabalhar leitura, ampliar vocabulário. Retirando do desenho e do pequeno texto a leitura
e anotações.

Objetivo: Passar da oralidade para a escrita; Passar da sinalização para a escrita.

Pré–requisito: atenção e concentração.


✘ Proposta 10-B (Continuação)

1.Pinte as figuras que começam com a letra “ s”.


2.Depois escreva o nome das figuras intrusas (que não começam com “S”).

_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
_______________________________
✘ Proposta 10-B (Continuação)

PRÉ -ATIVIDADE PARA OS ALUNOS QUE NÃO DOMINAM A ESCRITA :

1.Recorte todas as fichas( se puder cole em cartolina ou papelão para deixá-lo firme para o manuseio);

2.Inicie a atividade apresentando as figuras e as fichas com os nomes (sempre pedir a soletração com as mãos);

3.Faça com ele o jogo da memória. Assim que ele estiver sabendo nomear as figuras pode pedir a ele que faça a
outra parte do exercício (escrever sozinho);

4.Não se incomode de repetir várias vezes a atividade, use sua imaginação e faça outras atividades utilizando
este material, para ajudar a melhorar e ampliar o conhecimento de outras palavras/vocábulos;

5.Não há necessidade de usar somente estas palavras, os senhores pais e responsáveis, podem adequar o
vocabulário a sua realidade .
✘ Proposta 10-B (Continuação)

1-IMPRIMIR AS FOLHAS:

2-COLE NO PAPELÃO

3-CORTE NAS LINHAS PONTILHADAS


✘ Proposta 10-B (Continuação)

SANDUICHE ARCO SANFONA DINOSSAURO SAPATO

SACI GALO SAXOFONE SERROTE


✘ Proposta 10-B (Continuação)
✘ Proposta 11-B
Atividade: Sudoku
Objetivo: Desenvolver o raciocínio e a lógica

Materiais: Tesoura e cola

Descrição: Completar os espaços vazios, Distribuindo às figuras nos espaços vazios, sem repeti-las na
horizontal ou vertical.
Descrição: Distribuir às figuras nos espaços vazios, sem repeti-las na horizontal ou vertical.

Recurso:tesoura e
cola
✘ Proposta 11-B (Continuação)

1-Recortar:
✘ Proposta 11-B (Continuação)
2- Colar a resposta:
✘ Proposta 12-B

Material: Folder, propagandas de lojas, revista ou outros, lápis, soroban, e calculadora(celular).

Descrição: Reconhecer e Nomear os produtos. Reconhecer ler e escrever os numerais. Montar


Contas de adição e subtração, efetuar as contas e conferir os resultados

Variações:
 Usar um folder de supermercado, farmácia, cosméticos ou outro. O aluno deverá
reconhecer e nomear os produtos. O responsável deverá circular os números até 50 para
que o aluno possa fazer a leitura. Depois o aluno deverá escrever os números que leu em
uma folha (ditado);
 Usar um folder de supermercado, farmácia, cosméticos ou outro. O aluno deverá
reconhecer e nomear os produtos. Escolher 06 produtos para efetuar 03 adições e escolher
mais 06 produtos e efetuar 03 subtrações. Após o termino de cada uma, conferir o resultado
usando uma calculadora que pode ser a do celular.
 Monte no soroban 03 adições e depois 03 subtrações. Os números devem ter três dígitos.
Após o termino de cada uma conferir o resultado usando uma calculadora que pode ser do
celular. Se houver erro repetir a operação.
✘ Proposta 12-B (Continuação)

Objetivo: Reconhecer e nomear os produtos. Reconhecer, ler e escrever os numerais. Resolução de


problemas. Discriminação tátil, visual e auditiva.

Para as atividades, separe propagandas de produtos alimentícios e/ou cosméticos. De preferência


aos que tenham números grandes e ilustrações nítidas. A proposta três é para alunos que já fazem
uso do soroban.
MARCIO COELHO E ANA FAVARETTO. Curuminzada- Eu conheço um jacaré.(01m35s). Disponível em:<<
https://www.youtube.com/watch?v=KtUXKsWsZvg>> Acesso em: 22 mai.2020.

GALINHA PINTADINHA. Dona aranha- DVD Galinha Pintadinha 3 oficial.(02m20s)2012. Disponível em:
<< https://www.youtube.com/watch?v=MuBgIfBR1kA>> Acesso em :22 mai. 2020.

Imagens: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngüe da língua de sinais brasileira. Disponível em: <<
https://books.google.com.br/books?id=N-ybDVKtBygC&printsec=frontcover&hl=pt-
BR#v=onepage&q&f=false>> Acesso em: 22 mai. 2020.
Organizado por:
Professores de AEE da Rede Municipal de Ensino.
EMIEFM Professora Anna dos Reis Signinorini.
Núcleo de Apoio Especializado - (NAPE).

EMEEEIF Madre Cecília.


PROPOSTAS DE ATIVIDADES PARA
SEMANA DE 08/06 A 12/06
Proposta 1-A
Atividade: Explorando texturas.

Descrição: Essa brincadeira consiste em explorar texturas diferentes.


Para bebês de 6 meses a 12 meses, solicitar que o responsável descasque uma banana e deixe que a
criança amasse a fruta com as mãos e coma com as mãos. Durante a atividade, o responsável poderá, caso
necessário, auxiliar a criança ajudando a amassar.

Variações: Caso não tenha banana em casa, poderá ser utilizado outra fruta de textura que seja possível
amassar, como mamão, morango e outros.
Para crianças de 12 meses a 1 ano e 9 meses o responsável poderá espalhar sobre um lençol objetos de
diferentes texturas: esponja de louça, algodão, palha de aço em pequenas quantidades e ajudar a criança a
andar sobre esses objetos.

Caso a criança não ande, o responsável poderá colocar o objeto em pequenos potes para que a criança
manipule com as mãos.

Objetivos: Manipular materiais diversos e variados para comparar as diferenças e semelhanças vivenciando
e descobrindo as propriedades das matérias: textura.

Pré-requisito: Manipulação e exploração.


Proposta 2-A
Atividade: Brincar de pega-pega.

Descrição: Brinque com quantas crianças quiserem.


Escolha um espaço da casa para brincar (quintal, sala, quarto...).
Escolha quem vai pegar e quem vai ser pego.
Contar até 10 (quem vai pegar).
Sair correndo dentro do espaço delimitado (quem vai ser pego).
Correr dentro do espaço, se estiver na sala, passe por cima do sofá, por baixo da cadeira...
Ensine a criança a passar pelos obstáculos, desviando dos mesmos, sem se machucar.
Encontre um lugar para ser o pique, local onde a criança não pode ser pega, é para descansar.

Variações: Brincar de pega-pega alturinha, quando se estiver em qualquer lugar alto ninguém pode ser pego.
Brincar de pega-pega gelinho, quando alguém for pego, deve ficar congelado, não pode se mexer.
Brincar de pega-pega musiquinha, enquanto a pessoa estiver cantando não pode ser pega.

Objetivo: Usar o corpo para explorar o espaço.


Usar estratégias para resoluções de problemas espaciais.

Pré-requisitos: Coordenação motora global, freio inibitório e linguagem.


Proposta 3-A

Atividade: Pareamento de objetos.

Descrição: Material: Folha com as figuras, objetos encontrados em casa.


Execução: Com a folha de figuras, encontre os objetos indicados em casa e coloque ao lado da
figura indicada.

Variações: Pesquise em revistas um objeto de cada figura, recorte e cole ao lado.

Objetivos: Estimular a pesquisa, percepção visual, pareamento, discriminação visual e discriminação tátil.

Pré-requisitos: Discriminação visual e discriminação tátil.


Proposta 3-A (Continuação)

COPO

POTE

COLHER

LÁPIS

TAMPINHA
Proposta 4-A
Atividade: Boliche de latas ou garrafas.

Descrição: Confeccionar bolas de meia feitas com algumas meias juntas, que são enfiadas no fundo de uma
meia comprida.
- Para arrematar, torcer e desvirar o cano da perna da meia várias vezes, recobrindo a bola para,
posteriormente, costurá-la/amarrá-la. Outra forma de confeccionar as bolas é amassar papel e colocá-los
dentro da meia.
- Para os boliches podemos utilizar latas vazias ou garrafas, do mesmo tamanho, pintadas/encapadas de
diferentes cores.
- Para decorá-las podemos usar também fitas adesivas coloridas, encher a garrafa com retalhos, papéis ou
jornais. São inúmeras as possibilidades de decorar as latas ou garrafas. Colar ou escrever números nas latas
ou garrafas (Números de 01 ao 05).

Variações: Empilhar as latas fazendo um castelo; no caso do uso de garrafas arrumá-las uma atrás da outra;
jogar como boliche: Cada jogador arremessa três bolas, tentando derrubar todas as latas ou garrafas; contar
os pontos de acordo com os números escritos nas latas ou garrafas derrubadas; vence o jogo quem tiver feito
mais pontos e acertado os nomes das cores corretamente.
Proposta 4-A (continuação)

Objetivos: Desenvolver habilidades manuais Pré-requisitos: Motricidade, coordenação


adquirindo controle para pintar, amarrar, motora ampla, coordenação viso-motora e
amassar, cortar, entre outros. Além de arremesso.
construir consciência sobre a reciclagem na
construção de brinquedos e estimular muito a
criatividade.
Proposta 5-A
Atividade: Linguagem “Associação de tarefas do dia a dia”.

Descrição: A criança recortará as imagens das tarefas, e vai associar de acordo com os períodos temporais:
manhã, tarde e noite.

Variações: 1ª - As tarefas diárias podem ser intercaladas de acordo com a rotina da criança, exemplo: se ela
brinca a tarde coloca a ficha indicando brincar no período da tarde, mas se ela brinca de manhã pode colocar no
período da manhã.
2ª - Pode ser utilizado também como jogo de sequência colocando as figuras em sequência (atividades do dia:
manhã, tarde e noite).
3ª - A criança também pode construir esse quadro com os membros da família (desenhando).

Objetivos: Favorecer a construção das noções de tempo físico (dia, tarde e noite).

Pré requisitos: Relações temporais, atenção, concentração, coordenação motora fina (recorte), percepção visual
e espacial.
Proposta 5-A (continuação)

ASSOCIAÇÃO DE TAREFAS DO DIA A DIA


Proposta 5-A (continuação)
Proposta 6-A
Atividade: Formação de Palavras.

Objetivos: Desenvolver a coordenação viso-motora, atenção, concentração e localização visual.

Material: Folha impressa com a tabela de sílabas para colorir (Figura 1), folha de fichas com números
coloridos para recortar (Figura 3), os números serão utilizados para identificar a palavra na tabela. Folha
para escrita das palavras encontradas.

Execução: Pinte as fichas da figura 1 com a cor indicada na figura 2. Recorte as fichas na linha
pontilhada da figura 3, as fichas com os números formarão palavras encontradas na tabela da figura 2,
escreva as palavras encontradas.

Exemplo: FICHA 3 2 PALAVRA - BA LA BALA

Variações: Faça fichas diferentes para que outras pessoas da família encontrem as palavras na tabela
da figura 1.

Pré-requisitos: Coordenação Viso-motora, atenção, concentração e discriminação visual.


Proposta 6-A (continuação)

FIGURA -1 FIGURA - 2
Proposta 6-A (continuação)

FIGURA - 3
Proposta 7-A
Atividade: Eu começo e você termina...

Objetivos: Estimular a ampliação do vocabulário, bem como a organização e coerência nos discursos.
Estimular a atenção e concentração.

Material: Muita imaginação, papel sulfite, lápis de cor e lápis preto (grafite).

Descrição: O adulto inicia uma história e desenvolve todo o enredo até determinado ponto. O aluno
deverá dar continuidade com sequência, organização e coerência até o final. Inicie a história dando pistas
sobre o lugar em que se passa a história, pessoas que ali vivem e a situação que dará início ao desafio.

Por exemplo: Em uma cidade muito agradável no interior de São Paulo, vive uma família de quatro
pessoas. Silvia e Mário (os pais), Andressa e Anderson (os filhos). Andressa e Anderson são crianças
muito obedientes, mas um dia...
Agora o aluno terá q desenvolver e dar um final para esta história:
Proposta 7-A (continuação)

VARIAÇÕES:
 Após o término da história o aluno deverá registrar o final através de um desenho;
 Após o término o aluno deverá pegar uma folha de papel sulfite, dividi-la em três partes e desenhar
toda a sequência da história: começo, meio e fim;
 Após o término o aluno deverá escrever sobre a história desde o começo, observando a sequência
dos fatos, descrevendo o local, os personagens e finalizando coerentemente.

DICA: Se achar mais conveniente utilize uma história familiar, o importante é que o aluno desenvolva a
atenção e organize seu discurso com coerência.
Observação: Não se esqueçam de dar um título à história, é muito importante.
Ao término da elaboração da história, mobilizar toda família e fazer uma encenação da mesma. Atente-
se aos personagens e suas características.

PRÉ-REQUISITOS: Organização, ampliação de vocabulário, atenção e concentração.


Proposta 8-A (continuação)

Atividade: Identificar a Sequência.

Objetivos: Desenvolver a atenção, a discriminação visual e sequência lógica.

Material: Folha com a sequência iniciada, figuras recortadas, cola e tesoura.

Descrição: Utilizando a folha com a sequência iniciada (Figura 1), identificar os elementos que irão
compor a sequência de cada linha. Recortar as figuras (Figura 2); colar as figuras nos quadrados
seguindo a sequência.

Variações: Utilizando a folha da figura 3, contar o número de vezes que cada figura aparece na
atividade com a sequência completa.

Pré-requisitos: Sequência, discriminação visual, atenção e concentração.


Proposta 8-A (continuação)

FIGURA-1
Proposta 8-A (continuação)

FIGURA-2

FIGURA-3
Proposta 9-A
Atividade: Calendário – Maio de 2020

Objetivos: Estimular a orientação temporal, bem como atenção e concentração. Organizar uma rotina de
estudos.

Material: Folha de papel sulfite com o calendário impresso, lápis de cor e lápis preto (grafite).

Descrição: Preencher o calendário do mês de Maio, apontando situações\acontecimentos nos seus


respectivos dias.

Variações:
 O aluno deverá completar o calendário com o auxílio de um adulto, observando a sequência correta
dos dias da semana, nomeando um a um;
 O aluno além de completar o calendário do mês de Maio, deverá destacar os dias que compreendemos
como final de semana, os feriados e datas importantes como: Dia do Trabalho, Dia das Mães... No
verso da folha fará um desenho sobre estas datas;
 O aluno deverá, além de completar o calendário do mês de Maio, destacar os dias que
compreendemos como final de semana, feriados e datas importantes... Fará uma breve pesquisa na
internet sobre o Dia do trabalho com o auxílio de um adulto (por que existe esta data, quando e em que
local/país iniciou esta comemoração). Registre no verso da folha.
Proposta 9-A (continuação)

Atividade para todos os níveis: (dependendo do grau de autonomia do aluno, com ou sem auxílio de um
adulto).
 Confeccionar um cartaz representando o calendário e organizar sua rotina de estudos de acordo com a
demanda de atividades entregue pela escola.

Observação: Pode-se confeccionar um calendário para cada mês e utilizá-lo para melhor organização do
aluno.

Pré-requisitos: Orientação Temporal, atenção, concentração e organização.


Proposta 10-A
Atividade: Jogo de palito de fósforo.

Objetivos: Relacionar quantidade e símbolos.

Material: Palitos de fósforo ou gravetos.

Descrição: Trabalhar a criatividade, representação a partir de um modelo, sequência...

 Usando palitos de fósforos a criança junto com a família, poderá fazer vários desenhos usando a
criatividade.
Proposta 10-A (continuação)

 Observando o modelo, pedir à criança para completar o desenho com palitos de fósforo.

Exemplos:
Proposta 10-A (continuação)

 Represente sua idade, idade dos familiares, número da casa, do seu sapato etc. Desta forma
estará trabalhando também outros conteúdos como sequência numérica: 1-2-3-4-5-6 etc.

Pré-requisitos: Criatividade, organização, cooperação, concentração e memória .


Proposta 11-A
Atividade: Jogo de forca.

Objetivos: Desenvolver a leitura, escrita e ampliar vocabulário.

Material: papel, lápis ou caneta.

Descrição:
1- Fazer uma lista de palavras. Para isto, faça uma pergunta para as pessoas que irão jogar. Exemplo: O que
tem na festa de aniversário? Anote em uma folha. Depois corte em tiras.

REFRIGERANTE
REFRIGERANTE CHAPEUZINHO
BRIGADEIRO
CHAPEUZINHO BRIGADEIRO BOLO
BOLO
Proposta 11-A (continuação)

2- Dobrar e uma pessoa deve pegar um dos papéis dobrados (sem mostrar para o outro).
3- Contar o número de letras, e em outra folha fazer o desenho (1), e para cada letra um traço (2).

(1) (2)

4- Cada membro da família vai sugerindo, uma letra por vez, se a letra falada não estiver correta, fazer
uma parte do boneco se a letra estiver correta, escreva-a no espaço correspondente. (veja ilustração)
5- No canto da folha anotar as letras que foram sugeridas pelos participantes. (veja ilustração)
6- A partida termina, quando alguém acertar a palavra (vencedor) ou quando o boneco estiver completo
(sem vencedor).
Proposta 11-A (continuação)

DO C E O E

Variações: Use temas diversos: objetos encontrados no banheiro, brinquedos, animais, membros da
família, use e abuse de temas variados.

Pré-requisitos: Coordenação visual, atenção e concentração .


Proposta 12-A
Atividade: Malha Quadriculada para resolver multiplicações.

Objetivos: Estratégia de cálculo.

Material: Caderno, lápis e borracha.

Descrição: Pintar na malha quadriculada, na horizontal e na vertical o número de quadrados pedidos.


Proposta 12-A (continuação)

Por exemplo: 5 x 4 , ou seja, 5 quadrados na horizontal e 4 quadrados na


vertical.
5

5 x 4 = 20 quadrados
Proposta 12-A (continuação)

1- 2 x 3=_____ 2 x 5=_____ 3 x 2=_____ 3 x 3=_____

2- 5 x 3= ____ 6 x 4= _____ 4 x 5=_____ 5 x 6=_____


Proposta 12-A (continuação)

3- 25 x 2= _____ 32 x 4= _____ 24 x 5= ____ 13 x 6= ____

Pré-requisitos: Raciocínio lógico matemático.


Proposta 13-A
Atividade: Receita.

Objetivos: Analisar o gênero textual. Localizar informações no texto. Ler, copiar e reescrever o texto.
Treinar o uso da reglete. Discriminar os sentidos: tato, visão, audição, olfato e paladar. Executar, se for
possível a receita.

Material: Folhas, lápis preto, e reglete.

Descrição: Ouvir ou ler o texto; compreender, copiar o texto usando lápis ou reglete. Desenhar e contar.

Receita: Beijinho
Ingredientes:
6 colheres de sopa de coco ralado;
6 colheres de sopa de leite em pó;
2 colheres de sopa de açúcar;
2 colheres de sopa de leite de coco;
Cravo para decorar (opcional).
Modo de fazer:
Misture numa vasilha os ingredientes secos e coloque o leite de coco. Faça as bolinhas, passe no coco
ralado e coloque nas forminhas. Por fim, coloque um cravo para enfeitar.
Rende 08 porções.
Proposta 13-A (continuação)

Variações:
 Ler o texto com auxílio da família. Copiar o texto. Conversar antes, durante e após esta atividade.
 Fazer os docinhos com ajuda. Desenhar 50 pequenos círculos representando os docinhos.
 Comparar as quantidades;
 Fazer a leitura do texto. Responder ao questionário I escrevendo as respostas em uma folha.
 Ouvir a leitura. Responder ao questionário II escrevendo as respostas em uma folha, utilizando a
reglete. Reescrever o texto dobrando a receita. Utilizar a reglete. Fazer os docinhos. Conversar
com a família sobre a sua experiência de executar a receita sozinho.

QUESTIONÁRIO I
A. Que tipo de texto é este?
B. O que esta receita ensina fazer?
C. Qual medida foi usada nesta receita?
D. Quais são os ingredientes necessários?
E. Quais são as partes de uma receita?
F. O que quer dizer “opcional”?
G. Quem cozinha em sua casa?
H. Como foi sua experiência em executar a receita?
Proposta 13-A (continuação)

QUESTIONÁRIO II
A. Na sua opinião, por que este docinho não vai ao fogo?
B. Mude os ingredientes, use a criatividade e invente uma receita.
C. Descreva como foi sua experiência de confeccionar os docinhos.

Ampliar o texto e o questionário para os alunos com baixa-visão até que fique confortável a leitura.
Acionar acessibilidade para ouvir todas as atividades.

Pré-requisitos: Leitura, interpretação e escrita.


Organizado por:
Professores de AEE da Rede Municipal de Ensino.
EMIEFM Professora Anna dos Reis Signinorini.
EMEEEIF Madre Cecília.
Núcleo de Apoio Pedagógico Especializado - NAPE.
Atendimento
Educacional
Especializado
PROPOSTAS DE ATIVIDADES PARA
SEMANA DE 15/06/2020 A 19/06/2020
3

Proposta 1-B
Atividade: Engatinhar/ andar/ correr atrás do som

Execução
Juntar três garrafas pet transparentes que podem ser de 200 ml, 300ml, 500 ml ou 600ml, podendo ser garrafas
de refrigerante, suco ou água, tirar o rotulo, higienizar a garrafa, esperar secar completamente o seu interior.
Na 1ª garrafa colocar pedrinhas,
Na 2ª garrafa colocar areia,
Na 3ª garrafa colocar água.
Todas precisam ser muito bem higienizadas e fechadas com força.
A atividade consiste em deitar o criança de barriga para baixo em um local confortável, higienizado e
chacoalhar a garrafa para a criança ver e depois rolar a garrafa pelo chão incentivando a criança a ir buscar
(cada um na sua fase de desenvolvimento, seja engatinhando, andando ou correndo), deixar a criança
manusear, chacoalhar, olhar, rolar a garrafa, jogar e buscar.
Importante observar qual som e qual cor desperta maior interesse no criança.

VARIAÇÕES:
As garrafas podem ter um barbante curto amarrado e a criança arrastar a garrafa fazendo barulho.
Também podem ser amarradas com um pequeno barbante ou elástico, no berço, cama ou embaixo da mesa ou
embaixo da cadeira e a criança deitado em local confortável de barriga pra cima agarra, puxa, chacoalha e
manuseia, explorando o som e as cores.
4

Proposta 1-B ( continuação )

Objetivos: Desenvolver a atenção, a concentração, a percepção de sons, o foco, a coordenação


motora ampla e a exploração de sons e cores.

Pré requisitos: início da estimulação da coordenação motora, discriminação visual, acompanhamento


visual, coordenação visomotora, discriminação auditiva.
5

Proposta 2-B
Atividade: Orquestra em família

Execução: Você precisará de objetos como: concha, panela, tampa, canecas, ou qualquer outro objeto que
tenha em casa que reproduz um som.
Iniciar fazendo uma roda e entregar para os participantes os objetos separados (instrumentos).
Um adulto irá falar o nome da criança que irá começar a produzir o som de seu instrumento sozinha. Mas
quando disser todos juntos a orquestra começa com todos tocando ao mesmo tempo

Objetivos: A brincadeira estimulará atenção uma vez que terá que ficar atenta para ouvir seu nome e o
comando para que todos toquem. A brincadeira ajudará as crianças perceberem claramente os sons juntos e
separados.

Pré - requisito: Percepção visual, coordenação motora global, tátil e auditivo


6

Proposta 3-B
Atividade: Criar imagens utilizando peças de roupas coloridas.

Execução: A criança deverá ter a participação dos pais ou responsável. Cada um poderá escolher o que
construir, assim como a quantidade de imagens para formar. Vocês são criativos, utilizem meias, camisetas,
blusas, lenços, o que tiver em casa.

Variações: Escolher várias texturas de tecidos e roupas bem coloridas. Pode-se criar casas, barcos,
personagens, natureza, use a imaginação.

Objetivos: Explorar cores e texturas, planos, formas e volumes ao criar objetos, buscando desenvolver a
coordenação motora.

Pré - requisito: Discriminação visual/motriz, coordenação motora, relação espacial.


7

Proposta 4-B
Atividade: Brincando com as cores e formas

Execução:
- Em folhas de caderno ou sulfite o responsável poderá recortar fichas com as formas geométricas ( quadrado,
circulo e triângulo), sempre duas unidades de cada.
- Poderá solicitar que a criança pinte esta forma geométrica.
- No chão deverá constar a forma geométrica em tamanho grande ( poderá ser feita com fita crepe, barbante,
giz – desenhando ao chão ).
- Um adulto irá sortear a ficha elaborada no início da brincadeira (nas folhas de caderno) e a criança deverá
correr para dentro da forma geométrica sorteada.

Variações:
- A criança poderá achar as fichas pintadas e realizar pareamento;
- Poderá brincar de jogo da memória;
- Se a criança necessitar de auxilio de um adulto, o mesmo poderá conduzir a cadeira de rodas no momento
em que outro sortear a ficha indicativa.
- Poderá mostrar objetos em casa que possuam a mesma forma geométrica sorteada.
8

Proposta 4-B ( continuação )

Objetivos: Classificar objetos e figuras de acordo com suas semelhanças e diferenças.

Pré-requisitos : coordenação motora, habilidades visuais, coordenação visomotora, percepção


visual, linguagem oral e raciocínio lógico, atenção e concentração.
9

Proposta 5-B
Atividade: Que som é esse?

Execução: Brincar com a criança realizando a produção de diferentes sons. Podem ser sons da natureza
(ventos, trovões), sons de animais (cachorro, gato, sapo, pássaro). Além do som, pedir para que a criança
reproduza por meio do corpo os movimentos dos animais.

É importante, trabalhar com a criança as diferenças na intensidade, como um som mais alto, outro mais
baixo. Um som ou movimento mais forte ou mais fraco. O adulto deve falar um animal ou acontecimento da
natureza e a criança terá que imitar, reproduzir o som e os movimentos do que foi falado.
10

Proposta 5-B (continuação)

Variações: - Utilizar figuras, fotos, imagens de internet e/ou o objeto que tenha em casa do que foi pedido; -
Inverter os papéis na brincadeira, ora a criança realiza o som, outra o adulto faz e a criança tenta descobrir o
som realizado, nomeando o que foi ouvido;

- O aluno pode fechar os olhos e o adulto fará o som de algum lugar. O aluno terá que descobrir de onde vem
o som (da sua frente, atrás...) e qual é o som (ex. cachorro);

- - Caso tenha em casa, pode-se usar instrumentos musicais para produzir os sons ou procurar na internet,
imagens dos instrumentos;

- Após a diversão, podem registrar em folha, por meio de desenho e/ou colagem (para alunos com questões
motoras) os sons executados.

Objetivos: Estimular a localização e percepção auditiva; Desenvolver a percepção de diferentes ritmos;


Aprimorar a coordenação motora global e fina, bem como o processo de imitação.

Pré requisitos: Percepção e localização auditiva e visual; Esquema corporal; Funções executivas como
memória e freio inibitório.
11

Proposta 5-B (continuação)


12

Proposta 6-B
Atividade: Memória de som inicial.

Material: Figuras em anexo, papelão ou cartolina, cola e tesoura.


.
Execução: Pintar, recortar e colar as figuras no papelão (um adulto pode ajudar). Para jogar é necessário dois
ou mais jogadores. Misturar as peças com as imagens para baixo, combinar quem irá começar o jogo, cada
jogador vira duas peças se acertar o par fica com as peças. O jogo termina quando acabam as peças, ganha
quem tiver o maior número de pares.
Importante: Os pares são formados pelo som inicial, exemplo: COELHO, CORAÇÃO.

Variações: Fazer (para os alunos já alfabetizados) peças somente com palavras, sem desenho.
Outra variação criar novas peças com som final (rima). Exemplo: balão par com sabão, pastel com anel...

Objetivos: Estimular a memória e atenção, desenvolver a percepção auditiva.

Pré-requisitos: atenção e concentração.


Proposta 6-B
13
(continuação)
14

Proposta 7-B
Atividade: Completar o texto partindo da ideia pronta, criar um título para a história.

Material: folha xerocada com os textos, lápis de escrever ou caneta.

Execução: Criar um título para história, após o aluno terá o apoio inicial do texto para continuar a história e
junto com sua família evidenciar uma sequência de ideias para conclui- lá.

Variações:
A família direcionará o aluno a completar a sequência oralmente, reproduzir através do desenho e direcionará
o aluno a criar um título.
Com apoio familiar, o aluno escreverá o título e completará a sequência da história até finalizá-la.
O aluno dará um título e escreverá sozinho a sequência da história. Com auxílio da família poderá
acrescentar mais detalhes para enriquecer a trama e finalizar a história.

Objetivos: Estimular a atenção, concentração e sequência de ideias.

Pré-requisitos: Sequência, atenção, concentração e criatividade.


Proposta 7-B (continuação)
15

TEM UM MENINO, MUITO DO DANADO, QUE AMANDA E SUA FAMÍLIA ESTAVAM ASSISTINDO
ESTAVA SEMPRE CONTANDO MENTIRAS. UM TELEVISÃO QUANDO, DE REPENTE, UMA
DIA ELE CHEGOU EM CASA CORRENDO E NOTÍCIA URGENTE INTERROMPEU A
DISSE PARA... PROGRAMAÇÃO...

NA RUA PRÓXIMA A ESCOLA TEM UMA CASA MARCELA ESTAVA NO CAMINHO PARA O
MUITO ESTRANHA. UM DIA, QUANDO PEDRO SHOPPING QUANDO OLHOU PARA O PORTÃO
ESTAVA ANDANDO.. COM A PLACA QUE DIZIA: "ENTRADA PROIBIDA".
SUA MÃE HAVIA DITO QUE JAMAIS ELA DEVERIA
ENTRAR ALI. MESMO ASSIM, MARCELA SE
APROXIMOU DO PORTÃO...
16

Proposta 8-B
Atividade: Brincando de Construir (Tangram).

Material: Figura em anexo do Tangram , papelão, cartolina ou folha de sulfite, lápis de cor e tesoura.

Execução: Apresentar o desenho para criança na folha ou cartolina, solicitar que pinte cada forma de uma cor
diferente, em seguida recortar as formas geométricas, podendo ser coladas em papelão, para melhor
manipulação.

Variações:
Solicitar que a criança construa figuras por imitação das apresentadas em anexo. Criar outras formas e
registrar por meio de desenho;
Solicitar que a criança tente formar letras. Ex.: seu nome, nome de familiares ou primeira letra do nome das
figuras em anexo (casa, barco, gato, etc). Formar números e indicar se é par ou ímpar, trabalhar soma e
subtração simples, etc;
Espalhar as peças e solicitar que a criança monte o quebra-cabeça podendo estabelecer um tempo para
conclusão.

Objetivos: Construção de figuras, reconhecimento e distinção de formas. Desenvolver a criatividade e o


raciocínio lógico, trabalhando a concepção de área, visualizando as figuras geométricas num todo, e divididas em
várias partes.

Pré-Requisitos: Raciocínio, atenção, concentração, coordenação motora final, percepção espacial e visual.
17

Proposta 8-B (continuação)


18

Proposta 9-B
Atividade: SUDOKU fácil e diferente

Material: 3 fichas do jogo SUDOKU impressas, lápis e borracha.

Execução: SUDOKU é um quebra-cabeça de origem japonesa e tem como base uma lógica numérica.
Esse quebra-cabeça possui algumas pistas numéricas que podem ajudar. O jogador deve colocar os
números de 1 a 9 em cada coluna e/ou linha da vertical ou horizontal sem repetir os números.

Fazer o 1º bloco que tem 3 colunas com 3 linhas, completar com números de 1 a 9 sem repeti-los.
Fazer o 2º bloco que tem 6 colunas com 6 linhas, completar com números de 1 a 9 sem repeti-los.
Fazer o 3º bloco que tem 9 colunas com 9 linhas, completar com números de 1 a 9 sem repeti-los.

Você vai perceber que jogou o SUDOKU por etapas (pedacinhos) até chegar no nível complexo.
19

Proposta 9-B

Variações:
Jogar com membros da família, formando equipes de adversários.
Pode desenhar os blocos de SUDOKU no chão do quintal com giz ou marcar os blocos com 3
colunas e 3 linhas de SUDOKU com fita crepe e cada equipe, após sorteio ficará com um bloco.
Todas as equipes devem começar o jogo ao mesmo tempo e vence quem ou a equipe que terminar
e acertar primeiro.
Para estimular a percepção visual, logo abaixo, também, tem a opção do jogo SUDOKU com as
pistas de números coloridos. Ao perceber que cada número de 1 a 9 representa uma cor, identificar
o número que se encaixa no jogo sem repeti-lo.

Objetivos: Estabelecer uma relação com os números de 1 a 9 por meio do jogo, auxiliando nas
habilidades cognitivas referentes aos pré-requisitos.

Pré-requisitos: Atenção, concentração, planejamento, freio inibitório, raciocínio e memória.


20

Proposta 9-B (continuação)

BLOCO 3
BLOCO 2
BLOCO 1
21

Proposta 9-B (continuação)

BLOCO 1 BLOCO 3
7 7 1 8
1
1 6
4 8 6
4 8 6 5 9
BLOCO 2 2 4 6 8
7 1 8
6 3 9
1 6
1 3 5 9
4 8 6 5 9
22

Proposta 10-B
Atividade: Parlenda “A galinha do vizinho”.

Execução:
1º Junto com a família cantar a parlenda “ A galinha do vizinho”.
Você pode ver a parlenda cantada em:
<https://www.youtube.com/watch?v=FEMbg9Urft8>
<https://www.youtube.com/watch?v=TYCIT9Rftuo>

2º - Explorar oralmente os números de 1 até 10. Depois com a ajuda da família, a criança irá observar os
números e apontar na revista ou jornal de supermercado os numerais.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
23

Proposta 10-B (continuação)

3º - O responsável se possível, fará junto com a criança o formato de ovinhos para ele escrever os números
dentro.

Variações: Conforme o grau de dificuldade o mediador poderá trabalhar só com que a criança conseguir.

Objetivos: Ler e registrar os números decimais até 10. Reconhecer os números e fazer relação: quantidade
com o objeto.

Pré-Requisitos: Sequência, atenção, concentração, memória visual e auditiva.


24

Proposta 11-B
Atividade: Ler, organizar as sílabas e responder as perguntas.

Material: Caderno, lápis, borracha.

Descrição: Trabalhar leitura, formar palavras e escrever;


Perguntar o nome do animal e localizar as sílabas que formam o nome dele.
Depois leia a pergunta.
E escreva a resposta.

Quem comeu o rato?

R.: ________________
25

Proposta 11-B (continuação)

Quem não lava o pé?

R.: ________________

Quem gosta de banana?

R.: ________________
26
Proposta 11-B (continuação)

Quem come milho?

R.: ________________

Quem tem pescoço


comprido?

R.: ________________
Proposta 11-B (continuação)
27

Quem tem quatro pés?

R.: ________________

Quem tem boca grande?

R.: ________________
28

Proposta 11-B (continuação)

Variações:
Escrever, em pedacinhos de papel, as sílabas e dar para a criança formar outras palavras.
Escrever frases com as figuras. Contar uma historia com os “personagens”.

Objetivos:
Leitura e interpretação.

Pré-requisitos:
Memória, atenção e concentração.
29

Proposta 12-B
Atividade: Calcular e Responder.

Material:
Caderno, lápis, borracha.

Execução:
Utilizar estratégia de calculo para resolução dos fatos.
1- Usar linhas para multiplicar;
2- Escrever a resposta no local indicado.
30

4 x 5 =_______

6 x 6 =_______

5 x 9=_______

3 x 3=_______

6 x 2=_______

9 x 5=_______
31

Proposta 12-B (continuação)

Variações:
Trabalhar com dezenas (23 x 3) ou centenas (231 x 4). Explorem, de acordo com o conhecimento de
seu filho.

Objetivos:
Estratégia de cálculo para a multiplicação

Pré-requisitos:
Sequência numérica, raciocínio e atenção.
32

Proposta 13-B
Atividade: Ouvir e/ou ler. Conversar. Completar, copiar, parear e colar.

Execução:
Ouvir a música “Ora Bolas”( Palavra Cantada): <https://youtu.be/CRzN1GYlYWM>
Leia o texto com a ajuda de um familiar e complete usando as palavras : país; Brasil; município
(cidade);Taubaté; vizinhos; familiar; estado; São Paulo; escolar.

EU COM OS MEUS PAIS, IRMÃOS E PARENTES FAZEMOS PARTE DA COMUNIDADE__________, COM


MEUS COLEGAS E PROFESSORES DA COMUNIDADE__________, DA COMUNIDADE DA MINHA RUA,
COM MEUS__________.
TAMBÉM FAÇO PARTE DAS COMUNIDADES DO MEU__________ E MEU__________ E MEU__________.
MEU MUNICÍPIO É__________QUE FICA NO ESTADO DE __________QUE FICA NO MEU PAÍS
CHAMADO__________.

Agora com a ajuda de um familiar faça 05 círculos sendo que fique um menor que o outro. Escreva no
maior: PAÍS, no outro ESTADO, no outro MUNICÍPIO, no outro BAIRRO e no menor escreva CASA.
Faça as sobreposições e explique de modo que o aluno compreenda. Peça ao aluno que embaralhe os
círculos e depois organize corretamente. Repita algumas vezes e depois pode colar os círculos e
guardar as atividades.
33

Proposta 13-B (continuação)

A. Assista ao vídeo: Aprendendo com Vídeoaulas: Geografia: REGIÃO SUDESTE.


<https://youtu.be/51z_2PU0M_Q>
Leia o texto, copie e complete usando as palavras : Brasil; município; Rio de Janeiro; Taubaté; estado; São
Paulo; capital do Estado; Minas Gerais; Vitória

A CIDADE DE SÃO PAULO É A MAIOR CIDADE DO __________


O CRISTO REDENTOR E O PÃO DE AÇÚCAR, FICAM NA CIDADE DO __________
A CORRIDA DO OURO ACONTECEU NO ESTADO DE __________
A CAPITAL PORTUÁRIA DO ESPÍRITO SANTO É A CIDADE DE __________
__________ É UM __________DO INTERIOR DO ESTADO DE __________, LOCALIZADO NA REGIÃO DO
__________, A 130 Km DA __________, SÃO PAULO.

Corte pequenas tiras de papel e em cada tira, copie todos os Estados e capitais da Região Sudeste: Minas
Gerais, capital: Belo Horizonte. Espírito Santo, capital: Vitória. Rio de Janeiro, capital: Rio de Janeiro. São
Paulo, capital: São Paulo. Embaralhe
Depois numa folha faça o pareamento de forma correta. Para cada erro, fazer nova tentativa e colar
somente quando estiver tudo certo. Fazer a leitura no final.
34

Proposta 13-B (continuação)

Assista ao vídeo: Aprendendo com Videoaulas: Geografia: REGIÃO SUDESTE.


<https://youtu.be/51z_2PU0M_Q>
Com base no vídeo, escreva um slogan ou uma frase que resuma cada Estado e/ou capital da Região
Sudeste.

Objetivos:
Relembrar e aprender sobre a geografia do Brasil. Leitura, escrita e cópia. Treino na
reglete. Discriminação dos sentidos: tato, visão e audição.
Pré-requisitos:
Leitura, interpretação e escrita.

OBS: Permitir que o aluno faça as atividades sozinho, mas se for necessário, ajudar no
que for possível. Fotografar. Não corrigir as atividades. Últimos exercícios são para os
alunos que usam o Braille. Guardar as atividades.
35

REFERÊNCIAS:

Imagens: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngüe da língua de sinais brasileira. Disponível


em:
<https://books.google.com.br/books?id=N-ybDVKtBygC&printsec=frontcover&hl=pt-BR#v=on
epage&q&f=false> Acesso em: 05 jun.2020

CENTRO EDUCACIONAL PIONEIRO. A galinha do vizinho- Jardim II A (0m32s) 2013.


Disponível em: << https://www.youtube.com/watch?v=FEMbg9Urft8>> Acesso em 04
jun. 2020.

APRENDENDO EM CASA. Parlenda galinha do vizinho em libras.(3m22s)2020.Disponível


em:<< https://www.youtube.com/watch?v=TYCIT9Rftuo>> Acesso em: 04 jun.2020.
36

PALAVRA CANTADA OFICIAL. Palavra cantada/Ora bolas (1m09s) 2013. Disponível


em: https://www.youtube.com/watch?v=CRzN1GYlYWM Acesso em: 05 jun.2020.

BARÃO PIRAPORA. Aprendendo com videoaula: geografia: Região sudeste


(2m30s)2017. Disponível em: <<
https://www.youtube.com/watch?v=51z_2PU0M_Q>> Acesso em: 05 jun. 2020.
ORGANIZADO POR:
Professores de AEE da Rede Municipal de Ensino.
EMIEFM Professora Anna dos Reis Signinorini.
Núcleo de Apoio Especializado - (NAPE).
EMEEEIF Madre Cecília.
Atendimento
Educacional
Especializado
PROPOSTAS DE ATIVIDADES PARA
SEMANA DE 15/06/2020 A 19/06/2020
3

Proposta 1-B
Atividade: Engatinhar/ andar/ correr atrás do som

Execução
Juntar três garrafas pet transparentes que podem ser de 200 ml, 300ml, 500 ml ou 600ml, podendo ser garrafas
de refrigerante, suco ou água, tirar o rotulo, higienizar a garrafa, esperar secar completamente o seu interior.
Na 1ª garrafa colocar pedrinhas,
Na 2ª garrafa colocar areia,
Na 3ª garrafa colocar água.
Todas precisam ser muito bem higienizadas e fechadas com força.
A atividade consiste em deitar o criança de barriga para baixo em um local confortável, higienizado e
chacoalhar a garrafa para a criança ver e depois rolar a garrafa pelo chão incentivando a criança a ir buscar
(cada um na sua fase de desenvolvimento, seja engatinhando, andando ou correndo), deixar a criança
manusear, chacoalhar, olhar, rolar a garrafa, jogar e buscar.
Importante observar qual som e qual cor desperta maior interesse no criança.

VARIAÇÕES:
As garrafas podem ter um barbante curto amarrado e a criança arrastar a garrafa fazendo barulho.
Também podem ser amarradas com um pequeno barbante ou elástico, no berço, cama ou embaixo da mesa ou
embaixo da cadeira e a criança deitado em local confortável de barriga pra cima agarra, puxa, chacoalha e
manuseia, explorando o som e as cores.
4

Proposta 1-B ( continuação )

Objetivos: Desenvolver a atenção, a concentração, a percepção de sons, o foco, a coordenação


motora ampla e a exploração de sons e cores.

Pré requisitos: início da estimulação da coordenação motora, discriminação visual, acompanhamento


visual, coordenação visomotora, discriminação auditiva.
5

Proposta 2-B
Atividade: Orquestra em família

Execução: Você precisará de objetos como: concha, panela, tampa, canecas, ou qualquer outro objeto que
tenha em casa que reproduz um som.
Iniciar fazendo uma roda e entregar para os participantes os objetos separados (instrumentos).
Um adulto irá falar o nome da criança que irá começar a produzir o som de seu instrumento sozinha. Mas
quando disser todos juntos a orquestra começa com todos tocando ao mesmo tempo

Objetivos: A brincadeira estimulará atenção uma vez que terá que ficar atenta para ouvir seu nome e o
comando para que todos toquem. A brincadeira ajudará as crianças perceberem claramente os sons juntos e
separados.

Pré - requisito: Percepção visual, coordenação motora global, tátil e auditivo


6

Proposta 3-B
Atividade: Criar imagens utilizando peças de roupas coloridas.

Execução: A criança deverá ter a participação dos pais ou responsável. Cada um poderá escolher o que
construir, assim como a quantidade de imagens para formar. Vocês são criativos, utilizem meias, camisetas,
blusas, lenços, o que tiver em casa.

Variações: Escolher várias texturas de tecidos e roupas bem coloridas. Pode-se criar casas, barcos,
personagens, natureza, use a imaginação.

Objetivos: Explorar cores e texturas, planos, formas e volumes ao criar objetos, buscando desenvolver a
coordenação motora.

Pré - requisito: Discriminação visual/motriz, coordenação motora, relação espacial.


7

Proposta 4-B
Atividade: Brincando com as cores e formas

Execução:
- Em folhas de caderno ou sulfite o responsável poderá recortar fichas com as formas geométricas ( quadrado,
circulo e triângulo), sempre duas unidades de cada.
- Poderá solicitar que a criança pinte esta forma geométrica.
- No chão deverá constar a forma geométrica em tamanho grande ( poderá ser feita com fita crepe, barbante,
giz – desenhando ao chão ).
- Um adulto irá sortear a ficha elaborada no início da brincadeira (nas folhas de caderno) e a criança deverá
correr para dentro da forma geométrica sorteada.

Variações:
- A criança poderá achar as fichas pintadas e realizar pareamento;
- Poderá brincar de jogo da memória;
- Se a criança necessitar de auxilio de um adulto, o mesmo poderá conduzir a cadeira de rodas no momento
em que outro sortear a ficha indicativa.
- Poderá mostrar objetos em casa que possuam a mesma forma geométrica sorteada.
8

Proposta 4-B ( continuação )

Objetivos: Classificar objetos e figuras de acordo com suas semelhanças e diferenças.

Pré-requisitos : coordenação motora, habilidades visuais, coordenação visomotora, percepção


visual, linguagem oral e raciocínio lógico, atenção e concentração.
9

Proposta 5-B
Atividade: Que som é esse?

Execução: Brincar com a criança realizando a produção de diferentes sons. Podem ser sons da natureza
(ventos, trovões), sons de animais (cachorro, gato, sapo, pássaro). Além do som, pedir para que a criança
reproduza por meio do corpo os movimentos dos animais.

É importante, trabalhar com a criança as diferenças na intensidade, como um som mais alto, outro mais
baixo. Um som ou movimento mais forte ou mais fraco. O adulto deve falar um animal ou acontecimento da
natureza e a criança terá que imitar, reproduzir o som e os movimentos do que foi falado.
10

Proposta 5-B (continuação)

Variações: - Utilizar figuras, fotos, imagens de internet e/ou o objeto que tenha em casa do que foi pedido; -
Inverter os papéis na brincadeira, ora a criança realiza o som, outra o adulto faz e a criança tenta descobrir o
som realizado, nomeando o que foi ouvido;

- O aluno pode fechar os olhos e o adulto fará o som de algum lugar. O aluno terá que descobrir de onde vem
o som (da sua frente, atrás...) e qual é o som (ex. cachorro);

- - Caso tenha em casa, pode-se usar instrumentos musicais para produzir os sons ou procurar na internet,
imagens dos instrumentos;

- Após a diversão, podem registrar em folha, por meio de desenho e/ou colagem (para alunos com questões
motoras) os sons executados.

Objetivos: Estimular a localização e percepção auditiva; Desenvolver a percepção de diferentes ritmos;


Aprimorar a coordenação motora global e fina, bem como o processo de imitação.

Pré requisitos: Percepção e localização auditiva e visual; Esquema corporal; Funções executivas como
memória e freio inibitório.
11

Proposta 5-B (continuação)


12

Proposta 6-B
Atividade: Memória de som inicial.

Material: Figuras em anexo, papelão ou cartolina, cola e tesoura.


.
Execução: Pintar, recortar e colar as figuras no papelão (um adulto pode ajudar). Para jogar é necessário dois
ou mais jogadores. Misturar as peças com as imagens para baixo, combinar quem irá começar o jogo, cada
jogador vira duas peças se acertar o par fica com as peças. O jogo termina quando acabam as peças, ganha
quem tiver o maior número de pares.
Importante: Os pares são formados pelo som inicial, exemplo: COELHO, CORAÇÃO.

Variações: Fazer (para os alunos já alfabetizados) peças somente com palavras, sem desenho.
Outra variação criar novas peças com som final (rima). Exemplo: balão par com sabão, pastel com anel...

Objetivos: Estimular a memória e atenção, desenvolver a percepção auditiva.

Pré-requisitos: atenção e concentração.


Proposta 6-B
13
(continuação)
14

Proposta 7-B
Atividade: Completar o texto partindo da ideia pronta, criar um título para a história.

Material: folha xerocada com os textos, lápis de escrever ou caneta.

Execução: Criar um título para história, após o aluno terá o apoio inicial do texto para continuar a história e
junto com sua família evidenciar uma sequência de ideias para conclui- lá.

Variações:
A família direcionará o aluno a completar a sequência oralmente, reproduzir através do desenho e direcionará
o aluno a criar um título.
Com apoio familiar, o aluno escreverá o título e completará a sequência da história até finalizá-la.
O aluno dará um título e escreverá sozinho a sequência da história. Com auxílio da família poderá
acrescentar mais detalhes para enriquecer a trama e finalizar a história.

Objetivos: Estimular a atenção, concentração e sequência de ideias.

Pré-requisitos: Sequência, atenção, concentração e criatividade.


Proposta 7-B (continuação)
15

TEM UM MENINO, MUITO DO DANADO, QUE AMANDA E SUA FAMÍLIA ESTAVAM ASSISTINDO
ESTAVA SEMPRE CONTANDO MENTIRAS. UM TELEVISÃO QUANDO, DE REPENTE, UMA
DIA ELE CHEGOU EM CASA CORRENDO E NOTÍCIA URGENTE INTERROMPEU A
DISSE PARA... PROGRAMAÇÃO...

NA RUA PRÓXIMA A ESCOLA TEM UMA CASA MARCELA ESTAVA NO CAMINHO PARA O
MUITO ESTRANHA. UM DIA, QUANDO PEDRO SHOPPING QUANDO OLHOU PARA O PORTÃO
ESTAVA ANDANDO.. COM A PLACA QUE DIZIA: "ENTRADA PROIBIDA".
SUA MÃE HAVIA DITO QUE JAMAIS ELA DEVERIA
ENTRAR ALI. MESMO ASSIM, MARCELA SE
APROXIMOU DO PORTÃO...
16

Proposta 8-B
Atividade: Brincando de Construir (Tangram).

Material: Figura em anexo do Tangram , papelão, cartolina ou folha de sulfite, lápis de cor e tesoura.

Execução: Apresentar o desenho para criança na folha ou cartolina, solicitar que pinte cada forma de uma cor
diferente, em seguida recortar as formas geométricas, podendo ser coladas em papelão, para melhor
manipulação.

Variações:
Solicitar que a criança construa figuras por imitação das apresentadas em anexo. Criar outras formas e
registrar por meio de desenho;
Solicitar que a criança tente formar letras. Ex.: seu nome, nome de familiares ou primeira letra do nome das
figuras em anexo (casa, barco, gato, etc). Formar números e indicar se é par ou ímpar, trabalhar soma e
subtração simples, etc;
Espalhar as peças e solicitar que a criança monte o quebra-cabeça podendo estabelecer um tempo para
conclusão.

Objetivos: Construção de figuras, reconhecimento e distinção de formas. Desenvolver a criatividade e o


raciocínio lógico, trabalhando a concepção de área, visualizando as figuras geométricas num todo, e divididas em
várias partes.

Pré-Requisitos: Raciocínio, atenção, concentração, coordenação motora final, percepção espacial e visual.
17

Proposta 8-B (continuação)


18

Proposta 9-B
Atividade: SUDOKU fácil e diferente

Material: 3 fichas do jogo SUDOKU impressas, lápis e borracha.

Execução: SUDOKU é um quebra-cabeça de origem japonesa e tem como base uma lógica numérica.
Esse quebra-cabeça possui algumas pistas numéricas que podem ajudar. O jogador deve colocar os
números de 1 a 9 em cada coluna e/ou linha da vertical ou horizontal sem repetir os números.

Fazer o 1º bloco que tem 3 colunas com 3 linhas, completar com números de 1 a 9 sem repeti-los.
Fazer o 2º bloco que tem 6 colunas com 6 linhas, completar com números de 1 a 9 sem repeti-los.
Fazer o 3º bloco que tem 9 colunas com 9 linhas, completar com números de 1 a 9 sem repeti-los.

Você vai perceber que jogou o SUDOKU por etapas (pedacinhos) até chegar no nível complexo.
19

Proposta 9-B

Variações:
Jogar com membros da família, formando equipes de adversários.
Pode desenhar os blocos de SUDOKU no chão do quintal com giz ou marcar os blocos com 3
colunas e 3 linhas de SUDOKU com fita crepe e cada equipe, após sorteio ficará com um bloco.
Todas as equipes devem começar o jogo ao mesmo tempo e vence quem ou a equipe que terminar
e acertar primeiro.
Para estimular a percepção visual, logo abaixo, também, tem a opção do jogo SUDOKU com as
pistas de números coloridos. Ao perceber que cada número de 1 a 9 representa uma cor, identificar
o número que se encaixa no jogo sem repeti-lo.

Objetivos: Estabelecer uma relação com os números de 1 a 9 por meio do jogo, auxiliando nas
habilidades cognitivas referentes aos pré-requisitos.

Pré-requisitos: Atenção, concentração, planejamento, freio inibitório, raciocínio e memória.


20

Proposta 9-B (continuação)

BLOCO 3
BLOCO 2
BLOCO 1
21

Proposta 9-B (continuação)

BLOCO 1 BLOCO 3
7 7 1 8
1
1 6
4 8 6
4 8 6 5 9
BLOCO 2 2 4 6 8
7 1 8
6 3 9
1 6
1 3 5 9
4 8 6 5 9
22

Proposta 10-B
Atividade: Parlenda “A galinha do vizinho”.

Execução:
1º Junto com a família cantar a parlenda “ A galinha do vizinho”.
Você pode ver a parlenda cantada em:
<https://www.youtube.com/watch?v=FEMbg9Urft8>
<https://www.youtube.com/watch?v=TYCIT9Rftuo>

2º - Explorar oralmente os números de 1 até 10. Depois com a ajuda da família, a criança irá observar os
números e apontar na revista ou jornal de supermercado os numerais.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
23

Proposta 10-B (continuação)

3º - O responsável se possível, fará junto com a criança o formato de ovinhos para ele escrever os números
dentro.

Variações: Conforme o grau de dificuldade o mediador poderá trabalhar só com que a criança conseguir.

Objetivos: Ler e registrar os números decimais até 10. Reconhecer os números e fazer relação: quantidade
com o objeto.

Pré-Requisitos: Sequência, atenção, concentração, memória visual e auditiva.


24

Proposta 11-B
Atividade: Ler, organizar as sílabas e responder as perguntas.

Material: Caderno, lápis, borracha.

Descrição: Trabalhar leitura, formar palavras e escrever;


Perguntar o nome do animal e localizar as sílabas que formam o nome dele.
Depois leia a pergunta.
E escreva a resposta.

Quem comeu o rato?

R.: ________________
25

Proposta 11-B (continuação)

Quem não lava o pé?

R.: ________________

Quem gosta de banana?

R.: ________________
26
Proposta 11-B (continuação)

Quem come milho?

R.: ________________

Quem tem pescoço


comprido?

R.: ________________
Proposta 11-B (continuação)
27

Quem tem quatro pés?

R.: ________________

Quem tem boca grande?

R.: ________________
28

Proposta 11-B (continuação)

Variações:
Escrever, em pedacinhos de papel, as sílabas e dar para a criança formar outras palavras.
Escrever frases com as figuras. Contar uma historia com os “personagens”.

Objetivos:
Leitura e interpretação.

Pré-requisitos:
Memória, atenção e concentração.
29

Proposta 12-B
Atividade: Calcular e Responder.

Material:
Caderno, lápis, borracha.

Execução:
Utilizar estratégia de calculo para resolução dos fatos.
1- Usar linhas para multiplicar;
2- Escrever a resposta no local indicado.
30

4 x 5 =_______

6 x 6 =_______

5 x 9=_______

3 x 3=_______

6 x 2=_______

9 x 5=_______
31

Proposta 12-B (continuação)

Variações:
Trabalhar com dezenas (23 x 3) ou centenas (231 x 4). Explorem, de acordo com o conhecimento de
seu filho.

Objetivos:
Estratégia de cálculo para a multiplicação

Pré-requisitos:
Sequência numérica, raciocínio e atenção.
32

Proposta 13-B
Atividade: Ouvir e/ou ler. Conversar. Completar, copiar, parear e colar.

Execução:
Ouvir a música “Ora Bolas”( Palavra Cantada): <https://youtu.be/CRzN1GYlYWM>
Leia o texto com a ajuda de um familiar e complete usando as palavras : país; Brasil; município
(cidade);Taubaté; vizinhos; familiar; estado; São Paulo; escolar.

EU COM OS MEUS PAIS, IRMÃOS E PARENTES FAZEMOS PARTE DA COMUNIDADE__________, COM


MEUS COLEGAS E PROFESSORES DA COMUNIDADE__________, DA COMUNIDADE DA MINHA RUA,
COM MEUS__________.
TAMBÉM FAÇO PARTE DAS COMUNIDADES DO MEU__________ E MEU__________ E MEU__________.
MEU MUNICÍPIO É__________QUE FICA NO ESTADO DE __________QUE FICA NO MEU PAÍS
CHAMADO__________.

Agora com a ajuda de um familiar faça 05 círculos sendo que fique um menor que o outro. Escreva no
maior: PAÍS, no outro ESTADO, no outro MUNICÍPIO, no outro BAIRRO e no menor escreva CASA.
Faça as sobreposições e explique de modo que o aluno compreenda. Peça ao aluno que embaralhe os
círculos e depois organize corretamente. Repita algumas vezes e depois pode colar os círculos e
guardar as atividades.
33

Proposta 13-B (continuação)

A. Assista ao vídeo: Aprendendo com Vídeoaulas: Geografia: REGIÃO SUDESTE.


<https://youtu.be/51z_2PU0M_Q>
Leia o texto, copie e complete usando as palavras : Brasil; município; Rio de Janeiro; Taubaté; estado; São
Paulo; capital do Estado; Minas Gerais; Vitória

A CIDADE DE SÃO PAULO É A MAIOR CIDADE DO __________


O CRISTO REDENTOR E O PÃO DE AÇÚCAR, FICAM NA CIDADE DO __________
A CORRIDA DO OURO ACONTECEU NO ESTADO DE __________
A CAPITAL PORTUÁRIA DO ESPÍRITO SANTO É A CIDADE DE __________
__________ É UM __________DO INTERIOR DO ESTADO DE __________, LOCALIZADO NA REGIÃO DO
__________, A 130 Km DA __________, SÃO PAULO.

Corte pequenas tiras de papel e em cada tira, copie todos os Estados e capitais da Região Sudeste: Minas
Gerais, capital: Belo Horizonte. Espírito Santo, capital: Vitória. Rio de Janeiro, capital: Rio de Janeiro. São
Paulo, capital: São Paulo. Embaralhe
Depois numa folha faça o pareamento de forma correta. Para cada erro, fazer nova tentativa e colar
somente quando estiver tudo certo. Fazer a leitura no final.
34

Proposta 13-B (continuação)

Assista ao vídeo: Aprendendo com Videoaulas: Geografia: REGIÃO SUDESTE.


<https://youtu.be/51z_2PU0M_Q>
Com base no vídeo, escreva um slogan ou uma frase que resuma cada Estado e/ou capital da Região
Sudeste.

Objetivos:
Relembrar e aprender sobre a geografia do Brasil. Leitura, escrita e cópia. Treino na
reglete. Discriminação dos sentidos: tato, visão e audição.
Pré-requisitos:
Leitura, interpretação e escrita.

OBS: Permitir que o aluno faça as atividades sozinho, mas se for necessário, ajudar no
que for possível. Fotografar. Não corrigir as atividades. Últimos exercícios são para os
alunos que usam o Braille. Guardar as atividades.
35

REFERÊNCIAS:

Imagens: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngüe da língua de sinais brasileira. Disponível


em:
<https://books.google.com.br/books?id=N-ybDVKtBygC&printsec=frontcover&hl=pt-BR#v=on
epage&q&f=false> Acesso em: 05 jun.2020

CENTRO EDUCACIONAL PIONEIRO. A galinha do vizinho- Jardim II A (0m32s) 2013.


Disponível em: << https://www.youtube.com/watch?v=FEMbg9Urft8>> Acesso em 04
jun. 2020.

APRENDENDO EM CASA. Parlenda galinha do vizinho em libras.(3m22s)2020.Disponível


em:<< https://www.youtube.com/watch?v=TYCIT9Rftuo>> Acesso em: 04 jun.2020.
36

PALAVRA CANTADA OFICIAL. Palavra cantada/Ora bolas (1m09s) 2013. Disponível


em: https://www.youtube.com/watch?v=CRzN1GYlYWM Acesso em: 05 jun.2020.

BARÃO PIRAPORA. Aprendendo com videoaula: geografia: Região sudeste


(2m30s)2017. Disponível em: <<
https://www.youtube.com/watch?v=51z_2PU0M_Q>> Acesso em: 05 jun. 2020.
ORGANIZADO POR:
Professores de AEE da Rede Municipal de Ensino.
EMIEFM Professora Anna dos Reis Signinorini.
Núcleo de Apoio Especializado - (NAPE).
EMEEEIF Madre Cecília.
Atendimento
Educacional
Especializado
PROPOSTAS DE ATIVIDADES PARA
SEMANA DE 22/06/2020 A 26/06/2020
3

Proposta 1-A
Atividade: ALONGAR BRINCANDO.

Descrição:
1º momento: Sente-se em cima de um colchão, tapete, lençol ou até mesmo no chão e estique bem as
perninhas. Agora você deverá flexionar os pés para cima e para baixo (os pais podem ajudar, estimulando
no corpo da criança, ou demonstrando no próprio corpo, aproveitem o momento de alongamento em
família!) repita quantas vezes você quiser. Esses dois movimentos chamaremos de pé de palhaço (pé para
cima) e pé de bailarina (pé para baixo);

2º momento: Nesse exercício é importante trabalharmos a nossa respiração, para isso você deverá
imaginar que está cheirando uma florzinha (inspire) e depois assoprando uma velinha de aniversário
(expire). Repita várias vezes. (Novamente pais, participem em família! estimulando no corpo da
criança, ou demonstrando no próprio corpo);

3º momento: Deite a criança em um colchão, tapete, lençol ou até mesmo no chão. Primeiro ela irá rolar
para um lado e depois para o outro. Pode ser realizado com mais de uma criança. Caso o adulto sinta-se
confortável, pode deitar-se ao chão e rolar junto com a criança.
4

Proposta 1-A (continuação)

Variações:
Faça as atividades conversando e nomeando as ações e partes do corpo. O diálogo é importante para o
desenvolvimento da fala na criança;
Com ajuda de uma bolinha, pode ser até de meia ou algum brinquedo macio, massagear as partes do
corpo e estimular o reconhecimento das mesmas - poderá usar creme corporal que tenha em casa e
massagear, sempre estimulando a parte que está sendo trabalhada;
Pode-se desenhar ou carimbar com tinta as mãos e pés da criança, estimulando as partes do corpo e a
quantidade de dedinhos. Também pode misturar um pouco de areia na tinta para explorar e carimbar
uma mão só com tinta e a outra com a tinta misturada com areia, para sentir e perceber a diferença das
texturas.

Objetivos: Perceber as possibilidades e os limites de seu corpo nas brincadeiras e interações das quais
participa. Reconhecimento corporal.

Pré-requisitos: Sistema vestibular (equilíbrio corporal), desenvolvimento sensorial, coordenação motora


global, consciência corporal e coordenação motora ampla.
5

Proposta 2-A
Atividade: Resgatar brincadeiras comuns como: pega-pega, esconde-esconde, passa anel e outras que
os pais tenham brincado quando criança.

Descrição: No dia a dia, durante a semana ir colocando na rotina da casa o momento de brincadeira,
podendo escolher brincadeiras que eram comuns na infância dos adultos (pega-pega, esconde-esconde,
estátua, passa-anel, elefante colorido...) sem que seja uma obrigação, mas um momento agradável de
convivência adentrando no interesse da criança que é “o brincar e o estar junto” de seus pais e irmãos.

Variações: Como atuar com a criança:


Fazer “expressão” de animação e contar sobre a brincadeira que irão realizar, neste momento surpresa!
Explicar de forma simples para ver se a criança adivinha qual será a brincadeira escolhida;
Dar oportunidade da criança escolher também as brincadeiras, combinando até antecipadamente quem irá
pensar na brincadeira para um outro dia;
Mostrar que tem brincadeiras que podem ser feitas dentro de casa e outras não; Sentar-se e fazer uma
conversa rápida sobre o momento, se foi boa a escolha, o que deu certo ou o que pode ser melhorado.
Fazer registro com fotos, desenhos ou uma lista das brincadeiras que realizaram juntos (opcional). É muito
importante mostrar que os adultos da família já foram criança, e trazem recordações. Nossas memórias, são
tudo aquilo que nos trouxeram felicidade e afeto!!! “As doces lembranças!”
6

Proposta 2-A (continuação )

Objetivos: Resgatar brincadeiras; Consolidar vínculos; Desenvolver a comunicação e expressão através das
brincadeiras; Aprender a brincar respeitando regras e limites.

Pré-requisitos: Atenção, concentração, memória, coordenação motora, linguagem e vínculos afetivos.


7

Proposta 2-A (continuação )

Regras do passa anel:


Antes da brincadeira começar, um dos participantes é escolhido para passar o anel (pode usar uma pedrinha ou pedacinho
de papel). O restante do grupo forma uma fila e todos ficam com as mãos unidas e entreabertas, como uma concha
fechada. O participante também posiciona as mãos em formato de concha, mas com o anel dentro. Ele deve passar as
mãos dele por dentro das mãos de cada participante. Em um determinado momento ele escolhe um dos jogadores e deixa
o anel cair nas mãos dele sem que o resto do grupo perceba. Depois ele deve passar pelo menos mais uma vez pela fila
inteira novamente, para que ninguém desconfie onde está o anel. Ao final vence com quem ficou o anel.

Regras do esconde-esconde:
Um participante tem que esconder o rosto e contar até um determinado número (combinado antes), enquanto os demais
participantes se escondem. Depois, ela tem que encontrar todos os outros para ganhar a brincadeira. Sempre que achar
alguém, tem que correr e bater no pique, dizendo o nome da pessoa encontrada.

Regras do pega-pega:
Uma criança será o pegador, e as outras, os fugitivos. Quem a criança pegar, será o pegador da vez.

Regras Elefantinho colorido:


Um participante é escolhido para comandar, no caso de crianças mais novas o ideal é que seja um adulto. Ele fica à frente
dos demais e diz: “Elefantinho colorido!”. Os outros respondem: “Que cor?”. O comandante então grita o nome de uma cor
e os jogadores correm para tocar em algo que tenha aquela tonalidade.

Para essa atividade usem a imaginação na realização das brincadeiras!


Resgatem o que mais gostavam de brincar e ensinem às crianças.
8

Proposta 3-A
Atividade: ‘’Borboletinha Tata vai para escola.’’(Taisse Agostini)

Descrição: Estimular o ato de ouvir histórias, a atenção. Cativar a criança a apreciação literária e, a partir
daí explorar a sua oralidade.
Material: História: Borboletinha Tata vai para escola. Pedir para um adulto ler a história para crianças e
conversar sobre borboletas.
Sugestões de perguntas:
Quem já viu uma borboleta?
Qual nome da borboleta?
Qual fruta que a borboleta Tata gosta de comer?
Você já viu as cores de uma borboleta?
As borboletas voam ou nadam?
As borboletas são grandes ou pequenas?

Variações: Desenhar uma borboleta e colorir. Perguntar o nome das cores que usou.

Objetivos: Estimular a linguagem, atenção, observação, concentração e vocabulário; Desenvolver a


imaginação.

Pré-requisitos: Atenção, concentração e oralidade.


9

Proposta 3-A (continuação)

Tatá vai para a escola (Autora: Taise Agostini )


Era uma vez uma Lagarta chamada Tatá.
Ela era verdinha e gostava de se alimentar com deliciosas frutas no pomar. Sua fruta preferida era a
maçã...miam, miam. Também gostava de saborear deliciosas folhas verdes e passear era uma grande
diversão! Porém, a lagarta Tatá não tinha muitos amigos. Os que ela tinha ou eram lagartas muito
pequenas ou já tinham virado borboleta.
A lagarta sonhava em um dia ir para escola para poder brincar, aprender coisas novas e ter uma
professora muito querida e especial para amar e respeitar!
Sua mãe violeta falou que quando a lagarta Tatá fosse para escola também teria muitos amigos e
isso a deixa extremamente feliz. Mas para Tatá poder ir à escola ela precisava se transformar em borboleta.
Pois quando uma lagarta se transforma em borboleta ela é capaz de voar sozinha, conquistar seus sonhos
e transmitir alegria por onde passa. Então a lagarta decidiu esperar e ficar bem quietinha em seu casulo por
mais ou menos duas semanas.
Depois desse período: aiii...aiii...preciso sair daqui...esta apertado...vocês me ajudam?
Então vamos lá...uma esticadinha pra cá...outra esticadinha pra lá...agora assim... aaiiiii!!! A borboleta
rompeu o casulo liberou suas asas e se transformou em uma linda borboleta!
Que alegria!!!! Sem perder tempo, Tatá e sua mãe voaram para escola onde Tatá iria estudar.
Como uma linda borboleta, ela se despediu da sua mãe, não chorou e foi brincar.
Ela conheceu novos amigos, voou pelo parque, pátio, sala de aula, abraçou sua professora e a partir
daquele dia, todos os dias a borboleta Tatá chegava feliz na escola para aprender cada vez mais.
10

Proposta 4-A
Atividade: Brincando com as letras do nome. Jogo de bingo.

Materiais: Folhas de sulfite, canetinhas, tesoura e saco plástico.

Descrição: Inicialmente o responsável deverá escrever em uma folha de papel, com letra de forma o nome
da criança.

Exemplo:

Seguidamente deverá apresentar o nome escrito a criança, pedir que ela explore as letras com os dedinhos,
levando-a ao reconhecimento do contorno dessas. Assim como, contar com a criança quantas letras tem no
seu nome, ajudá-la a identificar aquelas que se repetem, isto é, são iguais. Deixar a folha com o nome da
criança ao alcance dela. Em outra folha de papel deve-se escrever, novamente, as letras do nome da
criança em letra de forma e recortá-las, colocando-as em um saquinho plástico.
11

Proposta 4-A (continuação)

Depois desta etapa deve-se iniciar um jogo de bingo, retirando uma a uma as letras do saquinho, reproduzir
seu som, pedir que a criança procure e coloque cada uma delas em cima do nome escrito.

Variações:
Procurar em revistas as letras do nome. Escrever o nome do responsável e junto com a criança identificar
as letras iguais e diferentes.
Realizar a letra inicial do nome em relevo, usando barbante, areia, bolinhas de papel e solicitar que a
criança passe a mão para identificar o formato da letra.
Esconder as letras em um cômodo da casa e brincar de esconde-esconde de letras para que a criança
busque as letrinhas.
Brincar de sopa das letras, colocar em uma bacia com água as letrinhas e pegar com uma concha as
letras sorteadas no bingo.

Objetivos: Ampliar as relações interpessoais desenvolvendo atitude de participação e cooperação. Agir de


maneira independente com confiança em suas capacidades, reconhecendo suas conquistas e dificuldades.

Pré-requisitos: Coordenação motora, habilidades visuais, coordenação viso-motora, percepção visual,


linguagem oral, atenção e concentração.
12

Proposta 5-A
Atividade: Self com a família.

Descrição: O adulto irá tirar uma self demonstrando algum sentimento, por exemplo felicidade. Irá mostrar
para o aluno e esse deverá descobrir se o adulto fez cara de tristeza, raiva ou felicidade. O adulto deverá
perguntar como descobriu, se o aluno já se sentiu assim, em que situações se sente assim...
Caso não queira fazer no celular, pode desenhar os rostinhos em um papel, tipo “emoji” e pedir que a
criança fale sobre as imagens.
13

Proposta 5-A (CONTINUAÇÃO)

Variações: Essa atividade pode ser feita mais de uma vez, inclusive invertendo as funções (o aluno irá tirar
a sua foto e o adulto adivinhar a sua expressão).

Objetivos: Estimular a atenção, concentração e oralidade; Reconhecer em si e no outro a expressão de


sentimentos através do rosto; Desenvolver o reconhecimento de seus sentimentos, estimulando a
verbalização deles; Comunicar suas ideias e sentimentos com desenvoltura a pessoas e grupos.

Pré-requisitos: Atenção e linguagem oral.


14

Proposta 6-A
Atividade: Stop.

Objetivos: Desenvolver o SEA (Sistema de Escrita Alfabética)

Material: Uma folha, pode ser pautada ou de sulfite, lápis e borracha.

Descrição: Distribua papel, lápis e borracha para todos os participantes, e todos devem desenhar uma
tabela no papel para organizar melhor seus itens ou utilizar a planilha em anexo;
Inicia o jogo com os participantes colocando uma certa quantidade de dedos de forma aleatória. Feito
isso deverá ser falada as letras do alfabeto na sequência, uma para cada dedo. A última letra
pronunciada é a letra sorteada.
Os jogadores devem preencher as categorias cujos nomes se iniciam com a letra sorteada.
Aquele que terminar de preencher primeiro grita “stop”, e todos param de escrever.
Aí é só sortear outra letra e começar de novo.

Contagem dos pontos: 5 pontos para as palavras iguais e 10 pontos para as palavras diferentes.
Vence quem somar mais pontos.
15

Proposta 6-A (CONTINUAÇÃO)

Variações:
Pode se iniciar com NOME, COR, FRUTA, ANIMAL. E aumentar as propostas com o decorrer do jogo,
podendo incluir novos elementos.

A brincadeira também poderá ser um dupla, trabalhando a coletividade.

Com o apoio de um dado (que pode ser feito de papel ou papelão), coloque nas faces do dado
palavras que farão parte do jogo, como por exemplo: nome, cor, fruta, animal, parte do corpo e
brinquedos. E em um pote, coloque todas as letras do alfabeto, faça um sorteio para ver qual a letra
que iniciará o jogo. Com esta variação podemos desenvolver a oralidade, e se quiser também poderá
ser feito um registro. Segue o link de como fazer um dado:<< https://youtu.be/XZCnXalEzf0>>

Pré-Requisitos: Atenção, concentração e escrita.

NOME COR FRUTA ANIMAL TOTAL


16

Proposta 7-A
Atividades: Leitura / Escrita / Expressão Oral.

Objetivos: Trabalhar Gênero Textual: Quadrinhos, Intepretação de Texto. Desenvolver a capacidade de


reconhecimento e expressão dos sentimentos e emoções. Trabalhar a oralidade e comunicação. Estimular
memória recente e remota.

Material: Papel, lápis e borracha.

Descrição: A atividade propõe a interação familiar através da leitura e diálogo.


O responsável deverá fazer a leitura das histórias em quadrinhos junto à criança/jovem e depois
estabelecer um diálogo, seguindo as sugestões do roteiro abaixo:
- Questionar e discutir o conteúdo das histórias: O que os personagens estão fazendo, pensando e
sentindo?
- Falar sobre o que sentem, sonhos e emoções em geral.
- Orientar sobre a importância de “dar nome” aos sentimentos e de identificar o que se está sentindo.
- Falar da importância da Empatia, do “colocar-se” no lugar do outro, respeitando as diferentes formas de
sentir, pensar e agir.
17

Proposta 7-A (CONTINUAÇÃO)


18

Proposta 7-A (CONTINUAÇÃO)

Variações:
Propor a escrita de um texto sobre sentimentos e emoções, podendo ser relatado um fato que tenha
marcado de alguma forma a vida emocional e afetiva da criança/jovem;
Pesquisar na Internet, diálogos de WhatsApp e outras Redes Sociais, a utilização dos EMOTIONS
como forma de expressão de sentimentos, quando e como são utilizados. Depois, propor que sejam
enviadas mensagens para familiares ou amigos, utilizando esse meio de comunicação não verbal,
mas pictográfico, ou seja, através de desenhos e figuras;
Propor preenchimento diário de um calendário com as emoções, utilizando figurinhas/desenhos com
as carinhas representativas. Para isso, elas deverão ser desenhadas, pintadas e recortadas.
Propor o Jogo da Memória Emoções: de forma que cada jogador deverá comentar uma vivência
pessoal a cada par formado.<<
https://blog.psiqueasy.com.br/2018/12/12/materiais-emocoes-para-imprimir/ >>
Exemplo: quando o jogador achar o par da carinha feliz, falar sobre uma situação que o fez se sentir
assim como: um passeio, uma viagem, um momento em família, etc.

Pré-requisitos: Linguagem (Oral, Escrita e Pictográfica) / Inteligência Emocional / Relações Sócio


Afetivas/ Auto Gestão / Coordenação Motora / Memória
19

Proposta 8-A
Atividade: Jogo das medidas.

Objetivos: Amadurecer a relação com o espaço em que vive e encontrar e registrar corretamente a
medida dos objetos.

Material: Nossa Casa – objetos variados.

Descrição: Cada participante recebe vários objetos de tamanhos diferentes escolhidos por um adulto.
Depois, um de cada vez deverá explorar o espaço da casa procurando objetos que tenham o mesmo
tamanho dos que ele recebeu ou o tamanho aproximado.

Variações:
Procure saber para que serve cada um dos objetos que você recebeu e, depois procure coisas com
tamanhos parecidos. Agora, desenhe o objeto que recebeu e que encontrou e que são do mesmo
tamanho;
De olhos vendados vamos descobrir dentro das gavetas se tem algum objeto com tamanho parecido ao
que você recebeu. Agora, escreva o nome dos dois objetos;
20

Proposta 8-A (CONTINUAÇÃO)

Escreva em uma folha o nome e o tamanho dos objetos que você recebeu (utilize uma régua ou fita métrica
para medir os objetos);
Procure outros objetos com tamanho parecido ou igual, escrevendo também o nome deles e colocando o
tamanho. Não esqueça das siglas das medidas, centímetros “cm” e metro “m”;
Faça uma tabela com o nome e medida aproximada dos objetos, relacionando os que tem tamanhos
parecidos. Faça isso com a altura de cada um da casa. Mostre que tudo e todos, tem medidas diferentes. Se
tiver um quintal, explore o tamanho das folhas, pedras, galhos, flores, etc...
Agora vamos dificultar um pouco!!! Que tal procurarmos objetos com o tamanho parecido ou igual, forma
parecida ou igual e da mesma cor?? Ficou difícil??? Mas vamos tentar!! Lembrando de fazer uma tabela. Mão
à Obra!!!

Pré-requisitos: Atenção, raciocínio, discriminação, percepção visual, concentração, coordenação viso-motora e


criatividade.
21

Proposta 9-A
Atividade: Desafio divertido.

Objetivos: Desenvolver o raciocínio lógico e intuitivo; estimular o pensamento independente; estimular a


criatividade e a capacidade de resolver situação problema e facilitar o entendimento de conceitos básicos.

Material: Tesoura, folha para anotação e caneta/lápis.

Descrição: A criança deverá receber uma cópia da atividade, a partir das dicas apresentadas descobrir o
nome de cada personagem e o valor que cada um levou para as compras. Esse desafio poderá contar
com participação da família. Sortear entre os participantes quem iniciará o desafio; cada um deverá
escolher uma pergunta de 1 a 5; um dos participantes deverá ir anotando as respostas. O intuito do
desafio não é ter um ganhador, mas sim que todos encontrem a resposta correta.
22
23

Proposta 9-A (CONTINUAÇÃO)

Variações:

Cada participante tenta acertar duas perguntas;


Todos os participantes tentam acertar todas as perguntas, anotam e depois comparam as
respostas para descobrir quem foi o ganhador;
Realizar soma entre os participantes após encontrar o valor de cada um. EX: Juliana+ Viviane =
Ana Paula+ Carolina =, podendo aumentar a dificuldade com até 3 ou 4 nomes;
Utilizar o valor de cada participante, com apoio de um panfleto de supermercado realizar compras
com o valor que cada um tem, utilizando notas e moedas de brinquedo.

Pré-requisitos: Atenção, concentração e percepção visual;


24

Proposta 10-A
Atividade: Vamos pular!!!!!!

Objetivos: Deslocamento no espaço (pular, saltar e dançar).

Material: Papel crepom, sacola plástica (de supermercado) ou retalhos de tecidos, para fazer as tiras; fita
adesiva (durex), cola ou elástico de cabelo; tesoura; rádio ou telefone ( para a execução da música).
Música: “ Vamos pular” Sandy e Junior <https://www.youtube.com/watch?v=NatNhJ74VVI>

Descrição:
1- Corte várias tiras do material que você escolheu (faça um rolinho com o material escolhido e corte, fica
mais fácil para cortar) imagem 1;
2-Em seguida amarre as fitas na elástico de cabelo (imagem 2) ou use cola ou fita adesiva (imagem 3).
25

Proposta 10-A (CONTINUAÇÃO)

3- Entregue dois pompons de fitas, para cada participante;

4- Coloque a música e deixe tocar por um tempo;

5- Em determinado momento pause a música e fale uma parte do corpo;

Exemplo: perna, braço, cabeça etc.

6- A criança ou quem estiver, brincando com a criança deve balançar as fitas, próximo a parte do corpo falada.

Variação:
Estudar os sinais em libras das partes do corpo;
Faça um jogo de memória das partes do corpo, desenhe ou recorte de revistas e cole em papelão.

Pré-requisitos: Equilíbrio e conhecer as partes do corpo.


Proposta 10-A (CONTINUAÇÃO) 26
Proposta 10-A (CONTINUAÇÃO)
27
Proposta 11-A 28

Atividade: Meu nome.

Objetivo: Ampliar o repertório de conhecimento de letras; nomear as letras do seu nome; ampliar o
conhecimento sobre a sequência do alfabeto e, progressivamente, memorizar a ordem alfabética

Material: Lápis preto, lápis de cor e borracha.

Descrição: Escrever e pintar as letras do seu nome;


Escrever nos espaço vazios, de acordo com o que o sinal pede, palavras com as letras do nome;

1- Escrever seu nome no quadro.


29

Proposta 11-A (CONTINUAÇÃO)

2-Pintar as letras do seu nome abaixo


30

Proposta 11-A (CONTINUAÇÃO)

3-Escrever nos locais sinalizados, palavras usando as letras do seu nome.

NOMES
OBJETOS ANIMAIS FRUTAS CARRO
(PESSOAS)

Obs. O jogo “Stop” pode ser jogado por duas ou mais pessoas. Utilizar as letras do nome da criança, ou do(s)
parceiro(s) e escrever nas colunas palavras que iniciem com a primeira letra do nome, depois com a segunda letra
do nome, com a terceira do nome, até acabarem as letras.
31

Proposta 11-A (CONTINUAÇÃO)

Variações:
Pesquisar sobre a origem do seu nome com sua família;
Montar de uma linha do tempo com fotos da criança;
Junto com sua família usando as letras do alfabeto escrever seu nome, o nome: dos pais, irmãos, dos
objetos que tem na casa, animais, frutas e carro.

Pré-requisitos: Sequência, concentração e atenção.


32

Proposta 12-A
Atividade: Sequência numérica e cálculos.

Objetivos: Leitura, escrita dos números, comparação e ordenação de números com até três algarismo.
Compreensão e características do sistema de numeração decimal; sequência numérica, quantificação e
cálculo.

Material: Lápis, caderno e borracha.

Descrição: 1- Pintar o resultado.


2- Completar a sequência com número que falta.
3- Usar a malha quadriculada para resposta.
4- Calcular.
33

Proposta 12-A (CONTINUAÇÃO)

1-Conte e depois pinte o resultado certo.


34

Proposta 12-A (CONTINUAÇÃO)

2-Observe a tabela e escreva os números que faltam:

0 6

14

20

33 37

42

51 56

65

73

88

92
35

Proposta 12-A (CONTINUAÇÃO)

3-Calcular e pintar a resposta na malha quadriculada:

A-Qual é o resultado da subtração de 635-613=?


B-Qual é o resultado da adição de 78+13=?
C-Qual é o resultado da adição de 52+36=?
D- Qual o resultado da multiplicação entre 32x3=?
E-Qual o resultado da divisão de 48:4=?
F- Qual o dobro de 25?
G Qual o triplo de 23+3=?
H- Qual número vem depois do 79?
I- Qual número vem antes do 57?

Pré-requisitos: Sequenciação, raciocínio, atenção e concentração.


36

Proposta 13-A
Atividade: Ordem crescente e ordem decrescente.

Objetivos: Construir sequências de números naturais em ordem crescente e decrescente a partir de um


número, utilizando uma regularidade estabelecida. Utilizar diferentes procedimentos de cálculo mental e
escrito para resolver problemas significativos envolvendo multiplicação e divisão com números naturais.
Utilizar as propriedades das operações para desenvolver estratégias de cálculo e resolução de problemas.
Discriminação tátil e visual.

Material: Lápis, borracha, soroban e calculadora (celular).

Descrição: Escrever os números em ordens crescente e decrescente. Efetuar as contas e conferir os


resultados. Ordenar os números. Ler, interpretar e efetuar os problemas usando as multiplicações e divisões.
Fazer o uso do soroban e da calculadora.

Variações:
1.1- Escreva o número que falta na sequência da ordem crescente:
10,_____12, 13, _____15, 16, 17, _____19,_____
21,_____23, 24,_____26,_____28,29_____
_____32_____34,35,_____37,38,_____40
_____42,_____44,45,_____47,_____,49_____
37

Proposta 13-A (CONTINUAÇÃO)

1.2 - Escreva o número que falta na sequência da ordem decrescente:


100, 99,_____97, 96,_____94_____92_____90
89_____87_____85, 84_____82, 81 _____
_____78_____76,75_____73_____71_____
69_____67_____65_____63, 62, 61_____

2.1- Escreva o número que falta na sequência da ordem crescente:


2000_____2002, 2003_____2005_____2007, 2008, 2009_____
_____3981,3982_____3984,3985_____3987____ 3989_____

2.2- Escreva o número que falta na sequência da ordem decrescente:


_____999_____997____995_____993_____991_____
5000_____4998_____4996,4995_____4993_____4991_____
38

Proposta 13-A (CONTINUAÇÃO)

3.1 Mês da festa junina! Vamos calcular:


A. Em uma caixa da festa junina há 795 bandeirinhas. E em meia dúzia de caixas?
B. Um pacote do caixa contém 389 fichas. quantas fichas há em 08 pacotes?
C. A cozinheira preparou 1 caixa com 848 potinhos de cural. Quantos destes docinhos haveria em 08
caixas?
D. Dona Ana usa 09 ovos para fazer um bolo de milho. quantos bolos ela poderá fazer para o jogo do
bingo se tiver 567 ovos?
E. Um grupo de 665 alunos foi repartido em 07 grupos para as danças e as quadrilhas. Quantos alunos
foram para cada grupo?
F. Num pote há 824 maçãs do amor para serem distribuídas em 08 bandejas. quantas maçãs haverá em
cada bandeja?

Junho é o mês da festa junina! Leia e/ou escute e execute todas as atividades. Resolva os problemas
usando o soroban. Após o término de cada uma, conferir o resultado usando uma calculadora que pode ser
a do celular. Se houver erro, repetir a operação.

Pré-requisitos: Atenção, concentração, discriminação tátil e visual.


39
REFERÊNCIAS:

INNATIA. Como fazer um cubo de papel ou cartão passo a passo l BR.INNATIA.COM.(1M15S)


2014. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=XZCnXalEzf0 Acesso em:09 jun.2020.

BLOG DA PSIQUEASY. Materiais sobre emoções para imprimir.12 dez. 2018. Disponível
em: << https://blog.psiqueasy.com.br/2018/12/12/materiais-emocoes-para-imprimir/>>
Acesso em: 09 jun. 2020.

VALADARES,S;ARAÚJO,R. Aprendizagem divertida.1ª ed. Belo Horizonte: Editora


FAPI,2005

CAPOVILLA, F. Dicionário Enciclopédico Ilustrado Trilíngüe Da Língua De Sinais


Brasileira

HONORA,M. Livro Ilustrado De Libras


40

FIT DANCE KIDS E TEEN. Vamo pulá-Sandy e Junior coreografia Fit dance kids.
(2m28s) 2016. Disponível em: << https://www.youtube.com/watch?v=NatNhJ74VVI>>
Acesso em:15 jun. 2020.
Organizado por:
Professores de AEE da Rede Municipal de Ensino.
EMIEFM Professora Anna dos Reis Signinorini.
EMEEEIF Madre Cecília.
Núcleo de Apoio Pedagógico Especializado - NAPE.
Atendimento
Educacional
Especializado
PROPOSTAS DE ATIVIDADES PARA
SEMANA DE 29/06/2020 A 03/07/2020
Proposta 1-B
Atividade: Descobrindo nomes.

Descrição: Fazer uma roda com todos os integrantes da família, em seguida cantar uma música, exemplo:
“Bom dia, (falar o nome do integrante) como vai? Faremos o possível para sermos bons amigos”, repete o
nome e assim sucessivamente com todos os integrantes.
Após o término da música reforçar com a criança, perguntas como: Qual o nome da mamãe?. Assim com
todos os integrantes da família, possibilitando que a criança verbalize a seu modo, o próprio nome e o nome
dos demais integrantes da família, se necessário o responsável pode ajudar.

Variações: Pode cantar musiquinhas na hora do banho e incentivar a criança a repetir os nomes de
brinquedos, entre outros.

Objetivos: Reconhecer quando é chamado por seu nome e reconhecer os nomes das pessoas com quem
convive.

Pré-requisitos: Além de aprender e reconhecer os amigos e aqueles que fazem parte do seu dia a dia.
Através de atividades com nome próprio configuram-se ações de cidadania e respeito de cada criança.
Proposta 1-B (continuação)

Sugestões de letras de músicas para pesquisa das melodias:


1- Quem está batendo na portinha do meu coração?
Quem está batendo na portinha do meu coração?
(nome da criança) abre a janela querido(a).
A noite está tão linda.
A serenata é pra você, é pra você, é pra você (Repete e introduz o nome de outro integrante).

2- Bom dia como vai você?


(Nome da criança) como vai você?
Meu(minha) amigo(a) como é bom te ver!
Palma, palma, mão com mão. Agora um abraço de coração.

3- Bom dia (nome da criança), como vai?


Da nossa amizade nunca sai (ou A nossa amizade nos atrai).
Faremos o possível para sermos bons amigos, bom dia (nome da criança) como vai?
Proposta 2-B
Atividade: As Fotos.

Descrição: Procurar fotografias de animais, carros, trens, aviões, etc. Estas fotos podem ser procuradas em
revistas, panfletos, jornais, também podem ser usadas fotos da família. Com as fotos ou imagens, montamos
um pequeno álbum, se possível com uma capa em cores chamativas (pode-se pintar a capa usando tinta).
A criança ao ver o álbum de fotos irá sentir uma grande curiosidade para saber quem é, o que está na
foto. Com o álbum em mãos, vamos virando as páginas e dizendo o que aparece em cada foto, que barulho faz,
onde a criança já possa ter visto ou passado próximo da imagem, para o que serve, etc.

Variações: Se utilizar fotos da família, a criança poderá se divertir, reconhecendo fotos e aprendendo a
identificar o rosto das pessoas; pode mostrar fotos da própria criança. O responsável pode verbalizar para a
criança ou apontar as características: se o objeto é grande, pequeno, cor, como estava o tempo naquele dia,
etc.

Objetivos: Exercitar a percepção visual; desenvolver a capacidade de reconhecimento da imagem do outro;


estabelecer relações de vínculos afetivos entre a criança e o adulto; estimular a exploração sensorial.

Pré-requisitos: Atenção, concentração, desenvolver a linguagem e a imaginação da criança.


Proposta 3-B
Atividade: Ao ataque.

Descrição: Para esta atividade primeiro precisamos preparar o ambiente. Com a ajuda da criança
façam várias bolinhas de papel amassado (podem usar folhas de revistas velhas) de forma que
fiquem do tamanho de uma bola de tênis de mesa (ou pingue-pongue). As bolas serão divididas em
partes iguais entre os participantes. Formar 2 campos de “áreas protegidas”, ou seja, separados por
cadeiras, bancos ou poltronas (pode usar o espaço da cama ou sofá, deixando uma distância de
aproximadamente 2 metros uma da outra. Cada jogador se posiciona atrás da sua área protegida e
atiram as bolinhas de papel um no outro, tentando acertar o adversário. Vence aquele que acertar o
outro jogador primeiro.

Variações:
Usar as bolinhas de papel para acertar um alvo fixo, pode ser um cesto ou um círculo no chão.
Separar 2 recipientes (pode ser potinhos de plástico) e colocar as bolinhas dentro de um deles,
em seguida passar todas bolinhas de um lugar para o outro variando em cada vez a forma de
trocá-las de recipiente: Usar só os dedos; uma colher; 2 palitos para segurar as bolinhas (pode ser
um pegador de macarrão ou 2 colheres); usar pregadores de roupa para pegar as bolinhas; os pés
para fazer o transporte dessa bolinhas.
Proposta 3-B (continuação)

Objetivos: Respeitar as regras básicas de convívio social nas interações e brincadeiras; perceber as
possibilidades e os limites de seu corpo nas brincadeiras e interações das quais participa; demonstrar
imagem positiva de si e confiança em sua capacidade para enfrentar dificuldades e desafios; controlar
a força; desenvolver a motricidade fina e sincronização motora;

Pré-requisitos: Atenção, coordenação viso-motora, lateralidade e orientação espacial.


Proposta 4-B
Atividade: A canoa virou.

Descrição: Materiais necessários- barquinho de papel (passo a passo na próxima página), brinquedos da
criança, figuras variadas (pode recortar de revistas), objetos da casa, etc.
Escolha o ambiente mais tranquilo da casa e com todo material que será necessário durante a brincadeira
(Atenção: o barquinho já deve estar confeccionado anteriormente com a participação da criança). A atividade
se desenvolve ao som da música “a canoa virou” (domínio popular), a proposta é escolher um brinquedo,
falar o nome e mostrar para a criança o objeto.
* Exemplo: A canoa virou, por deixar ela virar, foi por causa do ursinho que não soube remar. (Mostrar o
ursinho, e assim sucessivamente com os outros brinquedos, objetos e imagens).

Variações: Utilizar outros campos semânticos como, objetos da casa, fotografias da família, material de
higiene, alimentos da cozinha, e outros. Após pode questionar a criança sobre a primeira letra do nome do
objeto, cores, conceitos, quantidades, etc...
Pode-se mostrar para a criança os objetos, fotografias e verbalizar para elas as características de cada item
escolhido, como: cor, tamanho, leve/pesado, local que estava a foto.

Objetivos: Estimular a linguagem, atenção, observação, vocabulário, cores, quantidades, linguagem


receptiva, classificação, etc.

Pré-requisitos: Habilidades visuais e auditivas, percepção de si mesmo do outro e objetos e interação


social.
Proposta 4-B (continuação)

Seguir os passos abaixo para confecção do barquinho


Proposta 5-B
Atividade: Viagem por um mundo imaginário.

Descrição: O adulto vai convidar a criança para uma brincadeira, uma viagem, só que essa não é uma viagem
comum, ele viajará pelo mundo da imaginação. O adulto estimulará a criança a pensar em um lugar, questionar
como será esse lugar da imaginação que viajarão. Inventar um nome para este lugar, pensar nas coisas que
existem lá.
O adulto colocará um tapete ou papelão no chão, esse será o meio de locomoção. Já uma sacola plástica ou
mochila servirá como mala para que passeiem pelos cômodos da casa.
O adulto vai colocar na sacola objetos, brinquedos e peças de roupas que a criança quer levar para a viagem
pelo mundo imaginário.
Nesta brincadeira, a criança deverá falar a letra inicial de cada objeto, brinquedo ou roupa que for levado para
a viagem e depois desenhar o lugar que imaginou.
A mãe desenha um mapa do lugar que irão viajar, ou narra a brincadeira (a viagem), focando nas questões de
movimento, exemplo: Agora o tapete, o carro ou o avião está indo muito rápido (eles correm), agora o tapete, o
carro ou avião está indo devagar...
Poderá recortar de revistas, jornais ou encartes que tiver em casa figuras que lembrem os lugares que
imaginou na viagem ou que colocou na mala (mochila ou sacola).
Proposta 5-B (continuação)

Variações:
Tapete – pode ser um papelão que a criança e o adulto possam decorar com tinta e pincel.
Mala – mochila da escola ou sacola plástica.
A criança poderá fazer rima com cada objeto ou brinquedo que for levado para a viagem.

Objetivos: Desenvolver e estimular a imaginação; ampliar o vocabulário; trabalhar rima.

Pré-requisitos: Atenção, linguagem oral e organização espacial.


Proposta 6-B
Atividade: Criando Histórias.

Objetivos: Estimular a imaginação, criatividade na produção de texto, organização de ideias, concentração e


percepção da escrita das palavras.

Material: Caixa de papelão ou sacola grande, qualquer tipo de papel, caderno, lápis e borracha.

Descrição: Dentro da caixa de papelão ou sacola, colocar cinco objetos diferentes. A criança retira o objeto da
caixa ou sacola e cria uma história com ajuda de um responsável. O responsável pode variar os objetos e criar
novas histórias junto com a criança.

Variações:

Após contar oralmente a história a criança pode escrever ou desenhar a história em uma folha;
O conjunto de objetos pode variar de quantidade e as histórias podem ser cada vez maiores, conforme a
criança;
Pedir para criança procurar dez objetos pela casa e colocar na caixa, podendo aumentar a quantidade
conforme a criatividade da criança.

Pré-requisitos: Desenvolver a linguagem oral e escrita, discriminação visual, memorização e coordenação


motora.
Proposta 7-B
Atividade: Jogo da Memória com Rimas.

Objetivos: Desenvolver a percepção da uniformidade ou repetição de sons na terminação de palavras;


formar pares de palavras que rimam.

Material: 48 fichas de palavras que rimam, papel, lápis ou caneta, tesoura, cola e papelão ou cartolina.

Descrição:
Depois de recortar as palavras e colar no papelão, as fichas com as palavras devem ser embaralhadas e
colocadas sobre a mesa com as faces voltadas para baixo;
Os componentes do grupo devem sortear entre si a ordem em que vão jogar;
O jogador deve tirar duas fichas e ler as palavras, se elas rimarem entre si ele deve guardá-las, se não
rimarem, ele volta com as mesmas para a mesa passando a vez ao próximo jogador;
Termina o jogo quando não houver mais fichas sobre a mesa;
Vence o jogo quem tiver feito mais pares.
Proposta 7-B (continuação)

Variações:

Produza um poema com rimas (tema livre);


Pesquise 2 poemas ou 2 músicas que contenha rimas;
Encontrar novas rimas para cada palavra do jogo;
Faça uma lista das palavras e coloque-as em ordem alfabética;

Fichas para o recorte:


MAMÃO TOURO CENTOPÉIA TELHA BEXIGA PATO
CAMINHÃO BESOURO AZALÉIA OVELHA FORMIGA GATO
ANZOL PANELA GIRAFA CENOURA MOCHILA SINO
SOL JANELA GARRAFA TESOURA GORILA VIOLINO
TELEFONE CHINELO BAÚ SERROTE BALEIA COROA
MICROFONE MARTELO TATU PACOTE SEREIA CANOA
PICOLÉ APITO RAIZ CIGARRA MARUJO FERRADURA
JACARÉ MOSQUITO CHAFARIZ JARRA CARAMUJO FECHADURA

Pré-requisitos: Consciência fonológica, discriminação auditiva, atenção e concentração.


Proposta 8-B
Atividade: O que está faltando aqui?

Objetivos: Desenvolver e aprimorar a atenção, concentração, percepção, discriminação e memória


visual.

Material: Série de objetos do cotidiano familiar, brinquedos da criança ou de material escolar, enfim
tipos variados de objetos por vez.

Descrição: Inicialmente escolher 7 (sete), objetos. Procure utilizar objetos da mesma categoria por vez
Ex.: somente objetos de higiene, somente brinquedos, animaizinhos ou utensílios de cozinha. Enfileirar
na mesa diante da criança, solicitar que conte e nomeie os mesmos na sequência. Depois com a
criança com os olhos vendados ou simplesmente fechados, o adulto retira um objeto da mesa (sem que
a criança veja) e ao abrir os olhos ou desvendá-los o adulto pergunta: o que esta faltando aqui?
Proposta 8-B (continuação)

Variações:

Explorar (manusear), o objeto antes com os olhos abertos e depois com os olhos fechados.
À medida que for acertando aumentar o número de objetos, atentando sempre para as orientações
iniciais, retirar dois ou mais objetos e assim por diante... Aumentar a dificuldade, mas somente depois
que acertar com poucos objetos.
Poderá trocar os objetos por materiais desconhecidos da criança ou ainda misturar os objetos e solicitar
que ordene a fileira como estava anteriormente.
Solicitar que: escrevam os nomes dos objetos; coloquem em ordem alfabética; escrevam com letras
maiúsculas, minúsculas; separem as sílabas; formem frases...

Pré-requisitos:
Discriminação visual/auditiva, atenção/concentração, memória de curto prazo, seriação, sequenciação e
coordenação motora fina.
Proposta 9-B
Atividade: Desafio, o resultado é 50.

Objetivos: Desenvolver atenção, concentração e o cálculo mental.

Descrição: Realizar as adições e encontrar o número correto para chegar ao resultado 50.

Material: Bloco de notas ou caderno e lápis preto ou caneta.

Variações:

Utilizar palitos ou tampinhas de garrafa para auxiliar na contagem.

Realizar o desafio em dupla, ficando uma coluna para cada participante.

Realizar a correção das adições do seu oponente.


Proposta 9-B (continuação)

6+ =50 + 35 = 50 13 + =50 + 39 = 50

20 + = 50 + 22 = 50 21 + = 50 + 27 = 50

+ 32 = 50 9+ = 50 + 33 = 50 2+ = 50

11 + = 50 48 + = 50 16 + = 50 40 + = 50

15 + = 50 5 + = 50 19 + = 50 26 + = 50

18 + = 50 14 + = 50 10 + = 50 13 + = 50

41 + = 50 25 + = 50 43 + = 50 26 + = 50

+ 28 = 50 12 + = 50 + 26 = 50 36 + = 50

Pré-requisitos: Atenção, concentração e raciocínio lógico.


Proposta 10-B
Atividade: Arraiá Junino.

Objetivos: Desenvolver a linguagem oral;

Material: Lápis de cor, lápis e borracha;

Descrição: 1- Cante a música: “ CAI, CAI, BALÃO”


e pinte o desenho.
Proposta 10-B (continuação)

Procure na espiga de milho as letras do seu nome e pinte:


Proposta 10-B (continuação)

Enfeite o balão, cole papéis coloridos, retalhos de tecido, papel ou pinte:

Pré-requisitos: Concentração, atenção e coordenação motora.


Proposta 11-B
Atividade: Cai, cai balão.

Objetivos: Valorizar folclore brasileiro; Cantar e se divertir com música do folclore junino.

Material: Lápis preto, lápis de cor e borracha.

Descrição: Através da letra da música vamos relembrar


e ampliar o vocabulário, relacionado as festas Juninas.
Cante a música: “ Cai, cai, balão” e pinte o desenho.
Proposta 11-B (continuação)

Procure no quadro abaixo seis palavras relacionadas a festa junina.

A Q U A D R I L H A P

B K L R S X Y B C H I

BANDEIRINHA CANJICA
C J M P A S T E L G P

D I N Q T W M I L H O

E H O P U V Z A D E C
MILHO PASTEL
B A N D E I R I N H A

F G C A N J I C A F J

PIPOCA QUADRILHA
Proposta 11-B (continuação)

CRUZADINHA:

Pré-requisitos: Coordenação motora fina, atenção, concentração, memorização e percepção visual.


Proposta 12-B
Atividade: Quebra-cabeça, contar e calcular.

Objetivos: Desenvolver a atenção, relacionar número e quantidade e desenvolver o pensamento


lógico matemático.

Material: Lápis de cor, lápis preto, borracha, apontador, cola e cartolina.

Descrição: Montar um quebra-cabeça, contar os elementos, registrar o resultado, resolver a adição


e fazer a escrita dos números;
1- pintar, colar na cartolina, cortar e montar o quebra cabeça;
2- contar as balinhas da bandeja e escrever o numeral no local indicado;
3-resolver as adições e escrever por extenso o nome dos números dos resultados;

Pré-requisito: Coordenação motora, operações matemáticas, ler e escrever.


Proposta 12-B (continuação)

PINTAR

COLAR

PAPEL

RECORTAR

MONTAR/ORGANIZAR

BRINCAR
Proposta 12-B (continuação)

BALINHAS

CONTAR

LOCAL

VAZIO

NÚMERO

ESCREVER
Proposta 12-B (continuação)

423 321 242 546 1,943 1.854 2.935 1.300


+177 +179 +158 +354 +257 +246 + 65 +350
_____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____
CALCULAR 600

SEISCENTOS
_________________________________________________________
NÚMERO
_________________________________________________________

_________________________________________________________

_________________________________________________________
NOME
_________________________________________________________

_________________________________________________________
ESCREVER
_________________________________________________________

_________________________________________________________
Proposta 13-B
Atividade: Ler e escrever. Conversar, completar, copiar, desenhar e colar.

Objetivos: Lembrar da Festa junina. Leitura, escrita e cópia. Treino na reglete. Discriminação dos sentidos:
tato, visão e audição.

Descrição: Ler, escrever, completar e copiar. Usando lápis ou reglete.


1.A - Leia, complete, copie e cante a música da festa junina. Complete com as palavras:
SORRINDO, CASAR, PEDRO, ALTAR, FOGUEIRA, BALÃO, NOIVA, FILHA, ANTÔNIO.

COM A ____________DE JOÃO.


ANTÔNIO IA SE _____________.
MAS __________ FUGIU COM A __________.
NA HORA DE IR PRO ____________.
A ____________ ESTÁ QUEIMANDO.
O ____________ ESTÁ SUBINDO.
_____________ESTAVA CHORANDO.
E PEDRO ESTAVA ______________.

1.B- Desenhe uma grande fogueira e cole papel picado ou rasgado simbolizando o fogo.
Proposta 13-B (continuação)

2.A- Festa junina! Pense e escreva palavras que rimam com:


FOGUEIRA _________________ BALÃO ___________________
QUADRILHA________________ FESTA ______________________
VESTIDO __________________ BANDEIRINHA ________________

2.B- Copie as palavras colocando em ordem alfabética:


_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

3.A- Faça uma lista de palavras com o tema da Festa Junina. Pode pedir ajuda! Use a reglete para escrever.
Proposta 13-B (continuação)

Variações: Ampliação das atividades. Acionar acessibilidade para ouvir todas as atividades.

Pré-requisitos: Leitura e escrita. Discriminação dos sentidos: tato, visão e audição.


Atendimento
Educacional
Especializado
PROPOSTAS DE ATIVIDADES
PARA SEMANA
DE 06/07/2020 A 10/07/2020
Proposta 1 -
Atividade: Rola Bolinhas.
A
Descrição: Com diversas bolinhas (meia, papel, revista, jornal, panfleto ou de brinquedo), a família deverá
jogá-las pelo chão, em direções aleatórias para que a criança pegue a bolinha.

Variações:
Após a criança realizar a atividade/brincadeira, inserir bolinhas coloridas e também de diferentes tamanhos
para um novo desafio.
Solicite a criança, que pegue a bolinha com um pegador de macarrão;
Se a bolinha for confeccionada com papel, solicite que a criança pegue com a ajuda de um pregador de
roupas;
O responsável poderá jogar as bolinhas, pegá-las e mostrar para a criança, frisando as cores de cada.
Solicite que a criança segure a bolinha para perceber o formato e diferentes texturas.

Objetivos: Criar movimentos corporais, visuais e estimulação tátil.

Pré-requisito: Coordenação motora e viso-motora.

3
Proposta 2 -
Atividade: A Dona Aranha.
A
Descrição: Reproduzir a música “Dona Aranha” (domínio popular) em algum aparelho eletrônico ou cantar.
Durante a música, reproduzir com a criança o movimento da aranha subindo e descendo. Pode ser feito com
a mão, sendo a aranha e subindo em uma parede imaginária, ou até mesmo pela perna.
Link da música: https://www.youtube.com/watch?v=MuBgIfBR1kA

4
Proposta 2 – A
(continuação)
Variações:
Pode-se também reproduzir o movimento, subir e descer com o próprio corpo. A criança inicia a música
agachada e no decorrer da música “Subiu pela parede” vai levantando até ficar completamente em pé. Quando
cantar “E a derrubou”, agachar novamente. Já na parte “Desceu pela parede”, a criança inicia em pé, e vai se
abaixando até descer todo corpo, ficando novamente agachada, o adulto também pode conduzir a criança em
um carrinho ou cadeira, como se a mesma fosse a aranha, os movimentos podem ser feitos com a mão em
cima de uma mesa ou apoiados na cama.
Podemos confeccionar uma aranha de rolinho de papel higiênico ou com lápis, como nas imagens abaixo.
Pendurando a aranha com uma linha grossa ou barbante. Quando a música cantar “Subiu pela parede” girar o
rolinho ou lápis fazendo a aranha subir. Quando cantar “Desceu pela parede” girar o rolinho ou lápis fazendo a
aranha descer.

Objetivo: Explorar e vivenciar movimentos; Aprimorar a coordenação motora global e fina; Estimular a oralidade
e atenção; Trabalhar o conceito subir e descer.

Pré-requisito: Coordenação motora fina e global e atenção.

5
Proposta 3 -
Atividade: Circuito simples.
A
Descrição: Material: 2 cadeiras (pode usar bancos ou almofada/travesseiro), 2 caixas (ou sacolas de plástico), bolinhas
(podendo ser bolinhas de papel, tampinhas, pedrinhas ou até pequenos brinquedos) e giz (pode usar folhas de revistas).
As cadeiras devem ser colocadas distantes, uma de frente para a outra, com uma caixa em cima.
Uma das caixas deve conter as bolinhas ou pedrinhas; a outra deve ficar vazia.
Entre as cadeiras, fazer uma sequência de círculos desenhados com giz no chão (se não tiver giz use folhas de revistas
para representar os espaços dos círculos). A criança retira uma bolinha e vai pulando dentro dos círculos, até colocá-la
na caixa vazia. Volta pulando, pega outra bolinha e sempre pulando, vai colocá-la na outra caixa; até que a caixa que
estava cheia fique vazia e a que estava vazia, fique cheia de bolinhas. O adulto pode dar apoio para a criança,
conduzindo, guiando e incentivando, para fazer o trajeto e contornar os obstáculos.

Variações: Na brincadeira podemos trabalhar as cores. Usando tampinhas ou objetos de cores diferentes para que a
criança possa pegar apenas os objetos das cores indicadas pelo adulto.
Podem brincar várias pessoas juntas, fazendo uma competição de quem termina primeiro.

Objetivos: Relacionar seu corpo com o espaço; Desenvolver a motricidade e agilidade; Estabelecer relações no espaço
com pessoas e objetos.

Pré-requisitos: Coordenação motora, viso motora; atenção e concentração.

6
Proposta 4–
Atividade: Movimento corporal. A
Descrição: No primeiro momento a criança iniciará com o aquecimento da música “A cobra”. A música irá trabalhar as
partes do corpo e os movimentos em cima e embaixo.
RASTEJO SOB CORDA.
No segundo momento o objetivo, é que a criança passe rastejando ou conduzida embaixo da corda (barbante ou lençol)
que estarão amarrados entre as cadeiras.
- Em cada cadeira estarão pratos com papéis ou objetos de duas cores misturadas.
- A criança ou o adulto pegará os papéis de um prato e levará para o outro fazendo a classificação de cores entre eles.
A atividade termina quando todos os pratos estiverem classificados com uma cor em cada prato.
Materiais: Vídeo aula, corda ou barbante, cadeiras e objetos ou papéis de duas cores diferentes.

Variações:
Utilize objetos da casa para a classificação.
Estimule a criança a nomear, assistir ou escutar todas as figuras das imagens do vídeo.
No VIDEO MÚSICA “ A COBRA” questioná-la perguntando ou mostrando o que aparece: “Sol, nuvens, passarinho,
céu? ” O que a cobra está fazendo? ”; “A cobra é comprida ou curta”?; “Fina ou Grossa”. Explorando também a
linguagem, ampliação de vocabulário, quantidade, observação, atenção, conceitos, cores e percepção visual.

7
Proposta 4 – A (
continuação )
Objetivos: Criar com o corpo formas diversificadas de expressão de sentimentos, sensações e emoções, tanto
nas situações do cotidiano quanto em brincadeiras, dança, teatro e música; Demonstrar controle e adequação
do uso de seu corpo em brincadeiras e jogos, escuta e reconto de histórias, atividades artísticas, entre outras
possibilidades; Coordenar suas habilidades manuais no atendimento adequado a seus interesses e
necessidades em situações diversas.

Pré-requisitos: Percepção Visual, coordenação global, esquema corporal, atenção, lateralidade, concentração
e discriminação visual.

Observação: assista o video em anexo.


- VIDEO MÚSICA “ A COBRA”
https://youtu.be/XO1pQjgUY-A

8
Proposta 5 -
Atividade: Strike. A
Descrição: Materiais utilizados - 01 bola (você pode fazer de meia ou com jornal amassado, envolvido em fita
adesiva) e 05 garrafas plásticas usadas e lavadas. Se puder guardar 10 garrafas, a brincadeira ficará ainda mais
divertida e atrativa.
As garrafas são colocadas em forma de triângulo e então basta lançar a bola. Cada jogador pode fazer dois
lançamentos e quem acertar todas as garrafas da primeira vez, consegue o famoso “strike” e pode comemorar
muito!

Variações: Você pode usar uma caneta tipo marcador permanente ou fitas adesivas coloridas, numerando as
garrafas. As crianças aprendem a reconhecer os algarismos brincando e praticam a leitura e contagem.
Com essa brincadeira, também praticamos a matemática. Cada garrafa vale um ponto e, assim, somamos
quantos pontos foram feitos em duas jogadas. Se for necessário, peça para fazer traços em um papel para cada
garrafa que caiu, no final é só contar cada traço e descobrir quem ganhou.

Objetivos: Avaliar a força, a distância, além de entenderem a relação entre causa e efeito e treinarem a solução
de problemas na prática.

Pré-requisitos: Orientação Espacial, Atenção, Concentração, Coordenação Motora Global e Viso-Motora.

9
Proposta
Atividade: Jogo dos sete erros.
6-A
Objetivos: Estimular a leitura, escrita e atenção.

Material: Caderno ou folha de sulfite e lápis e borracha.

Descrição: Organizar e escrever uma lista de palavras. O jogo pode ser realizado individualmente ou por mais
participantes. O jogo realizado em duplas ou grupos, terminará quando o primeiro finalizar.

Variações:
O adulto elabora uma lista de palavras e substitui uma letra por outra que não faça parte da palavra. A
criança deve localizar as 7 substituições.
O adulto elabora uma lista de palavras e omite uma letra. A criança deve localizar os 7 erros.
O adulto elabora uma lista de palavras e acrescenta 1 letra que não existe. A criança deve localizar quais
são elas.

Pré-requisitos: Atenção, concentração, leitura e escrita.

10
Proposta 6-A (
Exemplos da lista de palavras quecontinuação)
podem ser utilizadas nas atividades.
1- Material Escolar

LAPFS LTVRO ESTKJO BORROCHA TUSOURA APONBADOR CATERNO

2- Animais:
LEO ___________________________
GRAFA ___________________________
ELEANTE ___________________________
MACCO ___________________________
TUCNO ___________________________
HIPOPOTMO ___________________________
CBRA ___________________________

1- LÁPIS- LIVRO- ESTOJO- BORRACHA- TESOURA- APONTADOR- CADERNO


11
2- LEÃO- GIRAFA- ELEFANTE- MACACO- TUCANO- HIPOPÓTAMO- COBRA
Proposta
7-A
Atividade: “Árvore Genealógica” (ÁRVORE DA FAMÍLIA).

Objetivos: Reconhecer a importância das relações familiares. Identificar os papéis exercidos por cada membro
da família, reconhecer o grupo de convívio mais próximo e as relações de respeito entre eles. Conhecer a
própria história, construir a identidade, construir o conceito de família e incentivar a valorização da família.

Material: Cartolina, papel pardo, ou qualquer folha para montar a árvore, fotos da família, lápis de cor,
canetinhas, cola, etc...

Descrição: Com a ajuda de um adulto a criança construirá um painel com a árvore genealógica de sua família,
desenhará uma árvore bem grande e no topo colocará os nomes dos avós ou bisavós, e descer interligando os
pais, tios, primos, irmãos e aluno. Poderá ser construída a árvore em uma folha, cartolina ou papel pardo.
Durante a atividade os responsáveis devem interagir com a criança explicando quem são seus familiares.

12
Proposta 7-A (
continuação )
Variações:
A árvore pode ser construída somente com desenhos ou imagens recortadas de revistas ou jornais
representando os avós, pais e irmãos. Os pais, se possível, explicar e dizer o nome de seus familiares para a
criança saber quem são, pode colocar fotos (se tiver e puder) ou a criança desenhar. A criança pode escrever
somente o seu nome no final;
A árvore pode ser somente escrita com os nomes: da criança, dos irmãos, dos pais, e avós. Seguindo uma
sequência. Pode ser feita direto no caderno;
A árvore pode ser construída com os nomes: da criança, dos pais, tios, primos, avós, e bisavós, seguindo uma
ordem e organização, podendo colocar mais familiares. Utilize fotos, imagens recortadas ou desenhos, todos
os nomes dos familiares devem ser registrados e marcar na frente o grau de parentesco;
Uma outra possibilidade, para enriquecer a atividade, é realizar uma pesquisa da origem do nome da família.

Pré-requisitos: Habilidades de escrita e leitura, atenção e concentração, habilidades motoras e perceptuais


(percepção visual, auditiva), memória e sequência.

13
Proposta 7-A (
continuação )
Alguns exemplos de árvores genealógicas (árvore da família):

14
Proposta
Atividade: Descobrindo o intruso.
8-A
Objetivos: Estimular o raciocínio lógico e a criatividade. Observar e separar objetos ou seres com semelhanças e
diferenças.

Material: Lápis, borracha e folha impressa (em anexo).

Descrição: Apresentar a atividade para criança, pedindo a observação de um grupo de imagens por vez. Após
observar, a criança irá circular o desenho/imagem que é o intruso, ou seja, não pertence àquele grupo.
A atividade também pode ser realizada com objetos que tenha em casa, como: escova, pasta, fio dental e carrinho
– três da mesma categoria (higiene pessoal) e um diferente, o intruso (brinquedo).
Categorias sugeridas: brinquedos, roupas e utensílios de cozinha.

15
Proposta 8-A (
continuação )
Variações:
Solicitar que a criança...
Insira uma nova imagem que faça parte de cada um dos grupos.
Insira mais uma imagem que faça parte de cada um dos grupos e outra que não faça.
Crie um grupo de imagens, desenhe ou recorte as imagens de livros ou revistas, não esqueça de colocar
também um intruso.
Escreva o nome das imagens que pertencem ao mesmo grupo e depois crie uma frase com o intruso
descoberto.
Monte uma história com 10 itens escolhidos, dentre todas as imagens da atividade.
Observe um grupo de imagens, por 10 segundos, e depois diga o nome das imagens, sem olhar, usando a
memória.

Pré-Requisitos: Raciocínio, atenção, percepção visual e flexibilidade cognitiva.

16
Proposta 8-A (
continuação )

17
Proposta
Atividade: Stop da matemática.
9-A
Material: Papel, caneta, lápis e borracha.

Objetivos: Estimular o raciocínio e a memória; Desenvolver habilidades para a realização de cálculos;


Identificar as operações de adição, subtração, multiplicação e divisão; Explorar o conhecimento prévio em
conceitos matemáticos.

Descrição: Stop da matemática é um jeito diferente de aprender, um desafio divertido evolvendo as


operações matemáticas. Em uma folha faça 8 colunas na vertical e na horizontal a quantidade que desejar.
Para começar a jogar é necessário ter o material estipulado, o jogo pode ser individual ou em dupla, o que a
família preferir. Uma pessoa fala um número, que pode ser sorteado (para isso, é necessário ter os números
em uma sacolinha), pode ser jogado em um dado (se a família tiver e quiser), ou então escolher um número
aleatório. A definição de como o número será estipulado deve ser combinada antecipadamente entre os
participantes. Com o número estipulado, serão realizados todos os cálculos. Quem terminar primeiro, diz
“stop”. No final do jogo, somam todos os pontos, quem tiver a maior pontuação é o vencedor(a).
Os integrantes devem conferir os resultados, a resposta correta vale dez pontos e a resposta errada zero.
Devem somar os pontos e colocar o resultado no total ao final de todas as rodadas.

18
Proposta 9-A (
continuação )
Variações:
Introduzir 2 operações, adição e subtração;
Realizar o jogo com todas as operações;
Escrever os números por extenso no total de pontos.

Pré-requisitos: Correspondência, comparação, classificação, sequenciação, seriação, atenção,


concentração e coordenação motora.

Número Total
sorteado +1 +2 +3 +4 +5 +6 de pontos

Número Total de
sorteado +10 -20 dobro(2x) +50 -30 :2 pontos

19
Proposta
10-A
Atividade: Contar, ligar, ordenar e multiplicar.

Objetivos: Possibilitar a compreensão quanto a ordem numérica, identificar e ordenar sequências


envolvendo uma regularidade e raciocínio.

Material: lápis, caderno e borracha.

Descrição: 1- contar os elementos do conjunto, ligar aos números e à libras;


2- escrever os números na ordem crescente e decrescente;
3- escolher números da atividade “2” e multiplicar “a” por “b”.

Variações: Use outros números da atividade ‘a’ e ‘b’ para adição, subtração e divisão simples.

Pré-requisitos: Conhecer os números, contar e as 4 operações;

20
Proposta 10-A (
continuação )

CONJUNTO

FIGURAS

OLHAR

CONTAR

LIGAR
21
Proposta 10-A (
continuação )

NÚMEROS ESCREVER ORGANIZAR

A- CRESCENTE

367 872 589 124 198 563 244 543 765 113

B- DESCRESCENTE

21 45 78 12 34 25 67 56 89 36

22
Proposta 10-A (
continuação )

LETRA “A” NÚMERO 10 ESCOLHER

LETRA “B” NÚMERO 10 ESCOLHER

MULTIPLICAR

EXEMPLO: 367 X 12: ?

23
Proposta
11-A
Atividade: Diga a cor.

Objetivos: Desenvolver o raciocínio lógico e expressão oral; reconhecer as cores; desenvolver a


percepção visual e tátil.

Materiais: Papel colorido, peças de roupa, brinquedos da criança e objetos encontrados na casa.

Descrição:
1º - A família deverá colocar num saquinho (fig. 2) ou sacola (fig. 1), pedaços de papel ou objetos
nas cores “Verde… vermelho… azul… preto… amarelo…” E dizer para a criança que este saco é
mágico, “ vamos ver o que tem neste saco? ”

Figura 1 Figura 2 Figura 3

24
Proposta 11-A (
continuação
2º - Mostrar imagem ou objeto )
para a criança identificar a cor predominante;

3º- Vocês poderão utilizar objetos coloridos, mas, caso não tenha brinquedos ou objetos pequenos, de
diferentes cores, poderá utilizar papéis coloridos;

25
Proposta 11-A (
4º - Conversar com a criançacontinuação ) cercam, cores dos brinquedos, cores das roupas, dos sapatos,
sobre as cores que os
das frutas, etc.

Pré-Requisitos: Atenção e concentração.

ANEXO: CORES EM LIBRAS:

26
Proposta
Atividade: Cruzadinhas.
12-A
Objetivos: Estimular a prática da escrita alfabética; utilizar conhecimentos prévios sobre a escrita;
aperfeiçoar o vocabulário.

Material: Folha impressa com cruzadinhas, lápis e borracha;

Descrição: Com o apoio do responsável, completar as cruzadinhas observando as figuras e


palavras.

27
Proposta 12-A (
continuação )
C I A

P A O

L V Ã

T S R

E U A

28
Proposta 12-A ( continuação
)
Completar a cruzadinha, observando o número de letras das palavras.
4 LETRAS 5 LETRAS 6 LETRAS 7 LETRAS 8 LETRAS 9 LETRAS
COLA LÁPIS CANETA MOCHILA BORRACHA APONTADOR
TESOURA
CADERNO
Proposta 12-A (
Procure o nome das figuras no continuação
quadro de palavras e )escreva-os.

1 2 3 4

5 6 7 8 9

30
Proposta 12-A (
1 continuação ) 2

M 4 C A V A L O

3 C A C H O R R O

C 8 E

A 9 5 G A L I N H A

C T I H

6 B O I R 7 O V E L H A

G A

R F

E A

Pré-requisitos: Atenção, concentração e memorização.

31
Proposta
13-A
Atividade: Responder, copiar, parear e colar.

Objetivos: Relembrar e aprender acerca da geografia do Brasil. Leitura, escrita e cópia. Treino na reglete.
Discriminação dos sentidos: tato, visão e audição.

Execução:
1.A Jogo: Não estou perdido! Corte 06 pequenas tiras de papel e escreva de 1 a 6 , sendo um número em cada tira.
Dobre os papeizinhos e deposite em um pote. Depois faça com as letras de A a F. Dobre e guarde em outro pote. O
aluno deverá pegar uma tira qualquer no primeiro pote e citar o numeral escrito. O familiar, deverá ler á a pergunta do
respectivo número do questionário I. Se o aluno errar a resposta, o familiar dará a resposta certa e o estudante
deverá pegar uma letra qualquer no outro pote e executar a prenda e depositar novamente no pote a tira com o
numeral para ser respondido outra vez. Escrever as respostas numa folha.

Questionário I:
1.Qual é o nome da sua cidade?
2.Qual é o nome do seu Bairro?
3.Qual é o nome do seu Estado?
4.Qual é o nome do seu país?
5.Qual é o número da sua casa?
6.Qual é o nome da sua Rua?

32
Proposta 13-A (
Sugestões de prendas: continuação )
A. Imitar um cachorrinho;
B. Chorar como um bebezinho;
C. Cantar uma música;
D. Dar muitas gargalhadas;
E. Pular 5 vezes;
F. Imitar um macaco se coçando.

2.A Corte pequenas tiras de papel e em cada tira, copie todos os Estados e Capitais das Regiões Sul e
Centro-Oeste. Embaralhe bem e depois numa folha escreva as Regiões e faça o pareamento de forma correta.
Fazer a leitura no final.
REGIÃO SUL: PARANÁ, CAPITAL: CURITIBA; SANTA CATARINA, CAPITAL: FLORIANÓPOLIS E RIO GRANDE
DO SUL, CAPITAL: PORTO ALEGRE
REGIÃO CENTRO-OESTE: DISTRITO FEDERAL, CAPITAL; BRASÍLIA; GOIÁS, CAPITAL: GOIÂNIA; MATO
GROSSO, CAPITAL: CUIABÁ; MATO GROSSO DO SUL, CAPITAL: CAMPO GRANDE

33
3: Ouvir ou fazer a leitura do questionário II. Responder ao questionário (somente respostas). Utilizar a reglete.
QUESTIONÁRIO II
1.Qual é a capital do Brasil?

2.Qual é aproximadamente a área territorial do Brasil?


a.)8.516.000 Km² b.) 7.820.000 Km² c.) 9.516.000 Km²

3.Onde está localizado o território brasileiro?

4.Qual é o oceano que banha o Brasil?

5.O Brasil está dividido em quais Regiões?

6.A população do Brasil é de aproximadamente...


a.)10 milhões b.) 210 milhões c.)310 milhões

7.Qual é o Estado brasileiro mais populoso?

8.Qual é o Estado brasileiro de maior área territorial?

9.Quais os dois únicos países da América do Sul que não fazem fronteiras com o Brasil?
a.) Chile e Equador b.) Chile e Peru c.) Equador e Bolívia

34
Proposta 13-A (
continuação )
Variações: Ampliação da proposta até que fique confortável a leitura. Acionar acessibilidade para ouvir todas as
atividades.

Pré-requisitos: Leitura, interpretação e escrita.

35
REFERÊNCIAS:

CRIAR,RECRIAR ENSINAR. Atividades Alfabetização. 25 jul.2018. Disponível em:


<< https://profrafaelak.blogspot.com/2018/07/blog-post_25.html>> Acesso em 15 jun. 2020

GALINHA PINTADINHA. Dona aranha-DVD Galinha pintadinha 3- oficial (2m20s) 2012.


Disponível em: << https://www.youtube.com/watch?v=MuBgIfBR1kA>> Acesso em 15
jun. 2020.

RAFAEL TITTO.A cobra não tem pé, a cobra não tem mão. (1m36s) 2020. Disponível em: <<
https://www.youtube.com/watch?v=XO1pQjgUY-A>> Acesso em 15 jun. 2020.

CORIA-SABINI,M.A.;LUCENA,R.F. Jogos E Brincadeiras Na Educação Infantil


Editora Papirus

36
37
Atendimento
Educacional
Especializado
PROPOSTAS DE
ATIVIDADES PARA SEMANA
DE 13/07/2020 A 17/07/2020
Proposta 1 -
B
Atividade: Banda divertida.

Descrição: Nessa atividade o responsável fará uma banda musical utilizando utensílios da cozinha, como potes
de plástico, panelas, colheres de pau ou aço. O responsável deixará a criança bater com a colher nos potes
selecionados cantando músicas infantis e discriminando os diferentes sons emitidos.

Variações:
Para ficar mais divertido, o responsável poderá colocar ou cantar músicas infantis.
O responsável poderá emitir o som para que a criança discrimine os diferentes tipos de sons.
Pode ser apresentado imagens de instrumentos musicais e pedir que a criança faça uma varredura visual para
identificar o objetivo indicado.

Objetivos: Explorar os sons produzidos por meio dos objetos do ambiente, estimulando a audição e linguagem
oral.

Pré-requisito: Habilidade auditiva e linguagem oral.

3
Proposta 1 – B
(continuação)

4
Proposta 2 -
B
Atividade: Cabana divertida.

Descrição: Materiais necessários - Objetos ou brinquedos que tenham em casa, tais como: bicho de pelúcia, carrinhos,
bonecas, cobertor, lençóis, tecidos, panos de diferentes cores, lanterna ou lanterna do celular, panela, colher, concha,
rádio ou celular, entre outros.
Montar uma cabana feita com um cobertor ou qualquer outro tecido (o mais escuro que tiver) e colocar dentro os objetos
separados. Com auxílio de uma lanterna ou do celular refletir a sombra dos objetos e ir mostrando para a criança os
formatos e o que são os materiais que estão sendo apresentado. As sombras projetadas podem ser descritas pelo adulto
para que a criança tente adivinhar o que é.

Variações: As sombras dos objetos ou do próprio corpo projetadas na parede com diferentes formas e tamanhos
transformam-se em brincadeiras variadas: teatro de sombras, adivinhar qual animal se parece com a sombra projetada,
inventar histórias, criar contos e sons.
Os sons podem acompanhar a brincadeira dentro da cabana. Pode vendar os olhos das crianças e perguntar quais sons
elas estão ouvindo. A reprodução dos sons da natureza e de animais pode compor a imaginação.
Com texturas, também dentro da cabana, com os olhos fechados ou não, brinque estimulando o tato, explorando
diferentes texturas. Espalhar pela cabana, bichos de pelúcia, buchas, plásticos, bola de isopor, algodão, folhas e o que
mais estiver disponível.
O adulto pode apontar o instrumento para a criança e identificá-lo.

5
Proposta 2 – B
(continuação)
Objetivo: Explorar a variedade de sons, texturas, formas, cores, curiosidade, a interação da família com a
criança; Mostrar que é possível brincar com objetos que tem em casa.

Pré-requisito: Linguagem oral, percepção visual, tátil e auditivo e coordenação motora global.

6
Proposta 3 -
B
Atividade: Asas de borboleta.

Descrição: Materiais necessários - Folha de sulfite, tinta guache de várias cores, música “Borboletinha”
(cultura popular) e o poema “As Borboletas” (Vinícius de Moraes) disponíveis abaixo:

7
Proposta 3 – B
(CONTINUAÇÃO)
Como fazer: Primeiramente, faça a leitura do poema e cante a música da borboletinha com a criança.
Enquanto isso, juntos, imitem com as mãos o movimento das asas de uma borboleta para contextualizar a
atividade. Após esse momento, pegue uma folha de sulfite, espalhe a tinta de cores diferentes no centro da
folha, depois dobre ao meio. Com a mão da criança, ajude a espalhar a tinta dentro do papel. Abra a folha e
aparecerá uma imagem parecida com uma borboleta.
Coloque a borboleta para secar em um varal. Depois de seca, corte em volta da pintura, no formato da
borboleta e grampeie no centro, deixando um espaço para a criança encaixar o dedo ou também pode colar
em um palito ou lápis para segurar como um fantoche.

Variações: Com a borboleta pronta, trabalhe também com as cores. Por exemplo, pergunte à criança:
Quais cores você está vendo nas asas da borboleta? Qual cor está predominante? Você já viu uma
borboleta branca? Amarela?

Objetivos: Estimular a coordenação motora, expressividade artística e a imaginação.

Pré-requisitos: Coordenação motora, expressividade oral e artística e discriminação visual.

8
Proposta 4–
B
Atividade: Que bicho é?

Descrição: Recortar as figuras dos bichos em anexo, colocar em um saquinho. Pedir que a criança sorteie
uma figura e olhe, mas não conte o bicho que pegou, o mesmo deverá imitar para que os outros adivinhem
que bicho é?

Variações:
A criança poderá pesquisar outros bichos, recortar e acrescentar na brincadeira;
Pode sortear entre as imagens de animais e pedir para a criança imitar o animal da figura sorteada;
Um responsável poderá solicitar para que a criança classifique os animais de acordo com a letra inicial,
depois peça para identificar qual animal é maior e qual é menor, qual animal não é doméstico...
Peça que a criança escolha uma das imagens e não mostre a ninguém, tente reproduzir em uma folha
através de desenho para que outros adivinhem;
Um adulto poderá mostrar dois animais para a criança e solicitar que ela procure o animal ditado através
de varredura visual.
Um responsável poderá contornar um animal com barbante, linha ou cola colorida e solicitar que a
criança adivinhe através do tato.

9
Proposta 4 – B
(continuação)
Objetivos: Usar o corpo e brincar de mímica, desenvolvendo a expressão corporal como base para
aprendizagem e associar o som aos gestos, pois os movimentos articulatórios são base para reprodução
oral.

Pré requisitos: Linguagem oral e esquema corporal.

10
Proposta 5 -
B
Atividade: Dia de Arte.

Descrição: Materiais necessários: Argila ou massa de modelar, tintas, papéis diversos, tesoura,
cola, lápis de cor, canetão, giz, pincel....
As crianças serão convidadas para um dia de arte, quando elas terão liberdade para criarem o que
quiserem.

Variações:
Dar opções às crianças, para utilizar os diferentes materiais sugeridos.
Estimular o uso desses materiais, para incentivar os diversos tipos de traçados.
Propor a experiência de mistura de cores para criar outros tons, pode ser uma excelente
estratégia para esse momento também. As obras de artes poderão ser expostas ao fim do dia.
Também é possível sugerir algum tema para esse “dia de arte”, como por exemplo: figura
humana (partes do corpo), criar utilizando as formas geométricas ou outros temas pertinentes ao
momento.

Objetivos: Explorar a criatividade e coordenação motora.

Pré-requisitos: Atenção, concentração, coordenação motora e criatividade.

11
Proposta 6 –
B
Atividade: Alfabeto.

Objetivos: Instigar a curiosidade da criança na escrita das palavras; explorar o alfabeto; identificar as letras do alfabeto;
distinguir o som de cada letra; diferenciar o som da grafia das letras; ampliar o vocabulário com novas palavras.

Material: Lápis preto, lápis colorido, borracha, tesoura, papel em branco e o modelo em anexo.

Descrição: Com o modelo, faça a leitura das letras do alfabeto, em seguida a leitura do nome das figuras dando ênfase a
primeira letra. Logo após a leitura a criança deverá construir seu próprio alfabeto com desenhos, letra e palavras. O
responsável deverá fazer em uma folha de (sulfite/ caderno) 26 quadrados grandes.

Variações:
Assistir vídeos musicais: (“Abecedário da Xuxa“);
Escrever os nomes referentes as figuras, e contornar a primeira e a última letra de cada palavra;
Escolher uma ou mais figuras para escrita de frases curtas;
Escolher uma ou mais figuras para construir uma história;
Caixa de areia. Reproduzir na areia com qualquer parte do corpo o traçado da letra (pode ser com as mãos, dedos, pés
cotovelos...);
Com duas cópias do anexo montar um jogo da memória, ou cartelas para um jogo do bingo;
Com massinha reproduzir o traçado das letras.

12
Proposta 6 – B
(continuação)

A B C D E F

G H I J K L

M N O P Q R

S T U V W X

Y Z
13
Pré-requisitos: coordenação motora fina, oralidade, concentração, atenção, escrita e ritmo.
Proposta 7 –
B
Atividade: História não verbal.

Objetivos: Considerar outros usos para linguagem, além da linguagem verbal; analisar o discurso implícito contido
nos textos não verbais trabalhados nesta sequência e desenvolver a intepretação de textos não verbais, a oralidade
e a comunicação.

Material: Lápis, borracha, folha de sulfite, cola e tesoura.

Descrição: Esta atividade propicia a interação familiar, através da leitura das instruções, análise e apreciação da
construção da interpretação do texto não verbal, feita pela criança/adolescente.
O responsável deverá fazer a leitura das instruções da atividade para criança/adolescente. Pedir que o mesmo
observe as ilustrações. Na sequência, questioná-lo sobre o que entendeu, isto é, para contar sua percepção sobre os
acontecimentos da história. Depois pedir que o mesmo numere a ordem dos acontecimentos ilustrados nos
quadrinhos. Por último, ler as frases que descrevem as cenas e pedir que ele coloque o número correspondente dos
acontecimentos.

14
Proposta 7 – B
(continuação)

15
Proposta 7 – B
(continuação)
Variações:
Recortar os quadrinhos, ordenar os fatos da história ilustrada, numerar as cenas e por fim, colar a sequência da
interpretação em uma folha.
Ordenar as cenas da história ilustrada e separadamente e registrar em uma folha de papel (ou relatar oralmente) o
nome que dariam à história e aos personagens, podendo também, escrever ou relatar os possíveis diálogos.
Recortar as frases, sorteá-las e pedir para colocar na sequência correta.
Usar a tecnologia para realizar a interpretação, isto é, pedir para verbalizar a história em áudio, gravando com o
celular.
Procurar outras histórias em quadrinhos em gibis, recortar e montar a sequência com outras imagens.
Diferenciar os personagens por suas características, idade, altura, verificando quem é mais velho, mais novo, alto e
baixo.
Após o término da atividade, brincar de mímica.

Pré-requisitos: Concentração, codificação, decodificação, ordenação e sequenciação.

16
Proposta 8 –
Atividade: Maior ou menor. B
Objetivo: Desenvolver o raciocínio lógico e intuitivo; estimular o pensamento independente, a criatividade e
a capacidade de resolver situações problemas e facilitar o entendimento de conceitos básicos.

Material: Tesoura, cola e cartolina ou tampa de caixa de papelão. (cada número do quadro será uma carta,
depois de recortado).

Descrição: Organizar duplas de pessoas da família. Dispor as cartas no centro da mesa com os números
para baixo. Uma pessoa de cada vez, vira uma carta. A pessoa que tirar a carta com o número maior fica
com as cartas. Ganha o jogo quem ao final tiver mais cartas.

Variações:
Colocar em ordens crescente e decrescente as cartas que cada pessoa ficou ao final do jogo;
Explanar se a carta virada é impar ou par;
Realizar soma ou subtração dos números das cartas;
Realizar contagem fazendo tracinhos de 10 em 10.

Exemplo: Qual é maior? 35 OU 53

Pré-requisitos: Sequência, atenção, concentração e criatividade.


17
Proposta 8 – B
0 (continuação)
1 2 3 4
5
10 14 18 20
23
27 30 32 36
40
43 47 50 53
59
60 62 64 70
74
79 80 85 90
93
98 100 105 118
176
198 200 209 269
286
295 300 311 346
359
362 378 395 400
407
413 429 487 500

18
Proposta 9 –
B
Atividade: DOMINÓ.

Objetivos: Proporcionar as crianças a possibilidade de aprender sobre habilidades relacionadas ao raciocínio


lógico através da observação, levantando hipótese, análise, reflexão, tomada de decisão e argumentação;
desenvolver a capacidade de atenção e concentração.

Material: Cartolina ou papelão, canetas, tesoura, cola e bolinhas de papel.

Descrição: Para jogar dominó são necessárias 28 peças retangulares, que podem ser confeccionadas com
cartolina ou papel cartão. Cada peça está dividida em 2 espaços iguais onde aparece um número de 0 até 6.
Pode ser colocado somente os números nas peças ou somente as quantidades. Outra maneira de fazer as peças
é colocando o número de um lado e quantidade do outro. As peças abrangem todas as combinações possíveis
com estes números e podem ser confeccionadas em alto relevo com cola, bolinhas de papel ou bolinhas
coloridas. Pode jogar com 2 ou mais participantes, distribuindo igualmente a quantidade de peças para cada
participante. No início do jogo os participantes podem brincar de “par ou ímpar” ou “2 ou 1” para saber quem irá
iniciar. O participante que começar coloca uma peça de sua preferência, o próximo deverá colocar uma peça que
tenha a combinação do número ou da quantidade da peça que está na mesa, assim sucessivamente segue o
jogo. Ganhará a partida quando um jogador ou dupla colocarem todas as suas peças.

19
Proposta 9 – B
Variações: (continuação)
Utilizar um jogo de dominó comum ou com percepção tátil com números em alto relevo, coloridos, e até
mesmo feito com furador de papel para formar as bolinhas de quantidade.
Jogar em dupla com dominó de quantidade tátil.
Jogar em trio, com dominó numérico, realizar a adição ou subtração dos números que aparecem nas
peças.
Jogar em dupla com o dominó de quantidades e números como demonstrado na figura abaixo realizando
a contagem e associação numérica.

Pré-requisitos: Atenção e concentração, orientação espacial e temporal e raciocínio lógico.


Proposta
Atividade: “Seu Lobato”.
10-B
Objetivos: Desenvolver a percepção auditiva; Participação e colaboração nas propostas musicais; Trabalhar letras
iniciais dos nomes através das brincadeiras.

Materiais: Lápis de cor, tesoura, cola e música.

Descrição: Dedoches : colorir, recortar, unir as pontas*(como se fosse um anel) e encaixar na ponta dos dedos.
Cantar com a criança a música do “Seu Lobato”.
<< https://www.youtube.com/watch?v=Y8QELkg2jDQ&list=PLD59BzuAvwtkmW-4rMDiY3B8L-fmncVZi&index=4>>
Proposta 10-B
(continuação)

2-Observe a figura abaixo e circule os animais que aparecem na música.

22
Proposta 10-B
(continuação)
3- Ajude o cachorro do Seu Lobato a encontrar e pintar os quadrinhos com a letra “c”.

C A C H O R R O

Variações:
Explore a criatividade:
Desenhe o sitio do Seu Lobato;
Converse sobre os animais.

Pré-Requisitos: Atenção, esquema corporal e percepção auditiva.

23
Proposta 11-
Atividade: BAFO SILÁBICO. B
Objetivos: Identificar fonemas e sua representação por sílabas.

Material: Jogo de cartas (a ser confeccionada).

Descrição: Trabalhar leitura, formar palavras e escrever;


1-Faça algumas fichas de papel (todas do mesmo tamanho), peça para a criança/adolescente desenhar as figuras e
depois cortar as fichas que podem ser de: animais, objetos da casa, frutas, etc. Se preferir, peça a criança/adolescente
que recorte e cole imagens de revista ou folhetos de supermercados.

2- Faça fichas menores (todas do mesmo tamanho) para escrever as sílabas.

3- Olhe os desenhos ou gravuras coladas e escreva, nas fichas, as sílabas que formam o nome da figura.
Exemplo:

24
Proposta 11- B
(continuação)
4- Para jogar: coloque as fichas com as figuras sobre a mesa (desenhos para cima)

5- Embaralhe e faça uma pilha com as fichas das sílabas (parte escrita virada para baixo). “BATA O BAFO”

6- Peça a criança/adolescente, que observe as cartas viradas. A(s) sílaba(s) que aparece(m) serve(m) para
uma das figuras? Se sim, coloque a(s) ficha(s) junto da(s) figura(s) e passe a vez para o outro jogador e
assim segue; Aquele que completar a palavra, ganha a ficha.

7- Leia, sempre, as sílabas e as palavras.

Pré-requisitos: Memória, atenção e concentração.

25
Proposta 11- B
(continuação)

26
Proposta 11 – B
(continuação)

27
Proposta 11 – B
(continuação)

28
Proposta 12 –
B
Atividade: Identificar cores, contar, jogar resta 1, e multiplicar.

Objetivos: Discriminar as cores; Estratégias; Raciocínio lógico.

Material: Caixa de ovo (12 unid.) bandeja de ovo (30 unid.), tinta guache, pincel, bolinhas, (botões e/ou tampinhas
coloridas), lápis, borracha e caderno.

Descrição:
1-a) Pintar cada fileira da bandeja de ovo de uma cor;
1-b) Jogar a(s) bolinha(s) ver onde caiu e pegar tampinhas na cor e quantidade correspondentes;

2- Pintar uma bandeja de ovo, pegar 24 peças (tampinhas e/ou botões) e brincar de resta 1;

3-Pintar uma caixa de ovo, escrevendo nos espaços internos números de 1 a 12. Jogar a bolinha dentro e realizar a
tabuada deste número.
Variações: No jogo 1, pontuar as cores, jogar as bolinhas e realizar a adição dos números.
azul=3/ verde=1/ amarelo=4/ vermelho=2/ rosa=5.

Pré-requisitos: Nomear e discriminar as cores, adicionar e multiplicar

29
Proposta 12 – B
(continuação)
JOGAR A(S) BOLINHA(S) NA BANDEJA, E VER EM
QUE COR CAIRAM.

JOGAR EXEMPLO:

BOLINHAS

VER PEGAR A QUANTIDADE E A COR DE TAMPINHAS


INDICADAS NA BANDEJA.

COR

CAIU NA VERMELHA, ENTÃO


= 2 TAMPINHAS VERMELHAS =
PEGAR

QUANTOS 30
Proposta 9 – B
(continuação)
PEGAR 24 PEÇAS, DISTRIBUIR NA CAIXA
DEIXANDO O ESPAÇO CENTRAL VAZIO.
EXEMPLO:

BRINCAR

DEIXAR SALTAR UMA PEÇA SOBRE A OUTRA SEMPRE


NA HORIZONTAL OU VERTICAL;

SOMENTE RETIRAR A PEÇA ‘SALTADA’ ATÉ QUE FIQUE


SÓMENTE UMA PEÇA NA CAIXA.

UMA

31
Proposta 12 – B
(continuação)
COLOCAR UMA BOLINHA (OU BOTÃO)
DENTRO DA CAIXA NUMERADA, COMO NO
MODELO;
BOLINHAS

NÚMERO

JOGAR A BOLINHA, VER QUE NÚMERO CAIU;


VER

FAZER
FAZER A TABUADA DO NÚMERO INDICADO.

TABUADA 32
Proposta 13 – B
(continuação)
Atividade: Ler e escrever. Pensar, conversar, completar e pesquisar sobre.

Objetivos: Relembrar a data do feriado paulista. Leitura e escrita. Discriminação dos sentidos: tato, visão e
audição.

Descrição: Pesquisar, ler, escrever e completar. Usando lápis ou reglete.

1- A. Dia 09 de julho temos um feriado paulista. Preencha o calendário abaixo destacando: sábados, domingos e o
feriado:
julho
S T Q Q S S D
Proposta 13 – B
(continuação)

1-B. Descubra, leia e escreva as palavras que estão escondidas no meio das letras:
ASJFUTOBRASILPORFGTYHNJMKLNBV________________

DFRTBPSOLDADOSLOPJUYHGTFTRFD_________________

GHTOPOIUYTRDFSEASSRDPAULISTAS_________________

FERIADODFRTGUYHJIOKPLMNNBVCH_________________

QWLIBERDADEPLOKIJUNMBHGTREA__________________

BGTRUESCOLALOKIJUHYGTMCSAEG___________________

34
Proposta 13 – B
(continuação)
Variações: Ampliação da proposta. Acionar acessibilidade para ouvir todas as atividades (perda total de
visão).

Pré-requisitos: Leitura e escrita de palavras e números.

35
REFERÊNCIA:

Imagens: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngüe da língua de sinais brasileira.


Disponível em:
<https://books.google.com.br/books?id=N-ybDVKtBygC&printsec=frontcover&hl=pt-BR#v=o
nepage&q&f=false> Acesso em: 06 jul.2020

HONORA, M. FRIZANCO, M. Livro Ilustrado de Língua Brasileira de Sinais.

BABY ROGER. Sítio do Seu Lobato- Baby Roger (2m12s) 2018. Disponível em:
<https://www.youtube.com/watch?v=Y8QELkg2jDQ&list=PLD59BzuAvwtkmW-4r
MDiY3B8L-fmncVZi&index=4>

ESCOLA E ARTE. Atividades escolares. Disponível em: <<


http://escolaeart.blogspot.com/2012/05/bruxinha-eva-furnari.html>> Acesso em:
06 jul. 2020.

36
37
Atendimento Educacional
Especializado
PROPOSTAS DE ATIVIDADES
SEMANA
DE 20/07/2020 A 24/07/2020
Proposta 1 -
A
Atividade: A surpresa.

Materiais necessários: Uma caixa de papelão, algumas bolinhas que podem ser de papel colorido, folhas de
jornal ou revistas e pequenos objetos ou brinquedos.

Descrição: Para começar a atividade o adulto pedirá ajuda da criança na confecção das bolinhas, amassando
o papel até encher a caixa com as bolinhas amassadas.
Em seguida o adulto deverá distrair a atenção da criança e colocar dentro da caixa, junto com as bolinhas um
objeto pequeno (pode ser um carrinho, um bichinho ou qualquer outro objeto), sem que a criança veja o que
foi colocado.
O adulto deverá contar uma história, bem curtinha, que envolva o objeto escondido na caixa. Em seguida,
pedirá a criança que procure o objeto e o retire de dentro da caixa. Assim que a criança encontrar o objeto
demonstrará surpresa e alegria, deixe a criança explorar e brincar com o objeto por um período.
Proposta 1 – A (continuação)

Variações:
O adulto poderá colocar vários objetos e pedir que a criança retire apenas um;
Colocar alguns objetos de diferentes texturas e ir nomeando para a criança algumas delas (se for duro, macio,
áspero, liso...)
Ao invés de histórias o adulto poderá cantar alguma música que envolva o objeto da caixa.

Objetivos: Reconhecer elementos das ilustrações de histórias, apontando-os, a pedido do adulto-leitor;


Participar de situações de escuta de textos em diferentes gêneros textuais (poemas, fábulas, contos, receitas,
quadrinhos, anúncios etc.).

Pré-requisitos: Percepção visual e auditiva, manipulação, imaginação e criatividade.


Proposta 2 - A

Atividade: Seu Lobato.

Descrição: Cantar a música “Seu Lobato”. É importante conversar com a criança e perguntar se ela sabe quais animais
Seusítios/fazendas.
vivem em Lobato tinha umDeixar
sítio, ia,
a ia, ô
criança dizer os nomes que souber, e convidá-la a produzir o som desse animal.
E nesse sítio tinha uma vaquinha, ia, ia,
Apresentar a música “Seu Lobato” cantando os versos ô abaixo, juntamente com a criança.
Era mu, mu, mu pra cá
Era mu, mu, mu pra lá
Era mu, mu, mu pra todo lado, ia, ia, ô
Seu Lobato
Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô
E nesse sítio tinha um pato, ia, ia, ô
Era quá, quá, quá pra cá
Era quá, quá, quá pra lá
Era quá, quá, quá pra todo lado, ia, ia, ô

Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô


E nesse sítio tinha um gato, ia, ia, ô
Era miau miau miau pra cá
Era miau miau miau pra lá
Era miau miau miau pra todo lado, ia, ia, ô
5
Proposta 2 – A (continuação)
Variações:
Você poderá adaptar a brincadeira, colocando em uma caixa imagens de animais recortadas de revistas,
animais de brinquedos que a criança tenha ou ainda utilizar as que estão em anexo. Começar a cantarolar a
música e pedir para que a criança aponte e pegue um dos animais, este deve ter o nome inserido na música,
assim como o som que ele produz.
Pedir para a criança escolher um dos animais e incentivá-la a dizer onde vive, o que come, a cor do seu pelo
ou pena.
Pegar um dos cartões da onomatopéia (som produzido pelo animal) e reproduzir o som. Logo após, pedir
para criança pegar ou apontar o animal referente ao som.

Objetivos: Interesse ao ouvir a leitura de poemas e a apresentação de músicas; Reconhecer elementos das
ilustrações de histórias, apontando-os, a pedido do adulto-leitor.

Pré-requisitos: Conhecer alguns animais e suas características, linguagem, atenção e imaginação.

QUÁ MIAU OINC AU HINN CÓ CÓ


MUUU BÉÉÉ
QUÁ IN IN CÓ
MIAU OINC AU
Proposta 3 - A

Atividade: A Princesa e o Sapo.

Materiais necessários: Texto da história e figura.

Descrição: O adulto poderá ler a história para a criança e depois propor uma conversar sobre ela,
fazendo diversas perguntas sobre o que a criança entendeu da história.
Sugestões de perguntas:
Você já viu um sapo?
Os Sapos voam?
Que nome você daria para a Princesa? E para o Sapo?
O que você aprendeu com essa história?

Variações:
Fazer um desenho sobre a história, perguntando o nome das cores que usou;
Ajudar a criança a criar um final diferente para a história.

Objetivos: Demonstrar interesse e atenção ao ouvir a leitura de histórias e outros textos, diferenciando
a escrita de ilustrações, e acompanhando com orientação do adulto-leitor, a direção da leitura (de cima
para baixo, da esquerda para a direita).

Pré-requisitos: Estimular a atenção, concentração e oralidade.


Proposta 3 – A (Continuação)
História infantil: A Princesa e o Sapo.
Era uma vez uma bondosa princesa muito bonita, de cabelos longos e que vivia num reino muito distante. Um dia, sem
querer, a princesa deixou cair uma bola dentro de um lago. Pensando que a bola estivesse perdida, começou a chorar.

— Princesa, não chore. Vou devolver-lhe a bola. — disse um sapo.


— Podes fazer-me esse favor? – perguntou a princesa.
— Claro, mas, só farei em troca de um beijo. A princesa concordou. Então, o sapo apanhou a bola, levou-a até os pés
da princesa e ficou esperando o beijo. Mas, a princesa pegou na bola e fugiu para o castelo.

O sapo gritou:

— Princesa, deve cumprir com a sua palavra! O sapo começou a perseguir a princesa para onde quer que ela fosse.
Quando ia comer, lá estava o sapo pedindo-lhe a sua comida. O rei, vendo a sua filha emagrecer, ordenou que
pegassem no sapo e o levassem de volta ao lago.

Antes que o conseguissem apanhar, o sapo disse ao rei:


— Ó, Rei, só estou a cobrar uma promessa. — Do que é que está a falar, sapo? Disse o rei, furioso.
— A princesa prometeu dar-me um beijo depois de eu apanhar a bola perdida no lago. O rei, então, mandou chamar a
filha. O rei explicou à filha que uma promessa real deveria ser cumprida.

Arrependida, a princesa começou a chorar e disse que ia cumprir a palavra dada ao sapo. A princesa fechou os olhos e
deu um beijo no sapo, que logo pulou para o chão. Diante dos olhos de todos, o sapo transformou-se num belo rapaz
com roupas de príncipe e tudo.

Ele contou então que uma bruxa o havia transformado em sapo e somente o beijo de uma donzela acabaria com o
feitiço. Assim, ele apaixonou-se pela princesa e pediu-a em casamento. A princesa aceitou.

Fizeram uma grande festa de casamento, que durou uma semana inteira. A princesa e o príncipe juntaram os seus dois
reinos e foram felizes.
Proposta 4 - A

Atividade: Leitura “O Balão”.

Materiais necessários: Texto “O Balão”, fotos, imagens, lápis, papel e borracha.

Descrição: Cantar com a criança a música “O Balão”, depois iniciar uma conversa, explicando os perigos de
soltar balões e o mal que faz a natureza. Contar histórias sobre Festas Juninas e se possível mostrar fotos ou
imagens de revistas ou da internet, contextualizando.
Mostrar no texto, da música, a palavra Balão e solicitar que a criança circule e pinte todas as vezes que a
palavra aparecer.

Variações:
Brincar de cantar a Música através de gestos/ mímica;
Confeccionar balões e colar diferentes texturas (algodão, areia, pedras, esponja), solicitando que a criança
feche os olhos e descubra o balão com a textura indicada (liso, áspero, duro, macio...);
Confeccionar balões com folhas de revistas, panfletos de cores diferentes e cantar para a criança, solicitando
que ela encontre o balão da cor indicada através de varredura visual. O balão confeccionado poderá ter
tamanhos, cores e texturas diferenciadas;
Fazer uma lista de palavras que rimam com “BALÃO”. O adulto escreverá as rimas e também poderá ajudar a
encontrar outras possíveis rimas; (exemplo: BALÃO/ PIÃO/ TROVÃO/ MÃO...)
Procurar em revistas e panfletos, palavras que iniciem com a letra B.
Proposta 4 – A ( Continuação)

Objetivos: Formular e responder perguntas sobre fatos da história narrada, identificando cenários, personagens e
principais acontecimentos.

Pré-requisitos: Coordenação motora fina, atenção, concentração, musicalização e ritmo.


Proposta 5 - A
Atividade: Festa Junina.

Materiais necessários: Imagens e figuras de Festa Junina.

Descrição: Após exibir as figuras, peça a criança que:


- Conte o que viu nas imagens e o adulto poderá anotar o que a criança disser;
- Faça um desenho sobre festa junina;
- Utilizar as figuras e montar um quebra-cabeça;
- As crianças poderão escrever o nome de algum objeto que mais chamou atenção em alguma imagem, ex:
FOGUEIRA (deixe a criança tentar escrever sozinha).

Variações:
O adulto pode escolher uma ou mais figuras para fazer o contorno com lã ou barbante para que a criança
descubra qual é o desenho através do tato;
Montar o nome das figuras com letras móveis (que podem ser recortadas de revistas);
Sem que a criança olhe a imagem, o adulto poderá descrever o que aparece para a criança e pedir que ela
crie frases com o que ouviu ou tente reproduzir em forma de desenho.

Objetivos: Utilizar materiais variados com possibilidades de manipulação (argila, massa de modelar),
explorando cores, texturas, superfícies, planos, formas e volumes ao criar objetos tridimensionais.

Pré requisitos: Linguagem oral, auditiva, percepção visual e coordenação motora.


Proposta 5 – A (continuação)

Objetivos: Desenvolver e estimular a escuta; Ampliar vocabulário, incentivando a oralidade e a escrita.

Pré-requisitos: Atenção, Linguagem oral e Percepção visual.


Proposta 6-A
Atividade: Trilha das sílabas.

Objetivo: Desenvolver a percepção auditiva, reconhecer o número de sílabas em cada palavra. Segmentar as palavras em
sílabas.

Material: Papel, lápis ou canetinhas (para fazer a trilha) e objetos da casa.

Descrição: Desenhar uma trilha (modelo - desenho abaixo) ou usar o piso da casa (cada piso será uma casa do jogo),
estabelecer onde será a saída e a chegada. Depois pegar vários objetos da casa e colocar dentro de uma caixa ou sacola.
Escolher quem iniciará o jogo, a pessoa deverá pegar 1 objeto da sacola e falar o “nome” do objeto e quantas sílabas
(exemplo: caso tenha retirado uma boneca de dentro da caixa irá dizer BO – NE – CA, 3 sílabas), podendo andar três casas,
ou seja, a quantidade de casas para andar vai depender do número de sílabas que tem o nome do objeto retirado.
Proposta 6-A (Continuação)

Variações:

Na contagem das sílabas o adulto irá falar a palavra pausadamente (evidenciando cada sílaba), a cada
sílaba, a criança/adolescente poderá bater palmas, pular, levantar o dedo ou ainda a cada sílaba pegar
um objeto (como: lápis, bolinhas de papel ou tampinhas), facilitando a contagem;
Falar outra palavra que inicie com a mesma sílaba do objeto sorteado, ou ainda, com a sílaba final ou
uma palavra que rime com o objeto sorteado;
Solicitar que a criança/adolescente escreva o nome corretamente do objeto para ter o direito de andar,
caso escreva a palavra de modo incorreto deverá permanecer na mesma casa;
Fazer a contagem das palavras, sendo: monossílaba= 1 ponto, dissílaba= 2 pontos, trissílaba= 3 pontos
e polissílaba= 4 pontos;
Ao final do jogo buscar na memória a sequência de objetos que acertou, fazer uma lista desenhando ou
escrevendo as palavras;
Com a sequência dos objetos que acertou, realizar frases ou uma história (oral ou escrita) com as
palavras.

Pré-requisitos: Desenvolver a atenção e concentração, análise e síntese auditiva.


Proposta 7-A
Atividade: O que temos em.... com a letra ....

Objetivos: Estimular o vocabulário, bem como a organização e coerência nos discursos; estimular a atenção e concentração.

Material: Imaginação, papel sulfite, lápis de cor, lápis e borracha.

Descrição: Com 2 ou mais participantes, escolher um tema (exemplo: Escola). Iniciar o jogo com os participantes colocando
uma certa quantidade de dedos de forma aleatória. Feito isto deverá ser falada as letras do alfabeto na sequência, uma para
cada dedo. A última letra a ser pronunciada será a letra sorteada. A partir disto, cada participante, terá que dizer ou escrever
uma coisa que existe sobre o tema escolhido, cujo o nome seja iniciado com a letra sorteada. Exemplo: 1 - ESCOLA (tema
escolhido), no sorteio 3 ”dedos” – letra “C” – CANETA/ CADERNO/ CRIANÇA... 2 – NATUREZA (tema escolhido), no sorteio 6
“dedos” – letra “F” – FOLHA/ FORMIGA/ FAUNA... O vencedor da rodada será aquele participante que conseguir lembrar de
mais palavras.

VARIAÇÕES:

Após o término da brincadeira, colocar todas as palavras do jogo em ordem alfabética.


Após o término da brincadeira, criar frases com as palavras.
Após o término da brincadeira, escrever uma história sobre o tema escolhido utilizando as palavras da
brincadeira.
DICA: Pode-se escrever, desenhar ou falar.

PRÉ-REQUISITOS: Organização ampliação de vocabulário, atenção, concentração e memória.


Proposta 8-A

Atividade: Complete a cena.

Objetivos: Noções de direita, esquerda, frente e atrás, incentivando os conceitos e referências que explorem a
lateralidade e estimulação da linguagem e escrita.

Material: Lápis, lápis de cor, borracha e objetos.

Descrição: Siga as pistas e complete a cena de acordo com que se pede.


Complete a cena de acordo com as pistas:
DESENHE UM SOL DO LADO DIREITO DA CASA;
DESENHE UMA ÁRVORE DO LADO ESQUERDO DA CASA;
DESENHE MONTANHAS ATRÁS DA CASA;
DESENHE UMA CRIANÇA EM FRENTE DA CASA;
DESENHE UM JARDIM AO LADO DIREITO DA CASA.
Proposta 8-A (continuação)

Variações: Durante a atividade auxilie a criança/adolescente, se preciso coloque uma fitinha no pulso direito para
auxiliá-la na internalização do conceito.

Pergunte:
Você sabe qual é a mão direita?
Qual é a mão esquerda?
O pé direito?
O pé esquerdo?
Qual mão você usa mais?

Os responsáveis podem ajudar o desenvolvimento, estimulando a autonomia da criança/adolescente dentro de


casa. Em situações do cotidiano, como guardar os brinquedos, material escolar, mochila, roupas, sempre
verbalizando a direção em frente, atrás, ao lado de algum objeto, esquerda, direita, direcionando a posição que
deve organizar ou guardar.

Pré-requisitos: Atenção, raciocínio, percepção visual, coordenação viso motora e estimulação da lateralidade que
caminha junto com a escrita, envolvendo a orientação espacial e corporal.
Proposta 9-A
Atividade: Desafio Matemático.

Objetivo: Desenvolver o raciocínio, a percepção e a atenção.


Materiais: Lápis, borracha, papel e calculadora.
Descrição: Através da interpretação dos desafios, encontrar a solução para responder as perguntas, realizando as
operações necessárias.

Desafio 1. Se 2 homens constroem juntos 1 muro em apenas 3 dias, quantos dias serão necessários para que 10
homens, trabalhando juntos, construam 5 muros?

Desafio 2. Em uma propriedade rural havia 50 bois e 100 vacas. Num dia de muita chuva, raios e trovões, o
rebanho se refugiou embaixo de uma árvore. Houve, então, a “queda” de um raio, que acabou provocando a
morte de 15 vacas. Esse fato deixou o fazendeiro muito triste, que no outro dia resolveu fazer a contagem de seu
rebanho. Quantos bois restaram na fazenda após esse incidente?
Proposta 9-A

Desafio 3. “Matemágica”. Descubra a idade e o número de pessoas da família de alguém:

Peça que um amigo pegue uma calculadora (pode usar a calculadora do celular) e siga as instruções que você dará.
1. Multiplique sua idade por 2.
2. Some 10 ao resultado.
3. Multiplique por 50.
4. Some o número de pessoas da família (pai, mãe irmãos).
5. Subtraia 500.

Ele diz o resultado final e você diz a idade dele e quantas pessoas têm a sua família. A idade é o número formado pelos
algarismos do milhar e da centena. O número de pessoas da família é formado pelos algarismos da dezena e da unidade.

Esse desafio é uma “brincadeira” para ser feita com colegas ou familiares. É necessário o uso de uma calculadora para realizar os
cálculos com rapidez.

Exemplo: Se o resultado for o número 1205 concluímos que sua idade é 12 anos e que em sua família há 05 pessoas.

U.M C D U
Pré-requisitos: Atenção, concentração, percepção e interpretação.
1.205
SOLUÇÃO DOS DESAFIOS.
Desafio 1: Acompanhe o raciocínio.
homens muro dias
2 1 3
10 5 ?
Temos 10 homens para construir 5 muros e sabemos que 2 homens gastam 3 dias para construir um muro. Se
separarmos os 10 homens em duplas, teremos 5 duplas. Se cada dupla ficar responsável por um muro, teremos a
seguinte situação:
Se todas as duplas começarem o trabalho no mesmo momento, cada uma concluirá o seu respectivo muro ao final de 3
dias, pois 2 homens gastam 3 dias para construir um muro, e como as duplas começaram juntas, terminarão juntas. Ou
seja, 10 homens levam 3 dias para construir 5 muros.

Desafio 2: Esse desafio foca a atenção na leitura e interpretação dos dados. Observe que na propriedade havia
50 bois e 100 vacas. No dia do incidente morreram 15 vacas. A questão a ser respondida é: ”Quantos bois
restaram após o incidente?” Note que nenhum boi morreu. Apenas vacas. Portanto, restaram os 50 bois que
haviam inicialmente.
Proposta 10-A

Atividade: Caça ao tesouro.

Objetivos: Estimular o raciocínio para levantar hipóteses e investigar, interagir com a família de uma forma lúdica.

Material: Brinquedo/objetos, uma caixa de sapato ou um pote de plástico.

Descrição: O responsável deverá escolher um ambiente onde, todos, possam se concentrar na brincadeira, podendo
perguntar para a criança/adolescente a primeira letra do objeto/ brinquedo que ele encontrou no tesouro.

1- Conversar sobre a proposta de caça ao tesouro


2- Colocar na caixa escolhida, vários objetos que se têm em casa: brinquedos, objetos da sala, objetos da cozinha etc.,
procure itens de diversas texturas, tamanhos ou cores. Estes serão os tesouros para colocar no baú.
3- Escolher (mentalmente) um objeto/brinquedo e falar as características para a criança/adolescente e pedir para ela
procurar na caixa, prestando atenção nas instruções do responsável.
4- Pedir para a criança/adolescente falar a letra inicial de cada objeto/brinquedo que descobrir.
Proposta 10-A (Continuação)

Variações: Esconder em um cômodo da casa o objeto/brinquedo, falar as características do objeto a ser


procurado, e quando ela estiver perto pode-se dizer está QUENTE (quando próximo) ou FRIO (quando
longe).

Pré-Requisitos: Linguagem oral, atenção e concentração e organização espacial.


Proposta 11-A

Atividade: Busca decifrada e organização.

Objetivos: Localizar as palavras durante o desafio, em contextos e espaços; identificar e organizar as letras
que compõem as palavras.

Material: Lápis e borracha.

Descrição: Observe os quadros abaixo e siga as instruções:

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S
Proposta 11-A (Continuação)
Execução:
1-Decifre o enigma, depois marque um X no objeto:

PROCURAR
NO QUARTO

PROCURAR
NO
BANHEIRO
Proposta 11-A (Continuação)

PROCURAR
NA
COZINHA

PROCURAR
NA
SALA
Proposta 11-A (Continuação)
2-Ligue os objetos aos ambientes:
Proposta 11-A (Continuação)
3-Caça-palavras:

ABRIDOR CAMA CAMISETA CHUVEIRO ESCOVA GARFO TAPETE TV

A B C C A M A D E F

E S C O V A G H I J

K L M N O P Q T V R

C H U V E I R O S T

U V W X Y G A R F O

Z A B C T A P E T E

D E A B R I D O R F

G C A M I S E T A H

Pré-requisitos: Atenção, concentração, noção espacial e vocabulário de localização;


Proposta 12-A
Atividade: Árvore da adição.

Objetivos: Identificar os números e estabelecer relação com a quantidade; desenvolver o raciocínio lógico.

Material: Cartolina marrom e verde ou papel que tiver em casa, cola, lápis de cor, botões de 2 cores ou bolinhas de
papel amassado, uma tira de papel ou cartolina e 2 dados.

Descrição: 1- Jogar os dados, realizar a soma, e responder:


Execução:
1- Brincar com a árvore da adição.

Exemplo:
Proposta 12- A (Continuação)

1. Cortar a cartolina marrom no formato do tronco ou desenhar na folha de papel e colorir;


2. Cortar a cartolina verde no formato da copa da árvore ou desenhar e colorir e colar no tronco;
3. Cortar uma tira de papel ou cartolina e numerar de 2 á 12. tendo uma ? (interrogação) no meio da tira;
4. Fazer três aberturas pequenas no tronco e escrever os sinais de + e = como indicado;
5. Pegar 6 botões ou bolinhas de papel de uma cor e 6 de outra cor;

Instruções:
Jogar os 2 dados e colocar a quantidade de cada dado, nas aberturas do tronco; (a abertura no final do tronco é para o
resultado)
Pegar os botões ou bolinhas de acordo com o número tirado nos dados e colocar na copa da árvore; usando uma cor
diferente para cada dado;
Contar os botões ou bolinhas de papel e procurar o resultado na tirinha da árvore, puxando-a.

Pré-requisitos: Identificar os números, estabelecer relação com a quantidade; desenvolver o


raciocínio lógico e conceito da adição.
Proposta 13-A

Atividade: Ler, escrever e pensar.

Objetivos: Relembrar e aprender sobre as figuras e os sólidos geométricos. Discriminação dos sentidos: tato, visão e
audição.

Material: Folhas de papel, lápis grafite, borracha, tesoura e cola.

Descrição:
1.A Pesquisar, ler , escrever, enumerar, parear, montar, colar. Usar lápis ou reglete.
A. Um familiar deve desenhar numa folha de papel e recortar duas das seguintes figuras geométricas planas: círculo,
oval, triângulo, quadrado, retângulo, losango e trapézio. Depois deve escrever os nomes correspondentes numa lista
só, com letras grandes e recortar.
B. Pedir a criança/adolescente que reconheça e nomeie as figuras. Separar as que não reconhece.
C. Pedir que leia os nomes das figuras.
D. Brincar montando coisas e/ou objetos com as figuras e dizer o que montou. Colar numa folha.
E. Fazer o pareamento dos nomes e figuras (uma de cada).
F. Colar corretamente as figuras e seus respectivos nomes.
Proposta 13-A (Continuação)

2. Com quem pareço? Relacione as colunas:

A. CUBO ( ) VELA
B. PIRÂMIDE ( ) GLOBO TERRESTRE
C. CONE ( ) DADO
D. PARALELEPÍPEDO ( ) TIJOLO
E. ESFERA ( ) CASQUINHA DE SORVETE
F. PRISMA ( ) TÚMULO EGÍPCIO
G. CILINDRO ( ) CAIXA DE LEITE
Proposta 13-A (Continuação)

3. A. Jogo dos Sólidos geométricos.


Um familiar escreve esta lista em tirinhas de papel e coloca num pote:
CUBO PIRÂMIDE PRISMA ESFERA CONE PARALELEPÍPEDO CILINDRO

Um participante pega uma tira e lê, todos os outros devem sair para procurar em casa algum objeto com o
formato sorteado e trazer até o local combinado (pode ser uma mesa, ou cadeira...). O vidente deve usar uma
venda nos olhos. Ganha quem trouxer mais objetos.

3.B. Anote em uma folha os objetos (da brincadeira) encontrados na sua casa e seus respectivos formatos.
Exemplo: Cilindro – lata de leite.

Variações: Ampliação para os estudantes com baixa-visão até que fique confortável a leitura. Acionar
acessibilidade para ouvir todas as atividades (perda total de visão).

Pré-requisitos: Leitura e escrita de palavras e conhecimento das figuras planas e dos sólidos geométricos.
REFERÊNCIA:

Imagens: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngüe da língua de sinais brasileira. Disponível


em:
<https://books.google.com.br/books?id=N-ybDVKtBygC&printsec=frontcover&hl=pt-BR#v=on
epage&q&f=false> Acesso em: 06 jul.2020
ESCOLA KIDS. Brincando com a matemática. Disponível em: <<
https://escolakids.uol.com.br/matematica/brincando-com-a-matematica.htm>>
Acesso em:03 jul.2020.
ATENDIMENTO
EDUCACIONAL
ESPECIALIZADO
PROPOSTAS DE ATIVIDADES
PARA SEMANA
DE 27/07/2020 A 31/07/2020
Proposta 1 - B
ATIVIDADE: QUADRO DA NATUREZA.

DESCRIÇÃO: DEIXE A CRIANÇA BRINCAR COM A TERRA, FOLHAS, FLORES E SEMENTES. A PROPOSTA É
PERMITIR QUE A CRIANÇA DESCUBRA TEXTURAS, FORMATOS E CORES. ESTIMULE A CRIANÇA A PEGAR
DIFERENTES OBJETOS. FOLHAS, PEDRAS E AREIA PODEM SER USADOS PARA FAZER UM QUADRO EM UM
PEDAÇO DE PAPELÃO, POR EXEMPLO. É SÓ COLAR E USAR A CRIATIVIDADE.

VARIAÇÕES:
PODE-SE UTILIZAR OBJETOS DE DENTRO DA SUA CASA PARA OFERECER O CONTATO COM DIFERENTES
TEXTURAS A CRIANÇA: ESPONJA DE PIA, ESPONJA DE BANHO, PAPÉIS DIVERSOS.
O RESPONSÁVEL PODE MOSTRAR PARA A CRIANÇA O OBJETO QUE SERÁ COLOCADO E SOLICITAR QUE
ELA ENCONTRE UM IGUAL, ATRAVÉS DO CAMPO VISUAL.
O ADULTO PODE AJUDAR A CRIANÇA A CONFECCIONAR O QUADRO E PASSAR A SUA MÃO NAS
DIFERENTES TEXTURAS, REALIZANDO A EXPLORAÇÃO.

OBJETIVOS: TRAÇAR MARCAS GRÁFICAS, EM DIFERENTES SUPORTES, USANDO INSTRUMENTOS


RISCANTES E TINTAS.

PRÉ REQUISITOS: HABILIDADES VISUAIS E MEMÓRIA CINESTÉSICA.


Proposta 2 - B
ATIVIDADE: VAMOS BRINCAR DE ARTE?

MATERIAIS NECESSÁRIOS: COTONETES, GUACHE, ALGODÃO E PAPEL.

DESCRIÇÃO: UM ADULTO COLOCA AS FOLHAS/PAPÉIS PARA A CRIANÇA, COM OS COTONETES DENTRO DE


CADA POTE DE TINTA GUACHE, A CRIANÇA ESCOLHERÁ O DESENHO E AS CORES PARA ESSA PINTURA. EM
OUTRA FOLHA, USE UM PEDAÇO DE ALGODÃO, MOLHANDO O ALGODÃO NA COR ESCOLHIDA E ENCOSTANDO
NA FOLHA, FORMANDO UM BELO DESENHO.
AO TERMINAR, A CRIANÇA PODE EXPOR O QUE FEZ NO PAPEL EM UM VARAL E REGISTRAR ATRAVÉS DE
FOTO A EXPOSIÇÃO DE SUA ARTE.

VARIAÇÕES:
O ADULTO PODE ESCOLHER DIFERENTES MÚSICAS (LENTAS E AGITADAS) E ORIENTAR A CRIANÇA A
PINTAR DE ACORDO COM O RITMO DA MÚSICA (RÁPIDO OU DEVAGAR);
A PINTURA PODE SER FEITA USANDO OS PÉS – O ADULTO PODE PASSAR A TINTA NO PÉ DA CRIANÇA E
FAZER O CARIMBO OU A CRIANÇA PODE USAR O DEDO DO PÉ PARA CRIAR O SEU DESENHO;
O ADULTO PODE INICIAR UM DESENHO COM A TINTA E PEDIR QUE A CRIANÇA DE CONTINUIDADE;
APÓS O DESENHO, CRIEM UMA HISTÓRIA DIVERTIDA.
Proposta 2 – B (continuação)

OBJETIVOS: UTILIZAR MATERIAIS VARIADOS COM POSSIBILIDADES DE MANIPULAÇÃO (ARGILA,


MASSA DE MODELAR), EXPLORANDO CORES, TEXTURAS, SUPERFÍCIES, PLANOS, FORMAS E
VOLUMES AO CRIAR OBJETOS TRIDIMENSIONAIS.

PRÉ REQUISITOS: LINGUAGEM ORAL, AUDITIVA, PERCEPÇÃO VISUAL E COORDENAÇÃO MOTORA.


Proposta 3 - B

ATIVIDADE: BRINCANDO COM ESPELHO E COM O CORPO.

MATERIAIS NECESSÁRIOS: ESPELHO, FOLHA PARA REALIZAR DESENHOS, LÁPIS DE COR E A MÚSICA:
“CABEÇA, OMBRO, JOELHO E PÉ” (DOMÍNIO POPULAR). LINK PARA OUVIR A MÚSICA:
<<https://www.youtube.com/watch?v=vDee2bF8Xls>>

DESCRIÇÃO: DISPONIBILIZE PARA A CRIANÇA UM ESPELHO E INCENTIVE QUE ELA OBSERVE A PRÓPRIA
IMAGEM. PEÇA PARA TOCAR DIFERENTES PARTES DO CORPO, PARA BALANÇAR OS CABELOS, A CABEÇA,
LEVANTAR OS OMBROS, CRUZAR OS BRAÇOS, FAZER CARETAS ETC.
EM SEGUIDA A CRIANÇA FARÁ UM DESENHO DO SEU AUTORRETRATO.
POR FIM DANÇAR E CANTAR A MÚSICA PROPOSTA: DANCINHA DO CORPO - A TURMA DO SEU LOBATO
(VOLUME 3 - MÚSICA INFANTIL) LINK HTTPS://WWW.YOUTUBE.COM/WATCH?V=K0J0TK0BR9C
Proposta 3 – B (continuação)

VARIAÇÕES:
PODE-SE BRINCAR, OLHANDO NO ESPELHO E IMITANDO A OUTRA PESSOA QUE ESTÁ AO SEU LADO;
DESENHAR O CORPO HUMANO EM UM PAPEL GRANDE E FAZER O CONTORNO COM COLAGEM DE
AREIA, BARBANTE... COLAR NA PAREDE E A CRIANÇA PODERÁ PASSAR A MÃO, COM OLHOS
VENDADOS E IDENTIFICAR CADA PARTE DO CORPO PELO TATO.

OBJETIVOS: ESTIMULAR A COORDENAÇÃO MOTORA, EXPRESSIVIDADE ARTÍSTICA, A IMAGINAÇÃO E


HABILIDADES DE ESCUTA.

PRÉ REQUISITOS: COORDENAÇÃO GLOBAL ,ORALIDADE E IMAGINAÇÃO.


Proposta 4 - B

ATIVIDADE: CAIXA DE AREIA.

MATERIAIS NECESSÁRIOS: CAIXA RASA OU FORMA, AREIA OU TERRA.

DESCRIÇÃO: A CAIXA DE AREIA É UMA ATIVIDADE MUITO EFETIVA E DIVERTIDA QUE CONSISTE EM
REALIZAR TRAÇOS COM O DEDO NA AREIA CONTIDA EM UMA CAIXA.
APRESENTE PARA A CRIANÇA À CAIXA DE AREIA, CASO NÃO TENHA AREIA EM CASA, USE TERRA. DEIXE A
CRIANÇA BRINCAR, SENTIR A AREIA, FAÇA EM CONJUNTO TRAÇOS DE ACORDO COM A SEQUÊNCIA DE
MOVIMENTOS, (IMAGEM COM SUGESTÕES DE MOVIMENTOS NA PRÓXIMA PÁGINA) TRACEJADOS, FORMAS
GEOMÉTRICAS, LETRAS E O NOME.

VARIAÇÕES:
RECORTE DE REVISTAS AS LETRAS QUE FORMAM O NOME DA CRIANÇA.
RECORTE, USANDO FOLHAS DE REVISTAS OU PANFLETO DE SUPERMERCADO AS FORMAS
GEOMÉTRICAS.
ESCONDA BRINQUEDOS/OBJETOS E SOLICITE QUE A CRIANÇA PROCURE NA AREIA OU TERRA OS
OBJETOS;
Proposta 4 – B (continuação)
OBJETIVOS: TRAÇAR MARCAS GRÁFICAS EM DIFERENTES SUPORTES; UTILIZAR MATERIAIS VARIADOS COM
POSSIBILIDADES DE MANIPULAÇÃO.

PRÉ-REQUISITOS: ESTIMULAR A COORDENAÇÃO MOTORA FINA, PRÉ-ESCRITA, COORDENAÇÃO OLHO MÃO,


RECONHECIMENTO DE FORMAS, CONCENTRAÇÃO E CRIATIVIDADE.
Proposta 5 - B
ATIVIDADE: ARRAIAL DA FAMÍLIA.

MATERIAIS NECESSÁRIOS: PALITOS DE FÓSFOROS OU GRAVETOS DE ÁRVORES, PAPEL COLORIDO, LÁPIS


DE COR, CANETINHAS, ROUPAS DE FESTA JUNINA, CHAPÉU DE PALHA, MÚSICAS JUNINAS...

DESCRIÇÃO: 1º NO DESENHO DA FOGUEIRA COLE PALITOS DE FÓSFOROS OU GRAVETOS E COLE PAPÉIS


RECORTADOS EM TIRAS.
2º SE POSSÍVEL, CARACTERIZE-SE DE CAIPIRA (TODA A FAMÍLIA) COM ROUPAS E CHAPÉU. COLOQUE UMA
MÚSICA BEM ALEGRE E DANCE NA SALA OU EM OUTRO LOCAL DA CASA, A COREOGRAFIA É LIVRE, E SERÁ
UM MOMENTO DE MUITA ALEGRIA E DIVERTIMENTO.
Proposta 5 – B (continuação)
VARIAÇÕES:
USE FOLHAS DE REVISTAS, OU ENTÃO PINTE COM LÁPIS DE COR, GIZ DE CERA OU CANETINHAS. OUTRA
OPÇÃO É FAZER BOLINHAS DE PAPEL E COLAR NA FOGUEIRA.
CASO NÃO TENHA ROUPA DE FESTA JUNINA, NÃO TEM PROBLEMA, O QUE VALE É A DIVERSÃO...
A FAMÍLIA PODE INOVAR O ARRAIÁ. EM CONJUNTO, FAÇA BANDEIRINHAS E PENDURE NO AMBIENTE,
PODENDO SEGUIR UMA SEQUÊNCIA DE CORES. EXEMPLO: AZUL, VERMELHO, VERDE...E SE NÃO TIVER
FOLHAS COLORIDAS, PINTE COM GIZ OU TINTA GUACHE.
SERÁ O ARRAIÁ DA FAMÍLIA DIVERTIDA!

OBJETIVOS: EXPRESSAR-SE LIVREMENTE POR MEIO DE DESENHO, PINTURA, COLAGEM, DOBRADURA E


ESCULTURA, CRIANDO PRODUÇÕES BIDIMENSIONAIS E TRIDIMENSIONAIS; RECONHECER E AMPLIAR
POSSIBILIDADES EXPRESSIVAS DO SEU CORPO POR MEIO DE ELEMENTOS DA DANÇA.

PRÉ-REQUISITOS: ESTIMULAR A COORDENAÇÃO MOTORA FINA E GLOBAL, A PERCEPÇÃO VISUAL, E


AUDITIVA, A ATENÇÃO, CONCENTRAÇÃO, CRIATIVIDADE E RITMO MUSICAL.
Proposta 6-B
ATIVIDADE: VARAL DAS SÍLABAS.

OBJETIVO: INTERPRETAÇÃO DA ESCRITA PARA DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO DE LEITURA, BEM


COMO O PROCESSO DE ANÁLISE E SÍNTESE E PERCEPÇÃO AUDITIVA.

MATERIAL: PAPEL, CANETINHAS, PREGADORES, BARBANTE OU O VARAL DE ROUPAS.

DESCRIÇÃO: MONTE COM RETALHOS DE PAPEL E UM BARBANTE, UM VARAL DE SÍLABAS. PEGUE UMA
FOLHA DE PAPEL E RECORTE EM TIRAS. EM CONJUNTO COM A CRIANÇA/ADOLESCENTE ESCREVA UMA
SÍLABA EM CADA TIRA DE PAPEL, MONTE O VARAL, UTILIZANDO PREGADORES PARA PRENDER AS SÍLABAS.
REALIZE A LEITURA DAS SÍLABAS ISOLADAS (SOLTAS) E DEPOIS JUNTE AS SÍLABAS PARA A FORMAÇÃO DE
PALAVRAS.
Proposta 6-B (Continuação)

VARIAÇÕES:
MONTE UM VARAL COM AS LETRAS DO ALFABETO;
MONTE UM VARAL COM FIGURAS E AS LETRAS DOS SONS INICIAIS E FINAIS;
DESENHE OU RECORTE ALGUMAS FIGURAS DE REVISTAS E PEÇA PARA A CRIANÇA/ADOLESCENTE
IDENTIFICAR NO VARAL A LETRA/SÍLABA INICIAL DE CADA FIGURA.
MONTE UM VARAL COM AS SÍLABAS COMPLEXAS (TRÊS LETRAS – CRA – CLA ...);
FAÇA NA MÃO DA CRIANÇA, A FAMÍLIA SILÁBICA, NA PALMA DA MÃO COLOCAR A CONSOANTE E NOS DEDOS AS
VOGAIS;
FORME FRASES COM AS PALAVRAS MONTADAS;
FAÇA MIMICAS DAS PALAVRAS MONTADAS.

PRÉ-REQUISITOS: DESENVOLVER A RELAÇÃO GRAFEMA X FONEMA, FLUÊNCIA DA LEITURA, ANÁLISE,


SÍNTESE E PERCEPÇÃO AUDITIVA.
Proposta 7-B

ATIVIDADE: O QUE TEM NA MALA?

OBJETIVOS: AMPLIAR O VOCABULÁRIO, ESTIMULAR A MEMÓRIA DE LONGO PRAZO E A AGILIDADE DE


PENSAMENTO.

MATERIAL: PESSOAS DA FAMÍLIA PARA DIVERSÃO.

DESCRIÇÃO: EM FAMÍLIA, VAMOS VIAJAR... SOLTE A IMAGINAÇÃO E ESCOLHA O LUGAR. PODE SER: PRAIA,
ZOOLÓGICO, OUTRA CIDADE, UM PAÍS DIFERENTE OU A CASA DE UM PARENTE QUERIDO. APÓS DEFINIR O
LUGAR, UMA PESSOA DE CADA VEZ, FALA 1 PALAVRA/OBJETO PARA COLOCAR NA MALA, E ASSIM,
SUCESSIVAMENTE, ATÉ QUE UM MEMBRO NÃO SE LEMBRE DE UMA NOVA PALAVRA OU REPITA A QUE JÁ
FOI DITA. DIANTE DA REPETIÇÃO, NÃO LEMBRANÇA OU PALAVRA FORA DO TEMA, O PARTICIPANTE DEVERÁ
PAGAR UMA PRENDA DEFINIDA PELOS OUTROS PARTICIPANTES.

EXEMPLO: A VIAGEM ESCOLHIDA FOI À PRAIA, PODE-SE DIZER: BIQUÍNI, SUNGA, CAMISETA, CHINELO,
PROTETOR SOLAR... CACHECOL (A PESSOA PERDE).
Proposta 7-B (Continuação)

VARIAÇÕES:
ESCREVA OU DESENHE OS ITENS DA MALA;
MANUSEIE OS OBJETOS COM OS OLHOS VENDADOS E ADIVINHE QUAL É:
FAÇA MÍMICA DOS ITENS COLOCADOS NA MALA;
ENCENE UMA HISTÓRIA SOBRE COMO FOI A VIAGEM;
FAÇA UM TEXTO SOBRE A VIAGEM.

PRÉ-REQUISITOS: ATENÇÃO, CONCENTRAÇÃO, MEMÓRIA, ORGANIZAÇÃO, AMPLIAÇÃO DO VOCABULÁRIO E


CRIATIVIDADE.
Proposta 8-B
ATIVIDADE: DARDOS DE AVIÃO.

OBJETIVOS: DESENVOLVER ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO. TRABALHAR O ESPÍRITO DE EQUIPE.

MATERIAL: PAPEL, JORNAL, CANETINHAS, LÁPIS E BORRACHA.

DESCRIÇÃO: FAÇA UM AVIÃO DE PAPEL (PODE UTILIZAR QUALQUER PAPEL QUE TENHA EM CASA). COM O
AUXÍLIO DE UM ADULTO, SE NECESSÁRIO, FAÇA CÍRCULOS DE TAMANHOS DIFERENTES E RECORTE. CADA
CÍRCULO RECEBERÁ UM VALOR DE PONTOS, CÍRCULOS GRANDES RECEBEM PONTUAÇÕES MENORES, E
CÍRCULOS PEQUENOS RECEBEM PONTUAÇÕES MAIORES.
INICIE COM O JOGADOR LANÇANDO O AVIÃO AO ALVO. ACERTANDO O ALVO, ANOTE EM UMA FOLHA A
PONTUAÇÃO, SOMANDO NO FINAL OS PONTOS OBTIDOS.
Proposta 8-B (Continuação)

VARIAÇÕES:

RECORTE NO JORNAL/CARTOLINA AS FORMAS GEOMÉTRICAS (QUADRADO, TRIÂNGULO E


RETÂNGULO), E DIRECIONE O ALVO. POR EXEMPLO: TENTE ACERTAR O QUADRADO.
FAÇA ALVOS NO CHÃO UTILIZANDO NÚMEROS E FORMAS GEOMÉTRICAS .

PRÉ-REQUISITOS: ATENÇÃO, CONCENTRAÇÃO, PERCEPÇÃO VISUAL E CONTAGEM.


Proposta 9-B
ATIVIDADE: JOGO DO 21.

OBJETIVO: ESTIMULAR O RACIOCÍNIO, PERCEPÇÃO VISUAL E MEMÓRIA.

MATERIAL: PAPEL, TESOURA, CANETINHAS OU CANETA.

DESCRIÇÃO: REALIZE A SOMA DOS NÚMEROS ATÉ 21 PONTOS. PARA FAZER AS CARTAS, CORTE VÁRIOS
QUADRADINHOS DE PAPEL E NUMERE DE 1 A 9. CADA NÚMERO TERÁ 4 QUADRADINHOS, PORÉM PARA O
NÚMERO 10, SERÃO NECESSÁRIOS 9 QUADRADINHOS (MODELO).
A ATIVIDADE DEVE SER REALIZADA COM NO MÍNIMO 2 PESSOAS. O JOGADOR INICIA COM 2 CARTAS, E O
RESTANTE DAS CARTAS FICA NO CENTRO DA MESA.
COMBINE ANTES QUEM SERÁ O PRIMEIRO, AS CARTAS NA MÃO SÃO SOMADAS ATÉ CHEGAR A 21 OU UM
NÚMERO MAIS PRÓXIMO, SE A NUMERAÇÃO QUE ESTÁ NAS CARTAS FOR MENOR QUE 21, O JOGADOR
PODE COMPRAR CARTAS DA MESA, MAS CUIDADO, SE PASSAR DE 21 PERDERÁ O JOGO. ASSIM QUE
QUISER PARAR DE COMPRAR CARTAS DA MESA PASSE A VEZ PARA O PRÓXIMO JOGADOR, ELE SOMARÁ O
QUE TEM NA MÃO E DECIDIRÁ SE QUER COMPRAR CARTAS OU NÃO. QUANDO TODOS TERMINAREM A
RODADA TERÁ QUE VERIFICAR QUANTOS PONTOS CADA JOGADOR FEZ. QUEM SOMAR 21 OU SE
APROXIMAR DESTE NÚMERO GANHA O JOGO, QUEM PASSAR DO 21 ESTARÁ FORA DESTA RODADA.

VARIAÇÕES: USAR AS CARTAS PARA REALIZAR AS OPERAÇÕES (SUBTRAÇÃO,


MULTIPLICAÇÃO OU DIVISÃO).

PRÉ-REQUISITOS: DISCRIMINAÇÃO VISUAL, COORDENAÇÃO VISO MOTORA, CÁLCULO


MENTAL, ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO.
Proposta 9-B (Continuação)

1 2 3 4 5 6 7 8 9
1 2 3 4 5 6 7 8 9
1 2 3 4 5 6 7 8 9
1 2 3 4 5 6 7 8 9
10 10 10
10 10 10
10 10 10
Proposta 10-B
ATIVIDADE: SEQUÊNCIA E QUANTIDADE.

OBJETIVOS: UTILIZAR ESTRATÉGIAS DE CONTAGEM, CLASSIFICAÇÃO, SERIAÇÃO; ESCRITA DOS NÚMEROS


DE FORMA ESPONTÂNEA.

MATERIAL: PAPEL, LÁPIS DE COR OU GIZ DE CERA, LÁPIS E BORRACHA;

DESCRIÇÃO: CONTE AS FRUTAS QUE ESTÃO NA ÁRVORE. UTILIZE PARA A CONTAGEM, MATERIAL
CONCRETO (LÁPIS, TAMPINHAS...).
1- AJUDE A MÔNICA E O CHICO BENTO A CONTAR, QUANTAS FRUTINHAS TEM NA ÁRVORE?

2-CONTE AS FRUTAS E ESCREVA O NÚMERO AQUI :


Proposta 10-B (continuação)
3- DESENHE 3 FRUTAS E PINTE DE VERMELHO:

Variações:

USE PANFLETOS DE SUPERMERCADOS OU PAPÉIS PARA A CONFECÇÃO DAS BOLINHAS.


ESCOLHA BRINQUEDOS, POTES, PEÇAS DE MONTAR E OU TAMPINHAS DE GARRAFA. CLASSIFIQUE POR
CORES, FORMAS E TAMANHOS, CONTE FAZENDO RELAÇÃO COM NÚMERO E QUANTIDADE.

PRÉ-REQUISITOS: COORDENAÇÃO MOTORA, ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO;


Proposta 11-B
ATIVIDADE: QUEM FAZ O QUÊ?

OBJETIVO: ATRAVÉS DO JOGO QUEM FAZ O QUÊ? PERCEBER OS ELEMENTOS NECESSÁRIOS PARA SE
FORMAR UMA FRASE SIMPLES (SEM CONJUGAR O VERBO).

DESCRIÇÃO: COM O APOIO DAS FICHAS MONTE UMA FRASE.

MATERIAIS: FICHAS E TESOURA.

EXECUÇÃO:

1- RECORTE E ORGANIZE AS
FICHAS, COMO NO EXEMPLO.
Proposta 11-B (continuação)
2- VIRE UMA FICHA DE
CADA.

3-VEJA SE ESTÁ CERTA OU ERRADA.


Proposta 11-B (continuação)

CERTA!!! FICHAS SÃO SUAS.

ERRADO!!! COLOCAR AS FICHAS EMBAIXO NA PILHA E EMBARALHAR.


Proposta 11-B (continuação)
ORIENTAÇÕES:
1- FAÇA OUTRAS FICHAS COM OBJETOS/ANIMAIS/VERBOS/FOTOS DE PESSOAS DA FAMÍLIA. HÁ FICHAS EM BRANCO NO ANEXO.
2- PARA OS MAIORES, COMBINAR O TEMPO VERBAL (PRESENTE, PASSADO, FUTURO) E COBRAR A CONJUGAÇÃO.
3- AOS MENORES PEDIR PARA “LER” E TIRAR AS FICHAS OU VIRE A PEÇA QUE ILUSTRA A FRASE NO CADERNO.

Anexo:
Proposta 11-B (continuação)
Proposta 12-B

ATIVIDADE: ORIENTAÇÃO ESPACIAL COM SETAS

OBJETIVOS: DESENVOLVER A ORIENTAÇÃO ESPACIAL; CONHECER E IDENTIFICAR AS FORMAS


GEOMÉTRICAS, E ESTIMULAR A CRIATIVIDADE.

MATERIAL: PAPEL OU PAPELÃO, RÉGUA, LÁPIS DE COR, LÁPIS, BORRACHA, GIZ OU FITA CREPE;

DESCRIÇÃO: REPRODUZIR FIGURAS PRÉ-ESTABELECIDAS, PINTAR E CRIAR FIGURAS NO PAPEL.

1-A) RISQUE A MALHA QUADRICULADA NO CHÃO OU PAPEL: SENDO 10 QUADRADOS, COM ESPAÇOS
DE 20 CM NA HORIZONTAL E NA VERTICAL (PODE USAR TINTA GUACHE, GIZ OU FITA CREPE);

B) RECORTE OU DESENHE EM UM PAPELÃO A FIGURA DE UM GATINHO, E DE UMA BOLA;

C) RECORTE NO PAPELÃO 20 SETAS, OU MAIS DE 10CM CADA: PEDIR PARA CRIANÇA COLOCAR AS
SETAS NOS QUADRADOS E LEVAR O GATINHO ATÉ A BOLA PARA BRINCAR;
Proposta 12-B (continuação)

2-A) RISQUE EM UMA FOLHA DE SULFITE, UMA MALHA QUADRICULADA DE 2CM X 2CM TOTALIZANDO 15
QUADRADOS NA HORIZONTAL E 15 NA VERTICAL;

B) CORTE DIVERSOS QUADRADOS DE 2CM X 2CM E PINTE;

C) FORME DIVERSAS FIGURAS GEOMÉTRICAS, SOBREPONDO OS PAPÉIS NA MALHA;

3- REPRODUZA NO PAPEL FIGURAS PRÉ-ESTABELECIDAS E CRIE OUTRAS;

EXECUÇÃO:
1-EXEMPLO:
Proposta 12-B (continuação)

AJUDAR

GATINHO

BRINCAR

BOLA
Proposta 12-B (continuação)
2-EXEMPLO:

QUADRADOS

COLORIDOS

SOBREPOR

FAZER

FIGURAS
Proposta 12-B (continuação)

PAPEL OU CADERNO FIGURA COPIAR

VARIAÇÕES:
INDIQUE UM CAMINHO PARA A CRIANÇA, DIZENDO PARA CIMA OU PARA BAIXO, À DIREITA OU À
ESQUERDA.

PRÉ-REQUISITOS: COORDENAÇÃO MOTORA, ORIENTAÇÃO ESPACIAL E CRIATIVIDADE.


Proposta 13-B
ATIVIDADE: LER, ESCREVER, PENSAR, CONVERSAR, OUVIR, CANTAR E DANÇAR.

OBJETIVOS: LEITURA E ESCRITA. DISCRIMINAÇÃO DOS SENTIDOS: TATO, VISÃO E AUDIÇÃO.

DESCRIÇÃO: PESQUISAR, LER , ESCREVER E COMPLETAR. USANDO LÁPIS OU REGLETE.

AMIGO ESTOU AQUI-TOY STORY

O QUE EU QUERO É VER O SEU BEM


AMIGO, ESTOU AQUI! (2 VEZES) AMIGO, ESTOU AQUI! (2 VEZES)
SE A FASE É RUIM OS OUTROS PODEM SER ATÉ BEM MELHORES DO QUE EU
E SÃO TANTOS PROBLEMAS QUE NÃO TÊM FIM BONS BRINQUEDOS SÃO
NÃO SE ESQUEÇA QUE OUVIU DE MIM PORÉM, AMIGO SEU É COISA SÉRIA
AMIGO, ESTOU AQUI! (2 VEZES) POIS É OPÇÃO DO CORAÇÃO, VIU?
AMIGO, ESTOU AQUI! (2 VEZES) O TEMPO VAI PASSAR
OS SEUS PROBLEMAS SÃO MEUS TAMBÉM OS ANOS VÃO CONFIRMAR
E ISSO EU FAÇO POR VOCÊ E MAIS NINGUÉM AS TRÊS PALAVRAS QUE PROFERI
AMIGO, ESTOU AQUI! (3 VEZES)
Proposta 13-B (continuação)
1.A - LER A LETRA DA MÚSICA (TOY STORY), CONVERSAR SOBRE O DIA DO AMIGO (20.07). SE PUDER, ENTRE
NO YOUTUBE E ASSISTA AO VÍDEO: <https://www.youtube.com/watch?v=AcHrx0YtUBk&t=6s> DESAFIO: VAMOS
CANTAR E DANÇAR JUNTOS! VAMOS COMEMORAR A AMIZADE!

RECORTE UM CORAÇÃO BEM GRANDE (PODE COLAR DUAS FOLHAS SULFITE) E DEPOIS ESCREVER NELE
PALAVRAS E NOMES DE SEUS AMIGOS. EXEMPLOS: JOSÉ, AMOR, PERDÃO, GENTILEZA, LARA...

CONVERSAR SOBRE A “AMIZADE” E DIZER COMO PODEMOS SER UM BOM AMIGO.


JOGAR O JOGO DA FORCA, USANDO PALAVRAS REFERENTES A AMIZADE. EXEMPLOS: SOLIDARIEDADE /
PARCERIA / RESPEITO.
2.A - ASSISTIR AO CLIPE << https://www.youtube.com/watch?v=AcHrx0YtUBk&t=6s>> DESAFIO: VAMOS CANTAR E
DANÇAR JUNTOS! VAMOS COMEMORAR A AMIZADE!
B. BRINCAR DE STOP DA AMIZADE (ORAL OU ESCRITO). PARA CADA LETRA SORTEADA (PODE USAR OS
DEDOS DOS PARTICIPANTES) UMA QUALIDADE. EXEMPLOS: “L”: LEALDADE / “A” : AMIGO /

VARIAÇÕES: AMPLIAÇÃO DO MATERIAL SE NECESSÁRIO E CONFORTÁVEL. ACIONAR


ACESSIBILIDADE PARA OUVIR TODAS AS ATIVIDADES.

PRÉ-REQUISITOS: LEITURA E ESCRITA DE PALAVRAS.


Proposta 13-B (continuação)

REFERÊNCIA:
Imagens: Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngüe da língua de sinais brasileira. Disponível
em:
<https://books.google.com.br/books?id=N-ybDVKtBygC&printsec=frontcover&hl=pt-BR#v=onep
age&q&f=false> Acesso em: 06 jul.2020
HONORA, M. FRIZANCO, M. Livro Ilustrado de Língua Brasileira de Sinais.

A TURMA DO SEU LOBATO. Dancinha do corpo – A turma do seu Lobato (volume 3- música infantil)
(2m58s)2019. Disponível em: << HTTPS://WWW.YOUTUBE.COM/WATCH?V=K0J0TK0BR9C>>
Acesso em: 16 jul. 2020.

BOB ZOOM. Cabeça, ombro, joelho e pé-Bob Zoom/vídeo infantil musical oficial. (2m08s)2018.
Disponível em: << https://www.youtube.com/watch?v=vDee2bF8Xls>> Acesso em 16 jul. 2020.

CASTRO BROTHERS. Amigo ,estou aqui! Com Zé da Viola, Woody e Buzz Lightyer. (Marco Ribeiro
e Guilherme Briggs) (4m45s) 2019. Disponível em:
https://www.youtube.com/watch?v=AcHrx0YtUBk&t=6s Acesso em: 17 jul.2020.
ATENDIMENTO
EDUCACIONAL
ESPECIALIZADO
PROPOSTAS DE ATIVIDADES
PARA SEMANA
DE 03/08/2020 A 07/08/2020
PROPOSTA 1 - A
ATIVIDADE: CARAS E BOCAS.

DESCRIÇÃO: FRENTE AO ESPELHO OU APARELHO CELULAR FAÇA DIFERENTES CARETAS PARA A CRIANÇA REPETIR,
(CARETAS DE CHORO, GARGALHADAS, BRAVO... ENTRE OUTRAS). REPITA VÁRIAS VEZES, ESTIMULANDO ATÉ QUE A
CRIANÇA FAÇA AS SUAS PRÓPRIAS CARETAS.

VARIAÇÕES:
1. MOSTRE FIGURAS COM DIFERENTES EXPRESSÕES PARA A CRIANÇA IMITAR.
2. PROCURE EM REVISTAS PESSOAS COM DIFERENTES EXPRESSÕES;
3. DISPONIBILIZE DUAS EXPRESSÕES DIFERENTES, UMA AO LADO DIREITO E OUTRA AO LADO ESQUERDO DA
CRIANÇA E PERGUNTE ONDE ENCONTRA-SE A EXPRESSÃO ESCOLHIDA, PARA QUE A CRIANÇA ENCONTRE POR
VARREDURA VISUAL.
4. PROCURE EXPRESSÕES EM REVISTAS E SEPARE POR CATEGORIAS, SOMENTE PESSOAS SORRINDO,
CHORANDO, ASSUSTADAS...
5. SOLICITE QUE A CRIANÇA FECHE OS OLHOS E ATRAVÉS DO TATO ADIVINHE A EXPRESSÃO FACIAL DA PESSOA
QUE ESTÁ A SUA FRENTE.

OBJETIVOS: PERCEPÇÃO VISUAL E ATENÇÃO.

PRÉ-REQUISITOS: PERCEPÇÃO VISUAL E MEMORIZAÇÃO.


PROPOSTA 2 - A
ATIVIDADE: MINI GOLFE DE LENÇOL.

MATERIAIS NECESSÁRIOS: LENÇOL, BOLINHA DE PLÁSTICO, DE MEIA OU DE PAPEL.

DESCRIÇÃO: PEGUE UM LENÇOL/TECIDO (QUE POSSA SER CORTADO/FURADO, QUE DEPOIS PODERÁ SER USADO
PARA PINTURA OU OUTRA FINALIDADE) FAÇA UM FURO BEM NO MEIO, (UM BURAQUINHO DO TAMANHO DE UMA
BOLINHA DE PLÁSTICO). CADA PARTICIPANTE SEGURARÁ NAS PONTAS DO LENÇOL. QUANDO TODAS AS PONTAS
ESTIVEREM SEGURAS, JOGUE UMA BOLINHA NO MEIO DO LENÇOL. O OBJETIVO É ROLAR A BOLINHA ATÉ ENCAIXÁ-LA
NO BURAQUINHO (FEITO NO CENTRO DO TECIDO) DO MINI GOLFE DE LENÇOL.

VARIAÇÕES:
1. AMARRE O LENÇOL NO PÉ DE UMA CADEIRA OU CAMA E SEGURE O LENÇOL NO ALTO. A CRIANÇA JOGA A BOLINHA
NA PARTE MAIS ALTA PARA QUE ELA ESCORREGUE E ACERTE UM ALVO QUE ESTA NA PARTE DE BAIXO (UM
POTINHO, UM COPINHO OU ATÉ MESMO UM PEDAÇO DE PAPEL);
2. TATEIE O TECIDO, ENCONTRE O BURACO E DEPOIS JOGUE A BOLINHA COM A INTENÇÃO DE ACERTAR O ALVO;

OBJETIVOS: ESTIMULAR A SOCIALIZAÇÃO FAMILIAR, RESPEITO UM COM O OUTRO E INTERESSE.

PRÉ-REQUISITOS: PERCEPÇÃO VISUAL, COORDENAÇÃO MOTORA E ATENÇÃO.


PROPOSTA 3 - A
ATIVIDADE: DRAMATIZAR SITUAÇÕES AO TELEFONE.

MATERIAIS NECESSÁRIOS: TELEFONE DE BRINQUEDO OU ALGUM OBJETO QUE POSSA SIMBOLIZAR UM TELEFONE.

DESCRIÇÃO: COM UM TELEFONE DE BRINQUEDO OU ALGUM OBJETO QUE SIMBOLIZE UM TELEFONE, A CRIANÇA IMITARÁ
CONVERSAS AO TELEFONE. CONVERSE SOBRE DIFERENTES ASSUNTOS (DANDO UM RECADO, CONVIDANDO PARA UM
EVENTO, FELICITANDO UM AMIGO OU PARENTE E TUDO O QUE A IMAGINAÇÃO PERMITIR).

VARIAÇÕES:
1. RECORTE FIGURAS DE REVISTAS OU ANEXO (ANIMAIS, ROUPAS, BRINQUEDOS...) E USANDO O TELEFONE PEÇA PARA
A CRIANÇA PEGAR UMA FIGURA OU APENAS OLHAR PARA A FIGURA PEDIDA.
2. PELO TELEFONE COMBINE UM ASSUNTO COM A CRINAÇA, FALE O ASSUNTO COMBINADO, A CRIANÇA DEVE BATER
PALMAS. POR EXEMPLO: O ASSUNTO COMBINADO É BRINQUEDO, O ADULTO FALARÁ OU MOSTRARÁ VÁRIAS OUTRAS
PALAVRAS, QUANDO FALAR OU MOSTRAR O NOME DE UM BRINQUEDO A CRIANÇA DEVERÁ BATER PALMAS.

OBJETIVOS: IDENTIFICAR RELAÇÕES ENTRE SUA PESSOA E O MUNDO DAS OUTRAS PESSOAS E DOS OBJETOS;
DEMONSTRAR COOPERAÇÃO E RESPONSABILIDADE; DEMONSTRAR RESPEITO ÀS REGRAS DE VIDA EM GRUPO.

PRÉ-REQUISITO: SOCIALIZAÇÃO, AUTONOMIA E RELAÇÃO DO EU COM O OUTRO.


PROPOSTA 3 - A (CONTINUAÇÃO)
SUGESTÕES DE FIGURAS PARA APRESENTAR PARA CRIANÇA

IMAGENS AÇÕES
PROPOSTA 4 - A
ATIVIDADE: QUEM SOU EU?

MATERIAIS NECESSÁRIOS: FOLHAS, GIZ DE CERA, REVISTAS, PALITOS, TINTA GUACHE, CANETINHAS OU LÁPIS.

DESCRIÇÃO: PEÇA À CRIANÇA QUE RESPONDA PERGUNTAS SOBRE SEUS GOSTOS E DADOS PESSOAIS, SUA IDENTIDADE.
EXEMPLOS DE PERGUNTAS: QUAL É O SEU NOME? QUANTOS ANOS VOCÊ TEM? QUAL SUA COR PREFERIDA?. AS
PERGUNTAS DEVERÃO SER RESPONDIDAS PELA CRIANÇA DE FORMA LIVRE, ISTO É, DA FORMA COMO SOUBER, POR
EXEMPLO: ESCREVER O NÚMERO QUE REPRESENTA A SUA IDADE, DESENHAR VELINHAS OU TRAÇOS, MOSTRAR COM OS
DEDOS OU FALAR A IDADE.

VARIAÇÕES:
1. MONTE UM ÁLBUM, USANDO FOLHAS OU UM CADERNO. MOSTRE AS RESPOSTAS DA CRIANÇA. POR EXEMPLO: COLE
GRAVETOS OU PALITOS DE FÓSFORO REPRESENTANDO A IDADE DA CRIANÇA E DOS FAMILIARES. FAÇA DESENHOS OU
RECORTES DE REVISTAS DAS PREFERÊNCIAS DE TODA A FAMÍLIA, COMO A COR PREFERIDA. SE POSSÍVEL,
ACRESCENTE UMA FOTO DA CRIANÇA E DE TODA A FAMÍLIA, OU FAÇA DESENHOS.
2. AJUDE A CRIANÇA A MONTAR UM ÁLBUM DIFERENTE. EXPLORANDO O TATO. EXEMPLO: QUAL A ESTAÇÃO DO ANO
PREFERIDA DA CRIANÇA/FAMÍLIA? VERÃO, COLE AREIA, REPRESENTANDO O SOL OU PRAIA. INVERNO, COLE ALGODÃO,
REPRESENTADO ROUPAS OU COBERTOR. OUTONO: COLE FOLHAS SECAS. PRIMAVERA: COLE FLORES.
3. QUEM É MINHA FAMÍLIA? FECHE OS OLHOS E ATRAVÉS DO TATO, DESCUBRA QUEM É CADA INTEGRANTE DA CASA. A
CRIANÇA OU UM ADULTO PODE AJUDAR, VERBALIZANDO AS CARACTERÍSTICAS. EXEMPLO: NARIZ, BOCA (GRANDE/
PEQUENA).
PROPOSTA 4 - A (CONTINUAÇÃO)
4 . USE IMAGENS DE PANFLETOS OU REVISTAS E SOLICITE À CRIANÇA QUE PROCURE ALGO SEMELHANTE EM SUA
CASA. SE POSSÍVEL, DEIXE OS ITENS SEMELHANTES SEPARADOS, PARA QUE A CRIANÇA BUSQUE FACILMENTE.
EXEMPLO: IMAGEM DE UM PRATO E O PRATO DA RESIDÊNCIA, UM OBJETO DA COR FAVORITA E UM LÁPIS DA MESMA
COR, FOTO DA CRIANÇA E DE OUTRA CRIANÇA, PARA QUE ELA SE IDENTIFIQUE NA IMAGEM.

OBJETIVOS: AMPLIAR AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS,


DESENVOLVENDO ATITUDES DE PARTICIPAÇÃO E
COOPERAÇÃO; AGIR DE MANEIRA INDEPENDENTE,
COM CONFIANÇA EM SUAS CAPACIDADES,
RECONHECENDO SUAS CONQUISTAS E LIMITAÇÕES.

PRÉ-REQUISITOS: COORDENAÇÃO MOTORA,


PERCEPÇÃO AUDITIVA,ATENÇÃO E CONCENTRAÇÃO.
PROPOSTA 5 - A
ATIVIDADE: BOLA NA LETRA.

DESCRIÇÃO: RECONHECER E ORGANIZAR AS LETRAS DO SEU NOME.


COM UMA CANETINHA ESCREVA AS LETRAS VARIADAS E AS LETRAS DO NOME DA CRIANÇA EM COPINHOS DESCARTÁVEIS,
GARRAFA PET, LATINHA OU ROLINHO DE PAPEL.
PEGUE UMA BOLA QUALQUER OU CONFECCIONE (DE PAPEL, MEIA ETC.).
COLOQUE OS COPOS NO CHÃO, COM A LETRA VIRADA PARA A CRIANÇA.
FALE A LETRA E A CRIANÇA CHUTARÁ A BOLA PARA DERRUBAR O COPINHO COM A LETRA PEDIDA.
COMECE A BRINCADEIRA COM UMA DISTÂNCIA CURTA E AUMENTE A DISTÂNCIA AOS POUCOS E SE NECESSÁRIO.
PEÇA PARA A CRIANÇA MONTAR O SEU NOME USANDO OS COPINHOS COM AS LETRAS. FAÇA O REGISTRO DAS LETRAS EM FOLHA
OU CADERNO.

VARIAÇÕES:
1. MONTE COM AS LETRAS O NOME DO FAMILIAR, AMIGO, ANIMAL, ENTRE OUTROS. PODE SER APENAS A LETRA INICIAL DO
NOME OU O NOME TODO.
2. UTILIZE NO LUGAR DA BOLA, PRATO DESCARTÁVEL OU PEDAÇO DE PAPELÃO COM UM CORTE DE FORMATO DE CÍRCULO NO
MEIO E LANCE NO COPINHO OU GARRAFA PET. A CRIANÇA PODE APENAS APONTAR/ INDICAR A LETRA.
3. COLE BARBANTE OU AREIA NAS LETRAS E USE O TATO PARA RECONHECE-LAS. AJUDE NA IDENTIFICAÇÃO DAS LETRAS DO
NOME, EM SEGUIDA DEIXE A CRIANÇA REALIZAR SEM APOIO.

OBJETIVOS: RECONHECER AS LETRAS E ESTIMULAR A COORDENAÇÃO MOTORA.

PRÉ-REQUISITO: DISCRIMINAÇÃO VISUAL, AMPLIAÇÃO DO VOCABULÁRIO, COORDENAÇÃO MOTORA GROSSA, ATENÇÃO E


CONCENTRAÇÃO.
PROPOSTA 6 - A
ATIVIDADE: ACHE O ERRO.

OBJETIVOS: IDENTIFICAR OS SONS E SUAS REPRESENTAÇÕES E RELACIONAR ELEMENTOS SONOROS.

MATERIAL: TEXTOS DA ATIVIDADE, CANETINHAS OU LÁPIS DE COR.

DESCRIÇÃO: LER OS TEXTOS E IDENTIFICAR O SOM TROCADO.

VARIAÇÕES:
1. DRAMATIZE COM FANTOCHE A LEITURA DO TEXTO. (USE MATERIAIS RECICLADOS)
2. REALIZE UMA NOVA LEITURA E IDENTIFIQUE AS PALAVRAS QUE RIMAM;
3. CRIE UMA LISTA DE PALAVRAS COM LETRAS TROCADAS E DESAFIE ALGUÉM DA SUA FAMÍLIA.

PRÉ-REQUISITOS: ANÁLISE-SÍNTESE AUDITIVA E ATENÇÃO SELETIVA.


PROPOSTA 6 - A (continuação)
O PADEIRO A MENTIRA

COMO TODOS OS DIAS, ANTÔNIO PAIU DE CASA BEM MARCOS NÃO QUERIA FAZER A DAREFA E FOI ESCONDIDO
CEDO DARA COMPRAR PÃO. JOCAR BOLA COM SEU OMIGO LUIZ.

LEVOU O CINHEIRO ENROLADO NA MÃO. PELA RUA FOI COLENDO E DIZENDO: __ ISSO É O QUE EU
SEMPLE QUIS!
QUANDO CHEGOU À CADARIA VIU QUE AINDA ASTAVA
FECHADA. NO PARQUE BARECIA TUDO CELTO.

VICOU PREOCUPADO COM SEU AMIGO MACHADO. ELE ESTAVA SE ACHANDO MUITO OSPERTO.

BATEU NA POLTA DESESPERADO. MAS, MARCOS CAIU E MACHUCOU O JOELHO.

SEU MACHADO ABRIU A POLTA ASSUSTADO. LUIZ PRECISOU CHANAR A MÃE DELE. AGORA ELE
ESTAVA DODO VERMELHO!
QUANDO FIU QUE ERA O ANTÔNIO, DISSE ZANGADÃO:
É, A MENTILA TEM PERNA CURTA!
__ VOCÊ NÃO ESTÁ SABENDO DO HORÁRIO DE FERÃO?

GABARITO: T, G, A, RR, R, P, R, E, M, T, R
GABARITO: S, P, D, P, E, F, R, R, V, V
PROPOSTA 7 - A
ATIVIDADE: JOGO DAS PALAVRAS.

OBJETIVO: ESTIMULAR E DESENVOLVER O VOCABULÁRIO, ESTRATÉGIA DE IMPROVISO E RAPIDEZ DE RACIOCÍNIO.

MATERIAL: PAPEL OU PAPELÃO, LÁPIS, BORRACHA E TESOURA.


CONFECCIONE 6 CARTINHAS COM AS LETRAS DO ALFABETO E 4 CARTINHAS CORINGAS EM BRANCO.

DESCRIÇÃO: FORME A PALAVRA “JOGO” E EMBARALHE AS OUTRAS CARTAS. DEPOIS, DISTRIBUA 8 CARTAS PARA CADA
JOGADOR. COM AS CARTAS QUE SOBRARAM, FORME UM MONTE. JOGUE “PAR OU ÍMPAR” O GANHADOR INICIA O JOGO. OLHE
AS SUAS 8 CARTAS E ESCOLHA 1 CARTA QUE FORMARÁ OUTRA PALAVRA, A PARTIR DA PALAVRA INICIAL.
EXEMPLO: O JOGADOR PODE COBRIR A LETRA “J” DA PALAVRA “JOGO” COM A LETRA “L” FORMANDO A PALAVRA “LOGO”. O
PRÓXIMO JOGADOR DEVE FAZER O MESMO. CASO O JOGADOR TENHA 1 CARTA EM BRANCO ELE PODE USAR PARA COBRIR
QUALQUER LETRA E FORMAR UMA NOVA PALAVRA. CASO UM DOS JOGADORES NÃO CONSIGA FORMAR UMA NOVA PALAVRA
COM AS CARTAS QUE POSSUI, ELE COMPRA 1 CARTA NO MONTE, ATÉ ENCONTRAR ALGUMA CARTA QUE POSSA UTILIZÁ-LA
PARA FORMAR UMA NOVA PALAVRA. SE ACABAR AS CARTAS DO MONTE, PASSA-SE A VEZ. GANHA O JOGO QUEM UTILIZAR
TODAS AS CARTAS PRIMEIRO.
PROPOSTA 7 - A (CONTINUAÇÃO)
VARIAÇÕES:
1. REGISTRE AS PALAVRAS FORMADAS;
2. ESCOLHA ALGUMAS PALAVRAS E FORME FRASES;
3. DESENHE OU FAÇA MÍMICA DAS PALAVRAS, QUEM CONSEGUE ADVINHAR?

PRÉ-REQUISITOS: AMPLIAÇÃO DE VOCABULÁRIO, MEMÓRIA, ATENÇÃO, CONCENTRAÇÃO E DISCRIMINAÇÃO VISUAL E


AUDITIVA, FREIO INIBITÓRIO.
PROPOSTA 8 - A
ATIVIDADE: PAR COM PAR.

OBJETIVOS: CONCEITO DE IGUALDADE, NÚMEROS PARES E SEQUÊNCIA NUMÉRICA DE 2 EM 2.

MATERIAL: PARES DE MEIAS, CAIXA OU SACOLA, LÁPIS, BORRACHA E PAPEL.

DESCRIÇÃO: COLOQUE PARES DE MEIAS DIFERENTES, MISTURADAS EM UMA CAIXA OU SACOLA. ORGANIZE OS PARES E
CONTE.

VARIAÇÕES:
1. FORME PARES POR TAMANHOS E CORES;
2. CONTE DE 2 EM 2;
3. ESCREVA OS NÚMEROS DE 2 EM 2 ATÉ 10, 12, 20, 30 OU MAIS;
4. PROCURE EM CASA OBJETOS QUE FORMAM PARES. (EXEMPLOS: CALÇADOS, LUVAS, BRINCOS, OBJETOS DA COZINHA,
ENTRE OUTROS);
5. DESENHE OU ESCREVA O QUE ENCONTRAMOS EM NOSSO CORPO (EM PARES)? EXEMPLO: MÃOS, OLHOS...
6. PERGUNTE DE QUEM É A MEIA? SE É GRANDE, PEQUENA, QUAL A MAIOR, MENOR. FAÇA COM OS OLHOS FECHADOS.
TENTE!
7. DESENHE A SEQUÊNCIA DAS MEIAS DA MENOR PARA A MAIOR OU VICE-VERSA;
8. ORGANIZE AS MEIAS PARA GUARDAR.

PRÉ-REQUISITOS: DISCRIMINAÇÃO VISUAL, SERIAÇÃO, ORDENAÇÃO, SEQUÊNCIA E COORDENAÇÃO MOTORA.


PROPOSTA 9 - A
ATIVIDADE: TRILHA.

OBJETIVO: ESTIMULAR O CÁLCULO MENTAL DAS OPERAÇÕES.

MATERIAL: ATIVIDADE IMPRESSA, LÁPIS, BORRACHA E MATERIAIS PARA CONTAGEM (PALITOS, LÁPIS ...).

DESCRIÇÃO: REALIZE AS 4 OPERAÇÕES MATEMÁTICAS (ADIÇÃO, SUBTRAÇÃO, MULTIPLICAÇÃO E DIVISÃO), PRA CONCLUIR O
CAMINHO DA TRILHA.

VARIAÇÕES:
1. REGISTRE EM UMA FOLHA AS CONTAS REALIZADAS;
2. COLOQUE EM ORDEM CRESCENTE E DECRESCENTE OS RESULTADOS DAS OPERAÇÕES;
3. CONFIRA OS RESULTADOS COM AUXILIO DE UMA CALCULADORA.

PRÉ-REQUISITOS: ATENÇÃO, CONCENTRAÇÃO, HABILIDADES VISUAIS E CÁLCULO MENTAL .


PROPOSTA 9 - A (CONTINUAÇÃO)
PROPOSTA 10 - A
ATIVIDADE: QUEBRA-CABEÇA.

OBJETIVOS: NOMEAR OS NÚMEROS; ASSOCIAR NÚMEROS E QUANTIDADES; CONTAR DE 1 ATÉ 9 ORALMENTE.

MATERIAL: COLA, TESOURA, CARTOLINA OU PAPELÃO E LÁPIS DE COR.

DESCRIÇÃO: PINTE AS BOLINHAS, COM A QUANTIDADE INDICADA PELOS NÚMEROS. COLE NO PAPELÃO OU NA
CARTOLINA, ASSIM FICARÁ MAIS FIRME. RECORTE AS PEÇAS E JUNTE AS PARTES DAS FIGURAS CONFORME A
QUANTIDADE.

VARIAÇÕES:
1. MONTE COM TODOS DA FAMÍLIA OU INDIVIDUALMENTE;
2. FAÇA PERGUNTAS, COMO: QUANTAS PEÇAS TEM? INDIQUE UM NÚMERO E PERGUNTE QUAL NÚMERO É?
PROPOSTA 10 - A (CONTINUAÇÃO)
PROPOSTA 11 - A
ATIVIDADE: QUAL É A PALAVRA?

OBJETIVOS: ESTIMULAR A PRÁTICA DA ESCRITA ALFABÉTICA; UTILIZAR CONHECIMENTOS PRÉVIOS SOBRE A ESCRITA;
APERFEIÇOAR O VOCABULÁRIO.

MATERIAL: TIRA DE PAPEL, LÁPIS E BORRACHA, REVISTAS PARA RECORTE, TESOURA, COLA E FICHAS COM IMAGENS.

DESCRIÇÃO: FAÇA AS FICHAS COM AS IMAGENS ESCOLHIDAS NAS REVISTAS, GIRE A ROLETA E ESCOLHA UMA LETRA.
FAÇA ISSO ATÉ DESCOBRIR A PALAVRA . NÃO ESQUEÇA: UMA VEZ VOCÊ, UMA VEZ O OUTRO JOGADOR.

1-PEGAR 1 DE CADA 2-JUNTAR

TIRA DE PAPEL EM BRANCO


=
3- PEGAR 5 4-PEGAR 1 FICHA
PROPOSTA 11 - A (CONTINUAÇÃO)

5-COPIAR A PALAVRA 6- CUBRA AS LETRAS

7-ESCOLHA QUAL JOGADOR VAI ADIVINHAR AS LETRAS 8-GIRAR A ROLETA, E ESCOLHER UMA DAS 3 LETRAS

9- TEM A LETRA, TIRA O DETETIVE 10- NÃO TEM A LETRA, AVISA O AMIGO
PROPOSTA 11 - A (CONTINUAÇÃO)
PRÉ-REQUISITO: ATENÇÃO, PERCEPÇÃO VISUAL E CONCENTRAÇÃO.

ANEXO I (FAÇA 1 PEÇA DE CADA, PARA CADA JOGADOR, PODE SER FEITA EM PAPELÃO.)
PROPOSTA 11 - A (CONTINUAÇÃO)
ANEXO II (SÓ UMA PEÇA, SERÁ UTILIZADA POR TODOS.)
PROPOSTA 12 - A
ATIVIDADE: ANTECESSOR, SUCESSOR, NOME DOS NÚMEROS E PROBLEMAS ENVOLVENDO MULTIPLICAÇÃO;

OBJETIVOS: POSSIBILITAR A COMPREENSÃO QUANTO A ORDEM NUMÉRICA, DESENVOLVER A ATENÇÃO QUANTO A ESCRITA DOS
NÚMEROS E RACIOCÍNIO.

MATERIAL: LÁPIS, BORRACHA E PAPEL.

DESCRIÇÃO: 1- ESCREVA NOS ESPAÇOS O ANTECESSOR E SUCESSOR;


2- ESCREVA O NOME DOS NÚMEROS;
3- LEIA OS PROBLEMAS, CALCULE A MULTIPLICAÇÃO E RESPONDA.

1-
8 4
NÚMERO
9 3

ANTES 1 6

7 2
DEPOIS

5 10
QUAL?
PROPOSTA 12 - A (CONTINUAÇÃO)
2-

NOME NÚMERO ESCREVER


PROPOSTA 12 - A (CONTINUAÇÃO)
3-

LER MULTIPLICAR RESPOSTA ESCREVER

MAMÃE GANHOU DE UMA CÁLCULO


AMIGA 3 CAIXAS DE FLORES
COM 16 FLORES EM CADA
CAIXA, QUANTAS FLORES
MAMÃE GANHOU?

R:_________________________

PEDRO FOI A LOJA E


COMPROU 4 AQUÁRIOS COM CÁLCULO
10 PEIXINHOS EM CADA.
QUANTOS PEIXINHOS PEDRO
COMPROU AO TODO?

R:_________________________
PROPOSTA 12 - A
KAUÃ PRESENTEOU O CÁLCULO
IRMÃO COM 5 PACOTINHOS
DE FIGURINHAS, TENDO 5
FIGURINHAS EM CADA
PACOTINHO. O IRMÃO DO
KAUÃ GANHOU QUANTAS
FIGURINHAS?

R:_______________________

PRÉ-REQUISITOS: CONTAR, LER, ESCREVER E CALCULAR.


PROPOSTA 13 - A
Atividade: LER E ESCREVER OS NÚMEROS. RACIOCINAR E RESOLVER SITUAÇÕES-PROBLEMAS.

OBJETIVOS: RACIOCÍNIO LÓGICO. DISCRIMINAÇÃO DOS SENTIDOS: TATO, VISÃO E AUDIÇÃO. INTERPRETAÇÃO.

MATERIAL: FOLHA, LÁPIS, PALITOS DE FÓSFOROS OU GRAVETOS.

DESCRIÇÃO: LER, ESCREVER OS NÚMEROS, SOMAR, MONTAR OS DESENHOS, CLASSIFICAR EM PAR OU ÍMPAR.

1. DESAFIO DOS PALITOS:


A. COM PALITOS DE FÓSFOROS FAÇA OS NUMERAIS DE 0 A 10.
B. QUANTOS PALITOS FORAM USADOS PARA FAZER OS NÚMEROS? ________
C. AGORA, USE SUA CRIATIVIDADE E DIVIRTA-SE FAZENDO DESENHOS COM OS PALITOS! TODA A FAMÍLIA PODE
PARTICIPAR!
D. FAÇA UMA VOTAÇÃO PARA ESCOLHER O MELHOR DESENHO!
PROPOSTA 13 - A (CONTINUAÇÃO)
2. DESAFIO DOS PALITOS DE FÓSFOROS! NÃO PODE FALTAR NEM SOBRAR!
A. UTILIZE 08 PALITOS E FAÇA O DESENHO DE UM PEIXE.
B. UTILIZE 11 PALITOS E FAÇA UM CACHORRO.
C. UTILIZE 11 PALITOS E FAÇA UMA CASA.
D. UTILIZE 12 PALITOS E FAÇA UMA CRUZ.
E. NO TOTAL, QUANTOS PALITOS FORAM UTILIZADOS? _________
F. QUAL É A METADE DESTE TOTAL?__________
G. QUAL É O DOBRO DESTE TOTAL?__________

3. JOGO DOS PALITINHOS DE FÓSFOROS! (PODE USAR BOTÕES, GRAVETOS, ETC.)


A. 5 PALITOS PARA 2 JOGADORES QUE DEVERÃO ESCONDER AS MÃOS E COLOCAR A QUANTIA DESEJADA EM UMA MÃO,
OU SEJA, DE 0 A 5. ESCOLHA PAR OU ÍMPAR. DEPOIS DE CONTAR ATÉ TRÊS, OS JOGADORES ABREM AS MÃOS E
CONTA-SE TODOS OS PALITOS E DIZENDO SE O NÚMERO É PAR OU ÍMPAR. QUEM ESCOLHEU CERTO, LEVA TODOS OS
PALITOS DO ADVERSÁRIO. O JOGO CONTINUA ATÉ QUE UM JOGADOR FIQUE SEM NADA.

B. DESAFIO: COM 9 PALITOS FORME UM GRANDE TRIÂNGULO! AGORA MOVA 3 PALITOS PARA FORMAR 3 PEQUENOS
TRIÂNGULOS! (PARA QUE OS PALITOS NÃO FIQUEM DESLIZANDO, FAÇA ESTA ATIVIDADE EM CIMA DE UM CAPACHO,
CARPETE, LIXA OU ALGUM TECIDO OU MATERIAL MAIS ÁSPERO).
PROPOSTA 13 - A (CONTINUAÇÃO)

VARIAÇÕES: AMPLIAÇÃO PARA A LEITURA. ACIONE ACESSIBILIDADE PARA OUVIR TODAS AS ATIVIDADES.

PRÉ-REQUISITOS: NÚMEROS PARES E ÍMPARES, COORDENAÇÃO VISUAL E COORDENAÇÃO MOTORA FINA.


REFERÊNCIA:

Oficina caminhos do saber. Disponível em:


https://www.oficinacaminhosdosaber.com.br/jogos/jogo-palavra-secreta-arquivo-digital/ Acesso em: 23
jul.2020.

Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngüe da língua de sinais brasileira. Disponível em:


<https://books.google.com.br/books?id=N-ybDVKtBygC&printsec=frontcover&hl=pt-BR#v=onepage&q
&f=false> Acesso em: 23 jul.2020

Você também pode gostar