Você está na página 1de 1

ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS

t.lITRA MTTRIPOI.IIANÂ BE FLORIÂNÚPOtIS


cNPJ 83.932,343/0001-11

Ia[ela de tmolumorlos
iI|ANUTENEAI D[ EU[T0 tltvtil0
L BUtstl§ (cf. Cân. 945-958 do Código de Direito Canônico e Decreto da Congregação do CleÍo de 22.01.199í )
Missa com única intenção:... RS 30,00
Missa com intenção "COLETIVA": a oferta dofiel deve ser livre (quanto quiser ofertar)..................... RS 30,00
1. As ESPóRTULAS são ofertas dadas pelos fiéis aos SACERDOTES parâ que apliquem a missâ segundo determinada
trutENçÃO. todo valor ofertado deve ser contabilizado na Comunidade e repassado ao Pároco (com recibo de entrada
e de saída). O valor ofertado como espórtulâ não pertence à comunidade eclesial (matriz ou comunidades), mas
destina-se ao(s) Sacerdote(s) que celebra(m) as missas com intenções, e o valor excedente será repassado parã o
Fundo Arquidiocêsano para os Padrês ldosos e Doentes. Assim, do total ofertado, o sacerdotê poderá receber - de
acordo com ã determinação do Arcebispo - o valor de uma espórtula por cada Missa celebrada com intenção. No final
de cada mês, após o repasse do valor, mediânte recibo, ao(s) Sacerdote(s) que tiverem direito, o Pároco deverá fazer
o depósito ídentificado do valor excedente para o Fundo Arquidiocesâno para os Padres ldosos e Doentes: Mitra
Metropolitana de Florianópolis; CNPJ 83.932.343/0001-11 - Sicoob Maxicrédito - Cooperativa 3069 - Conta Corente
104739-6.
2. Os pastores de almas devem celebrar todos os domingos e nas outrãs festas de preceito (cf. Cân. 1246) a missa pelo
povo que lhes foi confiado l"Missa pro populo") (cf. Cân. 388j Cân. 534; Cân. 540, §1). Nesta missa não se reza por
Outras intençõeS.
3. Pâra o sacerdote convidado (não provisionado na Paróquia), além da ESPÓRTUtÁ, a Paróquia oferecerá também um iusto
valor como AJUDA DE CUSTO {para outros gastos e a viagem}.
I fiFB F @riú ü trIf4tu& tmf,lús (cf. Cân. 848)
Batismo: (Ministro: RS 20,00 + Lembrança, vela e registro: RS 10,00): RS 30,00
Crisma: (Ministro: RS 10,00 por crismando + Lembrança, vela e registro: R$ 10,00): RS 20,00
Matrimônio: Ministro Assistente (provisionado na Paróquia)........ RS 50,00
Para o Ministro Assistente convidado (isto é, não provisionado na Paróquia), além dos RS 50,00 já previstos, a
Paróquia oferecerá também um justo valor como AJUDA DE CUSTO (para outros gastos e a viagem).
PÍocesso de Habilitação Matrimonial .,,,..... Rs 100,00
Processo de Habilitação Mãtrimonial (transferência para outro país) Rs 200,00
Taxa Administrativa para a Celebração do Matrimônio (IGREJAI (gastos com os empregados e outros, energia
elétrica, etc.): o CPP de cãda Paróquia e os responsáveis por igrejas não paroquiais deverão encaminhar o valor
proposto para a análise do Conselho Presbiteral para que receba a devida aprovação e seja emitido o documento
oficial da Cúria Metropolitanã.
Obs.: O Pároco deverá providenciar Ministros Assistentes para os horários de Matrimônio disponibilizados
na Paróquia e efetuar os devidos pagamentos. Quando o Ministro Assistênte for convidado pessoal
dos noivos, eles deverão assumir os custos com a viagem e hospedagem.
I. IuBIhhtstaüra
As Certidões para inscrição na Catequese, na própria Paróquia, serão gratuitas.
A Cúriâ Metropolitana tem tabela especíÍica para os serviços prestâdos pelo Á,rquivo Histórico Eclesiástico de
Santa Catarina.
Haia com os pobres a máxima compreensão e caridade cristã.
A presente TABEIA DE EMOLUMENTOS entrará em VIGOR a partir da Solenidade de São José,
Esposo Virgem Maria, Padroeiro dã lgreja Universal, 19 de março de 2020.
enquanto

Chanceler Metropolitano de Florianópolis

Você também pode gostar