Você está na página 1de 8

ABNT NBR-5410_____________________________________________________________________________________________________

 Norma brasileira referente a


instalações elétricas de baixa tensão
 A norma estudada estabelece as
condições de instalações elétricas de baixa
tensão, tendo a finalidade de garantir a
segurança do ser humano e animais.
 A aplicação da norma em circuitos
que estão alimentados com tensões
nominais igual ou menor a 1000 V em
corrente alternada, ou a 1500 V em Já para circuitos com dois condutores
corrente contínua. Os componentes é um FASE, é utilizado um interruptor bipolar
termo empregado para designar itens de  Tomadas: as tomadas possuem um como mostra abaixo.
instalações, podendo ser materiais, novo padrão brasileiro (a norma
acessórios, dispositivos e instrumentos. 14136:2012 versão 4:2013), onde
passaram a apresentar aterramento e
 Quadro de distribuição: esse redução de choques por conta da
termo se aplica a todo quadro de substituição do plug.
distribuição projetado de uma edificação. ANTES
DEPOIS
Aparente Embutido

 Ponto de utilização: é um ponto de  Esquemas de aterramento: na


uma linha elétrica destinado a conexão de classificação dos esquemas de
equipamentos, pode ser classificado entre aterramento são usadas as seguintes
diversos critérios como: tensão da linha simbologias:
elétrica, carga prevista (ponto de luz, para
aquecedor, aparelho de ar-condicionado, Primeira letra: situação da alimentação
etc...), e por fim o tipo de conexão (ponto  Interruptores: os interruptores
em relação à terra:
de tomada, ligação direta). unipolares, paralelos ou intermediários
devem interromper o condutor FASE e  T = ponto diretamente aterrado.
nunca o condutor NEUTRO.  I = isolação de todas as partes vivas
 Ponto de tomada: a alimentação de em relação à terra ou aterramento
equipamentos é feita através de tomadas de um ponto através de impedância;
de corrente.
Segunda letra: situação das massas
 Pontos de iluminação: são pontos (cargas) da instalação elétrica em relação
destinados a equipamentos de iluminação à terra.
(lâmpada, luminária, arandela, spot e  T = massas (cargas) diretamente
afins). aterradas, independentemente do
_____________________________________________________________________________________________________ABNT NBR-5410
aterramento eventual de um ponto
da alimentação;
 N = massas (cargas) ligadas ao
ponto de alimentação aterrado (em
corrente alternada, o ponto aterrado
 Esquema IT = Neste esquema as
normalmente o ponto neutro); TN-C-S – As funções do condutor neutro, e
partes vivas são isoladas da terra ou
proteção são combinadas em um único
um ponto de alimentação é aterrado
condutor;
através da impedância.
Outras letras: disposição do condutor
neutro e o condutor de proteção:
 S = função de neutro e proteção
asseguradas por condutores
distintos;
 C = funções de neutro e de proteção
combinadas em um único condutor
(condutor PEN).

Os possíveis esquemas de aterramento TN-C – Funções de NEUTRO e o de


são: proteção são combinadas em um único
 Esquema TN = possui u ponto de condutor;
alimentação diretamente aterrado,
contendo as cargas ligadas a esse
ponto através de condutor de
proteção, este esquema possui três
variantes: Legenda:
1 – Neutro pode ser ou não distribuído;
TN-S – Os condutores neutro e de A – Sem aterramento da alimentação;
proteção são distintos; B – Alimentação aterrada através de
impedância;
B1 – Massas aterradas em eletrodos
separados e independentes do eletrodo de
 Esquema TT = O esquema TT alimentação;
possui um ponto diretamente B2 – Massas coletivamente aterradas em
aterrado, onde as massas (cargas) eletrodo independente do eletrodo de
da instalação estão ligadas a aterramento da alimentação;
eletrodos distintos do eletrodo de B3 – massas coletivamente aterradas no
alimentação. mesmo eletrodo de alimentação.
_____________________________________________________________________________________________________ABNT NBR-5410
_____________________________________________________________________________________________________ABNT NBR-5410
Proteção para garantir segurança automático entra em ação
 Choques elétricos: medidas de desligando o circuito.
proteção contra choques elétricos Uso de dispositivos diferencial-residual
podem ser resumidos: de alta sensibilidade
 Partes vivas (condutores  Generalidades: o uso do
expostos) não podem ter dispositivo direcional-residual
acesso; com corrente igual ou inferior
 As cargas (massas) ou até a 30mA (prejudicial para o
mesmos as partes vivas não ser humano) onde já é
devem oferecer perigo. reconhecido como proteção
adicional contra choques
 A proteção contra choques elétricos elétricos.
apresenta dos tipos de proteção:  Casos onde o DR como proteção
 Proteção básica: é adicional é obrigado:
destinada a impedir o contato - Os circuitos que sirvam a pontos de
com partes vivas utilização situados em locais contendo
(energizadas) em condições banheira ou chuveiro;
normais. - Os circuitos que alimentam tomadas
 Proteção seletiva: destinada de corrente em áreas externas da
a suprir a proteção contra edificação;
choques elétricos quando as - Circuitos em locais onde o ponto de
partes condutivas acessíveis utilização seja situado em cozinhas,
se tornam acidentalmente copas-cozinhas, lavanderias, área de
vivas. serviço e as demais áreas internas
molhadas.
Equipotencialização e Seccionamento
automático da alimentação Cabos condutores
 A equipotencialização e o  Cobre: maleável, melhor condutor,
seccionamento automático se mais caro porem mais resistente a
completam de forma que não degradação dos circuitos elétricos
podem ser dissociados ao longo do tempo;
(separados), quando a  Alumínio: barato, leve, redução dos
equipotencialização não for custos do uso desse material em
suficiente para impedir o grandes transmissões;
aquecimento de tensões de  Isolação em PVC (cloreto de
contato perigosa, sendo polivinila): boa rigidez, resistência
assim o seccionamento aos agentes químicos, não propaga
chamas
_____________________________________________________________________________________________________ABNT NBR-5410
Projeto elétrico residencial
_____________________________________________________________________________________________________ABNT NBR-5410
Carga de iluminação  Dormitório 2  Banheiro 1
 Em cada cômodo ou dependência
deve ser previsto pelo menos um A = 15,2126 m T
2 A = 9,24 m T
2

P = 15,6026 m P = 12,5 m
ponto de luz. AT = 9,24 → 6,0 + 3,24
 Área igual ou menor a 6m² carga Carga (VA) = 100
mínima 100 VA; 3,8513 m
3,85 m
 Área maior a 6m², carga mínima de
100 VA para primeiros 6m, é
acrescentado 60 VA a cada 4m².

 Dormitório 1
3,95 m
AT = 19,25m2
P = 17,7m 2,4 m
Área total = 19,25 → 6,0 + 4,0 + 4,0 + 1,6026
Carga (VA) → 100 + 60 + 60
 Banheiro 2

5m
 Dormitório 3
1,3532 m AT = 2,3576 m2 0,9987 m
P = 6,7188 m

2,3607 m
1,85 m
1,1 m
Área total= 2,3576 → 2,3576
Carga (VA) → 100

3,85 m 1,126 m 2,7237 m

Área total = 19,25 → 6,0 + 4,0 + 4,0 + 4,0 + 1,25


P. trapézio = 1,85 + 1,1263 + 1,10 + 1,35 = 5,4295 m2
Carga (VA) → 100 + 60 + 60 + 60
P. retângulo = 9,1474 m
Perímetro total = 14,5769 m
A. trapézio = (B + b) *h /2 → 1,6612 m2
A. retângulo = 5,0388 m2
Área total = 6,70 → 6,0 + 0,70
Carga (VA) → 100
_____________________________________________________________________________________________________ABNT NBR-5410
 Área de serviço 1  Cozinha
AT = 6,93 m2
P = 11,3 m 1,80 m
AT = 11,7295 m2
P = 13,7026 m AT = 9,975 m2
P = 12,7 m

2,85 m
3,3513 m AT = 0,471 m2
P = 3,2098 m

3,85 m

Perímetro total = 3,2098 + 11,3 = 14,5098m


3,50 m
Área total = 6,93 + 0,4717 = 7,4017 → 6,0 + 1,4017
Área total = 9,975 → 6,0 + 3,975 Carga (VA) = 100
Carga (VA) → 100  Hall
3,50 m

 Sala de estar
Área total = 11,7295 → 6,0 + 4,0 + 1,7295 AT = 2,4 m2
1m
P = 6,8 m
Carga (VA) → 100 + 60 AT = 13,25 m2
P = 15,6 m
2,50 m
 Área de serviço 2
2,40 m
2
AT = 3,565 m P = 8,5 m 1,15 m
Área total= 2,4 → 2,4
5,30 m Carga (VA) → 100

3,10 m
Área total = 13,25 → 6,0 + 4,0 + 3,25 Tomadas de uso geral (TUG)
Carga (VA) → 100 + 60  Banheiro, pelo menos um ponto de
AT = 3,565 → 3,565 tomada;
Carga (VA) →100  Cozinhas, copas-cozinhas, áreas de
serviço, lavanderias é previsto pelo
menos um ponto de tomada a cada
3,5m de perímetro;
 Salas e dormitórios devem ser
previstos pelo menos um ponto de
tomada a cada 5m de perímetro;
 Sala
_____________________________________________________________________________________________________ABNT NBR-5410
 Em cada um dos demais cômodos é  Banheiros, cozinhas, copas- circuito exclusivo destinados a
previsto: cozinhas, áreas de serviço e alimentação;
 Um ponto de tomada se a lavanderias no mínimo 600 VA por  Aquecimento elétrico de água
área do cômodo for igual ou ponto de tomada até três pontos, e (chuveiro e torneira elétrica), o
menor que 2,25m²; 100 VA para os pontos restantes; ponto de utilização deve ser
 Um ponto de tomada se a  Se o total de tomadas no conjunto direto.
área for maior que 2,25m² e for superior a seis pontos de tomada  As tomadas de uso especifico
igual a 6m²; a atribuição de potências é de no utilizadas foram as mostradas na
 Um ponto de tomada a cada mínimo 600 VA até dois pontos e Tabela abaixo:
5m de perímetro se a área do 100 VA para os demais; CÔMODO POTÊNCIAS
cômodo for maior que 6m².  Os demais cômodos no mínimo 100 CHUVEIRO 7800
VA por ponto de tomada. AR – CONDICIONADO 1400

PERÍMETRO (m)
CÔMODO TOMADAS

TOTAL EQUIVALENTE TOTAL


CÔMODO TOMADAS POTÊNCIAS (VA)
(VA)
DORMITÓRIO 1 17,7 5 + 5 + 5 + 2,7 4

DORMITÓRIO 2 15,6026 5 + 5 + 5 + 0,6026 4 100 + 100 + 100 + 400


DORMITÓRIO 1 4 100
DORMITÓRIO 3 14,5769 5 + 5 + 4,5769 3 100 + 100 + 100 + 400
DORMITÓRIO 2 4 100
BANHEIRO 1 - - 1 100 + 100 + 100 300
DORMITÓRIO 3 3
BANHEIRO 2 - - 1 600 600
ÁREA DE 3,5 + 3,5 + 3,5 + BANHEIRO 1 1
SERVIÇO 1 13,7026 3,2026 4 600 600
ÁREA DE BANHEIRO 2 1
SERVIÇO 2 8,5 3,5 + 3,5 + 1,5 3 ÁREA DE 600 + 600 + 600 + 1900
3,5 + 3,5 + 3,5 + SERVIÇO 1 4 100
COZINHA 12,7 2,2 4 ÁREA DE 600 + 600 + 600 1800
SERVIÇO 2 3
SALA DE ESTAR 15,6 5 + 5 + 5 + 0,6 4 600 + 600 + 600 + 1900
COZINHA 4 100
SALA 11,3 5 + 5 + 1,3 3 100 + 100 + 100 + 400
SALA DE ESTAR 4 100
100 + 100 + 100 300
SALA 3

Potências atribuídas aos pontos de Tomadas de uso especifico (TUE).


tomada.  Pontos de tomada em cozinhas,
As potências dos pontos de tomadas copas-cozinhas, áreas de serviço
não devem ser inferiores aos seguintes e lavanderias devem possuir
valores: