Você está na página 1de 4

PUBLICITOR

● Marketing e comunicação

Há inúmeras campanhas de comunicação que poderiam conduzir a melhores


resultados, se tivessem obedecido a processos mais bem conduzidos, com método, reflexão
e sistematização.
Uma boa estratégia de comunicação não garante a criatividade, mas cria as melhores
condições para que a criatividade seja eficaz.
Nos dias de hoje, o que não se comunica, não existe.
A comunicação, particularmente, aparece, enquanto conceito, muito antes de se
pensar no marketing.

1. A estratégia de marketing
A estratégia de marketing é uma combinação coerente dos diferentes meios de
marketing que as organizações devem gerir tendo em vista os objetivos fixados.
É necessário especificar de forma clara qual o grupo de pessoas para quem
queremos desenvolver a nossa atividade, quais as fontes de mercado a considerar (quais os
produtos com quem vamos concorrer) e quais os traços de personalidade do nosso produto
que vão permitir que o público-alvo o identifique e distinga da concorrência.

2. Diagnóstico do anunciante
Antes de entrar com a estratégia, deve-se conhecer o nosso anunciante.
● Caracterização do anunciante
● O mercado
● Compradores e consumidores
● A concorrência
● O portfólio de produtos
● A distribuição
● O programa de vendas
● A publicidade
● A promoção de vendas
● As relações públicas
● Outras formas de comunicação

3. A estratégia de comunicação
a. em que consiste
Uma estratégia de comunicação corresponde ao conjunto de decisões integradas,
que permitem à organização atingir os objetivos esperados, bem como os meios a
implementar para os concretizar. O que esperamos? Como pensamos consegui-lo?
b. para que serve
Uma estratégia de comunicação é uma ferramenta que favorece a coerência, o
consenso e a continuidade, na medida em que sustenta as decisões de comunicação,
articulando-as com a estratégia de marketing.
A estratégia de comunicação é um documento de referência que permite garantir a
coerência e a perspectiva integrada das inúmeras ações de comunicação realizadas por uma
organização.
Uma estratégia bem formulado pode, pois, ser um meio para melhor vender a
campanha à estrutura dirigente da organização, aos colaboradores internos, às forças de
venda ou aos canais de distribuição.

● O mix da comunicação
Às variáveis de comunicação que é possível conjugar para atingir com maior eficácia
(e eficiência) os objetivos pretendidos.

Publicidade - adapta-se aos diferentes níveis de comunicação, mas regra geral é claramente
orientada para o produto

Força de vendas - variável de comunicação mais completa

Marketing direto - tem por função substituir a força de vendas

Patrocínio e mecenato - adequam-se melhor à comunicação de empresa (institucional)

Relações públicas - muito utilizada em públicos internos e grupos sociais específicos,


sobretudo desenvolvida na comunicação empresarial.

Promoções - é uma variável exclusiva de produto, atua sobretudo no momento específico da


compra.

Merchandising - colocação provocatória de produtos no caminho dos clientes, no interior das


lojas, é uma forma de comunicação.

● Como estruturar uma estratégia de comunicação

1. Alvos de comunicação

Para estruturar a estratégia de comunicação, devem definir-se com precisão os


destinatários da comunicação, porque os alvos de marketing são diferentes dos alvos da
comunicação, porque os alvos de marketing são diferentes dos alvos da comunicação.
Quando se define o alvo de marketing, tem-se por base os objetivos de marketing e
focalizam-se os clientes, que correspondem aos consumidores e compradores, em termos de
processo de decisão de compra.
Quando definimos a estratégia de comunicação, devemos considerar não apenas
aqueles que compram ou consomem o nosso produto ou serviço, mas também aqueles que
influenciam essa compra-consumo, ou seja, aqueles que podem iniciar o processo da
decisão, os que influenciam diretamente a compra e aqueles que efetivamente decidem qual
o produto que vai ser comprado e consumido.
Como conclusão, podemos afirmar que a identificação dos alvos de comunicação
pressupõe um estudo exaustivo do comportamento do alvo de marketing.
2. Objetivos de comunicação
Só quando sabemos onde queremos chegar, nos é possível traçar o melhor percurso.
O objetivo último da comunicação é fazer com que o consumidor compre o produto
ou serviço. Para poder estabelecer os objetivos de comunicação, é necessário conhecer qual
a sequência que o consumidor irá seguir.

3. Níveis de comunicação
Tipos de comunicação: a comunicação produto e comunicação institucional ou
corporativa. A publicidade na imprensa, na televisão ou os outdoors tanto podem divulgar
mensagens comerciais ou institucionais.

4. Orçamento de comunicação
O orçamento global de comunicação é determinado anualmente, no momento da
elaboração do plano de marketing e visa atribuir as verbas necessárias para o
desenvolvimento das ações de comunicação.
● Investir tudo que é possível
● Percentagem sobre as vendas
● Orçamento estabelecido a partir da concorrência
● Orçamento estabelecido a partir de objetivos
● Método de atualização do orçamento do ano precedente

PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO

Planejamento é um conjunto de atividades e providências que devem ser tomadas


com a finalidade de alcançar um objetivo.
O plano anual retrata a situação atual de mercado, os objetivos da organização, a
estratégia de marketing, o programa de ação, os orçamentos e controles durante o ano em
curso. Já o planejamento a longo prazo descreve os principais fatores e forças que poderão,
eventualmente, afetar a organização nos anos seguintes (vale lembrar que esse plano a
longo prazo é revisto e atualizado anualmente).
O planejamento estratégico serve pra adaptar a empresa, a fim de que ela explore as
oportunidades do ambiente em mudanças constantes.

Planejamento global da organização


A missão de uma empresa é o propósito ou a razão de ser da organização, isto é, o
que ela deseja atingir em um ambiente maior.
Uma missão bem definida é transformada em objetivos organizacionais, metas,
estratégicas e táticas. Assim, o planejamento global da organização dá origem a diversos
planejamento táticos.

Objetivos ou metas?
Objetivo como sendo algo mais amplo que a empresa pretende atingir e deve ser
fixado de forma a atender os interesses maiores da organização. Como meta entendemos o
tempo em que a empresa pretende cumprir seu objetivo.

Estratégias e táticas
Caminho que a empresa deverá percorrer para atingir seu objetivo.
Conhecer o concorrente é fundamental.
Três tipos de estratégias competitivas: liderança em custos, diferenciação e foco.
A tática pode ser traduzida como ações que deverão ser realizadas para atendermos
as estratégias.

Planejamento de comunicação do anunciante


Levantamento de informações
Análise situacional
Análise do ambiente
Análise do mercado
Análise da demanda
Análise dos concorrentes
Problemas e oportunidades (MODELO SWOT DE ANÁLISES)

Decisões e definições

Você também pode gostar