Você está na página 1de 2

UFABC - EN2720 – Eletrônica Analógica Aplicada

Prof. Carlos Reis


Gabarito da Prova-2 realizada em 29/05/2014

Questão-1: Determine a tensão Vx no circuito da figura-1, considerando que as amplitudes das tensões
VTH dos transistores M1 e M2 são menores que 1V.
Solução:
Graças ao alto ganho de malha aberta do amplificador
operacional, cuja saída está conectada a M2, e à
realimentação negativa que os dois configuram, o potencial no
terminal superior de R1 é igual a zero. Consequentemente, a
corrente em R1, que também é devida à condução de M1 pela
ação do amp-op ao qual está conectado, é 50 uA. O alto ganho
de malha aberta do amp-op, que tem no seu terminal de
entrada inversor a fonte de tensão de 2 V, faz com que o
potencial no terminal inferior de R2 se iguale a 2 V. Como a
queda de potencial em R2 é de 0,5 V, resulta que:

Vx  2,5V
Figura-1

Questão-2: Na tabela abaixo, assinale (falso) ou (verdadeiro) nas afirmações abaixo.

Falso AFIRMAÇÃO Verd.


A impedância de entrada de um circuito com realimentação negativa do tipo Paralelo-Série é
menor do que a impedância de entrada do seu amplificador principal (sem realimentação).
A impedância de entrada, neste caso, é dividida pelo ganho de malha.
O circuito mostrado na Figura-2 implementa um sistema realimentado do tipo Paralelo-
Paralelo.
A corrente de realimentação é somada à corrente de entrada (considere o equivalente de
Norton à tensão Vi e à resistência R1). A tensão de saída (vo) é aplicada diretamente ao
circuito de realimentação (R3).
Considerando que a resistência auxiliar re (inverso da transcondutância) do transistor M do
circuito realimentado mostrado na Figura-2 é cerca de 100 vezes menor do que R2, a
resistência de saída do circuito é aproximadamente igual à associação paralela de R2 e R3.
Esta igualdade só se verifica quando R1=0 e rd->∞. Mas, esta não é uma condição
estabelecida no problema!
De acordo com o efeito Miller, uma capacitância de valor C conectada entre os terminais de
entrada e saída de um amplificador inversor de ganho |K| pode ser decomposta em duas
capacitâncias referidas ao terra: uma conectada ao terminal de entrada e outra ao terminal de
saída. A capacitâncias que está conectada entre o terminal de entrada do amplificador e o
terra tem valor C/K.
Pelo efeito Miller, a capacitância equivalente na entrada é multiplicada pelo ganho!
A frequência de um oscilador em anel diminui com o aumento do número de inversores
conectados.
A frequência diminui porque o retardo (retorno do sinal) aumenta.
Um circuito LC paralelo tem alta impedância na frequência de ressonância.
Conforme demonstrado na Aula-09, slide-6.
Figura 2

Questão-3: Para o circuito mostrado na Figura 3, cujos


transistores têm 0 determine:
A. O tipo de realimentação que implementa.
B. A resistência de saída.

Figura 3

Solução:

A) A realimentação que o circuito implementa é do tipo PARALELA-PARALELA: A corrente de


realimentação é somada à corrente de entrada (equivalente Norton de Vi-R1). A tensão de saída é
diretamente aplicada ao circuito de realimentação.
B) A resistência de saída neste tipo de sistema é menor que a resistência de saída do amplificador
principal (sem realimentação). Deste modo, se a resistência de saída do amplificador principal é (r o), a
resistência de saída do amplificador realimentado é:
ro
ro 
1  A
Onde A é o ganho do amplificador principal e  é o ganho do circuito de realimentação.
Por simples inspeção, temos que o ganho do amplificador principal (que converte corrente em tensão) é dado
por:
R2 R4
A
re2
O ganho do circuito de realimentação (que retorna corrente para a entrada a partir da tensão de saída), é
dado por:
R6 R1  R6 re1  R1re1
  R6  R1 re1 
R1re1
Portanto, como a resistência de saída do amplificador principal é ro=R4 , temos que:

R4
ro 
 R  R  R R  R6 re1  R1re1
1  2 4  6 1
 re2  R1re1

Você também pode gostar