Você está na página 1de 2

Lições de um encontro com Deus 1

Pastor: Emerson Roberto - IBC

Tema: Lições de um encontro com Deus.


Texto: Gênesis 12.1-4
Pastor: Emerson Roberto – IBC – 15/04/2010

Para inicio de Conversa.


O livro de Genesis é o livro que narra a história dos começos e não apenas do começo. Nele
encontramos a história do começo da criação, o começo da humanidade, o começo da história da salvação, o
começo de Israel. Quando o estudamos encontramos no livro de Genesis três grandes divisão: Capitulo 1 e 2 a
história da criação do mundo; A partir do 3º até o 11º a história da queda e suas conseqüências; De 12 a 36 a
história da salvação com os patriarcas; e do 37 a 50 a história da família eleita.

O texto que vamos meditar hoje narra o início da história da salvação. Idealizada na eternidade, antes da
criação do mundo, Efésios 1.4. A salvação começa a se tornar histórica em Genesis 12. É nesse momento que
ela sai da mente divina e entra na história do homem. É em Abraão que encontramos as raízes teológicas da
igreja, é isso que podemos deduzir de Gálatas 3.6-9. A igreja de Cristo não é um acidente de percurso. Ou seja,
frustrado com Israel Deus se voltou para os gentios. A igreja não é uma compensação emocional ou um par de
muletas para Deus. A proposta divina de salvação para a raça humana não foi improvisada. A igreja era o
projeto final, a luz de Efésios 1.4. Israel era um estágio. A igreja é o definitivo e Israel, transitório. A igreja de
Jesus Cristo é maior que Israel, pois é o povo de Deus sem raças, sem etnias, que congrega homens e mulheres
de toda tribo, língua e nação, comprados pelo sangue de Cristo, Apocalipse 5.9.

Com Abraão não começa apenas a história dos hebreus, mas a nossa também. Ele é o pai dos crentes
(Gl.3.6-9). Os que seguimos a Cristo são verdadeiros descendentes de Abraão (Gl.3.29)

Genesis 12 começa com um chamado e um encontro de Abraão com Deus. Deus falando. Assim como
na história da criação. Ou seja, temos salvação porque Ele se manifestou. Quero nesta noite meditar com os
irmãos sobre algumas lições desse encontro de Abraão com Deus.

Olhando além da superfície.

Deus concretiza seus Planos por meio de pessoas comuns.


“Ora, disse o Senhor a Abrão...”.v1.

Deus escolheu um homem desconhecido a fim de começar com ele a grande história da salvação.
História essa que mostra o amor e paciência de Deus com seu povo; passa pelo sacrifício de Cristo no Golgata e
vai até a vinda do novo céu e nova terra que esperamos.
Deus começa tal obra com um homem que aos olhos de muito poderia ser pequeno e insignificante. Um
homem idoso de 75 anos, com uma mulher estéril. Só que desse homem ele faz uma família; depois um clã; de
um clã um povo; e através do Messias, uma nação de reis e sacerdotes (Ap.1.5). Aleluia!
Por que Deus escolheu Abraão, com todas as suas limitações e defeitos? Creio que por duas razões:

Mensagem - 15/04/2010 Página 1


Lições de um encontro com Deus 2

Pastor: Emerson Roberto - IBC

1. Para que a glória fosse única e exclusivamente dele.


2. Para que tivéssemos uma percepção da sua graça.

O que Deus Faz em nós não é um fim, mas o meio de realizar


uma obra maior através de nós.
“...de ti farei uma grande nação, e te abençoarei e te engrandecerei o nome. Se tu uma benção...
em ti serão bendita todas as famílias da terra. V2,3

Deus tinha um propósito em abençoar Abraão. Não foi por acaso que ele curou Sara, e fez Abraão
prosperar. Através de Abraão Deus iria abençoar toda a humanidade. Aquilo que Deus realiza em nossa vida
nunca é um fim sem si mesmo, mas sim um meio de Deus alcançar muitos outros.
As bênçãos de Abraão não eram para ele usar em seu beneficio próprio. Infelizmente, podemos cair no
erro de acreditar que as bênçãos que Deus realiza em nossa vida é um fim em si mesmo.

Deus constrói o seu Reino com pessoas que arriscam a


confiar e obedecer a Ele.
“Partiu, pois Abrão, como lhe ordenara o Senhor...” V4

Uma palavra bem curta que mostra a fé de Abraão. Ele CONFIA e OBEDECE. Nenhuma dúvida,
nenhuma pergunta vem de Abraão. Nenhuma demora. Abraão simplesmente obedece e parte assim como Deus
mandou.

Imagino que isso não foi fácil pra ele! Observem no v.1 que ordem ele recebeu! A pátria, os parentes e
amigos, a casa... isso tudo ele deve deixar. Em outras palavras: tudo o que ele construiu e conquistou durante
75 anos, ou seja, toda uma vida ele deve deixar para trás. Deixar tudo isso significa: abandonar aquilo que
oferece segurança e proteção. - E o que tem na sua frente? A incerteza de uma terra desconhecida. Nem mapas,
nem fotos, nada Abraão conhece. Ele só tem a promessa de Deus: "eu te mostrarei".

Assim, Deus espera que Abraão se entregue incondicionalmente em suas mãos. E Abraão aceita este
desafio. Isso é FÉ em Deus: OUVIR a sua palavra, ACEITAR a sua palavra, TOMAR A SÉRIO a sua palavra,
e CONFIAR na sua palavra.

É assim que Deus constrói o seu Reino: com pessoas que arriscam de confiar e obedecer a ele. Alí ele
pode ser Rei e governar; alí ele pode ser Senhor e ensinar o amor verdadeiro, o amor que não fica só na oração,
mas que se torna ativo, construtivo.

Mensagem - 15/04/2010 Página 2

Você também pode gostar