Você está na página 1de 3

U NIVERSIDADE F EDERAL DO PARANÁ

D EPARTAMENTO DE M ATEMÁTICA
L ISTA DE E XERCÍCIOS DE C ÁLCULO 1

Lista 7: sétima semana

1. Determine os pontos críticos (extremos) da função dada e discuta se cada um deles é um ponto de máximo local ou mínimo local.

x4 (c) f (x) = x3 − 3x2 + 3x − 1 (e) f (x) = x4 − 4x3 + 6x2 − 4x + 1


(a) f (x) = − x3 − 2x2 + 3
4
√ 1
(b) f (x) = 3 x3 − 2x + 1 (d) f (x) = 4 (f ) f (x) = x2 e−5x
x + 2x3 + x2 + 1

2. Considere a função f (x) = 1 + |x2 − 5x + 6|. Verifique que f admite pontos de mínimo global e de máximo local, mas não admite
pontos de máximo global. Cuidado: a função f não é derivável em todos os pontos de seu domínio.
3. Determine os valores de máximos e mínimos, caso existam, da função dada no intervalo dado. Note que agora cada função está
definida em um intervalo fechado, ou seja, o Teorema de Weierstrass pode ser aplicado.

(a) f (x) = x3 − 3x2 + 3x − 1, em [−2, 3]. (c) f (x) = sen x − cos x, em [0, π].
5 4
x x √
(b) f (x) = − − x3 + 4x2 − 4x + 1, em [−3, 3]. (d) f (x) = 3
x3 − 2x2 , em [−1, 2].
5 2

4. Suponha que a derivada da função f seja f 0 (x) = (x − 1)2 (x − 2). Em quais pontos, se houver algum, o gráfico de f apresenta um
mínimo local, um máximo local ou um ponto de inflexão?
5. Determine o número real positivo cuja diferença entre ele e seu quadrado seja máxima.
2
6. Encontre o ponto sobre a curva y = , x > 0, que está mais próximo da origem.
x
7. Quadrados iguais são cortados de cada canto de um pedaço retangular de cartolina, medindo 8 cm de largura e 15 cm de comprimento.
Uma caixa sem tampa é construída virando os lados para cima. Determine o comprimento dos lados dos quadrados que devem ser
cortados para a produção de uma caixa de volume máximo.

8. Pretende-se construir um reservatório de água de formato cônico, sem tampa, com capacidade de 1000m3 . Determine as dimensões
que este reservatório que minimizam a quantidade de material usado em sua fabricação.

9. Uma folha de aço de 10 metros de comprimento e 4 metros de largura é dobrada ao meio para fazer um canal em forma de V de 10
metros de comprimento. Determine a distância entre as margens do canal, para que este tenha capacidade máxima.
10. Um fóton (raio de luz) parte de um ponto A para um ponto B sobre um espelho plano, sendo refletido quando passa pelo ponto P .
Estabeleça condições para que o caminho AP B seja o mais curto possível.

11. Para quais valores de a e b a função f (x) = x3 + ax2 + b tem um extremo local no ponto P = (−2, 1)?
12. Considere o conjunto de todos os retângulos que podem ser desenhados na região limitada delimitada pelo eixo das abscissas e a
parábola y = 4 − x2 . Para qual valor de x se obtém o retângulo de maior área e qual é esta área?
13. Estude a função dada no que diz respeito à máximos e mínimos locais e globais.
x x−1
(a) f (x) = (d) f (x) = 2x3 − 9x2 + 12x + 3
1 + x2 (g) f (x) = e x2
(b) f (x) = xe−2x (e) f (x) = x4 − 4x3 + 4x2 + 2

(c) f (x) = ex − e−3x (f ) f (x) = −x3 + 3x2 + 4, x ∈ [−1, 3] (h) f (x) = 3
x3 − x2

14. Para cada uma das funções abaixo,


(a) encontre os intervalos nos quais f é crescente ou decrescente;
(b) encontre os valores de máximo e mínimo locais de f ;
(c) encontre os intervalos de concavidade e os pontos de inflexão.

(1) f (x) = x3 − 12 + 1 (5) f (x) = sen x + cos x, 0 ≤ x ≤ 2π ln x


(9) f (x) = √
(2) f (x) = 5 − 3x2 + x3 x
(6) f (x) = cos2 x − 2sen x, 0 ≤ x ≤ 2π √ −x
(3) f (x) = x4 − 2x2 + 3 (10) f (x) = xe
(7) f (x) = e2x + e−x
x2
(4) f (x) = 2 (8) f (x) = x2 ln x
x +3
1 0
15. Suponha que f (3) = 2, f 0 (3) = , f (x) > 0 e f 00 (x) < 0 para todo x.
2
(a) Esboce um gráfico possível de f .
(b) Quantas soluções a equação f (x) = 0 tem? Por quê?
1
(c) É possível que f 0 (2) = ? Por quê?
3
16. Foram esboçados abaixo os gráficos das derivadas de primeira e segunda ordem de uma função f . Sabendo que o gráfico de f passa
pelo ponto P , apresente uma aproximação do gráfico de f .

2
17. Para cada uma das funções abaixo,
(a) encontre os intervalos nos quais f é crescente ou decrescente;
(b) encontre os valores de máximo e mínimo locais de f ;
(c) encontre os intervalos de concavidade e os pontos de inflexão;
(d) calcule os limites no infinito e, quando necessários, limites laterais (é necessário calcular os limites laterais de f em p sempre
que p não pertencer ao domínio de f mas for extremo de um dos intervalos que compõem o domínio de f );
(e) use as informações dos itens anteriores para esboçar o gráfico de f .

(1) f (x) = x3 − 3x2 + 1 (5) f (x) = x2 + 1 − x (10) f (x) = xtg x, − π2 ≤ x ≤ π
2
2
1 (6) f (x) = e−x ln x
(2) f (t) = t2 + (11) f (x) =
t x2 − x + 1 x
x (7) f (x) =
(3) f (x) = 2(x − 1)
1 + x2 (12) f (x) = ln(1 − ln x)
(8) f (x) = x4 − 2x3 + 2x
1 + x2 x3 ex
(4) f (x) = (9) f (x) = (13) f (x) =
1 − x2 1 + x2 1 + ex

18. Mostre que a equação x3 − 3x2 + 6 = 0 admite uma única raiz real. Dica: estude o gráfico da função f (x) = x3 − 3x2 + 6.

Você também pode gostar