Você está na página 1de 19

INDÍCE

Regras para abertura de pet shop são abrangentes e


exigem atenção do empresário

Aprenda tudo sobre gestão de um pet shop!

Contabilidade para Pet Shops:


A eficiência na gestão, além do Banho e Tosa!

Montar um Pet Shop:


8 dicas que provam ser mais fácil do que você imagina
REGRAS PARA ABERTURA DE PET SHOP SÃO
ABRANGENTES E EXIGEM ATENÇÃO DO EMPRESÁRIO
No segmento, o mercado brasileiro é considerado o 3º maior do mundo,
atrás apenas dos EUA e Reino Unido

O faturamento do setor de pet shop no Brasil alcançou R$ 18,1 bilhões em


2015, crescimento de 7,6% comparado com o do ano anterior (16,7 bilhões),
segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de
Estimação (Abinpet). Apesar de o índice ser menor que o registrado em 2014
(9,8%), a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de
São Paulo (FecomercioSP) considera que a atividade se destaca em meio à
crise econômica que prejudica outros segmentos, mostrando-se promissora.
Mas, para engrenar um negócio nessa área, é preciso cumprir uma gama
muito maior de regras, comparada a de outros tipos de comércios.

A assessoria técnica da Federação explica que, além das questões legais que
envolvem todos os tipos de empresas, como os registros na Junta Comercial,
na Receita Federal, na Secretária da Fazenda e na prefeitura, para o setor de
pet shop estão previstas normas específicas do Conselho Regional de
Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP).

Elas terão de ser atendidas de acordo com o que será oferecido nos
comércios. Mas o registro dos estabelecimentos na entidade é um
procedimento necessário a todos.

Especificações do CRMV-SP

Além da formalização com o Conselho, uma das


resoluções mais importantes para os pet
shops é a nº 1069/2014, que estabelece
diretrizes gerais de
responsabilidade técnica.

“O comerciante vai
p r e c i s a r
contratar
formalmente um médico veterinário, que cuidará das condutas para
armazenamento correto de alimentos, medicações e outros produtos para
animais”, explica a assessora técnica do CRMV-SP e médica veterinária, Anne
Pierre Helzel.

Esse profissional também será responsável pelos critérios de higiene no


comércio, o que é ainda mais delicado nos locais que também oferecem o
serviço de banho e tosa.

Para os comércios que pretendem emitir carteiras de vacinação de cães e


gatos, as regras estão na resolução nº 656/1999 do Conselho, sendo que a
aplicação só poderá ser feita por veterinários.

A orientação de Anne é que o empreendedor se informe detalhadamente


com o CRMV-SP sobre os critérios específicos, a partir do momento em que
decidir que tipo de produtos irá oferecer ao consumidor. Todas as resoluções
do Conselho podem ser consultadas aqui.

Ainda no âmbito estadual, os comerciantes precisam atender ao Decreto nº


40.400/1995, norma para a instalação de alguns estabelecimentos, entre os
quais está a categoria pet shop, que lista critérios observados durante
fiscalizações da Vigilância Sanitária.

Banho e tosa

No decreto consta, por exemplo, que salas para banho e tosa de animais
precisam ter área mínima de dois metros, com piso e paredes impermeáveis,
e chão liso e resistente a desinfetantes.

No caso do ambiente para banhos, além dessas exigências está a de que o


escoamento da água seja ligado diretamente à rede de esgoto.

Regras nacionais

De caráter nacional, é a portaria Nº 301/1996, do Ministério da Agricultura, do


Abastecimento e da Reforma Agrária, que dita regras.

Entre as várias determinações, está a de que todo estabelecimento que


comercialize produtos veterinários seja registrado no Departamento de
Defesa Animal da Secretaria
de Defesa Agropecuária do
ministério.

Nesta portaria há também a


relação de diretrizes para a venda de
medicamentos veterinários, bem
como a exigência de sistemas que
previnam contaminação do meio
ambiente em casos nos quais a
manipulação de produtos ofereça riscos.

Auxílio para o cumprimento de normas

Diante do dinamismo e da quantidade de


especificações, que se aplicam de acordo com os
tipos de produtos e serviços comercializados na loja, a
assessoria técnica da FecomercioSP sugere a contratação
de um profissional ou uma empresa de contabilidade.

Segundo a Entidade, ela será de extrema importância para o


empresário conseguir atender aos requisitos sem falhas que
possam acarretar em multas ou em problemas que causem
prejuízos, como descumprimento a regras fundamentais para a
conservação de mercadorias.

Perspectivas

Apesar dos percalços que possam surgir com todos esses trâmites
burocráticos, passados os procedimentos iniciais e realizada a manutenção
periódica dos mesmos, pode-se esperar um bom retorno financeiro, uma vez
que as perspectivas são positivas, de acordo com a assessoria técnica da
Federação.
Atualmente, o mercado brasileiro de pet shop ocupa a posição de 3º maior do
mundo, com participação de 5,3% do mercado mundial, atrás apenas dos EUA
(42%) e do Reino Unido (6,7%). O mercado mundial de pets movimenta, em
média, US$ 102,2 bilhões.
APRENDA TUDO SOBRE GESTÃO DE UM PET SHOP!
O ser humano, desde o início da civilização, sempre esteve rodeado de
animais. Os cães, na antiguidade, tinham a função de proteger as aldeias,
pastorear e ajudar nas caçadas, enquanto que os gatos eram responsáveis
pelo extermínio de ratos e demais pragas.

Hoje, os animais exercem funções totalmente diferentes, sendo alvo do amor


e carinho de seus donos que procuram fazer o máximo para tratá-los bem.
Essa mudança de visão trouxe ao mercado os pet shops, lojas especializadas
em produtos para os animais de estimação, que é um segmento de mercado
cada dia mais promissor. A gestão de um pet shop é que vai determinar o
sucesso que o empreendimento terá entre os investidores, clientes e seus
animais.

Os donos de animais procuram as lojas de pet shops para suprir as


necessidades de seus bichinhos, entre eles os cães e gatos, além das aves e
peixes, buscando alimentos, roupas, brinquedos, acessórios e
medicamentos. Nas lojas de pet shops ainda é possível se fazer diversos
tratamentos estéticos, como banho e tosa, por exemplo e também
veterinários. Mas, por trás de todos os cuidados com os animais,
imprescindível para o sucesso de qualquer empreendimento, o proprietário,
além de seu amor pelos animais e dos cuidados com seus clientes, deve ter o
cuidado de fazer uma gestão de seu pet shop da forma como exige a
legislação.

Começando a gestão de um pet shop

Como todo negócio bem estruturado, a gestão de um pet shop deve ter início
com um planejamento financeiro, procurando saber o valor do investimento
necessário e entendendo como será aplicado o dinheiro, principalmente
quando, aliado ao pet shop, o empresário pretende oferecer também
serviços veterinários.

A maior parte dos pet shops trabalha apenas com comercialização de


produtos, o que pode tornar a gestão de um pet shop mais prática e eficiente.
Havendo em conjunto uma clínica, certamente os investimentos serão mais
altos, já que serão prestados serviços, como consultas, aplicação de vacinas e
exames.
Para fazer a boa gestão de um pet shop, o empresário deve pensar em todos
os desembolsos referentes aos insumos e produtos comercializados, aos
custos de mão de obra, produtos de higiene e limpeza, manutenção e
equipamentos, além dos gastos normais de uma empresa comercial, como
aluguel, energia, água, telefone, internet, etc.

É importante ter um detalhamento de todas as despesas para que se possa


ter melhor conhecimento sobre todos os custos, lembrando que, na gestão
de um pet shop, o maior detalhamento também vai exibir maior
conhecimento técnico e um senso mais crítico ao se fazer os lançamentos.

O controle da gestão de um pet shop necessita do apoio de uma assessoria


contábil especializada em contabilidade para pet shops e gestão financeira,
que poderão orientar o empresário em todas as suas necessidades,
principalmente com relação à forma de constituição da empresa e aos
impostos a serem recolhidos.

Controle sobre finanças na gestão do pet shop

Assim como em outros empreendimentos comerciais, os cuidados


com a gestão de um pet shop devem contemplar o controle rígido
sobre as finanças, manter sempre o estoque bem organizado e
garantir uma boa negociação com os fornecedores para
oferecer preços atrativos para os clientes.

A gestão de um pet shop e o controle de estoque

A gestão de um pet shop deve manter controle


total sobre o estoque, que precisa ser bem
organizado para garantir um atendimento de
qualidade aos clientes, fazendo o melhor
uso possível dos recursos. Embora os
animais não possam decidir o que
querem, seus donos têm
preferências que precisam ser
atendidas, o que exige manter
as quantidades certas de
produtos e apresentar
itens que possam atrair
os clientes.
Para fazer uma boa gestão de um pet shop em seus estoques deve haver
ainda o cuidado com os produtos que são perecíveis, podendo perder a
validade se permanecerem muito tempo na loja.

É importante, portanto, analisar os produtos mais vendidos, que não podem


faltar no estoque, comprando menos mercadorias que apresentam menor
saída, mantendo também os cuidados de evitar produtos com validade no
final, procurando fazer promoções para vendê-los mais rapidamente e, dessa
forma, reduzir possíveis prejuízos.

A Gestão de um pet shop com uma loja online

Se o empresário pensar em ampliar suas atividades e montar uma loja online,


os cuidados devem ser maiores, exigindo apoio de uma empresa
especializada para sua concretização. A loja online precisará de um sistema
de logística adequado para realizar as entregas, com cumprimento de prazos
e com gerenciamento da loja online, atendendo prontamente pedidos,
ouvindo reclamações e comentários e sempre respondendo aos clientes de
forma rápida, como qualquer atendimento no balcão.

Gestão de um pet shop e equipe de trabalho

A equipe de trabalho é um trabalho à parte na gestão de um pet shop.


Pessoas treinadas e orientadas para o melhor atendimento devem compor a
equipe do pet shop, oferecendo sempre os melhores serviços e as melhores
condições para que o cliente saia satisfeito.

O empresário deve orientar seus atendentes e as pessoas responsáveis pelo


serviço para que os animais tenham os melhores cuidados e, para isso, é
essencial que conheçam produtos mais adequados, procurem saber as
preferências dos donos de animais e ofereçam qualidade no atendimento.

Gestão de um pet shop e os fornecedores

Os fornecedores são um importante aliado para a gestão de um pet shop. O


empresário que mantém um bom relacionamento com os fornecedores irá
conseguir melhores negociações, maiores descontos e atendimentos
emergenciais, sempre necessários para um pet shop.
Gestão de um pet shop e a tecnologia

Na gestão de um pet shop não pode faltar um bom sistema informatizado


para oferecer maior precisão e agilidade na administração do negócio. Com
um software adequado, o empresário poderá controlar melhor seus
estoques, cadastrar seus clientes e gerenciar toda a movimentação financeira
do empreendimento.

Para gerenciar financeiramente de forma correta um pet shop é essencial o


apoio de profissionais contábeis com conhecimento técnico em contabilidade
para pet shops, pois são exímios conhecedores das atividades exercidas no
empreendimento, podendo orientar com relação a todas as necessidades
legais e ao gerenciamento eficiente do negócio.

Se restarem dúvidas sobre como realizar uma gestão eficiente de seu pet
shop, poste-as nos comentários ou venha tomar um café conosco. Podemos
agregar muito ao seu empreendimento.
CONTABILIDADE PARA PET SHOPS:
A EFICIÊNCIA NA GESTÃO, ALÉM DO BANHO E TOSA!
Quem nunca se deparou com uma mulher passeando com seu cachorrinho,
limpinho, cheiroso, bem cuidado, muitas vezes unhas feitas e lacinho na
orelha?

Os cuidados com animais de estimação estão se tornando cada vez mais


comum no Brasil. Pets estão virando verdadeiros filhos de muitas mulheres e
homens também. Com isso cresce um nicho de negócios muito promissor: os
pet shops.

Os pets shops viraram onda no país devido a procura imensa procura das
pessoas por animais de estimação e por procedimentos, acessórios e alimen-
tos que garantam o bem estar de seus “bichinhos” de estimação.

Com serviços cada vez mais especializados e personalizados, muitos pets


shops vem ganhando a confiança dos pais adotivos desses bichinhos.

Então, se você está pensando em empreender ou já empreendeu nesse


mercado tão em alta, saiba que contar com o apoio de uma assessoria
contábil especializada em contabilidade para pet shop, pode ajudar a
fazer crescer ainda mais o seu negócio.

O mercado de Pets

Com a crescente busca de “mascotes” para dividir a corrida


rotina do dia a dia, cada vez mais pessoas buscam meios
de trazer conforto para os seus pets e não poupam
esforços para o fazê-lo.

Os animais domésticos como gatos e cachorros


passaram a ter tratamento especial e person-
alizado de acordo com a necessidade, dos
pets e de seus donos.

Com isso o mercado de pets cresceu


exponencialmente nessa última
década.
Dados afirmam que a busca é tão grande que são poucas as empresas que
fecham após abrirem suas portas nesse segmento. E quando isso acontece, o
fator relevante para essa situação está na má administração e não na deman-
da da procura pela oferta.

Sendo assim, mais do que ter uma brilhante ideia de abrir um negócio rent-
ável e que esteja “na moda”, é importante saber administrá-lo de modo efici-
ente.

Administrando o Pet Shop

Administrar um negócio próprio no ramo dos pet shops não é tarefa muito
difícil, porém precisa de dedicação e auxílio especializado para garantir cresci-
mento e sucesso. Gostar do que faz é o primeiro passo para acertar a mão e
entrar de cabeça nesse segmento, afinal nem todas as pessoas se dão bem
com essa vida próxima a animais, ainda que domesticados.

Sendo assim, gostar de lidar com animais é um dos principais fatores de


sucesso neste segmento. Outro aspecto fundamental é ter um plano de
negócios bem estruturado para definir todos os detalhes de sua estratégia e
operação.

Uma das estratégias de negócios mais assertivas para os pet shops é contar
com uma assessoria contábil especializada em contabilidade para pet shops,
pois, serão estes parceiros que o ajudarão a superar os desafios de adminis-
trar este tipo de negócio com muito mais eficiência.

Reduzir os custos, analisar as contas, administrar o fluxo de caixa, controlar


as contas a receber e às contas a pagar pode parecer simples, no entanto a
complexidade pode trazer prejuízos ao empreendedor e a falta de controle
pode levá-lo à falência em questão de pouco tempo.

A contabilidade como ferramenta de gestão para os pet shops

A contabilidade é extremamente importante em qualquer rotina financeira.


Seja no dia a dia de qualquer indivíduo e mais ainda no dia a dia de qualquer
empresa.

E para os pet shops não é diferente. Isso porque a contabilidade conta com
técnicas administrativas e de controle financeiros que visam sempre o cresci-
mento e estruturação da em-
presa.

Uma contabilidade para pet shops,


bem apurada, com análise de dados rele-
vantes é capaz de projetar valores, indicar os
erros e apontar futuros momentos de critici-
dade, dando maior efetividade à gestão.

Contar com auxílio contábil especializado é essencial


para o desenvolvimento do seu pet shop

Embora parecer ser simples contabilizar as entradas e saídas de


uma micro e pequena empresa, contar com um escritório de con-
tabilidade é sempre importante para aprimorar ainda mais a gestão e
diminuir os riscos de ver seu pet shop indo por água abaixo.

Isso porque as empresas e os profissionais contábeis atualmente trabalham


de modo especializado e personalizado de acordo com o ramo de atuação de
cada nicho, trazendo resultados visíveis em menor tempo de análise. Sendo
assim é fator primordial de sucesso contar com uma assessoria contábil espe-
cializada em contabilidade para pet shops.

Com isso, o Planejamento Tributário, os cálculos de faturamento e as movi-


mentações contábeis de seu pet shop se tornam melhor apuradas e com cer-
teza, mais estruturadas para as tomadas de decisões.

Além de contar também com a facilitação em obtenção de recursos de ter-


ceiros através das transparências das movimentações, o empreendedor que
conta com um profissional contador especializado em contabilidade para pet
shops está amparado em colocar menos em risco o seu negócio.

Então, não perca tempo, comece já a controlar seu negócio e o faça perpetuar
nesse mercado promissor!

Se tiver dúvidas em como montar o seu pet shop, qual o potencial de cresci-
mento do segmento e quais os procedimentos de abertura de um pet shop,
fiquem à vontade para comentar este post ou entrem em contato conosco.
amamos interagir com vocês
MONTAR UM PET SHOP:
8 DICAS QUE PROVAM SER MAIS FÁCIL DO QUE VOCÊ IMAGINA
O ramo de pet shop está em alta e há muitas possibilidades de crescimento
empreendendo neste mercado. Por isso, montar um Pet Shop pode ser mais
fácil do que você imagina.

As perspectivas deste tipo de negócio dar certo são realmente favoráveis.


Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de
Estimação (Abinpet), menos de 10% dos empreendimentos do segmento de
pet shops decretam falência antes dos dois anos de existência.

Curiosidade: Com mais de 132 milhões de animais de estimação sendo 52


milhões de Cães e 22 milhões de Gatos, o Brasil já ocupa a segunda colocação
no tangente à população animal, perdendo apenas para os EUA. Espera-se
que até 2020 o número populacional de cães e gatos no país ultrapasse a
impressionante marca de 100 milhões. (fonte: DATAMARK)

Um dos maiores fatores de sucesso deste segmento é a forte união entre os


pequenos “mascotes” e seus donos. Sendo assim, os donos de animais levam
muito a sério qualquer “fator” relacionado aos seus “bichinhos” de estimação,
e isto faz com que o faturamento dos Pet Shops sejam bem atraentes para
muitos empreendedores, principalmente quando o empresário sabe como
conduzir seu negócio. O Faturamento é uma das maiores motivações para se
montar um Pet Shop.

Faturamento do Mercado de Pet shop

De acordo com o DATAMARK (Market Inteligence Brasil), o faturamento do


mercado de Pet Shop foi de quase R$ 18 bilhões em 2015. Isto representa um
crescimento do mercado no percentual de 7,4% em relação a 2014 (dados
Abinpet). Segundo o Datamark, o Brasil também ocupa a 2ª colocação
mundial em faturamento com pets. São Bilhões de motivos para se montar
um Pet Shop, não acham?

Alguns dados muito relevantes sobre o faturamento dos Pet Shops:

A CVA Solutions realizou uma pesquisa onde foram ouvidos 3.782 donos de
cães e 2.206 donos de gatos em todo o País. Segundo a pesquisa:
donos de cães gastam em média R$ 231/mês
R$ 129 com alimentação
R$ 102 com banho e tosa.
donos de gatos gastam em média R$ 187/mês
sendo R$ 112 com alimentação
R$ R$ 75 com areia sanitária.
Fonte: DATAMARK

Veja a lista do que é preciso para montar um Pet Shop!

Plano de negócios
Um plano de negócios é um dos primeiros passos a ser dado pelo
empreendedor que deseja montar um Pet Shop, já que por meio dele, é
possível obter uma visão dinâmica e detalhada do negócio e do setor.

Esse documento servirá como alicerce para que um planejamento estratégico


seja feito, eliminando desperdícios provenientes da euforia momentânea da
criação e estabilização do empreendimento, evitando assim os desperdícios
de recursos, através de planejamentos intuitivos.

É por meio do plano de negócios que o empreendedor tem uma visão


definida e clara do que precisa fazer para ser um diferencial no mercado.
Também mostrando sobre a atuação da concorrência e dos investimentos
que necessitarão ser feitos.

Investimentos Necessários para montar um Pet Shop


Seguindo todas as normas e regras para o segmento, um investimento
em torno de R$ 30.000,00 é o que você vai precisar para ter um Pet
Shop bem estruturado, porém com uma infraestrutura básica e
simples para o funcionamento.

Agora, se você decidir inovar tanto em infraestrutura como


em equipamentos de última geração, seu investimento
inicial pode variar entre R$ 200.000,00 à R$ 500.000,00.
Tudo isso vai depender da sua cesta de serviços e
produtos, do local de abertura do
estabelecimento e do nível de sofisticação que
você pretende apresentar ao seu público
alvo. Pesquisas demonstram que o
retorno do investimento deve
acontecer em média nos dois
primeiros anos de vida do empreendimento.

Exigências legais para montar um Pet Shop


Existem alguns procedimentos básicos para montar um Pet Shop e esses
envolvem o apoio de um contador, que será o especialista recomendado
para:

Definição do tipo de sociedade da empresa, além de seu nome e criação do


contrato social;
Ajudar com o registro na Junta Comercial da cidade selecionada;
Dar suporte da inscrição do CNPJ na Receita Federal;
Registro no Sindicato Patronal;
Inscrição na Prefeitura para conseguir o alvará de localização;
registro na Secretaria da Fazenda.
registro no Departamento de Defesa Animal
Importante: conheça todas as normas para o segmento:

Resolução N.º 683/01 – CFMV


Resolução nº 642/97 – CFMV
Resolução nº 670/00 – CFMV
Resolução nº 656/99 – CFMV
Portaria Nº 301/96 – MAPA
Decreto Nº 1.662/95 – Presidência da República, revogado pelo Decreto
5.053/04
Decreto Nº 40.400/95 – Vigilância Sanitária – SP
Resolução 1069/14 – CFMV
Estabelecimento para se montar um Pet Shop
Para montar um Pet Shop da maneira correta, também será preciso escolher
um imóvel adequado, construído em material que proporcione a
manutenção de um ambiente seco e muito ventilado e que esteja de acordo
com as necessidades estruturais mínimas recomendadas para acomodação e
segurança dos profissionais, e de cuidados com a higiene dos bichos.

A infraestrutura precisa ter:

Piso impermeável para a sala de banho e também para toda a loja


Sala de tosa e secagem.
Sala para atendimento clínico (optativo para os casos em que há esse serviço
veterinário).
Sala de cirurgia (optativo).
Instalação para o abrigo dos animais.
Ao montar um Pet Shop, você precisa
pensar nos EQUIPAMENTOS necessários
Alguns equipamentos também serão
necessários, para que o pet shop funcione de
maneira otimizada, tendo todo o suporte para
atendimento dos animais. Alguns deles são:

Equipamento para aferição de temperatura dos bichos.


Soprador, que se trata de um equipamento que envia um
jato de vento para retirar a maior parte da água que fica
alojada nos pelos dos animais, quando estes recebem banho.
Também será preciso um secador para esquentar e secar o
animal.
A máquina de tosa profissional serve para cortar e aparar os pelos
dos animais, estas devem ser escolhidas com cuidado, já que precisam
se adaptar bem às mãos do tosador e também não pode esquentar
demais, de modo a permitir mais conforto na hora do trabalho de tosa.
As lâminas para as máquinas e os adaptadores são parte dos itens
necessários para o desempenho da tosa. Recomenda-se ter pelo menos
lâminas #10, #4, #7 e #15 além dos adaptadores.
Além disso é preciso ter separado: resfriador, lubrificante e o desinfetante
das lâminas de corte e tosa.
Quer montar um Pet Shop? Já pensou na – Equipe de trabalho?
O artigo 3º do Decreto nº 40.400/1995 determina a obrigatoriedade de um
responsável técnico em Pet Shops, feiras de venda ou adoção e exposições de
animais. Isto quer dizer que em cada Pet Shop, é obrigatório a presença de
um médico veterinário como responsável pelo estabelecimento.

Portanto a equipe de trabalho pode constituir-se de:

Veterinários – responsáveis por fazer consultas e atendimentos clínicos ou


cirúrgicos, a depender da necessidade do animal.
Atendentes– são responsáveis por recepcionar clientes, fazer agendamentos,
marcar consultas, vender produtos e outra série de funções no auxílio do pet
shop.
Tosadores e/ ou banhistas – se o pet shop for pequeno e não houver grande
escala de tosa e banho, o tosador pode dar conta do recado, no entanto, se a
clientela é extensa e a demanda alta, é preciso de tosadores e banhistas que
podem ser contratados por valores fixos ou por comissionamento.
Produtos e Serviços que você pode oferecer em seu Pet Shop
Saber o que se vai oferecer ao público alvo quando se pensa em empreender
é algo fundamental para o sucesso do
empreendimento. Ao pensar em
montar um Pet Shop não é diferente. O
empreendedor deve ter muito bem
definido os produtos e os serviços que serão
oferecidos aos donos de pets. Esses serviços
podem ser divididos em 4 categorias:

Serviços Veterinários, também chamados de Pet Vet


Cuidados para o animal, denominados Pet Care
alimentação para animais, chamados Pet Food
Dentre outros serviços, denominados Pet Serv
Salário médio dos Profissionais
Você já está com quase tudo pronto para montar um Pet
Shop. Agora vamos pensar nos salários dos profissionais que
integrarão sua equipe. Os salários variam, por exemplo:

Médico Veterinário – R$ 3.000,00 ou mais mensais


banhistas e tosadores – de R$1000,00 ´R$2.000,00 mensais
Atendentes – Média de 1 salário mínimo mensal
Conclusão

Realmente o mercado de Pet Shop é muito atrativo para se empreender,


porém, ao decidir montar um Pet Shop você precisa ser um empreendedor
antenado e ter muita tenacidade ímpar para se diferenciar da concorrência
do segmento, que não é pouca.

Nós da Attentive Contabilidade somos especialistas em Contabilidade para


Pet Shop e por isso podemos ser um aliado fundamental para que você possa
empreender com sucesso neste segmento. Sendo assim, se você quer
montar um Pet Shop de sucesso e diferenciado, nós estamos esperando você
para um bate-papo. Nosso café é ótimo e nossos especialistas podem lhe
auxiliar para que você entenda melhor o segmento, conheça os melhores
cursos da área e seja um vencedor empreendendo.

Quanto à Burocracia Legal? Deixe esta parte conosco, se preocupe apenas em


ser um empresário de sucesso e fazer o seu negócio ser um referencial no
segmento dos Pet Shops.
ATTENTIVE, conectada com sua empresa, buscando o ideal contábil para
fortalecer seu negócio, oferecendo um mix de produtos com foco em
atendimento e qualidade.

O serviço perfeito para você focar na parte operacional do seu


negócio.

Portal de autoatendimento;
Notificação e recebimento de contas e obrigações a pagar (antes do
vencimento);
Agilidade de resolução com uma base de conhecimento;
Troca de mensagens com os consultores;
Acesso por dispositivos móveis;
Otimização de tempo;
Controle de documentos.

FAÇA PARTE DESSA HISTÓRIA


Seja um cliente Attentive
Avenida Açocê, nº 376 – Piso superior
Indianópolis – São Paulo, SP | CEP: 04075-022
(11) 3116-7035
comercial@attentivecontabilidade.com.br

ATTENTIVECONTABILIDADE.COM.BR

Você também pode gostar