Você está na página 1de 1

Definições Culturais de Fisiologia e Anatomia

Disciplina: Ciências Sociais Aplicadas à Saúde

Prof. Dra. Maria Bernadete de Carvalho

Aluno: Eduardo Eugenio Correia Muniz Barreto

1 - Qual a relação entre imagem corporal e cultura?


A imagem corporal é usada para descrever todas as formas com que um indivíduo conceitua e
experiencia o próprio corpo, consciente e inconscientemente. Sua relação com a cultura se dá à medida em
que a cultura do grupo em que vivemos nos ensina como interpretar as mudanças que ocorrem em nosso
próprio corpo e no corpo dos outros. Nesse sentido, passamos a diferenciar o que seria um corpo “doente”
de um “saudável”, “idoso” ou “jovem”, o que seria a sensação de ter uma febre ou uma dor. Além disso, a
cultura ainda influencia a nossa compreensão sobre os usos que podem ser dados ao próprio corpo, bem como
quais partes dele são privadas ou públicas. Como exemplo, na cultura brasileira, é normal que homens e
principalmente mulheres exibam partes de seu corpo que em culturas sob influência do islamismo seriam
absurdas. Com isso, a cultura tem grande influência sobre nossa imagem corporal.

2 - Como se detecta a marca que a organização social imprime no corpo?


A organização social pode imprimir diversas marcas sobre o corpo, algumas mais visíveis que outras.
O autor do texto traz diversos exemplos dessa realidade. Um dos elementos que mais marcam a influência
social sobre a imagem do corpo talvez sejam as vestimentas, que podem indicar sua profissão, no caso do
jaleco branco de médicos, ou status social, quando uma mulher utiliza peles e joias. Especificamente em
relação ao corpo, principalmente nas sociedades ocidentais, mulheres (e hoje em dia cada vez mais homens)
fazem uma série de “mutilações” em seus corpos para se adaptar ao padrão de beleza social, por meio de
lipoaspirações, redução de medidas do nariz, implante de silicone ou aplicação de botox, e diversas outras
cirurgias plásticas. Em sociedades africanas, por sua vez, são feitas mutilações do clitóris feminino justificadas
pelas tradições históricas. No Oriente, mulheres com pés pequenos eram consideradas as mais belas, com isso
muitas tiveram seus pés deformados por sapatos de madeira. Portanto, muitas das marcas que a organização
social imprime nos corpos são visíveis e justificadas por padrões de beleza, riqueza ou moralidade definidos
há séculos.

3 - Porque o autor diz que o homem possui, num certo sentido, dois corpos?
O autor defende que o homem tem dois corpos, no sentido de que possui um corpo individual, físico
e psicológico, adquirido no nascimento, e um corpo social, necessário para viver em sociedade. Este, é parte
importante da imagem do corpo, pois fornece para cada ser humano uma base a partir da qual ele interpreta
e percebe suas experiências físicas e psicológicas.

4 - Para as teorias humorais, o que é saúde e como recuperá-la?


Para a teoria humoral, elaborada para a Medicina por Hipócrates a partir de teorias da China e Índia
antigas, a saúde seria o resultado do equilíbrio ideal entre os quatro humores: sangue, fleuma, bile amarela e
bile preta. Segundo essa teoria, uma forma de recuperar a saúde seria por meio da recuperação da proporção
perdida entre esses humores, seja suprindo deficiências (através de dietas ou remédios especiais), ou
reduzindo excessos (com sangramentos, purgantes, vômitos ou jejum).

Você também pode gostar