Você está na página 1de 10
1. (Fuvest) A recristalização consiste em dissolver uma substância a uma dada temperatura, no menor

1. (Fuvest) A recristalização consiste em dissolver uma

substância a uma dada temperatura, no menor volume de solvente possível e a seguir resfriar a solução, obtendo-se cristais da substância. Duas amostras de ácido benzóico, de 25,0 g cada, foram recristalizadas em água segundo esse procedimento, nas condições apresentadas na figura 1:

a) Calcule a quantidade de água necessária para a dissolução

de cada amostra.

b) Qual das amostras permitiu obter maior quantidade de cristais

da substância? Explique. Dados: curva de solubilidade do ácido benzóico em água (massa em gramas de ácido benzóico que se dissolve em 100g

de água, em cada temperatura), ver figura 2.

em 100g de água, em cada temperatura), ver figura 2. 2. (Ueg) A mistura de uma

2. (Ueg) A mistura de uma solução de solutos diferentes pode

ocorrer de forma que esses solutos reajam entre si. Em uma

aula prática realizada no laboratório, um estudante utilizou na neutralização de 15 mL de uma solução aquosa de H‚SO„, 20 mL de solução aquosa 0,6 mol.L-¢ de NaOH. De acordo com essas informações, responda ao que se pede:

a)

Apresente a equação balanceada da reação descrita.

b)

Calcule a concentração em mol/L da solução ácida.

3.

(Unicamp) Sabendo-se que em 100 mililitros (mL) de leite

integral há cerca de 120 miligramas (mg) de cálcio. Calcule a concentração de cálcio no leite em mol por litro (mol/L).

4. (Unesp) A adição de substâncias à água afeta suas

propriedades coligativas. Compare as temperaturas de fusão e ebulição de duas soluções aquosas contendo, respectivamente, 1 mol/L de NaCØ e 1 mol/L de glicose, nas mesmas condições de pressão.

5. (Ufg) Considere os três recipientes, contendo 100 mL das

soluções a seguir, todas de concentração 0,1 mol/L.

das soluções a seguir, todas de concentração 0,1 mol/L. Explique, utilizando equações químicas, o que ocorrerá

Explique, utilizando equações químicas, o que ocorrerá com o pH em cada um dos recipientes, ao acrescentar 100 mL de NaHCOƒ 0,1 mol/L em cada um deles.

6. (Unesp) 8,00 mØ de uma solução aquosa de hidróxido de

potássio de concentração 0,250 mol/Ø são parcialmente

neutralizados por 20,0 mØ de uma solução aquosa de ácido nítrico de concentração 0,500 mol/L.

a) Escreva a equação química da reação de neutralização.

b) Sabendo que

pOH = - log [OH-] e que pH + pOH = 14, calcule o pH da solução após a adição de ácido.

7. (Unesp) O eletrólito empregado em baterias de automóvel é

uma solução aquosa de ácido sulfúrico. Uma amostra de 7,50 mililitros da solução de uma bateria requer 40,0 mililitros de

hidróxido de sódio 0,75M para sua neutralização completa.

a) Calcule a concentração molar do ácido na solução da bateria.

b) Escreva as equações balanceadas das reações de

neutralização total e parcial do ácido, fornecendo os nomes dos

produtos formados em cada uma delas.

8. (Fuvest) A "água pesada", usada em reatores nucleares, é

composta por deutério e oxigênio.

A 20°C, o volume da "água pesada" é de 90% do volume de

igual massa de água comum.

a) Calcule a densidade da "água pesada" nessa temperatura.

b) A água comum reage com sódio metálico produzindo

hidrogênio e soda cáustica. Escreva a equação balanceada da

reação da "água pesada" com sódio metálico. Dada a densidade da água a 20°C = 1,00 g/cm¤

9. (Unicamp) Três frascos de vidro transparente, fechados, de

formas e dimensões iguais, contêm CADA UM a mesma massa de líquidos diferentes. Um contém água, o outro clorofórmio e o

terceiro etanol. Os três líquidos são incolores e não preenchem totalmente os frascos, os quais não têm nenhuma identificação. Sem abrir os frascos, como você faria para identificar as

substâncias?

A densidade (d) de cada um dos líquidos, à temperatura

ambiente, é:

d

(água) = 1,0g/cm¤

d

(clorofórmio) = 1,4g/cm¤

d

(etanol) = 0,8g/cm¤

10. (Unicamp) Uma solução saturada de nitrato de potássio (KNOƒ) constituída, além do sal, por

10. (Unicamp) Uma solução saturada de nitrato de potássio

(KNOƒ) constituída, além do sal, por 100g de água, está à temperatura de 70°C. Essa solução é resfriada a 40°C, ocorrendo precipitação de parte do sal dissolvido. Calcule:

a) a massa do sal que precipitou.

b) a massa do sal que permaneceu em solução.

A seguir, o gráfico da solubilidade do nitrato de potássio em

função da temperatura.

do nitrato de potássio em função da temperatura. 11. (Unicamp) Preparou-se uma solução dissolvendo-se 40g

11. (Unicamp) Preparou-se uma solução dissolvendo-se 40g de

Na‚SO„ em 100g de água a uma temperatura 60°C. A seguir a solução foi resfriada a 20°C, havendo formação de um sólido

branco.

a) Qual o sólido que se formou?

b) Qual a concentração da solução final (20°C)?

Dados: as curvas de solubilidade do Na‚SO„.10H‚O e do Na‚SO„, no gráfico a seguir; a solubilidade está indicada, nos dois casos, em "g de Na‚SO„/100g de H‚O".

nos dois casos, em "g de Na‚SO„/100g de H‚O". 12. (Fuvest) Qual dos seguintes procedimentos é

12. (Fuvest) Qual dos seguintes procedimentos é o mais

indicado quando se quer distinguir entre uma porção de água

destilada e uma solução de água açucarada, sem experimentar o gosto?

a) Filtrar os líquidos.

b) Determinar a densidade.

c) Medir a condutividade elétrica.

d) Usar papel tornassol.

e) Decantar os líquidos.

13. (Fuvest) O processo de recristalização, usado na purificação

de sólidos, consiste no seguinte:

1¡.) Dissolve-se o sólido em água quente, até a saturação. 2¡.) Resfria-se a solução até que o sólido se cristalize.

Os gráficos a seguir mostram a variação, com a temperatura, da solubilidade de alguns compostos em água.

a temperatura, da solubilidade de alguns compostos em água. O método de purificação descrito acima é

O método de purificação descrito acima é mais eficiente e menos eficiente, respectivamente, para:

a)

NaCØ e KNOƒ

b)

KBr e NaCØ

c)

KNOƒ e KBr

d)

NaCØ e KBr

e)

KNOƒ e NaCØ

14. (Uel) Que quantidade de NaOH, em mols, é necessário para

neutralizar 15,0g de ácido acético?

(Dado: massa molar do ácido acético = 60g/mol)

a) 0,25

b) 0,30

c) 0,35

d) 0,40

e) 0,45

15. (Pucmg) Em um laboratório de química, foram encontrados cinco recipientes sem rótulo, cada um

15. (Pucmg) Em um laboratório de química, foram encontrados

cinco recipientes sem rótulo, cada um contendo uma substância pura líquida e incolor. Para cada uma dessas substâncias, um estudante determinou as seguintes propriedades:

1. ponto de ebulição

2. massa

3. volume

4. densidade

Assinale as propriedades que podem permitir ao estudante a identificação desses líquidos.

a)

b)

c)

d)

1

1

e

e

2

3

2

1

e

e

4

4

16. (Cesgranrio) Para preparar 1,2 litros de solução 0,4M de

HCØ, a partir do ácido concentrado (16M), o volume de água, em

litros, a ser utilizado será de:

a) 0,03.

b) 0,47.

c) 0,74.

d) 1,03.

e) 1,17.

17. (Faap) O ácido clorídrico concentrado, encontrado à venda

no comércio especializado, é uma solução aquosa 12 molar em HCØ. Um laboratorista precisava preparar 1 litro de solução

aquosa de HCØ de concentração 1 molar. Para tal, utilizou 8,3ml do "ácido concentrado" que diluiu com água destilada, até obter 1 litro de solução. A solução assim preparada apresentou uma concentração molar igual a:

a) 1,2

b) 1,0

c) 0,2

d) 2,0

e) 0,1

18. (Fuvest) Quatro tubos contêm 20mL (mililitros) de água cada

um. Coloca-se nesses tubos dicromato de potássio (K‚Cr‚O‡) nas seguintes quantidades:

de potássio (K‚Cr‚O‡) nas seguintes quantidades: A solubilidade do sal, a 20°C, é igual a 12,5g

A solubilidade do sal, a 20°C, é igual a 12,5g por 100mL de água. Após agitação, em quais dos tubos coexistem, nessa temperatura, solução saturada e fase sólida?

a) Em nenhum.

b) Apenas em D.

c) Apenas em C e D.

d) Apenas em B, C e D.

e) Em todos.

19. (Fuvest) Em um experimento, para determinar o número x de

grupos carboxílicos na molécula de um ácido carboxílico, volumes de soluções aquosas desse ácido e de hidróxido de sódio, de mesma concentração, em mol L -¢, à mesma temperatura, foram misturados de tal forma que o volume final fosse sempre 60 mL. Em cada caso, houve liberação de calor. No gráfico abaixo, estão as variações de temperatura (ÐT) em função dos volumes de ácido e base empregados:

(ÐT) em função dos volumes de ácido e base empregados: Partindo desses dados, pode-se concluir que

Partindo desses dados, pode-se concluir que o valor de x é

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

Nesse experimento, o calor envolvido na dissociação do ácido e

o calor de diluição podem ser considerados desprezíveis. 20. preparar uma solução de ácido bórico

o

calor de diluição podem ser considerados desprezíveis.

20.

preparar uma solução de ácido bórico (HƒBOƒ) 0,5 mol/L para ser utilizada como fungicida. Para preparar tal solução, ele

dispõe de 2,5 g do ácido. O volume, em mL, de solução com a concentração desejada que pode ser preparado utilizando toda a massa disponível é, aproximadamente,

a)

b)

c)

d)

e)

(Pucrs) Um acadêmico do curso de Química necessita

41

81

161

246

1000

21.

20,0g/100g H‚O. Uma solução contendo 18,0g de nitrato de

potássio em 50,0g de água a 25°C é resfriada a 10°C.

Quantos gramas do sal permanecem dissolvidos na água?

a)

b)

c)

d)

e)

(Uel) A 10°C a solubilidade do nitrato de potássio é de

1,00

5,00

9,00

10,0

18,0

22.

cúprico são cuidadosamente aquecidos até que o volume da solução fique reduzido a 200 mililitros. A solução final, tem

concentração, em mol/L, igual a

a)

b)

c)

d)

e)

(Uel) 300 mililitros de solução contendo 0,01mol/L de sulfato

0,005

0,010

0,015

0,016

0,018

23.

adicionada a um copo com 250mL de água a 25°C. O sistema

foi agitado até completa dissolução do sal.

Com relação à solução resultante, todas as alternativas estão corretas, EXCETO

a)

b)

c)

d)

e)

(Ufmg) Uma colher de chá contendo sal de cozinha foi

Ela é eletricamente neutra. Ela é eletrolítica. Ela é homogênea. Ela é incolor. Ela é saturada.

24. (Unaerp) O propileno glicol, CƒH•O‚ é um líquido utilizado como umectante de doces, produtos de cacau e carne. Para se

preparar 100ml de solução 3 Molar de propileno glicol, a massa

a

(Dados:

a)

b)

c)

d)

e)

ser pesada deverá ser de:

228 g.

C = 12 ; O = 16 ; H = 1)

10,8 g.

108 g.

22,8 g.

2,28 g.

25.

solução de H‚SO„ foram consumido 30 mL de solução 0,1 molar de NaOH. A massa de H‚SO„ contida em 250 mL de solução é:

Dados : Massa atômicas :

H=1; S=32; O=16; Na=23 (u)

a)

b)

c)

d)

e)

(Fei) Para neutralizar uma alíquota de 25 mL de uma

0,49 g

0,98 g

1,47 g

1,96 g

2,94 g

26.

KOH com 35,0ml de solução 0,30 M de KOH e solução 10,0ml

de uma solução 0,25 M de KOH, resulta uma solução cuja concentração normal ou normalidade, admitindo-se a aditividade de volume, é, aproximadamente igual a:

a)

b)

c)

d)

e)

(Unirio) Misturando-se 25,0ml de uma solução 0,50 M de

0,24 N.

0,36 N.

0,42 N.

0,50 N.

0,72 N.

27.

de H‚SO„ de concentração 3 mol/L, a partir de uma solução de concentração 15mol/L do ácido, deve-se diluir o seguinte volume da solução concentrada:

a)

b)

c)

d)

e)

(Unesp) Na preparação de 500mL de uma solução aquosa

10 mL

100 mL

150 mL

300 mL

450 mL

28.

as substâncias puras líquidas:

a)

b)

c)

d)

temperatura constante.

e)

temperatura constante.

(Fuvest) Em um mesmo local, a pressão de vapor de todas

tem o mesmo valor à mesma temperatura. tem o mesmo valor nos respectivos pontos de ebulição.

tem o mesmo valor nos respectivos pontos de congelação. aumenta com o aumento do volume do líquido presente, à

diminui com o aumento do volume de líquido presente, à

29.

100 g de água obtém-se uma solução que, ao ser resfriada, inicia sua solidificação à temperatura de -0,370°C. Analogamente, dissolvendo-se 0,010mol de um sal x em 100 g

de água, obtém-se uma solução que inicia sua solidificação a - 0,925°C. Dentre os sais a seguir, qual poderia ser o sal x?

a)

b)

c)

d)

e)

(Fuvest) Dissolvendo-se 0,010 mol de cloreto de sódio em

acetato de sódio. carbonato de sódio. nitrato de ferro (III). sulfato de crômio (III). cloreto de amônio.

30. (Pucmg) As temperaturas normais de ebulição da água, do etanol e do éter etílico

30. (Pucmg) As temperaturas normais de ebulição da água, do

etanol e do éter etílico são, respectivamente, 100 °C, 78 °C e 35 °C. Observe as curvas no gráfico da variação de pressão de vapor do líquido ( Pv ) em função da temperatura ( T ).

32. (Ufmg) Dois recipientes abertos contêm: um, água pura (I) e,

o outro, água salgada (II). Esses dois líquidos são aquecidos até a ebulição e, a partir desse momento, mede-se a temperatura do vapor desprendido.

Considerando essas informações, assinale a alternativa cujo gráfico MELHOR representa o comportamento da temperatura em função do tempo durante a ebulição.

da temperatura em função do tempo durante a ebulição. As curvas I, II e III correspondem,

As curvas I, II e III correspondem, respectivamente, aos compostos:

a) água, etanol e éter etílico.

b) éter etílico, etanol e água.

c) éter etílico, água e etanol.

d) água, éter etílico e etanol.

31. (Uece) Os nossos ancestrais descobriram que a carne,

quando era tratada com cloreto de sódio, ficava preservada do ataque bacteriano. Esse processo primitivo de conservação é usado até hoje e a conservação é por

a) óxido-redução.

b) anti-catálise.

c) ação bactericida.

d)

osmose.

33. (Ufpr) O processo de destilação é importante para a

separação de misturas. Assinale a alternativa correta sobre o

processo de destilação da água.

a) Na passagem do líquido, ocorre a quebra das ligações

covalentes entre os átomos de hidrogênio e de oxigênio.

b) A temperatura de ebulição varia durante a destilação da água.

c) A fase vapor é constituída por uma mistura dos gases

hidrogênio e oxigênio.

d) A temperatura de ebulição depende da pressão atmosférica

local.

e) A temperatura de ebulição depende do tipo de equipamento

utilizado no processo.

34. (Ufrs) A medida do abaixamento da pressão de vapor de um

solvente, causado pela adição de um soluto não-volátil, é obtida

pela

a) criometria.

b) osmometria.

c) tonometria.

d) ebuliometria.

e) termometria.

35. (Ufu) A respeito das propriedades das soluções, considere 39. (Fei) A massa de NaOH

35.

(Ufu) A respeito das propriedades das soluções, considere

39.

(Fei) A massa de NaOH que reage estequiometricamente

as afirmativas a seguir.

com 100mL de solução de HCØ de pH = 1 supondo o ácido totalmente dissociado é:

I - A água do mar ferve a uma temperatura mais baixa que a água pura, ambas ao nível do mar.

Dados:

massas molares: HCØ = 36,5g/mol; NaOH = 40g/mol

II - A água do mar congela a uma temperatura mais baixa que a água pura, ambas ao nível do mar.

a) 0,200 g

b) 0,365 g

III

- Uma solução aquosa de sacarose ferve a uma temperatura

 

c) 0,400 g

mais alta que a água pura, ambas ao nível do mar.

d) 0,730 g

IV

- Uma solução aquosa de sacarose congela a uma

e) 0,800 g

temperatura mais alta que a água pura, ambas ao nível do mar.

40.

(Fuvest) 100 ml de uma solução 0,2M de HCØ foram

Dentre essas afirmações:

misturados com 100ml de uma solução 0,2M de NaOH. A

a) Todas são incorretas.

mistura resultante

b) I e IV são corretas.

a) têm valor de pH igual a zero.

c) I é correta e III é incorreta.

b) tem concentração de Na® igual a 0,2 M.

d) II e III são corretas.

c) é uma solução de cloreto de sódio 0,1 M.

d) tem concentração de H® igual a 0,1 M.

36.

(Unesp) A uma dada temperatura, possui a MENOR pressão

e) não conduz corrente elétrica.

de vapor a solução aquosa:

a) 0,1 mol/L de sacarose.

41.

(Pucmg) O eletrólito empregado em baterias de automóvel é

b) 0,2 mol/L de sacarose.

uma solução aquosa de ácido sulfúrico. Uma amostra de 5,0 mL da solução de uma bateria requer 25 mL de hidróxido de sódio

c) 0,1 mol/L de ácido clorídrico.

d) 0,2 mol/L de ácido clorídrico.

0,6 mols/L para sua neutralização completa. A concentração do ácido, em mol/L, na solução da bateria, é:

e) 0,1 mol/L de hidróxido de sódio.

a) 6,0

37.

(Unesp) Considere cinco soluções aquosas diferentes, todas

b) 4,5

de concentração 0,1mol/L, de glicose (C†H‚O†) e de quatro eletrólitos fortes, NaCØ, KCØ, K‚SO„ e ZnSO„, respectivamente. A solução que apresenta o maior abaixamento do ponto de congelação é a de:

c) 3,0

d) 2,0

e) 1,5

a)

C†H‚O†.

42.

(Pucsp) A massa de NaOH necessária para neutralizar

b)

NaCØ.

totalmente 200ml de uma solução 0,01 molar de H‚SO„ é:

c)

KCØ.

(Dados: H = 1; O = 16; Na = 23 e S = 32.)

d)

K‚SO„.

 

a) 4,00 g.

e)

ZnSO„.

b) 2,00 g.

 

c) 1,60 g.

38.

(Ufrs) O volume, em mL, de uma solução de ácido clorídrico

d) 0,16 g.

de pH = 2, necessário para neutralizar completamente 500 mL

e) 0,08 g.

de uma solução de hidróxido de potássio de pH = 11 é de

 
 

a) 13

b) 50

c) 100

d) 500

e) 2275

43. (Fuvest) Em uma indústria um operário misturou, 46. (Fuvest) 160 gramas de uma solução

43.

(Fuvest) Em uma indústria um operário misturou,

46.

(Fuvest) 160 gramas de uma solução aquosa saturada de

inadvertidamente, polietileno (PE), poli (cloreto de vinila) (PVC) e poliestireno (PS), limpos e moídos. Para recuperar cada um destes polímeros utilizou o seguinte método de separação: jogou

sacarose a 30°C são resfriados a 0°C. Quanto do açúcar

cristaliza?

 

a

mistura em um tanque contendo água (densidade=1,00g/cm¤)

Temperatura °C

Solubilidade da sacarose g/100 g de H‚O

separando, então, a fração que flutuou (fração A) daquela que

foi ao fundo (fração B). A seguir, recolheu a fração B, secou-a e

 

a

jogou em outro tanque contendo solução salina

 

0

180

(densidade=1,10g/cm¤), separando o material que flutuou (fração C) daquele que afundou (fração D). As frações A, C e D eram, respectivamente,

30

220

a) 20 g.

 

b) 40 g.

c) 50 g.

c) 50 g.

d) 64 g.

e) 90 g.

47.

(Mackenzie) A partir do diagrama a seguir, que relaciona a

solubilidade de dois sais A e B com a temperatura são feitas as

afirmações:

afirmações:

a)

PE, PS e PVC

b)

PS, PE e PVC

c) PVC, PS e PE

d) PS, PVC e PE

e)

PE, PVC e PS

44.

(G1) Um ovo, colocado em um copo com água, afunda.

Adicionando-se sal à água, ele passa a flutuar nessa mistura.

 

Em relação a esse fato, é INCORRETO afirmar que

I - existe uma única temperatura na qual a solubilidade de A é igual à de B.

a) o ovo é menos denso que a mistura.

b) o ovo é mais denso que a água pura.

II - a 20°C, a solubilidade de A é menor que a de B.

c) a densidade do ovo diminui quando adicionamos sal à água.

III - a 100°C, a solubilidade de B é maior que a de A.

d) a densidade da água pura é menor que a densidade da

IV - a solubilidade de B mantém-se constante com o aumento da

 

mistura.

temperatura.

 
 

V

- a quantidade de B que satura a solução à temperatura de

45.

(Fei) Tem-se 500g de uma solução aquosa de sacarose

80°C é igual a 150g.

 

(C‚H‚‚O), saturada a 50°C. Qual a massa de cristais que se

 

separam da solução, quando ela é resfriada até 30°C?

Somente são corretas:

 

Dados: Coeficiente de solubilidade (Cs) da sacarose em água:

a) I, II e III.

Cs à 30°C=220g/100g de água Cs à 50°C=260g/100g de água

b) II, III e V.

c) I, III e V.

 

a) 40,0 g

d) II, IV e V.

b) 28,8 g

e) I, II e IV.

c) 84,25 g

 

d) 55,5 g

e) 62,5 g

48. (Puccamp) Considere o gráfico, representativo da curva de solubilidade do ácido bórico em água

48. (Puccamp) Considere o gráfico, representativo da curva de

solubilidade do ácido bórico em água

da curva de solubilidade do ácido bórico em água Adicionando- se 200 g de Hƒ B

Adicionando-se 200 g de Hƒ B Oƒ em 1,00 kg de água, a 20 °C, quantos gramas do ácido restam na fase sólida?

a) 50,0

b) 75,0

c) 100

d) 150

e) 175

49. (Pucmg) Considere o gráfico de solubilidade de substâncias

a seguir.

o gráfico de solubilidade de substâncias a seguir. Assinale a afirmativa INCORRETA. a) No intervalo de

Assinale a afirmativa INCORRETA.

a) No intervalo de temperatura de 30°C a 100°C, há diminuição

da solubilidade do Na‚SO„.

b) Na temperatura de 40°C, o KNOƒ apresenta a mesma

solubilidade do Na‚SO„.

c) Na temperatura de 20°C, o Na‚SO„ é mais solúvel que o

KNOƒ.

d) A solubilidade do KNOƒ na temperatura de 0°C é igual a 10 g

KNOƒ/100 g H‚O.

50. (Ufes) Ao se adicionar cloreto de amônio a uma certa

quantidade de água a 25°C, observa-se um resfriamento na solução. Com base nessa informação, pode-se afirmar:

a) O processo é exotérmico e a solubilidade do NH„CØ aumenta

com o aumento da temperatura.

b) O processo é endotérmico e a solubilidade do NH„CØ aumenta

com o aumento da temperatura.

c) O processo é exotérmico e a solubilidade do NH„CØ diminui

com o aumento da temperatura.

d) O processo é endotérmico e a solubilidade do NH„CØ diminui

com o aumento da temperatura.

e) O processo é endotérmico e a solubilidade do NH„CØ

independe da temperatura.

GABARITO   c) NH„CØ(aq) + NaHCOƒ(aq) ë NHƒ(aq) + CO‚(g) + H‚O(Ø)   NHƒ(aq) +

GABARITO

 

c) NH„CØ(aq) + NaHCOƒ(aq) ë NHƒ(aq) + CO‚(g) + H‚O(Ø)

 

NHƒ(aq) + H‚O(Ø) ë NH„OH(aq) + H®(aq)

pH < 7

1.

a) Amostra 1 ë 500g de H‚O Amostra 2 ë 1087g de H‚O (cálculo aproximado)

6.

a) Equação da reação de neutralização:

KOH + HNOƒ ë KNOƒ + H‚O

b)

Amostra 1: a 20°C o ácido benzóico é menos solúvel.

 

b)

pH = 13

2.

a) H‚SO„ + 2NaOH ë 2H‚O + Na‚SO„

 

7.

a) M = 2,0 molar

b)

NaOH:

 

0,6 mol ----- 1000 mL

 

b)

Total:

n(base) -----

20 mL

H‚SO„(aq)+2NaOH(aq)ëNa‚SO„(aq)+2H‚O(Ø)

n(base) = 0,012 mol

 

Na‚SO„(aq): sulfato de sódio H‚O(Ø): água

 

1 mol H‚SO„ ----- 2 mols NaOH n(ácido) ----- 0,012 mol NaOH n(ácido) = 0,006 mol

0,006 mol de ácido ----- 15 mL

Parcial:

H‚SO„(aq)+NaOH(aq)ëNaHSO„(aq)+H‚O(Ø) NaHSO„(aq): hidrogenossulfato de sódio H‚O(Ø): água

 

x

----- 1000 mL

x

= 0,4 mol em 1 L

8.

a) d = 1,11 g/cm¤

A

concentração molar do ácido é 0,4 mol/L.

b) Na + D‚O ë NaOD + 1/2 D‚

 

3.

M = 0,03 mol/Ø

 

9.

d = m/v portanto, quanto menor a densidade maior o volume,

4.

As propriedades coligativas estão associadas ao número de

porque os líquidos possuem massas iguais. V etanol > V água > V clorofórmio

partículas presentes num certo volume de solução. Comparando volumes iguais:

10.

a) m = 80 g

b)

m = 60 g

NaCØ(s) ë Na®(aq) + CØ-(aq)

 

1 1 mol

mol

1 mol

11. a) Na‚SO„ . 10 H‚O

 

1 ë 2 mols de partículas

mol

b)

p = 16,7 %

C†H‚O†(s) ë C†H‚O†(aq)

 

1

mol

ë

1 mol de partículas

12. [B]

 

Podemos notar que na solução de NaCl o número de partículas

13. [E]

é

maior, isto significa que a pressão de vapor do solvente é

 

menor e que as forças de atração dipolo-íon são acentuadas,

14. [A]

 

conseqüentemente a temperatura de ebulição desta solução é mais elevada do que da solução de glicose.

15. [D]

Nas mesmas condições de pressão a temperatura de fusão da solução de NaCl será menor do que da solução de glicose, pois

16. [E]

presença de partículas em maior quantidade provoca um abaixamento na temperatura de fusão.

a

17. [E]

5.

a) HCØ(aq) + NaHCOƒ(aq) ë Na®(aq) + CØ­(aq) + CO‚(g) +

18. [D]

H‚O(Ø)

pH = 7

 
 

19. [C]

 

b)

CHƒCOOH(aq) + NaHCOƒ(aq) ë CHƒCOONa(aq) + CO‚(g) +

 

H‚O(Ø)

20. [B]

 

CHƒCOONa(aq) + H‚O(Ø) ë Na®(aq) + CHƒCOOH(aq) +

 

OH-(aq)

pH > 7

 

21. [D]

 
22. [C] 23. [E] 24. [D] 25. [C] 26. [B] 27. [B] 28. [B] 29.

22. [C]

23. [E]

24. [D]

25. [C]

26. [B]

27. [B]

28. [B]

29. [D]

30. [B]

31. [D]

32. [D]

33. [D]

34. [C]

35. [D]

36. [D]

37. [D]

38. [B]

39. [C]

40. [C]

41. [E]

42. [D]

43. [A]

44. [C]

45. [D]

46. [A]

47. [C]

48. [D]

49. [C]

50. [B]