Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA ARTE/ESCOLA DE TEATRO E DANÇA DA UFPA-


ETDUFPA
Componente curricular: Psicologia Educacional Aplicada a Dança
Docente: Inês Antônia Santos Ribeiro
Discente: Geane Leite Ferreira
Data: 29/01/2021 Licenciatura em Dança - 2020.2

ATIVIDADE SOBRE VYGOTSKY

1. Que ligações podemos estabelecer entre as concepções piagetiana e vygotskiana das


relações entre aprendizagem e desenvolvimento?

Ambas as concepções partem do princípio que os conhecimentos se dão por meio de


construção individual e interação com o meio inserido, porém, a metodologia entre
aprendizagem e desenvolvimento abordada por eles se distingue, enquanto que para Piaget a
aprendizagem se dá pela busca de sentido, por desequilíbrios que façam os discentes
progredirem, tornando assim a aprendizagem e o desenvolvimento termos que se sintetizam
na relação de dependência entre os conhecimentos físicos e lógico-matemáticos. Para
Vygotsky a aprendizagem ocorre por meio de interação sociocultural através da zona de
desenvolvimento proximal, onde os modelos socioculturais influenciam na construção
individual, proporcionando assim a aprendizagem e consequentemente o desenvolvimento,
pois para ele o primeiro ocorre em função do segundo.

2. Qual é para Vygotsky a principal fonte de desenvolvimento das funções psíquicas


superiores?

A principal fonte desse desenvolvimento é a mediação, por onde é promovida


experiências que progressivamente irão fazendo o discente ganhar consciência de seu
comportamento perante a natureza humana em um ambiente sociocultural, pois para ele, as
funções psíquicas superiores são inteiramente ligadas aos comportamentos executados pelo
homem de forma consciente, como por exemplo, estabelecer relações entre fatos e eventos, a
percepção, a memória, o pensamento, etc.

3. Compare as concepções piagetiana e vygotskiana da inteligência ou do pensamento.

Para Piaget o pensamento depende de esquemas sensório motores gerados através da


aquisição de conhecimentos físicos e lógico-matemáticos, para isso é necessário que o
discente tenha capacidades intelectuais para tomar consciência de seus pensamentos, levando
isso em comparação, Vygotsky também trabalhou com a capacidade intelectual para a
formação do pensamento, porém, sempre baseada a zona de desenvolvimento proximal, além
de considerar o pensamento algo extremamente importante e inerente ao homem, mediado
através da fala, pela qual se comunica, Piaget, diz que o pensamento é apenas uma forma de
expressão por onde ocorre o desenvolvimento da inteligência, levando em consideração
fatores hereditários e de equilibração - como por exemplo.

4. Explique o conceito de zona de desenvolvimento proximal em Vygotsky e precise como


ele aparenta à noção de desequilíbrio em Piaget.

A zona de desenvolvimento proximal representa a distância entre o nível de


desenvolvimento real e o nível de desenvolvimento potencial, sendo eles respectivamente, a
capacidade de resolver tarefas de forma independente e desempenho possíveis, com a
colaboração de pessoas mais experientes. Para esse conceito de zona proximal é necessário a
compreensão de algumas ideias referente a criança, como, se a criança realiza uma atividade
com a colaboração de alguém hoje, posteriormente ela executará uma tarefa parecida sozinha,
pois já terá tido uma experiência antes, esse processo denomina-se de interiorização de
fatores externos em internos, isso de certa forma se assemelha ao desequilíbrio de Piaget, pois
para que haja a compreensão (aprendizado) é necessário que o discente passe por uma
experiência nova que faça com que ele ultrapasse esses limites, gerando assim o processo de
equilibração, onde o discente passa por uma série de atividades de desequilíbrio e equilíbrio.

5. Explique o conceito de mediação em Vygotsky.

Para ele, a mediação é um processo constante e essencial para as atividades


psicológicas do discente, que se dá por meio de um elemento intermediário (normalmente o
professor) entre o discente e o objeto (material a ser estudado), o mediador faz a utilização de
instrumentos e signos necessários para que ocorra a aprendizagem e assim chegue a zona de
desenvolvimento proximal.

6. Formule alguma ideia que podemos tirar das perspectivas sociointeracionistas para
orientar a prática pedagógica em dança.

A dança é uma arte, pela qual os praticantes (bailarinos ou aspirantes) expressam seu
modo de pensar por meio dos movimentos do corpo, tais movimentos tornam-se a linguagem
da dança, pois como muitos dizem “o corpo fala", ele fala de diversas formas comunicando-
se com os outros. Considerando a teoria socio-interacionista de Vygotsky, no qual diz que o
processo de aprendizagem ocorre na interação com o outro, a dança pode ser ensinada através
de vários contextos diferentes proporcionando ao discente experiências que irão provocar o
seu desenvolvimento mental, todas essas experiências serão mediadas por um professor que
irá orientá-lo de acordo com a necessidade.
Os contextos onde o discente será inserido devem retratar situações distintas, como
por exemplo: uma aula onde os discentes trabalharam saltos por meio de uma dinâmica, a
professora irá pedir para eles imaginarem que no chão há pequenas cobrinhas e eles não
poderão pisar nelas, toda vez que ela falar “cuidado com a cobrinha" eles terão que saltar,
podendo saltar juntos ou separados, no final, mesmo que inconscientemente o discente irá
perceber que todos executaram de uma forma diferente, pois uns escolheram saltar juntos,
outros de mãos dadas, ou sozinhos, assim por diante, tudo isso mediado por um professor irá
fazer com que o discente aprenda com os outros por meio da internalização.

Você também pode gostar