Você está na página 1de 58

Edital de Processo Seletivo Simplificado nº 29/2020

Estabelece normas para seleção e contratação de


professores habilitados para atuar na Educação
Básica, no ensino fundamental e médio e suas
modalidades, em regime de designação
temporária, em atendimento as necessidades da
Secretaria de Estado da Educação, com exercício
nas escolas públicas estaduais.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO torna pública a realização de processo


seletivo simplificado para contratação de PROFESSORES HABILITADOS, em caráter
temporário, para atuação na Educação Básica: Ensino Fundamental, Ensino Médio,
Educação de Jovens e Adultos, Educação Escolar Quilombola, Educação Especial, Educação
em Espaços de Privação de Liberdade - Unidades Prisionais e Unidades de Atendimento
Socioeducativo-IASES, Educação em Classes Hospitalares, nas Escolas com oferta de
Educação em Tempo Integral, Escolas de Ensino Fundamental e Médio, Educação do Campo
– CEIER, Escolas Unidocentes e Pluridocentes, Escolas que adotam a Pedagogia da
Alternância, escolas localizadas em assentamentos e escolas localizadas em áreas rurais
(conforme critérios do IBGE), de acordo com as normas deste Edital.

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
1.1 O disposto neste Edital está fundamentado na Lei Complementar nº 115, de 13 de
janeiro de 1998 e alterações, na Lei nº 5.580 de 13 de janeiro de 1998 e alterações, na
Lei Complementar nº 809 de 24 de setembro de 2015 e na Lei nº 9394/1996, Lei
Complementar nº 428 (D.O. de 18/12/2007) e leis posteriores de revisão da tabela de
subsídios.
1.2 O Processo Seletivo Simplificado será realizado pela Gerência de Gestão de Pessoas -
GEGEP/SEDU e destina-se à composição de cadastro de reserva com vistas à contratação
de profissionais do magistério habilitados, para a função de Professor Regente de Classe,
de Professor em Função Pedagógica e de Coordenador Escolar em regime de Designação
Temporária, para atendimento às necessidades de excepcional interesse público da
Secretaria de Estado da Educação nas hipóteses previstas na Lei Complementar nº
809/2015.
1.3 Os candidatos contratados estarão subordinados à Lei Complementar nº 809, de 24
de setembro de 2015 e de forma subsidiária à Lei Complementar nº 115, de 13 de janeiro
de 1998 e alterações e à Lei nº 5.580, de 13 de janeiro de 1998 e alterações.
1.4 O processo seletivo será realizado por meio das etapas de: Inscrição, Chamada e
Comprovação de Títulos, Formalização do Contrato de Professores Regentes de Classe, de
Professor em função Pedagógica (Pedagogo) e de Coordenadores de turno.
1.4.1 As etapas de Inscrição, Chamada e Comprovação de Títulos serão totalmente
informatizadas.
1.5 A Coordenação Geral deste processo seletivo será exercida por uma Comissão
Central instituída por portaria própria, e publicada no Diário Oficial.
1.6 Serão responsáveis pelo processo de chamada e análise de documentos dos candidatos
inscritos no processo seletivo as Comissões Regionais, designadas por Portaria própria
publicada no Diário Oficial.
1.7 Em virtude da Pandemia de COVID-19, o estado de emergência em saúde pública e as
prerrogativas do Decreto Nº 4727-R, de 12/09/2020, fica vedada a contratação neste
Processo Seletivo, enquanto durar o estado de calamidade pública da pandemia do novo
Coronavírus, de candidatos considerados do grupo de risco classificados no artigo 3º
incisos I, II e III do Decreto 4599-R, conforme a Portaria SESA nº 050 e a Portaria SESA
179-R, que revoga a alínea “c” do inciso III do §1º do Art. 3º da Portaria nº 050-R,
excetuando do grupo de risco os portadores de Asma em uso contínuo de corticoide.
1.7.1 Para formalização de contrato, os candidatos deverão apresentar, além de toda a
documentação exigida neste Edital, uma autodeclaração de saúde, constante no Anexo
VIII, informando que não se enquadram no Grupo de Risco do novo Coronavírus.
1.7.1.1 Os candidatos que não conseguirem comprovar a aptidão serão reclassificados.
1.7.1.2 É de responsabilidade do candidato a impressão da autodeclaração, constante no
Anexo VIII deste Edital.

2. DOS CARGOS/FUNÇÕES
2.1 O cargo/campo de atuação/componente curricular (disciplinas) são os estabelecidos
abaixo e descritos no Anexo I deste Edital juntamente com a respectiva escolaridade/pré-
requisito:

2.1.1 MaPA – Professores dos Anos Iniciais (1º ao 5º Ano) do Ensino Fundamental
a) MaPA 1 - Campo de atuação: 1º ao 5º ano das escolas de Ensino Regular e EJA 1º
segmento das escolas de ensino regular, das escolas de Tempo Integral, das classes
hospitalares e do atendimento domiciliar.
b) MaPA 2 - Campo de Atuação: 1º ao 5º ano das escolas Unidocentes e Pluridocentes.
c) MaPA 3 - Campo de Atuação: 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental Regular e EJA 1º
segmento nos Espaços de Privação de Liberdade - Sistema Prisional e Unidades de
Atendimento Socioeducativo-IASES.
d) MaPA 4 - Campo de Atuação: 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e EJA 1º segmento
das escolas que adotam a Pedagogia da Alternância, escolas localizadas em assentamentos
e escolas localizadas em áreas rurais conforme critérios do IBGE.

2.1.2 MaPB – Professores dos Anos Finais (6º ao 9º ano) do Ensino Fundamental,
Ensino Médio, EJA 2º segmento e EJA Ensino Médio.
a) MaPB 1 - Campo de atuação: Ensino Fundamental, Ensino Médio, EJA segundo
segmento e EJA Ensino Médio das escolas regulares, escolas com oferta de Educação em
Tempo Integral, Classes Hospitalares e Atendimento Domiciliar.
b) MaPB 2 - Campo de Atuação: Educação no campo – CEIER, escolas que adotam a
Pedagogia da Alternância, escolas localizadas em áreas de assentamento e escolas
localizadas em áreas rurais conforme critérios do IBGE.
c) MaPB 3 - Campo de Atuação: 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio do
ensino regular, EJA 2º segmento e EJA Ensino Médio nos Espaços de Privação de Liberdade
- Sistema Prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativo-IASES.

2.1.3 MaPP – Professores em função Pedagógica


a) MaPP 1 - Campo de atuação: Escolas de Ensino Regular e escolas com oferta de
educação em Tempo Integral.
b) MaPP 2 - Campo de atuação: CAS - Centro de Capacitação de Profissionais da Educação
e de Atendimento às pessoas com Surdez e de Atendimento às pessoas com Surdez CAP-
NAAH/S e classes hospitalares.
c) MaPP 3 - Campo de atuação: Espaços de Privação de Liberdade - Sistema Prisional e
Unidades de Atendimento Socioeducativo-IASES.
d) MaPP 4 - Campo de Atuação: Escolas que adotam a Pedagogia da Alternância, escolas
localizadas em assentamentos e escolas localizadas em áreas rurais conforme critérios do
IBGE.
e) MaPP 5 - Campo de Atuação: Classe Abrigo (CAES-Casa Abrigo Estadual Maria Cândida
Teixeira).
f) MaPP 6 - Campo de Atuação: Classe Hospitalar (Classe Hospitalar localizada nos
Hospitais: Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória/HINSG, Hospital Estadual Infantil e
Maternidade Alzir Bernardino Alves/HIMABA e na Casa de Apoio – Associação Capixaba
Contra o Câncer Infantil - ACACCI).

2.1.4 Professores de Educação Especial


Campo de Atuação: Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às pessoas com
Deficiência Visual - CAP, Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de
Atendimento às Pessoas com Surdez - CAS, Núcleo de Atividades de Altas
Habilidades/Superdotação – NAAH/S, sala de recursos das escolas de tempo parcial, dos
Centros Estaduais de Ensino Fundamental e/ou Médio em Tempo Integral e Espaços de
Privação de Liberdade - Sistema Prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativo-
IASES.

2.1.5 Coordenador Escolar


a) Coordenador 1 - Campo de atuação: Escolas de Ensino Regular.
b) Coordenador 2 - Campo de atuação: Escolas que adotam a Pedagogia da Alternância
e escolas localizadas em área de assentamentos e escolas localizadas em áreas rurais
conforme critérios do IBGE.
c) Coordenador 3 – Campo de atuação: Espaços de Privação de Liberdade – Sistema
Prisional
d) Coordenador 4 – Campo de atuação: Espaços de Privação de Liberdade – Unidades
de Atendimento Socioeducativo.

2.2 Os âmbitos de atuação em que o candidato a Professor em função de regente de classe


ou função Pedagógica em designação temporária poderá atuar, de acordo com a sua
classificação e escolha são:
I – Escolas Unidocentes e Pluridocentes;
II – Escolas de ensino regular de 1º ao 5º Ano do ensino fundamental de 09 anos, de 6º
ao 9º Ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio, EJA 1º e 2º Segmentos e EJA Ensino
Médio;
III – Centros Estaduais de Ensino Fundamental e/ou Ensino Médio em Tempo Integral;
IV – Espaços de Privação de Liberdade - Sistema Prisional e Unidades de Atendimento
Socioeducativo-IASES;
V - Centros Estaduais Integrados de Educação Rural – CEIER de Águia Branca, Boa
Esperança e Vila Pavão.
VI – Centro de capacitação de profissionais da educação e de atendimento às pessoas com
surdez -CAS, Centro de apoio pedagógico para atendimento às pessoas com deficiência
visual - CAP, Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação – NAAH/S, salas de
recurso das escolares regulares e dos centros estaduais de ensino fundamental e/ou médio
em tempo integral;
VII – Escolas que adotam a Pedagogia da Alternância, escolas localizadas em áreas de
assentamento e escolas localizadas em áreas rurais conforme critérios do IBGE.
VIII – Classe Hospitalar e atendimento domiciliar.
2.2.1 Os candidatos inscritos para modalidade do inciso IV - Espaços de Privação de
Liberdade - identificarão o posto de trabalho na unidade escolar de referência ou exclusiva,
sendo de competência e autonomia do Diretor direcioná-los às unidades prisionais ou
Unidades de Atendimento Socioeducativo-IASES, ou remanejá-los quando necessário.
2.2.1.1 Somente na Unidade de Internação Metropolitana – UNIMETRO de Vila Velha e na
UNIP I de Cariacica, será ofertada a modalidade da Educação de Jovens e Adultos - EJA.
Nas demais Unidades de Atendimento Socioeducativo serão ofertados o Ensino
Fundamental e Ensino Médio regular.
2.2.2 Os candidatos que escolherem vaga para CAP, CAS E NAAH/S poderão ter a carga
horária de até 40 (quarenta) horas distribuídas de segunda a sexta-feira de acordo com
necessidade dos turnos podendo atuar aos sábados para formação.
2.2.3 Os candidatos que se inscreverem para Professor da Educação Especial para as salas
de recursos deverão ter disponibilidade para atuar em dois turnos e em até 40 horas
semanais.
2.2.4 Os candidatos a Coordenador Escolar que escolherem como local de atuação escolas
localizadas em áreas de assentamento ou escolas localizadas em áreas rurais conforme
critérios do IBGE poderão com atuar com 40 horas semanais.
2.2.5 Os candidatos que se inscreverem para os cargos de Professor em função
Pedagógica ou Coordenador e escolherem como local de atuação o Sistema Prisional, terão
a carga horária de 40 (quarenta) horas/semanais distribuídas de acordo com a necessidade
dos turnos e da unidade.
2.2.6 Os candidatos que se inscreverem para o cargo de Professor em função Pedagógica
ou Coordenador e escolherem como local de atuação as Unidades de Atendimento
Socioeducativo – IASES, terão a carga horária de 25 (vinte e cinco) horas/semanais nas
unidades de atendimento, podendo ser ampliada de acordo com a necessidade da unidade.
2.2.7 Os candidatos que se inscreverem para o cargo de Professor em função Pedagógica
e escolherem vaga em escolas Unidocentes e Pluridocentes, atuarão em escolas polos
definidas no momento da chamada.
2.2.8 Os candidatos que se inscreverem Professor em função pedagógica para a Classe
Abrigo terão a carga horária de 40 horas semanais distribuídas de acordo com a
necessidade da unidade.

3. DA REMUNERAÇÃO E JORNADA DE TRABALHO


3.1 Para efeito de remuneração será observado o disposto nos Artigos 37 da Lei
Complementar nº 115/98 (D.O de 14/01/98), Lei Complementar nº 809/2015, Lei
Complementar nº 428 (D.O. de 18/12/2007) e leis posteriores de revisão da tabela de
subsídios conforme quadro abaixo:

CARGO/FUNÇÃO
PROFESSOR REGENTE DE CLASSE/ PROFESSOR
EM FUNÇÃO PEDAGÓGICA (PEDAGOGO)
MaPA, MaPB e MaPP

NÍVEL/ REMUNERAÇÃO
QUALIFICAÇÃO
REFERÊNCIA (CH 25h)

Portador de Curso de Licenciatura ou Programa


IV. 01 R$ 2.154,54 Especial de Formação Pedagógica para Docentes.

Portador de Curso de Licenciatura , acrescida de


Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em
Educação ou na própria área de conhecimento da
V. 01 R$ 2.303,12 licenciatura do candidato ou em área de
conhecimento correlata/afim ao desempenho das
atribuições inerentes ao cargo/função, com
aprovação de monografia.
Portador de Curso de Licenciatura , acrescido de
Pós-Graduação "Stricto Sensu" Mestrado em
Educação ou na própria área de conhecimento da
VI. 01 R$ 2.971,80 licenciatura do candidato ou em área de
conhecimento correlata/afim ao desempenho das
atribuições inerentes ao cargo/função, com
defesa e aprovação da dissertação.
Portador de Curso de Licenciatura , acrescido de
Pós-Graduação Stricto Sensu Doutorado em
Educação ou na própria área de conhecimento da
VII. 01 R$ 3.863,31 licenciatura do candidato ou em área de
conhecimento correlata/afim ao desempenho das
atribuições inerentes ao cargo/função, com defesa
e aprovação de tese.

3.2 Os candidatos contratados à luz deste Edital serão enquadrados/remunerados na


referência do maior título apresentado no momento de sua contratação. Caso a banca
examinadora/comissão regional tenha dúvidas quanto à titulação apresentada, o(a)
candidato(a) será enquadrado(a) na referência do título exigido como pré-requisito
(Licenciatura - nível IV) por um período de até 30 (trinta) dias, até que a documentação
seja auditada. Constatada a regularidade dos documentos, bem como se os títulos
atenderem às exigências do Edital para enquadramento nos níveis/referência V, VI ou VII,
a SEDU providenciará o pagamento retroativo à data início do contrato de acordo com o
enquadramento a que faz jus.
3.2.1 Constatado a qualquer momento irregularidade na documentação apresentada para
fins de atendimento ao item 7 e seus subitens, o(a) candidato(a) terá até 10 dias (úteis),
a contar da comunicação da irregularidade, para apresentar documentação correta, caso
isso não aconteça no prazo estipulado, ele(a) terá sua inscrição CANCELADA e o contrato
CESSADO, sendo instruído um Processo administrativo junto à Corregedoria desta
Secretaria.
3.3 A mudança de nível prevista na Lei Complementar nº 115/98 (D.O de 14/01/98) NÃO
se aplica a candidatos contratados por este Edital.
3.4 A carga horária de 25 horas constante no quadro apresentado no item 3.1 serve apenas
como indicador para cálculo do valor da remuneração. Ao candidato poderá ser
disponibilizada carga horária menor, igual ou maior que 25 horas, observando-se
EXCLUSIVAMENTE as necessidades das unidades escolares e a conveniência da
administração pública. É prerrogativa EXCLUSIVA da Secretaria de Estado da Educação a
definição da carga horária a ser oferecida de forma a atender a meta de redução de
contratos temporários estabelecida na Lei Complementar nº 809, publicada no D.O. de
24/09/2015.
3.4.1 A carga horária semanal do Professor será flexível, podendo ser alterada ao longo
do contrato caso ocorra evasão escolar, ingresso de servidores efetivos por concurso
público, retorno de servidores efetivos afastados por qualquer tipo de licença, concurso de
remoção, aumento de matrícula, exoneração, demissão, falecimento, aposentadoria,
capacitação, afastamentos ou licença de servidor efetivo, expansão das instituições
estaduais de ensino e outras situações que possam vir a ocorrer durante o ano letivo,
desde que por conveniência da escola e com a anuência da Regional.
3.4.2 Na composição da jornada de trabalho observar-se-á o limite máximo de 2/3 (dois
terços) da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os
educandos, conforme regulamentado na Lei nº 11.738/2008.
3.4.3 A carga horária dos profissionais contratados para atuar nos Centros Estaduais de
Ensino Fundamental e/ou Ensino Médio com oferta de Educação em Tempo Integral será
de até 40 (quarenta) horas semanais, totalmente cumprida no interior da escola.
3.4.4 A jornada de trabalho poderá ser adaptada para atender as necessidades de
adequação em virtude da situação da pandemia do novo Coronavírus.

4. DAS VAGAS
4.1 As contratações temporárias serão admitidas em conformidade com a Lei nº 115/98
art. 31 e seus incisos e com a Lei Complementar nº 809/2015.
4.2 No total das contratações realizadas para cada cargo/campo de atuação/componente
curricular (disciplina) e município durante o ano letivo, será respeitada a proporção de 20
X 1 para contratação de pessoas com deficiência na forma do Decreto Federal nº 3.298,
de 20 de dezembro de 1999, e suas alterações.
4.3 Os contratos respeitarão a proporção de 6 X 1 para contratação de Pessoa Negra na
forma estabelecida na Lei Estadual nº 11.094 de 08 de janeiro de 2020.
4.4 Os contratos respeitarão a proporção de 33 X 1 para contratação de Indígenas na
forma estabelecida na Lei Estadual nº 11.094 de 08 de janeiro de 2020.

5. DA INSCRIÇÃO
5.1 As inscrições serão realizadas EXCLUSIVAMENTE por meio eletrônico, devendo o
candidato acessar o site www.selecao.es.gov.br no período de 14h do dia 16/12/2020
até 17h do dia 23/12/2020, observado o fuso-horário de Brasília/DF.
5.2 A Secretaria de Estado da Educação (SEDU) não se responsabiliza por inscrições não
recebidas por motivo de ordem técnica do sistema informatizado, falhas de comunicação,
congestionamento das linhas de comunicação, falta de energia elétrica, bem como outros
fatores que impossibilitem a transferência de dados.
5.2.1 O descumprimento das instruções para inscrição implicará a sua não efetivação.
5.3 São requisitos para a inscrição:
I - ser brasileiro nato ou naturalizado;
II - ter, na data da chamada e comprovação de títulos, a idade mínima de 18 (dezoito)
anos completos;
III - possuir a escolaridade e requisitos mínimos exigidos para cargo, conforme descrito
no Anexo I deste Edital;
IV - não se enquadrar nas vedações contidas no inciso XVI, XVII e § 10 do art. 37 da
Constituição Federal de 1988, alteradas pela Emenda Constitucional nº 19/98, no Decreto
nº 2724-R, de 06/04/2011, publicado no D.O. 07/04/2011 e Decreto nº 4702-R, de
30/07/2020, publicado no D.O. 31/07/2020.
V - enquadrar-se comprovadamente à previsão do Decreto Federal nº 3.298, de 20 de
dezembro de 1999 e suas alterações, no caso de pessoas com deficiência.
VI – enquadrar-se comprovadamente à previsão da Lei Estadual nº 11.094, de 08 de
janeiro de 2020, no caso de pessoas negras ou indígenas.
5.4 Os candidatos selecionados e contratados por meio deste Edital poderão atuar em mais
de 1 (uma) unidade escolar no mesmo município.
5.5 Os candidatos portadores de cursos superiores de licenciatura em Ciências Sociais e
Filosofia, iniciados antes da revogação da Portaria Ministerial nº 399, de julho de 1989, e
concluídos até dezembro de 2001, têm garantido o direito de lecionar, conforme
especificação abaixo:
I - Ciências Sociais:
 Componente Curricular (Disciplina) Sociologia (Ensino Médio);
 Componente Curricular (Disciplina) Geografia (Ensino Fundamental e Médio);
 Componente Curricular (Disciplina) História (Ensino Fundamental).
II - Filosofia:
 Componente Curricular (Disciplina) Filosofia (Ensino Médio);
 Componente Curricular (Disciplina) História (Ensino Fundamental e Médio).
5.6 Os candidatos que se inscreverem para o componente curricular (disciplina) de
Educação Física, deverão atender o disposto nos parágrafos 1 e 2, artigo 2º da Portaria nº
171-R, de 22 de novembro de 2005.
5.6.1 Os candidatos que escolherem carga horária em escolas que possuem piscina
deverão ministrar aulas de natação e atividades aquáticas de acordo com o currículo e com
a Proposta Político-Pedagógica da Escola, podendo ter seu contrato cessado em caso de
descumprimento.
5.7 No ato da inscrição o candidato deverá informar nome completo, data de nascimento
(dia, mês e ano), CPF, carteira de identidade, endereço residencial completo, campo de
atuação, componente curricular (disciplina), município em que pretende atuar e indicar se
é pessoa com deficiência, negro ou indígena.
5.8 As informações prestadas no Formulário de Inscrição serão de inteira responsabilidade
do candidato, reservando-se à Secretaria de Estado da Educação (SEDU) o direito de
excluir do processo seletivo aquele que não preencher o documento oficial de forma
completa, correta e/ou fornecer dados inverídicos ou falsos.
5.8.1 Não serão aceitas inscrições condicionais, via e-mail, correspondências, ou outra
forma não prevista neste Edital e fora do prazo estabelecido no item 5.1.
5.8.2 O candidato que, no momento da inscrição, informar data de nascimento diferente
da que está em seu documento será ELIMINADO deste processo seletivo.
5.9 Após a confirmação da inscrição não serão aceitos pedidos para alteração de qualquer
informação ou para sua exclusão.
5.10 Não serão aceitas as inscrições que não atenderem rigorosamente ao estabelecido
neste Edital.
5.11 O candidato poderá realizar até 2 (duas) inscrições podendo optar por 1 (um) cargo,
1 (um) componente curricular (disciplina) e 1 (um) município em cada inscrição.
5.12 A inscrição do candidato implicará o conhecimento e aceitação das normas e
condições estabelecidas neste Edital, em relação às quais não poderá alegar
desconhecimento.

6. DAS ETAPAS DO PROCESSO SELETIVO


6.1 O processo seletivo compreenderá as seguintes etapas:
a) 1ª ETAPA – Inscrição: será realizada eletronicamente através do site
www.selecao.es.gov.br e terá caráter eliminatório e classificatório, de acordo com os
requisitos estabelecidos para cada cargo, dispostos nos Anexos I e II deste Edital. Esta
etapa será totalmente informatizada.
b) 2ª ETAPA – Chamada e Comprovação de Títulos: as convocações dos candidatos
classificados serão feitas conforme edital próprio ou pela Superintendência Regional de
Educação via e-mail conforme previsto no item 9.3. A não comprovação do requisito,
qualificação profissional e experiência profissional, ou ainda, o não envio da documentação
comprobatória na data e horários estabelecidos no ato da convocação, implicará na
ELIMINAÇÃO DO CANDIDATO do Processo Seletivo.
c) 3ª ETAPA – Formalização de Contrato: consiste no comparecimento do candidato
classificado e convocado à Superintendência Regional de Educação, em data estabelecida
para formalização do contrato.

7. AVALIAÇÃO DE TÍTULOS
7.1 Na avaliação de títulos serão considerados os seguintes itens:
a) exercício profissional no cargo/função pleiteado, conforme indicado no momento da
inscrição, considerando o tempo trabalhado no período de outubro/2010 a outubro/2020;
b) qualificação profissional por meio de apresentação de até 1 (um) título de acordo com
o descrito no Anexo II.
7.2 A atribuição de pontos para a avaliação de títulos obedecerá aos critérios definidos no
Anexo II deste Edital.
7.2.1 Não serão computados pontos aos itens exigidos como pré-requisitos.
7.3 Considera-se experiência profissional a atividade desenvolvida no cargo/função
pleiteado e indicado pelo candidato no ato da inscrição conforme Anexo II deste Edital.
7.4 O tempo de serviço no cargo pleiteado conforme descrito no Anexo II, deverá ser
informado no ato da inscrição e comprovado no momento da chamada conforme item 7.5
deste Edital.
7.4.1 Os candidatos para os cargos e campos de atuação listados abaixo que
possuem 30 meses ou mais trabalhados na regência de classe na rede estadual de
ensino do Espírito Santo, não precisarão informar o tempo de serviço (será apontado
automaticamente no sistema de inscrição) e nem comprová-lo no momento da chamada:
I - MaPB 1
II - MaPB 3
7.4.2 Os candidatos para os cargos e campos de atuação citados no item 7.4.1 que
possuem menos de 30 meses trabalhados na regência de classe na rede estadual de
ensino do Espírito Santo e/ou em outras redes públicas ou privadas deverão informar no
ato da inscrição e comprová-lo no momento da chamada conforme item 7.5 deste Edital.
7.4.3 Para os cargos/campos de atuação NÃO RELACIONADOS no item 7.4.1 o
tempo de serviço DEVERÁ SER DECLARADO no ato da inscrição e comprovado no
momento da chamada.
7.4.4 O tempo de serviço em Educação Profissional, Educação Superior, em atuação em
projetos e/ou em estágios obrigatórios ou não obrigatórios NÃO será considerado para fins
deste Edital.
7.5 A comprovação de experiência profissional para os casos previstos nos itens 7.4.2 e
7.4.3, dar-se-á por meio de:
I - EM ÓRGÃO PÚBLICO:
a) documento expedido pelo Poder Público Federal, Estadual ou Municipal, conforme o
âmbito da prestação da atividade, em papel timbrado, com carimbo do órgão expedidor,
datado e assinado pelo Departamento de Pessoal/Recursos Humanos da Secretaria de
Administração ou Unidades ou declaração emitida por sites oficiais que contenham
autenticação eletrônica, especificando o período compreendido e os cargos ou funções
exercidas, comprovando a atuação no cargo/função pleiteada, em acordo com o Anexo II.
OU declaração em papel timbrado expedida pelo Diretor da escola ou da Instituição onde
atuou, contendo carimbo da unidade de ensino e assinatura do Diretor Escolar,
especificando o período compreendido e os cargos ou funções exercidas, comprovando a
atuação no cargo/função pleiteada, em acordo com Anexo II.
II - NA INICIATIVA PRIVADA:
a) cópia da carteira de trabalho (páginas de identificação com foto e dados pessoais e
registro do(s) contrato(s) de trabalho) E;
b) declaração em papel timbrado expedida pelo Diretor da escola ou da Instituição onde
atuou, contendo carimbo da unidade de ensino e assinatura do Diretor Escolar,
especificando período compreendido e os cargos ou funções exercidas, comprovando a
atuação no cargo/função pleiteada, em acordo com o Anexo II.
7.6 É vedada a contagem cumulativa de tempo de serviço prestado concomitantemente
em mais de um cargo, emprego ou função nos três níveis de Poder Público, Autarquias,
Fundações Públicas, Sociedades de Economia Mista e Empresas Públicas e Privadas.
7.7 Como qualificação profissional serão considerados: cursos de Pós-Graduação Lato
Sensu (Especialização) e Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado), conforme descrito no
Anexo II deste Edital.
7.7.1 Cada título será considerado e avaliado uma única vez, situação em que fica vedada
a cumulatividade de pontos.
7.8 Os cursos de Pós-Graduação Lato-sensu (Especialização) e Stricto-sensu (Mestrado e
Doutorado) só serão considerados se cumpridas as exigências da Lei nº 5.580/98, do
Decreto nº 3046-R publicado no D.O. 10/07/2012 e do Conselho Nacional de Educação
(CNE), de acordo com a resolução em que se enquadrar:

LATO-SENSU
STRICTO-SENSU

RES. CFE Nº 14/77 DE 23/11/1977 RES. CNE/CES Nº 1/2001 DE


3/04/2001
RES. C.F.E. Nº 12/83 DE 06/10/1983 RES. CNE/CES Nº 2/2001 DE
3/04/2001
RES. CES/CNE Nº 2/96 DE 20/09/1996 RES. CNE/CES Nº 24/2002 DE
18/12/2002
RES. CES/CNE Nº 4/97 DE 13/08/1997 RES. CNE/CES Nº 2/2005 DE
9/06/2005
RES. CES/CNE Nº 3/99 DE 05/09/1999 RES. CNE/CES Nº 12/2006 DE
18/07/2006
RES. CNE/CES Nº 1/2001 DE 3/04/2001 RES. CNE/CES Nº 5/2007 DE
4/09/2007
RES. CNE/CES Nº 24/2002 DE 18/12/2002 RES. CNE/CES Nº 1/2008 DE
22/04/2008
RES. CNE/CES Nº 1/2007 DE 8/06/2007 RES. CNE/CES Nº 6/2009 DE
25/09/2009
RES. CNE/CES Nº 5/2008 DE 25/09/2008 RES. CNE/CES Nº 3/2011 DE
1º/02/2011
RES. CNE/CES Nº 6/2009 DE 25/09/2009 RES. CNE/CES Nº 03/2016 DE
22/06/2016
RES. CNE/CES Nº 4/2011 DE 16/02/2011

RES. CNE/CES Nº 7/2011 DE 8/09/2011

RES. CNE/CES Nº 2/2014 DE 12/02/2014


RES. CNE/CES Nº 7/2017 DE
RES. CNE/CES Nº 1/2018 DE 06/04/2018 11/12/2017

RES. CNE/CES Nº 4/2018 DE 11/12/2018

DECRETO 9.235 DE 15/12/2017


7.8.1 Os certificados dos cursos de Pós-Graduação Lato-sensu (Especialização) deverão
cumprir as exigências contidas nas resoluções acima, em especial na parte que se refere
à/a:
a) menção da área de conhecimento/concentração;
b) não concomitância com a graduação;
c) proporção do corpo docente conforme resolução de amparo.
7.8.2 Os cursos de Pós-Graduação Stricto-sensu (Mestrado e Doutorado) só serão
considerados se aprovados pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de
Nível Superior).
7.8.3 A comprovação de qualificação profissional para fins de pré-requisito e avaliação de
títulos se dará por meio de:
I - cópia simples do Diploma acompanhada de cópia simples do Histórico Escolar, ou
Certidão de conclusão do curso na versão original ou cópia autenticada em cartório com
data em que ocorreu a colação de grau, acompanhada de cópia simples do respectivo
Histórico Escolar, compatível para o âmbito de atuação pleiteada;
II - cópia simples do Certificado de curso de Pós-Graduação Lato sensu, Especialização,
em Educação, ou na própria área de conhecimento da Licenciatura do candidato,
ou em área de conhecimento correlata/afim ao desempenho das atribuições
inerentes ao cargo/função, com duração de 360 (trezentas e sessenta) horas com
aprovação de monografia ou Certidão de conclusão do curso, na versão original ou cópia
autenticada em cartório e cópia do respectivo Histórico Escolar;
III - cópia simples do Diploma de curso de Pós-Graduação Stricto sensu, Mestrado em
Educação, ou na própria área de conhecimento da Licenciatura do candidato, ou
em área de conhecimento correlata/afim ao desempenho das atribuições
inerentes ao cargo/função OU certidão de conclusão de curso, na versão original ou
cópia autenticada em cartório, com defesa e aprovação de dissertação e cópia do
respectivo Histórico Escolar e constar em situação de TITULADO na Plataforma Sucupira.
IV - cópia simples do Diploma de curso de Pós-Graduação “Stricto sensu” Doutorado em
Educação, ou na própria área de conhecimento da Licenciatura do candidato, ou
em área de conhecimento correlata/afim ao desempenho das atribuições
inerentes ao cargo/função OU certidão de conclusão do curso, na versão original ou
cópia autenticada em cartório, com defesa e aprovação de tese e cópia do respectivo
Histórico Escolar e constar em situação de TITULADO na Plataforma Sucupira.
7.8.4 Não será aceito protocolo de solicitação de Certidão ou de Declaração de Graduação
ou de Pós-Graduação.
7.8.4.1 Para os candidatos que colaram grau há mais de 12 meses é OBRIGATÓRIA A
APRESENTAÇÃO DO DIPLOMA, com registro de uma Universidade ou Centro Universitário,
conforme determina o Art. 48 da Lei nº 9.394, de 20/12/1996 em consonância com a
Portaria Ministerial nº 1.095 de 25/10/2018, que dispõe sobre a expedição e registro
de diplomas de cursos superiores de graduação no âmbito do Sistema Federal de Ensino.
7.8.5 Os Certificados do Programa de Formação Pedagógica para Docentes, apresentados
como pré-requisito, deverão atender ao disposto nas Resoluções nº 02/1997 e nº 02/2015
e Resolução Nº 2 de 20/12/2019 (que define as Diretrizes Curriculares Nacionais para
Formação Inicial de Professores para a Educação Básica e Institui a Base Nacional Comum
para Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC – Formação), bem como
Portaria nº 014-R, publicada em 24/02/2016.
7.8.6 Não serão aceitos certificados de complementação de estudos apresentados como
Licenciatura, de acordo com Lei nº 5.580/98.
7.8.7 Os Certificados do Programa de Formação Pedagógica para Docentes deverão ser
apresentados juntamente ao Histórico Escolar bem como o Diploma de Bacharel ou
Tecnólogo acompanhado do respectivo Histórico Escolar.
7.9 A documentação a que se referem os incisos de I a IV do item 7.8.3 deverá conter
obrigatoriamente atos de autorização, reconhecimento ou renovação de reconhecimento
do curso e credenciamento ou recredenciamento da Instituição de Educação Superior, bem
como carimbo com identificação legível do responsável pela Instituição de Ensino
Formadora e emissão do documento.
7.9.1 Exigir-se-á REVALIDAÇÃO do documento pelo órgão competente, em se tratando do
inciso I do item 7.8.3, realizado no exterior, conforme dispõe a Res. CNE/CES Nº 3 de
22/06/2016 em consonância com o art. 48 § 2º da Lei nº 9394/96.
7.9.2 Exigir-se-á RECONHECIMENTO do documento pelo órgão competente, em se
tratando dos incisos III e IV do item 7.8.3, realizado no exterior, conforme dispõe a Res.
CNE/CES Nº 3 de 22/06/2016 em consonância com o art. 48 §3º da Lei nº 9394/96.
7.9.3 Nos incisos de II a IV no que se refere a certificado de Pós-Graduação, somente
serão aceitos se forem específicos em Educação. Não sendo aceitos documentos na “área”
de Educação e sim “em” Educação.
7.10 Serão computados os itens declarados no momento da inscrição e sua comprovação
dar-se-á por meio da apresentação dos documentos, quando convocado.
7.10.1 Na hipótese da não comprovação dos requisitos mínimos exigidos para o cargo, o
candidato será SUMARIAMENTE ELIMINADO do processo de seleção.
7.10.2 Na hipótese da não apresentação da ficha de inscrição e da documentação prevista
no item 10.1, documentos pessoais e itens a serem considerados na avaliação de títulos,
para fins de atendimento à chamada e identificação de posto de trabalho bem como
formalização do contrato, o candidato será RECLASSIFICADO para o último lugar da lista
de classificação.
7.10.3 Ao candidato será permitido somente 1 (uma) reclassificação.

8. DA CLASSIFICAÇÃO
8.1 Os candidatos serão classificados por cargo/campo de atuação/componente curricular
(disciplina)/município, observada a lista correspondente à reserva de vagas aos candidatos
com deficiência, negros e indígenas.
8.2 Para todos os cargos/campo de atuação/componente curricular (disciplina)/município,
na hipótese de igualdade terá preferência, para fins de desempate, o candidato que:
I - maior pontuação na contagem de tempo de serviço;
II - maior pontuação na qualificação profissional;
III - maior idade, considerando dia, mês e ano.
8.3 O resultado final do processo seletivo será divulgado por meio de quatro listas, por
cargo/campo de atuação/componente curricular (disciplina)/município a saber:
a) Lista contendo a classificação de todos os candidatos aprovados, inclusive os inscritos
como candidatos com deficiência, negros e indígenas;
b) Lista contendo a classificação exclusivamente dos candidatos aprovados inscritos como
deficientes;
c) Lista contendo a classificação exclusivamente dos candidatos aprovados inscritos como
negros;
d) Lista contendo a classificação exclusivamente dos candidatos aprovados inscritos como
indígenas.
8.4 No que se refere a Professor com atuação na Educação Especial onde há previsão de
inscrição diferente para candidatos SURDOS e OUVINTES, o segundo só será chamado
quando esgotada a lista de classificação do primeiro.
9. DA CHAMADA
9.1 O preenchimento de vagas será feito de acordo com o disposto na Lei Complementar
nº 809/2015 e no parágrafo único do art. 31 da Lei Complementar nº 115/98.
9.2 A chamada dos classificados será efetuada pela Superintendência Regional de
Educação, sob a coordenação da Comissão Regional e deverá ser documentada em Ata
onde serão registradas minuciosamente todas as ocorrências.
9.2.1 Os dias de escolha de vaga por município para atendimento à excepcional
necessidade da rede estadual de ensino e ao início do ano letivo vigente poderão ser
divulgados em Edital próprio, a ser publicado no Diário Oficial, e estará disponível no
endereço eletrônico www.selecao.es.gov.br.
9.2.1.1 Não havendo publicação em Edital de Cronogramas de chamada, estas
acontecerão conforme previsão do item 9.3.
9.3 Para fins das chamadas, as Superintendências Regionais de Educação – SRE's
DEVERÃO OBRIGATORIAMENTE utilizar E-MAIL fornecido pelo candidato no ato de
inscrição, de modo que as SRE's possam comprovar a qualquer tempo a convocação do
candidato, assegurando assim a transparência do processo. As SRE's deverão estipular o
dia e o período para o envio da documentação comprobatória via e-mail, conforme alínea
“b” do item 6.1.
9.3.1 A SEDU não se responsabiliza pelo não recebimento do e-mail por parte do candidato
por problemas decorrentes de: caixa de e-mails cheia, troca de e-mail de contato e
problemas com o provedor do e-mail do candidato.
9.3.2 No contato por e-mail referente à 3ª Etapa Formalização de Contrato, será informado
a data, o horário e o local que o candidato deverá se apresentar e formalizar o contrato.
9.4 Para fins de atendimento à chamada, efetuação de identificação de posto de trabalho
e formalização do contrato, o candidato deverá OBRIGATORIAMENTE apresentar/ enviar a
documentação comprobatória dos itens declarados no ato de inscrição, inclusive a ficha de
inscrição, conforme determina o item 10.1 do presente Edital.
9.4.1 No ato da Chamada e Formalização do Contrato o candidato deverá apresentar
documento original de identificação com foto.
9.5 Para comprovação do tempo de serviço serão considerados os aspectos previstos no
item 7.5 do presente Edital.
9.7 Para a comprovação da habilitação exigida como pré-requisito e da qualificação
profissional declarada serão considerados os aspectos previstos nos itens 7.7, 7.8 e 7.9 e
seus subitens.
9.8 Constatado a qualquer tempo que os documentos apresentados como pré-requisito e
para avaliação de títulos não estão em acordo com as exigências do item 7 e seus subitens,
o candidato será ELIMINADO do processo seletivo, independente de já estar contratado.
9.8.1 A veracidade dos documentos apresentados será averiguada a qualquer tempo,
obedecendo ao previsto nos artigos 298, 299 e 304 constantes no Código Penal - Decreto-
Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940, que trata dos crimes contra a fé pública e da
falsidade documental.
9.8.2 Caso seja constatada fraude de qualquer natureza, o candidato será ELIMINADO do
processo seletivo, independente de já estar contratado ou não, respondendo ainda pelo
ato junto à Corregedoria da SEDU.
9.9 O candidato ao cargo de Professor da Educação Especial para o atendimento no Centro
de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento às Pessoas com
Surdez/Escola Oral Auditiva e Salas de Recursos que se declarar surdo deverá comprovar
sua condição através de exame Audiométrico acompanhado de laudo médico, conforme
artigo 1º, parágrafo único, do Decreto Federal nº 5.626/2005.
9.9.1 A inobservância ao disposto no item 9.9 acarretará a ELIMINAÇÃO do candidato do
processo seletivo.
9.9.2 No que se refere a Professor com atuação na Educação Especial onde há previsão
de inscrição diferente para candidatos SURDOS e OUVINTES, o segundo só será chamado
quando esgotada a lista de classificação do primeiro, estando a contratação condicionada
à comprovação prevista no item 9.9.
9.10 Para a comprovação de atendimento à condição de pessoa com deficiência, o
candidato inscrito nesta condição deverá apresentar laudo médico, original ou cópia
autenticada em cartório, emitido nos últimos seis meses, tendo como referência a data da
chamada, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência com expressa referência ao
código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), bem como à
provável causa da deficiência e sua correlação com a previsão do Decreto Federal nº 3.298,
de 20 de dezembro de 1999 e suas alterações, e ainda a compatibilidade da deficiência
com o exercício da função pleiteada.
9.10.1 A inobservância do disposto no subitem 9.10 acarretará a perda do direito ao pleito
das vagas reservadas, conforme previsão do item 4.2 deste Edital, ficando o candidato
sujeito à observância de sua classificação na lista geral de resultado do processo seletivo.
9.10.2 O laudo médico na versão original ou cópia autenticada em cartório terá validade
para este processo seletivo e não será devolvido.
9.10.3 O candidato contratado na condição de pessoa com deficiência, negro ou indígena
perderá automaticamente sua classificação na lista geral de resultado do processo seletivo.
9.10.4 Para concorrer às vagas reservadas, o candidato deverá, no ato da inscrição, optar
por concorrer às vagas reservadas aos candidatos negros ou indígenas, preenchendo a
autodeclaração de que é preto ou pardo, conforme quesito cor ou raça utilizado pela
Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.
9.10.4.1 Presumir-se-ão verdadeiras as informações prestadas pelo candidato no ato da
inscrição, sem prejuízo da apuração das responsabilidades administrativa, civil e penal, na
hipótese de constatação de declaração falsa.
9.10.4.2 Detectada a falsidade da declaração a que se refere o caput, será o candidato
eliminado do processo seletivo e, se houver sido contratado, ficará sujeito a rescisão da
contratação, após procedimento administrativo em que lhe sejam assegurados o
contraditório e a ampla defesa, sem prejuízo de outras sanções cabíveis.
9.10.4.3 Os candidatos que não forem reconhecidos como negros ou indígenas - cuja
declaração resulte de erro, por ocasião de falsa percepção da realidade, não sendo,
portanto, revestida de má-fé, continuarão participando do processo seletivo em relação às
vagas destinadas à ampla concorrência.
9.10.4.4 O candidato negro ou indígena concorrerá, concomitantemente, às vagas a ele
reservadas e às vagas destinadas à ampla concorrência, de acordo com a sua ordem de
classificação no concurso.
9.10.4.5 O candidato negro ou indígena convocado para as vagas a ele destinadas e para
as reservadas às pessoas com deficiência, convocado concomitantemente para o
provimento dos cargos, deverá manifestar opção por uma delas.
9.10.4.6 Na hipótese de que trata o item 9.10.4.5, caso o candidato não se manifeste
previamente, será nomeado dentro das vagas destinadas aos candidatos negros ou
indígenas.
9.10.4.7 Na hipótese de não haver número de candidatos negros ou indígenas suficiente
para ocupar as vagas reservadas, as vagas remanescentes serão revertidas para a ampla
concorrência e serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem de
classificação.
9.10.4.8 O candidato inscrito como negro ou indígena participará do Processo Seletivo em
igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere aos à avaliação de
títulos e aos critérios de classificação, exigida para todos os demais candidatos.
9.10.4.9 O não enquadramento do candidato na condição de pessoa negra ou indígena
não se configura em ato discriminatório de qualquer natureza.
9.11 Por força da Lei Complementar nº 115/98 e da Lei Complementar nº 809, publicada
no D.O. de 24/09/2015, a chamada de candidatos classificados por este Edital será
realizada após esgotadas todas as possibilidades de concessão de carga horária especial
aos professores efetivos da rede estadual de ensino.
9.12 Para cumprimento da meta de redução de contratos temporários estabelecida na Lei
Complementar nº 809, publicada em 24/09/2015, poderá ser concedido ao contratado a
maior carga horária possível, podendo a atribuição ser desenvolvida em mais de uma
unidade escolar. A definição da carga horária será responsabilidade da SEDU/SRE.
9.13 O candidato que, no momento da formalização do contrato, por interesse próprio e
decisão particular, não assumir a carga horária total oferecida, poderá assinar desistência
da vaga, sendo RECLASSIFICADO, compondo nova lista de classificação.
9.14 O candidato que, por qualquer motivo, estiver impedido de comparecer ao local
determinado para identificação de posto de trabalho, poderá fazê-lo por Procurador
legalmente habilitado.
9.14.1 O procurador previsto no item anterior deverá apresentar, no ato da identificação
de posto de trabalho, além da procuração, documento de identidade com foto.
9.14.2 A procuração deverá ser elaborada de acordo com os termos previstos nos
parágrafos 1º e 2º do art. 654 do Código Civil, inclusive quanto ao reconhecimento da
firma.
9.14.3 Os poderes conferidos ao Procurador restringem-se apenas à identificação de posto
de trabalho e formalização do contrato, não cabendo, em hipótese alguma, conferi-los
quanto à assunção do exercício.
9.15 Caso o candidato não assuma exercício na data estabelecida previamente no
contrato, independente do motivo da não assunção, o processo de identificação de posto
de trabalho será tornado sem efeito e o candidato ELIMINADO do processo seletivo.
9.16 O não comparecimento do candidato no ato da Formalização do Contrato implicará
na sua reclassificação no processo seletivo.
9.17 A troca de unidade escolar após a efetivação da identificação de posto de trabalho,
poderá ser realizada exclusivamente por iniciativa e interesse da SEDU/SRE.
9.18 Após a formalização do contrato, não será permitido a desistência durante o primeiro
trimestre/bimestre do ano letivo para formalizar outro contrato referente à outra inscrição
realizada para o mesmo Edital. Caso a Superintendência identifique essa situação, o
candidato terá os dois contratos cancelados, ocorrendo a sua ELIMINAÇÃO do Processo
Seletivo.
9.19 Conforme a Emenda Constitucional nº 59, publicada em 19/11/2008, o profissional
contratado em designação temporária não poderá atuar sob direção imediata de cônjuge,
companheira (o) ou de parentes de até terceiro grau civil, ou seja, por consanguinidade
(pai, mãe, avô, avó, filho(a), neto(a), irmão(ã), tio(a), bisavô, bisavó, sobrinho(a),
bisneto(a) e por afinidade (pais, filhos(as), irmãos(ãs), avós, tio(a), bisavós, sobrinho(a),
bisneto(a) do cônjuge.
9.19.1 A ocorrência da situação prevista no item 9.19 será documentada pela Comissão
Regional.
9.19.2 Verificada, a qualquer momento, a ocorrência da vedação prevista no item 9.19, o
contrato do Designado Temporário será automaticamente cessado, não sendo permitida a
reclassificação do candidato.
9.20 A lista de classificação e a situação de cada candidato que foi convocado para
formalização de contrato estará disponível para consulta no site www.selecao.es.gov.br.
9.20.1 Os servidores públicos responsáveis pela chamada e formalização do contrato
deverão seguir, rigorosamente, a ordem de classificação e fazer o gerenciamento das
listagens divulgadas pela SEDU através do site www.selecao.es.gov.br, ficando aqueles
que não cumprirem esta orientação sujeitos às penalidades previstas na lei.

10. FORMALIZAÇÃO DO CONTRATO


10.1 Para efeito de formalização do contrato fica OBRIGATÓRIO o envio por e-mail, após
convocação da SRE, dos seguintes documentos:
I - FICHA DE INSCRIÇÃO DETALHADA - GERADA PELO SISTEMA
II - Comprovante atualizado (emitido em até 30 dias antes da formalização do contrato)
de situação cadastral do CPF a ser retirado no site da Receita Federal
https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/CPF/ConsultaSituacao/ConsultaPublica.a
sp, comprovando a regularidade cadastral do CPF;
III - Candidatos que já possuem o PIS/PASEP devem apresentar o referido documento ou
extrato da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil, emitido nas agências bancárias;
IV -Qualificação Cadastral do PIS/PASEP (acessar o endereço eletrônico
http://consultacadastral.inss.gov.br/Esocial/pages/qualificacao/resultadoqualificacao.xht
ml e imprimir o comprovante). Os candidatos que não estão inscritos no PIS/PASEP
deverão apresentar a declaração constante no Anexo III deste Edital;
V - Carteira de identidade (RG), com número, órgão expedidor e data de expedição da
mesma ou outro documento que contenha todos os dados do RG citados neste inciso (data
de expedição do RG, nº do RG e órgão expedidor do RG);
VI - Título de Eleitor com comprovante da última votação ou Certidão de Quitação da
Justiça Eleitoral (acessar o endereço eletrônico
https://www.tse.jus.br/eleitor/certidoes/certidao-de-quitacao-eleitoral e imprimir);
VII - Carteira de Trabalho Profissional onde conste fotografia, número/série, data de
expedição, filiação, local de nascimento e página de contrato do primeiro emprego, mesmo
que não tenha registro;
VIII - Comprovante de residência atualizado (últimos 3 meses);
IX - Comprovante de conta bancária do BANESTES (se possuir);
X - Comprovante do ano do primeiro emprego (através da cópia da carteira de trabalho ou
outro documento que comprove o ano do 1º emprego). Caso o candidato nunca tenha
trabalhado, apresentar declaração informando que nunca trabalhou e cópia da página
destinada ao primeiro emprego na carteira de trabalho.
XI - Comprovante de formação acadêmica/titulação, conforme Incisos de I a IV do item
7.8.3 deste Edital e Anexo I e II;
XII - Comprovante de tempo de serviço no cargo pleiteado conforme item 7.5 deste Edital
e Anexo II;
XIII - Certificado de Reservista. Estão isentos da apresentação deste documento os
candidatos acima de 45 anos de idade, conforme previsão na Lei nº 93.670 de 09/12/1986;
XIV - Certidão de casamento;
XV - Documentação comprobatória de atendimento à condição de pessoas com deficiência,
negros ou indígenas conforme item 9.10.4 e subitens deste Edital;
XVI - Declaração de situação histórico-funcional disponibilizada pelo Núcleo Educacional
da SEJUS comprovando não ter sofrido desligamento de estabelecimentos de ensino que
funcionam nas dependências das Unidades Prisionais em virtude de resultado de avaliação
que aponte desempenho insuficiente para a função, em decorrência de descumprimento
das normas de conduta funcional ou outro tipo de penalidade afim, exclusivo para
candidatos aos cargos com campo de atuação nos Espaços de Privação de Liberdade -
Sistema Prisional que já atuaram nessa modalidade;
XVII - Declaração constante no Anexo IV, preenchida e assinada, exclusiva para
candidatos aos cargos com campo de atuação nos Espaços de Privação de Liberdade -
Sistema Prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativo - IASES que nunca atuaram
nessa modalidade;
XVIII - Certidão Negativa cível e criminal, de 1ª Instância e de 2ª Instância, emitida pelo
site do TJ-ES, exclusiva para candidatos aos cargos com campo de atuação nos Espaços
de Privação de Liberdade - Sistema prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativo-
IASES.
XIX - Declaração referente a não acumulação de cargos no modelo indicado no Anexo VI.
XX – Autodeclaração de Saúde, constante no Anexo VIII, conforme item 1.7.1.

10.1.1 A apresentação dos documentos constantes nos incisos II, III e IV são uma
exigência do eSocial - Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais,
Previdenciárias e Trabalhistas.
10.1.2 Para os candidatos que mantiveram vínculo com a rede estadual de ensino do
Espírito Santo no ano de 2019, fica facultativa a entrega da cópia dos documentos
constantes nos incisos III, IV, V, VI, X e XIII do item 10.1.
10.1.2.1 Para fins da formalização do contrato, no momento da chamada fica obrigatória
a apresentação dos documentos constantes nos incisos III, IV, V, VI, X e XIII do item
10.1 na versão original.
10.1.3 Os candidatos que possuem identidade provisória ou identidade com data de
validade vencida, independente de terem atuado no ano letivo anterior, deverão,
obrigatoriamente, apresentar cópia de identidade com data de validade atualizada no ato
da identificação de posto de trabalho.
10.1.4 A declaração exigida no inciso XVI para os candidatos que já atuaram em Unidades
do Sistema Prisional/IASES será fornecida pela SEJUS/IASES e deverá ser solicitada
conforme previsão da Portaria nº 1.005-R de 05 de outubro de 2020. Os Artigos 2º e 3º
da Portaria preveem que a Declaração de situação histórico-funcional deve ser solicitada,
por meio do Sistema E-DOCS, utilizando requerimento disponível em:
https://sejus.es.gov.br/Media/sejus/Arquivos%20PDF/FORMULARIO%20DE%20SOLICIT
A%C3%87AO%20DE%20DECLARA%C3%87AO%20HISTORICO%20FUNCIONAL.pdf
devidamente preenchido. Será emitida pela Subgerência de Educação da SEJUS, por meio
do Sistema E-DOCS.
10.1.4.1 As demais orientações acerca da Declaração de situação histórico-funcional
constam na Portaria nº 1.005-R de 05 de outubro de 2020.
10.1.4.2 A declaração exigida no inciso XVI, para os candidatos que já atuaram em
Unidades de Atendimento Socioeducativo, será fornecida pela Subgerência de Educação e
Espiritualidade – IASES localizada na Avenida Jerônimo Monteiro, 96 – Edifício das
Repartições Públicas – Centro – Vitória/ ES.
10.2 O contrato temporário será firmado por prazo que não ultrapasse 12 meses.
11. DAS ATRIBUIÇÕES
11.1 São atribuições do PROFESSOR REGENTE DE CLASSE COM ATUAÇÃO NAS
ESCOLAS DE ENSINO REGULAR, NO CEIER, E NOS ESPAÇOS DE PRIVAÇÃO DE
LIBERDADE - SISTEMA PRISIONAL E UNIDADES DE ATENDIMENTO
SOCIOEDUCATIVO-IASES: Planejar de forma integrada e contextualizada;
responsabilizar-se pelo processo ensino e aprendizagem; planejar e ministrar aulas,
acompanhar o desempenho escolar dos estudantes; articular-se e desenvolver o
sentimento de pertencimento para com a escola e comunidade; outras atividades
estabelecidas na Lei nº 9.394/1996, no ANEXO III da Lei nº 5.580/1998 e no Regimento
Escolar. Considerar as necessidades e especificidades do atendimento em Espaços de
Privação de Liberdade (Sistema Prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativo-
IASES); conhecer e cumprir a Portaria Conjunta SEDU/SEDH/IASES Nº 001-R de
14/07/2017 e a Portaria Conjunta SEJUS/SEDU Nº 001-R de 30/01/2014, bem como o
SINASE (Lei nº 12.594/12), Plano Estadual de Educação nas Prisões e legislações vigentes
no âmbito estadual e federal.
11.2 São atribuições do PROFESSOR REGENTE DE CLASSE COM ATUAÇÃO NOS
CENTROS ESTADUAIS DE ENSINO FUNDAMENTAL E/OU MÉDIO DE TEMPO
INTEGRAL: Auxiliar na elaboração e na execução do Plano de Ação da unidade escolar;
traçar caminhos, por meio do seu Programa de Ação, para o cumprimento das metas
estabelecidas no Plano de Ação Escolar; elaborar e cumprir o Guia de Aprendizagem, em
consonância com a proposta Pedagógica da unidade de ensino; garantir o cumprimento da
Agenda Trimestral por meio da agenda semanal da escola; cumprir a carga horária,
multidisciplinar, de 40 (quarenta) horas semanais, compreendendo, obrigatoriamente, os
componentes curriculares da Base Nacional Comum, da Parte Diversificada e dos
Componentes Integradores; assegurar o desenvolvimento dos Estudos Orientados, das
Disciplinas Eletivas, do Aprofundamento de Estudos e do Projeto de Vida dos estudantes;
discutir e definir, semestralmente, as Disciplinas Eletivas de maneira a estimular a
abordagem de temas que ampliem o repertório dos estudantes; estimular cotidianamente
o desenvolvimento do Projeto de Vida dos estudantes; realizar momentos de Tutoria, com
grupos específicos de estudantes, de maneira individual e coletiva, acompanhando e
orientando seus Projetos de Vida, bem como oferecer especial atenção quando assim lhe
for solicitado; participar ativamente das ações de nivelamento a partir da análise detalhada
da Avaliação de Entrada por turma e por estudante, bem como dos projetos de intervenção
a serem aplicados; participar de momentos direcionados para o estudo do material de
formação do modelo pedagógico e de gestão relativo à área de conhecimento, conforme o
cronograma de estudo apresentado pelo Coordenador Pedagógico juntamente com o
Professor Coordenador de Área; ter a disponibilidade para atuar, com parte da sua carga
horária, como Professor Coordenador de Área (PCA), quando selecionado pelo grupo de
Professores da área de conhecimento.
11.3 São atribuições do PROFESSOR REGENTE DE CLASSE COM ATUAÇÃO NAS
CLASSES HOSPITALARES: Prestar atendimento educacional em leito hospitalar ou classe
hospitalar e em instituição de apoio ao aluno/paciente, com as seguintes funções: atender
os requisitos próprios de cada área de atuação, como também, planejar, ministrar,
acompanhar, flexibilizar currículo, adaptar atividade, avaliar e registrar as atividades
Pedagógicas, na realização do atendimento diferenciado, visando ao desenvolvimento da
aprendizagem dos alunos em período de internação hospitalar; e ainda atuar nas
capacitações na área específica de atendimento e interação com as famílias e com as
escolas regulares de origem dos alunos/pacientes.
11.4 São atribuições do PROFESSOR REGENTE DE CLASSE COM ATUAÇÃO NA
EDUCAÇÃO ESPECIAL para atuar nos Centros (CAP, CAS E NAAH/S): Atender e
orientar às escolas, alunos, familiares e comunidade em geral; produzir material adaptado;
atuar como formador das capacitações de Professores; trabalhar ou produzir materiais de
comunicação alternativa e aumentativa e tecnologia assistiva; oportunizar o acesso às
linguagens diferenciadas para suprir as necessidades educacionais dos alunos; participar
de palestras quando solicitado; acompanhar, avaliar e relatar as atividades Pedagógicas
desenvolvidas, articular e acompanhar parcerias com instituições de Ensino Superior e
Organizações Não Governamentais, visando ao desenvolvimento do potencial e da
aprendizagem dos alunos.
11.4.1 São atribuições para atuar no CAP – Centro de Apoio para Atendimento às Pessoas
com Deficiência Visual:
11.4.1.1 Para atuar como PROFESSOR NO ATENDIMENTO EDUCACIONAL
ESPECIALIZADO – AEE NA ÁREA DE DEFICIÊNCIA VISUAL o profissional deverá ter
conhecimento em informática, realizar com eficiência o Plano de Atendimento Educacional
Especializado, elaborar texto dentro das normas técnicas, ter conhecimento e aplicar as
Grafias Braille para a Língua Portuguesa e Química, aceitar as condições do trabalho
itinerante, intra e interinstitucionais e colaborativo, atendendo os requisitos próprios da
área de atuação, como também, planejar, acompanhar, avaliar e registrar as atividades
Pedagógicas, e ainda atuar nas capacitações na área específica de atendimento e interação
com as famílias. Quando necessário trabalhar a assinatura e as atividades de vida
independente.
11.4.1.2 Para atuar como PROFESSOR NO ATENDIMENTO EDUCACIONAL
ESPECIALIZADO – AEE NA ÁREA DE DEFICIÊNCIA VISUAL NA PRODUÇÃO DE
LIVRO DIGITAL ACESSÍVEL (FORMATO DAISY) – o profissional deverá ter
conhecimento em informática, ter domínio de leitura e escrita Braille, ter domino avançado
na informática. Domínio do procedimento submissão e armazenamento do livro digital
acessível atendendo os requisitos próprios pedagógicos, na realização do atendimento
especializado, visando o desenvolvimento da aprendizagem dos alunos cegos ou com baixa
visão; e ainda atuar nas capacitações na área específica de atendimento e interação com
as de cada área de atuação, como também, planejar, ministrar, acompanhar, avaliar e
registrar as atividades famílias.
11.5. São atribuições para atuar nos NAAHS - Núcleos de Atividades de Altas
Habilidades/Superdotação:
11.5.1. Para atuar como PROFESSOR NO ATENDIMENTO EDUCACIONAL
ESPECIALIZADO – AEE NA ÁREA DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO –
NAAH/S o profissional deverá realizar com eficiência o Plano de Atendimento Educacional
Especializado, aceitar as condições do trabalho itinerante, intra e interinstitucionais e
colaborativo, atendendo os requisitos próprios da área de atuação, como também,
planejar, acompanhar, avaliar e registrar as atividades Pedagógicas, e ainda atuar nas
capacitações na área específica de atendimento e interação com as famílias.
11.6 São atribuições para atuar nos CAS – Centro de Capacitação de Profissionais da
Educação e de Atendimento às Pessoas com Surdez:
11.6.1 Para atuar como PROFESSOR DE LIBRAS, o profissional deverá dominar Libras
para ministrar aulas de Libras no atendimento educacional especializado, para a
comunidade escolar e Comunidade Geral, planejar, ministrar, acompanhar, avaliar e
registrar as atividades Pedagógicas, na realização do atendimento especializado, participar
do planejamento e avaliação das atividades desenvolvidas com alunos com surdez, na
perspectiva do trabalho colaborativo. E ainda atuar nas capacitações na área específica de
atendimento e interação com as famílias.
11.6.2 Para atuar como PROFESSOR NO ATENDIMENTO EDUCACIONAL
ESPECIALIZADO NAS ÁREAS DO CONHECIMENTO, o profissional deverá ter domínio
em Libras e aceitar as condições do trabalho itinerante, intra e interinstitucionais e
colaborativo, atendendo os requisitos próprios de cada área de atuação, como também,
planejar, ministrar, acompanhar, avaliar e registrar as atividades Pedagógicas, na
realização do atendimento especializado, visando o desenvolvimento da aprendizagem dos
alunos que apresentam deficiência auditiva. E ainda atuar nas capacitações na área
específica de atendimento e interação com as famílias.
11.6.3 Para atuar como PROFESSOR NO ATENDIMENTO EDUCACIONAL
ESPECIALIZADO NA ÁREA DE DEFICIÊNCIA AUDITIVA PARA ATUAR COM ALUNOS
DE 1º AO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL o profissional deverá ter domínio em
Libras e de alfabetização e aceitar as condições do trabalho itinerante, intra e
interinstitucionais e colaborativo, atendendo os requisitos próprios de cada área de
atuação, como também, planejar, ministrar, acompanhar, avaliar e registrar as atividades
Pedagógicas, na realização do atendimento especializado, visando o desenvolvimento da
aprendizagem dos alunos que apresentam deficiência auditiva; e ainda atuar nas
capacitações na área específica de atendimento e interação com as famílias.
11.7 São atribuições do PROFESSOR DO ATENDIMENTO EDUCACIONAL
ESPECIALIZADO COM ATUAÇÃO NAS SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS
DAS ESCOLAS REGULARES:
11.7.1 Para atuar como PROFESSOR DO ATENDIMENTO EDUCACIONAL
ESPECIALIZADO COM ATUAÇÃO NAS SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS
DAS ESCOLAS REGULARES: o profissional deverá aceitar as condições do trabalho
itinerante, intra e interinstitucional e colaborativo, atendendo os requisitos próprios de
cada área da deficiência utilizando também equipamentos de informática e softwares
educativos; realizar atendimento educacional especializado em turno inverso ao do ensino
regular por meio de um plano de trabalho organizado de acordo com a necessidade
apresentada pelo aluno; atuar em colaboração com o Pedagogo e o Professor da classe
comum em sala de aula, nas avaliações Pedagógicas e os encaminhamentos a serem
adotados nas adequações curriculares, elaborando estratégias necessárias para a
construção do conhecimento, como também participação no processo avaliativo; orientar
ao Professor da classe regular quanto à elaboração de currículo adaptado, atividades
avaliativas e relatórios trimestrais de cada aluno especial sobre como alcançou a nota dada
no sistema; elaborar, construir, executar e avaliar o Plano de desenvolvimento Individual
do Aluno; participar de planejamentos com os devidos registros para ministrar suas aulas;
registrar através de relatórios trimestrais o desempenho do aluno; participar dos Conselhos
de Classe, Jornada Pedagógica e de outras atividades realizadas na escola, mesmo que
não seja dia letivo com aluno; apoiar a família quanto às ações que favoreçam o
desenvolvimento integral dos educandos; responsabilizar juntamente com a escola pelos
levantamentos de dados solicitados pela SEDU e pelo censo escolar; definir cronograma
de atendimento do aluno contendo atendimento contra turno, colaborativo e
planejamento; identificar, organizar e produzir estratégias Pedagógicas de recursos
acessíveis; desenvolver atividades próprias do Atendimento Educacional Especializado, tais
como: Língua Brasileira de Sinais (Libras), língua portuguesa na modalidade escrita como
segunda língua, sistema Braille, soroban, orientação e mobilidade, atividade de vida
autônoma, informática acessível, comunicação alternativa e aumentativa e tecnologia
assistiva.
11.7.2 Para atuar como PROFESSOR NO ATENDIMENTO EDUCACIONAL
ESPECIALIZADO – AEE NA ÁREA DE SURDOCEGUEIRA: o profissional deverá ter
conhecimento em informática, elaborar o Plano de Trabalho, levando em consideração as
necessidades e condições dos alunos com surdocegueira, elaborar relatórios de
desempenho do trabalho, aceitar as condições do trabalho itinerante, intra e
interinstitucionais e colaborativo, atendendo os requisitos próprios da área de atuação,
como também, planejar, acompanhar, avaliar e registrar as atividades pedagógicas, e
ainda atuar nas capacitações na área específica de atendimento e interação com as
famílias.
11.7.3 São atribuições do PROFESSOR REGENTE DE CLASSE/FUNÇÃO PEDAGÓGICA
COM ATUAÇÃO NA CLASSE ABRIGO: Desenvolver ações que facilitem o aprendizado do
currículo programático das mulheres e seus dependentes em situação de abrigamento sob
sua responsabilidade durante a permanência destes na Casa Abrigo Estadual, (CAES);
promover a articulação entre Escola e a CAES, realizando atividades e trabalhos, utilizando
materiais didáticos do aluno fornecidos pela escola para a CAES e encaminhando para a
escola as avaliações, trabalhos realizados e relatórios; inserir a criança e o adolescente,
que estão fora da escola, no ensino regular; desenvolver, junto com a Equipe Técnica
Intersetorial e Interdisciplinar Efetiva, o interesse da mulher e seus dependentes em
situação de abrigamento sob sua responsabilidade pelo aprendizado; desenvolver
programa de alfabetização de adultos, quando for o caso; promover, junto com a Equipe
Técnica Intersetorial e Interdisciplinar, atividades visando valorização pessoal, melhoria da
autoestima, com os dependentes sob responsabilidade da mulher em situação de risco;
planejar atividades Pedagógicas e socioculturais proporcionando às crianças e mães o
desenvolvimento de seu potencial criativo, habilidades, lazer e socialização; monitorar e
avaliar o aprendizado por meio de aulas em grupo e/ou individual; elaborar relatórios,
formulários, fichas para acompanhamento e avaliação da ação Pedagógica, bem como
encaminhamentos para as instituições de ensino pertinentes; assegurar, junto aos setores
competentes da SEDU, a reinserção das crianças e adolescentes no sistema escolar regular
durante o processo de desligamento; participar junto à equipe técnica da CAES de
atendimento multidisciplinar, a fim de facilitar meios de atendimento educacional cabíveis
a cada caso. Conhecer e cumprir a Portaria Nº 028-R de 24/10/2018 que institui o
Regimento Interno da Casa Abrigo Estadual Maria Cândida Teixeira-CAES.
11.7.4 São atribuições do PROFESSOR EM FUNÇÃO PEDAGÓGICA COM ATUAÇÃO
NAS ESCOLAS DE ENSINO REGULAR, NO CEIER, E CLASSE HOSPITALAR:
Administrar, planejar, organizar, coordenar, controlar e avaliar atividades educacionais
junto ao corpo técnico-pedagógico, docente e discente, fora da sala de aula, desenvolvidas
na unidade escolar; Planejar, orientar, acompanhar e avaliar atividades Pedagógicas nas
unidades escolares, promovendo a integração entre as atividades, áreas de estudo e/ou
disciplinas que compõem o currículo, bem como o contínuo aperfeiçoamento do processo
ensino-aprendizagem, propondo treinamento e aperfeiçoamento do pessoal,
aprimoramento dos recursos de ensino-aprendizagem e melhoria dos currículos; Planejar,
acompanhar e avaliar a participação do aluno no processo ensino-aprendizagem,
envolvendo a comunidade escolar e a família nesse acompanhamento. Considerar as
necessidades e especificidades do atendimento em Espaços de Privação de Liberdade
(Sistema Prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativo - IASES); conhecer e
cumprir a Portaria Conjunta SEDU/SEDH/IASES Nº 001-R de 14/07/2017 e a Portaria
Conjunta SEJUS/SEDU Nº 001-R de 30/01/2014. Outras atribuições estabelecidas na Lei
nº 9394/96 e Lei nº 5.580/98. Considerar as necessidades e especificidades do
atendimento em Classe Hospitalar realizando o trabalho inter e intra institucional entre a
Escola Referência e os espaços de atendimento (Hospitais e ACACCI).
11.7.5 São atribuições do PROFESSOR REGENTE DE CLASSE/FUNÇÃO PEDAGÓGICA
COM ATUAÇÃO EM ESPAÇOS DE PRIVAÇÃO DE LIBERDADE – SISTEMA PRISIONAL
E UNIDADES DE ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO: Participar na elaboração,
coordenação, execução do Regimento Escolar e do Plano de Ação da unidade escolar;
participar na elaboração do planejamento curricular, garantindo que a realidade do
educando seja o ponto de partida para o seu redirecionamento; promover momento de
planejamento, reflexão e um constante repensar da prática Pedagógica, proporcionando a
análise de situação concreta; utilizando e diversificando técnicas que permitam
diagnosticar, prevenir e acompanhar as situações que resultem no baixo rendimento na
unidade de ensino; coordenar e acompanhar, juntamente com o corpo docente, o processo
de classificação e reclassificação do educando; encaminhar ações Pedagógicas, a partir do
interesse e necessidade do corpo docente e discente, acompanhando sistematicamente o
processo ensino-aprendizagem; zelar pelo aperfeiçoamento constante do corpo docente,
promover momentos de integração e socialização com servidores administrativos, visando
ao envolvimento de todos na proposta Pedagógica da unidade de ensino; manter a direção
da unidade de ensino informada sobre as atividades desenvolvidas pela gestão Pedagógica;
diagnosticar, junto com o corpo docente, dificuldade de aprendizagem do educando,
sugerindo medidas que contribuam para a superação da mesma; planejar, participar e
avaliar as reuniões do conselho de classe e de planejamento pedagógico, orientando os
participantes em relação aos educandos que apresentam dificuldades de aprendizagem ou
problemas específicos; orientar e acompanhar os registros no diário de classe, bem como
proceder à análise de histórico escolar e de transferência recebida; colaborar com o
coordenador escolar na elaboração do horário de aula, do mapa de carga horária e na
organização da unidade de ensino; acompanhar a execução dos planos de ensino e dos
instrumentos de avaliação e de recuperação paralela, trimestral e final, bimestral nas
unidades que ofertam a EJA; participar juntamente com o corpo docente, da seleção dos
livros didáticos a serem adotados; estimular o aperfeiçoamento sistemático do corpo
docente, por meio de cursos, seminários, encontros e outros mecanismos adequados;
organizar e manter atualizados os dados referentes ao processo ensino-aprendizagem para
acompanhamento da vida escolar do educando; participar, quando convocado pela direção,
das reuniões realizadas na unidade de ensino; disseminar práticas inovadoras, visando ao
aprofundamento teórico e garantindo o uso adequado dos espaços de aprendizagem e dos
recursos tecnológicos disponíveis na unidade de ensino (quando houver); promover
situações saudáveis do ponto de vista educativo e socioafetivo; outras atribuições que lhe
forem conferidas.
11.7.6 São atribuições do PROFESSOR EM FUNÇÃO PEDAGÓGICA COM ATUAÇÃO
NOS CENTROS ESTADUAIS DE ENSINO FUNDAMENTAL E/OU MÉDIO DE TEMPO
INTEGRAL: Participar, juntamente com o Coordenador Pedagógico, na elaboração,
coordenação, execução e avaliação do Plano de Desenvolvimento Institucional - PDI, do
Programa de Auto Avaliação Institucional - PAI, do Regimento Escolar e do Plano de Ação
da unidade escolar; participar na elaboração do planejamento curricular, garantindo que a
realidade do educando seja o ponto de partida para o seu redirecionamento; promover
momento de estudo, reflexão e um constante repensar da prática Pedagógica,
proporcionando a análise de situação concreta; atender ao educando, individualmente e
em grupo, utilizando e diversificando técnicas que permitam diagnosticar, prevenir e
acompanhar as situações que resultem no baixo rendimento na unidade de ensino;
coordenar e acompanhar, juntamente com o corpo docente, o processo de classificação e
reclassificação do educando; encaminhar ações Pedagógicas, a partir do interesse e
necessidade do corpo docente e discente, acompanhando sistematicamente o processo
ensino-aprendizagem; zelar pelo aperfeiçoamento constante do corpo docente, além de
engajar-se nas atividades extraclasse de cunho pedagógico; assessorar o trabalho do
Professor na observação, registro e sistematização de informes sobre o educando;
coordenar o plano de ensino do corpo docente, de forma individualizada e coletiva;
promover momentos de integração e socialização com servidores administrativos, visando
ao envolvimento de todos na proposta Pedagógica da unidade de ensino; manter a direção
da unidade de ensino informada sobre as atividades desenvolvidas pela gestão Pedagógica;
diagnosticar, junto com o corpo docente, dificuldade de aprendizagem do educando,
sugerindo medidas que contribuam para a superação da mesma; planejar, participar e
avaliar as reuniões do conselho de classe e de planejamento pedagógico, orientando os
participantes em relação aos educandos que apresentam dificuldades de aprendizagem ou
problemas específicos; orientar e acompanhar os registros no diário de classe, bem como
proceder à análise de histórico escolar e de transferência recebida; colaborar com o
coordenador escolar na elaboração do horário de aula, do mapa de carga horária e na
organização da unidade de ensino; acompanhar a execução dos planos de ensino e dos
instrumentos de avaliação e de recuperação paralela, trimestral e final; participar,
juntamente com o corpo docente, da seleção dos livros didáticos a serem adotados;
estimular o aperfeiçoamento sistemático do corpo docente, por meio de cursos, seminários,
encontros e outros mecanismos adequados; organizar e manter atualizados os dados
referentes ao processo ensino-aprendizagem para acompanhamento da vida escolar do
educando; participar, quando convocado pela direção, das reuniões realizadas na unidade
de ensino; disseminar práticas inovadoras, visando ao aprofundamento teórico e
garantindo o uso adequado dos espaços de aprendizagem e dos recursos tecnológicos
disponíveis na unidade de ensino; promover situações saudáveis do ponto de vista
educativo e socioafetivo; outras atribuições que lhe forem conferidas.
11.7.7 São atribuições da função de COORDENADOR ESCOLAR: exercer a
implementação das atividades relacionadas com a organização e funcionamento da
unidade escolar, participando, junto aos demais profissionais, alunos e comunidade
escolar, das atividades em consonância com o projeto político pedagógico.
11.7.8 São atribuições do PROFESSOR REGENTE DE CLASSE COM ATUAÇÃO NAS
ESCOLAS DE EDUCAÇÃO DO CAMPO, EM ÁREAS DE ASSENTAMENTO E ESCOLAS
QUE ADOTAM A PEDAGOGIA DA ALTERNÂNCIA): Planejar de forma integrada e
contextualizada; responsabilizar-se pelo processo ensino e aprendizagem; planejar e
ministrar aulas, acompanhar o desempenho escolar dos estudantes; articular-se e
desenvolver o sentimento de pertencimento para com a escola e comunidade; exercer as
atividades que envolvam os elementos da Pedagogia da Alternância; outras atribuições
estabelecidas na Lei nº9.394/1996, no ANEXO III da Lei nº 5.580/1998, no Art.300 da
Resolução CEE-ES Nº 3.777/2014 e seus incisos e no Regimento Escolar.
11.7.9 São atribuições da função de COORDENADOR DAS ESCOLAS QUE ADOTAM A
PEDAGOGIA DA ALTERNÂNCIA E ESCOLAS LOCALIZADAS EM ÁREAS DE
ASSENTAMENTOS que não possuem Diretor: exercer a implementação das atividades
relacionadas com a organização e funcionamento da unidade escolar, participando, junto
aos demais profissionais, alunos e comunidade escolar, das atividades em consonância
com o projeto político pedagógico da Pedagogia da Alternância e seus instrumentos.

12. DAS IRREGULARIDADES


12.1 Eventuais irregularidades constatadas no processo de seleção e de contratação de
Professores em regime de Designação Temporária serão objeto de sindicância, sob a
responsabilidade da Corregedoria/SEDU, e os infratores estarão sujeitos às penalidades
previstas no art. 231 da Lei Complementar Nº 46/94 (D.O. 31/01/94).

13. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS


13.1 O ato de designação temporária para o exercício da função pública de PROFESSOR
REGENTE DE CLASSE, de PROFESSOR EM FUNÇÃO PEDAGÓGICA (PEDAGOGO) e
COORDENADOR ESCOLAR, é de competência da Gerência de Gestão de Pessoas –
GEGEP/SEDU, por proposição dos Superintendentes Regionais de Educação, atendidas as
disposições contidas na Lei Complementar nº 809 (D.O. de 24/09/2015), Lei
Complementar nº 115, de 13 de janeiro de 1998 e alterações e à Lei nº 5.580, de 13 de
janeiro de 1998 e alterações e demais normas contidas neste Edital.
13.2 Este processo seletivo terá validade até o fim do ano letivo de 2021, podendo ser
prorrogado por até 12 (doze) meses a partir da data de publicação deste Edital.
13.3 Por necessidade de conveniência da administração, o candidato poderá ser convocado
a apresentar todos os documentos originais exigidos para conferência e autenticação das
cópias.
13.4 Os candidatos estarão sujeitos ao cumprimento do horário de trabalho determinado
pela Superintendência Regional de Educação de sua jurisdição, no ato de sua convocação
e em atendimento à excepcional necessidade da rede estadual de ensino. Na
impossibilidade de cumprimento, o candidato formalizará desistência no momento da
chamada sendo automaticamente conduzido ao final da lista de classificação.
13.4.1 Os candidatos deverão respeitar a carga horária e o dia de planejamento por área
em cada unidade escolar.
13.5 Os candidatos contratados na condição de pessoa com deficiência serão avaliados
quanto à compatibilidade da deficiência e o exercício da função docente podendo a
incompatibilidade resultar na dispensa do mesmo.
13.5.1 O acompanhamento e a avaliação dos candidatos a que se refere o item 13.5 é de
responsabilidade do corpo pedagógico e da Direção da unidade escolar, sob supervisão da
Superintendência Regional de Educação.
13.6 A insuficiência de desempenho profissional, verificada por instrumento próprio e
atestada pela direção da unidade escolar resultará na rescisão imediata do contrato ou na
não renovação de seu contrato celebrado com a Secretaria de Estado da Educação,
respeitada a legislação vigente;
13.6.1 A avaliação de desempenho está regulamentada pela Portaria nº059-R de 02 de
abril de 2018 publicada no Diário Oficial em 03/04/2018.
13.6.2 O contratado que apresentar ao longo do vínculo, quantidade excessiva de faltas,
justificadas ou não, poderá ter o contrato cessado na forma do item III do artigo 14 da Lei
Complementar nº 809, publicada no D.O. em 24/09/2015.
13.7 A classificação neste Processo Seletivo Simplificado não assegura ao candidato a sua
contratação, mas apenas a expectativa de ser convocado para atender necessidades da
rede escolar pública estadual seguindo rigorosa ordem de classificação.
13.8 Conforme Art. 14 da Lei Complementar nº 809/2015, a dispensa do ocupante de
função de magistério mediante designação temporária dar-se-á automaticamente, quando
terminado o prazo contratual, por iniciativa do contratado ou, ainda, a qualquer momento,
por conveniência do órgão ou entidade pública contratante.
13.9 Todas as SRE's deverão manter durante todo o período de validade do presente Edital
e por mais 1 (um) ano, toda documentação que comprove a lisura do processo de
chamada, de forma a oferecer elementos de defesa no caso de demandas judiciais contra
o Estado.
13.10 De acordo com a legislação processual civil em vigor fica eleita a Comarca de Vitória
como foro competente para julgar as demandas judiciais decorrentes do presente processo
seletivo simplificado.
13.11 Nenhum candidato poderá alegar desconhecimento das normas contidas neste
Edital.

Vitória, 10 de dezembro de 2020.

VITOR AMORIM DE ANGELO


Secretário de Estado da Educação
ANEXO I

Professor MaPA 1
Campo de atuação: 1º ao 5º das escolas de ensino regular e EJA 1º segmento das escolas regulares e da
escola de tempo integral, classes hospitalares e atendimento domiciliar.

COMPONENTE PRÉ-REQUISITO
CURRICULAR
(DISCIPLINA)
Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais)
BASE NACIONAL COMUM OU
Licenciatura em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de
maio de 2006
OU
Licenciatura Curso Normal Superior

Professor MaPA 2
Campo de atuação: 1º ao 5º das escolas Unidocentes e Pluridocentes.

COMPONENTE PRÉ-REQUISITO
CURRICULAR
(DISCIPLINA)
Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais)
OU
Licenciatura em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de
BASE NACIONAL COMUM
maio de 2006
OU
Licenciatura Curso Normal Superior

Professor MaPA 3
Campo de atuação: 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental regular e EJA 1º segmento dos Espaços privados de
liberdade (sistema prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativo-IASES).

COMPONENTE PRÉ-REQUISITO
CURRICULAR
(DISCIPLINA)
Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais)
OU
Licenciatura em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de
BASE NACIONAL COMUM
maio de 2006
OU
Licenciatura Curso Normal Superior

Professor MaPA 4
Campo de atuação: 1º ao 5º ano do ensino fundamental e EJA 1º segmento das escolas que adotam a
pedagogia da alternância, escolas localizadas em áreas de assentamentos e escolas localizadas em áreas
rurais de acordo com os critérios do IBGE.

COMPONENTE CURRICULAR PRÉ-REQUISITO


(DISCIPLINA)
Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais)
OU
Licenciatura em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15
BASE NACIONAL COMUM
de maio de 2006 OU Licenciatura Curso Normal Superior
OU
Licenciatura em Pedagogia da Terra

Professor MaPA 5
Campo de atuação: Classe Abrigo/CAES

COMPONENTE CURRICULAR PRÉ-REQUISITO


(DISCIPLINA)
Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais)
OU
Licenciatura em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15
BASE NACIONAL COMUM
de maio de 2006
OU
Licenciatura Curso Normal Superior
Professor MaPB 1
Campo de atuação: ensino fundamental, ensino médio, EJA segundo segmento e EJA ensino médio das
escolas regulares, escolas de tempo integral, Classes hospitalares e atendimento domiciliar.

COMPONENTE CURRICULAR PRÉ-REQUISITO


(DISCIPLINA)
Licenciatura em Artes Plásticas OU Diploma de Bacharel/Tecnólogo
ARTE acrescido do Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes
com habilitação em Artes Plásticas
OU
Licenciatura em Artes Visuais
OU Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes Visuais
OU
Licenciatura em Educação Artística
OU Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Educação
Artística
OU
Licenciatura em Música
OU Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Música
OU
Licenciatura em Teatro
OU
Licenciatura em Dança
OU
Licenciatura em Artes
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes
OU
Licenciatura em Artes Cênicas
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes Cênicas
Licenciatura em Biologia
BIOLOGIA/CIÊNCIAS OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes em Biologia
OU
Licenciatura em Ciências Biológicas
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Ciências
Biológicas
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação Em Biologia.

EDUCAÇÃO FÍSICA Licenciatura em Educação Física


OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Educação Física

Licenciatura em Ensino Religioso


ENSINO RELIGIOSO OU
Licenciatura em qualquer área do conhecimento, acrescida de curso de
Pós-graduação ”Lato sensu” em Ensino Religioso que atenda às
prescrições da Res. CNE/CES nº 1, de 08/06/2007 alterada pela
Resolução CNE/CES nº 5 de 25/09/2008, Res. CNE/CES Nº 4 de
16/02/2011 revogada pela Resolução CNE/CES Nº 7/09/2011
OU
Bacharel em Ciências da Religião, com complementação pedagógica, nos
termos da Res. CNE/CP nº 2, de 26/06/97.
Licenciatura em Letras/Espanhol
ESPANHOL OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Letras/Espanhol
OU
Licenciatura em Português/Espanhol
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em
Português/Espanhol
Licenciatura em Filosofia
FILOSOFIA OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Filosofia

Licenciatura em Física
FÍSICA OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Física
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação Em Física
Licenciatura em Ciências Sociais
GEOGRAFIA OU
Licenciatura em Geografia
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Geografia
OU
Licenciatura Curta em Estudos Sociais com Plenificação em Geografia
Licenciatura em História
OU
HISTÓRIA Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em História
OU
Licenciatura em Ciências Sociais (para atuação de 6º ao 9º ano do ensino
fundamental)
OU
Licenciatura em Filosofia
Licenciatura em Letras/Inglês
INGLÊS OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Letras/Inglês
OU
Licenciatura em Português/Inglês
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em
Português/Inglês
Licenciatura em Letras/Português
LÍNGUA PORTUGUESA OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em
Letras/Português

MATEMÁTICA Licenciatura em Matemática


OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Matemática
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação em Matemática.

QUÍMICA Licenciatura em Química


OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Química
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação em Química
SOCIOLOGIA Licenciatura em Ciências Sociais OU Diploma de Bacharel/Tecnólogo
acrescido do Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes
com habilitação em Sociologia
OU
Licenciatura em Sociologia
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Sociologia

Professor MaPB 2
Campo de atuação: Educação do campo – CEIER, escolas que adotam a pedagogia da alternância, escolas
localizadas em áreas de assentamentos e escolas localizadas em áreas rurais de acordo com os critérios do
IBGE.

COMPONENTE CURRICULAR PRÉ-REQUISITO


(DISCIPLINA)
Licenciatura em Artes Plásticas
ARTE OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes
Plásticas
OU
Licenciatura em Artes Visuais
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes Visuais
OU
Licenciatura Plena em Educação Artística
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes em com habilitação Educação
Artística
OU
Licenciatura em Música
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Música
OU
Licenciatura em Teatro
OU
Licenciatura em Dança
OU
Licenciatura em Artes
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes
OU
Licenciatura em Artes Cênicas
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes em com habilitação Artes
Cênicas
OU
Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Linguagens
Licenciatura em Biologia
BIOLOGIA/CIÊNCIAS OU
Diploma Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Biologia
OU
Licenciatura em Ciências Biológicas
OU
Diploma Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes em com habilitação em Ciências
Biológicas
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação Em Biologia.
OU
Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Ciências da
Natureza
Licenciatura em Educação Física
EDUCAÇÃO FÍSICA OU
Diploma Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Educação
Física
OU
Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Linguagens
Licenciatura em Filosofia
FILOSOFIA OU
Diploma Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Filosofia
OU
Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Ciências
Humanas
Licenciatura em Física
FÍSICA OU
Diploma Bacharel /Tecnólogo acrescido Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Física
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação Em Física.
OU
Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Ciências da
Natureza
Licenciatura em Ciências Sociais
GEOGRAFIA OU
Licenciatura em Geografia
OU
Diploma Bacharel /Tecnólogo acrescido Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Geografia
OU
Licenciatura Curta em Estudos Sociais com Plenificação em Geografia
OU
Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Ciências
Humanas
Licenciatura em História
HISTÓRIA OU
Diploma Bacharel /Tecnólogo acrescido Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em História
OU
Licenciatura em Ciências Sociais (para atuação de 6º ao 9º ano do
ensino fundamental)
OU
Licenciatura em Filosofia
OU
Licenciatura Curta em Estudos Sociais com PLENIFICAÇÃO EM
HISTÓRIA
OU
Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Ciências
Humanas
OU
Licenciatura Plena em História dos Movimentos Sociais do Campo
Licenciatura em Letras/Inglês
INGLÊS OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Letras/Inglês
OU
Licenciatura em Português/Inglês
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em
Português/Inglês
Licenciatura em Letras/Português
LÍNGUA PORTUGUESA OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em
Letras/Português
OU
Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Linguagens
Licenciatura em Matemática
MATEMÁTICA OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Matemática
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação Em Matemática
Licenciatura em Química
QUÍMICA OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Química
OU
Licenciatura Curta em Ciências com PLENIFICAÇÃO EM QUÍMICA
OU
Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Ciências da
Natureza
Licenciatura em Ciências Sociais OU Diploma de Bacharel acrescido
SOCIOLOGIA do Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes com
habilitação em Ciências Sociais
OU
Licenciatura em Sociologia
OU
Diploma de Bacharel acrescido do Programa Especial de Formação
Pedagógica para docentes com habilitação em Sociologia
OU
Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Ciências
Humanas
Licenciatura em Letras Português
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação na disciplina
pleiteada
OU
Licenciatura em Letras Português - Inglês
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação na disciplina
pleiteada
OU
Licenciatura em Letras Português - Espanhol
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação na disciplina
pleiteada
OU
Licenciatura Plena em Letras Português – Inglês – Espanhol ou
Programa Especial de Formação Pedagógica na disciplina pleiteada
OU
Licenciatura em Educação do Campo na área de Linguagens
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
LINGUAGENS E CÓDIGOS
Formação Pedagógica para docentes com habilitação na disciplina
pleiteada
OU
Licenciatura em Artes Plásticas
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes
Plásticas
OU
Licenciatura em Artes Visuais
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes Visuais
OU
Licenciatura Plena em Educação Artística
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes em com habilitação Educação
Artística
OU
Licenciatura em Artes
OU
Diploma de Bacharel/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes
Licenciatura em Ciências Biológicas
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação na disciplina
pleiteada
CIÊNCIAS DA NATUREZA OU
Licenciatura em Educação do Campo na Área de Ciências da Natureza
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação na disciplina
pleiteada
Licenciatura em História
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação na disciplina
pleiteada
OU
Licenciatura em Geografia
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
CIÊNCIAS HUMANAS
Formação Pedagógica para docentes com habilitação na disciplina
pleiteada
OU
Licenciatura em Educação do Campo na área de Ciências Humanas e
Sociais
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação na disciplina
pleiteada

LÍNGUA POMERANA Licenciatura Plena em qualquer área do conhecimento


E
Curso específico na área de Língua Pomerana

Licenciatura em Ciências Agrícolas


AGRICULTURA I, II E III OU
Licenciatura em Ciências Agrárias

Licenciatura em Ensino Religioso


ENSINO RELIGIOSO (EF) OU
Licenciatura em qualquer área do conhecimento, acrescida de curso
de Pós-graduação "Lato-sensu" em Ensino Religioso que atenda às
prescrições da Res. CNE/CES nº 1, de 08/06/2007 alterada pela
Resolução CNE/CES nº 5 de 25/09/2008
OU
Bacharel em Ciências da Religião, acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para Docentes, com habilitação em Ensino
Religioso.

ECONOMIA DOMÉSTICA Licenciatura em Economia Doméstica


Licenciatura em Ciências Agrícolas
ZOOTECNIA OU
Licenciatura em Ciências Agrárias

ESPANHOL (EMI) Licenciatura em Letras/Espanhol


OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação na disciplina
pleiteada
OU
Licenciatura em Português/Espanhol
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica com habilitação na disciplina pleiteada

CIÊNCIAS AGROPECUÁRIAS Licenciatura em Ciências Agrárias

PRÁTICA NA PROPRIEDADE Licenciatura em Ciências Agrárias


FAMILIAR

Licenciatura em Matemática
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
ÁREA DE MATEMÁTICA
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Matemática
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação em Matemática

Professor MaPB 3
Campo de Atuação: 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental regular, Ensino Médio, EJA 2º segmento e EJA Ensino
Médio nos Espaços privados de liberdade (sistema prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativo-IASES).
COMPONENTE CURRICULAR PRÉ-REQUISITO
(DISCIPLINA)
Licenciatura em Artes Plásticas
ARTE OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes Plásticas
OU
Licenciatura em Artes Visuais
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes Visuais
OU
Licenciatura em Educação Artística
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Educação
Artística
OU
Licenciatura em Música
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Música
OU
Licenciatura em Teatro
OU
Licenciatura em Dança
OU
Licenciatura em Artes
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes
OU
Licenciatura em Artes Cênicas
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Artes Cênicas
Licenciatura em Biologia
BIOLOGIA/CIÊNCIAS OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Biologia
OU
Licenciatura em Ciências Biológicas
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Ciências
Biológicas
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação Em Biologia
Licenciatura em Educação Física
EDUCAÇÃO FÍSICA OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Educação Física
Licenciatura em Ensino Religioso;
ENSINO RELIGIOSO OU
Licenciatura em qualquer área do conhecimento, acrescida de curso de
Pós-graduação “Lato-sensu” em Ensino Religioso que atenda às
prescrições da Res. CNE/CES nº 1, de 08/06/2007 alterada pela
Resolução CNE/CES nº 5 de 25/09/2008, Res. CNE/CES Nº 4 de
16/02/2011 revogada pela Resolução CNE/CES Nº 7/09/2011
OU
Bacharel em Ciências da Religião, acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Ensino
Religioso.
Licenciatura Plena em Letras/Espanhol OU Diploma de Bacharel
ESPANHOL /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de Formação Pedagógica
com habilitação em Espanhol
OU
Licenciatura em Português/Espanhol OU Diploma de Bacharel
/Tecnólogo acrescido do Programa Especial de Formação Pedagógica
com habilitação em Espanhol
Licenciatura em Filosofia OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido
FILOSOFIA do Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes com
habilitação em Filosofia

Licenciatura em Física OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do


FÍSICA Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes com
habilitação em Física
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação em Física

Licenciatura em Ciências Sociais


GEOGRAFIA OU
Licenciatura em Geografia
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Geografia
OU
Licenciatura Curta em Estudos Sociais com Plenificação em Geografia
Licenciatura em História
HISTÓRIA OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em História
OU
Licenciatura em Ciências Sociais (para atuação de 6º ao 9º ano do
ensino fundamental)
OU
Licenciatura em Filosofia ou Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido
do Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes com
habilitação em Filosofia
OU
Licenciatura Curta em Estudos Sociais com Plenificação em História
Licenciatura em Letras/Inglês
INGLÊS OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Letras/Inglês
OU
Licenciatura em Português/Inglês
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em
Português/Inglês

Licenciatura em Letras/Português
LÍNGUA PORTUGUESA OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em
Letras/Português

Licenciatura em Matemática
MATEMÁTICA OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Matemática
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação em Matemática
Licenciatura em Química
QUÍMICA OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Química
OU
Licenciatura Curta em Ciências com Plenificação em Química
Licenciatura em Ciências Sociais
SOCIOLOGIA OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Ciências
Sociais
OU
Licenciatura em Sociologia
OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Sociologia
MaPP – Pedagogo 1
Campo de atuação: Escolas Regulares e escolas de tempo integral.

CAMPO DE ATUAÇÃO PRÉ-REQUISITO


Licenciatura em Pedagogia COM Habilitação em Supervisão Escolar E/OU
PEDAGOGO P ESCOLAS Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU Gestão
REGULARES Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar ou Licenciatura
em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de maio de
2006.
OU
Licenciatura em qualquer área acrescida de pós-graduação “Lato-sensu”
COM habilitação em Supervisão Escolar/Orientação
Educacional/Administração escolar/Gestão Escolar OU Gestão Educacional
OU Inspeção escolar ou Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
Programa de formação Pedagógica COM habilitação em qualquer
disciplina, acrescido de pós-graduação “Lato-sensu” em Supervisão
Escolar/Orientação Educacional/Administração escolar/Gestão Escolar OU
Gestão Educacional ou Inspeção escolar.

MaPP – Pedagogo 2
Campo de atuação: CAS - Centro de Capacitação de Profissionais de Educação e de Atendimento às pessoas
com Surdez, CAP-NAAH/S e Classes Hospitalares.

CAMPO DE ATUAÇÃO PRÉ-REQUISITO


Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar
PEDAGOGO P CAS E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar e/ou
CANDIDATO SURDO, Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar
CONFORME ARTIGO 7º DO E
DECRETO 5626/2005 PROLIBRAS para o “Uso e ensino de LIBRAS”
OU
Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar
E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar
E
Licenciatura em Língua Brasileira de Sinais / Letras Libras
OU
Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar
E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar
E
Certificado de Curso de Instrutor com carga horária mínima de 120
(cento e vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas
de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas
sem fins lucrativos ou certificação emitida por cursos avulsos
convalidados por Instituição de Ensino Superior - IES
OU
Licenciatura em qualquer área acrescida de pós-graduação “Lato-
sensu” com habilitação em Supervisão Escolar/Orientação
Educacional/Administração escolar/Gestão Escolar OU Gestão
Educacional ou Inspeção escolar
E
PROLIBRAS para o “Uso e ensino de LIBRAS”
OU
Licenciatura em qualquer área acrescida de pós-graduação “Lato-
sensu” COM habilitação em Supervisão Escolar/Orientação
Educacional/Administração Escolar/Gestão Escolar OU Gestão
Educacional ou Inspeção Escolar
E
Licenciatura em Língua Brasileira de Sinais/ Letras Libras
OU
Licenciatura em qualquer área acrescida de pós-graduação “Lato-
sensu” COM habilitação em Supervisão Escolar/Orientação
Educacional/Administração Escolar/Gestão Escolar OU Gestão
Educacional ou Inspeção Escolar
E
Certificado de Curso de Instrutor com carga horária mínima de 120
(cento e vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas
de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas
sem fins lucrativos ou certificação emitida por cursos avulsos
convalidados por Instituição de Ensino Superior - IES
Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar
PEDAGOGO P CAS E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar
CANDIDATO OUVINTE E
Certificado de Proficiência na “Tradução e Interpretação da
LIBRAS – Língua Portuguesa” (PROLIBRAS)
OU
Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar
E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar
E
Curso técnico em Tradução e Interpretação de Libras
OU
Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar
E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h
Básico de Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação
emitida por instituições públicas de ensino, instituições de ensino
superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou certificação
emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior - IES.
OU
Licenciatura em qualquer área acrescida de pós-graduação “Lato-
sensu” COM habilitação em Supervisão Escolar/Orientação
Educacional/Administração Escolar/Gestão Escolar OU Gestão
Educacional ou Inspeção Escolar
E
Bacharel em Letras - Libras
OU
Licenciatura em qualquer área acrescida de pós-graduação “Lato-
sensu” com habilitação em Supervisão Escolar/Orientação
Educacional/Administração Escolar/Gestão Escolar OU Gestão
Educacional ou Inspeção Escolar
E
Curso técnico em Tradução e Interpretação de Libras
OU
Licenciatura em qualquer área acrescida de pós-graduação “Lato-
sensu” COM habilitação em Supervisão Escolar/Orientação
Educacional/Administração Escolar/Gestão Escolar OU Gestão
Educacional ou Inspeção Escolar
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h
Básico de Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação
emitida por instituições públicas de ensino, instituições de ensino
superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou certificação
emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior - IES.
Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar
PEDAGOGO P CAP E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
NAAH/S Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar
E
Curso de no mínimo 120 horas na área da Deficiência Visual
OU
Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar
E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar
E
Curso de no mínimo 120 horas na área de Altas
Habilidades/Superdotação

MaPP – Pedagogo 3
Campo de atuação: Espaços de Privação de Liberdade
(Sistema Prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativo).

CAMPO DE ATUAÇÃO PRÉ-REQUISITO


Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar
ESPAÇOS DE PRIVAÇÃO DE E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
LIBERDADE Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar ou
(SISTEMA PRISIONAL E Licenciatura Plena em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº
UNIDADES SOCIOEDUCATIVAS) 1, de 15 de maio de 2006 OU Licenciatura em qualquer área acrescida
de pós-graduação “Lato-sensu” com habilitação em Supervisão
Escolar/Orientação Educacional/Administração escolar/Gestão Escolar
OU Gestão Educacional OU Inspeção escolar OU Diploma de Bacharel
/Tecnólogo acrescido do Programa de formação Pedagógica com
habilitação em qualquer disciplina, acrescido de pós-graduação “Lato-
sensu” em Supervisão Escolar/Orientação Educacional/Administração
escolar/Gestão Escolar OU Gestão Educacional OU Inspeção escolar.

MaPP – Pedagogo 4
Campo de atuação: Escolas que adotam a pedagogia da alternância, escolas localizadas em áreas de
assentamentos e escolas localizadas em áreas rurais de acordo com os critérios do IBGE.

CAMPO DE ATUAÇÃO PRÉ-REQUISITO

Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar


ESCOLAS QUE ADOTAM A E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
PEDAGOGIA DA ALTERNÂNCIA Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar ou
E ESCOLAS LOCALIZADAS EM Licenciatura Plena em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº
ÁREAS DE ASSENTAMENTOS. 1, de 15 de maio de 2006.
OU
Licenciatura em qualquer área acrescida de pós-graduação “Lato-
sensu” com habilitação em Supervisão Escolar/Orientação
Educacional/Administração escolar/Gestão Escolar OU Gestão
Educacional OU Inspeção escolar ou Diploma de Bacharel /Tecnólogo
acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação em
qualquer disciplina, acrescido de pós-graduação “Lato-sensu” em
Supervisão Escolar/Orientação Educacional/Administração
Escolar/Gestão Escolar OU Gestão Educacional OU Inspeção Escolar.

MaPP – Pedagogo 5
Campo de atuação: Classe Abrigo/CAES.

CAMPO DE ATUAÇÃO PRÉ-REQUISITO

Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar


CLASSE ABRIGO E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar OU
Licenciatura Plena em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº
1, de 15 de maio de 2006.
OU
Licenciatura em qualquer área acrescida de pós-graduação “Lato-sensu”
com habilitação em Supervisão Escolar/Orientação
Educacional/Administração Escolar/Gestão Escolar OU Gestão
Educacional OU Inspeção Escolar OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo
acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação em
qualquer disciplina, acrescido de pós-graduação “Lato-sensu” em
Supervisão Escolar/Orientação Educacional/Administração
Escolar/Gestão Escolar OU Gestão Educacional OU Inspeção Escolar.

MaPP – Pedagogo 6
Campo de atuação: Classes Hospitalares

CAMPO DE ATUAÇÃO PRÉ-REQUISITO


Licenciatura em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Escolar
CLASSE HOSPITALAR E/OU Orientação Educacional E/OU Administração Escolar E/OU
Gestão Escolar E/OU Gestão Educacional E/OU Inspeção Escolar OU
Licenciatura Plena em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº
1, de 15 de maio de 2006.
OU
Licenciatura em qualquer área acrescida de pós-graduação “Lato-
sensu” com habilitação em Supervisão Escolar/Orientação
Educacional/Administração Escolar/Gestão Escolar OU Gestão
Educacional OU Inspeção Escolar OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo
acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação em
qualquer disciplina, acrescido de pós-graduação “Lato-sensu” em
Supervisão Escolar/Orientação Educacional/Administração
Escolar/Gestão Escolar OU Gestão Educacional OU Inspeção Escolar.

Professor para Educação Especial


Campo de atuação: CAP, CAS, NAASH, Sala de recursos das escolas regulares, Classe Hospitalar e nas
escolas de tempo integral.

*disponibilidade para atuar com até 40 horas em Sala de Recursos


** disponibilidade para atuar com até 40 horas no CAP, CAS e NAAH/S e flexibilização para atuação em
formações ocorridas aos sábados

CAMPO DE ATUAÇÃO
CAP
(Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento as Pessoas com Deficiência Visual)

COMPONENTE PRÉ-REQUISITO
CURRICULAR
(DISCIPLINA)
Licenciatura em qualquer Área da Educação
*REVISOR DE TEXTO E
BRAILLE Curso com carga horária de no mínimo 120 (cento e vinte) horas na área de
deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou
certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior - IES.
E
Curso de no mínimo 40 (quarenta) horas de revisor de texto Braille.
Licenciatura em qualquer Área da Educação
*TRANSCRITOR DE E
TEXTO BRAILLE Curso com carga horária de no mínimo 120 (cento e vinte) horas na área de
deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou
certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior - IES.
E
Curso de no mínimo 40 (quarenta) horas de transcritor de texto Braille.
Licenciatura em qualquer Área da Educação
*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso com carga horária de no mínimo 120 (cento e vinte) horas na área de
ESPECIALIZADO – deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
PARA ÁREA DE instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou
INFORMÁTICA PARA certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
PESSOAS COM Superior - IES.
DEFICIÊNCIA VISUAL E
Curso de informática para deficientes visuais (Sistema Dosvox e Virtual Vision)
de no mínimo 40 (quarenta) horas.
Licenciatura em qualquer Área da Educação
*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso com carga horária de no mínimo 120 (cento e vinte) horas na área de
ESPECIALIZADO – deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
PARA ÁREA DE instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou
ORIENTAÇÃO E certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
MOBILIDADE Superior – IES.
E
Curso com carga horária de no mínimo 80 (oitenta) horas na área de Orientação
e Mobilidade com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou
certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior - IES.

Licenciatura em Música
*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso com carga horária de no mínimo 120 (cento e vinte) horas na área de
ESPECIALIZADO – deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
PARA ÁREA DE instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou
DEFICIÊNCIA VISUAL certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
PARA ATUAR NA ÁREA Superior - IES.
DE MÚSICA E
Curso de no mínimo 30 horas no programa MUSIBRAILLE.
OU
Licenciatura em Música
E
Curso com carga horária de no mínimo 120 (cento e vinte) horas na área de
deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou
certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior - IES.
E
Curso de no mínimo 120 horas de Inclusividade Musical para deficientes visuais
com certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições de
ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou certificação
emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior -
IES.

Licenciatura em qualquer Área da Educação


*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso com carga horária de no mínimo 120 (cento e vinte) horas na área de
ESPECIALIZADO – deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
PARA ÁREA DE instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou
DEFICIÊNCIA VISUAL certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
PARA ATUAR NA ÁREA Superior - IES.
DE ESTIMULAÇÃO E
VISUAL Curso de no mínimo 40 horas de Estimulação Visual com certificação emitida
por instituições públicas de ensino, instituições de ensino superior ou
certificação emitida por cursos avulsos convalidados por IES.

*ATENDIMENTO Licenciatura em qualquer Área da Educação


EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO – Curso com carga horária de no mínimo 120 (cento e vinte) horas na área de
PARA ÁREA DE deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
DEFICIÊNCIA VISUAL instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou
PARA PRODUÇÃO DO certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
LIVRO DIGITAL Superior - IES.
ACESSÍVEL (FORMATO E
DAISY) Curso de no mínimo 30 horas para produção do livro digital acessível formato
Daisy
*ATENDIMENTO Licenciatura Plena em Pedagogia (Habilitação em Magistério das séries iniciais
EDUCACIONAL em nível superior) Ou Licenciatura Plena em Pedagogia amparada pela
ESPECIALIZADO – Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de maio de 2006.
PARA ÁREA DE E
DEFICIÊNCIA VISUAL – Curso com carga horária presencial de no mínimo 120 (cento e vinte) horas na
ALFABETIZAÇÃO área de deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas de
BRAILLE ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
lucrativos ou certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.
OU
Magistério das séries iniciais em nível superior
E
Curso com carga horária presencial de no mínimo 120 (cento e vinte) horas na
área de deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas de
ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
lucrativos ou certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.

CAMPO DE ATUAÇÃO
NAAHS
(Núcleo de Atividades para Altas Habilidades – Superdotação)

COMPONENTE PRÉ-REQUISITO
CURRICULAR
(DISCIPLINA)
Licenciatura em Física OU Matemática
*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso de no mínimo 120 horas em Robótica Educacional com certificação
ESPECIALIZADO PARA emitida por instituições públicas de ensino, instituições de ensino superior,
ATUAR EM ROBÓTICA instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida por cursos
EDUCACIONAL avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES
OU
Licenciatura em Física OU Matemática
E
Curso de no mínimo 120 horas na área das Altas Habilidades/Superdotação com
certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições de ensino
superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida
por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES
Licenciatura em Artes Plásticas.
*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso de no mínimo 120 horas na área das Altas Habilidades/Superdotação com
ESPECIALIZADO PARA certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições de ensino
ATUAR COM ARTES superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida
PLÁSTICAS por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES

Curso de nível superior na área da Educação em nível de Licenciatura Plena em


*ATENDIMENTO Artes Visuais.
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO Curso de no mínimo 120 horas na área das Altas Habilidades/Superdotação com
ATUAR NA ÁREA DE certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições de ensino
ARTES VISUAIS – superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida
DESENHO, PINTURA, por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES
ESCULTURA E DESIGN OU
GRÁFICO. Curso de nível superior na área da Educação em nível de Licenciatura Plena em
Artes Visuais.
E
Curso de no mínimo 120 horas na Área de Educação Especial na Perspectiva
Inclusiva certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições de
ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação
emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior –
IES
Curso de nível superior na área da Educação em nível de Licenciatura Plena em
ATENDIMENTO Artes Cênicas.
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO – Curso de no mínimo 120 horas na área das Altas Habilidades/Superdotação com
PARA ATUAR NA ÁREA certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições de ensino
DE ARTES CÊNICAS – superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida
DANÇA, por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES.
INTERPRETAÇÃO E OU
ORALIDADE. Curso de nível superior na área da Educação em nível de Licenciatura Plena em
Artes Cênicas.
E
Curso de no mínimo 120 horas na área de Educação Especial na Perspectiva
Inclusiva com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU
certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior – IES
Curso de nível superior na área de Educação em nível de Licenciatura Plena em
ATENDIMENTO Letras/Português.
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO – Curso de no mínimo 120 horas na área das Altas Habilidades/Superdotação com
PARA ATUAR NA ÁREA certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições de ensino
DE LÍNGUA superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida
PORTUGUESA – por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES.
LITERATURA, POESIA, OU
REDAÇÃO E ORATÓRIA. Curso de nível superior na área de Educação em nível de Licenciatura Plena em
Letras/Português.
E
Curso de no mínimo 120 horas na área de Educação Especial na Perspectiva
Inclusiva com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU
certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior – IES.
Curso de nível superior na área da Educação em nível de Licenciatura Plena em
ATENDIMENTO Música.
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO – Curso de no mínimo 120 horas na área das Altas Habilidades/Superdotação com
PARA ATUAR NA ÁREA certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições de ensino
DE MÚSICA – superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida
INSTRUMENTAL E por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES.
CANTO. OU
Curso de nível superior na área da Educação em nível de Licenciatura Plena em
Música.
E
Curso de no mínimo 120 horas na área de Educação Especial na Perspectiva
Inclusiva com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU
Certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior – IES

CAMPO DE ATUAÇÃO
CAS
(Centro de Atendimento aos Surdos)

COMPONENTE PRÉ-REQUISITO
CURRICULAR
(DISCIPLINA)
Licenciatura em Língua Portuguesa OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo
*ATENDIMENTO acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação em Língua
EDUCACIONAL Portuguesa
ESPECIALIZADO PARA E
ÁREA DE Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
CONHECIMENTO: – CAEEDA com 180 horas
LINGUAGENS E OU
CÓDIGOS Licenciatura em Língua Portuguesa OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo
acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação em Língua
CANDIDATO OUVINTE Portuguesa
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por instituições
públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas
sem fins lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.
Licenciatura em História OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
*ATENDIMENTO Programa de formação Pedagógica com habilitação em História
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO PARA Certificado de proficiência (PROLIBRAS) para o “Uso e ensino de LIBRAS”
ÁREA DE OU
CONHECIMENTO: Licenciatura em História OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
CIÊNCIAS HUMANAS: Programa de formação Pedagógica com habilitação em História
HISTÓRIA E
Certificado de Curso de Instrutor com carga horária mínima de 120 (cento e
CANDIDATO SURDO, vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
CONFORME ARTIGO 7º instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU
DO DECRETO certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
5626/2005 Superior - IES

*ATENDIMENTO Licenciatura em História OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do


EDUCACIONAL Programa de formação Pedagógica com habilitação em História
ESPECIALIZADO PARA E
ÁREA DE Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
CONHECIMENTO: – CAEEDA com 180 horas
CIÊNCIAS HUMANAS: OU
HISTÓRIA Licenciatura em História OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
Programa de formação Pedagógica com habilitação em História
CANDIDATO OUVINTE E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por instituições
públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas
sem fins lucrativos ou certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.

*ATENDIMENTO
EDUCACIONAL Licenciatura em Geografia OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
ESPECIALIZADO PARA Programa de formação Pedagógica com habilitação em Geografia
ÁREA DE E
CONHECIMENTO: Certificado de proficiência (PROLIBRAS) para o “Uso e ensino de LIBRAS”
CIÊNCIAS HUMANAS: OU
GEOGRAFIA CAS Licenciatura em Geografia OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
Programa de formação Pedagógica com habilitação em Geografia
CANDIDATO SURDO, E
CONFORME ARTIGO 7º Certificado de Curso de Instrutor com carga horária mínima de 120 (cento e
DO DECRETO vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
5626/2005 instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou
certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior - IES

*ATENDIMENTO Licenciatura em Geografia OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do


EDUCACIONAL Programa de formação Pedagógica com habilitação em Geografia
ESPECIALIZADO PARA E
ÁREA DE Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
CONHECIMENTO: – CAEEDA com 180 horas
CIÊNCIAS HUMANAS: OU
GEOGRAFIA Licenciatura em Geografia ou Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
Programa de formação Pedagógica com habilitação em Geografia
E
CANDIDATO OUVINTE Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por instituições
públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas
conveniadas com a SEDU OU certificação emitida por cursos avulsos
convalidados por Instituição de Ensino Superior - IES.
*ATENDIMENTO Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais) OU
EDUCACIONAL Licenciatura Plena em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15
ESPECIALIZADO PARA de maio de 2006 OU Magistério das séries iniciais em nível superior;
ÁREA DE DEFICIÊNCIA E
AUDITIVA PARA Bacharel em Letras Libras
ATUAR COM ALUNOS OU
DE 1º AO 5º ANO DO Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais) OU
ENSINO Licenciatura em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de
FUNDAMENTAL DE 09 maio de 2006 OU Magistério das séries iniciais em nível superior;
ANOS OU 1ª A 4ª E
SERIE Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
– CAEEDA com 180 horas
OU
Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais) OU
Licenciatura Plena em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15
de maio de 2006 OU Magistério das séries iniciais em nível superior;
E
Curso técnico em Tradução e Interpretação de Libras
OU
Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais) OU
Licenciatura em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de
maio de 2006 OU Magistério das séries iniciais em nível superior;
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por instituições
públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem
fins lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.

*ATENDIMENTO Licenciatura em Biologia OU Programa Especial de Formação Pedagógica em


EDUCACIONAL Biologia
ESPECIALIZADO PARA E
ÁREA DE Certificado de proficiência (PROLIBRAS) para o “Uso e ensino de LIBRAS”
CONHECIMENTO: OU
CIÊNCIAS DA Licenciatura Plena em Biologia OU Programa Especial de Formação Pedagógica
NATUREZA em Biologia
E
CANDIDATO SURDO, Certificado de Curso de Instrutor com carga horária mínima de 120 (cento e
CONFORME ARTIGO 7º vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
DO DECRETO instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU
5626/2005 certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior - IES
Licenciatura Plena em Biologia OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
*ATENDIMENTO Programa de formação Pedagógica com habilitação em Biologia
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO PARA Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
ÁREA DE – CAEEDA com 180 horas
CONHECIMENTO: OU
CIÊNCIAS DA Licenciatura Plena em Biologia OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
NATUREZA Programa de formação Pedagógica com habilitação em Biologia
E
CANDIDATO OUVINTE Curso de LIBRAS com Carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por instituições
públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem
fins lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.
OU
Licenciatura em Química ou Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
Programa de formação Pedagógica com habilitação em Química
E
Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
– CAEEDA com 180 horas
OU
Licenciatura em Química OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
Programa de formação Pedagógica com habilitação em Química
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por instituições
públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas
sem fins lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.

*ATENDIMENTO Licenciatura em Matemática OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do


EDUCACIONAL Programa de formação pedagógica com habilitação em Matemática
ESPECIALIZADO PARA E
ÁREA DE Certificado de proficiência (PROLIBRAS) para o “Uso e ensino de LIBRAS”
CONHECIMENTO: OU
MATEMÁTICA Licenciatura em Matemática OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
Programa de formação Pedagógica com habilitação em Matemática
CANDIDATO SURDO, E
CONFORME ARTIGO 7º Certificado de Curso de Instrutor com carga horária mínima de 120 (cento e
DO DECRETO vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
5626/2005 instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU
certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior - IES
Licenciatura em Matemática OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
*ATENDIMENTO Programa de formação Pedagógica com habilitação em Matemática
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO PARA Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
ÁREA DE – CAEEDA com 180 horas
CONHECIMENTO: OU
MATEMÁTICA Licenciatura em Matemática OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
Programa de formação Pedagógica com habilitação em Matemática
E
CANDIDATO OUVINTE Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por instituições
públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas
sem fins lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.
Licenciatura em Física OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
*ATENDIMENTO Programa de formação Pedagógica com habilitação em Física
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO PARA Certificado de proficiência (PROLIBRAS) para o “Uso e ensino de LIBRAS”
ÁREA DE OU
CONHECIMENTO: Licenciatura em Física OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
FÍSICA Programa de formação Pedagógica com habilitação em Física
E
Certificado de Curso de Instrutor com carga horária mínima de 120 (cento e
CANDIDATO SURDO, vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
CONFORME ARTIGO 7º instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU
DO DECRETO certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
5626/2005 Superior - IES

Licenciatura em Física OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do


Programa de formação Pedagógica com habilitação em Física
*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
ESPECIALIZADO PARA – CAEEDA com 180 horas
ÁREA DE OU
CONHECIMENTO: Licenciatura em Física OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
FÍSICA Programa de formação Pedagógica com habilitação em Física
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
CANDIDATO OUVINTE Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por
instituições públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições
filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos
convalidados por Instituição de Ensino Superior - IES.
*ATENDIMENTO Licenciatura em Educação Física
EDUCACIONAL OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa Especial de
ESPECIALIZADO PARA Formação Pedagógica para docentes com habilitação em Educação Física
ÁREA DE E
CONHECIMENTO: Certificado de proficiência (PROLIBRAS) para o “Uso e ensino de LIBRAS”
EDUCAÇÃO FÍSICA OU
Licenciatura em Educação Física OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido
do Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes com habilitação
CANDIDATO SURDO, em Educação Física
CONFORME ARTIGO 7º E
DO DECRETO Certificado de Curso de Instrutor com carga horária mínima de 120 (cento e
5626/2005 vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU
certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
Superior – IES

*ATENDIMENTO Licenciatura em Educação Física OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido


EDUCACIONAL do Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes com habilitação
ESPECIALIZADO PARA em Educação Física
ÁREA DE E
CONHECIMENTO: Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
EDUCAÇÃO FÍSICA – CAEEDA com 180 horas
OU
Licenciatura em Educação Física OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido
CANDIDATO OUVINTE do Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes com habilitação
em Educação Física
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por instituições
públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem
fins lucrativos ou certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.

*ATENDIMENTO Licenciatura em Educação Artística OU Artes Plásticas OU Artes Visuais OU


EDUCACIONAL Música OU Teatro OU Dança OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
ESPECIALIZADO PARA Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes com Habilitação em
ÁREA DE Artes
CONHECIMENTO: ARTE E
Certificado de proficiência (PROLIBRAS) para o “Uso e ensino de LIBRAS” OU
Certificado de Curso de Instrutor com carga horária mínima de 120 (cento e
CANDIDATO SURDO, vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
CONFORME ARTIGO 7º instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos OU
DO DECRETO certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino
5626/2005 Superior - IES

*ATENDIMENTO Licenciatura em Educação Artística OU Artes Plásticas OU Artes Visuais OU


EDUCACIONAL Música OU Teatro OU Dança OU Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do
ESPECIALIZADO PARA Programa Especial de Formação Pedagógica para docentes com Habilitação em
ÁREA DE Artes
CONHECIMENTO: ARTE E
Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
– CAEEDA com 180 horas OU de 240 horas (120 h Básico de Libras + 120 h
CANDIDATO OUVINTE Intermediário de Libras) com certificação emitida por instituições públicas de
ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.
*ATENDIMENTO Curso de nível superior na área da Educação em nível de licenciatura plena
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO PARA Curso com carga horária presencial de 120 (cento e vinte) horas na área de
ÁREA DE DEFICIÊNCIA deficiência mental/intelectual com certificação emitida por instituições públicas
MENTAL/INTELECTUAL de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
E TRANSTORNOS lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
GLOBAIS DO Instituição de Ensino Superior - IES. OU Curso de Pós-graduação na área de
DESENVOLVIMENTO educação inclusiva e/ou especial na área pleiteada
(AUTISMO INFANTIL, E
SÍNDROME DE Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
ASPERGER, SÍNDROME – CAEEDA com 180 horas
DE RETT E OU
TRANSTORNO Curso de nível superior na área da Educação em nível de licenciatura plena
DESINTEGRATIVO DA E
INFÂNCIA) Curso com carga horária presencial de 120 (cento e vinte) horas na área de
TGD com certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições de
ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou certificação
emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior -
IES. Ou Curso de Pós-graduação na área de educação inclusiva e/ou especial na
área pleiteada
E
Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência Auditiva
– CAEEDA com 180 horas

CAMPO DE ATUAÇÃO

CLASSE HOSPITALAR

COMPONENTE PRÉ-REQUISITO
CURRICULAR
(DISCIPLINA)
Curso de nível superior na área da Educação em nível de licenciatura plena
*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso com carga horária presencial de 120 (cento e vinte) horas na área de
ESPECIALIZADO PARA deficiência mental/intelectual com certificação emitida por instituições públicas
ÁREA DE DEFICIÊNCIA de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
INTELECTUAL E lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
TRANSTORNOS Instituição de Ensino Superior - IES. OU Curso de Pós-graduação na área de
GLOBAIS DO educação inclusiva e/ou especial na área pleiteada
DESENVOLVIMENTO OU
(AUTISMO INFANTIL, Curso de nível superior na área da Educação em nível de licenciatura plena
SÍNDROME DE E
ASPERGER, Curso com carga horária presencial de 120 (cento e vinte) horas na área de
TRANSTORNO TGD com certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições de
DESINTEGRATIVO DA ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou certificação
INFÂNCIA) emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior -
IES. Ou Curso de Pós-graduação na área de educação inclusiva e/ou especial na
área pleiteada

CAMPO DE ATUAÇÃO

Escolas Regulares e de Tempo Integral

COMPONENTE
CURRICULAR PRÉ-REQUISITO
(DISCIPLINA)
*ATENDIMENTO Curso de nível superior na área da Educação em nível de licenciatura plena
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO PARA Curso com carga horária presencial de 120 (cento e vinte) horas na área de
ÁREA DE DEFICIÊNCIA deficiência mental/intelectual com certificação emitida por instituições públicas
INTELECTUAL E de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
TRANSTORNOS GLOBAIS lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
DO DESENVOLVIMENTO Instituição de Ensino Superior - IES. OU Curso de Pós-graduação na área de
(AUTISMO INFANTIL, educação inclusiva e/ou especial na área pleiteada
SÍNDROME DE OU
ASPERGER, Curso de nível superior na área da Educação em nível de licenciatura plena
TRANSTORNO E
DESINTEGRATIVO DA Curso com carga horária presencial de 120 (cento e vinte) horas na área de
INFÂNCIA) TGD com certificação emitida por instituições públicas de ensino, instituições
de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos ou certificação
emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de Ensino Superior -
IES OU Curso de Pós-graduação na área de educação inclusiva e/ou especial
na área pleiteada
Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais) OU
Licenciatura em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de
*ATENDIMENTO maio de 2006 OU Magistério das séries iniciais em nível superior;
EDUCACIONAL E
ESPECIALIZADO PARA Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência
ÁREA DE DEFICIÊNCIA Auditiva – CAEEDA com 180 horas
AUDITIVA PARA ATUAR OU
COM ALUNOS DE 1º AO Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais) OU
5º ANO DO ENSINO Licenciatura em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de
FUNDAMENTAL DE 09 maio de 2006 OU Magistério das séries iniciais em nível superior;
ANOS OU 1ª A 4ª SERIE E
Bacharel em Letras Libras
OU
Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais) OU
Licenciatura em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de
maio de 2006 OU Magistério das séries iniciais em nível superior;
E
Curso técnico em Tradução e Interpretação de Libras
OU
Licenciatura em Pedagogia (Habilitação Magistério das séries iniciais) OU
Licenciatura - em Pedagogia amparada pela Resolução CNE/CP nº 1, de 15 de
maio de 2006 OU Magistério das séries iniciais em nível superior;
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por
instituições públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições
filantrópicas sem fins lucrativos ou certificação emitida por cursos avulsos
convalidados por Instituição de Ensino Superior - IES.
Licenciatura em Letras - Língua Portuguesa OU Diploma de Bacharel
*ATENDIMENTO /Tecnólogo acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação
EDUCACIONAL em Língua Portuguesa
ESPECIALIZADO PARA E
ÁREA DE DEFICIÊNCIA Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência
AUDITIVA PARA ATUAR Auditiva – CAEEDA com 180 horas
COM ALUNOS DO OU
ENSINO FUNDAMENTAL Licenciatura em Letras - Língua Portuguesa OU Diploma de Bacharel
II E ENSINO MÉDIO /Tecnólogo acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação
em Língua Portuguesa
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por
instituições públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições
filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos
convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES OU Certificação de
proficiência em LIBRAS (PROLIBRAS)
OU
Curso de nível superior na área da Educação em nível de licenciatura Plena
E
Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência
Auditiva – CAEEDA com 180 horas
OU
Curso de nível superior na área da Educação em nível de licenciatura Plena
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras) com certificação emitida por
instituições públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições
filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos
convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES OU Certificação de
proficiência em LIBRAS (PROLIBRAS)

Licenciatura em Língua Brasileira de Sinais / Letras Libras OU Licenciatura


*LIBRAS SURDO Plena em qualquer área da Educação
(INSTRUTOR DE E
LIBRAS) Certificado de proficiência (PROLIBRAS) para o “Uso e ensino de LIBRAS”
OU
CANDIDATO SURDO, Licenciatura em qualquer área da Educação
CONFORME ARTIGO 7º E
DO DECRETO 5626/2005 Certificado de Curso de Instrutor com carga horária mínima de 120 (cento e
vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas de ensino,
instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins lucrativos
OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por Instituição de
Ensino Superior – IES

Licenciatura em qualquer área da Educação


*LIBRAS E
CANDIDATO OUVINTE Certificado de proficiência para o “Uso e ensino de LIBRAS” (PROLIBRAS)
OU
Licenciatura em Pedagogia
E
Certificado de Curso de Instrutor de Libras com carga horária mínima de 120
(cento e vinte) horas com certificação emitida por instituições públicas de
ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior – IES

Licenciatura em qualquer área da Educação


*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso com carga horária presencial de no mínimo 120 (cento e vinte) horas
ESPECIALIZADO – PARA na área de deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas
ÁREA DE DEFICIÊNCIA de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
VISUAL lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.
Licenciatura em qualquer área da Educação
*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso com carga horária presencial de no mínimo 120 (cento e vinte) horas
ESPECIALIZADO – PARA na área de deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas
ÁREA DE de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
SURDOCEGUEIRA lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.
E
Curso de surdocegueira de 40 horas
OU
Licenciatura em qualquer área da Educação
E
Curso com carga horária presencial de no mínimo 120 (cento e vinte) horas
na área de deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas
de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior - IES.
E
Curso de Atendimento Educacional Especializado na Área da Deficiência
Auditiva – CAEEDA com 180 horas
OU
Licenciatura em qualquer área da Educação
E
Curso com carga horária presencial de no mínimo 120 (cento e vinte) horas
na área de deficiência visual com certificação emitida por instituições públicas
de ensino, instituições de ensino superior, instituições filantrópicas sem fins
lucrativos ou certificação emitida por cursos avulsos convalidados por
Instituição de Ensino Superior – IES
E
Curso de LIBRAS com carga horária mínima de 240 horas (120 h Básico de
Libras + 120 h Intermediário de Libras)com certificação emitida por
instituições públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições
filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos
convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES

Licenciatura em qualquer área da Educação


*ATENDIMENTO E
EDUCACIONAL Curso com carga horária presencial de no mínimo 120 horas (cento e vinte)
ESPECIALIZADO PARA horas na área de altas habilidades/superdotação com certificação emitida por
ÁREA DE ALTAS instituições públicas de ensino, instituições de ensino superior, instituições
HABILIDADES filantrópicas sem fins lucrativos OU certificação emitida por cursos avulsos
/SUPERDOTAÇÃO convalidados por Instituição de Ensino Superior – IES.

Coordenador 1
Campo de atuação: Escolas de Ensino Regular.

PRÉ-REQUISITO

Licenciatura em qualquer área


OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação em
qualquer disciplina
E
Experiência mínima de 2 (dois) anos na docência.

Coordenador 2
Campo de atuação: Escolas que adotam a pedagogia da alternância, escolas localizadas em área de
assentamentos e escolas localizadas em áreas rurais conforme critérios do IBGE.

PRÉ-REQUISITO

Licenciatura em qualquer área


OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação em
qualquer disciplina
E
Experiência mínima de 2 (dois) anos na docência.

Coordenador 3
Campo de atuação: Espaços de Privação de Liberdade – Sistema Prisional

PRÉ-REQUISITO

Licenciatura em qualquer área


OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação em
qualquer disciplina
E
Experiência mínima de 2 (dois) anos na docência.

Coordenador 4
Campo de atuação: Espaços de Privação de Liberdade – Unidades de Atendimento Socioeducativo

PRÉ-REQUISITO

Licenciatura em qualquer área


OU
Diploma de Bacharel /Tecnólogo acrescido do Programa de formação Pedagógica com habilitação em
qualquer disciplina
E
Experiência mínima de 2 (dois) anos na docência.

ANEXO IICRITÉRIOS PARA ATRIBUIÇÃO DE PONTUAÇÃO

1. Cargo MaPA
1.1 MaPA 1 – Campo de atuação: 1º ao 5º das escolas de ensino regular e EJA 1º segmento das escolas regulares
e da escola de tempo integral, classes hospitalares e atendimento domiciliar.
1.2 MaPA 3 - Campo de atuação: 1º ao 5º ano do ensino regular e EJA 1º segmento dos espaços privados de
liberdade - Sistema Prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativas – IASES).
1.3 MaPA 5 – Campo de atuação: Classe Abrigo.

I- TEMPO DE SERVIÇO
(MaPA 1 – MaPA 3 – MaPA 5)

O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição PESO
(Máximo de 30
meses – 15
pontos)

Tempo de serviço como Professor de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e de EJA 1º 0,5


segmento, no período de outubro/2010 a outubro/2020. por mês
trabalhado

* Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(MaPA 1 - MaPA 3 - MaPA 5)

VALOR
Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação
ATRIBUÍDO
A. Pós-Graduação “Stricto-sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da licenciatura plena ou em área de conhecimento correlata/afim ao 5
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 3
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 1
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

1.4 MaPA 2 – Campo de atuação: 1º ao 5º ano das escolas Unidocentes e Pluridocentes

I- TEMPO DE SERVIÇO
PESO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição (Máximo de 30
meses – 15
pontos)

Tempo de serviço como Professor em escolas Unidocentes e Pluridocentes, no período de 0,5


outubro/2010 a outubro/2020. por mês
trabalhado

*Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(MaPA 2)

VALOR
Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação
ATRIBUÍDO
A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 5
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 3
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 1
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

1.5 MaPA 4 – Campo de atuação:1º ao 5º ano do ensino fundamental e EJA 1º segmento das escolas que adotam
a Pedagogia da Alternância, escolas localizadas em áreas de assentamento e escolas localizadas em áreas rurais
conforme critérios do IBGE.

I- TEMPO DE SERVIÇO
PESO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição (Máximo de 30
meses – 15
pontos)

Tempo de serviço como Professor de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e de EJA 1º 0,5


segmento nas escolas que adotam a Pedagogia da Alternância e nas escolas localizadas por mês
em áreas de assentamento, no período de outubro/2010 a outubro/2020. trabalhado

* Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(MaPA 4)
VALOR
Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação
ATRIBUÍDO
A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 5
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 3
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 1
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

2. Cargo – MaPB
2.1 MaPB 1 - Campo de atuação: Ensino Fundamental, Ensino Médio, EJA segundo segmento e EJA Ensino Médio
das escolas Regulares, escolas de Tempo Integral, Classes Hospitalares e Atendimento Domiciliar.
2.2 MaPB 3 – Campo de atuação: Espaços com Privação de Liberdade (Sistema Prisional e Unidades de Atendimento
Socioeducativo – IASES).

I- TEMPO DE SERVIÇO
 Professores que possuem 30 meses ou mais trabalhados na regência de
classe na rede estadual de educação do Espírito Santo, não precisam PESO
informar o tempo de serviço. (Máximo de 30
 Os Professores que possuem MENOS DE 30 MESES trabalhados na regência meses – 15
de classe na rede estadual de educação do Espírito Santo e/ou em outras pontos)
redes públicas ou privadas DEVERÃO INFORMAR no ato da inscrição.
0,5
Tempo de serviço no cargo pleiteado, no período de outubro/2010 a outubro/2020. Por mês
trabalhado

*Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(MaPB 1 - MaPB 3)
VALOR
Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação
ATRIBUÍDO
A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 5
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 3
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 1
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

2.3 - MaPB 2 - Campo de atuação: Educação no campo – CEIER, escolas que adotam a Pedagogia da Alternância,
escolas localizadas em áreas de assentamento e escolas localizadas em áreas rurais conforme critérios do IBGE.

I- TEMPO DE SERVIÇO
PESO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição (Máximo de 30
meses – 15
pontos)

Tempo de serviço como Professor regente no CEIER, nas escolas que adotam a Pedagogia 0,5
da Alternância e nas escolas localizadas em áreas de assentamento no período de por mês
outubro/2010 a outubro/2020. trabalhado

* Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(MaPB 2)
VALOR
Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação
ATRIBUÍDO
A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 5
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 3
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 1
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

3. Cargo - Coordenador Escolar


3.1 Coordenador 1 - Campo de atuação: Escolas de Ensino Regular.
I- TEMPO DE SERVIÇO
PESO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição (Máximo de 30
meses – 15
pontos)

0,5
Tempo de serviço na função pleiteada, no período de outubro/2010 a outubro/2020. por mês
trabalhado

*Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(COORDENADOR 1)
Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação VALOR ATRIBUÍDO
A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim ao 5
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de conhecimento
da Licenciatura ou em área de conhecimento correlata/afim ao desempenho das atribuições 3
inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim ao 1
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

3.2 Coordenador 2 - Campo de atuação: Escolas que adotam a Pedagogia da Alternância, escolas localizadas em
áreas de assentamento e escolas localizadas em áreas rurais conforme critérios do IBGE.

I- TEMPO DE SERVIÇO
PESO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição (Máximo de 30
meses – 15
pontos)

Tempo de serviço na Pedagogia da Alternância e escolas localizadas em área de 0,5


assentamentos, no período de outubro/2010 a outubro/2020. por mês
trabalhado

*Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(COORDENADOR 2)
VALOR
Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação
ATRIBUÍDO
A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 5
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura ou em área de conhecimento correlata/afim ao 3
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 1
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

3.3 Coordenador 3 - Campo de atuação: Espaços de Privação de Liberdade – Sistema Prisional.


I- TEMPO DE SERVIÇO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição PESO
(Máximo de 30
meses – 15
pontos)

0,5
Tempo de serviço na função pleiteada, no período de outubro/2010 a outubro/2020. por mês
trabalhado

*Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(COORDENADOR 3)

Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação VALOR ATRIBUÍDO


A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim ao 5
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura ou em área de conhecimento correlata/afim ao desempenho 3
das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim ao 1
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
3.4 Coordenador 4 - Campo de atuação: Espaços de Privação de Liberdade – Unidades de Atendimento
Socioeducativo.

I- TEMPO DE SERVIÇO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição PESO
(Máximo de 30
meses – 15
pontos)

Tempo de serviço na função pleiteada, no período de outubro/2010 a outubro/2020. 0,5


por mês
trabalhado

*Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(COORDENADOR 4)

Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação VALOR ATRIBUÍDO


A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim ao 5
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura ou em área de conhecimento correlata/afim ao desempenho 3
das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim ao 1
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

4. Cargo - Professor em função pedagógica


4.1 MaPP 1– Campo de atuação: Escolas Regulares e Escolas de Tempo Integral.
4.2 MaPP 2 – Campo de atuação: CAS - Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento às
pessoas com Surdez.
4.3 MaPP 5 – Campo de atuação: Classe Abrigo.
4.4 MaPP 6 – Campo de atuação: Classe Hospitalar.

I- TEMPO DE SERVIÇO
(MaPP 1 – MaPP 2 – MaPP 5 – MaPP 6)
PESO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição (Máximo de 30
meses – 15
pontos)

Tempo de serviço em função Pedagógica (PEDAGOGO), com atuação na área educacional, 0,5
no período de outubro/2010 a outubro/2020. por mês
trabalhado

*Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

4.5 MaPP 3 - Campo de atuação: Espaços de Privação de Liberdade - Sistema Prisional e Unidades de Atendimento
Socioeducativo.

I- TEMPO DE SERVIÇO
MAPP 3
PESO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição (Máximo de 30
meses – 15
pontos)

Tempo de serviço em função Pedagógica (PEDAGOGO), nas Unidades Prisionais e unidades 0,5
de Atendimento Socioeducativo no período de outubro/2010 a outubro/2020. por mês
trabalhado

*Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.
II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES
(MaPP 1 – MaPP 2 – MaPP 3 - MaPP 5 – MaPP 6)

VALOR
Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação
ATRIBUÍDO
A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura plena ou em área de conhecimento correlata/afim ao 5
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura plena ou em área de conhecimento correlata/afim ao 3
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura plena ou em área de conhecimento correlata/afim ao 1
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

4.6 – MaPP 4 - Campo de atuação: Escolas que adotam a Pedagogia da Alternância, escolas localizadas em áreas
de assentamento e escolas localizadas em áreas rurais conforme critérios do IBGE.

I- TEMPO DE SERVIÇO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição PESO
(Máximo de 30
meses – 15
pontos)

Tempo de serviço na função de Professor na função Pedagógica (PEDAGOGO), em escolas 0,5


que adotam a Pedagogia da Alternância no período de outubro/2010 a outubro/2020. por mês
trabalhado

*Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(MaPP 4)
VALOR
Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação
ATRIBUÍDO
A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura plena ou em área de conhecimento correlata/afim ao 5
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura plena ou em área de conhecimento correlata/afim ao 3
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura plena ou em área de conhecimento correlata/afim ao 1
desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

5. Cargo - Professor Educação Especial


5.1 Professor para Educação Especial – Campo de Atuação: CAP, CAS, NAASH, Sala de Recursos das
escolas regulares e nas escolas de Tempo Integral.
I- TEMPO DE SERVIÇO
PESO
O tempo de serviço deverá ser informado pelo candidato no ato da inscrição (Máximo de 30
meses – 15
pontos)

Tempo de serviço na função de Professor na Educação Especial, no período de 0,5 por mês
outubro/2010 a outubro/2020. trabalhado
*Para efeito de contagem de tempo de serviço 1(um) mês equivale a 30 (trinta) dias trabalhados.

II - PONTUAÇÃO PARA QUALIFICAÇÕES


(Professor Educação Especial)
VALOR
Categoria I - Formação Acadêmica/Titulação
ATRIBUÍDO
A. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Doutorado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 5
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
B. Pós-Graduação “Stricto-Sensu” Mestrado em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 3
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.
C. Pós-Graduação “Lato Sensu” Especialização em Educação ou na própria área de
conhecimento da Licenciatura do candidato ou em área de conhecimento correlata/afim 1
ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo/função.

ANEXO III

DECLARAÇÃO

Eu, _______________________________________, residente e domiciliado no município


de______________________-___, inscrito no processo seletivo simplificado regulamentado pelo Edital nº
__________, portador do CPF ________________ e cédula de identidade _______________, declaro que não
possuo inscrição de PIS/PASEP, conforme extratos em anexo.

_________________, ____ de ______________ de 20___.

_____________________________________
Assinatura do candidato

ANEXO IV

DECLARAÇÃO

Eu, _______________________________________, residente e domiciliado no município de


______________________, inscrito no processo seletivo simplificado regulamentado pelo Edital nº __________,
portador do CPF ________________ e cédula de identidade _______________, declaro que não possuo
experiência profissional no Sistema Prisional e Unidades de Atendimento Socioeducativo.

_________________, ____ de ______________ de 20___.

_____________________________________
Assinatura do candidato

ANEXO V

QUADRO DE UNIDADES PRISIONAIS


MUNICÍPIO UNIDADES PRISIONAIS ENDEREÇO
Centro de Detenção Provisória da Serra – Rodovia do Contorno, BR 101, Km 275
Serra
CDPS Distrito de Queimados – Serra/ES
Centro de Detenção Provisória de Guarapari Rodovia do Sol, Contorno Argilano Dario,
Guarapari
– CDPA Km 51,3 Maxinda - Guarapari/ ES
Penitenciária Estadual de Vila Velha I – PEVV
I
Penitenciária Estadual de Vila Velha II –
PEVV II
Penitenciária Estadual de Vila Velha III – Rodovia BR 101 Sul / Km 315 – Fazenda
PEVV III Santa Fé, Xuri –Vila Velha/ES
Vila Velha
Penitenciária Estadual de Vila Velha IV –
PEVV IV
Penitenciária Estadual de Vila Velha V – PEVV
V
Rua Mestre Gomes, S/N –Pedra D’Água –
Casa de Custódia de Vila Velha – CASCUVV
Glória
Unidade de Custódia de Tratamento Penal – Rodovia José Sete S/N –Roças Velhas –
UCTP Cariacica.
Cariacica
Centro Prisional Feminino de Cariacica – Rua Armélio Meireles S/N –Bubu –Cariacica
CPFC – ES –Fazenda Roças Velhas
Penitenciária de Segurança Máxima I – PSMA
I
Penitenciária de Segurança Máxima II –
PSMA II
Penitenciária de Segurança Média I – PSME I
Viana Rodovia BR 262 / Km 19 –Viana / ES
Centro de Detenção Provisória Feminina de
Viana – CDPFV
Centro de Detenção Provisória de Viana II –
CDPV II
Penitenciária Agrícola do Espírito Santo
Rua Projetada S/N, Jardim Laguna, Linhares
Penitenciária Regional de Linhares – PRL
/ ES
Linhares
Centro de Detenção e Ressocialização de Rodovia ES 440 Km 02 –Bebedouro,
Linhares – CDRL Linhares/ES
Centro de Detenção Provisória de Aracruz – Estrada de Aracruz, Coqueiral, S/N, Fátima,
Aracruz
CDPA Aracruz-ES
Barra de São Penitenciária Regional de Barra de São
Rodovia /ES, nº 320 –Km 02
Francisco Francisco – PRBSF
Centro de Detenção Provisória de Colatina –
CDPCOL
Centro Prisional Feminino de Colatina –
Córrego Santa Fé, S/N –Colatina/ES
CPFCOL
Colatina
Penitenciária de Segurança Média de
Colatina – PSMECOL
Penitenciária Semiaberta Masculina de Avenida das Nações, S/N, Bairro Benjamin
Colatina – PSMCOL Carlos dos Santos (IBC) –Colatina/ES.
São Domingos Centro de Detenção Provisória de São Córrego Braço do Sul, Km 80, S/N – São
do Norte Domingos do Norte – CDPSDN Domingos do Norte/ ES
Centro Prisional Feminino de Cachoeiro de
Itapemirim – CPFCI Fazenda Monte Líbano, S/N –Zona Rural –
Cachoeiro de Penitenciária Regional de Cachoeiro de Cachoeiro de Itapemirim / ES
Itapemirim Itapemirim – PRCI
Associação de Proteção e Assistência aos Fazenda Monte Líbano, S/N, Zona Rural,
Condenados – APAC Cachoeiro de Itapemirim/ES
Centro de Detenção Provisória de Marataízes Rua Espinha de Peixe, S/N –Rosa Meireles,
Marataízes
– CDPM Marataízes / ES
Penitenciária Regional Feminina de São
Mateus – PRFSM
Penitenciária Regional Masculina de São Rodovia BR 101, Norte, km 72,5, Fazenda
São Mateus
Mateus – PRSM Rancho das Telhas, São Mateus/ES
Centro de Detenção Provisória de São
Mateus - CDPSM

QUADRO DE UNIDADES ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO

UNIDADES DE ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO ENDEREÇO


Rodovia BR 101 Sul, KM 313, Fazenda
UNIMETRO – Unidade de Internação Metropolitana Santa Fé, Xuri – Vila Velha
UFI – Unidade Feminina de Internação
UNIS – Unidade de Internação Socioeducativa Rodovia Governador José Sette, s/n, KM
UNIP I – Unidade de Internação Provisória I 09, Cariacica Sede- Cariacica
UNIP II – Unidade de Internação Provisória II
CSE – Centro Socioeducativo de Atendimento ao Adolescente Alameda Élcio Alvares, s/n, Tucum -
em conflito com a lei Cariacica
UNIP – Unidade de Internação Provisória Estrada Bebedouro Regência, s/n, zona
UNIS – Unidade de Internação Socioeducativa rural - Linhares

UNIP – Unidade de Internação Provisória Rodovia ES, KM 289, Fazenda Monte


UNIS – Unidade de Internação Socioeducativa Líbano – Cachoeiro de Itapemirim
ANEXO VI

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO


SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

DECLARAÇÃO
Eu ......................................................................................... portador (a) do CPF Nº
..................................... e RG. Nº.................................... declaro, junto à SECRETARIA DE ESTADO DA
EDUCAÇÃO, que não exerço e que não sou servidor (a) aposentado (a) em cargo, emprego ou função pública
(Federal, Estadual ou Municipal) cuja acumulação seja vedada nos termos do artigo 37, inciso XVI, da Constituição
Federal, do Art. 222 da Lei Complementar Nº. 46/94 e do Decreto nº 2724-R.
Art. 222 É vedada a acumulação remunerada de cargos públicos, exceto de:
I. Dois cargos de Professor;
II. Um cargo de Professor e outro de Técnico ou Científico;
III. Dois cargos ou empregos privativos de profissionais de saúde, com profissão
regulamentada;
Estou ciente de que a licença sem vencimentos de cargo efetivo não descaracteriza a hipótese de acúmulo, de
acordo com a Súmula 246 do TCU:
O fato de o servidor licenciar-se, sem vencimentos, do cargo público ou emprego que exerça
em órgão ou entidade da administração direta ou indireta não o habilita a tomar posse em outro
cargo ou emprego público, sem incidir no exercício cumulativo vedado pelo artigo 37 da
Constituição Federal, pois que o instituto da acumulação de cargos se dirige à titularidade de
cargos, empregos e funções públicas, e não apenas à percepção de vantagens pecuniárias.

....................... (ES),..... de .................. de 20....


_____________________________________________
Assinatura do Candidato
ANEXO VII

SRE AFONSO CLÁUDIO


Endereço: Av. Marechal Deodoro, 72 - Afonso Cláudio/ES CEP: 29.600-000

Telefones: (27) 3735-8700 - 3735-8702 - 3735-8703

Municípios: Afonso Cláudio, Brejetuba, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Laranja da Terra,
Santa Maria de Jetibá e Venda Nova do Imigrante.

SRE BARRA DE SÃO FRANCISCO

Endereço: Rua Elizeu Divino, s/nº 215 - Centro - Barra de São Francisco/ES CEP: 29.800-000

Telefones: (27) 3756-8150 - 3756-8161- 3756-8162 - 3756-8168

Municípios: Água Doce do Norte, Águia Branca, Barra de São Francisco, Ecoporanga e
Mantenópolis

SRE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Endereço: Rua Quintiliano de Azevedo, nº. 31 - Edifício Guandu Center - 1º, 2º, e 3º andares -
Bairro Guandu - CEP: 29.300-195
Telefones: (28) 3515-2710 - 3515-2736 - 3515-2718 - 3515-2705 - 3515-2716

Municípios: Atílio Vivácqua, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Iconha, Itapemirim, Jerônimo


Monteiro, Marataízes, Mimoso do Sul, Muqui, Rio Novo do Sul, Presidente Kennedy e Vargem Alta.

SRE CARAPINA
Endereço: Rua Chapot Presvot, 89 - Praia do Canto - Vitória/ES CEP: 29.055-410
Telefones: (27) 3636-9750 - 3636-9751 - 3636-9759
Municípios: Fundão, Santa Teresa, Serra e Vitória.
SRE CARIACICA
Endereço: Rua Santa Martha, nº 01 Campo Grande - Cariacica/ES CEP: 29.146-360
(27) 3636-2750 - 3636-2754
Municípios: Cariacica, Marechal Floriano, Santa Leopoldina e Viana.
SRE COLATINA
Endereço: Rua Alexandre Calmon, nº. 416, Centro - Edifício Golden Center - Colatina/ES
Telefones: (27) 3722-9710 - 3722-9711 - 3722-9712 - 3722-9713

Municípios: Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Colatina, Governador Lindemberg, Itaguaçu, Itarana,
Marilândia, Pancas, São Domingos do Norte e São Roque do Canaã.

SRE GUAÇUÍ
Endereço: Av. José Alexandre, 713 - Centro - Guaçuí/ES CEP: 29.560-000

Telefones: (28) 3553-6610 - 3553-6612 - 3553-6613

Municípios: Alegre, Apiacá, Bom Jesus do Norte, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto,
Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Irupi, Iúna, Muniz Freire e São José do Calçado.

SRE LINHARES
Endereço: Rua Capitão José Maria, s/nº - Bairro Araçá - Linhares/ES CEP: 29.901-455
Telefones: (27) 3372-7960 - 3372-7969 - 3372-7963

Municípios: Aracruz, Ibiraçu, João Neiva, Linhares, Rio Bananal e Sooretama.

SRE NOVA VENÉCIA


Endereço: Praça Jones dos Santos Neves, 175 - Centro - Nova Venécia/ES CEP:29.830-000
Telefones: (27) 3752-4250 - 3752-4251 - 3752-4260 - 3752-4263 - 3752-4261
Municípios: Boa Esperança, Montanha, Mucurici, Nova Venécia, Pinheiros, Ponto Belo, São Gabriel
da Palha, Vila Pavão e Vila Valério.

SRE SÃO MATEUS


Endereço: Av. Jones dos Santos Neves, s/nº Centro - São Mateus/ES CEP: 29.930-000
Telefones: (27) 3767-7650 - 3767-7660 - 3767-7661 - 3767-7662 - 3767-7663
Municípios: Conceição da Barra, Jaguaré, Pedro Canário e São Mateus.
SRE VILA VELHA
Endereço: Rua Santa Luzia, s/n Praia da Costa – Vila Velha, CEP: 29101.040
Telefones: (27) 3636-3460 - 3636-3450
Municípios: Alfredo Chaves, Anchieta, Guarapari, Piúma e Vila Velha.

ANEXO VIII

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO


Secretaria de Estado da Educação

AUTODECLARAÇÃO DE SAÚDE

Eu, ______________________________________________________, portador (a) do CPF nº


____________________________, contratado (a) para o cargo de
_________________________________________, declaro, para fins específicos ao disposto no Edital
____/2020, que não me enquadro no grupo de risco para COVID-19, de acordo com a Portaria SESA nº 050-R.

________________________-ES, ______/_______/________

_______________________________________
Assinatura do Declarante