Você está na página 1de 3

A Parábola da Semente Germinando Secretamente

Daniel Conegero Daniel Conegero

A Parábola da Semente Germinando Secretamente é uma parábola de Jesus registrada apenas no


Evangelho de Marcos (Marcos 4:26-29). Apesar de ser uma parábola pequena, ela possui um
significado muito profundo.

(Marcos 4:26-29)
Dizia também: O Reino de Deus é como um homem que lança a semente à terra.
Dorme, levanta-se, de noite e de dia, e a semente brota e cresce, sem ele o perceber.
Pois a terra por si mesma produz, primeiro a planta, depois a espiga e, por último, o grão
abundante na espiga.
Quando o fruto amadurece, ele mete-lhe a foice, porque é chegada a colheita.

 Contexto histórico da Parábola da Semente Germinando Secretamente


O capítulo 4 do Evangelho de Marcos revela que Jesus contou a Parábola da Semente
Germinando Secretamente enquanto falava a uma grande multidão. Provavelmente essa era uma
daquelas situações em que Jesus ensinava a multidão falando de um barco.
Esse mesmo capítulo registra outras parábolas de Jesus. Uma delas é a Parábola do
Semeador, que possui uma relação muito próxima com a Parábola da Semente Germinando
Secretamente.
De forma direta, é possível dizer que ambas as parábolas ensinam o mesmo princípio,
porém de ângulos diferentes. A Parábola do Semeador destaca a responsabilidade humana; isto é,
a semente que cresceu e deu fruto foi aquela que caiu em um solo bom. O bom solo é uma
representação de um coração que responde de forma favorável à pregação do Evangelho.
Já a Parábola da Semente Germinando Secretamente enfatiza a soberania de Deus. Ela
aplica a verdade de que o coração do homem só pode ser favorável à pregação do Evangelho se,
antes, ele for regenerado.

 A explicação da Parábola da Semente Germinando Secretamente

Na Parábola da Semente Germinando Secretamente Jesus descreve o Reino de Deus. Ele


compara o crescimento do reino com um agricultor que espalha as sementes sobre a terra. Então,
misteriosamente, as sementes germinam.
Com isso Jesus enfatiza que o agricultor não sabe explicar como esse crescimento ocorre. Até
é possível descrever, documentar cientificamente, conhecer as etapas do processo de
germinação; porém entender completamente esse processo ninguém consegue. É o mistério da
vida!
O homem tenta imitar artificialmente, mas não consegue, de fato, reproduzir a vida. Jesus
então ressalta que tudo o que o agricultor faz é confiar. Ele sabe que a semente germinará,
crescerá, amadurecerá e, por fim, chegará o momento certo da colheita.
Podemos notar esse mesmo princípio no Reino de Deus. Não sabemos exatamente como
explicar a germinação, o crescimento e a frutificação do Evangelho no coração do homem. Esse
desenvolvimento pertence somente a Deus. Sabemos apenas que ele ocorre de maneira perfeita,
preparando o homem para o “dia da colheita”. O apóstolo Paulo também fala sobre esse
processo:
Eu plantei, Apolo regou, mas Deus é quem fez crescer.
(1 Coríntios 3:6)
 Quem é o homem agricultor da Parábola da Semente?

Aqui, muitas tentativas de alegorização acontecem. As pessoas geralmente procuram atribuir


significados individuais a cada elemento das parábolas de Jesus. Isso com certeza é um erro!
Nesta parábola em questão, geralmente os pregadores identificam o homem agricultor como
sendo Jesus, que semeou e, na ocasião certa, virá para a ceifa.
Claro que existem fundamentos bíblicos para tentar supor esse significado. Um exemplo disso
é a Parábola do Joio e o Trigo. Nela, o próprio Jesus atribuiu o papel de semeador ao Filho do
Homem (Mateus 13:37). O mesmo ocorre no livro do Apocalipse, onde o Filho do Homem é
descrito como tomando a foice e ceifando (Apocalipse 14).
O problema com essa aplicação é que se Jesus for identificado como o agricultor desta
parábola, outros problemas incontornáveis acontecerão; como por exemplo, a implicação de que
Jesus é o homem que dorme noite após noite e acorda dia após dia, sem ter controle algum sobre
a germinação da semente. Claro que não faz sentido pensar que Jesus desconhece o processo de
germinação e crescimento a qual o desenvolvimento do Reino de Deus foi comparado.
Certamente essa ideia é completamente estranha ao texto bíblico. A melhor interpretação
identifica o agricultor como apenas um auxiliar, isto é, um operário que trabalha em prol do Reino
de Deus. João Calvino também propôs essa interpretação ao entender que o agricultor desta
parábola é o ministro do Evangelho. Essa interpretação também concorda com o que escreveu o
apóstolo Paulo em 1 Coríntios 3:6 e Filipenses 1:6.
Uma dica válida para quem quer aprender a interpretar as Parábolas de Jesus, é sempre se
concentrar no ensino principal da parábola, ao invés de tentar aplicar significados a cada
elemento dela, pois isso certamente provocará alegorias que desviarão o foco central do texto.
 Lições da Parábola da Semente Germinando Secretamente
Podemos tirar algumas lições valiosas desta pequena parábola.
1º Em primeiro lugar, a Parábola da Semente Germinando Secretamente ensina que Deus é
soberano e somente Ele tem o controle da operação da salvação. É Deus quem dá o crescimento,
e isso é uma obra exclusiva dele.
Algumas pessoas acreditam que podem colaborar com Deus no processo de salvação. Mas
perceba a expressão “porque a terra por si mesma frutifica”. Essa declaração no original
literalmente se traduz como “automaticamente”, isto é, ela ocorre sem nenhuma influência
externa.
2º Em segundo lugar, a Parábola da Semente Germinando Secretamente ensina que Deus dá
o crescimento e sabe o tempo de colher. Quando uma semente é plantada, ela germina, cresce,
amadurece, produz frutos e, se não for colhida no tempo certo, acaba morrendo. Esse princípio
também traz uma lição importante sobre o agir de Deus. É Ele quem dá o crescimento, e também
é Ele quem sabe o momento da colheita. Esse momento já está determinado desde a eternidade,
segundo o bom propósito da vontade soberana de Deus.
3º Em terceiro lugar, a Parábola da Semente Germinando Secretamente ensina que a colheita
é o momento da vitória. A colheita terá hora certa para acontecer. Ela não ocorrerá nenhum
minuto antes e nenhum minuto depois. Devemos aguardar ansiosamente esse dia, confiando que
Deus está no controle.Mas apenas Ele é quem sabe quando esse dia virá. Nesse dia tão glorioso,
os ímpios serão separados dos santos, e o reino de Deus será revelado em todo seu esplendor.
Nesse dia estaremos para sempre com Ele.
4º Em quarto lugar, a Parábola da Semente Germinando Secretamente ensina que o
crescimento do Reino de Deus no coração do homem é um mistério. As pessoas muitas vezes
tentam explicar a forma com que o Evangelho impacta a vida de alguém, mas isso é impossível.
Somente Deus conhece esse processo plenamente.

Alguns tentam estabelecer métodos que supostamente possam manter as pessoas na Igreja.
No entanto, nosso papel é, no máximo, regar; pregando simplesmente a verdadeira Palavra, pois
o crescimento quem dá, de fato, é Deus.
Algumas pessoas se julgam estrategicamente importantes, como se pela sua capacidade de
pregar ou liderar uma igreja local, alguém fosse realmente salvo. Alguns dizem: “Esta igreja está
lotada por que eu prego aqui todos os domingos”; ou então: “Aquela pessoa só se converteu
depois da minha pregação evangelística”. Coitados!
Indiscutivelmente o apóstolo Paulo foi um grande homem de Deus; Apolo é reconhecido
entre os estudiosos como um dos maiores pregadores da História da Igreja, porém nenhum deles
foi responsável pelo crescimento do Evangelho no coração do homem (1 Coríntios 3:6). O mesmo
Paulo reconhece a incapacidade humana nesse processo. Por isso ele afirma de forma
extraordinária que “aquele que começou a boa obra em vós há de completá-la até o dia de Cristo
Jesus” (Filipenses 1:6).
5º Em quinto lugar, a Parábola da Semente Germinando Secretamente ensina que o cristão
deve ser paciente como um agricultor. Para nós que pregamos a Palavra de Deus, a perseverança
e a paciência é algo essencial. Quando semeamos o Evangelho não devemos desanimar quando
não vemos resultados imediatos. Jesus nos ensinou que esse processo exige paciência.
O agricultor dorme e acorda, dia após dia, até que, de repente, de maneira maravilhosa, a
semente germina e desponta na terra. Assim como a semente amadurece no tempo certo, assim
também o fruto do trabalho do pregador aparecerá.
Tiago escreve: “Tende, pois, paciência, meus irmãos, até a vinda do Senhor. Vede o lavrador:
ele aguarda o precioso fruto da terra e tem paciência até receber a chuva do outono e a da
primavera. Tende também vós paciência e fortalecei os vossos corações, porque a vinda do
Senhor está próxima” (Tiago 5:7,8).
Como foi dito, apesar de a Parábola da Semente Germinando Secretamente ser uma das
parábolas mais curtas que Jesus ensinou, seu significado e suas lições são fundamentais para
todos os verdadeiros seguidores do Senhor.

Você também pode gostar