Você está na página 1de 9

EXAMES NACIONAIS

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO


12.° ANO DE ESCOLARIDADE (DECRETO-LEI n.° 286/89, de 29 de Agosto)
Cursos Gerais e Cursos Tecnológicos

Duração da prova: 120 minutos 1.a FASE


2002 2.a CHAMADA
VERSÃO 1
PROVA ESCRITA DE MATEMÁTICA

Grupo I

• As sete questões deste grupo são de escolha múltipla.


• Para cada uma delas, são indicadas quatro alternativas, das quais só uma está correcta.
• Escreva na sua folha de respostas a letra correspondente à alternativa que seleccionar
para cada questão.
• Se apresentar mais do que uma resposta, a questão será anulada, o mesmo aconte-
cendo se a letra transcrita for ilegível.
• Não apresente cálculos.

Cotações
1. De uma função f , de domínio R , sabe-se que: 9

• f (5) = 0
• f é uma função par

Seja g a função, de domínio R , definida por g (x) = f (x + 3) .


Qual dos seguintes pode ser o conjunto dos zeros de g ?

(A) {0 , 3} (B) {3 , 5}
(C) {- 8 , 2} (D) {2 , 8}

2. Na figura estão representados, em referencial o. n. y 9


xOy , o círculo trigonométrico e um triângulo [OAB] .
A
Os pontos A e B pertencem à circunferência.
O segmento [AB] é perpendicular ao semieixo positivo α C
Ox . O x

O ponto C é o ponto de intersecção da circunferência


com o semieixo positivo Ox . B
π
Seja a a amplitude do ângulo COA .
1a å 40 , }2}32
Qual das expressões seguintes dá a área do triângulo [OAB] , em função de a ?
tg a.cos a
(A) sin a.cos a (B) } }
2
tg a.sin a
(C) tg a.sin a (D) } }
2
1.a Fase – 2.a Chamada – 2002

3. De uma função h , de domínio R- , sabe-se que a recta de equação y = 2 é assimp- 9


tota do seu gráfico.
h (x)
Qual é o valor de lim }} ?
x"-? ex
(A) + ? (B) - ? (C) 0 (D) 2

4. Na figura está representado, em referencial o. n. z 9


Oxyz , um cilindro de revolução.
3
Tem-se que:
• a altura do cilindro é 3
• uma das bases está contida no plano xOy , sendo
o seu centro o ponto (0 , 1 , 0) e o seu raio igual
a 1

Seja b å ]0 , 2[ e seja f a função que, a cada valor


de b , faz corresponder o perímetro da secção pro-
2
duzida no cilindro pelo plano de equação y = b . O
y

Qual é o máximo da função f ? x

(A) 9 (B) 10 (C) 11 (D) 12

5. Na figura estão representados os gráficos de r 9


duas distribuições normais.
Uma das distribuições tem valor médio a e N (a, b)
desvio padrão b .
A outra distribuição tem valor médio c e des-
vio padrão d .
Os gráficos são simétricos em relação à N (c, d)
mesma recta r .

Qual das afirmações seguintes é verdadeira?

(A) a = c e b > d (B) a = c e b < d


(C) a > c e b = d (D) a < c e b = d

6. O João utiliza, por vezes, o autocarro para ir de casa para a escola. 9


Seja A o acontecimento: «O João vai de autocarro para a escola».
Seja B o acontecimento: «O João chega atrasado à escola».

Uma das igualdades abaixo indicadas traduz a seguinte afirmação: «Metade dos dias
em que vai de autocarro para a escola, o João chega atrasado».

Qual é essa igualdade?

(A) P (A © B) = 0,5 (B) P (A ∂ B) = 0,5


(C) P (A flB) = 0,5 (D) P (B flA) = 0,5
EXAMES NACIONAIS

7. Qual das figuras seguintes pode ser a representação geométrica, no plano complexo, 9
do conjunto {z å C :|z + 1|=|z - i| ‹ 2 ≤ Im (z) ≤ 4 } ?

(A) (B)

O O

(C) (D)

O O

Grupo II

Nas questões deste grupo apresente o seu raciocínio de forma clara, indicando todos os
cálculos que tiver de efectuar e todas as justificações necessárias.
Atenção: quando não é indicada a aproximação que se pede para um resultado, pre-
tende-se sempre o valor exacto.

1. De dois números complexos z1 e z2 sabe-se que:


π
• um argumento de z1 é }}
3
• o módulo de z2 é 4

-1+i
1.1. Seja w = }} 10
i
Justifique que w é diferente de z1 e de z2 .
1.2. z1 e z2 são duas das raízes quartas de um certo número complexo z . 11
Sabendo que, no plano complexo, a imagem geométrica de z2 pertence ao
segundo quadrante, determine z2 na forma algébrica.

2. O nível N de um som, medido em decibéis, é função da sua intensidade I , medida


em watt por metro quadrado, de acordo com a igualdade
N = 10 log10 (1012 I ) , para I > 0
1.a Fase – 2.a Chamada – 2002

Utilizando métodos exclusivamente analíticos, resolva as duas alíneas seguintes.


2.1. Verifique que N = 120 + 10 log10 I 13

2.2. Admita que o nível de ruído de um avião a jacto, ouvido por uma pessoa que se 15
encontra na varanda de um aeroporto, é de 140 decibéis.
Determine a intensidade desse som, em watt por metro quadrado.

3. De uma função f , de domínio [- π , π] , sabe-se que a sua derivada f ' está definida
igualmente no intervalo [- π , π] e é dada por
f ' (x) = x + 2 cos x

3.1. Utilizando métodos exclusivamente analíticos, resolva as duas alíneas seguintes:


f (x) - f (0)
3.1.1. Determine o valor de lim }} 10
x"0 x
3.1.2. Estude a função f quanto às concavidades do seu gráfico e determine as 16
abcissas dos pontos de inflexão.

3.2. O gráfico de f contém um único ponto onde a recta tangente é paralela ao 15


eixo Ox . Recorrendo à sua calculadora, determine um valor arredondado às
centésimas para a abcissa desse ponto.
Explique como procedeu.

4. Seja f uma função contínua, de domínio [0 , 5] e contradomínio [3 , 4] . 15


Seja g a função, de domínio [0 , 5] , definida por g (x) = f (x) - x .
Prove que a função g tem, pelo menos, um zero.

5. Considere todos os números de quatro algarismos que se podem formar com os


algarismos de 1 a 9 .

5.1. Escolhe-se, ao acaso, um desses números.


5.1.1. Determine a probabilidade de o número escolhido ter exactamente dois 8
algarismos iguais a 1 . Apresente o resultado na forma de percentagem,
arredondado às unidades.
5.1.2. Determine a probabilidade de o número escolhido ter os algarismos todos 8
diferentes e ser maior do que 9800 . Apresente o resultado na forma de
dízima, com três casas decimais.

5.2. Considere o seguinte problema: 16


«De todos os números de quatro algarismos que se podem formar com os algaris-
mos de 1 a 9 , alguns deles cumprem as três condições seguintes:
• começam por 9 ;
• têm os algarismos todos diferentes;
• a soma dos quatro algarismos é par.
Quantos são esses números?»
Uma resposta correcta a este problema é 3 * 4 * 4A2 + 4A3
Numa pequena composição, com cerca de vinte linhas, explique porquê.

FIM
EXAMES NACIONAIS

SUGESTÃO DE RESOLUÇÃO
Grupo I

1. Como f é par então f (- 5) = f (5) = 0 .


Dado que g (x) = f (x + 3), o gráfico de g pode ser obtido do gráfico de f por um desloca-
mento horizontal de 3 unidades, no sentido negativo.
Então, se - 5 e 5 são zeros de f , - 8 e 2 são zeros de g (- 5 - 3 = - 8 e 5 - 3 = 2).
Resposta: C .

y
2. Aw = sin a
wD
A
w = cos a
wD
O
base * altura Aw*O
wB wD
w α
A˚[OAB] = }} = }} O D C x
2 2
2@ Aw*O
wD wD
w
= }} = sin a.cos a B
2@
Resposta: A .

3. Se Dh = R- e a recta de equação y = 2 é uma assimptota do gráfico de h , então lim h (x) = 2


x"-?
h (x) 2
Tem-se, portanto, lim }} = }}+ = + ?
x"-? ex 0
Resposta: A .

4. A secção produzida no cilindro pelo plano y = b , com z


b å ]0 , 2[ , é um rectângulo cujas dimensões máximas
3
são 3 (altura do cilindro) por 2 (diâmetro da base do
cilindro).

O valor máximo de f é, assim, 2 * (3 + 2) = 10 .

O
b=1 2 y
Resposta: B . x

5. Como os gráficos são simétricos relativamente à mesma recta r , podemos concluir que as
distribuições têm o mesmo valor médio, ou seja, a = c .

Por observação dos gráficos verifica-se que em N (a , b) existe uma menor dispersão dos
valores relativamente à média. Então, podemos concluir que o desvio-padrão em N (a , b) é
menor do que em N (c , d) , ou seja, b < d .
Resposta: B .
1.a Fase – 2.a Chamada – 2002

SUGESTÃO DE RESOLUÇÃO
6. A afirmação “Metade dos dias em que vai de autocarro para a escola, o João chega atrasado”
significa que a probabilidade de o João chegar atrasado à escola sabendo que vai de autocarro
é 0,5 , ou seja P (BflA) = 0,5.
Resposta: D .

7. • |z + 1|=|z - i| § |z - (- 1)|=|z - i|
Mediatriz do segmento de recta [AB] sendo A a imagem de - 1 e B a imagem de i .

• 2 ≤ Im (z) ≤ 4 §
¡

z=x+yi
§ 2≤y≤4
Porção do plano limitada pelas rectas de equações y = 2 e y = 4 .

Representação geométrica do conjunto indicado:

2
1 B
A
–1 O

Resposta: B .

Grupo II
π
1. arg (z1) = }} ; |z2|= 4
3
- 1 + i (- 1 + i) * (- i) i - i2
1.1. w = }} = }} = }} = 1 + i
i i * (- i) 1
1 +1 = œ2w
\w|= œw

a tg (arg w) = 1
d π
b ± arg w = }}
d arg w å 1. Q
o
4
c
π
w = œ2w cis }}
4
w 0 z1 porque arg (w) 0 arg (z1) e

w 0 z2 porque |w| 0|z2|.


EXAMES NACIONAIS

SUGESTÃO DE RESOLUÇÃO
π
1.2. z1 = r cis }}
3
z2 = 4 cis q com q å 2.o Q .

Como z1 e z2 são raízes quartas do mesmo número complexo, então z14 = z24 .

π 4 4π
1 2
Logo r cis }} = (4 cis q)4 § r4 cis }} = 44 cis 4q
3 3
Desta igualdade podemos concluir que
4π π kπ
4q = }} + 2kπ , k å z § q = }} + }} , k å Z
3 3 2
O valor de q å 2.o Q é obtido para k = 1 :
π π 5π
q = }} + }} = }} .
3 2 6

Assim,
5π 5π 5π
6 61
z2 = 4 cis }} = 4 cos }} + i sin }} =
6 2
œw3 1
1 2
= 4 - }} + }} i = - 2 œ3w + 2i
2 2

2. N = 10 log10 (1012 I) , I > 0

2.1. N = 10 log10 (1012 I) = loga (xy) = loga x + loga y

= 10 (log10 1012 + log10 I) = (x , y å R+ e a å R+ \{1})

= 10 (12 + log10 I)

= 120 + 10 log10 I

2.2. N = 140
140 = 120 + 10 log10 I §

§ 20 = 10 log10 I § log10 I = 2 § I = 100

O som tem a intensidade de 100 watts por metro quadrado.

3. f ' (x) = x + 2 cos x

3.1.
f (x) - f (0)
3.1.1. lim }} = f ' (0) =
x"0 x f (x) - f (x0)
f ' (x0) = lim }}
x " x0 x - x0
= 0 + 2 cos 0 = 2 * 1 = 2
1.a Fase – 2.a Chamada – 2002

SUGESTÃO DE RESOLUÇÃO
3.1.2. f '' (x) = (x + 2 cos x)' = 1 - 2 sin x
1
f '' (x) = 0 § 1 - 2 sin x = 0 § 5π 2 π
6 6
1
§ sin x = }} §

¡
2 x å [- p , p]
π 5π
§ x = }} › x = }}
6 6
Em [- π , π] ,
1 π 5π
x -π
π
}}
6

}}
6
π 2 6 4
sin x > }} § x å }} , }}
6 3
f '' (x) + 0 - 0 +

f (x) 8 { 8

P. I. P. I.
π 5π
3 4
O gráfico de f tem a concavidade voltada para cima em - π , }} e em }} , π e tem a
π 5π 6 6 3 4
3
concavidade voltada para baixo em }} , }} .
6 6 4
π 5π
O gráfico de f tem dois pontos de inflexão de abcissas x = }} e x = }} .
6 6

3.2. Uma recta de declive nulo (paralela ao eixo Ox) é tangente ao gráfico de uma função f nos
pontos de abcissa x tais que f ' (x) = 0 .
Introduzindo na calculadora gráfica a função f ' (y1 = x + 2 cos x) com a janela de visualização
[- π , π] * [- 4 , 4] , verifica-se que f ' (x) = 0 § x ) - 1,03 .

A recta tangente ao gráfico de f no ponto de abcissa x ≈ - 1,03 é paralela ao eixo Ox .

4. • f é contínua em Df = [0 , 5]
• D'f = [3 , 4] , isto é 3 ≤ f (x) ≤ 4 para x å [0 , 5]

g (x) = f (x) - x

i) g é contínua em Dg = [0 , 5] por ser definida pela diferença de funções contínuas (a função


f é uma função polinomial).
EXAMES NACIONAIS

SUGESTÃO DE RESOLUÇÃO
ii) g (0) = f (0) - 0 = f (0) > 0 porque 3 ≤ f (x) ≤ 4 para qualquer x å [0 , 5]
g (5) = f (5) - 5 < 0 porque se f (x) ≤ 4 para qualquer x å [0 , 5] então f (5) < 4 e,
consequentemente f (5) - 5 < - 1 .
g (0) * g (5) < 0

De i) e ii) , pelo corolário do Teorema de Bolzano, podemos concluir que a função g tem
pelo menos um zero.

5.
5.1.
5.1.1. Número de casos possíveis: 9A'4 = 94 = 6561

Número de casos favoráveis:


4
C2 * 8A'2 = 6 * 82 = 384
fl fl" Número de maneiras de escolher os outros dois algarismos, diferentes ou não,
fl entre os restantes 8 .
fl22" Número de maneiras de escolher 2 lugares em 4 para os algarismos iguais a 1
(como são iguais não interessa a ordem).
384
Probabilidade pedida = }} ≈ 0,06 = 6% .
6561
5.1.2. Número de casos possíveis: 9A'4 = 94 = 6561

Número de casos favoráveis:


O primeiro algarismo terá que ser 9 e o segundo terá que ser 8 . Os restantes 2 alga-
rismos podem ser escolhidos entre os restantes 7 de 7A2 = 42 maneiras diferentes.
42
Probabilidade pedida = }} ≈ 0,006 .
6561
5.2. Os números a formar serão do tipo 9 _ _ _ .
Os três algarismos que faltam terão que ser diferentes e escolhidos entre os algarismos de 1 a 8 .
Para que a soma dos quatro algarismos seja par, a soma dos três últimos terá que ser ímpar.

Para que a soma destes três algarismos seja ímpar, dois casos se podem verificar:
1.° caso: os três algarismos são ímpares.
Neste caso, a escolha dos três algarismos ímpares é feita ordenadamente entre os quatro alga-
rismos 1 , 3 , 5 e 7 . Esta escolha poderá ser feita de 4A3 maneiras diferentes.

2.° caso: um algarismo é ímpar e os dois restantes são pares.


Neste caso, a posição do algarismo ímpar pode ser escolhida de três maneiras diferentes. Para
cada uma destas posições, o algarismo ímpar pode ser escolhido entre quatro hipóteses possí-
veis (1 , 3 , 5 e 7) . Os restantes dois algarismos pares serão escolhidos ordenadamente
entre quatro algarismos (2 , 4 , 6 e 8) , o que pode ser feito de 4A2 maneiras diferentes.
Assim, neste segundo caso, existem 3 * 4 * 4A2 maneiras diferentes de formar os números.
Atendendo aos dois casos apresentados, uma resposta correcta a este problema é 3 * 4 * 4A2 + 4A3 .