Você está na página 1de 3

INSPEÇÃO:

Inspeção geral​ atitude, decúbito


Inspeção geral do tórax:
- Abaulamentos, Retrações, Cicatriz e/ou Manchas
- Observar forma do tórax (Tonel?), volume, vascularização (circulação colateral?)
Inspeção do precórdio e pescoço:
Visualização e localização do Ictus cordis (hipercinético? propulsivo)
Turgência de jugular? (45º)

PALPAÇÃO:
1-Pulsos arteriais:
Carótida/ aorta (fúrcula esternal/ abdominal)/femoral/ radial/ braquial/ tibial/ pediosos)
Checar​: simetria, amplitude, frequência cardíaca, ritmo
Aneurismas? (Ex; aneurisma de Ao= massa abdominal que pulsa para todos os lados)

Pulsos patológicos: ​ Magno Célere (martelo d'água) - IA


Parvus Tardus - EA
Paradoxal (PS cai >10mmHg na inspiração=tamponamento cardíaco)
Hipotensão/ choque (fino ou ausente)
2-Ictus cordis:
Palpar, localizar (N 4-5º EIC E/ LHC)
Delimitar extensão (N até 2-3 polpas= 2,5cm)
Ver mobilidade (N decúbito lateral esquerdo, desvia ≤ 2 cm)

3-Frêmitos:
Sensação tátil de sopros de alta intensidade

4-Atritos:
Sensação tátil do atrito entre as membranas pericárdicas e pleuras (V e P) inflamadas
Pericardite/ derrame pleural

PERCUSSÃO
Pode ajudar a localizar o ictus cordis e delimitar área cardíaca - macicez

AUSCULTA
Ausculta-se:
1 - FC
2 - Ritmo cardíaco (regular? Arritmias?)
3 - Bulhas (N=B1 e B2/ bulhas acessórias?/ Desdobramentos?/ hiperfonese? Hipofonese?)
4 - Sopros (patológicos? Fisiológico? sistólicos? diastólicos?/ em que foco?/irradia?/ 1-4+)
5 - Estalidos ou cliques de abertura
6 - Atritos
7 - Sopros em artérias/ pescoço/ axila

Focos de Ausculta
Aórtico (2º EICD)
Pulmonar (2º EICE)
Aórtico Acessório (3º EICE)
Tricúspide (apêndice xifóide)
Mitral (5º EICE/ ictus)

Bulhas:
B1 (sístole) = Fecha V. mitral + Tricúspide = TuM
B2 (diástole) = Fecha V. aórtica + Pulmonar = PA

Bulhas Atípicas (ritmo de galope):


B3 = Choque do sangue no enchimento lento ventricular (sobrecarga de volume)
B4 = Sístole Atrial (sobrecarga de pressão)

Sopros
Avaliar:
1 - Localização (focos de ausculta)
2 - Timbre (Suave/ rude/ musical/ aspirativo/ em jato/ ruflar)
3 - Irradiação (axila, pescoço, borda esternal, região interescapular)
4 - Modificações com manobras
5 - Intensidade (graduar em cruzes - até 4+)
6 - Situação no ciclo: sistólicos/diastólico

Manobras: ​(aumenta ou diminui sopros)


Rivero Carvallo = DD + Inspiração + Esteto foco T = ​↑​RV → ​↑​IT e ​↓​IM
Agachamento = RV ( EA/ diminui PVM)
Valsalva (soprar contra mão) = ​↓​ EA e EP

RESUMO DOS SOPROS


Sistólicos ​(coincide com o pulso)
1-Mesossistólicos (em crescendo e decrescendo/ diamante) ​Ex: EA
2-Telessistólico começa no final da sístole e termina em B2
3-Holossistólicos (pansistólico) ​Ex: IM e IT

Diastólicos ​(sempre patológicos):


1-Protodiastólicos (em decrescendo) ​Ex: IA
2-Mesodiastólicos - começa um pouco depois da B2
3-Telediastólico (pré-sistólico- em crescendo) ​Ex: EM

Irradiação dos sopros:​ Axila: IM


Pescoço/ vasos da base: EA
Foco aórtico acessório: IA
EM: não irradia (Ictus)
SISTÓLICOS
Insuficiência mitral
Holossistólico, apical (foco mitral), irradia p/ axila E, timbre aumentado, B1 hipofonética / B3
(sobrecarga de volume) / Desdobramento de B2

Insuficiência tricúspide:
Sopro holossistólico, foco T, que ​↑​ Rivero Carvallo, B3 (sobrecarga de volume), TJP/ Hepatomegalia/
Pulso hepático/ Ascite

Estenose aórtica:
Mesossistólico (“em diamante”), rude, aórtico, irradia p/ cervical D, ​↓​ com Valsalva / Pulso Parvus
Tardus / Estallido de abertura aórtico

Estenose pulmonar:
Mesossistólico, rude, ejetivo, pulmonar, irradial para região infraclavicular E, clique de ejeção no
início da sístole, S/S: Congestão sistêmica (IC direita).

DIASTÓLICOS
Estenose mitral:
Mesotelediastólico, com reforço pré sistólico (cont atrial), baixa frequência/ s/ irradiação
B1 hiperfonética, Estalido de abertura mitral, S/S: Hipertensão pulmonar (dispnéia/ hemoptóicos/
edema agudo de pulmão)

Insuficiência aórtica:
Protodiastólico, aspirativo, alta freq, foco A ou AA, irradia para ponta do coração, se grave: EM
relativa (não tem B1 hiperfonética), B3 (sobrecarga de volume).
Sinais:​ De Musset (cabeça balança)
Pulso em Martelo d’água
Pulso de Quink (capilar)
Dança das carótidas
PA divergente
Cardiomegalia/ precordialgia/ síncope

SÍNDROMES PERICÁRDICAS
PERICARDITE
Dor torácica (irradia p/ escápula/melhora com postura de “prece”)
Atrito pericárdico (fricção entre os 2 folhetos): som “couro ou lixa” melhor audível em apnéia

DERRAME PERICÁRDICO
Ausculta: Hipofonese de bulhas
Tamponamento (acúmulo >200ml)
Tríade de beck: H hipotensão/ A abafamento de bulhas/ T TJP
Pulso paradoxal - redução da PS (>10mmHg) durante a inspiração
Sinais de baixo DC - confusão mental, oligúria, dispnéia, taquipnéia

ENDOCARDITE
Tríade: febre + sopro + esplenomegalia

INSUFICIÊNCIA CARDÍACA
Classe funcional: I- s/ dispnéia
II- Dispnéia aos grandes esforços
III- dispnéia aos médios esforços
IV- dispnéia em repouso
IVD:​ Aumento de VD
Congestão periférica: hepatomegalia dolorosa/ TJP/ RHJ/ ascite/ derrame pleural, pericárdico/ edema
de MMII (vespertino, mole, indolor)/ caquexia (edema TGI)/ oligúria/ cianose.

IVE:​ Cardiomegalia (ictus desviado propulsivo)


Congestão pulmonar (dispnéia/ DPN/ Ortopnéia/ tosse/ EAP) / Baixo débito: fadiga/ oligúria/ Resp. de
Cheyne stokes (hiperpnéia/ apnéia)

ICC: ​IVD + IVE

CHOQUE:
hipotensão arterial + palidez + confusão mental + extremidades frias + oligúria ou anúria
+ sudorese + colapso de veias superficiais