Você está na página 1de 21

TERAPIA

COGNITIVOCOMPORTAMENTAL:
UM GUIA PARA
INICIANTES
SUMÁRIO

1 Introdução 3

2 TCC na Prática Clínica 6


2.1 Aspectos conceituais e princípios fundamentais 6
2.2 Um esboço da Prática Clínica 8
2.3 Principais Técnicas e Instrumentos da TCC 9
11
2.5 A TCC na Depressão e Ansiedade 13
3 Terceira Onda das Terapias Cognitivo-comportamentais 16
Referências 18
Sobre os Autores 20

2
INTRODUÇÃO

A Terapia Cognitivo-comportamental é uma psicoterapia que


teve o maior crescimento em popularidade no meio clínico
e acadêmico nas últimas décadas, muito disso é devido a

com o objetivo de maior aceitação na área médica, passando


por diversos institutos e publicando alguns trabalhos, como:
Successful outpatient psychotherapy of a chronic schizophrenic
with a delusion based on borrowed guilt e Psychotic depressive
reactions in soldiers who accidentally killed their buddies

aspectos que se repetiam em diversos pacientes. Os padrões


cognitivos encontrados foram chamados de cognições negativas,
que são pensamentos e crenças sobre o sujeito, o mundo e o
futuro, mais tarde Beck vai chamá-las de crenças nucleares

3
A partir das pesquisas de Beck com a psicanálise,
diversos estudos foram realizados buscando não só Terapias Cognitivas, um deles é que partem do princípio

independente da apreensão da nossa consciência, porém,


essas publicações, deu-se início a terapia cognitiva, ainda nossa visão sobre ele pode estar distorcida. Quando o

as demandas do mundo dentro de suas possibilidades

controlado, onde foram avaliados pacientes


diagnosticados com depressão, o resultado desse Após entender o percurso da Terapia Cognitiva e os

farmacológica utilizando imipramina. Alguns anos chegamos a Terapia Cognitivo-Comportamental de Beck,


depois da publicação deste trabalho, foi lançado o como ponta pé inicial, é importante entender alguns
primeiro manual de Terapia Cognitivo-Comportamental aspectos que são considerados pontos principais e que
passarão por qualquer Terapia TCC. Esses pontos são

cognitiva, abordando em sua pesquisa a importância da


relação entre cognição e comportamento, nesse processo • MEDIAÇÃO: Os pensamentos, ou seja, a atividade
surgiram diferentes formas de terapias cognitivas, temos
emocionais, em outras palavras, o modo como as
Terapia Racional-Emotiva comportamental, a Terapia

4
• ACESSO:
não é indisponível a consciência, ou seja, é defendido
a hipótese de que com treinamento e atenção
adequada este pensamento pode ser acessado,

• MUDANÇA: O último princípio agrega os dois


anteriores, defendendo a ideia de que, já que os
comportamentos são mediados pelo pensamento e

no qual o indivíduo se comporta frente determinados

5
TCC NA PRÁTICA CLÍNICA

2.1 ASPECTOS CONCEITUAIS E PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

Tendo como base os 3 princípios fundamentais da TCC citados


anteriormente, chegamos a um ponto fundamental desta
teoria, que é a hipótese de que a forma como os indivíduos

estes se sentem e se comportam. Assim como apresentado


no 3º princípio, o da mudança, estes pensamentos podem
ser acessados por meio de algumas estratégias, sendo assim,
o objetivo é encontrar quais o pensamento disfuncional

Esta inter-relação entre o pensamento ou cognição, emoção e

ocasionar diversas reações em pessoas diferentes, de acordo


como cada um destes indivíduos interpreta a realidade. E
não só isso, ao falarmos da inter-relação entre pensamento,
comportamento e emoção, é entendido que isso não ocorre

pensamento e comportamento, assim como o comportamento

6
REFERÊNCIAS

modelos conceituais, aplicações e


Cognitivo-Comportamental Baseada em pesquisa da terapia cognitiva. Revista

<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_a

propriedades psicométricas da versão


em português. Rev Psiq Clin, v. 25,

opriedades_psicometricas_da_versao_em_port terapia cognitiva de aaron beck. Arquivos

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sc

Cognitivo-Comportamentais: Conceitos e
pressupostos teóricos. Revista Eletrônica

Disponível em www.utp.br/psico.utp.online. of a cognitive-behavioral treatment for

controlled clinical trial. Journal of Consulting

Disponível em:

18
erro lógico, isso é chamado de distorção cognitiva. As
distorções cognitivas são desenvolvidas em decorrência
de vulnerabilidades cognitivas que ocorrem devido a
interrelação de fatores genéticos, ambientais, familiares,
SITUAÇÃO:

APÓS A APRESENTAÇÃO DE UM TRABALHO


ACADÊMICO O PROFESSOR ELOGIA E FAZ TCC, é fundamental apresentar mais 3, que em união
ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DO com os anteriores fundamentam toda intervenção dos
PROJETO

subjacentes e Crenças nucleares. Estes são os 3 níveis de


POSSÍVEIS INTERPRETAÇÕES POSSÍVEL EMOÇÃO
O professor gostou do trabalho e está
citando coisas que poderiam ser feitas Alegria
para melhorar.
• PA:
O professor fez algumas considerações, cognição, sendo caracterizado por palavras, frases ou
Frustração e/ou raiva
sendo assim ele detestou o trabalho.
imagens que passam pela cabeça do indivíduo devido
Tristeza a uma situação.

• CRENÇAS E PRESSUPOSTOS SUBJACENTES: São


Importante ressaltar que, para a TCC, não é a situação em regras, pressupostos e/ou normas que os indivíduos
si que ocasiona a reação emocional ou o comportamento
e sim a interpretação que o indivíduo faz a partir da indivíduo vai pensar, se sentir e agir. Esta classe está
situação. Quando esta interpretação apresenta um entre os PA e as Crenças nucleares.

7
• CRENÇAS NUCLEARES: Com objetivo de estimular a autonomia do paciente
profundo da cognição, são globais, rígidas e super na observação dos seus próprios pensamentos e a
generalizadas. São ideias enraizadas acerca de nós
mesmos, de outras pessoas e do mundo.

2.2 UM ESBOÇO DA PRÁTICA CLÍNICA Desde o primeiro contato com o paciente é necessário
começar a desenvolver a conceitualização de caso, este

é possível começar fazer um esboço da prática clínica da hipóteses desenvolvidas, pensamentos automáticos,
TCC. regras e pressupostos e crenças nucleares, assim como
aspectos da história do paciente. Esta formulação deve ser
O passo inicial para que a intervenção com base na TCC discutida com o paciente visto que é uma produção sobre

forte e consistente aliança terapêutica, que se dá através


de uma comunicação clara e cuidadosa, estabelecimento
de metas e objetivos, estimulando a autonomia do
paciente e reforçando o trabalho em equipe. A natureza
colaborativa da TCC requer um processo comunicativo paciente para planejar intervenções que serão efetivas

A psicoeducação é também um processo fundamental inicia-se com a busca dos pensamentos automáticos
para o tratamento com base na TCC, será ensinado que se derivam das crenças nucleares, e para isso são
princípios relevantes ao cliente, referente ao processo
descoberta guiada e o questionamento socrático. Que
rotineiros, preferencialmente relacionado ao seu caso. se dão através de perguntas abertas no qual o terapeuta
8
crenças disfuncionais, e a partir disso questiona-los e
utilizando a conceitualização de caso para formular a

O tempo de duração do tratamento varia a depender


da demanda apresentada, porém é predominante um
atendimento de curto prazo. Além da busca na resolução e avaliar distorções cognitivas, ela visa proporcionar uma
dos problemas em sessão é estimulado o desenvolvimento
de capacidade de auto-observação, resolução de dia, além de seus pensamentos que podem estar tendo
problemas e questionamento dos seus pensamentos, pois uma apreensão errônea da realidade, o paciente pode

seu próprio “terapeuta”, para isso é proposto uma série


de técnicas e atividades que o paciente pode realizar
sozinho, durante o processo terapêutico e após este ter

2.3 PRINCIPAIS TÉCNICAS E INSTRUMENTOS DA TCC


mas o questionamento socrático é comumente associado
A TCC é composta por diversas técnicas que são pelos autores como uma das principais técnicas. O
organizadas de forma sistemática e direcionada a um questionamento socrático é um método de investigação
alvo, podemos chamá-lo de meta, então as metas são da cognição do paciente onde o terapeuta faz diversas
organizadas junto ao paciente, necessário lembrar que a perguntas fazendo com que o próprio paciente indague
sobre sua cognição. Durante o processo citado, é utilizada
a descoberta guiada, onde o terapeuta vai guiando as
de técnicas retiradas de um manual ou apenas um auto-indagações do paciente até que ele chegue no PA ou

9
“DURANTE ESSE ACONTECIMENTO, O QUE
O questionamento Socrático é feito semelhante ao que PASSOU POR SEUS PENSAMENTOS?”

pensamentos, pressupostos subjacentes e/ou crença “ANTES DE VOCÊ COMEÇAR A APRESENTAR


O TRABALHO, O QUE PASSOU POR SEUS
PENSAMENTOS?”

O questionamento Socrático visa chegar a partes mais

na superfície que também merecem atenção do terapeuta, pode ser recapitulado algo discutido durante a sessão,
uma situação que o paciente passou, ou percebendo uma
comportamento e o comportamento retroage sobre
ele, estando distorcido, irá gerar comportamentos
desadaptativos. Os P.A, como já citado, podem surgir tanto
no formato de imagens, como palavras ou memórias,
eles fazem parte da forma que o sujeito vê o mundo e se
auto percebe, para ele, fazem total sentido e não parecem

utilizada com quase todos os pacientes, se não todos,


alguma situação, o terapeuta pode perguntar: a psicoeducação, é importante trazer para o paciente
informações sobre a situação que ele está vivenciando
10
onde o paciente vai preencher 21 itens que variam de
uma educação sobre o diagnóstico, caso ela tenha, ou
dados da ciência sobre o momento que ela está vivendo diversos itens, como: tristeza, pessimismo, sensação de
pode ajudar no engajamento do processo terapêutico, fracasso, falta de satisfação, sensação de culpa, sensação
também é utilizado para esclarecer qualquer distorção de punição, autodepreciação, auto-acusações, idéias
cognitiva ou de informações sobre o processo terapêutico suicidas, crises de choro, irritabilidade, retração social,
indecisão, distorção da imagem corporal, inibição para
o trabalho, distúrbio do sono, fadiga, perda de apetite,
As técnicas citadas têm um objetivo delimitado e seguem perda de peso, preocupação somática, diminuição de

Este inventário foi construído segundo os critérios

para investigar os PA’s e os eventos que os eliciaram, pode validados e normatizados, que podem ser aplicados na
clínica.
de habilidades sociais, avaliação do humor e do prazer,
2.4 EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS

Além de diversas técnicas para compreensão da cognição


do paciente, durante o processo terapêutico é possível é uma relação indispensável, a prática necessita estar
respaldada nos achados publicados em revistas com
sintomas psicopatológicos. O Inventário de Depressão de

clínico quanto para pesquisa, é uma escala de autorrelato

11
por meio dos estudos publicados. Dentro disso, o cuidado Problemas Problemas médicos com
Transtornos psiquiátricos
selecionado para aquele paciente, com sofrimento psicológicos componentes psicológicos

mental, deve ser indicado pelo nível de evidência e pelos Transtorno depressivo maior Problemas conjugais Dor lombar crônica
Depressão geriátrica Problemas familiares Crises de dor da anemia
em consideração os aspectos culturais do paciente Jogo patológico
Ansiedade geriátrica
Transtorno do pânico Angústia do cuidador Dor do câncer
Agorafobia Raiva e hostilidade Transtornos somatoformes
Síndrome do intestino
tratamento de diversos quadros Psiquiátricos com ou irritável
Transtorno obsessivo-compulsivo
Síndrome da fádiga crônica
Transtorno de conduta
intervenções no âmbito psicológico sem a presença de Dor de cabeça reumática
Abuso de substância
algum transtorno mental aparente. Disfunção erétil
hiperatividade Insônia

Assim como na depressão, citado diversas vezes ao Ansiedade pela saúde Obesidade

seguindo os parâmetros da ciência com objetivo de Transtornos da alimentação


Transtornos da personalidade

treatment of generalized anxiety disorder: Evaluation in a Transtornos de hábitos e dos impulsos


controlled clinical trial a randomized controlled trial
of cognitive-behavioral therapy for persistent symptoms
in schizophrenia resistant to medication a
multicenter comparison of cognitive-behavioral therapy and Fonte: Terapia Cognitivo-Comportamental: Teoria e Prática.
interpersonal psychotherapy for bulimia nervosa
12
2.5 A TCC NA DEPRESSÃO E ANSIEDADE
de 4,4% na população mundial, e cerca de 322 milhões
de pessoas já sofriam com depressão. O que alerta para
as inquietações de Aaron Beck com pacientes depressivos
dados de efetividades.

A terapia cognitivo-comportamental pode ser utilizada


para o tratamento do transtorno depressivo com
foi também para os Transtornos Ansiosos. Ambos estes
grupos de transtornos foram alguns dos primeiros adaptativas. O trabalho do terapeuta é de promover
nos quais os terapeutas cognitivos comportamentais psicoeducação quanto ao modelo cognitivo e ao
se debruçaram, produzindo um consistente corpo de
que reforçam o padrão depressivo e a partir de técnicas
reestruturar estes pensamentos, tornando-os mais

realização das atividades antes prazerosas, tendo duração


de no mínimo 2 semanas contínuas. Possui variadas Este trabalho se dá a partir de dois elementos básicos, já
formas de apresentação, e afeta não somente o sujeito citados anteriormente, o modelo cognitivo e as distorções
no qual está apresentando os sintomas, mas também cognitivas. Através do questionamento socrático e
seus familiares e amigos. Este transtorno causa grandes descoberta guiada o paciente reconhece seus pensamentos
alterações funcionais na vida do indivíduo, como por automáticos, regras e crenças nucleares, assim como as
distorções cognitivas, iniciando um processo de busca por
pensamentos alternativos adaptativos, busca de evidência
dos pensamentos alternativos e negativos, reforçamento
13
dos pensamentos adaptativos encontrados e compromisso atingem grande parte da população mundial, sendo

indivíduo acometido por esses quadros, em aspectos de


Algumas técnicas utilizadas para a reestruturação dos relacionamento interpessoal, vida ocupacional e familiar,
limitando o funcionamento normal do sujeito. Segundo
Registro de pensamento disfuncionais, técnica que se
utiliza de uma tabela no qual o paciente vai registrar
sofria com algum transtorno de ansiedade. Alguns dos
e seu comportamento de acordo com uma emoção

evidências, busca de evidências contra e a favor do


de Pânico, Agorafobia.
qual vai se buscar os pressupostos subjacentes a partir
do pensamento automático apresentado e a partir disso
cada transtorno de ansiedade, porém, alguns aspectos são
comuns e fundamentais na intervenção de todos, são eles:
Além de técnicas cognitivas são utilizadas estratégias
de ativação comportamental, sendo também essenciais
na abordagem com este transtorno, para isso é proposto
como estratégias agendamento e monitoramento de
atividades, esta técnica além de servir como forma
do paciente se comprometer com a intervenção a TCC é o foco em técnicas de treinamento de solução
fornece dados de como o paciente está funcionando e
ensinadas durante a sessão. Através das técnicas de
Assim como a depressão, os transtornos de ansiedade solução de problema é ensinado ao paciente estratégias

14
maneira objetiva, organizando-as em partes e estimulá-lo
a resolver os problemas de maneira gradativa. As técnicas

sintomas de ansiedade, sendo ensinado durante a sessão,


mesmo sem a apresentação de sintomas no momento,
algumas técnicas utilizadas são: Respiração diafragmática

15
3 TERCEIRA ONDA DAS TERAPIAS
COGNITIVOS-COMPORTAMENTAIS: UMA
NOVIDADE OU UMA CONSTRUÇÃO?

-
tivo-Comportamentais, não nos referimos a Terapia Cognitiva
estruturada por Aaron Beck, mas de um conjunto de aborda-
gens baseadas em evidência que possuem os mesmos
princípios, o pensamento pode ser acessado, monitorado e

seria a 3ª Onda? Essas são ótimas perguntas que você pode se


fazer, o conhecimento desta onda é de grande importância, pois
com ela vem um conjunto de abordagens que tem demonstrado
um grande número de evidências favoráveis para o tratamento
de diversos transtornos, e que buscam estratégias e técnicas de

melhor qualidade de vida e saúde mental. Respondendo agora

-
ticas que começaram a surgir ou ganhar reconhecimento a

16
terapias cognitivo-comportamentais, fazendo parte desta interesse nos padrões de pensamentos desadaptativos,
3ª onda estão: Terapia de Aceitação e Compromisso, na sua interrelação com comportamento e emoção, esta
Terapia Dialética Comportamental, Terapia Cognitiva onda também utilizou aspectos observados efetivos na
-
mental, Terapia Cognitivo-comportamental, entre outras
Apesar de ser observado grande efetividade nas terapias

A terceira onda não é uma criação originada do nada, ela


se dá a partir da integração de conhecimento das gerações
anteriores, através de uma minuciosa análise do que foi e preenchendo essa lacuna, dando maior foco as relações
tem sido mais efetivo, unidos os conhecimentos e guiando
os resultados já alcançados para transformações que se
mostram relevantes na busca de tratamentos ainda mais

é a busca por estratégias e terapêuticas baseada em


evidências que almejam promover melhor qualidade
de vida aos indivíduos, o foco agora não é somente

a Terapias Comportamentais que tinham como


foco de estudo o aprendizado, condicionamento e
a aplicação de estratégias condicionamento para
mudança comportamental, a segunda onda se inicia

Cognitivo-Comportamentais, o foco neste cenário era o


17
Disponível em Randomized Controlled Trial of

Depressivo. Revista Transformar. v. 12, n. 2, p.

Account. Revista Brasileira de Terapias

cognitivo-comportamental da depressão.

<https://www.who.int/mental_health/manage
<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_a ment/depression/prevalence_global_health_es

panorama of cognitive therapies in Brazil.

relevância da técnica de questionamento


http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci socrático na prática

psicologia baseada em evidências: aspectos


conceituais, níveis de evidência, mitos e
resistências The Importance of

19
SOBRE OS AUTORES

ANTÔNIO DE SOUZA PACHECO JUNIOR

VICTOR SANTOS NASCIMENTO

20
Feita para o seu tempo

Somos um pólo avançado de pós-graduação do Centro


Universitário Dom Pedro II. A Sanar Saúde Pós é uma

que buscam uma especialização que garanta não só


conhecimento técnico na área, mas que desenvolva

Você também pode gostar