Você está na página 1de 7

 PRINCÍPIOS DE HONRA (MATEUS 10:40-42)

Existem alguns assuntos na Palavra de Deus que são extremamente importantes, mas ao
mesmo tempo são delicados. E, por isso, nós precisamos ouvir com muita maturidade. Um
deles é sobre HONRA. 

A Bíblia está cheia de passagens que falam sobre o assunto:

– Nós encontramos textos que dizem que devemos honrar pai e mãe; 

– Textos que nos ensinam a honrar a Deus com os nossos bens e com as primícias de toda a
nossa renda;

– E, ela também diz que nós devemos honrar aqueles que foram enviados por Deus na nossa
vida. 

Olha só que coisa interessante que Jesus está dizendo aqui em Mateus 10: Ele disse que
quem recebe um profeta no caráter de profeta receberá o galardão de profeta; quem recebe um
justo no caráter do justo, receberá o galardão de justo; quem recebe um pequenino por ser
discípulo do Senhor, também receberá um galardão da parte de Deus. Em outras palavras, você
vai desfrutar de toda a unção que está sobre a vida deles!

Perceba, então, que a Bíblia faz questão de dizer que existe uma recompensa para quem
sabe honrar:

– Quem honra pai e mãe, a Bíblia diz que os seus dias serão prolongados aqui na terra; 

– Quem honra a Deus com os seus bens e com as primícias da sua renda irão prosperar (Os
seus celeiros se encherão fartamente e os seus lagares transbordarão). 

Isso significa, que existe uma recompensa para a honra. Existe uma consequência quando nós
não honramos, mas existe uma recompensa quando nós aprendemos a honrar. E esse princípio
não serve apenas ao contexto de igreja. Esse mesmo princípio vale para qualquer autoridade na
nossa vida (Vale para governante, vale para professor, policial, para o seu chefe lá no trabalho,
para o seu marido).

Em Números 12:1-16 está escrito: “1 Falaram Miriã e Arão contra Moisés, por causa da
mulher cuxita que tomara; pois tinha tomado a mulher cuxita. 2 E disseram: Porventura,
tem falado o SENHOR somente por Moisés? Não tem falado também por nós? O SENHOR
o ouviu. 3 Era o varão Moisés mui manso, mais do que todos os homens que havia sobre
a terra. 4 Logo o SENHOR disse a Moisés, e a Arão, e a Miriã: Vós três, saí à tenda da
congregação. E saíram eles três. 5 Então, o SENHOR desceu na coluna de nuvem e se
pôs à porta da tenda; depois, chamou a Arão e a Miriã, e eles se apresentaram. 6 Então,
disse: Ouvi, agora, as minhas palavras; se entre vós há profeta, eu, o SENHOR, em visão
a ele, me faço conhecer ou falo com ele em sonhos. 7 Não é assim com o meu servo
Moisés, que é fiel em toda a minha casa. 8 Boca a boca falo com ele, claramente e não por
enigmas; pois ele vê a forma do SENHOR; como, pois, não temestes falar contra o meu
servo, contra Moisés? 9 E a ira do SENHOR contra eles se acendeu; e retirou-se. 10 A
nuvem afastou-se de sobre a tenda; e eis que Miriã achou-se leprosa, branca como neve;
e olhou Arão para Miriã, e eis que estava leprosa. 11 Então, disse Arão a Moisés: Ai!
Senhor meu, não ponhas, te rogo, sobre nós este pecado, pois loucamente procedemos e
pecamos. 12 Ora, não seja ela como um aborto, que, saindo do ventre de sua mãe, tenha
metade de sua carne já consumida. 13 Moisés clamou ao SENHOR, dizendo: Ó Deus,
rogo-te que a cures. 14 Respondeu o SENHOR a Moisés: Se seu pai lhe cuspira no rosto,
não seria envergonhada por sete dias? Seja detida sete dias fora do arraial e, depois,
recolhida. 15 Assim, Miriã foi detida fora do arraial por sete dias; e o povo não partiu
enquanto Miriã não foi recolhida. 16 Porém, depois, o povo partiu de Hazerote e acampou-
se no deserto de Parã.”.

Aqui nós vemos Moisés sendo repreendido pela sua irmã mais velha Miriã porque ele tinha feito
algo de errado. A princípio ela tinha até razão, Moisés tinha casado com uma mulher Cananéia,
algo que Deus ordenou que não fizesse, e ela era a irmã mais velha. Então, teoricamente, ela
poderia exortar sim. Só que tem um detalhe: Moisés era o líder dela. Advinha de que lado
Deus ficou? De Moisés. Miriã perdeu a razão por causa da maneira desonrosa que ela tratou o
seu líder! E quais foram as consequências? Miriã ficou leprosa e a nuvem do mover de Deus
parou (Toda a congregação sofreu por causa da desonra de uma única pessoa).

Nós temos perdido muita coisa preciosa da parte de Deus no nosso casamento, na nossa vida
profissional, no meio da igreja porque nós não honramos da maneira que devemos honrar. E,
não tem jeito, o Senhor sempre age no ambiente de honra! Onde existe desonra Deus não vai
agir! É assim que funciona! Mas, por que muitas vezes nós não honramos quem deve ser
honrado?

1) O LÍDER NÃO CORRESPONDE AO PADRÃO QUE NÓS IDEALIZAMOS

Todos nós temos na nossa cabeça a imagem de um líder que seria perfeito para
nós. E, talvez o primeiro grande motivo de nós não honrarmos os nossos líderes é porque
muitas vezes eles não correspondem a esse padrão que nós idealizamos. Olha só o que a
Palavra de Deus diz em Marcos 6:1-5: “1 Tendo Jesus partido dali, foi para a sua terra, e os
seus discípulos o acompanharam. 2 Chegando o sábado, passou a ensinar na sinagoga; e
muitos, ouvindo-o, se maravilhavam, dizendo: Donde vêm a este estas coisas? Que
sabedoria é esta que lhe foi dada? E como se fazem tais maravilhas por suas mãos? 3
Não é este o carpinteiro, filho de Maria, irmão de Tiago, José, Judas e Simão? E não
vivem aqui entre nós suas irmãs? E escandalizavam-se nele. 4 Jesus, porém, lhes disse:
Não há profeta sem honra, senão na sua terra, entre os seus parentes e na sua casa. 5
Não pôde fazer ali nenhum milagre, senão curar uns poucos enfermos, impondo-lhes as
mãos.”. 

Na época de Jesus, existia um costume no meio dos judeus. Sempre que tivesse um rabino de
fora visitando a sinagoga, aquele rabino era convidado para dar uma mensagem. Jesus não era
rabino ali, então Ele foi convidado para dar uma mensagem. Até aí tudo bem. As pessoas
estavam ouvindo impressionadas. A Bíblia chega a dizer que muitas delas ficaram
maravilhadas com as palavras do Senhor.

Só que depois eles reconheceram Jesus e começaram a questionar “Espera aí, esse sujeito que
está querendo nos ensinar aqui não é o carpinteiro, filho de Maria, irmão de Tiago, José, Judas
e Simão?”. Eles questionaram a autoridade de Jesus porque Jesus não era a pessoa que eles
estavam esperando (Porque Jesus não estava usando o terno caro que eles estavam
esperando. Porque Jesus era do interior e falava com um sotaque arrastado. Porque Jesus não
era tão velho quanto os demais mestres. Porque Jesus gostava de preto e eles gostavam de
branco). O fato é que o Senhor foi tão desonrado naquele lugar, que no versículo 4 Ele disse: “4
Jesus, porém, lhes disse: Não há profeta sem honra, senão na sua terra, entre os seus
parentes e na sua casa.”.

Nós não sabemos ao certo o que fez com aquelas pessoas não reconhecem a Jesus como
autoridade. Mas, nós sabemos de algo: isso aconteceu porque o Senhor não estava no padrão
que eles esperavam. E, infelizmente, muitas vezes nós temos a tendência de agir da mesma
forma. Nós crucificamos aqueles que Deus enviou para nos abençoar simplesmente porque veio
numa embalagem que eu não gostei, porque não está de acordo com O MEU SELO DE
QUALIDADE.

Agora, vem o mais interessante de tudo, que foi a consequência dessa desonra. O versículo 5
continuou dizendo que Jesus não pôde fazer os milagres que Ele queria fazer naquele
lugar. Assim como a honra produz um galardão, a desonra também trava o mover de Deus nas
nossas vidas. Tem muita gente que está com a vida travada, que não consegue ver o milagre de
Jesus na sua vida, que nada dá certo, simplesmente porque ainda não aprenderam o princípio
da honra. Não aprenderam a respeitar e a reconhecer aqueles que Deus levantou sobre a
sua vida.

2) PORQUE PENSAM QUE O HOMEM DE DEUS NÃO É DIGNO DE HONRA 


O segundo motivo pela qual muitos de nós deixamos de honrar é porque nós acreditamos que o
homem de Deus não é digno de honra. Vamos ler um texto que está em 1Samuel 1:12-17: “12
Demorando-se ela no orar perante o SENHOR, passou Eli a observar-lhe o movimento dos
lábios, 13 porquanto Ana só no coração falava; seus lábios se moviam, porém não se lhe
ouvia voz nenhuma; por isso, Eli a teve por embriagada 14 e lhe disse: Até quando
estarás tu embriagada? Aparta de ti esse vinho! 15 Porém Ana respondeu: Não, senhor
meu! Eu sou mulher atribulada de espírito; não bebi nem vinho nem bebida forte; porém
venho derramando a minha alma perante o SENHOR. 16 Não tenhas, pois, a tua serva por
filha de Belial; porque pelo excesso da minha ansiedade e da minha aflição é que tenho
falado até agora. 17 Então, lhe respondeu Eli: Vai-te em paz, e o Deus de Israel te conceda
a petição que lhe fizeste.”.

A Bíblia diz que Ana era estéril e o sonho da vida dela era ter um filho. Durante muito tempo,
ela orou a Deus e a resposta não vinha. Nada do Senhor dar esse filho para ela. Mas, olha
só o que aconteceu nessa passagem: em uma de suas orações, o clamor de Ana era tão forte
que o sacerdote Eli viu de longe e achou que ela estava embriagada. Os versículos 13 e 14
dizem assim: “13 porquanto Ana só no coração falava; seus lábios se moviam, porém não
se lhe ouvia voz nenhuma; por isso, Eli a teve por embriagada 14 e lhe disse: Até quando
estarás tu embriagada? Aparta de ti esse vinho!”.

Sinceramente, se fosse você numa situação dessas, atribulada de espírito, orando a Deus
e o sujeito vem e diz que você está bêbado? De que maneira você iria responder o
sacerdote? Talvez, seria até grosseiro com ele: “Espera aí! Eu não estou bêbada coisa
nenhuma! Sai para lá! Me respeita!”. Mas, foi isso o que aconteceu? Não foi. Pelo contrário, no
versículo 15 nós lemos que Ana chamou o sacerdote de senhor. E, por que ela fez
isso? Porque ela sabia que Eli era homem de Deus e era digno de honra. Inclusive, depois
dessa conversa, nós vemos que Eli abençoou Ana e foi depois desse dia, que ela ficou
grávida.

Tem gente que diz que Ana recebeu o milagre porque ela orou demais. Tem gente que diz que
ela recebeu o milagre porque o clamor dela era muito forte. Ou porque ela fez uma promessa a
Deus que consagraria o seu filho ao Senhor. Tudo isso é verdade. Só que, um dos motivos
desse destravar espiritual na vida de Ana foi justamente a honra que ela deu ao
sacerdote, mesmo que aparentemente ele não merecesse.

Em 1Pedro 2:17 está escrito o seguinte: “17 Tratai todos com honra, amai os irmãos, temei
a Deus, honrai o rei.”. 1Ts 5:12-13 também diz: “12 Agora, vos rogamos, irmãos, que
acateis com apreço (Em algumas versões, essa palavra apreço pode ser traduzida como
honra) os que trabalham entre vós e os que vos presidem no Senhor e vos
admoestam (Isso daqui Paulo está falando a respeito dos pastores); 13 e que os tenhais com
amor em máxima consideração, por causa do trabalho que realizam. Vivei em paz uns
com os outros.”

3) PORQUE IMAGINAM QUE NÃO FOI DEUS QUEM LEVANTOU AQUELE LÍDER

Um terceiro motivo pelas quais as pessoas não honram é porque algumas vezes elas pensam
que não foi Deus quem levantou o líder na sua vida. Vamos ler 1Samuel 24:1-7: “1 Tendo Saul
voltado de perseguir os filisteus, foi-lhe dito: Eis que Davi está no deserto de En-Gedi. 2
Tomou, então, Saul três mil homens, escolhidos dentre todo o Israel, e foi ao encalço de
Davi e dos seus homens, nas faldas das penhas das cabras monteses. 3 Chegou a uns
currais de ovelhas no caminho, onde havia uma caverna; entrou nela Saul, a aliviar o
ventre. Ora, Davi e os seus homens estavam assentados no mais interior da mesma. 4
Então, os homens de Davi lhe disseram: Hoje é o dia do qual o SENHOR te disse: Eis que
te entrego nas mãos o teu inimigo, e far-lhe-ás o que bem te parecer. Levantou-se Davi e,
furtivamente, cortou a orla do manto de Saul. 5 Sucedeu, porém, que, depois, sentiu Davi
bater-lhe o coração, por ter cortado a orla do manto de Saul; 6 e disse aos seus homens:
O SENHOR me guarde de que eu faça tal coisa ao meu senhor, isto é, que eu estenda a
mão contra ele, pois é o ungido do SENHOR. 7 Com estas palavras, Davi conteve os seus
homens e não lhes permitiu que se levantassem contra Saul; retirando-se Saul da
caverna, prosseguiu o seu caminho.”. 

A Bíblia mostra que um belo dia o povo de Israel resolveu pedir a Deus um rei, que até então
eles não tinham. Eles observaram que todos os outros povos tinham alguém para governar e
eles não tinham. Então, o que foi que o Senhor fez? Levantou o primeiro rei de Israel. Um
homem chamado Saul. 

No início, Saul estava indo bem, ele levou o povo a conquistar muitas coisas, venceu muitas
batalhas, servia com fidelidade ao Senhor. Só que em um determinado momento da vida ele se
desviou do caminho e já não obedecia mais a Deus. Foi nessa época que Davi apareceu. Na
verdade, Deus resolveu tirar Saul e levantar Davi. Daí a confusão estava armada. Saul, cego
de inveja, decidiu que iria matar Davi de todo jeito. 

E, aqui vem a parte mais interessante da história: um belo dia, no meio da perseguição, Saul
entrou numa caverna para aliviar o ventre, bem na caverna onde Davi estava escondido. Era a
oportunidade perfeita para Davi acabar com Saul; era a oportunidade de Davi resolver a vida
dele de vez; inclusive, os soldados que estavam com Davi colocaram pilha “Vai lá Davi! Mata
Saul!”. E, o que foi que Davi fez? Matou Saul? Não. E, por que ele não matou? O versículo 6
responde: “6 e disse aos seus homens: O SENHOR me guarde de que eu faça tal coisa ao
meu senhor, isto é, que eu estenda a mão contra ele, pois é o ungido do SENHOR.”. 
Davi sabia que por mais perverso que Saul fosse, ele havia sido levantado por Deus. E, EU VOU
TE DIZER MAIS: FOI NESSE DIA EM QUE DAVI FOI CONFIRMADO COMO REI. SE ELE
TIVESSE FEITO ALGUMA BESTEIRA CONTRA SAUL, CERTAMENTE ELE TERIA SIDO
REPROVADO POR DEUS

Muitas vezes nós deixamos de honrar o nosso líder porque nós achamos que ele não foi
levantado pelo Senhor. Mas, o apóstolo Paulo faz questão de dizer em Romanos 13:1-2:“1
Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não
proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas. 2 De modo que
aquele que se opõe à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão
sobre si mesmos condenação.”. 

Olha só que coisa interessante o que Paulo fala aqui: ele disse que TODAS as autoridades são
instituídas por Deus e que nós devemos estar sujeitos a elas. Sabe aquele chefe seu que você
não suporta mais? É autoridade de Deus na sua vida no que diz respeito ao seu
trabalho. Sabe aquele professor na escola que ficava pegando no seu pé? Foi levantado por
Deus como autoridade sobre a vida. Sabe esse presidente que meio mundo de imigrante
não gosta? Também foi levantado pelo Senhor. Goste você ou não, queira você ou não é isso o
que a Bíblia diz. Todas as autoridades são instituídas por Deus! 

E, PAULO AINDA DISSE MAIS: se foi Deus quem levantou esses líderes, quando nós os
desonramos nós estamos desonrando o próprio Senhor e nós atraímos sobre nós condenação.

4) PORQUE SE SENTE SUPERIOR E MELHOR QUE OS SEUS LÍDERES

E, por fim, muitas vezes nós não honramos as autoridades porque nós nos sentimos superiores
a elas. Talvez, esse daqui seja o pior motivo de todos porque está intimamente ligado ao nosso
ego.Tem gente que não consegue ser liderado de jeito nenhum porque acha que é a última
Coca-cola do deserto. Vamos ler um último texto que está em 1Samuel 16:6-7: “6 Sucedeu
que, entrando eles, viu a Eliabe e disse consigo: Certamente, está perante o SENHOR o
seu ungido. 7 Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem
para a sua altura, porque o rejeitei; porque o SENHOR não vê como vê o homem. O
homem vê o exterior, porém o SENHOR, o coração.”.

Essa cena aconteceu no dia em que Deus mandou o profeta Samuel ungir um novo rei para
Israel. E, aqui nós percebemos uma coisa bem interessante: Deus não tinha falado exatamente
quem Samuel deveria ungir. O Senhor apenas disse em qual casa ele deveria ir. Ele disse
“Vai lá na casa de Jessé que fica em Belém porque o novo rei está lá“

Então, Samuel começou a procurar baseado na aparência. Ele olhou para um bonitão e o


Senhor falou não. Ele olhou para um fortão e o Senhor disse não. Ele olhou para um valentão e
o Senhor disse não. Mas, Senhor espera aí, então quem é que eu devo ungir? Foi quando
Deus disse “Você está olhando a aparência e Eu olho o coração”.

Naturalmente falando Davi não era a melhor escolha para o novo rei de Israel. Era o mais
magricela de todos, o menos experiente, o mais novinho. Só que mesmo assim Deus fez
questão de escolhê-lo. E, Paulo diz o motivo lá em 1Coríntios 1:26-29: “26 Irmãos, reparai,
pois, na vossa vocação; visto que não foram chamados muitos sábios segundo a carne,
nem muitos poderosos, nem muitos de nobre nascimento; 27 pelo contrário, Deus
escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas
fracas do mundo para envergonhar as fortes; 28 e Deus escolheu as coisas humildes do
mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são; 29 a fim
de que ninguém se vanglorie na presença de Deus.”.

Quem é Deus escolhe? É aquele que se acha demais? É aquele que acha que é fera? Que
sabe de tudo? De jeito nenhum. O Senhor escolhe aqueles que não são para que apenas o
nome dEle seja glorificado. Enquanto Moisés não chegou nesse nível de revelação, de que ele
não era nada, ele não pode ser usado por Deus!

Por que precisamos entender isso? Porque muitas vezes os nossos líderes não vão ser
melhores do que nós em vários aspectos e nem têm que ser mesmo. Muitas vezes, você vai
saber fazer coisas que ele não sabe. Às vezes, você vai saber fazer uma reunião de célula
melhor do que ele. Ou então pregar melhor do que ele. Dar uma aula melhor. Você pode saber
fazer um monte coisas que o seu líder não sabe. Mas, tem um detalhe: no final das contas foi ele
quem Deus levantou para abençoar a sua vida!

O Senhor quer gerar esse ambiente de honra no nosso meio. Onde existe honra, existe
recompensa, onde existe honra existe mover de Deus, onde existe honra o Senhor opera
milagres. Mas, onde não existe honra, as coisas ficam travadas! Por isso, reconheça cada
líder, cada autoridade que Deus coloca na sua vida! Reconheça o seu chefe, reconheça o
seu professor, o seu marido, o seu líder e aprenda a honrar a vida deles!

Você também pode gostar