Você está na página 1de 7

Descrição dos produtos.

1 - Descrição do Hardware CLP.


Estamos propondo nosso sistema ControlLogix e da rede Ethernet IP e Devicenet.
O Control Logix fornece uma plataforma de controle de alta performance para vários tipos de controle. Você pode
usar a plataforma Control Logix para intertravamentos, processos, controle de drives ou motion em qualquer
configuração com uma única plataforma. Trata-se de uma plataforma totalmente modular, sendo assim você pode
projetar, construir e modificar a mesma de forma eficiente reduzindo custos de treinamentos e engenharia.
A Engenharia da Produtividade é incrementada com ferramentas avançadas de configuração, estrutura de memória
e simbologia de programação que exige menos dos programadores e memória do controlador.
Seu investimento na plataforma Control Logix é assegurado pôr características que não fazem o produto obsoleto,
tais como, atualização de firmware de
todos os módulos e
processadores.
Devido à sua flexibilidade, a plataforma
Control Logix permite vários
processadores, redes de comunicação
e I/O serem instalados sem restrições ou
limites de configuração.
Conforme a aplicação vai sendo
incrementada, você poderá a Arquitetura
NetLinx para controle e configuração
de dispositivos e coleta de informações
através de redes como Ethernet,
ControlNet, DeviceNet e FieldBus
Foundation.

4
Assuma o controle com Logix
O sistema Logix da Rockwell Automation oferece aos usuários a compatibilidade de controle em uma variedade de
plataformas, incluindo:
• ControlLogix™, plataforma de alta performance e multi-processamento de dados.
• ProcessLogix™, um sistema DCS de baixo custo para aplicações de processos.
• SoftLogix™, Controle baseado em microcomputadores PC.
• FlexLogix™, FLEX I/O expandido para incluir controle distribuído.
• CompactLogix™, sistema de I/O modular acoplado à máquina de controle.
O ambiente de programação da ferramenta RSLogix 5000 e/ou NetLinx utilizam a filosofia de arquitetura aberta
como é comum neste tipo de plataforma Logix. O RSLogix 5000 oferece uma interface simples de ser utilizada e
compreendida pelo usuário, em conformidade com IEC 1131-3, simbologia de programação com estrutura e
matrizes para incremento da produtividade. A arquitetura aberta NetLinx oferece ferramentas de comunicação
comuns para uso com as mais diversas redes, tais como Ethernet, ControlNet e DeviceNet.
A plataforma de controle ControlLogix é:
flexível oferece fácil integração com sistemas de controladores existentes. Utilizando redes existentes é
possível enviar ou receber dados para outros controladores em outras redes de comunicação com total
transparência.
rápida a plataforma ControlLogix pode transferir dados em alta velocidade via backplane o os controladores
ControlLogix5550 fornece alta velocidade no controle dos dados.
modular oferece uma aproximação totalmente modular para que se tenha o sistema ideal de controle. Você pode
adicionar tantos controladores ou módulos de comunicação e I/O quanto você precisar. Você pode ter
vários controladores no mesmo chassi. Escolha o controlador que possua a memória de acordo com a
necessidade da sua aplicação.
industrial plataforma de hardware projetado para suportar vibrações, temperaturas extremas e ruídos elétricos
associados aos ambientes industriais.
integrada a plataforma ControlLogix integra várias tecnologias, incluindo intertravamentos e controles
sequenciais, motion, drive e aplicações de processo.
compacta atende as necessidades de muitas aplicaçòes onde o controle é altamente distribuído e o espaço nos
painéis elétricos é limitado.

Como a próxima geração de


sistemas de controle da Allen
Bradley, o ControlLogix integra
controle sequencial, controle de
processo, drive e motion junto
com comunicaçòes e I/O em uma
plataforma “pequena” e de baixo
custo. Devido à sua flexibilidade
você pode projetar, montar e
modificar a aplicação de forma
eficiente com redução de custos
de treinamentos e engenharia.

5
A seguir citamos algumas das características principais do sistema controlLogix:

1.2 Características gerais

• Endereçamento simbólico baseado em “tags”


• Endereçamento de I/O - chassi.slot.dado.bit
• I/O em ponto flutuante, linearização e alarme no módulo reduzem a programação e facilitam a
configuração
• Construção de uma tabela de dados orientada a objetos que reflete seu processo
• Memória “espelha” a aplicação através da identificação das variáveis, estruturas de dados
definidas pelo usuário, vetores, etc..
• Ambiente multi-tarefa oferece ao usuário modularidade e organização;
• Maior eficiência e interação mais fácil com a estratégia de controle
-Execução de pequenas parcelas de lógica sintonizada pelo usuário
-Execução integrada de comandos para controle de posição
-Troca de mensagens em alta velocidade através do sistema sem deteriorar o desempenho
dos controladores.
• Menos fatores de complexidade
- Ausência de conexões de rede no controlador
- Um único conjunto de ferramentas para programação
- Melhor desempenho com menos variações.
- Proporciona a informação necessária à manutenção da operação do sistema com
diagnóstico individual para cada módulo.
• Assistentes extremamente amigáveis guiam o usuário ao longo do processo para configuração
–Todas as informações são apresentadas como formulários de fácil compreensão reduzindo
o tempo de aprendizagem
–Não há instruções especiais para transferência de dados aos módulos inteligentes
–Criação automática das variáveis ( “tags” ) relacionados ao I/O.
• Dados e I/O são endereçados conforme IEC1131-1
• Armazenados no controlador possibilitando acesso via rede através dos “Tags”
• Usuários terão a capacidade de acessar dados por múltiplos “nomes” utilizando “apelidos”
(aliases).
–Flexibilidade para identificar dados de formas diferentes dependendo da utilização
–Desenvolvimento do programa sem prévio conhecimento do carregamento do I/O ou
organização da memória.
• Tags
–Identificadores com 40 caracteres (como RSView)
• Descrição ou comentário
–120 caracteres = descrição detalhada

6
1.3 Características dos módulos
Todos os módulos apresentam:
• Indicação de falha do módulo
• Acesso por software à identificação do módulo
• Função de “time-stamping” associada ao registro de dados e falhas (tempo que ocorreu a falha).
• Manutenção sem interromper a operação,
- Remoção e inserção à quente viabiliza a alteração de alguns sub-sistemas de maneira
independente dos demais.
• Construa um sistema que atenda exatamente aos seus requisitos,
–Expanda ou reconfigure de acordo com sua necessidade
–Módulos podem ter o firmware atualizado por “Flash” EPROM
• Menor espaço p/ montagem,
–Área de montagem reduzida
–Fiação para I/O com tampa removível e remoção à quente facilita instalação
e/ou substituição

Módulos com diagnóstico:

Os Módulos de saída apresentam os seguintes diagnósticos presentes já na declaração do módulo no software Logix
5.000:
• Ausência de carga
• Presença de alimentação de campo
• Fusível eletrônico para cada canal
• Pulso de teste para saídas
• “Timestamping” dos diagnósticos (tempo que ocorreu o diagnóstico)
• Relatório de falha por ponto
• Captura de falhas intermitentes
• Densidades de 8 pontos AC e 16 pontos DC

7
Os Módulos de entrada apresentam os seguintes diagnósticos presentes já na declaração do módulo no software
Logix 5.000:
• “Timestamping” dos diagnósticos (tempo que ocorreu o diagnóstico)
• Relatório de falha por ponto
• Captura de falhas intermitentes
• Densidades de 8 pontos AC e 16 pontos DC
• Fio partido

Módulos analógicos

• Conversão para unidades de engenharia no próprio módulo


• Deteção de alarmes no módulo
–Alarmes alto, alto-alto, baixo, baixo-baixo
–Opção de memorização p/ alarmes intermitentes
–Opção de banda morta para ajuste da sensibilidade
• Deteção de fio partido e sinal fora de escala
• Amostragem em tempo real para os dados do canal
• Dados e data de calibração armazenados em memória não-volátil
• Filtros digitais selecionáveis.

8
Características de comunicação

• Interface do tipo ControlNet para todos os módulos:


–Módulos de entrada produzem dados para o sistema
–Controladores e módulos de saída são produtores
e consumidores
–Múltiplos dispositivos podem consumir dados
simultaneamente
• Aplicações produzem melhor resposta
–Redução do “overhead” do processador
–Redução do tráfego de rede e barramento
–Redução da latência de I/O
–Aplicações podem ser conduzidas pelas interrupções
• CPU’s distribuídas ao longo da Controlnet compartilham o mesmo I/O
• Comunicação entre controladores sem programação adicional
• Utilizando o modelo Produtor/Consumidor onde múltiplos controladores podem compartilhar
informação seja via barramento ControlBus ou via ControlNet.
• Variáveis incluídas no escopo do controlador podem ser compartilhadas com a mesma
prioridade das E/S
–Atualizações periódicas em taxas de até 1ms.
ou leitura por Mudança de estado;
• O usuário pode selecionar quais dados publicados serão consumidos.
• Comunicações mais flexíveis:
Em anexo inserimos uma breve descrição sobre as redes aberta possíveis com a plataforma Controllogix.

Ethernet
ControlNet

RIO, DH+ ControlNe


t

DeviceNe
t

9
Aplicações SIL2

O ControlLogix família 1756 , possui o certificado TUV para aplicações SIL2 , alvo desta proposição,
Para tanto fazem parte desta proposta: uma impressão da foto “escaneada” do certificado TUV do
produto e o manual com todas as recomendações para garantir a norma.
É escopo deste manual:
Capítulo 1 - Introdução a SIL , e sua relação com o ControlLogix
Capítulo 2 - Introdução aos componentes SIL2 para o ControlLogix.
Capítulo 3 – Fontes e chassis utilizados nas aplicações SIL 2
Capítulo 4 - O ControlLogix usado na certificação SIL2
Capítulo 5 – Módulos de comunicação com certificação SIL2
Capítulo 6 – Módulos de I/O com certificação SIL2
Capítulo 7 – Procedimentos para Falhas do CLP em SIL2
Capítulo 8 – Procedimentos para Programação do CLP em SIL2
Capítulo 9 – Técnicas de Safety necessárias em aplicações SIL2 para ControlLogix
Capítulo 10 – Técnicas de Safety necessárias em aplicações de IHM’s quando eles são usados aplicações
SIL2 para ControlLogix
Apêndices: Tempos de resposta no controlLogix,descrição dos testes efetuados.
Abaixo apresentamos uma tabela com um resumo dos níveis de integridade de segurança.

IEC61508 - Níveis de Integridade de


Segurança

Nível de Probabilidade de falha Fator de Redução de


Integridade de na demanda por ano Risco
Segurança (Modo de demanda de operação)

SIL 4 >=10-5 a <10-4 100000 a 10000

SIL 3 >=10-4 a <10-3 10000 a 1000

SIL 2 >=10-3 a <10-2 1000 a 100

SIL 1 >=10-2 a <10-1 100 a 10

10