Você está na página 1de 18

Lógica e Computação

Uma Perspectiva Histórica


Alfio Martini – Facin - PUCRS
A Lógica na Cultura
Helênica
A Lógica foi considerada na cultura clássica e
medieval como um instrumento indispensável ao
pensamento científico.
 Era necessário argumentar com clareza,
mediante demonstrações rigorosas, respondendo
as objeções dos adversários.
 Uma ferramenta importante para argumentar
com os sofistas.
A Lógica de Aristóteles
• Aristóteles (384 a
322 a. C.) construiu
uma sofisticada teoria
dos argumentos, cujo
núcleo é a
caracterização dos
chamados silogismos.
• Exemplo:
– Todos os homens são
mortais.
– Sócrates é homem.
– Portanto, Sócrates é
mortal.
Euclides e o método
Axiomático
• Com sua obra Elementos, o
matemático Euclides (325 a 265
a.C.) deu forma sistemática ao
saber geométrico.
• A partir de algumas noções
comuns (axiomas), Euclides deduz
novas proposições ou teoremas, as
quais constituem todo o saber
geométrico.
•As deduções devem obedecer a um
conjunto de regras fixas.
Leibniz, o Precursor da
Lógica Moderna
• A lógica moderna começou no século
XVI, com o filósofo e matemático
alemão Gottfried Wilhelm Leibniz
(1646-1716).
• O projeto de Leibniz tinha como base
uma lógica simbólica e de caráter
completamente algébrico, semelhante
ao cálculo diferencial, inventado por ele
e Newton.
• Deduções lógicas deveriam ser feitas
através de uma pura manipulação
simbólica, sem referência ao
significado “real” destes símbolos.
A Lógica Matemática no
século XIX
• A passagem do século XVIII para o século XIX é
conhecida como a idade áurea da matemática.
• Em especial, começam a ser delineados os
fundamentos da ciência da computação.
• A lógica matemática, a partir daqui, tem o objetivo
principal de tornar explícitas as formas de
inferência, deixando de lado o conteúdo das
verdades que elas possam transmitir.
Boole e os Fundamentos da
Lógica Matemática e da
Computação
• O inglês George Boole
(1815-1864) é considerado
o pai da lógica simbólica.
• Desenvolveu o primeiro
sistema formal para
raciocínio lógico (lógica
booleana).
• Foi o primeiro a enfatizar a
possibilidade de aplicar o
cálculo formal a diferentes
situações
Boole e os Fundamentos da
Lógica Matemática e da
Computação
• Boole, em sua obra The Mathematical Analysis of
Logic, percebeu que uma álgebra de objetos (que
não fossem números) poderia ser construída e
então, ter várias interpretações (aplicações):
– Circuitos Lógicos
– Verdade ou Falsidade de Proposições
– Aritmética sobre Números Binários
A Importância de Frege
e Peano
• Gottlob Frege (1848-1925) foi o
primeiro a formular com precisão a
diferença entre constante e variável.
• Introduziu a noção de função lógica de
várias variáveis (predicados) e o
conceito de quantificador.
• O emprego de quantificadores para
ligar variáveis, principal característica
do simbolismo lógico moderno e que o
torna superior em alguns aspectos à
linguagem vulgar e ao simbolismo
algébrico de Boole, está entre as
maiores invenções intelectuais do
século XIX
A Importância de Frege
e Peano
• Giuseppe Peano (1858-1932) é
conhecido na lógica pela
introdução dos famosos axiomas
de Peano, uma notável tentativa
de reduzir a aritmética comum à
lógica simbólica.
• Os axiomas mostram
essencialmente que as operações
fundamentais são a função
sucessor e a constante para o
número zero.
A Figura de David
Hilbert
• Dentro do contexto da lógica, a
grande ambição de Hilbert
(1862-1943) era demonstrar que
todas as verdades matemáticas
poderiam ser demonstradas
dentro de um sistema puramente
formal (completude).
• Além disso, somente as verdades
matemáticas poderiam ser
demonstradas em tal sistema
formal (consistência).
O “Problema de Decisão”
de Hilbert
• Consiste em indagar se existe um procedimento mecânico
efetivo para determinar se todos os enunciados
matemáticos verdadeiros poderiam ser ou não provados, isto
é, se eles poderiam ser deduzidos a partir de um conjunto
de premissas.
• Hilbert estava buscando algo como uma máquina que, após
alimentada com um enunciado matemático, seria capaz de
dizer se ele é falso ou verdadeiro.
Kurt Gödel – Muito Além
da Lógica
• O trabalho notável de Gödel
(1906-1978) pode ser resumido
no seguinte teorema:
• “Se S é um sistema formal
suficientemente forte para
conter a aritmética elementar,
então S é incompleto ou
inconsistente”.
• Por exemplo, em uma teoria
sobre números naturais,
existem verdades que não
podem ser provadas apenas na
lógica (simbólica)!
Kurt Gödel – Muito Além
da Lógica
• Gödel acabou com o sonho dos lógicos, visto que
não se pode desenvolver toda a aritmética (e
muito menos toda a matemática) num sistema
lógico que seja (ao mesmo tempo consistente e)
completo.
• Também acabou com o sonho formalista: existem
enunciados matemáticos que são verdadeiros, mas
não são suscetíveis de prova, isto é, existe um
abismo entre verdade e demonstração
Alan Turing – O Berço da
Computação
• A revolução do
computador/computação iniciou
quando Alan Turing (1912-1954)
tomou conhecimento do Problema
de Decisão (Entscheidungs
Problem) de David Hilbert.
• Toda a comunidade da época
estava interessada em encontrar
uma solução precisa para o
conceito informal de realizar
uma computação.
Alan Turing – O Berço da
Computação
• No artigo, “On Computable Numbers, with an application to
the Entscheidungs Problem” (1936) Turing introduziu o
conceito da Máquina de Turing.
• Esta máquina formaliza precisamente a noção de função
computável.
• Função Computável = Programa para a Máquina de Turing
(Tese de Turing).
• Entretanto há problemas que a Máquina de Turing não pode
resolver (Problema da Parada).
• Desta forma, o problema de decisão de Hilbert apresenta
uma resposta negativa!
Importância e
Conseqüências
• A importância histórica do problema da parada é
de que ele é um dos primeiros problemas a serem
demonstrados indecidíveis (um algoritmo não pode
dizer sim ou não).
• Uma outra conseqüência é que não pode existir um
algoritmo que decida sobre a validade de teorema
sobre números, já que o problema da parada
também pode ser reformulado como um problema
sobre números naturais.
Matemática, Lógica e
Computação
Matemática (Semântica)
Lógica (Sintaxe)
[Aritmética] [Alfabeto (Símbolos)]
[Geometria] [Expressões]
[Análise] [Axiomas e Regras de
(Verdades Matemáticas) Inferência]
(Teoremas)

Computação
[Alfabeto (Símbolos)]
[Programas]
[Funções e Procedimentos]
[Algoritmos]
[Correção de Algoritmos]

Você também pode gostar